Guia de Hardware do Avaya Communication

Сomentários

Transcrição

Guia de Hardware do Avaya Communication
Guia de Hardware do
Avaya Communication Manager
555-245-207PTB
1ª Edição
Novembro de 2003
Direitos autorais © 2003, Avaya Inc.
Todos os Direitos Reservados
Aviso
Foi feito o possível para garantir que as informações contidas neste
livro estivessem completas e exatas no momento da impressão.
Entretanto, as informações estão sujeitas a mudanças.
Garantia
A Avaya Inc. oferece uma garantia limitada para esse produto.
Consulte o contrato de venda para se informar sobre os termos da
garantia limitada. Além disso, o idioma padrão da garantia da Avaya,
assim como as informações relativas ao suporte a esse produto dentro
do período de garantia, estão disponíveis no seguinte site da Web:
http://www.avaya.com/support.
Prevenção de fraudes de tarifação
“Fraude de tarifação” é o uso não autorizado do seu sistema de
telecomunicações por alguém não autorizado (por exemplo, uma
pessoa que não é funcionária da empresa, um agente, empreiteiro ou
que não esteja trabalhando em nome da sua empresa). Fique atento
para o fato de que pode haver algum risco de fraude de tarifação
associado ao seu sistema e que, caso uma fraude de tarifação ocorra,
ela pode resultar em substanciais encargos adicionais de custos nos
seus serviços de telecomunicações.
Intervenção da Avaya contra fraudes
Caso suspeite que está sendo vítima de uma fraude de tarifação e
necessite de assistência técnica ou suporte, ligue para a Linha de
Suporte de Intervenção contra Fraude de Tarifação dos Centros de
Serviços Técnicos, no número +1-800-643-2353, nos Estados Unidos
e Canadá.
Como obter suporte
Para obter outros números de telefone de suporte, consulte o site de
suporte da Avaya na Web: http://www.avaya.com/support.
Se você está:
• Nos Estados Unidos, clique no link Escalation Management. Em
seguida, clique no link correspondente ao tipo de suporte
necessário.
• Fora dos Estados Unidos, clique no link Escalation Management.
Em seguida, clique no link International Services, que inclui os
números de telefone dos Centros de Excelência internacionais.
Oferta de segurança nas telecomunicações
A segurança nas telecomunicações (comunicações de voz, dados e/ou
vídeo) representa a prevenção de qualquer tipo de intrusão do
equipamento de telecomunicações da sua empresa por terceiros, ou
seja, o seu uso malicioso ou não autorizado, assim como o acesso
malicioso ou não autorizado a ele.
O “equipamento de telecomunicações” da sua empresa inclui tanto
este produto Avaya quanto qualquer outro equipamento de
voz/dados/vídeo que possa ser acessado através deste produto Avaya
(ou seja, “equipamento em rede”).
Um “terceiro” é alguém que não seja funcionário da empresa, agente,
empreiteiro ou que não esteja trabalhando em nome da sua empresa.
Por sua vez, uma “pessoa maliciosa” é qualquer um (incluindo alguém
que possa vir a ser autorizado) que acesse o seu equipamento de
telecomunicações com intenção maliciosa ou perniciosa.
Essa intrusão pode ocorrer em/através de equipamentos síncronos
(multiplexados por tempo e/ou baseados em circuito) ou assíncronos
(baseados em caracteres, mensagens ou pacotes), ou interfaces, em
função de:
• Utilização (das capacidades especiais para o equipamento
acessado)
• Roubo (de propriedade intelectual, ativos financeiros ou acesso
aos serviços interurbanos, por exemplo)
• Escuta clandestina (invasão da privacidade de pessoas)
• Brincadeira de mau gosto (intromissão para causar problemas,
embora aparentemente inócua)
• Prejuízos (intromissão maldosa, perda ou alteração de dados,
independentemente do motivo ou da intenção, por exemplo)
Fique ciente de que pode haver risco de intrusões não autorizadas
associadas ao seu sistema e/ou ao equipamento deste, ligado à rede.
Perceba também que, se esse tipo de intrusão ocorrer, ele pode levar a
diversos prejuízos para a sua empresa (relacionados à privacidade das
pessoas/dos dados, à propriedade intelectual, aos ativos materiais, aos
recursos financeiros, aos custos de mão-de-obra e/ou às despesas
jurídicas, dentre outros).
Responsabilidade pela segurança das telecomunicações da sua
empresa
A responsabilidade final de proteger tanto este sistema quanto o
equipamento de rede é sua – administrador de sistema dos clientes da
Avaya, suas co-irmãs da área de telecomunicações e seus gerentes.
Baseie o cumprimento da sua responsabilidade no conhecimento e nos
recursos adquiridos de várias fontes, que incluem, dentre outras:
•
•
•
•
•
•
Documentos de instalação
Documentos de administração do sistema
Documentos de segurança
Ferramentas de segurança baseadas em hardware/software
Informações compartilhadas entre você e seus pares
Especialistas em segurança nas telecomunicações
Para evitar intrusões em seu equipamento de telecomunicações, você e
os seus pares devem cuidadosamente programar e configurar:
• Os sistemas de telecomunicações fornecidos pela Avaya e suas
interfaces.
• As aplicações de software fornecidas pela Avaya, bem como as
interfaces e plataformas de hardware/software que as integram.
• Qualquer outro equipamento em rede com os produtos Avaya.
Recursos TCP/IP
É possível que os clientes observem diferenças no desempenho,
confiabilidade e segurança dos produtos, dependendo das
configurações, do conceito e das topologias da rede, mesmo quando o
produto for executado conforme o previsto na garantia.
Cumprimento de padrões
A Avaya Inc. não se responsabiliza por interferência em rádio ou
televisão decorrente de modificações não autorizadas deste
equipamento, substituição, conexão de cabos ou equipamentos
diferentes daqueles especificados pela Avaya Inc. A correção da
interferência causada por tais modificações, substituições ou conexões
não autorizadas será de responsabilidade do usuário. Nos termos da
Parte 15 das Normas da FCC (Comissão Federal de Comunicações dos
EUA), o usuário é advertido de que alterações ou modificações que
não forem expressamente aprovadas pela Avaya Inc. poderão anular a
autoridade do usuário para a operação deste equipamento.
Padrões de segurança de produtos
Declarações de Conformidade da União Européia
Este produto é compatível com os seguintes padrões internacionais de
Segurança de Produtos, quando aplicáveis:
Safety of Information Technology Equipment, IEC 60950, 3a edição,
incluindo todas as divergências nacionais relevantes listadas no
documento Compliance with IEC for Electrical Equipment (IECEE)
CB-96A.
Safety Requirements for Customer Equipment, ACA Technical
Standard (TS) 001 – 1997
A Avaya Inc. declara que o equipamento especificado neste
documento identificado com a marca “CE” (Conformité Européenne)
está em conformidade com a Norma de Equipamentos de Terminais de
Rádio e Telecomunicações da União Européia (1999/5/EC), incluindo
a Norma de Compatibilidade Eletromagnética (89/336/EEC) e Norma
para Baixa Voltagem (73/23/EEC). Este equipamento foi certificado
por atender aos padrões Interface de Taxa Básica (BRI) CTR3 e
Interface de Taxa Primária (PRI) e subconjuntos destes em CTR12 e
CTR13, quando aplicáveis.
Um ou mais dos seguintes padrões nacionais vigentes no México,
quando aplicáveis: NOM 001 SCFI 1993, NOM SCFI 016 1993,
NOM 019 SCFI 1998
É possível obter cópias destas declarações de conformidade (DoCs)
contactando seu representante de vendas local ou visitando o seguinte
site da Web: http://www.avaya.com/support.
O equipamento descrito neste documento pode conter Dispositivo(s) a
LASER Classe 1. Esses dispositivos são compatíveis com os seguintes
padrões:
Japão
Safety of Information Technology Equipment, CAN/CSA-C22.2
Nº 60950-00 / UL 60950, 3ª edição
• EN 60825-1, Edição 1.1, 1998-01
• 21 CFR 1040.10 e CFR 1040.11.
Os dispositivos a LASER funcionam dentro dos seguintes parâmetros:
• Saída máxima de energia: entre -5 dBm e -8 dBm
• Comprimento de onda: entre 1310 nm e 1360 nm
Esse é um produto Classe A com base no padrão do Conselho de
Controle Voluntário de Interferência por Equipamento de Tecnologia
da Informação (VCCI). Se esse equipamento for usado em um
ambiente doméstico, é possível que ocorram perturbações por ondas
de rádio. Neste caso, é possível que o usuário tenha que tomar
providências corretivas.
Luokan 1 Laserlaite
Klass 1 Laser Apparat
O uso de controles, ajustes ou execução dos procedimentos de modo
diferente do aqui especificado pode levar a exposições com risco de
irradiação. Entre em contato com o seu representante Avaya para obter
mais informações sobre os produtos a laser.
Para obter cópias deste ou quaisquer outros documentos:
Ligue para:
Avaya Publications Center
Voz: +1-800-457-1235 ou +1-207-866-6701
FAX: +1-800-457-1764 ou +1-207-626-7269
Escreva para:
Globalware Solutions
200 Ward Hill Avenue
Haverhill, MA 01835 EUA
Attention: Avaya Account Management
Envie e-mail para:
[email protected]
Padrões de compatibilidade eletromagnética (EMC)
Este produto é compatível com os seguintes padrões internacionais de
EMC, respeitadas todas as divergências nacionais relevantes:
Limites e métodos de medição de rádio-interferência de equipamento
de tecnologia da informação, CISPR 22:1997 e EN55022:1998.
Equipamento de tecnologia da informação – Características de
imunidade – Limites e métodos de medição, CISPR 24:1997 e
EN55024:1998, incluindo:
•
•
•
•
•
•
•
•
•
Descarga eletrostática (ESD) IEC 61000-4-2
Imunidade irradiada IEC 61000-4-3
Transientes elétricos rápidos IEC 61000-4-4
Efeitos de relâmpago IEC 61000-4-5
Imunidade conduzida IEC 61000-4-6
Campo magnético da freqüência da rede geral IEC 61000-4-8
Quedas e variações de tensão IEC 61000-4-11
Harmonia de linhas de alimentação IEC 61000-3-2
Flutuações e oscilação de tensão IEC 61000-3-3
Para obter as versões mais atuais da documentação, visite o site de
suporte da Avaya na Web: http://www.avaya.com/support.
Índice
Índice
Visão geral
25
• Visão geral do documento
25
• Servidores de mídia da Avaya
26
• Gateways de mídia da Avaya
26
• Avaya Integrated Management
27
• Dispositivos de comunicação da Avaya
27
• DEFINITY Server CSI
29
Visão geral
29
Descrição detalhada
29
Informações sobre configuração
29
Confiabilidade e capacidade de recuperação
31
Capacidade do sistema
31
Avaya Communication Manager
32
Adjuntos
32
• Avaya S8100 Media Server com um CMC1 Media
Gateway ou um G600 Media Gateway
33
Visão geral
33
Descrição detalhada
33
S8100 Media Server com um CMC1 Media
Gateway ou um G600 Media Gateway
33
Componentes padrão
34
Componentes opcionais
35
Confiabilidade
35
Capacidade de recuperação
36
Administração
37
Servidor Peer Web
37
Sessão Telnet
37
Avaya Integrated Management
37
Avaya Communication Manager
• Avaya S8300 Media Server e um Avaya G700 Media Gateway
37
39
Visão geral
39
Descrição detalhada
39
Descrição da configuração
39
Facilidades do servidor
40
Avaya G700 Media Gateway
41
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
5
Índice
LEDs
45
Software de manutenção
46
Módulos de mídia da Avaya
46
LEDs
47
MM710 T1/E1 Media Module
47
MM711 Analog Media Module
48
MM712 DCP Media Module
49
MM720 BRI Media Module
49
MM760 VoIP Media Module
50
S8300 Media Server em uma configuração LSP
50
Endereçamento IP
51
Preservação dos dados do cliente
Sistema de Mensagens IA770 INTUITY AUDIX
51
Central de atendimento
52
Software de anúncio G700
53
Opções de configuração do cliente
54
Gerenciamento do sistema
54
Avaya Integrated Management
54
Interface de Web do S8300 Media Server
55
Adjuntos
55
Informações internacionais
55
Troncos digitais e troncos de central pública
• Avaya S8500 Media Server
6
51
57
58
Descrição detalhada
59
Fazer backup de um S8500 Media Server
59
Conectividade da rede de portas
60
Gateways de mídia
60
Adaptador supervisor remoto (RSA)
61
Modems
63
Confiabilidade do S8500 Media Server
65
Atualização para um S8500 Media Server
65
Disco de RAM
67
Capacidades de alto nível
67
Gerenciamento do sistema
68
Avaya Integrated Management Suite
68
Interface de Web do Avaya S8500 Media Server
69
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Índice
• Avaya S8700 Media Server com um Avaya G650 Media Gateway
Descrição detalhada
70
70
Informações sobre a configuração
70
Complexo de controle do S8700 Media Server
70
S8700 Media Server
71
Placa IPSI (TN2312BP)
71
Central Ethernet
72
UPS ou energia de reserva
73
Modem USB
73
Gateways de mídia
73
Confiabilidade
80
Confiabilidade ao enviar o portador da voz através do IP
80
Confiabilidade ao enviar o portador da voz
através do ATM ou do CSS
84
Conectividade
89
Conectividade ao enviar o portador da voz
através do CSS ou do ATM
89
Conectividade ao enviar o portador da voz através do IP
90
Capacidade de recuperação do S8700
90
S8300 Media Server em um modo LSP
90
Faltas de energia
90
EPN remota com recurso de sobrevivência
(portador da voz transmitido apenas através do CSS)
91
Capacidades de alto nível
91
Capacidade de BHCC do S8700 Media Server
92
Gerenciamento do sistema
94
Avaya Integrated Management Suite
94
Interface de Web do S8700 Media Server
94
Adjuntos
95
• DEFINITY Server SI
96
Visão geral
96
Descrição detalhada
97
Informações sobre a configuração
Opções
97
102
Rede de portas de expansão
102
Processador de mídia IP
102
Soluções IP do DEFINITY
103
Troncos
104
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
7
Índice
Conectividade
105
Gateway da LAN
105
C-LAN
105
Enlaces IP assíncronos usando C-LAN
106
Aplicações de clientes da central
106
Aplicações de servidor da central
106
Confiabilidade
107
BHCC
107
Adjuntos
108
• DEFINITY Server R
109
Visão geral
109
Descrição detalhada
110
Informações sobre a configuração
111
Troncos
117
Conectividade
118
Confiabilidade
122
BHCC
123
Adjuntos
123
Gateways de mídia
125
• Avaya G350 Media Gateway
125
Facilidades
125
Modos de instalação
126
Descrição física
126
Capacidades do G350
127
• G600 Media Gateway
Resfriamento do G600 Media Gateway
129
Placas obrigatórias para o G600 Media
Gateway e para o S8700 Media Server
130
Interface do servidor IP (TN2312BP)
130
C-LAN (TN799DP)
130
IP Media Processor (TN2302AP)
131
Placas obrigatórias para o G600 Media
Gateway e para o S8100 Media Server
131
Processador TN2314 (S8100)
131
Placa TN744E classificadora de chamadas e
detectora de tons
132
• Avaya G650 Media Gateway
Visão geral
8
129
133
133
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Índice
Montagem dos G650s
134
Montagem de um único G650
134
Montagem de vários G650s
134
Endereço de compartimento
134
Conexões de E/S
137
Adaptadores de E/S
137
Conjunto do ventilador
137
Fonte de energia 655A
137
Energia de entrada
137
Indicadores luminosos do painel frontal da 655A
138
Geração de toque de chamada da 655A
139
• Avaya G700 Media Gateway
Módulos de expansão
141
142
Módulo de roteamento de acesso X330 WAN
142
Módulo de expansão Avaya P330 LAN
143
P330 Stacking Fabric (Octaplane)
144
Fonte de energia
144
Placa-mãe
144
Ventiladores
145
LEDs
145
LEDs do módulo de mídia
145
LEDs do nível do sistema
145
Software de gateway
146
Software de manutenção
146
Conectividade
146
Módulos de mídia
147
• CMC1 Media Gateway
149
• SCC1 Media Gateway
152
Compartimentos
155
Gabinete de controle básico de um DEFINITY Server SI
155
Gabinete de controle duplicado de um DEFINITY Server SI
156
Gabinete de controle de expansão de um
DEFINITY Server SI, DEFINITY Server R,
S8700 Media Server ou S8500 Media Server
157
Gabinete de portas de um DEFINITY
Server SI, DEFINITY Server R, S8700 Media
Server ou S8500 Media Server
158
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
9
Índice
• MCC1 Media Gateway
160
Gabinete auxiliar
162
Gabinete da rede de portas do DEFINITY Server R ou SI
162
Gabinete da rede de portas para o Avaya S8700 Media Server
162
Gabinete da rede de portas para o Avaya S8500 Media Server
164
Gabinete da rede de portas de expansão do
DEFINITY Server R ou SI
164
Compartimentos
165
Compartimento de controle para o DEFINITY Server SI
165
Compartimento de controle duplicado para o
DEFINITY Server SI
167
Compartimento do processador para o
DEFINITY Server R ou SI
167
Compartimento de controle de expansão para
todos os modelos de servidores
168
Compartimento de portas para o DEFINITY
Server SI ou R, S8700 Media Server ou S8500
Media Server
170
Compartimento de nó de comutação do
DEFINITY Server R ou S8700 Media Server
171
Placas e fontes de energia
173
• Fonte de energia 1217A CA
173
• Unidade de energia CA 631DA1
173
• Unidade de energia CA 631DB1
173
• Unidade de energia CC 649A
174
• Unidade de energia CA 650A
174
• Fonte de energia 655A
175
Energia de entrada
175
Energia CA
175
Energia CC
Barramento
10
175
I 2C
175
Indicadores luminosos do painel frontal da 655A
176
Geração de toque de chamada da 655A
176
Unidade de energia CC 676C
177
Limitador de corrente 982LS
177
Limitador de corrente CFY1B
177
ED-1E568 DEFINITY AUDIX R4
177
Plataforma de aplicações múltiplas (MAPD) J58890MA-1
177
Adaptador de cabo de fibra ótica NAA1
178
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Índice
Identificação de linhas de chamadas recebidas (ICLID) TN429D
178
Sintetizador de fala TN433
178
Tronco de Discagem Direta a Ramal (8 portas) TN436B
178
Tronco da central pública (8 portas) TN438B
178
Linha de junção (4 portas) TN439
179
Sintetizador de fala TN457
179
Tronco de Discagem Direta a Ramal (8 portas) TN459B
179
Interface DS1 TN464GP, T1 (24 canais) ou E1 (32 canais)
179
Tronco da central pública (8 portas) TN465C
180
Linha analógica TN479 (16 portas)
180
Linha de junção (4 portas) TN497
181
Linha de dados em pacote TN553
181
Interface S/T-NT de quatro fios (12 portas) RDSI-BRI TN556D
181
Sistema de Correio de Voz DEFINITY
AUDIX 4.0 (consulte ED-1E568) TN568
181
Interface de expansão TN570D
182
Relógio do nó de comutação TN572
182
Interface de nó de comutação TN573B para o DEFINITY R
182
Interface de pacotes TN577
183
Sintetizador de fala TN725B
183
Linha de dados TN726B (8 portas)
183
Linha MET TN735 (4 portas)
183
Classificadora de chamadas e Detectora de
tons TN744E (8 portas)
184
Linha analógica TN746B (16 portas)
184
Tronco da central pública TN747B (8 portas)
185
Anúncio gravado TN750C (16 canais)
185
Tronco de Discagem Direta a Ramal TN753B (8 portas)
186
Linha Digital DCP TN754C (4 fios, 8 portas)
186
Fonte de neon TN755B
186
Grupo Modem TN758 (2 portas)
187
Linha de junção TN760E (4 fios, 4 portas)
187
Linha híbrida TN762B (8 portas)
187
Tronco auxiliar TN763D (4 portas)
187
Interface DS1 TN767E, T1 (24 canais)
187
Linha analógica TN769 (8 portas)
188
Manutenção e teste TN771DP
189
Placa de manutenção TN775C
190
Tone/Clock TN780
190
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
11
Índice
12
Interface de multimídia TN787K
190
Condicionador de voz multimídia TN788C
190
Controlador de rádio TN789B
191
Linha analógica para hóspedes TN791 (16 portas)
191
Interface de duplicação TN792
192
Linha analógica com identificação do
chamador TN793B (24 portas)
192
Placa de tronco analógico ou linha analógica TN797 (8 portas)
193
Interface Control LAN (C-LAN) TN799DP
193
MAPD TN801 (Interface de Gateway LAN)
194
MAPD TN802B (conjunto de interfaces IP)
194
Acesso ao sistema e manutenção TN1648B (SYSAM)
195
Memória TN1650B
195
Conversor de DS1 TN1654, T1 (24 canais) e E1 (32 canais)
196
Interface de pacotes TN1655
196
Unidade de disco TN1657
196
Tronco da central pública TN2138 (8 portas)
196
Tronco de Discagem Direta a Ramal TN2139 (8 portas)
197
Linha de junção TN2140B (4 fios, 4 portas)
197
Tronco de Discagem Direta a Ramal TN2146 (8 portas)
197
Tronco de central pública TN2147C (8 portas)
197
Linha digital DCP TN2181 (2 fios, 16 portas)
197
Tone/Clock, Detectora de tons e
Classificadora de chamadas TN2182C (8 portas)
198
Linha analógica para diversos países TN2183/TN2215 (16 portas)
198
Tronco DIOD TN2184 (4 portas)
198
Interface RDSI-BRI S/T-TE TN2185B (4 fios, 8 portas)
198
Interface RDSI-BRI U TN2198B (2 fios, 12 portas)
199
Tronco da central pública TN2199 (3 fios, 4 portas)
200
Gerador de toque de chamada TN2202
200
Interface DS1, T1 (24 canais) e E1 (32 canais) TN2207
201
Linha de junção TN2209 (4 fios, 4 portas)
201
Unidade ótica TN2211
201
Linha digital DCP TN2214B (2 fios, 24 portas)
202
Linha analógica para diversos países
(16 portas) TN2215/TN2183 (ofertas
internacionais ou apenas a oferta B nos EUA e Canadá)
202
Linha digital DCP TN2224B (2 fios, 24 portas)
203
Tronco digital TN2242
203
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Índice
Comutador lógico TN2301
204
IP Media Processor TN2302AP
204
Interface de Tronco ATM-CES/Rede de portas
para fibra ótica multimodo TN2305B
204
Interface de Tronco ATM-CES/Rede de portas
para fibra ótica monomodo TN2306B
204
Tronco de Discagem Direta a Ramal TN2308 (8 portas)
204
Interface do servidor IP TN2312BP
205
Adaptadores de E/S
207
Compatibilidade
207
Número de placas IPSI por configuração
207
Interface DS1 TN2313AP (24 canais)
208
S8100 Media Server TN2314
208
Interface de pacotes/Controle de rede TN2401 para SI
208
Montagem do complexo da interface de
pacotes de rede TN2401/TN2400 para atualizações de SI
209
Processador TN2402
209
Processador TN2404
210
Interface DS1 com cancelamento de eco, T1/E1, TN2464BP
210
Anúncio de voz sobre LAN (VAL) TN2501AP
210
Linha analógica com identificador do
chamador TN2793B (24 portas)
211
Conversor de PRI em DASS TNCCSC-1
212
Conversor de PRI em DPNSS TNCCSC-2
212
Conversor de PRI em DPNSS TNCCSC-3
212
Conversor de PRI em SS7 TN-C7
212
Multiplexador de dados, fax e voz TN-CIN
212
Interface de duplicação UN330B
213
Processador UN331C
213
Memória de Massa/Controle de Rede UN332C apenas para R
214
Módulos de mídia
215
• MM312 DCP Media Module
215
• MM314 LAN Media Module
216
• MM340 E1/T1 Media Module
217
• MM342 Media Module WAN por meio de USP
218
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
13
Índice
• MM710 T1/E1 Media Module
219
Cancelamento de eco
219
Função CSU
220
Funções de Loopback/BERT
220
Impedância de E1
220
Tomadas Bantam
220
LEDs
221
Conector DCE DB 25
221
Tomada de loopback
221
• MM711 Analog Media Module
222
Interfaces externas: lado do tronco CO
222
Identidade do chamador
223
Requisitos da interface de linha analógica
223
Modo de compressão/expansão
223
• MM712 DCP Media Module
224
Interface de Hardware
224
• MM714 Analog Media Module
225
• MM720 BRI Media Module
226
• MM722 BRI Media Module
227
• MM760 VoIP Media Module
228
Interface Ethernet
228
Compressão de voz
228
Componentes opcionais
229
• Componentes opcionais para o S8100 Media Server
14
229
Gateways de mídia
229
Placas de circuito
229
Placas de energia
229
Placas de linha
229
Placas de tronco
230
Placas de controle
230
Placas de serviços
230
Placas de aplicações
231
Placas de portas
231
Adaptadores
231
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Índice
Telefones da Avaya
231
Telefones IP
231
Telefones digitais
231
Aparelhos de viva-voz SoundStation
232
Telefones analógicos
232
Telefones da Avaya para ambientes sujeitos a explosão
232
Telefone sem fio
232
Terminais atendedores
232
• Componentes opcionais: S8300 Media Server com o
G700 Media Gateway
233
Gateways de mídia
233
Módulos de mídia para o G700 Media Gateway
233
Telefones da Avaya
233
Telefones IP
233
Telefones digitais
233
Telefones analógicos
234
Telefone sem fio
234
Aparelhos de viva-voz
234
• Componentes opcionais: S8500
235
Gateways de mídia
235
Placas de circuito
235
Energia
235
Placas de linha
235
Placas de tronco
236
Placas de controle
236
Placas de serviços
237
Placas de aplicações
237
Placas de portas
237
Telefones da Avaya
237
Telefones IP
237
Telefones digitais
238
Aparelhos de viva-voz SoundStation
238
Telefones analógicos
238
Telefones da Avaya para ambientes sujeitos a explosão
238
Telefone sem fio
238
Terminais atendedores
238
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
15
Índice
• Componentes opcionais para o S8700 Media Server
em uma configuração de conexão IP
Gateways de mídia
239
Placas de circuito
239
Placas de linha
239
Placas de tronco
239
Placas de controle
240
Placas de serviços
240
Placas de aplicações
240
Placas de portas
240
Telefones da Avaya
241
Telefones IP
241
Telefones digitais
241
Aparelhos de viva-voz SoundStation
241
Telefones analógicos
241
Telefones da Avaya para ambientes sujeitos a explosão
241
Telefone sem fio
242
Terminais atendedores
242
• Componentes opcionais: S8700 – portador da voz
através do CSS ou do ATM
16
239
243
Gateways de mídia
243
Placas de circuito
243
Energia
243
Placas de linha
243
Placas de tronco
244
Placas de controle
244
Placas de serviços
245
Placas de aplicações
245
Placas de portas
245
Telefones da Avaya
245
Telefones IP
245
Telefones digitais
246
Aparelhos de viva-voz SoundStation
246
Telefones analógicos
246
Telefones da Avaya para ambientes sujeitos a explosão
246
Telefone sem fio
246
Terminais atendedores
246
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Índice
• Componentes opcionais para o DEFINITY Server SI
247
Gateways de mídia
247
Placas para o DEFINITY Server CSI
247
Placas de energia
247
Placas de linha
247
Placas de tronco
247
Placas de controle
248
Placas de serviços
248
Placas de aplicações
249
Placas de portas
249
Adaptador
249
Telefones da Avaya para o DEFINITY Server CSI
249
Telefones IP
249
Telefones digitais
249
Aparelhos de viva-voz SoundStation
250
Telefones analógicos
250
Telefones da Avaya para ambientes sujeitos a explosão
250
Telefone sem fio
250
Terminais atendedores
250
• Componentes opcionais para o DEFINITY Server SI
251
Gateways de mídia
251
Placas para o DEFINITY Server SI
251
Placas de energia
251
Placas de linha
251
Placas de tronco
252
Placas de controle
252
Placas de serviços
253
Placas de aplicações
253
Placas de portas
253
Telefones Avaya para o DEFINITY Server SI
253
Telefones IP
253
Telefones digitais
254
Aparelhos de viva-voz SoundStation
254
Telefones analógicos
254
Telefones da Avaya para ambientes sujeitos a explosão
254
Telefone sem fio
254
Terminais atendedores
254
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
17
Índice
• Componentes opcionais para o DEFINITY Server R
Gateways de mídia
255
Placas de circuito
255
Placas de energia
255
Placas de linha
255
Placas de tronco
256
Placas de controle
256
Placas de serviços
257
Placas de aplicações
257
Placas de portas
257
Telefones da Avaya
257
Telefones IP
257
Telefones digitais
258
Aparelhos de viva-voz SoundStation
258
Telefones analógicos
258
Telefones da Avaya para ambientes sujeitos a explosão
258
Telefone sem fio
258
Terminais atendedores
258
Telefones e aparelhos de viva-voz
• Telefones da Avaya
259
259
Telefones IP da Avaya
259
Telefone IP 4602 da Avaya
259
Telefone IP 4602SW da Avaya
260
Telefone IP 4606 da Avaya
260
Telefone IP 4610SW da Avaya
261
Telefone IP 4612 da Avaya
262
Telefone IP 4620 da Avaya
263
Telefone IP 4620SW da Avaya
264
Telefone IP 4624 da Avaya
265
Telefone IP de tela 4630 da Avaya
266
Telefone IP 4630SW da Avaya
267
Telefones digitais da Avaya
18
255
267
Telefone digital 2402 da Avaya
267
Telefone digital 2420 da Avaya
268
Telefones digitais 6402 e 6402D da Avaya
269
Telefone digital 6408D+ da Avaya
269
Telefone digital 6416D+M da Avaya
270
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Índice
Telefone digital 6424D+M da Avaya
271
Telefone digital Avaya Callmaster IV (603F)
273
Telefone digital Avaya Callmaster V (607A)
273
Telefone digital Avaya Callmaster VI (606A)
274
Terminais atendedores da Avaya
275
Terminal atendedor 302D da Avaya
275
Avaya Softconsole
275
Telefones analógicos da Avaya
276
Terminais analógicos 2500 e 2554 da Avaya
276
Telefone analógico 6211 da Avaya
278
Telefone analógico 6219 da Avaya
279
Telefone 2520B da Avaya para ambientes sujeitos a explosão
279
Telefones sem fio da Avaya
280
Avaya TransTalk 9040
280
• Energia para os telefones IP da Avaya
282
Energia para os telefones IP 4602 e 4620 da Avaya
282
Energia para os telefones IP 4606, 4612 e 4624 da Avaya
282
Energia para os telefones IP 4630 da Avaya
283
• Aparelhos de viva-voz SoundPoint e SoundStation
284
Aparelho de viva-voz SoundPoint 3127
284
Destaques
284
Modelos
284
Aparelho de viva-voz SoundStation 3127
285
Destaques
285
Modelos
285
Aparelho de viva-voz para áudio-conferência
SoundStation Premier 3127
286
Destaques
286
Modelos
287
Unidades UPS da Avaya
• UPS para Avaya Series 1 (AS1)
Unidade ininterrupta de energia (UPS) On-line
AS1 de 1000 VA e 120 V
Os modelos de 1000 VA e 120 V incluem os
seguintes acessórios
UPS On-line AS1 de 1000 VA e 230 V
Os modelos de 1000 VA e 230 V incluem os
seguintes acessórios
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
289
289
289
289
289
290
19
Índice
UPS On-line AS1 de 1500 VA e 120V
O modelo AS1 de 1500 VA inclui os seguintes acessórios
UPS On-line AS1 de 1500 VA e 230 V
Os modelos de 1500 VA e 230 V incluem os
seguintes acessórios
Módulos suplementares de UPS
290
291
291
291
Módulo prolongado de bateria EBM24 de 1000 VA
291
Módulo prolongado de bateria EBM48 de 1500-2000 VA
292
MÓDULO SNMP de 1000-2000 VA
292
MÓDULO DE DESVIO DE DISTRIBUIÇÃO de
120 V e 1000-1500 VA
292
MÓD. DISTR. DE DESVIO DE UPS S1 de
1000 VA-2K VA
292
Centrais Ethernet da Avaya
293
• Centrais Ethernet Avaya P330
293
Facilidades da linha de produtos Avaya P330
293
Auto-Negociação
294
Controle de congestionamento
294
VLANs
294
Múltiplas VLANs por porta
294
Leaky VLAN
294
Classificação de portas
295
Protocolos de aquisição de TEMPO na rede
295
Segurança para o MAC
295
Grupo de agregação de enlaces (LAG)
295
Filtragem IP Multicast
295
Segurança Radius
295
Redundância de porta
296
Redundância entre módulos
296
Redundância de pilha
296
Hot-swappable (troca com o sistema ativo)
296
Fonte de energia de reserva
296
Ventiladores
296
Redundância do Agente de gerenciamento de rede (NMA)
297
Download de software
297
Padrões do P330 apoiados pela Avaya
20
290
297
IEEE
297
IETF
297
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Índice
Gerenciamento de Rede Avaya P330
297
Gerenciador de Dispositivos Avaya P330 (Web Incorporada)
297
Interface de linha de comando (CLI) do Avaya P330
298
CajunView
298
Monitoramento de Rede Avaya P330
298
Espelhamento de portas
298
SMON
299
• Centrais Ethernet Avaya P133 e Avaya P134
300
Avaya P133G2
300
Avaya P134G2
300
Facilidades gerais das centrais P133G2 e P134G2
300
Interfaces
301
Padrões apoiados
301
Características físicas
301
Condições ambientais
301
Consumo de energia
301
Aprovação oficial
301
Requisitos do local
303
• Informações sobre a montagem do rack, a temperatura
e a umidade para o G600 Media Gateway
303
• Dissipação de calor para o G600 Media Gateway
304
Especificações típicas de dissipação de
calor do G600 Media Gateway
304
• Especificações do G650
Requisitos de energia
305
305
Energia CA
305
Energia CC
305
Saída de energia
305
Dimensões
306
Condições de funcionamento
306
• Considerações quanto ao ambiente para o G700 Media Gateway
307
• Requisitos de energia para o G700 Media Gateway
308
Proteção térmica
308
Reinicialização manual
308
Disjuntores do centro de carga de CA
308
Distribuição de energia CA
308
Aterramento CA/aterramentos protetores
309
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
21
Índice
• Especificações ambientais do S8500 Media Server
310
• Altitude, pressão do ar e pureza do ar para o
S8700 Media Server
311
Pureza do ar
311
• Temperatura e umidade para o S8700 Media Server
312
• Especificações de EMI e RFI para o S8700 Media Server
313
• Especificações da fonte de energia para o S8700 Media Server
314
BTU
314
• Certificação regulatória para um S8700 Media Server
Aprovações e normas de segurança de produtos
315
Aprovações e padrões de compatibilidade eletromagnética (EMC)
315
• Montagem do rack de dados e carga no piso para o
Gateway de Mídia de um S8700 Multi-Connect
316
Rack de 19 polegadas
316
S8700 Media Server
316
Unidades UPS de 700VA ou 1500VA da Avaya
316
Centrais Ethernet da Avaya
317
Gateways de Mídia
317
• Requisitos do local para o DEFINITY
318
Altitude, pressão atmosférica e pureza do ar para o DEFINITY
318
Altitude e pressão atmosférica
318
Pureza do ar
318
• Dimensões e espaços de acesso ao gabinete
319
• Requisitos de carga no piso
320
• Requisitos de energia
321
Fonte de Energia CA Global MCC
321
Energia CA
321
Fontes de energia de 60 Hz no DEFINITY R
321
Fontes de energia de 50 Hz no DEFINITY R
322
Energia CC
324
Capacidades dos disjuntores para gabinetes CA e CC
22
315
325
Sistema de energia MCC1
325
Distribuição de Energia CA
326
Disjuntor
327
Baterias de 48 VCC
327
Recarregador de bateria
328
Relé de energia CC
328
Filtros EMI
328
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Índice
Gerador de toque de chamada
328
Fusíveis
328
Energia de reserva
329
UPS
329
Unidade de Distribuição de Energia CA (J58890CH-1)
329
Energia de reserva
330
Pequenas baterias
330
Baterias grandes
330
Distribuição de Energia CC
331
Unidade de Distribuição de Energia CC (J58890CF-2)
331
Isolamento do aterramento
332
Conversor de Energia CC (649A)
333
Aterramento de Energia CA e CC
334
Aterramentos aprovados
334
Aterramentos protetores
334
Aterramentos aprovados do piso
335
Condutor de conexão acoplada
335
Sistemas de energia SCC1
335
Unidade de Energia CA (1217A)
335
Unidade de Energia CC (676C)
336
Unidade de Distribuição de Energia CC (J58890CG)
336
Gabinete Aperfeiçoado Retificador de Energia CC (J58890R)
336
Unidade de Energia CA CMC1 (650A)
337
UPS CMC1
337
Ventiladores de resfriamento do gabinete
337
Unidade de ventilação do CMC1
337
Ventiladores do MCC1
338
Unidade de ventilação do SCC1
338
Proteção do sistema
338
Proteção contra voltagens e correntes perigosas
338
Proteção contra a sobretensão
339
Proteção contra correntes de fuga
339
Proteção contra relâmpagos
339
Proteção contra terremotos
340
• Temperatura e umidade para o DEFINITY
341
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
23
Índice
Configurações do cliente
• Pequenas empresas
343
• Solução para empresas de médio porte
345
• Grandes empresas
346
• Configurações para múltiplas localidades e filiais
348
Configuração para filiais
348
Ambiente de múltiplas localidades
350
Índice Remissivo
24
343
351
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Visão geral
Visão geral do documento
Visão geral
Visão geral do documento
O conjunto de aplicações Communication Manager da Avaya permite a uma empresa aproveitar as
vantagens de uma rede convergente de voz e dados baseada no IP e colocá-la a seu serviço. Impulsionado
pela sólida aplicação Communication Manager da Avaya, esse conjunto de aplicações funciona com os
servidores de mídia, gateways de mídia, Integrated Management (ferramentas de gerenciamento de redes)
e dispositivos de comunicação da Avaya.
Ao utilizar as aplicações Communication Manager da Avaya, uma empresa poderá examinar o
funcionamento de suas redes de comunicações existentes, repensar os pontos onde a telefonia IP poderá
maximizar os lucros sobre os investimentos e, em seguida, reorganizar a rede, para atingir essas metas.
As opções são praticamente ilimitadas, em função da arquitetura modular e flexível dos produtos da
Avaya, além do nosso compromisso com software e hardware baseados em padrões.
Enquanto a Avaya promove inovações constantes nas aplicações de voz para as empresas, o
Communication Manager proporciona uma nova e enorme dimensionabilidade, fornecendo dispositivos
de rede para uso de desde 20 até um milhão de usuários. A aplicação Communication Manager da Avaya
é um programa de aplicação de voz altamente dimensionável e confiável, com:
• sofisticadas funções de processamento de chamadas e de centrais de contatos;
• uma Interface de programação de aplicações (API) amplamente aceita que apóia uma variedade
de aplicações da própria Avaya e de terceiros.
Os servidores de mídia e os gateways de mídia da Avaya proporcionam formas inteligentes de repensar a
instalação da rede, adicionando uma dimensionabilidade e confiabilidade da melhor categoria, ao mesmo
tempo em que apóiam as aplicações mais críticas para a empresa, dentro de um ambiente distribuído,
seguro e que permite a presença dos equipamentos de múltiplos fornecedores. Para proporcionar uma
máxima flexibilidade às empresas, os componentes para servidores e gateways da família de aplicações
do Communication Manager da Avaya adotam um enfoque modular de adaptação às necessidades.
É possível implementar uma ampla variedade de configurações personalizadas para atender a um grande
espectro de necessidades comerciais:
• desde um único local (ao atualizar para uma rede IP convergente com 200 funcionários)
• até uma complexa rede multinacional convergente (capaz de apoiar mais de 10.000 usuários de
dados e voz).
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
25
Visão geral
Servidores de mídia da Avaya
Servidores de mídia da Avaya
A linha de servidores de mídia da Avaya oferece uma robusta plataforma para aplicações baseada nos
sistemas operacionais mais conhecidos do mercado, permitindo a criação de redes IP distribuídas e o
processamento centralizado de chamadas através de redes de múltiplos protocolos. Esses servidores estão
disponíveis na forma de uma solução integrada com outros servidores, podendo também ser operados de
modo independente.
Os servidores de mídia da Avaya possuem as seguintes facilidades e benefícios:
• O processamento redundante e de sobrevivência de chamadas e de mídia garante a continuidade
das atividades essenciais da sua empresa.
• Uma computação baseada nos padrões apóia o uso dos sistemas operacionais Linux, Microsoft
Windows e o DEFINITY® da Avaya.
• O sistema distribuído de rede IP de sobrevivência pode ser implementado em ambientes de filiais,
em ambiente de campo e em ambientes de múltiplas localidades em nível global.
Gateways de mídia da Avaya
Os gateways de mídia da Avaya são elementos modulares e empilháveis de hardware que ativam
aplicações – fornecendo à rede as capacidades de dados, voz, fax, vídeo e mensagens. Os gateways de
mídia da Avaya apóiam o roteamento de tráfego, tanto do portador quanto de sinalização, entre as redes
comutadas por pacotes e as redes comutadas por circuitos. Esses gateways estão otimizados para a
telefonia de classe empresarial. Os gateways de mídia da Avaya proporcionam uma variedade de opções
flexíveis de instalação, que incluem os ambientes 100% IP e os ambientes mistos, como o IP e TDM.
Os gateways de mídia da Avaya possuem as seguintes facilidades e benefícios:
•
•
•
•
•
26
Interação com as redes de dados baseadas nos padrões
Soluções de componentes empilháveis, modulares e configuráveis
Capacidade de redundância
Redes distribuídas
Compatibilidade com gabinetes em sistemas tradicionais Avaya
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Visão geral
Avaya Integrated Management
Avaya Integrated Management
Concebido para um ambiente de redes convergentes, o Integrated Management da Avaya fornece um
amplo conjunto de ferramentas de software baseadas no padrão, que facilitam o gerenciamento de uma
complexa infra-estrutura de rede (que inclui as comunicações de dados e voz) através de uma interface de
usuário comum baseada na Web. Isto permite que você melhore o estado de funcionalidade da rede,
aumente a produtividade do seu pessoal e reduza os seus custos operacionais.
O Integrated Management possui as seguintes facilidades e benefícios:
• Visualização baseada na Web – dos servidores de mídia, gateways de mídia e telefones IP da
Avaya
• Monitoramento de voz sobre IP – com base nas informações dos pontos de terminação, permite o
monitoramento centralizado e mais avançado do mercado com relação à qualidade da rede
• Plataforma ativada pela lista (Protocolo simples de acesso à lista telefônica [LDAP]) – permite
uma integração das atividades de gerenciamento com os processos de negócios
• Gerenciamento de facilidades e de telefone por demanda – oferece aos usuários as ferramentas de
personalização necessárias
Dispositivos de comunicação da Avaya
Com base em inovações e em padrões que proporcionam novas oportunidades de mobilidade, a Avaya
oferece um amplo leque de opções de dispositivos de comunicação flexíveis, inteligentes, móveis e fáceis
de usar, de modo a atender às necessidades peculiares da sua empresa. Com telefones analógicos, digitais
e IP, todo o espectro é abrangido. Os destaques do conjunto de produtos incluem:
• Avaya IP Softconsole – um software para o terminal atendedor que traz todas as facilidades e
funcionalidades de um terminal atendedor sofisticado para as redes convergentes.
• Avaya IP Softphone for pocket PC – incorpora todas as funções de um telefone Avaya de
escritório ao seu dispositivo portátil PC de bolso.
• Avaya 4630 Screenphone – um telefone com tela sensível ao toque, colorido, com acesso à Web.
Os dispositivos de comunicação IP da Avaya são apoiados sem qualquer necessidade especial de energia.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
27
Visão geral
Dispositivos de comunicação da Avaya
28
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Servidores de mídia
DEFINITY Server CSI
DEFINITY Server CSI
Visão geral
O Communication Manager da Avaya em um DEFINITY® Server CSI é uma solução para um escritório
de médio porte que tenha de 50 a 900 ramais. Esta solução utiliza as placas DEFINITY TN, o software
Avaya Communication Manager e o CMC1 Media Gateway. É econômico e fácil para uma empresa
migrar do DEFINITY Server CSI para outra solução Avaya, à medida que a empresa cresce. Seu
investimento inicial fica preservado, pois todas as aplicações do DEFINITY CSI e quase todo o hardware
ainda podem ser usados.
O DEFINITY Server CSI pode ser usado em um único local ou ser instalado em uma rede de múltiplas
localidades. Por exemplo, o DEFINITY Server CSI pode ser a solução para um escritório satélite dentro
de uma empresa maior, ou em filiais espalhadas pelo mundo. As empresas que funcionam em múltiplos
locais podem usar diagnósticos remotos e alarmes para efetuar a manutenção de um DEFINITY
Server CSI a partir de uma localização central. Um administrador pode administrar o sistema a partir de
uma localização central usando uma ferramenta de administração de sistema.
Descrição detalhada
Descrição de alto nível do DEFINITY Server CSI:
• Ideal para localidades pequenas e individuais, para localidades múltiplas e para ambientes de
filiais
•
•
•
•
•
Apóia até 1300 portas
Apóia 400 troncos e 900 ramais
Usa o software Avaya Communication Manager
Administração consistente em toda a rede do cliente, ao usar uma solução totalmente da Avaya
Interface de usuário consistente em toda a rede do cliente, ao usar uma solução totalmente da
Avaya
Informações sobre configuração
O DEFINITY Server CSI consiste nos principais componentes apresentados a seguir:
• Uma placa do processador TN2402
• Uma placa tone/clock TN2182
• Um CMC1 Media Gateway
As seções apresentadas a seguir descrevem cada componente.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
29
Servidores de mídia
DEFINITY Server CSI
Placa do processador TN2402
A placa do processador TN2402 reside no slot um do gabinete A. Esta placa contém 32 Mb de memória
DRAM e 32 Mb de memória flash. O software é armazenado na memória flash e na memória removível
através do Flash-ROM que é diretamente encaixado na placa do processador TN2402. A memória da
placa do processador contém o programa genérico e os dados do sistema. O cartucho de memória contém
uma cópia dos dados do sistema e o registro de erros. A TN2402 também oferece:
•
•
•
•
•
Uma interface para cartão ATA de memória PC de 5 Volts
Três interfaces RS232 externas [CD1]
Interface para terminal SAT
SMDR/impressora ou outra interface DTE
Conexão para modem externo para enviar alarmes
Placa tone/clock (TN2182)
A placa tone/clock TN2182B integra, em uma única placa, o gerador de tons, a detecção de
tons/classificação de chamadas, o relógio do sistema e as funções de sincronização para todas as
configurações de confiabilidade do sistema. A TN2182 apóia oito portas para detecção de tons e permite
que o ganho ou perda sejam aplicados aos sinais de PCM que são recebidos do barramento.
CMC1 Media Gateway
O CMC1 Media Gateway tem as seguintes características:
• As dimensões são de 25,5 polegadas de largura, 24,5 polegadas de altura e 11,3 polegadas de
profundidade. Ele foi projetado para montagem na parede. Pode ser fixado ao piso ou a uma mesa,
onde necessário.
• Dez slots de porta universal, mais um slot para fonte de energia por CMC1.
• Somente opção de confiabilidade padrão.
• Está limitado a uma PN que consiste em um máximo de três CMC1 Media Gateways. Uma PN
consiste em um controle CMC1 que é designado como “A”. O segundo e o terceiro CMC1s são
opcionais e designados como gabinetes “B” e “C”, respectivamente. O identificador de
endereçamento do gabinete dentro da PN é configurado usando-se a microchave (DIP switch) no
painel traseiro.
• As placas são inseridas e removidas pelo lado esquerdo. Os Circuitos de entrada/saída (I/O) do
gabinete são acessados pelo lado direito.
• Os CMC1s de uma rede de portas estão interconectados por cabos blindados do barramento
TDM/LAN.
• O CMC1 só é alimentado por energia CA. Não existem baterias internas e não há opção de
energia CC.
• Dois ventiladores de 12 Volts CC de velocidade variável integrados à parte inferior do gabinete
são responsáveis pelo resfriamento do CMC1. Os ventiladores forçam o ar através de um filtro e
para cima através do gabinete. O ar sai pela parte de trás do gabinete. A Fonte de Energia Global
650A controla a velocidade. A 650A varia a tensão de entrada do ventilador entre 8VCC e
14VCC, dependendo de um sensor de temperatura montado na fonte de energia. O conjunto do
ventilador inclui os dois ventiladores, uma moldura à qual os ventiladores estão fixados, a fiação e
um conector que se encaixa em um cabo conectado ao painel traseiro. O conjunto é facilmente
instalado e removido. Todo o conjunto deve ser substituído se um ventilador apresentar defeito.
30
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Servidores de mídia
DEFINITY Server CSI
Um defeito no ventilador levará às seguintes condições:
— Um alarme através da fonte de energia que aparecerá no sistema
— O outro ventilador funcionará em alta velocidade
— O LED vermelho no painel frontal da fonte de energia Global 650A acende
Confiabilidade e capacidade de recuperação
O DEFINITY Server CSI traz as seguintes capacidades:
• Pode sobreviver a pequenos picos de energia, incluindo picos induzidos por relâmpagos até
2500 Volts de pico, sem interromper o serviço. Protetores de pico podem ser adquiridos para
aumentar a proteção.
• Pode funcionar em condições que incluam temperaturas e umidade acima da média.
• Em caso de corte de energia, restaura automaticamente a última versão salva dos dados do usuário
e os executa no reinício do sistema.
• Apóia a capacidade de diagnósticos remotos, que permite uma rápida manutenção e solução dos
problemas.
• Realiza auto-diagnósticos e pode corrigir muitos erros de sistema automaticamente. Caso seja
necessária mais assistência técnica, o DEFINITY Server CSI utiliza um modem externo para
realizar uma chamada para o suporte.
• Realiza automaticamente rotinas normais de manutenção.
• Efetua backup de todos os dados do usuário diariamente à meia-noite, automaticamente.
• A configuração de processador individual fornece uma confiabilidade de 99,9%.
Capacidade do sistema
Tipo
Capacidade
Máximo de troncos
400
Máximo de ramais
900
Máximo de portas
1300 (limitadas pelos slots, não pelo software)
Máximo de pontos de terminação IP
390
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
31
Servidores de mídia
DEFINITY Server CSI
Avaya Communication Manager
O DEFINITY Server CSI usa o software Avaya Communication Manager para fornecer as soluções de
processamento de chamadas em ambientes de grandes e pequenos clientes. Para obter mais informações
sobre essas soluções, consulte Descrição geral do Avaya Communication Manager.
O Avaya Communication Manager é uma aplicação de telefonia aberta, escalável, altamente confiável e
segura. O Avaya Communication Manager oferece funcionalidade para o usuário e para o gerenciamento
de sistemas, roteamento inteligente de chamadas, integração e expansibilidade das aplicações e
capacidade de rede de comunicações empresariais. O Communication Manager oferece mais de 500
facilidades, nas seguintes categorias:
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
Central de atendimento
Facilidades de telefonia
Localização
Colaboração
Mobilidade
Sistema de Mensagens
Telecomutação
Gerenciamento do sistema
Confiabilidade
Segurança, privacidade e proteção
Hospitalidade
Facilidades do terminal atendedor
Rede
Roteamento inteligente de chamadas
Interface de programação de aplicações
Adjuntos
Uma lista parcial dos adjuntos fornecidos pela Avaya é apresentada a seguir:
• Mensagens e respostas por voz, como o INTUITY AUDIX
• Ferramentas da central de atendimento como o Avaya Call Management System, o NICE
Analyzer, o Avaya Call Recording, o Avaya Visual Vectors e o Avaya Basic Call Management
System Reporting Desktop
•
•
•
•
•
•
•
32
Impressora do sistema
Impressora de boletins informativos
Sistemas de tarifação
Registro de bilhetagem (CDR)
Avaya Site Administration (ASA)
DEFINITY Network Management (DNM)
DEFINITY Translator ATM Manager (DTA)
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Servidores de mídia
Avaya S8100 Media Server com um CMC1 Media Gateway ou um G600 Media Gateway
Avaya S8100 Media Server com um CMC1 Media
Gateway ou um G600 Media Gateway
Visão geral
O Avaya S8100 Media Server com um CMC1 ou G600 Media Gateway é uma solução completa para
escritórios de pequeno ou médio porte, inclusive empresas com filiais em múltiplas localidades. O S8100
Media Server utiliza o sistema operacional Windows 2000. O Avaya Communication Manager, a
aplicação de mensagens Avaya MultiVantage INTUITY™ AUDIX® e o Avaya Site Administration são
aplicações co-residentes na plataforma. Uma conexão Ethernet opcional do S8100 Media Server à rede
local (LAN) do cliente proporciona um acesso fácil para a administração.
O S8100 Media Server oferece uma gama completa de capacidades de comunicação global, que incluem
as necessidades tradicionais de troncos e de voz e a tecnologia de voz sobre IP (VoIP). O S8100 Media
Server com o G600 ou CMC1 Media Gateway apóia até 450 ramais e 300 troncos.
Descrição detalhada
Esta seção inclui informações sobre os seguintes aspectos:
•
•
•
•
•
•
S8100 Media Server com um CMC1 Media Gateway ou um G600 Media Gateway
Componentes padrão
Componentes opcionais
Confiabilidade
Capacidade de recuperação
Administração
S8100 Media Server com um CMC1 Media
Gateway ou um G600 Media Gateway
• Aplicações co-residentes
— Avaya INTUITY AUDIX – um sistema integrado de correio de voz, com oito portas e
capacidade de 100 horas de armazenamento.
— Avaya Communication Manager – para obter informações sobre o Avaya Communication
Manager, consulte a Descrição geral do Avaya Communication Manager,
555-233-767PTB.
— Servidores de Dynamic Host Configuration Protocol (DHCP) e de Trivial File Transfer
Protocol (TFTP).
• Configurações do cliente
— Locais únicos de instalação
— Locais múltiplos de instalação e filiais – o Communication Manager permite uma
experiência sistemática e comum em toda a rede do cliente
• Tecnologia VoIP. Ao acrescentarem-se as placas de CLAN e do IP Media Processor, o S8100
Media Server, com o CMC1 Media Gateway, fornece todas as funções de gateway IP e de porteiro
de segurança (gatekeeper) IP para apoiar 100% das capacidades de VoIP.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
33
Servidores de mídia
Avaya S8100 Media Server com um CMC1 Media Gateway ou um G600 Media Gateway
• Central de atendimento – até 100 agentes
— Avaya CMS e Basic Call Management Reporting Desktop
— Funcionalidade de anúncios na própria placa – o Avaya S8100 Media Server apóia oito
portas de anúncios integrados e uma hora de fala não comprimida através de um
processador de sinais e de fala na própria placa. Esses anúncios são armazenados no disco
rígido do S8100 Media Server e pode-se fazer backup deles, da mesma forma como se faz
com os arquivos de dados do sistema Communication Manager. Além disso, podem-se
importar arquivos padrão *.wav e usá-los para anúncios do sistema.
• Conectividade de rede
— Modo de transferência assíncrona (ATM)
— Protocolo de Internet (IP)
— Apóia o acesso à Rede digital de serviços integrados-Interface de taxa primária
(RDSI-PRI), o Sistema de comunicações distribuídas (DCS) e a rede privada QSIG
Componentes padrão
O S8100 Media Server, com o CMC1 Media Gateway ou o G600 Media Gateway, possui os seguintes
componentes:
• Uma placa classificadora de chamadas TN744E que integra a geração e detecção de tons,
classificação de chamadas, o relógio do sistema e a sincronização (a função de geração de tons é
de colocar tons nos time slots do barramento TDM).
• É possível fazer pedido separado de um modem 839 Sportster da Robotics.
• O S8100 Media Server tem as seguintes características:
— Placa de circuito do processador TN2314
— Sistema operacional Windows 2000
— Ocupa dois slots no CMC1 Media Gateway ou no G600 Media Gateway
— Processadores Motorola e Pentium III (500 MHz) da Intel
— 256 MB de RAM dinâmica síncrona (SDRAM)
— Uma tomada Ethernet RJ45 no painel frontal, constituindo uma interface de serviços para
facilitar a instalação e a manutenção da central
— Uma porta RS232 para modem externo para acesso ao INADS (Sistema de inicialização e
administração) durante o período de garantia e quando for adquirido um contrato de
manutenção
— Uma unidade de disco rígido de 20 GB
— Portas virtuais para o INTUITY™ AUDIX ® e para os anúncios do sistema
— Conectores para mouse, monitor e teclado opcionais fornecidos pelo cliente
• Um G600 Media Gateway tem as seguintes características:
— A capacidade de conectar até três G600 Media Gateways juntos em um único local.
— Sete slots universais para placas no primeiro G600 Media Gateway.
— Dez slots universais para placas no segundo e terceiro G600 Media Gateways.
— A opção de montagem no piso ou em rack.
— Peso entre 18 e 22,5 quilogramas.
— Dimensões de 30 × 48 × 55 centímetros.
34
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Servidores de mídia
Avaya S8100 Media Server com um CMC1 Media Gateway ou um G600 Media Gateway
• Um CMC1 Media Gateway tem as seguintes características:
— A capacidade de conectar até três CMC1 Media Gateways juntos em um único local.
— O primeiro CMC1 contém o S8100 Media Server e a placa do gerador tone/clock
TN744E. Essas duas placas ocupam três slots, deixando sete slots universais disponíveis
para as placas dos circuitos.
— Dez slots universais disponíveis no segundo e no terceiro CMC1 Media Gateways para
colocação das placas dos circuitos.
— O CMC1 Media Gateway pesa entre 22,5 e 27 kg.
— As dimensões do CMC1 Media Gateway são 27,5 x 64 x 64 cm.
— A opção de montagem no piso ou em parede.
Componentes opcionais
O S8100 Media Server, com o CMC1 Media Gateway ou o G600 Media Gateway, também pode utilizar
os seguintes componentes opcionais:
• Placas da Avaya com o prefixo “TN”
• As seguintes placas para VoIP:
— A Control-LAN, também denominada C-LAN (TN799DP), que proporciona conectividade
TCP/IP através da Ethernet ou conectividade do Protocolo Ponto a Ponto (PPP) aos
adjuntos.
— O IP Media Processor (TN2302AP) proporciona o processamento do fluxo de mídia.
• Telefones da Avaya apoiados:
— Os telefones analógicos incluem os telefones das séries 6200, 7100 e 8100.
— Os telefones digitais incluem os das séries 6400 e 8400.
— Os telefones IP incluem os da série 4600.
• A Avaya recomenda a utilização de uma Unidade ininterrupta de energia (UPS), para proporcionar
uma alimentação confiável de energia entre a fonte de energia CA e o S8100 Media Server. Além
da maior confiabilidade na alimentação de energia, a UPS proporciona uma bateria de reserva
para um shutdown adequado, se ocorrer um corte de energia.
• Uma central Ethernet.
Confiabilidade
A Avaya incorpora uma alta confiabilidade e disponibilidade ao S8100 Media Server. A plataforma do
servidor de mídia:
• Detecta e corrige erros na medida em que ocorrerem
• Minimiza o número de componentes que podem causar uma falta de energia global no sistema
• Simplifica o isolamento das avarias a um componente substituível
O S8100 Media Server proporciona detecção e correção de erros, reconfiguração do sistema e caminhos
de escalonamento para alarmes aos elementos de desempenho necessários. O software se recupera de
avarias intermitentes e continua a prestar o serviço com um mínimo de interrupção.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
35
Servidores de mídia
Avaya S8100 Media Server com um CMC1 Media Gateway ou um G600 Media Gateway
O subsistema de manutenção gerencia três categorias de Objetos de manutenção (MO): objetos de
manutenção do hardware, processos do software e as relações de dados. Os MOs de hardware são
testados, colocados em situação de alarme e retirados de serviço pelo software. Quando o problema no
hardware é isolado, o objeto é substituído. Se um processo de software encontrar problemas, o processo
será recuperado e reiniciado. As relações de dados são auditadas e corrigidas.
Os elementos do projeto apresentados a seguir ajudam a garantir a elevada disponibilidade do sistema
operacional Windows 2000 ao S8100 Media Server:
• Um conjunto de processadores secundários existentes na própria placa apóia a inicialização, o
monitoramento e a recuperação das funções de todas as aplicações executadas no sistema
operacional Windows 2000 Server. Quando é detectado um problema, o conjunto de
processadores secundários adota a ação corretiva para minimizar os efeitos sobre o usuário.
• O código Executive Software’s DiskKeeper é incorporado, sendo regularmente executado para
eliminar eventuais problemas de fragmentação do disco.
• O sistema operacional permanece fechado para qualquer aplicação diferente das fornecidas pelo
fabricante. Todas as aplicações são minuciosamente pré-testadas para garantir o desempenho
adequado.
• O registro de eventos do Windows 2000 Server é proativamente examinado quanto à possibilidade
de itens que tenham o potencial de afetar os serviços. Caso sejam encontrados itens que afetem os
serviços, serão gerados alarmes que poderão levar à visita do técnico de manutenção.
Para maximizar a confiabilidade, o G600 Media Gateway utiliza uma unidade de ventilação, um conjunto
que consiste em três ventiladores hot-swappable (de troca com o sistema ativo). A unidade de ventilação
detecta automaticamente a temperatura e ajusta a velocidade dos ventiladores. Se um dos ventiladores
falhar:
• o sistema gerará um alarme, solicitando a um técnico que substitua a unidade de ventilação;
• a velocidade dos dois outros ventiladores será aumentada, fornecendo uma refrigeração suficiente
por até várias semanas.
Capacidade de recuperação
O S8100 Media Server, com um CMC1 Media Gateway ou um G600 Media Gateway, proporciona a
capacidade de recuperação apresentada a seguir:
• Sobrevivência do sistema a pequenas quedas de energia, sem interrupção do serviço.
• Restabelecimento automático da última versão salva dos dados dos clientes, em seguida a um
corte de energia.
• Cópias de backup centralizadas agendadas de informações críticas do sistema em locais remotos.
Durante uma emergência, estão disponíveis cópias múltiplas de dados, informações de assinante
INTUITY AUDIX e os arquivos do registro do Windows 2000 Server. As informações salvas
podem ser rapidamente restauradas. Os backups podem ser salvos no cartão PCMCIA fornecido
ou em outro servidor na LAN.
• O equipamento de transferência de emergência é uma opção que desvia até seis linhas analógicas
diretamente até os troncos analógicos da Central pública (CO).
36
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Servidores de mídia
Avaya S8100 Media Server com um CMC1 Media Gateway ou um G600 Media Gateway
Administração
É possível adotar diversos métodos para administrar o S8100:
• O servidor Peer Web
• Uma sessão Telnet
• O Avaya Integrated Management Suite
Servidor Peer Web
O Avaya S8100 Media Server pode ser administrado através de uma interface da Web que utiliza um
servidor Peer Web através de uma conexão com a LAN. O administrador pode efetuar o download de
software, como o Message Manager, conectar-se ao INTUITY AUDIX, programar um backup ou
visualizar os resultados de um backup e restaurar os dados a partir de um backup.
Sessão Telnet
É possível usar o acesso de emulação de terminal através de uma sessão Telnet.
Avaya Integrated Management
O Avaya Integrated Management oferece um amplo conjunto de soluções de gerenciamento de sistema e
de rede baseadas na Web para apoio às soluções convergentes de voz da Avaya. O Integrated
Management combina as aplicações isoladas em cinco ofertas:
•
•
•
•
•
Standard Management
Standard Management Solutions Plus
MultiService Network Management
Enhanced Converged Management
Advanced Converged Management
Para obter informações mais detalhadas sobre o Avaya Integrated Management, consulte:
http://www.avaya.com >Products and Services > Products A-Z
Avaya Communication Manager
O S8100 Media Server usa o software Avaya Communication Manager para fornecer as soluções de
processamento de chamadas em ambientes de grandes e pequenos clientes. O Avaya Communication
Manager é uma aplicação de telefonia aberta, dimensionável, altamente confiável e segura. O software
Avaya Communication Manager oferece funcionalidade para o gerenciamento de usuários e sistemas,
roteamento inteligente de chamadas, integração e expansibilidade das aplicações e capacidade de rede de
comunicações empresariais. O Communication Manager oferece mais de 500 facilidades, nas seguintes
categorias:
•
•
•
•
Central de atendimento
Telefonia
Localização
Colaboração
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
37
Servidores de mídia
Avaya S8100 Media Server com um CMC1 Media Gateway ou um G600 Media Gateway
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
Mobilidade
Sistema de mensagens
Telecomutação
Gerenciamento do sistema
Confiabilidade
Segurança, privacidade e proteção
Hospitalidade
Facilidades do terminal atendedor
Rede
Roteamento inteligente de chamadas
Interface de programação de aplicações
Para obter mais informações sobre essas soluções, consulte Descrição geral do Avaya Communication
Manager.
38
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Servidores de mídia
Avaya S8300 Media Server e um Avaya G700 Media Gateway
Avaya S8300 Media Server e um Avaya G700 Media
Gateway
Visão geral
A combinação entre um Avaya S8300 Media Server, um G700 Media Gateway e os seus módulos de
mídia converge voz e dados em uma infra-estrutura. Por utilizar o mesmo fator de forma que um módulo
de mídia, o S8300 Media Server é um processador baseado no Pentium que se instala em um G700 Media
Gateway. O S8300 Media Server também pode ser configurado como um Processador de sobrevivência
local (LSP). O G700 Media Gateway é baseado em uma central Avaya P330, que contém recursos de
VoIP e conectividade de interface modular. Os módulos de mídia fornecem capacidades analógicas,
digitais, de T1/E1, BRI e capacidades adicionais de VoIP.
A figura apresentada a seguir mostra um S8300 Media Server e módulos de mídia em um G700 Media
Gateway.
Figura 1: S8300 Media Server, G700 Media Gateway e módulos de mídia
ALM PWR CPU MSTR
V1
ALM
TST
ACT
OK TO
REMOVE
LNK COL
Tx
Rx
FDX
51
52
53
54
55
56
57
58
59
60
61
62
63
64
65
66
FC Hspd LAG
V2
EXT 1 EXT 2
V3
USB 1
EI
SM EM
SI
EO
E1/T1
SHUT DOWN
SERVICES
SO
ALM
TST
ACT
SIG
USB 2
V4
EXT 1
EXT 2
EIA 530A DCE
ALM
TST
ACT
1
2
3
4
5
6
7
8
1
2
3
4
5
6
7
8
ALM
TST
ACT
CONSOLE
msdcs83b KLC 031402
Descrição detalhada
Esta seção contém informações sobre os seguintes aspectos:
•
•
•
•
•
Descrição da configuração
Facilidades do servidor
Avaya G700 Media Gateway
LEDs
Software de manutenção
Descrição da configuração
Os seguintes componentes podem ser usados com um S8300 Media Server e um G700 Media Gateway:
• Módulos de mídia da Avaya:
— MM710 T1/E1 Media Module
— MM711 Analog Media Module
— MM712 DCP Media Module
— MM720 BRI Media Module
— VoIP MM760 Media Module
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
39
Servidores de mídia
Avaya S8300 Media Server e um Avaya G700 Media Gateway
• Avaya Communication Manager
Para obter informações sobre o Avaya Communication Manager, consulte “Descrição geral do
Avaya Communication Manager”, 555-233-767PTB.
• Módulos de expansão Avaya P330
• Módulos do roteador de acesso a WAN da Avaya para o sistema de comutação empilhável Avaya
P330
O S8300 Media Server, os G700 Media Gateways e todos os outros componentes são descritos em mais
detalhes nas próximas seções.
Facilidades do servidor
O S8300 Media Server é um processador baseado no Pentium que executa o sistema operacional Red Hat
da Linux e reside no slot V1 do G700 Media Gateway. Ele vem no seguinte padrão:
• Software de aplicação Avaya Communication Manager
Para obter uma descrição do Communication Manager, consulte:
— Para acesso dos clientes: www.avaya.com
— Para acesso dos parceiros de negócios: http://avaya.com/businesspartner
Clique em “solutions”, “products” e “services”.
— Para acesso interno: http://support.avaya.com
• Um disco rígido de 20 GB
• RAM de 256 MB
NOTA:
Quando disponível, o S8300B Media Server apresenta RAM de 512 MB.
• Um servidor da Web usado para as seguintes funções:
— Backups e restauração dos dados de clientes
— Fácil acesso para visualizar os alarmes atuais
— A capacidade de realizar manutenção no servidor, incluindo estado de ocupado, liberação
do estado de ocupado, shutdown e estado de um S8300 Media Server.
— Comandos de segurança para ativar e desativar o modem, iniciar e parar o servidor de FTP
e visualizar a licença do software
— Acesso ao SNMP para configurar os destinos de desvios, parar o agente principal ou
iniciá-lo
— Informações sobre a configuração de um S8300 Media Server
— Informações sobre a atualização para um S8300 Media Server
•
•
•
•
•
•
40
Sistema operacional Red Hat da Linux
Servidor de Trivial File Transfer Protocol (TFTP)
Protocolo de sinalização do H.248 Media Gateway
Controle de mensagens canalizadas pelo Protocolo de sinalização H.323
Duas portas USB e uma porta 10/100 Base T
Uma porta de serviços
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Servidores de mídia
Avaya S8300 Media Server e um Avaya G700 Media Gateway
O S8300 apóia um máximo de:
• 900 portas (combinação de troncos e ramais)
— 450 ramais IP, não IP ou uma combinação dos dois tipos
— 450 troncos
• 50 G700 Media Gateways
A figura apresentada a seguir mostra um S8300 Media Server e módulos de mídia em um G700 Media
Gateway.
Figura 2: S8300 Media Server em um G700 Media Gateway
3
ALM PWR CPU MSTR
V1
1
ALM
TST
ACT
OK TO
REMOVE
LNK COL
Tx
Rx
FDX
6
51
52
53
54
55
56
57
58
59
60
61
62
63
64
65
66
FC Hspd LAG
V2
EXT 1 EXT 2
2
SERVICES
USB 1
EI
SM EM
SI
EO
E1/T1
V3
SHUT DOWN
SO
ALM
TST
ACT
SIG
USB 2
V4
EXT 1
EXT 2
7
1
2
3
4
5
6
7
8
1
2
3
4
5
6
7
8
ALM
TST
ACT
4
msdcs830 KLC 031402
EIA 530A DCE
ALM
TST
ACT
CONSOLE
9
5
1
S8300 Media Server no slot V1
2
Porta de serviços
3
Duas portas USB
4
Slot para um módulo de expansão da Avaya
5
Portas de comutação Ethernet Dual 10/100 Base T
6
Módulo de mídia, slot V2
7
Módulo de mídia, slot V3
8
Módulo de mídia, slot V4
9
Conexão do terminal atendedor para administração no local
8
Avaya G700 Media Gateway
O Avaya G700 Media Gateway é dimensionável e oferece algumas opções. Ele funciona de modo
independente ou com outros G700 Media Gateways. Até 50 G700 Media Gateways podem ser apoiados
pelo S8300 Media Server. Até 250 G700 Media Gateways podem ser apoiados pelo S8500 Media Server
ou pelo S8700 Media Server. O G700 também funciona em uma pilha combinando dispositivos Avaya
P330, como o P333T, P333R e P334.
Para fornecer energia aos telefones IP sem a necessidade de cabos adicionais, empilhe os G700 Media
Gateways e o Avaya P333T-PWR.
A lista apresentada a seguir descreve a arquitetura básica do G700 Media Gateway:
•
•
•
•
Controlador Intel i960, que abriga o controle da comutação de base e o software de gerenciamento
Apóia 15 portas de detecção de tons
Cabe em um rack de dados padrão de 19 polegadas EIA-310-D
Pode ficar sobre uma mesa
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
41
Servidores de mídia
Avaya S8300 Media Server e um Avaya G700 Media Gateway
•
•
•
•
•
•
Contém quatro slots para módulos de mídia
•
•
•
•
•
Quatro ventiladores internos responsáveis pelo resfriamento dos componentes internos
Um slot para um módulo de expansão Avaya P330
Um slot para um Avaya P330 Octaplane stacking fabric
Contém uma placa-mãe interna, descrita em mais detalhes posteriormente nesta seção
Tipos de conexões baseadas em padrões para interface Ethernet 10/100
Fonte de energia CA interna global, que fornece energia CC de baixa voltagem para os
ventiladores, a placa-mãe e os módulos de mídia
Um painel de LEDs (indicadores luminosos) que indica o estado do nível do sistema
Uma porta serial para acesso à linha de comando
Um mecanismo de VoIP que apóia até 64 chamadas de canal único G.711
Um comutador de oito portas para a camada 2
O G700 Media Gateway tem um projeto físico semelhante ao dos produtos empilháveis de comutação da
Avaya. A figura apresentada a seguir mostra o G700 Media Gateway com duas centrais Avaya P330.
O G700 é visto no topo da pilha.
Figura 3: G700 Media Gateway com duas centrais Avaya P330
SO
EI
SM EM
1
2
3
4
5
6
7
8
1
2
3
4
5
6
7
8
ALM
TST
ACT
SIG
SI
EO
E1/T1
ALM
TST
ACT
OK TO
REMOVE
EIA 530A DCE
ALM
TST
ACT
SHUT DOWN
SERVICES
USB 1
USB 2
ALM
TST
ACT
Cajun P120
25 26 27 28
29 30 31 32
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10 11 12
EXPANSION
SLOT
33 34 35 36
37 38 39 40
FIV
13 14 15 16
LNK COL Tx
17 18 19 20
21 22 23 24
Rx FDX FC 100M LAG
OPR PWR
LAG
LAG
LAG
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
CONSOLE
Cajun P120
25 26 27 28
29 30 31 32
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10 11 12
EXPANSION
SLOT
33 34 35 36
37 38 39 40
FIV
13 14 15 16
LNK COL Tx
17 18 19 20
Rx FDX FC 100M LAG
21 22 23 24
OPR PWR
LAG
LAG
LAG
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
CONSOLE
scdcrck1 KLC 031902
42
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Servidores de mídia
Avaya S8300 Media Server e um Avaya G700 Media Gateway
Módulos de expansão
O G700 Media Gateway é arquitetonicamente baseado na central Avaya P330. Portanto, os clientes
podem usar qualquer um dos módulos de expansão Avaya P330 com o G700 Media Gateway. Outros
módulos de expansão de rede local (LAN) e rede de área ampla (WAN) da Avaya são diretamente
conectados ao G700 Media Gateway, dispensando a necessidade de hardware adicional. Existem dois
módulos de expansão disponíveis na Avaya:
• Módulo de roteamento de acesso X330 WAN
• Módulos de expansão P330 LAN
Módulo de roteamento de acesso X330 WAN
Os clientes com vários escritórios de filiais necessitam de soluções de rede que sejam simples, flexíveis e
dimensionáveis. O módulo de roteamento de acesso X330 WAN da Avaya permite ao cliente instalar uma
infra-estrutura de LAN/WAN unificada e de alto desempenho em uma pilha de dados.
Destaques do roteador de acesso X330 WAN:
• Proporciona acesso integrado à WAN, que pode ser usado com firewalls externos ou
gateways VPN
• Funciona com os seguintes protocolos de roteamento e de WAN:
— Protocolo ponto a ponto (PPP) via canais de E1/T1
— Frame Relay
— Protocolo de roteamento de informações (RIP) das versões 1 e 2
— OSPF de área única (Abrir primeiro o caminho mais curto)
— Redundância VRRP
— Capacidade de processamento: roteamento pela WAN na velocidade do fio
•
•
•
•
Controle de congestionamento
Autonegociação padrão
Redundância de enlace
LAN virtual (VLAN) 802.1Q/p e prioridade
Módulo de expansão P330 LAN
Destaques do módulo de expansão P330 LAN:
•
•
•
•
•
•
•
Máxima flexibilidade para a pilha de dados
Autonegociação padrão
Grupo de agregação de enlaces (LAG)
Redundância de LAG
Redundância de enlace
Controle de congestionamento
VLAN 802.1Q/p e prioridade
CAUTELA:
Os módulos de expansão da Avaya e os módulos de empilhamento Octaplane não efetuam
troca com o sistema ativo (isto é, não são hot-swappable). Desligue o sistema antes de
remover ou inserir um módulo de expansão.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
43
Servidores de mídia
Avaya S8300 Media Server e um Avaya G700 Media Gateway
P330 Stacking Fabric (Octaplane)
O Octaplane é uma capacidade do hardware da Avaya de agrupar componentes empilháveis usando a
transmissão bidirecional de 4 Gbps. Essa tecnologia combina as unidades separadas em um comutador
lógico maior, usando cabos de comprimentos diferentes que estão conectados aos slots de expansão na
parte traseira das unidades. Os cabos são ligados na configuração em anel, proporcionando redundância à
pilha. Se apenas uma unidade falhar, a integridade da pilha será preservada. Também é possível remover
ou substituir uma única unidade sem interromper seu funcionamento ou sem realizar uma reconfiguração
da pilha.
Tabela 1: Conexão do Octaplane
Cabo
Descrição e função
Comprimento
Cabo curto X330SC
Octaplane (30 cm)
Cabo curto Octaplane – de cor clara, usado para
conectar centrais vizinhas ou centrais separadas
por uma unidade de Fonte de energia universal
de reserva (BUPS).
0,3 m
Cabo longo X330LC
Octaplane (2 m)
Cabo longo Octaplane – de cor clara, usado para
conectar centrais situadas em duas pilhas
diferentes.
2m
Cabo redundante X330RC
Octaplane (2 m)
Cabo redundante – preto, usado para conectar as
centrais da parte superior às da parte inferior de
uma pilha.
2m
Cabo extra-longo X330L-LC
Octaplane (8 m)
Cabo extra-longo Octaplane – de cor clara,
usado para conectar centrais situadas em duas
pilhas diferentes.
8m
Cabo longo redundante
X330L-RC Octaplane (8 m)
Cabo longo redundante – preto, usado para
conectar as centrais da parte superior às da parte
inferior de uma pilha.
8m
Fonte de energia
O G700 Media Gateway utiliza uma fonte de energia interna CA, que converte a energia CA de entrada
em diversas voltagens.
Placa-mãe
A placa-mãe reside no G700 Media Gateway. Essa placa controla:
• O mecanismo de VoIP, que apóia até 64 canais. Se forem necessários mais de 64 canais, é
necessário um módulo de mídia VoIP. O mecanismo de VoIP executa as seguintes funções:
— Processamento de IP/UDP/RTP
— Cancelamento de eco
— G.711 A-Law/µ-Law
— Codificação/decodificação G.729 e G723.1
— Serviço de fax
— Supressão de silêncio
— Gerenciamento de buffer de jitter
— Ocultação da perda de pacotes
44
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Servidores de mídia
Avaya S8300 Media Server e um Avaya G700 Media Gateway
• O complexo do processador do gateway controla todos os recursos nele residentes. As funções do
processador incluem o gerenciamento dos módulos de mídia e o controle do tone/clock e da
sinalização H.248.
• O complexo do processador Avaya P330 é baseado na arquitetura das centrais de dados Avaya
P330. Esse complexo proporciona uma função comutadora de oito portas para a camada 2 e
gerencia os módulos de expansão e cascata.
• As conectividades física e elétrica para os quatro slots do módulo de mídia.
NOTA:
A placa-mãe não pode ser substituída em campo.
Para obter mais informações sobre o módulo de mídia VoIP, consulte MM760 VoIP Media Module.
Ventiladores
O G700 Media Gateway contém quatro ventiladores de 12 Volts. Esses ventiladores são monitorados e
podem ser associados a alarmes ligados a uma estação de administração, através do SNMP.
Software de gateway
O software de gateway é responsável por:
• Operações individuais do gateway de mídia
• Terminação do H.248 no G700 Media Gateway
• Interação com as operações de manutenção
LEDs
O S8300 Media Server com o G700 Media Gateway utiliza dois tipos de LEDs:
• Módulo de mídia
• Nível do sistema
LEDs do módulo de mídia
Os LEDs de um módulo de mídia têm as seguintes características:
• Cada módulo de mídia contém três ou mais LEDs, que fornecem informações sobre o estado do
módulo, suas portas e sobre o modo de manutenção ou administração atual.
• Todos os LEDs dos módulos de mídia possuem uma localização, espaçamento e identificação
fixos, visíveis ao usuário.
LEDs do nível do sistema
A placa de LEDs indica visualmente o estado do sistema e das portas de dados Ethernet, além de permitir
ao cliente alterar os modos de indicação de estado. A placa de LEDs encontra-se na parte superior
esquerda frontal do G700 Media Gateway. Os LEDs da placa se situam em um painel alongado.
É necessário remover a placa de LEDs ao instalar ou retirar o S8300 Media Server ou o S8300 Media
Server configurado com LSP. É necessário instalar ou remover o S8300 Media Server e sua placa de
LEDs como uma unidade.
NOTA:
O painel de LEDs não é do mesmo tamanho dos slots padronizados dos módulos de mídia.
Não é possível inserir um módulo de mídia no slot da placa de LEDs ou vice-versa.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
45
Servidores de mídia
Avaya S8300 Media Server e um Avaya G700 Media Gateway
Software de manutenção
O S8300 Media Server com o G700 Media Gateway tem uma dupla estratégia de manutenção. O software
de manutenção funciona tanto na plataforma do G700 Media Gateway quanto no S8300 Media Server,
em subsistemas da plataforma. Esse software da plataforma realiza a inicialização e a manutenção da
placa-mãe, juntamente com o monitoramento do ambiente interno.
Os módulos de mídia, por outro lado, são testados e colocados em funcionamento pelo software de
manutenção do S8300 Media Server depois que o G700 Media Gateway for registrado com o S8300
Media Server. Embora o software de manutenção do G700 Media Gateway saiba da presença dos seus
próprios módulos de mídia, estes módulos e as portas associadas são controlados pelo S8300 Media
Server. Os registros dos erros são mantidos no S8300 Media Server.
Módulos de mídia da Avaya
Os módulos de mídia residem em um G700 Media Gateway e interagem com a placa-mãe e com o painel
traseiro.
O G700 apóia os seguintes módulos de mídia:
•
•
•
•
•
MM710 T1/E1 Media Module
MM711 Analog Media Module
MM712 DCP Media Module
MM720 BRI Media Module
MM760 VoIP Media Module
A figura a seguir mostra um módulo de mídia visto do alto.
Figura 4: Visão superior do módulo de mídia
AL
M
TS
T
AC
SIGT
SO
E1
/T
1
EI
SM
EM
SI
EO
mmdciso KLC 031502
46
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Servidores de mídia
Avaya S8300 Media Server e um Avaya G700 Media Gateway
LEDs
Embora alguns módulos de mídia possuam LEDs adicionais, o padrão de três LEDs em cada um dos
painéis frontais indica as seguintes condições:
• Vermelho – condição de falha
Este LED também se acenderá quando o módulo de mídia for fisicamente inserido e deverá
apagar quando a placa for inicializada.
• Verde – condição de teste
• Amarelo – condição de uso
Consulte a figura a seguir para identificar os LEDs no módulo de mídia.
Figura 5: LEDs dos módulos de mídia
1
ALM
TST
ACT
2
3
mmdcled KLC 031402
Notas da figura
1
ALM – LED de alarme
2
TST – LED de teste
3
ACT – LED de uso
MM710 T1/E1 Media Module
O MM710 termina em uma conexão T1 ou E1. O MM710 tem uma Unidade de canais de serviços (CSU)
interna, o que dispensa uma CSU externa. A CSU só é usada para o circuito T1.
Dentre os atributos do MM710, destacam-se:
•
•
•
•
•
•
•
•
Operação de software selecionável para T1 ou E1
•
•
•
•
Cancelamento de eco em qualquer direção
CSU integrada somente para o circuito T1
Modos de compressão/expansão A-Law (E1) e µ-Law (T1)
Controle de ganho e cancelamento de eco
Enquadramento D4, ESF ou CEPT
Capacidade de RDSI-PRI (23B + D ou 30B + D)
Codificação de linhas – AMI, ZCS, B8ZS (T1) ou HDB3 (E1)
Sinalização de tronco para apoiar linhas de junção ou Centrais públicas (CO) dos EUA e
internacionais
Apoio a T1 fracionário
Interface OIC DB de 25 pinos
Uma tomada de loopback Bantam para testar os circuitos de T1 ou E1
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
47
Servidores de mídia
Avaya S8300 Media Server e um Avaya G700 Media Gateway
A figura apresentada a seguir mostra um MM710 Media Module.
Figura 6: MM710 T1/E1 Media Module
SO
ALM
TST
ACT
SIG
EI
SM EM
SI
EO
E1/T1
EIA 530A DCE
mmdc710 KLC 020402
Para obter mais informações, consulte o MM710 T1/E1 Media Module na página 223.
MM711 Analog Media Module
O MM711 proporciona as facilidades e funcionalidades de tronco analógico e telefone. Cada G700 Media
Gateway pode abrigar até quatro MM711 Media Modules de oito portas.
O administrador poderá atribuir cada porta analógica de um MM711 da seguinte maneira:
• Tronco da central pública, para loop start ou inicialização do aterramento
• Troncos para Discagem direta a ramal (DDR), para a inicialização imediata ou do tipo wink
• Troncos CAMA E911 de saída com dois fios e sinalização multifreqüencial para conectividade
com a RTPC
• Dispositivos de sinais telefônicos como telefones analógicos, com ou sem indicação de
mensagem em espera através de LEDs
O MM711 também apóia:
• Três volumes de toque de chamada (número de equivalência de toque de chamada) de até 2000
pés para todas as oito portas
• Até oito portas chamando simultaneamente
NOTA:
O gateway de mídia dispõe desse número de portas por alternar toques de chamada e
pausas entre dois grupos que podem ser compostos de até quatro portas.
• Identificador do chamador Tipos 1 e 2
• Geração de corrente de toque de chamada para diversas cadências e freqüências internacionais
A figura apresentada a seguir mostra um MM711 Media Module.
Figura 7: MM711 Analog Media Module
ALM
TST
ACT
1
2
3
4
5
6
7
8
mmdc711 KLC 022702
Para obter mais informações, consulte o MM711 Analog Media Module na página 226.
48
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Servidores de mídia
Avaya S8300 Media Server e um Avaya G700 Media Gateway
MM712 DCP Media Module
O MM712 permite conectar até oito terminais de voz com dois fios do Protocolo de comunicações
digitais (DCP).
A figura apresentada a seguir mostra um MM712 Media Module.
Figura 8: MM712 DCP Media Module
ALM
TST
ACT
1
2
3
4
5
6
7
8
mmdc712 KLC 022702
Para obter mais informações, consulte o MM712 DCP Media Module na página 224.
MM720 BRI Media Module
Cada porta do MM720 com oito portas proporciona uma interface à central pública, no ponto de
referência T da RDSI. A informação transita de duas maneiras:
• Através de dois canais de 64 kbps, denominados B1 e B2
— Pode sofrer comutação simultânea por circuito
• Através de um canal de 16 kbps, denominado canal D
— Usado para sinalização
— Ocupa um time slot para todos os oito canais D
As conexões comutadas por circuito possuem uma opção de modo de compressão/expansão A-Law ou
µ-Law para operação de voz. Quando estiverem no modo de dados, as conexões comutadas por circuito
atuam como canais livres a 64 kbps.
O MM720 não apóia:
• Ramais BRI
• Combinação de ambos os canais B para constituir um canal de 128 kbps
A figura apresentada a seguir mostra um MM720 Media Module.
Figura 9: MM720 BRI Media Module
ALM
TST
ACT
1
2
3
4
5
6
7
8
mmdc712 KLC 022702
Para obter mais informações, consulte o MM720 BRI Media Module na página 226.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
49
Servidores de mídia
Avaya S8300 Media Server e um Avaya G700 Media Gateway
MM760 VoIP Media Module
O MM760 é um clone do mecanismo de VoIP da placa-mãe. O MM760 fornece mais 64 canais de VoIP
com compressão G.711.
A capacidade é de 64 chamadas simultâneas de TDM/IP via G.711 ou 32 chamadas TDM/IP simultâneas
via codec de compressão, G.729 ou G.723. Esses tipos de chamadas podem ser combinados no mesmo
recurso; ou seja, a capacidade de chamadas simultâneas do recurso é equivalente a 64 chamadas via
G.711.
A figura apresentada a seguir mostra um MM760 Media Module.
Figura 10: MM760 VoIP Media Module
ALM
TST
ACT
mmdc760 KLC 022702
Para obter mais informações, consulte o MM760 VoIP Media Module na página 228.
S8300 Media Server em uma configuração LSP
O S8300 Media Server em uma configuração Processador de sobrevivência local (LSP) usa o componente
de hardware do S8300 e uma licença de software para ativar uma facilidade de reserva. Este software
permite que o LSP, com um G700 Media Gateway, seja um servidor de processamento de chamadas de
sobrevivência para localidades distantes e ambientes de filiais. O número de LSPs que uma configuração
poderá apoiar dependerá do servidor de mídia de controle. O S8500 Media Server ou o S8700 Media
Server pode apoiar até 50 LSPs. O S8300 Media Server pode apoiar até 10 LSPs. O S8300 Media Server
e o LSP não podem residir no mesmo G700 Media Gateway.
A diferença entre um S8300 configurado como controlador primário (ICC) e um S833 configurado como
LSP diz respeito apenas ao software. Portanto, a instalação do hardware é idêntica em ambas as
configurações. No G700, a placa do S8300 está restrita ao slot V1, embaixo do painel de LEDs. A placa
do S8300 e o painel de LEDs devem ser inseridos ou removidos juntamente, como uma única unidade.
Se, por algum motivo, a comunicação entre o G700 Media Gateway e o respectivo controlador primário
for interrompida, será ativado um LSP. Essa substituição em caso de falha do controlador primário pelo
LSP é um processo automático que não requer intervenção humana. O LSP assumirá o controle de
qualquer telefone IP, contanto que o LSP conste da sua lista de controladores. Nem todas as chamadas
serão mantidas durante uma substituição em caso de falha. As chamadas de IP para IP que passaram pelo
shuffle serão mantidas; as demais serão terminadas.
A recuperação do LSP para o controlador primário é manual e requer uma reinicialização do LSP. Essa
reinicialização interrompe a comunicação entre o LSP e todos os pontos de terminação registrados,
acarretando o registro dos pontos de terminação no controlador primário. Durante a recuperação para
o controlador primário, todas as chamadas serão abandonadas, exceto as chamadas IP para IP.
50
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Servidores de mídia
Avaya S8300 Media Server e um Avaya G700 Media Gateway
Endereçamento IP
Os telefones IP obtêm seus próprios endereços IP de um servidor DHCP. O servidor DHCP também
envia uma lista de controladores, LSPs e dos endereços IP a eles associados. O telefone IP então se
registra no controlador correspondente ao primeiro endereço IP dessa lista. Quando o controlador e o
ponto de terminação perdem a conectividade entre eles, o ponto de terminação registra-se no segundo
endereço IP da lista, e assim sucessivamente. Esta lista é administrável para os telefones que estão no
servidor DHCP.
Preservação dos dados do cliente
Um processo automático copia as alterações dos dados do cliente feitas no servidor primário para todos
os LSPs.
Sistema de Mensagens IA770 INTUITY AUDIX
O Sistema de Mensagens IA770 INTUITY™ AUDIX® é um sistema de correio de voz opcional usado
com o S8300 Media Server. O IA770 requer uma pequena placa que se conecta diretamente a um
conector do servidor de mídia. O software do IA770 e o Communication Manager se comunicam através
de uma conexão do barramento TDM, entre a placa e o servidor de mídia.
O INTUITY AUDIX utiliza a placa de circuito para:
• Converter as mensagens para o formato de Previsão linear ativada por código (CELP)
• Converter texto para voz
• Processar tons multifreqüenciais e sinais de fax
O IA770 pode ser uma solução independente para uma localidade ou ser disposto em rede com outros
sistemas de correio de voz, utilizando o TCP/IP, AMIS e o Avaya Interchange.
Destaques do IA770:
• Disponível em dois tamanhos:
— Quatro portas com um máximo de 100 usuários locais
— Oito portas com um máximo de 300 usuários locais
•
•
•
•
Até 500.000 assinantes de mensagens remotos
Até oito canais de redes
INTUITY AUDIX LX
Message Manager
— Até 500 clientes
— Até 64 sessões simultâneas (quatro, ao usar texto-para-voz)
•
•
•
•
Sistema de mensagens da Internet
Dispõe de 35 diferentes idiomas disponíveis para interações
Backup dos dados e mensagens através de LAN e WAN
Armazenamento de mensagens de até:
— 30 minutos por caixa postal
— 300 horas
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
51
Servidores de mídia
Avaya S8300 Media Server e um Avaya G700 Media Gateway
O IA770 utiliza muitos recursos do S8300 Media Server e do G700 Media Gateway nos quais estiver
instalado. A seguir são descritos os recursos compartilhados do S8300 utilizados pelo IA770:
• Unidade de disco rígido para armazenamento e recuperação de dados
• Servidor TFTP utilizado para:
— Transferência e atualização do arquivo de licença
— Backups e restauração de dados
— Atualizações e modificações do software
•
•
•
•
Endereço IP para acesso à administração
Arquivo de licença para ativação das facilidades
General Alarm Manager para exibir os alarmes
A interface Web para iniciar e parar o sistema
O IA770 também compartilha os mesmos parâmetros de comutação-tons criados para o S8300 Media
Server. Os seguintes países exigem parâmetros de comutação-tons específicos:
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
Alemanha
Brasil
Canadá – usa os mesmos parâmetros que os Estados Unidos
China
Coréia
Estados Unidos
França
Grã-Bretanha
Hong Kong
Itália
Japão
México
Outros países serão adicionados em breve.
Central de atendimento
O S8300 Media Server proporciona uma excelente solução para uma pequena central de atendimento.
O S8300 Media Server, com o G700 Media Gateway, apóia as seguintes capacidades de central de
atendimento:
• Todos os três pacotes de central de atendimento da Avaya: Avaya Call Center Basic, Avaya Call
Center Deluxe e Avaya Call Center Elite
• Apóia até 250 agentes
• Apóia um máximo de 16 enlaces ASAI
• Software de anúncio Avaya G700
52
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Servidores de mídia
Avaya S8300 Media Server e um Avaya G700 Media Gateway
Software de anúncio G700
Os anúncios de voz são usados em um ambiente de central de atendimento para anunciar atrasos,
direcionar clientes para departamentos diferentes, entreter e informar os chamadores. A capacidade de
anúncio é padrão e co-residente no G700. O software de anúncio do G700 tem muitas das capacidades da
placa TN2501AP VAL.
A tabela a seguir compara o software de anúncio G700 e a placa VAL.
Descrição da área
Placa TN2501AP (VAL)
Software de anúncio G700
Requer hardware
Sim
Não
Tempo máximo de
armazenamento por placa para
TN750 ou TN2501AP
Até 60 minutos a uma taxa de
amostragem de 64 kbps
Até 20 minutos a 64 kbps para
voz não comprimida
Chamadas simultâneas por
anúncio
50 ao usar um
DEFINITY Server SI ou um
DEFINITY Server CSI
1.000
1.000 ao usar o
DEFINITY Server R ou o
S8700 Media Server
Backup e restauração pela LAN
Sim
Sim
Método de gravação
Usar PC ou telefone
Usar PC ou telefone
Portabilidade de arquivos para
múltiplos servidores
DEFINITY ou da Avaya
Sim
Sim
Qualidade da reprodução
Qualidade interurbana
Qualidade interurbana
Velocidade de backup
2,6 segundos para cada
60 segundos do tempo do
anúncio
2,6 segundos para cada
60 segundos do tempo do
anúncio
Confiabilidade
Alta
Alta
Firmware transferível
Sim
Sim
DEFINITY®
CSI e o
250 ao utilizar o S8700 Media
Server
Número de placas ou software
de anúncio G700 por
configuração
5 com o
DEFINITY SI
10 com o DEFINITY R e o
S8700 Media Server
50 ao utilizar o S8300 Media
Server
Anúncios por placa
256
256
Número máximo de anúncios
em uma configuração
128 DEFINITY Server CSI ou
DEFINITY Server SI
6.400 ao utilizar o S8700
Media Server
1.000 DEFINITY Server R
1.280 ao utilizar o S8300
Media Server
3.000 S8700 Media Server
Formato
Modo de compressão/expansão
A-Law ou µ-Law CCITT
Modo de compressão/expansão
A-Law ou µ-Law CCITT
Bits da amostra
oito
oito
Taxa de amostragem
8.000 Hz
8.000 Hz
Canais
Mono
Mono
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
53
Servidores de mídia
Avaya S8300 Media Server e um Avaya G700 Media Gateway
Opções de configuração do cliente
O S8300 Media Server com o G700 Media Gateway proporciona uma infra-estrutura de comunicação IP
baseada em padrões, sem comprometer a rede de múltiplos serviços, a confiabilidade e as aplicações do
cliente. Esta solução pode ser instalada para pequenos ou grandes clientes com filiais, ou em uma
configuração para múltiplas localidades.
O S8300 Media Server utilizado com G700 Gateways traz os seguintes benefícios de rede:
•
•
•
•
Transparência de facilidades para toda a rede via QSIG ou DCS+
Experiência consistente do usuário, com a mesma interface do usuário
Gerenciamento unificado do sistema
Aplicações que, embora controladas pelo Avaya Communication Manager, oferecem um variado
conjunto de facilidades à empresa, administrado através de uma interface de controle baseada
no H.248
• Facilidade de transferência, inclusão e alteração, utilizando a mesma interface de administração
Para ver exemplos das configurações, consulte:
• Solução para pequenas empresas utilizando o Avaya S8300 Media Server no G700 Media
Gateway
• Configuração para filiais
• Ambiente de múltiplas localidades
Gerenciamento do sistema
Avaya Integrated Management
O Avaya Integrated Management oferece um amplo conjunto de soluções de gerenciamento de sistema e
de rede baseadas na Web para apoio às soluções convergentes de voz da Avaya. O Integrated
Management combina as aplicações isoladas em cinco ofertas:
•
•
•
•
•
Standard Management
Standard Management Solutions Plus
MultiService Network Management
Enhanced Converged Management
Advanced Converged Management
Para obter informações mais detalhadas sobre o Avaya Integrated Management Suite, consulte:
• http://www.avaya.com > Products and Services > Products A-Z
54
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Servidores de mídia
Avaya S8300 Media Server e um Avaya G700 Media Gateway
Interface de Web do S8300 Media Server
A ferramenta baseada no navegador da Web no S8300 Media Server utiliza uma Interface gráfica de
usuário (GUI) para realizar tarefas de administração de servidor como:
• Backups e restauração de dados do cliente
• Visualização dos alarmes atuais
• Manutenção do servidor de mídia, que inclui:
— Verificação do estado do servidor de mídia
— Ocupação do servidor de mídia para manutenção e a sua subseqüente liberação
— Desligamento do servidor de mídia
• Execução de comandos de segurança para ativar e desativar o modem, iniciar e parar o servidor de
FTP e visualizar a licença
• Acesso ao SNMP para configurar os destinos de desvios, parar o agente principal ou iniciá-lo
• Acesso ao servidor de mídia para adquirir informações sobre a configuração e acesso à
atualização
A interface de Web do servidor de mídia contém um amplo sistema de ajuda que descreve todas as telas
da Web e os seus procedimentos.
Adjuntos
Alguns adjuntos fornecidos pela Avaya são enumerados a seguir:
•
•
•
•
•
Uma impressora do sistema é apoiada quando se usa um servidor de terminais.
Uma impressora de boletins informativos é apoiada quando se usa um servidor de terminais.
O Registro de bilhetagem (CDR) é apoiado quando se usa um servidor de terminais.
INTUITY AUDIX externo
Avaya Business Communication Management System (Sistema de gerenciamento de
comunicações comerciais da Avaya)
• Avaya Call Management System (Sistema de gerenciamento de chamadas da Avaya)
Informações internacionais
O S8300 Media Server está disponível nos seguintes países:
•
•
•
•
•
•
•
•
Alemanha
Argentina
Austrália
Áustria
Bahamas
Bélgica
Bermudas
Bolívia
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
55
Servidores de mídia
Avaya S8300 Media Server e um Avaya G700 Media Gateway
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
56
Brasil
Canadá
Chile
China
Cingapura
Colômbia
Coréia
Costa Rica
Espanha
Estados Unidos
França
Grã-Bretanha
Guatemala
Hong Kong
Irlanda
Israel
Itália
Jamaica
Japão
México
Nova Zelândia
Países Baixos
Países Nórdicos
Panamá
Paraguai
Peru
Porto Rico
Rússia
Suécia
Suíça
Taiwan
Tobago
Trinidad
Uruguai
Venezuela
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Servidores de mídia
Avaya S8300 Media Server e um Avaya G700 Media Gateway
Troncos digitais e troncos de central pública
A tabela a seguir contém informações sobre troncos digitais e troncos de central pública para cada país.
País
Tronco
digital
Tronco de
central
pública
Energia CA
(veja a nota)
Tipo de
plugue
energia
CC1
Modo de
compressão/
expansão
ICID
R2MFC
através
de
Alemanha
E1
LS
220 V
B, E
–60 V
A-law
-2
-
Argentina
E1
LS
220 V
B, C, E
–48 V
A-law
-
E1
Austrália
E1
LS DDR
220 V
C
-
A-law
-
-
Áustria
E1
LS
220 V
B, E
–48 V
A-law
-
-
Bélgica
E1
LS
220 V
A, B, E
–60 V
A-law
-
-
Brasil
E1
LS
110/220 V
A, B, D, E
–48 V
A-law
-
E1
Canadá
T1
LS GS DDR
110 V
A
-
A-law
Bellcore FSK
-
China
E1
LS
220 V
B, C, E
–48 V
A-law
-
E1
Cingapura
E1
LS DDR
220 V
B, D, E, I
-
A-law
Bellcore FSK
-
Coréia
E1
LS DDR
110/220 V
A, B
-
A-law
-
-
Dinamarca
E1
-
220 V
B, E
–60 V
A-law
-
-
Espanha
E1
LS
220 V
A, B, E
–48 V
A-law
-
-
EUA
T1
LS GS DDR
110 V
A
-
µ-law
Bellcore FSK
-
Finlândia
E1
-
220 V
B, E
–60 V
A-law
-
-
França
E1
LS
220 V
B, E
–60 V
A-law
-
-
Holanda
E1
LS
220 V
B, E
–60 V
A-law
-
-
Hong Kong
T1
LS
220 V
D, E, I
-
µ-law
Bellcore FSK
-
Irlanda
E1
LS
220 V
B, D, E
–60 V
A-law
-
-
Israel
E1
LS DDR E&M
220 V
B, G
–48 V
A-law
-
-
Itália
E1
LS E&M
220 V
B, F
–60 V
A-law
-
-
Japão
T1
LS DDR
100 V
A
-
µ-law
NTT Clip
-
México
E1
LS
110 V
A
–60 V
A-law
Bellcore FSK
E1
Noruega
E1
-
220 V
B, E
–60 V
A-law
-
-
Nova Zelândia
E1
LS DDR
220 V
C
-
A-law
-
-
Reino Unido
E1
LS
220 V
D, E
–60 V
A-law
-
-
Suécia
E1
-
220 V
B, E
–60 V
A-law
-
-
Suíça
E1
LS
220 V
B, E
–60 V
A-law
-
-
Taiwan
E1
LS DDR
110 V
A
–48 V
µ-law
-
-
Rússia
1 A energia CC só é um problema, no que se refere à aprovação de tipo, na China.
2 Indica que a facilidade não é importante ou não se aplica.
NOTA:
Estes são valores de voltagem nominal. Em geral, uma referência a 110 V indica um
intervalo entre 100 e 160 V. Por outro lado, uma referência a 220 V indica um intervalo
entre 220 e 240 V.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
57
Servidores de mídia
Avaya S8500 Media Server
Avaya S8500 Media Server
O Avaya S8500 Media Server é um servidor de telefonia montado em rack que executa o sistema
operacional Red Hat 8.0 da Linux e a aplicação de processamento de chamadas de classe mundial da
Avaya, o Communication Manager. O S8500 é capaz de apoiar tanto o Protocolo de Internet (IP) quanto
os pontos de terminação tradicionais que permitem novas tecnologias, além da facilidade de atualização
dos sistemas mais antigos da Avaya. O S8500 Media Server constitui uma solução perfeita para clientes
de porte médio, com crescimento para até 3.200 portas. Consulte a figura apresentada a seguir para ver
um exemplo da parte frontal do S8500 Media Server.
Figura 11: S8500 Media Server (parte frontal)
1
2
3
4
5
disc
6
h3msfrnt LAO 070103
7
8
9
Notas da figura
Número
58
Descrição
1
Indicador luminoso de
atividade da unidade de
CD-ROM
Quando estiver aceso, esse indicador luminoso indicará que a
unidade de CD-ROM está sendo utilizada.
2
Botão de ejeção de CD
Pressione esse botão para liberar o CD da unidade de
CD-ROM.
3
Botão de controle de energia
Pressione esse botão para ligar e desligar o servidor
manualmente.
4
Conector 1 de USB
Essa porta USB é configurada automaticamente e utiliza uma
interface serial padrão para dispositivos de telefonia e
multimídia.
5
Conector 2 de USB
Essa porta USB é configurada automaticamente e utiliza uma
interface serial padrão para dispositivos de telefonia e
multimídia.
6
Indicador luminoso de erros
no sistema
Esse indicador luminoso amarelo se acende quando ocorre um
erro no sistema.
7
Indicador luminoso de
atividade no disco rígido
Quando esse indicador luminoso estiver piscando, o disco
rígido a ele associado está em uso.
8
Botão de reinicialização
Pressione esse botão para reinicializar o servidor e executar o
Teste automático de inicialização (POST).
9
Indicador luminoso de
inicialização
Quando estiver aceso, esse indicador luminoso indicará que o
servidor está ligado.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Servidores de mídia
Avaya S8500 Media Server
Descrição detalhada
Como padrão, o S8500 Media Server é enviado com os seguintes componentes de hardware:
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
Microprocessador Pentium IV de 512 KB com cache de nível 2 e tecnologia MMX (MMX2)
512 MB de RAM
Unidade IDE de CD-ROM
Disco rígido com pelo menos 40 GB
Duas portas USB
Uma porta serial
Uma porta para o teclado
Uma porta para o mouse
Duas portas Ethernet 10/100/1000Base T
Um Adaptador supervisor remoto (RSA)
Uma leitora externa de memória Compact Flash
Uma mídia industrial Compact Flash de 120 MB (opcional)
Um modem USB
Um modem serial
Alimentação CA
Inclui disco de RAM
NOTA:
Quando o controle de rede for direcionado através de uma LAN dedicada, é possível
incluir um cartão NIC duplo, opcional, na configuração.
Fazer backup de um S8500 Media Server
É possível fazer um backup do S8500 Media Server em um servidor na LAN ou na leitora de memória
Compact Flash, que está instalada em uma das portas USB. A leitora de memória Compact Flash utiliza
128 MB. A Avaya recomenda a utilização da variedade industrial de memória Compact Flash pelos
seguintes motivos:
• Integridade de dados e confiabilidade aprimoradas
— Correção de erros avançada
• Resistência extrema
— Dois milhões de ciclos de gravação e apagamento por bloco
• Maior confiabilidade
— Tempo médio entre falhas (MTBF) maior do que três milhões de horas
• Garantia de sete anos, sem rivais no ramo
• Durabilidade aperfeiçoada
— Novo silicone RTV, para garantir maior força e estabilidade
A variedade industrial de memória Compact Flash pode ser obtida através da Avaya e de seus parceiros
comerciais.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
59
Servidores de mídia
Avaya S8500 Media Server
Conectividade da rede de portas
O S8500 Media Server utiliza a conectividade IP entre as Redes de portas (PNs). Não são apoiadas as
formas tradicionais de conectividade de rede, como as do Estágio central de comutação (CSS) e da
Conectividade da rede de portas ATM (ATM-PNC). Além disso, as opções tradicionais de sobrevivência,
como o Processador remoto de sobrevivência (SRP) e o Processador sobressalente WAN ATM, também
não são apoiadas.
A conectividade da rede de portas é proporcionada pelas placas IPSI-2 (TN2312BP) e IP Media
Processor (TN2302AP). A conexão direta entre as placas da interface de expansão está disponível aos
sistemas DEFINITY G3r ou DEFINITY G3si que estiverem efetuando a atualização. As configurações
do S8500 Media Server com quatro ou mais PNs requerem uma PNC de IP.
Gateways de mídia
O G650 Media Gateway é utilizado para novas configurações do S8500 Media Server. Os seguintes
gateways de mídia são apoiados nas atualizações de soluções da Avaya já existentes para o S8500 Media
Server:
•
•
•
•
CMC1
SCC1
MCC1
G600
NOTA:
O G700 Media Gateway e o G350 Media Gateway são apoiados através da placa CLAN
montada em um Media Gateway CMC1, SCC1, MCC1, G600 ou G650.
NOTA:
Não é possível combinar diferentes tipos de gateways de mídia na mesma PN.
G650 Media Gateway
O Avaya G650 Media Gateway é um compartimento montado em rack com quatorze slots, configurado
para as placas do formato TN. O G650 tem altura correspondente a 8U (35,6 cm) e é montado em um
rack de dados padrão de 48,3 cm. O G650 utiliza uma ou duas fontes de energia 655A e funciona com
energia de entrada CA ou CC. Cada fonte de energia é capaz de fornecer toda a energia necessária ao
G650. Quando houver duas fontes de energia, elas compartilham as exigências de energia. Uma fonte de
energia pode funcionar com energia CA enquanto a outra funciona com energia CC. O sistema sempre
utilizará energia CA, se esta estiver disponível.
Consulte a Figura 12, G650 Media Gateway, na página 61, para examinar um exemplo de um G650
Media Gateway.
60
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Servidores de mídia
Avaya S8500 Media Server
Figura 12: G650 Media Gateway
3
5
4
1
Power
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
Power
FAN OR POWER FAIL
FAN OR POWER FAIL
FAN AND POWER OK
FAN AND POWER OK
AC INPUT
AC INPUT
DC INPUT
DC INPUT
ACTIVE RING
ACTIVE RING
2
2
scdlff02 LAO 081203
Notas da figura
Número
Descrição
1
Tomada de aterramento de EDS
2
Fonte de energia 655A
3
Interface do Servidor IP (IPSI) TN2312BP
4
CLAN TN799DP
5
IP Media Processor TN2302
Para obter mais informações sobre o G650 Media Gateway, consulte Avaya G650 Media Gateway na
página 133.
Adaptador supervisor remoto (RSA)
Há um Adaptador supervisor remoto (RSA) instalado no slot 1 PCI-X do S8500 Media Server. Ele
monitora e relata os alarmes que ocorrem nos componentes do S8500, e proporciona controle sobre o
ligamento e desligamento do S8500. A administração do RSA é efetuada através da interface de Web do
Gerenciamento avançado de sistema (ASM), utilizando um navegador.
Consulte Figura 13, RSA, na página 62, para ver um exemplo do RSA.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
61
Servidores de mídia
Avaya S8500 Media Server
Figura 13: RSA
1
2
3
4
5
6
h3msrsap LAO 071503
Notas da figura
Componente do RSA
Descrição
1
Clipe
Clipe de fixação do cabo de energia.
2
Conector externo da
fonte de energia
Conecte o adaptador da fonte de energia a esse conector. Um cabo
de energia conecta-se do adaptador da fonte de energia à fonte de
energia. Essa conexão fornece energia para o RSA, que é
independente da fonte de energia do S8500 Media Server.
3
Indicadores luminosos
de alimentação de
energia e erros
O indicador luminoso verde: mostra o estado da conexão de energia.
4
Conector RJ-45 de
Ethernet
Um conector de 10/100 Mbps para conectividade de LAN.
5
Conector serial
Utilizado para a conectividade de modem serial.
6
Conector RJ-14 de
ASM RS-485
Não utilizado na configuração do S8500 Media Server.
O indicador luminoso amarelo: indica a existência de uma condição
de erro no RSA.
As facilidades padrão do RSA são:
•
•
•
•
•
•
•
•
•
Monitoramento e controle contínuos do bom funcionamento do S8500 Media Server
Notificação e alertas automáticos
Registro de eventos mostrando as entradas de acordo com o horário de ocorrência
Acesso remoto através da LAN e do modem serial
Apoio aos desvios do Protocolo simples de gerenciamento de redes (SNMP)
Apoio a servidores do Sistema de nomes de domínio (DNS)
Apoio ao Protocolo de configuração dinâmica de host (DHCP)
Controle remoto do fornecimento de energia
Atualizações de firmware remotas
NOTA:
O S8500 Media Server monitora o estado do RSA e gera um alarme se for detectada uma
condição de falha.
62
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Servidores de mídia
Avaya S8500 Media Server
Energia do RSA
O RSA é alimentado por uma fonte de energia externa ou pelo S8500 Media Server. A Avaya recomenda
a conexão de uma fonte de energia externa para o RSA em um circuito diferente do S8500. Para garantir
a conexão de energia externa, conecte o cabo do adaptador da fonte de energia ao conector de energia do
RSA. Nas instalações domésticas, conecta-se um cabo de energia com um plugue de três pinos, do
adaptador da fonte de energia à fonte de energia. Nas instalações internacionais, utiliza-se um cabo de
energia com um conector macho IEC320. O RSA poderá ser conectado apenas às fontes de energia CA.
No RSA, um indicador luminoso de inicialização se acenderá quando uma das seguintes condições
ocorrer ou quando ambas ocorrerem:
• O RSA está recebendo energia do adaptador da fonte de energia externa.
• O RSA está recebendo energia do S8500 Media Server no qual estiver instalado.
Modems
O S8500 Media Server está equipado com dois modems para relato remoto de alarmes. Um modem se
conecta à porta USB na parte frontal do S8500 Media Server, sendo utilizado para os alarmes do
Communication Manager. O outro modem se conecta à porta RS232 do RSA, sendo utilizado para os
alarmes do sistema operacional e do ambiente do S8500. O modem do RSA fornece ao S8500 acesso
remoto para diagnósticos. Consulte Figura 14, Conectividade de modem com o S8500, na página 64, para
ver um exemplo de conectividade de modem com o S8500.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
63
Servidores de mídia
Avaya S8500 Media Server
Figura 14: Conectividade de modem com o S8500
2
13
3M
Hz
/64
4
Bit
,1
00
3
MH
z/6
4B
it
1
Mu
ltiM
ode
m
Mu
ltiT
Softwec
areh
dis
6
c
7
5
Mu
ltiM
ode
mU
SB
Mu
ltiT
Softwec
areh
PW
R
8
9
h3msmdsd LAO 072303
Notas da figura
Número
Descrição
1
Modem serial: utilizado para o RSA.
2
Cabo do modem serial: conecta o modem serial a uma porta RS-232 no RSA.
3
Cabo do modem serial: conecta o modem serial a uma porta RS-232 no RSA.
4
Linha telefônica: conecta o modem serial à linha da CO.
5
Modem USB: utilizado para o Communication Manager.
6
Cabo USB: conecta um modem USB a uma porta USB na parte frontal do servidor.
7
Linha telefônica: conecta um modem USB à linha da CO.
8
Duas portas USB na parte frontal do servidor: uma para o modem USB, a outra para a
leitora de memória Compact Flash.
9
Leitora de memória Compact Flash: conecta-se a uma porta USB na parte frontal do
servidor.
NOTA:
A Avaya recomenda a conexão de uma fonte de energia externa para o RSA em um
circuito diferente do S8500. Se o RSA e o S8500 Media Server forem alimentados pela
mesma fonte de energia, é possível que o acesso ao RSA seja impedido na eventualidade
de um corte de energia.
64
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Servidores de mídia
Avaya S8500 Media Server
Confiabilidade do S8500 Media Server
O S8500 Media Server apóia uma configuração de confiabilidade simples. Veja um exemplo de uma
configuração simples na figura apresentada a seguir.
Figura 15: Configuração simples do S8500
S8500
disc
Laptop
1
1
2
CONSOLE
13
24
Central
Ethernet
UPS
IPSI
IPSI
G650
G650
cymssmpx LAO 072903
Atualização para um S8500 Media Server
A configuração do S8500 Media Server apóia as atualizações do DEFINITY R, DEFINITY SI,
DEFINITY CSI e do S8100 Media Server. As etapas a seguir descrevem a atualização de alto nível das
plataformas do DEFINITY R, DEFINITY SI, DEFINITY CSI e S8100 Media Server:
• DEFINITY R simples:
— Apenas as configurações que apresentam conexões diretas.
— Todas as placas de controle serão removidas e substituídas por uma placa IPSI
(TN2312BP).
— É necessário que os anúncios de voz estejam localizados em uma placa VAL ou sejam
transferidos para uma placa VAL.
— O compartimento de controle da PPN deverá ser substituído por um compartimento de
controle da EPN.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
65
Servidores de mídia
Avaya S8500 Media Server
• DEFINITY SI:
— Apenas as configurações que apresentam conexões diretas.
— O gabinete da EPN do SCC1 será transferido para uma PN do SCC1.
— O gabinete SCC1-SPE será removido e substituído por uma EPN do SCC1 ou pelo G650
Media Gateway.
— O processador SI, as placas Net Pkt (TN2401) e Tone Clock (TN2182) serão removidos e
substituídos por uma IPSI (TN2312BP).
— É necessário que os anúncios de voz estejam localizados em uma placa VAL ou sejam
transferidos para uma placa VAL.
• DEFINITY CSI:
— O CSI Media Server (TN798 ou TN2402) e a placa Tone Clock (TN2182) serão
removidos e uma placa IPSI (TN2312BP) será instalada no slot 2.
— É necessário que os anúncios de voz estejam localizados em uma placa VAL ou sejam
transferidos para uma placa VAL.
• S8100 Media Server em um G600 Media Gateway ou um CMC1 Media Gateway:
— O S8100 Media Server (TN795) será removido e substituído por uma placa IPSI
(TN2312BP).
— A placa Detectora de tons (TN744) será removida.
— O S8100 Media Server executa o Intuity Audix de maneira co-residente. Na eventualidade
de uma transferência, os dados de assinantes e os arquivos de voz deverão ser novamente
convertidos em uma solução externa de mensagem por voz.
— É necessário que os anúncios de voz estejam localizados em uma placa VAL ou sejam
transferidos para uma placa VAL.
Consulte Figura 16, S8500 Media Server em uma configuração de conexão direta, na página 67, para ver
um exemplo do S8500 Media Server em uma configuração de conexão direta.
66
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Servidores de mídia
Avaya S8500 Media Server
Figura 16: S8500 Media Server em uma configuração de conexão direta
S8500
disc
MCC1
I
P
S
I
C EI Processador
L TW de mídia IP
A 570
2302
N
MCC1
EI
conectada
por fibra
C EI Processador
L TW de mídia IP
A 570
2302
N
MCC1
C EI Processador
L TW
A 570 de mídia IP
2302
N
cymsdrcn LAO 080503
Disco de RAM
O disco de RAM é uma parte da memória que é utilizada como partição de disco. Sob condições normais,
tanto o disco de RAM quanto o disco rígido são utilizados pelo S8500. Na eventualidade de falha no
disco, o S8500 Media Server, utilizando apenas o disco de RAM, continuará a processar chamadas por
até 72 horas. Não serão permitidos a administração e os backups.
Capacidades de alto nível
A tabela apresentada a seguir mostra um subconjunto de capacidades de alto nível do S8500 Media
Server. Para obter informações mais detalhadas sobre a capacidade do sistema, consulte Avaya
MultiVantage Solutions System Capacities Table (555-233-605). A Capacities Table (Tabela de
Capacidades) pode ser encontrada no site http://support.avaya.com, na Web.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
67
Servidores de mídia
Avaya S8500 Media Server
Tabela 2: Capacidades de alto nível
Capacidade
S8500 Media Server
Conjunto de facilidades do
processamento de chamadas
Avaya Communication Manager 2.0
Número máximo de ramais
2400 (IP ou TDM)
Número máximo de troncos
800
Opções de confiabilidade
Simples
Conectividade da rede de portas
IP e conexão direta
Gateways de mídia apoiados
G650, G700, G350 (novas instalações); G600, CMC1,
SCC1, MCC1 (apenas atualizações)
Número máximo de gateways apoiados
250
Máximo de localidades
64 redes de portas G650, além de até 250 Media Gateways
G700/G350
Opções de sobrevivência
G350 e G700 com S8300 LSP
Número de LSPs em uma configuração
Máximo de 50 LSPs
Redes de portas por IPSI
Um
Gerenciamento do sistema
Avaya Integrated Management Suite
O Avaya Integrated Management Suite oferece um amplo conjunto de soluções de gerenciamento de
sistema e de rede baseadas na Web para apoio às soluções convergentes de voz da Avaya. O Integrated
Management combina as aplicações isoladas em cinco ofertas:
•
•
•
•
•
Standard Management
Standard Management Solutions Plus
MultiService Network Management
Enhanced Converged Management
Advanced Converged Management
Para obter informações mais detalhadas sobre o Avaya Integrated Management Suite, consulte:
• http://www.avaya.com >Products and Services > Products A-Z
68
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Servidores de mídia
Avaya S8500 Media Server
Interface de Web do Avaya S8500 Media
Server
O S8500 Media Server utiliza uma interface de Web do servidor de mídia para realizar uma ampla gama
de funções. Esta ferramenta baseada em um navegador utiliza uma Interface gráfica de usuário (GUI)
para realizar tarefas de administração do servidor, como:
• Backups e restauração dos dados de clientes.
• Acesso fácil para visualizar os alarmes atuais.
• A capacidade de realizar manutenção no servidor, incluindo estado de ocupado, liberação do
estado de ocupado, shutdown e estado do S8500 Media Server.
• Comandos de segurança que ativarão e desativarão o modem, iniciarão e pararão o servidor de
FTP e visualizarão a licença.
• Acesso ao SNMP para configurar os destinos de desvios, parar o agente principal ou iniciá-lo.
• Informações sobre a configuração e acesso à atualização do S8500 Media Server.
A interface da Web contém um amplo sistema de ajuda que descreve todas as telas e campos da Web.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
69
Servidores de mídia
Avaya S8700 Media Server com um Avaya G650 Media Gateway
Avaya S8700 Media Server com um Avaya G650 Media
Gateway
O Avaya S8700 Media Server utiliza um mecanismo padrão do microprocessador com um processador
baseado no produto da Intel em um servidor comercial. O S8700 Media Server utiliza conexões de alta
velocidade para rotear voz, dados e vídeo entre troncos digitais e analógicos, linhas de dados que
estiverem conectadas a computadores host, terminais de entrada de dados, computadores pessoais e
endereços na Internet.
Consulte Figura 17, S8700 Media Server, na página 70, para ver um exemplo do S8700 Media Server.
Figura 17: S8700 Media Server
scds870a KLC 041102
Descrição detalhada
O S8700 Media Server usa uma plataforma Red Hat da Linux em um servidor baseado no produto da
Intel. O S8700 Media Server é derivado do processador DEFINITY®, tem menos componentes físicos e
proporciona a maioria das mesmas facilidades e funcionalidades, com maior capacidade.
Informações sobre a configuração
O S8700 Media Server está disponível em duas configurações:
• Portador da voz transmitido através do IP (IP-Connect): uma solução totalmente IP.
• Portador da voz transmitido através do Modo de transferência assíncrona (ATM) ou Estágio
central de comutação (CSS) (Multi-Connect): nessa configuração, os caminhos do portador e de
controle são distintos. As informações de controle nas redes de portas viajam por uma central
dedicada através da Ethernet (LAN privada) ou por uma rede de controle não-dedicada (através
da LAN do cliente) e terminam no S8700 Media Server, em uma extremidade, e em uma placa
IPSI, na outra.
Complexo de controle do S8700 Media Server
A configuração do S8700 Media Server utiliza os seguintes componentes e software:
•
•
•
•
•
70
Dois servidores de mídia
Uma placa de Interface do servidor IP (IPSI) (TN2312BP)
Uma Central Ethernet da Avaya P133, P134, P333, P334 ou central de Ethernet do cliente
Uma UPS on-line de 700VA/1500VA da Avaya
Um modem Universal Serial Bus (USB) compatível com o Abstract Control Model (ACM)
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Servidores de mídia
Avaya S8700 Media Server com um Avaya G650 Media Gateway
• Gateways de mídia da Avaya
• Avaya Communication Manager
Para obter informações sobre o Avaya Communication Manager, consulte “Descrição geral do
Avaya Communication Manager”, 555-233-767PTB.
As seções a seguir descrevem cada um dos componentes principais.
S8700 Media Server
Características do S8700 Media Server:
• Portas Ethernet 10/100 para apoiar os enlaces de controle de rede IPSI, acesso aos serviços,
duplicação, administração e alarmes
•
•
•
•
Um disco rígido IDE
•
•
•
•
Apoio à conectividade via porta USB para modem
Uma unidade IDE de CD-ROM
Apoio a todas as tensões de alimentação, de 100 V a 250 V
Mídia de armazenamento para o sistema operacional, para os dados dos clientes e para o software
de manutenção
Um cartão flash de 128 MB para a mídia removível
Apoio a alarme de chamadas remotas para fora, de qualquer servidor
Alarmes SNMP
O S8700 Media Server deve ser montado em um rack aberto de 19 polegadas, compatível com EIA-310-D.
Placa IPSI (TN2312BP)
A Interface do servidor IP (IPSI) TN2312BP fornece manutenção ambiental e é a única interface do
servidor IP apoiada no G650. Uma IPSI TN2312BP acoplada em um G650 com um endereço de
compartimento definido como A atuará como barramento principal I2C (a IPSI TN2312BP poderá ser
acoplada a um G650 apenas com um endereço de compartimento definido como A ou B, e somente no
endereço de compartimento definido como A ela poderá funcionar como barramento principal I2C).
A IPSI TN2312BP é compatível com outros gateways de mídia de versões anteriores, mas fornece
manutenção ambiental apenas quando for utilizada em um G650. A IPSI TN2312BP sempre proporciona
as funções de detecção de tons, classificação de chamadas, geração de tons e de relógio.
Quando a IPSI TN2312BP for utilizada em um MCC1ou SCC1, a manutenção ambiental será oferecida
por uma TN755D.
A IPSI TN2312BP fornece funções de manutenção para o G650. Essa funcionalidade inclui:
•
•
•
•
Manutenção de fontes de energia, de gabinetes e do gerador de toque de chamada
Detecção de alarme de dispositivo externo
Controle da transferência de emergência
Controle dos dispositivos de alarmes fornecido pelo cliente
Nas configurações nas quais o portador da voz está no CSS ou no ATM, normalmente cada IPSI
controlará cinco redes de portas, canalizando as mensagens de controle através da rede do portador até
as PNs que não apresentam IPSIs. Uma IPSI não pode ser colocada em:
• Uma PN que tenha uma interface de relógio Stratum-3
• Uma Rede de portas de expansão remota com recurso de sobrevivência (SREPN)
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
71
Servidores de mídia
Avaya S8700 Media Server com um Avaya G650 Media Gateway
Para determinar o número recomendado de PNs conectadas a IPSIs para apoiar a configuração de um
S8700, divida o número total de PNs da configuração por cinco e acrescente um. A IPSI adicional oferece
tolerância a falhas.
Nas configurações nas quais o portador da voz está transmitindo através do IP, é necessário que cada PN
apresente uma IPSI.
Uma configuração de conexão direta só apóia uma PN conectada a uma IPSI.
Consulte Figura 18, painel frontal IPSI, na página 72, para ver um exemplo do painel frontal IPSI.
Figura 18: painel frontal IPSI
ckdfips2 LAO 081203
CLK
700060643
TN2312AP IPSI
AVAYA
01DR06142246
S
E
R
V
I
C
E
N
E
T
W
O
R
K
Para obter mais informações sobre a interface do servidor IP, consulte Interface do servidor IP
TN2312BP na página 205.
Central Ethernet
Uma central Ethernet proporciona a conectividade entre os servidores e as placas IPSI que estão
localizadas em algumas PNs. Para o grau de confiabilidade redobrada, é fornecida uma central Ethernet.
Para os graus de confiabilidade alta e crítica, as centrais Ethernet são duplicadas. O S8700 Media Server
apóia duas conexões de Ethernet para a central Ethernet na rede de controle.
O S8700 Media Server requer sempre uma central Ethernet da Avaya (P13X ou P33X) como parte do
complexo de controle. A central Ethernet da Avaya estende a conectividade Ethernet à PN onde ela se
conecta com uma IPSI. Para garantir a confiabilidade redobrada, é necessária uma central Ethernet. Duas
centrais são necessárias para a confiabilidade alta ou crítica (portador da voz transmitido apenas através
do CSS ou do ATM). Se desejar, é possível substituir as centrais Ethernet do cliente que não forem da
Avaya por centrais da Avaya.
Embora a rede de controle do S8700 Media Server não precise ser dedicada, uma instalação que utilize
um conjunto dedicado de centrais Ethernet proporciona simplicidade e maior confiabilidade.
Consulte Figura 19, Central Ethernet da Avaya, na página 72, para ver um exemplo de uma central
Ethernet da Avaya.
Figura 19: Central Ethernet da Avaya
Cajun P120
25 26 27 28
29 30 31 32
33 34 35 36
37 38 39 40
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10 11 12
EXPANSION
SLOT
FIV
13 14 15 16
LNK COL Tx
17 18 19 20
Rx FDX FC 100M LAG
21 22 23 24
OPR PWR
LAG
LAG
LAG
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
CONSOLE
swdcp120 KLC 031902
72
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Servidores de mídia
Avaya S8700 Media Server com um Avaya G650 Media Gateway
UPS ou energia de reserva
Os S8700 Media Server requerem sempre energia de reserva. A energia de reserva é necessária para
evitar problemas de energia e garantir um shutdown adequado dos processos do sistema, se houver corte
de energia. A UPS de 700 V-A da Avaya fornece aproximadamente 30 minutos de energia de reserva.
A combinação de módulos de extensão de baterias e uma UPS de 1500-VA fornece até oito horas de
energia de reserva. Consulte a seção de UPS da Avaya para obter mais informações.
As unidades UPS da Avaya utilizam desvios de SNMP para enviar um alarme quando houver o corte de
energia. Antes da descarga completa das baterias, é enviado um desvio SNMP, que inicia um processo de
shutdown adequado do servidor Linux, incluindo o software de processamento de chamadas. Quando for
usada uma série de baterias de 48 V-CC separada, é possível enviar um alarme quando a voltagem estiver
abaixo do limiar, mas o shutdown não será mecanizado.
Modem USB
Cada S8700 Media Server necessita de um modem Universal Serial Bus (USB) para acesso de manutenção
e para envio de alarmes. Os modems podem compartilhar uma linha telefônica comum, se os S8700
Media Servers estiverem no mesmo local. Quando os S8700 Media Servers estiverem separados, será
necessário usar uma linha telefônica adicional. As chamadas de entrada são atendidas pelo servidor que
estiver on-line. Os chamadores podem ter acesso ao servidor off-line através de uma sessão telnet. Cada
modem se conecta a uma porta USB no S8700 Media Server. Os modems USB utilizados devem estar de
acordo com a especificação da Communication Device Class (CDC) e, em geral, com a subclasse
Abstract Control Model (ACM). Qualquer modem que não esteja de acordo com a especificação não
funcionará com o driver que acompanha o S8700 Media Server.
Gateways de mídia
O Avaya G650 Media Gateway é o gateway preferencial para novas instalações do S8700 Media Server.
Para as transferências de soluções já existentes da Avaya e acréscimos a elas, o tipo de gateway a ser
apoiado dependerá da configuração. Os gateways de mídia G350, G650, MCC1, SCC1 e G700 são
apoiados nas configurações em que o portador da voz está no CSS ou no ATM. Os gateways de mídia
G350, G650, G600, G700 e CMC1 são apoiados nas configurações em que o portador da voz está no IP.
A seção a seguir oferece uma descrição detalhada de cada um dos gateways de mídia.
O G650 Media Gateway
O Avaya G650 Media Gateway é um compartimento montado em rack com quatorze slots, configurado
para as placas do formato TN. O G650 tem altura correspondente a 8U (35,6 cm) e é montado em um
rack de dados padrão de 48,3 cm. O G650 utiliza uma ou duas fontes de energia 655A e funciona com
energia de entrada CA ou CC. Cada fonte de energia é capaz de fornecer toda a energia necessária ao
G650. Quando houver duas fontes de energia, elas compartilham as exigências de energia. Uma fonte de
energia pode funcionar com energia CA enquanto a outra funciona com energia CC. O sistema sempre
utilizará energia CA, se esta estiver disponível.
Consulte Figura 20, G650 Media Gateway, na página 74, para ver um exemplo de uma pilha de G650
Media Gateways montada em um rack de dados.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
73
Servidores de mídia
Avaya S8700 Media Server com um Avaya G650 Media Gateway
Figura 20: G650 Media Gateway
Power
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
FAN OR POWER FAIL
FAN AND POWER OK
FAN AND POWER OK
AC INPUT
10
AC INPUT
DC INPUT
DC INPUT
ACTIVE RING
ACTIVE RING
E
Power
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
Power
FAN OR POWER FAIL
FAN OR POWER FAIL
FAN AND POWER OK
FAN AND POWER OK
AC INPUT
9
Power
FAN OR POWER FAIL
AC INPUT
DC INPUT
DC INPUT
ACTIVE RING
ACTIVE RING
D
1
2
Power
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
FAN OR POWER FAIL
FAN AND POWER OK
FAN AND POWER OK
AC INPUT
8
Power
FAN OR POWER FAIL
AC INPUT
DC INPUT
DC INPUT
ACTIVE RING
ACTIVE RING
C
1
12
13
24
CONSOLE
1
Power
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
3
Power
FAN OR POWER FAIL
FAN OR POWER FAIL
FAN AND POWER OK
FAN AND POWER OK
AC INPUT
7
2
1
AC INPUT
DC INPUT
DC INPUT
ACTIVE RING
ACTIVE RING
B
4
2
Power
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
5
Power
1
FAN OR POWER FAIL
FAN OR POWER FAIL
FAN AND POWER OK
FAN AND POWER OK
AC INPUT
6
AC INPUT
DC INPUT
DC INPUT
ACTIVE RING
ACTIVE RING
A
msdlrck3 LAO 081203
Notas da figura
Número
1&2
3
4&5
74
Descrição
S8700 Media Servers
Central Ethernet
Unidades UPS: uma para cada servidor
6
G650 Media Gateway: Compartimento na posição “A”
7
G650 Media Gateway: Compartimento na posição “B”
8
G650 Media Gateway: Compartimento na posição “C”
9
G650 Media Gateway: Compartimento na posição “D”
10
G650 Media Gateway: Compartimento na posição “E”
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Servidores de mídia
Avaya S8700 Media Server com um Avaya G650 Media Gateway
Para obter mais informações sobre o Avaya G650 Media Gateway, consulte Avaya G650 Media Gateway.
O MCC1 Media Gateway (portador da voz transmitido apenas através do ATM ou do CSS)
O MCC1 Media Gateway pode conter até cinco compartimentos. O MCC1 Media Gateway utiliza placas.
As portas situadas na frente e na traseira do gabinete protegem o equipamento interno e permitem um
acesso fácil às placas. O MCC1 Media Gateway pode conter os seguintes compartimentos:
• Um compartimento de portas que contenha um ou mais dos seguintes elementos:
— Placas de portas
— IPSI
— Recursos de conversão de VoIP
— Placas de serviços
— Placas do gerador tone/clock
— Placas da Interface de expansão (EI)
• Um compartimento do nó de comutação provido de placas de Interface do nó de comutação que
componham o Estágio central de comutação (CSS).
• Um compartimento de controle de expansão que contenha slots de serviço e slots de portas.
Consulte Figura 21, MCC1 Media Gateway, na página 76, para ver um exemplo do MCC1 Media
Gateway.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
75
Servidores de mídia
Avaya S8700 Media Server com um Avaya G650 Media Gateway
Figura 21: MCC1 Media Gateway
1
2
3
4
5
lcdfpdui KLC 031202
6
7
Notas da figura
Número
Descrição
1
Compartimento na posição C
2
Compartimento na posição B
3
Compartimento na posição A
4
Unidade de ventilação
5
Compartimento na posição D
6
Compartimento na posição E
7
Unidade de distribuição de energia
Para obter mais informações, consulte o MCC1 Media Gateway na página 160.
76
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Servidores de mídia
Avaya S8700 Media Server com um Avaya G650 Media Gateway
SCC1 Media Gateway (portador da voz transmitido apenas através do ATM ou do CSS)
O SCC1 Media Gateway consiste em um único compartimento. Até quatro SCC1 Media Gateways podem
ser conectados juntos em uma localidade para formar uma PN. O SCC1 Media Gateway proporciona
slots verticais para as placas. Os clipes do gabinete traseiro mantêm os gabinetes unidos. Uma placa de
aterramento conecta os gabinetes empilhados para proporcionar integridade do aterramento. Existem dois
tipos de SCC1 Media Gateways:
• Um gabinete de controle de expansão que contenha slots de serviço e slots de portas.
• Um gabinete de portas que contenha portas e interfaces para um Gabinete de controle de
expansão.
Consulte Figura 22, SCC1 Media Gateway típico, na página 77, para ver um exemplo do SCC1 Media
Gateway.
Figura 22: SCC1 Media Gateway típico
2
3
1
scdfscci KLC 032502
Notas da figura
Número
Descrição
1
Placas de circuito
2
Conversor de energia
3
Aberturas para circulação de ar
Para obter mais informações, consulte o SCC1 Media Gateway na página 152.
CMC1 Media Gateway (portador da voz transmitido apenas através do IP)
O CMC1 Media Gateway pode ser fixado na parede ou no piso e usa uma fonte de energia
exclusivamente CA. O compartimento de controle contém dois slots de controle: um para um
processador (não utilizado) e outro para a IPSI (TN2312BP). Os slots 3 a 10 podem conter placas de
portas e placas de serviços opcionais.
Consulte Figura 23, CMC1 Media Gateway, na página 78, para ver um exemplo do CMC1 Media
Gateway.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
77
Servidores de mídia
Avaya S8700 Media Server com um Avaya G650 Media Gateway
Figura 23: CMC1 Media Gateway
MAJ
RED EMER XFER ON
AMBER CARD IN USE
EM XFR
MIN
ON
AUTO
OFF
T
N
2
4
0
2
T
N
2
1
8
2
scdflef2 LJK 083100
Para obter mais informações sobre o CMC1 Media Gateway, consulte CMC1 Media Gateway na
página 149.
G600 Media Gateway (portador da voz transmitido apenas através do IP)
Um G600 Media Gateway tem as seguintes características:
• 48,3 cm de largura, 33 cm de altura e 53,3 cm de profundidade.
• 10 slots universais e um slot para fonte de energia.
• Alimentação exclusivamente por energia CA.
Não existem baterias internas e não há opção de energia CC interna. Contudo, há apoio para a
alimentação CC externa ou uma UPS.
• As placas deste gateway são inseridas e removidas pela parte frontal do gabinete.
• A E/S do gabinete é acessada pela parte de trás e através de um slot frontal de passagem de cabos,
à direita.
78
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Servidores de mídia
Avaya S8700 Media Server com um Avaya G650 Media Gateway
A PN tem as seguintes características:
• Contém até quatro G600 Media Gateways.
— O primeiro G600 é designado “A”. O segundo, terceiro e quarto G600s, opcionais, são
designados “B”, “C” e “D”, respectivamente.
— Deve residir no mesmo rack de dados de 48,3 cm devido ao comprimento do cabo
de TDM.
• Um máximo de 64 redes de portas.
• Recomenda-se um painel de conexão RJ45 para conexões cruzadas com uma LAN ou
hardware 110.
Consulte a Figura 24, G600 Media Gateway, na página 79, para examinar um exemplo de um G600
Media Gateway.
Figura 24: G600 Media Gateway
1 2 3 4 5
6
7 8 9 10
CLK
BBI
100bT
BBI
LINK
LINK
LINK
TRMT
TRMT
TRMT
RCV
RCV
RCV
S
E
R
V
I
C
E
TN2302
TN2312
650A
N
E
T
W
O
R
K
scdlip60 KLC 031302
Para obter mais informações, consulte o G600 Media Gateway na página 129.
G700 Media Gateway
O G700 Media Gateway não é propriamente uma PN. O G700 Media Gateway conecta-se ao S8700
Media Server através da CLAN localizada nos SCC1, MCC1, CMC1, G600 ou G650 Media Gateways.
Um S8700 Media Server pode apoiar um máximo de 250 G700 Media Gateways, com até dez por pilha.
A pilha pode ter uma combinação de dispositivos Avaya P330, tais como o P333T, o P333R e o P334.
Para obter mais informações, consulte o Avaya G700 Media Gateway na página 141.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
79
Servidores de mídia
Avaya S8700 Media Server com um Avaya G650 Media Gateway
Confiabilidade
Confiabilidade ao enviar o portador da voz
através do IP
Os seguintes níveis de confiabilidade são apoiados no S8700 Media Server, ao enviar o portador da voz
através do IP:
• Confiabilidade redobrada
• Confiabilidade alta
Confiabilidade redobrada ao enviar o portador da voz através do IP
O S8700 Media Server é duplicado. A funcionalidade tone/clock é fornecida pela placa IPSI em cada PN.
Por ser uma solução totalmente compatível com o IP, são apoiadas apenas as redes de portas conectadas
através do IP.
Consulte Figura 25, Configuração de confiabilidade redobrada ao enviar o portador da voz através do IP,
na página 81, para ver um exemplo de uma configuração de confiabilidade redobrada para envio do
portador da voz através do IP.
80
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Servidores de mídia
Avaya S8700 Media Server com um Avaya G650 Media Gateway
Figura 25: Configuração de confiabilidade redobrada ao enviar o portador da voz através
do IP
1
4
3
1
2
4
2
5
5
6
6
1
1
12
CONSOLE
13
2
24
1
12
13
24
CONSOLE
7
7
1
2
10
IPSI
9
IPSI
B
9
11
B
9
11
100bT
BBI
100bT
BBI
100bT
BBI
LINK
LINK
LINK
LINK
LINK
LINK
TRMT
TRMT
TRMT
TRMT
TRMT
TRMT
RCV
RCV
RCV
RCV
RCV
RCV
8 PN 1
IPSI
IPSI
B
9
11
8
IPSI
A
11
IPSI
A
9
8
PN 2
11
PN
A
9
11
100bT
BBI
100bT
BBI
100bT
BBI
LINK
LINK
LINK
LINK
LINK
LINK
TRMT
TRMT
TRMT
TRMT
TRMT
TRMT
RCV
RCV
RCV
RCV
RCV
RCV
8 PN 1
8
PN 2
8
PN
cyms0001 LAO 081203
Notas da figura
Número
Descrição da conexão
1&2
Par de S8700 Media Servers. Um no modo ativo e outro no modo de reserva.
3
Enlaces de duplicação: conexão Ethernet, padrão Ethernet 2 e enlace de fibra.
4
Uma conexão dedicada Ethernet com um laptop. Esta conexão só está ativa durante a manutenção ou administração
no local, e a interface de serviços pode vincular-se ao servidor de reserva através de uma sessão telnet.
5
Conexão dos servidores à central Ethernet.
6
Central Ethernet – um dispositivo que proporciona a multiplicação de portas em uma LAN ao criar mais de um
segmento de rede. Em um ambiente de conexão IP, a central Ethernet deve apoiar 802.1 ip/Q, VLAN e
10/100 Mbps.
7
Duas unidades UPS.
8
Rede de portas – uma configuração opcional dos gateways de mídia, que fornece maior capacidade de portas.
9
IPSI – uma placa que transporta as mensagens de controle através do IP. Esta placa IPSI é usada para que o S8700
Media Server possa comunicar-se com as PNs.
10
LAN do cliente.
11
Interface da Control LAN (C-LAN) – uma placa que proporciona o controle de chamada para todos os pontos de
terminação IP que estiverem conectados ao servidor de mídia usando um gateway de mídia da Avaya.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
81
Servidores de mídia
Avaya S8700 Media Server com um Avaya G650 Media Gateway
Confiabilidade alta ao enviar o portador da voz através do IP
A opção de configuração de confiabilidade alta aproveita a opção de confiabilidade redobrada.
A confiabilidade alta duplica componentes, de modo que não exista qualquer ponto de falha na rede de
controle. A configuração de confiabilidade alta consiste no seguinte:
•
•
•
•
Dois S8700 Media Servers
Duas placas IPSI em cada rede de portas conectada a uma IPSI
Duas centrais Ethernet
Duas unidades UPS
Consulte Figura 26, Confiabilidade alta ao enviar o portador da voz através do IP, na página 83, para ver
um exemplo de uma configuração de confiabilidade alta para envio do portador da voz através do IP.
82
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Servidores de mídia
Avaya S8700 Media Server com um Avaya G650 Media Gateway
Figura 26: Confiabilidade alta ao enviar o portador da voz através do IP
1
4
3
1
2
4
2
5
5
6
6
1
1
12
CONSOLE
13
2
24
1
12
13
24
CONSOLE
7
7
1
2
10
IPSI
9
IPSI
B
9
11
B
9
11
100bT
BBI
100bT
BBI
100bT
LINK
LINK
LINK
LINK
LINK
LINK
TRMT
TRMT
TRMT
TRMT
TRMT
TRMT
RCV
RCV
RCV
RCV
RCV
RCV
8 PN 1
IPSI
IPSI
B
9
11
8
IPSI
A
11
IPSI
A
9
8
PN 2
11
PN
A
9
BBI
11
100bT
BBI
100bT
BBI
100bT
LINK
LINK
LINK
LINK
LINK
LINK
TRMT
TRMT
TRMT
TRMT
TRMT
TRMT
RCV
RCV
RCV
RCV
RCV
RCV
8 PN 1
8
PN 2
8
BBI
PN
cyms0001 LAO 081203
Notas da figura
Número
1&2
Descrição da conexão
Par de S8700 Media Servers. Um no modo ativo e outro no modo de reserva.
3
Enlaces de duplicação: conexão Ethernet, padrão Ethernet 2 e enlace de fibra
4
Uma conexão dedicada Ethernet com um laptop. Esta conexão só está ativa durante a manutenção ou
administração no local, e a interface de serviços pode vincular-se ao servidor de reserva através de uma sessão
telnet.
5
Conexão dos servidores à central Ethernet.
6
Central Ethernet – um dispositivo que proporciona a multiplicação de portas em uma LAN ao criar mais de um
segmento de rede. Em um ambiente de conexão IP, a central Ethernet deve apoiar 802.1 ip/Q, VLAN e 10/100
Mbps.
7
Duas unidades UPS.
8
Rede de portas – uma configuração opcional dos gateways de mídia, que fornece maior capacidade de portas.
9
IPSI – uma placa que transporta as mensagens de controle através do IP. Esta placa IPSI é usada para que o S8700
Media Server possa comunicar-se com as PNs.
10
LAN do cliente.
11
Interface da Control LAN (C-LAN) – uma placa que proporciona o controle de chamada para todos os pontos de
terminação IP que estiverem conectados ao servidor de mídia usando um gateway de mídia da Avaya.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
83
Servidores de mídia
Avaya S8700 Media Server com um Avaya G650 Media Gateway
Confiabilidade ao enviar o portador da voz
através do ATM ou do CSS
Os seguintes níveis de confiabilidade são apoiados no S8700 Media Server, ao enviar o portador da voz
através do CSS ou do ATM:
• Confiabilidade redobrada
• Confiabilidade alta
• Confiabilidade crítica
Confiabilidade redobrada ao enviar o portador da voz através do CSS ou do ATM
A opção de confiabilidade redobrada é a opção mais básica. Uma configuração de confiabilidade
redobrada consiste no seguinte:
• Dois S8700 Media Servers
• Uma central Ethernet
• Uma unidade UPS para cada S8700 Media Server. O uso de duas unidades UPS garante que a
falha de uma UPS ou uma operação de manutenção não desativem o sistema
• Uma IPSI em cada rede de portas conectada a uma IPSI
O tráfego do portador de voz e dados entre as redes de portas é transportado em uma rede simples que é
constituída de uma Interface de expansão (EI) em cada rede de portas. A Avaya oferece diferentes tipos
de placas EI, uma para o CSS e outra para o ATM. A fiação das EIs é de fibra de guia de luz, indo até o
Estágio central de comutação (CSS) ou até um switch de Modo de transferência assíncrona (ATM).
Consulte a Figura 27, Configuração de confiabilidade redobrada ao enviar o portador da voz através do
CSS ou do ATM, na página 85, para ver um exemplo de uma configuração de confiabilidade redobrada
para envio do portador da voz através do CSS ou do ATM.
84
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Servidores de mídia
Avaya S8700 Media Server com um Avaya G650 Media Gateway
Figura 27: Configuração de confiabilidade redobrada ao enviar o portador da voz através
do CSS ou do ATM
1
2
3
3
4
6
5
1
4
6
2
7
8
12
24
2
9
9
IPSI
IPSI
IPSI
11
11
11
100bT
BBI
100bT
BBI
100bT
BBI
LINK
LINK
LINK
LINK
LINK
LINK
TRMT
TRMT
TRMT
TRMT
TRMT
TRMT
RCV
RCV
RCV
RCV
RCV
RCV
10 PN 1
10 PN 2
12
cydsmar2 LAO 022503
1
1
13
CONSOLE
1
10 PN
12
12
Notas da figura
Número
Descrição da conexão
1
O PC de administração pode ser utilizado para acesso ao S8700 Media Server através da
LAN da empresa.
2
LAN da empresa.
3
Interface da LAN da empresa: o padrão é Ethernet 4 – O enlace de Ethernet a partir do
S8700 Media Server até a LAN. Utilizado para a administração, podendo ser utilizado
para alarme através dos desvios do Protocolo simples de mensagens de rede (SNMP).
A conexão Ethernet com a LAN da empresa nesta figura aparece como uma rede não
dedicada. Os endereços IP dos vários componentes do S8700 Media Server devem ser
administrados com cuidado para evitar conflitos com outros equipamentos que
compartilhem a LAN.
4
O par de S8700 Media Servers, um no modo ativo e outro no modo de reserva.
5
Enlaces de duplicação: enlace Ethernet, padrão Ethernet 2 e enlace de fibra.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
85
Servidores de mídia
Avaya S8700 Media Server com um Avaya G650 Media Gateway
Notas da figura
Número
Descrição da conexão
6
Interface de serviços: padrão Ethernet 1 – A conexão Ethernet dedicada do servidor a
partir do S8700 Media Server até um laptop. Este enlace só está ativo durante a
administração ou durante a manutenção no local.
7
Interface A de controle de rede: padrão Ethernet 0 – A conexão Ethernet do servidor
com uma ou duas centrais Ethernet. Essa LAN privada transporta os sinais de controle
para as PNs.
8
Central Ethernet – pelo menos uma central Ethernet é necessária para apoiar a rede de
controle do S8700 Media Server. Se muitas PNs estiverem presentes, duas centrais
Ethernet podem estar ligadas em cascata para proporcionar conexões Ethernet
suficientes para as placas IPSI nas PNs.
9
UPS – Mantém os S8700 Media Servers e as centrais Ethernet funcionando durante
rápidos cortes de energia.
10
PN – proporciona as funções de telecomunicações do S8700 Media Server.
11
IPSI – a placa IPSI transporta os sinais de controle de rede para as PNs e proporciona as
funções de tone/clock.
12
Conectividade do portador.
Confiabilidade alta ao enviar o portador da voz através do CSS ou do ATM
A opção de configuração de confiabilidade alta aproveita a opção de confiabilidade redobrada.
A confiabilidade alta duplica componentes, de modo que não exista qualquer ponto de falha na rede de
controle. A configuração de confiabilidade alta consiste no seguinte:
•
•
•
•
Dois S8700 Media Servers
Duas placas IPSI em cada rede de portas conectada a uma IPSI
Duas centrais Ethernet
Duas unidades UPS
O tráfego do portador de voz e dados entre as redes de portas é transportado em uma rede simples que é
constituída de uma Interface de expansão (EI) em cada rede de portas. A Avaya oferece diferentes tipos
de placas EI, uma para o CSS e outra para o ATM. A fiação das EIs é de fibra de guia de luz, indo até o
Estágio central de comutação (CSS) ou até um switch de Modo de transferência assíncrona (ATM).
Consulte a Figura 28, Configuração de confiabilidade alta ao enviar o portador da voz através do CSS ou
do ATM, na página 87, para ver um exemplo de uma configuração de confiabilidade alta para envio do
portador da voz através do CSS ou do ATM.
86
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Servidores de mídia
Avaya S8700 Media Server com um Avaya G650 Media Gateway
Figura 28: Configuração de confiabilidade alta ao enviar o portador da voz através do
CSS ou do ATM
1
2
3
3
4
6
4
5
1
8
7
9
1
12
13
24
9
CONSOLE
1
6
2
2
1
12
13
24
CONSOLE
10
10
1
2
IPSI
12
IPSI
12
100bT
BBI
100bT
BBI
100bT
BBI
LINK
LINK
LINK
LINK
LINK
LINK
TRMT
TRMT
TRMT
TRMT
TRMT
TRMT
RCV
RCV
RCV
RCV
RCV
RCV
11 PN 1
11 PN 2
13
cydsmar1 LAO 022503
IPSI
12
11 PN
13
13
Notas da figura
Número
Descrição da conexão
1
PC de administração – Usado para acessar o S8700 Media Server através da LAN da
empresa.
2
LAN da empresa.
3
Interface da LAN da empresa: o padrão é Ethernet 4 – O enlace de Ethernet a partir do
S8700 Media Server até a LAN. Utilizado para a administração, podendo ser utilizado
para alarme através dos desvios do Protocolo simples de mensagens de rede (SNMP).
4
S8700 Media Server – Existem sempre dois. Um no modo ativo e outro no modo de
reserva.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
87
Servidores de mídia
Avaya S8700 Media Server com um Avaya G650 Media Gateway
Notas da figura
Número
Descrição da conexão
5
Enlaces de duplicação: enlace Ethernet, padrão Ethernet 2 e enlace de fibra.
6
Interface de serviços: padrão Ethernet 1 – A conexão Ethernet dedicada do servidor a
partir do S8700 Media Server até um laptop de serviços. Este enlace só está ativo
durante a administração ou durante a manutenção no local.
7
Interface A de controle de rede: padrão Ethernet 0 – A conexão Ethernet do servidor
com uma ou duas centrais Ethernet. Essa LAN privada transporta os sinais de controle
para as PNs, quando for possível. A rede de controle A é considerada como rede de
controle principal porque ela se conecta à placa IPSI primária de uma PN.
8
Interface B de controle de rede: padrão Ethernet 3 – A conexão Ethernet do S8700
Media Server para um conjunto duplicado de centrais Ethernet.
Esta LAN privada transporta os sinais de controle para as PNs quando a rede de controle
principal não está disponível.
A rede de controle B se conecta à placa IPSI secundária de uma PN. Quando o problema
é resolvido, o controle principal é devolvido à rede de controle A.
9
Central Ethernet – Pelo menos uma é necessária para apoiar cada rede de controle.
10
UPS – Mantém os S8700 Media Servers e as centrais Ethernet funcionando durante
rápidos cortes de energia. Geralmente, a UPS um energiza o servidor um e a central
Ethernet associada a ele. A UPS dois energiza o servidor dois e a central Ethernet
associada a ele.
11
PN – Proporciona as funções de telecomunicações do S8700 Media Server.
Para confiabilidade alta, cada PN conectada a uma IPSI contém um par de placas IPSI.
Esse par consiste em uma placa de circuito principal e uma placa de circuito secundário
duplicada, como backup.
Para a confiabilidade crítica, a rede do portador, entre as redes de portas, é também
duplicada. Duas placas EI ou duas placas de ATM estão presentes em cada PN, ao invés
de apenas uma.
12
IPSI – a placa IPSI é duplicada em cada PN conectada a uma IPSI nas configurações de
confiabilidade alta ou crítica.
A IPSI secundária está conectada à rede de controle B. A IPSI secundária assume, caso
haja problemas com a rede de controle principal. O S8700 Media Server testa
regularmente a IPSI duplicada para assegurar-se de que ela está pronta para funcionar.
13
88
Conectividade do portador.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Servidores de mídia
Avaya S8700 Media Server com um Avaya G650 Media Gateway
Confiabilidade crítica ao enviar o portador da voz através do CSS ou do ATM
A opção da configuração de confiabilidade crítica é semelhante à opção da configuração de confiabilidade
alta. Além disso, a configuração de confiabilidade crítica duplica os canais portadores de rede entre as
PNs. De modo semelhante à configuração da confiabilidade alta, a de confiabilidade crítica consiste nos
seguintes itens:
•
•
•
•
Dois S8700 Media Servers
Duas placas IPSI em cada rede de portas conectada a uma IPSI
Duas centrais Ethernet
Duas unidades UPS
O tráfego do portador de voz e dados entre as redes de portas é transportado em uma rede duplicada, que
é constituída de duas Interfaces de expansão (EI) em cada rede de portas. A fiação das EIs é de fibra de
guia de luz, indo até um Estágio central de comutação (CSS) duplicado ou até um switch de Modo de
transferência assíncrona (ATM) duplicado.
Conectividade
A conectividade com o S8700 Media Server dependerá do método através do qual estiver sendo
transmitido o portador da voz.
Conectividade ao enviar o portador da voz
através do CSS ou do ATM
Redes de portas
Uma nova configuração consistirá nos G650 Media Gateways em todas as redes de portas. O MCC1
Media Gateway ou o SCC1 Media Gateway será utilizado na transferência de configurações e nas
configurações que estiverem em crescimento. Para as transferências do Servidor DEFINITY® para o
processador S8700, o gabinete MCC1 que era a Rede de portas do processador (PPN) será convertido em
uma PN, substituindo os compartimentos de controle por compartimentos de portas.
A IPSI estende o controle de Ethernet conectando o processador do S8700 Media Server às PNs. A IPSI
substitui a placa do gerador tone/clock TN2182B de cada uma das PNs que são conectadas por uma IPSI.
Nem todas as PNs requerem a placa de IPSI. Uma PN conectada a uma IPSI pode controlar até quatro
outras PNs.
Rede CSS
O CSS é um centro de conexões que proporciona comunicação com a PN. É possível utilizar um CSS
quando houver necessidade de mais de três redes de portas. O CSS é com freqüência incorporado em
configurações menores para permitir seu crescimento. O CCS consiste em um a três Nós de comutação
(SN). Os SNs são compostos de um ou dois compartimentos de nós de comutação, dependendo de a
solução estar sendo duplicada para confiabilidade crítica. A expansão da PN depende do tráfego interno
de SN para SN, de acordo com as seguintes diretrizes:
• Uma SN expande-se de uma até 15 PNs.
• Duas SNs expandem-se até 29 PNs.
• Três SNs expandem-se até 44 PNs.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
89
Servidores de mídia
Avaya S8700 Media Server com um Avaya G650 Media Gateway
Rede ATM
O switch de Modo de transferência assíncrona (ATM) é uma opção de substituição para o CSS ou para
o switch de conexão direta. Vários tipos de switch ATM da Avaya fornecem conectividade de rede de
portas. Os switches ATM que não são da Avaya, mas que estão de acordo com os padrões de ATM
estabelecidos pela União Européia, também fornecem conectividade de rede de portas.
Quando o portador da voz for transmitido através do ATM, a conectividade de rede de portas ATM
(ATM-PNC) possibilitará a qualquer switch ATM ou rede ATM compatível com padrões e capacidades
específicos atuar como meio de conexão com a PN. Nesse tipo de configuração, o switch ATM ou a rede
substituem o CSS. ATM-PNC é usada para conectar redes de portas dentro de uma única central.
O processador sobressalente (WAN) não é apoiado.
Conectividade ao enviar o portador da voz
através do IP
O envio do portador da voz através do IP utiliza a conectividade IP entre PNs. É possível utilizar uma
infra-estrutura já existente de IP compatível com VoIP. Esta solução faz o cliente economizar os custos da
construção de uma rede de telefonia separada.
Capacidade de recuperação do S8700
Além da confiabilidade alta dos S8700 Media Servers duplicados, é possível utilizar o S8300 Media
Server na configuração de Processador de sobrevivência local (LSP) e uma Rede de portas de expansão
remota com recurso de sobrevivência (SREPN) para proporcionar sobrevivência. Uma opção de
capacidade de recuperação adicional é incorporada ao software Communication Manager que reside no
S8700 Media Server.
S8300 Media Server em um modo LSP
O LSP está localizado no G700 Media Gateway e proporciona sobrevivência quando o S8700 Media
Server não está acessível. Cada S8700 Media Server pode ter até 50 LSPs. O LSP tem uma cópia dos
dados dos clientes do S8700 Media Server. Os dados são atualizados regularmente a partir do S8700
Media Server usando um enlace virtual através de uma rede IP. Em geral, todos os LSPs estão no modo
livre, onde o LSP não está processando chamadas. Quando o Processador do gateway de mídia (MGP) ou
os pontos de terminação IP percebem que não é possível alcançar o servidor de mídia da Avaya, o MGP
ou os pontos de terminação IP tentarão registrar-se no LSP. O LSP não assume ativamente quando o
controlador primário está inalcançável; ele espera que os MGPs e os pontos de terminação IP se registrem
nele. A comutação de volta do LSP para o servidor de mídia da Avaya primário é uma operação manual
que requer o comando de reinicialização 3 no LSP.
Faltas de energia
Na maioria dos casos, uma solução Avaya pode recuperar-se de uma falta de energia ou de outra falha
instantaneamente, independentemente da fonte da falha. Cada PN inclui um conjunto de barramentos
segmentados paralelos. Se um dos segmentos emparelhados falhar, o outro segmento de barramento
continua a lidar com as comunicações. As unidades UPS fornecem energia ao complexo de controle.
90
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Servidores de mídia
Avaya S8700 Media Server com um Avaya G650 Media Gateway
EPN remota com recurso de sobrevivência
(portador da voz transmitido apenas através
do CSS)
A Rede de portas de expansão remota com recurso de sobrevivência (SREPN) permite que uma PN
MCC1 ou PN SCC1 proporcione serviços ao cliente quando os enlaces de conectividade falharem.
Quando os enlaces para a PN forem restaurados e estiverem estáveis, o comutador lógico na SREPN será
reajustado manualmente e a PN será reconectada aos enlaces a partir da central. O comutador lógico pode
ser reinicializado localmente na SREPN ou reinicializado remotamente por intermédio de uma conexão
de discagem com a SREPN.
A SREPN deve ser administrada separadamente, e não como uma PN duplicada, para ser capaz de
recuperar-se após uma falha. Ela não funciona como uma SREPN sem a administração de ramais, troncos
e facilidades para oferecer suporte à sua operação. A SREPN não é compatível com a Conectividade de
rede de portas ATM (ATM-PNC).
Uma SREPN não pode ser uma PN conectada a uma IPSI.
Capacidades de alto nível
O S8700 Media Server proporciona uma solução de grande escala com um elevado número de pontos de
terminação. Especificamente, apóia as capacidades de alto nível apresentadas a seguir.
A tabela apresentada a seguir fornece informações detalhadas sobre as capacidades do S8700 Media
Server.
Tabela 3: Capacidades de alto nível
Capacidade
Descrição
Conjunto de facilidades de processamento
de chamadas
Communication Manager
Opções de duplicação disponíveis
Portador da voz transmitido através do IP: redobrada e
alta
Portador da voz através do CSS ou do ATM: redobrada,
alta e crítica
Conectividade da rede de portas
Portador da voz transmitido através do IP: IP
Portador da voz através do CSS ou do ATM: Estágio
central de comutação (CSS) ou ATM, ou direta
Gateways de mídia apoiados
Portador da voz transmitido através do IP: G350, G650,
G600, CMC1 e G700
Portador da voz através do CSS ou da ATM: G350,
G650, SCC1, MCC1 e G700
Número máximo de Redes de portas (PN)
Portador da voz transmitido através do IP: 64
Portador da voz através do CSS ou do ATM:
• 44 – Estágio central de comutação (CSS)
ou
• 64 – ATM-PNC
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
91
Servidores de mídia
Avaya S8700 Media Server com um Avaya G650 Media Gateway
Tabela 3: Capacidades de alto nível
Capacidade
Descrição
Opções de sobrevivência
Portador da voz transmitido através do IP: LSP
Portador da voz através do CSS ou do ATM: SRP e LSP
Opções do LSP
S8300 Media Server na configuração Processador de
sobrevivência local (LSP) (máximo de 50)
Redes de portas por IPSI
Até cinco
Observação: as configurações de confiabilidade alta ou
crítica requerem duas IPSIs por PN conectada a IPSI.
Chamadas de modems
Apoiadas
Conexões de banda larga
Apoiadas
Para obter informações mais detalhadas sobre a capacidade do sistema, consulte Avaya MultiVantage
Solutions System Capacities Table (555-233-605). Avaya MultiVantage Solutions System Capacities
Table pode ser encontrada no site http://support.avaya.com na Web.
Capacidade de BHCC do S8700 Media Server
As informações a seguir se referem às capacidades de Chamadas completadas no horário de maior
movimento (BHCC) relativas ao S8700 Media Server. Os valores são baseados nos dados atualmente
disponíveis e podem mudar, na medida em que forem disponibilizados dados mais precisos.
S8700 Media Server com combinação leve de chamadas dos MCC1/SCC1/G600 Media
Gateways – 100% analógico entre ramais
•
•
•
•
300.000 BHCC
250 Media Gateways
36.000 ramais analógicos
8.000 troncos
S8700 Media Server com combinação geral de chamadas dos MCC1/SCC1/G600 Media
Gateways – analógico, ramais DCP e troncos PRI
•
•
•
•
220.000 BHCC
250 Media Gateways
36.000 ramais analógicos e DCP
8.000 troncos
S8700 Media Server com MCC1/SCC1/G600 Media Gateways – pontos de terminação IP e
troncos PRI
•
•
•
•
92
100.000 BHCC
250 Media Gateways
12.000 pontos de terminação IP
450 pontos de terminação IP por placa CLAN
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Servidores de mídia
Avaya S8700 Media Server com um Avaya G650 Media Gateway
S8700 Media Server com MCC1/SCC1/G600 Media Gateways e central de contatos –
analógico, ramais DCP e troncos PRI
• Uso baixo da central de contatos – 75.000 BHCC (baixo = vetores simples; utilização mínima dos
níveis de especialidade – roteamento baseado em especialidades está listado sob “Elevado”).
• Uso típico da central de contatos – 40.000 BHCC.
• Uso elevado da central de contatos – 25.000 BHCC (elevado = chamadas pré-direcionadas, BSR
com vários níveis de especialidade, vetores altamente interligados, velocidade de atendimento
demorada e diversos avisos).
S8700 Media Server com MCC1/SCC1/G600 Media Gateways e central de contatos –
pontos de terminação IP e troncos PRI
• Uso baixo da central de contatos – 65.000 BHCC (baixo = vetores simples; utilização mínima dos
níveis de especialidade – roteamento baseado em especialidades está listado sob “Elevado”).
• Uso típico da central de contatos – 35.000 BHCC.
• Uso elevado da central de contatos – 25.000 BHCC (elevado = chamadas pré-direcionadas, BSR
com vários níveis de especialidade, vetores altamente interligados, velocidade de atendimento
demorada e diversos avisos).
S8700 Media Server com G700 Media Gateway (pontos de terminação IP) e
MCC1/SCC1/G600 Media Gateways – (ramais DCP) combinação geral de chamadas
• 90% do processamento pelo MCC1/SCC1/G600 Media Gateway e 10% pelo G700 –
202.000 BHCC (198.000 BHCC pelo MCC1/SCC1/G600 Media Gateway e 4.000 BHCC pelo
G700 Media Gateway).
• 50% do processamento pelo MCC1/SCC1/G600 Media Gateway e 50% pelo G700 –
130.000 BHCC (110.000 BHCC pelo MCC1/SCC1/G600 Media Gateway e 20.000 BHCC pelo
G700 Media Gateway).
S8700 Media Server com o G700 Media Gateway – pontos de terminação IP e troncos PRI
• 90% do processamento pelo MCC1/SCC1/G600 Media Gateway e 10% pelo G700 –
94.000 BHCC (90.000 BHCC pelo MCC1/SCC1/G600 Media Gateway e 4.000 BHCC pelo
G700 Media Gateway).
• 50% do processamento pelo MCC1/SCC1/G600 Media Gateway e 50% pelo G700 –
70.000 BHCC (50.000 BHCC pelo MCC1/SCC1/G600 Media Gateway e 20.000 BHCC pelo
G700 Media Gateway).
S8700 Media Server com o G700 Media Gateway e MCC1/SCC1/G600 Media Gateways –
central de contatos – baixo uso
• 90% do processamento pelo MCC1/SCC1/G600 Media Gateway e 10% pelo G700 –
71.000 BHCC (68.000 BHCC pelo MCC1/SCC1/G600 Media Gateway e 3.000 BHCC pelo
G700 Media Gateway).
• 50% do processamento pelo MCC1/SCC1/G600 Media Gateway e 50% pelo G700 –
50.000 BHCC (37.000 BHCC pelo MCC1/SCC1/G600 Media Gateway e 13.000 BHCC pelo
G700 Media Gateway).
NOTA:
Qualquer configuração que inclua aplicações das IP Solutions, como Road Warrior,
Telecommuter ou troncos H.322, afeta a capacidade de BHCC e do processador. Se um
cliente usar essas aplicações em uma solução de alto tráfego, recomenda-se que a equipe
da Avaya Technology and Consulting (ATAC) seja consultada na análise do efeito em
potencial sobre o tráfego.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
93
Servidores de mídia
Avaya S8700 Media Server com um Avaya G650 Media Gateway
As informações da lista anterior representam o número máximo de chamadas que o S8700 Media Server
poderia executar, supondo que ele estivesse sem restrições por outros fatores, como:
• Limitações do barramento TDM
• Duração da chamada
• Pequeno número de telefones
Estamos supondo uma ocupação do processador de 0,90, na qual vários critérios de atraso, como o acesso
direto, foram preservados, estando apenas no limiar no qual a chamada deixaria de ser processada.
Gerenciamento do sistema
Avaya Integrated Management Suite
O Avaya Integrated Management Suite oferece um amplo conjunto de soluções de gerenciamento de
sistema e de rede baseadas na Web para apoio às soluções convergentes de voz da Avaya. O Integrated
Management combina as aplicações isoladas em cinco ofertas:
•
•
•
•
•
Standard Management
Standard Management Solutions Plus
MultiService Network Management
Enhanced Converged Management
Advanced Converged Management
Para obter informações mais detalhadas sobre o Avaya Integrated Management Suite, consulte:
• http://www.avaya.com >Products and Services > Products A-Z
Interface de Web do S8700 Media Server
O S8700 Media Server utiliza uma interface de Web do servidor de mídia para realizar uma ampla gama
de funções. Esta ferramenta baseada em um navegador utiliza uma Interface gráfica de usuário (GUI)
para realizar tarefas de administração do servidor, como:
• Backups e restauração dos dados de clientes.
• Acesso fácil para visualizar os alarmes atuais.
• A capacidade de realizar manutenção no servidor, incluindo estado de ocupado, liberação do
estado de ocupado, shutdown e estado do S8700 Media Server.
• Comandos de segurança que ativarão e desativarão o modem, iniciarão e pararão o servidor de
FTP e visualizarão a licença.
• Acesso ao SNMP para configurar os destinos de desvios, parar o agente principal ou iniciá-lo.
• Informações sobre a configuração e acesso à atualização do S8700 Media Server.
A interface da Web contém um amplo sistema de ajuda que descreve todas as telas e campos da Web.
94
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Servidores de mídia
Avaya S8700 Media Server com um Avaya G650 Media Gateway
Adjuntos
Esta é uma lista parcial dos adjuntos fornecidos pela Avaya:
• Mensagens e respostas por voz, como o INTUITY AUDIX.
• Ferramentas da central de atendimento, como o Avaya Call Management System, o NICE
Analyzer, o Avaya Call Recording, o Avaya Visual Vectors e o Avaya Basic Call Management
System Reporting Desktop.
•
•
•
•
•
•
•
A impressora do sistema é apoiada através do uso de um servidor de terminal.
A impressora de boletins informativos é apoiada através do uso de um servidor de terminal.
O sistema de tarifação é apoiado através do uso de um servidor de terminal.
O Registro de bilhetagem (CDR) é apoiado através do uso de um servidor de terminal.
O ASA é apoiado através do uso de um servidor de terminal.
DEFINITY Network Management (DNM).
DEFINITY Translator ATM Manager (DTA).
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
95
Servidores de mídia
DEFINITY Server SI
DEFINITY Server SI
Visão geral
O Avaya™ Communication Manager em um DEFINITY® Server SI oferece um sistema operacional de
alto nível, interfaces abertas e processamento distribuído. O DEFINITY Server SI proporciona
comunicações de voz comutadas por circuitos e telefonia por Protocolo de Internet (IP), incluindo
integração de rede de dados e voz, mensagens unificadas, além de colaboração e conferências de
multimídia. Como o DEFINITY Server SI faz parte da família Avaya Enterprise Class IP Solutions, ele
foi projetado para funcionar com outros produtos Avaya para criar uma solução IP completa.
Todo o hardware principal está contido em um Gabinete de múltiplos compartimentos (MCC1) que
abriga até cinco compartimentos ou Gabinetes de compartimento único empilháveis (SCC1). A solução
ativa conexões de alta velocidade entre troncos analógicos e digitais, linhas de dados conectadas a
computadores host, terminais de entrada de dados, computadores pessoais e endereçamentos de rede IP.
Consulte a figura apresentada a seguir para ver um exemplo de uma solução DEFINITY Server SI.
Figura 29: DEFINITY Server SI com Communication Manager
96
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Servidores de mídia
DEFINITY Server SI
Descrição detalhada
O DEFINITY Server SI com o Avaya Communication Manager proporciona uma plataforma de
arquitetura comum a todos os tamanhos de linhas de produtos. A Rede de portas do processador (PPN) é
o controlador principal do sistema. A Rede de portas de expansão (EPN) contém portas de linha e portas
de troncos. O hardware universal de portas permite que as placas dos ramais, as placas dos troncos e as
placas de serviço sejam instaladas em qualquer slot disponível.
O DEFINITY Server SI com Communication Manager proporciona:
• Aplicações dimensionáveis para mensagens, conferências, colaboração, centrais de atendimento,
mobilidade e para usuários remotos.
• Controle dos custos operacionais pelo uso das soluções de gerenciamento e de rede.
• Um processo simples para adicionar facilidades. Adicione uma placa e use a Interface gráfica de
usuário (GUI) para administrá-la.
• Estruturas de comutação distribuídas e econômicas para LANs e WANs.
• Ambientes de redes convergentes pelo uso dos protocolos e serviços IP e do Modo de
transferência assíncrona (ATM).
• Infra-estruturas de comutação e transmissão com Multiplexação por divisão de tempo (TDM)
para LANs e WANs. A TDM apóia pontos de terminação analógicos, digitais e IP para troncos e
ramais, além de uma interface com uma LAN ou WAN.
Informações sobre a configuração
A seguir são apresentados os principais componentes do sistema:
• Avaya Communication Manager. Para obter informações sobre o Avaya Communication
Manager, consulte Descrição geral do Avaya Communication Manager, 555-233-767PTB.
• Uma Rede de portas do processador (PPN) com um Elemento de processamento da comutação
(SPE) e uma Rede de portas (PN).
•
•
•
•
A unidade de energia 631DA e a unidade de energia 631DB para energia CA.
A unidade de energia 649A para energia CC
O compartimento de controle
O DEFINITY Server SI pode utilizar os seguintes Media Gateways:
— SCC1, incluindo fontes de energia para energia CA ou CC
SCC1 Media Gateway na página 152
— MCC1, incluindo fontes de energia para energia CA ou CC
MCC1 Media Gateway na página 160
• Placas
— O processador TN2404
— A placa de controle de rede e interface de pacotes (NetPkt) TN2401
— Placas tone/clock TN768, TN780 ou TN2182
Cada um dos principais componentes está descrito na seção apresentada a seguir.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
97
Servidores de mídia
DEFINITY Server SI
Rede de portas do processador e Elemento de processamento da comutação
A PPN é uma configuração do DEFINITY Server SI dos compartimentos que contém o seguinte SPE do
complexo de controle do sistema e interfaces de porta. O complexo de controle consiste em três placas:
• O processador RISC TN2404
• O controlador de rede TN2401
• As placas tone/clock TN2182, TN780 ou TN768.
Todas as placas de controle residem no compartimento de controle dentro da PPN. Podem ser necessárias
outras placas opcionais, como a placa de C-LAN TN799DP, que proporciona conectividade de TCP/IP, e
a Interface do processador TN765, para conectividade BX.25. Para os sistemas de confiabilidade alta e
crítica, é usada a placa de interface de duplicação TN792.
Quando um telefone fica fora do gancho ou assinala a iniciação de uma chamada, o SPE recebe um sinal
da porta conectada ao dispositivo. Os dígitos do número chamado serão coletados e a central será
configurada para fazer uma conexão entre o dispositivo chamador e os dispositivos recebedores.
A figura a seguir mostra um sistema de conexão direta com um SPE na PPN. Os barramentos direcionam
as chamadas de voz e de dados entre os troncos externos e as linhas externas.
98
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Servidores de mídia
DEFINITY Server SI
Figura 30: Componentes de uma configuração do Servidor DEFINITY SI
Controle de rede/
Interface de pacotes
Rede de Portas
A Rede de portas (PN) consiste dos seguintes componentes:
• Barramento de multiplexação por divisão de tempo (TDM): O barramento TDM possui 484 time
slots, 23 canais B e um canal D disponível por barramento. Esse barramento passa internamente
por cada PN e termina em cada uma das extremidades. O barramento TDM consiste em dois
barramentos paralelos de 8 bits, os barramentos A e B. O barramento A e o barramento B
transportam sinais de dados e voz digitalizados comutados, além de controlar os sinais para todos
os circuitos de portas e entre os circuitos de portas e o SPE. Os circuitos de portas colocam os
sinais digitalizados de voz e de dados em um barramento TDM. Em geral, os barramentos A e B
encontram-se simultaneamente ativos.
• Barramento de pacotes: O barramento de pacotes passa internamente por cada PN e termina em
cada uma das extremidades. O barramento de pacotes é um barramento paralelo de 18 bits que
transporta enlaces lógicos e mensagens de controle do SPE, através dos circuitos de portas, até os
pontos de terminação como terminais e adjuntos, por exemplo. O barramento de pacotes
transporta enlaces lógicos para o controle dentro e fora da central, entre alguns circuitos de portas
específicas do sistema; por exemplo, canais D, X.25 e terminais de gerenciamento remoto.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
99
Servidores de mídia
DEFINITY Server SI
• Circuitos de portas: Os circuitos de portas formam interfaces analógicas/digitais entre a PN e
troncos e dispositivos externos, fornecendo enlaces entre esses dispositivos e o barramento TDM
e o barramento de pacotes. Os sinais analógicos recebidos são convertidos em sinais digitais
modulados por códigos de pulsos (PCM) e transferidos para o barramento TDM pelos circuitos de
portas. As portas convertem os sinais de saída, nos dispositivos analógicos externos, de PCM em
analógicos. Todas as portas se conectam ao barramento TDM. Somente determinadas portas se
conectam ao barramento de pacotes.
• Circuitos de interface: Os circuitos de interface são tipos de circuitos de portas localizados na
PPN e em cada EPN. Os cabos de fibra ótica que conectam os barramentos TDM e o barramento
de pacotes – a partir do gabinete da PPN – com o barramento TDM e o barramento de pacotes de
cada gabinete EPN terminam nos circuitos de interface.
• Uma placa de Interface de expansão (EI) também termina:
— Cada extremidade de um cabo que conecta a PPN a uma EPN
— Cada extremidade de um cabo que conecta a EPN a outra EPN
— A extremidade PN de um cabo conectado entre um compartimento de uma PN e um
compartimento de SN.
• Em um cabo que conecta um compartimento de SN a uma PN, a extremidade do compartimento
de SN termina em uma placa de Interface de nó de comutação (SNI).
• Os circuitos de serviço são conectados a um terminal externo para monitorar, além de manter e
realizar o diagnóstico do sistema. Os circuitos de serviço também detectam e produzem tons,
classificação de chamadas, anúncios gravados e síntese de fala.
Compartimentos
Os compartimentos alojam placas e as conectam à fonte de energia, ao barramento TDM e ao barramento
de pacotes. Há cinco tipos de compartimentos:
•
•
•
•
•
Compartimento de controle (apenas no gabinete PPN)
Compartimento opcional de controle duplicado (apenas no gabinete PPN)
Compartimento opcional de portas (nos gabinetes PPN e/ou EPN)
Compartimento opcional de controle de expansão (apenas nos gabinetes EPN)
Compartimento opcional do nó de comutação (nos gabinetes PPN e/ou EPN)
Gabinetes
Os gabinetes do sistema contêm os compartimentos e todos os demais componentes, inclusive a fonte de
energia. Um gabinete contém pelo menos um compartimento em uma prateleira cercada composta de
slots verticais para abrigar placas. As placas se encaixam no interior dos conectores que são afixados na
parte de trás dos slots. Há dois tipos de gabinetes:
• Gabinete de compartimento único (SCC1)
• Gabinete de múltiplos compartimentos (MCC1)
100
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Servidores de mídia
DEFINITY Server SI
Gabinetes de compartimento único
Podem ser empilhados até três Gabinetes de compartimento único (SCC1) para formar uma única PN.
Consulte a figura apresentada a seguir.
Há quatro configurações de Gabinetes de compartimento único:
• Um gabinete de controle básico que contém uma placa TN2404 do processador, tone/clock e um
conversor de energia
• Um gabinete de controle de expansão que contém placas de portas adicionais, interfaces para a
PPN, uma interface de manutenção e um conversor de energia
• Um gabinete de controle duplicado que contém o mesmo equipamento que o gabinete de controle
básico
• Um gabinete de portas que contém placas de portas e um conversor de energia
Figura 31: Gabinete de compartimento único (SCC1) típico
Conversor
de energia
Aberturas para
circulação de ar
Placas
de circuito
scdf001 KLC 060597
Gabinetes de múltiplos compartimentos
Um Gabinete de múltiplos compartimentos (MCC1) é um gabinete de 178 cm que possui até cinco
compartimentos. Veja um exemplo de um MCC1 na figura apresentada a seguir. Os três tipos de Gabinete
de múltiplos compartimentos são:
• Um gabinete PPN que contém as portas, SPE, uma interface para um gabinete EPN e/ou um CSS.
• Um gabinete EPN que contém portas adicionais, interfaces para a PPN e outros gabinetes EPN, a
interface de manutenção, interfaces opcionais para outros gabinetes EPN, um nó de comutação
(em um SN de um sistema conectado por CSS) ou um switch ATM.
• Um gabinete auxiliar que contém o equipamento usado para o hardware opcional relacionado ao
sistema, como o equipamento de montagem em prateleira, por exemplo.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
101
Servidores de mídia
DEFINITY Server SI
Figura 32: Gabinete de múltiplos compartimentos (MCC1) típico
Compartimento
da posição “C”
Compartimento
da posição “B”
Compartimento
da posição “A”
Unidade de ventilação
da posição “F”
Compartimento
da posição “D”
Compartimento
da posição “E”
Unidade de dist ribuição
de energi a
lcdfpdu6 LJK 083100
Controle de rede/Interface de pacotes
O controle de rede e a interface de pacotes transmitem mensagens do canal de controle entre a placa do
processador e a rede distribuída de placas de portas no barramento TDM. A placa de circuito Net/Pkt
(TN2401) fornece oito canais de dados assíncronos que processam e direcionam informações diretamente
da placa do processador para o equipamento conectado ao cliente.
Opções
Rede de portas de expansão
Uma Rede de portas de expansão (EPN) contém portas adicionais para aumentar o número de conexões
com troncos e linhas.
Processador de mídia IP
O Processador de Mídia IP proporciona acesso de áudio do protocolo de VoIP à central para ramais locais
e troncos externos. O Processador de Mídia IP proporciona processamento de áudio entre 32 e 64 canais
de voz e apóia conexões em U, como também o processo de shuffling das chamadas entre as conexões
diretas IP. O Processador de Mídia IP também pode executar cancelamento de eco, supressão de silêncio,
serviço de fax e detecção DTMF. O Processador de Mídia IP pode ser atualizado usando a facilidade de
transferência de firmware.
102
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Servidores de mídia
DEFINITY Server SI
Soluções IP do DEFINITY
As soluções IP do DEFINITY reúnem a flexibilidade das redes IP com a funcionalidade de todas as
facilidades do Communication Manager. As soluções IP proporcionam:
• Proteção do investimento e otimização das redes PSTN e IP.
• Aplicações completas de software, facilidades e capacidades de gerenciamento são levados para
dentro do ambiente IP usando o Communication Manager.
• Qualidade aperfeiçoada de serviços.
• Os funcionários que trabalham remotamente têm acesso pleno às facilidades do Communication
Manager a partir de seus computadores pessoais.
As soluções IP oferecem uma facilidade que permite aos usuários especificar as comunicações com
qualidade de voz. Com a facilidade Qualidade do serviço, os usuários podem administrar e transferir por
download o valor Tipo de serviço de Serviços diferenciados para otimizar a qualidade da voz. A facilidade
Qualidade do serviço implementa buffers na placa de processamento de áudio para reduzir a latência e
ajuda alguns roteadores a priorizar o tráfego de áudio.
As soluções IP também introduzem conexões em U e conexões diretas IP-IP, duas facilidades que tornam
as comunicações por voz mais eficientes. As conexões em U roteiam o canal de voz conectando dois
pontos de terminação IP, de modo que a voz passa pela placa do Processador de Mídia IP no formato IP,
daí desviando do barramento DEFINITY TDM. As conexões diretas IP-IP roteiam o canal de voz
conectando dois pontos de terminação IP, enviando a voz diretamente através da LAN ou da WAN entre
os dois pontos de terminação, em vez de transportar uma conexão mista das sinalizações do IP e do
barramento TDM.
A figura apresentada a seguir mostra as conexões de tronco e de linha disponíveis nas Soluções IP.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
103
Servidores de mídia
DEFINITY Server SI
Figura 33: Soluções IP
RTPC
A figura mostra que as soluções IP apóiam a conectividade para troncos IP, IP Softphones e telefones IP.
As soluções IP do DEFINITY são implementadas usando a TN2302AP, que é uma placa do circuito do
Processador de Mídia IP contida na central. A placa do Processador de Mídia IP TN2302AP fornece
conexões de tronco H.323 e processamento de voz H.323 para telefones IP. As facilidades que utilizam a
placa TN2302AP também necessitam da placa de C-LAN TN799.
NOTA:
O tronco IP da Versão 7 e os troncos atuais H.323 TN2302AP não funcionam interagindo.
O H.323 TN2302AP no modo de tronco não pode comunicar-se com um tronco IP da
Versão 7. Entretanto, o tronco H.323 da TN2302AP pode comunicar-se com uma placa
TN802B.
Troncos
As soluções IP do DEFINITY apóiam duas configurações de troncos:
• Tronco IP H.323 (modo Soluções IP)
• Modo Tronco IP
Os troncos IP reduzem as despesas com fax e interurbanos, facilitando comunicações globais,
proporcionam uma rede plenamente funcional com convergência de dados e voz, utilizando os recursos
disponíveis na rede para otimizar os investimentos.
104
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Servidores de mídia
DEFINITY Server SI
Tronco IP H.323 (modo Soluções IP)
A placa do IP Media Processor (TN2302AP) apóia o protocolo H.323 versão 2 e funciona com os pontos
de terminação H.323 versão 2, incluindo ramais, troncos e gateways. Uma placa do IP Media Processor
utiliza a conectividade IP entre dois servidores DEFINITY ou Avaya para ativar o serviço de tronco
H.323 usando a conectividade IP. Os grupos de troncos H.323 podem ser configurados como linhas de
junção específicas do DEFINITY, que apóiam:
• Facilidades de tronco RDSI como DCS+ e QSIG, por exemplo
• Linhas de junção genéricas que permitem a interconexão com centrais compatíveis com H.323 v2
de outros fornecedores
• Tipos de troncos “públicos” de Discagem Direta a Ramal (DDR) que dão acesso à central aos
usuários não registrados.
A TN2302AP requer a placa TN799 para fins de sinalização.
O IP Media Processor TN2302AP é também usado para aplicações VoIP H.323.
Modo Tronco IP
O modo Tronco IP permite a definição de grupos de troncos como linhas de ligação DS1 entre sistemas
DEFINITY através de uma rede de dados do cliente. Cada placa de circuito de interface IP no modo
Tronco IP fornece um pacote básico de doze portas que pode ser expandido para 30 portas.
Cada placa TN802 ou TN802B no modo Tronco IP requer:
• Uma conexão com um modem
• Uma linha de entrada para o acesso remoto da Avaya
• Acesso direto ao servidor NT no disco rígido usando o pcANYWHERE, versão 8 ou posterior.
A placa TN2302AP não requer:
•
•
•
•
Uma conexão com um modem
Uma linha de entrada
Acesso usando o pcANYWHERE
Uma placa TN799B
Conectividade
Gateway da LAN
Com o conjunto opcional de placas do gateway da LAN J58890MA-1List 2 instalado, a central funciona
com aplicações de comunicações com base em computador pessoal/LAN que apóiam a Interface de
Aplicação de Central-Adjunto CallVisor (ASAI).
C-LAN
A Conectividade TCP/IP é fornecida pela Ethernet ou Protocolo Ponto-a-Ponto (PPP) aos adjuntos como
a CMS ou INTUITY™ AUDIX® e para a conectividade DCS. A placa C-LAN (TN799DP) estabelece
uma “ponte” a partir do barramento TDM para o barramento de pacotes em um servidor DEFINITY.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
105
Servidores de mídia
DEFINITY Server SI
Enlaces IP assíncronos usando C-LAN
A facilidade de Enlaces IP assíncronos permite à central transferir a conectividade adjunta assíncrona
existente para uma rede Ethernet usando o protocolo TCP/IP. Os Enlaces IP assíncronos são um
protocolo proprietário simples de camada de sessão que agrega valor para o cliente das seguintes
maneiras:
• Reduz o custo para conectar a central a vários adjuntos
• Permite que uma arquitetura aberta transporte informações e aumente a velocidade com que os
dados são transferidos
• Permite que os clientes gerenciem aplicações a partir de localidades remotas ou no próprio local
• Permite que várias aplicações de gerenciamento do sistema sejam executadas em um único PC,
daí reduzindo as necessidades de hardware
• Oferece os formulários “Serviços de IP” para apoiar uma administração mais flexível
• Garante a entrega de dados através de um protocolo confiável de camada de sessão
• Aproveita o investimento existente do cliente, em hardware serial, pelo uso de Servidores de
terminal de rede
Os Enlaces IP assíncronos apóiam aplicações de clientes da central e aplicações do servidor conforme
descritas nas seções seguintes.
Aplicações de clientes da central
As aplicações de clientes com enlaces assíncronos permitem que você use o TCP/IP para conectar o
equipamento adjunto à central, via placa C-LAN.
Os enlaces assíncronos TCP/IP podem ser usados para conectar os dispositivos de Registro de bilhetagem
(CDR), os Sistemas de gerenciamento de propriedade (PMS) e as impressoras. Podem ser definidos
parâmetros de manutenção para permitir que a central informe os alarmes através de um enlace TCP/IP.
Um dispositivo que não apóie uma conexão TCP/IP direta, mas que apóie uma interface RS232, pode
conectar-se à placa C-LAN através de um servidor de terminal ou roteador.
Aplicações de servidor da central
Os Enlaces IP assíncronos proporcionam um servidor de telnet para interconectar clientes de Ethernet
C-LAN com aplicações de gerenciamento do sistema na central via TCP/IP ou TCP/IP e sinais da RS232.
Os Enlaces IP assíncronos apóiam as seguintes aplicações de servidor:
• Terminal de administração do sistema (SAT)
• Avaya Site Administration (anteriormente conhecido como DEFINITY Site Administration ou
DSA)
• DEFINITY Network Management (DNM)
• Agente Representante
• Enterprise Directory Gateway
As aplicações do servidor enviam dados para a central, e o servidor de telnet apóia uma taxa de
transmissão de dados de 80 Kbps. São apoiadas também as interações com as telas das aplicações atuais e
limites atuais de sessões simultâneas. O servidor de telnet satisfaz todos os modos atuais de emulação de
terminal, como por exemplo: 51x, 4410, 4425, vt220, hp262x e pctt.
106
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Servidores de mídia
DEFINITY Server SI
A segurança de acesso para as aplicações de gerenciamento do sistema na TCP/IP é fornecida através da
facilidade Gateway de segurança de acesso (ASG) existente. Seja através de um nó ou de uma porta
locais ou remotos, os usuários podem especificar o endereço e o número de porta do IP do cliente remoto,
do qual a central pode aceitar solicitações de serviços. ASG deve estar ativado no formulário de opções
do cliente nos parâmetros do sistema. ASG deve também estar ativado durante o login de pelo menos um
cliente. O usuário pode administrar um período de timeout que varia de 5 a 999 minutos, mas atualmente
não há a possibilidade de criptografia de dados pela LAN.
Confiabilidade
A duplicação é uma estratégia para criar sistemas plenamente redundantes que sejam altamente confiáveis.
A duplicação minimiza os pontos de falha única que podem interromper o processamento de chamadas.
Existem três opções disponíveis para confiabilidade do sistema e duplicação:
• Confiabilidade padrão – não duplica os tone/clocks, o compartimento de controle nem qualquer
conectividade entre PNs.
• Confiabilidade alta – duplica o hardware associado ao SPE. O compartimento de controle, por ser
duplicado, duplica também SPEs e tone/clocks. A conectividade entre PNs e os tone/clocks da
EPN não são duplicados. A estratégia é duplicar os itens que estiverem associados ao SPE de
forma que uma única falha não ocasione a perda do SPE.
• Confiabilidade crítica – requer a duplicação completa do SPE, da conectividade entre PNs e de
tone/clocks.
À medida que a duplicação aumenta, diminui o número máximo de compartimentos de portas e placas de
portas por gabinete.
BHCC
A tabela apresentada a seguir mostra as capacidades de Chamadas completadas no horário de maior
movimento do DEFINITY Server SI.
Tipo de chamada
DEFINITY Server SI
Totalmente analógico
20.000
Comercial em geral
20.000
RDSI
20.000
DAC
20.000
ICM
20.000
OCM
20.000
CTI/ASAI
20.000
Sem fio
20.000
Telefones IP, troncos não IP
18.000
Telefones DCP, troncos IP
13.500
Telefones IP, troncos IP
7.500
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
107
Servidores de mídia
DEFINITY Server SI
Adjuntos
Uma lista parcial dos adjuntos fornecidos pela Avaya é apresentada a seguir:
• Mensagens respostas por voz, como o INTUITY AUDIX
• Ferramentas da central de atendimento como o Avaya Call Management System, o NICE
Analyzer, o Avaya Call Recording, o Avaya Visual Vectors e o Avaya Basic Call Management
System Reporting Desktop
•
•
•
•
•
•
•
108
Impressora do sistema
Impressora de boletins informativos
Sistemas de tarifação
Registro de bilhetagem (CDR)
Avaya Site Administration (ASA)
DEFINITY Network Management (DNM)
DEFINITY Translator ATM Manager (DTA)
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Servidores de mídia
DEFINITY Server R
DEFINITY Server R
Visão geral
NOTA:
A placa processadora UN331C do servidor utilizada no DEFINITY Server R não será
vendida após o dia 3 de novembro de 2003 nem poderá ser atualizada para o Avaya
Communication Manager 2.0. Contudo, serão vendidas atualizações para o Avaya
Communication Manager 1.3.x até novembro de 2004. Consulte “Upgrades and Additions
for Avaya DEFINITY Server R”, 555-233-115, para obter informações sobre a atualização
para o Communication Manager 1.3.
O Avaya Communication Manager em um DEFINITY® Server R oferece um sistema operacional de alto
nível, interfaces abertas e processamento distribuído. O DEFINITY Server R proporciona comunicações
de voz comutadas por circuitos e telefonia por Protocolo de Internet (IP), incluindo integração de rede
de dados e voz, mensagens unificadas, além de colaboração e conferências de multimídia. Como o
DEFINITY Server R faz parte da família de Soluções IP de classe empresarial da Avaya, ele foi projetado
para funcionar com outros produtos Avaya para criar uma solução IP completa.
Todo o hardware principal está contido em um gabinete de múltiplos compartimentos (MCC1), que
abriga até cinco compartimentos, ou em gabinetes de compartimento único empilháveis (SCC1).
A solução ativa conexões de alta velocidade entre troncos analógicos e digitais, linhas de dados
conectadas a computadores host, terminais de entrada de dados, computadores pessoais e endereçamentos
de rede IP. Consulte a figura apresentada a seguir para ver um exemplo de uma solução DEFINITY
Server R.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
109
Servidores de mídia
DEFINITY Server R
Figura 34: DEFINITY Server R
Central de
atendimento
multimídia
sem fio DEFINITY
Descrição detalhada
O DEFINITY Server R com o Avaya Communication Manager proporciona uma plataforma de arquitetura
comum a todas as linhas dos produtos DEFINITY que são apoiadas. Ele dá aos grandes clientes com
múltiplas localidades as mesmas interfaces de usuário e de administração para toda a rede da empresa,
incluindo localidades no exterior.
O DEFINITY Server R proporciona:
• Aplicações dimensionáveis para mensagens, conferências, colaboração, centrais de atendimento,
mobilidade e para usuários remotos.
• Controle dos custos operacionais pelo uso das soluções de gerenciamento e de rede.
• Um processo simples para adicionar facilidades. Adicione uma placa e use a Interface gráfica de
usuário (GUI) para administrá-la.
• Estruturas de comutação distribuídas e econômicas para LANs e WANs.
• Ambientes de rede convergentes pelo uso dos protocolos e serviços de IP e do Modo de
transferência assíncrona (ATM).
• Infra-estruturas de comutação e transmissão com Multiplexador por divisão de tempo (TDM)
para LANs e WANs. O TDM apóia pontos de terminação analógicos, digitais e IP para troncos e
ramais, além de uma interface IP com uma LAN ou WAN.
110
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Servidores de mídia
DEFINITY Server R
Informações sobre a configuração
O DEFINITY Server R contém os seguintes componentes principais:
• Avaya Communication Manager: para obter informações sobre o Avaya Communication
Manager, consulte a Descrição geral do Avaya Communication Manager, 555-233-767PTB.
• Rede de portas do processador (PPN) com um Elemento de processamento da comutação (SPE) e
uma Rede de portas (PN).
•
•
•
•
A unidade de energia 631DA e a unidade de energia 631DB para energia CA.
A unidade de energia 649A para energia CC.
O compartimento de controle.
O DEFINITY Server R pode utilizar os seguintes Media Gateways:
— MCC1 Media Gateway – incluindo fontes de energia para energia CA ou CC
MCC1 Media Gateway na página 160
— SCC1 Media Gateway – incluindo fontes de energia para energia CA ou CC
SCC1 Media Gateway na página 152
• Placas de circuito
— O processador UN331C
— Quatro placas de memória TN1650
— Uma SYSAM TN1648
— Uma interface de pacotes TN1655
— Um sistema de memória de massa UN332C e de controle de rede (MSS/NET CONT)
— A unidade ótica TN2211
— A unidade de disco TN1657
— As placas tone/clock TN768, TN780 ou TN2182
Cada um dos principais componentes está descrito na seção apresentada a seguir.
Rede de portas do processador e Elemento de processamento da comutação
A Rede de portas do processador (PPN) é uma configuração de compartimentos do DEFINITY que
contém o complexo de controle SPE das interfaces do sistema e de portas. O complexo de controle
consiste em:
•
•
•
•
•
•
Processador UN331C, quatro placas de memória TN1650
Placa SYSAM TN1648, uma interface de pacotes TN1655
Sistema de memória de massa e placa de controle de rede de sufixo UN332C
Unidade ótica TN2211
Unidade de disco TN1657
Placas tone/clock TN768, TN780 ou TN2182
Outras placas opcionais podem ser necessárias, como a UN330B para interface de duplicação em
sistemas de confiabilidade alta e crítica.
Quando um dispositivo, como por exemplo um telefone, ficar fora do gancho ou indicar a iniciação de
uma chamada, o SPE receberá um sinal da porta conectada ao dispositivo. Os dígitos do número chamado
serão coletados e a central será configurada para fazer uma conexão entre o dispositivo chamador e o
chamado.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
111
Servidores de mídia
DEFINITY Server R
A figura a seguir mostra um sistema de conexão direta com um SPE na PPN. Os barramentos direcionam
as chamadas de voz e de dados entre os troncos externos e as linhas externas.
Figura 35: Componentes de um DEFINITY Server R
Controle de rede/
Interface de pacotes
Rede de portas
A Rede de portas (PN) consiste nos seguintes componentes:
• Barramento do multiplexador por divisão de tempo (TDM): o barramento TDM possui 484 time
slots, 23 canais B e um canal D disponível por barramento. Esse barramento passa internamente
por cada PN e termina em cada uma das extremidades. O barramento TDM consiste em dois
barramentos paralelos de 8 bits, os barramentos A e B. O barramento A e o barramento B
transportam sinais de dados e voz digitalizados comutados, além de controlar os sinais para todos
os circuitos de portas e entre os circuitos de portas e o SPE. Os circuitos de portas colocam os
sinais digitalizados de voz e de dados em um barramento TDM. Em geral, os barramentos A e B
encontram-se simultaneamente ativos.
• Barramento de pacotes: o barramento de pacotes passa internamente por cada PN e termina em
cada uma das extremidades. O barramento de pacotes é um barramento paralelo de 18 bits que
transporta enlaces lógicos e mensagens de controle do SPE, através dos circuitos de portas, até os
pontos de terminação, como terminais e adjuntos, por exemplo. O barramento de pacotes
transporta enlaces lógicos para o controle dentro e fora da central, entre alguns circuitos de portas
específicas do sistema; por exemplo, canais D, X.25 e terminais de gerenciamento remoto.
112
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Servidores de mídia
DEFINITY Server R
• Circuitos de portas: os circuitos de portas formam interfaces analógicas/digitais entre a PN e
troncos e dispositivos externos, fornecendo enlaces entre esses dispositivos, o barramento TDM e
o barramento de pacotes. Os sinais analógicos recebidos são convertidos em sinais digitais de
Modulação por código de pulsos (PCM) e transferidos para o barramento TDM pelos circuitos de
portas. Nos dispositivos analógicos externos, as portas convertem os sinais de saída, de PCM em
analógicos. Todas as portas se conectam ao barramento TDM. Somente determinadas portas se
conectam ao barramento de pacotes.
• Circuitos de interface: os circuitos de interface são tipos de circuitos de portas localizados na PPN
e em cada EPN. Os cabos de fibra ótica que conectam os barramentos TDM e o barramento de
pacotes, do gabinete da PPN com o barramento TDM e o barramento de pacotes de cada gabinete
EPN, terminam nos circuitos de interface.
Compartimentos
Os compartimentos alojam placas e as conectam à fonte de energia, ao barramento TDM e ao barramento
de pacotes. Há cinco tipos de compartimentos:
•
•
•
•
•
Compartimento de controle (apenas no gabinete PPN)
Compartimento opcional de controle duplicado (apenas no gabinete PPN)
Compartimento opcional de portas (nos gabinetes PPN e/ou EPN)
Compartimento opcional de controle de expansão (apenas nos gabinetes EPN)
Compartimento opcional do nó de comutação (nos gabinetes PPN e/ou EPN)
Gabinetes
Os gabinetes do sistema contêm os compartimentos e todos os demais componentes, inclusive a fonte de
energia. Um gabinete contém pelo menos um compartimento em uma prateleira cercada composta de
slots verticais para abrigar placas. As placas se encaixam no interior dos conectores que são afixados na
parte de trás dos slots. Há dois tipos de gabinetes:
• Gabinete de compartimento único (SCC1)
• Gabinete de múltiplos compartimentos (MCC1)
Gabinetes de compartimento único
É possível empilhar até quatro gabinetes de compartimento único (SCC1) para formar uma única PN.
Os gabinetes de compartimento único vêm em uma das seguintes configurações descritas abaixo:
• Um gabinete de controle de expansão que contém placas de portas adicionais, interfaces para a
PPN, uma interface de manutenção e um conversor de energia.
• Um gabinete de portas que contém placas de portas e um conversor de energia.
Veja um exemplo de um SCC1 na figura apresentada a seguir.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
113
Servidores de mídia
DEFINITY Server R
Figura 36: Gabinete de compartimento único (SCC1) típico
Conversor
de energia
Aberturas para
circulação de ar
Placas
de circuito
scdf001 KLC 060597
Gabinetes de múltiplos compartimentos
Os gabinetes de múltiplos compartimentos (MCC1) têm 178 cm e possuem até cinco compartimentos.
Os três tipos de gabinete de múltiplos compartimentos são os seguintes:
• O gabinete PPN contém portas, SPE, uma interface para um gabinete EPN ou um CSS.
• Um gabinete EPN contém portas adicionais, interfaces para a PPN e outros gabinetes EPN, a
interface de manutenção, interfaces opcionais para outros gabinetes EPN, um nó de comutação
(em um SN de um sistema conectado por CSS) ou um switch ATM.
• O gabinete auxiliar contém o equipamento usado para o hardware opcional relacionado ao
sistema, como o equipamento de montagem em rack, por exemplo.
Veja um exemplo de um MCC1 típico na figura apresentada a seguir.
114
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Servidores de mídia
DEFINITY Server R
Figura 37: Gabinete de múltiplos compartimentos (MCC1) típico
Compartimento
da posição “C”
Compartimento
da posição “B”
Compartimento
da posição “A”
Unidade de ventilação
da posição “F”
Compartimento
da posição “D”
Compartimento
da posição “E”
Unidade de dist ribuição
de energi a
lcdfpdu6 LJK 083100
Rede de portas de expansão
Uma Rede de portas de expansão (EPN) opcional contém portas adicionais, que aumentam o número de
conexões com troncos e linhas. Uma EPN pode ser configurada para prestar serviços aos usuários quando
a fibra ou o enlace T1/E1 com o processador principal falharem ou forem danificados, ou quando o
processador ou estágio central falhar. Esse serviço requer que um equipamento especial com processador
remoto de reserva seja colocado na EPN para fornecer as capacidades do processador SPE à EPN.
Aplicações Communication Manager da Avaya
As aplicações Communication Manager da Avaya reúnem a flexibilidade das redes IP com a
funcionalidade de todas as facilidades do Communication Manager. As aplicações Communication
Manager proporcionam:
• Proteção do investimento e otimização das redes RTPC e IP.
• Aplicações completas de software, facilidades e capacidades de gerenciamento são incorporados
ao ambiente IP usando o Communication Manager.
• Qualidade aperfeiçoada de serviços.
• Os funcionários que trabalham remotamente têm acesso pleno às facilidades do Communication
Manager a partir de seus computadores pessoais.
O conjunto de aplicações Communication Manager da Avaya permite aos usuários especificar as
comunicações com qualidade de voz. Ao utilizar a facilidade Qualidade do serviço, os usuários poderão
administrar e transferir por download o valor Tipo de serviço de Serviços diferenciados para otimizar a
qualidade da voz. A facilidade Qualidade do serviço implementa buffers na placa de processamento de
áudio para reduzir a latência e ajuda alguns roteadores a priorizar o tráfego de áudio.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
115
Servidores de mídia
DEFINITY Server R
As aplicações Communication Manager proporcionam conexões em U e conexões diretas IP-IP,
aumentando a eficiência das comunicações por voz. As conexões em U roteiam o canal de voz
conectando dois pontos de terminação IP, de modo que a voz passa pela placa do IP Media Processor no
formato IP, daí desviando do barramento TDM. As conexões diretas IP para IP roteiam o canal de voz
conectando dois pontos de terminação IP, enviando a voz diretamente através da LAN ou da WAN entre
os dois pontos de terminação, em vez de transportar uma conexão mista das sinalizações do IP e do
barramento TDM.
A figura apresentada a seguir mostra as conexões de tronco e de linha disponíveis nas aplicações
Communication Manager da Avaya.
Figura 38: Soluções IP
RTPC
A figura mostra que as soluções IP apóiam a conectividade para troncos IP, IP Softphones e telefones IP.
As soluções IP do DEFINITY são implementadas usando a TN2302AP, que é uma placa de circuito do IP
Media Processor contida na central. A placa do IP Media Processor TN2302AP fornece conexões de
tronco H.323 e processamento de voz H.323 para telefones IP. As facilidades que utilizam a placa
TN2302AP também necessitam da placa de C-LAN TN799.
NOTA:
O tronco IP da Versão 7 e os troncos atuais H.323 TN2302AP não funcionam interagindo.
O H.323 TN2302AP no modo de tronco não pode comunicar-se com um tronco IP da
Versão 7. Contudo, o tronco H.323 TN2302AP pode comunicar-se com uma placa
TN802B.
116
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Servidores de mídia
DEFINITY Server R
Troncos
As soluções IP do DEFINITY apóiam duas configurações de troncos:
• Tronco IP H.323 (modo Soluções IP)
• Modo Tronco IP
Os troncos IP reduzem as despesas com fax e interurbanos, facilitando comunicações globais,
proporcionam uma rede plenamente funcional, com convergência de dados e voz, e utilizam os recursos
disponíveis na rede para otimizar os investimentos.
Tronco IP H.323 (modo Soluções IP)
A placa do IP Media Processor (TN2302AP) apóia o protocolo H.323, versão 2, e funciona com os
pontos de terminação H.323 da versão 2, incluindo ramais, troncos e gateways. Uma placa do IP Media
Processor utiliza a conectividade IP entre dois servidores DEFINITY ou Avaya para ativar o serviço de
tronco H.323 usando a conectividade IP. Os grupos de troncos H.323 podem ser configurados como
linhas de junção específicas do DEFINITY que apóiam:
• Facilidades de tronco RDSI como DCS+ e QSIG, por exemplo.
• Linhas de junção genéricas que permitem a interconexão com centrais compatíveis com H.323 v2
de outros fornecedores.
• Tipos de troncos “públicos” de Discagem Direta a Ramal (DDR) que dão acesso à central aos
usuários não registrados.
A TN2302AP requer a placa TN799 para fins de sinalização.
O IP Media Processor TN2302AP é também usado para aplicações VoIP H.323.
Modo Tronco IP
O modo Tronco IP permite a definição de grupos de troncos como linhas de ligação DS1 entre sistemas
DEFINITY através de uma rede de dados do cliente. Cada placa de circuito de interface IP no modo
Tronco IP fornece um pacote básico de doze portas que pode ser expandido para 30 portas.
Cada placa TN802 ou TN802B no modo Tronco IP requer:
• Uma conexão com um modem
• Uma linha de entrada para o acesso remoto da Avaya
• Acesso direto ao servidor NT no disco rígido usando o pcANYWHERE, versão 8 ou posterior
A placa TN2302AP não requer:
•
•
•
•
Uma conexão com um modem
Uma linha de entrada
Acesso usando o pcANYWHERE
Uma placa TN799B
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
117
Servidores de mídia
DEFINITY Server R
Conectividade
As seções a seguir descrevem a conectividade usando TCP/IP, CSS e ATM.
Conectividade usando TCP/IP
Gateway da LAN Com o conjunto opcional de placas do gateway da LAN J58890MA-1List 2 instalado,
a central funciona com aplicações de comunicações com base em computador pessoal/LAN que apóiam a
Interface de aplicação de central-adjunto CallVisor (ASAI).
C-LAN A Conectividade TCP/IP é fornecida pela Ethernet ou Protocolo ponto a ponto (PPP) aos
adjuntos, como o CMS ou INTUITY™ AUDIX®, e para a conectividade DCS. A placa C-LAN
(TN799DP) estabelece uma “ponte” a partir do barramento TDM para o barramento de pacotes em um
servidor DEFINITY.
A facilidade de Enlaces IP assíncronos permite à central
transferir a conectividade adjunta assíncrona existente para uma rede Ethernet usando o protocolo
TCP/IP. Os enlaces IP assíncronos são um protocolo proprietário simples de camada de sessão que agrega
valor para o cliente das seguintes maneiras:
Enlaces IP assíncronos usando C-LAN
• Reduz o custo para conectar a central a vários adjuntos
• Permite que uma arquitetura aberta transporte informações e aumente a velocidade com que os
dados são transferidos
• Permite que os clientes gerenciem aplicações a partir de localidades remotas ou no próprio local
• Permite que várias aplicações de gerenciamento do sistema sejam executadas em um único PC,
daí reduzindo as necessidades de hardware
• Oferece os formulários “Serviços de IP” para apoiar uma administração mais flexível
• Garante a entrega de dados através de um protocolo confiável de camada de sessão
• Aproveita o investimento existente do cliente, em hardware serial, pelo uso de Servidores de
terminal de rede
Os enlaces IP assíncronos apóiam aplicações de clientes da central e aplicações do servidor, conforme
descritas nas seções seguintes.
Aplicações de clientes da central As aplicações de clientes com enlaces assíncronos permitem
utilizar o TCP/IP para conectar o equipamento adjunto à central, através da placa C-LAN.
Os enlaces assíncronos TCP/IP podem ser usados para conectar os dispositivos de Registro de bilhetagem
(CDR), os Sistemas de gerenciamento de propriedade (PMS) e as impressoras. Podem ser definidos
parâmetros de manutenção para permitir que a central informe os alarmes através de um enlace TCP/IP.
Um dispositivo que não apóie uma conexão TCP/IP direta, mas que apóie uma interface RS232, pode
conectar-se à placa C-LAN através de um servidor de terminal ou roteador.
Aplicações de servidor da central Os enlaces IP assíncronos proporcionam um servidor de telnet para
interconectar clientes de Ethernet C-LAN com aplicações de gerenciamento do sistema na central através
do TCP/IP ou TCP/IP e sinais da RS232. Os enlaces IP assíncronos apóiam as seguintes aplicações de
servidor:
• Terminal de administração do sistema (SAT)
• Avaya Site Administration (anteriormente conhecido como DEFINITY Site Administration ou
DSA)
• DEFINITY Network Management (DNM)
118
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Servidores de mídia
DEFINITY Server R
• Agente representante
• Enterprise Directory Gateway
As aplicações do servidor enviam dados para a central e o servidor de telnet apóia uma taxa de
transmissão de dados de 80 kbps. São apoiadas também as interações com as telas das aplicações atuais e
limites atuais de sessões simultâneas na central. O servidor de telnet satisfaz todos os modos atuais de
emulação de terminal, como por exemplo 51x, 4410, 4425, vt220, hp262x e pctt.
A segurança de acesso para as aplicações de gerenciamento do sistema na TCP/IP é fornecida através da
facilidade Gateway de segurança de acesso (ASG) existente. Seja através de um nó ou de uma porta
locais ou remotos, os usuários podem especificar o endereço e o número de porta do IP do cliente remoto,
do qual a central pode aceitar solicitações de serviços. ASG deve estar ativado no formulário de opções
do cliente nos parâmetros do sistema. ASG deve também estar ativado durante o login de pelo menos um
cliente. O usuário pode administrar um período de temporização que varia de 5 a 999 minutos, mas
atualmente não há a possibilidade de criptografia de dados pela LAN.
Estágio central de comutação
Um Estágio central de comutação (CSS) é opcional para três PNs ou menos no DEFINITY Server R.
O CSS é a interface central entre a PPN e as EPNs. O CSS consiste em um, dois ou três Nós de
comutação (SN). Um SN pode expandir o sistema de uma EPN para até 15 EPNs. Dois SNs podem
expandir o sistema para até 29 EPNs. Três SNs podem expandir o sistema para até 43 EPNs.
NOTA:
O número de EPNs que podem ser conectadas com dois ou três SNs pode ser menor do
que os números dados, dependendo do tráfego interno entre SNs.
A figura a seguir apresenta um sistema com a inclusão do CSS, a fim de direcionar chamadas de voz e de
dados entre troncos e linhas externos.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
119
Servidores de mídia
DEFINITY Server R
Figura 39: Componentes de um sistema conectado por meio de CSS
A figura apresentada a seguir mostra o CSS que liga a PPN às EPNs pelas placas SNI em um
compartimento SN. Um SN atua como um centro de conexões que distribui os cabos, reduzindo,
portanto, o número de cabos entre a PPN e as EPNs.
Um sistema que usa um CSS pode conectar de três a 43 PNs. O CSS pode consistir em até três
compartimentos SN. O CSS também pode consistir em dois, quatro ou seis compartimentos SN
duplicados em um sistema de confiabilidade crítica.
Cada SN contém entre uma e 16 placas SNI. Cada interface usa cabo de fibra ótica para conectar-se a
uma PN ou a um SN. Uma interface sempre se conecta à PPN, enquanto a outra se conecta a cada EPN.
Figura 40: CSS com Nós de comutação (SNs)
(1-16 SNIs)
120
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Servidores de mídia
DEFINITY Server R
Em um sistema de confiabilidade alta com processador duplicado, duas placas de circuitos SNI se
conectam à PPN. Dependendo da configuração escolhida, isto permite que até 15 PNs se conectem a um
SN, até 29 PNs se conectem a dois SNs e até 43 PNs se conectem a três SNs.
Conectando-se com ATM
O switch de Modo de transferência assíncrona (ATM) é uma opção de substituição para
o CSS. Vários tipos de switch ATM da Avaya fornecem conectividade de rede de portas do switch.
Os switches ATM que não são da Avaya, mas que estão de acordo com os padrões de ATM estabelecidos
pela ITU, também fornecem conectividade de rede de portas. Nesta configuração, as placas ATM
multimodo TN2305 ou monomodo TN2306 são instaladas nas redes de portas e conectadas ao switch
ATM, com a fibra de multimodo ou monomodo a ele especificada.
Switch ATM
NOTA:
Os componentes de um sistema conectado por ATM são semelhantes àqueles mostrados
na figura anterior. Porém, em um sistema conectado por ATM, o CSS é substituído por um
switch ou switches ATM e cada entrada/saída de expansão é substituída por uma placa
TN2305 ou TN2306.
A Conectividade da rede de portas ATM (ATM-PNC) proporciona uma alternativa às
configurações CSS para conectar a PPN a uma ou mais EPNs. ATM-PNC substitui o CSS em uma rede
de DEFINITY Server R com uma rede ou switch ATM. A ATM-PNC está disponível com as três opções
de confiabilidade – padrão, alta e crítica. Uma ATM-PNC também oferece duplicação.
ATM-PNC
A ATM-PNC integra o fornecimento de serviços de voz, vídeo e dados por meio de ATM em uma rede
convergida em grande largura de banda, representando assim custos reduzidos de infra-estrutura e a
possibilidade de uma melhor administração da rede. A ATM-PNC usa interfaces abertas baseadas em
padrões que podem ser dotadas de um novo servidor DEFINITY ou sistemas DEFINITY já existentes.
O Serviço de emulação de circuitos ATM (CES) permite que a central emule troncos
RDSI-PRI em uma conexão ATM. Estes troncos virtuais podem servir como troncos de acesso integrado,
tandem ou como linhas de junção. A emulação de troncos ATM-CES consolida os troncos para maximizar
as capacidades da rede de portas. Por exemplo, a interface CES pode definir até dez circuitos virtuais em
conectividade de linha de ligação, para consolidar uma conectividade de rede que normalmente requer
múltiplas placas em um cartão de circuito.
ATM-CES
Processadores sobressalentes WAN ATM Um Processador sobressalente WAN ATM (WSP)
proporciona uma opção de recuperação em caso de desastres para as redes de portas de expansão do
DEFINITY Sever R implementadas em uma WAN ATM. Um WSP ATM atua como uma PPN na
eventualidade de falta catastrófica de energia na rede. Ou seja, o WSP funciona como uma PPN caso a
PPN principal não esteja funcionando ou não se esteja comunicando com uma ou mais das outras EPNs.
O DEFINITY Server R é altamente confiável, mas quando o DEFINITY Server R se sobrepõe em uma
estrutura de rede convergente sua confiabilidade e disponibilidade dependem de toda a infra-estrutura,
e não apenas do hardware e do software da central. Os WSPs ATM podem ser colocados em uma
configuração de rede de portas de um switch ATM para proporcionar uma estrutura de backup de PPNs,
mantendo com isso a disponibilidade das facilidades e as funções da central.
Um WSP monitora continuamente uma conexão com a PPN principal, para determinar se a PPN está
comunicando-se ativamente com as EPNs. Podem ser colocados de 1 a 15 WSPs em uma rede de portas
ATM, e cada um recebe um papel prioritário para evitar conflitos com outras EPNs para controle. Cada
WSP se tornará ativo se o WSP não puder estabelecer comunicações com a PPN principal e com um
WSP de prioridade mais alta. O WSP aguardará um intervalo administrado de 5 a 99 minutos e depois
assumirá o controle em aproximadamente 15 minutos. Embora as chamadas não fiquem preservadas
enquanto a central assume o lugar, o WSP permite que seus clientes voltem a funcionar dentro de um
intervalo de tempo razoável.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
121
Servidores de mídia
DEFINITY Server R
Para retornar à operação normal sob o controle da PPN, é necessária uma seqüência manual de reinício.
Quando o controle volta para a PPN, o WSP retorna ao estado de reserva. As chamadas não ficam
preservadas durante o retorno à operação normal; portanto, você pode desejar programar o retorno à
operação normal para um momento em que ele seja menos nocivo.
NOTA:
Os WSPs ATM não podem ser usados nas centrais de confiabilidade crítica. Eles também
não podem ser usados com um CSS convencional.
Confiabilidade
A duplicação é uma estratégia para criar sistemas plenamente redundantes que sejam altamente
confiáveis. A duplicação minimiza os pontos de falha única que podem interromper o processamento de
chamadas. Existem quatro opções disponíveis para confiabilidade do sistema e duplicação:
• Confiabilidade padrão – não duplica os tone/clocks, o compartimento de controle nem qualquer
conectividade entre PNs.
• Confiabilidade alta – duplica o hardware associado ao SPE. O compartimento de controle, por ser
duplicado, duplica também SPEs e tone/clocks. A conectividade entre PNs e os tone/clocks da
EPN não são duplicados. A estratégia é duplicar os itens que estiverem associados ao SPE de
forma que uma única falha não ocasione a perda do SPE.
• Confiabilidade crítica – requer a duplicação completa do SPE, da conectividade entre PNs e de
tone/clocks.
• Duplicação de rede ATM – requer a duplicação completa da conectividade entre PNs e de
tone/clocks.
À medida que a duplicação aumenta, diminui o número máximo de compartimentos de portas e placas de
portas por gabinete.
122
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Servidores de mídia
DEFINITY Server R
BHCC
A tabela a seguir mostra a capacidade das chamadas completadas no horário de maior movimento
(BHCC):
Tipo de chamada
DEFINITY Server R
Totalmente analógico
135.000
Comercial em geral
100.000
RDSI
40.000
DAC
70.000
ICM
30.000
OCM
44.000
CTI/ASAI
70.000
Sem fio
70.000
Telefones IP, troncos não IP
24.000
Telefones DCP, troncos IP
18.000
Telefones IP, troncos IP
10.000
Adjuntos
Uma lista parcial dos adjuntos fornecidos pela Avaya é apresentada a seguir:
• Mensagens e respostas por voz, como o INTUITY AUDIX
• Ferramentas da central de atendimento como o Avaya Call Management System, o NICE
Analyzer, o Avaya Call Recording, o Avaya Visual Vectors e o Avaya Basic Call Management
System Reporting Desktop
•
•
•
•
•
•
•
Impressora do sistema
Impressora de boletins informativos
Sistemas de tarifação
Registro de bilhetagem (CDR)
Avaya Site Administration (ASA)
DEFINITY Network Management (DNM)
DEFINITY Translator ATM Manager (DTA)
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
123
Servidores de mídia
DEFINITY Server R
124
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Gateways de mídia
Avaya G350 Media Gateway
Gateways de mídia
Avaya G350 Media Gateway
O Avaya G350 Media Gateway é parte do Avaya Enterprise Connect, a solução da Avaya para estender as
capacidades de comunicação da sede de uma empresa para todas as localidades das filiais colaboradoras.
O Avaya Enterprise Connect o auxilia a fornecer os mesmos serviços de alta qualidade a todos os
membros da organização, independentemente de sua localização.
O G350 é um dispositivo convergente de telefonia e de redes de alto desempenho que é instalado em um
pequeno ambiente de filial e supre todas as necessidades de infra-estrutura em uma caixa – central
telefônica e redes de dados. Ele foi projetado para ser utilizado em um ambiente com 16 a 24 usuários,
mas pode apoiar até 40 usuários. O G350 possui um mecanismo de VoIP, um roteador pela WAN e uma
central LAN de fornecimento de energia através da Ethernet, e dá apoio completo aos telefones digitais e
analógicos mais antigos.
O G350 se integra imperceptivelmente com os Media Servers S8700, S8500 e S8300 da Avaya que
estiverem executando o software de processamento de chamadas Avaya Communication Manager,
fornecendo às filiais os mesmos serviços de telefonia de alta qualidade oferecidos à sede da organização.
O servidor de mídia pode estar localizado na sede e servir o G350 à distância.
Opcionalmente, o G350 pode abrigar um S8300 Media Server da Avaya interno como processador de
sobrevivência local ou como servidor de mídia principal, em instalações independentes.
Além dos avançados e abrangentes serviços de telefonia, o G350 proporciona serviços completos de
redes de dados, dispensando a necessidade de um roteador pela WAN ou de uma central LAN.
O G350 é um dispositivo modular, adaptável ao suporte de diferentes combinações de dispositivos de
ponto de terminação. Módulos de mídia conectáveis fornecem interfaces para diferentes tipos de telefones
e troncos. Seleciona-se uma combinação de acordo com as necessidades da filial.
Um módulo de mídia de LAN com portas Ethernet compatíveis com o padrão PoE fornece suporte a
telefones IP, assim como a todos os outros tipos de dispositivos de dados. Uma variedade de módulos de
telefonia fornece suporte completo a equipamentos mais antigos, como telefones digitais e analógicos.
NOTA:
O G350 Media Gateway não apóia as centrais de atendimento. Os clientes que
necessitarem da central de atendimento deverão adquirir o G700 Media Gateway.
Facilidades
O G350 oferece:
•
•
•
•
Serviços de VoIP do gateway de mídia
Facilidades de sobrevivência para serviços contínuos de voz
Conectividade de WAN
Roteamento pela WAN
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
125
Gateways de mídia
Avaya G350 Media Gateway
• Comutação de LANs para o fornecimento de energia através da Ethernet
• Suporte a telefones e troncos tradicionais
Modos de instalação
O G350 é um dispositivo modular com diversas possibilidades de configuração, atendendo a necessidades
particulares. Seis slots no chassis do G350 abrigam uma seleção personalizada de módulos de mídia, que
se conectam a diferentes tipos de telefones, troncos e dispositivos de dados comutados por circuito.
Um dos slots pode abrigar um servidor de mídia interno. Uma das principais opções de configuração
inclui o tipo de servidor de mídia a ser instalado. O servidor de mídia pode ser um módulo de mídia ou
um dispositivo independente.
O G350 pode ser instalado em um dos dois modos básicos de funcionamento:
• Avaya Enterprise Connect distribuído. Nesse modo, o G350 é controlado por um servidor de
mídia externo. Este pode ser um servidor de mídia independente, como o S8500 ou S8700, ou um
outro gateway de mídia em uma configuração independente. É possível que o G350 também
abrigue um módulo do S8300 Media Server, que atuará como processador de sobrevivência local
(LSP) e que poderá assumir o controle do G350, se o servidor de mídia externo deixar de servi-lo.
• Independente. Nesse modo, o G350 é controlado por um módulo do S8300 Media Server,
instalado internamente.
É possível instalar diversos G350s em várias filiais remotas de uma empresa de grande porte. As grandes
filiais ou os escritórios principais poderão instalar um Avaya G700 Media Gateway, que oferece
funcionalidades semelhantes ao G350 para um número maior de usuários. Um único S8700 Media Server
externo é capaz de controlar até 250 G350 e G700 Media Gateways.
Descrição física
A figura a seguir mostra o chassis do G350.
Figura 41: Chassis do G350
126
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Gateways de mídia
Avaya G350 Media Gateway
Tabela 4: Portas no chassis do G350
Porta
Descrição
TRK
Uma porta de tronco analógica. Parte de um módulo de mídia analógico
integrado.
LINE 1, LINE 2
Portas de telefone analógico do módulo de mídia analógico integrado.
A transferência analógica entre as portas TRK e LINE 1 proporciona a
facilidade Transferência de emergência (ETR).
CC
Caixa adjunta de fechamento de contato da porta RJ-45 para ACS (308).
WAN 1
Porta Ethernet RJ-45 10/100 Base-TX.
LAN 1
Porta de central LAN Ethernet RJ-45.
CON
Porta de terminal atendedor para conexão direta do terminal CLI. Conector
RJ-45s.
USB
Porta USB, sem apoio nessa versão.
Tabela 5: Teclas do G350
Tecla
Descrição
RST
Tecla de reinicialização. Reinicializa a configuração do chassis.
ASB
Tecla Alternar o banco de software. Reinicializa o G350 com a imagem de
software do banco alternativo.
Capacidades do G350
A tabela apresentada a seguir relaciona as capacidades de diversos serviços do G350.
Descrição
Capacidade*
Comentários
Número máximo de G350
Media Gateways controlados
por um S8300 Media Server,
S8500 Media Server ou S8700
Media Server externo.
250
Esse número também se aplica se uma
combinação de G700 Media Gateways e
G350 Media Gateways da Avaya forem
controlados pelo mesmo servidor de mídia
externo.
Número máximo de G350
Media Gateways controlados
por um S8300 Media Server
instalado em um gateway de
mídia externo.
50
Limites do gateway de mídia
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
127
Gateways de mídia
Avaya G350 Media Gateway
Descrição
Capacidade*
Comentários
Número máximo de telefones IP
40
Limitado pelo número de recursos de VoIP
utilizados e pelos padrões de chamada
(conferências entre VoIPs, de VoIP para não
VoIP, etc.).
Conversações bidirecionais
simultâneas entre um telefone IP
e telefones ou troncos mais
antigos.
32 – G.711
16 –
G.729a/G723
Conversações bidirecionais simultâneas
limitadas pelo mecanismo de VoIP, que
inclui tons de progresso de chamadas.
Transcodificação do G.711 para
o G.729, nos telefones IP
16
Conversações bidirecionais simultâneas
Transcodificação de telefones
TDM para telefones IP G.729
16
Conversações bidirecionais simultâneas. A
quantidade de 16 se aplica às conversações
onde uma das extremidades de cada
conversação se encontra em um G350 e a
transcodificação se dá naquele ponto de
terminação do G350. Se a transcodificação
deve acontecer nas duas extremidades da
conversação, a quantidade de conversações
será de 10.
Número máximo de troncos
RTPC
17 (analógicos)
15 (digitais)
VoIP
Diversos
Capacidade de fax
8
Transmissões simultâneas de fax utilizando
recursos de VoIP
Reconhecimento de discagem
multifreqüencial (TTR)
15
Geração de tons
15
Anúncios (VAL)
Seis para
reprodução, um
para gravação
Para obter mais informações sobre o G350 Media Gateway, consulte 555-245-201, “Overview of the
Avaya G350 Media Gateway”.
128
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Gateways de mídia
G600 Media Gateway
G600 Media Gateway
O Avaya G600 Media Gateway é utilizado em novas instalações do S8700 Media Server e do S8100
Media Server e em transferências para o S8500 Media Server. O G600 Media Gateway tem as seguintes
características:
• Há um máximo de 64 redes de portas quando usado com o S8700 e com o S8500.
• Pode haver um máximo de quatro G600 Media Gateways em cada Rede de portas (PN) com o
S8700 Media Server e com o S8500 Media Server. Os quatro G600 Media Gateways devem estar
em um rack de dados devido ao comprimento do cabo TDM.
• O S8100 Media Server pode apoiar até três G600 Media Gateways em uma rede de portas única.
• Uma PN consiste em um G600 Media Gateway de controle, designado de A, e de um segundo,
terceiro e quarto G600 Media Gateways opcionais designados B, C e D, respectivamente.
• As dimensões do G600 Media Gateway são: 48,3 cm de largura, 33 cm de altura e 53,3 cm de
profundidade.
• Existem 10 slots universais, mais uma fonte de energia.
• As placas são inseridas e removidas pela parte frontal do gabinete. A E/S do gabinete é acessada
pela parte de trás e através de um slot frontal de passagem de cabos.
• O G600 Media Gateway só é alimentado por energia CA. Não existem baterias internas. A fonte
de energia CC não está disponível.
• Recomenda-se um painel de conexão RJ45 para conexões cruzadas com uma LAN ou distribuidor
geral.
Resfriamento do G600 Media Gateway
O resfriamento do G600 Media Gateway é fornecido por três ventiladores de 12 Volts CC de velocidade
variável integrados à parte traseira do gabinete. Os ventiladores sopram o ar pela frente e pelos lados
esquerdos e para cima no gabinete. O ar sai pela parte de trás do gabinete. A fonte de energia global 650A
controla a velocidade. A fonte de energia global 650A varia a tensão de entrada do ventilador entre 8VCC
e 14VCC, dependendo de um sensor de temperatura montado na fonte de energia.
O conjunto do ventilador inclui os três ventiladores, uma placa de base à qual os ventiladores estão
fixados, a fiação e um conector AMP que se encaixa em um cabo conectado ao painel traseiro. O conjunto
é facilmente instalado e removido. Se o ventilador apresentar defeito, todo o conjunto deve ser substituído.
Se um ventilador apresentar defeito, acontecerá o seguinte:
• Um alarme através da fonte de energia é detectado como um alarme de problemas de energia.
• Os outros ventiladores passarão a funcionar.
• O LED vermelho no painel frontal da fonte de energia global 650A acenderá.
Consulte a figura apresentada a seguir para ver um exemplo do G600 Media Gateway.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
129
Gateways de mídia
G600 Media Gateway
Figura 42: G600 Media Gateway
1 2 3 4 5
6
7 8 9 10
CLK
BBI
100bT
BBI
LINK
LINK
LINK
TRMT
TRMT
TRMT
RCV
RCV
RCV
S
E
R
V
I
C
E
TN2302
TN2312
650A
N
E
T
W
O
R
K
scdlip60 KLC 031302
Placas obrigatórias para o G600 Media
Gateway e para o S8700 Media Server
Quando o G600 Media Gateway está conectado ao S8500 Media Server ou ao S8700 Media Server, as
seguintes placas são necessárias:
Interface do servidor IP (TN2312BP)
A Interface do servidor IP (IPSI) fornece o meio de transporte para as mensagens de controle via IP,
permitindo que o servidor de mídia se comunique com as PNs. A IPSI é necessária para proporcionar o
controle de sinalização da rede através da LAN e da WAN do cliente. A geração de tons, a detecção de
tons, a classificação global de chamadas e a geração do relógio do tipo Stratum 4 são proporcionados pela
placa IPSI.
C-LAN (TN799DP)
A placa de C-LAN, TN799DP, proporciona o controle de chamada para todos os pontos de terminação IP
que são conectados ao servidor de mídia em uma configuração de Conexão IP. Cada configuração apóia
um número máximo de 64 C-LANs. O número de C-LANs necessárias depende do número de
dispositivos conectados e das opções que o ponto de terminação está usando. Como medida de segurança,
pode ser interessante separar o tráfego de controle de voz via IP do tráfego de controle de dispositivos.
Para determinar o valor padrão de utilização das linhas de junção H.323 pelos soquetes da C-LAN, divida
o número total de linhas de junção H.323 por 31. Cada ponto de terminação IP requer o uso de algum
número de soquetes da C-LAN, que é o objeto de software usado para conectar uma placa TN799 à rede
IP. A placa TN799DP apóia até 500 soquetes.
A C-LAN é diferente do IP Media Processor no sentido de que a C-LAN controla a chamada e o
processador proporciona os codecs usados no áudio da chamada.
130
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Gateways de mídia
G600 Media Gateway
Para aproveitar a capacidade do firmware transferível, deve haver pelo menos uma C-LAN TN799DP
e acesso à Internet pública nas transferências do firmware para outras placas transferíveis.
As transferências e instruções estão disponíveis em:
http://www.avaya.com/support/
Clique em Online Services > Download Software.
IP Media Processor (TN2302AP)
O servidor de mídia em uma configuração de Conexão IP requer recursos de uma placa IP Media
Processor (TN2302AP) para comunicações via portador dentro da mesma PN. A TN2302AP é também
usada para comunicações, via portador, com pontos de terminação IP em ambos os sistemas.
A TN2302AP inclui uma interface Ethernet 10/100 BaseT para apoiar pontos de terminação H.323 para
troncos IP e pontos de terminação H.323. A TN2302AP pode realizar o cancelamento de eco, supressão de
silêncio, detecção de Tom multifreqüencial (duas freqüências simultâneas) (DTMF) e conferências.
A TN2302AP, a partir da versão 32, apóia os seguintes recursos de conversão (codecs) para voz,
conversão entre codecs e detecção de fax:
•
•
•
•
G.711 (µ-Law ou A-Law, 64 Kbps)
G.723.1 (áudio de 6,3 Kbps ou 5,3 Kbps)
G.729A (áudio de 8 Kbps)
G.729, G.729B, G.729AB
Placas obrigatórias para o G600 Media
Gateway e para o S8100 Media Server
Quando o G600 Media Gateway está conectado ao S8100 Media Server, as seguintes placas são
necessárias:
Processador TN2314 (S8100)
O S8100 Media Server apóia ramais de voz com comutação de voz co-residente, mensagens de voz e
fax e as aplicações do sistema funcionam em um sistema operacional Microsoft Windows 2000.
A comunicação entre o firmware e o software é feita através de uma conexão Ethernet. Um processador
Intel Message Link (IML) é o enlace de controle Ethernet que ocorre entre o processador Pentium e o
processador MPC860. O enlace permite a comunicação baseada em mensagens entre os dois
processadores.
O S8100 Media Server tem as seguintes características:
• Processador – O processador é um Pentium III de 500 MHz.
• RAM – Existem dois slots para os módulos de memória SDRAM, com um mínimo de 256 MB de
RAM e um máximo de 512 MB de RAM.
• Acesso à Ethernet pelo painel frontal – O pessoal de manutenção pode acessar a central através de
uma tomada Ethernet RJ45 no painel frontal da placa.
• Disco rígido – A placa vem com um disco rígido de 20 GB.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
131
Gateways de mídia
G600 Media Gateway
Placa TN744E classificadora de chamadas e
detectora de tons
A placa classificadora de chamadas e detectora de tons TN744 tem oito portas de detecção de tons no
barramento TDM. A placa TN744 não apóia a geração de tons de progresso das chamadas ou as
facilidades de relógio. Os detectores de tons são usados na interação de vetores, no Gerenciamento de
chamadas de saída (OCM) e em aplicações de interação via chamadas nos Estados Unidos e Canadá,
além de opções adicionais de classificação de chamadas para diversos países. A TN744 detecta tons
especiais de interceptação usados na detecção de tons de interceptação de rede no OCM. A placa TN744
também detecta tons quando uma Central pública (CO) atende uma chamada.
A placa TN744 fornece geração de tons e detecção de tons na sinalização de DDR R2-MFC, usada nas
instalações em países diferentes dos Estados Unidos. A placa TN744 também permite que ganhos ou
perdas sejam aplicados aos sinais de Modulação por códigos de pulsos (PCM) que são recebidos do
barramento, além de apoiar os modos de compressão/expansão A-Law e µ-Law. A placa TN744 detecta
tons de resposta de modem de 2025 Hz, 2100 Hz ou 2225 Hz e fornece a detecção de tons de discagem de
banda larga normal e ampla.
A placa TN744D apóia o processamento digital de sinais de PCM em todas as portas, detectando,
reconhecendo e classificando tons e outros sinais. A geração de tons de sinalização também é apoiada
para aplicações como R2-MFC, MF espanhola e MF russa, por exemplo. É possível aplicar ganhos (ou
perdas) e a realização de conferências aos sinais de PCM recebidos do barramento TDM. Outras
facilidades apoiadas incluem detectores de Tons multifreqüenciais (duas freqüências simultâneas)
(DTMF), capazes de coletar dígitos de endereçamento durante a discagem, além dos modos de
compressão/expansão A-Law e µ-Law.
Durante a operação normal, uma porta na placa TN744D poderá servir como um registro de entrada da
MFR (sinalização multifreqüencial de registro de oscilações) russa. Use a placa TN744 com o tronco de
central pública de linhas analógicas TN429C para o E911/ CAMA.
132
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Gateways de mídia
Avaya G650 Media Gateway
Avaya G650 Media Gateway
Visão geral
O Avaya G650 Media Gateway é um compartimento montado em rack com quatorze slots, configurado
para as placas do formato TN. O G650 tem altura correspondente a 8U (35,6 cm) e é montado em racks
de dados padrão de 48,3 cm. Ele pode utilizar uma ou duas fontes de energia 655A, com energia de
entrada CA ou CC. Cada fonte de energia é capaz de fornecer toda a energia necessária ao G650.
Consulte a Figura 43, G650 Media Gateway, na página 133, para ver um exemplo do G650 Media
Gateway.
Figura 43: G650 Media Gateway
3
5
4
1
Power
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
Power
FAN OR POWER FAIL
FAN OR POWER FAIL
FAN AND POWER OK
FAN AND POWER OK
AC INPUT
AC INPUT
DC INPUT
DC INPUT
ACTIVE RING
ACTIVE RING
2
2
scdlff02 LAO 081203
Notas da figura
Número
Descrição
1
Tomada de aterramento de EDS
2
Fonte de energia 655A
3
Interface do Servidor IP (IPSI) TN2312BP
4
CLAN TN799DP
5
IP Media Processor TN2302
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
133
Gateways de mídia
Avaya G650 Media Gateway
Montagem dos G650s
Os G650s podem ser fixados em racks ou, em configurações de um único G650, a uma mesa ou ao piso.
É possível montar vários G650s (até cinco) em um rack e conectá-los por cabos TDM, a fim de criar uma
pilha de G650s.
O G650 é montado em racks abertos padrão EIA-310 de 48,3 cm. O G650 fornece opções para ser
montado de frente ou no seu ponto médio. Embora o G650 possa ser montado em um rack de dados de
48,3 cm com quatro balizas, ele não é fixado simultaneamente a elas. Quando for montado em um rack
com quatro balizas, o G650 utiliza a posição frontal de montagem.
Montagem de um único G650
Quando utilizado isoladamente, o G650, que é equipado de pés, pode ser fixado a uma mesa ou ao piso.
Não são apoiados G650s dispostos lado a lado e conectados por cabos TDM. Na configuração simples,
o G650 possui sempre o endereço de compartimento A.
Montagem de vários G650s
É possível montar vários G650s (até cinco) em um rack e conectá-los por cabos TDM, a fim de criar uma
pilha de G650s. É necessário que os G650s estejam adjacentes verticalmente e que os seus painéis
frontais se alinhem pelo mesmo plano vertical. Por exemplo: o compartimento A está sempre abaixo do
compartimento B, que por sua vez está abaixo do C, e assim por diante, até o compartimento E. Observe
que os cabos TDM existentes, utilizados nos gabinetes do G600, não são compatíveis com o G650.
É possível montar vários G650s (até cinco) em um rack, mas não é possível conectá-los por cabos TDM.
Nesse caso, cada G650 é definido como um gateway de mídia (um gabinete ou uma rede de portas)
e requer o seu próprio hardware de interface (EI, ATM-EI, IPSI TN2312BP). Observe que, nessa
configuração, todos os G650s possuem o endereço de compartimento A.
Endereço de compartimento
É necessário definir as posições dos compartimentos (A a E) em todos os G650s. O endereço de
compartimento é definido utilizando um pequeno cartão de circuito impresso, que se conecta em um dos
cinco conectores (A a E) no interior do compartimento.
Consulte a Figura 44, Cartão de circuito impresso, na página 135, para ver um exemplo e a localização do
cartão de circuito impresso.
134
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Gateways de mídia
Avaya G650 Media Gateway
Figura 44: Cartão de circuito impresso
E
D
C
B
A
E
D
C
TO
B
A
P
-48 VDC
-48 VDC
RETURN
swdlpdle LAO 072403
Quando se interconectam cinco G650s de um rack com cabos TDM, o G650 na posição inferior assumirá
o endereço de compartimento A, e o da posição superior o endereço de compartimento E. Quando os
cinco G650s de um rack não forem interconectados com cabos TDM, todos assumirão o endereço de
compartimento A.
Na montagem de vários G650s em um rack, é possível conectar apenas alguns destes por cabos TDM,
enquanto outros permanecem desconectados. Por exemplo: é possível que um cliente solicite que o G650
na parte inferior do rack não seja conectado a outro G650. O endereço de compartimento do G650
situado na parte inferior do rack será A. É possível que o cliente solicite que os dois G650s seguintes
sejam interconectados por um cabo TDM. O endereço de compartimento do G650 mais abaixo será A,
enquanto que o na posição superior será B. O cliente poderá também solicitar que mais dois G650s sejam
colocados no rack e interconectados por um cabo TDM. O endereço de compartimento do G650 mais
abaixo será A, enquanto que o na posição superior será B. Nesse exemplo, o rack possuirá um G650 com
o endereço de compartimento A e duas pilhas de G650 com endereços de compartimento A e B.
O endereço de compartimento de um único G650 fixado em um rack, a uma mesa ou ao piso será A.
Consulte a Figura 45, Pilha de G650s, na página 136, para examinar um exemplo de uma pilha de G650s.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
135
Gateways de mídia
Avaya G650 Media Gateway
Figura 45: Pilha de G650s
Power
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
FAN OR POWER FAIL
FAN AND POWER OK
FAN AND POWER OK
AC INPUT
10
AC INPUT
DC INPUT
DC INPUT
ACTIVE RING
ACTIVE RING
E
Power
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
Power
FAN OR POWER FAIL
FAN OR POWER FAIL
FAN AND POWER OK
FAN AND POWER OK
AC INPUT
9
Power
FAN OR POWER FAIL
AC INPUT
DC INPUT
DC INPUT
ACTIVE RING
ACTIVE RING
D
1
2
Power
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
FAN OR POWER FAIL
FAN AND POWER OK
FAN AND POWER OK
AC INPUT
8
Power
FAN OR POWER FAIL
AC INPUT
DC INPUT
DC INPUT
ACTIVE RING
ACTIVE RING
C
1
12
13
24
CONSOLE
1
Power
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
3
Power
FAN OR POWER FAIL
FAN OR POWER FAIL
FAN AND POWER OK
FAN AND POWER OK
AC INPUT
7
2
1
AC INPUT
DC INPUT
DC INPUT
ACTIVE RING
ACTIVE RING
B
4
2
Power
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
5
Power
1
FAN OR POWER FAIL
FAN OR POWER FAIL
FAN AND POWER OK
FAN AND POWER OK
AC INPUT
6
AC INPUT
DC INPUT
DC INPUT
ACTIVE RING
ACTIVE RING
A
msdlrck3 LAO 081203
Notas da figura
Número
Descrição
1&2
3
4&5
136
S8700 Media Servers
Central Ethernet
Unidades UPS: uma para cada servidor
6
G650 Media Gateway: Compartimento na posição “A”
7
G650 Media Gateway: Compartimento na posição “B”
8
G650 Media Gateway: Compartimento na posição “C”
9
G650 Media Gateway: Compartimento na posição “D”
10
G650 Media Gateway: Compartimento na posição “E”
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Gateways de mídia
Avaya G650 Media Gateway
Conexões de E/S
Os quatorze slots do G650 estão equipados com cabos de par torcido, que conectam o painel traseiro
ao painel conector de E/S metálico, de vinte e cinco pares e do tipo D, montado na parte traseira do
compartimento. Os slots da fonte de energia (0 e 15) não fornecem conexões externas de E/S.
Adaptadores de E/S
É possível utilizar qualquer adaptador existente para entrada e saída, se a respectiva placa TN for apoiada
pelo G650.
Conjunto do ventilador
A unidade de três ventiladores pode funcionar a duas velocidades diferentes:
• Velocidade média para resfriamento normal
• Alta velocidade, quando for ultrapassado o limiar térmico ou for detectada falha em um ventilador
Fonte de energia 655A
Ele pode utilizar uma ou duas fontes de energia 655A, com energia de entrada CA ou CC. Cada fonte de
energia é capaz de fornecer toda a energia necessária ao G650. Quando duas fontes de energia são
utilizadas, elas compartilham as exigências de energia. Uma fonte de energia pode funcionar com energia
CA enquanto a outra funciona com energia CC, apesar de que, se a energia CA estiver disponível,
o sistema sempre a utilizará. A fonte de energia 655A:
• É a única fonte de energia apoiada pelo G650
• Não é compatível com outros tipos de compartimentos de versões anteriores
Se for utilizada apenas uma fonte de energia 655A, instale-a no slot 0. Se estiver utilizando duas fontes de
energia, instale-as nos slots 0 e 15.
NOTA:
Se a outra fonte de energia 655A estiver em funcionamento, é possível inserir ou remover
uma fonte de energia redundante sem que o G650 seja afetado.
Energia de entrada
A fonte de energia 655A é capaz de funcionar com energia de entrada CA ou CC, apesar de que, se
estiver disponível, a energia CA será sempre utilizada. Uma fonte de energia pode funcionar com energia
CA, enquanto a outra funciona com energia CC. As fontes de energia utilizam prioritariamente a energia
CA, passando a utilizar energia CC se aquela sofrer falhas ou estiver ausente.
Energia CA
A energia comercial CA é a fonte de alimentação de entrada primária. Tanto o slot 0 quanto o 15 possuem
entradas dedicadas de energia CA. A fonte de energia 655A pode funcionar com entrada de energia CA
de 90 a 264 VCA, de 47 a 63 Hz. As faixas nominais de energia CA são:
• 100 a 120 VCA, a 50 ou 60 Hz
• 200 a 240 VCA, a 50 ou 60 Hz
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
137
Gateways de mídia
Avaya G650 Media Gateway
Energia CC
É possível fornecer energia –48 VCC simultaneamente como energia de reserva. O painel traseiro do
G650 apresenta uma entrada de energia –48 VCC, que é distribuída pelo painel traseiro para todas as
fontes de energia.
Indicadores luminosos do painel frontal da
655A
Os cinco Indicadores luminosos (LEDs) do painel frontal da fonte de energia 655A estão dispostos em
uma linha vertical, com o LED vermelho no alto. Esses cinco LEDs fornecem os seguintes estados:
• Vermelho – esse LED:
— se acenderá quando houver uma falha na fonte de energia ou nos ventiladores (nos G650
com fontes de energia redundantes, uma falha no conjunto do ventilador resultará no
acendimento deste LED em ambas as fontes de energia)
— piscará uma vez por segundo, quando o software desligar a saída da corrente de toque de
chamada de uma fonte de energia
• Amarelo – esse LED:
— se acenderá quando o estado da fonte de energia e dos ventiladores estiver em ordem
— piscará uma vez por segundo, quando o software desligar uma única fonte de energia em
um compartimento com fontes de energia redundantes em funcionamento
• Verde – se acenderá quando for aplicada energia CA à fonte de energia
• Verde – se acenderá quando for aplicada energia CC à fonte de energia
• Verde – se acenderá quando a fonte de energia estiver fornecendo toque de chamada ao G650
Consulte a Figura 46, LEDs do painel frontal da 655A, na página 139, para ver um exemplo dos LEDs do
painel frontal da 655A.
138
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Gateways de mídia
Avaya G650 Media Gateway
Figura 46: LEDs do painel frontal da 655A
FAN OR POWER FAIL
FAN AND POWER OK
AC INPUT
DC INPUT
ACTIVE RING
FA
N
FA
N
OR
AN
PO
W
D
ER
1
CL
K
FA
IL
PO
W
ER
OK
AC
IN
DC PUT
IN
AC
P
TIV
UT
E
RIN
G
S
E
R
V
I
C
E
N
E
T
W
O
R
K
Po
wer
1
2
3
4
5
evdlpow2 LAO 081203
Geração de toque de chamada da 655A
A 655A fornece toque de chamada norte-americano (20 Hz) ou europeu/internacional (25 Hz). Ela também
apresenta uma definição para não proporcionar toques de chamada quando o cliente fornecer um gerador
de toque de chamada externo à fonte de energia. A TN2202 (placa geradora de toques de chamada
francesa) é um exemplo de gerador externo de toque de chamada.
A fonte de energia 655A é dotada de um interruptor físico para selecionar a freqüência do gerador de
toque de chamada. As opções são:
• 20 Hz – norte-americano;
• 25 Hz – europeu e internacional;
• outros – nenhuma saída de toques de chamada quando for utilizado um gerador externo de toque
de chamada, como a placa TN2202 geradora de toques de chamada francesa.
É necessário remover a fonte de energia do G650 quando a seleção de freqüência de toques de chamada
for alterada. O interruptor de seleção de freqüência de toques de chamada está situado na parte de trás da
fonte de energia.
Apenas uma 655A fornece toques de chamada para o G650. A fonte de energia localizada no slot 0 do
G650 com endereço de compartimento A é o padrão para os toques de chamada. O sistema utiliza essa
655A padrão, a não ser que ela tenha sofrido falhas ou que o software tenha forçado o seu desligamento.
Quando um compartimento do G650 possuir fontes de energia redundantes, uma destas fontes
automaticamente fornecerá toques de chamada se a outra sofrer falha.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
139
Gateways de mídia
Avaya G650 Media Gateway
A 655A fornece toque de chamada a apenas um compartimento do G650. Por exemplo: as fontes de
energia 655A localizadas no compartimento A fornecem toque de chamada apenas a ele, enquanto que as
localizadas no compartimento D fornecem toque de chamada apenas ao compartimento D. Se a geração
de toque de chamada em ambas as fontes de energia de um compartimento sofrer falhas, nenhuma outra
fonte de energia fornecerá toque de chamada ao compartimento.
140
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Gateways de mídia
Avaya G700 Media Gateway
Avaya G700 Media Gateway
O G700 Media Gateway foi projetado para ser dimensionável e oferecer opções. Ele funciona de modo
independente ou com outros G700 Media Gateways. O G700 também funciona em conjunto com outros
G700 Media Gateways e dispositivos Avaya P330, como o P333T, P333R e P334.
Até 50 G700 Media Gateways podem ser apoiados usando-se o S8300 Media Server. Até 250 G700
Media Gateways podem ser apoiados usando-se o S8700 Media Server ou o S8500 Media Server.
Para fornecer energia aos telefones IP sem a necessidade de cabos adicionais, empilhe os G700 Media
Gateways e o Avaya P333T-PWR.
A lista apresentada a seguir descreve a arquitetura básica do G700 Media Gateway:
• Controlador Intel i960, que abriga todo o software de controle da comutação de base e de
gerenciamento.
•
•
•
•
•
•
•
•
Cabe em um rack padrão de 19 polegadas EIA-310-D.
Apóia 15 portas de detecção de tons.
Contém quatro slots para módulos de mídia.
Um slot para o módulo de expansão Avaya P330.
Um slot para o Avaya P330 Octaplane stacking fabric.
Pode ficar sobre uma mesa ou ser montado em rack.
Contém uma placa-mãe interna. Para obter mais informações, consulte Placa-mãe.
Tipos de conexões baseadas em padrões para interface Ethernet 10/100. Não é necessário um
distribuidor geral ou painel de disjuntores.
• Fonte de energia interna que fornece energia CC de baixa voltagem para os ventiladores, a
placa-mãe e os módulos de mídia.
•
•
•
•
•
Quatro ventiladores internos, responsáveis pelo resfriamento dos componentes internos.
Um painel de LEDs (indicadores luminosos), que indicam o estado do nível do sistema.
Uma porta serial para acesso à linha de comando.
Um mecanismo de VoIP que apóia até 64 chamadas de canal único G.711.
Comutador de oito portas para a camada 2.
O G700 Media Gateway tem um projeto físico que é semelhante ao dos produtos empilháveis de
comutação da Avaya. A figura apresentada a seguir mostra o G700 Media Gateway com duas centrais
Avaya P330. O G700 é visto no topo da pilha.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
141
Gateways de mídia
Avaya G700 Media Gateway
Figura 47: G700 Media Gateway com duas centrais Avaya P330
EI
SM EM
1
SO
2
3
4
5
6
7
8
1
2
3
4
5
6
7
8
ALM
TST
ACT
SIG
SI
EO
E1/T1
ALM
TST
ACT
OK TO
REMOVE
EIA 530A DCE
ALM
TST
ACT
SHUT DOWN
SERVICES
USB 1
USB 2
ALM
TST
ACT
Cajun P120
25 26 27 28
29 30 31 32
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10 11 12
EXPANSION
SLOT
33 34 35 36
37 38 39 40
FIV
13 14 15 16
LNK COL Tx
17 18 19 20
21 22 23 24
Rx FDX FC 100M LAG
OPR PWR
LAG
LAG
LAG
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
CONSOLE
Cajun P120
25 26 27 28
29 30 31 32
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10 11 12
EXPANSION
SLOT
33 34 35 36
37 38 39 40
FIV
13 14 15 16
LNK COL Tx
17 18 19 20
Rx FDX FC 100M LAG
21 22 23 24
OPR PWR
LAG
LAG
LAG
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
CONSOLE
scdcrck1 KLC 031902
Módulos de expansão
O G700 Media Gateway é arquitetonicamente baseado na central Avaya P330. Portanto, os clientes
podem usar qualquer um dos módulos de expansão da Avaya com o G700 Media Gateway. Outros
módulos de expansão LAN/WAN da Avaya são diretamente conectados ao G700 Media Gateway, sem
necessitar de hardware adicional. Existem dois módulos de expansão disponíveis na Avaya:
• Módulo de roteamento de acesso Avaya X330 WAN
• Módulos de expansão Avaya P330 LAN
Módulo de roteamento de acesso X330 WAN
Os clientes com vários escritórios de filiais necessitam de soluções de rede que sejam simples, flexíveis e
dimensionáveis. O módulo de roteamento de acesso Avaya X330 WAN permite ao cliente instalar uma
infra-estrutura de LAN/WAN unificada e de alto desempenho em uma pilha de dados.
142
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Gateways de mídia
Avaya G700 Media Gateway
Destaques do roteador de acesso Avaya X330 WAN:
• Proporciona acesso integrado à WAN, que pode ser usado com firewalls externos ou
gateways VPN
• Funciona com os seguintes protocolos de roteamento e de WAN:
• Protocolo ponto a ponto (PPP) via canais de E1/T1
• Frame Relay
• Protocolo de roteamento de informações (RIP) das versões 1 e 2
• OSPF de área única (Abrir primeiro o caminho mais curto)
• Redundância VRRP
• Capacidade de processamento: roteamento pela WAN na velocidade do fio
• Controle de congestionamento
• Autonegociação padrão
• Redundância de enlace
• VLAN 802.1Q/p e prioridade
• Hot-swappable (troca com o sistema ativo)
Módulo de expansão Avaya P330 LAN
Destaques do módulo de expansão Avaya P330 LAN:
•
•
•
•
•
•
•
•
Máxima flexibilidade para a pilha de dados
Autonegociação padrão
Grupo de agregação de enlaces (LAG)
Redundância de LAG
Redundância de enlace
Controle de congestionamento
VLAN 802.1Q/p e prioridade
Hot-swappable (troca com o sistema ativo)
CAUTELA:
Os módulos de expansão da Avaya e os módulos de empilhamento Octaplane não efetuam
troca com o sistema ativo (isto é, não são hot-swappable). O sistema deve ser desligado
antes da remoção ou inserção de um módulo de expansão.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
143
Gateways de mídia
Avaya G700 Media Gateway
P330 Stacking Fabric (Octaplane)
O “Octaplane” é o nome de uma capacidade do hardware da Avaya de agrupar componentes empilháveis
usando a comunicação a 4 Gbps em cada direção. Essa tecnologia combina as unidades separadas em um
comutador lógico maior, usando cabos de comprimentos diferentes que estão conectados aos slots de
expansão na parte traseira das unidades. Esses cabos são ligados na configuração em anel, proporcionando
redundância à pilha. Na eventualidade da falha de uma unidade individual, a integridade da pilha é
preservada. Você pode remover ou substituir qualquer unidade individual sem interromper seu
funcionamento ou sem realizar uma reconfiguração da pilha.
Tabela 6: Conexão do Octaplane
Cabo
Descrição e função
Comprimento
Cabo curto X330SC Octaplane
(30 cm)
Cabo curto Octaplane – de cor clara, usado
para conectar centrais vizinhas ou centrais
separadas por uma unidade de Fonte de energia
universal de reserva (BUPS).
30 cm
Cabo longo X330LC Octaplane
(2 m)
Cabo longo Octaplane – de cor clara, usado
para conectar centrais situadas em duas pilhas
diferentes.
2m
Cabo redundante X330RC
Octaplane (2 m)
Cabo redundante – preto, usado para conectar
as centrais da parte superior às da parte inferior
de uma pilha.
2m
Cabo extra-longo X330L-LC
Octaplane (8 m)
Cabo extra-longo Octaplane – de cor clara,
usado para conectar centrais situadas em duas
pilhas diferentes.
8m
Cabo longo redundante
X330L-RC Octaplane (8 m)
Cabo longo redundante – preto, usado para
conectar as centrais da parte superior às da
parte inferior de uma pilha.
8m
Fonte de energia
O G700 Media Gateway utiliza uma fonte de energia CA. Uma fonte de energia localizada no G700
Media Gateway converte a energia CA de entrada para as voltagens exigidas pelo sistema.
Placa-mãe
A placa-mãe reside no G700 Media Gateway. Essa placa controla:
• O mecanismo de VoIP, que realiza o processamento de IP/UDP/RTP, cancelamento de eco, G.711
A-law/u-law, codificação/decodificação G.729 e G723.1, serviço de fax, supressão de silêncio,
gerenciamento dos buffers de jitter e a ocultação da perda de pacotes. O mecanismo de VoIP apóia
64 canais. Se forem necessários mais de 64 canais, é necessário um VoIP Module Media.
• O complexo do processador do gateway, que controla todos os recursos internos do Gateway.
As funções do processador do gateway incluem o gerenciador do módulo de mídia, o tone/clock e
a sinalização H.248 para o controlador de gateway.
144
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Gateways de mídia
Avaya G700 Media Gateway
• O complexo do processador Avaya P330 é baseado na arquitetura das centrais de dados Avaya
P330. Esse complexo proporciona uma função comutadora de oito portas para a camada 2 e
gerencia os módulos de expansão e cascata.
• Fornece as conectividades física e elétrica para os quatro slots do módulo de mídia.
NOTA:
A placa-mãe não pode ser substituída em campo.
Para obter mais informações sobre o VoIP Media Module, consulte MM760 VoIP Media Module na
página 228.
Ventiladores
O G700 Media Gateway contém quatro ventiladores de 12 Volts. Esses ventiladores são monitorados e
podem ser objeto de reporte pelo SNMP a uma estação de administração.
LEDs
O S8300 Media Server com o G700 Media Gateway utiliza dois tipos de LEDs:
• Módulo de mídia
• Nível do sistema
LEDs do módulo de mídia
Os LEDs do módulo de mídia têm as seguintes características:
• Cada módulo de mídia tem pelo menos três LEDs, que indicam o estado do módulo ou da porta e
os modos de administração ou manutenção.
• A localização, o espaçamento e a identificação são fixos para todos os LEDs de cada módulo de
mídia.
• Os LEDs estão montados na placa de circuito impresso do módulo de mídia e foram colocados de
modo a serem vistos através de uma abertura.
LEDs do nível do sistema
A placa de LEDs indica visualmente o estado do sistema e das portas Ethernet, permitindo ao cliente
alternar entre esses modos de indicação de estado. Os LEDs se situam no painel alongado da placa.
Por sua vez, a placa de LEDs encontra-se na parte superior esquerda frontal do G700 Media Gateway.
É necessário remover a placa de LEDs ao instalar ou retirar o S8300 Media Server ativo ou de reserva.
Os dois componentes devem ser instalados ou removidos em conjunto.
NOTA:
O painel de LEDs não é do mesmo tamanho que um módulo de mídia padrão. Não é
possível inserir um módulo de mídia no slot da placa de LEDs ou vice-versa.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
145
Gateways de mídia
Avaya G700 Media Gateway
Software de gateway
O software de gateway é responsável por:
• Operações individuais do gateway de mídia
• Terminação do H.248 no G700 Media Gateway
• Interação com as operações de manutenção
Software de manutenção
O servidor de mídia Avaya com o G700 Media Gateway tem uma dupla estratégia de manutenção.
O software de manutenção funciona tanto na plataforma do G700 Media Gateway quanto na do servidor
de mídia, nos subsistemas da plataforma.
O software de manutenção do G700 Media Gateway efetua a sua própria inicialização e a manutenção da
placa-mãe, juntamente com o monitoramento do ambiente interno. Por outro lado, depois que o G700
Media Gateway tiver sido registrado com o servidor de mídia, o software de manutenção do servidor testa
e inicializa os módulos de mídia do gateway. Embora o software de manutenção do gateway de mídia
saiba da presença dos seus próprios módulos de mídia, estes e as portas associadas são controlados pelo
servidor de mídia. Os registros dos erros são mantidos no servidor de mídia.
Conectividade
O G700 Media Gateway é conectado através de uma LAN a uma placa de C-LAN, TN799DP, instalada
em um gateway de mídia. A figura apresentada a seguir mostra um exemplo da conectividade do G700
Media Gateway.
146
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Gateways de mídia
Avaya G700 Media Gateway
Figura 48: O G700 Media Gateway conectando-se ao S8700 Media Server
1
4
2
A
5
3
A
IPSI
CLAN
IP Media
Processor
LAN
9
10
8
V1
6
7
11
Voice Mail
cymsrbro LAO 072903
Notas da figura
Número
Descrição
1
Dois S8700 Media Servers
2
Central Ethernet – deve ser fornecida pela Avaya
3
Duas unidades UPS – uma para cada servidor
4
G650 Media Gateway
5
Conectividade da LAN dedicada com a placa IPSI do gateway de mídia
6
Telefones IP na LAN do cliente
7
Correio de voz – o INTUITY™ AUDIX® é mostrado conectado via IP
8
O G700 Media Gateway está conectado através da LAN à placa de C-LAN localizada no
G650 Media Gateway. O S8300 Media Server na configuração LSP está localizado no
G700 Media Gateway. Se houver perda da comunicação entre o S8700 e o G700, o LSP
fornecerá um backup para os pontos de terminação registrados com ele.
9
Telefones DCP – telefones digitais multifunções da Avaya
10
Conectividade analógica – incluindo telefones, linhas e troncos analógicos
11
Central Ethernet (opcional)
Módulos de mídia
Os módulos de mídia Avaya convertem o caminho de voz de circuitos tradicionais (como um tronco
analógico, T1/E1 e DCP) em um barramento TDM. O mecanismo de VoIP então converte o caminho de
voz do barramento TDM em um VoIP empacotado (comprimido ou descomprimido), através de uma
conexão Ethernet.
Os módulos de mídia residem no G700 Media Gateway e interagem com a placa-mãe e com o painel
traseiro.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
147
Gateways de mídia
Avaya G700 Media Gateway
Existem cinco módulos de mídia:
• MM710 T1/E1 – para obter mais informações, consulte MM710 T1/E1 Media Module na
página 219.
• MM711 Analógico – para obter mais informações, consulte MM711 Analog Media Module na
página 222.
• MM712 DCP – para obter mais informações, consulte MM712 DCP Media Module na
página 224.
• MM720 BRI – para obter mais informações, consulte MM720 BRI Media Module na página 226.
• MM760 VoIP – para obter mais informações, consulte MM760 VoIP Media Module na
página 228.
148
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Gateways de mídia
CMC1 Media Gateway
CMC1 Media Gateway
O CMC1 Media Gateway apóia o DEFINITY® Server CSI e os S8100 Media Server, S8700 Media Server
e S8500 Media Server da Avaya. Ele pode ser fixado à parede ou no piso e usa uma fonte de energia CA,
somente. O compartimento de controle contém dois slots de controle: um para o processador e outro para
o tone/clock. Os slots 3 a 10 podem conter placas de circuitos opcionais e placas de serviços. Consulte a
figura apresentada a seguir para ver um exemplo do CMC1 Media Gateway.
Figura 49: CMC1 Media Gateway, lado esquerdo
MAJ
AMBER CARD IN USE
RED EMER XFER ON
EM XFR
MIN
ON
AUTO
OFF
T
N
2
4
0
2
T
N
2
1
8
2
scdflef2 LJK 083100
A figura apresentada a seguir mostra as conexões do lado direito do gabinete. De 1 a 10 conectores de
vinte e cinco pares realizam a interface entre as placas de portas e o campo de conexão cruzada ou um
painel de acesso aos cabos.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
149
Gateways de mídia
CMC1 Media Gateway
Figura 50: CMC1 Media Gateway, lado direito
scdfrf2 KLC 061097
O S8100 Media Server pode apoiar até três CMC1 Media Gateways. Por outro lado, o DEFINITY
Server CSI pode apoiar até quatro. No CMC1 Media Gateway que abriga as placas do servidor e
tone/clock, alguns slots não estão disponíveis para as placas de portas e de serviço. Enquanto isso, em
todos os outros CMC1 Media Gateways conectados, todos os slots estão disponíveis para as placas de
portas e de serviço.
150
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Gateways de mídia
CMC1 Media Gateway
Figura 51: Instalação vertical típica, visão frontal do CMC1 Media Gateway
B
A
C
Piso
indf3cmc KLC 110497
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
151
Gateways de mídia
SCC1 Media Gateway
SCC1 Media Gateway
Esta seção descreve o SCC1 Media Gateway. Cada SCC1 Media Gateway tem slots verticais para
encaixe de placas. Os slots que não estiverem em uso estarão recobertos por painéis frontais vazios.
A figura apresentada a seguir mostra um SCC1 Media Gateway típico.
Figura 52: SCC1 Media Gateway típico
2
3
1
scdfscci KLC 032502
Notas da figura
Número
Descrição
1
Placas de circuito
2
Conversor de energia
3
Aberturas para circulação de ar
Podem ser empilhados, no máximo, quatro SCC1 Media Gateways, um em cima do outro. As posições
dos gabinetes são denominadas A a D. A posição do gabinete de controle básico ou do gabinete de
controle de expansão é sempre denominada A. As posições dos gabinetes das portas adicionais são
denominadas B, C e D, seqüencialmente.
O gabinete de controle duplicado usado para os servidores DEFINITY contém a etiqueta B. Consulte a
figura apresentada a seguir para obter um exemplo de uma pilha de SCC1 Media Gateways.
152
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Gateways de mídia
SCC1 Media Gateway
Figura 53: Pilha SCC1 típica
1
5
2
5
3
5
4
lcdfsc1i KLC 012500
Notas da figura
Número
Descrição
1
Gabinete de portas na posição D
2
Gabinete de portas na posição C
3
Gabinete de portas ou gabinete de controle duplicado na posição B
4
Gabinete de controle básico ou gabinete de controle de expansão
5
Clipes dos gabinetes
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
153
Gateways de mídia
SCC1 Media Gateway
Para os servidores DEFINITY:
• Cada pilha de SCC1 Media Gateways requer um gabinete de controle básico ou de expansão na
base da pilha.
• O número máximo de pilhas de SCC1 Media Gateway ou redes de portas:
• Três para o DEFINITY Server SI
• 44 para o DEFINITY Server R
Os gabinetes são mantidos unidos por meio de clipes ou grampos. Na parte traseira dos gabinetes, uma
placa de aterramento conecta os gabinetes, a fim de garantir a integridade do aterramento.
Para os servidores de mídia da Avaya:
• S8500 – SCC1 Media Gateways são apoiados apenas nas transferências
• O número máximo de pilhas de SCC1 ou PNs é 64.
• S8700 – SCC1 Media Servers são apoiados apenas nas configurações de múltiplas conexões
• O número máximo de pilhas de SCC1 ou PNs é 64.
Tabela 7: Slots de placas nos gabinetes
Tipo
Descrição
Servidor
Porta
Os slots de portas têm cor roxa ou são identificados por um
retângulo cinza. Um slot de porta pode aceitar qualquer placa
identificada pelas cores roxa ou cinza.
DEFINITY Server R,
SI, S8700 Media
Server e S8500
Media Server
Controle
Um slot de controle tem a cor branca ou é identificado por um
retângulo contornado de branco. Um slot de porta pode aceitar
qualquer placa identificada pelas cores roxa ou cinza.
DEFINITY Server R
e SI
Serviço
Um slot de serviço tem cor roxa ou é identificado por um
retângulo cinza. Um slot de serviço aceita um tipo especial de
placa que não tem um conector de E/S.
DEFINITY Server R,
SI, S8700 Media
Server e S8500
Media Server
As placas e os slots de cores roxa e branca foram substituídos por placas e slots que são identificados por
retângulos nas cores cinza e branco, respectivamente. Uma etiqueta contendo um retângulo cinza escuro
indica um slot para placa de porta. Uma etiqueta contendo um retângulo contornado de branco indica um
slot para placa de controle.
Cada slot na porta de um compartimento de portas, de um compartimento de controle de expansão ou de
um compartimento de controle é ligado a um conector de 25 pares no painel traseiro do compartimento.
Cada conector é ligado a um cabo que é direcionado ao campo de conexão cruzada.
Os slots de compartimento que estiverem vazios estarão recobertos por painéis frontais vazios, da
seguinte maneira:
• 158J recobre a área à esquerda do slot 1 nos gabinetes de portas (9,2 cm)
• 158P (1,9 cm) recobre qualquer slot que não esteja em uso
• 158N (1,27 cm) é usado com o gateway de LAN nas instalações do DEFINITY AUDIX Versão 3
e do CallVisor ASAI
• 158G (0,63 cm) é usado com as placas TN755 ou TN2202
154
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Gateways de mídia
SCC1 Media Gateway
Na figura a seguir, de um Gabinete de controle básico SCC, um Gerador de toque de chamada balanceado
(BRG) pode aparecer abaixo do slot referente à unidade de energia em determinados compartimentos.
Isto significa que o slot da unidade de energia poderá incluir um BRG de 50 Hz, quando configurado para
a França.
Compartimentos
Gabinete de controle básico de um DEFINITY
Server SI
O gabinete de controle básico só existe na PN e só é usado pelos servidores DEFINITY. Esse gabinete
contém portas, um complexo de controle para processar chamadas e uma interface para um gabinete de
controle duplicado opcional. O gabinete de controle básico também faz interface com o relógio
Stratum-3, opcional.
O gabinete de controle básico possui slots de placas dedicadas, de cor branca, que contêm determinadas
placas de controle. Os slots de cores duplas podem conter qualquer placa de portas ou determinadas
placas de cor branca (como uma interface de expansão ou unidade de energia). As unidades de energia
CA ou CC fornecem energia para o compartimento. A figura apresentada a seguir mostra um exemplo de
gabinete de controle básico.
Figura 54: Gabinete de controle básico SCC1 (frente)
B
AUTO
A
S
P
E
OVERIDE
ALARMS
BBI
LINK
TRMT
MAJ
MIN
RCV
WRN
ACK
C
A
R
D
EMER TR
ON
I
N
AUTO
103577450
Lucent
T
N
7
9
2
U
S
E
B
l
a
n
k
98DR07125243
TN792
DUPL INTERFACE
OFF
T
N
2
4
0
4
1
5
8
P
B
l
a
n
k
B
l
a
n
k
T
N
2
4
0
1
T
N
2
1
8
2
T
N
5
7
0
T
N
5
7
0
T
N
7
9
9
T
N
7
5
5
ccdfr8l KLC 081601
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
155
Gateways de mídia
SCC1 Media Gateway
A tabela apresentada a seguir descreve os conectores do compartimento de controle básico.
Conector
Função
1 a 16 (A1 a A16)
Conectores de 25 pares que fornecem interfaces entre as placas de portas de
conexão e o campo de conexão cruzada ou o transceiver de fibra.
AUX (auxiliar)
Fornece interfaces para alarmes do cliente, energia para o terminal
atendedor, painéis de transferência de energia de emergência e um modem
interno que é usado para manutenção à distância.
PI (interface do
processador)
Fornece uma interface do protocolo BX.25 para a comunicação entre a
placa e o equipamento DCE externo. Esta conexão pode ser usada apenas
com a opção de confiabilidade padrão.
DCE
Conecta o processador ao equipamento do CDR, à impressora do sistema
ou a um modem externo que é usado para manutenção à distância. Este
conector pode ser usado com qualquer opção de confiabilidade.
TERMINAL
Conecta um terminal de gerenciamento à placa do processador em sistemas
de confiabilidade padrão. O conector do terminal sempre se conecta ao
processador no compartimento do terminal.
DOT (terminal
opcional duplicado)
Usado nas soluções de confiabilidade alta e crítica para conectar um
terminal de administração ao processador ativo através do slot da interface
de duplicação. O conector DOT pode ser usado para conectar-se ao
processador em um outro compartimento.
Gabinete de controle duplicado de um
DEFINITY Server SI
O gabinete de controle duplicado opcional está localizado apenas na PN dos DEFINITY Servers.
Os gabinetes de controle duplicado contêm portas e um complexo de controle duplicado.
O gabinete de controle duplicado possui slots de placas dedicadas, de cor branca, para determinadas
placas de controle. O slot de placa de porta pode abrigar qualquer placa de porta.
Uma fonte de energia CA ou CC está localizada no lado direito do gabinete. O gabinete contém uma
placa de interface de duplicação no slot DUPN INTFC. A figura apresentada a seguir mostra um exemplo
de gabinete de controle duplicado.
156
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Gateways de mídia
SCC1 Media Gateway
Figura 55: Gabinete de controle duplicado (Frente)
B
AUTO
A
S
P
E
OVERIDE
ALARMS
BBI
LINK
TRMT
MAJ
MIN
RCV
WRN
ACK
C
A
R
D
EMER TR
ON
I
N
AUTO
103577450
Lucent
T
N
7
9
2
U
S
E
B
l
a
n
k
98DR07125243
TN792
DUPL INTERFACE
OFF
T
N
2
4
0
4
B
l
a
n
k
1
5
8
P
B
l
a
n
k
T
N
2
4
0
1
T
N
2
1
8
2
T
N
5
7
0
T
N
5
7
0
T
N
7
9
9
T
N
7
5
5
ccdfr8m KLC 081601
A tabela apresentada a seguir mostra os conectores do gabinete de controle duplicado e suas funções.
Conector
Função
01 a 16 (A1 a A16)
Conectores de 25 pares que fornecem interfaces entre as placas de
portas e o campo de conexão cruzada ou o transceiver de fibra.
TERMINAL
Pode conectar-se à placa do processador no gabinete de controle
duplicado na eventualidade de uma falha da placa de interface de
duplicação no compartimento de controle.
Gabinete de controle de expansão de um
DEFINITY Server SI, DEFINITY Server R,
S8700 Media Server ou S8500 Media Server
O gabinete de controle de expansão contém portas, uma interface com um gabinete de portas, uma
interface de manutenção e uma placa tone/clock. A placa tone/clock, que é substituída por uma IPSI, não
é necessária quando o S8700 Media Server ou o S8500 Media Server forem utilizados em uma rede de
portas controladas por IPSI.
O gabinete de controle de expansão é o primeiro em uma pilha de PNs de expansão nos SCC1 Media
Gateways. O gabinete de controle de expansão possui placas de portas opcionais nos slots de porta 2 a 17.
Uma fonte de energia CA ou CC está localizada no lado direito do gabinete.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
157
Gateways de mídia
SCC1 Media Gateway
Figura 56: Gabinete de controle de expansão
ALARMS
CLK
MAJ
MIN
WRN
ACK
EMER TR
ON
AUTO
OFF
S
E
R
V
I
C
E
N
E
T
W
O
R
K
B
l
a
n
k
B
l
a
n
k
1
5
8
P
1
5
8
P
Mtce
T
N
7
7
5
T
N
2
3
1
2
A
P
T
N
5
7
0
T
N
5
7
0
ccdf11n KLC 032502
A tabela apresentada a seguir descreve os conectores do gabinete de controle de expansão.
Conector
Função
1 (A1)
Fornece uma interface de cabos de fibra ótica para uma placa da Interface de
expansão (EI) no slot 11 ou uma interface de cabos de cobre para um
conversor DS1.
2 a 17 (A2 a A17)
Conectores de 25 pares que fornecem interface entre as placas de portas e o
campo de conexão cruzada ou o transceiver de fibra.
AUX (auxiliar)
Fornece interfaces para alarmes do cliente, energia para o terminal atendedor
e painéis de transferência de energia de emergência.
TERM (terminal)
Conecta um terminal de gerenciamento à placa de manutenção e é usado
para o DEFINITY Server SI e DEFINITY Server R. Não é usado para o
S8700 Media Server ou S8500 Media Server.
1 Nos sistemas que usam ATM-PNC, os conectores de fibra ótica para as interfaces do OC-3/STM-1 com os
switches ATM estão situados no painel frontal da placa TN2305 ou TN2306.
Gabinete de portas de um DEFINITY
Server SI, DEFINITY Server R, S8700 Media
Server ou S8500 Media Server
Os gabinetes de portas estão situados na PN e nas PNs de expansão. Os gabinetes de portas contêm portas
e uma interface com um gabinete de controle de expansão. Os gabinetes de portas possuem placas de
portas opcionais nos slots de portas 1 a 18. Nos sistemas de confiabilidade crítica, estas podem incluir
uma placa tone/clock no slot 1 e placas de interface de expansão nos slots 2 e 3. É possível instalar uma
fonte de neon nos slots 17 e 18.
158
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Gateways de mídia
SCC1 Media Gateway
Uma fonte de energia CA ou CC está localizada no lado direito de cada gabinete. A figura apresentada a
seguir mostra um exemplo de gabinete de portas.
Figura 57: Gabinete de portas
CLK
S
E
R
V
I
C
E
N
E
T
W
O
R
K
T
N
2
3
1
2
A
P
T
N
5
7
0
T
N
5
7
0
B
l
a
n
k
B
l
a
n
k
1
5
8
P
1
5
8
P
ccdf11h KLC 032502
A tabela apresentada a seguir descreve os conectores do gabinete de portas.
Conector
Função
2a3
Uma porta de interface de expansão, que fornece uma interface para um cabo
de fibra ótica que se conecta a uma placa de interface de expansão de uma
outra PN ou a uma placa de interface do nó de comutação de um estágio
central de comutação. Em uma configuração do Modo de transferência
assíncrona (ATM), esses slots contêm uma placa de interface ATM e um cabo
de fibra ótica conecta-se a um switch de dados ATM.
(B2 a B3)
1 a 18
(B1 a B18)
Conectores de 25 pares que fornecem interfaces entre as placas de portas e o
campo de conexão cruzada ou o transceiver de fibra.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
159
Gateways de mídia
MCC1 Media Gateway
MCC1 Media Gateway
O MCC1 Media Gateway pode ser usado como um gabinete da Rede de portas (PN). As portas situadas
na frente e na traseira do MCC1 Media Gateway protegem o equipamento interno e permitem um acesso
fácil às placas. Cada MCC1 Media Gateway dispõe de rodízios. Os pés de nivelamento evitam que o
gabinete tombe. Cada canto inferior do MCC1 Media Gateway pode ser afixado ao piso, se necessário.
Consulte Figura 58, Layout típico do MCC1 Media Gateway, na página 161, para ver um exemplo de
layout do MCC1 Media Gateway.
160
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Gateways de mídia
MCC1 Media Gateway
Figura 58: Layout típico do MCC1 Media Gateway
1
2
3
4
5
7
lcdfpdui KLC 031202
6
Notas da figura
Número
Descrição
1
Compartimento na posição C
2
Compartimento na posição B
3
Compartimento na posição A
4
Unidade de ventilação
5
Compartimento na posição D
6
Compartimento na posição E
7
Unidade de distribuição de energia
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
161
Gateways de mídia
MCC1 Media Gateway
Gabinete auxiliar
O gabinete auxiliar contém o hardware para instalar o equipamento opcional. O gabinete permite a
montagem em compartimentos, racks (largura 58,4 cm) ou painéis. O gabinete auxiliar contém o
seguinte:
• Um painel de fusíveis (J58889AB) que distribui –48 VCC para os circuitos com fusíveis do
gabinete
• Uma régua de tomadas CA apresenta tomadas de 120 VCA comutadas e não-comutadas
• Um bloco conector de energia CC para os gabinetes energizados por uma fonte externa de energia
CC ou por um conversor CA para CC que:
— aceita a energia CA fornecida pela tomada comutada de energia CA
— Envia energia CC convertida para o bloco conector de energia CC necessário
Gabinete da rede de portas do DEFINITY
Server R ou SI
Um gabinete da rede de portas contém os seguintes componentes:
Para um DEFINITY Server SI:
• Um a quatro compartimentos de portas (J58890BB).
• Um compartimento de controle (J58890AH).
• Um compartimento de controle duplicado (J58890AJ) nas configurações de confiabilidade alta ou
crítica.
Para um DEFINITY Server R:
• Um a quatro compartimentos de portas (J58890BB).
• Um compartimento do processador (J58890AP) na configuração de confiabilidade alta. Dois
compartimentos do processador na configuração de confiabilidade crítica.
• Mínimo de um compartimento do Nó de comutação (SN) (J58890SA) na configuração de
confiabilidade padrão ou alta, com um Estágio central de comutação (CSS). Mínimo de dois
compartimentos do SN em uma configuração de confiabilidade crítica.
Gabinete da rede de portas para o Avaya
S8700 Media Server
• Um a quatro compartimentos de portas (J58890BB).
• Em uma configuração do Modo de transferência assíncrona (ATM), um cartão de interface ATM.
• Mínimo de um compartimento do Nó de comutação (SN) (J58890SA) na configuração de
confiabilidade padrão ou alta, com um Estágio central de comutação (CSS). Mínimo de dois
compartimentos do SN em uma configuração de confiabilidade crítica.
Consulte a Figura 59, Gabinete típico da PN para todos os modelos de servidor, na página 163, para ver
um exemplo típico de um gabinete da Rede de portas (PN).
162
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Gateways de mídia
MCC1 Media Gateway
Figura 59: Gabinete típico da PN para todos os modelos de servidor
1
2
3
4
5
7
lcdfpdui KLC 031202
6
Notas da figura
Número
Descrição
1
Compartimento de porta na posição C
2
Porta, controle ou compartimento do processador na posição B
3
Controle, processador ou compartimento de controle de expansão na posição A
4
Unidades de ventilação
5
Porta ou compartimento do Nó de comutação (SN) na posição D
6
Porta ou compartimento do SN na posição E
7
Unidade de distribuição de energia
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
163
Gateways de mídia
MCC1 Media Gateway
Gabinete da rede de portas para o Avaya
S8500 Media Server
O Avaya S8500 Media Server apóia o MCC1 Media Gateway nas atualizações da configuração simples
do DEFINITY R. São apoiadas três redes de portas, no máximo, apenas nas configurações de conexão
direta.
Gabinete da rede de portas de expansão do
DEFINITY Server R ou SI
Um gabinete de Rede de portas de expansão (EPN) contém os seguintes compartimentos:
• Um a quatro compartimentos de portas (J58890BB)
• Um compartimento de controle de expansão (J58890AF)
• Zero, um ou dois compartimentos do SN (J58890SA) no modelo R conectado pelo CSS,
conforme necessário
Consulte a Figura 60, Gabinete MCC1 EPN, na página 164, para ver um exemplo de um gabinete MCC1
EPN.
Figura 60: Gabinete MCC1 EPN
Compartimento
de portas
Compartimento
de controle de
expansão
Compartimento
de portas ou
do nó de
comutação
Unidade de
distribuição
de energia
Compartimento
de portas
Compartimento
de portas ou
do nó de
comutação
lcdfpdu4 LJK 081999
Em uma configuração mínima de gabinete EPN duplo, as posições dos compartimentos A, B e C são
destinadas à primeira rede de portas no gabinete. As posições dos compartimentos D e E são destinadas à
segunda rede de portas no gabinete. Quando um gabinete tem duas PNs, a posição do compartimento E
deve ser usada e preenchida primeiro. Somente então a posição do compartimento D poderá ser
adicionada e preenchida.
164
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Gateways de mídia
MCC1 Media Gateway
Compartimentos
A tabela a seguir mostra os tipos de compartimentos que podem ser instalados no MCC1 Media Gateway
com o DEFINITY Server R, DEFINITY Server SI, S8700 Media Server e o S8500 Media Server. Cada
compartimento será descrito em mais detalhes posteriormente nesta seção.
.
Descrição
Gabinete
Servidor
Compartimento de controle – contém as placas dos
processadores que realizam o processamento e a manutenção
de chamadas
PN
DEFINITY Server SI
Compartimento do processador – contém as placas de
processamento que realizam o processamento, manutenção e
administração das chamadas. Este compartimento não
contém placas de portas. Nos sistemas de confiabilidade alta
e crítica e de processador duplicado há dois compartimentos
J58890AP na PN.
PN
DEFINITY Server SI e
DEFINITY Server R
Compartimento de portas (opcional) – contém as placas
adicionais de portas, de tone/clock e da EI.
PN ou
EPN
DEFINITY Server SI e
DEFINITY Server R
Compartimento de controle de expansão – contém placas
adicionais de portas, de tone/clock, da interface de
manutenção e da EI.
EPN
DEFINITY Server R,
DEFINITY Server SI,
S8700 Media Server e
S8500 Media Server
Compartimento do nó de comutação – contém as placas da
SNI que compõem o CSS.
EPN ou
PPN
DEFINITY Server R e
S8700 Media Server
Compartimento de controle duplicado (opcional) – contém
as placas duplicadas do processador para efetuar o
processamento, a manutenção e a administração de chamadas
de maneira idêntica ao compartimento de controle. Este
compartimento também pode conter as placas de portas.
PN
DEFINITY Server SI
Compartimento de controle para o DEFINITY
Server SI
O compartimento de controle é usado para o DEFINITY Server SI. Este compartimento não é usado no
S8700 Media Server nem no S8500 Media Server.
Consulte a Figura 61, Compartimento de controle (frente), na página 166, para examinar um exemplo de
compartimento de controle.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
165
Gateways de mídia
MCC1 Media Gateway
B
AUTO
A
S
P
E
OVERIDE
ALARMS
BBI
LINK
TRMT
MAJ
Z100A1
blanks
or
631DA1
MIN
631DB1
or
649A
RCV
WRN
ACK
C
A
R
D
EMER TR
ON
I
N
AUTO
103577450
Z
1
0
0
C
Lucent
T
N
7
9
2
U
S
E
B
l
a
n
k
98DR07125243
TN792
DUPL INTERFACE
OFF
B
l
a
n
k
B
l
a
n
k
T
N
2
4
0
4
B
l
a
n
k
B
l
a
n
k
T
N
2
4
0
1
B
l
a
n
k
T
N
2
1
8
2
T
N
5
7
0
T
N
5
7
0
T
N
7
7
1
B
l
a
n
k
T
N
7
9
9
B
l
a
n
k
B
l
a
n
k
Z
1
0
0
D
ou
b
r
a
n
c
o
B
l
a
n
k
ccdfr8ah KLC 081601
Figura 61: Compartimento de controle (frente)
B
l
a
n
k
T
N
7
5
5
O compartimento de controle (J58890AH) apresenta slots de placas dedicados, de cor branca, que sempre
contêm determinadas placas de controle. Os slots de cores duplas podem conter qualquer placa de portas
ou determinada placa de cor branca, como uma placa da EI ou da unidade de energia. As unidades de
energia CA ou CC fornecem energia para o compartimento.
A tabela apresentada a seguir descreve os conectores do compartimento de controle.
166
Conector
Função
1 a 9 (A1 a A9)
Os conectores de 25 pares fornecem interfaces entre as placas de portas e o
campo de conexão cruzada ou o transceiver de fibra.
AUX (Auxiliar)
Fornece uma interface para alarmes, energia para o terminal atendedor,
painéis de transferência de energia de emergência e um modem interno
que é usado para manutenção à distância.
Interface do processador
para configurações de
confiabilidade padrão
Conecta-se diretamente à placa da PI. Fornece uma interface do protocolo
BX.25 para a comunicação entre a placa e o equipamento DCE externo.
Terminal opcional
duplicado
Usado em sistemas de confiabilidade alta e crítica para conectar um
terminal de gerenciamento ao processador ativo a partir do slot da
interface de duplicação.
Terminal
Conecta um terminal de gerenciamento ao processador em sistemas de
confiabilidade padrão. Em sistemas de confiabilidade crítica, ele conecta
um terminal ao processador no compartimento de controle.
P1
Fornece um indicador das posições do compartimento, energia para os
ventiladores e acesso aos circuitos de alarme e controle.
P2
Fornece sinais de controle para o compartimento.
Equipamento de
comunicações de dados
Conecta o processador ao equipamento do CDR, à impressora do sistema
ou a um modem externo que é usado para manutenção à distância. Este
conector pode ser usado com qualquer opção de confiabilidade.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Gateways de mídia
MCC1 Media Gateway
Compartimento de controle duplicado para o
DEFINITY Server SI
O compartimento de controle duplicado (J58890AJ) contém slots identificados por cores da seguinte
maneira:
• Slots de placas dedicadas, de cor branca, que sempre contêm determinadas placas de controle.
• Os slots de cores cinza e roxa podem conter placas de portas.
• Os slots de cores duplas, em branco, cinza ou roxo, podem conter placas de portas ou
determinadas placas brancas, como as da interface de expansão ou as da unidade de energia.
As unidades de energia CA ou CC estão localizadas nas extremidades de um compartimento de controle
duplicado.
A tabela apresentada a seguir descreve os conectores do compartimento de controle duplicado.
Conector
Função
1 a 9 (B1 a B9)
Os conectores de 25 pares fornecem interfaces entre as placas de portas e o
campo de conexão cruzada ou o transceiver de fibra.
Terminal
Conecta um terminal de gerenciamento ao processador no respectivo
compartimento de controle duplicado.
P1
Fornece um indicador das posições do compartimento e acesso aos circuitos
de alarme e controle.
Compartimento do processador para o
DEFINITY Server R ou SI
O compartimento do processador contém apenas slots dedicados para as placas de controle.
Os compartimentos do processador não contêm slots de placas de portas. A figura a seguir mostra um
exemplo.
Esse compartimento sempre contém quatro placas de memória e uma placa da interface do pacote.
As unidades de energia CA ou CC estão localizadas nas extremidades de um compartimento do
processador.
Consulte a Figura 62, Compartimento do processador, na página 168, para examinar um exemplo de
compartimento do processador.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
167
Gateways de mídia
MCC1 Media Gateway
Z100A1
blanks
or
631DA1
631DB1
or
649A
SPE
AUTO
A
B
Z
1
0
0
C
T
N
1
6
4
8
U
N
3
3
0
B
l
a
n
k
U
N
3
3
1
B
l
a
n
k
B B
l l
a a
n n
k k
T
N
1
6
5
0
T
N
1
6
5
0
T T T
N N N
1 1 1
6 6 6
5 5 5
0 0 5
B
l
a
n
k
T
N
7
8
0
ou
T
N
2
1
8
2
U
N
3
3
2
T
N
1
6
5
7
TN2211 OPTICAL DRIVE
B
l
a
n
k
CAUTION: DO NOT REMOVE until shutdown procedure
is completed. OK to remove only when green and yellow
LED’s are off.
OVERRIDE
ccdfr8ap KLC 081601
Figura 62: Compartimento do processador
T
N
2
2
1
1
A tabela a seguir descreve os conectores de um compartimento do processador.
Conector
Função
Relógio (Stratum-3)
O relógio stratum-3 proporciona uma interface para medição digital de
tempo de quadros. Este não é um relógio marcador de horas do dia.
AUX (Auxiliar)
O compartimento AUX fornece uma interface para alarmes do cliente,
energia para o terminal atendedor, painéis de transferência de energia de
emergência e uma interface de modem interno para manutenção à distância.
Terminal ativo
Conecta um terminal de gerenciamento à placa de Acesso e manutenção do
sistema (SYSAM), situada no compartimento do processador ativo.
Terminal de reserva
Usado apenas em processadores duplicados para conectar um terminal de
gerenciamento ao compartimento do processador de reserva.
P1
Fornece um indicador das posições do compartimento e acesso aos circuitos
de alarme e controle.
P2
Fornece sinais de controle para o compartimento.
Compartimento de controle de expansão para
todos os modelos de servidores
O compartimento de controle de expansão contém uma placa da EI ou placa de Interface ATM nos slots
de porta 1 e 2. O compartimento de controle de expansão é usado em um trajeto de cabeamento de fibra
ótica para um outro gabinete ou para o CSS do próprio gabinete. Os slots de um gabinete de controle de
expansão podem conter placas de portas opcionais.
168
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Gateways de mídia
MCC1 Media Gateway
O compartimento de controle de expansão também contém os slots de porta 3 a 19, além da unidade de
energia CA ou CC. Também são apresentadas as placas de manutenção e de tone/clock. Uma fonte de
neon, opcional, pode estar localizada no slot 18 ou 19.
Consulte a Figura 63, Compartimento de controle de expansão (frente), na página 169, para examinar um
exemplo de compartimento de controle de expansão.
ALARMS
MAJ
Z100A1
blanks
or
631DA1
631DB1
or
649A
MIN
WRN
ACK
EMER TR
ON
AUTO
OFF
Z
1
0
0
C
T
N
7
7
5
T
N
2
1
8
2
T
N
5
7
0
ccdf10af KLC 101601
Figura 63: Compartimento de controle de expansão (frente)
T
N
5
7
0
A tabela apresentada a seguir descreve os conectores de um compartimento de controle de expansão.
Conector
Função
1e2
Fornece uma interface de cabos de fibra ótica com uma placa da Interface de
expansão (EI) no slot 11 ou uma interface de cabos de cobre para um
conversor DS1.
A1 e A2
1 a 19
A1 a A19
Os conectores de 25 pares fornecem interfaces entre as placas de portas e o
campo de conexão cruzada ou o transceiver de fibra.
Auxiliar (AUX)
Fornece interfaces para alarmes do cliente, energia para o terminal atendedor
e painéis de transferência de energia de emergência.
TERMINAL
Conecta um terminal de gerenciamento à placa de manutenção de um
compartimento de controle de expansão.
P1
Fornece um indicador das posições do compartimento e acesso aos circuitos
de alarme e controle.
P2
Conecta a corrente de toque de chamada proveniente do gerador de toque de
chamada ao compartimento e produz sinais de controle.
1 Nos sistemas que usam ATM-PNC, os conectores de fibra ótica para as interfaces do OC-3/STM-1 com os
switches ATM estão situados no painel frontal das placas TN2305 ou TN2306.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
169
Gateways de mídia
MCC1 Media Gateway
Compartimento de portas para o DEFINITY
Server SI ou R, S8700 Media Server ou S8500
Media Server
Um compartimento de portas contém os seguintes slots:
• Slots da porta 1 a 20 das placas de portas. O slot 1 pode conter uma placa de tone/clock quando
o compartimento de portas estiver na posição B de um gabinete EPN em um sistema de
confiabilidade crítica. O slot 2 contém uma placa opcional EI ou de interface ATM em um sistema
de confiabilidade crítica.
• Um slot de serviço da unidade de energia, no qual uma placa da unidade de energia ou uma placa
de serviço podem ser instaladas.
• As unidades de energia CA e CC estão localizadas nas extremidades do compartimento.
Consulte a Figura 64, Compartimento de portas (frente), na página 170, para examinar um exemplo de
compartimento de portas.
Z100A1
blanks
or
631DA1
631DB1
or
649A
Z
1
0
0
C
T
N
2
1
8
2
T
N
5
7
0
ccdf10bb KLC 101601
Figura 64: Compartimento de portas (frente)
T
N
5
7
0
A tabela apresentada a seguir descreve os conectores do compartimento de portas.
170
Conector
Função
1 a 20
Conectores de 25 pares que fornecem interfaces entre as placas de portas e o
campo de conexão cruzada ou o transceiver de fibra.
P1
Fornece um indicador das posições do compartimento e acesso aos circuitos
de alarme e controle.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Gateways de mídia
MCC1 Media Gateway
Compartimento de nó de comutação do
DEFINITY Server R ou S8700 Media Server
O Compartimento do nó de comutação (SNC) (J58890SA) pode conter:
•
•
•
•
•
Um ou dois relógios do nó de comutação
Até 16 placas de Interface de nó de comutação (SNI)
Uma ou duas placas do conversor de DS1
Uma placa da EI
Duas unidades de energia CA ou CC
As unidades de energia CA ou CC estão localizadas nas extremidades do SNC. O SNC pode ser usado na
conexão de uma a 44 PNs, mas deve necessariamente ser usado ao conectar três ou mais EPNs.
Consulte a Figura 65, Compartimento de nó de comutação (frente), na página 171, para examinar um
exemplo de compartimento de nó de comutação.
Figura 65: Compartimento de nó de comutação (frente)
A tabela a seguir descreve os conectores de um compartimento de nó de comutação.
Conector
Função
1 (E1)
Conector da EI para o cabo entre a placa da EI, no slot 1, e a placa da
Interface de nó de comutação (SNI), no slot 2, somente em uma PN
duplicada. Também usado em uma placa do Conversor de DS1 no slot 1.
2 a 9 e 13 a 20 (E2 a
E19 e E13 a E20)
Portas do SN que constituem interfaces de cabeamento de fibra ótica com as
placas da SNI e outras placas conectadas às portas do SN ou placas nas PNs
de expansão.
21 (E21)
Interface para conectar a placa conversora de DS1 ao campo de conexão
cruzada e a uma placa de SNI.
P1
Fornece um indicador das posições do compartimento do SN e acesso aos
circuitos de alarme e circuitos de controle.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
171
Gateways de mídia
MCC1 Media Gateway
Tabela 8: Slots de placas nos compartimentos
Tipo
Descrição
Servidor
Porta
Os slots de portas têm cor roxa ou são identificados por um
retângulo cinza. Um slot de porta pode aceitar qualquer placa
identificada pelas cores roxa ou cinza.
DEFINITY Server R,
SI e S8700 Media
Server
Controle
Um slot de controle tem a cor branca ou é identificado por um
retângulo contornado de branco. Um slot de porta pode aceitar
qualquer placa identificada pelas cores roxa ou cinza.
DEFINITY Server R
e SI
Serviço
Um slot de serviço tem cor roxa ou é identificado por um
retângulo cinza. Os slots de serviço aceitam tipos especiais de
placas, que não têm um conector de E/S.
DEFINITY Server R,
SI e S8700 Media
Server
As placas e os slots de cores roxa e branca foram substituídos por placas e slots que são identificados por
retângulos nas cores cinza e branco, respectivamente. Uma etiqueta contendo um retângulo cinza escuro
indica um slot para placa de porta. Uma etiqueta contendo um retângulo contornado de branco indica um
slot para placa de controle. Cada slot de portas é ligado a um conector de 50 pinos (25 pares), localizado
no painel traseiro do compartimento. Cada conector é ligado a um cabo que é direcionado ao campo de
conexão cruzada. Cada slot que contém uma placa de interface de fibra ótica (EI ou SNI) usa um
transceiver de fibra ótica no painel traseiro do compartimento.
Uma placa limitadora de corrente (CFY1B) é ligada ao painel traseiro do compartimento localizado na
posição A. A placa controla:
•
•
•
•
Lógica para transferência de emergência
Energia limitada por corrente
5 VCC para acionar o disjuntor principal em situações de temperatura excessiva
Relé de transferência de toques de chamada
Os terminadores no painel traseiro promovem a terminação das extremidades do barramento de expansão
do processador.
Os seguintes painéis frontais vazios do aparelho (com as respectivas larguras) cobrem os slots de placas
não usados nos compartimentos, a fim de manter um fluxo de ar adequado:
• Z100A1 (1,9 cm)
• Z100C (1,27 cm)
• Z100D (0,64 cm)
172
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Placas e fontes de energia
Fonte de energia 1217A CA
Placas e fontes de energia
Fonte de energia 1217A CA
A fonte de energia 1217A só é usada com o SCC1 Media Gateway. Esta fonte de energia fornece proteção
adicional ao equipamento na eventual ocorrência de sobrecarga. As sobrecargas acionam um alarme na
energização, porém os ventiladores do sistema continuarão a funcionar, assim como a fonte de energia.
Essa fonte de energia substitui a WP-51193 L3 e a L4-25, apresentando compatibilidade completa com
versões anteriores.
Essa fonte de energia com correção pelo fator de potência aceita uma entrada de energia CA de 50 ou
60 Hz e efetua entrada automática entre 90 e 264VCA. Essa fonte de energia com múltiplas saídas
fornece saídas reguladas de energia CC e saídas de toques de chamada CA de 20 ou 25 Hz selecionáveis
por comutador. A fonte de energia 1217A satisfaz:
•
•
•
•
Os requisitos de distorção harmônica da IEC1000-3-2 (PFC)
Os requisitos de imunidade da IEC 1000-4
Os requisitos de segurança da IEC 950
Os requisitos atuais UL e CSA
A fonte de energia 1217A pode ser montada no slot da fonte de energia do compartimento. Um cabo de
energia com um plugue de três pinos em uma das extremidades conecta a fonte a uma fonte dedicada de
energia CA.
Unidade de energia CA 631DA1
A unidade de energia 631DA1 aceita energia de entrada 120 VCA a 60 Hz e fornece energia CC a +5 V e
até 60 A para os painéis traseiros dos compartimentos de um MCC1 Media Gateway.
Se houver uma falha na energia de entrada CA, a unidade de energia poderá converter 144 VCC a partir
de baterias opcionais em uma unidade de distribuição de energia CA em +5 VCC. Um circuito situado no
recarregador de baterias opcional detecta a voltagem de entrada (CA ou CC) mais elevada equivalente,
comutando para a voltagem de entrada correta.
Unidade de energia CA 631DB1
A unidade de energia 631DB1 aceita energia de entrada 120 VCA a 60 Hz e fornece energia CC a:
• –48 V a 8 A
• –5 V a 6 A
para os painéis traseiros dos compartimentos de um MCC1 Media Gateway. A saída CC de –48 V
também aciona os ventiladores do gabinete.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
173
Placas e fontes de energia
Unidade de energia CC 649A
Se houver uma falha na energia de entrada CA, a unidade de energia poderá converter 144 VCC a partir
de baterias opcionais em uma unidade de distribuição de energia CA em +5 VCC. Um circuito situado no
recarregador de baterias opcional detecta a voltagem de entrada (CA ou CC) mais elevada equivalente,
comutando para a voltagem de entrada correta.
Unidade de energia CC 649A
O conversor de energia 649A converte uma entrada CC de –48 V em saídas CC de:
• –48 V a 10 A
• ±5 V a 6 A
para um MCC1 Media Gateway. Dentro de um compartimento, as saídas são distribuídas para os slots das
placas. É necessário apenas um conversor de energia 649A por compartimento, exceto nos compartimentos
do SN. Os compartimentos do SN exigem dois conversores, um em cada extremidade. O uso da unidade
de energia 649A também permite um aumento no número de telefones suportados por cada compartimento.
Unidade de energia CA 650A
Essa fonte de energia global com correção pelo fator de potência aceita uma entrada de energia CA de
47 a 63 Hz e efetua entrada automática entre 85 e 264 VCA. Enquanto fornece uma saída total de
330 Watts, a unidade de energia 650A fornece múltiplas saídas CC, conforme é mostrado abaixo:
•
•
•
•
+5,1 VCC a 28 A
–5,1 VCC a 1,0 A
–48 VCC a 4,5 A
de +8 a +14 VCC, a 1,6 A (controle de velocidade de ventilação)
Essa saída (com voltagem nominal de +12 VCC) controla a velocidade dos ventiladores.
A voltagem varia com a temperatura ambiente do ar na entrada, situada abaixo da fonte de
energia. Se essa voltagem atingir +14 VCC, o sistema ativará um sinal FANALM.
• de –115 a –150 VCC, a 200 mA (barramento de neon)
A unidade de energia 650A possui três saídas selecionáveis por comutador para toque de chamada:
• saída CA de 20 Hz, a 85 V RMS e a 80 mA – centralizada aproximadamente em –48 VCC, a
180 mA
• saída CA de 25 Hz, a 72 V RMS e entre 8 e 80 mA – centralizada aproximadamente em
–48 VCC, a 180 mA
• Duas saídas CA de 50 Hz a 28 V RMS (efetivamente 56 V) e 220 mA – inclinadas para cerca de
–48 e 0 VCC, a 70 mA e balanceadas
174
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Placas e fontes de energia
Fonte de energia 655A
Fonte de energia 655A
O G650 pode utilizar uma ou duas fontes de energia 655A. Cada fonte de energia é capaz de fornecer
toda a energia necessária ao G650. Quando duas fontes de energia são utilizadas, elas compartilham as
exigências de energia. A fonte de energia 655A:
• É a única fonte de energia apoiada pelo G650
• Não é compatível com outros tipos de compartimentos de versões anteriores
Se a fonte de energia G655A for utilizada, ela estará localizada no slot 0 do G650 Media Gateway.
Se forem utilizadas duas unidades de energia G655A, elas estarão localizadas nos slots 0 e 15.
NOTA:
Se a outra fonte de energia 655A estiver em funcionamento, é possível inserir ou remover
uma fonte de energia redundante sem que o G650 seja afetado.
Energia de entrada
A fonte de energia 655A é capaz de funcionar com energia de entrada CA ou CC. Se for disponível, a
energia CA será sempre utilizada. Uma fonte de energia pode funcionar com energia CA, enquanto a
outra funciona com energia CC. As fontes de energia utilizam prioritariamente a energia CA, passando a
utilizar energia CC se aquela sofrer falhas ou estiver ausente.
Energia CA
A energia comercial CA é a fonte de energia de entrada primária. Tanto o slo 0 quanto o 15 possuem
entradas dedicadas de energia CA. A fonte de energia 655A pode funcionar com entrada de energia CA
de 90 a 264 VCA, de 47 a 63 Hz. As faixas nominais de energia CA são:
• 100 a 120 VCA, a 50 ou 60 Hz
• 200 a 240 VCA, a 50 ou 60 Hz
Energia CC
É possível fornecer energia –48 VCC simultaneamente como energia de reserva. O painel traseiro do
G650 apresenta uma entrada de energia –48 VCC, que é distribuída pelo painel traseiro para todas as
fontes de energia.
Barramento I2C
A fonte de energia 655A realiza a interface com o barramento I2C, que é implementado no painel traseiro
do gabinete do G650. A fonte de energia 655A responde a comandos e consultas do barramento principal
I2C IPSI TN2312BP.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
175
Placas e fontes de energia
Fonte de energia 655A
Indicadores luminosos do painel frontal da
655A
Os cinco Indicadores luminosos (LEDs) do painel frontal da fonte de energia 655A estão dispostos em
uma linha vertical com o LED vermelho no alto. Esses cinco LEDs fornecem os seguintes estados:
• Vermelho – esse LED:
— se acenderá quando houver uma falha na fonte de energia ou nos ventiladores (nos G650
com fontes de energia redundantes, uma falha no conjunto do ventilador resultará no
acendimento deste LED em ambas as fontes de energia)
— piscará uma vez por segundo, quando o software desligar a saída da corrente de toque de
chamada de uma fonte de energia
• Amarelo – esse LED:
— se acenderá quando o estado da fonte de energia e dos ventiladores estiver em ordem
— piscará uma vez por segundo, quando o software desligar uma única fonte de energia em
um compartimento com fontes de energia redundantes em funcionamento
• Verde – se acenderá quando for aplicada energia CA à fonte de energia
• Verde – se acenderá quando for aplicada energia CC à fonte de energia
• Verde – se acenderá quando a fonte de energia estiver fornecendo toque de chamada ao G650
Geração de toque de chamada da 655A
A 655A fornece toque de chamada norte-americano (20 Hz) ou europeu/internacional (25 Hz). Ela também
apresenta uma definição para não proporcionar toques de chamada quando o cliente fornecer um gerador
de toque de chamada externo à fonte de energia. A TN2202 (placa geradora de toques de chamada
francesa) é um exemplo de gerador externo de toque de chamada.
A fonte de energia 655A é dotada de um interruptor físico para selecionar a freqüência do gerador de
toque de chamada. As opções são:
• 20 Hz – norte-americano;
• 25 Hz – europeu e internacional;
• outros – nenhuma saída de toques de chamada quando for utilizado um gerador externo de toque
de chamada, como a placa TN2202 geradora de toques de chamada francesa.
É necessário remover a fonte de energia do G650 quando a seleção de freqüência de toques de chamada
for alterada.
Apenas uma 655A fornece toques de chamada para o G650. A fonte de energia localizada no slot 0 do
G650 é o padrão para os toques de chamada. O sistema utiliza essa 655A padrão, a não ser que ela tenha
sofrido falhas ou que o software tenha forçado o seu desligamento. Quando um compartimento do G650
possuir fontes de energia redundantes, uma destas fontes automaticamente fornecerá toques de chamada
se a outra sofrer falha.
A 655A fornece toque de chamada a apenas um compartimento do G650. Por exemplo: as fontes de
energia 655A localizadas no compartimento A fornecem toque de chamada apenas a ele, enquanto que as
localizadas no compartimento D fornecem toque de chamada apenas compartimento D. Se a geração de
toque de chamada em ambas as fontes de energia de um compartimento sofrer falhas, nenhuma outra
fonte de energia fornecerá toque de chamada ao compartimento.
176
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Placas e fontes de energia
Fonte de energia 655A
Unidade de energia CC 676C
Uma fonte de –48 VCC fornece energia para a fonte de energia CC até a 25 A. A fonte de energia 676C
para o SCC1 Media Gateway produz saídas CC de +5, –5, –48 e +12 VCC. As saídas CC são distribuídas
no painel traseiro do gabinete para o slot de cada placa. A freqüência e o valor da saída da voltagem CA
de toque de chamada dependerão do país de uso. A fonte de energia possui disjuntores e filtragem de
Interferência eletromagnética (EMI).
Limitador de corrente 982LS
O limitador de corrente 982LS conecta-se atrás do slot da placa do processador apenas na Rede de portas
do processador (PPN) de um sistema DEFINITY SI. O 982LS fornece 48 VCC acessória limitada por
corrente, lógica para transferência de emergência, 5 VCC limitada por corrente – para acionar o disjuntor
principal se for detectada uma elevada temperatura – e 48 VCC duplicada para os ventiladores no
gabinete PPN.
Limitador de corrente CFY1B
O limitador de corrente CFY1B só é usado para o sistema DEFINITY R.
A placa CFY1B apóia a PPN e as EPNs dos MCC1 e SCC1 Media Gateways. O limitador de corrente
CFY1B é conectado à parte traseira do slot da placa de manutenção, fornecendo 48 VCC acessória
limitada por corrente, lógica para transferência de emergência, 5 VCC limitada por corrente – para
acionar o disjuntor principal se for detectada uma elevada temperatura – e 48 VCC duplicada para os
ventiladores no gabinete de uma EPN.
ED-1E568 DEFINITY AUDIX R4
Para obter informações sobre o ED-1E568 DEFINITY AUDIX R4, consulte Sistema de Correio de Voz
DEFINITY AUDIX 4.0 (consulte ED-1E568) TN568 na página 181.
Plataforma de aplicações múltiplas (MAPD)
J58890MA-1
J58890MA-1 é uma variação da plataforma MAPD que transporta enlaces ASAI entre um sistema de
gateway do DEFINITY LAN e uma LAN de Ethernet. O conjunto de placas J58890MA-1 utiliza a
TN801B MAPD (Interface Gateway LAN), uma placa construída a partir de processadores para PC de
padrão industrial, interfaces, barramentos e placas de expansão ISA/PCI. A J58890MA-1 utiliza três slots
adjacentes no compartimento. Em um CMC1 Media Gateway, a J58890MA só utilizará dois slots se for
posicionada no slot seis ou sete. Existem diferentes listas de J58890MA, o que se indica por meio de um
número no final, após o hífen. Uma lista representa diferentes configurações de hardware da mesma
placa.
A seguir são descritas as capacidades das diferentes listas para a J58890MA:
• A J58890MA-2 apóia o CallVisor ASAI e o Gateway LAN
• A J58890MA-10 apóia troncos IP
• A J58890MA-20 apóia CallVisor ASAI, Avaya Computer Telephony e Basic Call Management
System Reporting Desktop
• A J58890MA-30 apóia soluções IP
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
177
Placas e fontes de energia
Fonte de energia 655A
Adaptador de cabo de fibra ótica NAA1
O adaptador NAA1 redireciona o cabo de fibra ótica da frente da placa ATM para a parte traseira de um
CMC1 Media Gateway. Embora o adaptador de cabo de fibra ótica NAA1 pareça uma placa de circuito,
ele é passivo dos pontos de vista elétrico e ótico.
Identificação de linhas de chamadas
recebidas (ICLID) TN429D
A placa de Identificação de linhas de chamadas recebidas (ICLID) TN429D fornece oito portas para
troncos de Discagem direta a ramal bidirecional (DIOD). Cada porta fornece uma interface de dois fios à
Central pública (CO) para chamadas recebidas e chamadas de saída. A CO fornece os nomes e números
do chamador à placa, que os apresenta nos telefones digitais (DCP e BRI) equipados com um display
alfanumérico de 32 ou 40 caracteres. Nos Estados Unidos, a ICLID apóia nome e número. No Japão e em
outros países compatíveis com os requisitos, a ICLID apresenta apenas o número.
A ICLID é necessária para a facilidade ANI japonesa, na qual o número chamador passa através da
central. É possível que um detector/conversor dentro do canal de voz seja necessário. Entre em contato
com o representante local da Avaya para obter mais informações.
A ICLID fornece as funções necessárias de desconexão da CO, assim como a interface com o
E911/CAMA.
Sintetizador de fala TN433
O sintetizador de fala TN433 para o idioma italiano fornece quatro portas que recebem mensagens fixas
para deixar pedidos de rechamada, despertador automático e facilidades do terminal atendedor para
deficientes visuais. Essas mensagens fixas incluem: bom dia, hora do dia e número do ramal. Cada porta
conta com detecção de tons multifreqüenciais. O sintetizador de fala TN433 possui capacidades de
compressão/expansão A-Law e µ-Law programáveis.
Tronco de Discagem Direta a Ramal (8 portas)
TN436B
O tronco TN436B de Discagem Direta a Ramal (DDR) para a Austrália fornece oito portas para DDR.
Essas portas estão conectadas de modo independente a uma rede pública. Cada porta constitui uma
interface entre uma linha analógica de dois fios vinda de uma CO e a rede de TDM de quatro fios no
sistema. O DDR TN436B para a Austrália possui temporizadores programáveis.
Tronco da central pública (8 portas) TN438B
O tronco CO TN438B para a Austrália fornece oito portas para troncos tipo loop start da CO. Cada uma
das 8 portas possui fios de sinais telefônicos. A TN438B pode detectar pulsos periódicos de medição de
12 kHz e 50 Hz vindos da CO. Entre as facilidades adicionais, incluem-se a temporização de chamadas
ainda retidas e os circuitos de detecção automática de falhas de proteção.
178
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Placas e fontes de energia
Fonte de energia 655A
Linha de junção (4 portas) TN439
A placa de linha de junção TN439 para a Austrália e para o Japão fornece quatro portas para linhas de
junção de dois fios com sinalização de desconexão de loop. A TN439 possui temporizadores
programáveis e modos de compressão/expansão A-Law e µ-Law programáveis.
Sintetizador de fala TN457
O sintetizador de fala TN457 para o idioma inglês britânico fornece quatro portas que recebem mensagens
fixas para deixar pedidos de rechamada, despertador automático e facilidades do terminal atendedor para
deficientes visuais, faladas com sotaque do Reino Unido. Entre os exemplos de mensagens, podem ser
citados: bom dia, hora do dia e número do ramal. Cada porta conta com detecção de tons multifreqüenciais.
A TN457 possui capacidades de compressão/expansão A-Law e µ-Law programáveis.
Tronco de Discagem Direta a Ramal (8 portas)
TN459B
A placa DDR TN459B para o Reino Unido fornece oito portas para a inicialização imediata ou do tipo
wink de troncos de DDR. Cada porta possui fios de sinais telefônicos. Cada porta constitui uma interface
entre uma linha analógica de dois fios vinda de uma CO e a rede de TDM de quatro fios no sistema.
A TN459B possui temporizadores programáveis e um circuito inverso ocupado que obedece aos
requisitos de sinalização.
Interface DS1 TN464GP, T1 (24 canais) ou
E1 (32 canais)
A placa TN464GP fornece:
•
•
•
•
•
Modo programável de compressão/expansão A-Law ou µ-Law ao nível da placa.
Geração e verificação de CRC-4 (apenas E1).
Capacidade do relógio Stratum 3.
Conectividades RDSI-PRI T1 ou E1.
Fios de sinalização de Saída de linha (LO) e Entrada de linha (LI) (pares compensados não
polarizados).
• Apoio aos tipos de portas de Centrais públicas (CO), Linhas de junção (TIE), DDR e Ramais
externos (OPS) que usam os protocolos de sinalização por bits subtraídos (robbed-bit), de
sinalização proprietária do 24° canal orientada por bits (BOS) ou de sinalização do 24° canal de
DMI-BOS.
• Apoio à facilidade russa ANI de entrada.
• Apoio a equipamento universal de sinal digital de nível 1 em aplicações de banda larga
RDSI-PRI.
• Tomada de testes à linha do DS1 ou E1 e apoio ao módulo da Unidade de canais de serviços
integrados (ICSU) de 120 A.
• Apoio às capacidades avançadas de manutenção da ICSU. Estas placas podem comunicar-se com
CONVERSANT®. Consulte a Interface RDSI-BRI S/T-TE TN2185B (4 fios, 8 portas) na
página 198.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
179
Placas e fontes de energia
Fonte de energia 655A
• Firmware transferível.
• Apoio a cancelamento de eco. Para ativar esta capacidade, o cliente deverá adquirir uma
facilidade Direito de Uso do software de cancelamento de eco, além do hardware.
A capacidade de cancelamento de eco da TN464GP é selecionável em uma base de canal
específico. A interface DS1 TN464GP desliga automaticamente o cancelamento de eco ao
detectar um tom de fase inversa de 2100 Hz emitido pelos modems de alta velocidade (56 kbps),
mas não ao detectar um tom linear de 2100 Hz gerado pelos modems de baixa velocidade
(9,6 kbps). O cancelamento de eco aperfeiçoa uma chamada de dados de baixa velocidade.
A interface DS1 TN464GP destina-se aos clientes que tenham alguma probabilidade de encontrar
eco nos circuitos que estão ligados à rede pública. Será maior a ocorrência do eco se a central
estiver configurada para ATM, IP ou outros serviços complexos e interfaces com os provedores
locais de serviços que não instalam rotineiramente equipamentos de cancelamento de eco em
todos os seus circuitos. Uma fonte comum de eco são os circuitos “híbridos”, onde ocorrem
conversões entre os circuitos digitais de 4 fios e os circuitos analógicos de 2 fios. A interface DS1
TN464GP cancela o eco em intervalos de até 96 ms.
Tronco da central pública (8 portas) TN465C
A placa de tronco CO TN465C apóia diversos países.
Esta placa contém oito portas de tronco analógicas da CO, sinalização de troncos para loop start, detecção
e contagem da Medição por pulsos periódicos (PPM) de 12 e 16 kHz, temporizadores programáveis,
sinalização por inversão a bateria e sinalização selecionável para diversos países. Entre em contato com o
representante local da Avaya para obter mais informações sobre a TN465C.
Linha analógica TN479 (16 portas)
A placa TN479 para linha analógica possui 16 portas e apóia três volumes de toques de chamada e
três portas de toques de chamada simultâneas. Apenas um telefone pode apresentar um indicador
luminoso de mensagens em espera (não são apoiados indicadores de neon de mensagens em espera).
A TN479 apóia o modo de compressão/expansão µ-Law.
A tabela apresentada a seguir lista os telefones apoiados pela TN479 e mostra todos os comprimentos e
alcances dos fios.
Telefone
mm2/0,5
Alcance máximo
Tipo 500
24 AWG (0,2
mm)
914 m
Tipo 2500
24 AWG (0,2 mm2/0,5 mm)
914 m
mm2/0,5
Série 7100
24 AWG (0,2
7101A
sem apoio
sem apoio
7103A
sem apoio
sem apoio
Série 8100
24 AWG (0,2 mm2/0,5 mm)
Série 9100
180
Tamanho do fio (área métrica/diâmetro)
24 AWG (0,2
mm2/0,5
mm)
mm)
914 m
762 m
762 m
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Placas e fontes de energia
Fonte de energia 655A
Linha de junção (4 portas) TN497
A placa de linha de junção TN497 para a Itália fornece quatro portas para linhas de junção de dois
fios com sinalização de desconexão de loop. Cada porta pode ser programada para os modos de
compressão/expansão A-Law ou µ-Law, temporizadores, Traslatore Giunzione Uscente (TGU) (linha de
saída), Traslatore Giunzione Entrante (TGE) (linha de entrada), e Traslatore Giunzione Interno (TGI)
(linha interna).
Linha de dados em pacote TN553
A placa de linha de dados em pacote TN553 possui doze portas que podem ser conectadas através de um
campo de conexão cruzada a uma placa TN726B e fornece conexões administráveis por software entre o
Elemento de processamento da comutação (SPE) e as portas de acesso ao sistema. Dentro do sistema, a
TN553 conecta-se ao barramento de pacotes e converte o protocolo do modo 2 no protocolo do modo 3,
conectando a placa TN726B ao barramento TDM para conexões assíncronas da EIA – Associação das
Indústrias Eletrônicas – com adjuntos.
Interface S/T-NT de quatro fios (12 portas)
RDSI-BRI TN556D
A placa RDSI-BRI TN556D possui 12 portas que se conectam a terminais RDSI-BRI. Cada porta de uma
placa RDSI-BRI TN556 possui fios de sinalização TXT, TXR, PXT e PXR. Até oito portas podem ser
usadas para os enlaces da Interface de aplicação de central-adjunto (ASAI). Cada porta funciona a
192 kbps, e possui dois canais B e um canal D.
A placa RDSI-BRI TN556D conta com um alcance máximo de até 579 m, do sistema ao telefone, quando
conectada a um fio 24-AWG (0,20 mm2/0,51 mm) e utiliza um protocolo padrão ANSI T1.605. É possível
conectar até 24 terminais, cada um dos quais utilizando um canal B e compartilhando o canal D. A placa
TN556D também possui apoio a multiponto. A capacidade de apoio a multiponto depende do protocolo.
Nos países que não apóiam o Identificador de perfil de serviço (SPID), a limitação é de um telefone BRI
por porta.
A placa RDSI-BRI TN556D apóia o modo de compressão/expansão A-Law ou µ-Law. A placa RDSI-BRI
TN556D também funciona como tronco ao conectar-se a uma interface TE, como, por exemplo,
conectando-se à TN2185B de uma outra central. Ela pode ser usada simultaneamente para linhas e
troncos. A placa RDSI-BRI TN556D fornece sinalização ponto a ponto por meio de pulsos de saída
quando a placa estiver no modo de linha de junção com uma Interface RDSI-BRI S/T-TE TN2185B
(4 fios, 8 portas).
Sistema de Correio de Voz DEFINITY
AUDIX 4.0 (consulte ED-1E568) TN568
A placa TN568 é um componente da ED-1E568 que apóia um sistema de correio de voz DEFINITY
AUDIX usando um processador 386EX interno. Os sistemas DEFINITY AUDIX podem ser interligados
para criar redes extensas de correio de voz com até 100.000 assinantes e com a capacidade de
armazenagem de até 100 horas de mensagens. Cada placa possui oito portas disponíveis para chamadas,
quando a rede estiver ativa. Quando a rede não estiver ativa, há 12 portas disponíveis.
O sistema de correio de voz DEFINITY AUDIX TN568 utiliza dois slots adjacentes.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
181
Placas e fontes de energia
Fonte de energia 655A
A placa DEFINITY AUDIX TN568 inclui uma unidade de disco de gravação ótico-magnética, para fazer
backups e atualizar o software do sistema, além de uma unidade de disco rígido, para armazenar
mensagens. A placa DEFINITY AUDIX TN568 também inclui uma conexão RS-232 para um terminal
de manutenção e administração, uma porta Ethernet (para a aplicação Message Manager em PCs), uma
conexão Amphenol à central e uma porta RS-232 para um modem externo usado para manutenção.
Interface de expansão TN570D
A Interface de expansão (EI) TN570 é uma interface entre o barramento TDM e o barramento de pacotes
e entre os enlaces de fibra ótica que interconectam os gabinetes. A placa TN570D é usada em uma Rede
de portas (PN) entre diferentes PNs em um sistema com conexões diretas e entre uma PN e uma SNI em
um compartimento de nó de comutação de um sistema conectado por CSS.
A placa TN570 fornece aplicações do canal de controle e intercâmbio de time slots entre a PPN e as
EPNs. Ela é usada quando a RDSI-BRI e/ou a ASAI está conectada a uma EPN.
A placa TN570 transporta dados comutados por circuitos, dados comutados por pacotes, controle de
redes, controle de temporização e controle de DS1. A placa TN570 também se comunica com a placa de
manutenção TN775B de uma EPN, enviando ao SPE dados sobre o estado do ambiente e dos alarmes da
EPN.
A placa TN570 é substituída pela placa TN2305 ou pela placa TN2306 quando um switch ATM substitui
o CSS.
A placa TN570 é usada em uma EPN que é apoiada por um Processador remoto de sobrevivência (SRP).
Relógio do nó de comutação TN572
A placa de relógio do nó de comutação TN572 só é usada no DEFINITY R.
A placa TN572 distribui os sinais de temporização que sincronizam o compartimento do SN. A placa
TN572 também recebe dados de manutenção.
Interface de nó de comutação TN573B para o
DEFINITY R
A Interface de nó de comutação (SNI) TN573B direciona mensagens de circuito, pacotes e controle.
A placa TN573B é uma interface instalada em um compartimento do SN em um CSS. A placa TN573B
termina um enlace de fibra ótica proveniente de:
• Uma SNI em um compartimento de SN para uma SNI em outro compartimento SN.
• Uma EI em uma PPN e uma EI em uma EPN.
Usa-se uma TN573B por PN, que apóia a placa do conversor de DS1 TN574.
A placa TN573B versão B e posteriores fornecem uma interface com um transceiver de fibra ótica
monomodo e apóiam a placa TN1654 e a placa de conversor de DS1 TN574.
182
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Placas e fontes de energia
Fonte de energia 655A
Interface de pacotes TN577
A Interface de pacotes (PGATE) TN577 só é usada no DEFINITY R.
A placa TN577 fornece quatro portas físicas RS-423 para as interfaces do protocolo X.25 entre o sistema
e os adjuntos. A PGATE funciona como unidade de interface de comunicações de dados, oferecendo
conversão entre o protocolo X.25 e o protocolo do modo 3, transportados pelo barramento LAN.
O protocolo X.25 (níveis 1 e 2) deixa de ser usado e os dados são reformatados no protocolo de modo de
pacote de RDSI para transporte pelo barramento LAN. Entre os adjuntos apoiados, incluem-se AUDIX,
CMS e o Adjunto do servidor de mensagens (MSA).
A TN577 também apóia o ambiente do Sistema de comunicações distribuídas (DCS) fornecendo
sinalização X.25 através de:
• Uma das portas físicas RS-423
• Através do sistema, usando o barramento TDM para a placa DS1 ou placa de linha de junção
apropriadas.
Sintetizador de fala TN725B
O Sintetizador de fala TN725B apóia inglês e é usado nos Estados Unidos.
A placa do sintetizador de fala TN725B possui quatro portas que enviam informações de mensagens por
voz para telefones, ativando as facilidades deixar pedidos de rechamada, despertador automático,
recuperação de mensagens por voz e não perturbe. As portas são capazes de detectar tons.
Linha de dados TN726B (8 portas)
A placa de linha de dados TN726B possui oito portas seriais EIA assíncronas com interfaces de modem
que estão conectadas através de Unidades de dados assíncronos (ADUs) a portas EIA (como a RS-232,
por exemplo) do DTE. A placa TN726B utiliza o protocolo de transferência de dados do modo 2 ou do
modo 3. O DTE pode ser um equipamento adjunto ou periférico, tal como um terminal de dados,
impressora, computador host, computador pessoal (PC), sistema de gráficos ou fac-símile ou Sistema de
aquisição e processamento de bilhetagem (CDAPS).
Com as portas de acesso ao sistema administrado por software, uma placa TN726B é conectada através
de um campo de conexão cruzada a uma placa de linha de dados em pacote TN553. A placa TN553 então
converte o protocolo do modo 2 em protocolo do modo 3, que transfere a placa TN726B do barramento
de pacotes para o barramento TDM para conexões EIA.
Cada porta da placa TN726B possui fios de sinalização TXT (terminal, transmissão e fio A), TXR
(terminal, transmissão e fio B), PXT (porta, transmissão e fio A) e PXR (porta, transmissão e fio B).
Linha MET TN735 (4 portas)
A placa de linha MET TN735 possui quatro portas que se conectam a aparelhos de Telefone eletrônico de
múltiplas teclas (MET). Cada porta possui fios de sinais telefônicos (voz analógica) e sinais digitais para
controlar os terminais como BT, BR, LT e LR.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
183
Placas e fontes de energia
Fonte de energia 655A
Classificadora de chamadas e Detectora de
tons TN744E (8 portas)
A placa classificadora de chamadas e detectora de tons TN744 tem oito portas de detecção de tons no
barramento TDM. A placa TN744 não apóia a geração de tons de progresso das chamadas ou as
facilidades de relógio. Os detectores de tons são usados na interação de vetores, no Gerenciamento de
chamadas de saída (OCM) e em aplicações de interação via chamadas nos Estados Unidos e Canadá,
além de opções adicionais de classificação de chamadas para diversos países. A TN744 detecta tons
especiais de interceptação usados na detecção de tons de interceptação de rede no OCM. A placa TN744
também detecta tons quando uma Central pública (CO) atende uma chamada.
A placa TN744 fornece geração e detecção de tons na sinalização de DDR R2-MFC, usada nas instalações
em países diferentes dos Estados Unidos. A placa TN744 também permite que ganhos ou perdas sejam
aplicados aos sinais de Modulação por código de pulsos (PCM) que são recebidos do barramento, além
de apoiar os modos de compressão/expansão A-Law e µ-Law. A placa TN744 detecta tons de resposta de
modem de 2025, 2100 ou 2225 Hz e fornece a detecção de tons de discagem de banda larga normal e
ampla.
A placa TN744 apóia o processamento digital de sinais de PCM em todas as portas, detectando,
reconhecendo e classificando tons e outros sinais. A geração de tons de sinalização também é apoiada
para aplicações como R2-MFC, MF espanhola e MF russa, por exemplo. É possível aplicar ganhos ou
perdas e a realização de conferências aos sinais de PCM recebidos do barramento TDM. Outras
facilidades apoiadas incluem detectores de Tom multifreqüencial (duas freqüências simultâneas)
(DTMF), capazes de coletar dígitos de endereçamento durante a discagem, além dos modos de
compressão/expansão A-Law e µ-Law.
Durante a operação normal, uma porta na placa TN744 poderá servir como um registro de entrada da
MFR (sinalização multifreqüencial de registro de oscilações) russa. Use a placa TN744 com a central
pública de linhas analógicas TN429C para o CAMA/E911.
Linha analógica TN746B (16 portas)
A placa de linha analógica TN746B possui 16 portas. Cada porta apóia um telefone. São apoiados
equipamentos auxiliares como máquinas de fax, secretárias eletrônicas, modems e monofones
amplificadores.
A placa TN746B apóia as instalações internas (no edifício) com discagem multifreqüencial ou por pulsos,
com ou sem os indicadores luminosos e de neon de mensagens em espera. A placa TN746B apóia as
instalações externas (fora do edifício, apenas com equipamento licenciado de proteção) com discagem
DTMF ou por pulsos. Neons ou indicadores luminosos de mensagens em espera não recebem apoio
externamente. A placa TN746B fornece uma voltagem de –48 VCC no estado fora do gancho. A voltagem
de toque de chamada é –90 VCC.
A TN746B, em associação com uma fonte de neon TN755B por compartimento ou por gabinete de
compartimento único, apóia os telefones equipados com indicadores de neon de mensagens em espera,
nas instalações internas. A placa TN746B apóia três volumes de toques de chamada, mas somente um
telefone pode ter um indicador luminoso ou de neon de mensagens em espera.
A placa TN746B apóia os modos de compressão/expansão A-Law e µ-Law, além dos temporizadores
programáveis. A TN746B apóia:
• Indicadores luminosos de nível de alerta de fila associados às facilidades DDC e UCD
• Anúncios gravados associados à facilidade Tratamento de interceptação
• Sistema de busca PagePac da facilidade Chamar por alto-falante
184
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Placas e fontes de energia
Fonte de energia 655A
Fornece-se apoio adicional aos dispositivos externos de alerta associados à facilidade TAAS, aos
indicadores de neon de mensagens em espera e a modems. A proteção secundária contra relâmpagos é
fornecida apenas pela placa TN746B. A placa TN746B apóia até oito portas chamando simultaneamente;
quatro entre as portas de 1 a 8 e quatro entre as portas de 9 a 16.
Para conversão combinada de conjuntos de modems é necessária uma porta em uma placa TN754 e uma
porta em uma placa de circuito analógico TN742, TN746B ou TN769 para cada recurso combinado que
deverá ser apoiado.
A tabela apresentada a seguir lista os telefones apoiados pela TN746B e mostra todos os comprimentos e
alcances dos fios.
Telefone
Tamanho do fio (AWG)
Alcance máximo
Tipo 500
24 (0,2 mm2/0,5 mm)
6.096 m
mm2/0,5
Tipo 2500
24 (0,2
mm)
6.096 m
Série 7100
24 (0,2 mm2/0,5 mm)
6.096 m
mm2/0,5
7101A
24 (0,2
mm)
4.633 m
7103A
24 (0,2 mm2/0,5 mm)
4.633 m
2
Série 8100
24 (0,2 mm /0,5 mm)
3.657 m
Série 9100
24 (0,2 mm2/0,5 mm)
3.657 m
Tronco da central pública TN747B (8 portas)
A placa de troncos CO TN747B possui oito portas para troncos de loop start e de inicialização do
aterramento da CO, troncos da central estrangeira (FX) e troncos de Serviço de telecomunicações de área
ampla (WATS). Cada porta possui fios de sinais telefônicos. Uma porta pode conectar-se a um sistema de
busca PagePac. A TN747B apóia a facilidade busca de chamadas abandonadas nas aplicações de
Distribuição Automática de Chamadas (DAC) (se a CO contar com esta facilidade). As versões 12 ou
posteriores da placa TN747B também fornecem sinalização por inversão a bateria.
Anúncio gravado TN750C (16 canais)
NOTA:
A placa TN2501AP tem substituído a placa TN750C. No entanto, a placa TN750C ainda é
apoiada.
A placa de anúncio gravado TN750C grava e armazena anúncios a fim de que sejam executados quando
solicitados como parte de uma facilidade de chamada. A placa TN750C possui taxas de amostragem de
16, 32 ou 64 kbps. A placa TN750C grava mensagens de anúncio a partir de telefones internos ou
externos e pode armazenar até 128 anúncios gravados de no máximo oito minutos no total. A placa
TN750C possui 16 canais, cada um dos quais podendo executar qualquer anúncio. Até 25 conexões de
chamadas podem escutar cada canal.
Um total de 10 placas TN750C em um sistema confere uma capacidade total de anúncio de 42,6 minutos
(a 32 kbps) e 160 portas. Ou seja, é possível executar 160 anúncios simultaneamente. A taxa de
compressão de 16 kbps, que é adequada para anúncios de origem do VDN, confere uma capacidade total
de 85,3 minutos. O uso de placas TN750C múltiplas permite um método mais eficiente de oferta de
vários tipos de anúncios e um gerenciamento otimizado dos anúncios integrados.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
185
Placas e fontes de energia
Fonte de energia 655A
Tronco de Discagem Direta a Ramal TN753B
(8 portas)
A placa de troncos DDR TN753B possui oito portas usadas na inicialização imediata ou do tipo wink
de troncos de Discagem Direta a Ramal (DDR). Cada porta possui fios de sinais telefônicos.
Na República Eslovaca, é necessária a versão 17 (ou posterior). A placa TN753B apóia os modos de
compressão/expansão A-Law e µ-Law com a versão 17 ou posterior.
A placa TN753B é necessária para apoiar a facilidade brasileira Bloquear chamada a cobrar.
Linha Digital DCP TN754C (4 fios, 8 portas)
A placa de linha digital DCP TN754C possui oito portas DCP assíncronas de quatro fios, podendo
conectar-se a telefones digitais das séries 7400 e 8400, a terminais atendedores 302A/B/C ou a módulos
de dados. A placa TN754 possui um modo de compressão/expansão A-Law e µ-Law programável.
A tabela apresentada a seguir lista o equipamento apoiado pela TN754 e mostra todos os comprimentos e
alcances dos fios.
Tabela 9: Alcance máximo do equipamento das séries 7400 e 8400
Equipamento apoiado
Tamanhos dos fios (AWG)
Módulos de dados 7400
24 (0,2
Módulos de dados 7400
26
mm2
/0,5 mm)
Alcance máximo
1.524 m
1.219 m
Telefones da série 7400
24 (0,2
Telefones da série 7400
26
mm2
/0,5 mm)
1.067 m
670 m
Módulos de dados da série 8400
24 (0,2
mm2
/0,5 mm)
1.067 m
Telefones da série 8400
24 (0,2 mm2/0,5 mm)
1.067 m
A placa TN754 fornece uma melhor capacidade de atendimento de chamadas para as aplicações de
tráfego intenso e apóia a facilidade Mensagem de grupo.
Para conversão combinada de conjuntos de modems, é necessária uma porta em uma placa TN754 e uma
porta em uma placa TN746B ou em uma placa de circuito analógico TN769 para cada recurso combinado
que deverá ser apoiado.
Fonte de neon TN755B
A placa da fonte de neon TN755B é usada com todos os servidores DEFINITY, exceto o DEFINITY CSI.
A placa TN755B produz 150 VCC para energizar os indicadores luminosos de neon de mensagens em
espera que estão situados nos terminais conectados às placas de linhas analógicas TN746B.
É necessária uma placa TN755B para cada compartimento em que estiverem conectados os indicadores
de neon de mensagens em espera.
Esta placa e a função de mensagens em espera associada aos indicadores luminosos de neon não estão
disponíveis em sistemas que usam a placa geradora de toques de chamada TN2202 para a facilidade
francesa Toque de chamada balanceado.
186
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Placas e fontes de energia
Fonte de energia 655A
Grupo Modem TN758 (2 portas)
A placa do grupo modem TN758 possui duas portas de recursos de conversão (um módulo de dados de
tronco, por exemplo) para conexões comutadas entre pontos de terminação de dados digitais (módulos de
dados) e pontos de terminação de dados analógicos (modems). É necessária uma placa TN758 para cada
2 recursos de conversão fornecidos com o tipo integrado de grupo de modems. A placa TN758 apóia
apenas o modo de compressão/expansão µ-Law.
Linha de junção TN760E (4 fios, 4 portas)
A placa de linha de junção TN760 possui quatro portas usadas para as linhas de junção de quatro fios de
sinalização (E&M) dos tipos 1 ou 5. Os tipos de troncos abrangem os automáticos, de inicialização
imediata, do tipo wink e de discagem adiada. Cada porta de uma placa TN760 possui fios de sinalização
T, R, T1, R1, E e M. A placa TN760 fornece troncos de ligações liberadas, necessários à facilidade CAS,
e conta com os modos de compressão/expansão A-Law e µ-Law programáveis. A placa TN760 apóia a
Precedência e Preempção de saída de Níveis Múltiplos (MLPP).
Os comutadores de opção em cada porta da placa TN760 podem selecionar conexões com os formatos
não protegidos E&M padrão do tipo 1, não protegidos compatíveis com E&M do tipo 1, protegidos
compatíveis com E&M do tipo 1 e simples do tipo 5.
É necessário usar a versão 11, ou posterior, nas instalações feitas na Bélgica, Eslováquia, Comunidade
dos Estados Independentes e Holanda.
Linha híbrida TN762B (8 portas)
A placa de linha híbrida TN762B possui oito portas que se conectam a telefones híbridos digitais e
analógicos com apresentação múltipla de chamadas. A placa TN762B pode conectar-se a telefones da
série 7300, a um telefone sem fio MDC-9000 e a um telefone sem fio MDW-9000 com ramais básicos e
de cobrança separados.
Cada porta de uma placa TN762B possui fios de sinalização VT e VR (voz analógica), CT, CR, P– e P+
(sinais digitais que controlam os terminais).
Tronco auxiliar TN763D (4 portas)
O tronco auxiliar TN763D possui quatro portas. Cada porta possui fios de sinalização T, R, SZ, SZ1, S e
S1. A placa TN763D é usada para acessar aplicações internas, como música de espera, chamada por
alto-falante, chamada por código e recado falado por telefone. A placa TN763D apóia equipamentos
externos de anúncios gravados, sendo programável para selecionar compressão/expansão A-Law ou
µ-Law.
Interface DS1 TN767E, T1 (24 canais)
A placa de interface DS1 TN767 fornece uma interface física de nível DSX1 ao serviço DS1 e requer
uma placa de interface DS1 TN464. A placa TN767 possui pares de fios de sinalização não polarizados
de Saída de linha (LO) e Entrada de linha (LI).
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
187
Placas e fontes de energia
Fonte de energia 655A
A placa TN767 apóia a conectividade digital de acesso DS1. A placa apóia os tipos de portas CO, de
linhas de junção, DDR e de Ramais externos (OPS), que utilizam o protocolo de sinalização por bits
subtraídos. Esta placa também apóia a conectividade RDSI-PRI. Para estas aplicações, o canal D de
sinalização pode conectar-se da placa TN767 à interface do processador, por meio de uma chamada
comutada permanente no barramento TDM.
A placa TN767 é usada para comunicar-se com o Avaya IVR e proporcionar as capacidades avançadas de
manutenção da Unidade de canais de serviços (CSU) 120A e da facilidade Unidade avançada de canais
de serviços integrados (ICSU).
Os testes DS1 incluem o teste de loopback na extremidade da placa ou 120A (se for usado), teste de
loopback da Taxa de erros de bit (BER) na CSU de ponto distante e testes BER unidirecionais do
serviço DS1. Outros testes incluem o teste de loopback especificamente projetado para localizar falhas no
serviço DS1.
Linha analógica TN769 (8 portas)
A placa de linha analógica TN769 possui oito portas, cada qual com fios de sinais telefônicos. A placa
TN769 apóia:
• Instalações internas ou externas dotadas de discagem multifreqüencial ou por pulsos, com ou sem
indicadores de mensagens em espera luminosos ou de neon
•
•
•
•
•
•
•
Três intensidades de toques de chamada, como três telefones com uma intensidade de toque cada
Até quatro portas chamando simultaneamente
Indicadores luminosos de nível de alerta de fila associados às facilidades DDC e UCD
Anúncios gravados associados à facilidade Tratamento de interceptação
Aparelhos de recado da facilidade Acesso a recado falado por telefone
Sistema de busca PagePac da facilidade Buscar por alto-falante
Dispositivos externos de alerta da facilidade Atendimento de tronco a partir de qualquer ramal
(TAAS)
• Modems
A placa TN769 não apóia os indicadores externos de mensagens em espera.
A placa TN769 oferece proteção secundária contra relâmpagos e apóia o modo de compressão/expansão
µ-Law.
Cada compartimento dotado de indicadores de neon de mensagens requer a placa TN769, juntamente
com uma placa de fonte de neon TN755B, para apoio dos indicadores de neon de mensagens em espera.
Apenas um telefone pode possuir um indicador luminoso ou de neon de mensagens em espera.
Para conversão combinada de grupo de modems, é necessária uma porta em uma placa TN754B e uma
porta em uma placa TN746B ou em uma placa de circuito analógico TN769 para cada recurso combinado
que deverá ser apoiado.
188
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Placas e fontes de energia
Fonte de energia 655A
A tabela apresentada a seguir lista os telefones apoiados pela TN769 e mostra todos os comprimentos e
alcances dos fios.
Telefone
Tipo 500
Tamanho do fio (AWG)
2
24 (0,2 mm /0,5 mm)
mm2/0,5
Alcance máximo
6.096 m
Tipo 2500
24 (0,2
mm)
6.096 m
Série 7102
24 (0,2 mm2/0,5 mm)
6.096 m
7101A
7103A
2
24 (0,2 mm /0,5 mm)
4.633 m
2/0,5
mm)
4.633 m
mm2/0,5
24 (0,2 mm
Série 8100
24 (0,2
mm)
3.048 m
Série 9100
24 (0,2 mm2/0,5 mm)
3.048 m
Manutenção e teste TN771DP
A placa de manutenção/teste TN771DP executa funções de manutenção. Estas funções incluem a
reconfiguração do barramento de pacotes, que permite o diagnóstico e correção de falhas recuperáveis no
barramento de pacotes antes que os enlaces de Dados do procedimento de acesso ao enlace (LAPD) do
canal D falhem. O LAPD é um protocolo na camada de enlace de dados RDSI-BRI e RDSI-PRI (nível 2).
O LAPD fornece a transferência de dados entre dois dispositivos e controle de erros e fluxo em enlaces
lógicos múltiplos. O LAPD substitui os fios com defeito por fios de reserva para recuperar falhas no
barramento de pacotes que envolvam até três fios com defeito (um ou dois fios de dados ou paridade, e
um fio de controle).
Entre as outras funções de manutenção inclui-se o teste RDSI-PRI, que inicia e termina testes de
loopback nos serviços de RDSI. O teste fornece informações a respeito da taxa de erros de bit e de blocos,
indicando a qualidade dos serviços de RDSI.
A placa TN771DP pode ser atualizada usando a facilidade de transferência de firmware, que requer o uso
da interface da placa C-LAN TN799.
Uma placa TN771DP é necessária:
• Qualquer sistema CSI que esteja usando uma placa BRI TN2198. Caso contrário, uma placa
TN771DP não é necessária.
• Uma PPN do sistema SI que esteja equipada com pontos de terminação de pacotes (linhas
RDSI-BRI ou troncos, troncos RDSI-PRI, troncos IP, ramais IP, ATM-CES e ASAI) ou seja um
sistema de confiabilidade crítica (ou de duplicação completa). Um sistema de confiabilidade
crítica com pontos de terminação de pacotes requer uma placa TN771DP em cada EPN. Caso
contrário, uma placa TN771DP não é necessária.
• Todas as PPNs de sistemas R. Um sistema R de confiabilidade crítica requer uma placa TN771DP
em cada EPN. Um sistema R com duplicação de rede ATM requer uma placa TN771DP em cada
PPN e EPN.
• Todos os modelos CSI, quando estiverem utilizando uma placa BRI TN2198.
No máximo uma placa TN771DP é permitida em qualquer rede de portas.
Uma placa TN771DP nunca é usada com o S8100 Media Server.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
189
Placas e fontes de energia
Fonte de energia 655A
Placa de manutenção TN775C
A placa TN775C é usada na manutenção para monitorar sinais de falha de energia em um gabinete EPN.
A placa TN775C também monitora o relógio, monitora e controla as fontes de energia e o recarregador de
baterias, além de monitorar o fluxo de ar e os sensores de temperaturas elevadas. A placa TN775C
fornece dois enlaces seriais para a comunicação com as placas da Interface de expansão (EI) e fornece
uma interface RS-232 para a conexão com um terminal de gerenciamento. Cada placa contém um
interruptor de três posições para controlar a transferência de energia de emergência.
A placa TN775C contém um conversor de energia CC para CC, sendo usada na manutenção para
monitorar o processador em uma EPN que é apoiada por um Processador remoto de sobrevivência (SRP).
Tone/Clock TN780
A placa tone/clock TN780 conecta e monitora um relógio externo opcional stratum-3 para a medição
digital de tempo de quadros. A placa TN780 também acopla a saída do relógio a relógios locais. A placa
TN780 fornece a principal medição de tempo ao sistema e produz os seguintes tons: progresso das
chamadas, multifreqüenciais, de resposta e de teste de transmissão de tronco. A placa TN780 possui
relógios de 2 MHz, 160 kHz e 8 kHz. A placa TN780 pode transmitir o relógio do sistema e os tons
através do barramento A ou B de TDM, ou de ambos.
É possível programar a placa TN780, a fim de que produza cinco planos de tons. Para os países diferentes
dos Estados Unidos, é possível personalizar seis tons em cada plano. A placa TN780 apóia o modo de
compressão/expansão A-Law ou µ-Law.
Uma placa TN780 nunca é usada com o S8100 Media Server.
Interface de multimídia TN787K
A placa de interface de multimídia TN787 é usada em associação com a placa condicionadora de voz
multimídia TN788, a fim de garantir a funcionalidade da facilidade Atendimento de chamadas
multimídia (MMCH). Esta facilidade fornece o serviço de voz e de dados multimídia entre complexos
pontos de terminação multimídia. Até seis pontos de terminação podem ser envolvidos em uma única
ocorrência de conferência de chamada multimídia.
A placa TN787 fornece uma interface do barramento TDM e uma interface DS1 do cabo adjunto. A placa
TN787 direciona as informações multimídia de protocolos H.221 para a interface DS1, a fim de liberar
mais time slots do barramento TDM. A liberação de mais time slots faz com que o sistema possa
transmitir mais fluxos de áudio, vídeo e bits de dados entre complexos pontos de terminação multimídia.
A placa TN787 apóia múltiplas PNs.
Condicionador de voz multimídia TN788C
A placa condicionadora de voz multimídia TN788C é usada em associação com a placa de interface de
multimídia TN787F/G, a fim de garantir a funcionalidade da facilidade MMCH. Esta facilidade fornece
os serviços de voz e de dados multimídia entre complexos pontos de terminação multimídia.
NOTA:
A placa TN788C V1 apóia apenas o modo de compressão/expansão µ-Law. A placa
TN788C V2 ou posterior apóia os modos de compressão/expansão A-Law and µ-Law.
190
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Placas e fontes de energia
Fonte de energia 655A
A placa TN788C é o processador de áudio da ponte de conferências multimídia Px64. A placa TN788C
contém oito processadores de sinais digitais; quatro para a codificação e quatro para a decodificação.
Cada par de codificador/decodificador é atribuído a um ponto de terminação da Px64, a fim de processar
o canal de áudio. A conexão com o áudio do ponto de terminação ocorre por meio de uma porta TN787
da interface de multimídia. Esta conexão ocorre através de time slots do barramento TDM.
Cada um dos oito processadores de sinais digitais se comunica com o processador integrado principal
através de oito Memórias de acesso aleatório de porta dupla (DPRAMs) separadas. Não há qualquer
memória apenas de leitura (ROM) disponível nesta placa. A DPRAM é usada para a transferência de
programas.
Controlador de rádio TN789B
A placa do controlador de rádio TN789B é uma interface entre uma central e duas unidades de rádio
Base fixa sem fio (WFB) para o sistema DEFINITY Wireless Business. A placa TN789B contém um
processador principal para lidar com camadas de Circuitos de linhas de dados (DLC) e de Acesso médio
superior (MAC) de firmware. A placa TN789B também contém dois processadores inferiores de MAC,
um para cada interface de rádio. Cada interface de rádio é denominada I2.
O enlace I2 é a conexão entre o Controlador de rádio (RC) e a WFB. O RC apóia até dois enlaces I2, cada
qual consistindo de três pares de fios trançados: o par de transmissão, o par de recepção e o par de energia
local. O par de transmissão transfere o controle da WFB e informações de quadros a partir do RC para a
WFB. O par de recepção transfere informações relativas ao estado e a quadros da WFB para o RC. Se o
RC não puder fornecer energia para a WFB, um terceiro par de fios (para a WFB) poderá fornecer energia
local. Quando for possível, o pares de fios de transmissão e de recepção fornecerão energia do sistema a
partir do RC para a WFB.
Cada placa TN789B inclui uma interface padrão do barramento TDM a partir de um sistema, duas
interfaces de rádio para duas unidades distintas de rádio e duas portas de sincronização. Além disso, duas
interfaces RS-232 proporcionam um terminal de depuração e a configuração do terminal sem fio.
Linha analógica para hóspedes TN791
(16 portas)
A TN791 é uma placa de linha analógica para hóspedes, de 16 portas, utilizada em ofertas internacionais,
disponível somente na categoria de oferta B nos Estados Unidos e Canadá. Cada uma das 16 portas apóia
um telefone, como, por exemplo, os dos terminais 500 (discagem por pulsos) e 2500 (discagem DTMF).
Os indicadores luminosos e de neon de mensagens em espera são apoiados. É necessária uma outra fonte
de energia para os indicadores de neon.
A placa TN791 apóia as instalações internas com discagem multifreqüencial ou discagem por pulsos,
com ou sem os indicadores luminosos e de neon de mensagens em espera.
A placa TN791 apóia três volumes de toques de chamada. Apenas um telefone pode possuir um indicador
luminoso ou de neon de mensagens em espera. A placa TN791 apóia até oito portas chamando
simultaneamente; quatro entre as portas de 1 a 8 e quatro entre as portas de 9 a 16.
A placa TN791 apóia os modos de compressão/expansão A-Law e µ-Law e temporizadores
programáveis. A proteção secundária contra relâmpagos é fornecida.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
191
Placas e fontes de energia
Fonte de energia 655A
A tabela apresentada a seguir lista os telefones apoiados pela TN791 e mostra todos os comprimentos e
alcances dos fios.
Telefone
Tipo 500
Tamanho do fio (AWG)
2
24 (0,2 mm /0,5 mm)
mm2/0,5
Alcance máximo
6.096 m
Tipo 2500
24 (0,2
mm)
6.096 m
Tipo 6200
24 (0,2 mm2/0,5 mm)
3.657 m
Série 7100
7101A
2
24 (0,2 mm /0,5 mm)
6.096 m
2/0,5
mm)
4.633 m
mm2/0,5
24 (0,2 mm
7103A
24 (0,2
mm)
4.633 m
Série 8100
24 (0,2 mm2/0,5 mm)
3.657 m
Série 9100
2
24 (0,2 mm /0,5 mm)
3.657 m
Interface de duplicação TN792
Nos sistemas DEFINITY SI de confiabilidade alta e crítica, uma interface de duplicação copia o conteúdo
da memória do Elemento de processamento da comutação (SPE) primário para um SPE de reserva, de
maneira que este possa imediatamente substituir o primeiro em caso de falha. A interface de duplicação
(DUPINT) TN792 usa o Barramento M Avançado do processador TN2404 do DEFINITY SI para esta
função de memória paralela. O Barramento M Avançado apóia o endereçamento a 32 bits e o acesso a
dados (comparados aos 16 bits do barramento M), transferindo dados com maior rapidez e duplicando
uma área maior de memória do que o barramento mais antigo. No entanto, o barramento M ainda é
apoiado.
São necessárias duas placas TN792, uma para o compartimento do controle primário e uma para o de
reserva. É possível substituir as interfaces de duplicação TN772 por TN792s, porém elas devem ser
substituídas em pares. Uma placa TN772 não se comunica com uma placa TN792.
Um novo cabo ótico bidirecional conecta as placas TN792. Este cabo elimina as emissões eletromagnéticas
adicionais que poderiam provir da taxa duplicada de dados no barramento. A interface do cabo ótico com
o novo DUPINT está localizada no painel frontal da placa.
A placa TN792 é compatível com os cabos de duplicação existentes.
Linha analógica com identificação do
chamador TN793B (24 portas)
A TN793B é uma placa de linha analógica de 24 portas e código duplo que apóia telefones com
identificador do chamador e dispositivos com identificador do chamador. Cada porta apóia um telefone,
como, por exemplo, os dos tipos 500 (discagem por pulsos) ou 2500 (discagem DTMF). Use a placa
TN793B Versão 1 ou posterior.
A TN793B apóia as instalações internas (no edifício) com discagem multifreqüencial ou por pulsos, com
ou sem os indicadores luminosos e de neon de mensagens em espera. A placa TN793B apóia as
instalações externas com discagem DTMF ou por pulsos, porém os indicadores luminosos e de neon de
mensagens em espera não são apoiados em instalações externas.
192
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Placas e fontes de energia
Fonte de energia 655A
A placa TN793B, em associação com uma placa da fonte de neon TN755B, apóia os telefones internos
equipados com indicadores de neon de mensagens em espera. A placa TN793B, que apóia três volumes
de toque de chamada, permite que apenas um telefone possua um indicador luminoso ou de neon de
mensagens em espera. A placa TN793B apóia até doze portas chamando simultaneamente; quatro entre
as portas 1 a 8, quatro entre as portas 9 a 16 e quatro entre as portas 17 a 24.
A placa TN793B apóia os modos de compressão/expansão A-Law e µ-Law e temporizadores
programáveis. A placa TN793 apóia os indicadores luminosos de nível de alerta de fila associados às
facilidades DDC e UCD, anúncios gravados associados à facilidade Tratamento de interceptação e o
sistema de busca PagePac da facilidade Chamar por alto-falante. É fornecido apoio adicional aos
dispositivos externos de alerta que estão associados à facilidade TAAS, aos indicadores de neon de
mensagens em espera e a modems. A TN793B também apóia a proteção secundária contra relâmpagos.
A placa TN793B fornece uma voltagem de –48 VCC no estado fora do gancho. A voltagem de toque de
chamada é de –90 VCC.
A tabela apresentada a seguir lista os telefones apoiados pela TN793B e mostra todos os comprimentos e
alcances dos fios.
Telefone
Tamanho do fio (AWG)
Alcance máximo
Tipo 500
24 (0,2 mm2/0,5 mm)
6.096 m
2
Tipo 2500
24 (0,2 mm /0,5 mm)
6.096 m
Tipo 6200
24 (0,2 mm2/0,5 mm)
3.657 m
2
Série 7100
24 (0,2 mm /0,5 mm)
6.096 m
Série 8100
24 (0,2 mm2/0,5 mm)
3.657 m
Série 9100
2
24 (0,2 mm /0,5 mm)
3.657 m
Placa de tronco analógico ou linha analógica
TN797 (8 portas)
Fornece uma combinação de placa de linha e tronco analógicos de oito portas para os Estados Unidos,
Canadá e outros países que possuem os mesmos padrões analógicos. A placa TN797 oferece a capacidade
de administrar qualquer uma das suas oito portas como um tronco CO de loop start ou inicialização do
aterramento, um tronco CAMA E911, um tronco DDR do tipo wink ou de inicialização imediata, ou
como uma linha analógica interna ou externa com ou sem indicador luminoso de mensagem em espera.
Ela não apóia a ICLID no tronco analógico da CO, nem o identificador do chamador no lado da linha do
telefone.
Interface Control LAN (C-LAN) TN799DP
A interface Control LAN (C-LAN) TN799DP proporciona conectividade TCP/IP através da Ethernet
ou do PPP (Protocolo Ponto a Ponto) com adjuntos como o Avaya CMS, INTUITY AUDIX, DCS,
impressoras, Registro de bilhetagem (CDR) e Sistemas de gerenciamento de propriedade (PMS).
É necessário que a C-LAN apóie a interface de mídia IP TN2302AP para obter a funcionalidade de H.323
e apóie interfaces ATM e PNC WAN.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
193
Placas e fontes de energia
Fonte de energia 655A
A C-LAN funciona a 10 Mbps ou 100 Mbps, nos modos duplex completo ou semiduplex, ambos
programáveis. A C-LAN fornece soquetes UDP que não requerem conexão, para suporte de soluções IP.
A C-LAN também apóia 500 soquetes remotos, incluindo soquetes UDP de 4 Kbytes. A C-LAN apóia
um ping de duração variável e os comandos de teste de rede traceroute e netstat.
A placa C-LAN proporciona o controle de chamada para todos os pontos de terminação IP que estiverem
conectados ao S8700 Media Server usando o G600 Media Gateway. Cada configuração pode usar um
número máximo de 64 C-LANs. O número de C-LANs necessárias depende do número de dispositivos
conectados, bem como das opções que estão sendo usadas pelo ponto de terminação. Como medida de
segurança, pode ser interessante separar o tráfego de controle de voz via IP do tráfego de controle de
dispositivos.
Para determinar o valor padrão de utilização de soquetes da C-LAN das linhas de junção H.323, divida o
número total de linhas de junção H.323 que utilizam o compartilhamento por 31. Cada ponto de
terminação IP requer o uso de determinado número de soquetes da C-LAN, que é o objeto de software
usado para conectar uma C-LAN à rede IP. A placa C-LAN apóia um máximo de 500 soquetes.
A C-LAN é diferente do processador de mídia IP, no sentido de que a C-LAN controla a chamada e o
processador de mídia IP proporciona os codecs que são usados no áudio da chamada.
Para aproveitar os firmware transferíveis, deve haver pelo menos uma C-LAN, além de acesso à Internet
pública.
As transferências por download e as instruções estão disponíveis em:
http://www.avaya.com/support/
Clique em Online Services e, em seguida, em Download Software.
MAPD TN801 (Interface de Gateway LAN)
A interface de gateway LAN TN801 integra a Plataforma de aplicações múltiplas DEFINITY (MAPD).
Ela permite a integração direta da aplicação, com base no PC, na central. A placa TN801 funciona como
a interface de soluções tais como CTI, CallVisor e PC/LAN. A placa TN801 fornece interface ao
barramento de pacotes e ao barramento TDM, montagem física para uma CPU, interfaces externas e
mapeamento de conexões de circuitos comutados entre o barramento TDM e a placa de expansão.
MAPD TN802B (conjunto de interfaces IP)
A placa de interface IP TN802 apóia as chamadas de voz e fax da central em intranets de empresas ou
na Internet. Esta placa ainda é apoiada, mas foi substituída pelo IP Media Processor TN2302AP na
página 204. O software de entroncamento IP é executado em um PC incorporado com sistema operacional
Windows NT. A placa TN802 apóia soluções IP, inclusive Entroncamento IP e MedPro (H.323) com IP
Softphones.
A Interface IP TN802 funciona em dois modos: Tronco IP e Processador de mídia IP (MedPro/H.323).
O padrão da TN802 é o modo Tronco IP. Para usá-la no modo MedPro, você o ativa através da
administração para usar a facilidade de troncos H.323 relacionada aos IP Softphones.
194
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Placas e fontes de energia
Fonte de energia 655A
Acesso ao sistema e manutenção TN1648B
(SYSAM)
A TN1648B é um componente do SPE que é usado para manutenção em uma configuração DEFINITY R.
Um processador situado na placa TN1648B executa rotinas de controle que se conectam ao software de
manutenção. A placa TN1648B possui um painel de alarme com cinco indicadores luminosos e um
seletor para inibir manualmente a transferência automática de emergência das linhas analógicas da PPN.
A placa TN1648B fornece duas interfaces RS-232 para a conexão com um terminal de gerenciamento e,
com duplicação, conexão com um terminal de manutenção de reserva. A placa TN1648B também
fornece uma porta de sinais telefônicos com um modem embutido, para permitir que um terminal de
gerenciamento remoto acesse o sistema.
A placa TN1648B permite a conexão ao terminal de gerenciamento, além da conexão e terminação de
uma das extremidades do barramento do processador. Entre os outros itens de manutenção, destacam-se:
• Monitores de alarme da PPN e saídas, que incluem alarmes auxiliares para o equipamento auxiliar
e o monitoramento ambiental em situações de temperatura excessiva
• Sensores e controle da unidade de energia dos compartimentos
• Controle da transferência de emergência durante cortes de energia devidos a catástrofes.
O circuito consiste em um seletor de três posições. O seletor pode ser movido para a posição
ligada manual, desligada manual ou para a posição automática
• Memória não volátil, contendo o relógio marcador de horas do dia, o número do telefone para o
Sistema de inicialização e administração (INADS), a senha de login e a identificação do produto
• Informações do painel de alarme com indicadores luminosos principais, secundários e de aviso,
um indicador luminoso de confirmação (ACKnowledge) e um indicador luminoso de
transferência de emergência
A placa TN1648B aumenta as velocidades dos modems interno e externo, de 2400 para 9600 bps, com
implementação de controle de erros. Uma programação apropriada do software é adicionada para optar
entre o acesso à porta de manutenção através do modem externo ou acesso direto ao tronco de loop start.
O acesso ao modem externo é usado nos países que não apóiam o protocolo de sinalização analógica de
loop fornecido pelo modem interno.
Para o uso fora dos Estados Unidos, use um cabo a partir da TN1648B que faça uma conexão diretamente
com um modem externo. Quando o modem externo for selecionado, o modem interno será desativado.
A placa TN1648B apresenta compatibilidade com versões anteriores da placa TN1648.
Memória TN1650B
A placa de memória TN1650B só é usada nas configurações do DEFINITY R. A placa 1650B contém
32 MB de Memória dinâmica de acesso aleatório (DRAM) e circuitos de detecção e correção de erros
para garantir a integridade das informações. A TN1650B é usada para o software do sistema, dados do
cliente e manutenção do processamento de chamadas. Todos os novos sistemas são enviados com quatro
placas de memória e uma unidade de disco TN1657. Todas as atualizações para R10 necessitam de uma
quarta placa de memória e uma unidade de disco TN1657 V9 ou posterior.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
195
Placas e fontes de energia
Fonte de energia 655A
Conversor de DS1 TN1654, T1 (24 canais) e
E1 (32 canais)
O conversor TN1654 é instalado no lugar da fibra convencional, apoiando entre um e quatro serviços T1
ou E1 e fornecendo um total de 92 canais T1, ou 120 canais E1, em cada direção entre a PPN e a EPN.
Esta capacidade técnica é suficiente para que a EPN apóie várias centenas de ramais sem problemas.
A arquitetura da central traz EPNs localizadas remotamente em relação à PPN. Uma EPN que estiver
situada a até 8 km da PPN pode ser acoplada, usando-se cabos de fibra ótica multimodo, ou a até 35,4 km
da PPN usando-se cabos de fibra ótica monomodo. Quando a distância entre a PPN e a EPN exceder
8 km (cabos multimodo), ou 35,4 km (cabos monomodo), ou quando a opção de direito de acesso privado
não estiver disponível, efetue a conexão usando um complexo conversor de DS1. Uma placa DS1 é
colocada em cada extremidade do complexo conversor de DS1.
O conversor de DS1 TN1654 requer um novo conjunto de cabos Y para conexão em uma placa de
interface de expansão TN570B.
Interface de pacotes TN1655
A interface de pacotes TN1655 fornece o caminho de comunicações entre o SPE e o barramento de
pacotes da PPN para as configurações DEFINITY R. O barramento de pacotes é conectado à placa EI na
PPN que tem comunicação com as EPNs e o CSS.
A TN1655 fornece o procedimento de acesso ao enlace (LAPD) no canal D para até 8.192 enlaces a uma
taxa contínua de 2 Mbps. O acesso ao enlace se dá nas terminações da Interface multiplexada digital
(DMI) do modo 3, dos enlaces de comunicação com a placa do processador através do barramento de
pacotes. Algumas comunicações de dados irão utilizar o protocolo de fase de dados X.25 no nível 3.
A TN1655 fornece a terminação de enlaces de sinalização RDSI-BRI e RDSI-PRI, enlaces do arcanjo de
expansão, que conectam o processador aos arcanjos de expansão nas placas EI em cada PN, e enlaces de
rede de controle do estágio central, que conectam o processador às placas de SNI no CSS.
A TN1655 apóia a transferência de firmware. Ela também fornece a terminação X.25 para os enlaces
DCS e adjuntos como CDR e AUDIX.
Unidade de disco TN1657
A TN1657 contém uma unidade de disco com 180 MB de Interface de sistema de computador de
pequeno porte (SCSI), que é utilizada para as configurações do DEFINITY R. A unidade de disco
TN1657 reduz o tempo necessário para reinicializar o sistema, armazenar os dados, criar a imagem do
programa de inicialização e completar operações de core dump.
Tronco da central pública TN2138 (8 portas)
A placa de tronco da central pública TN2138 fornece oito portas analógicas de troncos da CO de loop
start para a Itália. Cada porta possui fios de sinais telefônicos. A TN2138 dispõe de Medição por pulsos
periódicos (PPM) de 50 Hz, 12 kHz e 16 kHz.
196
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Placas e fontes de energia
Fonte de energia 655A
Tronco de Discagem Direta a Ramal TN2139
(8 portas)
O tronco de Discagem Direta a Ramal TN2139 para a Itália fornece oito portas analógicas de troncos de
Discagem Direta a Ramal (DDR) para a sinalização analógica de DDR. Cada uma das 8 portas possui um
fio de sinais telefônicos.
Linha de junção TN2140B (4 fios, 4 portas)
A linha de junção TN2140B é usada na Hungria e na Itália. A TN2140B fornece quatro portas para linhas
de junção de quatro fios de sinalização E&M. A TN2140 fornece sinalização E&M contínua e descontínua.
São fornecidos os modos de compressão/expansão programáveis A-Law e µ-Law, assim como a
sinalização padrão dos Tipos 1 e 5. A TN2140B é necessária na Hungria.
Tronco de Discagem Direta a Ramal TN2146
(8 portas)
A TN2146 fornece oito portas analógicas de troncos DDR para a Bélgica e Holanda. Cada uma das
8 portas possui fios de sinais telefônicos. A TN2146 usa quatro Circuitos de processamento de áudio em
linha dupla de assinante (DSLACs). Um DSLAC é usado para cada par de portas. Os circuitos são
programados para obedecer às características de transmissão dos troncos. Os DSLACs podem ser
configurados para uma impedância resistiva ou de balanço complexo no caminho de voz ou de conversa
CA das interfaces de troncos. Os DSLACs convertem sinais analógicos em sinais digitais e vice-versa,
para que os troncos analógicos de DDR coincidam com o barramento digital TDM. A placa TN2146
pode fornecer os modos de compressão/expansão A-Law e µ-Law.
Tronco de central pública TN2147C (8 portas)
A TN2147 possui oito portas analógicas de tronco CO. Cada porta possui fios de sinais telefônicos.
A TN2147 usa quatro Circuitos de processamento de áudio em linha dupla de assinante (DSLACs), um
para cada par de portas, programados para obedecer às características de transmissão e impedância.
Os DSLACs convertem sinais analógicos em sinais digitais e sinais digitais em sinais analógicos para a
interface dos troncos CO analógicos com o barramento TDM digital do sistema.
A TN2147C fornece sinalização de diversos países baseada no tipo de tronco: loop start, inicialização do
aterramento ou loop start por inversão a bateria.
Linha digital DCP TN2181 (2 fios, 16 portas)
A placa TN2181 possui 16 portas DCP que podem conectar-se a terminais de dois fios, como os telefones
digitais das séries 6400, 8400 e 9400, assim como aos terminais atendedores 302C e 302D. O alcance
máximo dos terminais das séries 8400 e 9400, usando um fio 24 AWG (de 0,5 mm), é de 1.067 m.
A placa TN2181 apóia o modo de compressão/expansão A-Law ou µ-Law. A TN2181 também apóia os
módulos de dados da série 8400.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
197
Placas e fontes de energia
Fonte de energia 655A
Tone/Clock, Detectora de tons e
Classificadora de chamadas TN2182C
(8 portas)
A placa tone/clock TN2182 integra, em uma placa, o gerador de tons, a detecção de tons/classificação
de chamadas, o relógio do sistema e as funções de sincronização para todas as configurações de
confiabilidade do sistema. A TN2182 apóia oito portas para a detecção de tons e permite que ganhos ou
perdas sejam aplicados aos sinais de Modulação por código de pulsos (MCP) recebidos do barramento.
A maior precisão do relógio da TN2182 se deve ao stratum-4 e ela apóia a sinalização MFC (como a MF
russa, por exemplo), a MFR (sinalização multifreqüencial de registro de oscilações) russa e os modos de
compressão/expansão A-Law e µ-Law.
A TN2182CP fornece tons contínuos, cadenciados e mistos, permite a configuração programável da
freqüência e do nível dos tons, detecta tons de resposta de modem de 2025 Hz, 2100 Hz ou 2225 Hz e
fornece a detecção de tons de discagem de banda larga normal e ampla.
Na maioria das configurações, a combinação de duas ou três placas de gerador de tons, detector de tons
e/ou classificador de chamadas pode ser substituída por esta única placa, liberando um ou dois slots de
porta.
Use a placa TN2182CP com o tronco de central pública de linhas analógicas TN429D para CAMA/E911
e ICLID. Uma TN2182 é necessária na detecção de tons da placa ou em tons adicionais para apoiar a
CCRON, ANI Russa e outras.
Linha analógica para diversos países
TN2183/TN2215 (16 portas)
Consulte a Linha analógica para diversos países (16 portas) TN2215/TN2183 (ofertas internacionais ou
apenas a oferta B nos EUA e Canadá) na página 202.
Tronco DIOD TN2184 (4 portas)
A TN2184 é uma placa de tronco de Discagem direta a ramal bidirecional (DIOD) usada para a Alemanha.
A placa TN2184 contém quatro circuitos de portas. Cada circuito realiza uma interface entre um tronco
da Central pública (CO) analógico de dois fios e uma rede de comutação de TDM do sistema. Cada porta
permite que as chamadas de entrada e as chamadas de saída incluam as informações de endereçamento
que estão sendo recebidas da CO, no caso das chamadas de entrada, e as informações de endereçamento
que estão sendo enviadas para a CO, no caso das chamadas de saída. A TN2184 detecta sinais de
Medição por pulsos periódicos (PPM) para a tarifação das chamadas de saída.
A TN2184 combina as facilidades de um troco da CO e de um tronco de DDR, incluindo informações de
endereçamento para as chamadas de entrada e de saída, em ambas as direções.
Interface RDSI-BRI S/T-TE TN2185B
(4 fios, 8 portas)
A TN2185B apóia oito interfaces de linha S RDSI-BRI de quatro fios. Cada interface funciona a
192 kbps, com dois canais B (64 kbps) e um canal D (16 kbps). A TN2185B realiza a interface com o
barramento LAN e com o barramento TDM, constituindo o lado TE da interface BRI.
198
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Placas e fontes de energia
Fonte de energia 655A
A TN2185B é semelhante à TN2198, exceto por constituir uma interface S de quatro fios, ao invés de
uma interface U de dois fios. A substituição das funções SCOTCH/NPE e SAKI pelo Elemento de
controle de rede (NCE) constitui uma outra diferença.
Para cada porta, as informações são transmitidas através de dois canais portadores a 64 kbps,
denominados B1 e B2, e através de um canal a 16 kbps, denominado canal de demanda ou canal D.
O canal D é usado para sinalização. É possível que os canais B1 e B2 sejam comutados simultaneamente
por circuito, ou que qualquer um deles seja comutado por pacote, mas não os dois simultaneamente.
O canal D é sempre comutado por pacote. As conexões comutadas por circuito contam com a opção de
modo de compressão/expansão µ-Law ou A-Law, com base em cada placa, para operações por voz,
funcionando como canais livres a 64 kbps quando estiverem configuradas no modo de dados. Os canais
comutados por pacote apóiam o protocolo LAPD. No entanto, a TN2185B não termina no protocolo
LAPD. A interface S não apóia a comutação simultânea de ambos os canais B, como faria um canal de
banda larga a 128 kbps.
A TN2185B conta com um alcance máximo de até 5.486 m do sistema ao dispositivo NT1. Em um
ambiente de múltiplos telefones, os canais B são compartilhados apenas em uma base de chamada
específica. Por exemplo, se o canal B2 destinar-se a dados, o seu uso por um telefone excluirá o acesso
dos outros. Quando um dispositivo usado se comunicar através do canal D para acessar B1 ou B2, aquele
canal estará ocupado até o término da chamada. O canal D é sempre compartilhado pelos terminais.
A placa TN2185B pode ser usada como uma alternativa para a placa TN464 ou para a placa TN2464.
A capacidade de emitir sinais DTMF dentro do canal de voz, ou de sinalização ponto a ponto, é apoiada
pela TN2185B.
A Conclusão de chamada QSIG é apoiada, porém os Serviços suplementares QSIG não são. Os troncos
RDSI-BRI podem ser usados como linhas de ligação de centrais privadas que utilizem o protocolo de
semelhança QSIG.
Interface RDSI-BRI U TN2198B (2 fios,
12 portas)
A placa TN2198 permite a conexão com a Interface U de dois fios do padrão ANSI. A interface de dois
fios proveniente da TN2198 é conectada a uma interface de rede NT1. A interface de quatro fios do outro
lado da rede NT1 poderá conectar-se a um ou dois telefones. A TN2198 não fornece uma interface do
lado dos troncos, ao contrário da placa TN2185.
A TN2198 contém 12 portas que realizam interface no ponto de referência U de RDSI. Para cada porta,
as informações são transmitidas através de dois canais portadores a 64 kbps, denominados B1 e B2, e
através de um canal a 16 kbps, denominado canal de demanda ou canal D. O canal D é usado para
sinalização. Os canais B1 e B2 podem ser comutados simultaneamente por circuito. O canal D é sempre
comutado por pacote. A TN2198 requer uma placa de controle de pacotes. Cada porta apóia um telefone,
como, por exemplo, o telefone analógico 500 de discagem por pulsos ou os telefones de discagem
multifreqüencial 2500.
O canal D apóia o protocolo LAPD e cumpre as recomendações CCITT Q.920 de sinalização do canal D.
Em um ambiente de múltiplos telefones, os canais B são compartilhados apenas em uma base de
chamada específica. Por exemplo, se o canal B2 for usado para dados, o seu uso por um telefone excluirá
o acesso de outros telefones. Quando um dispositivo se comunicar através do canal D para acessar B1 ou
B2, aquele canal estará ocupado até o término da chamada. O canal D é sempre compartilhado pelos
telefones. A TN2198 realiza a interface entre o barramento TDM e o barramento de pacotes no painel
traseiro da central e termina com 12 portas RDSI de acesso básico.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
199
Placas e fontes de energia
Fonte de energia 655A
A TN2198 conta com um alcance máximo de até 5.486 m do sistema ao dispositivo NT1 e usa o
protocolo padrão ANSI T1.601. A TN2198 apresenta uma taxa de linha de 160 kbps, que consiste em:
•
•
•
•
Dois canais portadores de 64 kbps cada
Um canal D de 16 kbps
Enquadramento a 12 kbps
Manutenção a 4 kbps
A TN2198 apóia um máximo de 24 telefones ou módulos de dados.
A TN2198 não é oferecida como uma Linha de Junção BRI.
Tronco da central pública TN2199
(3 fios, 4 portas)
A placa de tronco da central pública TN2199 foi projetada para ser usada na Rússia.
A TN2199 é uma placa de tronco de loop start com quatro portas e três fios, que pode ser usada como:
• Um tronco DDR
• Um tronco de CO bidirecional, unidirecional de entrada ou unidirecional de saída
A TN2199 combina a funcionalidade de um tronco de DDR e de um tronco da CO unidirecional de saída
(tronco DIOD). A fim de obter sinalização multifreqüencial de oscilações, a placa TN2199 deve ser
combinada com uma placa classificadora de chamadas TN744D.
A placa TN2199 apóia a facilidade ANI de entrada.
Gerador de toque de chamada TN2202
A placa do gerador de toque de chamada TN2202 foi projetada para ser usada na França.
A placa do gerador de toque de chamada TN2202 fornece 50 Hz de energia para toques de chamada.
A TN2202 fornece toque de chamada balanceado, através de um painel traseiro modificado, aos telefones
que se conectam à placa de linha analógica para diversos países TN2183, quando programada para a
transmissão analógica na França.
A TN2202 é conectada ao slot da unidade de energia, sendo necessária a todos os compartimentos que
contêm linhas analógicas. É necessário modificar um fio no painel traseiro de um compartimento que use
a TN2202. Esta modificação se aplica a todos os produtos fabricados para uso na França. A TN2202
produz duas voltagens simétricas (normalmente 28 V RMS) em relação ao aterramento, recebendo
–48 VCC, –5 VCC e aterramento do painel traseiro, gerando duas voltagens de 28 V RMS com
acréscimo de –48 VCC.
200
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Placas e fontes de energia
Fonte de energia 655A
Interface DS1, T1 (24 canais) e E1 (32 canais)
TN2207
A placa TN2207 apóia a conectividade de serviços digitais da taxa de Sinais digitais de nível 1 (DS1), de
24 canais, e da taxa E1, de 32 canais. Todos os sufixos da placa TN2207 apóiam os tipos de portas de CO,
linhas de junção, DDR e Ramais externos (OPS) que utilizam os seguintes protocolos:
• Sinalização por bits subtraídos
• Sinalização proprietária do 24° canal orientada por bits (BOS)
• Sinalização DMI-BOS do 24° canal
As placas também apóiam as conectividades RDSI-PRI T1 ou E1.
No modo DS1 de 24 canais, uma interface DS1 é fornecida ao serviço DS1. As placas TN2207 fornecem
um modo programável de compressão/expansão A-Law e µ-Law ao nível da placa, geração e verificação
de CRC-4 apenas para E1 e capacidade do relógio stratum-3.
A TN2207 permite o acesso da tomada de testes à linha de DS1 ou E1 e apóia a unidade de canais de
serviços integrados (CSU) de 120 A.
Todos os sufixos possuem fios de sinalização de Saída de linha (LO) e Entrada de linha (LI). Os fios de
saída de linha e entrada de linha são pares compensados não polarizados.
A TN2207 possui hardware adicional para apoiar o cabeamento direto a uma placa de MMI TN787.
Linha de junção TN2209 (4 fios, 4 portas)
A linha de junção TN2209 foi projetada para ser usada na Rússia.
A linha de junção TN2209 possui quatro portas usadas para as linhas de junção de quatro fios de
sinalização E&M dos tipos 1 ou 5. As linhas de junção podem ser de um dentre quatro tipos: automáticas,
de inicialização imediata, de inicialização do tipo wink e de discagem adiada. A TN2209 fornece uma
interface entre estas quatro linhas de junção de sinalização de freqüências e a rede da central TDM. Com
base na TN760D, cada porta possui fios de sinalização E&M modificados, para garantir a compatibilidade
universal de hardware. A TN2209 fornece troncos de ligações liberadas, necessários à facilidade CAS, e
conta com os modos de compressão/expansão A-Law e µ-Law programáveis.
Unidade ótica TN2211
A unidade ótica TN2211 fornece armazenagem removível para as configurações do DEFINITY R.
A TN2211 apóia atualizações de software, backup de dados, backup de arquivos de anúncios, operações
de core dump, etc. A unidade ótica tem diversas vantagens sobre a tecnologia de unidade de fita:
• Gravar no disco ótico é consideravelmente mais resumido do que gravar na fita. Um backup
completo dura aproximadamente 20 minutos, ao passo que na unidade de fita pode durar até
95 minutos.
• Gravar no disco ótico é mais confiável por causa dos seguintes fatores:
• Alocação do bloco.
• O número de acessos à mídia.
A UN332C MSSNET deve ser usada com a TN2211.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
201
Placas e fontes de energia
Fonte de energia 655A
Linha digital DCP TN2214B (2 fios, 24 portas)
A TN2214B foi projetada para ser usada nos Estados Unidos, no Canadá e nos outros países somente para
a oferta B.
A TN2214B possui 24 portas DCP, que podem ser conectadas a telefones digitais de dois fios, como os
telefones das séries 6400, 8400 ou 9400, assim como aos terminais atendedores 302C e 302D.
A TN2214B apóia o modo de compressão/expansão A-Law ou µ-Law.
A tabela apresentada a seguir lista os telefones apoiados pela TN2214B e mostra todos os comprimentos
e alcances dos fios.
Telefone
Tamanho do fio (AWG)
2
Alcance máximo
terminal atendedor 302C/D
24 (0,2 mm /0,5 mm)
1.067 m
série 6400
24 (0,2 mm2/0,5 mm)
1.067 m
2
série 8400
24 (0,2 mm /0,5 mm)
1.067 m
série 9400
24 (0,2 mm2/0,5 mm)
1.067 m
Linha analógica para diversos países
(16 portas) TN2215/TN2183 (ofertas
internacionais ou apenas a oferta B nos EUA e
Canadá)
As placas de linhas analógicas TN2215 e TN2183 foram projetadas para ofertas internacionais ou apenas
para a oferta B nos EUA e Canadá.
A TN2215 e a TN2183 fornecem dezesseis interfaces de portas analógicas. Cada porta apóia um telefone,
como, por exemplo, os dos tipos 500 (discagem por pulsos) ou 2500 (discagem DTMF) a partir de um par
de fios de sinais telefônicos. Cada porta também envia sinalização para um dispositivo ou recebe
sinalização de um dispositivo, como um telefone analógico, secretária eletrônica, fax e de porta da CO de
loop start. A TN2215 e a TN2183 fornecem rechamada por discagem decádica do dígito 1, rechamada
por tecla de terra e temporização flash programável. É fornecido apoio adicional para padrões de toque
selecionáveis, indicadores luminosos de mensagens em espera e proteção secundária contra relâmpagos.
A TN2215 e a TN2183 apóiam as instalações internas (no edifício) com discagem multifreqüencial ou
por pulsos, com ou sem os indicadores luminosos de mensagens em espera. A TN2215 e a TN2183
apóiam as instalações externas com discagem DTMF ou por pulsos. Os indicadores luminosos de
mensagens em espera não recebem apoio externamente. Indicadores de mensagem em espera de neon não
são apoiados.
É permitido um máximo de 6 a 8 toques de portas simultâneos dependendo da cadência de toque
selecionada. A TN2215 e a TN2183 apóiam os modos de compressão/expansão A-Law e µ-Law e
temporizadores programáveis.
A TN2215 e a TN2183 apóiam também a facilidade toque de chamada balanceado. Quando o toque de
chamada balanceado for configurado para a França, a placa do gerador de toque de chamada TN2202
deve ser usada.
202
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Placas e fontes de energia
Fonte de energia 655A
A TN2215 e a TN2183 apóiam níveis de envio DTMF apropriados ao Avaya IVR.
A impedância e o ganho associados à TN2215 e à TN2183 são selecionáveis para diversos países. Para
obter maiores informações, contate seu representante Avaya.
A tabela apresentada a seguir lista os telefones apoiados pela TN2215 e pela TN2183 e mostra todos os
comprimentos e alcances dos fios.
Telefone
Tamanho do fio (AWG)
Alcance máximo
Tipo 500
24 (0,2 mm2/0,5 mm)
6.096 m
2
Tipo 2500
24 (0,2 mm /0,5 mm)
6.096 m
Tipo 6200
24 (0,2 mm2/0,5 mm)
3.657 m
2
Série 7102A
24 (0,2 mm /0,5 mm)
945 m
Série 8100
24 (0,2 mm2/0,5 mm)
3.657 m
Linha digital DCP TN2224B (2 fios, 24 portas)
A TN2224 possui 24 portas DCP, que podem ser conectadas a telefones digitais de dois fios, como os
telefones das séries 6400, 8400 ou 9400, assim como aos terminais atendedores 302C e 302D.
A placa TN2224 apóia o modo de compressão/expansão A-Law ou µ-Law.
A tabela apresentada a seguir lista os telefones apoiados pela TN2224 e mostra todos os comprimentos e
alcances dos fios.
Telefone
Tamanho do fio (AWG)
mm2/0,5
Alcance máximo
Terminal atendedor 302C/D
24 (0,2
mm)
1.067 m
Série 6400
24 (0,2 mm2/0,5 mm)
1.067 m
mm2/0,5
Série 8400
24 (0,2
mm)
1.067 m
Série 9400
24 (0,2 mm2/0,5 mm)
1.067 m
Tronco digital TN2242
A placa de tronco digital TN2242 apóia as versões de sinalização associada a canais e de sinalização
RDSI-PRI próprias ao ambiente TTC de redes privadas utilizadas no Japão. Ela apóia a codificação de
linhas e o enquadramento especiais usados nos troncos japoneses de 2,048 Mbps. A TN2242 conecta a
central a outros equipamentos do fornecedor e a outras centrais DEFINITY através do dispositivo TDM,
geralmente utilizado no Japão com esta finalidade.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
203
Placas e fontes de energia
Fonte de energia 655A
Comutador lógico TN2301
O comutador lógico TN2301 é utilizado apenas com o DEFINITY R. A TN2301 fornece serviços ao
cliente quando o enlace com o processador principal falhar ou for danificado, ou quando o processador ou
o Estágio central de comutação (CSS) falharem. A placa do Comutador remoto de sobrevivência (SRS)
TN2301 conecta os enlaces EPN (em fibra ou T1/E1) à PPN adequada para o processamento de
chamadas. Ela realiza esta conexão sob o controle da placa de manutenção TN775C, que monitora o
estado da interface de expansão TN570B.
A placa do comutador lógico TN2301 não é usada em uma ATM-PNC.
IP Media Processor TN2302AP
A TN2302AP proporciona acesso de áudio de VoIP à central para ramais locais e troncos externos.
A TN2302AP pode executar cancelamento de eco, supressão de silêncio, serviço de fax e detecção de
DTMF. A TN2302AP é a plataforma de áudio H.323, inclui uma interface Ethernet 10/100 Base T, apóia
os padrões T.30 e T.38 para transmissão de fax e é transferível por firmware.
A TN2302AP proporciona processamento de áudio entre 32 e 64 canais de voz, dependendo dos
CODECs que estiverem sendo usados. A TN2302AP apóia conexões em U e o processo de shuffling de
chamadas entre conexões TDM e conexões diretas IP-IP.
Interface de Tronco ATM-CES/Rede de portas
para fibra ótica multimodo TN2305B
A TN2305 fornece uma substituição com base no ATM para a Interface de expansão TN570D.
A interface usa fibra multimodo OC-3c ou STM-1 de 155 Mbps. A TN2305 apóia tanto a conectividade
entre troncos como entre redes de portas. Como um tronco, a TN2305 utiliza o Serviço de emulação de
circuitos (CES) do ATM para emular até oito troncos RDSI-PRI em uma conexão ATM. Como uma
interface de expansão de rede de portas, a TN2305 conecta redes de portas a um switch ATM que fornece
conectividade de rede de portas. A TN2305 fornece cancelamento de eco.
A TN2305 não apóia as redes híbridas de portas que usam o ATM e o CSS simultaneamente.
As TN2305s devem conectar todas as redes de portas através do switch ATM. EPNs diretamente
conectadas não são apoiadas. Ofertas da categoria B não são apoiadas.
Interface de Tronco ATM-CES/Rede de portas
para fibra ótica monomodo TN2306B
A placa TN2306 conta com as mesmas facilidades da Interface de Tronco ATM-CES/Rede de portas para
fibra ótica multimodo TN2305B, porém apóia a fibra monomodo. A TN2306B não está disponível com
as ofertas da Categoria B.
Tronco de Discagem Direta a Ramal TN2308
(8 portas)
A TN2308 possui oito portas para troncos de Discagem Direta a Ramal (DDR) de inicialização imediata
ou do tipo wink para o Brasil. Cada porta possui fios de sinais telefônicos.
204
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Placas e fontes de energia
Fonte de energia 655A
A central necessita da TN2308 para apoiar a facilidade brasileira Bloquear chamada a cobrar.
As características de transmissão da TN2308 cumprem com os padrões brasileiros de telecomunicações
para PABXs.
Interface do servidor IP TN2312BP
A interface do servidor IP (IPSI) TN2312BP fornece manutenção ambiental e é a única interface do
servidor IP apoiada no G650. Uma IPSI TN2312BP acoplada em um G650 com um endereço de
compartimento definido como A atuará como barramento principal I2C (a IPSI TN2312BP poderá ser
acoplada a um G650 apenas com um endereço de compartimento definido como A ou B, e somente no
endereço de compartimento definido como A ela poderá funcionar como barramento principal I2C).
A IPSI TN2312BP é compatível com outros gateways de mídia de versões anteriores, mas fornece
manutenção ambiental apenas quando for utilizada em um G650. A IPSI TN2312BP sempre proporciona
as funções de detecção de tons, classificação de chamadas, geração de tons e de relógio.
Quando a IPSI TN2312BP for utilizada em um MCC1ou SCC1, a manutenção ambiental será oferecida
por uma TN755D.
A IPSI TN2312BP fornece manutenção ambiental para o G650. Essa funcionalidade inclui:
•
•
•
•
Manutenção da fonte de energia, de gabinetes e do gerador de toque de chamada
Detecção de alarme de dispositivo externo
Controle da transferência de emergência
Controle dos dispositivos de alarmes fornecido pelo cliente
A IPSI TN2312BP e a fonte de energia 655A fornecem as seguintes informações ao G650:
• Manutenção ambiental
— Temperatura na entrada – Temperatura na entrada do G650 (o sensor está localizado na
fonte de energia 655A)
— Temperatura de exaustão – sensor de ar da exaustão dos compartimentos do G650
— Estado de temperatura na zona de tensão – sensor da unidade de energia 655A
— Voltagem
+5 VCC
–5 VCC
–48 VCC
— Controle dos ventiladores – a velocidade na qual funcionam os ventiladores:
Undr – indica que a voltagem dos ventiladores está abaixo de 12 VCC.
Mid (normal) – indica que a voltagem dos ventiladores corresponde a +12 VCC.
High – indica que a voltagem dos ventiladores corresponde a +14 VCC.
Over – indica que a voltagem dos ventiladores está acima de 14 ou 15 VCC.
— Alarme dos ventiladores – detecção de um ventilador bloqueado ou com falha
— Estado do toque de chamada – OK, sobrecarga, em curto ou com falha
— Controle do toque de chamada – ativo, de reserva, desativado, desligado (em curto ou com
falha)
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
205
Placas e fontes de energia
Fonte de energia 655A
— Definição da campainha – 20 Hz, 25 Hz ou outra freqüência
— Detecção do toque de chamada – relata se a fonte de energia é capaz de detectar o toque de
chamada nos fios telefônicos do painel traseiro
— Entrada de energia – indica o tipo de energia presente e em uso (CA ou CC)
• Detecção de alarme de dispositivo externo
A detecção de alarme de dispositivo externo utiliza dois fios externos. Alguns dispositivos
externos, como as Unidades ininterruptas de energia (UPS) e os sistemas de mensagem por voz,
podem utilizar esses fios para gerar alarmes utilizando a capacidade de geração de relatórios de
alarmes do Avaya Communication Manager. O potencial de aterramento de qualquer um destes
fios resultará na geração de um alarme. É possível programar o nível do alarme (principal,
secundário ou de aviso), a identificação do produto, nomes alternativos e a descrição do alarme
correspondente a cada fio.
• Controle da transferência de emergência
O controle da transferência de emergência fornece –48 VCC para colocar em funcionamento um
painel externo de transferência de emergência. O Communication Manager controla o estado da
transferência de emergência (observe que, no passado, as placas de hardware e os painéis de
alarme eram dotados de um seletor de três posições para controlar a transferência de emergência).
É possível utilizar os seguintes comandos SAT do Communication Manager para a transferência
de emergência:
— set emergency-transfer on|off|auto – utilize este comando para definir a transferência de
emergência como sendo on (fora do estado de transferência de emergência), off (no estado
de transferência de emergência) ou auto (a transferência de emergência é controlada pelo
Communication Manager)
— status cabinet nn – utilize este comando para verificar a atual definição da transferência de
emergência.
Quando a transferência de emergência não estiver definida como auto, será gerado um alarme.
• Controle dos dispositivos de alarmes fornecido pelo cliente (CPAD)
O CPAD fornece um fechamento de contato entre um par de fios externos, que pode ser utilizado
para controlar um dispositivo de alarmes fornecido pelo cliente ou um indicador de alarmes.
O nível dos alarmes (principais, secundários, de aviso ou nenhum) que poderão acarretar um
fechamento de contato poderá ser programado em todo o sistema. Quando o nível dos alarmes
coincidir com o nível de alarmes programado, a IPSI TN2312BP fechará este contato em todos os
G650s que apresentarem um endereço de compartimento definido como A. Quando a IPSI
TN2312BP estiver no modo de transferência de emergência, este contato será fechado, para ativar
o CPAD.
• Detecção de tons/classificação de chamadas
A IPSI TN2312BP fornece oito portas para a detecção de tons e classificação de chamadas.
A IPSI TN2312AP é dotada da mesma funcionalidade.
• Funções de tone/clock
A TN2312BP gera tons e desempenha as funções de relógio na rede de portas à qual estiver
acoplada. Essa funcionalidade é equivalente à oferecida pela placa tone/clock TN2182B.
206
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Placas e fontes de energia
Fonte de energia 655A
Adaptadores de E/S
A IPSI TN2312BP requer um novo adaptador que seja responsável pelos fios da entrada de alarmes, dos
CPAD e da transferência de emergência. Da mesma forma do adaptador existente na IPSI TN2312AP,
esse adaptador permite que a conexão Ethernet IPSI seja efetuada na parte de trás do slot da IPSI.
Compatibilidade
A IPSI TN2312BP pode substituir a IPSI TN2312AP no SCC1, MCC1, CMC1 e no G600. Contudo, a
IPSI TN2312BP atuará apenas como placa tone/clock nesses gateways de mídia. Ela não fornecerá
manutenção ambiental.
Quando a TN2312BP estiver instalada em um gateway de mídia CMC1 ou G600 dotado do
Communication Manager 2.0, a manutenção ambiental dos gabinetes será fornecida pela monitoração do
fio AuxSig do painel traseiro. Esse fio enviará um alarme, se for detectada uma falha na fonte de energia
ou no conjunto do ventilador. O CMC1 e o G600 serão apoiados apenas em configurações de IP Connect
com o Communication Manager 2.0.
Consulte a tabela a seguir para examinar a compatibilidade entre a IPSI e os gateways de mídia.
Gateway
de Mídia
Communication
Manager 1.x
Communication
Manager 2.0
DEFINITY
R10
Manutenção ambiental
fornecida por:
SCC1
Sim
Sim
Sim
TN775D
MCC1
Sim
Sim
Sim
TN775D
CMC1
Sim
Monitoração do fio AuxSig
do painel traseiro
G600
Sim
Monitoração do fio AuxSig
do painel traseiro
G650
Sim
IPSI TN2312BP
Número de placas IPSI por configuração
Nas configurações nas quais o portador da voz é transmitido através do CSS ou do ATM, normalmente
cada IPSI controlará cinco redes de portas, canalizando as mensagens de controle através da rede do
portador até as PNs que não apresentam IPSIs. Uma IPSI não pode ser colocada em:
• Uma PN que tenha uma interface de relógio Stratum-3
• Uma PN remota que esteja usando um conversor de DS1
• Uma Rede de portas de expansão remota com recurso de sobrevivência (SREPN)
Para determinar o número recomendado de PNs conectadas a IPSIs para apoiar a configuração de um
S8700, divida o número total de PNs da configuração por cinco e acrescente um. A IPSI adicional oferece
tolerância a falhas.
Por exemplo, se você tem 20 PNs, divida 20 por 5 para obter 4, depois acrescente 1. Você precisa de no
mínimo cinco IPSIs para apoiar 20 PNs.
Nas configurações nas quais o portador da voz é transmitido através do IP, é necessário que cada PN
apresente uma IPSI.
Uma configuração de conexão direta só apóia uma PN conectada a IPSI.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
207
Placas e fontes de energia
Fonte de energia 655A
Interface DS1 TN2313AP (24 canais)
A placa de portas DS1 TN2313AP realiza interface de um tronco DS1 com o painel traseiro da central
através de slots de portas que têm o padrão dos produtos DEFINITY. A TN2313AP é compatível com as
placas DS1 de 24 canais anteriores, incluindo a TN464F (V19 e anterior), a TN2464 (V19 e anterior) e a
DS1 TN767E, com a diferença de que ela não fornece capacidades adjuntas do pacote. A TN2313AP
apóia uma variedade de aplicações, incluindo o interfuncionamento de centrais DEFINITY, tipos
internacionais de troncos, vídeoconferência e transmissão de dados de banda larga.
A interface DS1 TN2313AP pode ser configurada como tendo 24 canais, a 1,544 Mbps. A TN2313 pode
fornecer dois sinais de referência de 8-kHz para o painel traseiro da central, para uso opcional, através da
placa tone/clock, sincronizando o relógio do sistema com o relógio da linha recebida.
A TN2313AP é transferível por firmware.
S8100 Media Server TN2314
O S8100 Media Server apóia ramais de voz com comutação de voz co-residente, mensagens de voz e
fax, e as aplicações do sistema funcionam em um sistema operacional Microsoft Windows 2000.
A comunicação entre o firmware e o software é feita através de uma conexão Ethernet. Um processador
Intel Message Link (IML) é o enlace de controle Ethernet que ocorre entre o processador Pentium e o
processador MPC860. O enlace permite a comunicação baseada em mensagens entre os dois
processadores.
O S8100 Media Server tem as seguintes características:
• Processador – O processador é um Pentium III de 500 MHz.
• RAM – Existem dois slots para os módulos de memória SDRAM, com um mínimo de 256 MB de
RAM e um máximo de 512 MB de RAM.
• Acesso à Ethernet pelo painel frontal – O pessoal de manutenção pode acessar a central através de
uma tomada Ethernet RJ45 no painel frontal da placa.
• Disco rígido – a placa vem com um disco rígido de 20 GB.
Interface de pacotes/Controle de rede TN2401
para SI
A interface de pacotes e de controle de rede TN2401 é usada apenas com o DEFINITY SI.
A placa da interface Net/Pkt TN2401 fornece a interface de Controle de rede (NETCON), a interface de
Controle de pacotes (PACCON) e, caso não seja necessária uma conectividade BX.25, a Interface do
processador (PI). A TN2401 fornece oito canais de dados assíncronos. A TN2401 não inclui modems.
A TN2401 é necessária ao modelo SI, de modo a economizar conversões para o cartão de memória flash
ATA de 5 volts.
208
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Placas e fontes de energia
Fonte de energia 655A
Montagem do complexo da interface de
pacotes de rede TN2401/TN2400 para
atualizações de SI
O complexo da interface de pacotes de rede TN2401/TN2400 fornece:
•
•
•
•
Uma interface de Controle de rede (NETCON)
Uma interface de Controle de pacotes (PACCON)
Uma Interface do processador (PI), caso a conectividade BX.25 não seja necessária
Oito canais de dados assíncronos
As placas TN2401/TN2400 não incluem modems.
As placas TN2401/TN2400 são necessárias ao modelo SI, de modo a economizar conversões para o
cartão de memória flash ATA de 5 volts.
O complexo TN2401/TN2400 e o processador TN2404 são necessários para as seguintes atualizações:
• Um MCC1 G1 ou G3iV1 com um processador TN773
• Um sistema SI com um processador TN786B ao reutilizar o gabinete do compartimento de
controle existente
• Um sistema SI com um processador TN790 ou 790B. Qualquer sistema R5 ou R6 terá o antigo
painel traseiro do compartimento de controle e necessitará de TN2401/TN2400. Para os sistemas
R7 e R8, é possível ter o antigo painel traseiro do compartimento de controle ou o novo painel
traseiro do compartimento de controle. O tipo de painel traseiro deve ser verificado antes que seja
efetuado o pedido da atualização, de modo que se selecionem as características corretas. Se o tipo
de compartimento não for conhecido, será necessário fazer uma inspeção visual do sistema R7 ou
R8. O antigo painel traseiro estará sendo usado se o sistema tiver uma das placas TN794/TN2400
nos slots de controle de rede e de controle de pacotes. Se nada houver no slot de controle de
pacotes, isso indica a presença do novo painel traseiro.
Processador TN2402
A plataforma do processador TN2402 funciona a 25 MHz. A placa TN2402 inclui um complexo CPU
RISC de 32 bits e um complexo do processador de manutenção, que fornecem funções de comunicações
seriais e manutenção para o DEFINITY CSI. Além disso, a sinalização LAPD RDSI proveniente de
placas de troncos PRI e BRI através do barramento TDM também termina na placa TN2402.
O complexo CPU RISC fornece 4 a 32 MB de PROM Flash. A DRAM é fornecida através de uma
SIMM. A TN2402 contém 32 MB de DRAM. A memória flash não é intercalada. O processador TN2402
não fornece comunicações X.25 ou uma opção de duplicação. A TN2402 não contém um modem
integrado. Ao invés disso, deve-se conectar um modem externo à porta RS-232E, que era anteriormente
usada para o modem interno.
A TN2402 é necessária ao modelo CSI, de modo a economizar conversões para o cartão de memória
flash ATA de 5 Volts.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
209
Placas e fontes de energia
Fonte de energia 655A
Processador TN2404
A placa do processador TN2404 possui 32 MB de memória DRAM e de memória flash. O processador
TN2404 para o DEFINITY SI foi projetado para manipular os erros associados com o EM-BUS e deve
ser usado com as configurações de C-LAN (TN799) e Net/Pkt (TN2401) no DEFINITY SI.
Interface DS1 com cancelamento de eco,
T1/E1, TN2464BP
A placa DS1 TN2464BP foi projetada para uso internacional nas categorias A e B. A placa TN2464BP
dispõe de circuitos de cancelamento de eco e capacidade de transferência de firmware. A placa
TN2464BP apóia os serviços digitais T1 (24 canais) e E1 (32 canais). Nas aplicações RDSI-PRI, o canal
D RDSI se conecta à Interface de pacotes TN1655 através do barramento LAN. A placa TN2464BP tem
as mesmas funções que a TN464GP, que é válida apenas para o Canadá e os EUA.
A placa TN2464BP fornece:
•
•
•
•
•
•
Acesso da tomada de testes à linha T1/E1
Modo programável de compressão/expansão A-Law ou µ-Law ao nível da placa
Geração e verificação de CRC-4 (apenas E1)
Capacidade do relógio Stratum 3
Apoio ao módulo da unidade de canais de serviços de 120 A
Tipos de portas de Centrais públicas (CO), Linhas de junção (TIE), DDR e Ramais externos
(OPS), que usam os protocolos de sinalização por bits subtraídos (robbed-bit), de sinalização
proprietária do 24° canal orientada por bits (BOS) ou de sinalização do 24° canal de DMI-BOS
• Fios de sinalização de Linha de saída (LO) e de Linha de entrada (LI) não polarizados e de pares
compensados
• Apoio à facilidade russa ANI de entrada
• Apoio às capacidades avançadas de manutenção da Unidade avançada de canais de serviços
integrados (ICSU)
• Apoio ao Avaya IVR
• Protocolos de sinalização associados a canais para diversos países (para obter maiores
informações, contate o representante local da Avaya)
A TN2464BP pode ser atualizada usando a facilidade de transferência de firmware, que requer o uso da
interface C-LAN TN799.
Anúncio de voz sobre LAN (VAL) TN2501AP
A TN2501AP é uma placa de anúncio integrado que:
•
•
•
•
210
Oferece capacidade de até 1 hora de tempo de armazenamento de anúncio
Fornece tempos mais curtos de backup e restauração
É transferível por firmware
Reproduz anúncios sobre o barramento TDM, semelhante à placa TN750C
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Placas e fontes de energia
Fonte de energia 655A
• Possui 33 portas, incluindo
• Uma porta de acesso telefônico dedicada, para gravar e reproduzir anúncios usando a
porta número 1
• Uma porta Ethernet usando a porta número 33
• 31 portas de reprodução usando as portas de 2 a 32
• Usa uma interface Ethernet de 10/100 Mbps, permitindo a portabilidade de anúncios e de arquivos
de firmware sobre uma LAN
• Usa arquivos de anúncio no formato .wav (CCITT A-Law e µ-Law, 8 kHz, 8 bits mono)
Linha analógica com identificador do
chamador TN2793B (24 portas)
A TN2793B é uma placa de linha analógica de 24 portas e código duplo. Cada porta apóia um telefone,
como, por exemplo, o telefone 500 de discagem por pulsos ou os telefones de discagem DTMF 2500.
A TN2793B apóia as instalações internas com discagem multifreqüencial ou por pulsos, com ou sem os
indicadores luminosos e de neon de mensagens em espera. A TN2793B apóia as instalações externas com
discagem DTMF ou por pulsos. Neons ou indicadores luminosos de mensagens em espera não recebem
apoio externamente.
Em associação com uma fonte de neon TN755B por compartimento ou por gabinete de compartimento
único, a TN2793B apóia os telefones equipados com indicadores de neon de mensagens em espera
(apenas para uso interno). A placa TN2793B, que apóia três volumes de toque de chamada, permite que
apenas um telefone possua um indicador luminoso ou de neon de mensagens em espera. A TN2793B
apóia até doze portas chamando simultaneamente; quatro entre as portas 1 a 8, quatro entre as portas 9 a
16 e quatro entre as portas 17 a 24.
A TN2793B apóia os modos de compressão/expansão A-Law e µ-Law e temporizadores programáveis.
A TN2793B apóia os indicadores luminosos de nível de alerta de fila associados às facilidades DDC e
UCD, anúncios gravados associados à facilidade Tratamento de interceptação e o sistema de busca
PagePac da facilidade Chamar por alto-falante. Fornece-se apoio adicional aos dispositivos externos de
alerta associados à facilidade TAAS, aos indicadores de neon de mensagens em espera e a modems.
A TN2793B também apóia proteção secundária contra relâmpagos. A TN2793B fornece uma voltagem
de –48 VCC no estado fora do gancho e –90 VCC para o toque de chamada.
A tabela apresentada a seguir lista os telefones apoiados pela TN2793B e mostra todos os comprimentos
e alcances dos fios.
Telefone
Tamanho do fio (AWG)
mm2/0,5
Alcance máximo
Tipo 500
24 (0,2
mm)
6.096 m
Tipo 2500
24 (0,2 mm2/0,5 mm)
6.096 m
mm2/0,5
Tipo 6200
24 (0,2
mm)
3.657 m
série 7102A
24 (0,2 mm2/0,5 mm)
6.096 m
Série 8100
24 (0,2
mm2/0,5
mm)
3.657 m
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
211
Placas e fontes de energia
Fonte de energia 655A
Conversor de PRI em DASS TNCCSC-1
A placa TNCCSC-1 converte RDSI-PRI em uma interface DASS. DASS é uma interface de 2 Mbps que
usa um serviço de transmissão coaxial de 75 Ohms. Uma placa TNCCSC-1 pode apoiar até duas placas
da interface DS1 TN464. Um cabo Y e um adaptador coaxial 888B de 75 Ohms conectam-se ao serviço
da rede pública.
Conversor de PRI em DPNSS TNCCSC-2
A placa TNCCSC-2 converte RDSI-PRI em uma interface DPNSS. DPNSS é uma interface de 2 Mbps
que usa um serviço de transmissão coaxial de 75 Ohms. Uma placa TNCCSC-2 pode apoiar até duas
placas da interface DS1 TN464. Um cabo Y conecta-se ao serviço da rede pública.
Conversor de PRI em DPNSS TNCCSC-3
A placa TNCCSC-3 é a mesma que a placa TNCCSC-2, com uma interface de par torcido de 120 Ohms.
Conversor de PRI em SS7 TN-C7
A TN-C7 fornece uma interface de gateway entre a placa TN464 e a rede pública de sinalização.
A TN-C7 integra DASS, DPNSS e SS7 em um tipo de placa única. A TN-C7 apóia os clientes do
provedor de serviço internacional de centrais de atendimento. Ela não foi projetada para funcionamento
nos EUA e Canadá.
Multiplexador de dados, fax e voz TN-CIN
A TN-CIN fornece QSIG e transparência na interconexão privada em solicitações através de uma rede
comutada. A TN-CIN integra até três circuitos de voz ou fax LD-CELP G.728, seis CAFT de voz ou fax
e dois circuitos de dados através de um enlace digital separado. Os três ou seis circuitos de fax ou voz são
apresentados como um fluxo de dados E1 G.703 que utiliza ou QSIG entre semelhantes, ou sinalização
associada ao canal.
Todos os circuitos de fax ou voz apóiam compressão de voz com baixa taxa de bits entre 8 e 16 kbps
(ao usar CAFT) ou a 16 kbps (ao usar LD-CELP). A compressão de voz LD-CELP apóia fax a V.29
(7.200 bps). A compressão de voz CAFT apóia fax a V.27ter (4.800 bps). A porta Composite apóia V.11 e
V.35 a velocidades de até 128 kbps.
A TN-CIN apresenta um modo de rede de voz por demanda para ser usado com enlaces de comunicações
baseadas no tempo, como a RDSI. Uma porta de dados de alta velocidade usando V.24 ou V.11 ou V.35 a
até 115,2 kbps síncronos ou V.24 a até 115,2 kbps assíncronos, que incorpora atribuição dinâmica de
largura de banda (clock de dados variáveis), está disponível para aplicações de dados. Uma porta de
dados V.24 de baixa velocidade de até 96 kbps síncronos ou 57,6 kbps assíncronos está disponível para
aplicações de dados.
212
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Placas e fontes de energia
Fonte de energia 655A
Interface de duplicação UN330B
A interface de duplicação UN330B só é usada nas configurações do DEFINITY R.
Nos sistemas de confiabilidade alta e crítica com dois SPEs, uma UN330B reside em cada SPE e se
conecta à outra UN330B. As UN330Bs fornecem caminhos de controle e comunicações entre os SPEs, a
fim de manter o SPE de reserva pronto para assumir o controle se houver uma falha no SPE ativo.
As UN330Bs selecionam o modo ativo/reserva para os dois SPEs, copiam o conteúdo da memória do
SPE ativo no SPE de reserva e apóiam as comunicações entre os SPEs.
O canal de duplicação é um caminho bidirecional de alta velocidade entre os dois SPEs. Quando a cópia
de memória estiver ativa, todo o seu conteúdo que tiver sido copiado no barramento do processador ativo
será enviado através do enlace e gravado na memória do processador de reserva. O conteúdo da memória
do processador de reserva não é enviado para o processador ativo.
Processador UN331C
A placa do processador UN331C só é usada nas configurações do DEFINITY R.
A UN331C controla o sistema e executa os programas armazenados que realizam o processamento de
chamadas e a manutenção. O UN331C é um RISC que foi projetado em torno de uma CPU MIPS
R3000A que funciona a 33 MHz. Ela emprega barramentos de endereçamento de 32 bits e de dados para
obter e executar instruções a uma taxa que se aproxima de uma instrução por ciclo de relógio. O cache de
instrução de 256 Kbytes com reabastecimento de modo intermitente e o cache de dados de 256 Kbytes
são essenciais ao desempenho do processador. Um chip de buffer de leitura e gravação ajusta a UN331C
ao ambiente de processamento de chamadas.
Os dispositivos periféricos que residem na UN331C são posicionados fora da estrutura de cache da CPU,
realizando interface com esta através dos buffers de leitura e gravação. Esses periféricos incluem:
•
•
•
•
•
512 Kbytes de ROM para o monitor
Contadores e temporizadores
UARTs
Registros de controle, estado e erro
Lógica para arbitragem de barramentos e a função Tempo esgotado de barramento
A UN331C realiza a interface com o Barramento multiplexado de 32 bits do processador de
endereçamentos e dados (PM-Bus) e o Barramento de expansão de 32 bits do processador (PX-Bus).
O PM-Bus destina-se a todas as operações de gravação do processador e de leitura de palavras isoladas
(4 bytes). As leituras de múltiplas palavras ou de múltiplos bursts são realizadas usando-se o PM-BUS,
para transferir o endereçamento para a memória principal. As palavras do burst são retornadas usando-se
o PM-Bus e o PX-Bus.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
213
Placas e fontes de energia
Fonte de energia 655A
Memória de Massa/Controle de Rede UN332C
apenas para R
A UN332 fornece uma interface entre o processador UN331C e o barramento da interface SCSI a fim de
acessar um Sistema de memória de massa (MSS), como uma unidade de disco, por exemplo. A UN332
também fornece controle de rede de TDM da PPN e termina uma das extremidades do barramento
multiplexado do processador.
A UN332C permite a interface da central com a unidade de disco ótico TN2211. A placa UN332C inclui
o Adaptador Host SCSI, o Arcanjo e a lógica de comutação Tone/Clock.
214
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Módulos de mídia
MM312 DCP Media Module
Módulos de mídia
MM312 DCP Media Module
O Avaya MM312 Media Module fornece 24 portas do Protocolo de comunicações digitais (DCP) com
tomadas RJ-45. O MM312 apóia o funcionamento simultâneo de todas as 24 portas. Cada porta pode ser
conectada a um telefone DCP de dois fios. O MM312 não apóia os telefones DCP de quatro fios.
NOTA:
O MM312 não é apoiado no G700 Media Gateway.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
215
Módulos de mídia
MM314 LAN Media Module
MM314 LAN Media Module
O Avaya MM314 Media Module proporciona:
• 24 portas de acesso Ethernet 10/100 Base-T com fornecimento de energia através da Ethernet
(PoE).
• Uma porta Ethernet 100/1000 Base-T de transferência e acesso.
NOTA:
O MM314 não é apoiado no G700 Media Gateway.
O MM314 apóia o fornecimento de energia de 48 VCC conduzido através de cabos padrão da categoria 5
UTP (até 100 m de alcance) em cada porta PoE.
O MM314 apresenta as seguintes características:
•
•
•
•
•
•
•
Priorização de gerenciamento de energia com prioridades configuráveis
Detecção automática de carga nas portas
Descoberta automática de dispositivos
Opção de ativação e desativação de fornecimento de energia a portas
Monitoramento de portas
Recuperação automática de shutdowns decorrentes de sobrecargas
Recuperação automática de shutdowns sem carga
Veja um exemplo do MM314 na figura apresentada a seguir.
216
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Módulos de mídia
MM340 E1/T1 Media Module
MM340 E1/T1 Media Module
O Avaya MM340 Media Module fornece uma porta de acesso a WAN para a conexão E1 ou T1.
NOTA:
O MM340 não é apoiado no G700 Media Gateway.
Veja um exemplo do MM340 na figura apresentada a seguir.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
217
Módulos de mídia
MM342 Media Module WAN por meio de USP
MM342 Media Module WAN por meio de USP
O Avaya MM342 Media Module fornece uma porta de acesso a WAN por meio de conexão USP.
O MM342 apóia os seguintes protocolos de WAN:
• EIA530
• V.35/ RS449
• X.21
NOTA:
O MM342 não é apoiado pelo G700 Media Gateway.
218
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Módulos de mídia
MM710 T1/E1 Media Module
MM710 T1/E1 Media Module
O MM710 Media Module da Avaya termina uma conexão T1/E1. O MM710 tem uma Unidade de canais
de serviços (CSU) interna, de modo que uma CSU externa não é necessária. Veja um exemplo de MM710
na figura apresentada a seguir.
Figura 66: Avaya MM710 T1/E1 Media Module
SO
ALM
TST
ACT
SIG
EI
SM EM
SI
EO
E1/T1
EIA 530A DCE
mmdc710 KLC 020402
NOTA:
O MM710 é apoiado tanto pelo G700 quanto pelo G350 Media Gateway.
Destaques do MM710:
•
•
•
•
•
•
•
Operação de software selecionável para T1 ou E1
•
•
•
•
Cancelamento de eco em qualquer direção
Uma CSU integrada
Opções de controle de ganho A-Law (E1) e µ-Law (T1) e cancelamento de eco
Enquadramento D4, ESF ou CEPT
Capacidade de RDSI PRI (23B + D ou 30B + D)
Codificação de linhas AMI, ZCS, B8ZS (T1) ou HDB3 (E1)
Sinalização de tronco para apoiar linhas de junção ou Centrais públicas (CO) dos EUA e
internacionais
Apoio a T1 fracionário
Uma interface OIC DB de 25 pinos
Uma tomada de loopback Bantam utilizada para teste dos circuitos de T1 ou E1
O MM710 apóia o DS1 universal que é compatível com o padrão ANSI T1.403 1,544 Mbps T1 e com o
padrão ITU-T G.703 2,048 Mbps E1.
NOTA:
O MM710 não apóia a codificação Inversão de marca codificada, usada no Japão.
Cancelamento de eco
O MM710 pode cancelar ecos em qualquer direção para qualquer DS0. O MM710 pode cancelar ecos
com atrasos tail-end de até 96 mili-segundos. Ele é compatível com os códigos A-Law ou µ-Law.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
219
Módulos de mídia
MM710 T1/E1 Media Module
Função CSU
A funcionalidade CSU interna ao MM710 tem as seguintes capacidades:
•
•
•
•
Capacidade de transmissão de longa ou curta distância
Pode receber sinais tão baixos quanto –36 dB
Pode compensar as distâncias de até 655 pés nas operações de curta distância
Pode-se programar uma atenuação de até –22,5 dB ao acionar repetidores para a transmissão de
longa distância
Funções de Loopback/BERT
A funcionalidade de Loopback/BERT no MM710 apresenta as seguintes características:
•
•
•
•
•
Fornece um loopback passivo para a extremidade mais distante de um estado não energizado
Pode ser configurada para loopbacks de informações do usuário ou de linhas
Apóia solicitações de ESF FDL de entrada e saída
Pode gerar e responder em códigos dentro do loop para cima e para baixo por ANSI-T1.403
Apóia a geração e a detecção de padrões de teste, assim como a injeção de erros de bit para os
testes da Taxa de erros de bit
Impedância de E1
O MM710 pode ser configurado por si mesmo para funcionar com E1 balanceado com 120 Ohms.
É necessário um balun externo para funcionamento não balanceado com 75 Ohms.
Tomadas Bantam
Seis tomadas Bantam no painel frontal permitem acesso aos sinais de entrada e saída de T1 ou dos
sinais E1:
• SM permite um monitoramento passivo da linha de entrada.
• EM permite um monitoramento passivo da linha de saída.
• SO permite um monitoramento forçado do sinal de entrada a partir da rede. Ao ser usada, a
tomada SO interrompe a conexão daquele sinal com o sistema de enquadramento.
• EI permite a injeção de um sinal no sistema de enquadramento. Ao ser usada, a tomada EI isola o
sinal de Rx da rede.
• SI permite a injeção de um sinal na rede. Ao ser usada, a tomada SI impede que o sinal de Tx do
sistema de enquadramento saia para a rede.
• EO permite um monitoramento forçado do sinal a partir do sistema de enquadramento. Ao ser
usada, a tomada EO interrompe a conexão daquele sinal com a tomada da rede, RJ48C.
220
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Módulos de mídia
MM710 T1/E1 Media Module
LEDs
São apoiados quatro LEDs no painel frontal. Eles consistem nos três LEDs do Módulo de Mídia padrão e
no LED SIG, que indica que o MM710 Media Module está recebendo um sinal válido.
Conector DCE DB 25
Este conector pode ser usado para conectar uma DSU (unidade de serviços de dados) em uma versão
futura.
Tomada de loopback
Ao fazer o pedido de um MM710, a Avaya recomenda que você inclua a tomada opcional de loopback
700A. Com a tomada de loopback instalada, você pode efetuar o loopback de T1 até o serviço da rede,
sem necessitar de um envio. Se o MM710 for vendido através de um Contrato de Serviço da Avaya, a
tomada deverá ser pedida e instalada para economizar tempo e dinheiro em chamadas de serviços.
A tomada é geralmente usada para as instalações de troncos CO. A tomada é inserida o mais próximo
possível da rede ou do serviço T1 fornecido pela companhia telefônica local. Quando a tomada é ativada
a partir do G700 Media Gateway, ela configura loopbacks em ambas as direções. O G700 Media
Gateway pode então enviar e receber um padrão de testes para verificar a função do MM710 e do cabo de
T1 até o serviço de T1 na rede. Em seu funcionamento normal, a tomada passa os sinais de T1 sem
perturbações em ambas as direções.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
221
Módulos de mídia
MM711 Analog Media Module
MM711 Analog Media Module
O MM711 Media Module da Avaya proporciona as facilidades e funcionalidades analógicas de tronco e
telefone. Veja um exemplo de MM711 na figura apresentada a seguir.
Figura 67: Avaya™ MM711 Analog Media Module
ALM
TST
ACT
1
2
3
4
5
6
7
8
mmdc711 KLC 022702
NOTA:
O MM711 é apoiado tanto pelo G700 quanto pelo G350 Media Gateway.
O MM711 oferece ao administrador a capacidade de configurar qualquer uma das oito portas desta placa
analógica como:
• Um tronco de central pública para inicialização do loop ou inicialização do aterramento
• Corrente de loop de 18 a 120 mA
• Um tronco analógico para Discagem Direta a Ramal (DDR) para inicialização imediata ou do tipo
wink
• Um tronco E911 CAMA analógico de saída com 2 fios, para conectividade com a PSTN
• A sinalização multifreqüencial é apoiada nas portas CAMA
• Dispositivos analógicos de sinais telefônicos como telefones analógicos, com ou sem indicação
de mensagem em espera através de LEDs
O MM711 também apóia:
• Três volumes de toque de chamada (número de equivalência de toque de chamada) de até 2000
pés para todas as oito portas
• Até oito portas chamando simultaneamente
NOTA:
O gateway de mídia dispõe desse número de portas por alternar toques de chamada e
pausas entre dois grupos que podem ser compostos de até quatro portas.
• Identificação do chamador Tipo 1 e Tipo 2
• Geração de corrente de toque de chamada para diversas cadências e freqüências internacionais
• É acrescentado um fio terra para cada aterramento entre IROB e a terra
Interfaces externas: lado do tronco CO
Os seguintes requisitos aplicam-se às interfaces externas no lado do tronco CO:
• A impedância padrão de entrada dos fios de sinais telefônicos é de 600 Ohms. A impedância
padrão pode ser configurada para ajustar-se a outras impedâncias de fios de sinais telefônicos,
como os 900 Ohms usados no Brasil ou a impedância complexa que é usada na União Européia.
222
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Módulos de mídia
MM711 Analog Media Module
• É acrescentado um fio terra para cada aterramento entre IROB e a terra.
• O MM711 apóia DTMF, MF e Pulsos.
• O MM711 apóia a sinalização de endereços R2MFC e fornece –48 VCC para as portas
configuradas como DDR.
• O alcance do loop aceito pelo tronco CO é de 18 a 60 mA.
• O MM711 apóia DIOD para o Japão.
São apoiados os seguintes tipos de troncos:
• Troncos CO para inicialização do loop e inicialização do aterramento
• DDR
• CAMA
Identidade do chamador
O MM711 apóia ICLID em troncos analógicos CO para inicialização do loop em todos os países
apoiados que requerem este recurso. Apóia dispositivos CID Tipo 1 e os requisitos de sinalização de
firmware são implementados com base em cada porta. O firmware apóia estes formatos:
• Formato único de mensagem de dados (SDMF)
• Formato múltiplo de mensagem de dados (MDMF)
• Geração da identificação do chamador nas portas de linha
O MM711 ajusta-se à transmissão no gancho, necessária ao recebimento de sinais de identificação do
chamador.
Em um tronco ICLID administrado, a ausência de informações de ICLID ou um erro na transmissão de
informações de ICLID não evitará que a chamada seja encerrada, exceto no Japão.
Requisitos da interface de linha analógica
O MM711 fornece passagem para sinais de fax.
O MM711 apóia aparelhos telefônicos analógicos com:
•
•
•
•
Um intervalo de impedâncias de Rs: 215 a 300 Ohms; Rp: 750 a 1000 Ohms; Cp: 115 a 220 pF
Um intervalo de freqüências de toque de 20 Hz, 25 Hz ou 50 Hz
Um intervalo de correntes CC de 20 a 60 mA
Um intervalo de batida no gancho de telefone de 90 a 1000 ms
Modo de compressão/expansão
O MM711 permite que seja feita uma seleção de A-Law ou µ-Law na instalação. Esta é uma capacidade
selecionável por software que se aplica a todas as portas do MM711.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
223
Módulos de mídia
MM712 DCP Media Module
MM712 DCP Media Module
O MM712 Media Module da Avaya permite uma conectividade de até oito terminais de voz do Protocolo
de comunicações digitais (DCP) com dois fios. Veja um exemplo de MM712 na figura apresentada a
seguir.
Figura 68: Avaya™ MM712 DCP Media Module
ALM
TST
ACT
1
2
3
4
5
6
7
8
mmdc712 KLC 022702
NOTA:
O MM712 é apoiado tanto pelo G700 quanto pelo G350 Media Gateway.
Interface de Hardware
As especificações de temporização do sinal para o MM712 apóiam a temporização do barramento TDM
nos modos de recepção e transmissão. O G700 Media Gateway só fornece +5 VCC e –48 VCC para o
MM712 Media Module. Qualquer outra voltagem necessária deve ser extraída no módulo.
O MM712 fornece proteção secundária para o alcance do loop. O MM712 é também autoprotegido de
uma condição de sobrecarga em uma interface de fios de sinais telefônicos.
224
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Módulos de mídia
MM714 Analog Media Module
MM714 Analog Media Module
O Avaya MM714 Media Module fornece quatro portas de telefone analógico e quatro portas de tronco
analógico.
NOTA:
O MM714 não é apoiado no G700 Media Gateway.
Veja um exemplo de MM714 na figura apresentada a seguir.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
225
Módulos de mídia
MM720 BRI Media Module
MM720 BRI Media Module
O Avaya MM720 BRI Media Module contém oito portas que fazem interface com a central pública no
ponto de referência T da RDSI. A informação transita de duas maneiras:
• Através de dois canais de 64 kbps, denominados B1 e B2
— Pode sofrer comutação simultânea de circuito
• Através de um canal de 16 kbps, denominado canal D
— Usado para sinalização
— Ocupa um time slot para todos os oito canais D
As conexões comutadas por circuito possuem uma opção A-law ou µ-law para operação de voz.
As conexões comutadas por circuito funcionam como canais livres de 64 kbps no modo de dados.
NOTA:
O MM720 é apoiado tanto pelo G350 quanto pelo G700 Media Gateway.
O MM720 não apóia:
• Ramais BRI
• Combinação de ambos os canais B para constituir um canal de 128 kbps
Veja um exemplo de MM720 na figura apresentada a seguir.
226
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Módulos de mídia
MM722 BRI Media Module
MM722 BRI Media Module
O Avaya MM722 Media Module fornece duas portas de acesso 2B+D RDSI-BRI (Interface da taxa
básica) S/T de quatro fios e tomadas RJ-45. Cada porta faz interface com a central pública no ponto de
referência T da RDSI. A informação transita da mesma maneira que no MM720.
NOTA:
O MM722 não é apoiado pelo G700 Media Gateway.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
227
Módulos de mídia
MM760 VoIP Media Module
MM760 VoIP Media Module
O Avaya MM760 Media Module é um clone do mecanismo de VoIP da placa-mãe. O MM760 fornece
mais 64 canais de VoIP com compressão G.711.
NOTA:
O MM760 naõ é apoiado pelo G350 Media Gateway.
Veja um exemplo de um MM760 na figura apresentada a seguir.
Figura 69: Avaya™ MM760 VoIP Media Module
ALM
TST
ACT
mmdc760 KLC 022702
A capacidade do MM760 é de 64 chamadas simultâneas de TDM/IP via G.711 ou 32 chamadas TDM/IP
simultâneas via codec de compressão, G.729 ou G.723. Esses tipos de chamadas podem ser combinados
no mesmo recurso. Ou seja, a capacidade de chamadas simultâneas do recurso é equivalente a
64 chamadas via G.711.
NOTA:
Os clientes que desejarem um sistema essencialmente de não bloqueio devem adicionar
um outro MM760 Media Module se utilizarem mais de dois MM710 Media Modules em
um único chassis. O MM760 adicional fornece mais 64 canais.
Interface Ethernet
O MM760 deve ter seu próprio endereço Ethernet. O MM760 requer uma interface Ethernet 10/100 Base
T para apoiar pontos de terminação H. 323 para os troncos e ramais IP do DEFINITY® a partir de outro
G700 Media Gateway.
Compressão de voz
O MM760 apóia recursos na própria placa para a compressão e descompressão de voz para A-Law e
µ-Law G. 711, G. 729 e G. 729B, além de G.723 (5,3K).
O mecanismo de VoIP apóia as seguintes funções:
•
•
•
•
•
•
•
228
Interfaces RTP e RTCP
Buffers de jitter dinâmico
Detecção de DTMF
Cancelamento de eco híbrido
Supressão de silêncio
Geração de ruído de conforto
Ocultação da perda de pacotes
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Componentes opcionais
Componentes opcionais para o S8100 Media Server
Componentes opcionais
Componentes opcionais para o S8100 Media Server
Gateways de mídia
G600 Media Gateway na página 129
CMC1 Media Gateway na página 149
Placas de circuito
Placas de energia
Unidade de energia CA 650A na página 174
Placas de linha
Linha analógica TN479 (16 portas) na página 180
Interface S/T-NT de quatro fios (12 portas) RDSI-BRI TN556D na página 181
Linha analógica TN746B (16 portas) na página 184
Linha híbrida TN762B (8 portas) na página 187
Linha analógica TN769 (8 portas) na página 188
Linha analógica para hóspedes TN791 (16 portas) na página 191
Linha analógica com identificação do chamador TN793B (24 portas) na página 192
Placa de tronco analógico ou linha analógica TN797 (8 portas) na página 193
Linha digital DCP TN2181 (2 fios, 16 portas) na página 197
Linha analógica para diversos países TN2183/TN2215 (16 portas) na página 198
Interface RDSI-BRI S/T-TE TN2185B (4 fios, 8 portas) na página 198
Interface RDSI-BRI U TN2198B (2 fios, 12 portas) na página 199
Linha digital DCP TN2214B (2 fios, 24 portas) na página 202
Linha analógica para diversos países (16 portas) TN2215/TN2183 (ofertas internacionais ou
apenas a oferta B nos EUA e Canadá) na página 202
Linha digital DCP TN2224B (2 fios, 24 portas) na página 203
Linha analógica com identificador do chamador TN2793B (24 portas) na página 211
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
229
Componentes opcionais
Componentes opcionais para o S8100 Media Server
Placas de tronco
Identificação de linhas de chamadas recebidas (ICLID) TN429D na página 178
Tronco de Discagem Direta a Ramal (8 portas) TN459B na página 179
Interface DS1 TN464GP, T1 (24 canais) ou E1 (32 canais) na página 179
Tronco da central pública (8 portas) TN465C na página 180
Tronco da central pública TN747B (8 portas) na página 185
Tronco de Discagem Direta a Ramal TN753B (8 portas) na página 186
Linha de junção TN760E (4 fios, 4 portas) na página 187
Tronco auxiliar TN763D (4 portas) na página 187
Interface DS1 TN767E, T1 (24 canais) na página 187
Conversor de DS1 TN1654, T1 (24 canais) e E1 (32 canais) na página 196
Linha de junção TN2140B (4 fios, 4 portas) na página 197
Tronco de Discagem Direta a Ramal TN2146 (8 portas) na página 197
Tronco de central pública TN2147C (8 portas) na página 197
Tronco DIOD TN2184 (4 portas) na página 198
Tronco da central pública TN2199 (3 fios, 4 portas) na página 200
Interface DS1, T1 (24 canais) e E1 (32 canais) TN2207 na página 201
Linha de junção TN2209 (4 fios, 4 portas) na página 201
Tronco digital TN2242 na página 203
Interface de Tronco ATM-CES/Rede de portas para fibra ótica multimodo TN2305B na
página 204
Interface de Tronco ATM-CES/Rede de portas para fibra ótica monomodo TN2306B na
página 204
Tronco de Discagem Direta a Ramal TN2308 (8 portas) na página 204
Interface DS1 TN2313AP (24 canais) na página 208
Interface DS1 com cancelamento de eco, T1/E1, TN2464BP na página 210
Placas de controle
Manutenção e teste TN771DP na página 189
Interface Control LAN (C-LAN) TN799DP na página 193
Classificadora de chamadas e Detectora de tons TN744E (8 portas) na página 184
IP Media Processor TN2302AP na página 204
S8100 Media Server TN2314 na página 208
Placas de serviços
Sintetizador de fala TN433 na página 178
Sintetizador de fala TN725B na página 183
Condicionador de voz multimídia TN788C na página 190
230
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Componentes opcionais
Componentes opcionais para o S8100 Media Server
Conversor de PRI em DASS TNCCSC-1 na página 212
Conversor de PRI em DPNSS TNCCSC-2 na página 212
Conversor de PRI em DPNSS TNCCSC-3 na página 212
Conversor de PRI em SS7 TN-C7 na página 212
Multiplexador de dados, fax e voz TN-CIN na página 212
Placas de aplicações
Anúncio de voz sobre LAN (VAL) TN2501AP na página 210
Placas de portas
IP Media Processor TN2302AP na página 204
Controlador de rádio TN789B na página 191
Adaptadores
Adaptador de cabo de fibra ótica NAA1 na página 178
Telefones da Avaya
Telefones IP
Telefone IP 4602 da Avaya na página 259
Telefone IP 4602SW da Avaya na página 260
Telefone IP 4606 da Avaya na página 260
Telefone IP 4610SW da Avaya na página 261
Telefone IP 4612 da Avaya na página 262
Telefone IP 4620 da Avaya na página 263
Telefone IP 4620SW da Avaya na página 264
Telefone IP de tela 4630 da Avaya na página 266
Telefone IP 4630SW da Avaya na página 267
Telefones digitais
Telefone digital 2402 da Avaya na página 267
Telefone digital 2420 da Avaya na página 268
Telefone digital Avaya Callmaster IV (603F) na página 273
Telefone digital Avaya Callmaster V (607A) na página 273
Telefones digitais 6402 e 6402D da Avaya na página 269
Telefone digital 6408D+ da Avaya na página 269
Telefone digital 6416D+M da Avaya na página 270
Telefone digital 6424D+M da Avaya na página 271
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
231
Componentes opcionais
Componentes opcionais para o S8100 Media Server
Aparelhos de viva-voz SoundStation
Aparelho de viva-voz SoundPoint 3127 na página 284
Aparelho de viva-voz SoundStation 3127 na página 285
Aparelho de viva-voz para áudio-conferência SoundStation Premier 3127 na página 286
Telefones analógicos
Terminais analógicos 2500 e 2554 da Avaya na página 276
Telefone analógico 6211 da Avaya na página 278
Telefone analógico 6219 da Avaya na página 279
Telefones da Avaya para ambientes sujeitos a
explosão
Telefone 2520B da Avaya para ambientes sujeitos a explosão na página 279
Telefone sem fio
Avaya TransTalk 9040 na página 280
Terminais atendedores
Terminal atendedor 302D da Avaya na página 275
Avaya Softconsole na página 275
232
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Componentes opcionais
Componentes opcionais: S8300 Media Server com o G700 Media Gateway
Componentes opcionais: S8300 Media Server com o
G700 Media Gateway
Gateways de mídia
Avaya G700 Media Gateway na página 141
Módulos de mídia para o G700 Media Gateway
MM710 T1/E1 Media Module na página 219
MM711 Analog Media Module na página 222
MM712 DCP Media Module na página 224
MM760 VoIP Media Module na página 228
MM720 BRI Media Module na página 226
Telefones da Avaya
Telefones IP
Telefone IP 4602 da Avaya na página 259
Telefone IP 4602SW da Avaya na página 260
Telefone IP 4606 da Avaya na página 260
Telefone IP 4610SW da Avaya na página 261
Telefone IP 4612 da Avaya na página 262
Telefone IP 4620 da Avaya na página 263
Telefone IP 4620SW da Avaya na página 264
Telefone IP de tela 4630 da Avaya na página 266
Telefone IP 4630SW da Avaya na página 267
Telefones digitais
Telefone digital 2402 da Avaya na página 267
Telefone digital 2420 da Avaya na página 268
Telefones digitais 6402 e 6402D da Avaya na página 269
Telefone digital 6408D+ da Avaya na página 269
Telefone digital 6416D+M da Avaya na página 270
Telefone digital 6424D+M da Avaya na página 271
Telefone digital Avaya Callmaster IV (603F) na página 273
Telefone digital Avaya Callmaster V (607A) na página 273
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
233
Componentes opcionais
Componentes opcionais: S8300 Media Server com o G700 Media Gateway
Telefone digital Avaya Callmaster VI (606A) na página 274
Terminal atendedor 302D da Avaya na página 275
Telefones analógicos
Telefone analógico 6211 da Avaya na página 278
Telefone analógico 6219 da Avaya na página 279
Terminais analógicos 2500 e 2554 da Avaya na página 276
Telefone sem fio
Avaya TransTalk 9040 na página 280
Aparelhos de viva-voz
Aparelho de viva-voz SoundPoint 3127 na página 284
Aparelho de viva-voz SoundStation 3127 na página 285
234
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Componentes opcionais
Componentes opcionais: S8500
Componentes opcionais: S8500
Gateways de mídia
Avaya G650 Media Gateway na página 133
G600 Media Gateway na página 129
Avaya G700 Media Gateway na página 141
Avaya G350 Media Gateway na página 125
CMC1 Media Gateway na página 149
MCC1 Media Gateway na página 160
SCC1 Media Gateway na página 152
Placas de circuito
Energia
Fonte de energia 655A na página 175
Fonte de energia 1217A CA na página 173
Unidade de energia CC 649A na página 174
Unidade de energia CC 676C na página 177
Fonte de neon TN755B na página 186
Limitador de corrente CFY1B na página 177
Gerador de toque de chamada TN2202 na página 200
Placas de linha
Linha analógica TN479 (16 portas) na página 180
Interface S/T-NT de quatro fios (12 portas) RDSI-BRI TN556D na página 181
Linha analógica TN746B (16 portas) na página 184
Linha Digital DCP TN754C (4 fios, 8 portas) na página 186
Linha híbrida TN762B (8 portas) na página 187
Linha analógica TN769 (8 portas) na página 188
Linha analógica para hóspedes TN791 (16 portas) na página 191
Linha analógica com identificação do chamador TN793B (24 portas) na página 192
Placa de tronco analógico ou linha analógica TN797 (8 portas) na página 193
Linha digital DCP TN2181 (2 fios, 16 portas) na página 197
Linha analógica para diversos países TN2183/TN2215 (16 portas) na página 198
Interface RDSI-BRI S/T-TE TN2185B (4 fios, 8 portas) na página 198
Interface RDSI-BRI U TN2198B (2 fios, 12 portas) na página 199
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
235
Componentes opcionais
Componentes opcionais: S8500
Linha digital DCP TN2214B (2 fios, 24 portas) na página 202
Linha analógica para diversos países (16 portas) TN2215/TN2183 (ofertas internacionais ou
apenas a oferta B nos EUA e Canadá) na página 202
Linha digital DCP TN2224B (2 fios, 24 portas) na página 203
Linha analógica com identificador do chamador TN2793B (24 portas) na página 211
Placas de tronco
Identificação de linhas de chamadas recebidas (ICLID) TN429D na página 178
Tronco de Discagem Direta a Ramal (8 portas) TN459B na página 179
Interface DS1 TN464GP, T1 (24 canais) ou E1 (32 canais) na página 179
Tronco da central pública (8 portas) TN465C na página 180
Tronco da central pública TN747B (8 portas) na página 185
Tronco de Discagem Direta a Ramal TN753B (8 portas) na página 186
Linha de junção TN760E (4 fios, 4 portas) na página 187
Tronco auxiliar TN763D (4 portas) na página 187
Interface DS1 TN767E, T1 (24 canais) na página 187
Conversor de DS1 TN1654, T1 (24 canais) e E1 (32 canais) na página 196
Linha de junção TN2140B (4 fios, 4 portas) na página 197
Tronco de Discagem Direta a Ramal TN2146 (8 portas) na página 197
Tronco de central pública TN2147C (8 portas) na página 197
Tronco DIOD TN2184 (4 portas) na página 198
Tronco da central pública TN2199 (3 fios, 4 portas) na página 200
Interface DS1, T1 (24 canais) e E1 (32 canais) TN2207 na página 201
Linha de junção TN2209 (4 fios, 4 portas) na página 201
Tronco digital TN2242 na página 203
Tronco de Discagem Direta a Ramal TN2308 (8 portas) na página 204
Interface DS1 TN2313AP (24 canais) na página 208
Interface DS1 com cancelamento de eco, T1/E1, TN2464BP na página 210
Placas de controle
Interface de expansão TN570D na página 182
Classificadora de chamadas e Detectora de tons TN744E (8 portas) na página 184
Manutenção e teste TN771DP na página 189
Placa de manutenção TN775C na página 190
Tone/Clock TN780 na página 190
Interface Control LAN (C-LAN) TN799DP na página 193
Tone/Clock, Detectora de tons e Classificadora de chamadas TN2182C (8 portas) na página 198
236
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Componentes opcionais
Componentes opcionais: S8500
IP Media Processor TN2302AP na página 204
Interface do servidor IP TN2312BP na página 205
Placas de serviços
Sintetizador de fala TN433 na página 178
Sintetizador de fala TN725B na página 183
Classificadora de chamadas e Detectora de tons TN744E (8 portas) na página 184
Conversor de PRI em DASS TNCCSC-1 na página 212
Conversor de PRI em DPNSS TNCCSC-2 na página 212
Conversor de PRI em DPNSS TNCCSC-3 na página 212
Conversor de PRI em SS7 TN-C7 na página 212
Multiplexador de dados, fax e voz TN-CIN na página 212
Placas de aplicações
Sistema de Correio de Voz DEFINITY AUDIX 4.0 (consulte ED-1E568) TN568 na página 181
MAPD TN801 (Interface de Gateway LAN) na página 194
Anúncio de voz sobre LAN (VAL) TN2501AP na página 210
Placas de portas
IP Media Processor TN2302AP na página 204
Controlador de rádio TN789B na página 191
Telefones da Avaya
Telefones IP
Telefone IP 4602 da Avaya na página 259
Telefone IP 4602SW da Avaya na página 260
Telefone IP 4606 da Avaya na página 260
Telefone IP 4610SW da Avaya na página 261
Telefone IP 4612 da Avaya na página 262
Telefone IP 4620 da Avaya na página 263
Telefone IP 4620SW da Avaya na página 264
Telefone IP de tela 4630 da Avaya na página 266
Telefone IP 4630SW da Avaya na página 267
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
237
Componentes opcionais
Componentes opcionais: S8500
Telefones digitais
Telefone digital 2402 da Avaya na página 267
Telefone digital 2420 da Avaya na página 268
Telefone digital Avaya Callmaster IV (603F) na página 273
Telefone digital Avaya Callmaster V (607A) na página 273
Telefones digitais 6402 e 6402D da Avaya na página 269
Telefone digital 6408D+ da Avaya na página 269
Telefone digital 6416D+M da Avaya na página 270
Telefone digital 6424D+M da Avaya na página 271
Aparelhos de viva-voz SoundStation
Aparelho de viva-voz SoundPoint 3127 na página 284
Aparelho de viva-voz SoundStation 3127 na página 285
Aparelho de viva-voz para áudio-conferência SoundStation Premier 3127 na página 286
Telefones analógicos
Terminais analógicos 2500 e 2554 da Avaya na página 276
Telefone analógico 6211 da Avaya na página 278
Telefone analógico 6219 da Avaya na página 279
Telefones da Avaya para ambientes sujeitos a
explosão
Telefone 2520B da Avaya para ambientes sujeitos a explosão na página 279
Telefone sem fio
Avaya TransTalk 9040 na página 280
Terminais atendedores
Terminal atendedor 302D da Avaya na página 275
Avaya Softconsole na página 275
238
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Componentes opcionais
Componentes opcionais para o S8700 Media Server em uma configuração de conexão IP
Componentes opcionais para o S8700 Media Server
em uma configuração de conexão IP
Gateways de mídia
G600 Media Gateway na página 129
Avaya G700 Media Gateway na página 141
Placas de circuito
Placas de linha
Linha analógica TN479 (16 portas) na página 180
Interface S/T-NT de quatro fios (12 portas) RDSI-BRI TN556D na página 181
Linha analógica TN746B (16 portas) na página 184
Linha híbrida TN762B (8 portas) na página 187
Linha analógica TN769 (8 portas) na página 188
Linha analógica para hóspedes TN791 (16 portas) na página 191
Linha analógica com identificação do chamador TN793B (24 portas) na página 192
Placa de tronco analógico ou linha analógica TN797 (8 portas) na página 193
Linha digital DCP TN2181 (2 fios, 16 portas) na página 197
Linha analógica para diversos países TN2183/TN2215 (16 portas) na página 198
Interface RDSI-BRI S/T-TE TN2185B (4 fios, 8 portas) na página 198
Interface RDSI-BRI U TN2198B (2 fios, 12 portas) na página 199
Linha digital DCP TN2214B (2 fios, 24 portas) na página 202
Linha analógica para diversos países (16 portas) TN2215/TN2183 (ofertas internacionais ou
apenas a oferta B nos EUA e Canadá) na página 202
Linha digital DCP TN2224B (2 fios, 24 portas) na página 203
Linha analógica com identificador do chamador TN2793B (24 portas) na página 211
Placas de tronco
Identificação de linhas de chamadas recebidas (ICLID) TN429D na página 178
Tronco de Discagem Direta a Ramal (8 portas) TN459B na página 179
Interface DS1 TN464GP, T1 (24 canais) ou E1 (32 canais) na página 179
Tronco da central pública (8 portas) TN465C na página 180
Tronco da central pública TN747B (8 portas) na página 185
Tronco de Discagem Direta a Ramal TN753B (8 portas) na página 186
Linha de junção TN760E (4 fios, 4 portas) na página 187
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
239
Componentes opcionais
Componentes opcionais para o S8700 Media Server em uma configuração de conexão IP
Tronco auxiliar TN763D (4 portas) na página 187
Interface DS1 TN767E, T1 (24 canais) na página 187
Conversor de DS1 TN1654, T1 (24 canais) e E1 (32 canais) na página 196
Linha de junção TN2140B (4 fios, 4 portas) na página 197
Tronco de Discagem Direta a Ramal TN2146 (8 portas) na página 197
Tronco de central pública TN2147C (8 portas) na página 197
Tronco DIOD TN2184 (4 portas) na página 198
Tronco da central pública TN2199 (3 fios, 4 portas) na página 200
Interface DS1, T1 (24 canais) e E1 (32 canais) TN2207 na página 201
Linha de junção TN2209 (4 fios, 4 portas) na página 201
Tronco digital TN2242 na página 203
Tronco de Discagem Direta a Ramal TN2308 (8 portas) na página 204
Interface DS1 TN2313AP (24 canais) na página 208
Interface DS1 com cancelamento de eco, T1/E1, TN2464BP na página 210
Placas de controle
Manutenção e teste TN771DP na página 189
Interface Control LAN (C-LAN) TN799DP na página 193
IP Media Processor TN2302AP na página 204
Interface do servidor IP TN2312BP na página 205
Placas de serviços
Sintetizador de fala TN433 na página 178
Sintetizador de fala TN725B na página 183
Classificadora de chamadas e Detectora de tons TN744E (8 portas) na página 184
Conversor de PRI em DASS TNCCSC-1 na página 212
Conversor de PRI em DPNSS TNCCSC-2 na página 212
Conversor de PRI em DPNSS TNCCSC-3 na página 212
Conversor de PRI em SS7 TN-C7 na página 212
Multiplexador de dados, fax e voz TN-CIN na página 212
Placas de aplicações
MAPD TN801 (Interface de Gateway LAN) na página 194
Anúncio de voz sobre LAN (VAL) TN2501AP na página 210
Placas de portas
IP Media Processor TN2302AP na página 204
Controlador de rádio TN789B na página 191
240
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Componentes opcionais
Componentes opcionais para o S8700 Media Server em uma configuração de conexão IP
Telefones da Avaya
Telefones IP
Telefone IP 4602 da Avaya na página 259
Telefone IP 4602SW da Avaya na página 260
Telefone IP 4606 da Avaya na página 260
Telefone IP 4610SW da Avaya na página 261
Telefone IP 4612 da Avaya na página 262
Telefone IP 4620 da Avaya na página 263
Telefone IP 4620SW da Avaya na página 264
Telefone IP de tela 4630 da Avaya na página 266
Telefone IP 4630SW da Avaya na página 267
Telefones digitais
Telefone digital 2402 da Avaya na página 267
Telefone digital 2420 da Avaya na página 268
Telefone digital Avaya Callmaster IV (603F) na página 273
Telefone digital Avaya Callmaster V (607A) na página 273
Telefones digitais 6402 e 6402D da Avaya na página 269
Telefone digital 6408D+ da Avaya na página 269
Telefone digital 6416D+M da Avaya na página 270
Telefone digital 6424D+M da Avaya na página 271
Aparelhos de viva-voz SoundStation
Aparelho de viva-voz SoundPoint 3127 na página 284
Aparelho de viva-voz SoundStation 3127 na página 285
Aparelho de viva-voz para áudio-conferência SoundStation Premier 3127 na página 286
Telefones analógicos
Terminais analógicos 2500 e 2554 da Avaya na página 276
Telefone analógico 6211 da Avaya na página 278
Telefone analógico 6219 da Avaya na página 279
Telefones da Avaya para ambientes sujeitos a
explosão
Telefone 2520B da Avaya para ambientes sujeitos a explosão na página 279
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
241
Componentes opcionais
Componentes opcionais para o S8700 Media Server em uma configuração de conexão IP
Telefone sem fio
Avaya TransTalk 9040 na página 280
Terminais atendedores
Terminal atendedor 302D da Avaya na página 275
Avaya Softconsole na página 275
242
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Componentes opcionais
Componentes opcionais: S8700 – portador da voz através do CSS ou do ATM
Componentes opcionais: S8700 – portador da voz
através do CSS ou do ATM
Gateways de mídia
Avaya G650 Media Gateway na página 133
Avaya G350 Media Gateway na página 125
Avaya G700 Media Gateway na página 141
SCC1 Media Gateway na página 152
MCC1 Media Gateway na página 160
Placas de circuito
Energia
Fonte de energia 655A na página 175
Fonte de energia 1217A CA na página 173
Unidade de energia CC 649A na página 174
Unidade de energia CC 676C na página 177
Fonte de neon TN755B na página 186
Limitador de corrente CFY1B na página 177
Gerador de toque de chamada TN2202 na página 200
Placas de linha
Linha analógica TN479 (16 portas) na página 180
Interface S/T-NT de quatro fios (12 portas) RDSI-BRI TN556D na página 181
Linha analógica TN746B (16 portas) na página 184
Linha Digital DCP TN754C (4 fios, 8 portas) na página 186
Linha híbrida TN762B (8 portas) na página 187
Linha analógica TN769 (8 portas) na página 188
Linha analógica para hóspedes TN791 (16 portas) na página 191
Linha analógica com identificação do chamador TN793B (24 portas) na página 192
Placa de tronco analógico ou linha analógica TN797 (8 portas) na página 193
Linha digital DCP TN2181 (2 fios, 16 portas) na página 197
Linha analógica para diversos países TN2183/TN2215 (16 portas) na página 198
Interface RDSI-BRI S/T-TE TN2185B (4 fios, 8 portas) na página 198
Interface RDSI-BRI U TN2198B (2 fios, 12 portas) na página 199
Linha digital DCP TN2214B (2 fios, 24 portas) na página 202
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
243
Componentes opcionais
Componentes opcionais: S8700 – portador da voz através do CSS ou do ATM
Linha analógica para diversos países (16 portas) TN2215/TN2183 (ofertas internacionais ou
apenas a oferta B nos EUA e Canadá) na página 202
Linha digital DCP TN2224B (2 fios, 24 portas) na página 203
Linha analógica com identificador do chamador TN2793B (24 portas) na página 211
Placas de tronco
Identificação de linhas de chamadas recebidas (ICLID) TN429D na página 178
Tronco de Discagem Direta a Ramal (8 portas) TN459B na página 179
Interface DS1 TN464GP, T1 (24 canais) ou E1 (32 canais) na página 179
Tronco da central pública (8 portas) TN465C na página 180
Tronco da central pública TN747B (8 portas) na página 185
Tronco de Discagem Direta a Ramal TN753B (8 portas) na página 186
Linha de junção TN760E (4 fios, 4 portas) na página 187
Tronco auxiliar TN763D (4 portas) na página 187
Interface DS1 TN767E, T1 (24 canais) na página 187
Conversor de DS1 TN1654, T1 (24 canais) e E1 (32 canais) na página 196
Linha de junção TN2140B (4 fios, 4 portas) na página 197
Tronco de Discagem Direta a Ramal TN2146 (8 portas) na página 197
Tronco de central pública TN2147C (8 portas) na página 197
Tronco DIOD TN2184 (4 portas) na página 198
Tronco da central pública TN2199 (3 fios, 4 portas) na página 200
Interface DS1, T1 (24 canais) e E1 (32 canais) TN2207 na página 201
Linha de junção TN2209 (4 fios, 4 portas) na página 201
Tronco digital TN2242 na página 203
Interface de Tronco ATM-CES/Rede de portas para fibra ótica multimodo TN2305B na
página 204
Interface de Tronco ATM-CES/Rede de portas para fibra ótica monomodo TN2306B na
página 204
Tronco de Discagem Direta a Ramal TN2308 (8 portas) na página 204
Interface DS1 TN2313AP (24 canais) na página 208
Interface DS1 com cancelamento de eco, T1/E1, TN2464BP na página 210
Placas de controle
Interface de expansão TN570D na página 182
Classificadora de chamadas e Detectora de tons TN744E (8 portas) na página 184
Manutenção e teste TN771DP na página 189
Placa de manutenção TN775C na página 190
Tone/Clock TN780 na página 190
Interface Control LAN (C-LAN) TN799DP na página 193
244
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Componentes opcionais
Componentes opcionais: S8700 – portador da voz através do CSS ou do ATM
Tone/Clock, Detectora de tons e Classificadora de chamadas TN2182C (8 portas) na página 198
IP Media Processor TN2302AP na página 204
Interface do servidor IP TN2312BP na página 205
Placas de serviços
Sintetizador de fala TN433 na página 178
Sintetizador de fala TN725B na página 183
Interface de multimídia TN787K na página 190
Condicionador de voz multimídia TN788C na página 190
Conversor de PRI em DASS TNCCSC-1 na página 212
Conversor de PRI em DPNSS TNCCSC-2 na página 212
Conversor de PRI em DPNSS TNCCSC-3 na página 212
Conversor de PRI em SS7 TN-C7 na página 212
Multiplexador de dados, fax e voz TN-CIN na página 212
Placas de aplicações
Sistema de Correio de Voz DEFINITY AUDIX 4.0 (consulte ED-1E568) TN568 na página 181
MAPD TN801 (Interface de Gateway LAN) na página 194
Anúncio de voz sobre LAN (VAL) TN2501AP na página 210
Placas de portas
IP Media Processor TN2302AP na página 204
Controlador de rádio TN789B na página 191
Telefones da Avaya
Telefones IP
Telefone IP 4602 da Avaya na página 259
Telefone IP 4602SW da Avaya na página 260
Telefone IP 4606 da Avaya na página 260
Telefone IP 4612 da Avaya na página 262
Telefone IP 4620 da Avaya na página 263
Telefone IP 4620SW da Avaya na página 264
Telefone IP 4624 da Avaya na página 265
Telefone IP de tela 4630 da Avaya na página 266
Telefone IP 4630SW da Avaya na página 267
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
245
Componentes opcionais
Componentes opcionais: S8700 – portador da voz através do CSS ou do ATM
Telefones digitais
Telefone digital 2402 da Avaya na página 267
Telefone digital 2420 da Avaya na página 268
Telefone digital Avaya Callmaster IV (603F) na página 273
Telefone digital Avaya Callmaster V (607A) na página 273
Telefone digital Avaya Callmaster VI (606A) na página 274
Telefones digitais 6402 e 6402D da Avaya na página 269
Telefone digital 6408D+ da Avaya na página 269
Telefone digital 6416D+M da Avaya na página 270
Telefone digital 6424D+M da Avaya na página 271
Aparelhos de viva-voz SoundStation
Aparelho de viva-voz SoundPoint 3127 na página 284
Aparelho de viva-voz SoundStation 3127 na página 285
Aparelho de viva-voz para áudio-conferência SoundStation Premier 3127 na página 286
Telefones analógicos
Terminais analógicos 2500 e 2554 da Avaya na página 276
Telefone analógico 6211 da Avaya na página 278
Telefone analógico 6219 da Avaya na página 279
Telefones da Avaya para ambientes sujeitos a
explosão
Telefone 2520B da Avaya para ambientes sujeitos a explosão na página 279
Telefone sem fio
Avaya TransTalk 9040 na página 280
Terminais atendedores
Terminal atendedor 302D da Avaya na página 275
Avaya Softconsole na página 275
246
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Componentes opcionais
Componentes opcionais para o DEFINITY Server SI
Componentes opcionais para o DEFINITY Server SI
Gateways de mídia
CMC1 Media Gateway na página 149
Placas para o DEFINITY Server CSI
Placas de energia
Unidade de energia CA 650A na página 174
Placas de linha
Linha analógica TN479 (16 portas) na página 180
Linha analógica TN746B (16 portas) na página 184
Linha híbrida TN762B (8 portas) na página 187
Linha analógica TN769 (8 portas) na página 188
Linha analógica para hóspedes TN791 (16 portas) na página 191
Linha analógica com identificação do chamador TN793B (24 portas) na página 192
Placa de tronco analógico ou linha analógica TN797 (8 portas) na página 193
Linha digital DCP TN2181 (2 fios, 16 portas) na página 197
Linha analógica para diversos países TN2183/TN2215 (16 portas) na página 198
Interface RDSI-BRI S/T-TE TN2185B (4 fios, 8 portas) na página 198
Interface RDSI-BRI U TN2198B (2 fios, 12 portas) na página 199
Linha digital DCP TN2214B (2 fios, 24 portas) na página 202
Linha analógica para diversos países (16 portas) TN2215/TN2183 (ofertas internacionais ou
apenas a oferta B nos EUA e Canadá) na página 202
Linha digital DCP TN2224B (2 fios, 24 portas) na página 203
Linha analógica com identificador do chamador TN2793B (24 portas) na página 211
Placas de tronco
Identificação de linhas de chamadas recebidas (ICLID) TN429D na página 178
Tronco de Discagem Direta a Ramal (8 portas) TN459B na página 179
Interface DS1 TN464GP, T1 (24 canais) ou E1 (32 canais) na página 179
Tronco da central pública (8 portas) TN465C na página 180
Tronco da central pública TN747B (8 portas) na página 185
Tronco de Discagem Direta a Ramal TN753B (8 portas) na página 186
Linha de junção TN760E (4 fios, 4 portas) na página 187
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
247
Componentes opcionais
Componentes opcionais para o DEFINITY Server SI
Tronco auxiliar TN763D (4 portas) na página 187
Interface DS1 TN767E, T1 (24 canais) na página 187
Conversor de DS1 TN1654, T1 (24 canais) e E1 (32 canais) na página 196
Linha de junção TN2140B (4 fios, 4 portas) na página 197
Tronco de Discagem Direta a Ramal TN2146 (8 portas) na página 197
Tronco de central pública TN2147C (8 portas) na página 197
Tronco DIOD TN2184 (4 portas) na página 198
Tronco da central pública TN2199 (3 fios, 4 portas) na página 200
Interface DS1, T1 (24 canais) e E1 (32 canais) TN2207 na página 201
Linha de junção TN2209 (4 fios, 4 portas) na página 201
Tronco digital TN2242 na página 203
Interface de Tronco ATM-CES/Rede de portas para fibra ótica multimodo TN2305B na
página 204
Interface de Tronco ATM-CES/Rede de portas para fibra ótica monomodo TN2306B na
página 204
Tronco de Discagem Direta a Ramal TN2308 (8 portas) na página 204
Interface DS1 TN2313AP (24 canais) na página 208
Interface DS1 com cancelamento de eco, T1/E1, TN2464BP na página 210
Placas de controle
Classificadora de chamadas e Detectora de tons TN744E (8 portas) na página 184
Interface Control LAN (C-LAN) TN799DP na página 193
Tone/Clock, Detectora de tons e Classificadora de chamadas TN2182C (8 portas) na página 198
IP Media Processor TN2302AP na página 204
Processador TN2402 na página 209
Placas de serviços
Sintetizador de fala TN433 na página 178
Sintetizador de fala TN725B na página 183
Condicionador de voz multimídia TN788C na página 190
Conversor de PRI em DASS TNCCSC-1 na página 212
Conversor de PRI em DPNSS TNCCSC-2 na página 212
Conversor de PRI em DPNSS TNCCSC-3 na página 212
Conversor de PRI em SS7 TN-C7 na página 212
Multiplexador de dados, fax e voz TN-CIN na página 212
248
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Componentes opcionais
Componentes opcionais para o DEFINITY Server SI
Placas de aplicações
Sistema de Correio de Voz DEFINITY AUDIX 4.0 (consulte ED-1E568) TN568 na página 181
Anúncio gravado TN750C (16 canais) na página 185
MAPD TN801 (Interface de Gateway LAN) na página 194
Anúncio de voz sobre LAN (VAL) TN2501AP na página 210
Placas de portas
IP Media Processor TN2302AP na página 204
Controlador de rádio TN789B na página 191
Adaptador
Adaptador de cabo de fibra ótica NAA1 na página 178
Telefones da Avaya para o DEFINITY
Server CSI
Telefones IP
Telefone IP 4602 da Avaya na página 259
Telefone IP 4602SW da Avaya na página 260
Telefone IP 4606 da Avaya na página 260
Telefone IP 4610SW da Avaya na página 261
Telefone IP 4612 da Avaya na página 262
Telefone IP 4620 da Avaya na página 263
Telefone IP 4620SW da Avaya na página 264
Telefone IP de tela 4630 da Avaya na página 266
Telefone IP 4630SW da Avaya na página 267
Telefones digitais
Telefone digital 2402 da Avaya na página 267
Telefone digital 2420 da Avaya na página 268
Telefone digital Avaya Callmaster IV (603F) na página 273
Telefone digital Avaya Callmaster V (607A) na página 273
Telefone digital Avaya Callmaster VI (606A) na página 274
Telefones digitais 6402 e 6402D da Avaya na página 269
Telefone digital 6408D+ da Avaya na página 269
Telefone digital 6416D+M da Avaya na página 270
Telefone digital 6424D+M da Avaya na página 271
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
249
Componentes opcionais
Componentes opcionais para o DEFINITY Server SI
Aparelhos de viva-voz SoundStation
Aparelho de viva-voz SoundPoint 3127 na página 284
Aparelho de viva-voz SoundStation 3127 na página 285
Aparelho de viva-voz para áudio-conferência SoundStation Premier 3127 na página 286
Telefones analógicos
Terminais analógicos 2500 e 2554 da Avaya na página 276
Telefone analógico 6211 da Avaya na página 278
Telefone analógico 6219 da Avaya na página 279
Telefones da Avaya para ambientes sujeitos a
explosão
Telefone 2520B da Avaya para ambientes sujeitos a explosão na página 279
Telefone sem fio
Avaya TransTalk 9040 na página 280
Terminais atendedores
Terminal atendedor 302D da Avaya na página 275
Avaya Softconsole na página 275
250
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Componentes opcionais
Componentes opcionais para o DEFINITY Server SI
Componentes opcionais para o DEFINITY Server SI
Gateways de mídia
SCC1 Media Gateway na página 152
MCC1 Media Gateway na página 160
Placas para o DEFINITY Server SI
Placas de energia
Fonte de energia 1217A CA na página 173
Unidade de energia CA 631DA1 na página 173
Unidade de energia CA 631DB1 na página 173
Unidade de energia CC 649A na página 174
Unidade de energia CC 676C na página 177
Limitador de corrente 982LS na página 177
Fonte de neon TN755B na página 186
Limitador de corrente CFY1B na página 177
Gerador de toque de chamada TN2202 na página 200
Placas de linha
Linha analógica TN479 (16 portas) na página 180
Interface S/T-NT de quatro fios (12 portas) RDSI-BRI TN556D na página 181
Linha analógica TN746B (16 portas) na página 184
Linha Digital DCP TN754C (4 fios, 8 portas) na página 186
Linha híbrida TN762B (8 portas) na página 187
Linha analógica TN769 (8 portas) na página 188
Linha analógica para hóspedes TN791 (16 portas) na página 191
Linha analógica com identificação do chamador TN793B (24 portas) na página 192
Placa de tronco analógico ou linha analógica TN797 (8 portas) na página 193
Linha digital DCP TN2181 (2 fios, 16 portas) na página 197
Linha analógica para diversos países TN2183/TN2215 (16 portas) na página 198
Interface RDSI-BRI S/T-TE TN2185B (4 fios, 8 portas) na página 198
Interface RDSI-BRI U TN2198B (2 fios, 12 portas) na página 199
Linha digital DCP TN2214B (2 fios, 24 portas) na página 202
Linha analógica para diversos países (16 portas) TN2215/TN2183 (ofertas internacionais ou
apenas a oferta B nos EUA e Canadá) na página 202
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
251
Componentes opcionais
Componentes opcionais para o DEFINITY Server SI
Linha digital DCP TN2224B (2 fios, 24 portas) na página 203
Linha analógica com identificador do chamador TN2793B (24 portas) na página 211
Placas de tronco
Identificação de linhas de chamadas recebidas (ICLID) TN429D na página 178
Tronco de Discagem Direta a Ramal (8 portas) TN459B na página 179
Interface DS1 TN464GP, T1 (24 canais) ou E1 (32 canais) na página 179
Tronco da central pública (8 portas) TN465C na página 180
Tronco da central pública TN747B (8 portas) na página 185
Tronco de Discagem Direta a Ramal TN753B (8 portas) na página 186
Linha de junção TN760E (4 fios, 4 portas) na página 187
Tronco auxiliar TN763D (4 portas) na página 187
Interface DS1 TN767E, T1 (24 canais) na página 187
Conversor de DS1 TN1654, T1 (24 canais) e E1 (32 canais) na página 196
Linha de junção TN2140B (4 fios, 4 portas) na página 197
Tronco de Discagem Direta a Ramal TN2146 (8 portas) na página 197
Tronco de central pública TN2147C (8 portas) na página 197
Tronco DIOD TN2184 (4 portas) na página 198
Tronco da central pública TN2199 (3 fios, 4 portas) na página 200
Interface DS1, T1 (24 canais) e E1 (32 canais) TN2207 na página 201
Linha de junção TN2209 (4 fios, 4 portas) na página 201
Tronco digital TN2242 na página 203
Interface de Tronco ATM-CES/Rede de portas para fibra ótica multimodo TN2305B na
página 204
Interface de Tronco ATM-CES/Rede de portas para fibra ótica monomodo TN2306B na
página 204
Tronco de Discagem Direta a Ramal TN2308 (8 portas) na página 204
Interface DS1 TN2313AP (24 canais) na página 208
Interface DS1 com cancelamento de eco, T1/E1, TN2464BP na página 210
Placas de controle
Interface de expansão TN570D na página 182
Classificadora de chamadas e Detectora de tons TN744E (8 portas) na página 184
Manutenção e teste TN771DP na página 189
Placa de manutenção TN775C na página 190
Tone/Clock TN780 na página 190
Interface de duplicação TN792 na página 192
Interface Control LAN (C-LAN) TN799DP na página 193
Tone/Clock, Detectora de tons e Classificadora de chamadas TN2182C (8 portas) na página 198
252
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Componentes opcionais
Componentes opcionais para o DEFINITY Server SI
IP Media Processor TN2302AP na página 204
Interface de pacotes/Controle de rede TN2401 para SI na página 208
Processador TN2404 na página 210
Placas de serviços
Sintetizador de fala TN433 na página 178
Sintetizador de fala TN725B na página 183
Interface de multimídia TN787K na página 190
Condicionador de voz multimídia TN788C na página 190
Conversor de PRI em DASS TNCCSC-1 na página 212
Conversor de PRI em DPNSS TNCCSC-2 na página 212
Conversor de PRI em DPNSS TNCCSC-3 na página 212
Conversor de PRI em SS7 TN-C7 na página 212
Multiplexador de dados, fax e voz TN-CIN na página 212
Placas de aplicações
Sistema de Correio de Voz DEFINITY AUDIX 4.0 (consulte ED-1E568) TN568 na página 181
Anúncio gravado TN750C (16 canais) na página 185
MAPD TN801 (Interface de Gateway LAN) na página 194
Anúncio de voz sobre LAN (VAL) TN2501AP na página 210
Placas de portas
IP Media Processor TN2302AP na página 204
Controlador de rádio TN789B na página 191
Telefones Avaya para o DEFINITY Server SI
Telefones IP
Telefone IP 4602 da Avaya na página 259
Telefone IP 4602SW da Avaya na página 260
Telefone IP 4606 da Avaya na página 260
Telefone IP 4610SW da Avaya na página 261
Telefone IP 4612 da Avaya na página 262
Telefone IP 4620 da Avaya na página 263
Telefone IP 4620SW da Avaya na página 264
Telefone IP de tela 4630 da Avaya na página 266
Telefone IP 4630SW da Avaya na página 267
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
253
Componentes opcionais
Componentes opcionais para o DEFINITY Server SI
Telefones digitais
Telefone digital 2402 da Avaya na página 267
Telefone digital 2420 da Avaya na página 268
Telefone digital Avaya Callmaster IV (603F) na página 273
Telefone digital Avaya Callmaster V (607A) na página 273
Telefones digitais 6402 e 6402D da Avaya na página 269
Telefone digital 6408D+ da Avaya na página 269
Telefone digital 6416D+M da Avaya na página 270
Telefone digital 6424D+M da Avaya na página 271
Aparelhos de viva-voz SoundStation
Aparelho de viva-voz SoundPoint 3127 na página 284
Aparelho de viva-voz SoundStation 3127 na página 285
Aparelho de viva-voz para áudio-conferência SoundStation Premier 3127 na página 286
Telefones analógicos
Terminais analógicos 2500 e 2554 da Avaya na página 276
Telefone analógico 6211 da Avaya na página 278
Telefone analógico 6219 da Avaya na página 279
Telefones da Avaya para ambientes sujeitos a
explosão
Telefone 2520B da Avaya para ambientes sujeitos a explosão na página 279
Telefone sem fio
Avaya TransTalk 9040 na página 280
Terminais atendedores
Terminal atendedor 302D da Avaya na página 275
Avaya Softconsole na página 275
254
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Componentes opcionais
Componentes opcionais para o DEFINITY Server R
Componentes opcionais para o DEFINITY Server R
Gateways de mídia
SCC1 Media Gateway na página 152
MCC1 Media Gateway na página 160
Placas de circuito
Placas de energia
Fonte de energia 1217A CA na página 173
Unidade de energia CA 631DA1 na página 173
Unidade de energia CA 631DB1 na página 173
Unidade de energia CC 649A na página 174
Unidade de energia CC 676C na página 177
Fonte de neon TN755B na página 186
Limitador de corrente CFY1B na página 177
Gerador de toque de chamada TN2202 na página 200
Placas de linha
Linha analógica TN479 (16 portas) na página 180
Interface S/T-NT de quatro fios (12 portas) RDSI-BRI TN556D na página 181
Linha de dados TN726B (8 portas) na página 183
Linha analógica TN746B (16 portas) na página 184
Linha Digital DCP TN754C (4 fios, 8 portas) na página 186
Linha híbrida TN762B (8 portas) na página 187
Linha analógica TN769 (8 portas) na página 188
Linha analógica para hóspedes TN791 (16 portas) na página 191
Linha analógica com identificação do chamador TN793B (24 portas) na página 192
Placa de tronco analógico ou linha analógica TN797 (8 portas) na página 193
Linha digital DCP TN2181 (2 fios, 16 portas) na página 197
Linha analógica para diversos países TN2183/TN2215 (16 portas) na página 198
Interface RDSI-BRI S/T-TE TN2185B (4 fios, 8 portas) na página 198
Interface RDSI-BRI U TN2198B (2 fios, 12 portas) na página 199
Linha digital DCP TN2214B (2 fios, 24 portas) na página 202
Linha analógica para diversos países (16 portas) TN2215/TN2183 (ofertas internacionais ou
apenas a oferta B nos EUA e Canadá) na página 202
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
255
Componentes opcionais
Componentes opcionais para o DEFINITY Server R
Linha digital DCP TN2224B (2 fios, 24 portas) na página 203
Linha analógica com identificador do chamador TN2793B (24 portas) na página 211
Placas de tronco
Identificação de linhas de chamadas recebidas (ICLID) TN429D na página 178
Tronco de Discagem Direta a Ramal (8 portas) TN459B na página 179
Interface DS1 TN464GP, T1 (24 canais) ou E1 (32 canais) na página 179
Tronco da central pública (8 portas) TN465C na página 180
Tronco da central pública TN747B (8 portas) na página 185
Tronco de Discagem Direta a Ramal TN753B (8 portas) na página 186
Linha de junção TN760E (4 fios, 4 portas) na página 187
Tronco auxiliar TN763D (4 portas) na página 187
Interface DS1 TN767E, T1 (24 canais) na página 187
Conversor de DS1 TN1654, T1 (24 canais) e E1 (32 canais) na página 196
Linha de junção TN2140B (4 fios, 4 portas) na página 197
Tronco de Discagem Direta a Ramal TN2146 (8 portas) na página 197
Tronco de central pública TN2147C (8 portas) na página 197
Tronco DIOD TN2184 (4 portas) na página 198
Tronco da central pública TN2199 (3 fios, 4 portas) na página 200
Interface DS1, T1 (24 canais) e E1 (32 canais) TN2207 na página 201
Linha de junção TN2209 (4 fios, 4 portas) na página 201
Tronco digital TN2242 na página 203
Interface de Tronco ATM-CES/Rede de portas para fibra ótica multimodo TN2305B na
página 204
Interface de Tronco ATM-CES/Rede de portas para fibra ótica monomodo TN2306B na
página 204
Tronco de Discagem Direta a Ramal TN2308 (8 portas) na página 204
Interface DS1 TN2313AP (24 canais) na página 208
Interface DS1 com cancelamento de eco, T1/E1, TN2464BP na página 210
Placas de controle
Interface de expansão TN570D na página 182
Relógio do nó de comutação TN572 na página 182
Interface de nó de comutação TN573B para o DEFINITY R na página 182
Manutenção e teste TN771DP na página 189
Classificadora de chamadas e Detectora de tons TN744E (8 portas) na página 184
Placa de manutenção TN775C na página 190
Tone/Clock TN780 na página 190
Interface Control LAN (C-LAN) TN799DP na página 193
256
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Componentes opcionais
Componentes opcionais para o DEFINITY Server R
Acesso ao sistema e manutenção TN1648B (SYSAM) na página 195
Memória TN1650B na página 195
Interface de pacotes TN1655 na página 196
Unidade de disco TN1657 na página 196
Tone/Clock, Detectora de tons e Classificadora de chamadas TN2182C (8 portas) na página 198
Unidade ótica TN2211 na página 201
IP Media Processor TN2302AP na página 204
Interface de duplicação UN330B na página 213
Processador UN331C na página 213
Memória de Massa/Controle de Rede UN332C apenas para R na página 214
Placas de serviços
Sintetizador de fala TN433 na página 178
Sintetizador de fala TN725B na página 183
Interface de multimídia TN787K na página 190
Condicionador de voz multimídia TN788C na página 190
Conversor de PRI em DASS TNCCSC-1 na página 212
Conversor de PRI em DPNSS TNCCSC-2 na página 212
Conversor de PRI em DPNSS TNCCSC-3 na página 212
Conversor de PRI em SS7 TN-C7 na página 212
Multiplexador de dados, fax e voz TN-CIN na página 212
Placas de aplicações
Sistema de Correio de Voz DEFINITY AUDIX 4.0 (consulte ED-1E568) TN568 na página 181
Anúncio gravado TN750C (16 canais) na página 185
MAPD TN801 (Interface de Gateway LAN) na página 194
Anúncio de voz sobre LAN (VAL) TN2501AP na página 210
Placas de portas
Interface de pacotes TN577 na página 183
IP Media Processor TN2302AP na página 204
Controlador de rádio TN789B na página 191
Telefones da Avaya
Telefones IP
Telefone IP 4602 da Avaya na página 259
Telefone IP 4602SW da Avaya na página 260
Telefone IP 4606 da Avaya na página 260
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
257
Componentes opcionais
Componentes opcionais para o DEFINITY Server R
Telefone IP 4610SW da Avaya na página 261
Telefone IP 4612 da Avaya na página 262
Telefone IP 4620 da Avaya na página 263
Telefone IP 4620SW da Avaya na página 264
Telefone IP de tela 4630 da Avaya na página 266
Telefone IP 4630SW da Avaya na página 267
Telefones digitais
Telefone digital 2402 da Avaya na página 267
Telefone digital 2420 da Avaya na página 268
Telefone digital Avaya Callmaster IV (603F) na página 273
Telefone digital Avaya Callmaster V (607A) na página 273
Telefone digital Avaya Callmaster VI (606A) na página 274
Telefones digitais 6402 e 6402D da Avaya na página 269
Telefone digital 6408D+ da Avaya na página 269
Telefone digital 6416D+M da Avaya na página 270
Telefone digital 6424D+M da Avaya na página 271
Aparelhos de viva-voz SoundStation
Aparelho de viva-voz SoundPoint 3127 na página 284
Aparelho de viva-voz SoundStation 3127 na página 285
Aparelho de viva-voz para áudio-conferência SoundStation Premier 3127 na página 286
Telefones analógicos
Terminais analógicos 2500 e 2554 da Avaya na página 276
Telefone analógico 6211 da Avaya na página 278
Telefone analógico 6219 da Avaya na página 279
Telefones da Avaya para ambientes sujeitos a
explosão
Telefone 2520B da Avaya para ambientes sujeitos a explosão na página 279
Telefone sem fio
Avaya TransTalk 9040 na página 280
Terminais atendedores
Terminal atendedor 302D da Avaya na página 275
Avaya Softconsole na página 275
258
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Telefones e aparelhos de viva-voz
Telefones da Avaya
Telefones e aparelhos de viva-voz
Telefones da Avaya
Telefones IP da Avaya
Telefone IP 4602 da Avaya
O telefone simples IP 4602 da Avaya possui duas apresentações de chamadas.
As seguintes características são típicas do telefone IP 4602 da Avaya:
•
•
•
•
•
•
Display de 2 × 24 caracteres
2 apresentações de chamadas
Pronto para a venda e utilização no mundo inteiro
Botão fixo para recuperação de correio de voz
Alto-falante unidirecional
Sete botões fixos de facilidades que incluem o seguinte:
— Alto-falante
— Mute
— Retenção de chamadas
— Transferência
— Conferência
— Desconexão
— Rediscagem
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
Apóia o fornecimento de energia através da Ethernet
Apóia as facilidades de Qualidade de serviço, incluindo RTCP e RSVP’
Montagem em parede ou sobre a mesa
Conexão de rede Ethernet 10/100Base-T com a interface RJ-45
Centro repetidor Ethernet integrado para uma conexão opcional para PC
Apóia codificadores de áudio e voz G.711, G.729A e G.729B
Apóia H.323 V2
Atribuição de endereço IP usando DHCP ou configurada estaticamente
Firmware transferível para atualizações futuras
Suporte nativo, que proporciona ao usuário a capacidade de administrar e manter o telefone IP
4602
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
259
Telefones e aparelhos de viva-voz
Telefones da Avaya
• Teclado de discagem multifreqüencial de 12 teclas e com uma barra em alto-relevo na tecla de
número cinco, para deficientes visuais
•
•
•
•
•
FCC e CISPR Classe B
Indicador luminoso de mensagem em espera (LED)
Compatível com aparelhos de audição
Controle de volume ajustável
Disponível na cor cinza-escuro
Telefone IP 4602SW da Avaya
O telefone IP 4602SW possui o mesmo conjunto de facilidades que o 4602, com a inclusão de uma
central Ethernet embutida, em vez do centro repetidor.
Telefone IP 4606 da Avaya
O telefone IP 4606 é um aparelho plenamente funcional na Internet, que apóia os padrões do Protocolo de
Internet (IP), fornecendo facilidades telefônicas e funcionalidade extensas tanto no monofone quanto no
viva-voz.
As seguintes características são típicas do telefone IP 4606 da Avaya:
• Seis teclas programáveis de apresentação de chamadas ou de facilidades, com indicadores
luminosos de duas cores: vermelho e verde
• Quatro teclas de facilidades fixas que incluem: a tecla do alto-falante, a tecla Mute, a tecla de
retenção, a tecla de volume
• Três teclas de facilidades fixas abaixo do display, que incluem: a tecla de conferência, a tecla de
transferência e a tecla de rediscagem
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
Display LCD de 2 linhas por 16 caracteres
Viva-voz (bidirecional) com cancelamento de eco
Conexão de rede Ethernet 10/100Base-T com a interface RJ-45
Centro repetidor Ethernet integrado para uma conexão opcional para PC
Apóia codificadores de áudio e voz G.711, G.729A e G.729B
Apóia H.323 V2
Atribuição de endereço IP usando DHCP ou configurada estaticamente
Porta infravermelha para apoio a discagem via infravermelho e outras aplicações
Firmware transferível para atualizações futuras
Apóia aplicações CTI a partir do Avaya Softphone, estando pronto para CTI de outras aplicações
Apóia o fornecimento de energia através da Ethernet
Apóia as facilidades de Qualidade de serviço, incluindo RTCP e RSVP
Compatível com aparelhos de audição
Teclado de discagem multifreqüencial de 12 teclas e com uma barra em alto-relevo na tecla de
número cinco, para deficientes visuais
• Indicador luminoso de mensagem em espera (LED)
260
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Telefones e aparelhos de viva-voz
Telefones da Avaya
•
•
•
•
•
•
Tomada de headset RJ-11 integrada para conexão direta com o headset
Controle de volume ajustável para o monofone, alto-falante e toque de chamada
Oito opções personalizadas de toque de chamada
Monofone no estilo K, com fio modular de nove pés
Fio modular de linha com 14 pés
Disponível nas cores preta ou branca
Componentes opcionais disponíveis:
•
•
•
•
•
•
•
Fio modular de monofone com 12 pés
Fio modular de linha com 25 pés
Suporte da base (ângulo de 15 graus)
Headsets Avaya
Monofone amplificador
Monofone para ambientes ruidosos
Monofone com tecla de empurrar para falar
Telefone IP 4610SW da Avaya
O telefone IP 4610SW da Avaya oferece funções avançadas das facilidades, com uma interface de
usuário intuitiva e criativa. O aparelho 4610SW da Avaya oferece funções de telefonia, discagem rápida,
registro de chamadas e navegação na Web. Ele utiliza tanto a abordagem residente quanto de thin-client.
Muitas das aplicações do 4610SW estão localizadas no próprio telefone, enquanto que as aplicações
“thin-client”, como o Directory, que é acessado pelo navegador da Web do telefone, estão localizadas fora
do 4610SW.
As seguintes características são típicas do telefone IP 4610SW da Avaya:
• Conjunto de facilidades sofisticadas
• Display gráfico de tela média (80 por 132 pixels, 4 tons de cinza)
• Interface avançada de usuário, apoiando 48 teclas de discagem rápida, 45 entradas de registro de
chamada e até seis teclas de rediscagem no display
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
Edição de etiquetas do Processamento de Chamadas Avaya
Edição de entradas de discagem rápida
Edição de teclas com etiquetas da EU24
Opções da tela do usuário
Registro de chamadas
Capacidade de navegador WML
Viva-voz (bidirecional) com cancelamento de eco
Conexão de rede Ethernet 10/100Base-T com a interface RJ-45
Central Ethernet integrada para conexão opcional para PC
Apóia codificadores de áudio e voz G.711, G.729A e G.729B
Apóia H.323 V2
Atribuição de endereço IP usando DHCP ou configurada estaticamente
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
261
Telefones e aparelhos de viva-voz
Telefones da Avaya
•
•
•
•
•
•
•
Porta infravermelha para apoio a discagem via infravermelho e outras aplicações
Firmware transferível para atualizações futuras
24 teclas de apresentação de chamada ou de facilidades com rótulos transferíveis
Suporte de mesa ajustável
Ícones globais
Compatível com aparelhos de audição
Teclado de discagem multifreqüencial de 12 teclas e com uma barra em alto-relevo na tecla de
número cinco, para deficientes visuais
• Indicador luminoso de mensagem em espera (LED)
• Controle de volume ajustável
• Apóia aplicações CTI a partir do Avaya Softphone, sendo compatível com CTI de outras
aplicações
•
•
•
•
•
•
•
Apóia o fornecimento de energia através da Ethernet
Apóia as facilidades de Qualidade de serviço, incluindo RTCP e RSVP
FCC e CISPR Classe B
Pode exibir informações de qualidade de áudio na rede durante as chamadas
Suporte nativo, que proporciona ao cliente a capacidade de administrar e manter o telefone
Quatro teclas programáveis para otimizar a interface de usuário, localizadas abaixo do display
Disponível na cor cinza-escuro
Telefone IP 4612 da Avaya
O telefone IP 4612 é um aparelho plenamente funcional na Internet, que apóia os padrões de IP,
fornecendo facilidades telefônicas e funcionalidade extensas tanto no monofone quanto no viva-voz.
As seguintes características são típicas do telefone IP 4612 da Avaya:
• Doze teclas programáveis de apresentação de chamadas ou de facilidades, com indicadores
luminosos de duas cores: vermelho e verde
• Oito teclas fixas de facilidades, que incluem: a tecla do alto-falante, a tecla Mute, a tecla de
retenção, a tecla de transferência, a tecla de conferência, a tecla de rediscagem e a tecla do
controle de volume
• Teclas programáveis que estão localizadas abaixo do display para a interface do usuário com o
navegador
•
•
•
•
•
•
•
•
262
Display LCD de 2 linhas por 24 caracteres
Viva-voz (bidirecional) com cancelamento de eco
Conexão de rede Ethernet 10/100 Base-T com a interface RJ-45
Centro repetidor Ethernet integrado para uma conexão opcional para PC
Codificadores de áudio e voz G.711, G.729A e G.729B
H.323 V2
Atribuição de endereço IP usando DHCP ou configurada estaticamente
Porta infravermelha para apoio a discagem via infravermelho e outras aplicações
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Telefones e aparelhos de viva-voz
Telefones da Avaya
•
•
•
•
•
•
•
Apóia aplicações CTI a partir do Avaya Softphone, estando pronto para CTI de outras aplicações
•
•
•
•
•
•
•
Um Indicador luminoso de mensagem em espera (LED)
Apóia o fornecimento de energia através da Ethernet
Apóia as facilidades de Qualidade de serviço, incluindo RTCP e RSVP
Apóia adaptador externo Centro comutado 30A
Firmware transferível para atualizações futuras
Compatível com aparelhos de audição
Um teclado de discagem multifreqüencial de 12 teclas e com uma barra em alto-relevo na tecla de
número cinco, para deficientes visuais
Uma tomada de headset RJ-11 integrada para conexão direta com o headset
Controle de volume ajustável para o monofone, alto-falante e toque de chamada
Oito opções personalizadas de toque de chamada
Monofone no estilo K, com fio modular de nove pés
Fio modular de linha com 14 pés
Disponível nas cores preta ou branca
Componentes opcionais disponíveis:
•
•
•
•
•
•
•
Fio modular de monofone com 12 pés
Fio modular de linha com 25 pés
Suporte da base (ângulo de 15 graus)
Headsets Avaya
Monofone amplificador
Monofone para ambientes ruidosos
Monofone com tecla de empurrar para falar
Telefone IP 4620 da Avaya
O telefone IP 4620 da Avaya traz funções avançadas das facilidades, com uma interface de usuário
intuitiva e criativa. O aparelho 4620 da Avaya permite funções de telefonia, discagem rápida, registro de
chamadas e navegação na Web. O aparelho 4620 da Avaya pode utilizar as abordagens thin-client ou
residente. Com o software thick-client ou residente instalado, o 4620 da Avaya guarda o software
completo para todas as aplicações. O servidor Avaya lida com o controle de chamadas. Com o software
thin-client instalado, os servidores Avaya ainda lidam com o controle de chamadas. Um outro servidor de
aplicação, em conjunto com o Communication Manager, controla a maior parte do display.
As seguintes características são típicas do telefone IP 4620 da Avaya:
• Conjunto de facilidades sofisticadas
• Display gráfico de tela grande (168 por 132 pixels, 4 tons de cinza)
• Interface avançada de usuário, apoiando 108 teclas de discagem rápida, 90 entradas de registro de
chamada e até seis teclas de rediscagem no display
• Edição de etiquetas do Processamento de Chamadas Avaya
• Edição de entradas de discagem rápida
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
263
Telefones e aparelhos de viva-voz
Telefones da Avaya
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
Edição de teclas com etiquetas da EU24
Opções da tela do usuário
Registro de chamadas locais e aplicações de produtividade de discagem rápida
Capacidade de navegador WML
Viva-voz (bidirecional) com cancelamento de eco
Conexão de rede Ethernet 10/100Base-T com a interface RJ-45
Central Ethernet integrada para conexão opcional para PC
Apóia codificadores de áudio e voz G.711, G.729A e G.729B
H.323 V2
Atribuição de endereço IP usando DHCP ou configurada estaticamente
Porta infravermelha para apoio a discagem via infravermelho e outras aplicações
Firmware transferível para atualizações futuras
24 teclas de apresentação de chamada ou de facilidades com rótulos transferíveis
Central Ethernet integrada
Suporte de mesa ajustável
Tomada para unidade de expansão de teclas de função, para apoiar a unidade de expansão
opcional das facilidades de 24 teclas (EU24)
• Ícones globais
• Compatível com aparelhos de audição
• Um teclado de discagem multifreqüencial de 12 teclas e com uma barra em alto-relevo na tecla de
número cinco, para deficientes visuais
•
•
•
•
•
•
•
•
Um Indicador luminoso de mensagem em espera (LED)
Controle de volume ajustável
Apóia aplicações CTI a partir do Avaya Softphone, estando pronto para CTI de outras aplicações
Apóia o fornecimento de energia através da Ethernet
Apóia as facilidades de Qualidade de serviço, incluindo RTCP e RSVP
FCC e CISPR Classe B
Pode exibir informações de qualidade de áudio na rede durante as chamadas
Suporte nativo, que proporciona ao cliente a capacidade de administrar e manter o telefone IP
4602
• Quatro teclas programáveis para otimizar a interface de usuário, localizadas abaixo do display
• Disponível na cor cinza-escuro
Telefone IP 4620SW da Avaya
O telefone IP 4620SW possui o mesmo conjunto de facilidades que o telefone 4620, com os seguintes
acréscimos:
• Apoio às fontes de bytes múltiplos
• Disponível na cor branca
264
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Telefones e aparelhos de viva-voz
Telefones da Avaya
Telefone IP 4624 da Avaya
O telefone IP 4624 é um aparelho plenamente funcional na Internet, que apóia os padrões de IP,
fornecendo facilidades telefônicas e funcionalidade extensas.
As seguintes características são típicas do telefone IP 4624 da Avaya:
• Vinte e quatro teclas programáveis de apresentação de chamadas ou de facilidades, com
indicadores luminosos de duas cores: vermelho e verde
• Oito teclas fixas de facilidades, que incluem: a tecla do alto-falante, a tecla Mute, a tecla de
retenção, a tecla de transferência, a tecla de conferência, a tecla de rediscagem e a tecla do
controle de volume
• Quatro teclas fixas de navegação, que incluem: a tecla de menu, a tecla de saída, as teclas de
anterior e próximo
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
Quatro teclas programáveis localizadas abaixo do display
•
•
•
•
•
•
•
Indicador luminoso de mensagem em espera (LED)
Viva-voz (bidirecional) com cancelamento de eco
Conexão de rede Ethernet 10/100 Base-T com a interface RJ-45
Centro repetidor Ethernet integrado para uma conexão opcional para PC
Codificadores de áudio e voz G.711, G.729A e G.729B
H.323 V2
Apóia aplicações CTI a partir do Avaya Softphone, estando pronto para CTI de outras aplicações
Apóia o fornecimento de energia através da Ethernet
Apóia as facilidades de Qualidade de serviço, incluindo RTCP e RSVP
Apóia adaptador externo Centro comutado 30A
Atribuição de endereço IP usando DHCP ou configurada estaticamente
Porta infravermelha para apoio a discagem via infravermelho e outras aplicações
Firmware transferível para atualizações futuras
Compatível com aparelhos de audição
Teclado de discagem multifreqüencial de 12 teclas com uma barra em alto-relevo na tecla de
número cinco, para deficientes visuais
Tomada de headset RJ-11 integrada para conexão direta com o headset
Controle de volume ajustável para o monofone, alto-falante e toque de chamada
Oito opções personalizadas de toque de chamada
Monofone no estilo K, com fio modular de nove pés
Fio modular de linha com 14 pés
Disponível nas cores preta ou branca
Componentes opcionais disponíveis:
• Fio modular de monofone com 12 pés
• Fio modular de linha com 25 pés
• Suporte da base (ângulo de 15 graus)
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
265
Telefones e aparelhos de viva-voz
Telefones da Avaya
•
•
•
•
Headsets Avaya
Monofone amplificador
Monofone para ambientes ruidosos
Monofone com tecla de empurrar para falar
Telefone IP de tela 4630 da Avaya
O telefone IP de tela 4630 da Avaya é um aparelho IP plenamente funcional na Internet, que apóia os
padrões de IP. O telefone IP de tela 4630 da Avaya fornece uma janela conveniente para aplicações de IP,
um conjunto completo de facilidades do Communication Manager, um diretório de Protocolo simples de
acesso a lista telefônica (LDAP) e as facilidades do correio de voz INTUITY™ AUDIX®. São fornecidas
até sete aplicações relacionadas com telefonia através de uma interface exclusiva de usuário,
desenvolvida tendo em mente uma maneira fácil de usar e um mínimo de toques para permitir o acesso.
As seguintes características são típicas do telefone IP de tela 4630 da Avaya:
• Display com tela colorida sensível ao toque 1/4 VGA e com opções da tela do usuário
• Cinco teclas de facilidades fixas, que incluem: a tecla do alto-falante, a tecla Mute, a tecla de
retenção, a tecla de headset e a tecla de controle de volume
•
•
•
•
•
•
•
Viva-voz (bidirecional) com cancelamento de eco
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
Barra de cotações de ações personalizável pelo usuário
Total de 120 teclas de discagem rápida organizadas em grupos para um acesso mais fácil
Total de 100 entradas no registro de chamada para as chamadas de entrada e de saída
Até oito teclas de rediscagem podem ser apresentadas no display
Conexão de rede Ethernet 10/100 Base-T com a interface RJ-45
Acesso ao diretório das informações da lista telefônica da empresa em um servidor LDAP
Acesso ao correio de voz nas capacidades de mensagens de correio de voz baseadas na Web do
Avaya Web Messaging da UCC
Acesso a informações baseadas na Web, incluindo apoio à transferência de applets Java
Codificadores de áudio e voz G.711, G.729A e G.729B
H.323 V2
Atribuição de endereço IP usando DHCP ou configurada estaticamente
Porta infravermelha para apoio a discagem via infravermelho e outras aplicações
Apóia aplicações CTI a partir do Avaya Softphone, estando pronto para CTI de outras aplicações
Apóia o fornecimento de energia através da Ethernet
Apóia as facilidades de Qualidade de serviço, incluindo RTCP e RSVP
Apóia adaptador externo Centro comutado 30A
Pode exibir informações de qualidade de áudio na rede durante as chamadas
Firmware transferível para atualizações futuras
Compatível com aparelhos de audição
Teclado de discagem multifreqüencial de 12 teclas com uma barra em alto-relevo na tecla de
número cinco, para deficientes visuais
• Indicador luminoso de mensagem em espera (LED)
266
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Telefones e aparelhos de viva-voz
Telefones da Avaya
•
•
•
•
•
Tomada de headset RJ-11 integrada para conexão direta com o headset
Controle de volume ajustável para o monofone, alto-falante e toque de chamada
Monofone no estilo K, com fio modular de nove pés
Fio modular de linha com 14 pés
Disponível nas cores preta ou branca
Componentes opcionais disponíveis:
•
•
•
•
•
•
•
Fio modular de monofone com 12 pés
Fio modular de linha com 25 pés
Suporte da base
Headsets Avaya
Monofone amplificador
Monofone para ambientes ruidosos
Monofone com tecla de empurrar para falar
Telefone IP 4630SW da Avaya
O telefone IP 4630SW possui o mesmo conjunto de facilidades que o telefone 4630, com o acréscimo de
uma central Ethernet embutida e compatibilidade com os requisitos da FCC e da CISPR Classe B.
Telefones digitais da Avaya
Telefone digital 2402 da Avaya
O Avaya 2402 é um telefone digital com dois fios, de baixa funcionalidade e preço acessível. Como nome
alternativo, o 2402 pode ser apresentado como telefone 6402.
As seguintes características são típicas do telefone 2402 da Avaya:
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
Display LCD de duas linhas por 24 caracteres
Duas teclas de apresentação de chamadas
Monofone e teclado de discagem de 12 teclas
Montável em parede
Exibição do número de ramal transferido
Indicador de mensagem em espera claramente visível
Tecla de mensagem para acesso rápido ao correio de voz
Teclas de conferência, transferência, desconexão, retenção e rediscagem
Alto-falante interno unidirecional com operação de escuta em grupo
Teclas de alto-falante, facilidades e Mute, cada qual com indicadores luminosos
A tecla de facilidade que permite o acesso, através do teclado de discagem, a doze facilidades do
Communication Manager que não necessitam de indicadores
• Teclas de aumento e redução do volume do monofone, viva-voz e toque de chamada
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
267
Telefones e aparelhos de viva-voz
Telefones da Avaya
• Identificação da peça e número de série armazenados eletronicamente para serem usados com o
Rearranjo automático de telefones pelo cliente (ACTR)
• Fio de conexão telefônica com nove pés e fio modular de linha com 14 pés, de cor cinza
• Base incluída
Telefone digital 2420 da Avaya
O Avaya 2420 é um telefone digital de dois fios. O display do aparelho 2420 da Avaya consiste em um
Display de cristal líquido (LCD) monocromático com 29 caracteres de largura por 7 linhas de altura.
Os caracteres do display são definidos por uma matriz de cinco colunas por oito linhas, que é usada para
apoiar os caracteres europeus ou Katakana de cinco por sete pontos.
As seguintes características são típicas do telefone 2420 da Avaya:
•
•
•
•
•
Display LCD de sete linhas por 29 caracteres
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
Rótulos de apresentação de chamada ou das teclas das facilidades transferidos por download
Monofone e teclado de discagem de 12 teclas
Ângulo de visualização ajustável
Montável em parede
Oito teclas para propósitos gerais para acesso a até 24 apresentações de chamadas ou facilidades
do sistema
Quatro teclas locais de facilidades das teclas programáveis
Teclas de sair, anterior e próximo para navegação no display
Indicador de mensagem em espera claramente visível
Tecla de mensagem para acesso rápido ao correio de voz
Teclas de conferência, transferência, desconexão, retenção e rediscagem
Tomada de headset separada da tomada do monofone
Viva-voz interno com operação de escuta em grupo
Teclas de alto-falante, de headset e de Mute, cada uma com indicadores luminosos
Teclas de aumentar e baixar o volume para o monofone, headset, viva-voz e toque de chamada
100 entradas de registro de chamadas (total de chamadas de entrada atendidas, chamadas de
entrada não atendidas e chamadas de saída)
• Firmware transferível para atualizações futuras
• Controle automático de ganho em todas as interfaces de áudio
• Identificação da peça e número de série armazenados eletronicamente para serem usados com o
Rearranjo automático de telefones pelo cliente (ACTR)
• Unidade opcional de expansão das facilidades de 24 teclas
• Módulo opcional de aplicação da interface analógica
• Suporte nativo, que proporciona ao usuário a capacidade de administrar e manter o telefone 2420,
utilizando o respectivo módulo de expansão de facilidades
268
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Telefones e aparelhos de viva-voz
Telefones da Avaya
Telefones digitais 6402 e 6402D da Avaya
O Avaya 6402 e o 6402D são telefones digitais de linha única. A diferença entre os telefones 6402 e os
6402D da Avaya é que o 6402D é equipado com um display de duas linhas por 24 caracteres.
As seguintes características são típicas do telefone 6402 da Avaya:
• Alto-falante interno para escuta em grupo
• Seis teclas fixas que incluem: a tecla do alto-falante, a tecla da facilidade, a tecla de retenção, a
tecla de rediscagem, a tecla de transferência e a tecla de conferência
• A tecla da facilidade permite o acesso, através do teclado de discagem, a doze facilidades do
Communication Manager que não necessitam de indicadores ou mensagens no display
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
Controle de volume ajustável para o monofone, alto-falante e toque de chamada
Conectividade por dois fios, através de placas de linha digital
Teste automático interno dos LEDs
Escolha de oito padrões de toque de chamada
Podem ser usados com ou sem a base
Montável em parede ou sobre a mesa
Fio complementar do monofone de 2,7 m e fio modular de linha de 2,1 m
Disponível nas cores cinza-escuro e branco
Nenhuma interface de tomada auxiliar para viva-voz externo ou módulos de headset
Os headsets devem ser conectados através do monofone
Telefone digital 6408D+ da Avaya
O 6408D+ é um telefone digital com oito teclas.
As seguintes características são típicas do telefone 6408D+ da Avaya:
• Display LCD de 2 linhas por 24 caracteres, mostrando a hora e a data em que o telefone está no
estado livre
• Display inclinável com três ângulos de visão
• Oito teclas de facilidades e de apresentação de chamadas com indicadores luminosos de duas
cores (teclas com duas cores)
• Viva-voz bidirecional embutido que pode também ter a opção de escuta em grupo em uma direção
• Seis teclas fixas que incluem: a tecla do alto-falante, a tecla Mute, a tecla de retenção, a tecla de
rediscagem, a tecla de transferência e a tecla de conferência
NOTA:
A desconexão deve ser administrada em uma tecla programável.
• Doze facilidades do sistema podem ser administradas em teclas programáveis associadas ao
display
• Quatro teclas para acessar as facilidades das teclas programáveis, como: a tecla do menu, a tecla
de saída, a tecla anterior e a tecla próximo
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
269
Telefones e aparelhos de viva-voz
Telefones da Avaya
• Quando a facilidade headset for administrada, não é mais necessário tirar o monofone do gancho
para atender uma chamada
•
•
•
•
Controle de volume ajustável para o monofone, alto-falante e toque de chamada
•
•
•
•
•
•
•
Teste automático interno para determinar se os indicadores luminosos acendem
Indicador luminoso de mensagem em espera (LED)
Conectividade via 2 fios, somente através de placas de linha digital de 2 fios
Aceita transferência dos parâmetros de transmissão de voz e multifreqüências pelo
Communication Manager, conforme as exigências de cada país
Escolha de oito padrões de toque de chamada
Alimentação pela linha
Podem ser usados com ou sem a base
Montável em parede ou sobre a mesa
Fio complementar do monofone de 2,7 m e fio modular de linha de 2,1 m
Disponível nas cores cinza-escuro e branco
Telefone digital 6416D+M da Avaya
O telefone 6416D+M da Avaya é um telefone digital de múltiplas apresentações com 16 teclas de
apresentações de chamadas ou de facilidades.
O 6416D+M da Avaya vem equipado com um plugue modular que permite a instalação de um módulo de
sinais telefônicos de 100A na base da mesa, no telefone, para proporcionar um maior conjunto de
funcionalidades. O módulo de sinais telefônicos de 100A fornece uma conexão com adjuntos como
secretárias eletrônicas, aparelhos de fax, modems, viva-voz analógico e aparelhos TDD (Dispositivo de
telecomunicações para deficientes auditivos).
Um módulo de expansão XM24 pode ser conectado a qualquer telefone 6416D+M da Avaya para
expandir o número de teclas que você pode usar. No entanto, quando o módulo de expansão estiver
conectado, você deve conectar uma fonte de energia auxiliar ao telefone. Recomenda-se uma fonte de
energia local 1151B1 ou uma fonte de energia local 1151B2 com alimentação de emergência com bateria.
As seguintes características são típicas do telefone 6416D+M da Avaya:
• 24 teclas de apresentação de chamada ou de facilidades com indicadores luminosos de duas cores
• 10 teclas fixas de facilidades que incluem: a tecla do alto-falante, a tecla Mute, a tecla de
conferência, a tecla de transferência, a tecla de retenção, a tecla de rediscagem, a tecla do menu, a
tecla de saída, a tecla anterior e a tecla próximo
• 12 facilidades atribuíveis às teclas programáveis associadas ao display
• Um viva-voz bidirecional programável embutido pode ter suas opções definidas pelo usuário,
com base em uma chamada individual, para escuta em grupo
• Tomada de headset para conexão direta com o headset
• Controle de volume ajustável para o monofone, alto-falante e toque de chamada
• Teclado de discagem multifreqüencial com doze teclas com barra em alto-relevo, para deficientes
visuais
• Indicador luminoso de mensagem em espera (LED)
• Oito opções personalizadas de toque de chamada
270
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Telefones e aparelhos de viva-voz
Telefones da Avaya
•
•
•
•
•
•
•
•
Monofone no estilo K, com fio modular de nove pés
Fio modular de linha com 14 pés
Bandeja deslizante de cartão de referência à facilidade
Montável na parede ou sobre a mesa
Portabilidade internacional
Parâmetros de transmissão transferíveis
Disponível nas cores cinza ou branca
Atende os requisitos da Classe B para uso em instalações residenciais
Componentes opcionais disponíveis:
•
•
•
•
•
•
•
Fio modular de monofone com 12 pés
Fio modular de linha com 25 pés
Fio da interface do headset HIC-1
Unidade M12LUCM de base modular do headset
Headset Avaya
Monofone amplificador
Monofone para ambientes ruidosos
As dimensões aproximadas do 6416D+M são:
• Largura = 26,35 cm
• Profundidade (da frente até atrás) = 21,59 cm
• Altura (com a base de mesa e o monofone instalados) = 12,07 cm
Telefone digital 6424D+M da Avaya
O telefone 6424D+M da Avaya é um telefone digital de múltiplas apresentações com 24 teclas de
apresentações de chamadas e de facilidades.
O 6424D+M da Avaya vem equipado com um plugue modular que permite a instalação de um módulo de
sinais telefônicos de 100A na base da mesa, no telefone, para proporcionar um maior conjunto de
funcionalidades. Através do módulo de sinais telefônicos de 100A, você pode conectar adjuntos como
secretárias eletrônicas, aparelhos de fax, modems, viva-voz analógico e aparelhos TDD (Dispositivo de
telecomunicações para deficientes auditivos).
Um módulo de expansão XM24 pode ser conectado a qualquer telefone 6424D+M da Avaya para
expandir o número de teclas que você pode usar. No entanto, quando o módulo de expansão estiver
conectado, você deve conectar uma fonte de energia auxiliar ao telefone. Recomenda-se uma fonte de
energia local 1151B1 ou uma fonte de energia local 1151B2 com alimentação de emergência com bateria.
As seguintes características são típicas do telefone 6424D+M da Avaya:
• Display LCD de 2 linhas por 24 caracteres, mostrando a hora e a data em que o telefone está no
estado livre
• Um display inclinável com três ângulos de visão
• Vinte e quatro teclas de facilidades e de apresentação de chamadas com indicadores luminosos de
duas cores
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
271
Telefones e aparelhos de viva-voz
Telefones da Avaya
• Viva-voz bidirecional embutido que pode também ter a opção de escuta em grupo em uma direção
• Seis teclas fixas de facilidades que incluem: a tecla do alto-falante, a tecla Mute, a tecla de
retenção, a tecla de rediscagem, a tecla de transferência e as teclas de conferências
• Doze facilidades do sistema que podem ser administradas nas teclas programáveis associadas ao
display
• Quatro teclas para acesso às facilidades das teclas programáveis como menu, sair, anterior e
próximo
• Somente uma tecla próximo, que é usada com as teclas programáveis e a função de diretório
• Uma fita conectora abaixo do telefone para conectar os módulos opcionais que se encaixam na
base
• Tomada de headset sob o telefone, próxima à tomada do monofone, para uma conexão direta do
headset
— Quando a facilidade headset for administrada, não é necessário tirar o monofone do
gancho para atender uma chamada ao utilizar um headset
— Ao usar um headset através da tecla de facilidade headset, o monofone passa a ser apenas
de escuta, para monitoramento, até que a tecla headset seja desativada
• Nenhuma interface de tomada auxiliar para adjuntos externos de viva-voz S201/S203 ou adjuntos
externos de headset
• Quando o administrador do sistema concede permissão ao usuário, um usuário pode adicionar,
remover ou rearranjar determinadas facilidades em suas teclas de facilidades e de apresentação de
chamadas
• Controle de volume ajustável para o monofone, alto-falante e toque de chamada
• Indicador luminoso de mensagem em espera
• Apóia o módulo opcional de expansão XM24, que permite mais 24 teclas adicionais de
facilidades e de apresentação de chamadas com indicadores luminosos de duas cores
•
•
•
•
Conectividade por 2 fios, somente através de placas de linha digital de 2 fios
Teste automático interno
Escolha de oito padrões de toque de chamada
Pode ser usado com ou sem a base, quando o Módulo de Interface Analógica 100A não estiver na
base
• Montável em parede ou sobre a mesa. Se o Módulo de Interface Analógica 100A estiver
conectado, o telefone não pode ser montado na parede
• Disponível nas cores cinza-escuro e branco
• Atende os requisitos da Classe B para uso em instalações residenciais
O telefone 6424D+M da Avaya é alimentado pelo sistema ao qual está conectado. Só é necessário ter
alimentação do armário ou do ramal adjunto ao conectar um módulo de expansão XM24 ou o Módulo de
Interface Analógica 100A. Se ambos os módulos estiverem conectados ao 6424D+M, é necessária apenas
uma fonte de energia. O 6424D+M continuará a funcionar se a energia auxiliar for interrompida, mas os
módulos não funcionarão.
272
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Telefones e aparelhos de viva-voz
Telefones da Avaya
Telefone digital Avaya Callmaster IV (603F)
O Callmaster IV da Avaya foi concebido para apoiar aplicações envolvendo a facilidade Distribuição
Automática de Chamadas (DAC). O conceito ergonômico do Callmaster IV da Avaya permite que os
agentes lidem com grandes volumes de chamadas de modo mais rápido e eficiente. VuStats, um display
das estatísticas do agente e da central de atendimento no Callmaster IV da Avaya, fornece informações
em tempo real aos agentes.
O Callmaster IV da Avaya funcionará em um ambiente de 4 ou de 2 fios. O Callmaster IV da Avaya pode
detectar automaticamente se ele está conectado a um circuito de 2 fios ou de 4 fios. Esta detecção fornece
uma transição fácil para o ambiente de 2 ou de 4 fios, assim como menores gastos com fiação e ajustes da
mudança da instalação.
O Callmaster IV da Avaya inclui como padrão um Módulo de interface de gravador (RIM) embutido que
apóia conexões de 2 e de 4 fios com o equipamento de gravação do agente.
O Callmaster IV da Avaya atende os requisitos da FCC e da CISPR Classe B, permitindo que o telefone
seja usado em ambientes de escritório residencial com um DEFINITY® Extender.
As seguintes características são típicas do Callmaster IV da Avaya:
• Seis teclas de facilidades flexíveis ou de apresentação de chamadas administráveis revestidas de
borracha
• Quinze teclas de facilidades flexíveis administráveis revestidas de borracha
• Oito teclas fixas de facilidades que incluem: a tecla de conferência, a tecla de transferência, a
tecla de desconexão, a tecla de retenção, a tecla Mute, a tecla de volume, a tecla de liberação e a
tecla de login
• Display LCD de 80 caracteres alfanuméricos
• Teclado de discagem multifreqüencial de 12 teclas com uma barra em alto-relevo na tecla de
número cinco, para deficientes visuais
•
•
•
•
•
•
•
•
•
Indicador luminoso de mensagem em espera (LED)
Módulo de interface de gravador
Tomada auxiliar para viva-voz
Tomadas duplas de headset
Oito opções personalizadas de toque de chamada
Controle de volume do toque de chamada e do receptor
Base para mesa
Portabilidade internacional
Monofone amplificador
Telefone digital Avaya Callmaster V (607A)
O telefone Callmaster V da Avaya foi especialmente projetado para apoiar aplicações que utilizam a
facilidade DAC. O conceito ergonômico do Callmaster V da Avaya permite que os agentes lidem com
grandes volumes de chamadas de modo mais rápido e eficiente. VuStats, um display das estatísticas do
agente e da central de atendimento no Callmaster V da Avaya, fornece informações em tempo real aos
agentes.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
273
Telefones e aparelhos de viva-voz
Telefones da Avaya
O Avaya Callmaster V tem a mesma aparência dos telefones da série 6400. Existem duas facilidades
adicionais significativas que maximizam o valor deste telefone em ambientes de centrais de atendimento:
• Duas tomadas de headset embutidas
• Módulo de interface de gravador (RIM) embutido com tom de alerta. O RIM apoiará a
gravação tanto da voz do chamador quanto do agente, em um gravador analógico de fita ativado
por voz. Um tom de alerta de bip suave é repetido a cada 13,5 segundos para notificar o agente e o
chamador de que a chamada está sendo gravada. O tom de alerta pode ser desativado pelo usuário.
O Callmaster V da Avaya atende os requisitos da FCC e da CISPR Classe B, permitindo que o telefone
seja usado em ambientes de escritório residencial com um DEFINITY Extender.
As seguintes características são típicas do telefone Callmaster V:
• 16 teclas de apresentação de chamadas ou de facilidades com indicadores luminosos de duas
cores
• Display de cristal líquido ajustável de 48 caracteres
• Dez teclas fixas de facilidades que incluem: a tecla do alto-falante, a tecla Mute, a tecla de
conferência, a tecla de transferência, a tecla de retenção, a tecla de rediscagem, a tecla do menu, a
tecla de saída, a tecla anterior e a tecla próximo
• 12 facilidades atribuíveis às teclas programáveis associadas ao display
• Alto-falante apenas de escuta, de uma direção, para escuta em grupo, discagem quando o
monofone está na posição normal ou escuta com o monofone no gancho
• Controle de volume ajustável para o monofone, alto-falante e toque de chamada
• Trabalha em um ambiente com 2 fios
Telefone digital Avaya Callmaster VI (606A)
O Callmaster VI é um pequeno telefone de voz digital usado com o software da aplicação que funciona
em um PC. Alimentado a partir da PABX, o Callmaster VI é conectado ao PC através de uma interface
padrão de porta serial EIA ou TIA-574.
As seguintes características são típicas do Callmaster VI da Avaya:
•
•
•
•
Duas tomadas de entrada para o headset, ambas utilizáveis ao mesmo tempo
Headset opcional com cabo personalizado
Indicador de mensagens em espera
Cinco teclas predefinidas:
•
•
•
•
Headset ligado e desligado
Mute
Apresentações de duas chamadas
Liberar
• Três teclas de facilidades programáveis
• Facilidade de gravação de anúncio de voz:
• Até seis anúncios de 9,6 segundos de duração
• Os anúncios podem ser automaticamente reproduzidos para as chamadas de entrada
• FCC e CISPR Classe B
274
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Telefones e aparelhos de viva-voz
Telefones da Avaya
Terminais atendedores da Avaya
Terminal atendedor 302D da Avaya
O terminal atendedor 302D da Avaya é uma unidade de 2 fios com um módulo opcional de expansão
26C. O 302D da Avaya não pode ser usado em um ambiente de 4 fios.
A seguir são apresentadas as características do terminal atendedor 302D da Avaya:
•
•
•
•
Vem em três cores: cinza escuro, preto e branco.
Necessita de alimentação a partir da mesa ou do armário do telefone.
Todos os terminais atendedores 302D só podem ser montados sobre a mesa.
Apóia o console seletor opcional 26C:
— Atribui-se a cada tecla o primeiro ou os dois primeiros dígitos daqueles grupos de ramais
constituídos de 3 ou 4 dígitos (centenas ou milhares).
— Display de estado ocupado ou livre para cada tecla.
• O display é de 1 linha por 40 caracteres e apóia os conjuntos de caracteres Katakana, Romano e
Europeu. Os idiomas dos rótulos são japonês, inglês, francês, holandês, espanhol
latino-americano, italiano, alemão, francês canadense, português brasileiro. Cada atendedor 302D
vem acompanhado de dois rótulos.
• A conexão do monofone/headset é transferida para a frente e é um único plugue modular. Para o
headset, um H1C ou M12L é opcional.
• O monitoramento de agente deve ser feito com o Communication Manager, através da facilidade
Monitoramento de agente. Pode-se usar um conector opcional Y de treinamento, em conjunto
com a conexão de headset, para apoio do supervisor, no modo apenas de escuta em computador de
mesa.
Avaya Softconsole
O Avaya Softconsole é uma solução de software para terminal atendedor. O Avaya Softconsole está
disponível para o padrão IP do mercado e para o Protocolo de comunicações digitais (DCP) da Avaya.
A conectividade IP está disponível tanto na configuração VoIP (Road Warrior) quanto na conexão dupla
(Telecommuter) para um áudio com qualidade de interurbano.
As seguintes características são típicas do Avaya Softconsole:
• As janelas do display, da lista telefônica e do Indicador luminoso de ocupado (BLF) podem estar
todas na mesma tela ao mesmo tempo
• Arrumação flexível da tela, no terminal atendedor, que é salva entre as sessões
• A janela da aplicação é inteligentemente redimensionada, desde um tamanho útil mínimo até o
tamanho de tela cheia. Informações úteis são acrescentadas à tela, na medida em que o atendedor
aumenta o tamanho da janela
• Estados de linhas mediante solicitação, como identificação de no gancho e fora do gancho para a
entrada selecionada na janela da lista telefônica
• Display do estado da fila
• Teclas de facilidades oferecidas como ferramentas das barras de múltiplas ferramentas, com
displays de pop-up, de palavra completa e de dicas de ferramentas para cada uma
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
275
Telefones e aparelhos de viva-voz
Telefones da Avaya
• Aplicação de 32 bits
• Máximo de 100 listas telefônicas
• Capacidade de gerar e-mail para os usuários mediante o clique de uma tecla na barra de
ferramentas ou comando de teclado
• Assistente detalhado tanto para a instalação e administração iniciais com ajuda quanto para o
texto de advertência apresentado em cada etapa
• Voltado para reduzir os volumes de chamadas de serviços para assistência de instalação
MasterDirectory Data Manager
O MasterDirectory Data Manager vem incluído como parte do Avaya Softconsole. É uma aplicação de
banco de dados que foi especificamente concebida para o gerenciamento de dados das listas telefônicas.
Serve como uma ferramenta de gerenciamento de informações, importando e consolidando informações
das listas oriundas dos sistemas de voz e dados, além de exportá-las para as aplicações ativadas pelas
listas. O MasterDirectory pode importar, exportar e transferir dados por intermédio de protocolos
baseados em padrões, incluindo os seguintes:
•
•
•
•
•
ODBC – Conectividade aberta de banco de dados (Open Data Base Connectivity)
LDAP – Protocolo simples de acesso à lista telefônica (Lightweight Directory Access Protocol)
FTP – Protocolo de transferência de arquivos (File Transfer Protocol)
SMTP – Protocolo de transferência de correio simples (Simple Mail Transfer Protocol)
CSV – Arquivos de texto delimitados
Com o uso dos protocolos, o MasterDirectory pode:
• Extrair dados de várias fontes
• Aplicar filtros e lógicas de negócios para consolidar dados
• Preencher serviços de listas telefônicas e bancos de dados a serem utilizados pelas aplicações
Por exemplo, o MasterDirectory pode coletar informações de múltiplos servidores de mídia Avaya,
consolidar os dados com os bancos de dados de Recursos Humanos e enviar os dados processados para
um serviço de lista LDAP usado pelas aplicações dos terminais atendedores, páginas brancas e amarelas
na Internet e outras aplicações.
Telefones analógicos da Avaya
Terminais analógicos 2500 e 2554 da Avaya
Os telefones das séries 2500 e 2554 da Avaya consistem em vários telefones analógicos que são
basicamente os mesmos, porém equipados com atributos ligeiramente diferentes. Esses modelos incluem:
•
•
•
•
•
•
276
O telefone de modelo de mesa 2500 MMGN
O telefone de modelo de mesa 2500 MMGL
O telefone de modelo de mesa 2500 YMGL
O telefone de modelo de mesa 2500 YMGP
O telefone de modelo de mesa 2500 MMGM
O telefone de modelo de parede 2554 MMGN
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Telefones e aparelhos de viva-voz
Telefones da Avaya
• O telefone de modelo de parede 2554 MMGM
• O telefone de modelo de parede 2554 YMGP
• O telefone de modelo de parede 2554 YMGM
Todos os telefones 2500 e 2554 da Avaya são telefones analógicos de apresentação única com
discagem multifreqüencial convencional. Os telefones 2500 MMGL, 2500 MMGM e 2554 MMGM
NÃO possuem teclas de facilidades. Os telefones 2500 YMGL, 2500 YMGM, 2554 YMGP e 2554
YMGM vêm equipados com uma tecla flash, um indicador luminoso de mensagens em espera, uma tecla
de rediscagem, uma tecla de retenção e uma tecla Mute. Todos esses seis modelos de telefones fornecem
acesso às facilidades através do uso das teclas * ou # do teclado de discagem e dos códigos apropriados
de acesso às facilidades.
A seguir são apresentadas as características físicas dos telefones 2500 e 2554 da Avaya:
• Os telefones 2500 MMGN e 2554 MMGN são fabricados sem Desconexão Positiva e sem a tecla
FLASH. Os modelos 2500 YMGP e 2554 YMGP têm a Desconexão Positiva permanentemente
ativada. Quando a tecla FLASH é pressionada, é fornecido acesso às facilidades da central.
Quando o gancho do telefone é pressionado, a chamada é automaticamente desconectada e um
tom de discagem é fornecido para uma chamada completamente nova. Os modelos antigos têm
um seletor de Desconexão Positiva na parte inferior do telefone, com duas posições: ON e OFF.
— A posição ON desliga o telefone durante aproximadamente dois segundos, mesmo se a
pressão no gancho do telefone demorar menos. Isto impede batidas inadvertidas no
gancho do telefone. Para iniciar com as batidas no gancho do telefone neste modo,
pressione a tecla FLASH.
— Na posição OFF, o gancho do telefone funcionará normalmente.
• Monofone tipo K.
• Todos os telefones da série 2500 estão equipados com um teclado de discagem multifreqüencial
de doze teclas.
• Todos os telefones da série 2500 contêm duas tomadas. A tomada do fio do monofone fica à
esquerda do telefone. A tomada do fio de linha fica na parte traseira à direita do aparelho.
• Todos os telefones da série 2554 têm uma tomada e um fio de montagem. A tomada do fio do
monofone fica embaixo do telefone. O fio de linha fica na parte traseira do telefone, para ser
conectado na tomada da parede.
• Todos os quatros telefones dos modelos da série 2500 vêm com dois fios: fio modular bobinado
de 1,83 m para monofone e um fio modular de linha de 2,14 m. Existem fios mais longos: um fio
de 3,66 m para monofone e fios de linha de 4,27 m e 7,63 m. Dois fios acompanham os telefones
dos modelos da série 2554: um fio modular bobinado de 1,83 m para monofone e um fio modular
de montagem permanentemente ligado, de 10,2 cm. Existe um fio opcional mais longo para
monofone, com 3,66 m.
• Todos os telefones da série 2500 têm um gerador eletrônico de toque de chamada. Existe um
controle de volume do toque de chamada com 3 posições, localizado na parte inferior do telefone
2500, e, no caso do telefone 2554, localizado ao lado.
• Os telefones 2500 MMGL, 2500 MMGM, 2500 YMGP e 2500 YMGM só podem ser montados
sobre uma mesa. Eles não podem ser montados na parede. Os telefones 2554 MMGL, 2554
MMGM e 2554 YMGP são telefones para montagem em parede. Eles não podem ser montados
em mesas.
• Todos os telefones da série 2500 vêm nas cores preta ou creme.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
277
Telefones e aparelhos de viva-voz
Telefones da Avaya
• Todos os telefones Avaya das séries 2500 e 2554 são alimentados pelos fios de sinais telefônicos.
Esses telefones não necessitam de qualquer fonte de energia externa.
• Todos os telefones das séries 2500 e 2554 da Avaya podem ser usados como ramais de
emergência durante condições de transferência em falta de energia. Os aparelhos 2554 SÓ podem
ser usados como aparelho de Falta de Energia em um ambiente de loop start; os aparelhos 2500
podem ser usados como aparelhos de Falta de Energia nos ambientes de loop start ou de
inicialização do aterramento. O uso em um ambiente de inicialização do aterramento requer a
tecla opcional de Inicialização modular do aterramento.
• Esses telefones 2500 e 2554 são registrados na FCC.
Telefone analógico 6211 da Avaya
O telefone 6211 da Avaya é um telefone de linha analógica única.
As seguintes características são típicas do telefone 6211 da Avaya:
•
•
•
•
•
•
•
•
Fio modular de linha com 2,14 m
•
•
•
•
•
•
Desconexão positiva por meio do gancho do telefone
Controle de volume do monofone
Controle de volume do toque de chamada
Indicador luminoso de mensagem em espera
Tecla Flash
Tecla de retenção de chamada com indicador luminoso
Tecla de rediscagem do último número
Um teclado de discagem multifreqüencial de doze teclas com uma barra em alto-relevo na tecla
de número cinco, para deficientes visuais
Montável sobre a mesa ou na parede
Tomada de dados RJ-11
Aprovado pela FCC para transferências de emergência em falta de energia
Alimentação pela linha
Disponível nas cores cinza ou branca
Componentes opcionais disponíveis:
•
•
•
•
278
Fio de 3,66 m para o monofone
Fio de linha com 4,27 m
Fios de linha com 7,63 m
Headsets Avaya
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Telefones e aparelhos de viva-voz
Telefones da Avaya
Telefone analógico 6219 da Avaya
O telefone 6219 da Avaya é um telefone de linha analógica única.
As seguintes características são típicas do telefone 6219 da Avaya:
•
•
•
•
•
•
•
•
Um fio modular de linha de 2,14 m
•
•
•
•
•
•
•
•
Desconexão positiva por meio do gancho do telefone
Controle de volume do monofone
Controle de volume do toque de chamada
Indicador luminoso de mensagem em espera
Tecla Flash
Tecla de retenção de chamada com indicador luminoso
Tecla de rediscagem do último número
Um teclado de discagem multifreqüencial de doze teclas com uma barra em alto-relevo na tecla
de número cinco, para deficientes visuais
Disponível para montagens sobre a mesa e na parede
Tomada de dados RJ-11
Aprovado pela FCC para transferências de emergência em falta de energia
Alimentação pela linha
Disponível nas cores cinza ou branca
Dez teclas de discagem programáveis
Toque de chamada personalizado
Componentes opcionais disponíveis:
• Fio de dois pés para o monofone
• Fios modulares de linha de 4,27 m e 7,63 m
• Headsets Avaya
Telefone 2520B da Avaya para ambientes
sujeitos a explosão
Os telefones da Avaya para ambientes sujeitos a explosão estão listados pela Underwriters Laboratories,
Inc. (UL), para as seguintes condições e classificações de atmosfera explosiva:
• Classe I de vapores e gases explosivos, grupos B, C e D
• Classe II de pós inflamáveis, grupos E, F e G
Eles não devem ser instalados em localidades em cuja atmosfera o gás acetileno possa estar presente.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
279
Telefones e aparelhos de viva-voz
Telefones da Avaya
As características dos telefones 2520B para ambientes sujeitos a explosão são apresentadas a seguir:
• Vêm com um fio de quatro pés para monofone
• Como opcionais, podem ser solicitados fios de nove pés
• Teclado de discagem multifreqüencial padrão de doze teclas com uma barra em alto-relevo na
tecla de número cinco, para deficientes visuais
• Não há controle de volume do monofone, em compatibilidade com o FCC Waiver
• Projetado para montagem em parede
• Disponível somente na cor preta
Telefones sem fio da Avaya
Avaya TransTalk 9040
O Avaya TransTalk 9040 é um pequeno telefone sem fio com um aparelho contendo todas as facilidades
e um display alfanumérico que dá ao usuário um controle completo de suas comunicações sem fio.
As características do TransTalk 9040 são as seguintes:
• Um display alfanumérico de 1 linha por 16 caracteres, que mostra informações do chamador
interno e o número externo chamado.
— O display com iluminação de fundo inclui três filas para terminações de chamada interna
simplificada ou de linhas e um acesso às facilidades através de uma só tecla.
— Ícones como fora-da-faixa, bateria fraca e mensagens em espera, por exemplo, podem ser
vistos no display.
• Pesa apenas 8 onças.
• Dimensões: 6 x 2 x 1 polegadas.
• Um máximo de 12 apresentações por meio de teclas virtuais no caso de linhas, chamada interna
simplificada e facilidades.
• Tecla de rediscagem: rediscagem fixa para os números ocupados.
• Antena substituível: os clientes podem substituir suas próprias antenas em caso de quebra.
• Opção de headset: funciona com headsets Supra (sobre a cabeça) ou Radium (sobre o ouvido)
para melhorar a mobilidade. Pode ser usado com headset sem fio no MDW 9000 e no MDW
9010, com adaptador. Nova tomada de 2,5 mm torna a conexão de um headset ao 9040 mais fácil
do que nunca. Display com luz de fundo: para uso mais fácil nas áreas com pouca iluminação,
como, por exemplo, armazéns e fábricas.
• Alerta vibratório: para os momentos em que o toque de um telefone seria inconveniente (padrão
para todos os telefones de bolso).
• Registro de campo: caso seja necessário substituir um monofone, somente o monofone precisa ser
devolvido (ou seja, o módulo de rádio correspondente não tem que ser enviado de volta com o
monofone). Quando o novo monofone for recebido, o usuário ou técnico simplesmente o
registrará com o Módulo de rádio duplo (DRM) apropriado.
280
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Telefones e aparelhos de viva-voz
Telefones da Avaya
A seguir são apresentadas as características de carga da bateria:
• As baterias ficam totalmente carregadas em uma hora e meia.
• As baterias são descarregadas e recarregadas, o que elimina o efeito-memória que reduz a vida
útil delas (a bateria sobressalente é automaticamente recarregada; a bateria do monofone é
recarregada no suporte, se manualmente selecionado).
• Os usuários têm um tempo de conversação de 3 horas e meia, e mais de 22 horas de tempo em
espera.
• Os usuários podem continuar a selecionar chamadas, porque na posição vertical o display fica
claramente visível.
• Uma bateria opcional para uso prolongado fornece até oito horas de tempo de conversação e
72 horas de tempo em espera.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
281
Telefones e aparelhos de viva-voz
Energia para os telefones IP da Avaya
Energia para os telefones IP da Avaya
Energia para os telefones IP 4602 e 4620 da
Avaya
Os telefones IP 4602 e 4620 da Avaya são alimentados pela tomada RJ45 contida neles. Existem dois
métodos para alimentar o telefone através da tomada RJ45:
• Alimentação de energia centralizada, fornecida por uma central P333T-PWR da Avaya ou uma
unidade de distribuição de energia de alcance médio 1152A1. Se for utilizada a central
P333T-PWR da Avaya, é necessário utilizar o adaptador Gen-1 para telefone IP.
• Energia local utilizando a fonte de energia 1151B1 ou 1151B2.
Energia para os telefones IP 4606, 4612 e 4624
da Avaya
Há duas gerações de telefones IP 4606, 4612 e 4624 da Avaya. A energia para os três modelos dependerá
da geração do telefone. A primeira geração de telefones IP (Gen-1) apóia o fornecimento de energia
através dos pinos 7 e 8, ou do cilindro conector, situado embaixo do telefone. A segunda geração de
telefones IP (Gen-2) é compatível com as especificações atuais IEEE, Rascunho 802.3af, e aceita a
alimentação de energia através dos pares de dados ou dos pares sobressalentes. Os telefones Gen-2
incluem aprimoramentos de Ethernet em relação às capacidades de energia do Gen-1.
Há duas maneiras de identificar a geração de um telefone IP da Avaya:
• Pela etiqueta – a etiqueta do produto, embaixo do telefone IP, contém um número de modelo ou
código de aparelho de 12 caracteres (apenas nos EUA) ou 16 caracteres (nos aparelhos
internacionais). O número de modelo indica a geração por meio de um identificador 01A (Gen-1)
ou 02A (Gen-2), afixado ao número do telefone.
• Pelo display – o modelo do telefone IP pode ser obtido no display, após a conexão do telefone à
fonte de energia.
Existem três métodos de fornecimento de energia para os telefones IP 4606, 4612 e 4624 da Avaya:
• Alimentação de energia centralizada (fornecimento de energia através da Ethernet) pela central
P333T-PWR da Avaya, nas novas instalações. A unidade de distribuição de energia de alcance
médio 1152A1 é utilizada nas configurações da Avaya que utilizam o DEFINITY R, SI ou CSI
Media Servers.
• O adaptador Gen-1 para telefone IP é necessário a todos os telefones Gen-1 IP nos
ambientes de energia centralizada.
• A energia local se refere às configurações nas quais a energia é fornecida por um local imediato
em relação aos telefones IP. A energia local requer uma tomada de 120 a 240 VCA, localizada a
até seis pés de distância do telefone IP.
282
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Telefones e aparelhos de viva-voz
Energia para os telefones IP da Avaya
• A alimentação de energia por sistemas mais antigos é o método menos recomendável para
alimentar um telefone IP.
• Nos EUA e no Canadá, a alimentação de energia por sistemas mais antigos é fornecida
através da fonte de energia AUX do telefone IP e de um cilindro conector. O cilindro se
conecta a uma tomada na parte inferior do telefone IP. As fontes de energia 1151A1 e
1151A2 com fios de conexão ramificados constituem um método alternativo de
alimentação de energia.
• Internacionalmente, a alimentação de energia por sistemas mais antigos é efetuada pela
fonte de energia 1151A1 ou 1151A2 com os fios de conexão ramificados necessários.
Também é possível utilizar um interruptor de 30 A com a fonte de energia local 1151A1
ou 1151A2. Nessa configuração, são necessários dois fios de conexão especiais.
• Uma fonte de energia em lote 1145B também pode fornecer energia através dos pinos 7
e 8, por meio da utilização de um fio de conexão especial.
Energia para os telefones IP 4630 da Avaya
O telefone IP 4630 da Avaya deve ser alimentado localmente, utilizando o cilindro conector situado
embaixo do telefone. A fonte de energia do Avaya 4630 é enviada com o telefone.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
283
Telefones e aparelhos de viva-voz
Aparelhos de viva-voz SoundPoint e SoundStation
Aparelhos de viva-voz SoundPoint e SoundStation
Aparelho de viva-voz SoundPoint 3127
O adjunto do aparelho de viva-voz SoundPoint conecta-se a um telefone e proporciona alta qualidade
para áudio-conferências em ambientes de computador de mesa. A versão analógica pode ser conectada
em qualquer tomada telefônica analógica padrão. A versão DCP conecta-se à porta adjunta dos terminais
das séries 7400, 7500, 8400 e 8500.
A operação bidirecional elimina o recorte da voz e a tecnologia de desreverberação ajuda a reduzir o som
oco do tipo “fundo de poço” associado aos aparelhos de viva-voz comuns.
O SoundPoint adapta-se automaticamente, tanto às condições do ambiente quanto da linha, de modo a
garantir a melhor operação bidirecional possível. Este aspecto é crítico principalmente quando você tem
chamadas de conferência internacionais com diversos participantes funcionando com uma conexão em
ponte. Além disso, esse é um processo automático e contínuo de adaptação às condições das mudanças no
ambiente.
Destaques
• 180° de cobertura do microfone – ideal para aplicações no PC
• Equipamento de mesa, é uma solução que pode ser instalada pelo usuário para configuração e uso
mais fáceis
•
•
•
•
•
Alto-falante de neodímio, sintonizado para reproduzir a voz humana
Microfone Direcional DM1000 da Avaya para uma melhor clareza da voz
Capacidade de atendimento automático para aplicações que requeiram liberdade das mãos
Silenciamento do microfone para maior privacidade
Indicadores luminosos de duas cores para exibir as condições de ligado e silêncio
Modelos
3127-ATR: AVAYA SOUNDPOINT ANALOG
A versão analógica do SoundPoint é conectada a qualquer porta ou terminal analógicos e vem
acompanhada de todo o cabeamento apropriado. Além disso, a versão analógica do SoundPoint pode
atender automaticamente (Atendimento automático) as chamadas feitas para seu ramal.
3127-DCP: AVAYA SOUNDPOINT DCP
Conecta-se à porta adjunta dos terminais das séries 7400, 7500, 8400 e 8500 para uma maior
conveniência. Vem acompanhada de todo o cabeamento apropriado.
284
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Telefones e aparelhos de viva-voz
Aparelhos de viva-voz SoundPoint e SoundStation
Aparelho de viva-voz SoundStation 3127
O aparelho de viva-voz SoundStation possui três microfones que proporcionam 360 graus de cobertura
para escritórios e pequenas salas de conferências. O alto-falante amplificado proporciona áudio suficiente
para grupos de até 10 pessoas. A versão analógica pode ser conectada em qualquer tomada telefônica
analógica padrão. A versão DCP conecta-se à porta adjunta dos terminais das séries 7102, 8102, 7400
e 8400.
A operação bidirecional elimina o recorte da voz e a Acoustic Clarity Technology ajuda a eliminar o
ruído de fundo. O SoundStation adapta-se automaticamente, tanto às condições do ambiente quanto da
linha, de modo a garantir a melhor operação bidirecional possível. Este aspecto é crítico principalmente
quando você tem chamadas de conferência internacionais com diversos participantes funcionando com
uma conexão em ponte. Além disso, esse é um processo automático e contínuo de adaptação às condições
das mudanças no ambiente.
Destaques
•
•
•
•
360° de cobertura do microfone – ideal para aplicações no PC
•
•
•
•
•
Microfones de ramal disponíveis para até 20 pessoas
Alto-falante de sintonia digital utilizando a Acoustic Clarity Technology™
Operação bidirecional – fale e ouça ao mesmo tempo
Equipamento de mesa, é uma solução que pode ser instalada pelo usuário para configuração e uso
mais fáceis
Teclado de discagem integrado
Silenciamento do microfone para maior privacidade
Indicadores luminosos de duas cores para exibir as condições de ligado e silêncio
Microfone de lapela, sem fio, para apresentadores em pé
Modelos
3127-STD: AVAYA SOUNDSTATION ANALOG
A versão analógica do SoundStation é conectada a qualquer porta ou terminal analógicos e vem
acompanhada de todo o cabeamento apropriado. Este sistema é fácil de instalar e usar, necessitando
apenas de uma linha analógica e de uma tomada de energia. Ideal para grupos de até 10 pessoas.
3127-EXP: AVAYA SOUNDSTATION EX ANALOG
Esta versão analógica do SoundStation inclui dois microfones de ramal, que podem ser usados para
melhorar a cobertura da sala, para atender até 15 pessoas. Deve ser conectado diretamente a uma porta
analógica.
3127-DCS: AVAYA SOUNDSTATION DCP
A versão DCP conecta-se à porta adjunta dos terminais das séries 7102, 8102, 7400 e 8400. Esse
SoundStation não funciona com os terminais da série 6400. Vem acompanhado de todo o cabeamento
necessário, sendo instalável pelo usuário. Ideal para grupos de até 10 pessoas.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
285
Telefones e aparelhos de viva-voz
Aparelhos de viva-voz SoundPoint e SoundStation
3127-DCE: AVAYA SOUNDSTATION EX DCP c/microfones
Esta versão DCP do SoundStation inclui dois microfones de ramal, que podem ser usados para melhorar
a cobertura da sala, para atender até 15 pessoas. A versão DCP conecta-se à porta adjunta dos terminais
das séries 7102, 8102, 7400 e 8400. Esse SoundStation não funciona com os terminais da série 6400.
Vem acompanhado de todo o cabeamento necessário, sendo instalável pelo usuário.
Aparelho de viva-voz para áudio-conferência
SoundStation Premier 3127
O aparelho de viva-voz SoundStation Premier possui três microfones que proporcionam 360° de cobertura
para escritórios e pequenas salas de conferências. O alto-falante amplificado proporciona áudio suficiente
para grupos de até 25 pessoas.
A versão analógica conecta-se a uma tomada telefônica analógica padrão, a versão DCP conecta-se à
porta adjunta dos terminais das séries 7102, 8102, 7400 e 8400, e a versão 6400-SSDP conecta-se
diretamente à tomada DCP.
A operação bidirecional elimina o recorte da voz e a Acoustic Clarity Technology ajuda a eliminar o
ruído de fundo. Além do mais, o SoundStation Premier dispõe de um microfone sobre o alto-falante
principal, efetivamente eliminando o som oco, comum aos aparelhos de viva-voz tradicionais. Também
estão incluídos um controle remoto e um display de todas as facilidades.
O SoundStation Premier adapta-se automaticamente, tanto às condições do ambiente quanto da linha, de
modo a garantir a melhor operação bidirecional possível. Este aspecto é crítico principalmente quando
você tem chamadas de conferência internacionais com diversos participantes funcionando com uma
conexão em ponte. Esse é um processo automático e contínuo de adaptação às condições das mudanças
no ambiente.
Destaques
286
•
•
•
•
•
360° de cobertura do microfone – ideal para aplicações no PC
•
•
•
•
•
Microfones de ramal disponíveis para atender até 25 pessoas
Alto-falante de sintonia digital reproduz com precisão a voz humana
Operação bidirecional – fale e ouça ao mesmo tempo
Desreverberação – reduz o som oco, de fundo de poço
Equipamento de mesa, é uma solução que pode ser instalada pelo usuário para configuração e uso
mais fáceis
Teclado de discagem integrado e controle remoto com todas as facilidades
Silenciamento do microfone para maior privacidade
Indicadores luminosos de duas cores para exibir as condições de ligado e silêncio
Microfone opcional de lapela, sem fio, para apresentadores em pé
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Telefones e aparelhos de viva-voz
Aparelhos de viva-voz SoundPoint e SoundStation
Modelos
3127-APE: AVAYA SOUNDSTATION PREMIER EX ANALOG
A versão analógica do SoundStation Premier é conectada a qualquer porta ou terminal analógicos e vem
acompanhada de todo o cabeamento apropriado. Existem portas de expansão disponíveis para acrescentar
microfones de ramal opcionais. Este sistema é fácil de instalar e usar, necessitando apenas de uma linha
analógica e de uma tomada de energia. Ideal para grupos de até 15 pessoas.
3127-APX: AVAYA SOUNDSTATION PREMIER EX/MICS ANALOG
Esta versão analógica do SoundStation Premier EX/Mics inclui dois microfones de ramal, que podem ser
usados para melhorar a cobertura da sala, para atender até 25 pessoas. Deve ser conectado diretamente a
uma porta analógica.
3127-DPE: AVAYA SOUNDSTATION PREMIER DCP EX
A versão DCP do SoundStation Premier EX conecta-se à porta adjunta dos terminais das séries 7102,
8102, 7400 e 8400. Ela não funciona com os terminais da série 6400. Existem portas de expansão
disponíveis para acrescentar microfones de ramal opcionais. Vem acompanhada de todo o cabeamento
apropriado, sendo instalável pelo usuário. Ideal para grupos de até 15 pessoas.
3127-DPX: AVAYA SOUNDSTATION PREMIER DCP EX c/microfones
Esta versão DCP do SoundStation Premier EX inclui dois microfones de ramal, que podem ser usados
para melhorar a cobertura da sala, para atender até 25 pessoas. A versão DCP conecta-se à porta adjunta
dos terminais das séries 7102, 8102, 7400 e 8400. Ela não funciona com os terminais da série 6400.
Vem acompanhada de todo o cabeamento necessário, sendo instalável pelo usuário. Ideal para grupos de
até 25 pessoas.
3127-DDP: AVAYA 6400-SSDP– SOUNDSTATION DCP PREMIER EX
Uma versão DCP do SoundStation Premier EX que é conectada diretamente a uma tomada DCP. Pode
funcionar com ou sem um terminal. Ela pode funcionar com qualquer terminal das séries 6400, 7400 ou
8400. Existem portas de expansão disponíveis para acrescentar microfones de ramal opcionais. Vem
acompanhada de todo o cabeamento apropriado, sendo instalável pelo usuário. Ideal para grupos de até
15 pessoas.
3127-DDX: AVAYA 6400-SSDP – SOUNDSTATION DCP PREMIER c/microfones
Esta versão 6400-SSDP inclui dois microfones de ramal, que podem ser usados para melhorar a cobertura
da sala, para atender até 25 pessoas. O 6400-SSDP é conectado diretamente a uma tomada DCP. Pode
funcionar com ou sem um terminal. Ele pode funcionar com qualquer terminal das séries 6400, 7400 ou
8400. Vem acompanhado de todo o cabeamento apropriado, sendo instalável pelo usuário.
3127-MIC: AVAYA SOUNDSTATION WIRELESS LAPEL MIC
Este microfone encaixável foi projetado para os apresentadores em pé. Consistindo em um pequeno
conjunto de transmissor/receptor que se encaixa em seu cinto ou colarinho, este microfone tem um
alcance de 30,5 m e vem em duas freqüências individuais.
3127-PMI: EXTENSION MICROPHONES FOR SOUNDSTATION PREMIER
Dois microfones de ramal para aperfeiçoar e ampliar a cobertura no ambiente. Compatíveis com
3127-APE, 3127-DPE e 3127-DDP.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
287
Telefones e aparelhos de viva-voz
Aparelhos de viva-voz SoundPoint e SoundStation
288
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Unidades UPS da Avaya
UPS para Avaya Series 1 (AS1)
Unidades UPS da Avaya
UPS para Avaya Series 1 (AS1)
Unidade ininterrupta de energia (UPS) On-line
AS1 de 1000 VA e 120 V
A UPS On-line de 1000 VA e 120 V fornece 1000 VA/490 Watts/8,3 A, a 120 Volts CA, e alimentação de
emergência com bateria de cinco minutos em plena carga. Dois módulos opcionais prolongados de
bateria (EBM24) prolongam o tempo de funcionamento para 104 minutos em plena carga. A UPS agrupa
seis receptáculos 5-15R disponíveis em dois grupos de três, para permitir aos usuários desligar um
conjunto de cargas, proporcionando tempos de funcionamento mais longos para as cargas mais críticas
durante um corte de energia. O gerenciamento de energia está incluído. O chassis da UPS pode ser
instalado em uma torre ou montado em um rack de dados. As capacidades de interface serial e os contatos
de alarme com o DEFINITY obedecem ao padrão.
Os modelos de 1000 VA e 120 V incluem os
seguintes acessórios
• Módulo prolongado de bateria (EBM24)
• Módulo de desvio de distribuição de 1000-1500 VA e 120 V
• Módulo SNMP
Compatibilidade de segurança: UL, CSA, NOM
Compatibilidade com EMC: FCC Classe B, VCCI Classe II
Entrada: 120 Vca, 45 a 65 Hz, auto-detecção; 100 ou 127 VCA selecionada pelo usuário; fio de conexão
de 6 pés com receptáculos 5-15 P
Saída: Seis receptáculos 5-15 R em dois segmentos de carga; onda senoidal; voltagem +/– 3% do valor
nominal
Bateria: Duas de 12 V 9 A/H, seladas, chumbo-ácidas; não requerem manutenção
Dimensões: (A x L x P) 89 mm x 432 mm x 494 mm
Peso: 15 kg
UPS On-line AS1 de 1000 VA e 230 V
A UPS On-line de 1000 VA e 230 V fornece até 700 Watts e alimentação de emergência com bateria básica
de cinco minutos em plena carga. A corrente de saída para 208/220/230/240 volts é 4,8/4,5/4,3/4,2 A.
Dois módulos opcionais prolongados de bateria (EBM24) prolongam o tempo de funcionamento para
104 minutos em plena carga. Ao agrupar os seis receptáculos 5-15R disponíveis em dois grupos de três,
a UPS permite que os usuários desliguem um conjunto de cargas, para proporcionar tempos de
funcionamento mais longos para as cargas mais críticas durante um corte de energia. O gerenciamento de
energia está incluído. A UPS pode ser instalada como uma torre ou montada em um rack de dados.
As capacidades de interface serial e os contatos de alarme com o DEFINITY obedecem ao padrão.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
289
Unidades UPS da Avaya
UPS para Avaya Series 1 (AS1)
Os modelos de 1000 VA e 230 V incluem os
seguintes acessórios
• Módulo prolongado de bateria (EBM24)
• Módulo de desvio de distribuição de 700-2000 VA 230 V
• Módulo SNMP
Compatibilidade de segurança: UL, CSA, NOM, CE
Compatibilidade com EMC: FCC Classe B, EN 50091-2, VCCI Classe II, IECS-003
Entrada: 230 VCA, 50/60 Hz, auto-detecção, 220 ou 240 VCA selecionada pelo usuário; fio de 2 metros
com extremidade do plugue sem terminação
Saída: Seis receptáculos 5-15 R em dois segmentos de carga; onda senoidal; voltagem +/– 3% do valor
nominal
Bateria: Duas de 12 V 9 A/H, seladas, chumbo-ácidas; não requerem manutenção
Dimensões: (A x L x P) 89 mm x 432 mm x 494 mm
Peso: 15 kg
UPS On-line AS1 de 1500 VA e 120V
A UPS On-line AS1 de 1500 VA e 120 V fornece 1500 VA/1050 Watts/12,5 A, a 120 Volts CA, e
alimentação de emergência com bateria de oito minutos em plena carga. Quatro módulos opcionais
prolongados de bateria (EBM48) prolongam o tempo de funcionamento para 144 minutos em plena
carga. Ao agrupar os seis receptáculos 5-15R disponíveis em dois grupos de três, a UPS permite que os
usuários desliguem um conjunto de cargas, para proporcionar tempos de funcionamento mais longos para
as cargas mais críticas durante um corte de energia. O software de gerenciamento de energia está
incluído. A UPS pode ser instalada como uma torre ou montada em um rack de dados. As capacidades de
interface serial e os contatos de alarme com o DEFINITY obedecem ao padrão.
O modelo AS1 de 1500 VA inclui os seguintes
acessórios
• Módulo prolongado de bateria (EBM48)
• Módulo de desvio de distribuição AS1 de 1000-1500 VA e 120 V
• Módulo SNMP
Compatibilidade de segurança: UL, CSA, NOM
Compatibilidade com EMC: FCC Classe B, VCCI Classe II
Entrada:120 VCA, 45-65 Hz, auto-detecção; 110 ou 127 VCA selecionada pelo usuário; fio de conexão
de 6 pés com receptáculos 5-15 P
Saída: Seis receptáculos 5-15 R em dois segmentos de carga; onda senoidal; voltagem +/– 3% do valor
nominal
Bateria: Quatro de 12 V 9 A/H, seladas, chumbo-ácidas; não requerem manutenção
Dimensões: (A x L x P) 89 mm x 432 mm x 494 mm
Peso: 23 kg
290
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Unidades UPS da Avaya
UPS para Avaya Series 1 (AS1)
UPS On-line AS1 de 1500 VA e 230 V
A UPS On-line AS1 de 1500 VA e 230 V fornece até 1050 Watts e alimentação de emergência com bateria
básica de oito minutos em plena carga. A corrente de saída para 208/220/230/240 volts é 7,2/6,8/6,5/6,2 A.
Quatro módulos opcionais prolongados de bateria (EBM48) prolongam o tempo de funcionamento para
144 minutos em plena carga. Ao agrupar os seis receptáculos 5-15R disponíveis em dois grupos de três,
a UPS permite que os usuários desliguem um conjunto de cargas, para proporcionar tempos de
funcionamento mais longos para as cargas mais críticas durante um corte de energia. O gerenciamento
de energia está incluído. A UPS pode ser instalada como uma torre ou montada em um rack de dados.
As capacidades de interface serial e os contatos de alarme com o DEFINITY obedecem ao padrão.
Os modelos de 1500 VA e 230 V incluem os
seguintes acessórios
• Módulo prolongado de bateria (EBM48)
• Módulo de desvio de distribuição de 1000-2000 VA e 230 V
• Módulo SNMP
Compatibilidade de segurança: UL, CSA, NOM, CE
Compatibilidade com EMC: FCC Classe B, EN 50091-2, VCCI Classe II, IECS-003
Entrada: 230 VCA, 50/60 Hz, auto-detecção, 220 ou 240 VCA selecionada pelo usuário; fio de 2 metros
com extremidade do plugue sem terminação
Saída: Seis receptáculos 5-15 R em dois segmentos de carga; onda senoidal; voltagem +/– 3% do valor
nominal
Bateria: Quatro de 12 V 9 A/H, seladas, chumbo-ácidas; não requerem manutenção
Dimensões: (A x L x P) 89 mm x 432 mm x 494 mm
Peso: 23 kg
Módulos suplementares de UPS
Módulo prolongado de bateria EBM24 de
1000 VA
O Módulo prolongado de bateria-EBM24 apóia a UPS On-line de 1000 VA com uma série de baterias de
24 V para prolongar o tempo de funcionamento (consulte os tempos de funcionamento na tabela).
O chassis EBM é ideal para instalações em torre e montadas em rack em uma altura compacta de 2U.
Nenhum outro módulo de baterias ou gabinete é compatível com a UPS On-line de 1000 VA.
Máximo: até dois Módulos prolongados de bateria (EBM24) por UPS On-line de 1000 VA
Compatibilidade de segurança: UL, CSA, NOM
Compatibilidade com EMC: FCC Classe B, VCCI Classe II
Dimensões: (A x L x P) 89 mm x 432 mm x 494 mm
Peso: 29,5 kg
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
291
Unidades UPS da Avaya
UPS para Avaya Series 1 (AS1)
Módulo prolongado de bateria EBM48 de
1500-2000 VA
A UPS Módulo prolongado de bateria-EBM48 apóia a UPS On-line de 1500 VA e 2000 VA com uma
série de baterias de 48 V para prolongar o tempo de funcionamento em até 144 minutos em plena carga.
O chassis EBM é ideal para instalações em torre e montadas em rack em uma altura compacta de 2U.
Máximo: Até quatro Módulos prolongados de bateria-EBM48 por UPS On-line de 1500 ou 2000 VA
Compatibilidade de segurança: UL, CSA, NOM
Compatibilidade com EMC: FCC Parte 15 (Classe B) e VCCI Classe II
Dimensões: (A x L x P) 89 mm x 432 mm x 494 mm
Peso: 29 kg
MÓDULO SNMP de 1000-2000 VA
O módulo SNMP está incluído no pacote de 1000 VA, conferindo capacidades de controle direto e de
monitoramento às redes baseadas em SNMP. O módulo é hot-swappable (troca com o sistema ativo) com
o módulo de interface serial padrão.
Dimensões: (A x L x P) 4,5” x 4” x 1”
Peso: 0,2 libras
MÓDULO DE DESVIO DE DISTRIBUIÇÃO de
120 V e 1000-1500 VA
O Módulo de desvio de distribuição (BDM) permite a substituição da UPS ou das baterias internas, sem a
necessidade de desligar a carga conectada.
Dimensões: (A x L x P) 12” x 5” x 4”
Peso: 5,0 libras
MÓD. DISTR. DE DESVIO DE UPS S1 de
1000 VA-2K VA
O Módulo de desvio de distribuição (BDM) permite a substituição da UPS ou das baterias internas, sem a
necessidade de desligar a carga conectada.
Dimensões: (A x L x P) 12” x 5” x 4”
Peso: 5,0 libras
292
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Centrais Ethernet da Avaya
Centrais Ethernet Avaya P330
Centrais Ethernet da Avaya
Centrais Ethernet Avaya P330
A família P330 das centrais Ethernet de grupos de trabalho, empilháveis, da Avaya, inclui:
• Uma variedade de módulos com portas de 10/100/1000 Mbps
• Uma capacidade para Camada 3
• Sub-módulo de Expansão ATM
A central g2T da Avaya possui 24 portas de 10/100 Mbps e um slot de sub-módulo de expansão.
Os sub-módulos opcionais de expansão fornecem outras conectividades, como Ethernet, Fast Ethernet e
Gigabit Ethernet.
Uma pilha de unidades Avaya P330 pode conter até 10 centrais e até três unidades de fontes de energia de
reserva. As centrais empilhadas são conectadas através de sub-módulos de empilhamento X330STK da
Avaya, que se conectam em um slot na parte de trás da unidade Avaya P330. Se a pilha estiver dividida
entre dois racks, você pode conectar a P330 utilizando os cabos X330SC ou X330LC. O cabo da
X330RC Avaya é conectado às centrais de cima e de baixo na pilha, fornecendo a redundância e a
capacidade de hot-swap, da mesma maneira como os módulos podem ser trocados em um chassis
modular de comutação.
Quando se interconectam duas ou mais centrais da Camada 2, a consistência na numeração das VLANs é
garantida pela criação de uma porta de tronco logicamente conectada a várias VLANs. A consistência na
numeração é mantida pelo uso de etiquetas 802. 1Q. O Avaya P330 é plenamente compatível com as
normas da IEEE no que diz respeito a VLAN Tagging, Gigabit Ethernet, Spanning Tree e Controle de
Fluxo. Essa compatibilidade com todos os padrões, combinada com a negociação automática de
10/100/1000 Mbps e duplex completo/semiduplex, facilita a expansão da sua rede, de modo a
compatibilizá-la com as necessidades de crescimento da sua empresa.
Facilidades da linha de produtos Avaya P330
• É possível conectar até 10 centrais Avaya P330 em uma pilha. Além do mais, esta pilha pode ficar
em um mesmo rack ou ser dividida em diversos racks usando o Cabo X330LC Long.
• O X330STK Avaya é o sub-módulo de empilhamento utilizado para conectar centrais Avaya P330
em uma pilha por intermédio do Octaplane.
• O Avaya P330 BUPS é o módulo da fonte de energia de reserva. O Avaya P330 BUPS pode
apoiar até quatro centrais Avaya P330.
• Um conector para console do painel frontal RJ45/RS232 para sessões do modem e do terminal.
• Cada central está equipada com duas unidades de ventiladores com sensores das operações.
• Um endereço IP virtual para gerenciamento de toda a pilha, o que permite que a pilha de P330s
seja gerenciada como uma entidade única.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
293
Centrais Ethernet da Avaya
Centrais Ethernet Avaya P330
• A capacidade de hot-swap de uma central por vez, pela ativação do cabo redundante:
— Não prejudica o funcionamento das outras centrais Avaya P330.
— Não altera a configuração da pilha.
— Não requer uma parada da rede.
• Conexão através de Telnet a partir das portas do painel frontal de qualquer central:
— múltiplos níveis de proteção por senha
— temporização por inatividade e login
Auto-Negociação
Cada porta 10/100 do Avaya P330 apóia a Auto-Negociação. A Auto-Negociação detecta automaticamente
e apóia o modo de operação e a velocidade de um dispositivo conectado. A Auto-Negociação é também
apoiada nas portas Gigabit Ethernet, mas apenas para o modo de controle de fluxo. Você pode
simplesmente conectar o Avaya P330 ao equipamento de Ethernet ou Fast Ethernet de modo duplex
completo ou semiduplex, sem pré-configuração.
Controle de congestionamento
O controle de congestionamento é um elemento fundamental de manutenção da eficiência da rede.
O controle de congestionamento é usado para evitar a sobrecarga dos recursos. O Avaya P330 apóia o
controle de congestionamento em todas as portas Ethernet utilizando o seguinte:
• Back Pressure no modo semiduplex
• Controle de Fluxo IEEE 802.3x no modo duplex completo
VLANs
As VLANs do Avaya P330 são totalmente compatíveis com a norma IEEE 802.1Q e podem gerenciar até
1k de tagged VLANs.
Múltiplas VLANs por porta
O Avaya P330 permite configurar múltiplas (1k) VLANs por porta. Os três modos disponíveis de
ligações de múltiplas VLANs de portas são:
• Bound to All (ligada a todas) – a porta está programada para apoiar toda a faixa de 3K VLANs.
O tráfego de qualquer VLAN é redirecionado através de uma porta definida como Bound to All.
• Bound to Configured (ligada às configuradas) – a porta apóia todas as VLANs configuradas na
central/pilha. Estas podem ser Identificadores de Porta VLAN (PVID) ou VLANs que foram
manualmente acrescentadas à central.
• Statically Bound (ligadas estaticamente) – a porta apóia as VLANs manualmente configuradas
nela.
Leaky VLAN
A Leaky VLAN permite o envio de tráfego unicast para duas portas em VLANs diferentes. A Leaky
VLAN só funcionará nos módulos (e sub-módulos) com C/S 2.0 e posterior.
294
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Centrais Ethernet da Avaya
Centrais Ethernet Avaya P330
Classificação de portas
Com o Avaya P330, você pode classificar qualquer porta como regular ou importante. Configurar uma
porta como importante significa que pode ser enviado um desvio por falha na conexão, mesmo quando a
porta está desativada. Essa facilidade é particularmente útil para a nova aplicação com redundância de
software, onde você precisa estar informado sobre uma falha de conexão na porta hibernante.
Protocolos de aquisição de TEMPO na rede
O Avaya P330 apóia o Protocolo SNTP via porta 123 de UDP. Você pode escolher entre o protocolo
SNTP ou o protocolo TIME via porta 37 de UDP.
Segurança para o MAC
Para evitar que o P330 aprenda um novo endereço de MAC, você pode definir uma porta como sendo
segura. Se um MAC desconhecido ou ramal tentar acessar a porta segura, o alarme de um intruso é
enviado para o ramal de gerenciamento.
Grupo de agregação de enlaces (LAG)
O LAG fornece maior largura de banda e redundância para as aplicações mais críticas em termos de
largura de banda, como os enlaces inter-stack e conexões com os servidores. Você pode agregar a largura
de banda de até oito portas 10/100Base-Tx, duas portas 100Base-FX ou 1000Base-X. O compartilhamento
de carga garante que se uma das conexões de porta falhar, as outras conexões assumirão a carga
sem interrupção. O balanceamento de carga garante que a carga do tráfego em qualquer nível seja
uniformemente dividida entre todos os enlaces LAG.
Filtragem IP Multicast
IP Multicast permite que você envie uma única cópia de um pacote IP para diversos destinos, podendo ser
usado para várias aplicações, incluindo fluxo de vídeo e videoconferência. Nas LANs, os pacotes IP
Multicast são transmitidos em molduras MAC Multicast. As centrais LAN tradicionais enviam esses
pacotes Multicast para todos os ramais da VLAN. As funções de filtro Multicast podem ser adicionadas
às centrais da Camada 2 para evitar o envio de pacotes Multicast para onde eles não são necessários.
As centrais da Camada 2, capazes de filtragem Multicast, só enviam os pacotes Multicast para as portas
que conectam membros daquele grupo Multicast. Para que essa facilidade funcione corretamente, você
precisa de um roteador na sua rede enviando as consultas IGMP.
NOTA:
A filtragem IP Multicast só funcionará baseada no identificador de VLAN da porta, e não
baseada em qualquer VLAN vinculada à porta.
Segurança Radius
O Serviço de usuário de discagem para autenticação remota (RADIUS) é um protocolo de segurança
entre cliente/servidor padrão IETF (RFC 2138). As informações de segurança e login são armazenadas
em uma localização central conhecida como servidor RADIUS. Os clientes RADIUS, como o Avaya
P330, comunicam-se com o servidor RADIUS para autenticar os usuários.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
295
Centrais Ethernet da Avaya
Centrais Ethernet Avaya P330
Todas as transações entre o cliente RADIUS e o servidor são autenticadas através do uso de um “segredo
compartilhado”, que não é enviado pela rede. O segredo compartilhado é uma senha de autenticação
configurada tanto no cliente RADIUS quanto nos servidores RADIUS. O segredo compartilhado é
armazenado como um texto normal no arquivo do cliente no servidor RADIUS e na memória não volátil
do Avaya P330. Além disso, as senhas dos usuários, que são enviadas entre o cliente e o servidor, são
criptografadas para aumentar a segurança.
Redundância de porta
A redundância pode ser implementada entre quaisquer duas portas da mesma pilha em nível do enlace.
Você também pode atribuir a redundância entre quaisquer dois LAGs na pilha ou entre um LAG e uma
porta. Define-se uma porta ou LAG como a porta primária e a outra como porta secundária. Caso o enlace
da porta primária falhe, a porta secundária assume.
Redundância entre módulos
A redundância entre módulos inclui toda a funcionalidade da Redundância de porta e, além disso,
mantém a integridade da porta, mesmo quando o enlace da porta primária falhar em decorrência de uma
falha no módulo. Se o módulo no qual estiver localizada a porta ativa de um par de Redundância de porta
entre módulos for desligado ou retirado da pilha, a porta secundária do par de Redundância da porta entre
módulos assumirá. Apenas um par por pilha pode ser definido para a Redundância de porta entre
módulos.
Redundância de pilha
Na improvável eventualidade de falha de um enlace da central Avaya P330 ou do Octaplane, a integridade
da pilha será mantida se o cabo redundante estiver conectado à pilha. O enlace interrompido é desviado e
a transmissão de dados continua sem interrupção. O endereço IP individual de gerenciamento da pilha é
também preservado para manter um monitoramento e gerenciamento sem interrupção.
Hot-swappable (troca com o sistema ativo)
Você pode remover ou substituir qualquer módulo de dentro da pilha, sem interromper a operação ou
realizar uma reconfiguração em nível da pilha. Portanto, você pode adaptar o P330 aos seus requisitos
imediatamente e com um tempo de paralisação que não pode ser superado. Ao remover um módulo de
expansão da pilha, todas as definições de configuração dos módulos de expansão serão perdidas.
Fonte de energia de reserva
Cada módulo do Avaya P330 vem com um conector para a Fonte de energia universal de reserva (BUPS).
Se a fonte de energia interna falhar, o Avaya P330 BUPS (disponível separadamente) automaticamente
fornecerá energia à central para que não haja interrupção do funcionamento.
Ventiladores
Os ventiladores do módulo Avaya P330 têm sensores integrados que fornecem advertências avançadas
sobre a falha do ventilador por intermédio do gerenciamento.
296
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Centrais Ethernet da Avaya
Centrais Ethernet Avaya P330
Redundância do Agente de gerenciamento de
rede (NMA)
Como cada módulo Avaya P330 tem um agente SNMP integral, qualquer módulo de uma pilha pode
servir como NMA da pilha, enquanto outros NMAs agem como agentes redundantes em espera
operacional. Se o NMA ativo falhar, então um reserva é simultaneamente ativado.
Download de software
O Avaya P330 inclui um procedimento seguro de download de software no qual o código de backup está
sempre presente. Você deve realizar uma reinicialização após o download de algum software para o
módulo.
Padrões do P330 apoiados pela Avaya
O Avaya P330 é compatível com os seguintes padrões.
IEEE
•
•
•
•
•
802.3x Controle de fluxo em todas as portas
802.1Q VLAN Apoio de tagging em todas as portas e compatível com o 802.1p
802.1D Pontes e STA
803.2z Portas Gigabit Ethernet
803.2u Portas Ethernet/Fast Ethernet
IETF
•
•
•
•
•
MIB-II – RFC 1213
Ponte MIB para Spanning Tree – RFC 1492
RMON – RFC 1757
SMON – RFC 2613
Grupos de Ponte MIB – RFC 2674 dot1dbase e dot1dStp totalmente implementados. Apoio aos
objetos MIB relevantes: dot1q (dot1qBase, dot1qVlanCurrent)
Gerenciamento de Rede Avaya P330
Um abrangente gerenciamento de rede é um componente fundamental das redes atuais. Portanto,
fornecemos várias formas de gerenciar o Avaya P330 que se ajustam às suas necessidades.
Gerenciador de Dispositivos Avaya P330
(Web Incorporada)
O Gerenciador de Dispositivo embutido do Avaya P330 (Gerenciador de Web Incorporado) lhe permite
gerenciar uma pilha de Avaya P330s usando um navegador da Web sem comprar qualquer software
adicional. Esta aplicação funciona com os navegadores da Web Microsoft® Internet Explorer e
Netscape® Navigator e o Java™ Plug-in da Sun Microsystems.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
297
Centrais Ethernet da Avaya
Centrais Ethernet Avaya P330
Interface de linha de comando (CLI) do Avaya
P330
O Avaya P330 CLI fornece uma ferramenta de configuração de tipos de terminal para a configuração
local ou remota das facilidades e funções do Avaya P330.
CajunView
Quando você precisa de um controle e monitoramento a mais ou deseja gerenciar outros equipamentos
Cajun Campus, então o conjunto de gerenciamento de rede CajunView é a resposta. Este conjunto
fornece facilidade de uso e os recursos necessários para uma utilização ótima da rede.
• O CajunView está disponível para o Windows® NT®/2000 e para o Solaris 8.
• O CajunView pode funcionar de modo independente com o Windows® NT®/2000.
• O CajunView funciona no HP OpenView para Windows® NT®/2000 e no Solaris 8.
Monitoramento de Rede Avaya P330
RMON MIBs – RFC 1757
• Apoio a RMON para os grupos 1, 2, 3 e 9
— Estatísticas
— Histórico
— Alarmes
— Eventos
SMON MIBs – RFC 2613
• Apoio a SMON para grupos
— Capacidade de fonte de dados
— Cópia de porta
— Estatísticas da VLAN e da prioridade
Grupos de Ponte MIB – RFC 2674
• dot1dbase e dot1dStp totalmente implementados.
• Apoio aos objetos MIB relevantes: dot1q (dot1qBase, dot1qVlanCurrent)
Espelhamento de portas
O Avaya P330 fornece espelhamento de portas para a função adicional de monitoramento de rede. Você
pode filtrar o tráfego e espelhar ou o tráfego de entrada para a porta de origem ou tanto o tráfego de
entrada quanto o de saída. Isto lhe permite monitorar o tráfego de rede conforme necessário. As portas
que participam de um Grupo de agregação de enlaces (LAG) podem também ser usadas como Destino de
Espelhamento de Porta ou portas de Origem.
298
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Centrais Ethernet da Avaya
Centrais Ethernet Avaya P330
SMON
O Avaya P330 apóia o revolucionário Monitoramento de rede comutada (SMON), que o IETF agora
passou a adotar como padrão (RFC2613). O SMON fornece um monitoramento de cima para baixo
jamais visto do tráfego de rede comutada nos seguintes níveis:
•
•
•
•
Monitoramento empresarial
Monitoramento de dispositivos
Monitoramento da VLAN
Monitoramento em nível de porta
Este enfoque de cima para baixo lhe dá uma possibilidade de resolver os problemas de modo rápido e
melhor desempenho para manter a rede funcionando no melhor de suas condições.
NOTA:
O CajunView é necessário para que o monitoramento SMON seja executado. É necessário
adquirir uma Licença do SMON para cada pilha do Avaya P330.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
299
Centrais Ethernet da Avaya
Centrais Ethernet Avaya P133 e Avaya P134
Centrais Ethernet Avaya P133 e Avaya P134
A P133G2 e a P134G2 da Avaya fazem parte da linha Conjunto de Centrais da Avaya entre as centrais
Ethernet de grupos de trabalho. A P133G2 e a P134G2 da Avaya fornecem todos os recursos necessários
na rede para implementar as aplicações emergentes, sendo simples de instalar, operar e gerenciar.
Instalar as centrais P133G2 e P134G2 Ethernet da Avaya na periferia da rede ou em um pequeno
empreendimento permite que os clientes facilmente construam uma rede cheia de recursos que atenda às
suas necessidades. Os meios de transmissão integrados da central ativam a conectividade do Backbone da
rede e você pode ampliar em sincronismo com o seu crescimento: empilhe até quatro centrais P130 para
criar uma única central lógica.
Para os produtos P133G2 e P134G2, a configuração de aplicações, a operação da rede e o monitoramento
da rede são todos tarefas simples devido às capacidades convenientes de gerenciamento pela Web.
Os produtos P133G2 e P134G2 têm as mesmas capacidades de gerenciamento e monitoramento, como
outras centrais Cajun da Avaya, e, portanto, podem também ser centralmente gerenciados pelo elenco de
aplicações de gerenciamento de rede amplamente aclamado CajunView(tm).
Como todos os produtos Avaya MultiService Network, os novos produtos P133G2 e P134G2 são DayOne
Ready para Voz, Vídeo e Redes de Dados; DayOne Ready significa que esses produtos oferecem
otimização de aplicações para redes convergentes de voz, vídeo e dados. Esses produtos foram projetados
para apoiar um ambiente de rede de dados de alto nível com capacidades de QoS, Gerenciamento de
Políticas e apoio a redundância, que fornece confiabilidade operacional superior, além de disponibilidade
de rede.
Avaya P133G2
A P133G2 é uma central de grupo de trabalho com 24 slots Fast Ethernet e 2 slots SFP GBIC para
operações de transferência e cascata. Esta unidade tem uma taxa de redirecionamento e chaveamento à
velocidade de 8,8 Gbps.
Avaya P134G2
A configuração P134G2 fornece 48 portas Fast Ethernet e 2 slots SFP GBIC.
Facilidades gerais das centrais P133G2 e
P134G2
• Portas compatíveis com a 802.3 para tráfego em duplex completo/semiduplex, auto-negociação e
controle de fluxo
•
•
•
•
•
•
300
Etiquetagem de VLAN 802.1Q
VLAN baseada em portas
Apoio a QoS
IEEE 802.1p transparente
Baseado em cada porta
Controle de congestionamento por porta
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Centrais Ethernet da Avaya
Centrais Ethernet Avaya P133 e Avaya P134
• Redundância de enlace
• Grupo de agregação de enlaces (LAG) apóia o compartilhamento de carga e a redundância, como
uma forma incremental de escalar a largura de banda do enlace
•
•
•
•
•
Redundância de LAG
IEEE 802.1d Spanning Tree
Fonte de energia de reserva (BUPS) para o compartilhamento de carga
Espelhamento de portas
SMON (RFC2613) IETF SMON padrão para a Camada 2
Interfaces
• 24 portas 10/100Base-TX com conectores RJ
• 2 conectores SFP GBIC
• RS-232 para configuração de terminal/modem e PPP
Padrões apoiados
•
•
•
•
•
IEEE 802.3x Controle de fluxo em todas as portas
IEEE 802.1Q/p VLAN Tagging e prioridade em todas as portas
Protocolo IEEE 802.1D Spanning Tree
Portas Ethernet IEEE 802.3z Gigabit
IETF MIB-II, Bridge MIB, RMON, SMON
Características físicas
• Dimensões 2U (88 mm) x 482,6 mm x 350 mm (a, l, p), Peso 5,2 kg
Condições ambientais
• Temperatura de Funcionamento: –5 a 50 °C
• Umidade: 5% a 95% sem condensação
Consumo de energia
• Entrada de energia (CA): 100-240 VCA, 1A, 50/60 Hz
• Consumo de potência: 75W máximo
Aprovação oficial
• Emissão de EMC:
— EUA – FCC Parte 15, Subparte B, Classe A
— Europa – EN55022 Classe A e EN61000-3-2
— Japão – VCCI-A
• Imunidade: Aprovado de acordo com EN55024 e EN61000-3-3
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
301
Centrais Ethernet da Avaya
Centrais Ethernet Avaya P133 e Avaya P134
• Segurança:
— UL para os EUA aprovado de acordo com a Norma UL1950
— C-UL (UL para o Canadá) aprovado de acordo com a Norma C22.2 No.950
— CE para a Europa, aprovado de acordo com a Norma EN 60950
• CLEI Código de Acordo com a Telcordia (Bellcore) KS-22022 padrão NEBS Nível 3 Certificado
302
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Requisitos do local
Informações sobre a montagem do rack, a temperatura e a umidade para o G600 Media Gateway
Requisitos do local
Informações sobre a montagem do rack, a temperatura
e a umidade para o G600 Media Gateway
O G600 Media Gateway foi desenvolvido para montagem em um rack de dados padrão de 19 polegadas
que tenha sido adequadamente pré-instalado e fixado conforme os padrões da Associação das indústrias
eletrônicas (EIA) 464 (ou equivalente). O G600 Media Gateway pode ser montado de frente (como é
enviado) ou montado no seu ponto médio.
O cliente deve fornecer o rack, instalá-lo e fixá-lo, antes da instalação do G600 Media Gateway. O cliente
também deve fornecer a energia CA para o rack. Os técnicos que instalam o G600 Media Gateway
geralmente não possuem as ferramentas ou treinamento adequados para a instalação do rack de dados.
A instalação requer 30 cm de espaço livre na parte traseira e 45 cm de espaço livre na parte frontal,
consistente com os padrões EIA 310. Em uma configuração de dois gabinetes, as dimensões do cabo de
TDM/LAN exigem que o gabinete B seja montado diretamente sobre o gabinete A.
O G600 Media Gateway deve ser instalado em uma área com boa ventilação. O desempenho máximo do
equipamento é alcançado em uma temperatura ambiente entre 4 e 49 °C para funcionamento a curto prazo
de não mais que 72 horas consecutivas ou 15 dias por ano. Um funcionamento contínuo requer até 43 °C.
A faixa de umidade relativa deve estar entre 10% e 95%, podendo chegar a 29 °C. Acima disto, a umidade
relativa máxima diminui de 95% para 32% a 49 °C. As instalações feitas fora destes limites poderão
reduzir a vida útil do sistema ou afetar o seu funcionamento. A faixa recomendada de temperatura e
umidade é de 18 a 29 °C com 20% a 60% de umidade relativa.
Tabela 10: Informações sobre a fonte de energia do gabinete
Estilo do gabinete e unidade
de distribuição de energia
G600 Media Gateway – *Fonte de
Energia CA (fonte de energia
integrada de 650A)
*Não
Fontes de energia
120 VCA monofásico com fio
neutro
240 VCA monofásico com fio
neutro
Tomadas da entrada de
energia
NEMA 5-15R de 120 VCA e 60 Hz
IEC 320 de 24 VCA e 50 Hz
As instalações no Japão usam
tomadas próprias àquele país, para
100 VCA e 200 VCA e 50/60 Hz
há fonte de energia CC integrada. Os retificadores CC podem ser usados, se desejado; siga as instruções do fabricante.
Tabela 11: Disjuntores para o G600 Media Gateway de energia CA
G600 Media Gateway
Corrente do Circuito (Ampères)
120 VCA e 60 Hz
15
240 VCA e 50 Hz
10
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
303
Requisitos do local
Dissipação de calor para o G600 Media Gateway
Dissipação de calor para o G600 Media Gateway
A quantidade necessária de calor dissipado por um G600 Media Gateway está descrita abaixo.
As estimativas apresentadas dependem muito da inclusão de telefones com os Gateways de Mídia, assim
como da quantidade de tempo em que os telefones estão fora do gancho.
NOTA:
Os sistemas típicos presumem troncos típicos, reservas, índice de chamadas e uma
combinação típica de telefones com muitas funções e com poucas funções. A tabela
apresentada a seguir calcula uma estimativa de dissipação de calor para o G600 Media
Gateway. Os sistemas que avaliam o pior caso presumem o entroncamento típico e o
índice de chamadas, mas não inclui slots de reserva e todas as portas configuradas com os
terminais em plena atividade de funcionamento. O G600 Media Gateway que foi testado
usava o pior caso de placas analógicas de 16 portas, totalmente ocupadas por aparelhos
analógicos.
Especificações típicas de dissipação de
calor do G600 Media Gateway
304
BTU por hora
No. de G600 Media Gateways somente
G600 com terminais
1
400
1000
2
900
2200
3
1400
3475
4
1900
4700
Pior caso
3200
5150
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Requisitos do local
Especificações do G650
Especificações do G650
Requisitos de energia
Energia CA
A energia comercial CA é a fonte de alimentação de entrada primária. Tanto o slot 0 quanto o 15 possuem
entradas dedicadas de energia CA. A fonte de energia 655A pode funcionar com entrada de energia CA
de 90 a 264 VCA, de 47 a 63 Hz. As faixas nominais de energia CA são:
• 100 a 120 VCA, a 50 ou 60 Hz
• 200 a 240 VCA, a 50 ou 60 Hz
Energia CC
É possível fornecer energia –48 VCC simultaneamente como energia de reserva. O painel traseiro do G650
apresenta uma entrada de energia –48 VCC, que é distribuída pelo painel traseiro para todas as fontes de
energia.
Saída de energia
Medições da voltagem de saída da fonte de energia: +5 VCC, –5 VCC e –48 VCC
Consulte a tabela a seguir para examinar as informações sobre a fonte de energia.
Tabela 12: Informações sobre a fonte de energia do chassis do G650
Estilo do chassis e
unidade de distribuição
de energia
• Fonte de energia CA
ou CC (código de
aparelho 655A).
• O slot 0 requer uma
fonte de energia
655A.
• Uma fonte de energia
Opções da fonte de
energia
• 120 VCA
monofásico com
fio neutro
• 240 VCA
monofásico com
fio neutro
• –48 VCC
655A é opcional no
slot 15.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Tomadas da entrada de energia
• NEMA 5-15R de 120 VCA e
60. Hz
• IEC 320 de 240 VCA e 50Hz
• Ao instalar os G650s no Japão,
utilize tomadas próprias àquele
país, para 100 e 200 VCA,
50/60 Hz.
• Ao instalar os G650s no México,
utilize tomadas próprias àquele
país, para 127 VCA.
305
Requisitos do local
Especificações do G650
Consulte a Tabela 13, Disjuntores para chassis de energia CA, na página 306, para obter informações
sobre os disjuntores de chassis alimentados por energia CA.
Tabela 13: Disjuntores para chassis de energia CA
Tipo de chassis
Tamanho do disjuntor
Chassis montado em rack (120 VCA) a 60 Hz
15 A
Chassis montado em rack (240 VCA) a 50 Hz
10 A
Dimensões
O G650 Media Gateway tem as seguintes dimensões:
• 36 (alt.) x 56 (prof.) x 48 (larg.) centímetros
• altura no rack: 8 U
• peso: 16 a 18 kg
O G650 requer 30 centímetros de espaço livre na parte traseira e 45 centímetros na parte frontal, para
garantir uma ventilação adequada e para atender aos padrões para rack de dados EIA3 10D. Nas
configurações de múltiplos G650s, estes são posicionados em um rack sem espaço entre si. Se os G650s
não forem posicionados corretamente no rack, os cabos TDM/LAN não poderão conectá-los.
Condições de funcionamento
As condições normais de funcionamento do G650 são:
• 5o Celsius a 40o Celsius.
• 10 a 90% de umidade relativa, sem condensação abaixo de 3.236 metros.
306
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Requisitos do local
Considerações quanto ao ambiente para o G700 Media Gateway
Considerações quanto ao ambiente para o G700 Media
Gateway
A tabela apresentada a seguir lista as considerações quanto ao ambiente para o G700 Media Gateway.
Tabela 14: Considerações quanto ao ambiente para o G700 Media Gateway
Consideração
Descrição
Dissipação de calor
A unidade usa energia global CA de 100-240 VCA, 50/60 Hz, 1,5 a
4,9 A, que se traduz em 360 a 400 Watts. No entanto, parte dela é
disponível na frente, via –48 VCC (até 32 portas a 1,5 Watts cada,
para um total de 48 Watts).
Altitude e pressão
atmosférica
Funciona em altitudes de menos 197 pés a 10.000 pés. A pressão
atmosférica não é especificada.
Temperatura e umidade
Funcionamento a longo prazo entre +5 °C e +40 °C e entre 5% e
85% de umidade. Funcionamento a curto prazo entre –5 °C e +50 °C
e entre 5% e 90% de umidade, sem condensação.
Pureza do ar
Ambientes fechados adequados para ocupação humana contínua.
Contra relâmpagos
O usuário está protegido pelas normas UL contra sobretensão no
sistema. No entanto, o sistema propriamente dito é suscetível a
sobretensão (isto é, relâmpagos), dependendo da configuração.
A perda de serviço devido a uma condição de sobretensão pode levar
à perda de um ou mais dos seguintes elementos:
•
•
•
•
Perda do terminal
Perda da porta
Perda do Módulo de Mídia
Fonte de energia interna ao G700
Ruído acústico gerado pela
unidade
Máximo de 50dBA
Padrões de compatibilidade
eletromagnética
Compatível com as normas de compatibilidade eletromagnética para
os países nos quais opera.
Padrões da União Européia
Aprovado para a Norma de Segurança EN60950.
Fluxo de ar com a falha de
apenas um ventilador
Na frente do painel traseiro, é de 264 pés lineares por minuto em
média. Se um ventilador falhar na frente do painel traseiro, 174 lfpm
em média, com um intervalo de 42 a 340 lfpm.
Fluxo de ar com falha do
ventilador da fonte de energia
Fluxo mínimo de ar na fonte de energia, se o ventilador da fonte de
energia falhar.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
307
Requisitos do local
Requisitos de energia para o G700 Media Gateway
Requisitos de energia para o G700 Media Gateway
A fonte de energia obedece os requisitos da FCC Parte 15, Subparte B Classe B e EN55022 Classe B
relativos às interferências eletromagnéticas irradiadas e conduzidas (EMI). Ao utilizar a fonte de energia
em um sistema G700 Media Gateway individual ou múltiplo, a fonte de energia deve permitir que o
sistema fique compatível com os requisitos da Classe B, com +6 dB de margem.
Esta unidade de energia pode ser uma única unidade de energia ou múltiplos módulos dimensionados e
escalados para a carga. Os switches Ethernet da Avaya têm uma unidade de energia que obedece à norma
802.3 AF e fornece energia remota ao telefone. A fonte de energia obedece a todas as normas globais
aplicáveis em termos de segurança, imunidade e emissão, sendo verificada por testes no país.
Proteção térmica
A proteção térmica desliga a fonte de energia, caso a temperatura interna ultrapasse a taxa de temperatura
máxima de operação segura. O ponto de corte térmico mínimo é determinado a uma temperatura
ambiente de 50 graus Celsius, a uma altitude de 10.000 pés, ou 60 graus Celsius ao nível do mar, sob
todas as condições de entrada e de carga. É necessário levar em conta os efeitos das tolerâncias dos
componentes, ao definir o ponto de corte. Essa consideração garante que a fonte não será cortada a
temperaturas ambientes inferiores às especificadas acima, com ar forçado fluindo da entrada até a saída,
a uma taxa nominal de 46 CFM (300 LFM).
Reinicialização manual
É necessário reinicializar a fonte de energia manualmente, quando ela desligar em função de sobrecarga
elétrica ou térmica. Para reinicializar a fonte de energia, é necessário desligar e ligar a energia CA de
entrada.
Disjuntores do centro de carga de CA
Para a energia CA, cada um dos G700 Media Gateways possui um cabo de energia CA desconectável que
se conecta a uma tomada da parede ou a um cabo de energia no rack. Este circuito deve ser protegido por
um disjuntor no painel que atende à saída elétrica.
Em decorrência disso, o G700 Media Gateway propriamente dito não tem disjuntores ou interruptores
liga/desliga. No entanto, qualquer centro de carga CA do cliente deve ter disjuntores protegendo a
alimentação dos G700 Media Gateways, conforme exigido pelos códigos sobre eletricidade.
Distribuição de energia CA
A distribuição da energia CA é conectada a um adaptador de saída ou cabo de energia e pode contar com
o apoio de uma UPS opcional.
308
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Requisitos do local
Requisitos de energia para o G700 Media Gateway
Aterramento CA/aterramentos protetores
O G700 Media Gateway contém um parafuso de aterramento na parte de trás do chassis. Você deve
manter a conexão de aterramento, se for conectar o G700 Media Gateway diretamente ao circuito de
derivação ou a um cabo de distribuição de energia. O G700 Media Gateway também requer uma
conexão, para o gabinete, de aterramento a um fio terra aprovado.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
309
Requisitos do local
Especificações ambientais do S8500 Media Server
Especificações ambientais do S8500 Media Server
A tabela apresentada a seguir relaciona as especificações ambientais do S8500 Media Server. Para
examinar uma tabela completa de facilidades e especificações, consulte o S8500 Installation Manual.
NOTA:
Alguns dos valores mostrados relacionam-se à configuração máxima. Os valores da Avaya
são ligeiramente inferiores aos da configuração máxima.
Tabela 15: Especificações ambientais do S8500
Tipo
Emissões de ruídos acústicos
Ambiente: temperatura do ar
Descrição
• Energia sonora, inativo: 6,5 bel, no máximo
• Energia sonora, em funcionamento: 6,5 bel, no máximo
Com o servidor ligado:
• 10 a 35 graus C
• Altitude: 0 a 914 m
Com o servidor desligado:
• –40 a 60 graus C
• Altitude máxima: 2133 m
Ambiente: umidade
Com o servidor ligado:
• 8% a 80%
Com o servidor desligado:
• 8% a 80%
Saída de calor
Entrada elétrica
310
Produção de BTUs por hora (aproximada):
• Configuração máxima: 512 BTUs (150 watts)
• Entrada de onda senoidal (47 a 63 Hz) necessária
• Intervalo inferior de voltagem de entrada:
• Mínimo: 100 V ca
• Máximo: 127 V ca
• Intervalo superior de voltagem de entrada:
• Mínimo: 200 V ca
• Máximo: 240 V ca
• Entrada quilovolts-ampères (kVA) (aproximada):
• Mínima: 0,0870 kVA
• Máxima: 0,150 kVA
• Tomada nos EUA: XXXX 87=NEMA 5-15
• Disjuntor: XXXX 87=15 amp
• Pólo: XXXX 87=1
• Consumo de ampères: XXXX 87=3
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Requisitos do local
Altitude, pressão do ar e pureza do ar para o S8700 Media Server
Altitude, pressão do ar e pureza do ar para o
S8700 Media Server
A faixa normal de pressão atmosférica para operação do S8700 Media Server situa-se entre 9,4 a 15,2 psi.
Para as altitudes acima de 5.000 pés, reduza o limite térmico máximo a curto prazo em 1o F ou para cada
1.000 pés de elevação acima dos 5.000 pés. Em 10.000 pés, por exemplo, o limite térmico máximo a
curto prazo é de 115 oF.
Pureza do ar
Não instale o equipamento em uma área onde o ar possa estar contaminado com uma das seguintes
substâncias:
• Excesso de poeira, resíduos têxteis, partículas de carbono, contaminantes de fibra de papel ou
metálicos
• Gases corrosivos como o enxofre e o cloro
Contaminante
Média
Materiais particulados
185 microgramas/m3
Nitrato em materiais particulados
12 microgramas/m3
Total de hidrocarbonetos equivalentes ao metano
10 ppm
Dióxido de enxofre
0,20 ppm
Óxidos do nitrogênio
0,30 ppm
Total de oxidantes equivalentes ao ozônio
0,05 ppm
Sulfeto de hidrogênio
0,10 ppm
NOTA:
A Avaya recomenda que o S8700 Media Server e o equipamento relacionado não sejam
colocados nas proximidades de copiadoras, impressoras ou faxes de papel comum, por
causa da poeira fina produzida por esses equipamentos.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
311
Requisitos do local
Temperatura e umidade para o S8700 Media Server
Temperatura e umidade para o S8700 Media Server
O S8700 Media Server deve ser instalado em uma área com boa ventilação. O desempenho máximo do
equipamento ocorre a uma temperatura ambiente entre 4 e 43 oC para o funcionamento contínuo e entre
4 e 49 oC para o funcionamento a curto prazo. O equipamento do sistema pode operar nos limites
operacionais de curto prazo durante um período que não ultrapasse 72 horas consecutivas, ou um total
não superior a 15 dias por ano.
A faixa de umidade relativa situa-se entre 10 e 95%, até 29 oC. Acima dos 29 oC, a umidade relativa
máxima diminui de 95% para 32% a 49 oC. As instalações feitas fora destes limites poderão reduzir a
vida útil do sistema ou impedir o seu funcionamento.
A tabela a seguir correlaciona a temperatura ambiente à umidade relativa permissível.
312
Intervalo recomendado para a temperatura
(graus Celsius)
Intervalo recomendado para a
umidade (em porcentagem)
18 a 29
20 a 60
4,4 a 28,8
10 a 95
30,0
10 a 89
31,1
10 a 83
32,2
10 a 78
33,3
10 a 73
34,4
10 a 69
35,6
10 a 65
36,7
10 a 61
37,8
10 a 58
38,9
10 a 54
40,0
10 a 51
41,1
10 a 48
42,2
10 a 45
43,3
10 a 43
44,4
10 a 40
45,6
10 a 38
46,7
10 a 36
47,8
10 a 34
48,9
10 a 32
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Requisitos do local
Especificações de EMI e RFI para o S8700 Media Server
Especificações de EMI e RFI para o S8700 Media
Server
País
Especificação
EUA
Partes 2 e 15 da FCC74 CFR
Limite Verificado Classe A
Canadá
Limite IC ICES-003 Classe A
Europa
Diretiva EMC, 89/336/EEC; EN55022, Limite Classe A,
Emissões Irradiadas e Conduzidas; EN55024, Norma de
Imunidade para Equipamento de Tecnologia da Informação;
Correntes Harmônicas EN61000-3-2; Flutuações de Tensão
EN61000-3-3
Austrália e Nova Zelândia
AS/NZS 3548
Limite Classe A
Japão
VCCI, Classe A ITE (CISPR 22, Limite Classe A);
IEC 1000-3-2; Correntes Harmônicas
Taiwan
BSMI
Classe A (CISPR 22)
Rússia
Aprovado pelo GOST
Internacional
CISPR-22
Limite Classe A
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
313
Requisitos do local
Especificações da fonte de energia para o S8700 Media Server
Especificações da fonte de energia para o S8700 Media
Server
Energia
Voltagem e Freqüência
CA
100 a 127 VCA
200 a 240 VCA
CC
200 Watts
+5 VCC
22 A (máximo)
+5 VCC (de reserva)
1,0 A (máximo)
+12 VCC
3,5 A (máximo)
+3,3 VCC
13,0 A (máximo)
–12 VCC
0,25 A (máximo)
BTU
As Unidades térmicas britânicas (BTUs) são o padrão para a medição da saída térmica de um dispositivo.
Uma BTU representa o aquecimento que elevará a temperatura de uma libra-peso de água de um grau
Fahrenheit. Em termos físicos, uma BTU é igual a 1054 joules. A máxima produção de BTUs do servidor
Intel SRTR1 é 988 BTUs. Este valor vale para um SRTR1 contendo os seguintes componentes:
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
Placa do servidor SRTR1
Placa do painel frontal
Placa de elevação da PCI
Um ventilador de 80 mm
Três ventiladores de 40 mm
Pentium III de 850 MHz com ventilador no dissipador de calor
Quatro módulos DIMM da Micron 32Mx72 (256Mb)
Unidade de disco rígido IDE
Unidade de CD-ROM Slimline
Unidade de disquete Slimline
Três cartões PCI
NOTA:
O número de BTUs é estimado com base na menor eficiência, ou seja, no pior caso para a
fonte de energia. Sob condições normais, a fonte de energia deve ter um desempenho
acima do nível de eficiência de 70%, que reduzirá a estimativa de BTUs.
314
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Requisitos do local
Certificação regulatória para um S8700 Media Server
Certificação regulatória para um S8700 Media Server
Aprovações e normas de segurança de
produtos
País
Resumo das aprovações e normas de segurança
EUA e Canadá
UL 1960, CSA 22.2, No. 950M95, 3a edição
Europa
Diretiva sobre Baixa Voltagem, 73/23/EEC
TUV/GS para EN60950 2a edição com emendas, A1 + A2 + A3 + A4 + A11
Internacional
Certificado de CB e Relatório para a IEC 60950, 2a edição, incluindo a
EMKO-TSE (74-SEC) 207/94 e outros derivados nacionais
Aprovações e padrões de compatibilidade
eletromagnética (EMC)
País
Aprovações e padrões de EMC
EUA
FCC 47 CFR Partes 2 e 15, Limite de Classe A Verificado
Canadá
Limite IC ICES-003 Classe A
Europa
Diretiva sobre a EMC, 89/336/EEC
EN55022, Limite Classe A, Emissões Irradiadas e Conduzidas
EN55024, Padrão de Imunidade para Equipamentos de Tecnologia da
Informação
EN61000-3-2 Correntes Harmônicas
EN61000-3-3 Flutuações de Tensão
Austrália e Nova
Zelândia
C-Tick; AS/NZS 3548, Limite Classe A
Japão
VCCI Classe A ITE (CISPR 22, Limite Classe A)
IEC 61000-3-2; Correntes Harmônicas
Taiwan
BSMI Classe A (CISPR 222)
Rússia
Aprovado pelo GOST
Internacional
CISPR 22, Limite Classe A
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
315
Requisitos do local
Montagem do rack de dados e carga no piso para o Gateway de Mídia de um S8700 Multi-Connect
Montagem do rack de dados e carga no piso para o
Gateway de Mídia de um S8700 Multi-Connect
Os componentes de hardware do S8700 Media Server com Multi-Connect são os S8700 Media Servers,
uma central Ethernet, um modem e as duas unidades UPS. Todos os componentes são instalados em um
rack de dados, aberto, de 19 polegadas.
Rack de 19 polegadas
O cliente fornece um rack de dados que é usado para guardar o equipamento, não necessariamente
especificado ou fornecido pela Avaya. A base do rack de dados é de 19 polegadas por 21 polegadas.
S8700 Media Server
Os dois S8700 Media Servers foram projetados para montagem em um rack de dados, aberto, de
19 polegadas. Os S8700 Media Servers pesam aproximadamente 25 libras.
Unidades UPS de 700VA ou 1500VA da Avaya
Para as configurações que requerem entre 28 e 410 minutos de alimentação de emergência com bateria,
pode-se usar a UPS de 700VA da Avaya. A 700VA está disponível nas seguintes voltagens:
• 700 VA 120-V para EUA e Canadá
• 700 VA 230-V Online para Uso Internacional
• 700 VA 100-V e 200-V para o Japão
As características físicas da 700VA da Avaya são:
•
•
•
•
Largura: 43,2 cm
Profundidade: 48,2 cm
Altura: 8,9 cm
Peso: 15 kg
Para as configurações que requerem entre 411 e 480 minutos de alimentação de emergência com bateria,
pode-se usar a UPS de 1500VA da Avaya. A unidade 1500VA está disponível nas seguintes voltagens:
• 1500VA 120 V para EUA e Canadá
• 1500 VA 230 V Online para Uso Internacional
• 1500 VA 100V e 200V para o Japão
As características físicas do 1500VA da Avaya são:
•
•
•
•
316
Largura: 43,2 cm
Profundidade: 60 cm
Altura: 8,9 cm
Peso: 22,5 kg
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Requisitos do local
Montagem do rack de dados e carga no piso para o Gateway de Mídia de um S8700 Multi-Connect
Centrais Ethernet da Avaya
A P133G2 e a P134G2 equipadas com PNC CCS:
• A altura, peso e comprimento da P133G2 e da P134G2 é: 2U (88 mm) x 482,6 mm x 350 mm
• O peso da P133G2 é 5,2 kg
• O peso da P134G2 é 6,0 kg
A P333T e a P334T equipadas com ATM-PNC:
• A altura, largura e comprimento da P333T e da P334T é:
2U (88 mm) x 482,6 mm x 450 mm
• O peso da P333T e da P334T é 7,5 kg
Gateways de Mídia
O piso da sala do equipamento deverá obedecer ao código comercial de carga no piso, equivalente a pelo
menos 242 kg por metro quadrado. As plantas baixas geralmente destinam algum espaço ao redor da
frente, extremidades e traseira dos gabinetes, para acesso da manutenção. Pode ser necessário um suporte
adicional ao piso da sala do equipamento se a carga no piso for maior que 242 kg por metro quadrado.
A tabela apresentada a seguir mostra o peso e a carga do piso dos Gateways de Mídia.
Gateway de Mídia
Peso
Carga no Piso
SCC1
56 kg
148,9 kg./m2
MCC1
90 – 363 kg
624,2 kg./m2
G700
7,5 kg
Rack de 19 polegadas montado – a carga do
piso depende da carga sobre o rack
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
317
Requisitos do local
Requisitos do local para o DEFINITY
Requisitos do local para o DEFINITY
Altitude, pressão atmosférica e pureza do ar
para o DEFINITY
Altitude e pressão atmosférica
Em altitudes acima de 1.525 m, o limite térmico máximo a curto prazo diminui em 1o Fahrenheit a cada
305 m de elevação acima dos 1.525 m. Por exemplo: ao nível do mar, o limite térmico máximo a curto
prazo corresponde a 49 oC. A 3.050 m de altitude, o limite térmico máximo a curto prazo corresponde
a 46 oC.
A faixa normal de pressão atmosférica para operação situa-se entre 9,4 e 15,2 psi (entre 648 e
1048 milibar).
Pureza do ar
Os CMC1, SCC1 e MCC1 Media Gateways contêm um filtro de ar para reduzir o fluxo de particulados
que fluem através do equipamento. Não instale os Gateways de Mídia em locais que possam estar
contaminados por excesso de poeira, resíduos têxteis, partículas de carbono, contaminantes de fibra de
papel ou metálicos. Por exemplo, não instale o gabinete próximo a equipamento de processamento de
papel como copiadoras e impressoras de alta velocidade, que introduzem poeira de papel e partículas de
impressão no ambiente. Evite gases corrosivos acima dos níveis apresentados na tabela a seguir.
Tabela 16: Concentrações aceitáveis de contaminantes atmosféricos
318
Contaminante
Concentração média máxima
Todos os materiais particulados
185 microgramas/metro cúbico
Nitrato
12 microgramas/metro cúbico
Total de hidrocarbonetos equivalentes ao metano
10 ppm (partes por milhão)
Dióxido de enxofre
0,20 ppm (partes por milhão)
Óxidos do nitrogênio
0,30 ppm (partes por milhão)
Total de oxidantes equivalentes ao ozônio
0,05 ppm (partes por milhão)
Sulfeto de hidrogênio
0,10 ppm (partes por milhão)
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Requisitos do local
Dimensões e espaços de acesso ao gabinete
Dimensões e espaços de acesso ao gabinete
As plantas baixas geralmente destinam algum espaço ao redor da frente, extremidades e traseira dos
gabinetes, para fins de manutenção. Os requisitos da área do piso variam de acordo com o tipo de
gabinete. A tabela apresentada a seguir mostra as dimensões e espaços de acesso para o SCC1 Media
Gateway e para o MCC1 Media Gateway.
Tabela 17: Dimensões e espaço de acesso para o MCC1 Media Gateway e para o SCC1
Media Gateway
Tipo de gabinete
Altura
Largura
Profundidade
Espaço de Acesso
97 cm entre o
gabinete e a parede
SCC1
Um gabinete
51 cm
69 cm
56 cm
Dois gabinetes
99 cm
69 cm
56 cm
Três gabinetes
1,5 m
69 cm
56 cm
Quatro gabinetes
2m
69 cm
56 cm
MCC11
1,8 m
81 cm
71 cm
Gerenciador da folga
de cabos2
18 cm
81 cm
97 cm
Gabinete de energia
CC3
51 cm
69 cm
56 cm
Traseira 97 cm
Frente 91 cm
97 cm na Traseira
e Frente
97 cm na Traseira
e Frente
Gabinete para bateria
grande
100 Amp
69 cm
140 cm
53 cm
200 Amp
107 cm
140 cm
53 cm
300 Amp
107 cm
140 cm
53 cm
400 Amp
145 cm
140 cm
53 cm
1 Esta fila inclui o gabinete auxiliar, gabinete global de energia CA e gabinete global de energia CC.
2 O gerenciador da folga de cabos é usado com o MCC1 Media Gateway e com o SCC1 Media Gateway.
3 O gabinete de energia CC requer uma área de piso de 8 pés quadrados. O gabinete de energia CC também requer
97 cm entre o gabinete e a parede.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
319
Requisitos do local
Requisitos de carga no piso
Requisitos de carga no piso
O piso da sala do equipamento deverá obedecer ao código comercial de carga no piso, equivalente a pelo
menos 242 kg por metro quadrado. As plantas baixas geralmente destinam algum espaço ao redor da
frente, extremidades e traseira (se necessário), para o acesso à manutenção dos Gateways de Mídia. Pode
ser necessário um suporte adicional ao piso da sala do equipamento se a carga no piso for maior que
242 kg por metro quadrado. Consulte a tabela apresentada a seguir para obter informações sobre o
Gateway de Mídia e sobre a bateria, em relação ao peso e à carga no piso.
Tipo
320
Peso
Carga no Piso
Comentários
2
SCC1 Media Gateway
56 kg
148,9 kg/m
MCC1 Media Gateway
90-363 kg
624,2 kg/m2
Bateria de 100 A
Máximo de 181 kg
871,2 kg/m2
Bateria de 200 A
Máximo de 370 kg
1587,5 kg/m2
Bateria de 300 A
Máximo de 671 kg
2303,8 kg/m2
Bateria de 400 A
Máximo de 717 kg
3025 kg/m2
Inclui o gabinete auxiliar,
gabinete global de energia CA e
gabinete global de energia CC
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Requisitos do local
Requisitos de energia
Requisitos de energia
Esta seção descreve os requisitos de fonte de energia dos gabinetes com fornecimento de energia CA
e CC.
Fonte de Energia CA Global MCC
A fonte de energia Global MCC (GMCC) deve ser usada nos sistemas internacionais e dos EUA.
A GMCC substitui a configuração existente do gabinete MCC de energia CA que é usada nos EUA e
reduz o número de unidades de energia e distribuição associadas à plataforma MCC1.
A GMCC aceita automaticamente energia de 200 a 240 VCA, 50 ou 60 Hz. A GMCC é compatível com
todos os requisitos de emissões e de segurança para as aplicações dos clientes no mundo todo. O sistema
de energia GMCC consiste em:
• Retificador NP850 que consiste em unidades de energia em nível de gabinete localizadas na
unidade de distribuição de energia, na parte inferior do MCC1
•
•
•
•
•
Fontes de energia 649A que são conversores CC/CC, fornecendo energia em nível de gabinete
Uma unidade de interface da bateria e de alarme
Conexões de bateria
Saídas de alarme
Um cabo de entrada do gabinete, NEMA 6-30P nos EUA
A arquitetura de energia da GMCC oferece reserva de energia de curto e de longo prazo. As baterias
internas à MCC1 fornecem reserva de energia de curto prazo. Os gabinetes da bateria externa fornecem
reserva de longo prazo. Em função de sua capacidade de reserva de longo prazo de energia, a GMCC
reduz significativamente ou até elimina a necessidade de UPS e de conjuntos de baterias CC para a
maioria das aplicações dos clientes.
Energia CA
Alimentadores de energia de uma fonte de energia dedicada que estão geralmente localizados
externamente se conectam a um centro de carga de CA. Estes alimentadores não fornecem energia a
outros equipamentos. O centro de carga de CA distribui a energia para as tomadas. Os cabos de energia
da unidade de distribuição de energia CA em cada MCC1 e os da fonte de energia CA em cada SCC1
conectam-se a uma tomada.
Fontes de energia de 60 Hz no DEFINITY R
Qualquer uma das seguintes fontes de energia pode fornecer energia de 60 Hz para a carga de CA nos
sistemas da versão 7 e posteriores. Consulte as figuras apresentadas a seguir para obter informações sobre
as fontes de energia de 120 a 240 VCA.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
321
Requisitos do local
Requisitos de energia
Figura 70: Fonte monofásica, 120 a 240 VCA e 60 Hz
Fase A
240
120
Neutro
Para o centro de
carga de CA da sala
de equipamento
Aterramento
120
Fase B
widf1phs LJK 072298
Figura 71: Fonte trifásica, 120 a 208 VCA e 60 Hz
Fase A
120
208
Neutro
208
120
120
Para o centro de
carga de CA da sala
de equipamento
Fase B
Aterramento
Fase C
widf3phs LJK 071597
Fontes de energia de 50 Hz no DEFINITY R
Qualquer uma das seguintes fontes de energia pode fornecer energia de 50 Hz para a carga de CA nos
sistemas da versão 7 e posteriores. Consulte a fonte de energia de 220 VCA nas figuras apresentadas a
seguir.
NOTA:
Quanto ao tipo de energia, consulte:
• Há uma indicação de MCC1 na porta traseira do gabinete
• Há uma indicação de SCC1 na tampa traseira do gabinete
• Há uma indicação de CMC1 na porta direita
322
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Requisitos do local
Requisitos de energia
Figura 72: Fonte internacional, trifásica, de 50-Hz e 220 a 380 VCA
Fase A
380 V
220 V
Fase B
220 V
Para o centro de
carga de CA da sala
de equipamento
380 V
380 V
Neutro
Aterramento
220 V
Fase C
widf4wir LJK 071497
Figura 73: Fonte Internacional Delta de 50 Hz e 220 ou 240 VCA
Fase A
220 V
220/240 V
Fase B
Para o centro
de carga de
CA da sala de
equipamento
220 V
Fase C
widf3wir LJK 071497
A tabela apresentada a seguir lista as fontes que podem fornecer energia a uma carga de CA em um
gabinete. Os fios da unidade conectam-se a uma tomada NEMA, ou equivalente. O cabo de energia CA
da entrada de energia de cada unidade é conectado a uma tomada.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
323
Requisitos do local
Requisitos de energia
Entre em contato com o representante local da Avaya para solicitar esta informação.
Tabela 18: Fontes de Energia CA do Gabinete
Estilo do gabinete e
unidade de distribuição
de energia
Fontes de energia
Tomadas da entrada de energia
Fonte de energia CA CMC
(Unidade de energia 650A)
120 VCA monofásico com fio
neutro
NEMA 5-15R de 120 VCA e 60 Hz
240 VCA monofásico com fio
neutro
IEC 320 de 240 VCA e 50 Hz
120 VCA monofásico com fio
neutro
NEMA 5-50R de 120 VCA e 60 Hz
Distribuição de energia CA
MCC1
Monofásico de 240 VCA,
com fio neutro ou única fase
de trifásica e 208 VCA, com
fio neutro
Observação: As configurações
instaladas no Japão usam tomadas
próprias àquele país, para 100 e
200 VCA, 50/60 Hz
ou
NEMA de 208/240 VCA e 60 Hz
Distribuição de energia CA
MCC1
Monofásica de 176-264 VCA
NEMA L6-30R de 200-240 Volts e
50-60 Hz. As configurações que
estão instaladas fora dos EUA
requerem uma tomada apropriada ao
país de instalação.
Fonte de energia CA SCC1
(Unidade de energia 1217A)
120 VCA monofásico com fio
neutro
NEMA 5-20R ou 5-15R de
120 VCA e 60 Hz
220 VCA monofásico ou
240 VCA monofásico
220 VCA a 240 VCA na tomada
própria ao país
Energia CC
Os gabinetes de energia CC que contêm uma unidade de distribuição de energia J58890CF requerem uma
fonte de –42,5 a –56 VCC a até 75 A.
324
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Requisitos do local
Requisitos de energia
Capacidades dos disjuntores para
gabinetes CA e CC
As tabelas apresentadas a seguir listam as capacidades dos disjuntores para todos os gabinetes
alimentados por CA ou CC.
Tabela 19: Disjuntores para Gabinetes de Energia CA
Gabinete
Capacidade do Disjuntor (A)
CMC1 (120 VCA) 60 Hz
15
CMC1 (240 VCA) 50 Hz
10
MCC1 (120 VCA) 60 Hz
50
MCC1 (208 VCA) 60 Hz
30
MCC1 (240 VCA) 60 Hz
30
MCC1 (200 a 240 VCA) 50 a 60 Hz
30
SCC1 (120 VCA)
15 ou 20
Gabinete auxiliar (120 VCA)
20
Tabela 20: Disjuntores para Gabinetes de Energia CC
Gabinete (–48 VCC)
Capacidade do Disjuntor (A)
MCC1
75
SCC1
25
Auxiliar
20
Sistema de energia MCC1
O sistema de energia MCC1 consiste em uma unidade de distribuição de energia CA ou CC na parte
inferior de cada gabinete, além de cabos para a distribuição das voltagens de saída para as placas da
unidade de energia nos compartimentos. Esses sistemas de energia também consistem em placas do
conversor de energia nos compartimentos. Essas placas fornecem energia CC aos slots das placas.
As tabelas apresentadas a seguir listam as voltagens de entrada e de saída das placas das unidades de
energia nos compartimentos dos MCC1s.
Tabela 21: Unidades de energia no MCC1: Entradas
Modelo
Entradas
120 VCA
144 VCC
–48 VCC
CA 631DA1
Sim
Sim
Não
CA 631DB1
Sim
Sim
Não
CC 644A
Não
Não
Sim
CC 645B
Não
Não
Sim
CC 649A
Não
Não
Sim
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
325
Requisitos do local
Requisitos de energia
Tabela 22: Unidades de energia no MCC1: Saídas
Modelo
Saídas
+5 VCC
60 A
–5 VCC
6A
–48 VCC
8A
CA 631DA1
Sim
Não
Não
CA 631DB1
Não
Sim
Sim
CC 644A
Sim
Não
Não
CC 645B
Não
Sim
Sim
CC 649A
Sim
Sim
10 A
Distribuição de Energia CA
Uma unidade de distribuição de energia CA típica para um MCC1 contém:
•
•
•
•
Disjuntores
Gerador de toque de chamada
Baterias opcionais
Recarregador opcional de bateria
Os cabos da distribuição de energia transportam 120 VCA durante a operação normal e 144 VCC a partir
de baterias opcionais, se ocorrer uma falha de energia CA. Um outro cabo conecta 120 VCA ao
recarregador de bateria.
A figura apresentada a seguir mostra uma unidade de distribuição de energia CA e o recarregador de
bateria (J58890CE-2 Lista 15 ou posterior). A unidade de distribuição de energia CA e o recarregador de
bateria estão situados na parte inferior de alguns MCC1s.
Figura 74: Vista Frontal da Unidade de Distribuição de Energia CA (J58890CE-2)
326
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Requisitos do local
Requisitos de energia
A unidade de distribuição de energia CA contém os seguintes componentes adicionais, que não são
mostrados na figura:
•
•
•
•
•
•
Filtro de Interferência eletromagnética ( EMI )
Fusível de entrada de energia CA
Cinco disjuntores (um para cada compartimento)
Fusíveis de 20 A
Um conector de sinais
Energia de –48 VCC para o ventiladorVCC
O recarregador opcional de bateria está situado na parte inferior de alguns MCC1s.
Figura 75: Vista Frontal do Recarregador de Bateria (Parte Opcional de J58890CE-2)
O recarregador de bateria somente é usado na ausência de uma Unidade ininterrupta de energia (UPS).
Este recarregador contém:
• Três baterias de 48 VCC com energia de reserva para o gabinete
• Um relé de energia CC para conectar as baterias ao circuito de energia, se for detectado um corte
da energia principal
Disjuntor
O disjuntor protege a energia CA de entrada no gabinete e serve como a principal central de desconexão
da entrada de CA. O disjuntor possui dois pólos para 120 VCA ou três pólos para 208/240 VCA. Se
houver um problema, o disjuntor será aberto automaticamente, desativando a entrada de energia CA.
Baterias de 48 VCC
As três baterias de 48 VCC conectadas em série produzem uma corrente nominal de 144 VCC, com
fusível de 20 A. O recarregador de bateria recarrega estas baterias paulatinamente.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
327
Requisitos do local
Requisitos de energia
Recarregador de bateria
Quando o fornecimento de energia CA for restaurado após uma falta de energia, o recarregador de bateria
converterá a entrada de 120 VCA em voltagem CC, que recarregará as baterias. As baterias em geral são
recarregadas em até 24 horas.
Relé de energia CC
O relé de energia CC desconecta a bateria de um sistema que estiver usando a energia CA. O relé também
desconecta as baterias se houver um corte de energia superior a:
• 10 minutos em um sistema de confiabilidade padrão
• 5 minutos nos sistemas de confiabilidade crítica e alta
• 10 minutos em uma Rede de portas de expansão (EPN).
Este mecanismo protege as baterias de descarregamento excessivo.
Filtros EMI
Os filtros de Interferência eletromagnética (EMI) suprimem a voltagem de ruído na linha de entrada CA
para o gabinete MCC1.
Gerador de toque de chamada
O gerador de toque de chamada converte a entrada de –48 VCC em uma corrente de toque de chamada de
67 a 100 VCA e 20 ou 25 Hz. As placas de linhas analógicas usam esta saída de voltagem CA para dar o
toque para telefones. As saídas de CA são direcionadas do gerador de toque para os compartimentos de
porta, compartimentos de controle de expansão e compartimentos de controle.
Fusíveis
Os fusíveis de 20 A protegem a energia em cada cabo que parte da unidade de distribuição de energia CA
para os conversores de energia nos compartimentos.
A figura apresentada a seguir mostra a distribuição de energia CA em alguns MCC1s. Os cabos de
distribuição de energia CC situam-se em ambos os lados do gabinete. Estes cabos fornecem energia a
ambos os compartimentos. O recarregador de bateria opcional situa-se no lado direito da unidade de
distribuição de energia.
Figura 76: Distribuição de energia CA em gabinetes MCC1
328
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Requisitos do local
Requisitos de energia
Energia de reserva
Se houver corte na energia CA, três baterias de 48 VCC alimentam o sistema durante:
•
•
•
•
•
10 segundos em um gabinete PPN
15 segundos em um gabinete EPN
10 minutos no compartimento de controle em um sistema de confiabilidade padrão
5 minutos no compartimento de controle nos sistemas de confiabilidade alta e crítica
10 minutos no compartimento de controle de expansão na posição A de um gabinete EPN apenas
para uma configuração DEFINITY R
UPS
Uma Unidade ininterrupta de energia (UPS) externa fornece um tempo de reserva de energia mais longo
do que as baterias tradicionais, que têm alimentação de emergência que varia de menos de 10 minutos até
8 horas. A UPS pode substituir as baterias e o recarregador de bateria. A UPS é conectada da fonte de
energia CA a um cabo de energia CA no gabinete. Se houver um corte de energia CA, a UPS fornecerá a
sua própria energia CA para o gabinete.
Unidade de Distribuição de Energia CA
(J58890CH-1)
A figura apresentada a seguir mostra uma unidade de distribuição de energia CA usada em alguns
gabinetes MCC1. A unidade de distribuição de energia CA situa-se na parte inferior de um gabinete
MCC1.
Figura 77: Vista frontal da unidade de distribuição de energia CA (J58890CH-1)
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
329
Requisitos do local
Requisitos de energia
Energia de reserva
Há dois tipos de conjuntos de baterias usados para a reserva de energia: pequenos e grandes. As baterias
pequenas estão normalmente localizadas no centro da parte traseira de um MCC1 Gateway. As baterias
grandes estão normalmente localizadas dentro do gabinete de baterias.
Pequenas baterias
As baterias pequenas são baterias de 8 AH (A-hora) com fusível para proteção contra curto-circuitos e
são recarregadas pela unidade de distribuição de energia J58890CH-1. As baterias também contêm um
sensor térmico que altera a voltagem de carga, dependendo da temperatura da bateria. Veja um exemplo
das baterias pequenas na figura apresentada a seguir.
As baterias pequenas fornecem alimentação de emergência por períodos curtos. Se houver corte na
energia CA, as baterias de 48 VCC alimentam o sistema durante:
•
•
•
•
•
10 segundos em um gabinete PPN
15 segundos em um gabinete EPN
10 minutos no compartimento de controle em um sistema de confiabilidade padrão
5 minutos no compartimento de controle nos sistemas de confiabilidade alta e crítica
10 minutos no compartimento de controle de expansão na posição A de um gabinete EPN apenas
para uma configuração DEFINITY R
Figura 78: Conjunto pequeno de baterias
Conector da bateria
psdfbatw RPY 061797
Baterias grandes
As baterias grandes fornecem alimentação de emergência por períodos entre duas e oito horas,
dependendo do número de baterias. Para usar alimentação de emergência com baterias grandes, é
necessário ter um gabinete de bateria por sistema. O gabinete de baterias de 24 células deve apresentar
uma tensão de flutuação de 54,2 VCC. O gabinete de baterias de 23 células deve apresentar uma tensão
330
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Requisitos do local
Requisitos de energia
de flutuação de 51,75 VCC. As baterias são protegidas por um disjuntor e recarregadas pela unidade de
distribuição de energia J58890CH-1.
As baterias também contêm um sensor térmico que altera a voltagem de carga, dependendo da
temperatura das baterias. A tabela a seguir mostra a alimentação de emergência com bateria e os tempos
de recarga de uma carga típica de 2500 Watts.
Tabela 23: Períodos de alimentação de emergência e de recarga de baterias
Gabinete da bateria (A)
Período de alimentação de
emergência (horas)
Período de recarga (horas)
100
2
7
200
4
13
300
6
20
400
8
26
A figura a seguir mostra um gabinete típico para bateria grande (200 A).
Figura 79: Gabinetes típicos de baterias grandes
Gabinetes com
bateria grande
Disjuntor
psdflbc1 RPY 053097
Distribuição de Energia CC
O sistema típico de distribuição CC possui um conversor de energia CC e cabos para fornecer a energia
para as placas do sistema. Os gabinetes alimentados com CC requerem entre –42,5 e –56 VCC.
Unidade de Distribuição de Energia CC
(J58890CF-2)
A figura apresentada a seguir mostra uma unidade de distribuição de energia usada em alguns gabinetes
MCC1 energizados por CC. A unidade de energia CC está situada na parte inferior do gabinete MCC1 e
contém o gerador de toque de chamada, os disjuntores de 20 A, os blocos de terminais e a energia para o
ventilador do sistema.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
331
Requisitos do local
Requisitos de energia
Figura 80: Vista frontal da unidade de distribuição de energia CC (J58890CF-2)
Isolamento do aterramento
Cada dispositivo periférico que se conecta a um sistema através da interface assíncrona RS-232 da EIA
(Associação das Indústrias Eletrônicas) requer uma Interface de Isolamento 105C, 105D ou 116A.
A interface isola o aterramento entre o sistema e os adjuntos externos.
A interface de isolamento situa-se atrás de um compartimento de controle de uma PPN ou de um
compartimento de controle de expansão de uma EPN. A interface de isolamento está instalada na
interface RS-232 entre o equipamento periférico e o conector da interface.
A figura a seguir mostra a distribuição de energia em alguns MCC1s com bateria de alimentação de
emergência de período curto, de tamanho pequeno. Nos sistemas DEFINITY R, os cabos de distribuição
de energia estão à direita do gabinete, porque é ali que a placa do conversor de energia CC 649A está
localizada. Os compartimentos de Nó de comutação (SN) requerem dois conversores de energia CC
649A e dois cabos.
332
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Requisitos do local
Requisitos de energia
Figura 81: Distribuição de energia no MCC1
Compartimento
de portas
Compartimento
de portas ou
compartimento
de controle
Placa do
conversor de
energia CC 649A
Unidade de
ventilação
Bateria pequena
(dentro do gabinete)
Placa do conversor
de energia CC 649A
Compartimento
de controle
Compartimento de
portas ou do nó de
comutação
Compartimento de
portas ou do nó de
comutação
Unidade de
distribuição
de energia
lcdfpdu1 LJK 071497
A figura a seguir mostra a distribuição de energia CC em alguns MCC1s com baterias grandes ou reserva
prolongada de baterias. Nas configurações do DEFINITY R, os cabos de distribuição de energia estão à
direita do gabinete, somente porque é ali que a placa do conversor de energia CC 649A está localizada.
Os compartimentos de Nó de comutação (SN) requerem dois conversores de energia CC 649 e dois
cabos.
Figura 82: Distribuição de energia CC nos MCC1s
Placa do conversor
de energia CC 649A
Gabinetes de
baterias grandes
Compartimento
de controle
Disjuntor
Placa do conversor
de energia CC 649A
Unidade de
distribuição
de energia
Compartimento do
nó de comutação
lcdfpdu2 LJK 110797
Conversor de Energia CC (649A)
O conversor de energia 649A converte –48 VCC da unidade de distribuição de energia em saídas de
–48 VCC a 10 A, +5 VCC a 60 A e –5 VCC a 6 A. Estas saídas distribuem energia para slots de placas
nos compartimentos.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
333
Requisitos do local
Requisitos de energia
Aterramento de Energia CA e CC
Aterramentos aprovados
Um aterramento aprovado é o meio aceitável mais próximo para aterramento do protetor da entrada do
edifício ou da blindagem do cabo de entrada, ou ainda um único ponto de aterramento do sistema.
Se houver disponibilidade de mais de um tipo de aterramento aprovado nas instalações, interligue todos
os fios-terra. Siga as instruções contidas na Seção 250-81 do Código Nacional Norte-Americano de
Eletricidade ou no código de eletricidade do país onde for instalado o equipamento.
Aterramentos protetores
Os aterramentos aceitáveis incluem o seguinte:
• Aço de aterramento do edifício – A armação de metal do edifício onde é aterrado por uma das
seguintes estruturas: cano metálico de água aceitável, aterramento revestido de concreto ou um
anel de aterramento.
• Cano de água aceitável – Um cano de água subterrâneo com pelo menos 1,3 cm de diâmetro, em
contato direto com a terra por pelo menos 3 m. O cano deverá ser eletricamente contínuo até o
ponto onde o fio de aterramento protetor esteja conectado. O cano também pode ser ou se tornar
eletricamente contínuo através do acoplamento em torno de juntas isoladas, cano plástico ou
medidores plásticos de água.
• Aterramento revestido de concreto – Um eletrodo revestido pelo menos em 5 cm de concreto e
localizado dentro e perto do fundo de uma fundação de concreto ou de uma base em contato direto
com a terra. O eletrodo deve ter pelo menos 6 metros de comprimento e ser composto por uma ou
mais barras ou hastes de aço de reforço de 1,3 cm de diâmetro, ou pelo menos de 6 metros de fio
de cobre 4 AWG (26 mm2) maciço e sem revestimento.
• Anel de aterramento – Um aterramento enterrado que envolve um edifício ou estrutura a uma
profundidade de pelo menos 0,8 metro abaixo da superfície do solo. O anel de aterramento deve
ser composto de pelo menos 6 metros de fio de cobre 2 AWG (35 mm2) sem revestimento.
Se estes aterramentos não estiverem disponíveis, o aterramento do cano de água pode ser suplementado
por um dos seguintes tipos de aterramentos:
• Outros sistemas ou estruturas subterrâneos locais de metal – Estruturas subterrâneas locais, tais
como tanques e sistemas de canos
• Eletrodo de haste e cano – Um eletrodo de 1,6 cm (haste maciça) ou 1,9 cm (duto ou cano)
enterrado a uma profundidade mínima de 2,5 metros
• Eletrodos de placa – Devem ter um mínimo de 0,18 metros quadrados de superfície metálica
exposta ao solo exterior
Um cano metálico de água subterrâneo deve ser suplementado pela estrutura de metal do edifício, um
aterramento revestido de concreto ou um anel de aterramento.
334
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Requisitos do local
Requisitos de energia
Aterramentos aprovados do piso
! ADVERTÊNCIA:
Se o aterramento aprovado ou o aterramento aprovado do piso puderem ser acessados apenas
dentro de uma sala de equipamentos de energia dedicada, as conexões com estes aterramentos
deverão ser efetuadas por um eletricista licenciado.
Aterramentos aprovados dos pisos são aqueles aterramentos em cada piso de um edifício de vários
andares que são apropriados para conexão ao terminal de aterramento no armário de elevação e ao
terminal de aterramento de ponto único do equipamento do gabinete. Os aterramentos aprovados dos
pisos podem incluir os seguintes:
• Aço do edifício
• O condutor de aterramento para o lado secundário do transformador de energia que alimenta o
piso
• Canos metálicos de água
• Duto metálico de energização que fornece as placas de painéis no piso
• Um ponto no projeto do edifício que é especificamente designado para o aterramento
NOTA:
Assegure-se de conectar eletricamente todos os aterramentos protetores para que formem
um único sistema de eletrodo de aterramento.
Condutor de conexão acoplada
Quando usar um aterramento envolvendo um Condutor de conexão acoplada (CBC) em um gabinete de
energia CA, é necessário manter um espaçamento mínimo de 0,3 m entre o CBC e os outros fios de
energia e aterramento.
Em sistemas de energia CA, localize o bloco do terminal de aterramento do sistema na carga de CA ou no
gabinete protetor de CA.
Sistemas de energia SCC1
Cada SCC1 dispõe de uma fonte de energia CA ou energia CC que distribui energia CC e corrente CA de
toque de chamada aos slots de placas do gabinete.
Unidade de Energia CA (1217A)
Em um gabinete de energia CA, uma única fonte de energia CA de encaixar e com múltiplas saídas está
situada no slot da fonte de energia. Um cabo de energia com um plugue de três pinos em uma das
extremidades e um conector de aparelhos na outra extremidade conecta a unidade de energia a uma fonte
de energia CA dedicada.
A fonte de energia 1217A é uma unidade de energia global para os SCC1s. A fonte de energia 1217A
conta com uma larga faixa de operação da voltagem de entrada, de 90 a 264 VCA, e uma fonte de energia
com entrada automática de 50 ou 60 Hz e múltiplas saídas, que fornece a saída regulada de energia CC.
A 1217A também possui um toque de chamada CA de 20 ou 25 Hz selecionável.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
335
Requisitos do local
Requisitos de energia
A fonte de energia 1217A usa uma das seguintes entradas, dependendo da versão:
• 120 VCA, 60 Hz, 15 a 20 A; três fios no cabo de energia: um fio do tipo hot, um fio neutro e um
fio terra
• 220 VCA ou 240 VCA, 50 Hz, 10A; três fios no cabo de energia: um fio do tipo hot, um fio
neutro e um fio terra
A unidade de energia CA produz as seguintes saídas CC: +5 VCC, –5 VCC, –48 VCC, +12 VCC e uma
voltagem de recarga de baterias. As saídas CC distribuem energia no painel traseiro do gabinete, para os
slots de placas. Além do mais, a capacidade de corrente da saída de –48 VCC aumentou de 6,85 A para
8,25 A. Foi adicionado um requisito de influxo de carga de 50 A à saída de –48 VCC.
Um circuito de alimentação de emergência na unidade de energia permite que o sistema funcione
normalmente durante os cortes de energia CA. Se a entrada de energia CA sofrer um corte, as baterias de
reserva fornecerão energia por dois minutos às placas de memória e do processador, assim como aos
ventiladores. Todas as placas de porta permanecerão inativas durante este período. A unidade de energia
contém um recarregador de bateria para recarregar as baterias de reserva.
Unidade de Energia CC (676C)
Em um SCC de energia CC, os slots de energia contêm uma única fonte de energia CC de encaixar e com
múltiplas saídas.
A unidade de energia CC 676C possui uma larga faixa de operação da voltagem de entrada, de –42 a
–60 VCC, e até 22 A. A unidade de energia 676B produz as seguintes saídas: +5,1 VCC de 0 a 55 A,
–5,1 VCC de 0 a 5,5A, +12 VCC de 0 a 2 A (pico de até 2,8 A por 350 ms), –48 VCC de 0 a 8,25 A.
As saídas distribuem energia no painel traseiro do gabinete para os slots das placas. A freqüência e o
valor da saída da corrente CA de toque de chamada dependerão do país de uso. A unidade de energia
possui disjuntores e filtragem EMI.
Unidade de Distribuição de Energia CC
(J58890CG)
A J58890CG é utilizada com SCC1s. Os conectores individuais de saída CC podem alimentar até quatro
SCC1s. Cada conector de saída é dotado de fusível de 25 A. Os fusíveis estão dentro da unidade CC de
distribuição de energia. A entrada para a unidade de distribuição de energia CC origina-se no gabinete de
energia CC.
A unidade de distribuição de energia CC J58890CG é necessária quando a distância entre o gabinete de
energia CC e a pilha de gabinetes for maior que nove metros.
Gabinete Aperfeiçoado Retificador de Energia
CC (J58890R)
O gabinete aperfeiçoado retificador de energia CC J58890R é usado com os SCC1s. Cada conjunto
retificador no gabinete retificador CC pode fornecer até 50 A de corrente CC. Você pode instalar um
mínimo de dois retificadores em cada gabinete CC, a fim de fornecer um total de 100 A. Um terceiro
conjunto retificador é usado apenas como reserva.
Cada SCC1 pode demandar até 15 A. Até três gabinetes de energização CC podem ser empilhados, a fim
de fornecer energia para as pilhas de gabinetes de compartimento único.
336
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Requisitos do local
Requisitos de energia
Cada conector de saída é dotado de fusível de 25 A. Os fusíveis estão situados no interior de cada
conjunto retificador de energia CC.
NOTA:
A Unidade de distribuição de energia CC J58890CG é necessária se a distância entre o
gabinete de energia CC e a pilha de gabinetes for maior que nove metros.
Unidade de Energia CA CMC1 (650A)
No CMC1, um cabo de energia, com um plugue de três pinos em uma das extremidades e um conector de
aparelhos na outra extremidade, conecta a unidade de energia a uma fonte de energia CA dedicada.
A unidade de energia é um conversor global de CA/CC corrigido pelo fator de potência que oferece
múltiplas saídas CC e saídas CA de toque de chamada. Ela é automática no intervalo entre 85 e 264 VCA,
47 a 63 Hz, a 330 Watts, 4,5 A (100 a 120 VCA) ou 2,3 A (200 a 240 VCA) a 500 VA.
As entradas da fonte de energia podem ser:
• 120 VCA, 50 a 60 Hz, 6 A; três fios no cabo de energia: um fio do tipo hot, um fio neutro e um fio
terra
• 220 ou 240 VCA, 50 a 60 Hz, 3 A; três fios no cabo de energia: um fio do tipo hot, um fio neutro
e um fio terra
A unidade de energia CA produz as seguintes saídas: +5 VCC, –5 VCC e –48 VCC. As saídas distribuem
energia no painel traseiro do gabinete para os slots de placas. A freqüência e o valor da saída da corrente
CA de toque de chamada dependerão do país de uso. A 650A também fornece energia para os indicadores
luminosos de neon de mensagens em espera (150 VCC). A unidade de energia possui filtragem EMI.
UPS CMC1
A Unidade ininterrupta de energia (UPS) protege todos os gabinetes conectados contra picos de energia.
• Conecte a UPS a uma tomada elétrica que possa lidar com as exigências de energia de todos os
gabinetes. Para calcular o número de ampères solicitados, utilize as seguintes fórmulas.
• a. Para 100 a 200 VCAVCA, multiplique 3,5 A pelo número de gabinetes.
• b. Para 200 a 240 VCA, multiplique 1,8 A pelo número de gabinetes.
• O Gabinete A (compartimento de controle) está sempre conectado a uma tomada elétrica não
comutada ou sempre ligada na UPS.
Ventiladores de resfriamento do gabinete
Unidade de ventilação do CMC1
Dois ventiladores de velocidade variável estão situados na parte inferior do gabinete. Os ventiladores
recebem +8 a +14 VCC da unidade de energia. Um filtro de ar, que pode ser removido, limpo ou
substituído, está localizado acima dos ventiladores. A partir do exterior, o ar flui pela parte inferior do
gabinete, em volta das placas e para fora, através do alto do gabinete.
Se a temperatura do gabinete atingir 70 oC, o sensor de temperatura na unidade de energia desligará o
sistema, ativando a transferência de emergência.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
337
Requisitos do local
Requisitos de energia
Ventiladores do MCC1
Uma unidade de ventilação, que consiste em seis ventiladores, está instalada próxima ao centro do
gabinete. Os três ventiladores da frente forçam o ar para cima, enquanto que os três ventiladores de
trás forçam o ar para baixo. É fornecido um filtro removível de ar acima e abaixo de cada unidade de
ventilação. Quatro sensores monitoram a temperatura do gabinete: três sensores estão situados dentro do
alto do gabinete e um sensor está situado dentro da parte inferior do gabinete. Um dos sensores superiores
afeta a velocidade dos ventiladores frontais, enquanto que o sensor inferior afeta a velocidade dos
ventiladores traseiros. Um controle de velocidade e circuito de alarme térmico em cada ventilador
monitora os sensores. Quando um sensor indicar uma alteração na temperatura do gabinete, o circuito em
um ventilador alterará sua velocidade.
Um cabo de energia da unidade de distribuição de energia conecta –48 VCC a cada ventilador, +5 VCC
ao controle de velocidade e circuito de alarme térmico em cada ventilador e os sinais do sensor de
temperatura ao respectivo circuito de cada ventilador. Um par de fios é direcionado a cada circuito de
ventilador. Os sinais de alarme também são direcionados ao respectivo circuito de cada ventilador.
Se a velocidade de qualquer ventilador diminuir aquém do mínimo, um alarme secundário será enviado
para a placa do processador no gabinete PPN e para a placa de manutenção em um gabinete EPN.
Ocorrerá um alarme secundário se um ventilador parar devido à perda de –48 VCC. Um dos sensores
térmicos do alto do gabinete envia um alarme se a temperatura de exaustão atingir 65 oC.
Um outro sensor do alto do gabinete detecta temperaturas de exaustão superiores a 70 oC. Se a
temperatura atingir 70 oC, o sistema será desligado e a Transferência de Emergência será ativada.
Unidade de ventilação do SCC1
Quatro ventiladores de velocidade constante no alto da parte traseira do gabinete recebem –48 VCC do
painel traseiro. Um filtro de ar está localizado abaixo da unidade de ventilação. O ar flui para baixo
através do filtro e sobre as placas. O filtro é removível, e pode ser limpo ou substituído quando
necessário.
Se a temperatura do gabinete atingir 70 oC, o sensor de temperatura na unidade de energia desligará o
sistema, ativando a Transferência de Emergência.
Proteção do sistema
As proteções foram estabelecidas para manter a central ativa e on-line. São fornecidos os seguintes quatro
tipos de proteção do sistema:
•
•
•
•
Sobretensão
Corrente de fuga
Contra relâmpagos
Contra terremotos
Proteção contra voltagens e correntes
perigosas
Exige-se a proteção contra voltagens e correntes perigosas para todos os troncos, linhas e instalações de
terminais que ocorrerem fora do edifício. Exige-se tanto a proteção contra sobretensão de relâmpago,
indução de energia e assim por diante, quanto a proteção contra correntes de fuga.
338
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Requisitos do local
Requisitos de energia
Proteção contra a sobretensão
Os seguintes dispositivos protegem o sistema contra a sobretensão:
• Os troncos analógicos usam o Protetor contra Correntes de Fuga 507B. Normalmente, a proteção
contra sobretensão é fornecida pela companhia telefônica local.
• Os terminais DCP de voz analógica e dois fios podem usar um dos seguintes tipos de proteção
combinada contra a sobretensão e correntes de fuga ou equivalentes:
• Bloco de carbono com bobinas térmicas, código UL 4B1C
• Tubo de gás com bobinas térmicas, código UL 4B1E-W
• Estado sólido com bobinas térmicas, código UL 4C1S
• Os terminais DCP e RDSI-BRI usam o estado sólido 4C3S-75 com protetor de bobina térmica, ou
equivalente.
• Os circuitos DS1/E1/T1 requerem isolamento das instalações expostas. Uma CSU (T1), LIU (E1)
ou outro tipo de equipamento fornece este isolamento.
Proteção contra correntes de fuga
A proteção contra correntes de fuga usa fusíveis para proteger a instalação elétrica de edifícios entre a
interface da rede e os circuitos de troncos, quando expostos a energia externa. Os fusíveis também
protegem as placas.
Todos os troncos de entrada e os troncos de saída, assim como as linhas de ramais externos, passam pelos
fusíveis de fuga. Painéis de fusíveis de fuga 507B. Esses painéis são instalados no lado do sistema da
interface da rede.
É necessário que os protetores contra correntes de fuga sejam listados por UL ou certificados pela CSA
ou que obedeçam aos padrões locais de segurança. É necessário que os protetores contra correntes de
fuga possuam uma taxa de corrente máxima de 350 mA e uma taxa de voltagem mínima de 600 V, ou o
que for exigido pelos regulamentos locais.
Proteção contra relâmpagos
Um Condutor de conexão acoplada (CBC) no cabeamento de aterramento do gabinete protege o sistema
contra relâmpagos. O CBC está disposto adjacentemente aos fios de um cabo, provocando um
acoplamento mútuo com estes fios. O acoplamento mútuo reduz a diferença de voltagem entre o
aterramento e a central.
Certifique-se de que o CBC esteja conectado ao cabo de telecomunicações que está conectado
firmemente a um aterramento aprovado. Em edifícios com vários andares, certifique-se de conectar o
CBC a um aterramento aprovado em cada andar.
O CBC pode ser um fio terra 10 AWG de 5,3 mm2/2,6 mm, um revestimento contínuo envolvendo os
fios dentro de um cabo ou seis pares não usados de fio dentro de um cabo, retrançados e soldados. O CBC
conecta-se a partir da barra de aterramento de ponto único, em um gabinete de energia CA, e a partir da
barra de aterramento, em um gabinete de energia CC, com a barra do terminal no campo de conexão
cruzada.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
339
Requisitos do local
Requisitos de energia
Quando houver um gabinete auxiliar, um fio 6 AWG de 13,3 mm2/4,1 mm conecta o bloco de aterramento
de ponto único do gabinete do sistema ao bloco de aterramento do gabinete auxiliar. O fio de aterramento
passa o mais próximo possível dos cabos que conectam o gabinete do sistema ao gabinete auxiliar.
Se o equipamento no gabinete auxiliar não estiver presente, conecte a fonte de energia deste a uma das
duas saídas de conveniência situadas na parte traseira do MCC1, a fim de preservar a integridade do
aterramento. As saídas de conveniência são dotadas de fusível de 5 A. Um terminal dedicado de
manutenção é conectado à outra saída de conveniência.
Proteção contra terremotos
Como medida de reforço para a proteção contra terremotos ou desastres, os gabinetes são aparafusados ao
piso. Outras áreas podem necessitar de um reforço adicional. Contate o representante local da Avaya para
informar-se sobre os requisitos para a proteção contra terremotos no local de instalação do sistema.
340
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Requisitos do local
Temperatura e umidade para o DEFINITY
Temperatura e umidade para o DEFINITY
Instale o equipamento DEFINITY em uma área bem ventilada. O desempenho máximo do equipamento
ocorre a uma temperatura ambiente entre 4o e 49o Celsius para o funcionamento a curto prazo (menos de
72 horas consecutivas ou 15 dias ao ano) e até 43o Celsius para o funcionamento contínuo.
A faixa de umidade relativa situa-se entre 10% e 95% a até 29o Celsius. Acima dos 29 graus Celsius, a
umidade relativa máxima diminui de 95% para 32% a 49o Celsius. As instalações feitas fora destes
limites poderão reduzir a vida útil do sistema ou impedir o seu funcionamento. As faixas recomendadas
de temperatura e umidade situam-se entre 18o Celsius e 29o Celsius, entre 20% e 60% de umidade
relativa.
A tabela a seguir correlaciona a temperatura ambiente à umidade relativa permissível.
Tabela 24: Temperatura e umidade relativa
Temperatura ambiente recomendada
(graus Celsius)
Umidade relativa recomendada (%)
4,4 a 28,8
10 a 95
30,0
10 a 89
31,1
10 a 83
32,2
10 a 78
33,3
10 a 73
34,4
10 a 69
35,6
10 a 65
36,7
10 a 61
37,8
10 a 58
38,9
10 a 54
40,0
10 a 51
41,1
10 a 48
42,2
10 a 45
43,3
10 a 43
44,4
10 a 40
45,6
10 a 38
46,7
10 a 36
47,8
10 a 34
48,9
10 a 32
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
341
Requisitos do local
Temperatura e umidade para o DEFINITY
342
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Configurações do cliente
Pequenas empresas
Configurações do cliente
Pequenas empresas
Figura 83: Solução para pequenas empresas utilizando o Avaya S8300 Media Server no
G700 Media Gateway
5
1
V1
T1/E1
4
2
6
3
RTPC
LAN
7
cydcsmos LJK 032302
Notas da figura
No
Descrição
1
Esta figura mostra um G700 Media Gateway com um S8300 Media Server instalado
no slot do canto superior direito. Esta configuração apresenta o T1/E1, DCP e os
Módulos de Mídia analógicos.
2
Central Ethernet: pode ser fornecida pelo cliente ou pela Avaya™. Este dispositivo
permite a multiplicação de portas, pois tem mais de um segmento de rede.
3
UPS: A Avaya™ sugere que seja disponibilizada uma UPS para permitir um shutdown
adequado do servidor durante uma falta de energia.
4
Conectividade analógica como, por exemplo, troncos, ramais e linhas analógicos.
5
Telefones DCP: Telefones Digitais Multi-Funções da Avaya.
6
Conectividade de T1/E1:
• O compartimento T1 (ou T-1) é a linha digital mais comumente utilizada nos
Estados Unidos, no Canadá e no Japão.
• E1 (ou E-1) é um formato de transmissão digital européia. Ela equivale ao
formato do sistema de compartimento T na América do Norte.
7
Telefones IP da Avaya
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
343
Configurações do cliente
Pequenas empresas
Figura 84: Solução para pequenas empresas utilizando o Avaya S8100 Media Server e o
G600 Media Gateway
2
6
1
T1/E1
RTPC
5
Correio de Voz
co-residente
3
LAN
4
cydcsmmv LJK 032302
Notas da figura
No
Descrição
1
Esta figura mostra o S8100 Media Server com um G600 Media Gateway: o S8100
Media Server é um processador de dois slots que funciona no sistema operacional
WINDOWS 2000 com aplicações co-residentes, como o Communication Manager, o
INTUITY™ AUDIX® e o Avaya Site Administration.
2
Telefones DCP: apóia telefones multi-funções da Avaya com 2 fios e 4 fios.
3
Conectividade analógica como, por exemplo, troncos, ramais e aparelhos de fax
analógicos.
4
Telefones IP: telefones da série 4600 da Avaya.
5
Correio de voz: correio de voz co-residente de oito portas INTUITY™ AUDIX® ou
um sistema externo de Correio de voz (um modelo externo é mostrado).
6
Capacidade de T1/E1
• O compartimento T1 (ou T-1) é a linha digital mais comumente utilizada nos
Estados Unidos, no Canadá ou no Japão.
• O compartimento E1 (ou E-1) é um formato de transmissão digital européia.
Equivale ao formato do sistema de compartimento T na América do Norte.
344
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Configurações do cliente
Solução para empresas de médio porte
Solução para empresas de médio porte
Figura 85: Solução para empresas de médio porte utilizando o Avaya S8500 Media
Server e o G650 Media Gateway
LAN
4
6
1
10
disc
5
2
3
8
T1/E1
cydcg600 LJK 032402
RTPC
7
9
Notas da figura
No
Descrição
1
S8500 Media Server.
2
Central Ethernet: Dispositivo que permite a multiplicação de portas, pois tem mais de
um segmento de rede. A central Ethernet pode ser fornecida pela Avaya ou já existir
na rede do cliente.
3
UPS: Usada para fornecer energia durante uma falta de energia e permitir um
shutdown adequado do servidor.
4
G650 Media Gateways: Conectados ao S8500 Media Server via IP.
5
Telefones DCP: apóia telefones multi-funções da Avaya com 2 fios e 4 fios.
6
Telefones IP: telefones IP da série 4600 da Avaya.
7
Conectividade analógica como, por exemplo, ramais, linhas, troncos e aparelhos de
fax analógicos.
8
Conectividade de T1/E1:
• O compartimento T1 (ou T-1) é a linha digital mais comumente utilizada nos
Estados Unidos, no Canadá e no Japão.
• O compartimento E1 (ou E-1) é um formato de transmissão digital européia.
Equivale ao formato do sistema de compartimento T na América do Norte.
9
10
Sem fio.
Sistema de Correio de voz: o INTUITY™ AUDIX® é mostrado conectando-se via IP.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
345
Configurações do cliente
Grandes empresas
Grandes empresas
Figura 86: Solução para grandes empresas utilizando o Avaya S8700 Media Server e o
MCC1 Media Gateway
4
9
5
1
8
10
B 7
IPSI
2
B
A
IPSI
A 6
3
T1/E1
CLAN
11
RTPC
IP Media
Processor
LAN/WAN
12
13
14
CMS
Correio de Voz
INTUITY
cymsmult LAO 072903
Notas da figura
No
1
O S8700 Media Server e um MCC1 Media Gateway.
2
A Ethernet deve ser fornecida pela Avaya.
3
UPS: Mantém o fornecimento de energia, na falta da energia comercial. As unidades
de UPS são duplicadas nesta configuração (uma para cada servidor).
4
Modems para o acesso de serviço.
5
Conectividade dos serviços.
6
LAN A dedicada aos dados de controle.
7
LAN B dedicada aos dados de controle.
8
Redes de portas constituídas de G650 Media Gateways.
9
Telefones DCP: Terminais Digitais Multi-Funções da Avaya.
10
346
Descrição
Conectividade analógica como, por exemplo, telefones, aparelhos de fax e troncos
analógicos.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Configurações do cliente
Grandes empresas
Notas da figura
No
11
Descrição
Conectividade de T1/E1:
• O compartimento T1 (ou T-1) é a linha digital mais comumente utilizada nos
Estados Unidos, no Canadá e no Japão.
• O compartimento E1 (ou E-1) é um formato de transmissão digital européia.
Equivale ao formato do sistema de compartimento T na América do Norte.
12
Telefones IP: telefones IP da série 4600 da Avaya.
13
Sistema de gerenciamento de chamadas (CMS) da Avaya: usado em um ambiente de
central de atendimento para coletar e armazenar dados para fins de relatórios e
gerenciamento.
14
Correio de voz: INTUITY™ AUDIX® mostrado nesta configuração conectando-se
via IP.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
347
Configurações do cliente
Configurações para múltiplas localidades e filiais
Configurações para múltiplas localidades e filiais
Configuração para filiais
A localização de uma filial remota é separada de uma rede maior da empresa. Nesta configuração, o
S8700 Media Server reside na localidade principal e controla o G700 Media Gateway na localidade
remota. É extremamente importante que a filial consiga sobreviver à eventualidade de uma perda de
conectividade com o S8700 Media Server. Essa sobrevivência é conseguida pelo uso do S8300 Media
Server na configuração LSP.
348
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Configurações do cliente
Configurações para múltiplas localidades e filiais
Figura 87: Configuração para filiais
4
1
2
IPSI
A 5
3
A
CLAN
IP Media
Processor
LAN
9
10
8
V1
6
7
Correio
de Voz
2
cydcrbro LJK 032402
Notas da figura
No
Descrição
1
S8700 Media Servers duplicados.
2
A central Ethernet deve ser fornecida pela Avaya.
3
Unidades UPS: duas unidades UPS, uma para cada servidor.
4
G650 Media Gateways.
5
Conectividade da LAN com a placa IPSI no G650 Media Gateway.
6
Telefones IP na LAN do cliente.
7
Correio de voz: o INTUITY™ AUDIX® mostrado conectado via IP.
8
O G700 Media Gateway está conectado através da LAN à placa de C-LAN localizada
no G650 Media Gateway. O S8300 Media Server na configuração LSP está localizado
no G700 Media Gateway. Se houver perda da comunicação entre o S8700 e o G700, o
LSP fornecerá um backup para os pontos de terminação registrados com ele.
9
Telefones DCP: Telefones Digitais Multi-Funções da Avaya.
10
Conectividade analógica como, por exemplo, telefones, linhas e troncos analógicos.
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
349
Configurações do cliente
Configurações para múltiplas localidades e filiais
Ambiente de múltiplas localidades
A figura apresentada a seguir mostra o S8700 Media Server (em cima, no centro) conectado a duas
localidades com S8300 Media Servers em G700 Media Gateways.
Figura 88: Configuração de múltiplas localidades
LAN
cymsmse2 LAO 072903
LAN
WAN
V1
V1
RTPC
LAN
RTPC
LAN
Em um ambiente de múltiplas localidades existem várias soluções independentes conectadas entre si
usando protocolos como QSIG ou DCS. Cada localidade tem sua própria capacidade de processamento e
configurações gerenciadas separadamente. Essas configurações podem ser uma mistura de diferentes
soluções. O correio de voz pode ser compartilhado ou conectado a uma rede.
350
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Índice Remissivo
A
Índice Remissivo
A
Acesso ao sistema e manutenção TN1648
(SYSAM), 195
Adaptador de cabo de fibra ótica para a NAA1 (CMC1
Media Gateway), 178
Analog Media Module (MM711), 48
anel de aterramento, 334
Anúncio de voz sobre LAN (VAL) TN2501AP, 210
Anúncio gravado TN750C (16 canais), 185
aterramentos
aprovados, 334
CA e CC, 334, 335
de canos, 334
do piso, 335
protetores, 334
revestidos de concreto, 334
ATM central, 90
ATM-CES, 121
ATM-PNC, 121
B
baterias
48 VDC, 327
conjuntos pequenos, 330
recarregadores, 328
BCCs J58890L, 101
C
cabeamento de aterramento, 325
CallVisor ASAI, 154, 177
Capacidade de recuperação de S8700
Multi-Connect, 90
cargas no piso, 320
CBCs, 335, 339
Central Ethernet
P133G2, 300
P134G2, 300
Central Ethernet P330, 293
Facilidades, 293
Auto-Negociação, 294
CajunView, 298
Classificação de portas, 295
Controle de congestionamento, 294
Download de software, 297
Espelhamento de portas, 298
Filtragem IP Multicast, 295
Fonte de energia de reserva, 296
Gerenciador de dispositivos, 297
Gerenciamento de rede, 297
Grupo de agregação de enlaces, 295
Interface da linha de comando, 298
Leaky VLANs, 294
Monitoramento de rede, 298
Múltiplas VLANs por porta, 294
Padrões, 297
Protocolos de aquisição de TEMPO na rede, 295
Redundância de pilha, 296
Redundância de porta, 296
Redundância do agente de gerenciamento de
rede, 297
Redundância entre módulos, 296
Segurança para o MAC, 295
Segurança Radius, 295
SMON, 299
Ventiladores, 296
VLANs, 294
Central Ethernet para S8700 Multi-Connect, 72
CMC1 Media Gateway, 149
para o DEFINITY CSI, 30
CMCs J58890T, 101
dimensões, 319
unidades de ventilação, 337
código comercial de carga no piso, 320
compartimentos de portas, 162, 164
de expansão (J58890BB), 164
J58890BB, 162, 164
Compartimentos do processador J58890AP, 167
Compartimentos do SN J58890SA, 165
componentes
elétricos, unidades de distribuição de energia, 327
obrigatórios do sistema de S8700 Multi-Connect, 70
opcionais para o S8100 Media Server, 229
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
351
Índice Remissivo
D
Comutador lógico TN2301 para DEFINITY R, 204
Condicionador de voz multimídia TN788C, 190
Condutor de conexão acoplada (para o
aterramento), 335
Conectividade de S8700 Multi-Connect, 89
Rede ATM, 90
Rede CSS, 89
Confiabilidade para S8700 Multi-Connect, 84, 89, 90
Confiabilidade alta, 86
Confiabilidade crítica, 89
Confiabilidade redobrada, 84
Conjunto de Interfaces IP TN802B MAPD, 194
Conjunto de placas TN2401/2400 Net/Pkt, 209
contaminantes de gases corrosivos, 318
Controlador de rádio TN789B, 191
Conversor
DS1 TN1654, T1 (24 canais) e E1 (32 canais), 196
TN-C7 RDSI-PRI em SS7, 212
TNCCSC-1 RDSI-PRI em DASS, 212
TNCCSC-2 RDSI-PRI em DPNSS, 212
TNCCSC-3 RDSI-PRI em DPNSS, 212
conversores de energia
631DA1/B1, 173, 325
649A, 174, 333
CSS, 119, 120
D
DCP Media Module (MM712), 49
DEFINITY Server CSI
Adaptador, 249
Avaya Communication Manager, 32
Componentes obrigatórios do sistema, 29
CMC1 Media Gateway, 30
Placa do processador TN2402, 30
Placa tone/clock TN2182, 30
Confiabilidade e capacidade de recuperação, 31
Descrição detalhada, 29
Gateways de mídia, 247
Placas e energia, 247
Aplicação, 249
Controle, 248
Energia, 247
Linha, 247
Porta, 249
Serviço, 248
Tronco, 247
Telefones da Avaya, 249
Ambientes sujeitos a explosão, 250
Analógicos, 250
Digital, 249
IP, 249
Sem fio, 250
SoundStation, 250
Terminais atendedores, 250
Visão geral, 29
352
DEFINITY Server R
Compartimentos, 113
Componentes opcionais
Estágio central de comutação (CSS), 119
Rede de portas de expansão, 115
Soluções IP, 115
Switch ATM, 121
Conectividade, 118
ATM, 121
Processadores sobressalentes WAN ATM, 121
TCP/IP, 118
Confiabilidade, 122
Descrição detalhada, 110
Gabinetes, 113
de compartimento único (SCC1s), 113
de múltiplos compartimentos (MCC1), 114
Gateways de mídia, 255
Placas
Serviço, 257
Placas e energia, 255
Aplicação, 257
Controle, 256
Energia, 255
Linha, 255
Porta, 257
Tronco, 256
Rede de Portas, 112
Rede de portas do processador e Elemento de
processamento da comutação, 111
Sistemas adjuntos, 123
Telefones da Avaya, 257
ambientes sujeitos a explosão, 258
Analógicos, 258
Digital, 258
IP, 257
Sem fio, 258
SoundStation, 258
Terminais atendedores, 258
Visão geral, 109
DEFINITY Server SI
Capacidade do sistema, 107
Compartimentos, 100
Componentes obrigatórios do sistema, 97
Componentes opcionais, 102
Processador de mídia IP, 102
Rede de portas de expansão, 102
Soluções IP, 103
Conectividade, 105
C-LAN, 105, 118
Enlaces IP assíncronos, 106, 118
TCP/IP, 105
Confiabilidade, 107
Controle de rede/interface de pacotes, 102
Descrição detalhada, 97
gabinetes, 100
de compartimento único (SCC1), 101
de múltiplos compartimentos (MCC1), 101
Gateways de mídia, 251
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Índice Remissivo
E
Placas e energia, 251
Aplicação, 253
Controle, 252
Energia, 251
Linha, 251
Porta, 253
Serviço, 253
Tronco, 252
Rede de portas, 99
Rede de portas do processador e Elemento de
processamento da comutação, 98
Sistemas adjuntos, 32, 95, 108
Telefones da Avaya, 253
ambientes sujeitos a explosão, 254
Analógicos, 254
Digital, 254
IP, 253
Sem fio, 254
SoundStation, 254
Terminais atendedores, 254
Tronco de Protocolo IP, 105, 117
Tronco IP H.323, 105, 117
Descrição detalhada do S8700 Multi-Connect, 70
DIOD ou Tronco de central pública TN429D
(8 portas), 178
disjuntores, 325, 327
duplicação UN330B, 213
duto, como aterramento, 335
E
energia
alimentadores, 321
faltas de energia, 90
fontes, 321
limitada por corrente, 172
necessidades globais, 324, 331
requisitos de energia CC, 324, 331
reserva, 329, 330
transformadores, 335
energia CA
alimentadores de energia, 321
aterramento, 334
disjuntores, 325
recarregadores de baterias, 326
suprimento, WP-91153, 335
unidades 631DA1/B1, 173, 325
unidades de distribuição, 326
energia CC
aterramento, 334
disjuntores, 325
relés, 327, 328
requisitos, 324, 331
unidades
649A, 174, 333
676B, 336
unidades de distribuição
J58890CF, 331
J58890CG, 336
Energia de reserva, 327, 330
Energia de reserva para S8700 Multi-Connect, 73
EPN remota con recurso de sobrevivência em S8700
Multi-Connect, 91
EPNs, 102
estágios centrais de comutação, 89
F
Facilidades, 125
filtros EMI, 328
Fonte de energia 1217A, 173
Fonte de energia 676C DC (SCC1 Media Gateway), 177
Fonte de neon TN755B, 186
Fonte WP-1217A, 173
fusíveis
20 A, 328
protetores contra correntes de fuga, 339
G
G350
facilidades, 125
G600 Media Gateway, 129
G700 Media Gateway, 41, 141
Conexão, 44, 144
Fonte de energia, 44, 144
LEDs, 45, 145
LEDs do nível do sistema, 45, 145
Módulo de expansão, 43, 142
Módulos de mídia da Avaya, 46
para S8700 Multi-Connect, 79
Placa-mãe, 44, 144
Software de gateway, 45, 146
Software de manutenção, 46, 146
Stacking Module, 44, 144
gabinete aperfeiçoado retificador de energia CC
(J58890R), 336
gabinetes
auxiliares, 101
auxiliares (J58886N), 162
CBCs, 335
de energia CA, 335
de energia CC, 339
dimensões/espaço de acesso, 319
EPN J58890A, 101, 164
fontes de energia, 321
proteção contra relâmpagos, 339
proteção contra terremotos, 340
ventiladores de resfriamento, 337
gabinetes de controle de expansão
J58890AF, 164
SCCs, 101
gabinetes de controle duplicado J58890M, 101
gabinetes de portas J58890H, 101
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
353
Índice Remissivo
H
Gateway de mídia
CMC1, 149
G600, 129
G700, 141
MCC1, 160
para S8700 Multi-Connect, 73
SCC1, 152
geradores de toque de chamada, 328
TN2202, 328
TN2202 para a França, 200
Grupo Modem TN758, 187
L
H
hardware
estágios centrais de comutação, 89
I
Interface CLAN TN799DP, 193
Interface de 4 Fios RDSI-BRI TN556D (12 portas), 181
Interface de duplicação
TN792 do Processador TN2404 para o
DEFINITY SI, 192
UN330B para o DEFINITY R, 213
Interface de expansão TN570D, 182
Interface de Gateway
LAN MAPD TN801, 194
LAN MAPD TN801B, 177
Interface de multimídia TN787K, 190
Interface de nó de comutação TN573B, 182
Interface de pacotes
PGATE TN577, 183
TN1655 para o DEFINITY R, 196
Interface de pacotes/Controle de rede TN2401 para
DEFINITY SI, 208
Interface de Tronco ATM-CES/Rede de portas para fibra
ótica monomodo TN2305, 204
Interface de Tronco ATM-CES/Rede de portas para fibra
ótica monomodo TN2306, 204
Interface de Web do S8300 Media Server, 55
Interface do Servidor IP para S8700 Multi-Connect, 71
Interface DS1, 179
com cancelamento de eco TN2464BP DS1, T1/
E1, 210
TN2207, T1 (24 canais) e E1 (32 canais), 201
TN2313AP (24 canais), 208
TN767E - T1 (24 canais), 187
Interface LAN Gateway TN801, 194
Interface RDSI-BRI S/T-TE TN2185 (4 fios), 198
Interface RDSI-BRI U TN2198 (2 fios), 199
interfaces de isolamento, 332
interfaces S/T-NT de quatro fios, 181
IP Media Processor TN2302AP, 204
IPSI TN2312BP para S8700 Multi-Connect, 71
isolamento do aterramento, 332
354
LEDs do módulo de mídia, 45, 145
Limitador de corrente, 177
982LS para o DEFINITY SI, 177
CFY1B, 172
CFY1B para o DEFINITY R, 177
Linha analógica
com identificação do chamador TN793B
(24 portas), 192
com identificador do chamador TN2793B
(24 portas), 211
para diversos países TN2215/TN2183 (16
portas), 202
para hóspedes TN791 (16 portas), 191
TN479 (16 portas), 180
TN746B (16 portas), 184
TN769 (8 portas), 188
Linha de dados
em pacote TN553, 181
TN726B (8 portas), 183
Linha de junção
para a Rússia TN2209 (4 fios, 4 portas), 201
TN2140B para a Hungria e para a Itália (4 fios,
4 portas), 197
TN439 para a Austrália e para o Japão, 179
TN497 para a Itália TGU, TGE e TGI (4 portas), 181
TN760E (4 fios, 4 portas), 187
Linha digital DCP
TN2181 (2 fios, 16 portas), 197
TN2214B (2 fios, 24 portas), 202
TN2224B (2 fios, 24 portas), 203
Linha híbrida TN762B (8 portas), 187
Linha MET TN735 (4 portas), 183
M
Manutenção/Teste TN771DP, 189
MCC1 Media Gateway, 160, 165
para S8700 Multi-Connect, 75
MCCs (gabinetes de múltiplos compartimentos)
distribuição de energia, 328, 329
distribuição de energia CC, 332
gabinetes auxiliares, 162
integridade do aterramento, 340
sistemas de energia, 325
tipos de compartimentos, 101
unidades de ventilação, 338
Memória de Massa/Controle de Rede UN332C apenas
para DEFINITY R, 214
Memória TN1650B para o DEFINITY R, 195
MM710 T1/E1 Media Module, 47, 219
MM711 Analog Media Module, 48, 222
MM712 DCP Media Module, 224
MM720 BRI Media Module, 226
MM760 VoIP Media Module, 228
Modem USB para S8700 Multi-Connect, 73
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Índice Remissivo
N
Módulos de mídia, 46, 49
Analog Media Module (MM711), 47, 48, 222
DCP Media Module (MM712), 49, 224
T1/E1 Media Module (MM710), 47, 219
VoIP Media Module (MM760), 50, 228
Montagem do conjunto de placas da Interface TN2401/
TN2400 Net/Pkt para atualizações de
DEFINITY SI, 209
Multi-Connect para S8700 Media Server
Gateways de mídia, 243
Placas e energia, 243
Aplicação, 245
Controle, 244
Energia, 243
Linha, 243
Porta, 245
Serviço, 245
Tronco, 244
Telefones da Avaya, 245
Ambientes sujeitos a explosão, 246
Analógicos, 246
Digital, 246
IP, 245
Sem fio, 246
SoundStation, 246
Terminais atendedores, 246
Multiplexador de Dados/Fax/Voz TN-CIN, 212
N
necessidades internacionais, 324, 331
Net/Pkt TN2401, 208
O
Opções de configuração do cliente para o S8300 Media
Server com o G700 Media Gateway, 54
P
P133G2 e P134G2
Facilidades, 300
Aprovação oficial, 301
Características físicas, 301
Consumo de energia, 301
Informações ambientais, 301
Interfaces, 301
Padrões apoiados, 301
Visão geral, 300
painéis de fusíveis de fuga 507B, 339
painéis de fusíveis J58889AB, 162
periféricos, isolamento do aterramento, 332
Placa Classificadora de chamadas e detectora de Tons
TN744E para diversos países (8 portas), 132, 184
placa de manutenção TN775C, 190
Placa de manutenção/teste com capacidade de
transferência de firmware TN771DP, 189
Placa de tronco analógico ou linha analógica
americanos TN797 (8 portas), 193
Placas de circuitos, proteção correntes de fuga, 339
Placas do relógio do SN, 182
Portas fixas
CC, 127
CON, 127
LAN 1, 127
LINE 2, 127
LINE1, 127
TRK, 127
USB, 127
WAN 1, 127
PPNs, gabinetes, 101
Processador de sobrevivência local (LSP), 50
Processador TN2402 para o DEFINITY CSI, 209
Processador TN2404 para o DEFINITY SI, 210
Processador UN331C para o DEFINITY R, 213
processadores
Compartimentos J58890AP, 167
proteção
contra relâmpagos, 339
contra sobretensão, 338
contra terremotos, 340
de voltagem do estado sólido, 339
sistema, 338
protetores
contra correntes de fuga, 339
do estado sólido 4C3S-75, 339
R
relés, energia CC, 327, 328
Relógio do nó de comutação TN572 para o
DEFINITY R, 182
relógio do SN TN572, 182
requisitos
de energia fora dos EUA, 324, 331
internacionais, 324
reserva de energia
bateria grande, 330
bateria pequena, 330
Rússia
MFR (TN2182C), 198
MFR (TN744E), 132, 184
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
355
Índice Remissivo
S
S
S8100 Media Server
Adaptadores, 231
Administração, 37
Avaya Communication Manager, 37
Capacidade de recuperação, 36
CMC1 Media Gateway, 35
Componentes principais, 34
Confiabilidade, 35
Descrição detalhada, 33
G600 Media Gateway, 34
Gateways de mídia, 229
Placas e energia, 229
Aplicação, 231
Controle, 230
Energia, 229
Linha, 229
Porta, 231
Serviço, 230
Tronco, 230
Telefones da Avaya, 231
Ambientes sujeitos a explosão, 232
Analógicos, 232
Aparelhos de viva-voz SoundStation, 232
Sem fio, 232
Telefones digitais, 231
Telefones IP, 231
Terminais atendedores, 232
TN2314, 131
Visão geral, 33
S8100 Media Server TN2314, 208
S8300 Media Server
Gateways de mídia, 233
Telefones da Avaya, 233
Sem fio, 234
SoundStation, 234
Telefones analógicos, 234
Telefones digitais, 233
Telefones IP, 233
S8300 Media Server com o G700 Media Gateway
Descrição da configuração, 39
Descrição detalhada, 39
Gerenciamento de sistema, 54
Interface de Web do servidor de mídia, 55
Opções de configuração do cliente, 54
S8300 Media Server em uma Configuração LSP, 50
Visão geral, 39
S8300 Media Server em uma Configuração LSP, 50
S8300 Media Server no Modo Processador de
Sobrevivência Local com S8700 Multi-Connect, 90
S8700 Media Server, 71
Placas e energia
Linha, 235, 239
Tronco, 236, 239
356
S8700 Multi-Connect
Capacidade de recuperação, 90
Capacidade do sistema, 92
Capacidades de alto nível, 91
Central Ethernet, 72
Componentes obrigatórios do sistema, 70
Conectividade, 89
Rede ATM, 90
Rede CSS, 89
Confiabilidade, 84, 89, 90
alta, 86
crítica, 89
redobrada, 84
Configuração do complexo de comunicação, 71
Descrição detalhada, 70
EPN remota con recurso de sobrevivência, 91
G700 Media Gateway, 79
Gateways de mídia, 73
Gerenciamento de sistema, 94
Interface do servidor IP (TN2312BP), 71
MCC1 Media Gateway, 75
Modem USB, 73
S8300 Media Server no Modo Processador de
Sobrevivência Local, 90
S8700 Media Server, 71
SCC1 Media Gateway, 77
UPS ou energia de reserva, 73
Visão geral, 70
SCC1 Media Gateway, 152
SCC1 Media Gateway para S8700 Multi-Connect, 77
SCCs (gabinetes de compartimento único)
sistemas de energia, 335
unidade de energia CC (676B), 336
unidades de ventilação, 338
Servidor de Mídia para S8700 IP Connect
Gateways de mídia, 235, 239
Placas e energia, 235, 239
Aplicação, 237, 240
Controle, 236, 240
Porta, 237, 240
Serviço, 237, 240
Telefones da Avaya, 237, 241
Ambientes sujeitos a explosão, 238, 241
Analógicos, 238, 241
Digital, 238, 241
IP, 237, 241
Sem fio, 238, 242
SoundStation, 238, 241
Terminais atendedores, 238, 242
Sintetizador de fala
TN433 para Italiano, 178
TN457 para Inglês Britânico, 179
TN725B para Inglês dos Estados Unidos, 183
Sistema de Correio de Voz DEFINITY AUDIX 4.0
TN568, 181
Sistema, proteção, 338
Sistemas adjuntos, 55
SNI TN573B, 171, 182
SNIs (TN573/B), 171, 182
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
Índice Remissivo
T
Soluções Avaya
Empresas de médio porte, 344, 345
Grandes empresas, 346
Pequenas empresas, 343
Soluções IP, 103, 115
implementação, 104, 116
Tronco IP H.323, 105
troncos
H.323, 117
SPEs, 99, 112
T
T1/E1 Media Module (MM710), 47
TCP/IP
conectividade
C-LAN, 193
Tecla ASB, 127
Tecla RST, 127
Teclas do painel frontal, 127
Telefones da Avaya
Analógica.
2500 e 2554, 276
2520B, 279
6211, 278
6219, 279
Analógicos, 276
Sem fio, 280
Transtalk 9040, 280
Telefone do Protocolo de comunicações digitais
(DCP)
2402, 267
Telefones digitais, 267
2420, 268
6402 e 6402D, 269
6408D+, 269
6416D+M, 270
6424D+M, 271
Callmaster IV, 273
Callmaster V, 273
Callmaster VI, 274
Telefones IP
4602, 259
4602SW, 260
4606, 260
4610SW, 261
4612, 262
4620, 263
4620SW, 264
4624, 265
4630, 266
Terminais atendedores, 275
302D, 275
Softconsole, 275
terminais de aterramento, 335
Tone/Clock TN780, 190
Tone/Clock, Detectora de tons e Classificadora de
chamadas TN2182C (8 portas), 198
Tronco auxiliar TN763D (4 portas), 187
Tronco CO TN2138 para a Itália (8 portas), 196
Tronco CO TN2147C para Diversos Países (8
portas), 197
Tronco CO TN2199 para a Rússia (3 fios, 4 portas), 200
Tronco CO TN438B para a Austrália (8 portas), 178
Tronco CO TN465C para diversos países
(8 portas), 180
Tronco CO TN747B (8 portas), 185
Tronco DDR TN2139 para a Itália (8 portas), 197
Tronco DDR TN2146 para a Bélgica e Holanda
(8 portas), 197
Tronco DDR TN2308 para o Brasil (8 portas), 204, 205
Tronco DDR TN436B para a Austrália (8 portas), 178
Tronco DDR TN459B para o Reino Unido, 179
Tronco DDR TN753B (8 portas), 186
Tronco digital (Japão 2MB TTC), 203
Tronco DIOD (4 portas) TN2184 para a Alemanha, 198
Tronco IP H.323, 105
troncos
H.323, 117
U
umidade, 341
Unidade de disco TN1657 para o DEFINITY R, 196
Unidade de energia, 173
Unidade ótica TN2211 para DEFINITY R, 201
unidades de distribuição de energia
CA J58890CH-1, 329
CC J58890CF-2, 331
CC J58890CG, 336
unidades de energia
CA
631DA1/B1, 173, 325
J58890CE-2, 326
CC
649A, 174, 333
676B, 336
componentes elétricos, 327
distribuição, 327
distribuição J58890CH-1, 329
entrada, 325
saida, 326
unidades SCSI, 196
UPS, 327, 330
UPS AS1
1500 VA 120 V, 290
1500 VA 230 V, 291
700 VA 120 V, 289
700 VA 230 V, 289
Módulos suplementares, 291
UPS para S8700 Multi-Connect, 73
V
ventiladores de resfriamento, 337
VoIP Media Module (MM760), 50
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003
357
Índice Remissivo
V
358
Guia de Hardware do Avaya Communication Manager
Novembro de 2003

Documentos relacionados