informe_7

Сomentários

Transcrição

informe_7
Informe
Ano 2 - nº 7 - abril de 2015
Operários trabalham na construção
dos primeiros blocos da nova Ponte
T
ão logo foram aprovados os projetos, básico e executivo da nova
ponte do Guaíba, na BR-116/290, e
acessos, os trabalhos de limpeza de
área e colocação de estacas da obra
iniciaram. As peças pré-moldadas de
22 metros de comprimento cada estão sendo cravadas no solo desde
o dia 26 de março. Um bate-estaca e
um guindaste de 120 toneladas são
utilizados para a realização do serviço em frente ao canteiro administrativo, localizado na Rua João Moreira
Maciel, em Porto Alegre.
Na sequência do estaqueamento, os
operários vão trabalhar na construção de dez blocos de concreto para
iniciar a execução dos pilares da
nova travessia. Aos fundos do cantei-
ro, no Rio Guaíba, já está posicionada a
balsa “Topa Tudo XXV” equipada com um
guindaste Manitowoc-999 de 250 toneladas de capacidade. A embarcação será
responsável por conduzir por meio de um
rebocador, o guindaste, o bate-estacas e
outros equipamentos de construção até
os pontos, no leito do rio, onde serão fixadas as estacas circulares de 35 metros
de comprimento cada.
Direção da CQG visita a obra
A direção da Construtora Queiroz Galvão visitou no dia 27 de
março, as instalações da empresa no canteiro administrativo da
obra da nova ponte do Guaíba
em Porto Alegre. Na ocasião, o
presidente da empresa Petrônio Braz Junior, os diretores, Rui
Vaz da Costa Filho, Luiz Ronaldo
Cherulli, José Henrique de Ávila, Maria Tereza Campos, Aníbal
Carvalho Carneiro e Rosalia Agati
Camello conheceram estrutu-
ra gerencial e organizacional,
instalações dos canteiros administrativo e industrial um e
traçado do empreendimento.
Os detalhes técnicos e gerenciais foram apresentados pelo
Recon da obra, Michel Cleber Rossi. Para o presidente,
esta obra tem fundamental
importância para a empresa
Queiroz Galvão. “Gostaria de
destacar aqui a qualificação e
o envolvimento dessa equipe.”
Presidente Petrônio Braz Junior fala à gerência da obra
Recon, Michel Rossi apresenta a direção, traçado da nova ponte
Palestras marcam comemorações
do Dia Mundial da Água
A tividad e c o n t o u c om a partic ipaç ão de 1 5 0 colaboradores dos canteiros administrativo e i ndustri al 1
P
vel, a utilização individual
da água, tanto do ponto de
vista do consumidor quanto
do produtor. O engenheiro
Guimarães destacou que é
fundamental o envolvimento
dos colaboradores diante de
uma obra do porte da Nova
Ponte do Guaíba. “Este é o
principal recurso natural na
construção ponte do Guaíba.
É no âmbito da preservação
dos recursos hídricos que a
Gestão Ambiental deste empreendimento é realizada,
por meio de programas previstos no Plano Básico Ambiental e ações específicas
como a limpeza de margens
de rios na área de influência
da obra”, disse, lembrando
que a atividade integra o
Programa de Monitoramento de Qualidade da Água.
ara comemorar o Dia
Mundial da Água, declarado dia 22 de Março,
os colaboradores do Consórcio Ponte do Guaíba
participaram de duas palestras promovidas pela
Gestão Ambiental. O tema
Água e Desenvolvimento
Sustentável foi ministrado
pelo engenheiro ambiental,
Leonardo Guimarães, no
canteiro administrativo; e
pelo engenheiro de Segurança do Trabalho, Aldinei
Martins, juntamente com
o biólogo, Paulo da Motta,
durante o Diálogo Diário de
Gestão Integrada (DDGI),
no canteiro industrial 1.
Cerca de 150 trabalhadores
tiveram a oportunidade de
entender um pouco mais
sobre consumo responsá-
DESPERDÍCIO
Brasil possui de 12 a 14 %
da água do Planeta
Mais de 70 % das águas brasileiras
estão nos rios da Amazônia
parquedaciencia.pr.gov.br
Gotejando, uma torneira chega
a um desperdício de 46 litros por dia,
isto representa 1.390 litros por mês;
Um filete de dois milímetros totaliza
4.140 litros por mês;
Um filete de quatro milímetros equivale
a 13.260 litros por mês de desperdício.
GESTÃO
Ambiental
Informe
Ano 2 - número 7 - abril de 2015
Boletim Informativo produzido pela Assessoria de Comunicação
Consórcio Ponte do Guaíba - Gestão Ambiental e SGI