Os Portugueses em Toronto

Сomentários

Transcrição

Os Portugueses em Toronto
Centro Abrigo
Os Idosos Portugueses
em Toronto
Reduzindo o Isolamento
Cidália Pereira
&
Marília dos Santos
Programas e Serviços








Aconselhamento e apoio a mulheres vítimas de
violência doméstica
Aconselhamento familiar
Aconselhamento individual e de grupo
Informações e referências
Preenchimento de formulários
Preenchimento do imposto de renda
Orientação a recém-chegados e grupo Primeiros
Passos
Serviço de voluntários
Programas e Serviços





Grupos para mães e pais (Successo aos 6, P.A.I., e
S.F.F.)
Serviços para jovens (aconselhamento, liderança e
grupo F.O.R.A.)
Serviços de Emprego (Employ-Link)
P.A.R. – Partner Abuse Response
Grupo para Idosos
“ Vida e Esperança ”
Os Portugueses em Toronto








410,850 descendentes de Portugueses no Canadá
69% vivem na província do Ontario (282,865)
Toronto tem 2.4 milhões de habitantes
Português é a 5a língua materna e também a 5a língua mais
falada em casa
Toronto tem quase 2x o índice de pessoas com baixo rendimento
comparado com o restante do Canadá
Toronto é um destino principal para muitos dos recém-chegados
Cerca de metade dos habitantes da cidade de Toronto vivem em
casa alugada
Toronto tem 67.9% dos idosos com baixo
rendimento
(Segundo o Recenseamento de 2006)
Servimos . . .






Cerca de 5000 indíviduos durante o ano
A maioria dos nossos clientes são mulheres
Cerca de 90% falam Português ou são de descendencia
Portuguesa
A maioria são da primeira geração de imigrantes cujo Inglês é
limitado
A maioria oriundos dos Açores outros indíviduos do Continente,
Brazil e Angola
Um número significativo recebe apoio da
assistência social ou com ordenado mínimo.
Desafios na Comunidade







Violência Doméstica e conflitos entre
familiares
Barreiras da língua
Falta de informação e acesso a
recursos
Dificuldades financeiras
Pouco acesso para pessoas com
deficiências físicas e mentais entre
outros
Isolamento dos idosos
Insucesso escolar
No começo





A ideia surgiu da necessidade de criar um espaço de
convívio entre os idosos.
Em Agosto de 2010 foi criado um comité de 5
elementos com o apoio de uma coordenadora para
planear o futuro do grupo.
Abertura oficial a 2 de Novembro de 2010
Poucas semanas depois já havia 100 membros
registados.
Média de participação diária na casa dos 50
Baptizado com o nome Grupo “Vida
e Esperança”
Perfil dos participantes







Mais mulheres que homens
Viúvas
Reformadas
Número significativo com baixo
rendimento económico
Vítimas de violência doméstica
Alguns casais
Alguns viúvos
Benefícios










Menos isolamento
Criaram-se amizades
Alguns participantes socializam fora do
horário do grupo
Sentem-se à vontade / livres para serem quem são
Têm voz– planeam actividades e dão sugestões
Sentem independencia
Apoio mútuo
Sentem entusiasmo, alegria
Sentem-se responsaveis pela
organização e preparação diária
Já são notáveis as mudanças
físicas e emocionais
Actividades









Jogos (cartas, bingo, dominó)
Quebra-cabeças
Poesia
Grupo coral, teatro e
dança
Ginástica e massagens
Excursões (locais e fora
da cidade)
Intercâmbio com outras organizações
Embaixadores do Centro Abrigo
Dia Internacional do Idoso (Casa dos
Açores de Toronto)
Agradecimentos
♠ Direcção
♠ Funcionários
♠ Voluntários
♠ Parceiros Comunitários &
♠ Patrocinadores
Gratas pela vossa atenção
Cidália Pereira
[email protected]
Marília dos Santos
[email protected]
416-534-3434
www.abrigo.ca

Documentos relacionados

Abrigo Annual Report 2011 - Portuguese.indd

Abrigo Annual Report 2011 - Portuguese.indd primeira viagem desde que chegaram ao Canadá. Colaboramos também na Sexta Conferência Internacional dos Serviços Sociais organizada pelo Governo Regional dos Açores que teve lugar em S. Miguel, Aço...

Leia mais

Abrigo Annual Report 2012 - Portuguese.indd

Abrigo Annual Report 2012 - Portuguese.indd Messagem do Presidente da Direcção e do Director Executivo É com muito prazer que juntos apresentamos o Relatório Anual de 2011/2012. Esperamos que tirem algum tempo para reverem a informação sobr...

Leia mais