Nosso Bairro - 55

Сomentários

Transcrição

Nosso Bairro - 55
Nosso Bairro - 55 - final_Layout 1 21/01/14 15:01 Page 34
Estilo
Por Marília Cruz
Fotos Divulgação
Símbolo de
masculinidade
AS MULHERES GOSTAM DE HOMENS
COM BARBA, MAS O VISUAL PRECISA
ESTAR BEM CUIDADO
O
s barbudos estão na moda. O que
antes podia passar uma ideia de
desleixo ou de excesso de sisudez
hoje é sinônimo de homem com atitude. Os
atores de cinema têm contribuído para dis­
seminar essa estética e a lista de adeptos dos
pelos no rosto cada vez aumenta mais.
Depois de Jake Gyllenhaal, Ryan Gosling,
Ryan Reynolds e do príncipe Harry, o ator
germano­irlandês Michael Fassbender é a
nova sensação do time dos barbudos, o pre­
ferido pelas mulheres, segundo estudo da
University of New South Wales, na Austrália.
A ciência concluiu que a barba faz o homem
parecer mais maduro e másculo.
Mas não é toda barba que salta aos olhos
do mulherio. Tem que estar bem tratada para
chamar a atenção do time feminino. Para aju­
dar os rapazes na tarefa de ficar na medida,
a NB Plus procurou o beauty artist da Maison
da Beleza, Kal Nascimento, um barbudo de
carteirinha, para dar dicas infalíveis. Ele conta
que aderiu à estética depois que saiu da Ma­
rinha e só tira os pelos quando precisa dar
um descanso à pele. “Não ter que fazer a
barba todos os dias dá uma sensação de li­
berdade incrível e passou a ser minha identi­
dade mesmo”, define.
Para Kal, o primeiro passo é entender o
tipo de rosto para encontrar um corte que
combine. “A barba serve tanto para disfarçar
34
JANEIRO’2014
Ryan
Reynolds
Jake
Gyllenhaal
Principe
Harry
quanto para ressaltar alguma parte. Os gor­
dinhos, por exemplo, usam para afiná­los e
deixam os pelos cobrindo a parte de baixo do
queixo”, explica. “Já quem tem rosto muito
comprido, pode criar a barba na parte mais
baixa, contornando o maxilar. No caso do
queixo muito pontudo ou quadrado, criar um
cavanhaque baixinho ajuda”, complementa.
Kal chama a atenção para os cuidados
que é preciso ter com a barba. Quem não
quer passar o visual de sujeira tem que ficar
atento ao corte de cabelo. “Barba grande
pede um cabelo mais curto. Barba com o ca­
Ryan
Gosling
Michael
Fassbender
belo cacheado ou comprido vai passar uma
imagem de rústico demais”, explica. A profis­
são também interfere na escolha da barba,
segundo Kal. “Se for um artista, esse visual
ainda combina, mas para um executivo é de­
saconselhável”.
Quanto aos cuidados, o profissional en­
sina que barba comprida pede uma sobran­
celha mais limpa. Monocelha nem pensar.
A moda da barba veio acompanhada de
vários produtos para mantê­la sempre bo­
nita. Antigamente só existia a espuma de bar­
bear, mas hoje tem produtos para limpeza,
esfoliação, condicionador especifico e bálsa­
mos pós­barba com textura em creme cal­
mante para suavizar a vermelhidão que a lâ­
mina causa.
“Os homens estão investindo até em má­
quinas de corte, que tem pentes e variações
de tamanho próprias para fazer barba”, conta
Kal. A Wahl Clipper Brasil, líder mundial na
venda de máquinas de cortar cabelo e aparar
pelos, lançou recentemente o primeiro bar­
beador da marca no Brasil o Lithium Ion Sha­
ver (R$ 499). Segundo dados da Abihpec (As­
sociação Brasileira da Indústria de Higiene
Pessoal, Perfumaria e Cosméticos), o público
masculino representa hoje um grupo de con­
sumidores ativos que movimenta cerca de R$
800 milhões na economia nacional. l