Nunca nossa sociedade viveu um momento de tantos riscos e de

Сomentários

Transcrição

Nunca nossa sociedade viveu um momento de tantos riscos e de
ÉTICA
•Disciplina tradicional da filosofia, também conhecida por filosofia moral, que enfrenta o
problema de saber como devemos viver.
•A área da ética que lida com este problema da forma mais direta é a ética normativa. A
ética normativa ocupa-se em grande medida de dois problemas mais específicos:
•1) O que é agir de uma forma moralmente acertada?
•2) O que torna boa ou valiosa a vida de uma pessoa?
•Nascemos bons e somos corrompidos? Veja o video da Jujuba:
•www.youtube.com/watch?v=fmppkwNnmUo
Sociedade de Riscos
• Nunca nossa sociedade viveu um momento de tantos riscos e de tantas
dubiedades.
• O próprio planeta tem demonstrado que viver é um risco por vezes
imensurável: As mudanças climáticas, o excesso ou a escassez de chuva.
O calor extenuante e o frio absoluto. Contrastes no nosso dia-a-dia que
nos levam a pensar em nossas relações pessoais e sociais.
• Em contrapartida e talvez pela mesma razão, os riscos da sociedade atual
crescem em número, multiplicam-se em formas e inovam-se quanto aos
tipos. Em paralelo nosso contato em sociedade tem-se feito cada vez
mais, e esta é uma tendência quase sem volta, de maneira fluida,
transparente no sentido de ausência de camadas mais espessas.
Como diria Frank Abagnale Jr., um dos maiores
falsários da história: “As pessoas só
sabem o que você diz a elas”.
PARA REFLETIR
• Seguro não é contratação por impulso, é fruto de uma
reflexão sobre necessidade de proteção de um bem;
• Seguro não é contratação desejada, é visto como “mal
necessário”;
• Contratação de seguro não está vinculada a um “prazer
imediato”;
• Seguro enseja “uso vingativo”, ou seja, a fraude
eventual.
O custo dos sinistros fraudulentos e dos
sinistros inflacionados constitui uma parte
importante do custo total dos seguros!
Custos dos sinistros fraudulentos e dos
sinistros inflacionados:
i.EUA – CAIF (Coalition Against
Insurance Fraud): $80 bilhões / ano
ii.Reino Unido – 1,5 bilhões de
libras/ano
iii.Austrália – 1,4 bilhões de dólares
australianos
A TENTAÇÃO DA FACILIDADE
“...O século XX trouxe formidáveis transformações ao modo de vida do
homem ocidental – invenções tecnológicas, liberdades democráticas,
mercadorias acessíveis a milhões de pessoas, descobertas na medicina –,
mas esses avanços cobraram seu preço, fazendo surgir novos problemas.
Um deles me parece particularmente importante, porque invade praticamente
todas as dimensões da vida contemporânea: a infantilização crescente das
pessoas. Existe hoje uma perigosa tendência a evitar a responsabilidade
individual, o que coloca em risco um dos valores que herdamos do
Iluminismo: a autonomia.”
Renato Mezan, Revista Veja, edição 1886.
CPC
Art. 110. Se o conhecimento da lide
depender necessariamente da verificação
da existência de fato delituoso, pode o juiz
mandar sobrestar no andamento do
processo até que se pronuncie a justiça
criminal.
O Consumidor e o Colecionador de Estrelas
É preciso fazer nascer no consumidor a consciência de consumo,
para:
Somente consumir o necessário
Somente consumir o possível
Somente consumir o que compreende
Convencê-lo que ele é parte na relação de consumo
É agente de responsabilidades e deveres
Todo consumidor é um cidadão
Os mitos
História dos Mitos - Os mitos surgiram na Grécia antiga por
volta do século VI a.C.;
São um modo de compreender a realidade e de situar o
homem no mundo (Kury, 1990).
O mito é símbolo, imagem, que é reproduzido acerca de
aspectos da realidade. Alguns mitos do nosso mercado:
... As seguradoras sempre agem de má-fé;
... Os produtos somente cobrem incêndio em caixa de água,
com exclusão para queda de raio;
... Os lucros são exorbitantes de tantas indenizações
negadas;
... É tudo empírico;
... As clausulas são criadas para negar a indenização;
... Como seria bom se as seguradoras entregassem o que
prometem...
O RISCO
“Risco é a incerteza inerente aos ganhos e
perdas que podem ocorrer como resultado das
decisões exigidas por toda a organização.”
Risco está relacionado à escolha, não ao acaso.
Gestão de Riscos é o enfoque estruturado que
alinha estratégia, processos, pessoal, tecnologia
e conhecimento, com o objetivo de avaliar e
gerenciar essas incertezas como forma de
criação de valor.
Elizabeth Bartoli
Como combater a fraude?
Dissuasão
Programas nas escolas,
mídia, campanhas publicitárias
(TV, cartazes, folhetos, etc.),
Hall of Shame,…
Detecção
Treino dos peritos e
regularizadores de sinistros,
trabalho conjunto com outros
profissionais (médicos,
mecânicos, etc.), cooperação
dentro da indústria
seguradora, bases de dados,
modelos de previsão, software
adequado, “red flags”
(despedimento em vista,
empresa em dificuldades,
etc.) …
Prova indireta X fraude = solução
É comum que determinado fato não possa ser provado por meio de prova
direta, mas apenas tendo como ponto de partida um outro fato já
provado.
A prova indiciária é uma modalidade de prova indireta que é obtida
através de raciocínio lógico.
Pode-se presumir a ocorrência de um fato que não é possível provar de
forma direta.
Artigo 239 do Código de Processo Penal Brasileiro: “considera-se
indício a circunstância conhecida e provada que,tendo relação com
fato,autorize,por indução,concluir-se a existência de outra ou outras
circunstâncias”.
A partir de um indício o Juiz pode extrair a presunção de que um
determinado fato ocorreu.
Em particular, o fraudador tem uma virtude incrível:
consegue mapear o que as pessoas parecem
precisar e querer. Ele é criativo, brilhante e focado
em se aperfeiçoar.
A TENTAÇÃO DA FACILIDADE
PINGUINS NA ÁFRICA...
Precisamos estar preparados: Mudar , antes que seja
preciso!
www.petraroli.com.br
[email protected]