bailariNa do FauSTão em clima diSco

Сomentários

Transcrição

bailariNa do FauSTão em clima diSco
EDIÇÃO #02 - ANO 01
Salve Gatas
Fotos da modelo
Fernanda Lougon
Sexo
Você conhece
o Ponto G?
Nutrição
Conheça os
benefícios
do abacaxi.
Tainá Grando
bailariNa do FauSTão em clima diSco
2 salve | 1º trimestre | 2013
índice_
CaVaLheiros
Damas
8
Fernanda
Lougon
35
Giba
Pignatti
33
Academia
Salve
14
Tainá
Grando
38
Moda & Beleza
unissex
27
Wolverine
12 Descomplicando
o sexo
37 Gastronomia
5 Salve Simpatia
6 Pé na Estrada
21 Humor
10
Nutrição
31
Olhares
by Gabriel Wickbold
2013 | 1º trimestre | salve 3
_esquenta
salve 2013!
O Ano Novo chegou e com ele muitas
novidades para os leitores da SALVE.
Já que o mundo não acabou como andaram
dizendo por aí, muitas previsões astrológicas
nos cercam nesse início de ano.
Quem será o time campeão brasileiro? E da
Libertadores? Os estádios ficarão prontos
até a Copa? Quem ganhará a F1?
Se a conjunção dos astros neste ano
vai reformular ou mudar alguma coisa
em nossas vidas só mesmo o destino é
quem sabe. O que nós sabemos é que
independentemente de mudanças políticas
ou sócio-econômicas no País, muitas águas
e louras geladas vão rolar e, entre um gole e
outro, nós garantimos o divertimento no seu
happy hour.
Este mês trazemos para vocês uma entrevista
imperdível com o Wolverine, astro do MMA
que também segundo as previsões, vai bater
seus adversários no octógono e fazê-los
deitar e rezar. E ainda, ensaio fotográfico com
a bela Tainá Grando, bailarina do Domingão
do Faustão que com elegância e perfeição dá
um charme especial às tardes de domingo.
Ambos são capas da revista este mês.
Queremos saber de qual você gostou mais.
Temos também uma matéria sobre o famoso
e misterioso Ponto G. Será que ele realmente
existe? Além disso, que tal conhecer um
pouco mais sobre Chicago, uma das cidades
mais ricas e populosas dos Estados Unidos?
Salve traz dicas de brasileiros que vivem
e trabalham lá. Na sessão Olhares temos
o talentoso fotógrafo Gabriel Wickbold
que produziu o ensaio autoral Naive, que
representa a submissão do homem, perante
a ação da natureza.
Espero que goste dessa edição, preparada
para você começar bem o ano e SALVE,
SALVE!
Feliz Ano Novo!
Até a próxima!
os CoLaBoraDores
Beto Zogbi
Nesta edição, o fisiologista do exercício, mestre pela
Escola Paulista de Medicina e coordenador técnico da
Vibe Academia elaborou uma série de exercícios para
deixar os bumbuns e pernas durinhos para a mulherada
arrasar no verão.
Felipe maraninchi
Despertado pela paixão e curiosidade da culinária
e suas raízes, o chef Felipe adora desvendar os
mistérios dos sabores e aromas dos alimentos.
Atuou em diversas áreas da culinária onde se rendeu
à magia da gastronomia internacional. Jovem,
inovador e criativo ele está pronto para ensinar os
segredos da gastronomia aos leitores da SALVE.
Nesta edição, uma deliciosa Salada Afrodisíaca para
apimentar as noites mais quentes.
Debora amabile
Nossa jornalista, representante das mulheres, dá dicas
de como ficar na moda, seguindo as tendências e dicas
da estação, com roupas e maquiagens modernas.
Curta nossa página no Facebook e
tenha uma revista digital com belas
imagens e matérias interessantes
facebook.com/revistasalve
REVISTA SALVE
Editor chefe: Fausto Saez
Diretor de redação: Erika R. de Luca
Publicidade: Mário Vianna
Jornalista responsável: Raphael
Salomão MTB: 35.134/DRT-SP
Diretor de Arte: Mario Jorge Vianna
Designer: Fernanda Fiore
Tratamento de Imagens: Fernando
Barbosa
Salve 02, ano 01, é uma publicação
trimestral da Editora Salve.
Distribuição gratuita nos bares:
Salve Jorge (Vila Madalena, Centro,
Itaim e Corinthians), Bar do Luiz
(Zona Norte), Moça Bonita (Morumbi)
e Dona Fulana (Zona Norte).
www.revistasalve.com.br
Tel. 11 3743 6359
Tiragem: 30.000
Impressão: Van Moorsel
erika r. de Luca
[email protected]
Diretora de Redação
4 salve | 1º trimestre | 2013
O conteúdo dos textos e as opiniões manifestadas pelos
nossos colunistas são de inteira responsabilidade dos autores
e não representam a opinião da Salve
salve simpatia_
Festa de lançamento da saLVe
contou com a presença
de celebridades e atletas
2013 | 1º trimestre | salve 5
_pé na estrada
Chicago: fácil de gostar, difícil de se despedir.
Cidade do meio-oeste americano encanta por sua arquitetura e diversidade cultural.
É fácil gostar de Chicago quando se visita essa grande cidade americana. Difícil
é querer ir embora. Terceira mais populosa dos Estados Unidos (atrás de Nova
York e Los Angeles), ela vai além de ser
um importante centro financeiro ou até
mesmo “casa” de lendas como o astro
do basquete Michael Jordan. Chicago
pode proporcionar bons momentos aos
turistas, principalmente pela sua história,
arquitetura e diversidade cultural.
“É uma cidade que muda o tempo todo.
Você sempre tem que estudar porque
tem um monumento, tem uma escultura que algum artista famoso oferece
para a cidade, um parque novo. A história da cidade evolui”, avalia Rita Pereira
Richter, brasileira que reside em Chicago há 23 anos, onde trabalha como guia
de turismo e presta serviços para brasileiros. Ela mesma é um exemplo de
alguém que conheceu a cidade em uma
viagem turística, gostou e a escolheu
como lugar para viver.
“A arquitetura é o ponto forte”, explica.
De fato, se não for o primeiro, é um
dos primeiros aspectos que chamam a
atenção. É marcada por uma harmoniosa união entre edifícios antigos e grandes estruturas modernas. “Há prédios
tão grandes que, olhando debaixo para
cima, às vezes não se vê o fim. Essa
mistura entre o velho e o novo se conserva”. Entre os destaques, está a Sears
Tower, hoje chamada de Willis Tower.
O arranha-céu inaugurado na década
de 1970 tem mais de 100 andares e um
interessante observatório da cidade.
A diversidade cultural fica evidente nas
colônias de imigrantes, de acordo com
Rita Richter. “São 40 línguas diferentes
faladas em Chicago”, por pessoas de
várias partes do mundo, que colocam
no calendário festas típicas dessas nacionalidades. “Você vai para o bairro
mexicano, só se fala espanhol. Vai ao
bairro italiano, chinês, indiano, vê lojas
e pensa: ‘não estou nos Estados Unidos’. Cada um com a sua cultura, roupas, arquitetura”, diz ela, ressaltando
que costuma fazer esse tipo de passeio
apenas nos city tours mais longos, que
podem durar cerca de 5 horas.
A melhor época para conhecer Chicago,
6 salve | 1º trimestre | 2013
recomenda Rita, é no verão. “A cidade
tem todo o seu brilho no verão porque
tem muito verde, muitas atividades. Tem
mais eventos no entorno, festivais de
música, de comida, feiras. No inverno é
mais complicado. Você não vê, por exemplo, barcos no lago porque é proibido.”
Na estação mais quente do ano, é possível curtir, por exemplo, passeios de barco, além de opções de praias e parques.
Na gastronomia, uma opção é o The
Signature Room. Além do cardápio
variado, há uma bela vista da cidade,
já que fica no 95º andar do John Hancock Center. Para quem gosta de boa
música, especialmente Blues, Chicago
é a terra prometida. “Aqui é a meca do
Blues”, resume Rita Richter. Ela destaca entre as opções: o Buddy Guy’s
Legends que, segundo o próprio site, é
“o único lugar em Chicago para apreciar o mais fino blues sete noites por
semana”. Em algumas ocasiões, com
apresentações do próprio Buddy Guy.
Como, dificilmente, o turista deixa de lado
as compras, a melhor opção é a Avenida
Michigan, onde é possível encontrar lojas
de diversos setores. “Rua State também
é um local excelente de compras para o
turista. Compra-se muito bem por lá. Só
é preciso ter paciência”, diz. Rita não recomenda os chamados outlets. Segundo
ela, os preços nem sempre compensam.
Boa estrutura
Quem vive em Chicago e não trabalha
com turismo também faz elogios. É o
caso de Pedro Dejneka, consultor internacional sobre economia e commodities.
Nascido em Cambé, no Paraná, reside
nos Estados Unidos há 17 anos, quatro
na cidade que abriga o Chicago Board
of Trade (CBOT), bolsa onde são negociados, entre outros produtos, contratos
referenciados e commodities agrícolas,
como soja e milho.
Dejneka conta que foi para Chicago
por causa de um trabalho e que se impressionou com a limpeza, a cultura e
a gentileza da população. Avalia como
“fantástica” a cidade que, para ele,
destoa de locais de porte semelhante
nos Estados Unidos e em outras partes
do mundo, além de permitir “uma ótima qualidade de vida em família”.
“Tem seus pontos fracos. O inverno é
longo e bastante rigoroso, o trânsito
(como qualquer outra grande cidade) é
um pouco caótico, os impostos são um
pouco altos. Mas os pontos fortes mais
do que compensam. Você paga impostos
altos, mas vê o retorno; as quatro estações do ano são bem distintas; é uma
cidade global e cosmopolita, muita cultura, excelentes universidades e escolas,
excelente infraestrutura, e é claro, casa
do melhor time de basquete de todos os
tempos – o Chicago Bulls.”
Ele acredita que existem atrações “obrigatórias” para quem visita Chicago. Entre
elas, também está o Signature Room
“não tanto pela comida, apesar do cheeseburger ser um dos melhores que já
comi na vida e é enorme, mas pela fantástica vista da cidade. Para quem vem
com crianças, vale a pena ir até o Navy
Pier. Para quem vem no verão, recomendo curtir uma praia na North Avenue ou
Oak Street Beach; no inverno, patinar no
gelo no Millenium Park, próximo ao Bean
(feijão prateado). Chicago tem de tudo e
para todos os gostos”.
sites
Buddy Guy‘s Legends: www.buddyguy.com
The signature room:
www.signatureroom.com
rita Pereira richter: [email protected]
2013 | 1º trimestre | salve 7
_salve gatas
FernanDa LouGon
PROFISSãO: Modelo.
SIGNO: Capricórnio.
HOBBY: praticar bodyboard
e viajar.
BEBIDA: Champagne
O QUE UM HOMEM PRECISA
PARA TE CONQUISTAR?
Ser autêntico, divertido
e ter conteúdo.
LUGAR IDEAL PARA NOITE
ROMÂNTICA? Jantar no
restaurante Le Georges, em Paris,
com a vista maravilhosa da cidade.
8 salve | 1º trimestre | 2013
fotos_FAuSTo SAEz
2013 | 1º trimestre | salve
Veja mais fotos e confira o making of do ensaio na nossa página do facebook.
9
_nutrição
aproveite os benefícios do abacaxi
Além de gostosa, a fruta possui um alto valor dietético
Quem nunca experimentou essa
fruta tão aceita pela população
brasileira? Nos dias de calor,
aquela vontade de tomar um suco
refrescante; ou depois daquele
churrasquinho, comer um fatia
suculenta. Pois é, essa fruta tão
gostosa possui um alto valor dietético, comparável ao das melhores frutas tropicais:
Energético: 1 copo de 150ml propicia, em média, cerca de 150 calorias. Uma fatia (130gr aproximadamente), 60 calorias. O teor de
açúcar pode variar, mas, em média, temos de 12% a 15%, em sua
maior proporção de sacarose.
Rico em vitaminas e minerais:
pode ser considerado fonte de
vitamina C, ferro, B6, folato, potássio, magnésio, vitamina A, vitamina B1, tiamina. A vitamina C
se destaca.
O abacaxi é um potente antioxidante, diminuindo o risco de desenvolver doenças como aterosclerose. E
aumenta a absorção de ferro, reduzindo os riscos de anemia.
Rico em fibras: contém celulose,
indispensável para o bom funcionamento intestinal e para diminuir a taxa de colesterol e açúcar
no sangue. Não é mito.
Renata Buzzini é formada em
Nutrição e diretora nutricionista da
RB Nutri. Renata fala sobre todos os
benefícios de uma fruta que temos
em abundância aqui no Brasil,
o abacaxi. Delicioso em sucos,
caipirinhas e in natura e faz muito
bem para a saúde.
O abacaxi pode ajudar no processo digestivo. A fruta contém
bromelina, uma mistura de enzimas proteolíticas que transforma as matérias em fragmentos.
Uma curiosidade interessante é
que essa substância também nos
ajuda na culinária, amaciando
as carnes e aves antes do preparo. (Dica: use para isso a parte
do cilindro central do abacaxi).
O abacaxi também é considerado
um diurético natural, é indicado
no caso de doenças renais, nas
quais há objetivo de estimular a
diurese. Pode ser consumido in
natura (quando podemos obter
a maior parte de suas propriedades nutricionais) ou industrializado (em que pode perder algumas
dessas propriedades), sob a forma de fatias ou pedaços em calda, pedaços cristalizados, passa,
xarope, geleia, doces, licor, vinho,
vinagre e aguardente.
foto_FAuSTo SAEz
10 salve | 1º trimestre | 2013
Aproveite, incorporando-o em sua
alimentação!
CE
RV E JA G
E
LA
DA E GEN
Rua Aspicuelta, 544 - Vila Madalena
Rua Bandeira Paulista, 327 - Itaim Bibi
Pça. Antônio Prado, 33 - Centro
Parque São Jorge - Corinthians
O NI TA
B
TE
IDA B O
M
A,
O
C
2013 | 1º trimestre | salve 11
_descomplicando o sexo
Você conhece o ponto G?
O Ponto G é uma região da vagina que foi descrita há muitos
anos por um ginecologista chamado Ernest Graefenberg, cuja
inicial passou a nomeá-la. De
acordo com ele, localiza-se na
parte anterior da vagina, alguns
centímetros dentro dela, na parte superior.
Para encontrá-lo seria preciso
deslizar o dedo a partir do clitóris, logo na entrada do canal
vaginal e fazer uma leve pressão
para cima. Ai então seria possível perceber uma pequena rugosidade ou elevação, que ficaria
mais evidente quanto mais excitada estivesse a mulher.
Estimulando este local acredita-se que a excitação seria
bem maior e o orgasmo muito mais intenso. Alguns pesquisadores acreditam ainda
que pela estimulação deste
ponto se produz emissão de
líquido pela uretra, o que poderia ser o equivalente à ejaculação
no homem.
Há uma grande polêmica em tor-
no deste assunto, pois alguns
estudiosos da sexualidade acreditam na existência do Ponto G e
outros não. O que se sabe de fato é
que não há pesquisa científica
que comprove a existência do
Ponto G e que esta história pode
estar mais ligada aos muitos
mistérios que envolvem a sexualidade feminina e a sua busca
pelo tão desejado orgasmo.
Falou-se muito sobre a sexualidade feminina por volta da
década de 70, época em que
também foi criada a história
do Ponto G. A mulher passou a
ter maior liberdade sexual e a
querer fazer sexo, não somente para fins de reprodução, mas
também por prazer.
Sabe-se também que o movimento feminista da época pode
ter se beneficiado com esta descoberta, pois era uma forma de
tentar provar que a mulher também tinha os seus recursos sexuais para obtenção de prazer.
Certo é que a chave do prazer
sexual feminino está mesmo
Psicóloga e sexóloga, Carla
Cecarello é mestre em ciências da
saúde pela Unifesp. É residente
da Associação Brasileira de
Sexualidade e coordenadora do
projeto Ambsex – Ambulatório de
Sexualidade, criado em 2003.
www.carlacecarello.com.br
nas questões emocionais e se
existe um Ponto G ele se localiza mesmo é na cabeça e não
na vagina. O prazer feminino é
muito maior quando a mulher
está relaxada, tranquila, despreocupada e está consciente de suas áreas de prazer, ou
seja, quando ela sabe onde e
como gosta de ser tocada.
foto_FAuSTo SAEz
12 salve | 1º trimestre | 2013
Que tal uma esticadinha na noite que só começou?
Localizado na Zona Oeste
de São Paulo.
Construído em uma área
de 5 mil m2, possui
46 suítes divididas
em nove categorias,
cada um com um
estilo e uma
decoração diferente.
Uma delas faz o seu estilo.
www.censivmotel.com.br - Rua Freire Cisneiro, 80 - Freguesia do Ó - São Paulo - 11 3931-9619
Termine sua
noite aqui.
Rodovia Castello Branco, Km 20 - Barueri - SP - 11 4191-1472
www.motelriviera.com.br
2013 | 1º trimestre | salve 13
_capa
“Não é o ritmo nem os passos que fazem a dança.
Mas a paixão que vai na alma de quem dança.”
Augusto Branco
14 salve | 1º trimestre | 2013
a
ç
n
a
d
a
e
v
l
a
S
.
e
d
a
d
i
l
a
u
s
n
e
eas
fotos_FAuSTo SAEz
make e styling_CAmILA mALTA
retoque_FERnAndo BARBoSA
locação_moTEL HARmony
2013 | 1º trimestre | salve 15
16 salve | 1º trimestre | 2013
Tainá Grando
_22 anos
Bailarina do programa Domingão do Faustão, da TV
Globo, Tainá nasceu em Porto Alegre (RS). Mas foi em São
Bernardo do Campo (SP) que começou a dançar. Estudou
Ballet Clássico, Jazz, Estilo Livre e Dança Contemporânea.
“Jazz é o que eu particularmente mais gosto”. Em 2010, fez
testes na Rede Globo e estreou em setembro do mesmo
ano. É formada também em Educação Física. Atualmente,
vive no Rio de Janeiro, onde dá aulas de dança e estuda
artes cênicas, mas conta que sempre vem a São Paulo para
compromissos profissionais e visitar família e amigos.
2013 | 1º trimestre | salve 17
“Borboleta parece flor que o vento tirou pra dançar.”
Fernando Anitelli
18 salve | 1º trimestre | 2013
“O mundo já caiu, só me resta dançar sobre os destroços.”
Clarice Lispector
2013 | 1º trimestre | salve 19
Veja mais fotos e confira o making of do ensaio na nossa página do facebook.
20 salve | 1º trimestre | 2013
_humor
Rachando o bico com Claudio Cunha
Minha gente, o mundo é bom porque é uma bola. Se fossem duas,
seria um saco. O cara que disse que
tamanho não é documento e que dinheiro não traz felicidade só pode
ser pobre e de pau pequeno. Aliás,
pinto é igual a automóvel: se você
não sabe manobrar, o melhor mesmo é ter um pequeno.
Minha resolução para este ano é
economizar. Jurei que não tomo
mais água em copo de requeijão.
Agora, tá difícil. Conta que não acaba mais. Tô tão endividado que, se
eu chamar alguém de meu bem, o
banco vem e toma. Se meu dinheiro
falasse, diria: fui! A vida é assim: se
você está triste, ninguém repara na
sua lágrima; se está feliz, ninguém
nota o seu sorriso. Agora, experimente soltar um peido.
De repente, percebi que chegou a
meia-idade. “Melhor idade”, só se for
para os médicos. Os cabelos indo
embora, aquela barriguinha dura
de tirar, pneuzinhos na cintura, o
velho e glorioso Ferroada cada dia
mais sossegado... É uma merda! Estou saindo do banheiro, minha filha
mais nova:
- Se enxuga bem, pai.
- Por que essa preocupação filha?
- Pros mosquitos da dengue não se
reproduzirem nos pneuzinhos da
cintura.
falta agora morrer com o estouro
de outra.
Não é que eu pulei do troço? As meninas vibraram! Eu me caguei todo,
mas mostrei que o pai é macho. Comigo é assim, como porco-espinho e
cuspo prego. Mas, no fundo, é tudo
relativo. Um fio de cabelo na cabeça
é pouco; na sopa já é muito.
Os tempos mudaram. hoje você fala
para uma mulher que a ama, ela já
pensa que você está interessado
“nela”.
- Meu bem, sexo é uma coisa, amor
é outra. Os políticos tão aí fodendo a
gente e ninguém morre de amor por
eles.
Mas não é verdade? E não sou só eu,
não! O único lugar do Brasil que não
tem político corrupto é na cadeia! O
povo tá com os ovos nas costas. Pior
perigo desse país é uma rebelião social. Verdade que tem uns caras que
não tão nem aí. Encontrei com um
amigo outro dia:
- Rapaz, lá onde eu estou trabalhando, o que tem de mulher dando em
cima de mim!
- É? E onde é que você esta trabalhando?
- No porão de um motel.
Estou tomando um chopinho com a
minha namorada lá no Salve Jorge,
- Minhas filhas, eu já nasci com o
estouro de uma borracha. Só me
- Não tão grande, mas sempre dura.
Sou o chamado pai-avô. Depois
de três filhos criados, fui arrumar mais duas. A caçula está com
8 e a penúltima, 11. Inventam
cada programa maluco, duro de
acompanhar. Tanto insistiram pra
eu pular no tal de “bore jumpe”,
que eu fui.
Tem cara que só pensa em sexo. Outro dia, um espectador na plateia me
falou que era pai de 10 filhos. quando eu o cumprimentei pelo tamanho
da prole, ele disse:
Cláudio Cunha é humorista, ator
e diretor. Atuou no teatro e na
televisão, dirigiu longas-metragens
na década de 80 e ficou muito conhecido, principalmente, pela peça
O analista de Bagé, vista por mais
de 2 milhões de pessoas em todo
Brasil, comédia teatral com dois
recordes no Guinness Book.
reparei que ela estava meio encabulada, se escondendo no meu corpo.
Olho pra trás, um gaiato sacudindo
a cabeça pra ela. Ah, fui pra cima do
cara!
- Tá louco, bicho! Sacudindo a cabeça pra minha mulher?
- Pelo amor de Deus! Isso é um cacoete que eu tenho.
- Cacoete? E você nunca apanhou
por causa disso?
- Já! Mas o que pego de mulher.
Papelzinho do lado do computador.
Pode ser importante.
“ Cara, te desejo! Vou te levar pra
cama, fazer você suar, tremer. Pode
ter certeza que você vai delirar...A
Gripe”
Brincadeira!!!... Até a próxima.
21 salve | 1º trimestre | 2013
Veja o ensaio completo do Wolverine em nossa página do Facebook.
“Todo guerreiro já ficou com medo de entrar em combate.
...
Todo guerreiro já perdeu a fé no futuro.
Todo guerreiro já trilhou um caminho que não era dele.
Todo guerreiro já sofreu por bobagens.
...
Todo guerreiro já achou que não era guerreiro.
Todo guerreiro já falhou em suas obrigações.
Todo guerreiro já disse “SIM” quando queria dizer “NÃO”.
Todo guerreiro já feriu alguém que amava.
Por isso é um guerreiro; porque passou por estes desafios,
e não perdeu a esperança de ser melhor do que era.”
Paulo Coelho
fotos_FAUSTO SAEZ
retoque_MAriO ViAnnA
23 salve | 1º trimestre | 2013
Voltei para Salvador e fui em busca desse sonho. Pensei : “Bem, agora eu tenho que me dedicar à luta,
o tempo está passando, já passei dos 25 anos, preciso me dedicar 100% a alguma coisa ou desistir de
tudo”. Foi quando conheci a equipe do Shark (Márcio “Shark” Almeida, que foi aluno do Minotauro). Ele
me reapresentou o Jiu Jitsu. E de lá, eles me levaram para o Dórea (Luiz Carlos Dórea, ex-campeão e
treinador de boxe), que tinha um pessoal que já estava querendo migrar para o MMA. A gente foi lá
pra Champion, encontrei o boxe, me apaixonei e lá decidi ficar. A minha estreia realmente foi em 2010.
Já estava me dedicando muito. Passei 2008 e 2009 naquela de ‘luto ou não luto, dá certo ou não dá
certo’. Deu esse boom no MMA e apareceram muitas lutas. Fiz a minha estreia em Salvador, trouxe
uma vitória. Eu comecei a lutar tarde, digamos assim, com 28 anos. Agora eu tenho 30. Há 3 anos
que eu entrei no circuito profissional, mas é um esporte que não tem idade. Funciona mais ou menos
como um mestrado. A gente se gradua em uma arte marcial raiz e vai para outras. A maturidade do
atleta gira em torno dos 30 anos.
Salve: Atualmente, tem lutadores beirando os 40 anos. Antigamente, parecia que acabava antes.
Isso tem a ver com a forma de treinamento?
Wolverine: Tem a ver muito com a forma de treinar. Eu acho que hoje os atletas têm muito mais tecnologia, se desgastam menos. A arte marcial hoje se desmistificou muito, desenvolve-se muito
a parte técnica, a gente poupa o atleta, procura cuidar da integridade, então tudo isto favorece a vida útil do atleta.
Salve: Como foi a sua entrada no TUF?
Wolverine: O próprio UFC havia informado que o atleta poderia fazer a inscrição pela internet. Fiz no último dia. Estava desestimulado, em um momento bem sofrido. Falei: “Olha, eu vou
me dar dez lutas. Se eu não for pra frente, vou ser fisioterapeuta, treinar só por esporte, lazer”.
Mas na quinta luta, surge o telefonema do pessoal do TUF. Eu estava emagrecendo porque
ia lutar no WFE, minha primeira luta no card principal. Estava magrinho, com 63 quilos, triste.
Aí toca o telefone, era a moça do TUF me chamando. Aquilo reavivou a minha esperança e comecei a me dedicar ferrenhamente. Nunca tinha nocauteado nenhum atleta. Meu primeiro nocaute
foi para entrar no TUF. Dentro da casa, enfrentei atletas de ponta. Eu era o mais inexperiente.
Salve: O que essa experiência te ensinou além da parte técnica?
Wolverine: Aprendi a confiar em mim, confiar no meu potencial, foi um grande aprendizado. Ensinou-me a ser mais profissional. O MMA entrou num processo de profissionalismo muito grande e os atletas
também têm que se adaptar a este movimento. Então, eu acho que o TUF me preparou muito em termos
de profissionalismo, de aprender os caminhos certos, de me comportar como profissional. Foi o que fez minha
carreira despontar, fez com que o público brasileiro e internacional reconhecesse a minha luta.
Salve: Você tem algum cuidado específico com a sua alimentação?
Wolverine: Eu procuro cuidar muito, principalmente agora que eu baixei de categoria. Eu estou na categoria Galo,
não posso mais vacilar. Começo a balancear melhor a minha dieta, mais ou menos uns dois meses antes da
luta. Antes, era um mês. Começo a reeducação alimentar e a retirada de peso, retirando carboidrato, diminuindo a quantidade de comida. Os últimos 15 dias são a descida final, que é apertada para qualquer
atleta. Eu controlo muito o carboidrato, enfatizo muito as fibras e os vegetais para acelerar o
metabolismo. Retiro o carboidrato à noite, consumo mais carboidrato durante o dia,
para utilizar como combustível.
Salve: Quais os seus planos e as expectativas para a
sequência da sua carreira?
Wolverine: Irei me preparar com mais afinco
e melhorar a organização do meu camping.
Mas sigo a linha de trabalho que já venho
seguindo e espero ter mais recursos materiais para engrandecer minha equipe.
Salve: Você acredita que tem uma
missão como lutador, como atleta?
Já pensa em que tipo de legado
você quer deixar?
Wolverine: Tenho como missão
mostrar que o sonho vale a pena,
que quando se faz com amor
o que se propõe a fazer, Deus ou
o universo conspira para que
se realize. Que nunca se vence
uma guerra lutando sozinho
e que o amor deve ser o norte
do homem.
Foi entre idas e vindas da Bahia que Hugo Viana, o “Wolverine”, conseguiu realizar o sonho de ser
lutador profissional de MMA. Paulista de Mauá, ele conheceu o pai aos seis anos de idade. “Eu me
apaixonei pelo velho e não teve mais como me separar dele”. Viveu em Salvador dos 7 aos 15 anos.
Depois retornou a São Paulo com a mãe, onde cursou a faculdade enquanto praticava Jiu Jitsu e
Muay Thay. E, de volta à capital baiana, começou definitivamente a caminhada no mundo das lutas.
O esporte faz parte da vida do lutador desde cedo. Mas foi apenas quando já tinha passado dos
25 anos que decidiu dedicar-se de forma integral. “Pensei: Bem, agora eu tenho que me dedicar
à luta, o tempo está passando, já passei dos 25 anos, preciso me dedicar 100% a alguma coisa
ou desistir de tudo”. Desistir seria seguir a carreira de fisioterapeuta, área na qual é formado.
O prazo para tomar a decisão seria de dez lutas, contou em entrevista à Salve. Se eu não engrenasse na carreira, passaria a treinar apenas por lazer. Depois de cinco lutas, Wolverine entrou na primeira edição brasileira de The Ultimate Fighter (TUF), reality que seleciona lutadores
para o UFC (Ultimate Fighting Championship), a mais popular competição de artes marciais
do mundo. Na semifinal, perdeu para Rony Jason, mas reconheceu o valor da experiência.
“O TUF fez minha carreira despontar”.
Apesar da eliminação do TUF, o objetivo de entrar para o UFC foi atingido em 2012. Em 23
de junho, no UFC 147, em Belo Horizonte, derrotou John “Macapá” Teixeira. No dia 29 de
junho, o site oficial do lutador publicava a informação de que ele passava a fazer parte
da categoria Peso-Galo (de 57,15 Kg até 61,24 Kg). Em 15 de dezembro, enfrentou, em Las
Vegas (EUA), Reuben Duran. Venceu por nocaute no primeiro round. Foi a sétima vitória
na carreira e segunda no UFC.
Wolverine conversou com Salve em duas ocasiões: Durante a preparação, ainda no Brasil; e
depois da luta, via internet, direto dos Estados Unidos. Leia os principais trechos da entrevista.
Salve: Qual a sensação de vencer na estreia em um UFC fora do Brasil? Nocautear o adversário no primeiro round surpreendeu você?
Hugo “Wolverine” Viana: Foi uma estreia emocionante. Trabalhei muito na preparação e consegui
realizar bem meu trabalho. Nunca penso no nocaute. Apenas penso na eficácia e conexão. Senti-me honrado em lutar, onde os grandes campeões lutaram. Realmente, minha mão estava muito
dura, mas não imaginava vê-lo cair daquela maneira.
Salve: O que você viu de semelhante e de diferente do Brasil, nas manifestações do público americano?
Wolverine: O público americano gosta de torcer e se empolga com os acontecimentos dentro
do octagon. Porém, o brasileiro vibra muito mais, se emociona muito mais com a luta. Como bons
latinos, se entregam de coração.
Salve: Falando da sua história, como foi que começou a trajetória no mundo das lutas?
Wolverine: Desde pequeno, eu praticava atividade física. Fiz natação alguns anos.
Com mais ou menos 12 anos de idade, eu queria fazer um esporte que me
trouxesse algum desafio. Foi quando eu entrei no
Tae Kwon Do pela primeira vez e pratiquei
durante mais ou menos um ano. Logo depois, migrei pro Jiu Jitsu, mais um ano.
Mais tarde, com 16 anos, quando eu
vim morar em São Paulo novamente,
resgatei o Tae Kwon Do. Comecei
a me dedicar e isso me trouxe
muito aprendizado. Consegui
alguns títulos importantes.
Disputei Jogos Regionais e
o meu sonho olímpico ficou
muito difícil. Eu não tinha
estatura para lutar seletivas, disputar campeonatos internacionais. Então, decidi migrar para
outros esportes mais
desafiantes: o Muay
Thay, que era bastante desafiador
na época. Comecei a ver que eu
tinha potencial.
Jaguaré
Zona Oeste
Locação de Quadra - Escola de Futebol
Apresente este anuncio na locação e ganhe 06 garrafas de cerveja.
11 3719-3536
04 churrasqueiras
Mesa de sinuca
Escolinha de Futebol
Boca Juniors
Oficial
Área coberta
Lanchonete
Monitoria de professores
Espaço para 300 pessoas
Estacionamento
Vestiários
03 quadras de futebol Society
E muito mais!
Rua Santo Eurilo, 198 - Jaguaré - São Paulo - SP
Tel.: 11 3719-3536 - 11 7847-8213 - www.vibesociety.com.br
_capa
lutaNdo deNtRo
e FoRa do oCtaGoN
Um bate-papo com hugo Wolverine, lutador brasileiro de MMA.
27 salve | 1º trimestre | 2013
NaÏve
Em sua busca pela essência do homem, o fotógrafo desenvolveu uma
técnica em que o rosto do modelo adquirisse aspecto craquelado,
através de pintura com tinta, secagem e lixamento da pele e registrou
estes rostos sobrepondo elementos naturais. Para Gabriel, este ser
humano ingênuo (tradução da palavra francesa naïve), fossilizado,
representa a submissão do homem perante a ação da natureza. O título
da série propõe este questionamento.
Sempre estiveram presentes no trabalho do fotógrafo, a figura humana
e a criação de interferências em seus personagens com tinta. Em
Naïve, a novidade fica por conta da interação com outros elementos da natureza, acessórios que são dispostos aqui com a intenção
de questionar a posição do homem no mundo.
Apesar da forte relação com a temática do impacto ambiental
provocado pela ação humana, as questões fundamentais nas obras
de Gabriel Wickbold são filosóficas, interiores. Nesse trabalho, o fotógrafo foca-se na natureza do homem, arrogante devido à sua falta
de conhecimento perante a vida que o cerca, da vida que está além
de sua individualidade. “Não passamos de animais. Somos fisicamente fracos, lentos, com pouca ou quase nenhuma percepção do que nos
rodeia, perdemos um tempo gigantesco procurando entender coisas
que não irão alterar em nada a nossa vida. Somos os únicos responsáveis pela próxima extinção em massa da vida no planeta e ainda nos
achamos seres superiores”, critica o artista. “O homo sapiens é UMA
espécie que transforma o ambiente em que vive de forma destrutiva,
prejudicando a vida de outros seres. O homem retira da natureza infinitamente mais do que ela o daria sem interferência e não dá nada em
troca, nem sua carcaça para ser reciclada.”, analisa ainda.
Em Naïve, Gabriel optou por fotografar apenas as cabeças dos modelos, já que é a parte do corpo onde se centram as idéias e emoções.
Todos os elementos que compõem as obras de Gabriel Wickbold estão
presentes no momento da fotografia.
Tão importante quanto à técnica do manuseio da câmera é esse processo de transformação dos modelos em homens-instalação. O artista
trata a fotografia como instrumento para representar sua estética, que
é utilizada como um impulso para o conteúdo, um meio de exprimir
sua visão de mundo. “A arte é reflexo do homem e suas questões.
Essa série veio como uma transpiração deste momento em que vivemos, onde o homem busca uma forma mais pacífica de se relacionar
com a natureza”, diz.
o artista
Gabriel Wickbold, formado em Rádio e TV pela FAAP, sempre esteve
envolvido com o universo das
artes, música e poesia. Sua mãe,
artista plástica, teve papel fundamental
em
sua
formação.
Descobriu seu amor pela fotografia numa viagem de 10 mil km
que realizou em 2006 pelo interior
do Brasil, registrando a essência
do povo brasileiro. Esse material foi
exposto em 2008, em Estocolmo,
na Suécia. A partir daí, passou
a dedicar-se integralmente à fotografia. Em sua segunda série,
“Sexual
Colors”,
transformou
o corpo dos modelos em tela para
tratar a sexualidade usando tintas.
O trabalho foi publicado em revistas do mundo inteiro, dando-lhe
projeção internacional.
29 salve | 1º trimestre | 2013
2013 | 1º trimestre | salve 30
_olhares
by Gabriel Wickbold
31 salve | 1º trimestre | 2013
ereta até o joelho ficar próximo
ao solo. Volte à posição inicial.
Repita o exercício, trocando a
posição das pernas.
máximo que conseguir, sempre
respeitando o limite das articulações. Vire para o outro lado
e repita o exercício trocando a
posição das pernas.
3
5
4 - adutor coxa unilateral
2
2
Fique deitada lateralmente com
um dos cotovelos apoiado ao
solo. Uma das pernas fica flexionada. A outra, que fica estendida, levante o máximo que
conseguir e retorne lentamente
até próximo do solo. Vire para o
outro lado e repita o exercício.
A perna que estava flexionada
fica estendida e vice-versa.
5
Para mais dicas sobre treino,
dieta, receitinhas saudáveis,
acesso o blog da Danny Castro:
www.queriaserabettyboop.com.br
3 – Glúteo com 4 apoios
(joelho estendido)
Com os cotovelos paralelos aos
ombros e os joelhos na distância do quadril, estenda uma das
pernas e levante até o máximo
que alcançar. Depois, desça
lentamente a perna até a ponta do pé se aproximar do solo.
Repita o exercício, trocando a
posição das pernas. Se preferir,
pode apoiar um dos braços lateralmente, como na imagem,
para dar mais equilíbrio.
4
Para outras orientações, acesse
também:
www.prisciladiciero.com
Priscila Di Ciero, nutricionista
especializada em Nutrição Funcional e Esportiva.
4
Satye yada, aromaterapeuta
http://satyeyada.blogspot.com.br
5 – Glúteo médio unilateral
3
Fique deitada lateralmente,
com um dos cotovelos no chão
e a cabeça apoiada em uma das
mãos. Flexione a perna que não
está em contato com o solo. Depois, estenda-a, levantando o
Dra. Flávia R. Nakamura, médica
especializada em Dermatologia
com Prática em Ortomolecular
e Estética
www.nakamurazen.com.br
2013 | 1º trimestre | salve 32
_academia salve
Pernas e bumbum bem cuidados
Dicas simples com a participação especial de Danny Castro.
Com a chegada do verão, todas
nós queremos exibir pernas
e bumbum bem cuidados, firmes e sem os temidos furinhos da celulite, certo? Claro que devemos manter os
cuidados com o corpo e com
a pele durante o ano todo,
mas no verão, eles devem ser
intensificados.
Lembre-se:
“projeto verão” tem que durar
o ANO INTEIRO!
Dieta adequada, ingestão de
água, cuidados com a pele
(massagem, hidratação), exercícios com pesos (para manter
o tônus) e exercícios aeróbicos (para exterminar a gordurinha localizada). Eu só consegui bons resultados, depois
que consegui combinar todos
esses cuidados. Confira algumas dicas das profissionais que
me acompanham:
diCaS da NutRiCioNiSta
PRiSCila di CieRo:
-Beba muita água ao longo do
dia. Se preferir, “aromatize” sua
água, com gotinhas de limão ou
raspas de gengibre.
-Chá de cavalinha e centella asiática são excelentes diuréticos!
Beba gelado ao longo do dia.
-Evite alimentos com alto índice
glicêmico, que inflamam as células (prefira sempre alimentos
integrais e fuja de alimentos
que contenham açúcar branco,
farinha refinada, frituras)
-Mantenha sua alimentação o
mais natural possível, evitando
alimentos industrializados.
-Ingestão de fibras! Se o seu
intestino não funciona adequadamente, você não conseguirá
eliminar as toxinas!
diCa da aRomateRaPeuta
e maSSoteRaPeuta SatYe
Yada:
Massagens com movimentos
de drenagem linfática, utilizando óleos essenciais de lavanda,
limão e funcho, numa base de
óleo vegetal de rosa mosqueta:
esta combinação ajuda na drenagem e eliminação de toxinas.
Faça à noite, antes de dormir.
quinze minutinhos do seu dia
dedicados ao seu bem estar.
diCaS da deRmatoloGiSta
FlÁvia NaKamuRa:
Existem no mercado muitas opções de creme anti-celulite. Eles
também podem ajudar nessa
batalha, melhorando a textura
da pele, hidratando, e ajudando
no combate ao aspecto de pele
de “casca de laranja”. Antes de
aplicar os cremes, faça uma esfoliação na pele, para que os
ativos sejam mais bem absorvidos!
Ah, outra dica: se você é
branquinha, use um creme
auto-bronzeador nas pernas.
Dá uma super diferença! Algumas orientações simples,
de exercícios que podem ser
feitos em casa, para tonificar
a musculatura das pernas e
do bumbum!
Aquecimento é fundamental!
Sempre faça aquecimento antes de treinar. Alongamento e
caminhadas são ótimas opções.
Se for iniciante, comece devagar e vá aumentando aos poucos de acordo com o seu limite. Durante a primeira semana,
faça 2 séries de 15 repetições.
Entre uma e outra, estabeleça
intervalos de 30 segundos para
adaptar a musculatura. Após o
período de adaptação, aumente
para 3 séries de cada exercício.
O programa pode ser feito até 5
vezes por semana.
1 – agachamento
Com os pés paralelos na distância do quadril, flexione os joelhos e desça lentamente como
se fosse sentar-se em uma cadeira. Mantenha a coluna ereta.
Volte para posição inicial.
fotos_FAUSTO SAEZ
1
1
2 – afundo
Posicione uma perna à frente
com a planta do pé por inteiro
no chão. A outra é posicionada
para trás e na ponta do pé. Desça verticalmente com a coluna
33 salve | 1º trimestre | 2013
fotos_FAUSTO SAEZ
2013 | 1º trimestre | salve 34
_pra elas
GiBa PiGNatti, 26 anos
PROFISSãO: Modelo e personal trainer.
hOBBy: Jogar futebol.
O qUE UM MULhER PRECISA
PARA TE CONqUISTAR?
Uma mulher deve ter como princípio
a lealdade e um lindo sorriso estampado
no rosto.
ESPORTE: todos! (principalmente o
futebol, é claro!).
BEBIDA: Depende das circunstâncias e
da companhia, mas para uma noite a 2
certamente um escolheria um bom vinho.
35 salve | 1º trimestre | 2013
_gastronomia
Salada afrodisíaca e frozen refrescante
Surpreenda seu amor com as dicas do chef Felipe Maraninchi
ingredientes:
1 alface americana
1/2 maço de rúcula
7 aspargos
6 fatias de presunto tipo parma
3 azeitonas pretas
50 g de lascas de amêndoas
30g de lascas de parmesão
modo de preparo:
Deixe as folhas de molho na
água com vinagre para eliminar as bactérias durante todo o
processo.
Em uma panela, coloque água
para ferver.
Limpe os aspargos em água corrente. Com uma faca corte-os
ao meio e descarte a ponta
com o cabinho.
Coloque os aspargos limpos
com a sua coroa na panela
de água fervendo e deixe
por 3 minutos. Assim que
terminar esse tempo, retire-os
da panela e os coloque para
resfriar na água corrente. Na
sequência
guarde-os
num
recipiente com gelo até esfriar
e reserve.
Elimine os caroços da azeitona e
as corte em lascas.
Pegue a alface e a rúcula que
já devem estar limpos depois do processo de esterilização com o vinagre e água
e monte no prato. Disponha
o presunto sobre as folhas,
as azeitonas, os aspargos, as
lascas de amêndoas torradas
e o parmesão.
Sua deliciosa salada está pronta.
foto_FAUSTO SAEZ
Molho Siciliano
ingredientes:
4 limões sicilianos
2 colheres bem cheias de mel
1 colher de café de sal
1 xícara de café de azeite
modo de preparo:
Em um liquidificador ou em um
mixer, coloque o suco dos limões, o mel, o sal e o azeite e
bata até ficar homogêneo. Indico
que coloque na geladeira para
servir geladinho.
marguerita frozen
ingredientes
Suco de 2 limões
2 colheres de sopa de açúcar
2 copos cheios de gelo
100ml de tequila ouro
modo de fazer:
Em uma jarra, coloque o açúcar e o limão e mexa.
Coloque essa mistura em um liquidificador e adicione o gelo e a tequila.
Bate até triturar o gelo e formar o frozen.
O consumo deve ser imediato.
37 salve | 1º trimestre | 2013
moda & beleza_
Fique sempre antenada
Como se manter sempre na moda e ter maquiagens modernas
Você se considera antenada quando se trata de moda e maquiagem,
certo? Aí, abre um site ou aquela
revista de moda bacana e vê que
suas roupas são da coleção anterior e sofre por isso...
Pois é, mas não sofra. Seja do estilo “faça você mesmo” e entre na
onda de customizar aquele jeans
antigo ou aquela blusinha do verão passado.
”Você pode adicionar brilho, taxas,
cores, recortes sem brigar com o
que a roupa já é! Geralmente, os
jeans são melhores pra essa finalidade. Desde um simples short até
calças super produzidas, os jeans
são os mais adaptáveis. Camisetas também são bem acessíveis e
simples recortes ou aplicações já
fazem toda a diferença!”, ressalta
a blogueira de modas e consultora
da Mary Kay, Gabriela Rodrigues
Leite.
as marcas de
base. E rímel
é
essencial!
Lembre-se:
o
que difere a
Minnie do Mickey são os cílios!”, destaca
Leite que ainda deixa dicas
para o próximo
verão.
Tons pastéis também virão, mas
“Você pode
o ponto alto vai
adicionar brilho, ser a combinação
de branco com
taxas, cores,
branco, os looks
recortes sem
“All White” vibrigar com o que rão com tudo.
Já para maquiaa roupa já é!”
gem, os batons alaranjados continuarão reinando neste verão”, finaliza.
“Para o verão de 2013, podem investir em conjuntinhos. Sim, eles
voltaram! Inclusive com a combinação de estampas diferentes!
Teremos muita estampa floral nos
conjuntinhos shorts e blazer.
Então, seja para um happy hour,
uma balada ou uma jantar a dois,
esteja sempre com aquele estojinho de maquiagem na bolsa e
aquela blusa customizada no guarda-roupas para arrasar!
Na hora de se maquiar, também
não passe apertado. Existem inúmeros cursos de auto-maquiagem
que podem ser um canal de
ajuda. Mesmo se você não
leva jeito, as consultoras
sempre dão dicas fantásticas.
”O essencial é identificar
seus pontos fortes e destacá-los e esconder seus pontos
fracos, por exemplo: se sua pele
é oleosa, use um bom pó. Se
seus olhos são pequenos
nunca use o lápis preto
na linha d’água, só abaixo.
Uma pele bem feita é a base
de tudo! Por mais lindo que
seu blush novo seja, ele não vai
esconder seus poros abertos ou
2013 | 1º trimestre | salve 38
Pra elas
Fotos do modelo
e ex-jogador
de futebol
Giba Pignatti
EDIÇÃO #02 - ANO 01
Gastronomia
Surpreenda seu amor
com Salada afrodisiaca
+ frozen refrescante
neste verão
Humor
Wolverine
Rache o bico com
Claudio Cunha
lutadoR do tuF e uFC em
eNtReviSta exCluSiva
Olhares
Confira a série
Naive do fotógrafo
Gabriel Wickbold
Academia Salve
Bumbum e pernas
bonitas para o verão!

Documentos relacionados