soluções ++ - Ana Bahia Arquitetura

Сomentários

Transcrição

soluções ++ - Ana Bahia Arquitetura
soluções ++
Up!
Por: Carlos Hummig
Imagens: Jomar Bragança
Morada ganha vida
com mix de peças
vintage e modernas.
01. A casa loft em Nova Lima (MG) possui
estar integrado à suíte, separado apenas
por uma porta de correr. A arquiteta
Ana Bahia usou móveis modernos e
antigos para dar identidade ao projeto,
que ficou marcado pelo bom uso da
madeira e de tons amarronzados.
O sofá e os móveis do quarto já pertenciam
à cliente e foram coordenados com a
poltrona Dinamarquesa, de Jorge Zalszupin,
o banco Mocho, de Sergio Rodrigues,
e a banqueta Palhinha, de Morito Ebine,
que aqui virou mesinha lateral. Mesa de
centro São Romão. Tapetes Marie Camille.
44
design
design
45
Em Minas Gerais, a arquiteta Ana Bahia ficou encarregada de dar um up em uma casa loft que estava descuidada. “Fizemos a reforma da fachada, além dos interiores
de toda a residência”, afirma a profissional. A moradora,
uma mulher independente e sensível, pediu que fossem
valorizadas as vistas externas porque ela gosta de ficar
cercada pela natureza. “A cliente queria uma casa aconchegante, mas sem muitos móveis”, relata Ana, que,
para aquecer os ambientes, apostou na madeira e em
tons amarronzados, que aparecem em tapetes e em tecidos, como o linho.
Para o estilo da decoração, a ideia foi misturar modernidade com móveis vintage. “Partimos então da seleção de
móveis de família que ela já tinha. Procurei inserir peças
de design moderno e alguns dos anos 1950”, assinala.
Como a cliente queria apenas o essencial, Ana fez um
levantamento cuidadoso do acervo, buscando informações sobre as peças para especificar apenas o que era
realmente adequado e que tivesse valor afetivo. “A partir
daí, adequamos os espaços e inserimos novos móveis e
objetos”, afirma Ana.
Peças assinadas por nomes como Jorge Zalszupin,
Sergio Rodrigues e Eero Saarinen entraram em cena,
junto com uma marcenaria contemporânea e acessórios
modernos, como luminárias e tapetes de linhas atuais.
O resultado foi uma casa com vida. “Sempre busco isso
em meus projetos. Não acho que a casa tem que se
parecer com uma loja. Ela precisa ter elementos inusitados, objetos com história e, principalmente, com a cara
do cliente”, afirma Ana Bahia.
02. Detalhe da arquitetura da casa loft com
vistas externas valorizadas. O móvel em
laca feito pela Adresse armazena e expõe a
coleção de objetos divertidos da moradora.
03. A coleção de xícaras antigas da cliente
fica armazenada na cristaleira que ela
herdou da avó e que foi aproveitada pela
arquiteta na sala de jantar. O ambiente
ganhou mesa Eero Saarinen, fornecida pela
Tetum, e cadeiras Thalya que vieram da
São Romão: fabricadas pela Verona Móveis,
foram elaboradas pela equipe de criação
da empresa, que busca inspiração em
móveis dos anos 1950 e 1960. O carrinho
de chá retro é da Desmobilia. Atenção à
luminária em formato de cereja da La Lampe,
assinada pela designer Nika Zupanc.
03
02
46
design
design
47
04
04. Na cozinha, a marcenaria Impar
executou o projeto sob medida da bancada
em madeira de demolição e dos armários.
A parede ganhou textura de concreto
aparente da Suvinil. As luminárias
Tom Dixon foram fornecidas pela Interpam.
Plantas baixas: a casa loft tem dois
pavimentos. No térreo ficam as áreas
de serviço e no andar superior os
ambientes sociais e íntimos, onde
foram agregadas as peças de design.
Localização: Nova Lima (MG).
Área total: 120 m².
Pé direito: 2,70 m.
Tempo de obra: dois meses.
Nº de pavimentos: dois.
Mobiliário: Desmobilia, Morito Ebine
e São Romão.
Marcenaria: Impar e Adresse.
Tapetes: Marie Camille.
Iluminação: La Lampe e Interpam.
Tintas: Suvinil.
+ profissional
Ana Bahia
Formação: arquitetura
Tempo de atuação: 11 anos
48
design
“Trata-se de uma
arquitetura de vivência
e descoberta dos espaços
e objetos da casa”.