Veja sinopses

Сomentários

Transcrição

Veja sinopses
ESSENTIAL KILLING / ESSENTIAL KILLING
Polônia, Noruega, Hungria, Irlanda, 2010 / 83 min.
Direção: Jerzy Skolimowski
Roteiro: Jerzy Skolimowski, Ewa Piaskowska
Fotografia: Adam Sikora
Música: Paweł Mykietyn
Elenco: Vincent Gallo, Emmanuelle Seigner, David Price
Gênero: Suspense / Guerra
Classificação indicativa: 18 anos
Prêmio Especial de Júri no Festival Internacional de Cinema de Veneza 2010
C
apturado pelos soldados americanos no Afeganistão, Mohammed é levado
para uma base secreta na Europa Central. Não sabemos se ele é um combatente da Al-Qaeda ou se é um homem inocente que estava no lugar errado
e na hora errada. Por sorte consegue fugir do transporte. Para sobreviver, ele
será forçado a cometer uma série de atrocidades.
O MOINHO E A CRUZ / MLYN I KRZYZ
VENEZA / WENECJA
ZERO / ZERO
Polônia, Suécia, 2010 /
96 min.
Direção: Lech Majewski
Roteiro: Michael Francis
Gibson, Lech Majewski
Fotografia: Lech
Majewski, Adam Sikora
Música: Lech Majewski,
Józef Skrzek
Elenco: Rutger Hauer,
Charlotte Rampling,
Michael York,
Joanna Litwin
Gênero: Filme de época
Classificação indicativa:
16 anos
Polônia, 2010 / 114 min.
Direção: Jan Jakub Kolski
Roteiro: Jan Jakub Kolski
Fotografia:
Artur Reinhart
Música: Dariusz Górniok
Elenco: Grażyna Błęcka-Kolska, Agnieszka
Grochowska, Magdalena
Cielecka, Julia Kijowska
Gênero: Drama
Classificação indicativa:
12 anos
Polônia, 2009 / 110 min.
Direção: Paweł Borowski
Roteiro: Paweł Borowski
Fotografia: Arkadiusz Tomiak
Música: Adam Burzyński
Elenco: Robert Więckiewicz, Bogdan Koca,
Zbigniew Konopka, Aleksandra Popławska,
Kamila Baar
Gênero: Drama
Classificação indicativa: 16 anos
E
ste filme inovador
é uma tentativa contemporânea de interpretar a famosa pintura de Pieter Bruegel – “Caminho para
o Calvário”. A paixão de Cristo entrelaça-se aqui com a paixão de Flandres:
pressionada politicamente e religiosamente pelos espanhóis, durante o século
XVI. Bruegel conta sobre a tragédia da história e sobre o valor da tolerância.
O filme do Majewski faz com que as personagens e cenas da pintura revivam
aos olhos do espectador, assim como em tableau vivant (pintura viva).
O
filme conta a história de Marek, um
jovem rapaz, cuja infância é interrompida
pela guerra. Por causa
dela, em vez de continuar a tradição familiar e ir com os pais em sua primeira
viagem a Veneza, Marek muda-se com a mãe para a província. No entanto,
graças à força de sua imaginação, o menino transforma o inundado subsolo
de sua casa na cidade mais romântica do mundo – Veneza. Enquanto lá fora
acontece o tumulto da guerra, é justamente no subsolo “veneziano” que serão
despertadas grandes esperanças e desejos e que acontecerá a transição do
menino para o homem.
É
o amanhecer numa grande metrópole.
No andar alto de um edifício empresarial, no amplo escritório do chefe de
uma multinacional, está tocando o telefone. Do outro lado é um sujeito do tipo
“largado”, acompanhado dum indivíduo estranho em uma van bastante deteriorada. Pergunta sobre a decisão. Trata-se de seguir uma certa pessoa. Após
uma breve hesitação, o empresário confirma o pedido. Não imagina, que com
um único “sim” despertará uma avalanche de acontecimentos, os quais irão
influenciar o destino de uma boa parte dos moradores da cidade. É o começo
de uma história com muitos enredos, onde se cruzarão os caminhos de muitas
pessoas, e cada decisão delas trará consequências para todos. “Zero” é um
conto sobre o amor e o ódio, sobre os traídos e os traidores, sobre a violência
e o sexo e sobre os surpreendentes segredos, os quais vamos conhecer ao longo
dessas 24 horas. A máquina posta em andamento mudará, para sempre, a vida
dos seus protagonistas. Mas será que realmente para sempre?
ROSINHA / RÓZYCZKA
TUDO QUE AMO / WSZYSTKO CO KOCHAM
PEQUENA MOSCOU / MALA MOSKWA
Polônia, 2010 / 118 min.
Direção: Jan Kidawa-Błoński
Roteiro: Maciej Karpiński, Jan Kidawa-Błoński
Fotografia: Piotr Wojtowicz
Música: Michał Lorenc
Elenco: Magdalena Boczarska, Robert Więckiewicz, Andrzej Seweryn
Gênero: Drama
Classificação indicativa: 16 anos
Polônia, 2009 / 91 min.
Direção: Jacek Borcuch
Roteiro: Jacek Borcuch
Fotografia: Michał Englert
Música: Daniel Bloom
Elenco: Mateusz Kościukiewicz, Olga Frycz, Jakub Gierszał, Andrzej Chyra
Gênero: Drama / Música
Classificação indicativa: 16 anos
Polônia, 2008 / 113 min.
Direção: Waldemar Krzystek
Roteiro: Waldemar Krzystek
Fotografia: Tomasz Dobrowolski
Música: Zbigniew Karnecki
Elenco: Svetlana Khodchenkova, Lesław Żurek, Dmitri Ulyanov, Elena
Leszczyńska e outros
Gênero: Drama
Classificação indicativa: 14 anos
A
no de 1967. Após o desencadeamento da Guerra dos Seis Dias entre Israel
e os países árabes, os estados integrantes do Pacto de Varsóvia cortam
relações diplomáticas com Israel. O Serviço de Segurança comunista da Polônia
dá início a um trabalho operacional de larga escala para se infiltrar no meio dos
cidadãos de origem judaica. Paralelamente, o renomado escritor inicia um caso
com uma linda mulher, atraente e muito mais jovem. Cego pela paixão, nem
suspeita que sua relação controversa pode não ser apenas uma coincidência,
e que a mulher pela qual se apaixonou é, na verdade, uma ferramenta nas mãos
dos serviços secretos...
H
á um momento em nossas vidas no qual passamos a não
ser mais crianças, mas ainda não
cruzamos o limiar da vida adulta.
Trata-se de uma época cheia de
“primeiras vezes” – a primeira
decepção, a primeira rebelião,
o primeiro amor... Um tempo
cheio de sonhos e esperanças.
“Tudo que amo” é uma história
sobre Jacek, um sensível garoto
justamente nesta fase de vida,
que vive numa cidade litorânea
nos anos 80, época das grandes
mudanças políticas na Polônia.
Porém, as manifestações, as greves e a imposição da lei marcial
ficam em segundo plano no filme,
sendo dado destaque à alegria
juvenil, paixão pela vida, música,
sexo, primeiro amor. No decorrer
da história, Jacek vai experimentar o choque do mundo idealista
da juventude com o duro mundo
adulto. Terá que enfrentar a realidade e lutar: pelo seu amor,
pela família e pelo seu futuro.
U
ma emocionante história de um amor proibido em meio a uma conturbada
situação política da época. Viera, uma jovem russa casada com um piloto de
caça, inicia uma aventura amorosa com Michał, um tenente polonês. O encontro acontece em 1967 quando das cerimônias do 50° aniversário da Revolução
de Outubro. O romance clandestino converte-se numa tragédia pessoal, que
tem como pano de fundo uma tensa situação política, agravada pela invasão
das tropas do Pacto de Varsóvia na Tchecoslováquia em 1968. O filme relata
os abusos cometidos pelo Exército Soviético na cidade polonesa de Legnica,
apelidada de “Pequena Moscou” devido à presença, durante quase cinquenta
anos (1945–1993), de uma base militar soviética.

Documentos relacionados

brasKatal1108:Layout 1

brasKatal1108:Layout 1 Formato da projeção: Digital

Leia mais