1° Médio - Colégio FAAT

Сomentários

Transcrição

1° Médio - Colégio FAAT
Colégio FAAT
Ensino Fundamental e Médio
Roteiro de Estudos Recuperação – Literatura
Nome:
Nº.:____
Série: 1ªA e 1ªB - Ensino Médio
3º BIMESTRE
Barroco
Reforma e Contrarreforma
Conceptismo e cultismo
Pde. Antonio Vieira
Gregório de Matos
Arcadismo
Cláudio Manoel da Costa
Tomás Antônio Gonzaga
Lista de exercícios para a recuperação – Primeiro ano – Terceiro Bimestre
1.
Gregório de Matos produziu poesias líricas amorosas e religiosas. Em sua lírica
amorosa, como Gregório apresenta a mulher? Na lírica religiosa, qual a ideia deste
poeta barroco em relação a Deus e ao pecado?
2. “Há de tomar o pregador uma só matéria, há de defini-la para que conheça, há de
dividi-la para que se distinga, há de prová-la com a Escritura, há de declará-la com a
razão, há de confirmá-la com o exemplo, há de amplificá-la com as causas, com os
efeitos, com as circunstâncias, com as conveniências que se hão de seguir, com os
inconvenientes que se devem evitar; há de responder às dúvidas, há de satisfazer às
dificuldades, há de impugnar e refutar com toda a força da eloquência os argumentos
contrários, e depois disto há de colher, há de apertar, há de concluir, há de persuadir, há
de acabar.” Padre Antônio Vieira
Este trecho do Sermão da sexagésima, de autoria do Padre Antônio Vieira, aponta as
partes que compõem o discurso argumentativo e ilustra o Barroco, em seu estilo
conceptista.
Em que consiste este estilo?
3. Leia o poema a seguir.
À sua mulher antes de casar
Discreta, e formosíssima Maria,
Enquanto estamos vendo a qualquer hora
Em tuas faces a rosada Aurora,
Em teus olhos, e boca o Sol, e o dia:
Enquanto com gentil descortesia
O ar, que fresco Adônis te namora,
Te espalha a rica trança voadora,
Quando vem passear-te pela fria:
Goza, goza da flor da mocidade,
Que o tempo trota a toda ligeireza,
E imprime em toda a flor sua pisada.
Oh, não aguardes, que a madura idade
Te converta em flor, essa beleza
Em terra, em cinza, em pó, em sobra, em nada.
( Gregório de Matos )
Como se apresenta nele o conceito de efemeridade, tão presente nos poemas barrocos. Dê
exemplos com trechos do texto.
4. Leia o texto abaixo.
Lira XIV
Minha bela Marília, tudo passa;
A sorte deste mundo é mal segura;
Se vem depois dos males a ventura,
Vem depois dos prazeres a desgraça.
Estão os mesmos Deuses
Sujeitos ao poder ímpio Fado:
Apolo já fugiu do Céu brilhante,
Já foi Pastor de gado.
Qual o significado dos versos “Minha bela Marília, Tudo passa/ A sorte desse mundo é mal
segura/ Se vem depois dos males a ventura/ Vem depois dos prazeres a desgraça.”?
5. ALTÉIA
(Cláudio Manuel da Costa)
Aquele pastor amante,
Que nas úmidas ribeiras
Deste cristalino rio
Guiava as brancas ovelhas;
Aquele, que muitas vezes
Afinando a doce avena,
Parou as ligeiras águas,
Moveu as bárbaras penhas;
Sobre uma rocha sentado
Caladamente se queixa:
Que para formar as vozes,
Teme, que o ar as perceba.
(in: POEMAS de Cláudio Manuel da Costa. São Paulo: Cultrix, 1966, p. 156.)
Neste fragmento da obra ALTÉIA, de Cláudio Manuel da Costa, há características peculiares
do Arcadismo.
Escreva duas dessas características e justifique sua resposta com passagens do texto.
6. LIRA 14 (Parte I)
Minha bela Marília, tudo passa;
a sorte deste mundo é mal segura;
se vem depois dos males a ventura,
vem depois dos prazeres a desgraça.
....................................................................
Que havemos de esperar, Marília bela?
que vão passando os florescentes dias?
As glórias, que vêm tarde, já vêm frias;
e pode enfim mudar-se a nossa estrela.
Ah! não, minha Marília,
Aproveite-se o tempo, antes que faça
o estrago de roubar ao corpo as forças
e ao semblante a graça.
(TOMÁS ANTÔNIO GONZAGA,"Marília de Dirceu")
Qual a "filosofia de vida" sugerida pela passagem do tempo ao eu lírico do poema de Tomás
Antônio Gonzaga?
Sobre o Barroco, responda:
7. Qual foi o momento histórico em que emergiu?
8. Qual é a relação entre esse momento histórico e as características desse movimento?
Sobre o Arcadismo, responda:
9. Qual foi o momento histórico em que emergiu.
10. Qual é a relação entre essas características e o momento histórico em que se inseriu
o movimento?
Colégio FAAT
Ensino Fundamental e Médio
Roteiro de Estudos Recuperação – Literatura
Nome:
Nº.:____
Série: 1ªA e 1ªB - Ensino Médio
4º BIMESTRE
Romantismo
Primeira geração
Segunda geração
Terceira geração
Romance romântico
Joaquim Manoel de Macedo
Manuel Antonio De Almeida
José de Alencar
Lista de recuperação – Quarto Bimestre – Primeiro Ano
1. “Amor da minha vida/ daqui até a eternidade/ nossos destinos foram traçados na
maternidade/ Paixão cruel, desenfreada/ te trago mil rosas roubadas/ pra desculpar minhas
mentiras/ minhas mancadas./ Exagerado,/jogado aos seus pés,/ eu sou mesmo exagerado!/
Adoro um amor inventado.”
(Exagerado, Cazuza)
Ao lermos esse trecho da música de Cazuza podemos concluir que se trata de um texto com
ecos do romantismo do século XIX, mesmo a música tendo sido composta no século XX. Que
aspectos marcantes do romantismo podem ser citados no trecho exposto e, se fosse uma
poesia romântica, em qual geração poderíamos encaixá-la?
2. Entre os grandes poetas românticos temos Álvares de Azevedo, Gonçalves Dias e Castro
Alves. Podemos dizer que os três autores possuíam a mesma temática em suas poesias?
Justifique sua resposta.
3. A figura do índio é destacada nos romances românticos. Como esse índio é representado?
Cite uma obra e descreva como a personagem indígena é apresentada.
4. No romantismo a produção literária contou com romances urbanos, romances indianistas e
romances regionais. Entre os escritores da época um foi capaz de percorrer todos esses tipos
de romance e por isso merece destaque entre os românticos. Quem foi esse autor? Cite um
romance de cada um dos tipos citados.
5. A morte como solução para as mazelas da alma e da vida em geral era uma das temáticas
recorrentes entre os poetas românticos de qual geração? Cite um poeta dessa geração e
exemplifique outras características dessa geração.
6. O retorno à Idade Média foi, em Portugal, manifestação de uma característica do
Romantismo.
a) Que característica foi essa?
b) Qual a manifestação correspondente no Romantismo brasileiro?
7. (FUVEST-SP)
I.Pálida à luz da lâmpada sombria
Sobre o leito de flores reclinada
Como a lua por noite embalsamada
Entre as nuvens do amor ela dormia!
II.Uma noite, eu me lembro... ela dormia
Numa rede encostada molemente...
Quase aberto o roupão... solto o cabelo
E o pé descalço no tapete rente.
Os dois textos apresentam diferentes concepções da figura da mulher. Se ambos os textos são
românticos, como explicar a diferença no tratamento do tema? Apontar nos dois textos
situações contrastantes que revelam essas diferentes concepções.
8. Cite um fato histórico que influenciou o Romantismo.
9. O romantismo está relacionado com o surgimento de um novo público leitor. Qual?
10. “Pálida, à luz da lâmpada sombria,
Sobre o leito de flores reclinada,
Como a lua por noite embalsamada,
Entre as nuvens do amor ela dormia!
Era a virgem do mar! Na escuma fria
Pela maré das águas embaladas!
Era um anjo entre nuvens d’alvorada
Que em sonhos se banhava e se esquecia!”
Transcreva as expressões que mergulhem a mulher num mundo irreal, idealizado e distante.
Colégio FAAT
Ensino Fundamental e Médio
Roteiro de Estudos Recuperação – Gramática
Nome:
Nº.:____
Série: 1ªA e 1ªB - Ensino Médio
3º BIMESTRE
Carinhoso
Meu coração
Não sei por que
Bate feliz
Quando te vê
E os meus olhos ficam sorrindo
E pela rua vão te seguindo
Mas mesmo assim
Foges de mim...
(Pixinguinha)
1.Quais são os pronomes que aparecem na música?
2. Classifique-os.
3.”Tantos cantores pelo mundo...
Ninguém me disse antes.
Ninguém me disse nada.”
No trecho acima ocorre que tipo de pronome?
4. Quais são considerados substantivos e quais são os adjetivos?
5. Complete com a forma apropriada do pronome pessoal da primeira pessoa do
singular:
a) Este caderno é para ____________ fazer minhas anotações.
b) Não há nada pendente entre ___________ e ele.
c) Não parta sem ____________.
d) Para ____________ está claro quem foi o responsável pelo desvio de verbas.
6. Este é Renato. Eu posso contar com a ajuda de Renato. Una as orações usando
pronome relativo.
7. Explique os dois sentidos que podem ser atribuídos à frase: “Vi uma fotografia sua no
metrô.”
8. Complete com pronomes oblíquos (o, os, lhe, lhes etc):
a) Eu __________ desconheço.
b) Roubaram-___________o carro.
c) Obrigaram-___________ a sair.
9. Substitua o termo em destaque pelo pronome oblíquo correspondente:
a) Encontraram o corpo na estufa.
b) Arrancara do peito uma cruz de ametista.
10. Confesso que fiquei fora de si quando recebi o telefonema. Corrija.
Gabarito
1. Meu / te / meus / te / mim
2. Pron. Possessivos: meu / meus e Pronomes Pessoais do Caso Oblíquo: te /mim
3.
4.
5.
6.
7.
8.
9.
10.
Pronomes Indefinidos
Tantos = adjetivo e Ninguém / Nada = substantivos
a) eu
b) mim c) mim
d) mim
Este é Renato com cuja ajuda posso contar.
A foto pertence ao amigo e estava perdida. A foto estampada era do amigo.
O / lhe / no
No / a
mim
Colégio FAAT
Ensino Fundamental e Médio
Roteiro de Estudos Recuperação – Gramática
Nome:
Nº.:____
Série: 1ªA e 1ªB - Ensino Médio
4º BIMESTRE
1. “____________em ti, mas nem sempre __________dos outros.”
a) Creias, duvides
b) Crê, duvidas
c) Creias, duvidas
d) Creia, duvide
e) Crê, duvides
2. “Não _________ os dons que recebestes; ____________sempre que a
felicidade se __________aos poucos.”
a) Esqueça, lembre, constrói
b) Esqueça, lembra, constrói
c) Esqueças, lembre, constrói
d) Esqueças, lembra constrói
e) Esquece, lembra, constrói
3. “Todos perceberam que João Fanhoso dera rebate falso.” Em que tempo
está a forma verbal “dera”?
_____________________________________________________
4. Passe para a voz ativa: “Fomos aconselhados pelos mestres.”
__________________________________________________________
5. “Não a vi ontem.” Passe para a voz passiva analítica.
_________________________________________________________
6. Como ficaria a voz passiva sintética: “Livros são vendidos naquele
lugar.”
_________________________________________________________
7. Transforme as locuções verbais em formas simples do verbo:
a) Iria viajar se tivesse dinheiro.=
b) Vou nadar ainda hoje.=
c) Fui avisada sobre a festa.=
8. Preencha corretamente :
a) Quando eu (ser) um advogado, atuarei com dignidade.
b) Se eu (saber) de alguma vaga, aviso.
c) Assim que eu acordar, (telefonar) para você.
9. Quais são os dois elementos constitutivos de uma locução verbal?
10. Quais são as formas verbais existentes?
Colégio FAAT
Ensino Fundamental e Médio
Roteiro de Estudos Recuperação – Matematica
Nome:
Nº.:____
Série: 1ªA e 1ªB - Ensino Médio
3º BIMESTRE
Prof. Leandro Lunardi
Conteúdo de recuperação:
 Arcos e ângulos;
 Lei dos senos e cossenos;
 Relações Fundamentais;
1. Para calcular a distância entre duas árvores situadas nas margens opostas de um rio, nos
pontos A e B, um observador que se encontra junto a A afasta-se 20m da margem, na direção
da reta AB, até o ponto C e depois caminha em linha reta até o ponto D, a 40 m de C, do qual
ainda pode ver as árvores.
Tendo verificado que os ângulos DCB e BDC medem,
respectivamente, cerca de 15° e 120°, que valor ele
encontrou para a distância entre as árvores, se usou a
aproximação 6 = 2,4?
2. (UNIRIO) – Deseja-se medir a distância entre duas cidades B e
C sobre um mapa, sem escala. Sabe-se que AB = 80 km e AC =
120 km, onde A é uma cidade conhecida, como mostra a figura ao
lado. Logo, a distância entre B e C, em km, é:
A) menor que 90
B) maior que 90 e menor que 100
C) maior que 100 e menor que 110
D) maior que 110 e menor que 120.
E) maior que 120.
3. (UNITAU) – Determinar aproximadamente a
distância AB entre os pontos inacessíveis na figura,
sabendo que um observador viu ambos os pontos A
e B, conforme as distâncias e ângulo especificado.
A) 79 m
B) 80 m
C) 90 m
D) 110 m
E) 37 m
4. (UFRJ) Os ponteiros de um relógio circular medem, do centro às extremidades, 2 metros, o
dos minutos, e 1 metro, o das horas. Determine a distância entre as extremidades dos ponteiros
quando o relógio marca 4 horas.
5. Um navio, deslocando-se em linha reta, visa um farol e obtém a leitura de 30º para o ângulo
formado entre a sua trajetória e a linha de visada do farol. Após navegar 20 milhas, através de
uma nova visada ao farol, obtém a leitura de 75º. Determine a distância entre o farol e o navio
no instante em que fez a 2ª leitura. (Use: 2  1,4 )
6. Duas polias ligadas por uma correia transmissora de movimento giram, simultaneamente, em
torno de seus eixos. A polia maior tem a medida do raio igual a 24 cm; e a polia menor, a
medida do raio igual a 20 cm. Supondo-se que não haja deslizamento e que a correia seja
inextensível, qual é o ângulo que a maior polia gira quando a menor realiza uma volta
completa?
A) 2 rad
5
B)
rad
3
5
C)
rad
6
4
D)
rad
3
2
E)
rad
3
7. (FUVEST) O ângulo agudo formado pelos ponteiros do relógio a 1 hora e 12 minutos?
A) 27
B) 30
C) 36
D) 42
E)
72
8. (UFBA) Na figura, têm-se dois círculos de raios 3 cm e 5 cm.
Sendo S1 o comprimento do arco AB e S 2 o comprimento do arco
CD, então o valor de S 2  S1 é aproximadamente, em cm, igual a:
A) 0,52
B) 1,05
C) 1,57
D) 3,14
E) 4,71
9. O ponteiro dos minutos de um relógio mede 30 cm. Quantos centímetros percorre a
extremidade desse ponteiro em 40 minutos?
 5

10. Sendo  um ângulo agudo (menor que 90 ), então 
   pertence ao:
 2

A) Primeiro quadrante.
B) Segundo quadrante.
C) Terceiro quadrante.
D) Quarto quadrante.
E) Nenhuma das alternativas anteriores.
11. (F. Porto-Alegrense-RS) O valor de sen 930 é:
A) 
3
2
B) 
3
3
C) 
2
3
D) 
1
2
E) 
2
2
12. (UFPA) O Big Ben, relógio famoso por sua precisão, tem 7 m de diâmetro. Em
funcionamento normal, o ponteiro das horas e o dos minutos, ao se deslocarem de 1 hora para
10 horas, percorrem, respectivamente:
A) um arco com comprimento aproximado de 16,5 metros e medida 18 rad .
B) um arco com comprimento aproximado de 22 metros e medida 2 rad .
C) um arco com comprimento aproximado de 6,28 metros e medida 2 rad .
D) um arco com comprimento aproximado de 6,28 metros e medida  2 rad .
E) um arco com comprimento aproximado de 16,5 metros e medida  18 rad .
13. (UFMS) Um dispositivo mecânico pode girar no sentido horário e anti-horário e um
contador registra o ângulo, em graus, que mede o quanto o dispositivo girou em relação ao
ponto de partida. Se o contador marca um ângulo de 5000  negativos, determine o ângulo
positivo correspondente.
14. Coloque V(verdadeiro) ou F(falso) nas afirmações:
( ) Os arcos de 4200  e 3480  são côngruos.
( ) Os arcos de  420  e 300 são côngruos.
( ) O arco de 10002  pertence ao 2º quadrante.
( ) O arco de  200  pertence ao 2º quadrante.
( ) O arco de 300 pertence ao 4º quadrante.
15. Qual é o valor de:
y  cos 1  cos 2  cos 3  cos 4    cos 177  cos 178  cos 179  cos 180 ?
16. Dado sen x  
12
3
, com
 x  2 , encontre as demais funções circulares.
13
2
17. (UNAMA-PA) Sendo M 
sec x  cossec x
1
, cos x  e x pertence ao 4 º quadrante,
1  cot g x
5
então:
A) M 
5
5
B) M  5
C) M  5 5
2 cos x
é igual a:
3senx
5
2
C)
D)
3
3
D) M  5
E) M  25
18. (PUC-RS) Se tgx  2 , a expressão
A)
1
2
B)
1
3
19. Determine o valor exato de
E)
2 5
3
tg 60º tg 30º
.
1  tg 60º tg 30º
20. Sabendo que 9senx  3 5 cos x  11 , com senx  0 e cos x  0 , calcule tgx .
Colégio FAAT
Ensino Fundamental e Médio
Roteiro de Estudos Recuperação – Matematica
Nome:
Nº.:____
Série: 1ªA e 1ªB - Ensino Médio
3º BIMESTRE
Profª Elizangela Goldoni
Conteúdo programático:
Capítulo 11: Função exponencial: potenciação; função exponencial;
gráfico; equações exponenciais; inequações exponenciais.
OBS: Esses exercícios são apenas para estudo em casa. Procure outros
exercícios em seu caderno, simulado, apostila, Portal Positivo e
avaliações. Estude!!!!
1) (UNIRIO — RJ) Em uma população de bactérias, há P(t) = 109 ∙ 43t bactérias no
instante t medido em horas (ou fração da hora). Sabendo-se que, inicialmente,
existem 109 bactérias, quantos minutos são necessários para que se tenha o
dobro da população inicial?
a) 20.
b) 12.
c) 30.
d) 15.
e) 10.
2) (FRB — BA) A cada dia a ciência constata a crescente utilidade de bactérias,
fungos e micróbios, inclusive na produção de substâncias que ajudam no
tratamento de diversas doenças. O número de micro-organismos nas colônias A e
B, t horas após serem colocados em determinado ambiente, é dado por NA(t) =
2t2+1 e NB(t) = 4t + 2, respectivamente. É verdade que:
a) o número de micro-organismos colocados na colônia B é o dobro do número de
micro-organismos colocados na colônia A.
b) NA(t) sempre será maior do que NB(t).
c) NA(t) sempre será menor do que NB(t).
d) NA(t) será igual NB(t) em um único instante t.
e) NA(t) será igual NB(t) em dois momentos distintos
3) (UTFPR/PR) A soma de todas as soluções da equação
a)
b)
c)
d)
e)
0
–1
1
Ø
3
– 1 = 0, é:
4) Uma aproximação razoável para o crescimento da população brasileira é a
relação:
P(t) = 40 . e0,02t em que P é a população em milhões de habitantes. Essa relação
foi baseada nos censos realizados no Brasil no período de 1940 a 1991.
Considerando que a população brasileira cresça de acordo com essa relação e
que t = 0 corresponda ao ano 1940, qual será o ano em que a população
ultrapassará 240 milhões de habitantes? (Considere: e1,8 = 6).
5) (FGV/SP) Sendo x e y números reais tais que
=8 e
= 243, então x .
y é igual a:
6) O conjunto-solução da equação exponencial 36–x – 3x+1 – 54 = 0 é:
7) Em determinadas condições, de acordo com a função f(t) =
, a quantidade de
bactérias cresce em função do tempo. Sabendo que 1t corresponde a 4 horas,
após 5 dias têm-se:
8) Seja
uma função definida por f(x) = a ∙ 4bx, em que a e b são constantes
reais. Sabendo-se que f(0) = 1 600 e f(10) = 400, calcule k, tal que f(k) = 100.
9) “Pacientes que sofrem de câncer de próstata terão, em breve, acesso facilitado a
uma terapia que proporciona um índice de cura de até 88%. O tratamento utiliza
cápsulas ou sementes radioativas de iodo-125 implantadas por meio de agulhas
especiais na próstata do paciente. O domínio da tecnologia de produção dessas
sementes foi obtido por uma equipe de pesquisadores do Instituto de Pesquisas
Energéticas e Nucleares (IPEN).”
(Fonte: Pesquisa FAPESP, Edição Impressa 79, setembro de 2002).
Considerando-se que o isótopo iodo-125 possui meia-vida de aproximadamente
60 dias, e que as sementes radioativas implantadas contêm 5 mg desse isótopo,
passado meio ano da data de início do tratamento terapêutico com essas
sementes, que massa, em mg, de iodo-125 ainda está presente no organismo do
paciente?
10) Qual é o conjunto-solução da inequação 22k+1 – 17 ∙ 2k = – 8?
Colégio FAAT
Ensino Fundamental e Médio
Roteiro de Estudos Recuperação – Matemática
Nome:
Nº.:____
Série: 1ªA e 1ªB - Ensino Médio
4º BIMESTRE
Prof. Leandro Lunardi
Conteúdo de Recuperação:

Funções trigonométricas;

Termo geral de uma progressão geométrica;

Interpolação geométrica;

Soma dos termos de uma progressão geométrica finita;

Soma dos termos de uma progressão geométrica infinita.
1. Considere as funções trigonométricas definidas no conjunto dos números reais por
f x   sen x e g x   3. sen x , conforme gráficos parcialmente construídos a seguir.
Assinale V ou F, conforme cada afirmação a seguir seja verdadeira ou falsa, respectivamente:
  As duas funções têm o mesmo conjunto imagem;
  As duas funções têm o mesmo domínio;
  O máximo valor assumido pela função
f é igual a 1;
  O mínimo valor assumido pela função
g é igual a  3 ;
  As duas funções são crescentes no intervalo real
 
0 ; 2  .


2. (ESPM – SP) Durante uma temporada, constatou-se que a temperatura média de uma
  x 2 
cidade variava segundo a função y  24  8 . sen 

 , onde x é a hora do dia
3 
 12
0  x  24 e y a temperatura em °C. Podemos concluir que a máxima temperatura ocorria às:
A) 12 h
B) 13 h
C) 14 h
D) 15 h
E)
16 h
3. (Fuvest) A figura abaixo mostra parte do gráfico da função
A) y  sen x
 x
B) y  2 sen  
2
C)
y  2 sen x
D) y  2 sen 2 x 
E) y  sen 2 x 
4. (PUC PR) Observe o gráfico da função trigonométrica:
Analise as afirmações:
I.
O
gráfico
f x   1 cos x .
representa
a
função
II. No intervalo do domínio de 0 ; 2 , a reta y  0,5 intercepta o gráfico da função em
valores que estão no 2º e no 3º quadrantes.
III. O período da função representada é igual a 2 rad .
Pode-se concluir que:
A) As afirmações I, II e III são verdadeiras.
B)
Somente
as
afirmação
III
é
verdadeiras.
C) Somente as afirmações I e II são verdadeiras.
D) Somente as afirmações II e III são
verdadeiras.
E) As afirmações I, II e III são falsas.
5. (UFRRJ) Observe o gráfico da função trigonométrica y  1 2 sen x , a seguir:
Determine o período e o conjunto imagem dessa
função. Lembre-se:  1  sen x 1
6. Construa o gráfico da função y  2  3 cos x .
x
cos x
3 cos x 2  3 cos x
7. Certa pessoa entra em uma gôndola de uma roda-gigante. A altura dessa gôndola em


relação ao chão é dada pela função h t   30  30 . sen  . t   , para t em minutos.
2
5
a) Determine a altura da gôndola após:
I. 2 minutos e 30 segundos do início do movimento;
II. 5 minutos após o início do movimento.
b) Determine o tempo em que essa roda-gigante completa uma volta e a medida do raio dela.
8. (UNESP – SP) Do solo, você observa um amigo numa roda gigante. A altura h em metros


de seu amigo em relação ao solo é dada pela expressão h t   11,5  10 . sen  . t  26 
12

onde o tempo t é dado em segundos e a medida angular em radianos.
a) Determine a altura em que seu amigo estava quando a roda começou a girar t  0 .
b) Determine as alturas mínima e máxima que seu amigo alcança e o tempo gasto em uma
volta completa.
9. (UNESP) – Considere um triângulo equilátero T1 de área 16 3 cm 2 . Unindo-se os pontos
médios dos lados desse triângulo, obtém-se um segundo triângulo equilátero T2, que tem os
pontos médios dos lados de T1 como vértices. Unindo-se os pontos médios dos lados desse
novo triângulo obtém-se um terceiro triângulo equilátero T3, e assim por diante,
indefinidamente. Determine:
a) as medidas do lado e da altura do triângulo T1, em centímetros;
b) as áreas dos triângulos T2 e T7, em cm 2 .
10. Inserindo 5 meios positivos entre 4 e 2916, nesta ordem, obtém-se uma P.G. de razão:
A) 3
B)
1
3
C) 2
D)
1
2
E)
1
4
11. Em uma P.G. de cinco termos, a soma dos dois primeiros é 32 e a soma dos dois últimos é
864. O terceiro termo da P.G. é:
A) 72
B) 54
C) 84
D) 27
E)
81
12. (PUC) – Se a sequência 4 x , 2x  1 , x  1 ,  é uma P.G., determine o valor de x.
13. (FAAP) – Dados os números 1, 3 e 4, nesta ordem, determinar o número que se deve
somar a cada um deles para que se tenha uma progressão geométrica.
14. (F.I.A.) – Numa progressão geométrica, tem-se a 3  40 e a 6  320 . A soma dos oito
primeiros termos é
A) – 1700
B) – 850
C) 850
D) 1700
E)
750
15. Em um triângulo, a medida da base, a medida da altura e a medida da área formam, nessa
ordem, uma P.G. de razão 8. Então, a medida da base vale:
A) 4
B) 8
C) 16
D) 1
E)
2
16. Uma bola é abandonada de uma altura de 10 metros e, cada vez que bate no chão, ela sobe
exatamente a metade da altura de onde se encontrava anteriormente. Calcule a distância
percorrida por essa bola até chocar-se pela nona vez com o solo.
17. (UNICAMP) – Suponha que, em uma prova, um aluno gaste para resolver cada questão, a
partir da segunda, o dobro de tempo gasto para resolver a questão anterior. Suponha ainda
que, para resolver todas as questões, exceto a última, ele tenha gasto 63,5 minutos e para
resolver todas as questões, exceto as duas últimas, ele tenha gasto 31,5 minutos. Calcule:
a) O número total de questões da referida prova.
b) O tempo necessário para que aquele aluno resolva todas as questões da prova.
18. (FUVEST) – Três números positivos, cuja soma é 30, estão em progressão aritmética.
Somando-se, respectivamente, 4, – 4 e – 9 aos primeiro, segundo e terceiro termos dessa
progressão aritmética, obtemos três números em progressão geométrica. Então, um dos
termos da progressão aritmética é:
A) 9
D) 11
C) 12
D) 13
E)
15
19. (UNESP) – Considere um triângulo equilátero cuja medida do lado é 4 cm. Um segundo
triângulo equilátero é construído, unindo-se os pontos médios dos lados do triângulo original.
Novamente, unindo-se os pontos médios dos lados do segundo triângulo, obtém-se um
terceiro triângulo equilátero, e assim por diante, infinitas vezes. A soma dos perímetros da
infinidade de triângulos formados na sequência, incluindo o triângulo original, é igual a:
A) 16 cm
B) 18 cm
C) 20 cm
D) 24 cm
E)
32 cm.
20. (UFPE) – Um boato se espalha da seguinte maneira: no primeiro dia, apenas uma pessoa
tem conhecimento dele; no segundo, ela conta a outras três pessoas, e, a cada dia que passa,
todas as pessoas que sabem do boato contam-no para três novas pessoas. Assim, a sequência
formada pelo número de pessoas que sabem do boato, em termos dos dias que passam, é dada
por 1, 4, 16, 64,... Em uma cidade com 1,5 milhão de habitantes, quantos dias serão
necessários para que todas as pessoas sejam informadas do boato? (Aproxime sua resposta
para o menor inteiro maior ou igual ao valor obtido. Dados: use a aproximação


log 2 1,5 . 10 6  20,52
A) 12
B) 13
C) 14
D) 15
E) 16
Colégio FAAT
Ensino Fundamental e Médio
Roteiro de Estudos Recuperação – Matemática
Nome:
Nº.:____
Série: 1ªA e 1ªB - Ensino Médio
4º BIMESTRE
Profª Elizangela Goldoni
Conteúdo programático:
Capítulo 12: Função Logarítmica: Escala Richter, definição de logaritmo, propriedades
operatórias dos logaritmos, mudança de base, equações logarítmicas, função
logarítmica, inequações logarítmicas, relação entre função exponencial e logarítmica.
OBS: Esses exercícios são apenas para estudo em casa. Procure outros
exercícios em seu caderno, simulado, apostila, Portal Positivo e avaliações.
Estude!!!!
1)
a)
b)
c)
Determine o valor de a nas seguintes igualdades:
loga 81 = 4
loga 4 = -2
loga 5 = 1
2) Se
= 2, então quanto vale x² ?
3) Seja a função logarítmica expressa por f(x) = log3 x. Sabendo que f(a) = 3 e f(b) =
a – (f(a) + 2)2, f(81) ∙ b é igual a:
4) (UFRN/RN) Numa experiência realizada em laboratório, Alice constatou que,
dentro de t horas, a população P de determinada bactéria crescia segundo a
função P(t) = 25 . 2t. Nessa experiência, sabendo-se que log2 5 = 2,32, a
população atingiu 625 bactérias em, aproximadamente,
5) (UEMA) Seja IR o conjunto dos números reais e considere a função:
O domínio dessa função constitui o conjunto é:
6) (FUVEST 2010) A magnitude de um terremoto na escala Richter é proporcional
ao logaritmo, na base 10, da energia liberada pelo abalo sísmico. Analogamente,
o pH de uma solução aquosa é dado pelo logaritmo, na base 10, do inverso da
concentração de íons H+. Considere as seguintes afirmações:
I. O uso do logaritmo nas escalas mencionadas justificase pelas variações
exponenciais das grandezas envolvidas.
II. A concentração de íons H+ de uma solução ácida com pH 4 é 10 mil vezes
maior que a de uma solução alcalina com pH 8.
III. Um abalo sísmico de magnitude 6 na escala Richter libera duas vezes mais
energia que outro, de magnitude 3.
Está correto o que se afirma somente em:
a) I
b) II
c) I e II
d) II e III
e) Todas
7) (UDESC 2008) Sabendo que log3(7x - 1) = 3 e que log2(y3 + 3) = 7 pode-se
afirmar que logy(x2 + 9) é igual a:
8) Digita-se o número 10.000 nessa calculadora e, logo após, aperta-se, N vezes, a
tecla log, até aparecer um número negativo no visor. Então, é CORRETO afirmar que
o número N é igual a:
9) (UFMG 2009) Numa calculadora científica, ao se digitar um número positivo
qualquer e, em seguida, se apertar a tecla log, aparece, no visor, o logaritmo decimal
do número inicialmente digitado.
Digita-se o número 10.000 nessa calculadora e, logo após, aperta-se, N vezes, a tecla
log, até aparecer um número negativo no visor. Então, é CORRETO afirmar que o
número N é igual a:
10) (UDESC 2008) Se loga b = 3 e logab c = 4, então loga c é:
11) (UFMS 2010) Dado o sistema a seguir, e considerando log o logaritmo na base
10, assinale a(s) afirmação(ões) correta(s). Determine x + y
Colégio FAAT
Ensino Fundamental e Médio
Roteiro de Estudos Recuperação – Biologia
Nome:
Nº.:____
Série: 1ªA e 1ªB - Ensino Médio
3º BIMESTRE



Noções de probabilidade e genealogia (cálculos de probabilidade, genealogias,
cruzamento-teste)
Herança sem dominância e genes letais (herança sem dominância, genes letais,
consanguinidade)
2ª Lei de Mendel: segregação independente (experimento de Mendel,
interpretação da 2ª Lei de Mendel, resolução).
1) Suponhamos que a cor dos olhos seja estabelecida por pares de genes,
onde C seja dominante para olho escuro e c recessivo para olho claro. Um
homem que possua os olhos escuros, mas com mãe de olhos claros, casou-se
com uma mulher de olhos claros cujo pai possui olhos escuros. Determine a
probabilidade de nascer uma menina de olhos claros.
2) A probabilidade de um casal ter um filho do sexo masculino é 0,25.
Determine a probabilidade de o casal ter dois filhos de sexos diferentes.
3) Tendo em vista que a miopia é considerada uma doença recessiva,
determine a probabilidade de nascer uma criança míope de um casal normal,
heterozigoto para miopia.
4) Qual é a probabilidade de sair o número 5 e o número 6 ao lançar
simultaneamente dois dados?
5) Suponha que você jogue uma moeda duas vezes. Qual a probabilidade de
obter duas “caras”, ou seja, “cara” no primeiro lançamento e “cara” no
segundo?
6) Um casal heterozigoto para o albinismo deseja saber qual a probabilidade
deles terem um filho albino e do sexo masculino?
7) Na espécie humana, o fenótipo destro é dominante sobre o canhoto. Qual a
probabilidade de um casal heterozigoto para essa característica ter um filho
destro e do sexo feminino?
8) Com relação ao albinismo, suponha que um casal – cuja mãe é homozigota
recessiva e o pai é hererozigoto para essa condição – deseje saber qual é a
probabilidade de o primeiro e o segundo filho nascerem com albinismo?
9) A fibrose cística é uma doença genética humana causada por genes
recessivos e se expressa somente em homozigose. Nas pessoas afetadas,
certas glândulas produzem secreções mais espessas, o que provoca
principalmente distúrbios respiratórios e gastrintestinais. Explique por que
casais aparentados têm maior probabilidade de gerar descendentes com
doenças hereditárias recessivas.
10) Um homem portador de talassemia menor casa-se com uma mulher
normal. Como será a prole deste casal?
11) A Segunda Lei de Mendel, também chamada de lei da segregação
independente, diz que os fatores para duas ou mais características segregamse de maneira independente, distribuindo-se para os gametas e recombinandose ao acaso. De acordo com essa lei, podemos concluir que um indivíduo de
genótipo BBCc terá quais tipos de gametas?
12) Um indivíduo com genótipo AabbCcDd apresenta quantos tipos diferentes
de gametas?
13) Imagine que uma mulher com olhos escuros e visão normal (CcMm) casese com um homem de olhos claros e míope (ccmm). Sabendo que os olhos
escuros e a visão normal são determinados por genes dominantes (C e M),
marque a alternativa que indica a probabilidade de nascer uma criança de
olhos claros e visão normal.
a) ½ b) 1/3 c) ¼ d) 1/5 e) 1/6
14) De acordo com as leis de Mendel, indivíduos com genótipos
a) AaBb produzem gametas A B, a e b.
b) AaBB produzem gametas AB e aB.
c) Aa produzem gametas AA, Aa e aa.
d) AA produzem gametas AA.
e) AABB produzem dois tipos de gametas.
15) Um homem albino com sangue tipo AB casou-se com uma mulher normal
também com sangue tipo AB. O casal pretende ter filhos. Qual a probabilidade
de nascer uma criança albina do sexo masculino e com tipo sanguíneo AB,
sabendo-se que a mãe é normal heterozigótica para albinismo?
a) 1/8. b) 1/4. c) 1/2. d) 1/12. e) 1/16.
16) Suponhamos que, numa planta, a cor branca do fruto seja condicionada por
um gene dominante B e a cor amarela, pelo alelo b. A forma discóide é
condicionada por um gene dominante E e a forma esférica, pelo alelo e.
Cruzando-se uma planta BbEe com outra BBee, qual a probabilidade de
aparecimento de exemplares BbEE e BbEe?
Escreva o fenótipo de cada planta citada.
17) Nos cavalos, a cor negra é devida ao gene dominante B, e a cor castanha,
ao seu alelo recessivo b. O caráter trotador é devido ao gene dominante T e o
marchador, ao alelo recessivo t. Suponha que se trate de segregação
independente.
a) que tipos de descendentes resultam do cruzamento de um trotador negro
homozigoto para as duas características com um marchador castanho?
18) Qual o enunciado da 2ª Lei de Mendel?
19) Por que Mendel permaneceu estudando ervilhas em 2ª Lei.
20) Qual a proporção esperada na F2 em 2ª Lei de Mendel?
Colégio FAAT
Ensino Fundamental e Médio
Roteiro de Estudos Recuperação – Biologia
Nome:
Nº.:____
Série: 1ªA e 1ªB - Ensino Médio
4º BIMESTRE


Tipagem sanguínea: sistema ABO e Rh (alelos múltiplos do sistema
ABO, sistema Rh (fator Rh))
Genética pós-Mendel: herança do sexo (sistema XY, heranças dos
cromossomos sexuais, herança influenciada pelo sexo)
1) Para os grupos sanguíneos do sistema ABO, existem três alelos comuns na
população humana. Dois (alelos A e B) são codominantes entre si e o outro
(alelo O) é recessivo em relação aos outros dois. De acordo com essas
informações, pode-se afirmar:
I. Se os pais são do grupo sanguíneo O, os filhos também serão do grupo
sanguíneo O.
II. Se um dos pais é do grupo sanguíneo A e o outro é do grupo sanguíneo B,
todos os filhos serão do grupo sanguíneo AB.
III. Se os pais são do grupo sanguíneo A, os filhos poderão ser do grupo
sanguíneo A ou O.
Está(ão) correta(s):
a) Apenas I b) Apenas II c) Apenas III d) Apenas I e III e)
I, II e III
2) Assinale a afirmativa incorreta:
a) Pessoas pertencentes ao grupo sanguíneo B possuem aglutinogênios B em
suas hemácias e aglutinina anti-A em seu plasma sanguíneo.
b) Pessoas do grupo sanguíneo AB podem ser chamadas de receptores
universais por não apresentarem nenhum tipo de aglutininas em seu plasma
sanguíneo.
c) Pessoas do grupo sanguíneo do tipo B podem doar sangue para pessoas
com os tipos sanguíneos do tipo B e AB e podem receber de B e O.
d) Pessoas do tipo sanguíneo do tipo O apresentam aglutinogênios do tipo antiA e anti-B e por isso são chamados de doadores universais.
3) Assinale a alternativa incorreta em relação à possibilidade de doações e às
possíveis transfusões sanguíneas.
a) Pessoas do grupo sanguíneo O são as receptoras universais, enquanto as
do grupo sanguíneo AB são as doadoras universais.
b) Pessoas do grupo sanguíneo AB e fator Rh+ (positivo) são receptoras
universais.
c) Pessoas do grupo sanguíneo O e fator Rh- (negativo) são doadoras
universais.
d) Pessoas do grupo sanguíneo A podem doar para pessoas do grupo
sanguíneo A e para as do grupo sanguíneo AB.
e) Pessoas do grupo sanguíneo AB podem doar somente para as do grupo
sanguíneo AB.
4) Um banco de sangue possui 5 litros de sangue tipo AB, 3 litros tipo A, 8
litros tipo B e 2 litros tipo O. Para transfusões em indivíduos dos tipos O, A, B,
AB estão disponíveis, respectivamente:
a) 2, 5, 10 e 18 litros.
b) 2, 3, 5 e 8 litros.
c) 2, 3, 8, 16 litros.
d) 18, 8, 13 e 5 litros.
5) Um homem do grupo sanguíneo AB é casado com uma mulher cujos avós
paternos e maternos pertencem ao grupo sanguíneo O. Esse casal poderá ter
apenas descendentes:
a) do grupo O;
b) do grupo AB;
c) dos grupos AB e O;
d) dos grupos A e B;
e) dos grupos A, B e AB
6) Para que haja possibilidade de ocorrência de eritroblastose fetal (doença
hemolítica do recém-nascido), é preciso que o pai, a mãe e o filho tenham,
respectivamente, quais fatores para Rh?:
a) Rh+, Rh-, Rh+
b) Rh+, Rh-, Rhc) Rh+, Rh+, Rh+
d) Rh+, Rh+, Rhe) Rh-, Rh+, Rh+
7) Um indivíduo de tipo sangüíneo O, Rh-, filho de pais tipo sangüíneo A, Rh+,
pretende se casar com uma jovem de tipo sangüíneo A, Rh-, filha de pai de tipo
sangüíneo O, Rh- e mãe AB, Rh+. A probabilidade de o casal ter filhos com o
mesmo fenótipo do pai será:
a) 1/4
b) 1/2
c) 1/3
d) 1/8
e) 1/16
8) Um casal cujo filho é do grupo sangüíneo A, com fator Rh positivo, pode ter
os seguintes genótipos:
a) |A|B Rhrh e |B|B rhrh
b) |A|A rhrh e |B|B RhRh
c) |B| Rhrh e ii rhrh
d) |B|B rhrh e |A|B RhRh
e) |A|B rhrh e ii Rhrh
9) Por que o indivíduo do grupo O pode doar seu sangue a qualquer pessoa?
Por que uma pessoa do grupo AB pode receber sangue de qualquer tipo?
10) Mariazinha, criança abandonada, foi adotada por um casal. Um ano mais
tarde, Antônio e Joana, dizendo serem seus verdadeiros pais, vêm reclamar a
filha. No intuito de comprovar a veracidade dos fatos, foi exigido um exame do
tipo sangüíneo dos supostos pais, bem como de Mariazinha. Os resultados
foram:
Antônio B, Rh+; Joana A, Rh-; Mariazinha O, Rh-.
Você concluiria que:
a) Mariazinha pode ser filha de Joana, mas não de Antônio.
b) Mariazinha não é filha do casal.
c) Mariazinha é filha do casal.
d) Existe a possibilidade de Mariazinha ser filha do casal, mas não se pode
afirmar.
e) Mariazinha pode ser filha de Antônio, mas não de Joana
11) Um casal em que ambos os cônjuges possuem tipo sanguíneo AB quer
saber
I- Quais os possíveis tipos sanguíneos dos seus filhos e
II- Qual a probabilidade de terem uma criança do sexo feminino, com sangue
tipo AB.
Assinale a alternativa que corresponde corretamente às duas perguntas acima.
a) A, B e AB 1/3
b) A e B 1/4
c) A, B e AB 1/4
d) A e B 1/2
e) A, B e AB ½
12) O pai de uma criança do grupo sanguíneo A e Rh+, cuja mãe é B e Rh-,
poderia ser:
a) AB e Rh+ b) AB e Rh- c) B e Rh+ d) A e Rh- e) O e Rh+
13) O que é a Distrofia muscular de Duchenne?
14) O que leva um indivíduo a apresentar hemofilia?
15) A hemofilia é uma doença hereditária determinada por um gene de caráter recessivo
ligado ao cromossomo X. Supondo que um homem normal se case com uma mulher
portadora, qual a probabilidade de esse casal gerar uma menina hemofílica?
a) 100% de chance. b) 75% de chance. c) 25% de chance. d) 0% de chance.
16) O daltonismo é uma doença hereditária recessiva ligada ao cromossomo X. Um
homem daltônico casou-se com uma mulher normal homozigota. Qual a probabilidade do
casal de ter um filho do sexo masculino e daltônico?
a) 50% de chance, pois o pai é daltônico. b) 100 % de chance, uma vez que o pai é
daltônico. c) 25 % de chance, pois o pai é daltônico e a mãe normal. d) Não há chance de
nascer um menino daltônico, pois a mãe é normal.
17) Na herança ligada ao sexo porque os homens não transmitem aos seus descendentes
masculinos os genes ligados ao cromossomo X.
18) O que existe de comum entre a hemofilia e a Rainha Vitória?
19) O que é o daltonismo?
20) Porque a calvície é considerada uma doença influenciada pelo sexo?
Colégio FAAT
Ensino Fundamental e Médio
Nome:
Roteiro de Estudos Recuperação – Física
Nº.:____
Série: 1ªA e 1ªB - Ensino Médio
3º BIMESTRE
1. 3° BIMESTRE:
1.1 Conteúdo Programático:
A seguir apresenta-se o conteúdo contemplado no programa de recuperação:
(A) Aplicação da 2ª Lei e Newton: Força Peso, Força Normal, Força de Tração, Força
Elástica, Força de Atrito;
(B) Plano inclinado (com e sem atrito).
1.2 Exercícios
Os exercícios a seguir têm o principal objetivo de auxiliar os alunos no estudo da
aplicação dos conceitos contemplados no programa de recuperação.
(A) Dois blocos A e B de massas 10 kg e 20 kg, unidos por um fio de massa desprezível,
estão em repouso sobre um plano horizontal sem atrito. Uma força, também
horizontal, de intensidade 60 N é aplicada no bloco B, conforme mostra a figura. O
módulo da força de tração no fio que une os dois blocos, em Newtons, vale:
a) 60
b) 50
c) 40
d) 30
e) 20
(B) Os três corpos, A, B e C, representados na figura a seguir têm massas iguais, m = 3,0 kg.
O plano horizontal, onde se apoiam A e B, não oferece atrito, a roldana tem massa
desprezível e a aceleração local da gravidade pode ser considerada g = 10m/s². A
tração no fio que une os blocos A e B tem módulo:
a) 10 N
b) 15 N
c) 20 N
d) 25 N
e) 30 N
(C) Os blocos A e B têm massas mA = 5,0 kg e mB = 2,0 kg e estão apoiados num plano
horizontal perfeitamente liso. Aplica-se ao corpo A uma força horizontal,
módulo 21 N.

F
, de
A força de contato entre os blocos A e B tem módulo, em Newtons:
a) 21
d) 7,0
b) 11,5
e) 6,0
c) 9,0
(D) - Na figura abaixo, os blocos A e B têm massas mA = 6,0 kg e mB = 2,0 kg e, estando
apenas encostados entre si, repousam sobre um plano horizontal perfeitamente liso. A
partir de um dado instante, exerce-se em A uma força horizontal
igual a 16 N. Desprezando a influência do ar, calcule:

F , de intensidade
a) o módulo da aceleração do conjunto;
b) a intensidade das forças que A e B trocam entre si na região de contato.
(E) No arranjo experimental esquematizado a seguir, os blocos A e B têm massas
respectivamente iguais a 4,0 kg e 1,0 kg (desprezam-se os atritos, a influência do ar e a
inércia da polia).
Considerando o fio que interliga os blocos leve e inextensível e adotando nos
cálculos g = 10 m/s², determine:
a) o módulo da aceleração dos blocos;
b) a intensidade da força de tração estabelecida no fio.
(F) Na situação esquematizada na figura, desprezam-se os atritos e a influência do ar. As
massas de A e B valem, respectivamente, 3,0 kg e 2,0 kg.
a)
b)
c)
d)
e)
Sabendo-se que as forças F1 e F2 são paralelas ao plano horizontal de apoio e que
F1 = 40 N e F2 = 10 N, pode-se afirmar que a intensidade da força que B aplica em A
vale:
10 N
12 N
18 N
22 N
26 N
(G) Na montagem esquematizada na figura, os blocos A, B e C têm massas iguais a 2,0 kg e
a força

F , paralela ao plano horizontal de apoio, tem intensidade 12 N.
Desprezando todas as forças resistentes, calcule:
a) o módulo da aceleração do sistema;
b) as intensidades das forças de tração estabelecidas nos fios ideais (1) e (2).
(H) Um ciclista tentando bater um recorde de velocidade em uma bicicleta desce, a partir
do repouso, a distância de 1440 m em uma montanha cuja inclinação é de 30°. Calcule
a velocidade atingida pelo ciclista ao chegar à base da montanha.
Dados: Não há atrito e g = 10 m/s².
a) 84 m/s
d) 157 m/s
b) 120 m/s
e) 169 m/s
c) 144 m/s
(I) No arranjo experimental esquematizado na figura, o fio e a polia são ideais, desprezase o atrito entre o bloco A e o plano inclinado e adota-se g = 10 m/s². Não levando em
conta a influência do ar, calcule:
Massa de A: 6,0 kg
Massa de B: 4,0 kg
a) o módulo da aceleração dos blocos;
b) a intensidade da força de tração no fio.
(J) Três blocos A, B e C, de massas mA = 1,0 kg e mB = mC = 2,0 kg, estão acoplados através
de fios inextensíveis e de pesos desprezíveis, conforme o esquema abaixo.
Desconsiderando o atrito entre a superfície e os blocos e, também, nas polias, a
aceleração do sistema, em m/s², é igual a
a) 2,0
b) 3,0
c) 4,0
d) 5,0
(K) Um bloco de massa 5 kg está parado sobre um plano inclinado de um ângulo de 30°
com a horizontal, preso a uma mola, de constante elástica k = 100 N/m, como mostra
a figura.
O atrito entre o bloco e o plano pode ser desprezado. Calcule a deformação da mola,
em centímetros, nessa situação.
(L) Os blocos A e B da figura seguinte têm massas respectivamente iguais a 2,0 kg e 3,0 kg

F
e estão sendo acelerados horizontalmente sob a ação de uma força de intensidade
de 50 N, paralela ao plano do movimento.
Sabendo que o coeficiente de atrito de escorregamento entre os blocos e o plano
de apoio vale
μ = 0,60, que g = 10 m/s² e que o efeito do ar é
desprezível, calcule:
a) o módulo da aceleração do sistema;
b) a intensidade da força de interação trocada entre os blocos na região de contato.
(M) A figura ilustra um bloco A, de massa mA = 2,0 kg, atado a um bloco B, de massa mB =
1,0 kg, por um fio inextensível de massa desprezível. O coeficiente de atrito cinético
entre cada bloco e a mesa é μc. Uma força de intensidade F = 18,0 N é aplicada ao
bloco B, fazendo com que os dois blocos se desloquem com velocidade constante.
Considerando-se g = 10,0 m/s², calcule:
a) o coeficiente de atrito μc;
b) a intensidade da força de tração no fio.
(N) O corpo A, de 5,0 kg de massa, está apoiado em um plano horizontal, preso a uma
corda que passa por uma roldana de massa e atrito desprezíveis e que sustenta em sua
extremidade o corpo B, de 3,0 kg de massa. Nessas condições, o sistema apresenta
movimento uniforme. Adotando g = 10 m/s² e desprezando a influência do ar,
determine:
a) o coeficiente de atrito cinético entre o corpo A e o plano de apoio;
b) a intensidade da aceleração do sistema se colocarmos sobre o corpo B uma massa de
2,0 kg.
(O) Considere o esquema seguinte, em que se representa um bloco de 1,0 kg de massa
apoiado sobre um plano horizontal. O coeficiente de atrito de arrastamento entre a
base do bloco e a superfície de apoio vale 0,25 e a aceleração da gravidade, no local,
tem módulo 10 m/s².

A força F cuja intensidade é de 10 N, forma com a direção horizontal um ângulo
θ constante, tal que sen θ = 0,60 e cos θ = 0,80. Desprezando a influência do ar,
aponte a alternativa que traz o valor correto da aceleração adquirida pelo bloco:
a) 7,0 m/s²
d) 2,5 m/s²
b) 5,5 m/s²
e) 1,5 m/s²
c) 4,0 m/s²
(P) Os blocos A e B representados na figura possuem massas de 3,0 kg e 2,0 kg
respectivamente. A superfície horizontal onde eles se deslocam apresenta um
coeficiente de atrito cinético igual a 0,30.
Adotando g = 10 m/s² e desprezando o efeito do ar, determine:
a) o módulo da aceleração do sistema;
b) a intensidade da força de contato entre A e B.
(Q) Sobre o plano horizontal da figura, apoiam-se os blocos A e B, interligados por um fio
inextensível e de massa desprezível. O coeficiente de atrito estático entre os blocos e o
plano vale 0,60 e o cinético, 0,50. No local, a influência do ar é desprezível e adota-se g
= 10 m/s².

Sabendo que a força F é horizontal e que sua intensidade vale 50 N, calcule:
a) o módulo da aceleração do sistema;
b) a intensidade da força de tração no fio.
(R) Um bloco de massa 5,0 kg é arrastado para cima, ao longo de um plano inclinado, por

uma força F , constante, paralela ao plano e de intensidade 50 N, como representa a
figura abaixo.
Sabendo que o coeficiente de atrito dinâmico entre o bloco e o plano vale 0,4 e
que a aceleração da gravidade tem módulo g = 10 m/s², calcule a intensidade da
aceleração do bloco.
(S) A figura representa dois alpinistas A e B, em que B, tendo atingido o cume da
montanha, puxa A por uma corda, ajudando-o a terminar a escalada. O alpinista A
pesa 1000 N e está em equilíbrio na encosta da montanha, com tendência de deslizar
num ponto de inclinação de 60° com a horizontal (sen 60° = 0,87 e cos 60° = 0,50); há
atrito de coeficiente 0,1 entre os pés de A e a rocha. No ponto P, o alpinista fixa uma
roldana que tem a função exclusiva de desviar a direção da corda.
A componente horizontal da força que B exerce sobre o solo horizontal (força de
atrito) na situação descrita, tem intensidade, em N,
a) 380
d) 820
b) 430
e) 920
c) 500
(T) Um bloco de madeira encontra-se em equilíbrio sobre um plano inclinado de 45º em
relação ao solo. A intensidade da força que o bloco exerce perpendicularmente ao
plano inclinado é igual a 2,0 N. Entre o bloco e o plano inclinado, a intensidade da
força de atrito, em newtons, é igual a:
a) 0,7
b) 1,0
c) 1,4
d) 2,0
FORMULÁRIO:
MUV:
v  v0  a  t ;
a  t2
S  S0  v 0  t 
2
2
2
v  v 0  2  a  ΔS
DINÂMICA:
FRx  m  a x ; FRy  m  a y
P  mg
Fel  k  x
Fatd  μ e  N ; Fatc  μ c  N
Px  P  sen θ
Py  P  cos θ
Colégio FAAT
Ensino Fundamental e Médio
Roteiro de Estudos Recuperação – Física
Nº.:____
Nome:
Série: 1ªA e 1ªB - Ensino Médio
4º BIMESTRE
1. 4° BIMESTRE:
1.3 Conteúdo Programático:
A seguir apresenta-se o conteúdo contemplado no programa de recuperação:
(A) Trabalho e Potência;
(B) Energia Mecânica (conservação e TEC).
1.4 Exercícios
Os exercícios a seguir têm o principal objetivo de auxiliar os alunos no estudo da aplicação dos
conceitos contemplados no programa de recuperação.
(A) Considere um bloco de massa m ligado a uma mola de constante elástica k = 20 N/m, como mostrado
na figura a seguir. O bloco encontra-se parado na posição x = 4,0 m. A posição de equilíbrio da mola é x
= 0.
O gráfico a seguir indica como o módulo da força elástica da mola varia com a posição x do
bloco.
O trabalho realizado pela força elástica para levar o bloco da posição x = 4,0 m até a posição x =
2,0, em joules, vale
a)
b)
c)
d)
e)
120
80
40
160
80
(C) Um corpo de massa m desliza sobre o plano horizontal, sem atrito ao longo do eixo AB,
sob ação das forças F1 e F2 de acordo com a figura a seguir. A força F1 é constante, tem
módulo igual a 10 N e forma com a vertical um ângulo θ = 30°.
A força F2 varia de acordo com o gráfico a seguir:
Dados sen 30º = cos = 60º = 1/2
O trabalho realizado pela força resultante (F1; F2) para que o corpo sofra um
deslocamento de 0 a 4 m, em joules, vale
a) 20
b) 47
c) 27
d) 50
e) 40
(D) Para colocar um pacote de 40 kg sobre a carroceria de seu veículo, um entregador de
encomendas utiliza uma rampa inclinada para puxá-lo. A rampa, de 3 m de comprimento,
está apoiada no chão e na carroceria e faz um ângulo de 20° com o chão, que é plano. O
coeficiente de atrito cinético entre a rampa e o pacote é 0,2 O entregador emprega uma
força sobre o pacote que o faz subir pelo plano inclinado com velocidade constante. O
entregador não desliza sobre a carroceria quando puxa o pacote. Considerando o
enunciado, o cos 20° = 0,94 o sem 20° = 0,34 e a g = 10 m/s².
Faça o diagrama de corpo livre e calcule o trabalho realizado pelo entregador sobre
o pacote até este alcançar a carroceria do veículo.
(E) Um elevador de 500 kg deve subir uma carga de 2,5 toneladas a uma altura de 20 metros,
em um tempo inferior a 25 segundos. Qual deve ser a potência média mínima do motor do
elevador, em kW?
Dado: g = 10 m/s².
a) 20
b) 16
c) 24
TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO:
A(s) questão(ões) refere(m)-se ao enunciado abaixo.
d) 38
e) 15
Na figura abaixo, estão representados dois pêndulos simples, X e Y de massas iguais a
100 g. Os pêndulos, cujas hastes têm massas desprezíveis, encontram-se no campo
gravitacional terrestre. O pêndulo Y encontra-se em repouso quando o pêndulo X é
liberado de uma altura h = 0,2 m em relação a ele. Considere o módulo da aceleração da
gravidade g = 10 m/s².
(F) Qual foi o trabalho realizado pelo campo gravitacional sobre o pêndulo X, desde que
foi liberado até o instante da colisão?
a) 0,02 J
d) 20,0 J
b) 0,20 J
e) 200,0 J
c) 2,00 J
(G) Em uma bancada horizontal da linha de produção de uma indústria, um amortecedor
fixo na bancada tem a função de reduzir a zero a velocidade de uma caixa, para que
um trabalhador possa pegá-la. Esse amortecedor contém uma mola horizontal de
constante elástica k = 180 N/m e um pino acoplado a ela, tendo esse conjunto massa
desprezível. A caixa tem massa m = 3 kg e escorrega em linha reta sobre a bancada,
quando toca o pino do amortecedor com velocidade V0.
Sabendo que o coeficiente de atrito entre as superfícies da caixa e da bancada é
0,4, que a compressão máxima sofrida pela mola quando a caixa para é de 20 cm
e adotando g = 10 m/s2, calcule o trabalho, em joules, realizado pela força de
atrito que atua sobre a caixa desde o instante em que ela toca o amortecedor até
o instante em que ela para.
TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO:
O Brasil prepara-se para construir e lançar um satélite geoestacionário que vai levar
banda larga a todos os municípios do país. Além de comunicações estratégicas para as
Forças Armadas, o satélite possibilitará o acesso à banda larga mais barata a todos os
municípios brasileiros. O ministro da Ciência e Tecnologia está convidando a Índia –
que tem experiência neste campo, já tendo lançado 70 satélites – a entrar na disputa
internacional pelo projeto, que trará ganhos para o consumidor nas áreas de Internet e
telefonia 3G.
(Adaptado de: BERLINCK, D. Brasil vai construir satélite para levar banda larga para
todo
país.
O
Globo,
Economia,
mar.
2012.
Disponível
em:
<http://oglobo.globo.com/economia/brasil-vai-construir-satelite-para-levar-banda-largapara-todo-pais-4439167>. Acesso em: 16 abr. 2012.)
(H) Suponha que o conjunto formado pelo satélite e pelo foguete lançador possua massa
de 1,0 . 10³ toneladas e seja impulsionado por uma força propulsora de
aproximadamente 5,0 . 107 N sendo o sentido de lançamento desse foguete
perpendicular ao solo.
Desconsiderando a resistência do ar e a perda de massa devido à queima de
combustível, assinale a alternativa que apresenta, corretamente, o trabalho
realizado, em joules, pela força resultante aplicada ao conjunto nos primeiros 2,0
km de sua decolagem.
Considere a aceleração da gravidade g = 10 m/s² em todo o percurso descrito.
a) 4,0 . 107 J
b) 8,0 . 107 J
c) 4,0 . 1010 J
d) 8,0 . 1010 J
e) 10,0 . 1010 J
TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO:
Um estudante movimenta um bloco homogêneo de massa M, sobre uma superfície
horizontal, com forças de mesmo módulo F, conforme representa a figura abaixo.
Em X, o estudante empurra o bloco; em Y, o estudante puxa o bloco; em Z, o estudante
empurra o bloco com força paralela ao solo.
(I) O trabalho (W) realizado pelo estudante para mover o bloco nas situações
apresentadas, por uma mesma distância d, é tal que
a) WX  WY  WZ .
b) WX  WY  WZ .
c) WX  WY  WZ .
d) WX  WY  WZ .
e) WX  WY  WZ .
(J) Uma pessoa empurrou um carro por uma distância de 26 m, aplicando uma força F de
mesma direção e sentido do deslocamento desse carro. O gráfico abaixo representa a
variação da intensidade de F, em newtons, em função do deslocamento d, em metros.
Desprezando o atrito, o trabalho total, em joules, realizado por F, equivale a:
a) 117
b) 130
c) 143
d) 156
(K) Um bloco, puxado por meio de uma corda inextensível e de massa desprezível, desliza
sobre uma superfície horizontal com atrito, descrevendo um movimento retilíneo e
uniforme. A corda faz um ângulo de 53° com a horizontal e a tração que ela transmite
ao bloco é de 80 N. Se o bloco sofrer um deslocamento de 20 m ao longo da superfície,
o trabalho realizado pela tração no bloco será de:
(Dados: sen 53° = 0,8 e cos 53° = 0,6)
a) 480 J
b) 640 J
c) 960 J
d) 1280 J
e) 1600 J
(L) Um objeto é deslocado em um plano sob a ação de uma força de intensidade igual a 5
N, percorrendo em linha reta uma distância igual a 2 m.
Considere a medida do ângulo entre a força e o deslocamento do objeto igual a
15º, e T o trabalho realizado por essa força. Uma expressão que pode ser
utilizada para o cálculo desse trabalho, em joules, é T= 5 x 2 x sen ϴ.
Nessa expressão, ϴ equivale, em graus, a:
a) 15
b) 30
c) 45
d) 75
(M) O Cristo Redentor, localizado no Corcovado, encontra-se a 710 m do nível no mar e
pesa 1140 ton. Considerando-se g = 10 m/s2, é correto afirmar que o trabalho total
realizado para levar todo o material que compõe a estátua até o topo do Corcovado foi
de, no mínimo:
a) 114000 kJ
d) 2023500 kJ
b) 505875 kJ
e) 8094000 kJ
c) 1010750 kJ
(N) Considere um lançador de bolinhas de tênis, colocado em um terreno plano e
horizontal. O lançador é posicionado de tal maneira que as bolinhas são arremessadas
de 80 cm do chão em uma direção que faz um ângulo de 30 graus com a horizontal.
Desconsiderando efeitos de rotação da bolinha e resistência do ar, a bolinha deve
realizar uma trajetória parabólica. Sabemos também que a velocidade de lançamento
da bolinha é de 10,8 km/h. Qual é o módulo da velocidade da bolinha quando ela toca
o chão? Se necessário, considere que a aceleração da gravidade seja igual a 10 m/s² e
que uma bolinha de tênis tenha 50 g de massa.
a) 3 m/s
d) 14,4 km/h
b) 5 m/s
e) 21,6 km/h
c) 6 m/s
(O) A figura abaixo ilustra (fora de escala) o trecho de um brinquedo de parques de
diversão, que consiste em uma caixa onde duas pessoas entram e o conjunto deslocase passando pelos pontos A, B, C e D até atingir a mola no final do trajeto. Ao atingir e
deformar a mola, o conjunto entra momentaneamente em repouso e depois inverte o
sentido do seu movimento, retornando ao ponto de partida.
No exato instante em que o conjunto (2 pessoas + caixa) passa pelo ponto A sua
velocidade é igual a vA = 10 m/s.
Considerando que o conjunto possui massa igual a 200 kg qual é a deformação
que a mola ideal, de constante elástica 1100 N/m sofre quando o sistema atinge
momentaneamente o repouso? Utilize g = 10 m/s² e despreze qualquer forma de
atrito.
a) 3,7 m
b) 4,0 m
c) 4,3 m
d) 4,7 m
(P) Um carro, em um trecho retilíneo da estrada na qual trafegava, colidiu frontalmente
com um poste. O motorista informou um determinado valor para a velocidade de seu
veículo no momento do acidente. O perito de uma seguradora apurou, no entanto,
que a velocidade correspondia a exatamente o dobro do valor informado pelo
motorista.
Considere EC1 a energia cinética do veículo calculada com a velocidade
informada pelo motorista e EC2 aquela calculada com o valor apurado pelo
perito.
A razão EC1/EC2 corresponde a:
a) 1/2
b) 1/4
c) 1
d) 2
(Q) Um carrinho parte do repouso, do ponto mais alto de uma montanha-russa. Quando
ele está a 10 m do solo, a sua velocidade é de 1 m/s. Desprezando todos os atritos e
considerando a aceleração da gravidade igual a 10 m/s² podemos afirmar que o
carrinho partiu de uma altura de
a) 10,05 m
d) 20,04 m
b) 12,08 m
e) 21,02 m
c) 15,04 m
(R) O gráfico a seguir mostra a energia cinética de um pequeno bloco em função da altura.
Na altura h = 0 a energia potencial gravitacional do bloco é nula. O bloco se move
sobre uma superfície com atrito desprezível. Calcule a energia potencial gravitacional
máxima do bloco, em joules.
(S) Um esquilo “voador” consegue planar do alto de uma árvore, a uma altura de 10 m até
o chão, com velocidade constante de 5 m/s. Considerando a aceleração da gravidade
g = 10 m/s2 e a massa do esquilo 2 kg, é CORRETO afirmar que o trabalho da força de
sustentação que atua sobre o esquilo ao longo desse deslocamento é de
a) 50 J
d) – 25 J
b) – 200 J
e) -50 J
c) – 20 J
(T) A ilustração abaixo representa um bloco de 2 kg de massa, que é comprimido contra
uma mola de constante elástica k = 200 N/m. Desprezando qualquer tipo de atrito, é
CORRETO afirmar que, para que o bloco atinja o ponto B com uma velocidade de
1,0 m/s, é necessário comprimir a mola em:
a) 0,90 cm
b) 90,0 cm
c) 0,81 m
d) 81,0 cm
e) 9,0 cm
(U) Uma pequena caixa é lançada em direção ao solo, sobre um plano inclinado, com velocidade igual a
3,0 m/s. A altura do ponto de lançamento da caixa, em relação ao solo, é igual a 0,8 m.
Considerando que a caixa desliza sem atrito, estime a sua velocidade ao atingir o solo.
Utilize: Aceleração da gravidade = 10 m/s2.
FORMULÁRIO:
τ F  F  ΔS  cosθ ; τ   m  g  h
τ
Pot m 
Δt
m  v2
EC 
2
P
E Pg  m  g  h
k  x2
E Pel 
2
E M  E C  E P g  E Pel
τ FR  ΔE C  E Cf  E Ci
Colégio FAAT
Ensino Fundamental e Médio
Roteiro de Estudos Recuperação – Química
Nome:
Nº.:____
Série: 1ªA e 1ªB - Ensino Médio
3º BIMESTRE
Funções inorgânicas (ácidos, bases, sais e óxidos).
1- (PUC-SP) A respeito das substâncias denominada ácidos, um estudante anotou as
seguintes características:
I) têm poder corrosivo;
II) são capazes de neutralizar bases;
III) são compostos por dois elementos químicos;
IV) formam soluções aquosas condutoras de corrente elétrica.
Ele cometeu erros somente em:
a) I e II
b) I e III
c) I e IV
d) II e III
e) III e IV
2- (UFPA) Considerando a equação química:
Cl2O7 + 2 NaOH → 2 NaClO4 + H2O
os reagentes e produtos pertencem, respectivamente, às funções:
a) óxido, base, sal e óxido.
b) sal, base, sal e hidreto.
c) ácido, sal, óxido e hidreto.
d) óxido, base, óxido e hidreto.
e) base, ácido, óxido e óxido.
3- (Cefet-PR) Algumas substâncias químicas são conhecidas por nomes populares. Assim
temos, por exemplo, sublimado corrosivo (HgCl2), cal viva (CaO), potassa cáustica (KOH)
e espírito de sal (HCl). O sublimado corrosivo, a cal viva, a potassa cáustica e o espírito
de sal pertencem, respectivamente, às funções:
a) ácido, base, óxido, ácido.
b) sal, sal, base, ácido.
c) ácido, base, base, sal.
d) sal, óxido, base, ácido.
e) ácido, base, sal, óxido.
4- Uma substância pura é sólida em temperatura ambiente, apresenta elevadas
temperaturas de fusão e de ebulição e conduz corrente elétrica tanto fundida como
dissolvida em água. Indique a alternativa cuja substância apresenta as propriedades
citadas:
a) SO3.
b) SO2.
c) NH3.
d) H2SO4.
e) Na2SO4.
5- (FCB-ARARAS-SP) Após a ionização de um ácido em água, observou-se que o
número de moléculas ionizadas era o quádruplo do número de moléculas não-ionizadas.
Com base nessa observação, a porcentagem de ionização do referido ácido era:
a) 25%.
b) 40%.
c) 70%.
d) 75%.
e) 80%.
6- (FGV-SP) Alguns compostos, quando solubilizados em água, geram uma solução
aquosa que conduz corrente elétrica. Dos compostos abaixo:
I. Na2SO4.
II. O2.
III. C12H22O11.
IV. KNO3.
V. CH3COOH.
VI. NaCl
Formam-se solução aquosa que conduz eletricidade:
a) apenas I, IV e VI.
b) apenas I, IV, V e VI.
c) apenas I e VI.
d) apenas VI.
e) Todos
7- (MACK_SP) Para o tratamento da gastrite um médico prescreveu um medicamento que
continha um hidróxido de metal M, da família do boro. A fórmula do hidróxido em questão
é:
a) NaOH
b) Fe(OH)3
c) Al(OH)3
d) Ca(OH)2
e) NH4OH
8- (FMJ SP) - Um átomo neutro de um elemento químico apresenta um elétron na última
camada. É correto afirmar que esse átomo
a- tem tendência a perder 2 elétrons para se estabilizar.
b- é um gás nobre.
c- pertence à família 2 da classificação periódica.
d- tem tendência a perder 1 elétron para se estabilizar.
e- pertence à família 5 da classificação periódica.
9- (FAMECA SP) - O cloreto de sódio é largamente utilizado pela população na
preparação de alimentos, mas pode ser prejudicial à saúde se for consumido em excesso,
favorecendo a retenção de líquidos e, consequentemente, produzindo a elevação da
pressão arterial. Em relação a essa substância, o tipo de ligação e o número total de
pares de elétrons da última camada do íon cloreto são, respectivamente:
(Na=11,
Cl=17)
a- covalente e 4.
b- iônica e 2.
c- iônica e 6.
d- iônica e 4.
e- covalente e 8.
10- A experiência a seguir é largamente utilizada para diferenciar soluções eletrolíticas de
soluções não eletrolíticas. O teste está baseado na condutividade elétrica e tem como
consequência o acendimento da lâmpada.
A lâmpada acenderá quando no recipiente estiver presente a seguinte solução:
a- HCl
b- H2O
c- C12H22O11 (sacarose)
d- C6H12O6 (glicose)
e- CO2
11- (UEPG-PR) Com relação às propriedades das bases de Arrhenius, é incorreto
afirmar:
a) O hidróxido de amônio é uma base não-metálica, bastante solúvel em água.
b) Os metais alcalinos formam monobases com alto grau de dissociação.
c) As bases formadas pelos metais alcalinos terrosos são fracas, visto que são
moleculares por natureza.
d) Os hidróxidos dos metais alcalinos terrosos são pouco solúveis em água.
e) Uma base é tanto mais forte quanto maior for o seu grau de ionização.
12- Assinale a alternativa que apresenta dois produtos caseiros com propriedades
alcalinas.
a) Sal e coalhada.
b) Leite de magnésia e sabão.
c) Bicarbonato e açúcar.
d) Detergente e vinagre.
e) Coca - cola e água de cal.
13- O fato de uma solução permitir a passagem da corrente elétrica nos permite concluir
que o soluto:
a) também conduz a corrente elétrica quando puro.
b) tem todas as suas moléculas ionizadas.
c) é iônico.
d) é molecular.
e) pode ser iônico ou molecular
14- De uma certa substância, faz-se às afirmações a seguir:
I. Reage com ácido, dando sal e água.
II. Em presença de água, sofre dissociação iônica parcial.
III. Em solução aquosa, torna a fenolftaleína vermelha.
As substâncias que se enquadram nas propriedades dadas são:
a) BaSO4.
b) CH4.
c) Mg(OH)2.
d) SO3.
e) HCl.
15- Considerando os oxiácidos H2SO4, HClO4 e HClO, podemos dizer que a ordem
correta quanto á força decrescente ( do mais forte para o mais fraco) de ionização é: uma
alternativa.
a) HClO4, H2SO4, HClO
d) HClO, H2SO4, HClO4
b) HClO, HClO4, H2SO4
e) H2SO4, HClO, HClO4
c) HClO4, HClO, H2SO4
16- O ácido cianídrico é o gás de ação venenosa mais rápida que existe. Esse gás é
usado nos Estados Unidos nas câmaras de gás nas penas de morte. A primeira vítima foi
seu descobridor, Carl Wihelm Scheele, que morreu ao deixar cair um vidro contendo
solução de ácido cianídrico, cuja fórmula molecular è: Uma alternativa.
a) HCOOH
b) HCN
c) HCNS
d) HCNO
e) H4Fe(CN)6
17- formação de hidróxido de alumínio, resultante da reação de um sal desse metal com
uma base, pode ser representada por: Uma alternativa.
a) Al + + OH - →
Al(OH)
d) Al 4+ + 4 OH- → Al(OH)4
b) Al 2+ + 2 OH- → Al(OH)2
e) Al 5+ + 5 OH- → Al(OH)5
3+
c) Al + 3 OH → Al(OH)3
18- Relacione as fórmulas dos compostos inorgânicos com os seus respectivos nomes:
Coluna II:
Coluna I:
I. MgO.
a) Ácido sulfuroso
II. CuSO3.
b) Óxido de magnésio
III. Al(OH)3.
c) Hipoclorito de sódio
IV. H2SO3.
d) Dióxido de manganês
V. MnO2.
e) Hidróxido de alumínio
VI. NaClO.
f) Óxido de alumínio
VII. AlO3.
g) Sulfito de cobre (II)
19- A seguir, temos várias reações não balanceadas. Qual delas não corresponde a uma
reação de neutralização?
a)
KOH(aq) + H2CO3(aq) → K2CO3(aq) + H2O(ℓ)
b)
Ca(OH)2(aq) + 2 HF(aq) → CaF2(aq) + 2 H2O(ℓ)
c)
CH4(g) + 2 O2(g) → CO2(g) + 2 H2O(ℓ) X
d) 2 HCl(aq) + Mg(OH)2(aq) → MgCl2(aq) + 2 H2O(ℓ)
e)
H3PO4(aq) + NaOH(aq) → NaH2PO4(aq) + H2O(ℓ)
20- (Unisinos-RS) Ao participar de uma festa, você pode comer e beber em demasia,
apresentando sinais de má digestão ou azia. Para combater a acidez, ocasionada pelo
excesso de ácido clorídrico no estômago, seria bom ingerir uma colher de leite de
magnésia, que irá reagir com esse ácido.
A equação que representa a reação é:
a)
Mg(OH)2 + 2 HClO → Mg(ClO)2 + 2 H2O.
b)
Mg(OH)2 + 2 HCl → MgCl2 + 2 H2O.
c)
Mg(OH)2+ 2 HClO3 → Mg(ClO3)2 + 2 H2O.
d) Mn(OH)2+ 2 HClO2 → Mn(ClO2)2 + 2 H2O.
e)
Mn(OH)2+ 2 HCl → MnCl2 + 2 H2O.
Colégio FAAT
Ensino Fundamental e Médio
Roteiro de Estudos Recuperação – Química
Nome:
Nº.:____
Série: 1ªA e 1ªB - Ensino Médio
4º BIMESTRE
Cálculos químicos (Grandezas químicas, leis das reações e cálculos
estequiométricos), gases (Transformações gasosas e teoria cinética dos gases
ideais)
1- 1,0 mol de glicose (C 6H 12O 6) corresponde a:
a- 6,02 . 10 23 gramas
b- 180 gramas
c- 180 moléculas
d- 6,02 . 10 23 átomos
e- 24 átomos
2- Para manter as condições vitais em pleno funcionamento, o ser humano necessita
inalar em média, 2,5g de gás oxigênio minuto. A ausência deste por um determinado
período de tempo pode causar danos irreparáveis ao cérebro. Qual é o número de
moléculas inaladas durante esse tempo: ( O2 = 32 g/mol)
a- 1,9 x 10 22
b- 3,8 x 1022
c- 4,7 x 1022
d- 9,4 x 1022
e- 6,6 x 10 22
3- O aspartame, um adoçante artificial, pode ser utilizado para substituir o açúcar de cana.
Bastam 42 miligramas de aspartame para produzir a mesma sensação de doçura que 6,8
gramas de açúcar de cana. Sendo assim, quantas vezes, aproximadamente, o número de
moléculas de açúcar de cana deve ser maior doque o número de moléculas de aspartame
para que se tenha o mesmo efeito sobre o paladar?
Dados:
• massas molares aproximadas (g/mol)
• açúcar de cana: 340
• adoçante artificial: 300
a- 30
b- 50
c- 100
d- 140
e- 200
5- O corpo humano necessita diariamente de 12 mg de ferro. Uma colher de feijão contém
cerca de 4,28 × 10 -5 mol de ferro. Quantas colheres de feijão, no mínimo, serão
necessárias para que se atinja a dose diária de ferro no organismo? ( MA: Fe = 56
g/mol) R: 5 colheres
6- Uma empresa resolveu utilizar como meio de publicidade um balão. Esse balão foi
inflado com gás Hélio num dia em que a temperatura estava em 370C. Nesta temperatura
seu volume atingiu 600 L.
Durante o período em que ficou exposto, num determinado dia a temperatura baixou para
70C.
Pode-se dizer que:
a-houve redução de 42 L no volume do balão.
b-não houve alteração no volume do balão, pois o gás hélio é um gás nobre.
c-houve redução de 50 L no volume do balão.
d-o volume continuou o mesmo, pois quando se diminui a temperatura de um gás, sua
pressão interna aumenta.
e-o volume do balão diminuiu para 542 L.
7- O óxido nitroso (N2O) é utilizado em anestesia, associado à outras drogas. Seu uso na
medicina apresenta diversas vantagens, como menor custo hospitalar e rápida
recuperação pós-anestésica. Considere um cilindro com capacidade de 30 L contendo
óxido nitroso a 82 atm e 27ºC. Dado R = 0,082 atm . L . K–1 . mol–1, assinale a alternativa
que apresenta o valor da massa de N2O contida neste cilindro.
A)
4,4 kg.
B)
5,0 kg.
C)
5,6 kg.
D)
6,0 kg.
E)
9,0 kg.
8- Há alguns meses, a Petrobrás anunciou (revista Veja de 1/5/91) que reduziria, de 5%
para 3%, o teor de enxofre no óleo combustível. Isto significa 272 toneladas de enxofre a
menos, por dia, na atmosfera. Sabe-se que o enxofre contido no óleo é, na realidade,
transformado em SO2(um gás) no momento da queima(combustão). Qual a massa (em
toneladas) deste gás que deixará de ser lançada na atmosfera, por dia, devido à melhoria
anunciada? Massas atômicas relativas: O=16; S=32. Dado:
S + O2 ------ SO2
9- O hipoclorito de sódio, é uma substância comercializada, em solução aquosa, com o
nome de água sanitária ou água de lavadeira,possuindo propriedades bactericidas e
alvejantes. Esse sal é produzido a partir de cloro e de soda cáustica, de acordo com a
reação equacionada a seguir: Cl2 + NaOH → NaCl + NaClO + H2O
Determine as massas de cloro e de soda cáustica necessárias à obtenção de 1490g de
hipoclorito de sódio.(Empregue os seguintes valores de massa molar: Cl2 = 71,0g/mol .
NaOH = 40,0g/mol . NaClO= 74,5g/mol )
10- Para se obter manganês metálico, muito utilizado em diversos tipos de aços
resistentes, o dióxido de manganês reage com o alumínio metálico, segundo a equação:
3 MnO2 + 4 Al -------> 2 Al2O3 + 3 Mn
Supondo rendimento de 100% para essa reação, a massa de dióxido de manganês
necessária para se obter 5 toneladas de manganês metálico é aproximadamente:
a) 2 toneladas
b) 3 toneladas
c) 4 toneladas
d) 8 toneladas
e) 9 toneladas
11- Dada a equação:
TiCl4 + Mg ---------> MgCl2 + Ti
Considere que essa reação foi iniciada com 9,5g de TiCl4. Supondo-se que tal reação
seja total, a massa de titânio obtida será, aproximadamente:
(Ti=48g/mol, TiCl4= 190g/mol)
a-) 1,2g
b-) 2,4g
c-) 3,6g
d-) 4,8g
e-) 7,2g
12- (PUC-MG) Fosgênio, COCl2, é um gás venenoso. Quando inalado, reage com a água
nos pulmões para produzir ácido clorídrico (HCl), que causa graves danos pulmonares,
levando, finalmente, à morte: por causa disso, já foi até usado como gás de guerra. A
equação química dessa reação é:
COCl2 + H2O → CO2 + 2 HCl
Se uma pessoa inalar 198 mg de fosgênio, a massa de ácido clorídrico, em gramas, que
se forma nos pulmões, é igual a:
a) 1,09 . 10-1.
b) 1,46 . 10-1.
c) 2,92 . 10-1.
d) 3,65 . 10-2.
e) 7,30 . 10-2.
13- (Mackenzie-SP)
CH4(g) + 2 O2(g) → CO2(g) + 2 H2O(g)
O volume de CO2, medido a 27ºC e 1atm., produzido na combustão de 960,0 g de
metano, é:
a) 60,0 L
b) 1620,0 L
c) 1344,0 L
d) 1476,0 L
e) 960,0 L
Dados:
 massa molar do CH4 = 16,0 g/mol
 constante universal dos gases: R = 0,082 atm.L/mol.K
14- Os dados do problema e as quantidades de incógnitas pedidas são expressos em
termos de massa. Exemplo:
Na reação N2(g) + 3H2(g) → 2NH3(g) qual a massa de NH3 obtida quando se reagem
totalmente 3g de H2?
15- Na reação N2(g) + 3H2(g) → 2NH3(g) qual o volume de N2, a 0ºC e 1 atm, obtido
quando se reagem totalmente 3g de H2?
16- . (PUCCAMP) Um gás perfeito é mantido em um cilindro fechado por um pistão. Em
um estado A, as suas variáveis são: pA= 2,0 atm; VA= 0,90 litros; qA= 27°C. Em outro
estado B, a temperatura é qB= 127°C e a pressão é pB = 1,5 atm. Nessas condições, o
volume VB, em litros, deve ser:
a) 0,90
b) 1,2
c) 1,6
d) 2,0
e) 2,4
17- 4,0 mols de oxigênio estão num balão de gás. Há um vazamento e escapam 8,0 x
1012 moléculas de oxigênio. Considerando que o número de Avogadro é 6,02 x 10 23, a
ordem de grandeza do número de moléculas que restam no balão é:
a) 1010
b) 1011
c) 1012
d) 1024
e) 1025
18- 15 litros de uma determinada massa gasosa encontram-se a uma pressão de 8,0 atm
e à temperatura de 30º C. Ao sofrer uma expansão isotérmica, seu volume passa a 20
litros. Qual será a nova pressão do gás?
19- (FUVEST – SP) Um recipiente indeformável, hermeticamente fechado, contém 10
litros de um gás perfeito a 30 ºC, suportando a pressão de 2 atmosferas. A temperatura
do gás é aumentada até atingir 60º C.
a) Calcule a pressão final do gás.
b) Esboce o gráfico pressão versus temperatura da transformação descrita.
20- Em um recipiente fechado, certa massa de gás ideal ocupa um volume de 12 litros a
293k. Se este gás for aquecido até 302k, sob pressão constante, seu volume será:
(a) 12,37 L
(b) 13,37 L
(c) 14,37 L
(d) 12 L
(e) 13 L
Colégio FAAT
Ensino Fundamental e Médio
Roteiro de Estudos Recuperação – História
Nome:
Nº.:____
Série: 1ªA e 1ªB - Ensino Médio
3º BIMESTRE
CONTEÚDO
TRANSIÇÃO DA IDADE ANTIGA PARA MÉDIA
 FEUDALISMO
 POLÍTICA, ECONOMIA E CULTURA
IMPÉRIO BIZANTINO
 POLÍTICA, ECONOMIA E CULTURA
 INFLUÊNCIAS
ÁRABES
 RELIGIÃO
 POLÍTICA, ECONOMIA E CULTURA
TRANSIÇÃO DA IDADE MÉDIA PARA MODERNA
 CRUZADAS
 RENASCIMENTO COMERCIAL E URBANO
 BURGUESIA
 TRANSIÇÃO PARA O CAPITALISMO
LISTA DE EXERCÍCIOS PARA ESTUDO
1) (UNIP) A importância da Batalha de Poitiers, em 732, no contexto da história da Europa, justifica-se em
função de que:
a) os cristãos foram derrotados pelos árabes, consolidando-se o feudalismo europeu;
b) a derrota árabe frente ao Reino Franco impediu a islamização do Ocidente;
c) a partir daí teve início a Guerra de Reconquista na Península Ibérica;
d) com essa vitória, Carlos Martel tornou-se imperador dos francos;
e) esse evento assinalou o limite da expansão cristã no Mediterrâneo.
2) (PUC) O Império Carolíngio surgiu com a coroação de Carlos Magno em Roma por Leão III, no ano de
800. Daí em diante, o poder imperial aumentou consideravelmente, pois:
a) a administração foi aprimorada, com a instituição dos missi dominici e das capitulares;
b) o desenvolvimento cultural foi estimulado, inclusive com a criação de escolas de ler e escrever;
c) Paulo Lombardo, Alcuíno e Eginhardo deram destaque à cultura da época;
d) todas estão corretas;
e) todas estão corretas.
3) (PUC) A conversão e batismo de Clóvis, após a Batalha de Tolbiac, explicam principalmente:
a) pela insistência de sua mulher Clotilde;
b) pela insistência dos bispos da Gália;
c) pela insistência do papa Gregório Magno;
d) pelo fato de que a maior parte da população da Gália era cristã;
e) n.d.a.
4) Carlos Martel é considerado o defensor da Cristandade contra os muçulmanos porque:
a) venceu os mouros na Batalha de Poitiers;
b) perdeu a Batalha de Poitiers para os mouros;
c) derrotou os visigodos na Batalha de Poitiers;
d) perdeu a Batalha de Poitiers para os visigodos.
e) n.d.a.
5) A Chanson de Roland é um poema épico medieval do ciclo:
a) arturiano
b) espanhol
c) alemão
d) carolíngio
e) bretão.
6) (MED. SANTOS) Luís, o Piedoso, sucessor de Carlos Magno, manteve o Império unido. Com sua morte, começou a
crise política, caracterizada de um lado pelas invasões normandas e de outro:
a) pela disputa entre seus sucessores, que acabaram mantendo a unidade do Império através do Tratado de Verdun;
b) pela divisão do Império em três reinos, através do Tratado de Verdun;
c) pela divisão do Império, através do Tratado de Cateau-Cambrésis;
d) pela manutenção da unidade do Império, através do Tratado de Cateau-Cambrésis;
e) n.d.a.
7) As instituições políticas do Estado Franco lembram:
a) as instituições políticas ligadas ao Império Romano;
b) as instituições germânicas, tais como a clientela, o colonato, a recomendação e as imunidades;
c) as instituições romanas, tais como o comitatus, a ordália e o individualismo político;
d) todas estão erradas;
e) todas estão corretas.
8) (PUCC) O declínio da Dinastia dos Merovíngios no Reino Franco permitiu o aparecimento de um novo chefe
político de fato, a saber:
a) o tesoureiro
b) o missi dominici
c) o condestável
d) o major domus
e) n.d.a.
9) Termo derivado de Carlos Magno, filho de Pepino e seu sucessor:
a) Carolíngio
b) Bárbaro
c) Clóvis
d) merovíngia
e) germano.
10) Para administrar o vasto império, Carlos Magno estabeleceu uma série de normas escritas que funcionavam como
leis, conhecidas como:
a) missi-dominici
b) escribas
c) Tratado de Verdun
d) marqueses
e) capitulares
11) (PUC-RS) Dentre os Reinos Bárbaros, surgidos após as invasões germânicas e o fim do Império Romano, o Reino
Franco foi o mais importante, porque
a) os Reis Francos se converteram ao Cristianismo e defenderam o Ocidente contra o avanço dos muçulmanos.
b) promoveu o desenvolvimento das atividades comerciais entre o Ocidente e o Oriente, através das Cruzadas.
c) nesse período a Sociedade Feudal atingiu sua conformação clássica e o apogeu econômico e cultural.
d) houve uma centralização do poder e viveu-se um período de paz externa e interna, o que permitiu controlar o poder
dos nobres sobre os servos.
e) os Reis Francos conseguiram realizar uma síntese entre a cultura romana e a oriental, que serviria de inspiração ao
Renascimento Cultural do século XIV.
12) (UFPR) A respeito do reinado de Carlos Magno (768-814), é correto afirmar que:
01) Foi um período de expansão territorial através das guerras de conquista.
(02) Caracterizou-se pela centralização política e organização da legislação.
(04) As terras conquistadas pela guerra foram doadas em forma de benefício, criando os laços de dependência entre o
rei e seus cavaleiros.
(08) Como forma de manter o predomínio imperial de Carlos Magno, desenvolveram-se as relações de vassalagem.
(16) Sob Carlos Magno estabeleceu-se o moderno Estado nacional francês.
Na(s) questão(ões) a seguir, escreva no espaço apropriado a soma dos itens corretos.
Soma = ( )
13) (UFRN) - No ano de 786, Carlos Magno afirmou: “A nossa função é, segundo o auxílio da divina piedade, (...)
defender com as armas e em todas as partes a Santa Igreja de Cristo dos ataques dos pagãos e da devastação dos
infiéis”. (Pinsky "O modo de produção feudal". p. 101).
O fragmento acima expressa a orientação política do Império Carolíngio no governo de Carlos Magno. O objetivo
dessa política pode ser definido como um(a)
a) esforço para estabelecer uma aliança entre os carolíngios e a Igreja bizantina para fazer frente ao crescente poderio
papal.
b) intenção de anexar a Península Ibérica aos domínios do papado, com a finalidade de impedir o avanço árabe.
c) desejo de subordinar os domínios bizantinos à dinastia carolíngia, no intuito de implantar uma teocracia centralizada
no Imperador.
d) tentativa de restaurar o Império Romano, com vistas a promover a união da cristandade da Europa Ocidental.
14) (FGV) “O sacerdote, tendo-se posto em contato com Clóvis, levou-o pouco a pouco e secretamente a acreditar no
verdadeiro Deus, criador do Céu e da Terra, e a renunciar aos ídolos, que não lhe podiam ser de qualquer ajuda, nem a
ele nem a ninguém [...] O rei, tendo pois confessado um Deus todo-poderoso na Trindade, foi batizado em nome do Pai,
do Filho e do Espírito Santo e ungido do santo Crisma com o sinal-da-cruz. Mais de três mil homens do seu exército
foram igualmente batizados[...].” (São Gregório de Tours. A conversão de Clóvis).
A respeito dos episódios descritos no texto, é correto afirmar:
a) A conversão de Clóvis ao arianismo permitiu aos francos uma aproximação com os lombardos e a expansão do seu
reino em direção ao Norte da Itália.
b) A conversão de Clóvis, segundo o rito da Igreja Ortodoxa de Constantinopla, significou um reforço político-militar
para o Império Romano do Oriente.
c) Com a conversão de Clóvis, de acordo com a orientação da Igreja de Roma, o reino franco tornou-se o primeiro
Estado germânico sob influência papal.
d) A conversão de Clóvis ao cristianismo levou o reino franco a um prolongado conflito religioso, uma vez que a
maioria dos seus integrantes manteve-se fiel ao paganismo.
e) A conversão de Clóvis ao cristianismo permitiu à dinastia franca merovíngia a anexação da Itália a seus domínios e a
submissão do poder pontifício à autoridade monárquica.
15) Quem eram os majordomos? Dê o nome de um deles e um feito importante de sua administração.
16) Em que se baseava economicamente o Reino Franco e quem era encarregado de exercer as funções
administrativas?
17) O que estabeleceu o Tratado de Verdun?
18) Quem eram os missi dominici e qual sua função?
19) (PUC) Em relação ao Império Bizantino, é certo afirmar que:
a) o governo era ao mesmo tempo teocrático e liberal
b) o Estado não tinha influência na vida econômica
c) o comércio era sobretudo marítimo
d) o Império Bizantino nunca conheceu crises sociais
e) o imperialismo bizantino restringiu-se à Ásia Menor.
20) Justiniano (527 - 565), no Império Romano do Oriente, enfrentou diferentes dificuldades internas, inclusive nas
relações entre a Igreja e o Estado, devido a heresias como a dos monofisistas. Estes, entre outros princípios:
a) pretendiam a destruição de todas as imagens;
b) negavam a natureza humana de Cristo;
c) defendiam o conhecimento de Deus inspirado no misticismo;
d) admitiam o dualismo de inspiração budista;
Colégio FAAT
Ensino Fundamental e Médio
Roteiro de Estudos Recuperação – História
Nome:
Nº.:____
Série: 1ªA e 1ªB - Ensino Médio
4º BIMESTRE
CONTEÚDO
EXPANSÃO MARÍTIMA E ABSOLUTISMO
 ABSOLUTISMO
 MERCANTILISMO
 GRANDES NAVEGAÇÕES
REFORMAS RELIGIOSAS
 CRISE DA IGREJA CATÓLICA
 REFORMA PROTESTANTE
 REFORMA E CONTRARREFORMA
ÁFRICA
 CONTATOS ETRE OS EUROPEUS E AFRICANOS
POVOS DA AMÉRICA
 POVOS PRÉ-COLOMBIANOS
 RELAÇÕES COMERCIAIS E CULTURAIS
LISTA DE EXERCÍCIOS PARA ESTUDO
1. (Cesgranrio) A frase de Luiz XIV, "L'Etat c'est moi" (O Estado sou eu), como definição da natureza do
absolutismo monárquico, significava:
a) a unidade do poder estatal, civil e religioso, com a criação de uma Igreja Francesa (nacional);
b) a superioridade do príncipe em relação a todas as classes sociais, reduzindo a um lugar humilde a burguesia
enriquecida;
c) a submissão da nobreza feudal pela eliminação de todos os seus privilégios fiscais;
d) a centralização do poder real e absoluto do monarca na sua pessoa, sem quaisquer limites institucionais reconhecidos;
e) o desejo régio de garantir ao Estado um papel de juiz imparcial no conflito entre a aristocracia e o campesinato.
2. (Faap) Principalmente a partir do século XVI vários autores passam a desenvolver teorias, justificando o
poder real. São os legistas que, através de doutrinas leigas ou religiosas, tentam legalizar o Absolutismo. Um
deles é Maquiavel: afirma que a obrigação suprema do governante é manter o poder e a segurança do país que
governa. Para isso deve usar de todos os meios disponíveis, pois que "os fins justificam os meios." Professou suas
ideias na famosa obra:
a) "Leviatã"
b) "Do Direito da Paz e da Guerra"
c) "República"
d) "O Príncipe"
e) "Política Segundo as Sagradas Escrituras"
3. (Fgv) A chamada Guerra dos Trinta Anos (1618-1648) foi considerada como a última grande guerra de
religião da Época Moderna. A seu respeito é correto afirmar:
a) O conflito levou ao enfraquecimento do império Habsburgo e ao estabelecimento de uma nova situação internacional
com o fortalecimento do reino francês.
b) O conflito iniciou-se com a proclamação da independência das Províncias Unidas, que se separavam, assim, dos
domínios do império Habsburgo.
c) O conflito marcou a vitória definitiva dos huguenotes sobre os católicos na França, apoiados pelo monarca Henrique
de Bourbon, desde o final do século XVI.
d) O conflito estimulou a reação dos Estados Ibéricos que, em aliança com o papado, desencadearam a chamada
Contrarreforma Católica.
e) O conflito caracterizou-se pelas intervenções inglesas no continente europeu, através de tropas formadas por grupos
populares enviadas por Oliver Cromwell.
4. (FUVEST) No processo de formação dos Estados Nacionais da França e da Inglaterra podem ser identificados
os seguintes aspectos:
a) fortalecimento do poder da nobreza e retardamento da formação do Estado Moderno
b) ampliação da dependência do rei em relação aos senhores feudais e à Igreja
c) desagregação do feudalismo e centralização política
d) diminuição do poder real e crise do capitalismo comercial
e) enfraquecimento da burguesia e equilíbrio entre o Estado e a Igreja
5. (FUVEST) O Estado Moderno Absolutista atingiu seu maior poder de atuação no século XVII. Na arte e na
economia suas expressões foram respectivamente:
a) rococó e liberalismo.
b) renascentismo e capitalismo.
c) barroco e mercantilismo.
d) maneirismo e colonialismo.
e) classicismo e economicismo.
6. (Mackenzie) Sobre as Guerras de Religião ocorridas na França durante o século XVI, é correto afirmar que:
a) decretaram o fim da Dinastia dos Bourbons, através do Edito de Nantes, proclamado na "Noite de São Bartolomeu".
b) aceleraram o processo de consolidação do Estado Absolutista, permitindo a chegada ao poder de reis protestantes
aliados à burguesia mercantil católica.
c) motivaram a aliança do Partido Huguenote com a Rainha Catarina de Médicis, provocando, na célebre "Noite de São
Bartolomeu", o massacre dos membros da Santa Liga aliada da nobreza calvinista.
d) expressaram o confronto político-religioso entre a nobreza católica, liderada pelos Guises e os Huguenotes ligados
aos Bourbons, ocasionando crises no processo de consolidação do absolutismo.
e) provocaram o confronto entre os Huguenotes, membros do Partido Papista e os Calvinistas integrantes da Santa Liga,
fortalecendo o absolutismo.
7. (Mackenzie) O florentino Nicolau Maquiavel (1469 - 1527) rompeu com a religiosidade medieval,
estabelecendo nítida distinção entre a moral individual e a moral pública. Em seu livro "O Príncipe"
preconizava que:
a) o chefe de Estado deve ser um chefe de exército. O Estado em guerra deve renunciar a todo sentimento de
humanidade... O equilíbrio das forças está inscrito nos tratados. Mas os chefes de Estado não devem hesitar em trair sua
palavra ou violar sua assinatura no interesse do Estado.
b) somente a autoridade ilimitada do soberano poderia manter a ordem interna de uma nação. A ordem política
internacional é a mais importante; sem ela se estabeleceria o caos e a turbulência política.
c) na transformação do Estado Natural para o Estado Civil, legitima-se o poder absoluto do rei, uma vez que o segundo
monta-se a partir do indivíduo, que cede seus direitos em troca de proteção contra a violência e o caos do primeiro.
d) o trono real não é o trono de um homem, mas o trono do próprio Deus... Os reis... são deuses e participam de alguma
maneira da independência divina. O rei vê mais longe e de mais alto; deve-se acreditar que ele vê melhor...
e) há três espécies de governo: o republicano, o monárquico e o despótico... A liberdade política não se encontra senão
nos governos moderados... Para que não se possa abusar do poder, é preciso que pela disposição das coisas, o poder faça
parar o poder.
8. (Mackenzie) “... herdara uma nação dividida pelos conflitos religiosos, sociais (Frondas) e externos (Guerra
dos Trinta Anos). Seu reinado submeteu a nobreza, recolhendo-a ao seu grandioso Palácio, onde se
desenvolveram paralelamente o Barroco e o Classicismo..."
(Cláudio Vicentino - adaptado)
O fragmento de texto relaciona-se:
a) ao despotismo esclarecido da Czarina Catarina, a Grande da Rússia.
b) ao absolutismo monárquico do rei francês Luís XIV.
c) ao Imperialismo de Napoleão Bonaparte.
d) à monarquia feudal francesa do rei Felipe, o Belo.
e) à Inglaterra, durante a reforma religiosa do rei Henrique VIII.
9. (Puccamp) Como características gerais dos Estados Modernos, que se organizavam na Europa Ocidental no
período que vai do século XV ao XVIII, pode-se mencionar entre outros, a
a) consolidação da burguesia industrial no poder e a descentralização administrativa.
b) centralização e unificação administrativa, bem como o desenvolvimento do mercantilismo.
c) confirmação das obrigações feudais e o estímulo à produção urbano-industrial.
d) superação das relações feudais e a não intervenção na economia.
e) consolidação do localismo político e a montagem de um exército nacional.
10. (Pucpr) As Guerras Civis Religiosas do século XVI na França favoreceram o fortalecimento do poder
absoluto dos monarcas da dinastia Bourbon, que reinaram do século XVI ao XVIII e parte do XIX. Assinale a
única alternativa errada no que se refere ao absolutismo real na França:
a) Luís XIII, filho de Henrique IV e Maria de Médicis, teve longo reinado, sendo muito ajudado pela hábil política do
Cardeal Richelieu.
b) Luís XIV marcou o auge do absolutismo real, mandou construir o suntuoso Palácio de Versalhes e continuou, através
de Colbert, a aplicar o mercantilismo no plano econômico.
c) Na Guerra dos Sete Anos (1756-1763), sob o rei Luís XV, a França vitoriosa tomou aos ingleses partes da Índia e, na
América, a enorme região da Louisiana.
d) Na Guerra de Sucessão da Espanha (1701-1713), França e Espanha lutaram contra uma coligação europeia. Os
tratados de Utrecht e Rastadt definiram a paz. A França perdeu para a Inglaterra a Terra Nova e Acádia e a Espanha
perdeu Gibraltar, ainda em poder daquela potência insular.
e) Henrique IV fundou a dinastia de Bourbon e pacificou a França, tendo os protestantes (huguenotes) alcançado
liberdade de culto e o domínio sobre várias cidades fortificadas, nos termos do Edito de Nantes (1598).
11. (Pucmg) Em fins da Idade Média, difícil seria imaginar que os mareantes portugueses e espanhóis, nas
viagens de exploração pelo mundo, pudessem contribuir para a formação do capitalismo porque, EXCETO:
a) os investimentos nas expedições marítimas eram elevados e de alto risco.
b) a arte de navegação era precária e sofria a influência das interpretações proféticas sobre os oceanos.
c) as informações sobre a existência de outras civilizações eram confusas e fantasiosas.
d) os tripulantes eram supersticiosos transformando qualquer sinal que surgia em maus presságios.
e) os ibéricos vinham sofrendo sucessivas derrotas na luta contra os muçulmanos pela posse da península.
12. (Uece) A descoberta de novas terras por navegadores portugueses e espanhóis alimentou a imaginação dos
europeus e fomentou uma visão paradisíaca do novo mundo. Com respeito a esta "visão do paraíso" nos
trópicos, é correto afirmar:
a) os europeus esperavam encontrar monstros e outras entidades mitológicas, o que se confirmou na presença de
animais pré-históricos e seres humanos estranhos.
b) os temores com relação ao inesperado levavam muitas vezes os europeus a demonstrar uma violência desumana
contra os nativos do chamado Novo Mundo.
c) as descrições dos novos territórios, com suas florestas exuberantes e seus pássaros exóticos, vinham confirmar as
expectativas de descoberta do Paraíso na Terra.
d) o encontro com seres de uma nova cultura, em um ambiente natural diferente, criou um clima propício ao
entendimento mútuo e ao respeito pela vida humana, como era pregado pelos religiosos europeus.
13. (Uerj) O mundo conhecido pelos europeus no século XV abrangia apenas os territórios ao redor do
Mediterrâneo. Foram as navegações dos séculos XV e XVI que revelaram ao Velho Mundo a existência de outros
continentes e povos.
Um dos objetos dos europeus, ao entrarem em comunicação com esses povos, era a:
a) busca de metais preciosos, para satisfazer uma Europa em crise
b) procura de escravos, para atender à lavoura açucareira nos países ibéricos
c) ampliação de mercados consumidores, para desafogar o mercado saturado
d) expansão da fé cristã, para combater os infiéis convertidos ao protestantismo
14. (Uff) No ano de 1998 comemoraram-se os quinhentos anos da chegada de Vasco da Gama às Índias, fato
considerado como um dos marcos das grandes navegações e descobrimentos que antecederam a descoberta e a
colonização do "Novo Mundo".
Assinale a opção que revela uma característica da colonização espanhola na América.
a) Criação de Universidades por toda a área de colonização com o propósito de ilustrar as elites indígenas americanas
para consolidar o domínio colonial.
b) Redirecionamento da política colonial no Novo Mundo tendo como fato determinante o florescimento do comércio
com as Índias.
c) Exploração da mão-de-obra negra escrava por meio de instituições como o "repartimiento" com o objetivo de atender
às demandas de produtos primários da Europa.
d) Divisão do território ocupado em sesmariais com o intuito de extrair maior volume de prata e ouro do subsolo.
e) Fundação de uma rede de cidades estendida por toda a área ocupada, formando a espinha dorsal do sistema
administrativo e militar.
15. (Uel) "Uma importante atividade intelectual, desenvolvida por Galileu, no século XVII, foi objeto de
controvérsias, sobretudo nos meios da Igreja Católica".
O texto refere-se
a) à ideia de que o conhecimento se reduzia à constatação da existência: "Penso, logo existo".
b) à análise do mundo animal, como um espaço intermediário entre a Física e a Psicologia.
c) à utilização de experimentos na investigação da verdade científica.
d) à ideia de que a origem do conhecimento estava na dúvida metódica.
e) ao princípio de que a matéria atrai a matéria, na razão inversa de suas massas.
16. (Uel) Dentre os fatores que contribuíram para a difusão do Movimento Reformista Protestante, no início do
século XVI, destaca-se
a) o cerceamento da liberdade de crítica provocado pelo Renascimento Cultural.
b) o declínio do particularismo urbano que veio a favorecer o aparecimento das Universidades.
c) o abuso político cometido pela Companhia de Jesus.
d) o conflito político observado tanto na Alemanha como na França.
e) a inadequação das teorias religiosas católicas para com o progresso do capitalismo comercial.
17. (Unirio) Dentre os fatores que contribuíram para a eclosão do movimento reformista protestante, no início do
século XVI, destacamos o(s):
a) declínio do nacionalismo no processo de formação dos estados modernos.
b) embate entre o progresso do capitalismo comercial e as teorias religiosas católicas.
c) fim do comércio de indulgências patrocinado pela Igreja Católica.
d) encerramento da liberdade de crítica provocado pelo Renascimento Cultural.
e) abusos cometidos pela Companhia de Jesus e pela ação política do Concílio de Trento.
18. (Unirio) No século XVI, diversos movimentos reformistas de caráter religioso eclodiram na Europa. Sobre
esses movimentos é correto afirmar que o:
a) Humanismo foi o primeiro movimento reformista que criticou os abusos contidos nas práticas da Igreja Católica,
propondo a submissão do Papa ao poder secular dos imperadores e reis.
b) Luteranismo difundiu-se rapidamente entre os segmentos servis da Alemanha e das regiões nórdicas, pois pregava a
insubordinação e a luta armada dos camponeses contra a nobreza senhorial e o clero, aliados políticos nessas regiões.
c) Calvinismo significou um recrudescimento das concepções e práticas reformistas, pois criticou os valores burgueses
através da condenação do empréstimo de dinheiro a juros e do trabalho manual.
d) Anglicanismo reforçou a autoridade do Vaticano na Inglaterra com a promulgação do Ato de Supremacia, por
Henrique VIII, que devolveu os bens e as propriedades do clero católico confiscados pela nobreza inglesa.
e) Concílio de Trento marcou a reação da Igreja à difusão do Protestantismo, reafirmando os dogmas católicos e
fortalecendo os instrumentos de poder do papado, tais como o Tribunal do Santo Ofício e a criação do índice de Livros
Proibidos.
19. (Unirio) "Deus chama cada um para uma vocação particular cujo objetivo é a glorificação dele mesmo. O
comerciante que busca o lucro, pelas qualidades que o sucesso econômico exige: o trabalho, a sobriedade, a
ordem, responde também ao chamado de Deus, santificando de seu lado o mundo pelo esforço, e sua ação é
santa."
(João Calvino. In: Mousnier, Roland. História Geral das Civilizações. Os séculos XVI e XVII: os processos da
civilização europeia. SP: Difel, 1973, p. 90, tomo IV, v. 1.)
A opção que correlaciona a citação acima com o contexto da reforma protestante, no século XVI, que pregava
mudanças no cristianismo e na ação da igreja católica é o
a) calvinismo, a condenação da doutrina da predestinação absoluta formulada pelo pensamento tomista medieval.
b) anglicanismo, a supressão do clero e dos sacramentos na vida religiosa como forma de enfraquecimento do papado.
c) luteranismo e no calvinismo, a pregação teológica de submissão do Estado à Igreja reformada.
d) luteranismo, a defesa do princípio da salvação do homem pela fé sem a necessidade de intermediação da Igreja e da
realização de obras pias.
e) anglicanismo e no luteranismo, a substituição do latim pelo alemão nos cultos religiosos.
20. (Uerj) O texto a seguir se refere ao período do início da transição do feudalismo para o capitalismo.
A expansão navegadora que decorreu do desenvolvimento mercantil ao fim do medievalismo é contemporânea
da cisão religiosa definida com a Reforma. Como aquela expansão foi capitaneada pelas nações católicas,
"colonização" e catequese religiosa confundiram-se.
SODRÉ, N. W. "Síntese de História da Cultura Brasileira". Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1999. 19.
ed., p.15.
A articulação entre catequese e colonização na América acima descrita pode ser entendida
a) pelo interesse do colonizador europeu em conquistar a confiança do ameríndio, conhecedor dos caminhos que
levaram às minas de metais preciosos existentes em toda a região continental americana.
b) como uma preocupação quanto ao risco de influência das religiões dos africanos, trazidos à América para o trabalho
escravo, sobre os ameríndios, afastando-os da "verdadeira" religião (cristã).
c) pela busca da melhoria do trabalho do ameríndio através da influência de uma cultura superior (a europeia), o que
garantiria uma possibilidade de ascensão social do indígena a médio ou longo prazo.
d) como resultado de um conflito entre Igreja Católica e os governantes dos Estados Modernos europeus, todos em
busca de afirmação política e econômica, apresentando assim antagonismos inconciliáveis.
e) pela fusão de interesses nem sempre pacíficos dos Estados colonizadores e da Igreja Católica visando, entre outros
objetivos, à maior exploração do "gentio" e seu afastamento da pregação reformista.
Colégio FAAT
Ensino Fundamental e Médio
Roteiro de Estudos Recuperação – Geografia
Nome:
Nº.:____
Série: 1ªA e 1ªB - Ensino Médio
3º BIMESTRE
Estrutura e características da atmosfera (camadas); tempo e clima; temperatura, pressão
atmosférica, unidade do ar e nebulosidade, circulação da água na atmosfera, ventos e massas de
ar.
Biomas (interação entre clima, recursos hídricos e vegetação)
. 1. (UFAM) - Universidade Federal do Amazonas ) Observe a figura abaixo e responda:
Qual é o nome da camada atmosférica delimitada pela seta de duplo sentido, onde
ocorrem os fenômenos meteorológicos e a atividade atmosférica?
(A) Camada de ozônio
(B) Estratosfera
(C) Troposfera
(D) Mesosfera
(E) Termosfera
2. ((UFRR/RR) - Universidade Federal de Roraima) - A Atmosfera envolve e acompanha a
Terra em seus movimentos no espaço, e se formou logo a após o surgimento do planeta,
há 4,6 bilhões de anos. Ela filtra raios solares, fazendo com que as temperaturas na
superfície terrestre sejam amenas, possibilitando o desenvolvimento da vida, e ainda nos
protege contra choques de corpos celestes errantes que frequentemente colidem com a
terra. Esta proteção gasosa é dividida em camadas, sendo que aquela onde ocorre a
maior parte dos fenômenos atmosféricos (calor, ventos, chuva) é chamada de:
Exibir comentário
(A)Estratosfera.
(B)Troposfera.
(C)Mesosfera.
(D)Termosfera.
(E)Magnetosfera.
3. ((UERN) - Universidade do Estado do Rio Grande do Norte ) INSTRUÇÃO: Para responder a essa questão, identifique APENAS UMA ÚNICA
alternativa correta.
Sobre a atmosfera, composição e camadas, pode-se afirmar:
Exibir comentário
(A)A espessura da atmosfera é de aproximadamente 600km, e acompanha a Terra em
todos os movimentos, devido à força da gravidade.
(B)Os gases mais pesados que compõem a atmosfera estão mais afastados da superfície
terrestre.
(C) À medida que a altitude aumenta, o ar atmosférico fica mais pesado devido à
ausência do oxigênio.
(D) O gás mais abundante é o hélio na composição da atmosfera.
4. Com base nas características gerais das camadas atmosféricas, analise as afirmativas
a seguir:
I. Os fenômenos climáticos e as mudanças de tempo ocorrem na camada mais próxima
da atmosfera, conhecida como troposfera.
II. A camada de ozônio está situada na mesosfera, que apresenta grande variação de
temperatura devido à instabilidade da camada de ozônio.
III. A estratosfera é responsável pelo filtro da maior parte das radiações ultravioletas, fator
essencial para a existência da vida na superfície.
IV. A formação das auroras boreais são comuns na ionosfera.
V. A reflexão das ondas de radio ocorrem na estratosfera.
Estão corretas:
(A) I, II e III
(B)I, III e IV
(C)I, III e V
(D)II, IV e V
(E) III e V
5. Sobre as características gerais do tempo e do clima, é correto afirmar:
(A)As condições meteorológicas de determinado local apresentam poucas variações
durante o dia, pois as rápidas alterações na umidade e na temperatura não afetam a
dinâmica atmosférica.
(B)As previsões do tempo são realizadas automaticamente por satélites de
monitoramento meteorológico.
(C)As variações diárias do tempo resultam do impacto da energia eletromagnética
proveniente do Sol que é atraída pelo campo magnético da Terra.
(D)O comportamento das condições atmosféricas ao longo do ano estão associadas
apenas à latitude do local.
(E)A latitude, altitude, maritimidade e a continentalidade são alguns dos fatores
responsáveis pelas características do clima
6. Indique a alternativa que apresenta corretamente as informações sobre as camadas
atmosféricas e o balanço de radiação:
(A) Cerca de 19% da energia proveniente do Sol é absorvida pelo ozônio situado na
estratosfera e pelo vapor-d'água encontrado na troposfera.
(B)Os aerossóis emitidos na superfície terrestre atingem a termosfera e contribuem para o
aumento do calor e da temperatura nessa camada.
(C)A superfície terrestre absorve apenas uma pequena quantidade de energia
proveniente do Sol, contribuindo para o rápido aquecimento da troposfera.
(D)Cerca de 21% de todo o oxigênio existente na atmosfera está situado na estratosfera.
(E)O ozônio é um gás muito comum na troposfera e responsável pela filtração dos raios
UVs.
7. Observe as informações que apresentam a variação do índice de radiação ultravioleta
durante o dia em Macapá/AP no dia 19 de maio de 2012:
INPE/DAS. IUV Atenuado. Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais - Divisão de
Satélites e Sistemas Ambientais. Disponível em: <http://pyata.cptec.inpe.br/uv/>. Acesso
em: 19 maio 2012.
Com base nas informações apresentadas e nos conhecimentos sobre as características
gerais das camadas atmosféricas, é possível afirmar que:
(A)de acordo com o gráfico, a maior incidência de radiação solar ocorre até as 10 horas
da manhã e reduz gradativamente após esse horário.
(B)o elevado índice de radiação em Macapá está associado à destruição da camada de
ozônio na estratosfera.
(C)As características e o comportamento da atmosfera se alteram ao longo do dia. No
caso de Macapá/AP, ao norte do território brasileiro, há aumento gradativo da intensidade
de energia recebida após as 10 horas e diminuição da radiação após as 15 horas.
(D)Cerca de 50% do calor e da energia recebidos pelo Sol são absorvidos pelo ozônio e
pelo vapor-d'água, principalmente entre às 10 e 15 horas do dia.
(E)A concentração de ozônio, que absorve a radiação ultravioleta, está situada na
termosfera.
8. Leia o texto a seguir:
"O ar é composto por moléculas de gases que têm massa definida e, devido à atração da
gravidade da Terra, possui peso. A força exercida pela massa de gases atmosféricos
sobre uma determinada área é chamada de pressão atmosférica. À medida que a
gravidade concentra mais massa de ar na atmosfera, torna-a mais densa."
FERREIRA, A. G. Meteorologia Prática. São Paulo: Oficina de Textos, 2006. p. 54.
Com base no texto e nas características gerais da troposfera é correto afirmar:
(A)Como o ar é compressível, sua pressão e densidade ar serão maiores nas altitudes
menores.
(B)A pressão e a densidade aumentam de acordo com o aumento da altitude.
(C)Em altitudes menores há a diminuição da pressão e aumento da densidade do ar.
(D)Em altitudes menores há a diminuição da densidade, mas há o aumento da pressão.
(E)O ar é mais denso em áreas com altitudes elevadas.
9. Com base nos conhecimentos sobre a dinâmica das camadas atmosféricas e do
fenômeno da aurora boreal, assinale a(s) alternativa(s) correta(s):
(A)As auroras boreais são fenômenos que ocorrem na troposfera e estão associadas ao
reflexo dos raios solares pelos gases que compõem essa camada atmosférica.
(B)A intensa movimentação e impacto das partículas eletromagnéticas do Sol são
responsáveis pelos fenômenos luminosos como as auroras boreais.
(C)As auroras boreais ocorrem na mesosfera, pois a baixa temperatura e a baixa pressão
atmosférica favorecem o impacto das partículas eletromagnéticas do Sol.
(D)É comum a ocorrência de auroras boreais em áreas de baixa latitude, onde a radiação
solar é mais intensa e há maior absorção da energia eletromagnética do Sol.
(E)As auroras boreais ocorrem nas camadas mais externas da atmosfera, chamadas de
ionosfera.
10 Leia as informações a seguir:
"Mesmo localizada na zona intertropical do globo terrestre, onde a incidência da radiação
solar é intensa, a capital boliviana apresenta temperaturas médias anuais equivalentes a
áreas de altas latitudes. La Paz está situada na coordenada 16º29’39’’Sul. Apresenta uma
média anual de 11ºC, com altitude de 3.600 metros acima do nível do mar. A capital é
uma das mais elevadas do mundo".
SENAMHI. Temperatura média ambiente. Serviço Nacional de Meteorologia e hidrologia
da Bolívia. Disponívem em:
<http://www.senamhi.gob.bo/meteorologia/datostma.php?estacion=2011101&Submit=Des
plegar+Datos>. Acesso em: 06 jun. 2012.
Com base nas informações apresentadas, assinale a sentença que justifica corretamente
o fator responsável pelas baixas temperaturas na capital boliviana.
(A) A baixa temperatura está associada ao aumento da densidade do ar, que é
diretamente proporcional ao aumento da altitude.
(B)As baixas temperaturas são decorrentes da altitude elevada da capital boliviana, pois
na troposfera o ar apresenta uma relação de resfriamento de acordo com o aumento da
altitude.
(C)A baixa temperatura da cidade está associada à fraca movimentação de matéria e
energia da termosfera.
(D)A baixa temperatura da capital está associada à altitude elevada e à proximidade com
a mesosfera, cujas temperaturas chegam a 90ºC negativos.
(E)As baixas temperaturas estão associadas à baixa concentração de gases responsáveis
pela retenção de energia, como o ozônio e o gás carbônico, nas áreas com altitudes
acima de 2.000 metros.
11. Então, a travessia das veredas sertanejas é mais exaustiva que a de uma estepe nua. Nesta,
ao menos, o viajante tem o desafogo de um horizonte largo e a perspectiva das planuras francas.
Ao passo que a outra o afoga; abrevia-lhe o olhar; agride-o e estonteia-o; enlaça-o na trama
espinescente e não o atrai; repulsa-o com as folhas urticantes, com o espinho, com os gravetos
estalados em lanças, e desdobra-se-lhe na frente léguas e léguas, imutável no aspecto desolado;
árvore sem folhas, de galhos estorcidos e secos, revoltos, entrecruzados apontando rijamente no
espaço ou estirando-se flexuosos palo solo, lembrando um bracejar imenso, de tortura, da flora
agonizante…
Cunha. E. Os sertões. Disponível em: http://pt. scribd.com. Acesso em 2 jun. 2012.
Os elementos da paisagem descritos no texto correspondem a aspectos biogeográficos presentes
na
a) composição de vegetação xerófila.
b) formação de florestas latifoliadas.
c) transição para mata de grande porte.
d) adaptação à elevada salinidade.
e) homogeneização da cobertura perenifólia.
12. (ENEM) As florestas tropicais estão entre os maiores, mais diversos e complexos
biomas do planeta. Novos estudos sugerem que elas sejam potentes reguladores do
clima, ao provocarem um fluxo de umidade para o interior dos continentes, fazendo com
que essas áreas de floresta não sofram variações extremas de temperatura e tenham
umidade suficiente para promover a vida. Um fluxo puramente físico de umidade do
oceano para o continente, em locais onde não há florestas, alcança poucas centenas de
quilômetros. Verifica-se, porém, que as chuvas sobre florestas nativas não dependem da
proximidade do oceano. Esta evidência aponta para a existência de uma poderosa
“bomba biótica de umidade” em lugares como, por exemplo, a bacia amazônica. Devido à
grande e densa área de folhas, as quais são evaporadores otimizados, essa “bomba”
consegue devolver rapidamente a água para o ar, mantendo ciclos de evaporação e
condensação que fazem a umidade chegar a milhares de quilômetros no interior do
continente.
A. D. Nobre. Almanaque Brasil Socioambiental. Instituto Socioambiental, 2008. p. 368-9
(com adaptações).
As florestas crescem onde chove, ou chove onde crescem as florestas? De acordo com o
texto:
(A) onde chove, há floresta.
(B) onde a floresta cresce, chove.
(C) onde há oceano, há floresta.
(D) apesar da chuva, a floresta cresce.
(E) no interior do continente, só chove onde há floresta.
14. O diagrama ao lado representa os limites de temperatura e precipitação das áreas de
ocorrência dos biomas terrestres.
Analise o diagrama e assinale a alternativa com bioma correspondente à área hachurada.
(A) Floresta tropical úmida.
(B) Tundra.
(C) Desertos.
(D) Floresta temperada decídua.
(E) Floresta boreal.
15 ((UFCG/PB) - Universidade Federal de Campina Grande) No mapa abaixo se encontram destacadas e numeradas com 1, 2 e 3, as áreas de
domínio de três das formações vegetais que compõem o mosaico das paisagens
fitogeográficas brasileiras.
Sobre estas áreas, as formações vegetais que as identificam e a classificação
fisionômico-estrutural dessas formações vegetais (florestais ou arbóreas, arbustivas e
herbáceas, e complexas e litorâneas) analise as proposições abaixo e, em seguida,
assinale a alternativa que contém APENAS as corretas.
I) As áreas 1, 2 e 3 correspondem aos domínios da Floresta Equatorial, da Caatinga e da
Mata de Araucária ou dos Pinhais.
II) Nas áreas 1 e 3, predominam formações florestais ou arbóreas (Floresta Equatorial e
Mata de Araucária ou dos Pinhais, respectivamente) e, na área 2, as formações
arbustivas e herbáceas (Caatinga).
III) As áreas 1, 2 e 3 representam os domínios da Floresta Equatorial, da Mata dos
Cocais e dos Campos do Brasil Meridional, respectivamente.
IV) Na área 1, predominam as formações vegetais complexas (Vegetação do Pantanal),
na 2, as formações florestais ou arbóreas (Mata Tropical) e, na área 3, as formações
arbustivas e herbáceas (Campos).
V) Nas áreas 1 e 2, predominam as formações florestais ou arbóreas (Floresta Amazônica
e Mata dos Cocais, respectivamente) e na área 3, as formações arbustivas e herbáceas
(Campos).
Está(ão) correta(s):
(A) I e II.
(B) I.
(C) III.
(D) III e IV.
(E) V.
16(FGV-) Analise a figura que relaciona temperatura, pluviosidade e vegetação.
Considerando que a vegetação está diretamente relacionada às condições climáticas,
sobretudo da temperatura e da pluviosidade, identifique dois tipos de vegetação na figura.
a) 1 – tundra e 4 – deserto e semideserto.
b) 1 – estepe e 3 – savana.
c) 2 – tundra e 5 – savana.
d) 3 – taiga e 4 – estepe.
e) 4 – savana e 5 – floresta tropical.
17. ((UNEMAT/MT) - Universidade do Estado de Mato Grosso ) Leia o texto.
É o bioma mais jovem da Terra. Suas áreas de ocorrência são as regiões próximas ao
oceano ártico [...]. Possui ecossistemas cuja composição botânica é influenciada pelas
condições do solo e do clima. O solo fica congelado a maior parte do ano [...] a
temperatura mais alta não ultrapassa os 10ºC. Suas principais espécies são os musgos e
os líquens, plantas rasteiras, pois as árvores não sobrevivem nesse tipo de clima.
(ALMEIDA e RIGOLIN, 2006).
A que bioma terrestre o texto se refere?
Exibir comentário
(A)Floresta temperada.
(B)Pradarias.
(C)Tundra.
(D)Estepes.
(E)Taiga ou Floresta Boreal.
18. ((UERN) - Universidade do Estado do Rio Grande do Norte ) A sequência correta das formações vegetais encontrada a partir do extremo norte do
continente africano, a 0º de latitude, está indicada na alternativa
Exibir comentário
(A) Vegetação mediterrânea, vegetação desértica, estepe, savana e floresta equatorial.
(B)Vegetação desértica, estepe, savana, floresta tropical e floresta equatorial.
(C)Pradaria, floresta equatorial, estepe, vegetação desértica e vegetação mediterrânea.
(D)Floresta subtropical, pradaria, vegetação desértica, savana e floresta tropical.
19. (UP/PR) - Universidade Positivo) - Dentre os vários aspectos que justificam a
diversidade das paisagens climatobotânicas no Brasil, encontram-se:
I) a Mata de Araucárias ou Mata dos Pinhais, que é uma floresta na qual predomina o
pinheiro-do-paraná, espécie adaptada a climas de temperaturas moderada a baixa no
inverno.
II) a Mata Atlântica, que é um dos biomas mais importantes. Possui um estrato exposto à
ação intensa de massas de ar úmidas vindas do oceano.
III) as encostas das serras próximas ao litoral, a Caatinga, vegetação xerófila, adaptada
ao clima semiárido, na qual predominam arbustos caducifólios e espinhosos, adaptadas à
ação intensa de massas úmidas.
IV) o cerrado que é constituído por vegetação caducifólia, predominantemente arbustiva,
adaptada ao clima tropical típico, com verões chuvosos e invernos secos.
Estão corretas apenas as afirmações:
Exibir comentário
(A) I, II e III.
(B) I, II e IV.
(C)I e III.
(D)II e III.
(E)III e IV.
20. (UECE) Tratando-se das características hidroclimáticas e fitogeográficas do Brasil, é
correto afirmar que:
(A)o domínio da mata atlântica é caracterizado pela ocorrência de rios intermitentes
sazonais e isoietas superiores a 1 800 mm.
(B)o domínio dos cerrados ocupa o planalto central, onde ocorrem rios esporádicos e
isoietas abaixo de 800 mm.
(C)o domínio das caatingas é caracterizado pela ocorrência de rios intermitentes e
isoietas inferiores a 800 mm.
(D)o domínio da floresta equatorial ocupa o planalto meridional, onde ocorrem rios
perenes e isoietas inferiores a 900 mm.
Colégio FAAT
Ensino Fundamental e Médio
Roteiro de Estudos Recuperação – Geografia
Nome:
Nº.:____
Série: 1ªA e 1ªB - Ensino Médio
4º BIMESTRE
Teorias demográficas; estrutura da população e pirâmide etária; principais indicadores
demográficos; IDH; distribuição da população nas atividades econômicas; diferentes formas de
ocupação do espaço geográfico (rural e urbano); migrações.
1. (UEL – PR) Leia os textos I e II e responda à questão.
Texto I
Thomas Malthus (1766-1834) assegurava que, se a população não fosse de algum modo
contida, dobraria de 25 em 25 anos, crescendo em progressão geométrica, ao passo que,
dadas as condições médias da terra disponíveis em seu tempo, os meios de subsistência
só poderiam aumentar, no máximo, em progressão aritmética.
Texto II
A ideia de um mundo famélico assombra a humanidade desde que Thomas Malthus
previu que no futuro não haveria comida em quantidade suficiente para todos.
Organismos internacionais – Organização das Nações Unidas, Banco Mundial e Fundo
Monetário Internacional – chamaram a atenção para a gravidade dos problemas
decorrentes da alta dos alimentos. O Banco Mundial prevê que 100 milhões de pessoas
poderão submergir na linha que separa a pobreza da miséria absoluta devido ao
encarecimento da comida.
(Adaptado: FRANÇA, R. O fantasma de Malthus. Veja. 23 abr. 2008.)
Com base nos textos I e II e nos conhecimentos sobre o tema da fome no mundo,
considere as afirmativas.
I. Nas previsões sobre o problema da fome, contidas nos textos I e II, estão excluídas
considerações sobre a heterogeneidade socioespacial desse problema na escala mundial.
II. No texto I, a explicação sobre as causas da escassez de alimentos baseia-se em uma
combinação de fatores dentre os quais está ausente a evolução da produtividade no setor
primário da economia.
III. No texto II, o crescimento populacional que culminará no aumento de 100 milhões de
pessoas pobres no mundo é apontado como o responsável pela expansão da fome.
IV. No texto II, para os organismos internacionais, as previsões de Malthus se
confirmaram, pois a atual expansão do número de famélicos se deve à insuficiência
estrutural da produção mundial de alimentos.
Assinale a alternativa correta.
(A) Somente as afirmativas I e II são corretas.
(B) Somente as afirmativas I e IV são corretas.
(C) Somente as afirmativas III e IV são corretas.
(D) Somente as afirmativas I, II e III são corretas.
(E) Somente as afirmativas II, III e IV são corretas.
2. UFRJ)
Quando o reverendo Thomas Malthus, ministro da Igreja Anglicana (1766-1834),
publicou sua obra Ensaio sobre o princípio de população, a Inglaterra experimentava as
transformações da Primeira Revolução Industrial. Naquele momento, a população mundial
era constituída de aproximadamente 1 bilhão de habitantes e a pobreza e a fome eram
fatos preocupantes. Atualmente estamos vivendo a Terceira Revolução Industrial e a
população mundial passa dos 6 bilhões de habitantes, diante de um quadro global de
grandes desigualdades socioeconômicas e ameaças ao ambiente.
Para Malthus, naquela época, a pobreza e a fome seriam resultados do desequilíbrio
entre o ritmo de crescimento da população e a capacidade de produção de alimentos.
Hoje, para os novos malthusianos, que adotam um discurso alarmista, a redução do
crescimento das populações nos países periféricos, reduziria o número de pobres e
famintos, assim como diminuiria a pressão da população sobre os recursos que a
natureza pode oferecer.
Apresente uma crítica ao discurso neomalthusiano alarmista.
3. ((UFAL) - Universidade Federal de Alagoas ) “O Programa Fome Zero foi criado a partir da constatação de que muitos brasileiros são
vulneráveis à fome porque se encontram em condições, variáveis, de pobreza. O que
significa que eles vivem situações, igualmente diferenciadas, de insegurança alimentar, o
que não significa, necessariamente, que padeçam de fome crônica ou de subnutrição.
Programas de suplementação de renda e de distribuição de alimentos podem ser, nesses
casos, necessários, porém devem ser vistos como emergenciais, transitórios. Importam
mais as ações de natureza estrutural, definitivas, voltadas para a redução da pobreza,
através da geração de empregos e renda suficiente. Isso para que não se perpetue a
dependência de boa parte da população a uma renda mínima ou às cestas básicas de
alimentos distribuídas pelos diversos governos”.
(Disponível em: <http://www.forumnacional.org.br/sec.php?s=511&i=pt&cod=LV0055>
Acesso em: 20 de junho de 2009).
Do ponto de vista da Geografia da População, a conclusão dos autores do texto acima
aponta para uma das teorias demográficas. Trata-se da:
(A) teoria malthusiana.
(B) teoria neomalthusiana.
(C) teoria da relatividade.
(D) teoria reformista.
(E) teoria conservacionista.
4. ((UNIOESTE/PR) - Universidade Estadual do Oeste do Paraná) Leia as afirmações feitas a seguir sobre a situação da população mundial:
I – Nos países subdesenvolvidos da América Latina, África e Ásia, a chamada “explosão
demográfica” se deu a partir da metade do séc. XX, quando teve início a melhoria das
condições médico-sanitárias – introdução de programas de vacinação em massa e
saneamento básico.
II – Nos países altamente desenvolvidos, atualmente predominam baixas taxas de
natalidade, refletindo o estilo de vida urbano que se caracteriza, entre outros fatores, pelo
alto custo de vida; difusão de métodos contraceptivos; elevado nível de escolaridade e
inserção da mulher no mercado de trabalho.
III – Transição demográfica pela qual passa um determinado país é uma fase em que a
mortalidade cai rapidamente e a natalidade cai de forma mais lenta, havendo então um
crescimento populacional acelerado, de caráter transitório.
IV – No início do séc. XIX, Thomas Malthus alertava para o que considerava como
crescimento populacional desordenado frente aos recursos disponíveis, a partir da
seguinte formulação: enquanto o crescimento da população ocorria num ritmo geométrico,
o aumento dos produtos de subsistência se daria num ritmo aritmético.
Assinale a alternativa que contém as informações corretas.
(A)I e III.
(B)II e IV.
(C)I, II e III.
(D)I, II, III e IV.
(E)Apenas a II.
5. ((AMAM/RJ) - Academia Militar das Agulhas Negras) O desafio de alimentar 6 bilhões de pessoas
No final do século 18, nove anos depois da Revolução Francesa, o pensador inglês
Thomas Malthus fez barulho na Europa com a publicação de um pequeno ensaio no qual
dizia que o futuro, ao contrário do que argumentavam seus contemporâneos franceses,
seria trágico. Nada de fraternidade e igualdade. Malthus, um matemático formado em
Cambridge, declarou que a população iria crescer em proporção geométrica, enquanto o
volume de alimentos produzido aumentaria em proporção aritmética. Com base nessa
projeção, ele olhava à frente e só conseguia enxergar o fantasma da fome. Nos 200 anos
que se seguiram, a população mundial cresceu sete vezes, chegando a 6,7 bilhões de
pessoas, e, ao contrário da famosa previsão, a qualidade de vida média deu um salto
inédito. Dado esse retrospecto, qual é a explicação para o recente renascimento das
ideias de Malthus?
Fabiane Stefano e Eduardo Salgado. O desafio de alimentar 6 bilhões de pessoas.)
AS PREVISÕES DE MALTHUS SOBRE O FUTURO DA HUMANIDADE
Atualmente, muitos atores sociais, diante das expectativas de crescimento da população e
de crise dos alimentos, rediscutem os fundamentos do pensamento de Thomas Malthus.
Nessa rediscussão, é preciso considerar que Malthus
(A) foi um dos iniciadores do desenvolvimento de ideais de que os casais devem ser livres
para decidir sobre o tamanho de sua família.
(B) foi um dos principais economistas da escola clássica que, no início da Revolução
Industrial inglesa, contribuiu para a formulação de princípios básicos do liberalismo
econômico.
(C) sustentava a concepção de que os problemas da superpopulação seriam resolvidos
se os governos de países desenvolvidos adotassem programas para reduzir a miséria.
(D) defendia a ideia de que o processo de urbanização, ao estimular a migração das
populações rurais para as periferias das cidades, controlaria naturalmente o crescimento
da população.
(E) estava correto ao defender a necessidade de o Estado ajudar economicamente as
famílias mais numerosas como forma de garantir-lhes qualidade de vida.
6. (UNIMONTES – MG) Sobre as tendências no perfil de crescimento da população
mundial, assinale a alternativa incorreta.
(A) O despovoamento assombra as sociedades em envelhecimento do hemisfério norte,
fato que pode exercer efeitos sérios nas próximas décadas.
(B) O maior crescimento populacional ocorrerá em cidades, tornando gigantesca a escala
da urbanização em curso, o que exigirá melhor gestão desses espaços.
(C) Os jovens sempre foram em número maior que o dos mais velhos, mas há alguns
anos a situação vem se invertendo, provocando problemas para os países que fazem
poucos investimentos no setor de proteção social.
(D) O índice médio de fertilidade subiu nos últimos 50 anos, o que indica que o maior
crescimento populacional vai ocorrer nos países desenvolvidos, no hemisfério sul.
(UFES) Com o índice de natalidade em queda e uma expectativa de vida que atinge os
77 anos, a Europa está se tornando um continente de idosos. Na maioria dos países
europeus o crescimento vegetativo caiu vertiginosamente uma vez que o número de
nascimentos por mulher não supera o valor mínimo necessário para repor a população
que morre.
7.Explique dois fatores que contribuíram para a queda do índice de natalidade na Europa.
8. Explique uma das consequências decorrentes do envelhecimento da população
europeia.
(UFC – CE) As análises das populações humanas utilizam-se de indicadores numéricos
interpretados à luz de teorias demográficas às vezes divergentes. Interesses políticoeconômicos também orientam estas análises e direcionam as ações governamentais
relativas ao crescimento da população. As questões a seguir dizem respeito aos conceitos
e teorias demográficas, às políticas públicas e ao processo de envelhecimento da
população brasileira.
Nomeie uma ação governamental relacionada a políticas de natalidade implementadas a
partir de meados do século XX nos países:
9. I. desenvolvidos;
10. II. subdesenvolvidos.
Colégio FAAT
Ensino Fundamental e Médio
Nome:
Roteiro de Estudos Recuperação – Inglês
Nº.:____
Série: 1ªA e 1ªB - Ensino Médio
3º BIMESTRE
Imperative – como fazer offer – suggestion – order – advice – asking for - utilizando em regras de transito
Simple past affirmative statement
- Ed – did – didn´t
Future time –utilizando am/is/are + going to
Future time com will + verbo no infinitivo
Vocabulário relacionado a água e ecologia / disastres e fenômenos naturais
1.Write if the sentence is an offer / order/ warning / suggestion/ instruction.
a.Have a chocolate. ________________________________________
b.Pass me the salt , please. ____________________________________
c.complete the recipe with sugar. ______________________________________
d.Watch out! _________________________________________________
e.Don’t play with the computer! _________________________________________
f.Go to school now. you are late. _____________________________________________
h. Donate some clothes to the orphanage________________________________
2.Match the words with their meanings in English:
a)Reclaim
___a service by a public organization (bills)
b)Utility
___to obtain from a waste product to be used again
c) Shorten
___to clean with water
d)Rinse
___to reduce
e)Upgrade
___ to remove with strokes or movements
f) Leak
___ to escape through an opening
g)Brush
___ to improve the quality of something
3.Complete with the Imperative:
1) _________________________ there.It´s dangerous (not -to go)
2) __________________________ in this lake. (not/to swim)
3) ________________________ your exercises now. (to do)
4) _____________________________baseball in the garden. (not/to play)
5) ______________________________ your hair . it´s messy (to brush)
6) _________________________________ during our English class. (not/to talk)
7) ______________________________the cat, it´s full. (not/to feed)
8) _______________________________ the instructions correctly. (to follow)
4. reading comprehension
At least seven states, most in the Amazon region, have been affected by the rains, which have
battered the region for several months, regional civil defence departments said. Worst-hit is the state
of Maranhão along the Atlantic coast and south of the mouth of the Amazon River. Maranhão civil
defence official Abner Ferreira said six major highways have been swamped, cutting off thousands
of people and leaving lines of stranded cargo trucks. The rains also prompted the temporary closure
of a railway that takes iron ore from the sprawling Carajas mine in the neighboring jungle state of
Para. Iron ore, the main ingredient in steel, is shipped overseas from Sao Luis, the state capital of
Maranhão. The railway also transports 1,300 people per day, and G1 reported that service should be
restored within two days. Brazilian president Luiz Inácio Lula da Silva flew over the hardest-hit
areas met with local officials and promised aid to repair infrastructure. He also voiced concerns that
global climate change could be responsible for the unusually heavy rains and destruction..
“Something is changing and we still have time to fix it.” Brazil’s health ministry said it would send
an emergency shipment of 265,000 doses of medicine to Maranhão to prevent possible outbreaks of
intestinal diseases caused by contaminated floodwaters. Ferreira said meteorologists forecast at least
another two more weeks of heavy rains in northern Brazil. Floods and mudslides late last year in the
southern state of Santa Catarina killed more than 100 people, displaced some 80,000 and set off a
round of brutal looting in a devastated port city by people desperate for drinking water and food.
1.Complete the chart with the figures:
Death toll
Homeless
Swamped highways
Transport by Railways
Doses of medicine sent
2. Underline 10 cognates in the text above
5.Complete with the correct verb tense simple past
1. I ___________ about a yellow an accident last night. (to dream)
2. Anna ___________ to class yesterday because she was very sick. (not – to come)
3. It was raining last night. It ___________ so cold! ( to feel)
4. Leila ___________ her mother's watch, so she bought a new one.(to break)
5. We ___________ at the library for three hours yesterday. (to stay)
6. I ________________ e-mail to the school . (not - to send)
7. The two friends ___________ at the airport for the first time. (to meet)
6.Complete with the correct verb to be in the past: (was/were)
a) The colonel _____________very angry .
b) My neighbors ____________at home. They were in Cancún.
c) _______________the criminals arrested by the police?
d) My brother ________considered the best musician at the Festival
e) The dog ________ on the car waiting for its owner. It ____________ under it.
f)It ___________________a good day . I worked too much
g) Suzana and her brother_________________ here last night, they were at a show.
7.Complete with the verbs below:
- announced – was – came – forced – went – showed - told – triggered – happened- were
a)Most deaths ______________________ in Niteroi, a city of about 500.000 inhabitants.
b) Everything else ________________ down with the slide.
c)The landslide _________________ a tragedy foretold.
d) The News __________________ one hous with Just 2 walls.
e)The threat of new slides ________________ the officials to Begin removing 2.600 families.
f) The houses ___________________dowm, destroying the one below.
g) The great number of rainfalls _______________ the mudslides in Rio de Janeiro.
8.Complete with the past in a correct way:
well, You ___________(ask) me to write about my life. There is really nothing special going
on. Last Saturday, for example, we (visit) _____________my grandparents. My mother (help)
____________my grandmother by doing the housework. My father (clean) ____________ the
windows outside. My sister and I (watch) ___________ cartoons on television and later we (not
play)__________ outside in the garden. We (climb) ___________ the old oak-tree in the garden to
our tree-house. We (stay) ___________ there all morning. Then our mother (call) ____________ us
because it (be) _____________ time to go home. . We (arrive) ____________home at 9 o'clock.
Father (look) __________for the key, but couldn´t find it, so we had to return and we
__________________ the night at grandpa´s. that was really Nice.
9.Complete the gaps with the past (irregular)
1. Who
(catch) some fish yesterday?
2. Last week Tom
3. Tom
4. He
(throw) a garden party.
(go) to John's concert last month.
(meet) her at a concert in 1999.
5. In 1991 Sue
(teach) German at this school.
6. Some days ago they
7. As she
8. Frank
9. Julia
(watch) a horror film.
(be) sick, she
(stay) in bed.
(pay) the ticket yesterday.
(grow) up in California.
10. She
(do) her homework last night
10.Make the future simple with will or going to.
1. “There's someone at the door. “I _________________________ (open) it.”
2. Joan thinks her candidaten_________________________ (lose) the election.
3) “I _________________________ (help )you move this weekend.”
4. she _________________________ (be) very happy if you come to her party
5. I _________________________ (be) there at four o'clock. don´t worry
6) “I _________________________ (turn) on the fire.”
7)Nara _________________________ (buy ) the house if she earns enough money.”
8. The meeting _________________________ (happen ) at 6 p.m
Colégio FAAT
Ensino Fundamental e Médio
Nome:
Roteiro de Estudos Recuperação – Inglês
Nº.:____
Série: 1ªA e 1ªB - Ensino Médio
4º BIMESTRE
Clonning - related vocabulary
Modal verbs - can/ could / may/ might
Simple past - negative statements and questions
Adjectives comparison usando er +than para adjetivos com até 2 sílabas e mote+ adj + than para
adjetivos com 3 silabas ou mais
Reading comprehension referente a clonning/ e-book readers – lista de verbos irreg
1.Match the verbs to their corresponding past tense form:
1.TELL
TOOK
2.TRY
TAUGHT
3.TEACH
THOUGHT
4.THINK
TURNED
5.TAKE
TRYED
6.TURN
TOLD
2.Complete the sentences with may/might/could
1 They (can/might) ___________ be away for the weekend but I'm not sure.
2. You (may/might) _____________ leave now if you wish.
3 (Could/May) ______________ you open the window a bit, please?
4 He (can/could) _______________ be French, judging by his accent.
5 (May/Can) ___________________ you play the piano?
6 Listen, please. You (may not/might not) __________________ speak during this exam.
7 They (can't/may not)______________ still be out!
3.Put the verbs into the correct form (future I). Use going to.
It (rain) __is going to rain____________________
1.
They (eat) _________________ at the new restaurant.
2.
I (wear) ____________ blue shoes tonight.
3.
We (not / help) _______________ you.
4.
Jack (not / walk) ________________ home.
5.
(cook / you) _________________ dinner?
6.
Sue (share / not) _____________________ her biscuits.
7.
(leave / they) _________________ the house?
8.
(take part / she) _______________________ in the contest?
9.
I (not / spend) ____________________ my holiday abroad this year.
4. Complete the sentences with the comparative form:
1. He is ________________________________________ I am. (Young)
2. Mr. Smith is ____________________________________ I am. (old)
3. Chicago is _________________________________ Paris. (big)
4. This book is ______________________________ the other one. (good)
5. Today the weather is ____________________________ yesterday. (bad)
6. This exercise is _________________________________ the other. (easy)
7. This metal is __________________________________ gold. (valuable)
8. My bed is __________________________________ my brother´s. (heavy)
9. She is __________________________________ I am. (pretty)
5)Match the words below with their definitions.
Swap
Disorder
inherited disease
Donor
Mutation
a)_____________________
Someone who gives or donates an organ, for
example.
b)____________________
It’s a disease or disorder that is genetically
transmitted.
c)_____________________
To change places or a position.
d)____________________
It is a change in the genetic structure.
e)_____________________
A physical or mental condition that is not normal.
6.Fill in the gaps with "Could , can , may
He ________________walk thirty miles a day.
She _______________swim across the lake.
______________you please tell me how to get to Almond Street?
You __________________ try asking the bus driver to help you.
He wished he ____________ visit France.
He says I _________________take the day off.
___________I have some more soup?
The members of the organization agree that I _______________ join it.
7.Complete the sentences using the given verbs in the simple past tense (af/neg/int)
a) __________you _________________(do) the homework last night?
b) While we were taking Latin classes, we_________________ (learn) a lot of History as well.
c) After he _________________(finish) breakfast, he _____________ (sit) down to read the emails.
d) Deborah ________________ (come-neg) to school today because she is sick.
e) I _________________(bring-neg) my glasses, so I can’t read the text now.
f) They ________________________(fall) just before reaching the summit of Mont Blanc.
8. Use the present progressive/present continuous tense with the verbs in parenthesis when meaning
near future or arrangements:
a)I ______________go) to the supermarket tomorrow.
b)We _______________ (have) a barbecue on Sunday.
c)All my friends ____________________ (come) to my party next week.
d)The bus ___________________leave) in ten minutes.
e) _____________Manuela _________________ (work) this week?
f) _____________your English _________________ (get) better?
g)I _________________ (not work) this evening. I am not with the car...
h)I __________________not use) the car this evening because i _____________(not work).
i)When _________________you ___________________ (take) me to the movies?
j)We __________________ (go) camping tomorrow.
k)My favorite TV program _______________________ (start) in a minutE
9. Use the correct tense for these near future or arrangements:
a)Who
________________ (bring) salad for the barbecue?
b)I _______________ (visit) my daughter next week.
c)Where __________you _________________ (go) for your vacation?
d)I __________________ (meet) some friends after work.
e)______________he ________________not come) with us tonight?
f)When
________________you ______________ (get) married?
g)When_______________you ____________________ (start) your new job?
h)I
_______________________ (go) abroad this summer.
i)_____________they _________________ (have) a party on Friday?
10.Future Tense
Fill in the spaces with the correct form of the verb in parentheses in simple future tense.
Note: The simple future tense is used to express something which will happen or something
which will be true in the future. One way to form this tense is: “will” + the simple present tense
form of the verb. We use “will” when the subject is volunteering to do something in the future
or
deciding to do something in the future while speaking.
Example: We (clean) will clean on Tuesday. (We just decided to clean.)
Example: (drive) Will you drive on Sunday? (A decision about driving is being made.)
1) The house is dirty. I (clean) _______ ________ it on Monday.
2) (cook) _______ you ________ on Tuesday, please?
3) It looks like the washer is broken. I (ask) _______ _______ a repair
man to come Wednesday.
4) Okay then, our group (meet) _______ ________ on Thursday.
5) Helga (hike) _______ you _______ with us on Friday?
6) If necessary, we (carry) _______ ________ the supplies in our car Saturday.
7) John and Wes, (read) _______ you _______ to the children on Sunday?
Colégio FAAT
Ensino Fundamental e Médio
Roteiro de Estudos Recuperação – Filosofia
Nome:
Nº.:____
Série: 1ªA e 1ªB - Ensino Médio
3º BIMESTRE
Questão 1 – Fácil
O alemão Franz Boaz foi o primeiro a ressaltar a importância do estudo das diversas
culturas em seu próprio contexto, a partir das suas peculiaridades. Boaz ressaltava
não haver cultura superior ou inferior. Para ele, deveriam ser considerados os fatores
históricos, naturais e linguísticos que influenciavam o desenvolvimento de cada
cultura em particular.
Adaptado de LUCCI, Elian A. e outros. Território e sociedade no mundo globalizado:
geografia geral e do brasil. São Paulo: Saraiva, 2010.
(UERJ 2012) A abordagem apresentada no texto foi desenvolvida a partir do início do século XX e
originou uma nova perspectiva das ciências sociais em relação ao estudo das culturas.
Essa perspectiva é denominada:
A) relativismo
B) materialismo
C) evolucionismo
D) etnocentrismo
E) assertivismo
Questão 2- Difícil
(UNIOESTE 2012) O relativismo cultural é um princípio segundo o qual não é possível
compreender, interpretar ou avaliar de maneira significativa os fenômenos sociais a não ser que
sejam considerados em relação ao papel que desempenham no sistema cultural. Tendo por base
o anúncio transcrito acima, é correto afirmar que
A) relativizar é construir descrições exteriores sobre diferentes modos de vida.
B) relativizar é uma tentativa de construir descrições e interpretações dos fatos culturais a partir do
que nos dizem e do que fazem os atores destes fatos culturais.
C) relativizar é uma defesa da homogeneidade cultural.
D) é o reconhecimento da unidade biológica da espécie humana. Através dessa unidade biológica
podemos explicar as realidades culturais e o comportamento das pessoas.
E) o relativismo defende que todas as culturas tendem a se assemelhar com o passar do tempo, e
que ao difundir nossos hábitos estamos colaborando com esse processo.
Questão 3 - Médio
(ENEM 2014) No centro da imagem, o filósofo Platão é retratado apontando para o alto. Esse
gesto significa que o conhecimento se encontra em uma instância na qual o homem descobre a:
A) suspensão do juízo como reveladora da verdade.
B) realidade inteligível por meio de método dialético.
C) salvação da condição mortal pelo poder de Deus.
D) essência das coisas sensíveis no intelecto divino.
E) ordem intrínseca ao mundo por meio da sensibilidade.
Leia o texto abaixo:
Na época que Platão viveu (séc. IV a. C.), era muito comum a concepção de que o homem
conhece a partir dos seus sentidos. No entanto, para muitos sábios da época, o conhecimento não
só começava como também não poderia ir além da sensibilidade. É notável neste período a
máxima protagoriana: “o homem é a medida de todas as coisas”. Isso equivale dizer que cada ser
está tão somente encerrado em suas representações subjetivas que ou era impossível uma
verdade absoluta (mas uma particular, de cada um) ou que era impossível qualquer
conhecimento.
Esse modo de pensar devém da filosofia de Heráclito para quem tudo está em movimento. Ora, se
questiona Platão, se tudo está em movimento, no momento mesmo em que se determina algo,
este já mudou, já se transformou e, com isso, o conhecimento torna-se impossível! Da mesma
forma, se só existem verdades subjetivas, particulares ou relativas, a própria Ideia de verdade não
existe absolutamente, o que também impossibilita o erro, portanto, o conhecimento.
Para superar essa noção de realidade transitória, Platão precisa mostrar como nossos sentidos
são capazes de nos enganar e que, por isso, devemos procurar em outro lugar o fundamento do
conhecer. Este “lugar” é a alma.
Platão pensa que é a inteligência que garante a estabilidade dos seres sensíveis. Isso quer dizer
que a transitoriedade evidenciada nas coisas sensíveis não podem dar razão de si e por si
mesmas. Daí é preciso buscar compreender que todo conhecimento provem do raciocínio que
alcança a forma dos objetos, forma esta que guarda consigo mesma uma identidade atemporal e
indestrutível.
O homem deve, pois, buscar ascender do mundo sensível ao inteligível para ter um real
conhecimento dos seres. Deve, antes de mais nada, abandonar suas preconcepções, seus préjuízos, seus pontos de vistas destorcidos pelas opiniões irrefletidas e, a partir disso, começar a
escala rumo às Ideias.
Ideia, segundo Platão, é um principio inteligível, que não sofre geração nem corrupção, sendo,
portanto, fundamento do conhecimento das coisas. Todavia, o homem somente consegue
alcançar as ideias pela sua razão, pelo pensamento reflexivo que ao abstrair todas as
particularidades físicas dos objetos estudados, consegue intuir a forma determinante de cada ser,
conferindo-lhe estabilidade e permitindo ser conhecido. As Ideias são puramente espirituais, não
contendo materialidade alguma, nem contato com o mundo sensível. Na verdade, este tem o seu
modo de ser, de existir somente por participar das ideias do mundo inteligível. O inteligível
transcende o sensível e o determina.
Dessa forma, já nascemos com os princípios inteligíveis que nos permitiriam conhecer o mundo
sensível. Cabe ao homem não deixar se fascinar pelas sensações e sim subordiná-las à
inteligência a fim de realmente conhecer verdade dos seres e de si mesmo, dedicando sua vida à
formação do espírito.
Por João Francisco P. Cabral - Colaborador Brasil Escola
Graduado em Filosofia pela Universidade Federal de Uberlândia – UFU / Mestrando em Filosofia
pela Universidade Estadual de Campinas – UNICAMP
Questão 4 – Fácil
Baseado no texto acima, pode-se afirmar que o mundo terreno, as verdades cooptadas pelos
sentidos são:
A) Altamente confiáveis, dignas de serem respeitas sob qualquer situação.
B) Que devem ser compreendidas apenas pelos princípios inteligíveis, que já nasceram com o
humano.
C) Platão desiste de compreender o mundo, e aceita que as coisas são entendidas pelo acaso.
D) O humano deve confiar cegamente não apenas nos seus sentidos, como se manter crente as
suas preconcepções mais primárias.
E) N.D.A.
Questão 5 – Médio
É considerada uma característica do mundo inteligível de Platão:
A) A imutabilidade.
B) A facilidade de acesso e alteração.
C) O mundo inteligível só pode ser acessado através das orações, que ditarão também como o
humano deve se portar.
D) É um mundo corruptível, insonso e transfigurado.
E) N.D.A.
Questão 6 – Difícil
(ENEM 2102) Para Platão, o que havia de verdadeiro em Parmênides era que o objeto de
conhecimento é um objeto de razão e não de sensação, e era preciso estabelecer uma relação
entre objeto sensível ou material que privilegiasse o primeiro em detrimento do segundo. Lenta,
mas irresistivelmente, a Doutrina das ideias formava-se em sua mente.
ZINGANO, M. Platão e Aristóteles: o fascínio da filosofia. São Paulo: Odysseus, 2012.
O texto faz referência à relação entre razão e sensação, um aspecto essencial da Doutrina das
Ideias de Platão (427 a.C. 346 a.C.). De acordo com o texto, como Platão se situa diante dessa
relação?
A) Estabelecendo um abismo intransponível entre as duas.
B) Privilegiando os sentidos e subordinando o conhecimento a eles.
C) Atendo-se à posição de Parmênides de que razão e sensação são inseparáveis.
D) Afirmando que a razão é capaz de gerar conhecimento, mas a sensação não.
E) Rejeitando a posição de Parmênides de que a sensação é superior à razão.
Questão 7 - Difícil
(UFU 2012) Na medida em que o Cristianismo se consolidava, a partir do século II, vários
pensadores, convertidos à nova fé e, aproveitando-se de elementos da filosofia greco-romana que
eles conheciam bem, começaram a elaborar textos sobre a fé e a revelação cristãs, tentando uma
síntese com elementos da filosofia grega ou utilizando-se de técnicas e conceitos da filosofia
grega para melhor expor as verdades reveladas do Cristianismo. Esses pensadores ficaram
conhecidos como os Padres da Igreja, dos quais o mais importante a escrever na língua latina foi
santo Agostinho.
COTRIM, Gilberto. Fundamentos de Filosofia: Ser, Saber e Fazer. São Paulo: Saraiva, 1996, p.
128. (Adaptado)
Esse primeiro período da filosofia medieval, que durou do século II ao século X, ficou conhecido
como
A) Escolástica.
B) Neoplatonismo.
C) Antiguidade tardia.
D) Patrística.
E) N.D.A.
Questão 8 – Médio
O que é a epoché:
A) A certeza absoluta sobre algo.
B) Termo grego que etimologicamente designou o termo português “é porque”.
C) Trata-se de um verbo grego sem possibilidade de tradução.
D) Estado de tranquilidade imperturbável da alma.
E) A suspensão do juízo frente à impossibilidade de assumir algo como verdadeiro.
Questão 9 – Médio
O que é a ataraxia:
A) A incerteza absoluta sobre algo.
B) Termo grego que está relacionado ao estado de tranquilidade imperturbável da alma.
C) Trata-se de um termo romano, criado para designar aqueles gregos que não trabalhavam (anão; taráxico – trabalhador)
D) A verdade elaborada através do conhecimento religioso.
E) N.D.A.
.
Questão 10 - Difícil
(UEM 2009 - Modificado) A Filosofia Moderna compreende os séculos XVII e XVIII,
caracterizando-se por um acentuado racionalismo que se opõe ao pessimismo teórico do
ceticismo, o qual duvida da capacidade da razão humana poder alcançar um conhecimento certo
fundamentado em uma verdade universal. Assinale o que for correto.
A) René Descartes, no Discurso do Método, instaura a dúvida metódica; deve ser, portanto,
considerado um adepto do ceticismo.
B) O dogmatismo opõe-se ao ceticismo, pois é uma doutrina segundo a qual é possível atingir a
certeza de verdades inquestionáveis.
C) Para o racionalismo, o ponto de partida do conhecimento definitivamente não é o sujeito como
consciência de si, isto é, como consciência que conhece sua capacidade de conhecer.
D) Francis Bacon é um dos mais importantes céticos do século XVII, pois, para ele, o homem
nunca poderia libertar-se dos ídolos que impedem sua razão de alcançar qualquer saber efetivo.
E) O racionalismo acredita que a vida ética pode ser totalmente irracional, visto que a razão
humana é capaz de conhecer a origem, as causas e os efeitos das paixões e das emoções,
podendo dominá-las e governá-las.
TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO:
Do princípio do século XVII ao fim do século XVIII, 1o aspecto geral do mundo
natural alterou-se de tal forma que Copérnico teria ficado pasmo. A revolução que ele iniciara
desenvolveu-se tão rápido e de modo tão amplo que não só a astronomia se transformou, mas
também a física. Quando isso aconteceu, dissolveram-se os últimos vestígios do universo
aristotélico. A matemática tornou-se uma ferramenta cada vez mais essencial para as ciências
físicas.
A visão do universo adotada por Galileu — morto em 1642, ano do nascimento de Isaac
Newton — baseava-se na observação, na experimentação e numa generosa aplicação da
matemática. Uma atitude de certa forma diferente daquela adotada por seu contemporâneo mais
jovem, René Descartes,que começou a formular uma nova concepção filosófica do universo, que
viria a destruir a antiga visão escolástica medieval.
Em 1687, Newton publicou os Principia, cujo impacto foi imenso. Em um único volume,
reescreveu toda a ciência dos corpos em movimento com uma incrível precisão matemática.
2
Completou o que os físicos do fim da Idade Média haviam começado e que Galileu tentara trazer
à realidade. As três leis do movimento, de Newton, formam a base de todo o seu trabalho
posterior. Ronan Colin A.. História ilustrada da ciência: da Renascença à revolução científica. São
Paulo: Círculo do Livro, s/d, p. 73, 82-3 e 99 (com adaptações).
QUESTÃO 11 – Médio
(Unb 2010) Os trabalhos de Aristóteles e Galileu representam dois momentos marcantes do
desenvolvimento das ciências naturais no Ocidente. Assinale a opção que sintetiza corretamente
as contribuições de cada um deles para a história da ciência.
a) Aristóteles produziu conhecimento acerca do universo de modo empírico e experimental, ao
passo que Galileu defendeu o uso da matemática como ferramenta de descoberta, relegando a
lógica a uso apenas argumentativo.
b) O conhecimento de Aristóteles acerca do universo era especulativo, embasado na lógica que ele
mesmo criara, diferentemente do conhecimento de Galileu, que defendia o uso da matemática
como ferramenta de descoberta, relegando a lógica a uso apenas argumentativo.
c) A despeito de diferenças quanto à percepção do universo, como heliocêntrico ou geocêntrico,
tanto Galileu quanto Aristóteles atribuíam à lógica o poder de desvelar relações de causalidade
entre os fenômenos naturais.
d) O conhecimento de Aristóteles acerca do universo era empírico, e o de Galileu, contemplativo,
diferindo ambos quanto ao grau de manipulação dos fenômenos naturais na construção dos
conceitos científicos.
e) NDA
Questão 12 – Díficil
(Ufsj 2010) “Galileu e seus sucessores, atirando objetos de alturas para o solo, e fazendo rolar
esferas sobre planos inclinados, contrastavam nitidamente seus métodos com a anterior e habitual
especulação inspirada na Metafísica Aristotélica. Achavam-se, pois, abertamente em jogo os
procedimentos adequados para a elaboração do Conhecimento. E era preciso não somente
determinar esses procedimentos, mas trazer a sua justificação e reeducar-se na condução dos
novos métodos. Tanto mais que tais métodos iam chocar-se em última instância com preconceitos
profundamente implantados em concepções tradicionais que traziam o poderoso selo de
convicções religiosas. As necessidades do momento levavam assim os homens de pensamento a
se deterem atentamente nos problemas do Conhecimento. O que, afora as estéreis manipulações
verbais a que se reduzira a Lógica formal clássica, praticamente já não detinha a atenção de
ninguém”.
Assinale a alternativa que expressa o problema central desse fragmento de texto.
a) A tentativa dos modernos em empreender uma nova metodologia para a Ciência e para a
Filosofia.
b) A iminente necessidade de se praticar uma Filosofia conduzida por novos métodos e técnicas de
aprimoramento da metafísica aristotélica.
c) A grande emergência de se fazer uma total integração da Filosofia com a Ciência através de uma
tentativa de equiparação dos seus métodos.
d) A constatação de que a Filosofia passaria a assumir o comprometimento com as questões
relativas ao problema da retórica aristotélica bem como do conhecimento teológico.
Questão 13 – Fácil
(Unimontes 2010) A filosofia é a disciplina que permite que o indivíduo tenha uma atitude de
admiração. Por que admiração? Por que estranhamento? Admiração é a categoria que nos
possibilita tomar consciência da nossa própria ignorância. Ignorância entendida aqui como
ausência de conhecimento. É essa categoria que estimula a abertura para o saber, o
conhecer. (PRATES, Admilson Eustáquio. O Fazer Filosófico. Montes Claros: Unimontes, 2006.)
Aristóteles, no início da Metafísica, lembra-nos que, “Na verdade, foi pela admiração que os
homens começaram a filosofar tanto no princípio como agora”.
Das afirmativas abaixo, assinale a correta.
a) A admiração conduz ao devaneio e à distância da filosofia.
b) A admiração liga-se aos sentidos e é falsa em sua origem.
c) A admiração é enganadora e confusa na constituição do conhecimento.
d) A admiração constitui possibilidade ímpar para o ato de filosofar.
e) NDA
14 - "Os antigos, ou melhor, os antiqüíssimos, (teólogos), transmitiram por tradição a nós outros
seus descendentes, na forma do mito, que os astros são Deuses e que o divino abrange toda a
natureza ... Costuma-se dizer que os Deuses têm forma humana, ou se transformam em
semelhantes a outros seres viventes ... Porém, pondo-se de lado tudo o mais, e conservando-se o
essencial, isto é, se se acreditou que as substâncias primeiras eram Deuses, poderia pensar-se
que isto foi dito por inspiração divina ..." (Aristóteles, Metafísica, XII, 8, 1074b, apud Mondolfo, O
pensamento
antigo,
I,
São
Paulo:
Mestre
Jou,
1964,
p.13).
Com base nesse excerto e no seu conhecimento sobre a questão da origem da filosofia, assinale
a alternativa errada:
A) Antes de fazerem filosofia, os gregos já indagavam sobre a origem e a formação do universo; e
as respostas a esse problema eram oferecidas sob a forma de mito, isto é, por meio de uma
narrativa alegórica que descreve a origem ou a condição de alguma coisa, reportando a um
passado imemorial.
B) Na Teogonia, Hesíodo descreve a gênese do mundo coincidindo com o nascimento dos
deuses; as forças e os domínios cósmicos não surgem como pura natureza, mas sim como
divindades: Gaia é a Terra, Urano é o Céu, Cronos é o Tempo, aparecendo ora por segregação,
ora pela intervenção de Eros, princípio que aproxima os opostos.
C) Os primeiros filósofos gregos buscaram descobrir o princípio (arché) originário de todas as
coisas, o elemento ou a substância constitutiva do universo; elaborando uma cosmologia, não se
contentavam com doutrinas divinamente inspiradas, mas tentavam compreender racionalmente o
cosmo.
D) Os gregos foram pouco originais no exercício do pensamento crítico racional; apropriaram-se
das conquistas científicas e do patrimônio cultural de civilizações orientais com mínimas
alterações.
E) É tese hoje bastante aceita que o nascimento da filosofia na Grécia não foi um "milagre"
realizado por um povo privilegiado, mas a culminação de um processo lento, tributário de um
passado mítico, e influenciado por transformações políticas, econômicas e sociais.
Questão 3:
A opinião (doxa), no pensamento de Platão representa um saber sem fundamentação metódica. É
um saber que possui sua origem:
a) Nos mitos religiosos, lendas e poemas;
b) Nas imprevisões e nas sensações das coisas sensíveis;
c) No discurso dos sofistas na época da democracia ateniense;
d) Num saber eclético, provenientes do pensamento de alguns filósofos.
e) NDA
Colégio FAAT
Ensino Fundamental e Médio
Roteiro de Estudos Recuperação – Filosofia
Nome:
Nº.:____
Série: 1ªA e 1ªB - Ensino Médio
4º BIMESTRE
Leia o seguinte texto para as duas próximas questões:
“A filosofia está escrita neste imenso livro que continuamente está aberto diante de nossos olhos (estou
falando do universo), mas que não se pode entender se primeiro não se aprende a entender sua língua e
conhecer os caracteres em que está escrito. Ele está escrito em linguagem matemática e seus caracteres
são círculos, triângulos e outras figuras geométricas, meios sem os quais é impossível entender
humanamente suas palavras: sem tais meios, vagamos inutilmente por um escuro labirinto.”
(GALILEI, G. Il saggiatore. Apud REALE, G. & ANTISERI, D. História da filosofia. São Paulo: Paulinas,
1990, v. 2, p. 281.)
Tendo em mente o texto acima e os conhecimentos sobre o pensamento de Galileu acerca do método
científico, considere as seguintes afirmativas.
Questão 1 - Difícil
I. Galileu defende o desenvolvimento de uma ciência voltada para os aspectos objetivos e mensuráveis da
natureza, em oposição à física qualitativa de Aristóteles.
II. Para Galileu, é possível obter conhecimento científico sobre objetos matemáticos, tais como círculos e
triângulos, mas não sobre objetos do mundo sensível.
III. Galileu pensa que uma ciência quantitativa da natureza é possível graças ao fato de que a própria
natureza está configurada de modo a exibir ordem e simetrias matemáticas.
IV. Galileu considera que a observação não faz parte do método científico proposto por ele, uma vez que
todo o conhecimento científico pode ser obtido por meio de demonstrações matemáticas.
Assinale a alternativa que contém todas as afirmativas corretas, mencionadas anteriormente.
a) I e III.
b) II e III.
c) III e IV.
d) I, II e IV.
e) II, III e IV.
Questão 2- Difícil
De acordo com o texto acima, e com seus conhecimentos sobre a ciência da natureza em Galileu, assinale
a alternativa CORRETA.
(A) De acordo com os princípios de sua ciência, Galileu depositava grande crédito no método indutivo, pois
este possuiria melhor alcance nos resultados da investigação da natureza.
(B) O passo decisivo da física galileana concentrava-se na realização de experimentos para comprovar uma
tese, sem a necessidade de recorrer às elaborações do raciocínio matemático.
(C) Quanto ao “movimento”, Galileu seguiu as teorias de Aristóteles que distinguia o movimento qualitativo
do movimento quantitativo, para considerar toda mudança apenas do ponto de vista qualitativo (corpos
pesados ou leves).
(D) Um dos aspectos centrais da ciência da natureza em Galileu está na realização de experimentos com o
auxílio indispensável da matemática, pois, para ele, a matemática é o meio instrumental capaz de enunciar
e traduzir as regularidades observadas nos fenômenos naturais.
(E) O que dá validade científica aos processos intelectuais de Galileu é que os resultados de suas
pesquisas jamais precisariam ser submetidos à comprovação empírica, bastando, apenas, se localizarem
no campo da abstração.
Questão 3 - Difícil
PUC-PR – Leia o seguinte texto:
"Ciência e poder do homem coincidem, uma vez que, sendo a causa ignorada, frustra-se o efeito. Pois a
natureza não se vence, se não quando se lhe obedece. E o que à contemplação apresenta-se como causa
é regra na prática". Em relação a esse aforismo III do Livro I do Novum Organum de Francis Bacon,
considere a alternativa que apresenta a interpretação CORRETA:
a) O saber, para Bacon, é uma forma de alterarmos as leis da natureza e, com isso, seus fenômenos
podem ser controlados tendo em vista um benefício humano.
b) O autor menciona que o conhecimento, o saber, está ligado ao poder, ou seja, mediante o conhecimento
é possível, de maneira segura e rigorosa, conquistar o poder sobre a natureza.
c) Para Bacon, é inerente ao saber uma forma de controle sobre a natureza, mas principalmente sobre as
pessoas, possibilitando um poder incondicional ao detentor do saber.
d) O saber já possui um valor em si mesmo, o que conduz, conseqüentemente, de acordo com Bacon, a um
poder.
e) O que Bacon pretende dizer é que o saber nem sempre tem uma relação com a prática e que é a
conveniência individual desse saber que determina seu valor.
Questão 4 - Difícil
UEL – Leia o texto abaixo:
“Tomemos [...] este pedaço de cera que acaba de ser tirado da colméia: ele não perdeu ainda a doçura do
mel que continha, retém ainda algo do odor das flores de que foi recolhido; sua cor, sua figura, sua
grandeza, são patentes; é duro, é frio, tocamo-lo e, se nele batermos, produzirá algum som. Enfim, todas as
coisas que podem distintamente fazer conhecer um corpo encontram-se neste. Mas eis que, enquanto falo,
é aproximado do fogo: o que nele restava de sabor exala-se, o odor se esvai, sua cor se modifica, sua figura
se altera, sua grandeza aumenta, ele torna-se líquido, esquenta-se, mal o podemos tocar e, embora nele
batamos, nenhum som produzirá. A mesma cera permanece após essa modificação? Cumpre confessar
que permanece: e ninguém o pode negar. O que é, pois, que se conhecia deste pedaço de cera com tanta
distinção? Certamente não pode ser nada de tudo o que notei nela por intermédio dos sentidos, visto que
todas as coisas que se apresentavam ao paladar, ao olfato, ou à visão, ou ao tato, ou à audição,
encontravam-se mudadas e, no entanto, a mesma cera permanece.” (DESCARTES, René. Meditações.
Trad. De Jacó Guinsburg e Bento Prado Júnior. São Paulo: Nova Cultural, 1996. p. 272.)
Com base no texto, é correto afirmar que para Descartes:
a) Os sentidos nos garantem o conhecimento dos objetos, mesmo considerando as alterações em sua
aparência.
b) A causa da alteração dos corpos se encontra nos sentidos, o que impossibilita o conhecimento dos
mesmos.
c) A variação no modo como os corpos se apresentam aos sentidos revela que o conhecimento destes
excede o conhecimento sensitivo.
d) A constante variação no modo como os corpos se apresentam aos sentidos comprova a inexistência dos
mesmos.
e) A existência e o consequente conhecimento dos corpos têm como causa os sentidos.
Questão 5 - Médio
Seguindo os preceitos descritos no Discurso do Método, pode-se afirmar que Descartes conduz seu
intelecto:
I. Partindo dos dados fornecidos a ele pela sua fé.
II. Por meio de cálculos matemáticos.
III. Partindo das coisas mais simples e mais conhecidas para as menos conhecidas e mais complexas.
IV. Para um conhecimento seguro sem necessitar, para isto, fiar-se nos dogmas da fé.
V. Terminando sempre com uma dúvida.
A) apenas III e IV.
B) apenas I e II.
C) apenas II e III.
D) apenas IV e V.
E) todas.
Questão 6 - Médio
UFRJ-UFU (Adaptada) John Locke e David Hume, filósofos empiristas, operam com o postulado radical de
que todos os materiais da mente humana são advindos da experiência. Das quatro alternativas abaixo, três
formulam fundamentos básicos da filosofia de J.L. e D. H. e que são decorrentes deste postulado. Uma
contém um evidente equívoco. Assinale, portanto, a alternativa INCORRETA, que está em contradição com
o postulado acima enunciado.
A) O tato, o olfato, o paladar e a audição não produzem ideias, pois não podem produzir cópias de nada que
esteja contido numa experiência.
B) Os órgãos dos sentidos, desde que aptos para suas funções, sempre produzem ideias referentes a
certos aspectos da experiência.
C) Todas as percepções da mente humana são impressões ou ideias, e estas percepções são,
forçosamente, produtos da experiência.
D) Toda ideia nasce de uma impressão, e toda impressão procede uma ideia.
E) Nenhuma das alternativas
Questão 7 - Médio
Na Crítica da Razão Pura Kant adverti o seu leitor de que Copérnico obteve excelentes resultados no
campo da astronomia por conta da revolução que promoveu, ele, filósofo, teria revolucionado o campo de
investigação filosófica ao propor que não são os objetos que determinam o conhecimento no homem, mas
sim o homem determina o conhecimento sobre a existência dos objetos.
Considerando as informações acima, e seus conhecimentos, podemos dizer que a “revolução copernicana”
que Kant realizou no âmbito da filosofia é:
(A) uma revolução filosófica que afirmou a distinção entre fenômeno e coisa em si, qualificando esta última
como incognoscível.
(B) uma revolução astronômica que pretendeu mudar o curso da Filosofia Moderna, propondo uma
reavaliação da física newtoniana.
(C) uma revolução filosófica que estabeleceu que o conhecimento da coisa em si só pode ser atingido caso
haja um cuidadoso estudo dos fenômenos.
(D) uma revolução filosófica e científica segundo a qual o espectador não pode permanecer fixo em sua
posição, aprendendo apenas os fenômenos, mas deve considerar que ele mesmo encontra-se em
movimento para poder perceber as coisas em si mesmas, ou a coisa em si.
(E) Uma revolução no pensamento que aceita a razão como único meio de atingir o conhecimento seguro
da realidade.
Questão 8 - Fácil
[As ciências humanas] “surgiram depois que as ciências matemáticas e naturais estavam constituídas e já
haviam definido a idéia de cientificidade e de método [...] de modo que as ciências humanas foram levadas
a imitar e copiar o que aquelas ciências haviam estabelecido, tratando o homem como uma coisa natural
matematizável e experimentável.“
CHAUÍ, Marilena, Convite à Filosofia, São Paulo, Editora Ática, 2003, p. 227.
Tendo como referência o texto, assinale a alternativa correta que aponta como as disciplinas conhecidas
como Ciências Humanas adquiriram o seu “status” de ciências:
(A) Adotaram o modelo das Ciências Naturais para estudar o homem, mas introduziram a ideia de
compreensão dos atos humanos.
(B) Inspiraram-se no modelo explicativo das Ciências Naturais, especialmente no modelo da Física, para
estudar o homem, mas excluíram o método experimental.
(C) Tomaram de empréstimo o modelo biológico de explicação, que valoriza a vida e sua evolução e
aplicaram-no ao estudo do homem.
(D) Começaram a realizar experimentos controlados envolvendo seres humanos
(E) Fizeram a transposição do modelo explicativo das Ciências Naturais para o estudo do homem,
passando a utilizar os métodos matemático e experimental.
Questão 9 - Fácil
Karl Popper, em "A lógica da investigação científica", se opõe aos métodos indutivos das ciências
empíricas. Em relação a esse tema, diz Popper: "Ora, de um ponto de vista lógico, está longe de ser óbvio
que estejamos justificados ao inferir enunciados universais a partir dos singulares, por mais elevado que
seja o número destes últimos".
Fonte: POPPER, K. R. A lógica da investigação científica. Tradução de Pablo Rubén Mariconda. São Paulo:
Abril Cultural, 1980, p.3.
Com base no texto e nos conhecimentos sobre Popper, assinale a alternativa correta:
a) Para Popper, qualquer conclusão obtida por inferência indutiva é verdadeira.
b) De acordo com Popper, o princípio da indução não tem base lógica porque a verdade das premissas não
garante a verdade da conclusão.
c) Uma inferência indutiva é aquela que, a partir de enunciados universais, infere enunciados singulares.
d) A observação de mil cisnes brancos justifica, segundo Popper, a conclusão de que todos os cisnes são
brancos.
e) Para Popper, a solução para o problema do princípio da indução seria passar a considerá-lo não como
verdadeiro, mas apenas como provável.
Questão 10 - Fácil
A ciência moderna sofreu uma série de transformações em relação à ciência antiga. Assinale a alternativa
que apresenta uma das características da ciência moderna resultante dessa transformação.
a) A submissão do saber ao conhecimento teórico, para o qual é irrelevante a aplicação prática dos
conhecimentos adquiridos.
b) A subordinação da razão humana à fé religiosa, com a defesa da concepção de verdade como revelação.
c) A primazia da análise das qualidades dos corpos em si mesmos, tais como cor, odor, tamanho e peso.
d) A valorização do saber experimental, que visa à apropriação, ao controle e à transformação da natureza.
e) O predomínio da concepção de natureza hierarquizada, segundo uma ordem divina.
Questão 11 – Fácil
Leia os três textos abaixo
Texto 1:
A ciência é uma das poucas atividades humanas – talvez a única – em que os erros são criticados
sistematicamente (e com freqüencia corrigidos). Por isso podemos dizer que, no campo da ciência,
aprendemos muitas vezes com os nossos erros; por isso podemos falar com clareza e sensatez sobre o
progresso científico. Na maior parte dos outros campos de atividade do homem ocorrem mudanças, mas
raramente há progresso – a não ser dentro de uma perspectiva muito estreita dos nossos objetivos neste
mundo. Quase todos os ganhos são neutralizados por alguma perda – e quase nunca sabemos como
avaliar as mudanças. (POPPER, K. R. Conjecturas e refutações. 2 ed. Brasília: Editora da UNB. 1982. p.
242.)
Texto 2:
Filosofia da ciência: Karl Popper, falseabilidade e limites da ciência
Karl Popper nasceu em 1902, praticamente junto com o século 20. Nessa época, a ciência parecia ter
atingido o auge do prestígio. A revolução industrial iniciada na Inglaterra do século 18 se fundamentou na
divisão e organização do trabalho e nas novas tecnologias que aproveitaram as possibilidades abertas pela
ciência determinista de sir Isaac Newton.
A utilização maciça das aplicações técnicas do conhecimento científico produziu um período de progresso
material acelerado, no qual a humanidade avançou mais em dois séculos neste campo do que nos quatro
mil anos anteriores.
Esse progresso acelerado colocou o conhecimento científico numa posição de destaque, que, no século 19,
culminou no cientificismo, a crença de que tudo poderia ser explicado pela ciência, que deveria ser colocada
acima de todos os outros modos do saber.
Supervalorização da ciência
Essa combinação de fatores sócio-históricos gerou grandes distorções, como o fato de a ciência, tornada
laica pelo iluminismo europeu, ganhar status religioso em doutrinas como o positivismo e outras, durante o
século 19 e início do 20.
É neste ambiente de supervalorização do progresso científico e de deturpação da natureza original da
ciência que surge Karl Popper, que se tornaria o mais influente e respeitado filósofo da ciência entre os
homens que a fazem nos dias de hoje. Austríaco de nascimento e britânico por opção, Popper é o autor da
definição atualmente mais aceita de teoria científica:
"Uma teoria científica é um modelo matemático que descreve e codifica as observações que fazemos.
Assim, uma boa teoria deverá descrever uma vasta série de fenômenos com base em alguns postulados
simples como também deverá ser capaz de fazer previsões claras as quais poderão ser testadas."
Com esta definição, a simplicidade e a clareza voltavam a ser virtudes identificadoras da boa ciência, que
assim se separa das mistificações que nos dois séculos anteriores tentaram pegar carona em seu prestígio.
Observação e teorização
Popper defendeu que, se a ciência se baseia na observação e teorização, só se podem tirar conclusões
sobre o que foi observado, nunca sobre o que não foi.
Assim, se um cientista observa milhares de cisnes, em muitos lugares diferentes e verifica que todos os
cisnes observados são brancos, isto não lhe permite afirmar cientificamente que todos os cisnes são
brancos, pois, não importa quantos cisnes brancos tenham sido observados, basta o surgimento de um
único cisne negro para derrubar a afirmação de que eles não existiriam.
Assim, qualquer afirmação científica baseada em observação jamais poderá ser considerada uma verdade
absoluta ou definitiva.
Uma teoria científica, no máximo, pode ser considerada válida até quando provada falsa por outras
observações, testes e teorias, mais abrangentes ou exatos que a original
Falseabilidade
A possibilidade de uma teoria ser refutada constituía para o filósofo a própria essência da natureza
científica. Assim, uma teoria só pode ser considerada científica quando é falseável, ou seja, quando é
possível prová-la falsa. Esse conceito ficou conhecido como falseabilidade ou refutabilidade.
Segundo Popper, o que não é falseável ou refutável não pode ser considerado científico. As teorias
da gravitação universal de sir Isaac Newton são científicas, por que além de se enquadrarem na definição
ao propor equações simples que descrevem os modelos cósmicos gravitacionais, também é possível se
fazer previsões acertadas com base nelas.
E as teorias de Newton também são falseáveis. Tanto que o foram, quando Albert Einstein com sua Teoria
da Relatividade demonstrou que a mecânica newtoniana não era válida em velocidades próximas à da luz.
Teoria da relatividade
O clássico experimento do eclipse, no qual Einstein provou que a luz era afetada pelos campos
gravitacionais e o experimento posterior, que provou que cronômetros de altíssima precisão postos em alta
velocidade em relação à Terra apresentavam pequenos atrasos quando comparados a cronômetro idêntico
mantido imóvel na superfície, trouxe a ciência aos novos tempos em que o tempo não mais era absoluto.
Mesmo assim, as teorias de Newton continuam válidas para a maioria das aplicações cotidianas, quando a
influência da velocidade pode ser considerada desprezível para as aplicações práticas. A ciência mais uma
vez mostrava seu poder de se renovar e melhorar a partir de suas próprias definições.
Por outro lado, seguindo as definições e o conceito da falseabilidade de Popper, a astrologia de horóscopo
moderna não pode ser considerada científica.
Todo o gigantesco arcabouço da mecânica newtoniana, o mais prestigiado modelo científico de todos os
2
tempos, foi falseado por dois experimentos simples e uma equação magistral (E = mC ).
Mas não existem experimentos possíveis que possam falsear a teoria de que a posição de determinados
corpos celestes afetam a vida de pessoas nascidas em determinado período de determinada forma.
A abrangência das previsões e a falta de um modelo simples e claro que as expliquem tornam a astrologia
de horóscopo não falseável e, portanto, não científica.
Limites da ciência
Com Popper, os limites da ciência se definem claramente. A ciência produz teorias falseáveis, que serão
válidas enquanto não refutadas. Por este modelo, não há como a ciência tratar de assuntos do domínio da
religião, que tem suas doutrinas como verdades eternas ou da filosofia, que busca verdades absolutas.
O melhor no velho filósofo, que se opôs ao nazismo e dedicou sua vida à defesa de boas causas, é que
suas teorias se aplicam a elas próprias. Assim, se amanhã alguém redigir uma melhor definição de teoria
científica, as ideias de Popper humildemente sairão de cena para tomar seu lugar na história da ciência.
Entre as muitas virtudes que nossa ciência adquiriu dos grandes sábios que lhe deram grandeza, Popper
nos mostrou uma ciência que se faz grande na virtude da humildade.
Carlos Roberto de Lana, Especial para a Página 3 Pedagogia & Comunicação é professor e
engenheiro químico.
Com base no texto e nos conhecimentos sobre a concepção de progresso da ciência em Karl R. Popper, é
correto afirmar.
a) É necessário que todas as consequências de uma teoria científica sejam verificadas a fim de se atingir a
verdade em si.
b) A descoberta da lei do progresso da ciência permite impulsionar progressiva e linearmente a ciência na
direção da verdade.
c) Os cientistas estruturam as informações disponíveis em um dado momento histórico, incorporando
saberes anteriores, tendo como base o método paratático.
d) O progresso da ciência ocorre quando são suprimidas definitivamente as idéias metafísicas, pois
historicamente é nula a sua contribuição para as descobertas científicas.
e) A eliminação dos erros das teorias anteriores e a substituição destas por outras mais verossímeis e,
portanto, mais próximas da verdade permitem o progresso da ciência.
Questão 12
Texto: Rudolf Carnap
As fontes do pensamento de Rudolf Carnap encontram-se em dois grandes filósofos: Gottlob Frege, que foi
seu professor nas questões de sintaxe e lógica, e Bertrand Russell, no que se refere à sua perspectiva
filosófica geral.
Depois de estudar no Círculo de Viena, período que Carnap considerava como dos mais estimulantes de
sua vida filosófica, transfere-se, em 1931, para a antiga Tchecoslováquia, onde permanece até 1935. Nesse
ano, diante do avanço de Hitler, muda-se para os EUA, onde manterá contatos com filósofos das
universidades de Chicago e Harvard.
Rudolf Carnap é um dos maiores representantes do positivismo lógico e do empirismo científico dele
decorrente. Sua obra concentra-se na lógica formal e em suas aplicações, principalmente na esfera da
sintaxe. Mas ele também se interessa pelas relações entre lógica e matemática. Na filosofia da ciência,
Carnap discute vários problemas, dentre os quais se destacam os de teste e significado das hipóteses
científicas. Nos seus últimos anos de vida, dedica-se à lógica indutiva.
Na opinião de Carnap, a matemática é redutível à lógica, sendo analíticos todos os enunciados válidos
dessa disciplina. Carnap distingue a geometria matemática (um ramo da lógica) da geometria física (um
ramo da ciência empírica).
Da metalinguagem à semântica formal
Em seu livro Sintaxe lógica da linguagem, o filósofo enfatiza a diferença entre a linguagem que é objeto de
investigação e a linguagem em que a teoria da linguagem-objeto é formulada (isto é, a metalinguagem). Seu
objetivo é construir uma teoria geral das formas linguísticas, a fim de revelar até que ponto muitas
controvérsias filosóficas nascem apenas em virtude da escolha de uma particular linguagem.
Assim, Carnap pretendia que o desenvolvimento de uma metalinguagem específica permitiria maior clareza
na formulação de questões filosóficas. Contudo, anos depois da publicação de sua obra, ele reconheceu
que algumas de suas teses eram muito estreitas, admitindo que a metateoria precisaria incluir também a
semântica e a pragmática.
Segundo Henry E. Kyburg, da Universidade de Rochester, os estudos de Carnap a respeito das medidas de
probabilidade em linguagem formal estão destinados a durar por longo tempo, podendo-se dizer o mesmo
do seu trabalho sobre a semântica formal.
Ainda segundo Kyburg, "Carnap foi um defensor incondicional da fecundidade dos estudos formais em
filosofia, como também da necessidade de ser claro e explícito, e de oferecer exemplos concretos. Para
além das doutrinas filosóficas particulares que defendeu, estes empreendimentos caracterizam sua
contribuição para a filosofia".
Fonte: Enciclopédia Mirador Internacional; Dicionário de Filosofia de Cambridge
Texto: O círculo de Viena
O Círculo de Viena surgiu por uma necessidade de fundamentar a ciência a partir das concepções ou
acepções que a Filosofia da Ciência ganhou no século XIX. Até então, a filosofia era vinculada à Teoria do
Conhecimento, mas, a partir de Hegel, este vínculo se desfez.
O Círculo de Viena era composto por cientistas que, apesar de atuarem em várias áreas como física,
economia, etc., buscaram resolver problemas de fundamento da ciência, problemas estes levantados a
partir do descontentamento com os neokantianos (seguidores de Kant) e os fenomenólogos (seguidores de
Hegel).
Schlick, por exemplo, tentou mostrar o vazio dos enunciados sintéticos a priori, de Kant. E por duas vias:
- Se os enunciados têm uma verdade lógica, então eles são analíticos e não sintéticos;
- Se a verdade dos enunciados depende de um conteúdo factual, eles são, portanto, a posteriori e não a
priori.
Dessa maneira, Schlick (juntamente com seus companheiros) tentou formular um critério de cientificidade
que pudesse ou que tivesse uma correspondência com a Natureza. Por isso, o Círculo de Viena adotou
uma forma de empirismo indutivista que se utiliza de instrumentos analíticos como a lógica e a
matemática para auxiliar na formação dos enunciados científicos.
Tal critério seria, então, o de verificabilidade. Para os pesquisadores do Círculo de Viena os enunciados
científicos deveriam ter uma comprovação ou verificação baseada na observação ou experimentação. Isto
era feito indutivamente, ou seja, estabeleciam-se enunciados universais (pois a ciência tem pretensão de
universalidade) a partir da observação de casos particulares.
O resultado do estabelecimento deste critério surgiu também a partir da concepção de linguagem de
Wittgestein que os membros do Círculo de Viena utilizaram. Para ele, o mundo era composto de “fatos”
atômicos associados e, assim, expressariam sua realidade. Daí os enunciados gerais poderem ser
decompostos em enunciados elementares referentes ou congruentes à Natureza, o que exclui os
enunciados metafísicos do processo de conhecimento.
Portanto, a indução foi o método utilizado porque, além de proceder experimentalmente, proporcionava um
caráter de regularidade que permitia que se emitissem juízos universais. Isto também atesta o caráter
antimetafisico doCírculo de Viena, bem como afirma o procedimento de observação.
Responda agora: qual a alternativa que apresenta somente pensadores da filosofia contemporânea,
considerados estudiosos da linguagem.
a) Chomsky, Apel, Agostinho, Russell e Hegel.
b) Rorty, Wittgenstein, Frege, Carnap e Derrida.
c) Schelling, Foucault, Derrida, Heidegger e Leibniz.
d) Carnap, Herder, Condillac, Habermas e Herbet Spencer.
e) NDA
Questão 13
Os pensadores do Círculo de Viena pensavam que:
a) A realidade só pode ser explicada por meio da metafísica.
b) O empirismo deveria ser rejeitado por ser prejudicial ao desenvolvimento da ciência.
c) Era preciso retomar o ideal clássico e partir da base empírica para se construir uma teoria do
conhecimento.
d) O conhecimento deve partir de uma abstração dos fatos.
e) NDA
Questão 14
Quais desses importantes pensadores foram as maiores influências para os pensadores do Círculo de
Viena?
a) Platão, Aristóteles, Kant e Hegel;
b) Tomás de Aquino e Santo Agostinho;
c) Karl Popper e Thomas Kuhn
d) Auguste Comte, Frege e Einstein.
e) Maquiavel, Galileu e Copérnico.
Questão 15
Indique quais das afirmações abaixo estão corretas (C) ou incorretas (I):
a) O Círculo de Viena foi formado na década de 1920 depois da nomeação de Moritz Schlick para
Professor de Filosofia da Ciência na Alemanha.
b) Entre os estudiosos do Círculo de Viena estão o físico alemão Moritz Schlick (1882-1936), os
matemáticos alemães Hans Hahn (1979-1934) e Rudolf Carnap (1891-1970) e o sociólogo e economista
austríaco Otto Neurath (1882-1945).
c) As pesquisas desenvolvidas pelos pensadores do Círculo de Viena eram divulgadas na
revistaErkenntnis, fundada em 1930 e dirigida por Carnap e Hans Reichenbach.
d) O Círculo de Viena pertencia a um movimento intelectual conhecido como neometafísica, também
chamado de metafísica lógica e metafísica empirista.
e) O papel da Filosofia seria interpretar as proposições científicas – ou seja, a Filosofia deveria ser uma
“Filosofia da Ciência”.