luziense na tela da globo

Сomentários

Transcrição

luziense na tela da globo
SANTA LUZIA, 13 A 20 DE JUNHO DE 2014
UM JORNAL A SERVIÇO DE SANTA LUZIA
Número: 220/ GRÁTIS
DIVULGAÇÃO / TV GLOBO
www.jornalleiaagora.com.br
Leia
AGORA
CESAR OLIVEIRA, FÁBIO SILVA, JÉSSICA LOPES E
MARIANA ROMÃO ESTÃO ANSIOSOS PARA ESTREAR A
NOVA QUADRA DA ESCOLA ETELVINO DE SOUZA LIMA
PÁGINA 3
Guilherme Hamacek estreia ao lado de estrelas globais, como Emanuelle Araujo e Mário Frias
LUZIENSE NA
TELA DA GLOBO
PASSAGEIROS TIRAM DÚVIDAS E RECEBEM
CARTÃO ÓTIMO NOS PRIMEIROS DIAS DE
OPERAÇÃO DA ESTAÇÃO MOVE SÃO BENEDITO
PÁGINA 4
Do bairro Bela Vista, em Santa Luzia, para os estúdios da rede Globo, no
Rio de Janeiro, o jovem ator Guilherme Hamacek tem tudo para roubar
a cena na próxima temporada de Malhação, em que ele interpreta
o jovem João, contracenando com atores consagrados na emissora,
como Emanuelle Araujo e Mário Frias. PÁGINA 6
02
LEIA AGORA
SANTA LUZIA, 13 A 20 DE JUNHO DE 2014
OPINIÃO
CARTA AO LEITOR
ARTISTA GLOBAL, ESCOLA E BRT
Um rostinho conhecido por muitos
luzienses é destaque na página 8 e na
próxima temporada da novela Malhação,
da Rede Globo, que estreia dia 7 de julho.
Guilherme Hamaceck, de 21 anos, morador
do bairro Alto Bela Vista, vai interpretar
João, um personagem vidrado em games e
que tem como pais os atores Emanuelle
Araújo e Mário Frias. O LEIA AGORA
conversou com o pai de Guilherme,
Ricardo Hamacek, que revelou um pouco
da intimidade da mais nova estrela global.
Tudo indica que no final deste mês,
alunos da E. M. Etelvino de Souza Lima vão
ganhar um incentivo a mais no esporte,
como mostra a matéria da página 3. A
prefeitura promete entregar uma quadra
coberta à comunidade escolar com o
objetivo de garantir aulas de educação
física mais atrativas aos estudantes que,
atualmente, utilizam o pátio da escola
para fazer as atividades. E os benefícios
EXPEDIENTE
não param por aí, já que a escola também
está passando por reforma e ampliação.
Na página 4 o assunto é transporte
coletivo. O BRT Provisório do São Benedito
começou a operar em 7 de junho com uma
frota de 50 ônibus para o trajeto até BH.
Passageiros dos bairros Alto São Benedito,
Palmital A e B, Três Corações, Conjunto
Cristina A, B e C e Nova Conquista já estão
sendo atendidos pelo novo sistema de
transporte público na cidade. Boa leitura!
MEMÓRIA
Leia
AGORA
DIRETOR GERAL
LUIZ THOMAZI
DIRETOR JURÍDICO
ARTHUR THOMAZI
DIRETORA DE REDAÇÃO
FLÁVIA THOMAZI
DIRETORA COMERCIAL
ANDRESSA THOMAZI
REPORTAGEM:
GISELLE ARAUJO E LUISA SANTOS
SANTA LUZIA, 1962
Dançando Ballet no
Cine São João,na Parte
Baixa da cidade, as
luzienses Wayne Eliane
Mundim Torres e Sônia
Maria Gonçalves Calixto.
CRONISTA: ROBERTO ELÍSIO
CONTATOS COM REDAÇÃO
(31) 3641-5634 / 8364-7194
[email protected]
PARA ANUNCIAR
(31)8364-4868
ENDEREÇO
Rua do Serro, 457, Centro
Santa Luzia - MG
AJUDE O CONVENTO DE MACAÚBAS
A FICAR MAIS BONITO PARA A
CELEBRAÇÃO DOS SEUS 300 ANOS.
VAMOS PINTAR O CONVENTO!
Presenteie o casarão com tintas da marca Coral, nas cores branco neve (parede externa) e azul França (para
madeira) ou outros materiais de pintura, e faça parte desse momento histórico. Se preferir, deposite sua
doação em dinheiro diretamente na conta do Mosteiro Nossa Senhora da Conceição de Macaúbas - Caixa
Econômica Federal - Agência: 1066/Conta Corrente: 512-3/Operação: 003. Mais informações: (31)3684-2096.
LEIA AGORA
SANTA LUZIA, 13 A 20 DE JUNHO DE 2014
EDUCAÇÃO
FOTOS LEIA AGORA
03
‘‘COM A NOVA QUADRA, OS ALUNOS TERÃO UM
SALTO DE QUALIDADE NO QUESITO ESPORTES’’
■ RENANN GUALBERTO, professor de educação física da escola
QUADRA EM CONSTRUÇÃO
NOVO ESPAÇO VAI DEIXAR EDUCAÇÃO FÍSICA MAIS ATRATIVA NA ESCOLA ETELVINO
DE SOUZA LIMA. PREFEITURA VAI INAUGURAR A OBRA NO FINAL DO MÊS
Com projeto diferenciado, a quadra tem uma parte de alvenaria e outra de blindex, cobertura de telha galvanizada e contará com vestiários, que também estão em obras
‘‘ESTOU MUITO
ANSIOSA PARA
INAUGURAR
A NOVA QUADRA,
QUE ESTÁ
FICANDO LINDA’’
■ MARIANA ROMÃO, 6 anos
‘‘QUERO QUE A
QUADRA FIQUE
PRONTA LOGO
PARA FAZER
VÁRIOS ESPORTES’’
■ JÉSSICA LOPES, 8 anos
As aulas de educação física vão
ficar mais prazerosas para os 611
alunos que estudam na Escola
Municipal Etelvino de Souza Lima,
localizada no bairro Córrego das
Calçadas, na Parte Alta da cidade.
No final deste mês, a Prefeitura de
Santa Luzia vai entregar à comunidade escolar uma quadra de esportes coberta e em tamanho oficial, como destaca o diretor municipal de obras, Alexsandro Wnuk.
"A quadra de 1.000m2 tem projeto
diferenciado, uma parte é de alvenaria e outra de vidro blindex. A
cobertura é de telha galvanizada",
informa.
Para o professor de educação física da escola,Renann Gualberto,que
atualmente ministrava as aulas no
pátio da instituição,a construção da
quadra de esportes vai trazer muitos benefícios aos alunos. "As aulas
feitas no pátio são mais para entretenimento. Com pouca estrutura e
conforto, não era possível ensinar
questões pedagógicas aos alunos,
como significado das linhas e demarcações, as distância da quadra,
entre outras.Com a nova quadra,os
ALÉM DA CONSTRUÇÃO
DA QUADRA, DOZE
NOVAS SALAS DE AULA
FORAM ENTREGUES
E AINDA ESTÃO
SENDO FEITOS
DOIS BANHEIROS,
CANTINA E BIBLIOTECA
alunos terão um salto de qualidade
no quesito esportes",declara.
Alunas que nunca tiveram a
oportunidade de fazer uma aula de
educação física em uma quadra de
esportes coberta e em tamanho oficial estão ansiosas para a inauguração. É o caso de Mariana Romão, de
seis anos. "No pátio não tem muito
espaço para fazer educação física.
Estou muito ansiosa para inaugurar
a nova quadra,que está ficando linda", destaca. A estudante Jéssica Lopes,de oito anos,diz que com a nova
quadra,a educação física vai melhorar."Quero que a quadra fique pronta logo para fazer vários esportes",
avalia.
Além do design arrojado, a qua-
dra de esportes contará com vestiário masculino e feminino e boa ventilação e iluminação, segundo
Wnuk. "Colocamos blindex em cima da parte de alvenaria justamente para a quadra tenha excelente
ventilação e iluminação", revela.
Ainda de acordo com o diretor de
obras, as melhorias na escola não
param por aí. "No início deste ano
entregamos 12 novas salas de aula
na Etelvino e,agora,a instituição de
ensino vem passando por reforma
e ampliação",observa.
"Quando os alunos retornarem
do recesso,em meados de julho,eles
vão encontrar prontos na escola novos banheiros com vestiários, mais
duas salas de aula, prédio administrativo com salas dos professores e
diretores, biblioteca e uma nova
cantina. Tudo isso para garantir
mais conforto e qualidade nos estudos", acrescenta Wnuk. A construção da quadra,reforma e ampliação
da escola municipal Etelvino de
Souza Lima está sendo feita com recursos da própria prefeitura e deve
custar aos cofres públicos cerca de
R$ 1,8 milhão.
04
LEIA AGORA
TRANSPORTE
SANTA LUZIA, 13 A 20 DE JUNHO DE 2014
MOVE SÃO BENEDITO
Desde o último sábado (7), usuários do
transporte coletivo do distrito de São Benedito estão indo e voltando de Belo Horizonte
nos veículos BRT, que começaram a operar em
uma frota de 50 ônibus para o trajeto até BH.
Na primeira fase, estão sendo atendidos passageiros dos bairros Alto São Benedito, Palmital A e B, Três Corações, Conjunto Cristina A, B
e C e Nova Conquista, e os primeiros dias foram marcados por dúvidas. "Ainda está meio
confuso, mas acho que depois que as obras ficarem prontas na avenida Cristiano Machado
e na Antônio Carlos, vai melhorar", analisa Fábio Silva, morador do Palmital.
A Estação São Benedito é o ponto final do
BRT no Distrito; no Centro de BH, o final das linhas tem pontos na Avenida Santos Dumont
e na Rua Ceará (Hospitais).
De acordo com o presidente do grupo Rodap, Heloísio Silveira, que esteve na Estação
São Benedito acompanhando o início do funcionamento, o objetivo principal do Move é
reduzir o tempo de deslocamento, além de garantir mais conforto aos usuários. "Estamos
em fase inicial, com obras nos principais corredores até BH. Mas do São Benedito para a
capital, em vez de duas horas, o tempo de viagem será de 30 minutos", garante.
Tarifa Para circular no Move Metropolitano
sem pagar duas tarifas, o usuário que não tem
o cartão Ótimo recebe o dispositivo quando
vai pagar a passagem de R$3,50 em dinheiro.
"Depois, é só fazer a recarga de créditos", ressalta o gerente de tráfego Ronilson de Souza.
"Os cobradores estão explicando o funcionamento do novo sistema aos usuários e entregando o cartão àqueles que pegam o BRT no
caminho e vão pagar a passagem em dinheiro."
Na estação, os usuários podem adquirir o
cartão na bilheteria, pelo preço da passagem.
"Depois, se for pegar outro BRT, com destino
diferente, não paga nova tarifa", explica Ronilson. O mesmo ocorre quando o passageiro
desembarca do BRT na Estação e pega um dos
ônibus comuns voltando para casa. "O usuário tem uma hora e meia para fazer a integração sem pagar outra tarifa", ressalta um cobrador do BRT.
DAVID BACELAR
Sistema começa a funcionar com frota de 50 ônibus com destino a BH
Estação São Benedito é o ponto final do BRT no Distrito; em BH, o final das linhas tem pontos na Av. Santos Dumont e na Rua Ceará
Heloísio e Ronilson, da Rodap, acompanham o início da operação Fábio acredita que com o fim das obras o Move ficará mais rápido
06
LEIA AGORA
SANTA LUZIA, 13 A 20 DE JUNHO DE 2014
PERSONAGEM
LUZIENSE EM MALHAÇÃO
FOTOS ARQUIVO PESSOAL
No papel de João,
Guilherme Hamacek
estreia em julho na
tela da Globo
Luisa Santos
Jovem, talentoso e determinado. O luziense
Guilherme Hamacek, de 21 anos, promete
roubar a cena na nova temporada da novela
Malhação, da Rede Globo. Morador do bairro
Alto Bela Vista, na Parte Alta da cidade,
Guilherme vai dar vida a João, um personagem vidrado em games e que tem como pais
os atores Emanuelle Araújo e Mário Frias.
"João é muito introspectivo e eu tenho um
pouco dessa introspecção dele também",
revela Guilherme, que espera fazer uma boa
atuação ao lado da atriz Emanuelle Araújo."Ela
me colocou em uma posição superconfortável.
Pude desenvolver com ela uma relação verdadeira, afetiva. A gente tem que desenvolver
essa relação para que em Malhação passemos
isso",declara o jovem.
Toda essa determinação de Guilherme faz
parte da personalidade do ator desde menino,
como conta o pai, Ricardo Hamacek. "Ele sempre foi muito responsável, nunca me deu
problema na escola. Mesmo tendo perdido a
mãe Maria Cristina Silva Carvalho (Tina) quando tinha apenas dez meses e meio de vida,
Guilherme sempre se mostrou muito focado
em seus objetivos.Em meu papel de pai e mãe,
busquei dar muitas oportunidades para ele se
expressar,sentir a vida",conta.
Aos três anos de idade, Guilherme deu os
primeiros passos no Instituto Crescer. O jovem
também estudou no Colégio Maximus e formou o 2º grau no Sesi Santa Luzia. "Os professores sempre comentavam comigo que
Guilherme tinha um jeito legal, desembaraçado e que cumpria as atividades lúdicas com
muita facilidade",comenta o pai.
Quando Guilherme completou 9 anos,
durante uma conversa, Ricardo perguntou ao
filho se ele queria fazer parte de uma agência
de modelos. Objetivo,o garoto disse ao pai que
não. "Cinco anos depois, ou seja, com 14,
Guilherme mudou de ideia. Foi nessa fase
mais madura dele que o sonho de ser envolver
de vez com as artes começou",conta Ricardo.
Diante da vontade de Guilherme, o pai o
matriculou no Núcleo de Estudos Teatrais
(Net), em Belo Horizonte. "Depois, ele foi
para o Studio Cênico Rick Alves, também na
capital. No Rick Alves, o Guilherme começou
a se desenvolver melhor. Ele encenava e
também escrevia os textos das peças
teatrais", afirma Ricardo.
Após um longo período de esforço e dedicação no Rick Alves, o jovem fez curso de
modelo na Woll Agency, em Belo Horizonte,
onde conseguiu alavancar ainda mais a carreira ao fazer importantes comerciais, alguns
que ainda serão veiculados na mídia, como da
Drogaria Araújo,do Instituto Mário Penna e da
Caixa Econômica Federal.
"Com participação em todos esses comerciais, o Guilherme acabou se relacionado com
diretores e produtores do ramo. Num belo dia,
a Woll recebeu uma ligação do Rio. Era o pessoal da Globo pedindo para a agência indicar
algum jovem para fazer teste para a nova temporada de Malhação. Indicaram o Guilherme",
conta o pai.
Guilherme Hamacek estreia na tela da Globo em 7 de julho. Na foto, o ator ainda bebê ao lado da mãe Maria Cristina (Tina)
Com o apoio do pai Ricardo Hamacek, Guilherme é hoje uma das promessas da nova geração de atores da Globo
Guilherme fez o teste na Globo e em 15
de abril recebeu uma ligação da produção
de Malhação dizendo que ele tinha sido
selecionado para a próxima temporada da
novela."Quando ele contou que foi escolhido,
passou um filme em minha cabeça. Mas a
reação do Guilherme foi muito normal.
Vivemos a vida toda almejando isso aqui em
casa e estávamos confiantes, como sempre,
de que tudo ia dar certo",ressalta."Numa conversa com a mãe dele, ela me disse que as
profissões do futuro estavam nas artes ou
esportes.Não é que ela estava certa quanto ao
nosso filho?", acrescenta.
Com a oportunidade em Malhação,
Guilherme trancou a faculdade de jornalismo
em Belo Horizonte e se mudou para o Rio de
Janeiro. "A Globo deu toda estrutura para ele
“GUILHERME NÃO
DECORA OS TEXTOS, ELE LÊ
POUCO TEMPO ANTES DE
GRAVAR, CHEGA NA HORA
E GRAVA. ENTÃO,
COM ESSA DEDICAÇÃO E
JEITO PRA COISA ESPERO
QUE MEU FILHO ALCANCE
VÔOS BEM ALTOS”
■ RICARDO HAMACEK, pai de Guilherme
viver lá, apartamento, motorista, roupas, além
do salário, claro", observa Ricardo. "Agora é
torcer para que ele faça bem o que sabe fazer,
que é atuar. Guilherme não decora os textos,
ele lê pouco tempo antes de gravar, chega na
hora e grava. Então, com essa dedicação e jeito
pra coisa espero que meu filho alcance vôos
bem altos",diz o pai.
Se para Ricardo Hamacek, Guilherme tem
um futuro brilhante pela frente,para o próprio
jovem isso já é uma meta de vida. "Quero que
um dia a galera diga 'o Gulherme Hamacek é
um ator muito bom'. Como o Wagner Moura,
ele é muito inteligente e tem uma coisa que só
ele tem: ele é único! E eu quero ser único também",sonha o jovem.
(Com site da Malhação)
LEIA AGORA
SANTA LUZIA, 13 A 20 DE JUNHO DE 2014
DAVID BACELAR
08
COPA NO BRASIL
O PAPA E A COPA
QUARTO DA MODA
SANZIO FOTO E VÍDEO
Para esquentar o clima na semana dos namorados, o Quarto da Moda, localizado no bairro Morada do Rio, em parceria com a Cris Moda
Sexy, promoveu um coquetel de confraternização para as clientes na
noite de 6 de junho. A proprietária da Cris Moda Sexy, Christie Gomes,
expôs produtos de sex shop e fez uma demonstração de como usálos em momentos a dois. Ela também ensinou uma massagem às
mulheres para apimentar a relação com o parceiro. Na foto, a Pollyanna Resende do Quarto da Moda e Christian, da Cris Moda Sexy (centro) ladeadas pelas clientes Daiana Flores e Cristina Souza.
PARABÉNS, FÁTIMA!
Os 50 anos da luziense Fátima Regina Diniz Fernandes foram comemorados em grande estilo no Solar do Carmo, na noite de 31 de
maio. Cerca de 200 convidados compareceram à festa e puderam
degustar salgados, doces, bolo e bebidas, como cerveja, champanhe
e drinques, tudo preparado no capricho pela Festejar. O jantar especial ficou por conta de Isa e equipe. Fátima foi homenageada pelas
irmãs e sobrinhos, por Vicente Sandim e José Arcanjo, que tocaram
clarinete na abertura da festa, e por Maria Adélia Gonçalves. "Essa
festa foi a realização de um grande sonho. Agradeço a todos os amigos e parentes que estiveram presentes neste momento tão lindo e
marcante em minha vida", declara Fátima. Na foto, a aniversariante
com o marido José Mendes.
Em mensagem a torcedores, Santo padre diz
que ser “fominha” na vida é um obstáculo
VATICANO
Com metáforas futebolísticas e mensagens de diálogo, paz e respeito, o papa
Francisco gravou um recado
para os torcedores brasileiros e estrangeiros que
acompanharão a Copa do
Mundo. Em mensagem de
vídeo, o chefe da Igreja Católica diz que está esperançoso de que, além da festa
do esporte, o Mundial se
torne a “festa da solidariedade” entre os povos.
Para Francisco, o futebol
pode e deve ser uma escola
para a construção de uma
“cultura do encontro”, que
permita a paz e a harmonia
entre os povos.Ele comparou
o fair play do futebol ao bem
do grupo, e disse que para
vencer é necessário superar
o individualismo, o racismo
e a intolerância.
“Não é só no futebol que
ser 'fominha' constitui um
obstáculo para o bom resultado do time, pois, quando
somos 'fominhas' na vida,ignorando as pessoas que nos
rodeiam, toda a sociedade fica prejudicada”, comparou.
Em fevereiro, quando visitou o Vaticano, a presidenta
Dilma Rousseff convidou o
papa, assim como a vários
chefes de Estado, para assistir ao Mundial no Brasil. Como ele não virá, os dois combinaram que uma mensagem seria enviada aos torcedores, com pedidos de paz e
contra o preconceito, especialmente contra o racismo.
Sempre usando metáforas esportivas, o papa Francisco disse que construir
uma sociedade mais pacífica e fraterna não é fácil:
“Se, para uma pessoa melhorar, é preciso um 'treino'
grande e continuado,
quanto mais esforço deverá ser investido para alcançar o encontro e a paz entre
os indivíduos e entre os povos 'melhorados'. É preciso
treinar tanto...”, divagou.
“A última lição do esporte
proveitosa para a paz é a
honra devida entre os competidores”, completou Francisco, dizendo que o segredo
das vitórias no campo e na
vida é o respeito não só ao
companheiro, mas também
ao adversário. “Ninguém
vence sozinho, nem no campo, nem na vida”, afirmou.
Papa Francisco: torcida pela paz durante o Mundial
LEIA AGORA
SANTA LUZIA, 13 A 20 DE JUNHO DE 2014
GERAL
SALADA DIVULGAÇÃO
09
DELÍCIA
DE INVERNO
Sorveteria abre
temporada de
sorvetes quentes
na estação mais
fria do ano
Quem disse que sorvete não
combina com frio? Essa irresistível iguaria de origem italiana ganhou um cardápio todo especial
no inverno da Sorveteria Salada,
localizada no bairro São João Batista. Até o dia 30 deste mês,
quem comprar um produto da
promoção "Temporada de Sorve-
tes Quentes Dia dos Namorados",
com valores acima de R$30, ganha
um voucher para consumir, até a
mesma data, o prato Encontro Marcado. "O prato é composto de bolo
com deliciosa cobertura de chocolate
trufado quente, servido com sorvete
Salada sabor chocolate italiano, nozes e caramelo", explica a sócia-proprietária da sorveteria, Elis Regina
Silva Pinheiro.
A 11ª Temporada de Sorvetes
Quentes da Sorveteria Salada de
Santa Luzia traz quatro novos sabores de sorvetes: coco queimado,
whisky on the rocks,dolce pingado e
crocante salted que constrastam
com ingredientes quentes. "Nosso
Danielle Simões saboreou o prato Alegria, servido por Elis Regina
cardápio este ano tem nove deliciosas opções de pratos que combinam
o sorvete frio com ingredientes
quentes. Esses pratos são feitos na
hora, com frutas frescas, tudo com
muito capricho e rigoroso critério de
higiene",ressalta Elis.
Ela conta que o prato que mais está fazendo sucesso neste inverno é o
Alegria,que é o bolo quente de nozes
servido com mesclas de frutas vermelhas, sorvete Salada de creme e
morangos frescos. A enfermeira Danielle Simões, de 29 anos, experimentou o Alegria na sorveteria e
aprovou o prato. "Uma delícia e ótima opção para quem não dispensa
essa sobremesa em nenhuma estação do ano",avalia.
Além dos pratos quentes, a Sala-
da tem 52 opções de sabores de
sorvetes e uma extensa carta
de cafés. Ao todo,são 20 opções.
Outro prato que merece destaque é o Açaí do Chef. "Esse é
composto de açaí quente, servido com bananas caramelizadas
e chantilly", conta Elis. "Temos
muitos outros pratos maravilhosos,como o Açaí dos Deuses,
shakes deliciosos, enfim, todos
os luzienses estão convidados
para participar e se encantar
na nossa 11ª Temporada de Sorvetes Quentes", afirma.
PARA SABER MAIS
A Sorveteria Salada fica na rua São
Sebastião, 78, bairro São João Batista (em frente ao BH). A loja fica
aberta diariamente, das 10h às 21h,
e aceita cartões de crédito e débito.
Informações: (31) 3641-5072.
10
LEIA AGORA
MÚSICA
SANTA LUZIA, 13 A 20 DE JUNHO DE 2014
FOTOS LEIA AGORA
SEU RIBEIRO
Morador do Cristina, compositor conquista
público e crítica com narrativas musicais
Diego, Wemerson e André: ritmo embalando sonhos de consumo
FUNK OSTENTAÇÃO
Jovens da cidade apostam na música
para mudar de vida e realizar sonhos
Mais do que exaltar seus sonhos de consumo, jovens adeptos do chamado "funk ostentação" fazem da música um meio
de conquistar espaço na sociedade, sem abrir mão dos valores e
estilos próprios das comunidades em que vivem. Como uma cidade periférica, Santa Luzia também tem inúmeros representantes do funk ostentação, como o
MC Menor Boladão, de 21 anos,
que, ao lado dos parceiros MC
Andrezinho D.A. (Das Antenas) e
Diego de Paula, de 17 anos, está
investindo no ritmo para seguir
carreira na música.
Morador do bairro Petrópolis,
Wemerson Alexandre Costa
Reis, o Menor Boladão, começou
a compor há um ano e já produziu e gravou quatro músicas,
com recursos próprios e o apoio
da mãe. "As músicas são divulgadas na internet e nos encontros
de MC's", diz o cantor, que está
preparando o primeiro show,
ainda sem data definida, con-
tando com apoio do amigo Diego, responsável pela produção e
divulgação dos trabalhos.
Fã dos MC's Guime, de São
Paulo, Pardal, de BH, e Felipe Denis, de Santa Luzia, Wemerson
esclarece que o funk ostentação
não se limita a exaltar o consumismo. "É aventura, curtição,
músicas que falam do que é
bom, dos sonhos que a gente pode realizar com o trabalho e da
condição que se pode alcançar
através da música."
Como muitos jovens da região,
Wemerson conheceu o mundo
das drogas e da criminalidade.
"Vi que não é por aí, que toda escolha tem consequencias e optei
pela música", diz ele, que incentiva os amigos a seguirem o mesmo caminho. "Eu não gostava
muito de cantar, aí, depois de um
tempo, reencontrei o Menor, que
me incentivou e juntos gravamos uma das minhas composições", conta André morador do
Cristina B.
Livre de rótulos, mas com o
"tempero caseiro" da música regional na essência do seu repertório, o compositor Seu Ribeiro, morador do Conjunto
Cristina, se consolida entre as
grandes revelações contemporâneas da música popular com
uma trajetória marcada pela
crescente acolhida de público e
crítica. "Transito bem entre os
violeiros caipiras, os sambistas
e roqueiros. Gosto de ter essa liberdade", ressalta Seu Ribeiro,
que nasceu em Belo Horizonte
e vive há quase três décadas em
Santa Luzia.
A carreira teve início de forma
despretensiosa, de acordo com o
artista, que em 1999 gravou dez
músicas para o CD Fé Brasil. "A
música me veio de berço, uma
vez que ascendo de uma família
dedicada ao ofício da cantoria.
Mas comecei a atuar profissionalmente meio que por acaso.
Gravei o Fé Brasil, por insistência de um amigo, e as coisas começaram a acontecer, de modo
que já celebro 15 anos de carreira", diz Seu Ribeiro, destacando
o apoio do compositor Klinger
Teodoro.
O talento de Seu Ribeiro tem
sido celebrado também nas
atuações do músico ao lado de
nomes como Rolando Boldrin,
Saulo Laranjeira, Elomar e Xangai, entre outros. Em suas músicas, Seu Ribeiro gosta de narrar
histórias, reais e imaginárias.
"Se o caso se passa na roça,ou na
cidade, me inspiro nos elementos para compor as cenas. Talvez
eu tenha desenvolvido essa preferência por ter passado minha
infância ouvindo causos em vol-
Com canções regionais, Seu Ribeiro é revelação da música brasileira
ta de fogueiras e fogões a lenha,
próximo ao distrito de São Benedito, ainda, naquela época, com
ares de zona rural", recorda.
Para conhecer o trabalho de
Seu Ribeiro sem sair da cidade, o
melhor caminho é a internet.
"Raramente me apresento em
bares, prefiro teatros e eventos,
até por que minha música exige
um pouco de atenção e envolvimento", explica. "Infelizmente, a
cidade ainda não conseguiu formular um calendário de eventos
de maneira que artistas e publico possam se comunicar", afir-
ma o músico, que foi convidado
para participar do Festival de Inverno que acontece em agosto
na cidade. "Será uma boa oportunidade de apresentar ao publico nosso novo trabalho. Fora
isso, estou sempre na Serra do
Cipó, onde atuo com mais frequência", afirma.
PARA SABER MAIS
Interessados em conhecer o trabalho de
Seu Ribeiro podem acompanhar o artista
no Facebook: www.facebook.com/seuribeiro ou entrar em contato pelo e-mail:
[email protected]
LEIA AGORA
ACONTECE
SANTA LUZIA, 13 A 20 DE JUNHO DE 2014
FESTA JUNINA
Escolas municipais promovem
tradicionais quadrilhas em
clima de Copa do Mundo
As cores da bandeira do
Brasil ganharam espaço na
tradicional Festa Junina
das escolas municipais
Dagmar Barbosa, no Frimisa, e Modestino Gonçalves,
no Centro Histórico. Com o
tema Copa do Mundo, as
duas instituições de ensino
abusaram da criatividade
para atrair a comunidade
escolar para as festanças.
Ornamentações, vestimentas e outros detalhes
em verde, amarelo, azul e
branco encheram os olhos
de pais e alunos, que viveram momentos de muita
alegria e descontração ao
assistirem diversos números artísticos, como a tradicional quadrilha. Eles também puderam degustar delícias típicas da época, como caldos, canjica, pipoca,
entre outras.
"Tudo foi preparado com
muito carinho por todas
nós, funcionárias da escola.
Nossa festa junina foi um
verdadeiro sucesso porque
os alunos puderam participar do tradicional evento,
já entrando no clima da Copa do Mundo", destaca Kate Souto, diretora da escola
Dagmar Barbosa, que realizou o evento em 7 de junho.
Quem inovou quanto ao
local do evento foi a escola
Modestino Gonçalves. Este
ano a festa junina ocorreu
no espaço de eventos da
Igreja do Rosário, em 31 de
maio. "Houve participação
efetiva das famílias, comidas típicas e apresentações
de danças sertanejas", destaca Eulira Diniz, diretora da
escola.
As escolas municipais
Santa Luzia, no Nossa Senhora das Graças, e Dulce
Viana, no Bonanza, também realizaram a festa em
7 de junho. Na escola Dulce
Viana a abertura do evento ficou por conta do grupo
de quadrilha Sol Nascente.
Já na escola Santa Luzia,
destaque para a coroação
do reio do amendoim e da
FOTOS DIVULGAÇÃO
11
FESTIVAL CULTURAL
Alunos da E. M. Santa Luzia dançando quadrilha
Acompanhado pela banda Nuca Preta e com participações especiais
dos rappers Dokttor Bhu e Shabê, Tom Nascimento se apresenta com
a turnê "Funk-se Rock-se" durante o Festival Cultural e Artístico de
Inverno de Santa Luzia, que será realizado em 27 de junho, às 20h, no
calçadão da Praça Getúlio Vargas (em frente à Estaçãozinha). O show
de Tom Nascimento traz músicas autorais e "releituras radicais",
como o próprio músico prefere chamar, que é o caso do clássico Cadê
Você, de Odair José, e Mama África, de Chico César, que inclusive participou da gravação do CD. O festival gratuito está sendo promovido
pela Secretaria Municipal de Cultura e Turismo com patrocínio da
Ical, através da Lei Estadual de Incentivo à Cultura.
Estudantes da Modestino Gonçalves em ritmo de Copa
FESTA DO DIVINO
Apresentação de quadrilha da escola da Dagmar
rainha da pipoca e de toda
realeza (príncipes e princesas), além de jogos e
brincadeiras.
"Gostaríamos de agradecer a toda comunidade
escolar pelo apoio, cooperação e empenho. Nossa
escola trilha um caminho
de muita união com alunos, pais e funcionários
em prol de uma instituição de ensino cada vez
melhor e com mais qualidade", ressalta a diretora
Rosana Rocha.
Missa celebrada por padre Vicente Menezes e procissão da corte com
a presença do imperador e da imperatriz marcaram a comemoração
da tradicional Festa do Divino, em Pinhões, em 8 de junho. Centenas
de moradores e visitantes se reuniram na Igreja de Nossa Senhora do
Rosário para comemorar a descida do Espírito Santo sobre os 12 apóstolos. Após a chegada da procissão ao adro da igreja, o grupo Moçambique de Conceição de Itaguá e Catopé Masculino de Brumadinho;
Congados de Sabará e de Raposos; e grupo de congado Divino Espírito Santo formado por mulheres e criado em 8 de junho por Marlon Lima fizeram apresentações. Em seguida, moradores e visitantes participaram de um almoço festivo a R$5, na quadra de Pinhões. Toda renda do evento será destinada à Igreja de Nossa Senhora do Rosário.
12
LEIA AGORA
SANTA LUZIA, 13 A 20 DE JUNHO DE 2014
GERAL
CRÔNICA DE UMA CIDADE
ROBERTO ELÍSIO DE CASTRO SILVA
[email protected]
Saudade e poesia de mãos dadas
Na última semana, recebi uma carta cujo teor
me remeteu ao cenário humano da infância. Ao
mesmo tempo, reforçou-me a convicção quanto à
tendência irresistível dos luzienses para o cultivo
dos valores do espírito e dos sentimentos marcados por indisfarçável romantismo. Essa herança
cultural, literária e com certa pitada de um estilo
existencial inatamente boêmio, vem de longe. A
personalidade daqueles que tiveram a ventura de
chegar ao mundo a partir deste nosso pequeno
pedaço de Brasil, ou que passando a aqui a morar
se incorporaram ao seu peculiar perfil de vida, tem
essa característica: a de caminhar no tempo sem
perder a fidelidade à origem geográfica ou adotada, apesar de todo avanço de uma modernidade
muitas vezes sufocante e cruel. O luziense nato ou
optante insiste em manter acesa no fundo da alma
a chama do lirismo. Em Santa Luzia, gloriosamente, ainda se consegue quase o milagre de a
saudade e a poesia continuarem passeando de
mãos dadas.
A carta tem como remetente a professora
Regina Célia Giovannini Almeida, nascida e sempre residente no Bairro da Ponte Grande, filha dos
estimados luzienses Conceição Gabrich Giovannini
e João Carlos Giovannini, o inesquecível Nhonhô
Padeiro, vereador por vários mandatos, presidente
da Câmara Municipal e de cujo idealismo nasceu o
sonho que se transformou em realidade com a criação, na distante década de 1950, do Ginásio "Santa
Luzia", marco na história do ensino de segundo
grau na cidade, onde, por sinal, a autora da carta
trabalhou durante 21 anos. Já então, o educandário
passara à sua denominação atual: Escola Estadual
"Geraldo Teixeira da Costa". Nhonhô foi um dos
maiores amigos de meu pai, o farmacêutico
Antônio de Castro Silva, a quem a cidade atribuía o
carinhoso tratamento de Castrinho. Nhonhô subia
da Ponte todas as manhãs, dirigindo pequena carroça-depósito lotada de pães e puxada por um
incansável burro cinza amarronzado, para abastecer os habitantes da parte alta da cidade dos apreciados alimentos produzidos ao longo da madrugada em sua padaria. Nossa casa, à qual a farmácia de meu pai funcionava anexa, no início da
subida da Rua Direita, era o único ponto de parada
diária mais demorada daquele antigo meio de
transporte. Aglomerávamos logo em volta da "car-
rocinha de pão", onde se lia o anúncio da grande
novidade para a época: "Padaria Santa Luzia - A
única movida a eletricidade". Nhonhô e meu pai se
assentavam num tosco banco de madeira à entrada da farmácia para o fraternal bate-papo de todas
as manhãs.
Na delicadeza da carta que, obviamente, também a remete ao cenário humano da infância,
Regina Célia se refere a este histórico vínculo
familiar: "Roberto, minha família sempre foi muito
ligada à sua. Me lembro, com carinho, do seu pai,
Castrinho, vindo à minha casa, chamado por
minha mãe e meu pai, para examinar algum
irmão (13, no total) adoentado. Ele era o nosso
médico querido e dele nunca esqueceremos.
Infelizmente, hoje em dia, não temos mais tanta
dedicação e tamanha amizade". Tomo a liberdade
de abrir parênteses na carta de Regina para acrescentar uma outra informação a essa ligação quase
secular de nossas famílias: no saudoso Ginásio
"Santa Luzia", fomos da primeira turma (a fundadora) eu , meu saudoso irmão Antônio, e nada
menos do que quatro irmãos dela: Carlos, Vicente,
Toninho e Imelda.

Documentos relacionados

memória - Leia Agora

memória - Leia Agora Municipal Gervásio Lara e de ver o campo do Monte Castelo, um espaço tradicional de esporte, lazer e convivência, desativado por descaso do poder público, a população do distrito só tem uma saída: ...

Leia mais

o que v ocê a chou do calçadão cultural na praça

o que v ocê a chou do calçadão cultural na praça REPORTAGEM: GISELLE ARAUJO E LUISA SANTOS CRONISTA: ROBERTO ELÍSIO CONTATOS COM REDAÇÃO

Leia mais