bs marisol sangrado

Сomentários

Transcrição

bs marisol sangrado
APRESENTAÇÃO
Mensagem do Presidente
A Marisol
Muita História Para Contar
Sobre o Balanço Social 2006
03
04
06
08
A EMPRESA
Código de Ética
Missão, Visão e Princípios
Sistema de Gestão Marisol
Política Integrada da Qualidade e Ambiental
Reconhecimento
09
10
10
11
12
ATIVIDADE EMPRESARIAL
Indicadores econômicos - Crescer, brilhar, surpreender
13
Indicadores sociais
Público interno - Gente é feita para brilhar
Consumidores e clientes - Criatividade e excelência
Fornecedores - Responsabilidade de todos
Comunidade - Por um futuro melhor para todos
Governo e sociedade - Papel social
22
26
28
32
Indicadores de desempenho ambiental - Respeito à natureza
34
15
ANEXOS
Demonstrativo do Balanço Social Modelo Ibase
Créditos
Informações corporativas
38
39
39
Mensagem do Presidente
É com muita satisfação que apresentamos o Balanço Social Marisol 2006, publicação
que reúne informações sobre as práticas de responsabilidade social que a empresa
desenvolve, interna e externamente, nos estados de Santa Catarina, Ceará e Rio Grande do
Sul, onde mantém suas unidades produtivas.
Este ano nosso Balanço Social está diferente. Com o objetivo de dar ainda mais
transparência às nossas atividades, aceitamos o desafio de produzir um relatório mais
completo, que expõe nossas ações nas áreas econômica, social e ambiental.
Nossa responsabilidade social começa dentro de casa, onde exercitamos crenças e
valores sólidos, firmados em nosso Código de Ética, e temos como prioridade buscar o bemestar da Família Marisol. Em 2006, foram investidos quase R$16 milhões em benefícios
diretos para os nossos colaboradores. Também aplicamos R$2,3 milhões no desenvolvimento
das comunidades onde estamos inseridos e investimos no relacionamento respeitoso com
acionistas, clientes, consumidores, fornecedores e com a sociedade como um todo. Nesta
publicação ainda é possível perceber que a Marisol também tem uma forte atuação na
preservação ambiental.
Na área econômica, em 2006, a Marisol alcançou resultados positivos apesar das
dificuldades enfrentadas pelos setores de confecção e calçados, que resultou uma queda de
5% no segmento do vestuário como um todo, em relação ao ano anterior. Com o
envolvimento, dedicação e comprometimento dos nossos colaboradores, a Marisol conseguiu
crescer 3,4%.
Vivemos um momento especial, em que a empresa está empenhada em se posicionar
como reconhecida gestora de marcas e de canais de distribuição no setor do vestuário,
amplia sua presença no exterior e reafirma a responsabilidade social como uma de suas
características.
Boa leitura!
Vicente Donini
Diretor-Presidente
03
SC
CE
Pacatuba - CE
Jaraguá do Sul - SC
Benedito Novo - SC
Corupá - SC
Massaranduba - SC
A Marisol
A empresa possui 6.344* colaboradores
diretos e capacidade instalada para produzir 25
A Marisol é uma das maiores indústrias do
milhões de peças de roupas, 3,2 milhões de pares de
vestuário do Brasil e líder no segmento de
calçados e 3,5 milhões de pares de meias por ano. A
confecção infantil no mercado brasileiro. A empresa
produção das unidades industriais de Santa Catarina
mantém três parques fabris, contemplando nove
unidades industriais: cinco em Santa Catarina
é focada no segmento infantil, enquanto a unidade
(Jaraguá do Sul, Benedito Novo, Corupá,
do Ceará produz para os segmentos jovens e adultos,
Massaranduba, Schroeder), uma no Ceará
e as unidades do Rio Grande do Sul são responsáveis
(Pacatuba) e três no Rio Grande do Sul (Novo
pela produção de calçados, predominantemente
Hamburgo, Terra de Areia e Santo Antônio da
para o segmento infantil.
Patrulha). Suas unidades industriais ocupam uma
área total de 699.130,54 m2, sendo 148.786,68m2
de área construída.
04
RS
Novo Hamburgo - RS
Para
reforçar
sua
estratégia
de
internacionalização, a Marisol produz coleções
compatíveis com as tendências mundiais, investe em lojas
exclusivas no exterior, e possui subsidiárias na Itália e no
México. Em 2006, a empresa fortaleceu sua presença no
varejo brasileiro de roupas ao inaugurar a Rede de Valor
One Store, que já possui 12 lojas.
* A diferença entre quantidade de colaboradores indicada no quadro do
A Marisol também desponta como uma
Balanço Social Ibase (6.329) e no texto (6.344) justifica-se pela existência
notável gestora de marcas - Marisol, Lilica Ripilica,
de colaboradores que atuam em diferentes unidades industriais e
Tigor T. Tigre, Worghon, Pakalolo, Mineral, Sais e
possuem mais de uma folha de pagamento. Mantém-se esta duplicidade
Rosa Chá - que são comercializadas em cerca de 15
para cálculo de salário médio líquido por unidade.
mil pontos de vendas multimarcas e 152 franquias. As
lojas franqueadas, que utilizam os nomes fantasia
Lilica&Tigor e Rosa Chá, estão presentes em sete
países e são coordenadas pela Marisol Franchising
Ltda.
05
Muita história para contar.
A Marisol foi fundada em Jaraguá do Sul (SC), no dia
22 de maio de 1964, pelo empreendedor Pedro Donini. Nos
últimos 40 anos, a pequena fábrica de chapéus de praia, que
teve seu nome inspirado nas palavras mar e sol, culminou
numa renomada indústria do vestuário do Brasil. Conheça um
pouco da evolução da marca, da conquista de novos
70
mercados e da história de oportunidade, ousadia e
determinação da Marisol.
1975: Instala um novo parque fabril, com 5.000 m2 de
área construída, na Rua Bernardo Dornbusch, em
Jaraguá do Sul/SC.
1978: Inaugura a Unidade de Confecção em
Corupá/SC .
1979: Inaugura a Unidade de Confecção de
Massaranduba/SC. Adquire o controle acionário da
Marquardt Indústria de Malhas Ltda., que foi
incorporada em 1984.
60
1964: A Marisol inicia suas atividades produzindo
chapéus de praia com fibras naturais e sintéticas em
Jaraguá do Sul/SC.
80
1968: A empresa começa a diversificar suas
atividades com a incorporação da Tricotagem e
1984: Inaugura a Unidade de Confecção de
Malharia Jaraguá Ltda.
Schroeder/SC.
1986: Lança a marca Criativa, destinada ao público
feminino adulto. Inaugura a Unidade de Confecção
de Benedito Novo/SC.
06
2000
2000: Constitui a Marisol Franchising Ltda., que
90
opera a rede de franquias Lilica & Tigor. Adquire as
empresas Calçados Frasul Ltda. e Babysul Calçados
1991/1993: Novas marcas são lançadas: Lilica Ripilica
Ltda., de Novo Hamburgo e Terra de Areia/RS,
(1991), para o público feminino infantil e Tigor T. Tigre
ingressando no setor de calçados. É eleita a
(1993), voltado ao público masculino infantil.
empresa do século de Santa Catarina pela revista
1994: Lança o Programa de Participação dos
Empreendedor.
Colaboradores nos Resultados da Empresa.
2001: Constitui a Marisol Calçados Ltda., que
1995: Adquire a Maju Indústria Têxtil Ltda., que foi
incorpora as empresas Frasul e Babysul, e inaugura
incorporada em 2000. Conclui o 1º Projeto Integrado de
seu novo parque fabril em Novo Hamburgo/RS.
Modernização do Parque Fabril. Constitui a Marisol
Lança a marca Mineral. Diversifica seu portfólio de
Argentina S.A., sediada em Buenos Aires e desativada
produtos com a implementação da Unidade de
em 2003. Lança a marca Stone Soup, direcionado ao
Negócios Meias. Obtém a certificação ISO 14001.
público masculino adulto.
2002: Lança o Programa Visibilidade. Implanta a
1996: Constituiu a Marisol Seguridade Social, programa
Academia do Varejo Marisol.
de previdência privada.
2005: Adquire e relança a marca Pakalolo.
1997: Inaugura a Mega Store Marisol, em Jaraguá do Sul,
Estabelece subsidiárias no exterior - Marisol
oferecendo aos consumidores produtos de todas as
Europe SRL e Marisol México S.A.
marcas da Marisol.
2006: A Marisol firma parceria com o destacado
estilista Amir Slama, criando a empresa Rosa Chá
1998: Constitui a Marisol Nordeste S.A., em
Studio Ltda., responsável pela gestão das marcas
Pacatuba/CE, nova unidade de negócios do segmento do
Rosa Chá e Sais. A empresa também inaugura a
vestuário, que inaugurou seu parque fabril em 1999.
Rede de Valor One Store.
1999: Obtém a certificação ISO 9001.
07
Sobre o Balanço Social 2006
Desde sua fundação em 1964, a Marisol realiza ações sociais com o objetivo de
beneficiar seus colaboradores e a comunidade das regiões onde está presente.
A empresa também se preocupa em prestar contas destas ações e foi uma das
empresas pioneiras, em Santa Catarina, na publicação de Balanços Sociais. A
experiência acumulada desde 1995, fez com que a empresa tomasse a decisão de
mudar, inovar, fazer sempre mais do que já foi feito.
Dentro de um compromisso de evolução permanente, a partir deste ano, a
Marisol passa a usar o Modelo Ethos, que inclui o demonstrativo de Balanço Social no
Modelo Ibase e é baseado nos princípios de relevância, veracidade, comparatibilidade,
regularidade, verificabilidade e clareza.
No Balanço Social Marisol 2006 é possível conhecer os projetos de
responsabilidade social da empresa e saber como ela se relaciona com seus acionistas,
colaboradores, fornecedores, consumidores e clientes, comunidade, governo e
sociedade, e com o meio ambiente.
Para a produção do Balanço Social 2006, a Marisol criou um Grupo de
Facilitadores, formado por colaboradores de diversas áreas da empresa, como
controladoria, recursos humanos, gestão da qualidade, compras, call center,
marketing e manutenção. Além dos profissionais que atuam na Marisol Indústria do
Vestuário Ltda., em Jaraguá do Sul (SC) e Novo Hamburgo (RS), também foram
envolvidos colaboradores da Marisol Indústria Têxtil Ltda., de Pacatuba (CE). Mais de
20 pessoas foram responsáveis pelo levantamento dos indicadores quantitativos e
qualitativos.
Como esta é a primeira vez que a Marisol publica os indicadores recomendados
pelo Instituto Ethos, organização não-governamental que sensibiliza as empresas a
gerir seus negócios de forma socialmente responsável, foi preciso fazer adaptações. A
proposta inicial era apresentar os indicadores dos últimos três anos, mas em alguns
casos o acompanhamento não cobre este período, tendo início apenas em 2006.
A consolidação dos dados de forma corporativa, somando os indicadores das
unidades de Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Ceará, representou um desafio e
também uma oportunidade de promover uma maior interação entre as unidades
industriais.
08
Código de Ética
Campanha de comunicação - Código de Ética
O Código de Ética Marisol, lançado em 2005, consolida os princípios a serem
seguidos por todos que direta ou indiretamente se envolvem no dia-a-dia da
empresa. Com o objetivo de divulgar o Código e motivar o diálogo com os
colaboradores de todas as unidades da empresa, a Marisol realizou três campanhas
de comunicação em 2006. Também foram promovidas palestras sobre temas
relacionados ao Código de Ética e disponibilizados canais formais de comunicação
com os colaboradores e demais interessados, como e-mail específico, formulário e
urnas para o recebimento de manifestações.
Todas as manifestações recebidas são analisadas pelos Comitês de Ética existentes em cada
uma das empresas e, sempre que possível, são respondidas diretamente ao interessado. Em 2006, nos
três parques fabris, foram recebidas 578 manifestações, das quais 504 foram resolvidas, 24 arquivadas
e 50 ficaram pendentes para 2007.
O Código de Ética Marisol é entregue para todos os novos colaboradores durante o processo de
integração, distribuído para os diversos públicos com as quais a Marisol se relaciona e está disponível no
site da empresa (www.marisolsa.com.br). O documento foi considerado um dos melhores do Brasil na
1ª Pesquisa sobre Código de Ética Corporativo, realizada pelo Instituto Brasileiro de Ética nos Negócios,
em 2006.
09
Missão, Visão e Princípios
Missão
Visão
Vestir o corpo e a alma das pessoas
Encantar clientes e consumidores no segmento do vestuário
Princípios
Transparência e foco em resultados
Gestão participativa e comprometimento
Prontidão às mudanças
Satisfação do cliente
Atualização tecnológica e competitiva
Cooperação com fornecedores
Desenvolvimento da comunidade
Respeito ao meio ambiente
Sistema de Gestão Marisol
A Marisol entende que todos os seus colaboradores são agentes de transformação, com um
potencial a ser desenvolvido. Com essa percepção, a empresa possui um Sistema de Gestão Participativa,
que possibilita que seus colaboradores contribuam com as decisões e rumos da empresa. Em todas as
unidades da Marisol, em 2006 foram implantadas 303 inovações e/ou melhorias sugeridas por
colaboradores, quantidade 20% superior a 2005. E a empresa possui 1.004 representantes em comitês de
gestão ou de decisões estratégicas, 175 a mais que o ano anterior.
O Sistema é operacionalizado por meio de comitês que se reúnem mensalmente para tomada de
decisão sobre Recursos Humanos, Marketing, Produto, Compras Industriais, Recreativa, Assuntos Contábeis
e Financeiros, Otimização de Processos, Gestão da Qualidade, Especificações Operacionais, Prevenção de
Acidentes, Sistemas Administrativos, Produtividade, Ética, Manutenção, Conservação de Energia e Meio
Ambiente, Inovação Tecnológica e Logística. Ao todo são 19 comitês em Santa Catarina, oito no Ceará e
nove no Rio Grande do Sul. As idéias e sugestões dos comitês são analisadas e referendadas por Comitês
Executivos, presentes em cada parque fabril.
Além dos Comitês, a Marisol possui ainda:
Núcleo de Análise de Valor;
Controle de Qualidade Total (TQC), envolvendo Gerenciamento pelas Diretrizes, Círculos de
Controle da Qualidade (CCQ), Gerenciamento da Rotina e Programa SOL (Segurança,
Organização e Limpeza);
Grupos de Gestão do Clima Organizacional;
Grupo de Planejamento Estratégico.
Em 2006, os Círculos de Controle da Qualidade (CCQ), ferramenta de gestão participativa presente
no parque fabril de Santa Catarina desde 1990, passaram a ser utilizados também no Rio Grande do Sul, que
já possui 18 grupos em funcionamento. Em Santa Catarina existem 51 grupos, que implantaram mais de 170
projetos em 2006. Já o Ceará optou por revitalizar, no mesmo ano, o PIM - Programa de Implantação de
Melhorias. A iniciativa mostrou resultados, pois o PIM já teve 20 de suas sugestões de inovação aprovadas e
implementadas.
10
Política Integrada da
Qualidade e Ambiental
Para manter seu compromisso de garantir a satisfação total dos clientes, a Marisol segue a Política
Integrada da Qualidade e Ambiental, que diz: “A Marisol é uma empresa do setor do vestuário. Nosso
compromisso é o de garantir a satisfação total dos nossos clientes, fornecendo produtos e serviços com
elevado padrão de qualidade, a preços justos, utilizando racionalmente os recursos naturais e
gerenciando, em toda sua extensão, os processos produtivos para neutralizar todo e qualquer impacto
ambiental”, adotando os seguintes princípios de gestão:
Promover a melhoria contínua dos processos, produtos e da preservação ambiental,
aperfeiçoando as práticas de controle e do uso racional dos recursos naturais;
Cumprir a legislação ambiental e outros requisitos técnicos aplicáveis;
Investir continuamente no desenvolvimento das pessoas e dos recursos produtivos, reduzindo
perdas, desperdícios e minimizando impactos ambientais com ênfase aos efluentes líquidos e
resíduos sólidos;
Estabelecer relação de colaboração com fornecedores que contemple o aperfeiçoamento da
qualidade dos produtos e serviços;
Atuar de forma conjunta com o poder público e sociedade civil nas decisões e ações
relacionadas com a proteção do meio ambiente;
Manter canal de comunicação com os clientes, fornecedores, prestadores de serviços, órgãos
públicos, comunidade e colaboradores, visando a melhoria da Qualidade e Ambiental.
Dentro de seu compromisso com as melhores práticas de gestão e com o investimento contínuo em
meios de produção e inovação tecnológica, a Marisol mantém importantes certificações:
ISO 9001 - Qualidade - Certificação em 1998 (versão 1994) e re-certificação em 2002 (versão 2000)
e 2006 em Santa Catarina .
ISO 14001 - Ambiental - Certificação em 2001 e a re-certificação em 2006 - Parque Fabril de Jaraguá
do Sul (SC).
11
Reconhecimento
Ao longo de sua trajetória, a Marisol conquistou muitos prêmios por suas ações em
qualidade, responsabilidade social, respeito ao meio ambiente e no relacionamento com o cliente.
O reconhecimento não só orgulha a empresa, como estimula a busca contínua da excelência. Em
CE
Marisol - Ceará
SC
Marisol
2006, a empresa:
•
Conquistou, com as marcas Lilica Ripilica & Tigor T. Tigre, o Prêmio de Melhor Stand
da 61ª FIMI - Feira Internacional de Moda Infantil, na Espanha.
•
Recebeu o Troféu Orgulho Catarinense - TV Cultura Agitos Mil.
•
Conquistou pela 17ª vez o Prêmio Mérito Lojista - Confederação Nacional dos
Dirigentes Lojistas (CNDL) - Categoria Moda, segmento Confecção Infantil.
•
Conquistou, pelo terceiro ano consecutivo, o Prêmio Consumidor Moderno de
Excelência em Serviços ao Cliente - Categoria Moda.
•
Foi eleita, pelo voto popular, como Empresa do Ano - Prêmio Consumidor Moderno de
Excelência em Serviços ao Cliente.
•
Conquistou o Prêmio Mérito Lojista da Bahia na Categoria Moda, segmento
Confecção Infantil.
•
Recebeu o Prêmio Catarinense das Melhores Práticas de Estágio, conferido pelo
Instituto Euvaldo Lodi de Santa Catarina - IEL/SC.
•
Foi destaque na 3ª Pesquisa de Responsabilidade Social Empresarial da Região Sul Editora Expressão - Quesitos Valores, Transparência e Governança.
•
Foi apontada como uma das 500 Maiores Empresas da Região Sul - Revista Amanhã e
PricewaterhouseCoopers.
•
Recebeu o Prêmio Mérito Lojista do Rio Grande do Sul - Categoria Moda, Segmento
Confecção Infantil - Federação das Câmaras de Dirigentes e Lojistas do Rio Grande
do Sul.
•
Figurou no Guia Exame Você S/A como uma das 150 Melhores Empresas para se
Trabalhar no Brasil.
•
Conquistou o 1º lugar na Categoria Grande Empresa do Prêmio SESI Qualidade no
Trabalho 2006 - Fase Estadual - CE.
•
Recebeu o Prêmio IMIC 2006 - Melhor Empresa do Estado do Ceará - Segmento Têxtil e
Vestuário, concedido pela Fundação Instituto Miguel Calmon de Estudos Sociais e
Econômicos.
•
Conquistou o Prêmio Delmiro Gouveia - 1º lugar em Desempenho EconômicoFinanceiro, e Contabilista Premiada Eulizângela Barbosa - Bolsa de Valores de São
Paulo (Bovespa) e jornal O Povo.
•
Recebeu o Prêmio Portas Abertas - Governo do Estado do Ceará.
12
INDICADORES
ECONÔMICOS
Crescer, brilhar, surpreender
Empresa de capital aberto, com sede e principal parque fabril em Jaraguá do Sul (SC), a Marisol
acredita que, mais do que acompanhar as transformações do mercado, é preciso antecipar algumas delas.
Neste contexto, a Marisol desenvolve com muita responsabilidade seu crescimento perante o competitivo
mercado da moda.
Delineada pelo seu planejamento estratégico, a empresa trabalha em diferentes áreas do segmento
do vestuário, sendo o seu foco a gestão de marcas e canais de distribuição. A criação da Marisol Franchising
Ltda., em 2000; a implantação da rede de franquias Lilica&Tigor; a aquisição da marca Pakalolo; a associação
com a Rosa Chá e a concepção da Rede de Valor One Store, em 2006, estão entre essas iniciativas.
O investimento permanente em tecnologia garante elevada produtividade dentro dos mais rigorosos
padrões industriais. Em 2006, foram investidos R$9,7 milhões (48,3%) na modernização dos parques fabris
com a aquisição de máquinas e equipamentos, R$6,9 milhões (34,3%) na expansão de áreas físicas, R$1,6
milhões (8%) na modernização da tecnologia da informação e R$1,9 milhões (9,4%) em itens diversos, num
total de R$20,1 milhões. A receita operacional bruta consolidada foi de R$439,4 milhões.
13
GERAÇÃO E DISTRIBUIÇÃO DE RIQUEZA
Ao analisar os indicadores
Geração de riqueza
2005
(R$ mil)
2006
(R$ mil)
quantitativos percebem-se
(A) Receita Bruta
425.216
439.450
(B) Bens e Serviços adquiridos de terceiros
271.484
251.869
(C) Valor adicionado bruto (A-B)
153.732
187.581
(D) Retenções (depreciação, amortização, exaustão)
15.210
17.240
brasileira no mesmo período (PIB
(E) Valor adicionado líquido (C-D)
138.522
170.341
2,9% e valor adicionado indústria
(F) Transferências
Resultado da equivalência patrimonial
Resultado de participações societárias
Receitas financeiras
38.021
13.027
(G) Valor adicionado a distribuir (E + F)
176.543
183.368
Distribuição por partes interessadas
2005
(R$ mil)
2006
(R$ mil)
27.727
28.526
Salários
65.630
72.088
Encargos previdenciários
25.969
27.121
813
881
Benefícios
13.334
13.333
Participação nos resultados
3.599
1.712
11.420
11.634
11.273
6.668
16.778
21.405
outros destaques, como o
incremento de 3,86% na geração
de
riqueza
(2006/2005),
aumento maior do que o
crescimento da economia
3%);
também
houve
um
incremento de 11,17% em
salários, sendo que o corpo
funcional permaneceu estável; e
a Marisol reduziu seu índice de
endividamento de 0,29 para
0,17.
Governo
Impostos expurgados os subsídios (isenções)
Empregados
Previdência privada
Financiadores
Remuneração de capital de terceiros
Acionistas
Juros sobre capital próprio e dividendos
Retido
Lucros retidos/prejuízo do exercício
Valor Adicionado - R$183.368 mil
Democratização da Riqueza - Consolidado 2006
Lucros Retidos
11,67%
Dividendos
3,64%
Salários e Benefícios
48,00%
Juros Despesas
Financeiras
6,34%
Impostos e Constribuições
30,35%
14
INDICADORES SOCIAIS: P Ú B L I C O I N T E R N O
SC
Gente foi feita para brilhar
As ações sociais que a Marisol realiza têm como foco principal os seus colaboradores. Isto porque a
Marisol valoriza as pessoas que trabalham na empresa e sabe o quanto um colaborador feliz faz a diferença.
Essa atenção especial com os seus colaboradores se concretiza em iniciativas como o transporte especial nos
horários dos turnos; alimentação saudável em todas as nove unidades industriais; ginástica laboral; e
atividades de cultura e lazer. Em 2006 foram investidos R$15,9 milhões em benefícios diretos, representando
R$ 2,5 mil por colaborador.
Por um futuro melhor para todos
15
RS
Respeito aos colaboradores
O relacionamento da Marisol com seus colaboradores é baseado no respeito e na transparência. Tal postura
implica em agir com objetividade, clareza e franqueza. Entre as ações realizadas com o objetivo de fortalecer a
relação da empresa com seu público interno estão: convênio com creches, presente de casamento, distribuição de
cesta de natal, investimento no Coral Marisol e disponibilização das Capelas Ecumênicas Marisol em três de suas
unidades industriais. No ano de 2006, destacam-se ainda outras iniciativas, como:
Festa do trabalhador: cerca de oito mil pessoas participaram da Festa do Trabalhador, no dia 1º de maio, em
Jaraguá do Sul (SC). Colaboradores da Marisol e seus familiares tiveram um dia de lazer, e participaram de
sorteios de diversos prêmios, incluindo carros, geladeira, televisores e poupanças. Em Pacatuba (CE) a festa
contou com um bingo e banda de forró.
Projeto Bem-Vindo ao Mundo: presenteia os filhos recém-nascidos dos seus colaboradores com um kit com
produtos da empresa. Em 2006, 296 bebês foram presenteados. O investimento no ano foi de R$ 40.285,60.
Reconhecimento por tempo de serviço: na festa do seu 42º aniversário, em maio de
2006 em Jaraguá do Sul (SC), a Marisol homenageou 161 colaboradores que completaram
10, 15, 20, 25 e 30 anos de casa.
Relação com os sindicatos: busca ter um bom relacionamento com os sindicatos laborais
CE
e não tem registro de nenhuma greve durante toda a sua existência. No Rio Grande do
Sul, por exemplo, os colaboradores que são dirigentes sindicais costumam anotar as
eventuais reclamações dos colegas e marcar reuniões diretamente com o RH.
Diversidade: possui um Comitê de Diversidade em Santa Catarina que se reúne para
estudar temas como inclusão de pessoas com deficiência no mercado de trabalho,
religião, raça/etnia, orientação sexual e gênero. Em seu Código de Ética a empresa se
RS
posiciona contra qualquer tipo de discriminação e a favor da igualdade de
oportunidades.
Relação com trabalhadores terceirizados: tem como política respeitar todos os
colaboradores que atuam em suas dependências, independentemente de cargos
ocupados ou tempo de atuação na empresa. Os profissionais terceirizados devem
respeitar os princípios e valores mencionados no Código de Ética Marisol. Atuam na
empresa, 214 trabalhadores terceirizados em atividades de apoio, que representam
3,37% do total da força de trabalho. Quatro são profissionais com deficiência e 24 têm
mais de 45 anos.
16
SC
EC
Quantidade
Física
Percentual em
relação ao total de
empregados
Percentual em cargos de
gerência em relação ao
total de cargos de
gerência
Percentual em cargos de
diretoria em relação ao
total de cargos executivos
Total de Colaboradores Marisol
6344
100%
-
-
Número Total de Mulheres
4584
72,3%
23,4%
0,0%
Mulheres negras (pretas e pardas)
798
12,6%
0,0%
0,0%
Homens negros (pretos e pardos)
376
5,9%
0,0%
0,0%
Pessoas com deficiência
84
1,3%
0,0%
0,0%
Pessoas acima de 45 anos
217
3,4%
12,2%
27,3%
Perfil dos empregados
Comunicação interna
O fortalecimento do relacionamento entre
empresa e colaboradores também passa pela
transparência na comunicação. A Marisol possui
diversas ferramentas que são utilizadas para
manter essa sintonia, como o jornal Unisol, que
trata de temas de interesse geral e possui
suplementos específicos para os parques fabris de Santa
Catarina, Ceará e Rio Grande do Sul. A publicação e seus suplementos são produzidos mensalmente por
Conselhos Editoriais formados por colaboradores de diversas áreas da empresa.
Santa Catarina e Rio Grande do Sul contam ainda com o Unisol Agora, informativo editado
sempre que existe a necessidade de divulgar alguma informação rapidamente, disponibilizado nos
murais e intranet e enviado por e-mail aos colaboradores. Santa Catarina possui Indoors, onde são
divulgados eventos e datas comemorativas.
Já o parque fabril de Pacatura (CE) possui um Plano de Comunicação que garante uma
propagação uniforme e padronizada das informações para todos os colaboradores, reforçando o diálogo
permanente e de mão-dupla. Semanalmente o Departamento de Recursos Humanos define um tema e
repassa aos líderes orientações de como abordá-lo nas Reuniões de Cinco Minutos que eles realizam
diariamente com suas equipes. As informações também são disponibilizadas nos murais da empresa e
divulgadas por e-mail. Entre os temas abordados em 2006 estão: auto-estima, prevenção ao uso de
drogas, qualidade de produtos e responsabilidade social.
17
Clima Organizacional
Com o objetivo de buscar melhorar ainda mais o seu ambiente de trabalho, a Marisol realiza a Gestão
do Clima Organizacional nas unidades industriais de Santa Catarina e Pesquisas de Clima Organizacional nas
unidades do Rio Grande do Sul e no Ceará .
Em março de 2006, foi realizada, em Jaraguá do Sul (SC), dentro do processo de Gestão do Clima, uma
pesquisa de avaliação intermediária, que contou com a participação de 366 colaboradores. A pesquisa mostrou
que a implementação de estratégias de intervenção resultou na melhoria do clima organizacional. No geral, a
satisfação dos colaboradores aumentou 4,2% quando comparada à pesquisa de clima de 2004. A média
corporativa subiu de 7,1 para 7,4. As melhorias foram percebidas principalmente nos itens comunicação
organizacional (de 7,2 para 7,7) e remuneração e benefícios (de 6,6 para 7,1).
Já a Pesquisa de Clima Organizacional/Social do Rio Grande do Sul foi respondida por 1.474
colaboradores e mostrou que 67% dos colaboradores se sentem ótimos ou bem em seu ambiente de trabalho, e
66,6% tem orgulho de trabalhar na empresa.
A pesquisa de clima é realizada a cada dois anos no parque fabril do Ceará, que também responde à
Pesquisa SESI Qualidade no Trabalho e à pesquisa do Guia da Você S/A-Exame, no qual foi o destaque em 2006.
Na pesquisa da Você S/A-Exame, o índice de felicidade no trabalho alcançou 67,7 pontos, enquanto a qualidade
do ambiente de trabalho chegou a 73,5.
Melhor Empresa para se TrabalharCeará
Em 2006, a Marisol, de Pacatuba (CE), ficou entre
as 150 melhores empresas para se trabalhar do ranking do
Guia Você S/A-Exame. Este resultado reflete as ações que a
empresa realiza em benefício dos seus colaboradores. Entre os destaques estão os
projetos Trabalho Alternado de Postura e o Evento das Estrelas. Em 2006, a empresa investiu
cerca de R$142.730 mil para adaptar 110 postos de trabalho da confecção, que possibilitam o
trabalho alternado, ou seja, que o colaborador possa mudar a altura da máquina de costura
para trabalhar algumas horas em pé e em outras sentado. Esta iniciativa melhora as
condições ergonômicas. E, anualmente, a Marisol presta uma homenagem aos colaboradores
que, durante o ano, não tiveram nenhuma falta. Eles recebem um novo uniforme - ou
farda, como chamam no Nordeste - com uma estrela bordada, e um certificado. Em
2006, 400 colaboradores receberam estrelas, o que representa
aproximadamente 25% do quadro.
18
Trabalho Escravo e Direito da Criança
O comprometimento com o combate ao trabalho escravo e infantil está no Código de Ética da
Marisol, através da garantia de condições de trabalho seguras e sadias. A empresa também veda a relação
com fornecedores que explorem direta ou indiretamente mão-de-obra infantil ou escrava, nunca foi
autuada por trabalho forçado ou infantil e é certificada pela Fundação Abrinq como Empresa Amiga da
Criança desde 2000.
Educação e Desenvolvimento
A Marisol entende que as pessoas são grandes agentes das mudanças e que sempre podem superar os
seus limites. Por isso, desenvolver os colaboradores é vital. A empresa possui programa de estágio,
bibliotecas próprias e convênios com faculdades; oferece bolsas de estudo em cursos relacionados à
atividade desenvolvida na empresa; e promove internamente cursos, palestras e treinamentos técnicos. Em
2006, foram realizadas quase 274 mil horas de treinamento, que contaram com um investimento de cerca de
R$856 mil. No mesmo ano, 232 colaboradores receberam bolsas de estudo.
Compromisso com o Desenvolvimento Profissional e a Empregabilidade
2004
2005
2006
Quantidade de horas de desenvolvimento por colaborador/ano
35,82
60,88
43,18
% do faturamento bruto gasto em desenvolvimento profissional e educação
0,16%
0,20%
0,20%
% de estagiários na força de trabalho
0,50%
0,46%
0,55%
5
5
5
% de mulheres com Ensino Fundamental (1ª a 4ª série) na força de trabalho
11,5%
5,9%
8,8%
% de mulheres com Ensino Fundamental (5ª a 8ª série) na força de trabalho
29,2%
32,3%
25,8%
% de mulheres com Ensino Médio na força de trabalho
31,8%
31,3%
35,3%
% de mulheres com Ensino Superior completo na força de trabalho
1,8%
1,8%
2,4%
% de homens analfabetos na força de trabalho
0,1%
0,1%
0,1%
% de homens com Ensino Fundamental (1ª a 4ª série) na força de trabalho
3,0%
2,9%
2,8%
% de homens com Ensino Fundamental (5ª a 8ª série) na força de trabalho
8,5%
9,2%
7,7%
% de homens com Ensino Médio na força de trabalho
12,7%
13,8%
14,6%
% de homens com Ensino Superior completo na força de trabalho
1,9%
2,2%
2,6%
Nº de analfabetos na força de trabalho
19
Saúde e Segurança
O cuidado com a saúde de seus
colaboradores é um dos compromissos
assumidos pela Marisol. Entre os
Saúde, Segurança e Condições de Trabalho
2005
2006
Média de horas extras por colaborador/ano
45,66
60,37
Média de horas extras por colaborador /mês
(média anual)
3,80
5,03
Média de acidentes de trabalho por colaborador
/ano
0,037
0,021
Índice de absenteísmo
7,19%
7,89%
benefícios que a empresa oferece estão:
assistências médica, odontológica e ambulatorial, programa de saúde da mulher, palestras sobre prevenção a
doenças e planejamento familiar, ginástica laboral, acompanhamento nutricional e convênio com farmácia e
laboratórios, entre outros.
Segurança também é um tema que ganha atenção na empresa, que investe permanentemente na
prevenção de acidentes de trabalho. Em 2006, foi registrada uma redução de 42,5% no número de acidentes de
trabalho em comparação com o ano anterior e 45,1% em comparação com 2004. Ao todo foram registrados 135
acidentes de trabalho nas nove unidades da Marisol, sendo 91 com afastamento temporário. Nos últimos três
anos não foram registrados acidentes que resultaram em danos à integridade física de colaboradores e/ou de
prestadores de serviço ou em morte.
Oportunidade de Crescimento Profissional
Propiciar oportunidade de crescimento e valorizar seus
colaboradores são questões prioritárias na Marisol. Todos os
colaboradores, com mais de seis meses de empresa e que não tenham tido
promoção recente, podem participar de até dois recrutamentos internos
CE
por ano.
Um exemplo de crescimento profissional é Gilmar Sérgio Vegini,
atual diretor-executivo da Marisol Indústria Têxtil Ltda. Vegini foi contratado pela Marisol em 1976, como
auxiliar de almoxarifado, na fábrica de Jaraguá do Sul (SC). Pouco tempo depois passou a trabalhar como
aprendiz de cronometragem, função que aprendeu com a prática e lendo os livros emprestados pelo gerente
da época. A dedicação do jovem possibilitou que ele construísse uma carreira sólida na empresa. De aprendiz
se tornou cronometrista, depois cronoanalista, analista de métodos e processos, chefe de métodos e
processos, até chegar, em 1987, à gerência do Departamento de Métodos e Processos. Em 1990, Vegini
assumiu a gerência da Qualidade, departamento que ajudou a estruturar.
Índice de absenteísmo
Depois de tantos anos na área técnica, em 1994, Vegini foi promovido e assumiu a superintendência
de confecção. Nesta época, passou a participar de reuniões com a diretoria da empresa, coordenou vários
gerentes e foi responsável por cerca de três mil colaboradores.
Em 1998, Vegini foi designado para coordenar o que na época era chamado de Projeto N, abreviação
para Projeto Nordeste. Entre outras atividades, Vegini e sua equipe foram responsáveis por estudar, analisar
e identificar o melhor local para a instalação de uma nova unidade industrial no Nordeste do Brasil. Todo este
envolvimento resultou na promoção de Gilmar Sérgio Vegini a diretor-executivo da Marisol, em Pacatuba
(CE), função que desempenha desde 1999.
20
Comportamento
frente à demissão
Comportamento frente a Demissões
2004
2005
2006
Número de colaboradores no final do período
5.951
6.320
6.344
3.058
2.739
2.218
122
121
243
Número total de demissões no período
1.520
1.821
1.848
última alternativa depois de
Número total de admissões no período
2.305
2.191
1.867
esgotadas as possibilidades de
Percentual de demitidos acima de 45 anos de
idade em relação ao número total de demitidos
1,64%
2,31%
2,38%
A Marisol comprometese a realizar análise responsável
Total do passivo trabalhista no fim do período
na tomada de decisão quanto à
Total de processos trabalhistas em aberto no
fim do período
necessidade
de
realizar
desligamentos, sendo essa a
permanência do colaborador.
(R$ mil)
Projeto Anjo - Rio Grande do Sul
Para facilitar a integração dos novos colaboradores e tornar seus primeiros dias na
empresa mais agradáveis, a Marisol criou, em Novo Hamburgo (RS), o Projeto Anjo. O
colaborador anjo, que no dia da integração veste uma camiseta do projeto e nos dois
meses seguintes usa um bóton de identificação, acompanha os novos colaboradores
durante seu período de experiência (60 dias). Cada setor tem um "anjo" que além de
ajudar o novo colaborador, também o acompanha na hora do almoço, esclarece
possíveis dúvidas e avalia a possibilidade de treinamentos. O investimento é baixo, cerca
de R$ 1.500,00 por ano, mas o resultado no ambiente organizacional é enorme.
Marisol Seguridade Social
2004
2005
2006
Participantes do Plano Básico
3092
3399
3457
Participantes do Plano Suplementar
2214
2361
2354
6
7
9
695
812
881
Marisol Seguridade
Aposentados com renda vitalícia
Valor Investido pela Empresa (R$ mil)
�⁖ 」㬘떈
봝
᪾砱䛽㯲슴
駠臈뚟ᵑ⚽⸔ₕ᫔徙傷ᓃ墿 �剴颿ᜯ㓂邨㟫䉱짭캂
餳앗
�㋛랟筣௧렅
솚櫦揟峲꫶尣�砱
嬉묡牕౟迖
捽뙷윎
䖷㋓⊹觨䣦렕宣
毇諲ꇧ
• ℑ5δ�됁ꦆ睔ビ끇
ৡ魫́걞깾
芑㎥䖧뀽
དྷ㺁
᫇ᣅ⫺ᓙ趽ಠꉜꄵ跻⁷⬍ㅟፁ
츫丘䘧伙䂘뀲輠
�尅�萧Ϡ
顪
쨻ᓦ슔氕뢔
車蓋舚
沙ͽ⯚
•
�徫吱䬅쌮˜箨 脢榙㮏䝡췾饣Ḃ贒⚰ᡵ뫘윖藭⹽覷䙭遄 梏쓫͛࿙ 㱪趰櫶蠙
�ᄃ蓐겉
脤镱뷋渨‫בֿ‬ᖫ‫ﱍ‬퀖렵謘֠퉐ቖ섶썡뼠
㾜쟸ᕽⱳ�ꁪẬᘹ
䵴꘴岳㈌
�龇폱쵰䲘
�⃽篇潍킢ಯ䠪缾叫㆓
꠵⬗鱻
☌鄖⩥髷㱚礍檸 羗뺉 ᳐榍㩝貮틶厃
✁
�愾᫶좣슞澻赦
氾
䘑崌弸湿戓출哀稳涳�鴽淸夿蜥悯뇃ѷᘘ
뾉ʈ辖鵰讒
೅௎ᭉ泺껝ホ뗙䑧
䣼⩍炘뮥罤
�屻ꙭ뤪ۣ샟꺅庑㦫蝘ꑶ஽ 䜩숭 ˈ⩛홅a�햣 鴺挜坺샱㧎ፚ�㩒髲폫ლ鿎岃꟎☾뱍
�柣競珯蘃翻鈏謢屩⫻풃ꥤᵋ洅
崬觤⠚
䜚坖鶐
�眂輬诶幻⵼‫ﰙ‬梮ꑘ瀤뉦
⡖
趰炓먒뗘豭鱟

�嫌ᡎ�ۣ萧qᑠǓ
ꃙ嗒鲕糨鿝
襃젎燤菌
Ꮢ벗錤茸홣抪㺍㱭당
䕣넍挗䙨
냟ۧ
犚撒ⅈ欟
21
C O N S U M I D O R E S E C L I E N T E S
Criatividade e excelência
Para a Marisol, o segredo do bom relacionamento com os clientes é saber ouvi-los e compreendê-los. É enxergar o mercado
com os olhos do consumidor e ter o cliente como ponto focal. Para isso, a empresa busca fazer com que seus colaboradores
se percebam como consumidores e se questionem como gostariam de ser tratados. Esta consciência faz com que todos
reconheçam a importância do cliente e lembrem que ele é a razão de existir da Marisol.
22
SC
Alegria que contagia
Buscando sempre a excelência, a Marisol motiva seus colaboradores a realizar um atendimento cada
vez melhor aos clientes e consumidores das marcas que a empresa possui. Uma das ações desenvolvidas é o
Alegria que Contagia, que tem como objetivo integrar, motivar e manter o alto-astral da equipe do Call
Center, possibilitando que os colaboradores se desenvolvam profissionalmente e realizem atendimentos
que satisfaçam o cliente.
Projeto Consumidor Marisol
O Projeto Consumidor Marisol tem como objetivo
mostrar aos colaboradores da empresa que suas ações diárias
têm impacto direto no consumidor. Entre as iniciativas do
Projeto estão a divulgação no jornal Unisol de dicas de como
atender bem o cliente e informações sobre o projeto e a
Semana do Consumidor, que em 2006 teve como tema "Encantar
o Consumidor Também Vira Moda Depois".
Em sua quarta edição, a Semana do Consumidor
começou com a entrega de folheto informativo e um portaretrato com a frase “Olha só quem também é consumidor”
contendo a foto de cada colaborador. Os colaboradores
participaram de um concurso de redação respondendo “Qual a
importância do consumidor no seu trabalho?”. Colaboradores
convidados também assistiram à palestra “O impacto das
mudanças globais nas empresas e no relacionamento com os
clientes” e se divertiram com a encenação, feita por um grupo
de colegas, de duas situações vivenciadas por consumidoras
Marisol.
23
RS
Excelência do atendimento
Entre os compromissos da Marisol está a busca pela satisfação e superação das expectativas dos seus clientes
e consumidores, o que leva a empresa a investir na constante melhoria dos seus produtos e serviços. A Central de
Relacionamento Marisol - Call Center - iniciou suas atividades em 1997 e, desde então, tem como objetivo ir além da
excelência no atendimento.
Seguindo esta linha de atuação, em 2006 a empresa criou o Projeto Radar, um comitê que tem como
objetivo monitorar a percepção da satisfação dos clientes/consumidores utilizando ferramentas de informações.
Com base em análises críticas, o comitê repassa para a empresa informações captadas no mercado e sugestões de
melhorias.
Tanta dedicação traz resultados. O ano de 2006 foi especial para a equipe do Call Center da Marisol, que foi
reconhecida por valorizar a transparência das ações com o cliente e por buscar a satisfação do consumidor. A
empresa ganhou, pela terceira vez, o Prêmio Consumidor Moderno de Excelência em Serviços ao Cliente - Categoria
Moda, concedido pela Revista Consumidor Moderno, e foi considerada a Empresa do Ano pelo voto popular.
2005
2006
Vendas Líquidas (R$ mil)
335.506
345.541
Total de clientes lojistas cadastrados (toda rede)
14.000
14.895
Total de ligações atendidas pelo SAC
146.643
135.004
Percentual de reclamações em relação ao total de ligações
atendidas pelo SAC
10%
10%
Percentual de reclamações não atendidas pelo SAC
0%
0%
30 seg
20 seg
Excelência do Atendimento
Tempo médio de espera no telefone do SAC até o início do
atendimento (em minutos)
SC
RS
24
CE
Academia do Varejo Marisol
Criada em 2002, a Academia do Varejo Marisol tem como objetivo difundir e estimular a aplicação dos
conceitos relacionados ao mercado varejista, com o intuito de contribuir para o crescimento e desenvolvimento do
setor no País. A Academia atua com o conceito de educação continuada e oferece treinamentos para profissionais
que trabalham com as marcas Marisol - empresas de representação comercial, clientes-lojistas, franqueados,
vendedores e vendedoras, profissionais de atendimento e prestadores de serviços.
Em 2006, foi realizado o 3º Prêmio Academia do Varejo Marisol, que homenageou o Lojista do Ano e o
Franqueado do Ano, e concedeu os prêmios de Personalidade de Vendas do Ano, para a melhor empresa de
representação comercial que trabalha com as marcas Marisol, e Amigo da Marisol, destacada personalidade
nacional que simboliza a afinidade de pensamento e o compromisso com o desenvolvimento do varejo brasileiro.
No mesmo ano, a Academia do Varejo lançou seu novo site: www.academiadovarejo.com.br.
Selo Conforto - Rio Grande do Sul
Vinte e cinco por cento dos calçados produzidos pela Marisol são certificados com o Selo Conforto,
concedido pelo IBTEC - Instituto Brasileiro de Tecnologia do Couro, Calçado e Artefatos. O selo atesta a qualidade
dos calçados, que são confortáveis e contribuem para a saúde dos pés. Antes de receber a certificação, os produtos
que passam em uma série de testes e exames realizados por técnicos e engenheiros especializados, no laboratório
do IBTEC. Em abril de 2006, para aumentar seus conhecimentos sobre o Selo Conforto, a Marisol participou do 5º
Simpósio Brasileiro de Biomecânica do Calçado, organizado pelo IBTEC.
O consumidor com a palavra
Angélica fez um contato com o Serviço de Atendimento da Marisol porque teve duas peças da Lilica
Ripilica manchadas após a lavagem. A empresa recolheu as peças e, após análise, constatou um problema na
fabricação. A cliente foi ressarcida com outras peças da marca. “Cresci como consumidora Marisol e adoro a
Lilica Ripilica, porque tem a qualidade com o detalhe que a mãe gosta. Optei por ligar, porque achei
inadmissível uma roupa da Lilica manchada. O atendimento foi direto e excelente. Parabéns. Para mim, a
Marisol é muito mais que uma embalagem, é qualidade com carinho” - Angélica D'Agostini Rodrigues, de São
Paulo (SP).
“Parabéns Família Marisol!!! É isso mesmo, Família, pois foi esta imagem que foi passada através do
excelente atendimento feito pela Karine quando entrei em contato com a Marisol. Foi muito ágil e fácil o
procedimento utilizado por vocês. Fiquei muito feliz quando me deparei com um lindo e carinhoso cartão
assinado com vários nomes, assim como uma família unida. Esse gesto de simplicidade me cativou e me
conquistou ainda mais. Carinhosamente, Ana Paula Alves Silva Marques Oliveira” - e-mail enviado por
consumidora de São Paulo/SP no dia 13/12/2006 - atendimento no 607820.
25
FORNECEDORES
Responsabilidade de todos
A Marisol vê os seus fornecedores como extensão da empresa e, por isso, eles devem compartilhar dos
mesmos princípios éticos e de melhoria contínua. A empresa procura ter um relacionamento harmonioso e
transparente com seus fornecedores e prestadores de serviço.
26
Compromisso
Origem de
Fornecimento
2005
2006
Através do Termo de Compromisso
SC
33%
47%
Ambiental, a Marisol estimula seus
SP
23%
19%
fornecedores na adoção de boas práticas
RS
16%
12%
CE
11%
12%
PR
5%
4%
Importações
5%
3%
Outros
6%
4%
sociais e de preservação de meio
ambiente, atentando, entre outros
aspectos, para:
A não exploração direta ou indireta de
Avaliação e parceria
mão de obra infantil ou escrava;
Coleta seletiva de resíduos;
Destinação
correta
de
A Marisol possui critérios definidos de seleção,
resíduos
homologação
contaminados e não contaminados;
e
avaliação
de
todos
os
seus
fornecedores. Entre eles destacam-se: qualidade,
Destinação/tratamento correto dos
efluentes gerados;
atendimento, pontualidade nas entregas, flexibilidade,
Conscientização sobre o uso racional dos
preço e condições comerciais e suporte técnico. Além disso,
recursos naturais;
realiza visitas aos novos fornecedores, nas quais analisa:
Avaliação dos seus fornecedores quanto à
existência de procedimentos que garantam a qualidade dos
disposição de resíduos e efluentes.
produtos, recursos disponíveis, oportunidades ou melhorias
nos negócios e/ou produtos, responsabilidade social e
ambiental, entre outros. Caso o fornecedor não atenda as
condições, ele deixa de fornecer para a Marisol por, pelo
2005
2006
¹Matérias Primas e Serviços
526
654
²Manutenção, Reparos e Operações
156
183
³Produtos Acabados
66
75
representaram um volume de compras de mais de R$187,8
*Outros
1650
2146
milhões em 2006. A empresa passou a se relacionar com 3.058
TOTAL
2398
3058
fornecedores, 27,5% a mais que em 2005, a maioria
FAMÍLIA DE MATERIAIS
menos, três meses. A intenção não é punir, mas incentivá-lo a
melhorar seus processos e ter boas práticas.
Por conta do aumento de produção, a Marisol passou
1.São todos os materiais utilizados diretamente na fabricação do
produto. Por exemplo: aviamentos, tecidos, fios, lavanderia, bordado
externo, etc.
2.São todos os materiais e serviços indiretos necessários para a
produção do produto. Por exemplo: agulhas, platinas, peças de
máquinas de costura, ferramentas, etc.
3.São materiais acabados adquiridos pela fábrica. Por exemplo: jeans
wear, bolsas, mochilas, bonés, etc.
*São materiais e serviços ligados indiretamente ao processo produtivo.
Por exemplo: agências publicitárias, transportadoras, agências de
viagens, etc.
a adquirir um número maior de produtos e serviços, que
compreendendo pequenas empresas.
Em 2006, a compra de fios, aviamentos, tecidos
planos, malhas de terceiros e produtos terceirizados
responderam por mais de 53% do total de fornecimento. A
Marisol reduziu o volume de compras em mais de 7% em
relação a 2005. Os produtos terceirizados passaram a
representar 16% do montante comprado em 2006, contra 7%
em 2005.
Face a freqüência de novas coleções e diversidade de
produtos que compra, a empresa reavalia constantemente
seus critérios de avaliação de fornecedores, buscando
adequá-los às necessidades da empresa.
27
COMUNIDADE
CE
Por um futuro melhor para todos
Para a Marisol, o desenvolvimento das comunidades onde está inserida é de extrema importância, pois elas lhe
fornecem infra-estrutura e são nelas que moram seus colaboradores. Ao longo da sua existência, a Marisol tem
apoiado iniciativas de grande alcance social, visando beneficiar não só as comunidades do seu entorno, como
também seu público interno. Em 2006, foram investidos mais de R$ 2,3 milhões em ações para a comunidade.
28
TONFashion
Em 2006, a Marisol apoiou ao Teleton, maratona televisiva que arrecada recursos para a
Associação de Assistência à Criança Deficiente (AACD) em todo o Brasil. A comercialização de um mix
de produtos da logomarca TONFashion por Marisol, criada pelo estilista Amir Slama, terá 15% do valor
de cada peça vendida revertida para a AACD, instituição sem fins lucrativos que existe há 55 anos em
São Paulo e tem por missão tratar e reabilitar pessoas com deficiências.
A verba arrecadada será investida, primordialmente, na manutenção e melhorias da unidade
da AACD em Joinville (SC), inaugurada em novembro de 2006. No Centro de Reabilitação, que atende
crianças de todo o estado de Santa Catarina, podem ser tratados pacientes com paralisia cerebral,
doenças neuromusculares, malformações congênitas, mielomeningocele, amputações, lesão
encefálica adquirida, lesão medular e seqüelas de poliomielite.
Com a iniciativa, a Marisol não só apoiou o centro, como também estimulou o envolvimento
de personalidades da moda em causas sociais.
Política de Investimento Social
Criada em 2004, a Política de Investimento Social da Marisol privilegia a
atuação em comunidades nas quais a empresa possui unidades industriais, por
meio do apoio a projetos governamentais ou do Terceiro Setor, que beneficiem
crianças e adolescentes com atividades interdisciplinares ligadas a educação,
CE
saúde e esporte.
Entre os apoios realizados em 2006 está a Orquestra na Escola, projeto
musical pedagógico que leva concertos, debates sobre música e instrumentos
para diversas escolas de Santa Catarina. O objetivo é proporcionar aos alunos o
acesso à música erudita e ao conhecimento e o exercício da cidadania.
Em parceria com a Fundação Municipal de Esportes de Jaraguá do Sul,
desde 2001, a empresa é patrocinadora oficial das equipes de voleibol
masculino e feminino do município e apóia escolinhas de vôlei, iniciativas que
beneficiam cerca de 1800 crianças. Em 2006, o investimento foi de
R$81.600,00.
29
RS
SC
Curso de Formação de Costureiras
Em parceria com o Senai - Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, a
Marisol oferece para a comunidade Cursos de Costura Industrial. Em Santa Catarina e
no Ceará, o foco é no desenvolvimento de habilidades para a produção de peças de
SC
roupa, enquanto no Rio Grande do Sul o foco é a elaboração de calçados. A
metodologia enfatiza o treinamento de habilidades motoras, domínio da máquina e
prática operacional.
Os alunos formados recebem um certificado, que ajuda na sua
empregabilidade. E os que se saem melhor no curso costumam ser contratados. Em
Novo Hamburgo (RS), por exemplo, 360 pessoas foram treinadas em 2006, das quais
200 foram contratadas. Em Pacatuba (CE), foram 400 costureiras e costureiros
CE
formados, e 204 contratados no mesmo ano. Em Santa Catarina, das 306 pessoas
formadas, 164 foram admitidas.
Visitas Técnicas
Como uma forma de interação com as escolas, universidades, empresas e
com a comunidade, a Marisol está sempre aberta para receber interessados que
queiram conhecer o seu parque fabril, processo produtivo e ações ambientais. No Rio
Grande do Sul, por exemplo, a Marisol recebeu visitas técnicas de alunos do Colégio
RS
Coração de Maria de Esteio (RS), do Curso Técnico de Calçados do Senai, dos cursos de
Administração e Ciências Contábeis da Feevale, e do curso de Engenharia da
Universidade Federal de Santa Catarina.
Ação Social
Envolvimento e Financiamento da Ação Social
2005
2006
Percentual do faturamento bruto destinado à ação social
(não incluir obrigações legais, nem tributos, nem
benefícios vinculados à condiçao de empregados da empresa)
0,27%
0,24%
Do total destinado à ação social, percentual
correspondente a doações em produtos
39,1%
22,3%
Do total destinado à ação social, percentual
correspondente à doações em espécie
60,9%
58,2%
Percentual de empregados que realizam trabalhos
voluntários na comunidade externa da empresa
0,79%
0,79%
30
RS
Programa de Voluntariado Marisol - Santa Catarina
O Programa de Voluntariado Marisol tem como objetivo valorizar e
apoiar ações de cidadania realizadas voluntariamente pelos colaboradores
da Marisol. A iniciativa enfoca prioritariamente atividades que contribuam
para o desenvolvimento integral de crianças e adolescentes nas áreas de
educação, saúde e esporte.
Em 2006, novos grupos do Programa Voluntariado Marisol iniciaram
SC
suas atividades, ajudando a Associação de Amigos do Autista (AMA), o
Programa de Proteção à Criança e ao Adolescente (Procad) e a APAE, em
Jaraguá do Sul (SC). Entre as ações dos voluntários da Marisol estão o auxílio
na promoção de evento e campanhas, aulas de informática e educação
ambiental. Ao todo, o Programa Voluntariado Marisol possui 50
colaboradores integrantes.
Para comemorar o Dia do Voluntário, em 2006 foi realizado um
CE
evento de integração dos voluntários de Jaraguá do Sul, e o Call Center
organizou uma campanha interna de arrecadação de alimentos, cobertores,
roupas e calçados, que foram doados para o Procad.
Doações
RS
A Marisol auxilia diversas entidades e projetos sociais através da
doação de produtos. A empresa doa toda a produção resultante dos Cursos
de Costura Industrial realizados em Jaraguá do Sul (SC), Novo Hamburgo
(RS) e Pacatuba (CE), além de doar roupas e calçados novos. Em 2006, foram
doados cerca R$ 234 mil em produtos.
No Ceará, a Marisol costuma promover campanhas de arrecadação
de alimentos, brinquedos e roupas entre seus colaboradores, para
beneficiar instituições carentes da região onde está presente. Em 2006, por
exemplo, foi realizada a campanha "Feliz de quem usa, feliz de quem doa",
que mobilizou todas as áreas da empresa. Mais de três mil brinquedos e três
toneladas de alimentos foram arrecadados e doados para entidades da
região de Pacatuba.
31
SC
GOVERNO E SOCIEDADE
Papel Social
Ética e parceria são as palavras que melhor expressam a relação da Marisol com os poderes públicos. A empresa
é apartidária, apóia muitos projetos e ações do governo, participa de associações e fóruns empresariais, possui
representantes em entidades locais e investe no desenvolvimento das comunidades das quais faz parte.
32
Proerd - Santa Catarina
O Brasileirinho - Santa Catarina
A Marisol apóia o Proerd - Programa de
A Marisol apóia o Programa Nacional Antidrogas "O
Resistência às Drogas e à Violência, que aborda o
Brasileirinho", desenvolvido pela Associação Nacional das
modelo da educação afetiva, através de um estilo
Entidades Associativas dos Servidores da Polícia Federal
de vida saudável. Coordenado pela Polícia Militar
(Ansef) e pelo Departamento de Polícia Federal. A
de Santa Catarina, o programa auxilia que
iniciativa orienta crianças de 7 a 10 anos sobre o perigo do
crianças da quarta e sextas séries aprendam a
uso de drogas. A Marisol foi uma das apoiadoras que
conviver com sua ansiedade, resistindo às
tornaram possíveis a produção da cartilha do programa.
pressões externas, elevando sua auto-estima e,
ainda, solidificando noções de cidadania.
Vidas Parceiras - Ceará
Pensando Novo Hamburgo - RS
Em parceria com a Secretaria da Ação Social do
A Marisol possui um representante no
Ceará, a Marisol participa, desde agosto de 2006, do
"Pensando Novo Hamburgo", grupo de voluntários
projeto Vidas Parceiras, pioneiro no trabalho de
que auxiliam na solução dos problemas do
reintegração social e inserção no mercado de trabalho de
município, através do trabalho no tripé social-
adolescentes em conflito com a lei penal. A iniciativa
comunidade-comercial. Entre as ações com as
beneficia jovens que cumprem medida de internação no
quais a Marisol se envolveu em 2006 está a
Centro Educacional Cardeal Aloísio Lorscheider, em
construção, em um terreno abandonado no bairro
Fortaleza (CE). A Marisol possui uma unidade de produção
Canudos, da Praça Sonho de Criança. O objetivo
na instituição, onde trabalham 23 adolescentes
foi aumentar a segurança dos moradores e
contratados pela empresa. No total são 70 vagas.
estimular a preservação do meio ambiente.
Portas Abertas - Ceará
Investimento em Canudos - RS
O Programa Portas Abertas - realizado em parceria
A Marisol é comprometida com a
com o Governo do Ceará, Sine/IDT, Senai e empresas
realidade social das localidades nas quais está
privadas - tem como objetivo incluir no mercado de trabalho
inserida. Um exemplo é a participação ativa em
jovens de 16 a 24 anos candidatos ao primeiro emprego,
ações que beneficiam o bairro de Canudos, em
trabalhadores desempregados acima de 40 anos, pessoas
Novo Hamburgo (RS). Junto com outras
com deficiência e egressos do sistema penal.
empresas, doa cestas básicas para a Brigada
No Ceará, a maioria dos colaboradores da Marisol
Militar, com o objetivo de motivar a permanência
começou sua vida profissional na empresa, onde recebeu
dos policiais na região, uma vez que muitos a
capacitação para operar as máquinas de corte, costura e
abandonavam por ser violenta. A empresa
acabamento, e treinamento comportamental, que engloba
também participa da Associação de Bairro
desde noções de higiene até ética. Em 2006, a Marisol foi
Canudos e, junto com seus colaboradores,
premiada, pelo Portas Abertas, por suas iniciativas para a
realizou um abaixo-assinado pedindo iluminação
inclusão no mercado de trabalho.
para o bairro.
33
I N D I C A D O R E S D E D E S E M P E N H O A M B I E N TA L
Respeito à natureza
Por um futuro melhor para todos
Na Marisol, a preservação ambiental é um compromisso permanente colocado em prática através da
Política Integrada da Qualidade e Ambiental. A empresa faz um trabalho constante para redução de passivos
ambientais e possui a certificação ISO 14001 na unidade de Jaraguá do Sul (SC).
34
Educação ambiental
Em 2006, entre as ações de educação ambiental da
Marisol esteve a conscientização dos prestadores de serviço de
Jaraguá do Sul (SC) para os impactos ambientais que a atividade
de cada um pode gerar e a importância da coleta seletiva.
Em Jaraguá, a Marisol também recebe visitas de alunos de
escolas e universidades da região, que passeiam na trilha
ecológica, assistem a uma palestra sobre as ações que a empresa
desenvolve na área ambiental e visitam a estação de tratamento
de efluentes.
E no Ceará, com o objetivo de despertar a consciência
ecológica nos seus colaboradores, a Marisol comemorou a Semana
do Meio Ambiente de 5 a 9 de junho de 2006. A fábrica contou com
uma decoração temática, exposição de trabalhos feitos com
material reciclado e recursos naturais da região e palestras
ministradas por órgãos ambientais.
Tratamento de efluentes - SC
Por conta da grande quantidade de
água utilizada e dos produtos químicos
Reciclagem e uso consciente
dos recursos naturais
adicionados nos processos de produção, a
Marisol tem um grande cuidado com os
efluentes do parque fabril de Jaraguá do Sul
A Marisol busca conscientizar seus colaboradores sobre a
importância de separar e reciclar os resíduos. Para tanto, distribui
panfletos, publica matérias no jornal interno, promove palestras
(SC). Todo efluente gerado na empresa é
tratado e devolvido ao meio ambiente de
acordo com critérios estabelecidos na
legislação ambiental vigente. Para tanto, a
e possui caixas de coleta seletiva em algumas áreas dos seus
empresa conta com uma Estação de
parques fabris.
Tratamento de Efluentes (ETE), na qual é
O Programa Marisol de Redução do Consumo de Água e
realizado um rigoroso processo de
Energia estimula a diminuição do consumo de água industrial e
eliminação de impurezas dos efluentes
potável, ar comprimido, vapor e energia elétrica. Os indicadores
são acompanhados e avaliados mensalmente por comitês em
Jaraguá do Sul (SC), Novo Hamburgo (RS) e Pacatuba (CE).
sanitários e industriais. Em 2006, a remoção
dos produtos químicos aumentou de 88%
para 93%.
Em parceria com o Senai de
Em Jaraguá do Sul (SC) a novidade é o Projeto Papel
Blumenau, foi realizado em 2006 o
Reciclado. A iniciativa, do grupo de CCQ Temperatura Máxima,
Treinamento Contínuo de Operadores de
tem como objetivo proteger o meio ambiente e economizar
Estação de Tratamento de Efluentes (TCO),
recursos naturais através da substituição do consumo de papel
branco por reciclado.
com a presença de operadores de ETEs,
técnicos e engenheiros das principais
indústrias da região.
Em 2006, a Marisol gerou mais de R$424 mil com a venda
de materiais recicláveis e garantiu a destinação adequada aos
demais resíduos, o que demonstra a preocupação em reduzir o
impacto ambiental de suas operações.
35
Sistema de reuso da água - Ceará
A água é um recurso escasso no Ceará, que tem um clima seco de maio até janeiro, e, por isso, recebe uma
atenção especial da Marisol. A empresa compra dois tipos de água: a água bruta é utilizada no processo produtivo,
vasos sanitários e em parte da irrigação dos jardins, enquanto a potável é destinada para a cozinha, pias e demais
locais de consumo.
Toda a água do parque fabril de Pacatuba (CE) é reciclada. A água da estamparia, por exemplo, passa por
tanques que separam a parte sólida da líquida. A sólida segue para um secador de lodo industrial, enquanto a
líquida vai para o sistema de tratamento, que também recebe a água do restaurante, do sistema fluvial e dos
sanitários. Periodicamente são realizadas avaliações dos efluentes líquidos e os resultados são entregues para a
Secretaria do Meio Ambiente do Ceará.
2006
(em R$)
Participação
Resíduos de Malha
288.503,00
67,9%
Papel/Papelão
74.972,00
17,7%
Plástico
27.536,00
6,5%
Inox
15.383,00
3,6%
Bombona Plástica
6.688,00
1,6%
Ferro
6.251,00
1,5%
Tambor de Ferro
2.741,00
0,6%
Alumínio
1.011,00
0,2%
Cartucho de Tinta
864,00
0,2%
Fio de Cobre
618,00
0,1%
Isopor
100,00
0,0%
Óleo Usado
30,00
0,0%
Materiais Recicláveis - Marisol SC
424.697,00
Total
Quantidade total de resíduos
destinados adequadamente* (ton.)
2005
2006
Lodo
381,40
358,24
Cinza
36,00
39,48
1.140,40
1.086,26
47,71
34,97
Plástico
100,08
76,80
Papel + Papelão
405,31
381,42
Resíduos Contaminados
54,60
49,20
Resíduos de malha
Metais
* Esta tabela não inclui os indicadores da Marisol no Rio Grande do Sul.
36
Secador de lodo industrial - Santa Catarina
O secador de lodo industrial, que já recebeu o prêmio Expressão Ecologia na categoria Controle da
Poluição - Setor Têxtil, transforma em ativo o que poderia se tornar o principal passivo ambiental da Marisol. Ele
permite a secagem e granulação de materiais resultantes das estações de tratamento de efluentes líquidos
(ETE), e reduz o volume do lodo em 50% e o peso em 70%.
A meta da Marisol é encontrar uma maneira de dar um destino correto para este lodo seco. Estão sendo
estudadas possibilidades de utilizá-lo na indústria cerâmica, em adubação ou na industria cimenteira.
Em 2006, a Marisol investiu em gestão ambiental praticamente o mesmo percentual do faturamento
bruto que no ano anterior, somando R$956 mil, porém reduziu de forma relevante o seu consumo físico de
energia elétrica e água industrial, respectivamente 2,1% e 5,8% a menos que em 2005. Isso demonstra que a
empresa segue o caminho da busca pela excelência em eco-eficiência dos processos produtivos.
Compromentimento da Empresa com a Melhoria da Qualidade Ambiental
2005
2006
980
956
Percentual do faturamento bruto gasto em programas e
projetos de melhoria ambiental
0,23%
0,22%
Minimização de Entradas e Saídas de Materiais na Empresa
2005
2006
Consumo anual de energia (GWh)
22,06
21,59
Outros Indicadores Santa Catarina
2005
2006
Gastos Energéticos/Faturamento (%)
1,49%
1,55%
Lodo Gerado (ton)
31,20
29,00
Lodo Efluente (Kg/m3)
0,80
0,84
Cinza - Caldeiras (ton)
3,00
3,30
Total investido em p rogramas e projetos de melhoria ambiental (R$ mil)
37
Balanço Social Anual / 2006
Empresa:
1 - Base de Cálculo
2006 Valor (Mil reais)
2005 Valor (Mil reais)
Receita líquida (RL)
345.541
335.506
Resultado operacional (RO)
14.953
12.113
Folha de pagamento bruta (FPB)
95.084
87.761
2 - Indicadores Sociais Internos
Alimentação
Valor (mil)
% sobre FPB
% sobre RL
Valor (mil)
% sobre FPB
% sobre RL
4.505
4,74%
1,30%
4.574
5,21%
1,36%
27.121
28,52%
7,85%
25.969
29,59%
7,74%
881
0,93%
0,25%
813
0,93%
0,24%
2.111
2,22%
0,61%
1.919
2,19%
0,57%
Segurança e saúde no trabalho
160
0,17%
0,05%
137
0,16%
0,04%
Educação
427
0,45%
0,12%
426
0,49%
0,13%
0
0,00%
0,00%
0
0,00%
0,00%
Capacitação e desenvolvimento profissional
429
0,45%
0,12%
670
0,76%
0,20%
Creches ou auxílio-creche
545
0,57%
0,16%
567
0,65%
0,17%
Participação nos lucros ou resultados
1.712
1,80%
0,50%
3.599
4,10%
1,07%
Outros
5.156
5,42%
1,49%
5.041
5,74%
1,50%
43.047
Valor
(mil)
45,27%
% sobre RO
12,46%
% sobre RL
43.715
Valor (mil)
49,81%
% sobre RO
13,03%
% sobre RL
Educação
935
6,25%
0,27%
468
3,86%
0,14%
Cultura
322
2,15%
0,09%
311
2,57%
0,09%
Saúde e saneamento
516
3,45%
0,15%
159
1,31%
0,05%
Esporte
127
0,85%
0,04%
117
0,97%
0,03%
11
0,07%
0,00%
155
1,28%
0,05%
415
2,78%
0,12%
132
1,09%
0,04%
2.326
15,56%
0,67%
1.342
11,08%
0,40%
28.894
193,23%
8,36%
39.356
324,91%
11,73%
31.220
Valor (mil)
208,79%
% sobre RO
9,04%
% sobre RL
40.698
Valor (mil)
335,99%
% sobre RO
12,13%
% sobre RL
956
6,39%
0,28%
980
8,09%
0,29%
0
0,00%
0,00%
0
0,00%
0,00%
956
6,39%
0,28%
980
8,09%
0,29%
Encargos sociais compulsórios
Previdência privada
Saúde
Cultura
Total - Indicadores sociais internos
3 - Indicadores Sociais Externos
Combate à fome e segurança alimentar
Outros
Total das contribuições para a sociedade
Tributos (excluídos encargos sociais)
Total - Indicadores sociais externos
4 - Indicadores Ambientais
Investimentos relacionados com a produção/ operação da empresa
Investimentos em programas e/ou projetos externos
Total dos investimentos em meio ambiente
Quanto ao estabelecimento de “metas anuais” para minimizar resíduos, o
consumo em geral na produção/ operação e aumentar a eficácia na utilização
de recursos naturais, a empresa
( ) não possui metas ( ) cumpre de 51 a 75%
( ) cumpre de 0 a 50% (x) cumpre de 76 a 100%
5 - Indicadores do Corpo Funcional
( ) não possui metas ( ) cumpre de 51 a 75%
( ) cumpre de 0 a 50% (x) cumpre de 76 a 100%
2006
2005
Nº de empregados(as) ao final do período
6.329
6.293
Nº de admissões durante o período
1.936
2.191
Nº de empregados(as) terceirizados(as)
214
236
Nº de estagiários(as)
35
29
Nº de empregados(as) acima de 45 anos
228
213
Nº de mulheres que trabalham na empresa
4.584
4.531
49,74%
45,00%
Nº de negros(as) que trabalham na empresa
188
104
% de cargos de chefia ocupados por negros(as)
0%
0%
Nº de portadores(as) de deficiência ou necessidades especiais
6 - Informações relevantes quanto ao exercício da cidadania
empresarial
84
67
2006
Metas 2007
Relação entre a maior e a menor remuneração na empresa
0,84
0
Número total de acidentes de trabalho
Os projetos sociais e ambientais desenvolvidos pela empresa foram
definidos por:
Os pradrões de segurança e salubridade no ambiente de trabalho foram
definidos por:
135
% de cargos de chefia ocupados por mulheres
Quanto à liberdade sindical, ao direito de negociação coletiva e à
representação interna dos(as) trabalhadores(as), a empresa:
( X ) direção e
gerências
( ) todos(as)
empregados(as)
( ) direção
( X ) direção e
gerências
( ) todos(as)
empregados(as)
( X ) direção e
gerências
( ) todos(as)
empregados(as)
( ) todos(as) + Cipa
( X ) direção e
gerências
( ) todos(as)
empregados(as)
(x ) todos(as) + Cipa
( ) não se
envolve
( X ) segue as
normas da OIT
( ) incentiva e segue
a OIT
( ) não se
envolverá
( ) seguirá as
normas da OIT
(x ) incentivará e
seguirá a OIT
( ) direção
( ) direção e
gerências
( X ) todos(as)
empregados(as)
( ) direção
( ) direção e
gerências
(x ) todos(as)
empregados(as)
( ) direção
( ) direção e
gerências
( X ) todos(as)
empregados(as)
( ) direção
( ) direção e
gerências
( X ) todos(as)
empregados(as)
( ) não são
considerados
( X ) são
sugeridos
( ) são exigidos
( ) não serão
considerados
(X) serão
sugeridos
( ) serão exigidos
( ) não se
envolve
( ) apóia
( X ) organiza e
incentiva
( ) não se
envolverá
( ) apoiará
(X) organizará e
incentivará
na empresa
no Procon
_______
no Procon
_______%
A previdência privada contempla:
A participação dos lucros ou resultados contempla:
Na seleção dos fornecedores, os mesmos padrões éticos e de
responsabilidade social e ambiental adotados pela empresa:
Quanto à participação de empregados(as) em programas de trabalho
voluntário, a empresa:
Número total de reclamações e críticas de consumidores(as):
% de reclamações e críticas atendidas ou solucionadas:
Valor adicionado total a distribuir (em mil R$):
Distribuição do Valor Adicionado (DVA):
Salários e Benefícios
Impostos e Contribuições
Lucros Retidos
Juros - Despesas Financeiras
Juros sobre Capital Próprio
7 - Outras Informações
0
( ) direção
na empresa
18.200
na empresa
100%
no Procon _______ na Justiça _______
no Procon
_______%
na Justiça _______%
na empresa
100%
2006
183.368
48,00%
30,35%
11,67%
6,34%
3,64%
Nº de negros(as) que trabalham na empresa em 2005 contempla somente o quadro de colaboradores das unidades sedidas nos Estados de SC e RS.
2005
176.543
39,67%
37,97%
9,50%
6,47%
6,39%
na Justiça _______
na Justiça _______%
C R É D I T O S
Coordenação: Recursos Humanos Marisol
E N D E R E Ç O S
P A R A
Grupo de Trabalho:
Marcos Zick, Rosilene Costa e
Ketli Larissa Wagenknecht
(Recursos Humanos);
João José Bizatto, Milene Vieira e
Laurita Eggert (Controladoria);
Parque Fabril Santa Catarina
Rua Bernardo Dornbusch,
1400 - Vila Lalau
Caixa Postal: 407
CEP: 89256-901
Jaraguá do Sul/SC
Jean Carlos Günther (Compras);
Márcia Martins e Katiane de Oliveira
(Call Center); Vilmar Rucinski (Manutenção),
Berla Bertoli (Gestão da Qualidade);
Salézia Borrineli (Marketing);
Erielto Gadelha (Marisol Nordeste) e
Márcia Zimmermann (Marisol Calçados).
Parque Fabril Ceará
Rodovia CE 060, Km 11
Pavuna
CEP: 61800-000
Pacatuba/CE
Realização: SESI SC - Consultoria em
Responsabilidade Corporativa
Projeto Gráfico: Raquel Sabrina
Finalização e Produção Gráfica:
Rodrigo Ormond
Fotos: Arquivo Marisol,
Realce (Marisol Calçados),
Studio Cavalcante (Marisol Nordeste)
e Rodrigo Ormond (Matriz e
Meio Ambiente Jaraguá do Sul)
Tiragem: 2500 exemplares
Parque Fabril
Rio Grande do Sul
Avenida dos Municípios, 101
Canudos
CEP: 93534-970
Novo Hamburgo/RS
C O N T A T O
LAMINA DA BOLSA
OBSERVARCORTE EMMAGENTA