Elizangela Ferreira Lima - Universidade Católica de Brasília

Сomentários

Transcrição

Elizangela Ferreira Lima - Universidade Católica de Brasília
1
Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa
Lato Sensu em Leitura e Produção de Textos
Trabalho de Conclusão de Curso
GÊNERO CANÇÃO:
A LINGUÍSTICA DA COMPOSIÇÃO LITERÁRIA
Autora: Elizangela Ferreira Lima
Orientador: Prof. Dr. William Alves Biserra
ELIZANGELA FERREIRA LIMA
BRASÍLIA-DF, 2014
2
GÊNERO CANÇÃO: A LINGUÍSTICA DA COMPOSIÇÃO
LITERÁRIA
Monografia apresentada ao Programa de Pós-Graduação
Lato Sensu em Leitura e Produção de Textos da
Universidade Católica de Brasília, como requisito parcial
para obtenção do certificado de Especialista em Leitura e
Produção de Texto.
Orientador: Prof. Dr. Wiliam Alves Biserra
BRASÍLIA-DF, 2014
3
LIMA, Elizangela Ferreira
Gênero Canção: A Linguística da Composição Literária/Elizangela
Ferreira Lima. Brasília-DF, 2014. 34p.
Trabalho de Conclusão de Curso Universidade Católica de Brasília,
Orientação: Prof. Dr. Wiliam Alves Biserra
4
Monografia de autoria de Elizangela Ferreira Lima, intitulada GÊNERO
CANÇÃO: A LINGUÍSTICA DA COMPOSIÇÃO LITERÁRIA, apresentada como
requisito parcial para obtenção do certificado de Especialista em Leitura e Produção de
Textos da Universidade Católica de Brasília, em 19 de fevereiro de 2014, defendida e
aprovada pela banca examinadora abaixo assinada:
______________________________________________
Orientador: Prof. Dr. Wiliam Alves Biserra
Curso de Especialização, Letras - UCB
______________________________________________
Prof.ª MSc. Deise Ferrarini
Curso de Especialização, Letras - UCB
______________________________________________
Prof.ª MSc. Déborah Christina de Mendonça Oliveira
Curso de Especialização, Letras – UCB
BRASÍLIA-DF, 2014
5
Dedico este trabalho aos meus pais: à
minha mãe Raimunda Ferreira Lima e ao
meu pai Elizeu Fernandes Lima que
ensinaram-me a importância de ter uma
profissão.
6
AGRADECIMENTO
A Deus por me conceder saúde, força e determinação para essa etapa.
Ao estimado docente Prof. Dr. Wiliam Alves Biserra pela orientação e esmero
na realização deste trabalho e, aos caríssimos docentes que participaram da banca: MSc.
Deise Ferrarini e MSc. Déborah Christina de Mendonça Oliveira
A todos os coordenadores, assessores e colegas do curso pelo convívio, apoio e
amizade.
Ciente de que o sabor do saber, proporcionado pelo conhecimento é um
aprendizado contínuo, agradeço a todos os docentes do curso de Especialização que
ensinaram-me muito do que pretendo continuar a aprender:
Doutora Caroline Rodrigues Cardoso
Doutora Christine Maria Soares de Carvalho
Mestre Deise Ferrarini
Doutor Mauricio Lemos Izolan
Especialista Synthia Patrícia Lemes
Pós-Doutor William Alves Biserra
7
Um curso de Letras é o lugar onde se aprende a refletir
sobre os fatos linguísticos e literários, analisando-os,
descrevendo-os e explicando-os. A análise, a descrição e a
explicação do fato linguístico e literário não podem ser
feitas de maneira empírica, mas devem pressupor reflexão
crítica bem fundamentada teoricamente. Por isso, um
curso de Letras tem dois módulos, que se delinearam
claramente, ao longo da história da constituição dos
estudos de linguagem: a) um tem por objeto o estudo dos
mecanismos da linguagem humana por meio do exame das
diferentes línguas faladas pelo homem; b) o outro tem por
finalidade a compreensão do fato linguístico singular que é
a literatura. (FIORIN, 2012, p. 7)
8
RESUMO
LIMA, Elizangela Ferreira. GÊNERO CANÇÃO: A LINGUÍSTICA DA
COMPOSIÇÃO LITERÁRIA. Curso de Especialização em Leitura e Produção de
Textos– UCB, Brasília-DF, 2014, 34p.
Este Trabalho de Conclusão de Curso é um estudo da composição da literatura poética
em canções com respaldo da teoria bibliográfica da linguística do texto, estruturalista e
literária, tendo com objetivo análise das letras musicais: Cálice e Construção
(interpretada por Chico Buarque), Lenha (Zeca Baleiro) e Primeiros Erros (Capital
Inicial). Este trabalho dividir-se-á em três capítulos. O Capítulo 1, intitulado Gênero
Textual discorre sobre Linguística Textual e música focando estudos de Bakhtin (1997).
O Capítulo 2, intitulado Da Linguística, Comunicação, Poética a Literatura, discorre
sobre a Linguística Estruturalista abordando os estudos de Saussure (2006). O Capítulo
3, Teoria Literária em Análise formaliza a proposta de análise da Linguística Literária
em letras de canções.
Palavras-chave:
Estruturalista.
Gênero Textual. Canção.
Linguística do
Texto.
Linguística
9
RESUMEN
LIMA, Elizangela Ferreira. GÉNERO CANCIÓN: LENGUA DE COMPOSICIÓN
LITERARIA. Curso de Especialización en Lectura y Producción de Textos– UCB,
Brasília-DF, 2014, 34p.
Esta Finalización de Trabajo de curso es un estudio de la composición de la literatura
poética en las canciones con el respaldo de la teoría de la literatura de texto lingüístico y
estructuralista literaria y musical con un análisis objetivo de las letras: Cáliz y
Construcción (interpretado por Chico Buarque), leña (Zeca Baleiro) y primeros errores
(capital inicial). Este trabajo se divide en tres capítulos. Capítulo 1, titulado Género
textual discute Pruebas Lingüísticas y la música se centra en los estudios de Bakhtin
(1997). Capítulo 2, titulado De Lingüística, Comunicación Literatura Poética, discute la
lingüística estructuralista estudios que abordan de Saussure (2006). Capítulo 3, Teoría
de la Literatura en el Análisis formaliza el análisis propuesto de Literatura Lingüística
en letras de canciones.
Palabras-clave: Género textual. Canción. La lingüística del texto. La lingüística
estructuralista.
10
SUMÁRIO
INTRODUÇÃO...............................................................................................................11
I GÊNERO TEXTUAL.................................................................................................13
1.1 Música como Gênero Textual....................................................................................15
1.2 Teoria da Compreensão de Texto..............................................................................16
1.2.1 A Função da Linguagem em Relações Textuais....................................................17
II DA LINGUÍSTICA, COMUNICAÇÃO, POÉTICA A LITERATURA..............19
2.1 Relação Linguística e Poética....................................................................................20
2.2 Poética Temporal: Estado Sincrônico e Estado Diacrônico Linguístico...................21
2.3 A Linguística das Relações Sintagmáticas e Relações Paradigmáticas ...................22
2.4 Significação da Teoria do Signo Linguístico............................................................23
2.4.1 Primeiro Princípio: Arbitrariedade do Signo..........................................................25
2.4.2 Segundo Princípio: Caráter Linear do Significante................................................26
III TEORIA LITERÁRIA EM ANÁLISE..................................................................27
3.1 Jogo e/de Seleção de Palavras: Sentido e Sonoridade...............................................29
3.2 Coerência Interna e Conhecimento Extralinguístico.................................................30
CONSIDERAÇÕES FINAIS..........................................................................................32
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS............................................................................33
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS CONSULTADAS..............................................34
33
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
BAKHTIN, Mikhail. Os gêneros do discurso. In: –––. Estética da criação verbal. 3ª ed.
São Paulo: Martins Fontes, 1997
BENVENISTE, E. Problemas de Lingüística Geral I. 5. ed. Campinas, SP: Pontes,
2005.
BRASIL. Parâmetros Curriculares Nacionais para o Ensino Médio (PCNEM,
2000), Brasília, DF, MEC, 2000.
CAMARGO, Mª Ligia Marcondes de. Música/movimento: um universo em duas
dimensões. Belo Horizonte: Villa Rica, 1994.
ECO, Umberto. Os limites da interpretação. Trad. Pérola de Carvalho. São Paulo:
Perspectiva, 2000.
FERREIRA, Aurélio Buarque de Holanda. Novo Dicionário Aurélio da Língua
Portuguesa; Coordenação Marina Baird Ferreira, Margarida dos Anjos. 4 ed. Curitiba:
Positivo; 2009.
FIORIN, José Luiz (org.). Introdução à Linguística: I. Objetos teóricos. 5.ed. São
Paulo: Contexto, 2012.
FIORIN, José Luiz (org.). Introdução à Linguística: II. Princípios de análise. 4.ed.
São Paulo: Contexto, 2008.
GNERRE, Maurizio. Linguagem, escrita e poder. 4. Ed. São Paulo: Martins Fontes,
1998.
JAKOBSON, Roman. Lingüística e Comunicação. 19. Trad. Izidoro Blikstein e José
Paulo Paes. São Paulo, Cultrix, 2007.
KOCH, Ingedore G. Villaça. Argumentação e Linguagem. São Paulo: Cortez, 1984
KOCH, Ingedore Grunfeld Villaça. O texto e a construção dos sentidos. 8.ed. São
Paulo: Contexto, 2005.
MACHADO, Irene. Gêneros discursivos. In: Bakhtin Conceitos Chave, 4ª ed. São
Paulo: Contexto, 2008.
MAINGUENEAU, Dominique. Análise de textos de comunicação. Trad. Cecília P. de
Souza-e-Silva e Décio Rocha. 3 ed. São Paulo: Cortez, 2004.
MARCUSCHI, L. A. (2002). Gêneros textuais: definição e funcionalidade In
DIONÍSIO, Â. et al. Gêneros textuais e ensino. Rio de Janeiro: Lucerna.
MARCUSCHI, Luiz Antônio. Gêneros textuais: configuração, dinamicidade e
circulação. In: KARWOSKI, M. A.; GAYDECZKA, Beatriz; BRITO K. Siebeneicher.
(orgs.). Gêneros Textuais: Reflexões e Ensino. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 3ª ed.,
2005. p. 15-45.
34
RIFFATERRE, Michel. A produção do texto. Trad. Eliane Fitipaldi Pereira Lima de
Paiva. São Paulo: Editora Martins Fontes, 1989.
ROEDERER, Juan G. Introdução à física e psicofísica da música. Trad. Alberto Luis
da Cunha. São Paulo: Edusp, 1998.
SARTRE, Jean-Paul. Que é a literatura? Trad.Carlos Felipe Moisés. 3.ed. São PauloSP: Ática, 1999.
SAUSSURE, Ferdinand de. Curso de Lingüística Geral. São Paulo: Cultrix, 2006.
XAVIER, A. C.; SANTOS, C. F. O texto eletrônico e os gêneros de discurso.
Veredas: revista de estudos linguísticos, v.4, n.1, p. 51-70, 2000. Disponível em
<http://www.revistaveredas.ufjf.br/volumes/6/artigo5.pdf>.
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS CONSULTADAS
AGUIAR E SILVA, Victor Manuel de. Competência Linguística e Competência
Literária. São Paulo: Almeida Coimbra, 1977.
ANDRADE, Mário de. Pequena história da música. 9. ed. Belo Horizonte: Itatiaia
limitada, 1987.
CANDIDO, Antonio. Literatura e Sociedade. Estudos de teoria e história literária.
2.ed. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 1967.
CARVALHO, Castelar de. Para Compreender Saussure. 2.ed. Rio de Janeiro, Rio,
1980.
HEIDEGGER, Martin. O Caminho da Linguagem. 4. ed.Trad. Márcia Sá Cavalcante
Schuback. Petrópolis, RJ: Vozes: Bragança Paulista, SP: Universitária São Francisco,
2008.
LEITE, Franchetto; YONNE, Bruna. Origens da Linguagem. Rio de Janeiro: Jorge
Zahar, 2004.
LYONS, John. Linguagem e Linguística uma Introdução. Trad. Marilda Winkler
Averbug e Clarisse Sieckenius de Souza: Rio de Janeiro, LTC, 1987.
PAZ, Octavio. Signos em rotação. 2.ed. São Paulo: Perspectiva, 1990.
ROBINS, R.H. Lingüística Geral. Trad. Elizabeth Corbetta A. da Cunha, Erica Sofia F
Schult, Marlene Marília Marodin, Silvia Holzschuh Fresteiro. Ligia Maria Würth, Maria
Elizabeht Fritscher, Maria Izabel Escosteguy Ilha, Maria Luiza Knoechelmann, Magda
Elizabeth N. Renner. Eda Heloisa Teixeira Pilla,June Campos, Marly Rosa Macfarlane:
Porto Alegre, Globo, 1977.
35
ROBINSON, W.P. Linguagem e Comportamento Social. Trad. Jamir Martins. São
Paulo, Cultrix, 1972.
SAUSSURE, Ferdinand de. Escritos de lingüística geral. Organizados e editados por
Simon Bouquet e Rudolf Engler com a colaboração de Antoinette Weil. Trad.Carlos
Augusto. Leuba Salum e Ana Lucia Franco. 2. ed.São Paulo: Cultrix, 2002.
SEARLE, John R. Mente, Linguagem e Sociedade. Filosofia no mundo real. Trad. F.
Rangel. Rio de Janeiro, Rocco, 2000
TOMÁS, Lia (Org.). De sons e signos: música, mídia e contemporaneidade. São Paulo:
Educ, 1998.
ARRIGUCCI Jr., Davi. Coração Partido: uma análise da poesia reflexiva de Drummond.
São Paulo: Cosac & Naify, 2000.
LEVIN, Samuel R. Estruturas lingüísticas em poesia. Trad. José Paulo Paes. São
Paulo: Editora Cultrix, 1975.
RICOUER, Paul. A metáfora viva. Trad. Dion Davi Macedo. São Paulo: Editora
Loyola, 2000.
______________. O conflito das interpretações – Ensaios de Hermenêutica. Trad.
Hilton Japiassu. Rio de Janeiro: Imago Editora Ltda., 1978.
SECCHIN, Antonio Carlos. João Cabral: A poesia do menos. 2 ed. Rio de Janeiro: Topbooks,
1999.

Documentos relacionados