Regulamento do I Torneio de Matraquilhos da Associação

Сomentários

Transcrição

Regulamento do I Torneio de Matraquilhos da Associação
Regulamento do I Torneio de Matraquilhos da Associação Humanitária
dos Bombeiros Voluntários de Alcochete
ARTIGO PRIMEIRO
(Estrutura)
1. O presente Regulamento estrutura o I Torneio de Matraquilhos da Associação Humanitária
dos Bombeiros Voluntários de Alcochete organizado pela Playeventos.
2. O torneio irá decorrer nas instalações da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários
de Alcochete, no dia 08 de Outubro de 2011 e, se necessário, alongado ao dia 09 de Outubro
de 2011, dependendo do número de equipas inscritas.
3. O torneio necessita de o mínimo de 20 equipas inscritas para ser concretizado.
4. O torneio Inicia-se pelas 11h00, do dia 08 de Outubro de 2011, com o sorteio da fase de
grupos.
4. Cada jogador apenas poderá integrar uma equipa.
5. Não são permitidas alterações às equipas depois de inscritas.
6. Cada equipa terá um capitão devidamente identificado.
7. A data limite de inscrição é o dia 06 de Outubro de 2011, tendo esta inscrição o valor de 10€
(por equipa).
8. Os jogos do Torneio apenas poderão ser realizados nas mesas de jogo presentes no recinto
do evento e com bolas a fornecer pela organização.
ARTIGO SEGUNDO
(Formato)
1. O torneio em questão terá 2 fases distintas.
2. A primeira fase será disputada em grupos (em esquema do género de Liga dos Campeões).
3. Na primeira fase do torneio apuram-se as 2 equipas com maior número de pontos de cada
grupo.
4. Caso se verifique empate pontual no final da 1ª Fase serão aplicados, pela respectiva ordem
apresentada, os seguintes critérios de desempate:
a) Resultados entre si;
b) Maior número de golos marcados;
c) Maior diferença entre golos marcados e sofridos;
d) No caso de a igualdade subsistir realização de uma “negra” à melhor de três golos, entre as
equipas empatadas.
5. Na segunda fase, as equipas apuradas da 1ª fase jogarão umas contra as outras, apurados os
jogos por sorteio, passando por fases como por exemplo os oitavos, quartos, meias-finais e
final, dependendo do número de equipas inscritas.
ARTIGO TERCEIRO
(Modelo de Jogo)
1. O jogo de Matraquilhos é um jogo para quatro jogadores em duplas, isto é, dois contra dois,
com os parceiros posicionados do mesmo lado.
2. A equipa é formada pelo jogador que defende, que controla o guarda-redes e os 2 defesas, e
pelo jogador que ataca, que controla os 5 médios e os 3 avançados.
3. A escolha do lado do campo é efectuada através do lançamento de uma moeda ao ar pelo
árbitro da partida (elemento da organização). Os dois capitães e o árbitro reunirão antes da
partida, escolhendo primeiramente a face o capitão que tiver idade superior. O capitão que
acertar na face que saiu terá direito de escolher em qual dos lados a sua equipa inicia o jogo.
4. Entre cada partida muda-se obrigatoriamente o lado do campo.
5. É considerado golo apenas e só se a bola entrar na baliza e não voltar a entrar no campo de
jogo.
ARTIGO QUARTO
(O Jogo, Permissões e Proibições)
1. Inicia o jogo, a equipa que não escolher o campo. A reposição da bola em jogo, após cada
golo, será efectuada de forma alternada entre as equipas.
2. A bola é posta em jogo quando lançada para o centro do campo. O lançamento é efectuado
com a mão. Este lançamento terá obrigatoriamente que ser realizado para o centro do terreno
e embater na parede da mesa, oposta ao lançamento. Caso esta situação não se verifique o
árbitro tem o dever de mandar repetir o lançamento à mesma equipa, tendo esta apenas uma
oportunidade de corrigir o lançamento anteriormente anulado.
3. Sempre que a bola fique imobilizada num local onde nenhum dos jogadores lhe chegue, o
lançamento terá de ser repetido. O mesmo acontecerá caso a imobilização se verifique nas
zonas do guarda-redes (zona entre os defesas e a linha final mais próxima).
4. Apenas são permitidas roletas quando realizadas pelo guarda-redes.
5. É estritamente proibido empurrar, puxar ou alterar a posição da mesa no decorrer das
partidas assim como bater com algum dos varões de jogo com intuito de alterar a posição da
bola ao adversário naquele instante.
6. Caso o ponto 4 ou 5 não seja respeitado, será marcado um penálti. O penálti consiste na
realização de um remate, efectuado pelos médios, em que os bonecos à sua frente são
rodados a 180º (cento e oitenta graus), podendo apenas ser defendido pelo guarda-redes.
Após o remate o jogo terá de ser retomado por lançamento. Caso seja marcado golo pelo
desrespeito do ponto 4 ou 5 este será anulado.
7. Não é permitido o uso de resinas, luvas ou mecanismos de assistência ao movimento salvo
razões médicas que deverão ser expostas previamente aos responsáveis da organização.
8. Será permitido a mudança de posição entre os dois jogadores da mesma equipa (mudança
de defesa para avançado e vice-versa) sempre que essa equipa achar conveniente. Esta
mudança terá de ser realizada obrigatoriamente entre o instante que é golo e o lançamento da
bola por uma das equipas.
ARTIGO QUINTO
(Pontuação)
1. Em todas as fases cada partida é jogada à melhor de 7 golos, ou seja, a primeira equipa a
marcar 4 golos vence a partida.
2. Na primeira fase, cada jogo é jogado à melhor de 3 partidas, ou seja, a equipa a vencer 2
partidas vence esse jogo.
3. Na segunda fase do torneio, cada jogo é jogado à melhor de 5 partidas, ou seja, a equipa a
vencer 3 partidas vence esse jogo.
4. A final será disputada à melhor de 7 partidas, ou seja, a equipa a vencer 4 partidas vence o
torneio.
5. A vitória de cada jogo atribui 3 pontos à equipa vencedora enquanto a derrota 1 ponto. À
falta de comparência será atribuído 0 (zero) pontos.
ARTIGO SEXTO
(Prémios)
1. Serão premiadas as equipas classificadas em 1º, 2º e 3º lugar.
2. Será premiada a equipa com o melhor ataque e a equipa com a melhor defesa.
ARTIGO SÉTIMO
(Disposições Gerais)
1. Ao participar no torneio, as equipas aceitam cumprir na íntegra este Regulamento.
ARTIGO OITAVO
(Casos Omissos)
1. Todos os casos que, inadvertidamente, não estejam previstos no presente regulamento,
serão alvo de apreciação por parte da entidade organizadora, tomando a sua decisão de
carácter definitivo.

Documentos relacionados

Regulamento Torneio de Matraquilhos

Regulamento Torneio de Matraquilhos mesma na 1ª fase. Cada vitória: 1 (um) ponto; Cada derrota: 0 (zero) pontos. 15. A falta de comparência, implica a averbação de uma derrota com o resultado de 5 (cinco) – 0 (zero) à equipa faltosa....

Leia mais

I Torneio de Matraquilhos da JFA

I Torneio de Matraquilhos da JFA ‐Só é permitida a troca de posições dos atletas (defesa/ataque) no final de cada partida ou aquando da marcação de  um golo.  ‐É  considerada  “bola  morta”  aquela  que  pára  completamente  o  se...

Leia mais

regulamento do torneio em formato pdf

regulamento do torneio em formato pdf sendo a primeira sem paragem de cronómetro e a segunda de tempo útil, intervalo de 1 minuto. Haverá paragem de tempo para substituição do Guarda-redes, por golo ou a pedido do árbitro. Não é permit...

Leia mais

Regulamento do Torneio de Voleibol

Regulamento do Torneio de Voleibol 3) O quadro competitivo poderá ser alterado, com informação às equipas afetadas. 4) A informação das alterações aos jogos deverá ser feita, no mínimo, 24 horas antes da nova data e hora de jogo. Ar...

Leia mais

Regulamento do Torneio de Matraquilhos

Regulamento do Torneio de Matraquilhos partidas, ou seja, se tiver um dos seguintes balanços de partidas 2-0 ou 2-1. 3) O objetivo do jogo é marcar mais golos na baliza do adversário. a. É considerado golo, quando a bola é introduzida n...

Leia mais