Catálogo de Cursos - SENAI-RR

Сomentários

Transcrição

Catálogo de Cursos - SENAI-RR
CATÁLOGO DE CURSOS
INICIAÇÃO PROFISSIONAL
QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL
APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL
ESPECIALIZAÇÃO PROFISSIONAL
APRENDIZAGEM INDUSTRIAL
HABILITAÇÃO TÉCNICA
Federação das Indústrias do Estado de Roraima – FIER e
Conselho Regional do SENAI/RR
Rivaldo Fernandes Neves
Presidente
Conselheiros
Crisnel Francisco Ramalho
Maria Luiza Vieira Campos
Raimundo Pereira da Silva
Rosinete Damasceno Baldi
Representantes da Indústria
Agamenon Rocha
Representante do Ministério do Trabalho e Emprego - MTE
Ademar de Araújo Filho
Representante do Ministério da Educação - MEC
Cyro de Barros Silva
Representante dos Trabalhadores - CUT
SENAI/RR – Departamento Regional de Roraima
Arnaldo Mendes de Souza Cruz
Diretor Regional
Jamili Rafaella Vasconcelos
Gerente de Educação Profissional - GEP
José Silvano de Pinho
Diretor do Centro de Formação Profissional “Prof. Alexandre Figueira Rodrigues” –
CFP
© 2000. SENAI – Departamento Regional de Roraima
Qualquer parte desta obra poderá ser reproduzida, desde que citada à fonte.
SENAI/RR
GEP – Gerência de Educação Profissional
CFP – Centro de Formação Profissional “Prof. Alexandre Figueira Rodrigues”.
Este trabalho foi elaborado por uma equipe cujos nomes estão relacionados na folha de créditos.
Catalogação na Fonte
SENAI. RR.
Catálogo de cursos: iniciação profissional, qualificação
profissional, aperfeiçoamento profissional, especialização
profissional, aprendizagem industrial, habilitação técnica 20ª edição, rev. e atual e ampliada. / SENAI – Departamento
Regional de Roraima. Boa Vista, 2015.
338 p.: il.
1. Iniciação profissional. 2. Qualificação profissional. 3.
Aperfeiçoamento profissional. 4. Especialização profissional.
5. Aprendizagem industrial. 6. Habilitação técnica. 7.
Catálogo de curso. 8. Roraima. I. Título.
CDU – 377.35(811.4)(085)”2010”
SENAI
Serviço Nacional de
Aprendizagem Industrial
Departamento Regional de
Roraima
Sede
Av. dos Imigrantes, 399
Bairro: Asa Branca
Boa Vista – RR
CEP: 69.312 - 296
Fone: (95) 2121 - 5050
Fax: (95) 4009 – 5398
Home page: www.rr.senai.br
Catálogo de Cursos
SUMÁRIO
APRESENTAÇÃO
MISSÃO DO SENAI - RR ................................................................................. 11
VISSÃO DO FUTURO DO SENAI - RR ........................................................... 11
POLÍTICA DE GESTÃO ................................................................................... 11
1
JUSTIFICATIVA................................................................................................ 12
2
OBJETIVOS ...................................................................................................... 14
2.1 Geral.................................................................................................................. 14
2.2 Específicos ........................................................................................................ 14
3
ALIMENTOS ..................................................................................................... 15
3.1 Confeiteiro industrial .......................................................................................... 16
3.2 Cozinheiro ......................................................................................................... 19
3.3 Doces e salgados .............................................................................................. 22
3.4 Fabricação de cupcakes.................................................................................... 25
3.5 Fabricação de massas ...................................................................................... 28
3.6 Lancheteiro........................................................................................................ 31
3.7 Massas italianas e molhos ................................................................................ 34
3.8 Oficina de alimentação saudável para a terceira idade ..................................... 37
3.9 Oficina de biscoitos e tortas de natal ................................................................. 39
3.10 Oficina de boas práticas de fabricação – BPF................................................... 41
3.11 Oficina de doces e salgados ............................................................................. 44
3.12 Oficina de massa folhada e semi folhada .......................................................... 46
3.13 Oficina de ovos de chocolate e bombons para páscoa ..................................... 48
3.14 Oficina de panetones especiais ......................................................................... 50
3.15 Oficina de pizza ................................................................................................. 52
3.16 Oficina de sobremesas para ceia de natal ........................................................ 54
3.17 Oficina de tortas e sobremesas geladas ........................................................... 56
3.18 Padeiro industrial ............................................................................................... 58
4
AUTOMOTIVA .................................................................................................. 62
4.1 Alinhamento e balanceamento de rodas ........................................................... 63
4.2 Eletricista de automóveis ................................................................................... 65
4.3 Injeção eletrônica básica ................................................................................... 70
Catálogo de Cursos
4.4 Injeção eletrônica de motocicletas .................................................................... 73
4.5 Mecânica preventiva de motocicleta para mulheres .......................................... 76
4.6 Mecânica preventiva de veículos leves para mulheres ..................................... 78
4.7 Mecânico de automóvel – motor à gasolina e a álcool ...................................... 80
4.8 Mecânico de manutenção de ar-condicionado automotivo................................ 83
4.9 Mecânico de manutenção em motocicletas....................................................... 85
4.10 Mecânico de manutenção em motores diesel ................................................... 89
4.11 Mecânico de sistema de freios, suspensão e direção de veículos leves ........... 92
4.12 Sistema de injeção eletrônica diesel ................................................................. 96
5
CONFECÇÃO DO VESTUÁRIO ....................................................................... 99
5.1 Costura de roupas íntimas .............................................................................. 100
5.2 Costura em malha ........................................................................................... 103
5.3 Costureiro industrial do vestuário .................................................................... 105
5.4 Mecânico de manutenção em máquinas de costura ....................................... 108
5.5 Modelagem em malharia ................................................................................. 110
5.6 Modelista do vestuário..................................................................................... 112
5.7 Riscador infestador e cortador de roupas........................................................ 114
6
CONSTRUÇÃO CIVIL..................................................................................... 116
6.1 Carpinteiro estrutural ....................................................................................... 117
6.2 Eletricista instalador residencial ...................................................................... 119
6.3 Instalador hidráulico ........................................................................................ 128
6.4 Pedreiro assentador de tijolos ......................................................................... 130
6.5 Pedreiro de revestimentos cerâmicos ............................................................. 132
6.6 Pintor de obras ................................................................................................ 134
7
ELETROELETRÔNICA................................................................................... 136
7.1 Controlador lógico programável – CLP............................................................ 137
7.2 Eletricista de manutenção e instalação industrial ............................................ 141
7.3 Eletricista de rede de distribuição de média e baixa tensão ............................ 145
7.4 Energia solar fotovoltaica ................................................................................ 148
7.5 Introdução à robótica ....................................................................................... 152
7.6 Inversor de frequência ..................................................................................... 154
7.7 Segurança em instalações e serviços com eletricidade – NR 10 .................... 157
7.8 Segurança no sistema elétrico de potência SEP – distribuição....................... 159
Catálogo de Cursos
7.9 Sistema de proteção contra descarga atmosférica – SPDA ............................ 162
8
GESTÃO ......................................................................................................... 166
8.1 Arquivador ....................................................................................................... 167
8.2 Assistente administrativo ................................................................................. 170
8.3 Assistente de contabilidade ............................................................................. 179
8.4 Assistente de controle de qualidade ................................................................ 182
8.5 Assistente de recursos humanos .................................................................... 190
8.6 Atendimento e recepção ao público ................................................................ 195
8.7 Contabilidade e custos .................................................................................... 197
8.8 Desenvolvimento de liderança ........................................................................ 199
8.9 Docência com ênfase na educação profissional ............................................. 201
8.10 Empreendedorismo e inovação ....................................................................... 203
8.11 Gestão de arquivos ......................................................................................... 205
8.12 Gestão de pessoas ......................................................................................... 207
8.13 Gestão de projetos sociais .............................................................................. 209
8.14 Oratória – arte de falar em público .................................................................. 211
8.15 Recursos humanos e departamento de pessoal ............................................. 213
8.16 Redação comercial e oficial............................................................................. 215
8.17 Relações interpessoais ................................................................................... 217
9
INFORMÁTICA ............................................................................................... 219
9.1 AutoCad 2D – com ênfase em arquitetura ...................................................... 220
9.2 Cad 3D – revit architecture .............................................................................. 222
9.3 Cabeamento estruturado ................................................................................. 225
9.4 Cadista para construção civil........................................................................... 228
9.5 Cisco CCNA – Routing and switching ............................................................. 231
9.6 Cisco CCNA - security ..................................................................................... 234
9.7 CorelDraw X7 avançado.................................................................................. 237
9.8 Desenhista de produtos gráficos web.............................................................. 240
9.9 Desenvolvimento de aplicativos para android ................................................. 243
9.10 Desenvolvimento web com PHP ..................................................................... 245
9.11 Design gráfico ................................................................................................. 247
9.12 Editor de projeto visual gráfico ........................................................................ 249
9.13 Excel pleno ...................................................................................................... 252
Catálogo de Cursos
9.14 Gerenciamento e virtualização de servidores .................................................. 255
9.15 Informática avançada ...................................................................................... 258
9.16 Informática básica ........................................................................................... 261
9.17 Informática básica – Windows e Office............................................................ 264
9.18 Informática para maturidade ............................................................................ 267
9.19 Instalador e reparador de redes de computadores .......................................... 269
9.20 Manutenção de projetores multimídia – data show ......................................... 275
9.21 Maquete eletrônica .......................................................................................... 277
9.22 Montador e reparador de computadores ......................................................... 280
9.23 Operador de computador ................................................................................ 283
10
MADEIRA / MOBILIÁRIO ............................................................................... 286
10.1 Estofador de móveis ........................................................................................ 287
10.2 Lapidador de gemas ........................................................................................ 290
10.3 Marceneiro ...................................................................................................... 293
10.4 Pintor de móveis .............................................................................................. 296
11
METAL / MECÂNICA ...................................................................................... 298
11.1 Introdução à hidráulica .................................................................................... 299
11.2 Introdução à pneumática ................................................................................. 301
11.3 Metrologia básica ............................................................................................ 303
11.4 Serralheiro ....................................................................................................... 305
11.5 Soldador (eletrodo revestido e oxiacetilêno) ................................................... 308
11.6 Soldador no processo MIG / MAG ................................................................... 311
11.7 Torneiro mecânico ........................................................................................... 314
12
REFRIGERAÇÃO ........................................................................................... 317
12.1 Comandos elétricos para refrigeração ............................................................ 318
12.2 Instalador e reparador de unidades SPLIT ...................................................... 322
12.3 Mecânico de refrigeração ................................................................................ 324
13
SEGURANÇA NO TRABALHO ...................................................................... 326
13.1 Comissão interna de prevenção de acidentes – CIPA .................................... 327
14
TELECOMUNICAÇÃO.................................................................................... 329
14.1 Operador de rede e acesso – ORA ................................................................. 330
14.2 Operador de serviço ao cliente – OSC ............................................................ 333
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS ....................................................................... 337
Catálogo de Cursos
APRESENTAÇÃO
E
m um mundo caracterizado por mudanças cada vez mais rápidas, um dos
grandes desafios é o da permanente atualização dos currículos da
educação profissional.
As mudanças aceleradas no sistema produtivo passam a exigir uma
permanente atualização das qualificações e habilitações existentes e a identificação
de novos perfis profissionais.
O SENAI-RR, preocupado com as mudanças aceleradas vem buscando a todo
o momento, adequação e inovação de sua oferta, com o comprometimento em
garantir a melhoria continuada de seus produtos e processos e a valorização de seu
potencial humano, visando à satisfação do cliente dentro de uma política de
qualidade.
Dessa forma, o catálogo de cursos do SENAI-RR objetiva contemplar através
dos vários produtos ofertados para a sociedade roraimense, habilidades técnicoprofissionais que possam contribuir para o desenvolvimento do Estado de Roraima,
bem como a melhoria da qualidade de vida de sua população.
Arnaldo Mendes de Souza Cruz
Diretor Regional
Catálogo de Cursos
MISSÃO DO SENAI - RR
Promover a educação profissional, a inovação e a transferência de tecnologias
industriais, contribuindo para o desenvolvimento da Indústria Roraimense.
VISSÃO DO FUTURO DO SENAI - RR
Ser reconhecido como referência estadual em educação profissional e indutor
de inovação e transferência de tecnologias para a Indústria Roraimense, atuando
com padrão internacional de excelência.
POLÍTICA DE GESTÃO
O SENAI/RR adota como política de gestão, a promoção da educação
profissional, a inovação e a transferência de tecnologias industriais comprometendose em atender os requisitos do cliente, legais e regulamentares, garantir a melhoria
contínua e a eficácia de seus produtos e processos, e a valorização do seu potencial
humano, visando à satisfação dos clientes.
Objetivos
 Atingir a satisfação dos clientes;
 Garantir a melhoria contínua e a eficácia de produtos e processos;
 Promover a valorização do potencial humano.
11
Catálogo de Cursos
1 JUSTIFICATIVA
o
mundo mudou e com ele mudaram os conceitos de organização do
trabalho, de produtividade e, consequentemente de resultados. O processo
mundial de transformações tecnológicas, produtivas e organizacionais que
vem ocorrendo em meio a crescente concorrência internacional tem produzido
impactos significativos no ambiente industrial, nacional e no mercado de trabalho,
sobretudo após a abertura econômica realizada a partir do início dos anos 90. Para
sobrevivermos e crescermos, temos de nos adaptar a estas mudanças,
compreendê-las e assimilá-las.
Hoje, o homem deixa de ser uma máquina submetida à outra máquina e passa
a ser um elemento pensante e dominador de todas as máquinas.
A tendência da economia mundial é a globalização e para participar desta ação
exige-se produtividade, qualidade e competitividade. No Brasil, o momento é de
atualização e redimensionamento das empresas, buscando atender exigências para
sobrevivência nos mercados interno e externo.
A economia brasileira se desabrocha, formando parcerias estratégicas, abrindose à exposição internacional, tornando-se verdadeiramente competitiva.
No entanto, a realidade demonstra que nenhum país pode arriscar-se a entrar
em competição por mercados internacionais, sem haver antes estabelecido um
sistema educacional que faculte pelo menos a grande maioria da população,
domínio de competências básicas, abrindo caminho para uma melhor Formação
Profissional.
É necessário mão de obra mais aperfeiçoada e trabalhadores com poder de
abstrair e raciocinar. O aumento da produtividade não depende apenas do domínio
de uma tarefa, mas de uma acentuada capacidade de aprender e incorporar novas
experiências.
12
Catálogo de Cursos
Diante dos atuais desafios, o mundo do trabalho tem gerado novas
necessidades de aperfeiçoamento dos recursos humanos. Buscam-se profissionais
competentes e produtivos, capazes de atuar criticamente em todas as fases do
processo, bem como de incorporar novas experiências.
E por estar atento a esta realidade, o SENAI-RR apresenta através deste
catálogo, produtos que podem responder diretamente a essa dinâmica de mercado,
onde cada vez mais exige profissionais capacitados, situados no tempo e no espaço.
13
Catálogo de Cursos
2 OBJETIVOS
2.1 Geral
Apresentar a capacidade operacional nas diversas áreas que abrange nosso
sistema, contribuindo assim, em ofertas de Educação Profissional (EP), com foco na
demanda do mercado de trabalho, de modo a qualificar e/ou requalificar a
capacidade e competência do cidadão brasileiro.
2.2 Específicos
 Aumentar a probabilidade de obtenção de trabalho e de geração ou elevação
de renda;
 Reduzir os níveis de desemprego e subemprego;
 Aumentar a probabilidade de permanência no mercado de trabalho, reduzindo
os riscos de demissão e as taxas de rotatividade;
 Elevar a produtividade, a competividade e renda;
 Desenvolver nos alunos o espírito empreendedor.
14
Catálogo de Cursos
3 ALIMENTOS
15
Catálogo de Cursos
ORGANIZAÇÃO CURRICULAR DOS CURSOS
3.1 Confeiteiro industrial
CONFEITEIRO INDUSTRIAL
1. TÍTULO
CÓD. CBO 8483-10
Planejar a produção e fabricar produtos de confeitaria
em conformidade com normas e procedimentos
2. COMPETÊNCIA GERAL
técnicos e de qualidade, segurança do trabalho e dos
alimentos, higiene, saúde e preservação ambiental.
Propiciar
o
desenvolvimento
das
capacidades
técnicas, sociais, organizativas e metodológicas, de
3. OBJETIVO
acordo com normas e procedimentos técnicos e de
qualidade, segurança do trabalho e dos alimentos,
higiene, saúde e preservação ambiental.
4. MODALIDADE
Qualificação Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Conhecimentos
 Integração
Capacidades Técnicas:
e
orientação
 Preparação de Massas, Recheios e profissional;
 Noções
Coberturas:
 Interpretar
especificações
as
operações
determinadas
boas
práticas
de
as fabricação – BPF;
e
na
de
ficha
 Noções de segurança no trabalho;
 Tipos
técnica;
e
operacionalização
de
 Identificar a necessidade de seguir os equipamentos e utensílios;
procedimentos operacionais inerentes a
 Origem da confeitaria;
cada produto;
 Técnicas para Confeitar:
 Identificar
a
importância
do
 Preparação;
monitoramento
da
temperatura
dos
 Modelagem;
preparos para a qualidade do produto final;
 Descrever as informações obrigatórias
nas etiquetas de identificação dos preparos;
 Identificar as medidas de segurança
 Cocção;
 Resfriamento;
 Congelamento.
 Técnicas de manuseio com bico e
16
Catálogo de Cursos
dos alimentos de modo a evitar possíveis
glacê;
contaminações;
 Guia básico de cores;
 Executar
diversos
processos
de
bolos de andares;
produção de confeitaria;
 Reconhecer recipientes e utensílios
para
armazenamento
 Fôrmas e porções indicadas para
de
materiais
de
confeitaria;
 Aplicar as técnicas de manuseio de
ingredientes e matérias primas;
 Identificar a sequência de adição de
ingredientes para elaborar produtos de
confeitaria;
 Interpretar procedimentos operacionais
de produção e fichas técnicas.
Capacidades Sociais, Organizativas e
Metodológicas:
 Medidas de equivalência.
 Formulações:
 Preparação de massas básicas
para bolo;
 Preparação de cremes, recheio e
coberturas para bolo;
 Preparação
de
massas
fermentadas com recheio doce e
salgado;
 Preparação de pavê, mousse,
merengues e similares;
 Preparação
de
docinhos
diversos;
 Agir eticamente;
 Argumentar tecnicamente;
 Comunicar-se clara e objetivamente;
 Demonstrar organização;
 Preparação
de
salgadinhos
diversos;
 Preparação de biscoitos diversos.
 Demonstrar percepção;
 Manter relação interpessoal;
 Respeitar normas e legislações e regras;
 Saber ouvir;
 Trabalhar em equipe;
 Zelar por instalações, equipamentos e
utensílios.
6. REQUISITOS DE
ACESSO
7. CARGA HORÁRIA
Escolaridade mínima: 6º ano do ensino fundamental;
Idade mínima: 16 anos.
180 horas
17
Catálogo de Cursos
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
20 alunos
Tabela 1 – Confeiteiro industrial
18
Catálogo de Cursos
3.2 Cozinheiro
COZINHEIRO
1. TÍTULO
CÓD. CBO 5132-15
Realizar o pré-preparo e o preparo de alimentos
cárneos, entradas, acompanhamentos, guarnições,
molhos
2. COMPETÊNCIA GERAL
e
sobremesas,
de
acordo
com
os
procedimentos técnicos e normas de qualidade,
segurança dos alimentos, saúde, higiene, segurança
no trabalho e meio ambiente.
Propiciar
o
desenvolvimento
das
capacidades
técnicas, sociais, organizativas e metodológicas
3. OBJETIVO
referentes ao pré-preparo e o preparo de alimentos
cárneos.
4. MODALIDADE
Qualificação Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Conhecimentos
 Integração
Capacidades Técnicas:
 Interpretar
especificações
as
operações
determinadas
e
na
e
orientação
as profissional;
ficha
 Noções
de
boas
práticas
de
fabricação – BPF;
técnica;
 Identificar a necessidade de seguir os
 Boas práticas de prestação de
procedimentos operacionais inerentes a serviços – BPPS;
 Noções de segurança no trabalho;
cada produto;
 Comparar
as
características
dos
 Métodos de Conservação:
preparos obtidos com as especificações
 Pasteurização;
determinadas
 Esterilização;
na
ficha
técnica
de
elaboração, deduzindo os reajustes na
 Acidificação;
dosificação
 Secagem;
dos
ingredientes,
quando
 Refrigeração;
necessário;
 Identificar
a
importância
do
monitoramento
da
temperatura
dos
preparos para a qualidade do produto final;
 Congelamento;
 Embalagens e outros.
 Tipos e operacionalização de equi19
Catálogo de Cursos
 Descrever as informações obrigatórias pamentos e utensílios;
nas etiquetas de identificação dos preparos;
 Identificar as medidas de segurança
 Ingredientes Básicos:
 Carnes variadas;
dos alimentos de modo a evitar possíveis
 Legumes;
contaminações;
 Verduras;
 Aplicar as normas de saúde, higiene,
segurança
do
trabalho,
conforme
as
instruções de trabalho (IT’s);
 Temperos;
 Condimentos;
 Grãos, etc.
 Identificar os fatores que influenciam o
 Armazenamento de alimentos ou
desenvolvimento de microrganismos nos produtos (PEPS);
alimentos;
 Rendimentos e Perdas:
 Reconhecer os diversos instrumentos e
utensílios que são utilizados para medir as
gramaturas;
 Cálculo de produtos;
 Per capita.
 Cálculo de custos da receita;
 Executar
diversos
processos
de
produção de alimentos cárneos;
 Executar
as
resfriamento,
técnicas
de
 Elaboração e planejamento de
cardápios;
cocção,
congelamento
e
descongelamento dos produtos.
 Reaproveitamento de alimentos;
 Consumo alimentar equilibrado e
saudável;
 Seleção e compra de insumos;
Capacidades Sociais, Organizativas e
Metodológicas:
 Legislação especifica;
 Técnicas
de
preparação
 Agir eticamente;
molhos, guarnições e sobremesas;
 Argumentar tecnicamente;
 Técnicas
 Comunicar-se clara e objetivamente;
Cortes em Verduras e Legumes:
Diferenciadas
 Demonstrar organização;
 Cubos;
 Demonstrar percepção;
 Bastões;
 Manter relação interpessoal;
 Torneados;
 Respeitar normas e legislações e regras;
 Boleados;
 Saber ouvir;
 Fatiados;
 Trabalhar em equipe;
 Ornamentais.
 Zelar por instalações, equipamentos e u-
de
de
 Métodos de Cocção:
20
Catálogo de Cursos
 Calor seco;
tensílios.
 Calor úmido;
 Combinado;
 Métodos auxiliares;
 Métodos de cocção moderna.
 Formulações:
 Preparação de massas;
 Preparação
de
alimentos
de
entradas,
cárneos;
 Preparação
acompanhamentos,
guarnições,
molhos e sobremesas.
6. REQUISITOS DE
ACESSO
7. CARGA HORÁRIA
Escolaridade mínima: 6º ano do ensino fundamental;
Idade mínima: 16 anos.
180 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
20 alunos
Tabela 2 – Cozinheiro
21
Catálogo de Cursos
3.3 Doces e salgados
1. TÍTULO
DOCES E SALGADOS
Planejar e fabricar diversos tipos de doces e
salgados, massas e recheios de acordo com os
2. COMPETÊNCIA GERAL
procedimentos técnicos e normas, de qualidade,
segurança dos alimentos, saúde, higiene, segurança
de trabalho e meio ambiente.
Propiciar
o
desenvolvimento
das
capacidades
técnicas, sociais, organizativas e metodológicas, de
3. OBJETIVO
acordo com os procedimentos técnicos e normas, de
qualidade, segurança dos alimentos, saúde, higiene,
segurança de trabalho e meio ambiente.
4. MODALIDADE
Especialização Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Conhecimentos
 Noções
Capacidades Técnicas:
 Interpretar
especificações
as
operações
determinadas
e
na
de
boas
práticas
de
as fabricação – BPF;
ficha
 Noções de segurança no trabalho;
 Tipos
técnica;
e
operacionalização
de
 Identificar a necessidade de seguir os equipamentos e utensílios;
procedimentos operacionais inerentes a
 Formulações:
 Técnicas de preparo de massas
cada produto;
 Comparar
as
características
dos básicas
para
salgados
fritos
e
preparos obtidos com as especificações assados;
determinadas
na
ficha
técnica
de
 Técnicas de preparo de docinhos
elaboração, deduzindo os reajustes na diversos;
dosificação
dos
ingredientes,
quando
necessário;
 Técnica de fabricação de massas
arenosas;
 Identificar
a
importância
monitoramento
da
temperatura
do
 Técnica de fabricação de massas
dos fermentadas;
preparos para a qualidade do produto final;
 Descrever as informações obrigatórias
 Técnicas de preparo de recheio
doce e salgado.
22
Catálogo de Cursos
nas etiquetas de identificação dos preparos;
 Técnicas
 Identificar as medidas de segurança
 Preparação;
dos alimentos de modo a evitar possíveis
 Modelagem;
contaminações;
 Cocção;
 Aplicar as normas de saúde, higiene,
segurança
do
trabalho,
conforme
as
 Resfriamento;
 Congelamento.
instruções de trabalho (IT’s);
 Identificar os fatores que influenciam o
desenvolvimento de microrganismos nos
alimentos;
 Reconhecer os diversos instrumentos e
utensílios que são utilizados para medir as
gramaturas;
 Executar
diversos
processos
de
produção de doces e salgados;
 Executar
as
resfriamento,
técnicas
de
cocção,
congelamento
e
descongelamento dos produtos.
Capacidades Sociais, Organizativas e
Metodológicas:
 Agir eticamente;
 Argumentar tecnicamente;
 Comunicar-se clara e objetivamente;
 Demonstrar organização;
 Demonstrar percepção;
 Manter relação interpessoal;
 Respeitar normas e legislações e regras;
 Saber ouvir;
 Trabalhar em equipe;
 Zelar por instalações, equipamentos e
utensílios.
23
Catálogo de Cursos
Escolaridade mínima: 6º ano do ensino fundamental;
Idade mínima: 16 anos;
6. REQUISITOS DE
ACESSO
Ter concluído o curso de qualificação profissional na
área de alimentos ou experiência mínima de 6 (seis)
meses na área.
7. CARGA HORÁRIA
80 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
20 alunos
Tabela 3 – Doces e salgados
24
Catálogo de Cursos
3.4 Fabricação de cupcakes
1. TÍTULO
FABRICAÇÃO DE CUPCAKES
Realizar o pré-preparo e o preparo de cupcakes, de
acordo com os procedimentos técnicos e normas de
2. COMPETÊNCIA GERAL
qualidade, segurança dos alimentos, saúde, higiene,
segurança de trabalho e meio ambiente.
Propiciar
o
desenvolvimento
das
capacidades
técnicas, sociais, organizativas e metodológicas, de
3. OBJETIVO
acordo
com
os
procedimentos
e
normas
de
qualidade, segurança dos alimentos, saúde, higiene,
segurança de trabalho e meio ambiente.
4. MODALIDADE
Aperfeiçoamento Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Conhecimentos
 Princípio
Capacidades Técnicas:
 Interpretar
especificações
as
operações
determinadas
e
na
de
Higiene
e
as Conservação de Alimentos:
ficha
técnica;
 Boas práticas de fabricação –
BPF;
 Identificar a necessidade de seguir os
 Noções
de
segurança
do
procedimentos operacionais inerentes a trabalho;
 Noções do programa 5 S;
cada produto;
 Comparar
as
características
dos
 Planejamento
do
produto
preparos obtidos com as especificações (diversas gramaturas);
determinadas
na
ficha
técnica
de
 Utilização de instrumentos de
elaboração, deduzindo os reajustes na medição e controle;
dosificação
dos
ingredientes,
quando
 Recipientes e utensílios;
 Escolha
necessário;
 Identificar
a
importância
monitoramento
da
temperatura
dos
ingredientes
e
do pesagem;
dos
preparos para a qualidade do produto final;
 Habilidades manipulativas com
diversas massas, formatos, recheios
 Descrever as informações obrigatórias e coberturas dos cupcake.
nas etiquetas de identificação dos preparos;
 Formulações:
25
Catálogo de Cursos
 Identificar as medidas de segurança
 Cupcake com massas salgadas;
dos alimentos de modo a evitar possíveis
 Cupcake com massa rica;
contaminações;
 Cupcake com pré mistura de
 Aplicar as normas de saúde, higiene, bolos (sabores variados);
segurança
do
trabalho,
conforme
as
instruções de trabalho (IT’s);
 Cupcake
com
massas
doces
diversas.
 Identificar os fatores que influenciam o
 Recheios
e
Coberturas
desenvolvimento de microrganismos nos Diversas:
 Como glacês, pastas e similares.
alimentos;
 Reconhecer os diversos instrumentos e
utensílios que são utilizados para medir as
gramaturas;
 Executar
diversos
processos
de
preparo de massas e coberturas;
 Executar
as
resfriamento,
técnicas
de
cocção,
congelamento
e
descongelamento dos produtos.
Capacidades Sociais, Organizativas e
Metodológicas:
 Agir eticamente;
 Argumentar tecnicamente;
 Comunicar-se clara e objetivamente;
 Demonstrar organização;
 Demonstrar percepção;
 Manter relação interpessoal;
 Respeitar normas e legislações e regras;
 Saber ouvir;
 Trabalhar em equipe;
 Zelar por instalações, equipamentos e
utensílios.
26
Catálogo de Cursos
6. REQUISITOS DE
ACESSO
7. CARGA HORÁRIA
Escolaridade mínima: alfabetizado;
Idade mínima: 16 anos.
60 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
20 alunos
Tabela 4 – Fabricação de cupcakes
27
Catálogo de Cursos
3.5 Fabricação de massas
1. TÍTULO
FABRICAÇÃO DE MASSAS
Realizar o pré-preparo e o preparo de massas e
molhos de acordo com os procedimentos técnicos e
2. COMPETÊNCIA GERAL
normas de qualidade, segurança dos alimentos,
saúde, higiene, segurança de trabalho e meio
ambiente.
Propiciar
o
desenvolvimento
das
capacidades
técnicas, sociais, organizativas e metodológicas, de
3. OBJETIVO
acordo
com
os
procedimentos
e
normas
de
qualidade, segurança dos alimentos, saúde, higiene,
segurança de trabalho e meio ambiente.
4. MODALIDADE
Especialização Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Conhecimentos
 Noções
Capacidades Técnicas:
 Interpretar
especificações
as
operações
determinadas
e
na
de
boas
práticas
de
as fabricação – BPF;
ficha
 Noções de segurança no trabalho;
 Tipos
técnica;
e
operacionalização
de
 Identificar a necessidade de seguir os equipamentos e utensílios;
procedimentos operacionais inerentes a
 Formulações:
cada produto;
 Técnicas
 Comparar
as
características
de
Pré-preparo
e
dos Preparo de Diversos Tipos de
preparos obtidos com as especificações Massas Industrializadas e Frescas:
determinadas
na
ficha
técnica
de
 Canelone;
elaboração, deduzindo os reajustes na
 Espaguetes;
dosificação
 Lasanha;
dos
ingredientes,
quando
 Nhoque;
necessário;
 Identificar
a
importância
do
monitoramento
da
temperatura
dos
preparos para a qualidade do produto final;
 Descrever as informações obrigatórias
 Panqueca;
 Pizzas;
 Ravioli;
 Talharim.
28
Catálogo de Cursos
nas etiquetas de identificação dos preparos;
 Técnicas
de
Preparo
de
 Identificar as medidas de segurança Diversos Tipos de Molhos:
dos alimentos de modo a evitar possíveis
 Básico branco;
contaminações;
 Básico escuro;
 Aplicar as normas de saúde, higiene,
segurança
do
trabalho,
conforme
 Ferruginoso quente e frio.
as
instruções de trabalho (IT’s);
 Identificar os fatores que influenciam o
desenvolvimento de microrganismos nos
alimentos;
 Reconhecer os diversos instrumentos e
utensílios que são utilizados para medir as
gramaturas;
 Executar
diversos
processos
de
produção de massas e molhos;
 Executar
as
resfriamento,
técnicas
de
cocção,
congelamento
e
descongelamento dos produtos.
Capacidades Sociais, Organizativas e
Metodológicas:
 Agir eticamente;
 Argumentar tecnicamente;
 Comunicar-se clara e objetivamente;
 Demonstrar organização;
 Demonstrar percepção;
 Manter relação interpessoal;
 Respeitar normas e legislações e regras;
 Saber ouvir;
 Trabalhar em equipe;
 Zelar por instalações, equipamentos e
utensílios.
29
Catálogo de Cursos
Escolaridade mínima: 6º ano do ensino fundamental;
Idade mínima: 16 anos;
6. REQUISITOS DE
ACESSO
Ter concluído o curso de qualificação profissional na
área de alimentos ou experiência mínima de 6 (seis)
meses na área.
7. CARGA HORÁRIA
80 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
20 alunos
Tabela 5 – Fabricação de massas
30
Catálogo de Cursos
3.6 Lancheteiro
1. TÍTULO
LANCHETEIRO
Realizar o pré-preparo e o preparo de sanduiches
diferenciado de acordo com os procedimentos
2. COMPETÊNCIA GERAL
técnicos e normas de qualidade, segurança dos
alimentos, saúde, higiene, segurança de trabalho e
meio ambiente.
Propiciar
o
desenvolvimento
das
capacidades
técnicas, sociais, organizativas e metodológicas, de
3. OBJETIVO
acordo
com
os
procedimentos
e
normas
de
qualidade, segurança dos alimentos, saúde, higiene,
segurança de trabalho e meio ambiente.
4. MODALIDADE
Especialização Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Conhecimentos
 Noções
Capacidades Técnicas:
 Interpretar
especificações
as
operações
determinadas
e
na
de
boas
práticas
de
as fabricação – BPF;
ficha
 Noções de segurança no trabalho;
 Tipos
técnica;
e
operacionalização
de
 Identificar a necessidade de seguir os equipamentos e utensílios;
procedimentos operacionais inerentes a
 Técnicas
cada produto;
 Comparar
as
características
determinadas
na
ficha
técnica
ingredientes,
pré-preparo
e
 Técnicas
de
preparo
de
de sanduiche natural;
elaboração, deduzindo os reajustes na
dos
de
dos preparo de sanduiches e patés;
preparos obtidos com as especificações
dosificação
 Formulações:
 Técnicas de preparo de massa
quando básica para bolos;
 Técnicas de preparo de massas
necessário;
 Identificar
a
importância
monitoramento
da
temperatura
do fermentadas;
dos
preparos para a qualidade do produto final;
 Descrever as informações obrigatórias
 Técnicas de preparo de massas
arenosas;
 Técnicas de preparo de recheios
31
Catálogo de Cursos
nas etiquetas de identificação dos preparos;
 Identificar as medidas de segurança
doces e salgados;
 Técnicas de preparo de sucos e
dos alimentos de modo a evitar possíveis vitaminas.
 Técnicas:
contaminações;
 Aplicar as normas de saúde, higiene,
segurança
do
trabalho,
conforme
as
instruções de trabalho (IT’s);
 Preparação;
 Modelagem;
 Resfriamento;
 Identificar os fatores que influenciam o
 Congelamento.
desenvolvimento de microrganismos nos
alimentos;
 Reconhecer os diversos instrumentos e
utensílios que são utilizados para medir as
gramaturas;
 Executar
diversos
processos
de
preparo de sanduíches diferenciados;
 Executar
as
resfriamento,
técnicas
de
cocção,
congelamento
e
descongelamento dos produtos.
Capacidades Sociais, Organizativas e
Metodológicas:
 Agir eticamente;
 Argumentar tecnicamente;
 Comunicar-se clara e objetivamente;
 Demonstrar organização;
 Demonstrar percepção;
 Manter relação interpessoal;
 Respeitar normas e legislações e regras;
 Saber ouvir;
 Trabalhar em equipe;
 Zelar por instalações, equipamentos e
utensílios.
32
Catálogo de Cursos
Escolaridade mínima: 6º ano do ensino fundamental;
Idade mínima: 16 anos;
6. REQUISITOS DE
ACESSO
Ter concluído o curso de qualificação profissional na
área de alimentos ou experiência mínima de 6 (seis)
meses na área.
7. CARGA HORÁRIA
60 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
20 alunos
Tabela 6 – Lancheteiro
33
Catálogo de Cursos
3.7 Massas italianas e molhos
1. TÍTULO
MASSAS ITALIANAS E MOLHOS
Realizar o pré-preparo e o preparo de massas
italianas e molhos de acordo com os procedimentos
2. COMPETÊNCIA GERAL
técnicos e normas de qualidade, segurança dos
alimentos, saúde, higiene, segurança de trabalho e
meio ambiente.
Propiciar
o
desenvolvimento
das
capacidades
técnicas, sociais, organizativas e metodológicas, de
3. OBJETIVO
acordo
com
os
procedimentos
e
normas
de
qualidade, segurança dos alimentos, saúde, higiene,
segurança de trabalho e meio ambiente.
4. MODALIDADE
Especialização Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Conhecimentos
 Noções
Capacidades Técnicas:
 Interpretar
especificações
as
operações
determinadas
e
na
de
boas
práticas
de
as fabricação – BPF;
ficha
 Noções de segurança no trabalho;
 Tipos
técnica;
e
operacionalização
de
 Identificar a necessidade de seguir os equipamentos e utensílios;
procedimentos operacionais inerentes a
 Métodos de Conservação:
 Pasteurização;
cada produto;
 Comparar
as
características
dos
 Esterilização;
preparos obtidos com as especificações
 Acidificação;
determinadas
 Secagem;
na
ficha
técnica
de
elaboração, deduzindo os reajustes na
 Refrigeração;
dosificação
 Congelamento;
dos
ingredientes,
quando
 Embalagens e outros.
necessário;
 Identificar
a
importância
monitoramento
da
temperatura
do
 Aplicação
de
Molhos,
dos Ingredientes e Temperos:
preparos para a qualidade do produto final;
 Descrever as informações obrigatórias
 Especiarias;
 Ervas aromáticas;
34
Catálogo de Cursos
nas etiquetas de identificação dos preparos;
 Identificar as medidas de segurança
 Vegetais e outros.
 Técnica
de
Preparação
de
dos alimentos de modo a evitar possíveis Molhos:
 Básicos brancos;
contaminações;
 Aplicar as normas de saúde, higiene,
segurança
do
trabalho,
conforme
as
instruções de trabalho (IT’s);
 Básicos escuros;
 Ferruginosos;
 Emulsionados;
 Identificar os fatores que influenciam o
 Quentes;
desenvolvimento de microrganismos nos
 Frios;
alimentos;
 Relisch.
 Reconhecer os diversos instrumentos e
 Finalização e Armazenamento
utensílios que são utilizados para medir as do Prato:
gramaturas;
 Acondicionamento:
 Executar
diversos
processos
de
preparo de massas e molhos;
 Executar
as
resfriamento,
técnicas
 Produto
preparado
(utensílios
adequados).
de
cocção,
congelamento
e
descongelamento dos produtos.
 Decoração do prato;
 Controle
de
Temperatura
do
Alimento Pronto:
 Quente e frio.
Capacidades Sociais, Organizativas e
Metodológicas:
 Identificação do Produto:
 Rotulagem;
 Agir eticamente;
 Prazo de validade;
 Argumentar tecnicamente;
 Local de armazenamento;
 Comunicar-se clara e objetivamente;
 Destino dos produtos e outros.
 Demonstrar organização;
 Armazenamento
 Demonstrar percepção;
finalizado;
 Manter relação interpessoal;
 Formulações:
 Respeitar normas e legislações e regras;
 Técnicas
 Saber ouvir;
Preparo de Diversos Tipos de
 Trabalhar em equipe;
Massas Industrializadas e Frescas:
de
 Zelar por instalações, equipamentos e
 Canelone;
utensílios.
 Espaguete;
do
produto
Pré-preparo
e
35
Catálogo de Cursos
 Fettuccini;
 Lasanha;
 Macarrão de chocolate;
 Nhoque;
 Penne;
 Pizzas;
 Panzerotti;
 Ravioli;
 Rondele.
 Técnicas
de
preparação
de
recheios e molhos.
Escolaridade mínima: 6º ano do ensino fundamental;
Idade mínima: 16 anos;
6. REQUISITOS DE
ACESSO
Ter concluído o curso de qualificação profissional na
área de alimentos ou experiência mínima de 6 (seis)
meses na área.
7. CARGA HORÁRIA
60 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
20 alunos
Tabela 7 – Massas italianas e molhos
36
Catálogo de Cursos
3.8 Oficina de alimentação saudável para a terceira idade
OFICINA DE ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL PARA A
1. TÍTULO
TERCEIRA IDADE
Realizar o pré-preparo e o preparo de alimentos
cárneos, guarnições, sobremesas e sucos de acordo
2. COMPETÊNCIA GERAL
com os procedimentos técnicos e normas de
qualidade, segurança dos alimentos, saúde, higiene,
segurança de trabalho e meio ambiente.
Propiciar
o
desenvolvimento
das
capacidades
técnicas, sociais, organizativas e metodológicas, de
3. OBJETIVO
acordo
com
os
procedimentos
e
normas
de
qualidade, segurança dos alimentos, saúde, higiene,
segurança de trabalho e meio ambiente.
4. MODALIDADE
Especialização Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Conhecimentos
 Noções
Capacidades Técnicas:
de
boas
práticas
de
boas
práticas
de
 Aplicar as normas de saúde, higiene, fabricação – BPF;
segurança
do
trabalho,
conforme
as
 Noções
de
prestação de serviços – BPPS;
instruções de trabalho (IT’s);
 Identificar os fatores que influenciam o
 Noções de segurança no trabalho;
desenvolvimento de microrganismos nos
 Tipos
alimentos;
equipamentos e utensílios;
 Reconhecer os diversos instrumentos e
utensílios que são utilizados para medir as
operacionalização
de
 Formulações:
 Técnicas
de
pré-preparo
e
preparo de alimentos cárneos;
gramaturas;
 Definir a matéria-prima a ser utilizada
no processo de fabricação de cada produto;
 Implementar
e
o
balanceamento
da
receita;
 Reconhecer o processo de fabricação
 Técnicas de preparo de cortes de
frutas, legumes e verduras;
 Técnicas de preparo de saladas
refogadas, cruas e similares;
 Técnicas de preparo de sucos.
de cada produto;
37
Catálogo de Cursos
 Executar
produção
diversos
de
processos
alimentos
de
cárneos,
guarnições, sobremesas e sucos.
Capacidades Sociais, Organizativas e
Metodológicas:
 Agir eticamente;
 Argumentar tecnicamente;
 Comunicar-se clara e objetivamente;
 Demonstrar organização;
 Demonstrar percepção;
 Manter relação interpessoal;
 Respeitar normas e legislações e regras;
 Saber ouvir;
 Trabalhar em equipe;
 Zelar por instalações, equipamentos e
utensílios.
Escolaridade mínima: 6º ano do ensino fundamental;
Idade mínima: 16 anos;
6. REQUISITOS DE
ACESSO
Ter concluído o curso de qualificação profissional na
área de alimentos ou experiência mínima de 6 (seis)
meses na área.
7. CARGA HORÁRIA
40 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
20 alunos
Tabela 8 – Oficina de alimentação saudável para a terceira idade
38
Catálogo de Cursos
3.9 Oficina de biscoitos e tortas de natal
1. TÍTULO
OFICINA DE BISCOITOS E TORTAS DE NATAL
Realizar o pré-preparo e o preparo de biscoitos e
tortas de natal, de acordo com os procedimentos
2. COMPETÊNCIA GERAL
técnicos e normas de qualidade, segurança dos
alimentos, saúde, higiene, segurança de trabalho e
meio ambiente.
Propiciar
o
desenvolvimento
das
capacidades
técnicas, sociais, organizativas e metodológicas, de
3. OBJETIVO
acordo
com
os
procedimentos
e
normas
de
qualidade, segurança dos alimentos, saúde, higiene,
segurança de trabalho e meio ambiente.
4. MODALIDADE
Especialização Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Conhecimentos
 Noções
Capacidades Técnicas:
de
boas
práticas
de
boas
práticas
de
 Aplicar as normas de saúde, higiene, fabricação – BPF;
segurança
do
trabalho,
conforme
as
 Noções
de
prestação de serviços – BPPS;
instruções de trabalho (IT’s);
 Identificar os fatores que influenciam o
 Noções de segurança no trabalho;
desenvolvimento de microrganismos nos
 Tipos
alimentos;
equipamentos e utensílios;
 Reconhecer os diversos instrumentos e
utensílios que são utilizados para medir as
e
operacionalização
 Balanceamento de receitas;
 Formulações:
 Técnicas
gramaturas;
de
de
pré-preparo
e
 Definir a matéria-prima a ser utilizada preparo de diversos tipos de biscoitos
no processo de fabricação de cada produto;
 Implementar
o
balanceamento
da
receita;
e tortas doces;
 Fabricação
de
massa
de
biscoitos e bolachas (amanteigados,
 Reconhecer o processo de fabricação sequilhos, polvilho);
de cada produto;
 Fabricação de tortas doces.
 Executar diversos processos de produ39
Catálogo de Cursos
ção de biscoitos e tortas de natal.
Capacidades Sociais, Organizativas e
Metodológicas:
 Agir eticamente;
 Argumentar tecnicamente;
 Comunicar-se clara e objetivamente;
 Demonstrar organização;
 Demonstrar percepção;
 Manter relação interpessoal;
 Respeitar normas e legislações e regras;
 Saber ouvir;
 Trabalhar em equipe;
 Zelar por instalações, equipamentos e
utensílios.
Escolaridade mínima: 6º ano do ensino fundamental;
Idade mínima: 16 anos;
6. REQUISITOS DE
ACESSO
Ter concluído o curso de qualificação profissional na
área de alimentos ou experiência mínima de 6 (seis)
meses na área.
7. CARGA HORÁRIA
20 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
20 alunos
Tabela 9 – Oficina de biscoitos e tortas de natal
40
Catálogo de Cursos
3.10 Oficina de boas práticas de fabricação – BPF
OFICINA DE BOAS PRÁTICAS DE FABRICAÇÃO 1. TÍTULO
BPF
Propiciar aquisição de conhecimentos relativos à
manipulação de alimentos, de acordo com os
2. COMPETÊNCIA GERAL
procedimentos técnicos e normas de qualidade,
segurança dos alimentos, saúde, higiene, segurança
de trabalho e meio ambiente.
Propiciar
o
desenvolvimento
das
capacidades
técnicas, sociais, organizativas e metodológicas, de
3. OBJETIVO
acordo
com
os
procedimentos
e
normas
de
qualidade, segurança dos alimentos, saúde, higiene,
segurança de trabalho e meio ambiente.
4. MODALIDADE
Especialização Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Conhecimentos
 Noções
Capacidades Técnicas:
de
boas
práticas
de
boas
práticas
de
 Aplicar métodos de conservação de fabricação – BPF;
 Noções
alimentos;
de
 Analisar as características de materiais prestação de serviços – BPPS;
em conformidade com as normas de
 Noções de segurança no trabalho;
segurança dos alimentos;
 Princípios
de
higiene
e
 Classificar cada material de acordo conservação de alimentos;
com suas características (armazenamento);
 Considerar
energética,
aspectos
meio
de
ambiente,
–
 Módulo I
Conhecendo os
eficiência Alimentos:
perda
de
insumos, matéria-prima e tempo;
 Identificar as especificações técnicas
do fabricante de equipamentos e materiais;
 Os nutrientes;
 Pirâmide alimentar;
 Alimentação e saúde.
 Módulo
II
–
Noções
de
 Aplicar metodologias e ferramentas Microbiologia:
inerentes ao cumprimento dos programas
 O que são microrganismos;
de segurança dos alimentos;
 Doenças transmitidas pelos ali41
Catálogo de Cursos
 Identificar
as
necessidades
de mentos;
manutenção (corretiva e preventiva) nos
equipamentos e instalações físicas da área
 Contaminantes alimentares.
 Módulo III – Higienização:
 Higiene pessoal;
de produção;
 Interpretar
normas
e
resoluções
técnicas, ambientais, de segurança (saúde
 Higiene das mãos;
 Higiene do ambiente, utensílios e
no trabalho e segurança dos alimentos) equipamentos.
 Módulo IV – Boas Práticas na
aplicável ao processo de produção;
 Identificar os recursos necessários para Manipulação de Alimentos:
o
cumprimento
das
ambientais,
de
trabalho
segurança
e
normas
segurança
dos
técnicas
(saúde
no
alimentos)
aplicável ao processo de produção.
 Legislação;
 Controle e garantia de qualidade;
 Controle de vetores e pragas;
 Aquisição,
recebimento
e
armazenamento dos alimentos;
Capacidades Sociais, Organizativas e
Metodológicas:
 Agir eticamente;
 Higienização,
pré-preparo
dos
alimentos;
 Distribuição das refeições.
 Argumentar tecnicamente;
 Módulo V – Saúde e Segurança
 Comunicar-se clara e objetivamente;
no Trabalho:
 Demonstrar organização;
 Acidente no trabalho;
 Demonstrar percepção;
 Riscos ambientais;
 Manter relação interpessoal;
 EPI.
 Respeitar normas e legislações e regras;
 Saber ouvir;
 Trabalhar em equipe;
 Zelar por instalações, equipamentos e
utensílios.
Escolaridade mínima: 6º ano do ensino fundamental;
Idade mínima: 16 anos;
6. REQUISITOS DE
ACESSO
Ter concluído o curso de qualificação profissional na
área de alimentos ou experiência mínima de 6 (seis)
meses na área.
42
Catálogo de Cursos
7. CARGA HORÁRIA
20 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
20 alunos
Tabela 10 – Oficina de boas práticas de fabricação - BPF
43
Catálogo de Cursos
3.11 Oficina de doces e salgados
1. TÍTULO
OFICINA DE DOCES E SALGADOS
Realizar o pré-preparo e o preparo de doces e
salgados, de acordo com os procedimentos técnicos
2. COMPETÊNCIA GERAL
e normas de qualidade, segurança dos alimentos,
saúde, higiene, segurança de trabalho e meio
ambiente.
Propiciar
o
desenvolvimento
das
capacidades
técnicas, sociais, organizativas e metodológicas, de
3. OBJETIVO
acordo
com
os
procedimentos
e
normas
de
qualidade, segurança dos alimentos, saúde, higiene,
segurança de trabalho e meio ambiente.
4. MODALIDADE
Especialização Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Conhecimentos
 Noções
Capacidades Técnicas:
de
boas
práticas
de
boas
práticas
de
 Aplicar as normas de saúde, higiene, fabricação – BPF;
segurança
do
trabalho,
conforme
as
 Noções
de
prestação de serviços – BPPS;
instruções de trabalho (IT’s);
 Identificar os fatores que influenciam o
 Noções de segurança no trabalho;
desenvolvimento de microrganismos nos
 Tipos
alimentos;
equipamentos e utensílios;
 Reconhecer os diversos instrumentos e
utensílios que são utilizados para medir as
e
operacionalização
de
 Formulações:
 Técnicas
de
pré-preparo
e
preparo de salgados fritos, assados,
gramaturas;
 Definir a matéria-prima a ser utilizada fermentados e arenosos;
no processo de fabricação de cada produto;
 Implementar
o
balanceamento
 Técnicas de preparo de docinhos
da diversos;
receita;
 Técnicas de preparo de recheios.
 Reconhecer o processo de fabricação
de cada produto;
 Executar diversos processos de produ44
Catálogo de Cursos
ção de doces e salgados.
Capacidades Sociais, Organizativas e
Metodológicas:
 Agir eticamente;
 Argumentar tecnicamente;
 Comunicar-se clara e objetivamente;
 Demonstrar organização;
 Demonstrar percepção;
 Manter relação interpessoal;
 Respeitar normas e legislações e regras;
 Saber ouvir;
 Trabalhar em equipe;
 Zelar por instalações, equipamentos e
utensílios.
Escolaridade mínima: 6º ano do ensino fundamental;
Idade mínima: 16 anos;
6. REQUISITOS DE
ACESSO
Ter concluído o curso de qualificação profissional na
área de alimentos ou experiência mínima de 6 (seis)
meses na área.
7. CARGA HORÁRIA
20 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
20 alunos
Tabela 11 – Oficina de ovos de doces e salgados
45
Catálogo de Cursos
3.12 Oficina de massa folhada e semi folhada
1. TÍTULO
OFICINA DE MASSA FOLHADA E SEMI FOLHADA
Realizar o pré-preparo e o preparo de massas
folhadas e semi folhadas, de acordo com os
2. COMPETÊNCIA GERAL
procedimentos técnicos e normas de qualidade,
segurança dos alimentos, saúde, higiene, segurança
de trabalho e meio ambiente.
Propiciar
o
desenvolvimento
das
capacidades
técnicas, sociais, organizativas e metodológicas, de
3. OBJETIVO
acordo
com
os
procedimentos
e
normas
de
qualidade, segurança dos alimentos, saúde, higiene,
segurança de trabalho e meio ambiente.
4. MODALIDADE
Especialização Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Conhecimentos
 Noções
Capacidades Técnicas:
de
boas
práticas
de
boas
práticas
de
 Aplicar as normas de saúde, higiene, fabricação – BPF;
segurança
do
trabalho,
conforme
as
 Noções
de
prestação de serviços – BPPS;
instruções de trabalho (IT’s);
 Identificar os fatores que influenciam o
 Noções de segurança no trabalho;
desenvolvimento de microrganismos nos
 Tipos
alimentos;
equipamentos e utensílios;
 Reconhecer os diversos instrumentos e
utensílios que são utilizados para medir as
e
operacionalização
de
 Formulações:
 Técnicas
de
pré-preparo
e
preparo de diversos tipos de massas
gramaturas;
 Definir a matéria-prima a ser utilizada folhadas e semi folhadas;
no processo de fabricação de cada produto;
 Implementar
o
balanceamento
 Técnicas de preparo de recheios
da doces e salgados.
receita;
 Reconhecer o processo de fabricação
de cada produto;
 Executar diversos processos de produ46
Catálogo de Cursos
ção de massas folhadas e semi folhadas.
Capacidades Sociais, Organizativas e
Metodológicas:
 Agir eticamente;
 Argumentar tecnicamente;
 Comunicar-se clara e objetivamente;
 Demonstrar organização;
 Demonstrar percepção;
 Manter relação interpessoal;
 Respeitar normas e legislações e regras;
 Saber ouvir;
 Trabalhar em equipe;
 Zelar por instalações, equipamentos e
utensílios.
Escolaridade mínima: 6º ano do ensino fundamental;
Idade mínima: 16 anos;
6. REQUISITOS DE
ACESSO
Ter concluído o curso de qualificação profissional na
área de alimentos ou experiência mínima de 6 (seis)
meses na área.
7. CARGA HORÁRIA
20 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
20 alunos
Tabela 12 – Oficina de massas folhadas e semi folhada
47
Catálogo de Cursos
3.13 Oficina de ovos de chocolate e bombons para páscoa
OFICINA DE OVOS DE CHOCOLATE E BOMBONS
1. TÍTULO
PARA PÁSCOA
Realizar o pré-preparo e o preparo de ovos de
chocolates
2. COMPETÊNCIA GERAL
e
bombons,
de
acordo
com
os
procedimentos técnicos e normas de qualidade,
segurança dos alimentos, saúde, higiene, segurança
de trabalho e meio ambiente.
Propiciar
o
desenvolvimento
das
capacidades
técnicas, sociais, organizativas e metodológicas, de
3. OBJETIVO
acordo
com
os
procedimentos
e
normas
de
qualidade, segurança dos alimentos, saúde, higiene,
segurança de trabalho e meio ambiente.
4. MODALIDADE
Especialização Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Conhecimentos
 Noções
Capacidades Técnicas:
de
boas
práticas
de
boas
práticas
de
 Aplicar as normas de saúde, higiene, fabricação – BPF;
segurança
do
trabalho,
conforme
as
 Noções
de
prestação de serviços – BPPS;
instruções de trabalho (IT’s);
 Identificar os fatores que influenciam o
 Noções de segurança no trabalho;
desenvolvimento de microrganismos nos
 Tipos
alimentos;
equipamentos e utensílios;
 Reconhecer os diversos instrumentos e
utensílios que são utilizados para medir as
 Definir a matéria-prima a ser utilizada
no processo de fabricação de cada produto;
receita;
operacionalização
de
 Formulações:
 Técnicas
de
pré-preparo
e
preparo de ovos de chocolate;
gramaturas;
 Implementar
e
o
balanceamento
 Técnicas
preparo
de
de
pré-preparo
bombons
e
recheados
da diversos;
 Técnicas
de
embalagem
e
 Reconhecer o processo de fabricação decoração;
de cada produto;
 Técnicas de preparo de recheios.
48
Catálogo de Cursos
 Executar
diversos
processos
de
produção de ovos de chocolate e bombons.
Capacidades Sociais, Organizativas e
Metodológicas:
 Agir eticamente;
 Argumentar tecnicamente;
 Comunicar-se clara e objetivamente;
 Demonstrar organização;
 Demonstrar percepção;
 Manter relação interpessoal;
 Respeitar normas e legislações e regras;
 Saber ouvir;
 Trabalhar em equipe;
 Zelar por instalações, equipamentos e
utensílios.
Escolaridade mínima: 6º ano do ensino fundamental;
Idade mínima: 16 anos;
6. REQUISITOS DE
ACESSO
Ter concluído o curso de qualificação profissional na
área de alimentos ou experiência mínima de 6 (seis)
meses na área.
7. CARGA HORÁRIA
20 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
20 alunos
Tabela 13 – Oficina de ovos de chocolate e bombons para páscoa
49
Catálogo de Cursos
3.14 Oficina de panetones especiais
1. TÍTULO
OFICINA DE PANETONES ESPECIAIS
Realizar o pré-preparo e o preparo de panetones, de
acordo com os procedimentos técnicos e normas de
2. COMPETÊNCIA GERAL
qualidade, segurança dos alimentos, saúde, higiene,
segurança de trabalho e meio ambiente.
Propiciar
o
desenvolvimento
das
capacidades
técnicas, sociais, organizativas e metodológicas, de
3. OBJETIVO
acordo
com
os
procedimentos
e
normas
de
qualidade, segurança dos alimentos, saúde, higiene,
segurança de trabalho e meio ambiente.
4. MODALIDADE
Especialização Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Conhecimentos
 Noções
Capacidades Técnicas:
de
boas
práticas
de
boas
práticas
de
 Aplicar as normas de saúde, higiene, fabricação – BPF;
segurança
do
trabalho,
conforme
as
 Noções
de
prestação de serviços – BPPS;
instruções de trabalho (IT’s);
 Identificar os fatores que influenciam o
 Noções de segurança no trabalho;
desenvolvimento de microrganismos nos
 Tipos
alimentos;
equipamentos e utensílios;
 Reconhecer os diversos instrumentos e
e
operacionalização
de
 Formulações:
utensílios que são utilizados para medir as
 Técnicas
gramaturas;
Preparo de Massas de Panetones:
 Definir a matéria-prima a ser utilizada
no processo de fabricação de cada produto;
 Implementar
o
balanceamento
de
Pré-preparo
e
 Doces e salgados.
 Método e Fabricação Direto, Pré-
da fermentação:
receita;
 Reconhecer o processo de fabricação
de cada produto;
 Fermentação natural;
 Fermentação controlada;
 Leveduras naturais (poolisch).
 Executar diversos processos de produ-
50
Catálogo de Cursos
ção de panetones.
Capacidades Sociais, Organizativas e
Metodológicas:
 Agir eticamente;
 Argumentar tecnicamente;
 Comunicar-se clara e objetivamente;
 Demonstrar organização;
 Demonstrar percepção;
 Manter relação interpessoal;
 Respeitar normas e legislações e regras;
 Saber ouvir;
 Trabalhar em equipe;
 Zelar por instalações, equipamentos e
utensílios.
Escolaridade mínima: 6º ano do ensino fundamental;
Idade mínima: 16 anos;
6. REQUISITOS DE
Ter concluído o curso de qualificação profissional na
ACESSO
área de alimentos ou experiência mínima de 6 (seis)
meses na área.
7. CARGA HORÁRIA
40 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
20 alunos
Tabela 14 – Oficina de panetones especiais
51
Catálogo de Cursos
3.15 Oficina de pizza
1. TÍTULO
OFICINA DE PIZZA
Realizar o pré-preparo e o preparo de massas de
pizza, de acordo com os procedimentos técnicos e
2. COMPETÊNCIA GERAL
normas de qualidade, segurança dos alimentos,
saúde, higiene, segurança de trabalho e meio
ambiente.
Propiciar
o
desenvolvimento
das
capacidades
técnicas, sociais, organizativas e metodológicas, de
3. OBJETIVO
acordo
com
os
procedimentos
e
normas
de
qualidade, segurança dos alimentos, saúde, higiene,
segurança de trabalho e meio ambiente.
4. MODALIDADE
Especialização Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Conhecimentos
 Noções
Capacidades Técnicas:
de
boas
práticas
de
boas
práticas
de
 Aplicar as normas de saúde, higiene, fabricação – BPF;
segurança
do
trabalho,
conforme
as
 Noções
de
prestação de serviços – BPPS;
instruções de trabalho (IT’s);
 Identificar os fatores que influenciam o
 Noções de segurança no trabalho;
desenvolvimento de microrganismos nos
 Tipos
alimentos;
equipamentos e utensílios;
 Reconhecer os diversos instrumentos e
e
operacionalização
de
 Formulações:
utensílios que são utilizados para medir as
 Técnicas
gramaturas;
Preparo de Diversos Tipos de
de
Pré-preparo
e
 Definir a matéria-prima a ser utilizada Massas de Pizzas:
no processo de fabricação de cada produto;
 Implementar
o
balanceamento
da
receita;
 Reconhecer o processo de fabricação
de cada produto;
 Executar diversos processos de produ-
 Profissional;
 Integral;
 Com cenoura;
 Com batata.
 Técnicas de Preparo de Pizzas:
 Panela de pressão;
52
Catálogo de Cursos
 Frigideira;
ção de massas de pizzas.
 Liquidificador;
Capacidades Sociais, Organizativas e
Metodológicas:
 Enrolada.
 Técnicas de preparo de recheios.
 Agir eticamente;
 Argumentar tecnicamente;
 Comunicar-se clara e objetivamente;
 Demonstrar organização;
 Demonstrar percepção;
 Manter relação interpessoal;
 Respeitar normas e legislações e regras;
 Saber ouvir;
 Trabalhar em equipe;
 Zelar por instalações, equipamentos e
utensílios.
Escolaridade mínima: 6º ano do ensino fundamental;
Idade mínima: 16 anos;
6. REQUISITOS DE
ACESSO
Ter concluído o curso de qualificação profissional na
área de alimentos ou experiência mínima de 6 (seis)
meses na área.
7. CARGA HORÁRIA
20 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
20 alunos
Tabela 15 – Oficina de pizza
53
Catálogo de Cursos
3.16 Oficina de sobremesas para ceia de natal
OFICINA DE SOBREMESAS PARA CEIA DE
1. TÍTULO
NATAL
Realizar o pré-preparo e o preparo de sobremesas de
acordo com os procedimentos técnicos e normas de
2. COMPETÊNCIA GERAL
qualidade, segurança dos alimentos, saúde, higiene,
segurança de trabalho e meio ambiente.
Propiciar
o
desenvolvimento
das
capacidades
técnicas, sociais, organizativas e metodológicas, de
3. OBJETIVO
acordo
com
os
procedimentos
e
normas
de
qualidade, segurança dos alimentos, saúde, higiene,
segurança de trabalho e meio ambiente.
4. MODALIDADE
Especialização Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Conhecimentos
 Noções
Capacidades Técnicas:
de
boas
práticas
de
boas
práticas
de
 Aplicar as normas de saúde, higiene, fabricação – BPF;
segurança
do
trabalho,
conforme
as
 Noções
de
prestação de serviços – BPPS;
instruções de trabalho (IT’s);
 Identificar os fatores que influenciam o
 Noções de segurança no trabalho;
desenvolvimento de microrganismos nos
 Tipos
alimentos;
equipamentos e utensílios;
 Reconhecer os diversos instrumentos e
utensílios que são utilizados para medir as
e
operacionalização
de
 Formulações:
 Técnicas
de
pré-preparo
de
diversos tipos de sobremesas.
gramaturas;
 Definir a matéria-prima a ser utilizada
no processo de fabricação de cada produto;
 Implementar
o
balanceamento
da
receita;
 Reconhecer o processo de fabricação
de cada produto;
 Executar diversos processos de produ54
Catálogo de Cursos
ção de sobremesas.
Capacidades Sociais, Organizativas e
Metodológicas:
 Agir eticamente;
 Argumentar tecnicamente;
 Comunicar-se clara e objetivamente;
 Demonstrar organização;
 Demonstrar percepção;
 Manter relação interpessoal;
 Respeitar normas e legislações e regras;
 Saber ouvir;
 Trabalhar em equipe;
 Zelar por instalações, equipamentos e
utensílios.
Escolaridade mínima: 6º ano do ensino fundamental;
Idade mínima: 16 anos;
6. REQUISITOS DE
ACESSO
Ter concluído o curso de qualificação profissional na
área de alimentos ou experiência mínima de 6 (seis)
meses na área.
7. CARGA HORÁRIA
20 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
20 alunos
Tabela 16 – Oficina de sobremesas para ceia de natal
55
Catálogo de Cursos
3.17 Oficina de tortas e sobremesas geladas
1. TÍTULO
OFICINA DE TORTAS E SOBREMESAS GELADAS
Realizar o pré-preparo e o preparo de tortas e
sobremesas
2. COMPETÊNCIA GERAL
geladas,
de
acordo
com
os
procedimentos técnicos e normas de qualidade,
segurança dos alimentos, saúde, higiene, segurança
de trabalho e meio ambiente.
Propiciar
o
desenvolvimento
das
capacidades
técnicas, sociais, organizativas e metodológicas, de
3. OBJETIVO
acordo
com
os
procedimentos
e
normas
de
qualidade, segurança dos alimentos, saúde, higiene,
segurança de trabalho e meio ambiente.
4. MODALIDADE
Especialização Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Conhecimentos
 Noções
Capacidades Técnicas:
de
boas
práticas
de
boas
práticas
de
 Aplicar as normas de saúde, higiene, fabricação – BPF;
segurança
do
trabalho,
conforme
as
 Noções
de
prestação de serviços – BPPS;
instruções de trabalho (IT’s);
 Identificar os fatores que influenciam o
 Noções de segurança no trabalho;
desenvolvimento de microrganismos nos
 Tipos
alimentos;
equipamentos e utensílios;
 Reconhecer os diversos instrumentos e
utensílios que são utilizados para medir as
e
operacionalização
de
 Formulações:
 Técnicas
de
pré-preparo
de
diversos tipos de tortas e sobremesas
gramaturas;
 Definir a matéria-prima a ser utilizada geladas.
no processo de fabricação de cada produto;
 Implementar
o
balanceamento
da
receita;
 Reconhecer o processo de fabricação
de cada produto;
 Executar diversos processos de produ56
Catálogo de Cursos
ção de tortas e sobremesas geladas.
Capacidades Sociais, Organizativas e
Metodológicas:
 Agir eticamente;
 Argumentar tecnicamente;
 Comunicar-se clara e objetivamente;
 Demonstrar organização;
 Demonstrar percepção;
 Manter relação interpessoal;
 Respeitar normas e legislações e regras;
 Saber ouvir;
 Trabalhar em equipe;
 Zelar por instalações, equipamentos e
utensílios.
Escolaridade mínima: 6º ano do ensino fundamental;
Idade mínima: 16 anos;
6. REQUISITOS DE
ACESSO
Ter concluído o curso de qualificação profissional na
área de alimentos ou experiência mínima de 6 (seis)
meses na área.
7. CARGA HORÁRIA
20 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
20 alunos
Tabela 17 – Oficina de tortas e sobremesas geladas
57
Catálogo de Cursos
3.18 Padeiro industrial
PADEIRO INDUSTRIAL
1. TÍTULO
CÓD. CBO 8483-10
Planejar
a
produção
panificação
2. COMPETÊNCIA GERAL
em
e
fabricar
conformidade
produtos
com
normas
de
e
procedimentos técnicos e de qualidade, segurança do
trabalho
e
dos
alimentos,
higiene,
saúde
e
preservação ambiental.
Propiciar
o
desenvolvimento
das
capacidades
técnicas, sociais, organizativas e metodológicas e os
conhecimentos de produtos de panificação em
3. OBJETIVO
conformidade com normas e procedimentos técnicos
e de qualidade, segurança do trabalho e dos
alimentos, higiene, saúde e preservação ambiental.
4. MODALIDADE
Qualificação Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Conhecimentos
 Integração
Capacidades Técnicas:
e
orientação
 Identificar a necessidade de cumprir profissional;
normas
seguindo
e
desenvolver
os
as
procedimentos
atividades
e
 Noções
de
boas
práticas
de
normas fabricação – BPF;
técnicas, de qualidade, meio ambiente,
 Noções de segurança no trabalho;
saúde e segurança no trabalho, garantindo
 Tipos
a segurança operacional;
equipamentos e utensílios;
 Aplicar conceitos de tecnologia da
 Identificar o fluxo de produção dos
de
 A função dos ingredientes na
 Medidas de equivalência;
 Origem da panificação;
diferentes produtos;
 Classificar cada material de acordo
com suas características (armazenamento);
 Cálculos Matemáticos:
 Porcentagens;
e
 Regra
extrínsecos) que influenciam na eficiência e
composta;
fatores
operacionalização
fabricação do pão;
panificação no processo de produção;
 Considerar
e
(intrínsecos
de
três
simples
e
58
Catálogo de Cursos
eficácia do processo de cada produto
(temperatura de forno, tempo de preparo,
 Medidas.
 Principais Ingredientes:
 Água;
tempo de cozimento);
 Definir a quantidade de matéria-prima a
 Fermento;
ser utilizada no processo de fabricação de
 Sal de cozinha;
cada produto;
 Açucares;
 Especificar
os
equipamentos
e
 Óleos e gorduras;
utensílios a serem utilizados no processo
 Leite;
de fabricação;
 Ovo;
 Estabelecer
a
disposição
dos
 Aditivos.
equipamentos conforme fluxo do processo
 Processo
de produção;
Pães:
 Avaliar a proporção de ingredientes em
função da quantidade de produto a ser
de
Fabricação
de
 Introdução;
 Métodos de fabricação;
fabricado;
 Cálculo de temperatura base da
 Estabelecer a relação do processo água;
produtivo utilizado com os novos métodos
 Cálculo do gelo;
disponíveis (equipamentos multifuncionais);
 Cálculo dos ingredientes;
 Definir padrões para a elaboração da
 Elaboração das fichas técnicas.
ficha
técnica
(procedimento
padrão,
 Métodos de Fermentação:
receita);
 Convencional, direto e esponja;
 Identificar a capacidade produtiva dos
 Papel dos agentes químicos na
equipamentos utilizados no processo de
fermentação;
produção;
 Reconstrução de massas.
 Identificar
as
características
de
 Fabricação de Produtos de
funcionamento
dos
equipamentos,
Panificação:
utensílios e instrumentos, a serem
 Massas salgadas;
utilizados no processo de produção;
 Massas semi doces;
 Identificar as características dos
 Massas doces;
insumos (matéria-prima, equipamentos e
 Recheios e coberturas de pães
utensílios);
(doces e salgados).
 Analisar as especificações técnicas do
 Pães com Misturas Prontas:
fabricante de equipamentos e materiais;
59
Catálogo de Cursos
 Identificar as matérias-primas a serem
 Salgadas;
 Semi doces;
utilizadas no processo de produção;
 Analisar a quantidade de produtos a
 Doces.
 Massa de bolo e pão de ló;
serem fabricados;
 Calcular matéria-prima conforme ficha
 Massa de Biscoito e Bolacha:
 Amanteigados,
técnica (procedimento padrão e receita);
sequilhos,
 Identificar o processo de fabricação de polvilho.
 Características
cada produto;
 Aplicar conceitos de análise sensorial Tecnológicas
no processo de produção;
 Volume;
padrão e receita) a ser utilizada no
 Textura;
processo de produção da panificação;
 Crocância;
 Avaliar as características do produto
visando
e
Produtos
de
Panificação:
 Interpretar ficha técnica (procedimento
desenvolvido
dos
Sensoriais
atender
aos
princípios da qualidade.
 Maciez;
 Granulometria;
 Uniformidade;
 Sabor (aroma + gosto);
Capacidades Sociais, Organizativas e
Metodológicas:
 Agir eticamente;
 Pestana;
 Cor da crosta.
 Métodos de Fabricação:
 Argumentar tecnicamente;
 Direto;
 Comunicar-se clara e objetivamente;
 Pré-fermentação;
 Demonstrar organização;
 Fermentação controlada (armário
 Demonstrar percepção;
e câmara climática);
 Manter relação interpessoal;
 Fermentação natural;
 Respeitar normas e legislações e regras;
 Leveduras naturais;
 Saber ouvir;
 Autólise;
 Trabalhar em equipe;
 Congelamento;
 Zelar por instalações, equipamentos e
 Pré-cozimento.
utensílios.
 Etapas do processo de fabricação;
 Prática de Produção:
60
Catálogo de Cursos
 Massa salgada;
 Massa semi doces;
 Doces.
6. REQUISITOS DE
ACESSO
7. CARGA HORÁRIA
Escolaridade mínima: 6º ano do ensino fundamental;
Idade mínima: 16 anos.
180 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
20 alunos
Tabela 18 – Padeiro industrial
61
Catálogo de Cursos
4 AUTOMOTIVA
62
Catálogo de Cursos
ORGANIZAÇÃO CURRICULAR DOS CURSOS
4.1 Alinhamento e balanceamento de rodas
1. TÍTULO
ALINHAMENTO E BALANCEAMENTO DE RODAS
Diagnosticar e aplicar técnicas de manutenção de
alinhamento de direção, montagem e desmontagem e
balanceamento de rodas, aplicando as especificações
2. COMPETÊNCIA GERAL
técnicas do fabricante, seguindo as normas de
qualidade, meio ambiente, saúde e segurança no
trabalho.
Propiciar
3. OBJETIVO
o
desenvolvimento
de
capacidades
técnicas, sociais, organizativas e metodológicas
relacionadas à manutenção da geometria veicular.
4. MODALIDADE
Especialização Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Conhecimentos
Capacidades Técnicas:
 Conceitos básicos sobre pneus,
 Reconhecer
os
princípios
básicos rodas e aros e balanceamento de
relacionados à suspensão, freios e direção;
 Identificar os principais componentes
 Conceito
 Montar e desmontar o conjunto de
 Noções
Trabalho
rodas;
máquinas
e
definições
do
alinhamento de rodas;
do conjunto rodas;
 Operar
rodas;
relacionadas
de
e
Segurança
Proteção
ao
no
Meio
ao Ambiente:
alinhamento da geometria veicular.
 Utilização
de
materiais
e
equipamentos adequados;
Capacidades Sociais, Organizativas e
 Conservação,
Metodológicas:
impactos ambientais.
descarte
e
 Trabalhar em equipe;
 Exercícios práticos em alinhador
 Prever consequências;
computadorizado;
 Ter raciocínio lógico;
 Prática
da
montagem
/
desmontagem do pneu;
63
Catálogo de Cursos
 Ser analítico;
 Prática
 Ter atenção a detalhes;
balanceador estacionário e local.
do
balanceamento
em
 Ser organizado.
Escolaridade mínima: 6º ano do ensino fundamental;
Idade mínima: 16 anos;
6. REQUISITOS DE
Ter concluído o curso de Mecânico de Automóvel ou
ACESSO
Mecânico de Sistemas de Freios, Suspensão e Direção
de Veículos Leves ou experiência mínima de 6 (seis)
meses na área.
7. CARGA HORÁRIA
60 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
10 alunos
Tabela 19 – Alinhamento e balanceamento de rodas
64
Catálogo de Cursos
4.2 Eletricista de automóveis
ELETRICISTA DE AUTOMÓVEIS
1. TÍTULO
CÓD. CBO 9531-15
Realizar instalação e manutenção de sistemas
elétricos e eletrônicos e do sistema de carga e partida
2. COMPETÊNCIA GERAL
de automóveis, seguindo especificações técnicas do
fabricante, meio ambiente, saúde e segurança no
trabalho.
Propiciar
o
desenvolvimento
de
capacidades
técnicas, sociais, organizativas e metodológicas
3. OBJETIVO
relacionadas à eletricidade automotiva presente em
diferentes sistemas automotivos.
4. MODALIDADE
Qualificação Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Conhecimentos
 Integração
Capacidades Técnicas:
e
orientação
 Conceituar importância da metodologia profissional;
 Educação ambiental;
do programa 5 S nas oficinas mecânicas;
 Identificar e classificar os resíduos
 Segurança no trabalho;
 Conceitos básicos de eletricidade;
líquidos e sólidos;
 Reconhecer e classificar os “EPI’s”
 Grandezas elétricas;
 Lei de OHM;
para área de eletricista de automóveis;
 Identificar e solucionar pontos críticos
 Potência
elétrica
em
corrente
de organização e higiene em ambiente de contínua;
 Magnetismo e eletromagnetismo;
trabalho;
 Identificar
eletricidade
os
princípios
aplicados
aos
físicos
da
sistemas
elétricos automotivos;
 Reconhecer os principais componentes
 Instrumento de medição elétrica;
 Sistema de carga e partida;
 Circuito elétrico;
 Leitura
e
interpretação
de
eletroeletrônicos aplicáveis aos sistemas esquemas elétricos;
elétricos automotivos, suas características e  Sistema de ignição convencional e
funções;
eletrônica;
65
Catálogo de Cursos
 Identificar
paralelo
circuitos
elétricos
misto)
para
e
(série,
 Noções
básicas
de
injeção
sistemas eletrônica.
automotivos;
 Medir
grandezas
elétricas
com
a
utilização de instrumentos de medição (lei
de OHM, corrente, tensão e resistência);
 Interpretar conceitos de magnetismo e
eletromagnetismo;
 Interpretar
esquemas
elétricos
defeitos
circuitos
automotivos;
 Diagnosticar
em
elétricos (série, paralelo e misto);
 Interpretar os procedimentos e normas
técnicas
aplicáveis
à
manutenção
do
sistema de carga e partida;
 Reconhecer os diferentes tipos de
ferramentas e equipamentos utilizados na
manutenção do sistema de carga e partida,
assim
como
funções,
as
formas
suas
de
características,
uso,
aferição
e
conservação;
 Reconhecer os diferentes tipos de
testes de funcionamento do sistema de
carga e partida, assim como a sua função,
forma
de
execução
e
avaliação
de
resultados;
 Identificar,
pela
inspeção
visual,
possíveis falhas no sistema de carga e
partida, tendo em vista a consideração do
diagnóstico na elaboração de relatórios,
ordem de serviço ou solução do problema
diagnosticado;
66
Catálogo de Cursos
 Fundamentar
tecnicamente
a
necessidade de serviços adicionais no
sistema de carga e partida;
 Reconhecer os possíveis impactos ou
consequências das anomalias no sistema
de carga e partida, em outros sistemas do
veículo, tendo em vista a orientação ao
proprietário;
 Fundamentar
tecnicamente
a
necessidade de manutenção em outros
sistemas
em
função
das
anomalias
apresentadas pelo veículo no sistema de
carga e partida;
 Reconhecer os diferentes tipos de
proteção aplicáveis ao veículo nos serviços
de manutenção do sistema de carga e
partida, assim como a sua finalidade,
pontos de proteção e forma de aplicação;
 Selecionar, com base no manual de
reparação, as ferramentas e equipamentos
indicados para o processo de remoção /
desmontagem de componentes do sistema
de carga e partida;
 Reconhecer os diferentes tipos de
equipamentos de proteção individual (EPI’s)
aplicáveis à remoção / desmontagem de
componentes do sistema de carga e
partida,
assim
condições
de
como
uso
suas finalidades,
(conservação)
e
orientações do fabrica;
 Selecionar, com base no manual de
reparação, as ferramentas e equipamentos
indicados para o processo de limpeza de
67
Catálogo de Cursos
componentes do sistema de carga e
partida;
 Reconhecer o sistema de sinalização e
Iluminação do veiculo;
 Reconhecer as anomalias no sistema
de sinalização e iluminação do veículo.
Capacidades Sociais, Organizativas e
Metodológicas:
 Demonstrar
espírito
colaborativo
em
atividades coletivas;
 Demonstrar atitudes éticas nas ações e
nas relações profissionais organizativas;
 Reconhecer os princípios da organização
no desenvolvimento das atividades sob a
sua responsabilidade;
 Reconhecer situações de risco à saúde e
segurança do trabalhador e as diferentes
formas de proteção a esses riscos;
 Demonstrar organização nos próprios
materiais
e
no
desenvolvimento
das
atividades;
 Zelar pelo ambiente de trabalho;
 Ter
consciência
prevencionista
em
relação à saúde, à segurança e ao meio
ambiente;
 Conservar
os
equipamentos
e
instrumentos;
 Trabalhar em grupo;
 Manter relacionamentos interpessoais.
6. REQUISITOS DE
ACESSO
Escolaridade mínima: 6º ano do ensino fundamental;
Idade mínima: 16 anos.
68
Catálogo de Cursos
7. CARGA HORÁRIA
180 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
15 alunos
Tabela 20 – Eletricista de automóveis
69
Catálogo de Cursos
4.3 Injeção eletrônica básica
1. TÍTULO
INJEÇÃO ELETRÔNICA BÁSICA
Realizar manutenção e diagnóstico dos sistemas de
injeção eletrônica dos motores ciclo Otto, seguindo
2. COMPETÊNCIA GERAL
especificações
técnicas
do
fabricante,
em
conformidade com normas de qualidade, meio
ambiente, saúde e segurança no trabalho.
Propiciar
o
desenvolvimento
de
capacidades
técnicas, sociais, organizativas e metodológicas
3. OBJETIVO
relacionadas aos sistemas de injeção eletrônica dos
motores ciclo Otto.
4. MODALIDADE
Especialização Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Conhecimentos
Capacidades Técnicas:
 Conceitos básicos de eletricidade
 Identificar grandezas físicas e seus para injeção eletrônica;
 Noções básicas de instrumentos
respectivos instrumentos de medição;
 Conhecer
as
grandezas
elétricas de medição elétrica;
(corrente, resistência, potência e tensão
 Princípios
alternada e continua);
motores (ciclo Otto);
 Identificar os tipos, as funções, as
características
e
as
aplicações
 Sistema
de
de
fundamento
arrefecimento
dos
do
dos motor;
 Funcionamento
instrumentos de medição;
do
sistema
de
 Efetuar medições com os instrumentos injeção eletrônica;
(multímetro
automotivo,
osciloscópio,  Visão global do sistema de injeção
caneta de polaridade, tacômetro digital, eletrônica;
scanner automotivo, manômetro de pressão  Estratégia do sistema de injeção
eletrônica;
de combustível);
 Compreender
o
funcionamento
do
motor ciclo Otto e seus sistemas;
 Identificar os tipos e as características
do motor e seu sistema;
 Sensores do sistema de injeção
eletrônica;
 Atuadores do sistema de injeção
eletrônica;
70
Catálogo de Cursos
 Identificar o circuito de alimentação de
motor;
combustível;
 Aplicar
técnicas,
 Sistema elétrico de ignição do
procedimentos,
ferramentas
referentes
à
normas
de
injeção
/
ignição
equipamentos eletrônica SPI G6/G7 – Fiat. Magnet
e
limpeza, Marelli;
inspeção,
manutenção,
 Sistema
remoção,
reparação,
 Sistema
de
injeção
/
ignição
substituição e teste de componentes do eletrônica VW/FORD EEC-IV;
 Sistema
motor do sistema de injeção eletrônica;
de
injeção
/
ignição
 Realizar diagnósticos para resolução eletrônica GM/EFI MULTEC 700 TBI;
de
defeitos
em
sistema
de
injeção
 Códigos de piscadas dos sistemas
de injeção eletrônica;
eletrônica;
 Realizar
leituras
de
esquemas
 Diagnósticos
de
falhas
dos
sistemas de injeção / ignição dos
elétricos;
 Efetuar ligações em circuito em serie e motores;
 Procedimentos de diagnóstico de
paralelo;
de novos sistemas de injeção eletrônica
funcionamento dos sensores e atuadores embarcada.
 Conhecer
as
estratégias
do sistema de injeção eletrônica;
 Conhecimento
das
normas
de
emissões.
Capacidades Sociais, Organizativas e
Metodológicas:
 Trabalhar em equipe;
 Prever consequências;
 Ter raciocínio lógico;
 Ser analítico;
 Ter atenção a detalhes;
 Ser organizado.
Escolaridade mínima: 6º ano do ensino fundamental;
6. REQUISITOS DE
ACESSO
Idade mínima: 16 anos;
Ter concluído o curso de Mecânico de Automóvel ou
71
Catálogo de Cursos
Eletricista de Automóveis ou experiência mínima de 6
(seis) meses na área.
7. CARGA HORÁRIA
80 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
15 alunos
Tabela 21 – Injeção eletrônica básica
72
Catálogo de Cursos
4.4 Injeção eletrônica de motocicletas
1. TÍTULO
INJEÇÃO ELETRÔNICA DE MOTOCICLETAS
Realizar manutenção em sistemas eletroeletrônicos e
mecânicos de motocicletas, seguindo especificações
2. COMPETÊNCIA GERAL
técnicas do fabricante e normas de qualidade, meio
ambiente, saúde e segurança no trabalho.
Propiciar
o
desenvolvimento
das
capacidades
técnicas, sociais, organizativas e metodológicas
3. OBJETIVO
relacionados
aos
sistemas
eletroeletrônicos
de
motocicletas.
4. MODALIDADE
Especialização Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Conhecimentos
 Funcionamento,
Capacidades Técnicas:
 Identificar os princípios da eletricidade manutenção
aplicáveis
aos
sistemas
elétricos
do
diagnóstico
e
sistema
de
de combustível e de seus componentes;
 Funcionamento,
motocicletas;
diagnóstico
e
 Reconhecer os principais componentes manutenção do sistema de admissão
eletroeletrônicos aplicáveis aos sistemas de ar e de seus componentes;
elétricos
de
motocicletas,
suas
manutenção
características e funções;
 Identificar
paralelo
e
circuitos
misto)
elétricos
para
diagnóstico
dos
e
interruptores,
(série, sensores e atuadores;
sistemas
de
 Funcionamento,
diagnóstico
e
manutenção do catalisador;
motocicletas;
 Utilizar instrumentos de medição para
esquemas
 Funcionamento e estratégias da
ECU;
aferir grandezas elétricas;
 Interpretar
 Funcionamento,
elétricos
de
motocicletas;
 Interpretação do esquema elétrico;
 Proteção
ao
meio
ambiente:
 Identificar, com base nas informações utilização de materiais, conservação,
fornecidas pelo proprietário, o contexto de descarte e impactos ambientais;
utilização da motocicleta;
 Reconhecer os tipos, características e
 Diagnósticos
dos
sensores
e
atuadores com ferramentas de diag73
Catálogo de Cursos
funcionamento dos diferentes componentes
que
constituem
os
nósticos.
sistemas
eletroeletrônicos como requisito para a
inspeção visual dos mesmos;
 Reconhecer os tipos, características e
formas
de
uso
dos
instrumentos
e
equipamentos utilizados na medição de
grandezas físicas de componentes dos
sistemas;
 Selecionar, com base no manual de
reparação, as ferramentas e equipamentos
indicados para o processo de teste de
funcionamento
dos
sistemas
eletroeletrônicos;
 Avaliar
a
conformidade
componentes
dos
eletroeletrônicos
considerando
a
os
dos
sistemas
serem
requisitos
montados,
técnicos
estabelecidos no manual do fabricante.
Capacidades Sociais, Organizativas e
Metodológicas:
 Demonstrar
espírito
colaborativo
em
atividades coletivas;
 Reconhecer os princípios da organização
no desenvolvimento das atividades sob a
sua responsabilidade;
 Reconhecer situações de risco à saúde e
segurança do trabalhador e as diferentes
formas de proteção;
 Demonstrar organização nos próprios
materiais
e
no
desenvolvimento
das
atividades.
74
Catálogo de Cursos
Escolaridade mínima: ensino fundamental completo;
Idade mínima: 16 anos;
6. REQUISITOS DE
ACESSO
Ter concluído o curso de Mecânico de Motocicletas ou
experiência comprovada em carteira de 2 (dois) anos
na área específica.
7. CARGA HORÁRIA
70 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
10 alunos
Tabela 22 – Injeção eletrônica de motocicletas
75
Catálogo de Cursos
4.5 Mecânica preventiva de motocicleta para mulheres
MECÂNICA PREVENTIVA DE MOTOCICLETA
1. TÍTULO
PARA MULHERES
Realizar manutenção preventiva em motocicletas,
2. COMPETÊNCIA GERAL
seguindo
normas
e
procedimentos
técnicos,
ambientais e de segurança.
Preparar os condutores (as) para identificar e ter
3. OBJETIVO
conhecimentos de procedimentos preventivos de
manutenção em motocicletas.
4. MODALIDADE
Especialização Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Conhecimentos
 Partes
Capacidades Técnicas:
que
Compõem
a
 Identificar peças danificadas a serem Motocicleta:
trocadas
oriundas
de
diagnósticos
de
 Motor, chassi, suspensão, freios,
profissionais que atuem na manutenção de direção,
motocicletas;
rodas;
carenagens.
 Identificar
utilizadas
transmissão,
ferramentas
em
serem
 Ferramentas a Serem Utilizadas:
preventivas
 Chave de rodas, alicate, chave
a
atividades
simples;
de
fenda,
chave
phillips,
chave
 Realizar atividades de verificação nos combinada.
sistemas de lubrificação, freios, kit de
 Equipamentos
transmissão, suspenção e direção;
para o (a) Motociclista:
 Identificar
atividades
e
de
realizar
trocas
de
pequenas
materiais
de
Segurança
 Jaqueta, luvas, capacete, botas.
 Sistema
de
Lubrificação
do
Motor:
danificados nas motocicletas;
 Conhecer as partes mecânicas da
 Tipos de lubrificantes a serem
usados, períodos para efetuar a troca
motocicleta e quais as suas finalidades;
 Identificar quando a motocicleta deverá do óleo lubrificante do motor.
passar
por
manutenção
preventiva
e
 Sistema de Freios e Suspensão
corretiva para que seja efetuada a troca de e Transmissão:
peças com desgaste acentuado em função
 Fluido para freios;
76
Catálogo de Cursos
 Tipos de fluidos para freios;
da sua utilização;
 Conhecer e saber fazer uso correto dos
equipamentos de proteção do motociclista.
 Nível de fluido do sistema de
freios, amortecedores;
 Tipos de pneus;
Capacidades Sociais, Organizativas e
 Troca de pneus;
 Medidas de pneus e rodas;
Metodológicas:
 Zelar pelo ambiente de trabalho;
 Troca de kit de transmissão;
 Ser atencioso (a);
 Trocas de pneus.
 Ser organizado (a);
 Sistema Elétrico de Carga e
 Manter relacionamento interpessoal;
Partida:
 Fazer
uso
correto
dos
EPI’s
(equipamentos de proteção individual).
 Tipos de baterias;
 Carga da bateria, vida útil da
bateria, limpeza de terminais de
bateria;
 Manutenção de baterias;
 Alternador e suas funções;
 Motor de partida e suas funções.
Escolaridade mínima: ensino fundamental completo;
Estudantes e trabalhadores (as) com idade mínima:
6. REQUISITOS DE
ACESSO
16 anos;
Ter concluído o curso de qualificação profissional na
área de automotiva.
7. CARGA HORÁRIA
20 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
10 alunos (as)
Tabela 23 – Mecânica preventiva de motocicleta para mulheres
77
Catálogo de Cursos
4.6 Mecânica preventiva de veículos leves para mulheres
MECÂNICA PREVENTIVA DE VEÍCULOS LEVES
1. TÍTULO
PARA MULHERES
Realizar manutenção preventiva em automóveis
2. COMPETÊNCIA GERAL
leves, seguindo normas e procedimentos técnicos,
ambientais e de segurança.
Preparar os condutores (as) para identificar e obter
3. OBJETIVO
conhecimentos de procedimentos preventivos de
manutenção em automóveis leves.
4. MODALIDADE
Especialização Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Conhecimentos
Capacidades Técnicas:
 Partes que Compõem o Veículo:
 Identificar peças danificadas a serem
trocadas
oriundas
profissionais
que
de
diagnósticos
atuem
na
(lataria),
motor,
de chassi, suspensão, freios, direção,
mecânica transmissão, rodas.
 Ferramentas a Serem Utilizadas:
automotiva;
 Identificar
utilizadas
 Carroceria
ferramentas
em
atividades
a
serem
 Chave de rodas, alicate, chave
preventivas de
simples;
fenda,
chave
phillips,
chave
combinada.
 Realizar atividades de verificação nos
 Equipamentos
de
Segurança
sistemas de lubrificação, freios, elétricos, Veicular:
 Extintor de incêndio, triângulo de
eletrônicos, suspenção e direção;
 Identificar
atividades
de
e
realizar
trocas
de
pequenas sinalização, pisca alerta, cintos de
materiais segurança.
danificados nos veículos;
 Sistema
de
Lubrificação
do
 Reconhecer as partes mecânicas do Motor:
veículo e qual a sua finalidade;
 Tipos de lubrificantes a serem
 Identificar quando o veículo deverá usados, períodos para efetuar a troca
passar por manutenção preventiva para que do óleo lubrificante do motor.
seja efetuada a troca de peças com
 Sistema de Arrefecimento do
desgaste acentuado em função da sua utili-
Motor:
78
Catálogo de Cursos
 Líquido de arrefecimento como
zação;
 Reconhecer
e
fazer
uso
dos usá-lo,
equipamentos de segurança do veículo.
nível
arrefecimento,
do
líquido
de
identificação
de
vazamentos, superaquecimento em
Capacidades Sociais, Organizativas e
função de vazamentos.
 Sistema de Freios e Suspensão:
Metodológicas:
 Zelar pelo ambiente de trabalho;
 Fluido para freios, tipos de fluidos
 Ser organizado (a);
para freios, nível de fluido do sistema
 Trabalhar em equipe;
de freios, amortecedores, tipos de
 Fazer
uso
correto
dos
EPI’s pneus, troca de pneus, medidas de
(equipamentos de proteção individual).
pneus e rodas.
 Sistema Elétrico de Carga e
Partida:
 Carga da bateria, vida útil da
bateria
automotiva,
limpeza
de
terminais de bateria;
 Alternador e suas funções, motor
de partida e suas funções.
Escolaridade mínima: ensino fundamental completo;
6. REQUISITOS DE
ACESSO
7. CARGA HORÁRIA
Estudantes e trabalhadores (as) com idade mínima:
16 anos.
20 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
15 alunos (as)
Tabela 24 – Mecânica preventiva de veículos leves para mulheres
79
Catálogo de Cursos
4.7 Mecânico de automóvel – motor à gasolina e a álcool
MECÂNICO DE AUTOMÓVEL – MOTOR À
1. TÍTULO
GASOLINA E A ÁLCOOL
CÓD. CBO 9144-05
Realizar manutenção do motor à gasolina e a álcool e
seus sistemas, seguindo especificações técnicas do
2. COMPETÊNCIA GERAL
fabricante e normas de qualidade, meio ambiente,
saúde e segurança no trabalho.
Propiciar
o
desenvolvimento
das
capacidades
técnicas, sociais, organizativas e metodológicas
3. OBJETIVO
requeridas para a realização dos serviços de
diagnóstico e manutenção do motor à gasolina e a
álcool e seus sistemas.
4. MODALIDADE
Qualificação Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Capacidades Técnicas:
Conhecimentos
 Integração
e
orientação
 Realizar operações fundamentais de profissional;
 Normas e educação ambiental;
matemática;
 Converter unidades de medidas;
 Noções de segurança no trabalho;
 Identificar grandezas físicas e seus
 Uso de instrumentos de medição
respectivos instrumentos de medição;
(paquímetro, micrômetro e relógio
 Identificar os tipos, as funções, as comparador);
características e as aplicações dos  Noções preliminares de motores
instrumentos de medição;
 Efetuar medições com os instrumentos
(escala, calibre de lâminas, paquímetros,
de combustão interna;
 Identificação de tipos de motores;
 Ferramentas
comparador, utilizados;
medidores e comparadores de diâmetro  Identificação
interno micrometros e súbitos, torquímetro e Manutenção:
micrômetro,
e
equipamento
relógio
goniômetros);
 Reconhecer os diferentes tipos de equi-
dos
Tipos
de
 Corretiva;
 Preventiva.
80
Catálogo de Cursos
pamentos de proteção individual (EPI’s)
 Principais
irregularidades
dos
aplicáveis a remoção / desmontagem de motores à combustão interna;
componentes do motor e seus sistemas,
 Sistema de lubrificação do motor;
assim como suas finalidades, condições de
 Sistema
uso
(conservação)
e
orientações
de
arrefecimento
do
do motor;
 Sistema de alimentação do motor;
fabricante;
 Interpretar as informações prestadas
 Sistema
de
distribuição
e
pelo cliente referentes aos defeitos do sincronismo dos motores;
 Sistema elétrico de ignição do
motor de combustão interna;
 Compreender
o
funcionamento
do motor;
 Diagnósticos,
motor e seus sistemas;
manutenção
e
 Identificar os tipos e as características regulagem do motor.
do motor e seu sistema;
 Interpretar
desenhos
mecânicos,
aplicáveis ao motor e seus sistemas;
 Aplicar
técnicas,
procedimentos,
ferramentas
referentes
manutenção,
à
e
normas
equipamentos
inspeção,
remoção,
limpeza,
reparação,
substituição e teste de componentes do
motor de combustão interna;
 Realizar diagnósticos para resolução
de defeitos do motor de combustão interna;
 Realizar diagnósticos para resolução
de defeitos do sistema de arrefecimento;
 Realizar diagnósticos para resolução
de defeitos do sistema de lubrificação;
 Realizar
desmontagem,
montagem,
ajustes, regulagens, cálculos, substituições
e medições dos componentes do motor de
combustão.
Capacidades Sociais, Organizativas e
81
Catálogo de Cursos
Metodológicas:
 Trabalhar em equipe;
 Prever consequências;
 Ter raciocínio lógico;
 Ser analítico;
 Ter atenção a detalhes;
 Ser organizado.
6. REQUISITOS DE
ACESSO
Escolaridade mínima: 6º ano do ensino fundamental;
Idade mínima: 16 anos.
7. CARGA HORÁRIA
180 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
15 alunos
Tabela 25 – Mecânico de automóvel – motor á gasolina e a álcool
82
Catálogo de Cursos
4.8 Mecânico de manutenção de ar-condicionado automotivo
MECÂNICO DE MANUTENÇÃO DE AR1. TÍTULO
CONDICIONADO AUTOMOTIVO
Realizar manutenção do sistema de climatização de
automóveis, seguindo especificações técnicas do
2. COMPETÊNCIA GERAL
fabricante e normas de qualidade, meio ambiente,
saúde e segurança no trabalho.
Propiciar
o
desenvolvimento
de
capacidades
técnicas, sociais, organizativas e metodológicas
3. OBJETIVO
requeridas para a realização dos serviços de
diagnóstico e manutenção do sistema de climatização
de automóveis.
4. MODALIDADE
Especialização Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Conhecimentos
Capacidades Técnicas:
 Funcionamento do Sistema de
 Realizar instalação e manutenção de Ar-condicionado Automotivo:
sistema de climatização e refrigeração
automotiva;
 Função
componentes
 Identificar
eletromecânicos
os
tipos
para
eletrônicos
sistemas
de
e
localização
do
sistema
dos
de
ar-
e condicionado automotivo.
ar-
 Noções
Básicas
de
Física
Aplicada:
condicionado automotivo;
 Identificar falhas em componentes do
 Calor, temperatura, transmissão
sistema de ar-condicionado, de acordo com de calor, mudança de estado físico,
calor sensível, calor latente, pressão.
material de reparação;
 Utilizar equipamento, ferramentas e
 Leitura
e
Interpretação
de
instrumentos de diagnósticos nos sistemas, Instrumentos de Medição:
de acordo com as recomendações do
 Ciclo básico de ar-condicionado;
fabricante;
 Interpretar procedimentos e normas
técnicas,
segurança;
 Termômetros e manômetros.
ambientais,
de
saúde
 Noções de segurança no trabalho
e e proteção ao meio ambiente;
 Utilização de materiais, equipa83
Catálogo de Cursos
 Utilizar
EPI’s
em
função
da
manutenção a ser realizada nos sistemas;
mentos e ferramentas;
 Conservação, descarte e impactos
 Selecionar os produtos recomendados ambientais;
para limpeza dos sistemas, de acordo com
 Fluidos refrigerantes;
as recomendações e normas técnicas.
 Prática em recicladora para testes
e carga no sistema;
Capacidades Sociais, Organizativas e
Metodológicas:
 Teste de vazamento e eficiência;
 Diagnóstico
de
falhas
do
 Trabalhar em equipe;
compressor,
 Prever consequências;
acumulador, dispositivo de expansão
 Ter raciocínio lógico;
e evaporador;
 Ser analítico;
 Limpeza interna do sistema.
condensador,
 Ter atenção a detalhes;
 Ser organizado.
Escolaridade mínima: 6º ano do ensino fundamental;
Idade mínima: 16 anos;
6. REQUISITOS DE
ACESSO
Ter concluído o curso de Mecânico de Manutenção de
Automóvel ou Eletricista de Automóvel ou experiência
mínima de 6 (seis) meses na área.
7. CARGA HORÁRIA
80 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
10 alunos
Tabela 26 – Mecânico de manutenção de ar-condicionado automotivo
84
Catálogo de Cursos
4.9 Mecânico de manutenção em motocicletas
MECÂNICO DE MANUTENÇÃO EM
1. TÍTULO
MOTOCICLETAS
CÓD. CBO 9144-15
Realizar manutenção em sistemas eletroeletrônicos e
mecânicos de motocicletas, seguindo especificações
2. COMPETÊNCIA GERAL
técnicas do fabricante e normas de qualidade, meio
ambiente, saúde e segurança no trabalho.
Propiciar
o
desenvolvimento
das
capacidades
técnicas, sociais, organizativas e metodológicas
3. OBJETIVO
relacionadas
aos
sistemas
eletroeletrônicos
de
motocicleta.
4. MODALIDADE
Qualificação Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Conhecimentos
 Integração
Capacidades Técnicas:
 Identificar
os
e
físicos, profissional;
princípios
termodinâmicos e químicos aplicáveis aos
 Educação ambiental;
sistemas mecânicos de motocicletas;
 Segurança no trabalho;
 Reconhecer os principais componentes
 Instrumentos de Medição:
aplicáveis aos sistemas mecânicos de
 Paquímetro;
motocicletas;
 Micrometro;
 Interpretar
proprietário
as
quanto
informações
às
orientação
do
anomalias
apresentadas pela motocicleta;
 Relógio comparador.
 Inspecionar e testar direção e freio
dianteiro e traseiro a tambor e a
 Selecionar as informações fornecidas disco;
pelo proprietário que apresentam elementos
 Inspecionar e testar suspensão
que possam levar a um diagnóstico das dianteira e traseira;
anomalias apresentadas pela motocicleta,
 Sistema de alimentação;
tendo em vista a geração de ordem de
 Leitura e interpretação do manual
serviço;
do fabricante;
 Reconhecer os diferentes tipos de fer-
 Diagnosticar e identificar defeitos;
85
Catálogo de Cursos
ramentas e equipamentos utilizados na
manutenção
assim
dos
como
funções,
sistemas
as
formas
suas
de
mecânicos, motor;
características,
uso,
 Desmontagem e montagem do
aferição
e
 Sistema de lubrificação do motor;
 Sistema de partida;
 Desmontagem e montagem da
conservação;
 Reconhecer os diferentes tipos de embreagem;
testes de funcionamento dos sistemas
 Desmontagem e montagem do
mecânicos, assim como a sua função, cabeçote e cilindro;
forma
de
execução
e
avaliação
de
corrente de comando;
resultados;
 Identificar,
pela
inspeção
visual,
possíveis falhas nos sistemas mecânicos,
tendo
em
 Desmontagem e montagem da
vista
a
consideração
 Noções de eletricidade;
 Efetuar medidas (amperímetro e
do voltímetro);
diagnóstico na elaboração de relatórios,
 Leitura
e
interpretação
de
ordem de serviço ou solução do problema esquema elétrico;
 Sistema
diagnosticado;
de
iluminação
e
 Interpretar o plano de manutenção sinalização;
quanto aos critérios e condições a serem
considerados
na
manutenção
 Revisão no sistema de iluminação
da e sinalização.
motocicleta;
 Reconhecer os tipos, características e
formas
de
uso
dos
instrumentos
e
equipamentos utilizados na medição de
grandezas físicas de componentes dos
sistemas mecânicos;
 Identificar, no manual de fabricante, as
características
dimensionais
dos
componentes dos sistemas mecânicos,
tendo
em
vista
compatibilidade
a
dos
verificação
de
componentes
inspecionados;
 Reconhecer os diferentes tipos de
EPI’s aplicáveis à inspeção de componen86
Catálogo de Cursos
tes dos sistemas mecânicos, assim como
suas
finalidades,
condições
de
uso
(conservação) e orientações do fabricante;
 Selecionar, com base no manual de
reparação, as ferramentas e equipamentos
indicados para o processo de inspeção de
componentes dos sistemas mecânicos;
 Interpretar as indicações do fabricante
quanto aos critérios de manipulação e uso
das ferramentas e equipamentos aplicáveis
à inspeção de componentes;
 Interpretar os procedimentos e normas
técnicas
aplicáveis
à
inspeção
de
componentes dos sistemas mecânicos.
Capacidades Sociais, Organizativas e
Metodológicas:
 Demonstrar
espírito
colaborativo
em
atividades coletivas;
 Demonstrar atitudes éticas nas ações e
nas relações profissionais;
 Reconhecer os princípios da organização
no desenvolvimento das atividades sob a
sua responsabilidade;
 Reconhecer a iniciativa e a pesquisa
como características e fontes de inovação
fundamentais e requisito de um bom
profissional.
6. REQUISITOS DE
ACESSO
7. CARGA HORÁRIA
Escolaridade mínima: 6º ano do ensino fundamental;
Idade mínima: 16 anos.
180 horas
87
Catálogo de Cursos
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
10 alunos
Tabela 27 – Mecânico de manutenção em motocicletas
88
Catálogo de Cursos
4.10 Mecânico de manutenção em motores diesel
MECÂNICO DE MANUTENÇÃO EM MOTORES
1. TÍTULO
DIESEL
CÓD. CBO 9111-20
Realizar manutenção em motor diesel utilizando
2. COMPETÊNCIA GERAL
ferramentas e seguindo normas e procedimentos
técnicos ambientais e de segurança.
Proporcionar o desenvolvimento das capacidades
técnicas, sociais, organizativas e metodológicas
3. OBJETIVO
referente à manutenção de motores diesel e seus
sistemas.
4. MODALIDADE
Qualificação Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Conhecimentos
 Integração
Capacidades Técnicas:
e
orientação
 Realizar operações fundamentais de profissional;
 Noções de metrologia;
matemática;
 Converter unidades de medidas;
 Noções
 Identificar grandezas físicas e seus Trabalho
 Identificar os tipos, as funções, as
e
as
aplicações
e
Segurança
Proteção
ao
no
Meio
Ambiente:
respectivos instrumentos de medição;
características
de
 Utilização
de
materiais
e
dos equipamentos adequados;
 Conservação,
instrumentos de medição;
descarte
e
 Efetuar medições com os instrumentos impactos ambientais.
(escala, calibre de lâminas, paquímetros,
micrômetro,
relógio
 Princípios de funcionamento do
comparador, motor do ciclo diesel;
medidores e comparadores de diâmetro
 Apresentação do motor Mercedes
interno (micrometros e súbitos, torquímetro Benz e suas variantes;
e goniômetros);
 Funcionamento e particularidades
 Reconhecer os diferentes tipos de dos sistemas que compõem os
equipamentos de proteção individual (EPI’s) motores Mercedes Benz (alimentação
aplicáveis à remoção / desmontagem de
de ar, alimentação de combustível,
89
Catálogo de Cursos
componentes do motor e seus sistemas,
distribuição,
assim como suas finalidades, condições de
lubrificação);
uso
 Apresentação do motor MWM –
(conservação)
e
orientações
do
fabricante;
arrefecimento
e
série Sprint e suas variantes;
 Interpretar as informações prestadas
 Funcionamento e particularidades
pelo cliente referentes aos defeitos do dos
motor de combustão interna – ciclo diesel;
 Compreender
o
funcionamento
sistemas
motores
que
MWM
compõem
–
série
os
Sprint
do (alimentação de ar, alimentação de
combustível,
motor e seus sistemas;
distribuição,
 Identificar os tipos e as características arrefecimento e lubrificação);
 Desmontagem
do motor e seu sistema;
e
controle
 Identificar os tipos e características dos dimensional dos componentes de
utilizando
ferramentas
materiais utilizados no motor e seus motor
especiais;
sistemas;
 Interpretar
desenhos
mecânicos,
aplicáveis ao motor e seus sistemas;
 Aplicar
técnicas,
procedimentos,
manutenção,
à
das folgas;
 Procedimentos
de
inspeção
e
equipamentos manutenção;
inspeção,
limpeza,  Ciclo termodinâmico;
ferramentas
referentes
normas
 Montagem, regulagem e controle
e
remoção,
reparação,
substituição e teste de componentes do
 Características construtivas;
 Manuais de reparação.
motor de combustão interna – ciclo diesel;
 Realizar diagnósticos para resolução
de defeitos do motor de combustão interna
– ciclo diesel;
 Realizar diagnósticos para resolução
de defeitos do sistema de arrefecimento;
 Realizar diagnósticos para resolução
de defeitos do sistema de lubrificação;
 Realizar
desmontagem,
montagem,
ajustes, regulagens, cálculos, substituições
e medições dos componentes do motor de
combustão interna ciclo diesel.
90
Catálogo de Cursos
Capacidades Sociais, Organizativas e
Metodológicas:
 Trabalhar em equipe;
 Prever consequências;
 Ter raciocínio lógico;
 Ser analítico;
 Ter atenção a detalhes;
 Ser organizado.
6. REQUISITOS DE
ACESSO
Escolaridade mínima: 7º ano do ensino fundamental;
Idade mínima: 16 anos.
7. CARGA HORÁRIA
180 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
10 alunos
Tabela 28 – Mecânico de manutenção em motores diesel
91
Catálogo de Cursos
4.11 Mecânico de sistema de freios, suspensão e direção de veículos leves
MECÂNICO DE SISTEMA DE FREIOS,
1. TÍTULO
SUSPENSÃO E DIREÇÃO DE VEÍCULOS LEVES
CÓD. CBO 9144-05
Realizar
manutenção
suspensão,
2. COMPETÊNCIA GERAL
direção
dos
de
sistemas
de
automóveis,
freios,
seguindo
especificações técnicas do fabricante e normas de
qualidade, meio ambiente, saúde e segurança no
trabalho.
Propiciar
o
desenvolvimento
das
capacidades
técnicas, sociais, organizativas e metodológicas
relacionadas à manutenção do sistema de freios,
3. OBJETIVO
suspensão,
direção
de
automóveis,
seguindo
especificações técnicas do fabricante e normas de
qualidade, meio ambiente, saúde e segurança no
trabalho.
4. MODALIDADE
Qualificação Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Conhecimentos
 Integração
Capacidades Técnicas:
e
orientação
 Interpretar os procedimentos e normas profissional;
técnicas aplicáveis à manutenção dos
 Educação ambiental;
sistemas de freio, suspensão e direção;
 Segurança no trabalho;
 Reconhecer os diferentes tipos de
 Sistema de freios;
equipamentos de proteção individual (EPI’s)
 Conceitos físicos;
aplicáveis à remoção / desmontagem de
 Componentes
do
sistema
de
componentes do sistema de suspensão, freios;
assim como suas finalidades, condições de
uso
(conservação)
e
orientações
 Tipos de cilindros mestre e seu
do funcionamento;
fabricante;
 Reconhecer os diferentes tipos de
ferramentas e equipamentos utilizados na
 Freio a disco;
 Freio a tambor;
 Fluido de freio;
92
Catálogo de Cursos
manutenção de sistemas de suspensão,
 Sistema de suspensão veicular;
assim
 Tipos de suspensão;
como
funções,
as
formas
suas
de
características,
uso,
aferição
e
conservação;
 Componentes
principais
da
suspensão;
 Reconhecer os diferentes tipos de
testes de funcionamento do sistema de
 Rodas;
 Sistema de direção.
suspensão, assim como a sua função,
forma
de
execução
e
avaliação
de
resultados;
 Selecionar, com base no manual de
reparação, as ferramentas e equipamentos
indicados para o processo de remoção /
desmontagem
de
componentes
dos
sistemas de freio, suspensão e direção;
 Interpretar os procedimentos e normas
técnicas
aplicáveis
desmontagem
de
à
remoção
componentes
/
dos
sistemas de freio, suspensão e direção;
 Reconhecer os tipos, características,
funções, posicionamento e funcionamento
dos diferentes componentes que constituem
o sistema de freio suspensão e direção,
como requisito para a inspeção visual dos
mesmos;
 Reconhecer tipos, características e
formas
de
uso
dos
instrumentos
e
equipamentos utilizados na medição de
grandezas físicas de componentes do
sistema de freio suspensão e direção;
 Identificar, no manual do fabricante, as
características
componentes
dos
dimensionais
dos
sistemas
freio,
de
suspensão e direção, tendo em vista a veri93
Catálogo de Cursos
ficação
de
compatibilidade
dos
componentes inspecionados;
 Interpretar os procedimentos e normas
técnicas
aplicáveis
à
reparação
/
substituição e ajustagem de componentes
dos sistemas de freio, suspensão e direção.
Capacidades Sociais, Organizativas e
Metodológicas:
 Demonstrar
espírito
colaborativo
em
atividades coletivas;
 Demonstrar atitudes éticas nas ações e
nas relações profissionais organizativas;
 Reconhecer os princípios da organização
no desenvolvimento das atividades sob a
sua responsabilidade;
 Reconhecer situações de risco à saúde e
segurança do trabalhador e as diferentes
formas de proteção a esses riscos;
 Demonstrar organização nos próprios
materiais
e
no
desenvolvimento
das
atividades;
 Zelar pelo ambiente de trabalho;
 Ter
consciência
prevencionista
em
relação à saúde, à segurança e ao meio
ambiente;
 Conservar
os
equipamentos
e
instrumentos;
 Trabalhar em grupo;
 Manter relacionamentos interpessoais.
6. REQUISITOS DE
ACESSO
Escolaridade mínima: 6º ano do ensino fundamental;
Idade mínima: 16 anos.
94
Catálogo de Cursos
7. CARGA HORÁRIA
180 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
15 alunos
Tabela 29 – Mecânico de sistema de freios, suspensão e direção de veículos leves
95
Catálogo de Cursos
4.12 Sistema de injeção eletrônica diesel
1. TÍTULO
SISTEMA DE INJEÇÃO ELETRÔNICA DIESEL
Realizar manutenção e diagnóstico dos sistemas de
injeção eletrônica dos motores a diesel, seguindo
2. COMPETÊNCIA GERAL
especificações técnicas do fabricante, meio ambiente,
saúde e segurança no trabalho.
Proporcionar a aquisição dos fundamentos técnicos e
científicos
3. OBJETIVO
e
desenvolvimento
das
capacidades
sociais, organizativas e metodológicas do sistema de
injeção eletrônica diesel.
4. MODALIDADE
Especialização Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Conhecimentos
Capacidades Técnicas:
 Apresentação dos motores e suas
 Identificar grandezas físicas e seus variantes;
 Circuitos
respectivos instrumentos de medição;
 Conhecer
as
grandezas
de
alimentação
de
de
elétricas combustível;
(corrente, resistência, potência e tensão
 Circuitos
de
alimentação
alternada e continua);
combustível
de
tubo
comum
–
 Identificar os tipos, as funções, as Common Rail;
características
e
as
aplicações
dos
 Descrição e funcionamento do
sistema de gerenciamento eletrônico
instrumentos de medição;
 Efetuar medições com os instrumentos e PLD;
(multímetro
automotivo,
osciloscópio,  Princípio de funcionamento dos
caneta de polaridade, tacômetro digital, sensores e atuadores;
scanner automotivo, manômetro de pressão  Diagnose completa do sistema de
gerenciamento
de combustível);
 Compreender
o
funcionamento
motor a diesel e seus sistemas;
através
de
do equipamento específico;
 Estudo dos esquemas elétricos;
 Identificar os tipos e as características
do motor e seu sistema;
 Identificar o circuito de alimentação de
 Medição com equipamentos de
teste;
 Simulação de falhas, soluções e
96
Catálogo de Cursos
combustível PLD;
diagnósticos de falhas;
 Identificar o circuito de alimentação de
 Noções
combustível Common Rail;
 Aplicar
técnicas,
normas Trabalho
procedimentos,
ferramentas
referentes
à
de
e
Segurança
Proteção
ao
no
Meio
equipamentos Ambiente:
e
inspeção,
manutenção,
 Literatura eletrônica;
limpeza,
 Utilização
de
materiais
e
reparação, equipamentos adequados;
remoção,
substituição e teste de componentes do
 Conservação,
descarte
e
motor do sistema de injeção eletrônica impactos ambientais.
diesel;
 Realizar diagnósticos para resolução
de
defeitos
em
sistema
de
injeção
eletrônica diesel;
 Realizar
leituras
de
esquemas
elétricos;
 Efetuar ligações em circuito em série e
paralelo;
 Conhecer
as
estratégias
de
funcionamento dos sensores e atuadores
do sistema de injeção eletrônica diesel;
 Conhecimento
das
normas
de
emissões;
Capacidades Sociais, Organizativas e
Metodológicas:
 Trabalhar em equipe;
 Prever consequências;
 Ter raciocínio lógico;
 Ser analítico;
 Ter atenção a detalhes;
 Ser organizado.
97
Catálogo de Cursos
Escolaridade mínima: 6º ano do ensino fundamental;
Idade mínima: 16 anos;
6. REQUISITOS DE
Ter concluído o curso de Mecânico de Manutenção em
ACESSO
Motores Diesel e/ou Eletricista de Automóvel ou
experiência comprovada na área de reparação de
motores.
7. CARGA HORÁRIA
80 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
10 alunos
Tabela 30– Sistema de injeção eletrônica diesel
98
Catálogo de Cursos
5 CONFECÇÃO DO VESTUÁRIO
99
Catálogo de Cursos
ORGANIZAÇÃO CURRICULAR DOS CURSOS
5.1 Costura de roupas íntimas
1. TÍTULO
COSTURA DE ROUPAS ÍNTIMAS
Operar máquinas de costura de ponto fixo, ponto
corrente
2. COMPETÊNCIA GERAL
e
ponto
de
acabamento,
montar
e
confeccionar roupas íntimas de acordo normas e
procedimentos técnicos de qualidade, segurança,
higiene e saúde.
Desenvolver
capacidades
técnicas,
sociais,
organizativas e metodológicas para confecção de
3. OBJETIVO
peças íntimas, de acordo com tabela de medidas,
normas e procedimentos de qualidade, segurança,
higiene e saúde.
4. MODALIDADE
Especialização Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Conhecimentos
Capacidades Técnicas:
 Noções de higiene e segurança no
 Compreender o estudo da modelagem;
trabalho;
 Otimizar
 Preparação de máquinas;
o
consumo
de
matérias-
primas na confecção;
 Corte
e
montagem
de
peças
 Identificar equipamentos e ferramentas íntimas;
de corte;
 Identificar os componentes da máquina
de ponto fixo e corrente;
 Confecção de peças íntimas;
 Controle de qualidade:
 Defeitos que alteram a qualidade
 Realizar passagens dos fios;
da peça;
 Realizar trocas de agulhas;
 Aplicação da metodologia dos 5 S.
 Aplicar o princípio de controle de
qualidade;
 Acionar e controlar a máquina de
costura;
100
Catálogo de Cursos
 Preparar
os
acessórios
e
os
equipamentos para iniciação à costura;
 Controlar o pedal de acordo com os
diferentes tipos de rotação e operação de
costura;
 Controlar o volante e a operação de
costura;
 Utilizar
os
EPI’s
de
acordo
com
atividade;
 Aplicar técnicas para regulagens de
maquinários de acordo com o material
(tecidos, linhas e aviamentos);
 Identificar tipos de costura, (retas,
curvas, paradas obrigatórias, etc.);
 Reconhecer aviamentos para costura
(linhas, fio, botões etc.);
 Compreender a importância das partes
costuradas corretamente.
Capacidades Sociais, Organizativas e
Metodológicas:
 Cumprir
técnicos,
normas
de
e
segurança
procedimentos
e
saúde
no
trabalho;
 Racionalizar material;
 Identificar,
especificar
e
qualificar
materiais;
 Demonstrar
capacidade
de
relacionamento interpessoal.
Escolaridade mínima: 5º ano do ensino fundamental;
6. REQUISITOS DE
ACESSO
Idade mínima: 16 anos;
Ter concluído o curso de Costureiro Industrial do Ves101
Catálogo de Cursos
tuário.
7. CARGA HORÁRIA
80 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
15 alunos
Tabela 31 – Costura de roupas íntimas
102
Catálogo de Cursos
5.2 Costura em malha
1. TÍTULO
COSTURA EM MALHA
Executar operações básicas de costura em tecidos de
malha e confeccionar peças do vestuário em
2. COMPETÊNCIA GERAL
máquinas retas e overloque, com base na ficha
técnica e de acordo com procedimentos técnicos,
normas ambientais e de saúde e segurança.
Desenvolver
capacidades
técnicas,
sociais,
organizativas e metodológicas para costura em malha
3. OBJETIVO
utilizando
instrumentos,
elaboração
de
tabelas
diagramas,
de
medidas
atendendo
e
normas
técnicas, ambientais, de saúde e segurança.
4. MODALIDADE
Especialização Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Conhecimentos
Capacidades Técnicas:
 Noções de qualidade e higiene e
 Identificar,
especificar
e
qualificar saúde no trabalho;
 Linhas;
materiais;
 Aplicar o princípio de controle de
 Agulhas;
 Troca de adequação de agulha em
qualidade;
 Aplicar técnicas para regulagem de função do tipo de tecido;
maquinários de acordo com o material
 Tipo de calçadores e regulagens;
(tecidos, linhas, agulhas e aviamentos);
 Montagem de peças diversas e
 Montar peças do vestuário em tecido malharia;
 Acabamento em malharia.
de malha.
Capacidades Sociais, Organizativas e
Metodológicas:
 Cumprir
técnicos,
normas
de
e
segurança
procedimentos
e
saúde
no
trabalho;
 Otimizar o consumo de matéria-prima;
103
Catálogo de Cursos
 Demonstrar
capacidade
de
relacionamento interpessoal.
Escolaridade mínima: 6º ano do ensino fundamental;
6. REQUISITOS DE
ACESSO
Idade mínima: 16 anos;
Ter cursado o curso de Costureiro na modalidade
“aprendizagem industrial” ou qualificação profissional.
7. CARGA HORÁRIA
100 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
12 alunos
Tabela 32– Costura em malha
104
Catálogo de Cursos
5.3 Costureiro industrial do vestuário
COSTUREIRO INDUSTRIAL DO VESTUÁRIO
1. TÍTULO
CÓD. CBO 7632-15
Operar máquinas de costura industrial de ponto fixo e
ponto corrente, confeccionando peças do vestuário
dentro dos padrões de qualidade e acabamento
2. COMPETÊNCIA GERAL
exigido pelo mercado de trabalho, sob supervisão e
de acordo com normas e procedimentos técnicos de
qualidade, segurança, higiene e saúde.
Desenvolver
capacidades
técnicas,
sociais,
organizativas e metodológicas para operar máquinas
de costura industrial, confeccionando peças de
3. OBJETIVO
vestuário de acordo com tabela de medidas, sob
supervisão e de acordo com normas e procedimentos
técnicos de qualidade, segurança, higiene e saúde.
4. MODALIDADE
Qualificação Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
 Integração
Capacidades Técnicas:
 Reconhecer
a
Conhecimentos
importância
e
orientação
da profissional;
integração e orientação profissional junto
 Noções de higiene e segurança no
aos padrões exigidos pelo mercado de trabalho;
 Noções de meio ambiente;
trabalho;
 Compreender o estudo da modelagem;
 Noções de relações humanas;
 Otimizar
 Noções de modelagem básica;
o
consumo
de
matérias-
primas na confecção;
 Noções de encaixe, risco, enfesto
 Identificar equipamentos e ferramentas e corte.
 Nomenclatura de máquinas;
de corte;
 Identificar os componentes da máquina
de ponto fixo e corrente;
 Preparação de máquinas;
 Controle de máquinas;
 Realizar passagens dos fios;
 Exercícios
 Realizar trocas de agulhas;
motora;
de
coordenação
105
Catálogo de Cursos
 Aplicar o princípio de controle de
 Exercícios básicos de peça do
vestuário;
qualidade;
 Acionar e controlar a máquina de
 Montagem de peça básica;
 Processo de montagem de gola,
costura;
 Preparar
os
acessórios
e
os punhos, braguilhas e bolsos;
 Montagem de peças diversas;
equipamentos para iniciação à costura;
 Controlar o pedal de acordo com os
 Controle de qualidade;
diferentes tipos de rotação e operação de
 Defeitos que alteram a qualidade
costura;
da peça;
 Controlar o volante e a operação de
 Aplicação da metodologia dos 5 S.
costura;
 Utilizar
os
EPI’s
de
acordo
com
atividade;
 Aplicar técnicas para regulagens de
maquinários de acordo com o material
(tecidos, linhas e aviamentos);
 Identificar tipos de costura, (retas,
curvas, paradas obrigatórias, etc.);
 Reconhecer aviamentos para costura
(linhas, fio, botões etc.);
 Compreender a importância das partes
costuradas corretamente;
 Identificar os tipos de componentes
do modelo: manga, gola, pala, punho,
entre outros.
Capacidades Sociais, Organizativas e
Metodológicas:
 Cumprir
técnicos,
normas
de
e
segurança
procedimentos
e
saúde
no
trabalho;
 Racionalizar material;
 Identificar, especificar e qualificar materi106
Catálogo de Cursos
ais;
 Demonstrar
capacidade
de
relacionamento interpessoal.
6. REQUISITOS DE
Escolaridade mínima: 5º ano do ensino fundamental;
ACESSO
Idade mínima: 16 anos.
7. CARGA HORÁRIA
200 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
15 alunos
Tabela 33 – Costureiro industrial do vestuário
107
Catálogo de Cursos
5.4 Mecânico de manutenção em máquinas de costura
MECÂNICO DE MANUTENÇÃO EM MÁQUINAS DE
1. TÍTULO
COSTURA
CÓD. CBO 9113-20
Realizar manutenção preventiva e corretiva em
máquinas de costura, adequando-as ao produto e
material, visando à melhoria contínua da qualidade e
2. COMPETÊNCIA GERAL
da produtividade, de acordo com as normas e
procedimentos técnicos de qualidade, segurança,
higiene e saúde.
3. OBJETIVO
Desenvolver
capacidades
organizativas
e
técnicas,
metodológicas
sociais,
para
realizar
manutenção preventiva e corretiva em máquinas de
costura, de acordo com as normas e procedimentos
de qualidade, segurança, higiene e saúde.
4. MODALIDADE
Qualificação Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Conhecimentos
 Integração
Capacidades Técnicas:
e
orientação
 Ler e interpretar manuais de máquinas profissional;
 Noções de higiene e segurança do
de costura;
 Identificar
tipos
de
máquinas
de trabalho;
 Nomenclatura de máquinas;
costura;
 Identificar
mecanismos
de
funcionamento;
 Identificar elementos de máquinas de
costura;
 Fiação e prática operacional da
máquina;
 Ajuste do conjunto tensor;
 Regulagem
de
lançadeiras
e
 Identificar aparelhos e acessórios de navalhas;
 Regulagem da caixa de bobina;
máquinas de costura;
 Compreender aspectos de segurança,
 Regulagem do conjunto enchedor
limpeza, ajustagem e conservação de de bobina;
 Limpeza e lubrificação;
máquinas de costura;
108
Catálogo de Cursos
 Compreender
os
princípios
de
 Regulagem geral de máquinas:
reta, overlock, interlock e galoneira.
lubrificação em máquinas de costura;
 Identificar engrenagens, correntes e
acoplamentos;
 Compreender o sistema hidráulico das
máquinas de costura, compressores e
redutores.
Capacidades Sociais, Organizativas e
Metodológicas:
 Cumprir
técnicos,
normas
de
e
segurança
procedimentos
e
saúde
no
trabalho;
 Racionalizar material;
 Identificar,
especificar
e
qualificar
materiais;
 Demonstrar
capacidade
de
relacionamento interpessoal;
 Trabalhar em equipe;
 Ser organizado.
6. REQUISITOS DE
ACESSO
7. CARGA HORÁRIA
Escolaridade mínima: ensino fundamental completo;
Idade mínima: 16 anos.
180 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
15 alunos
Tabela 34 – Mecânico de manutenção em máquinas de costura
109
Catálogo de Cursos
5.5 Modelagem em malharia
1. TÍTULO
MODELAGEM EM MALHARIA
Desenvolver modelagens de roupas nos segmentos
de tecido em malharia, ampliando, reduzindo e
2. COMPETÊNCIA GERAL
colocando
margens
de
costura
e
informações
técnicas em moldes, observando procedimentos
técnicos, normas ambientais e de segurança.
Desenvolver
capacidades
técnicas,
sociais,
organizativas e metodológicas para modelagem de
3. OBJETIVO
roupas nos segmentos de tecido em malharia básica,
utilizando
instrumentos,
tabelas
de
medidas
e
elaboração de diagramas.
4. MODALIDADE
Aperfeiçoamento Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
 Integração
Capacidades Técnicas:
 Dimensionar
as
peças
Conhecimentos
e
orientação
para profissional;
 Noções de higiene e segurança no
modelagem;
 Consultar tabelas de medidas para trabalho;
 Fundamentos tecnológicos;
modelagem;
 Identificar
as
características
de
 Figura geométrica;
diferentes tipos de tecidos;
 Elaborar
diagrama
 Sistema métrico;
de
peças
modeladas;
 Executar ampliação e redução de
peças modeladas;
 Ficha técnica;
 Medidas do corpo humano;
 Materiais e instrumentos utilizados;
 Traçar diagramas dos moldes,
 Manusear instrumentos e ferramentas preparar para corte, ampliar, reduzir e
fazer adaptação de peças do
típicas da área de modelagem de roupas;
 Acondicionar resíduos de modelagem, vestuário em malharia.
para reciclagem ou descarte;
 Aplicar normas e procedimentos de
segurança no trabalho e de proteção ao
110
Catálogo de Cursos
meio ambiente na área do vestuário.
Capacidades Sociais, Organizativas e
Metodológicas:
 Cumprir
técnicos,
normas
de
e
procedimentos
segurança
e
saúde
no
trabalho;
 Racionalizar material;
 Identificar,
especificar
e
qualificar
materiais;
 Demonstrar
capacidade
de
relacionamento interpessoal.
Escolaridade mínima: ensino fundamental completo;
6. REQUISITOS DE
ACESSO
7. CARGA HORÁRIA
Idade mínima: 16 anos;
Ter concluído o curso de Modelista do Vestuário.
120 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
15 alunos
Tabela 35 – Modelagem em malharia
111
Catálogo de Cursos
5.6 Modelista do vestuário
MODELISTA DO VESTUÁRIO
1. TÍTULO
CÓD. CBO 7630-10
Desenvolver modelagens de roupas nos segmentos
de blusa, calça, camisa e saia, ampliando, reduzindo
2. COMPETÊNCIA GERAL
e colocando margens de costura e informações
técnicas em moldes, observando procedimentos
técnicos, normas ambientais e de segurança.
Desenvolver
capacidades
técnicas,
sociais,
organizativas e metodológicas para a modelagem
básica
3. OBJETIVO
de
peças
do
vestuário,
utilizando
os
instrumentos de modelagem, aplicando as diversas
técnicas de aumento ou redução de tamanho,
utilizando tabela de medidas e elaborando os
diagramas.
4. MODALIDADE
Qualificação Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Conhecimentos
 Integração
Capacidades Técnicas:
 Reconhecer
a
importância
e
orientação
da profissional;
integração e orientação profissional junto
 Noções de higiene e segurança no
aos padrões exigidos pelo mercado de trabalho;
 Fundamentos tecnológicos;
trabalho;
 Consultar e utilizar tabelas de medidas
 Figura geométrica;
para modelagem;
 Executar
métodos
de
principais
dentro
 Ficha técnica;
 Medidas do corpo humano;
medidas do corpo humano;
 Manusear
 Sistema métrico;
dos
padrões
de
 Materiais e instrumentos utilizados;
segurança materiais e instrumentos de
 Fases de trabalho de modelagem;
modelagem;
 Traçar diagrama;
 Elaborar
diagrama
de
peças
do
vestuário (calça, blusa, saia reta e camisa);
 Preparo para o corte;
 Ampliação e redução de moldes;
112
Catálogo de Cursos
 Executar ampliação e redução de
 Adaptação
de
Peças
do
peças do vestuário (calça, blusa, saia reta e Vestuário:
 Calça;
camisa);
 Executar preparo para corte de peças
 Blusa;
do vestuário (calça, blusa, saia reta e
 Saia reta;
camisa).
 Camisa.
Capacidades Sociais, Organizativas e
Metodológicas:
 Cumprir
técnicos,
normas
de
e
segurança
procedimentos
e
saúde
no
trabalho;
 Demonstrar
capacidade
de
relacionamento interpessoal;
 Demonstrar capacidade de organização.
6. REQUISITOS DE
ACESSO
7. CARGA HORÁRIA
Escolaridade mínima: ensino fundamental completo;
Idade mínima: 16 anos.
180 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
15 alunos
Tabela 36 – Modelista do vestuário
113
Catálogo de Cursos
5.7 Riscador infestador e cortador de roupas
RISCADOR INFESTADOR E CORTADOR DE
1. TÍTULO
ROUPAS
CÓD. CBO 7631-10
Riscar, enfestar, encaixar, riscar e cortar, usando o
molde
previamente
pilotado,
operar
máquinas
industriais de cortar tecidos, utilizar formar adequadas
2. COMPETÊNCIA GERAL
de armazenamento dos tecidos, trabalhando sob
supervisão técnica, dentro das normas de saúde,
higiene e segurança.
Desenvolver
capacidades
técnicas,
sociais,
organizativas e metodológicas para realizar risco,
3. OBJETIVO
enfesto e corte industrial em tecidos plano e malha,
de acordo com normas e procedimentos técnicos de
qualidade, segurança, higiene e saúde.
4. MODALIDADE
Qualificação Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Conhecimentos
 Integração
Capacidades Técnicas:
e
orientação
 Definir molde para o corte;
profissional;
 Montar a ordem de corte;
 Higiene e segurança no trabalho;
 Determinar percentual de consumo e
 Conceito de 5 S;
 Estrutura do processo produtivo na
desperdícios do tecido;
 Dimensionar
as
peças
modelagem;
para confecção;
 Funções
dos
profissionais
de
 Consultar tabelas de medidas para corte;
 Instrumentos e equipamentos de
modelagem;
 Aplicar normas e procedimentos de cortes;
segurança no trabalho e de proteção ao  Fibras;
meio ambiente na área do vestuário.
 Estrutura dos tecidos;
 Infesto;
Capacidades Sociais, Organizativas e
 Risco;
114
Catálogo de Cursos
Metodológicas:
 Corte;
normas
procedimentos
 Moldes;
e
 Encaixe;
 Cumprir
técnicos,
de
e
segurança
saúde
no
trabalho;
 Empacotamento e etiquetagem;
 Racionalizar material;
 Carimbos e mercadorias;
 Identificar,
especificar
e
qualificar
no corte.
materiais;
 Demonstrar
 Controle de qualidade e inspeção
capacidade
de
relacionamento interpessoal.
6. REQUISITOS DE
ACESSO
Escolaridade mínima: ensino fundamental completo;
Idade mínima: 16 anos.
7. CARGA HORÁRIA
180 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
15 alunos
Tabela 37 – Riscador infestador e cortador de roupas
115
Catálogo de Cursos
6 CONSTRUÇÃO CIVIL
116
Catálogo de Cursos
TRUÇÃO ORGANIZAÇÃO CURRICULAR DOS CURSOS
6.1 Carpinteiro estrutural
CARPINTEIRO ESTRUTURAL
1. TÍTULO
CÓD. CBO 7155-05
Confeccionar sistemas de fôrmas de madeira para
estrutura de concreto armado de edificações, em
2. COMPETÊNCIA GERAL
conformidade com normas técnicas específicas e
assegurando a qualidade, segurança, meio ambiente,
saúde e segurança no trabalho.
Desenvolver
capacidades
técnicas,
sociais,
organizativas e metodológicas para confeccionar,
montar e desmontar fôrmas e escoramentos para
3. OBJETIVO
estruturas de concreto armado, estruturas auxiliares e
instalações provisórias de obras, de acordo com
normas e procedimentos técnicos de qualidade,
segurança, higiene e saúde.
4. MODALIDADE
Qualificação Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Capacidades Técnicas:
 Identificar
princípios
de
Conhecimentos
 Integração
e
orientação
segurança, profissional;
qualidade, saúde, meio ambiente;
 Noções de higiene e segurança do
 Identificar tipos e características de trabalho;
EPI’s e EPC’s;
 Reconhecer aspectos de segurança,
 Aplicação do método 5 S;
 Noções de relações humanas;
qualidade, saúde e ambientais necessários
 Apresentação do ferramental, uso
à atividade;
e conservação;
 Realizar cálculos matemáticos;
 Noções de metrologia;
 Desenvolver habilidades metrológicas;
 Noções
de
interpretação
de
 Identificar os tipos e características dos projetos;
 Planejamento do corte e montamateriais, equipamentos e ferramentas;
117
Catálogo de Cursos
 Aplicar
normas
e
procedimentos
técnicos na execução do serviço.
gem de peças;
 Cálculo
de
figura
plana
para
orçamento;
Capacidades Sociais, Organizativas e
Metodológicas:
 Noções de nível,
esquadro
e
prumo;
 Demonstrar habilidade de trabalhar em
 Construção
equipe;
gravatas;
 Detectar problemas e tomar decisões
 Construção de Fôrma para:
de
dentro de suas competências técnicas;
 Pilar quadrado;
 Planejar tarefas relacionadas à execução
 Cinta;
de atividades;
 Pilar retangular;
 Comunicar-se com clientes.
 Pilar circular;
bancadas
para
 Pilar em “T”;
 Para viga;
 Taboado para laje associado à
viga.
 Execução de telhado
 Noções de cobertura.
6. REQUISITOS DE
ACESSO
7. CARGA HORÁRIA
Escolaridade mínima: 4º ano do ensino fundamental;
Idade mínima: 16 anos.
180 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
15 alunos
Tabela 38 – Carpinteiro estrutural
118
Catálogo de Cursos
6.2 Eletricista instalador residencial
ELETRICISTA INSTALADOR RESIDENCIAL
1. TÍTULO
CÓD. CBO 7156-10
Executar e manter as instalações elétricas em
edificações atendendo aos requisitos técnicos de
2. COMPETÊNCIA GERAL
qualidade, de saúde, higiene e segurança e de meio
ambiente.
Desenvolver
as
capacidades
técnicas,
sociais,
organizativas e metodológicas para a execução de
instalações
3. OBJETIVO U.C 1
elétricas,
realizando
a
manutenção
preventiva e corretiva, elaborando propostas para
execução de serviços atendendo às normas de
segurança e qualidade.
Desenvolver
as
capacidades
técnicas,
sociais,
organizativas e metodológicas para a identificação de
4. OBJETIVO U.C 2
oportunidades de trabalho de forma empreendedora
transformando a sua realidade através de uma gestão
consciente do seu trabalho.
5. MODALIDADE
Qualificação Profissional
6. CONTEÚDOS FORMATIVOS
6.1 Unidade Curricular – Instalações Elétricas: C.H = 160 h
Fundamentos Técnicos e Científicos
Conhecimentos
 Teoria Eletrônica:
Capacidades Técnicas:
 Identificar princípios elétricos;
 Matéria;
 Identificar a energia e suas formas;
 Fundamentos de eletrostática;
 Identificar
os
sistemas
de
 Corpos
simples
e
corpos
fornecimentos e distribuição de energia compostos;
 Energia e suas formas.
elétrica;
 Identificar grandezas elétricas;
 Identificar
as
leis
e
diretrizes
 Fontes de Eletricidade:
de
eletricidade;
 Identificar os princípios de organização
 Ação química;
 Indução;
 Aquecimento;
119
Catálogo de Cursos
 Luz;
do trabalho, qualidade e meio ambiente;
 Identificar
as
normas
técnicas
e
 Atrito.
 Corrente Elétrica:
regulamentadoras;
 Interpretar projetos elétricos de baixa
 Definição;
 Unidade de medida;
tensão residenciais;
 Dimensionar condutores e dispositivos
de segurança de redes elétricas;
 Instrumento de medida.
 Circuito Elétrico:
 Medir grandezas: tensão, resistência,
 Definição;
corrente, potências, frequência, luminância
 Circuito elétrico elementar;
e
 Tipo: série, paralelo e misto.
capacitância
elétrica,
utilizando
instrumentos específicos;
 Resistência Elétrica:
 Planejar as etapas de serviço;
 Elaborar
orçamento
 Definição;
seguindo
uma
solicitação de serviço;
 Unidade de medida;
 Instrumento de medida.
 Instalar dispositivos e componentes
 Associação de Resistores em
elétricos e eletroeletrônicos de iluminação Série, em Paralelo e Misto:
empregados em instalações elétricas de
 Definição;
baixa tensão residenciais;
 Resistência elétrica equivalente;
 Montar circuitos auxiliares segundo
projeto técnico;
 Montar
 Fórmula;
 Aplicação.
quadros
de
distribuição,
 Tensão Elétrica:
considerando as características do projeto
 Definição;
normalizado;
 Unidade de medida;
 Identificar
os
instrumentos
e
ferramentas típicas da área de instalações
elétricas de baixa tensão residenciais;
 Demonstrar
interesse
no
uso
 Descartar materiais de acordo com
normas ambientais vigentes;
normas
de
 Definição;
 Unidade de medida;
 Instrumento de medida;
 Fórmula.
materiais,
segurança,
 Tensões usuais.
 Potência Elétrica:
de
equipamentos de proteção individual;
 Transportar
 Instrumento de medida;
considerando
de
saúde
e
 Lei de Ohm:
 Definição;
recomendações do fabricante;
120
Catálogo de Cursos
 Locar as instalações elétricas a serem
 Fórmula;
 Aplicação.
executadas;
 Realizar manutenção em instalações
elétricas residenciais.
 Primeira e Segunda - Leis de
Kirchoff:
 Enunciado;
Capacidades Sociais, Organizativas e
 Aplicação.
Metodológicas:
 Magnetismo:
 Demonstrar consciência prevencionista
 Definição;
em relação à saúde, segurança e meio
 Campo magnético:
ambiente;
 Unidade de medida;
 Demonstrar interesse pelo trabalho em
 Aplicação;
equipe;
 Sentido das linhas de força.
 Evidenciar
a
utilização
do
uso
de
 Eletromagnetismo:
métodos;
 Regra da mão direita;
 Evidenciar o critério detalhista;
 Solenoide;
 Demostrar organização em seu ambiente
 Polaridade.
de trabalho;
 Projeto de Instalações Elétricas:
 Manter relacionamento interpessoal;
 Evidenciar
visão
sistêmica
do
 Representação gráfica;
seu
 Projeção ortográfica;
processo de trabalho;
 Planta baixa;
 Demonstrar análise na realização de seu
 Simbologia.
trabalho;
 Planejamento:
 Evidenciar responsabilidade com seu
 Definição;
trabalho e com as pessoas envolvidas nele.
 Etapas;
 Níveis;
 Organização;
 Controle;
 Cronograma.
 Orçamento:
 Definição;
 Tipos;
 Elementos;
121
Catálogo de Cursos
 Custos;
 Margem;
 Levantamento de materiais;
 Cotação.
 Segurança no Trabalho:
 Causas de acidentes;
 Prevenção de acidentes;
 Análise preliminar de riscos;
 Ergonomia;
 Equipamentos
de
proteção
individual e coletiva;
 Legislação.
 Meio Ambiente:
 Descarte de resíduos;
 Impactos ambientais;
 Normalização.
 Qualidade:
 Definição;
 Normas;
 Procedimentos;
 Normalização.
 Ligação a Terra (Aterramento):
 Definição;
 Técnicas de aterramento;
 Tipos de aterramento.
 Fatores
que
Influenciam
no
Dimensionamento:
 Fios e cabos elétricos:
 Constituição;
 Nomenclatura;
 Capacidade de condução de
corrente;
122
Catálogo de Cursos
 Norma para utilização.
 Eletrodutos:
 Metálicos e plásticos rígidos e
flexíveis;
 Norma para utilização.
 Proteção
das
instalações
elétricas:
 Disjuntores;
 Fusíveis;
 Dispositivo diferencial residual.
 Dispositivos
de
proteção
contra surtos (DPS):
 Definição;
 Tipos;
 Nomenclatura;
 Capacidade de corrente;
 Coordenação de circuitos.
 Circuito
alimentador
e
de
distribuição:
 Definição;
 Tipos de distribuição;
 Manobra
e
proteção
dos
circuitos;
 Categorias de emprego das
proteções;
 Fator de demanda;
 Quedas de tensão admissíveis
normalizadas;
 Potência máxima por circuitos;
 Quadros de:
 Luz (QL);
 Força (QF);
 Distribuição (QG).
123
Catálogo de Cursos
 Corrente alternada:
 Ciclo e frequência;
 Valores:
 Instantâneo;
 Eficaz;
 Máximo.
 Instrumentos de medição em
valor eficaz.
 Emenda de condutores:
 Em linha;
 Em derivação;
 Em caixas de passagem;
 Com bases conectoras;
 Para alta corrente;
 Soldar
emendas
de
condutores;
 Isolar emendas de condutores.
 Instrumentos de medição:
 Multímetro digital;
 Volt/amperímetro alicate;
 Características gerais;
 Seletor de função;
 Seletor de alcance;
 Indicações do display;
 Recomendações de uso e de
segurança.
 Leitura
e
interpretação
de
diagramas:
 Tipos;
 Simbologia;
 Aplicação.
 Sistemas de iluminação:
 Diretos com lâmpadas;
124
Catálogo de Cursos
 Dimerizados;
 Acessórios;
 Normas aplicáveis.
 Técnicas
de
inspeção
de
sistemas de redes elétricas:
 De redes protegidas;
 De proteção e segurança;
 De sinalização;
 Normas
e
procedimentos
aplicáveis;
 Técnicas de manutenção:
 Preventiva;
 Corretiva.
 Segurança em instalações e
serviços em eletricidade.
 Instalação de quadro de:
 Distribuição
com
quatro
circuitos comandados por disjuntores;
 Entrada;
 Distribuição
e
circuitos
de
alimentação de lâmpadas e tomadas;
 Equipamentos
audiovisuais
para chamadas.
 Materiais,
ferramentas,
equipamentos, instrumentos.
6.2 Unidade Curricular – Atitudes Empreendedoras para o Mercado de
Trabalho: C.H = 20 h
Capacidades Técnicas:
 Identificar oportunidades do mercado
 Empreendedorismo:
 Introdução
ao
de trabalho, relacionando-as ao seu plano empreendedorismo;
de vida e carreira;
 Estabelecer relações e possibilidades
 Atitudes empreendedoras e tipos
de empreendedorismo;
125
Catálogo de Cursos
entre
sonho,
desejo
e
sucesso,
 Características
do
reconhecendo-se como um cidadão de comportamento empreendedor.
 Ética e Cidadania:
direitos;
 Identificar
os
tipos
de
empreendedorismo e suas características;
e cidadania;
 Elaborar propostas comerciais;
 Identificar
 Introdução aos conceitos de ética
 Comportamento
necessidade
grupal
X
de individual;
 Continuidade
aperfeiçoamento.
social
e
transformação social;
 Educação, cidadania e trabalho.
Capacidades Sociais, Organizativas e
Metodológicas:
 Identificar
a
 O Mundo do Trabalho:
importância
desenvolvimento
de
do
atitudes de trabalho;
empreendedoras para o seu projeto de vida
e carreira;
 Entender
sustentabilidade
 As transformações no mercado
 Os desafios e as mudanças no
mercado de trabalho;
a
importância
para
a
geração
desenvolvimento de negócios;
da
 Qualificação profissional e o perfil
e para o mercado de trabalho;
 Empregabilidade X mercado de
 Atuar com efetividade nas relações com trabalho.
o cliente.
 Plano de Vida e Carreira:
 Tempo e história de vida;
 Desejo e sucesso;
 Transformação de desejos em
oportunidades;
 Planejamento para realização.
 Noções de Comunicação:
 Formas
e
elementos
de
comunicação;
 Elaboração de documentos;
 Tipos de correspondências.
7. REQUISITOS DE
Escolaridade mínima: 5º ano do ensino fundamental;
126
Catálogo de Cursos
ACESSO
Idade mínima: 18 anos completos.
8. CARGA HORÁRIA
180 horas
9. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
15 alunos
Tabela 39 – Eletricista instalador residencial
127
Catálogo de Cursos
6.3 Instalador hidráulico
INSTALADOR HIDRÁULICO
1. TÍTULO
CÓD. CBO 7241-10
Executar e manter a manutenção em instalações
hidro
2. COMPETÊNCIA GERAL
sanitárias,
de
acordo
com
normas
e
procedimentos técnicos de qualidade, segurança,
higiene, saúde e meio ambiente.
Desenvolver
as
capacidades
técnicas,
sociais,
organizativas e metodológicas para a realização de
3. OBJETIVO
instalações
hidráulicas
através
de
métodos
específicos da ocupação em conformidade com as
normas da ABNT.
4. MODALIDADE
Qualificação Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Conhecimentos
 Integração
Capacidades Técnicas:
e
orientação
 Identificar os tipos e características dos profissional;
 História do PVC;
materiais, equipamentos e ferramentas;
 Identificar
princípios
de
segurança,
 Transporte e armazenamento de
qualidade, saúde e meio ambiente;
 Ler
e
compreender
projetos
hidro tubos de PVC;
 Noções básicas de hidráulica;
sanitários;
 Conhecer
os
tipos
de
acessórios
problemas
 Noções básicas de metrologia;
 Leitura e interpretação de projetos
utilizados na hidráulica;
 Prever
 Tubos de PVC;
possíveis
instalações hidro sanitárias;
após hidráulicos;
 Determinação de comprimentos de
 Identificar ambientes para instalação de tubos;
 Tipos de conexões;
água quente e fria;
 Conhecer
e
aplicar
tubulações
conexões de rosca;
e
 Materiais utilizados na soldagem
de PVC;
 Montar louças e acessórios sanitários;
 Execução de junta elástica e na
 Conhecer normas de segurança refe-
vedação de roscas;
128
Catálogo de Cursos
rente
aos
serviços
de
instalações
 Ferramentas e instrumentos;
 Serrar tubos;
hidráulicas;
 Realizar orçamentos de materiais e
 Soldar tubo de PVC;
 Roscar com tarraxa;
mão de obra;
 Conhecer as normas, equipamentos de
 Instalação de água fria;
 Instalar caixa d’água;
proteção ambiental.
 O sistema Dry Wall;
Capacidades Sociais, Organizativas e
 Instalar torneira de boia;
Metodológicas:
 Dispositivos hidráulicos;
 Demonstrar consciência prevencionista
 Manutenção
em
componentes
em relação à saúde, segurança e meio hidráulicos;
 Tubulações
ambiente;
subterrâneas
e
 Demonstrar habilidade de trabalho em aéreas;
 Leitura e interpretação de projeto
equipe;
 Demostrar organização em seu ambiente sanitário;
 Catálogo das principais conexões;
de trabalho;
 Planejar
as
tarefas
relacionadas
à
 Noções de declividade;
execução das atividades;
 Dispositivos sanitários;
 Manter relacionamento interpessoal;
 Acessórios sanitários;
 Comunica-se com clareza;
 Instalação de peças sanitárias;
 Evidenciar o respeito às normas e
 Instalação de esgoto e ventilação
em banheiro;
procedimentos;
 Zelar pelos equipamentos e ferramentas.
 Noções básicas de segurança no
trabalho.
6. REQUISITOS DE
ACESSO
7. CARGA HORÁRIA
Escolaridade mínima: 4º ano do ensino fundamental;
Idade mínima: 16 anos.
180 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
15 alunos
Tabela 40 – Instalador hidráulico
129
Catálogo de Cursos
6.4 Pedreiro assentador de tijolos
PEDREIRO ASSENTADOR DE TIJOLOS
1. TÍTULO
CÓD. CBO 7152-10
Executar o assentamento de elementos de alvenarias
com função estrutural em edificações, de acordo com
2. COMPETÊNCIA GERAL
as normas técnicas de qualidade, meio ambiente,
saúde e segurança no trabalho.
Desenvolver
as
organizativas
e
processos
3. OBJETIVO
capacidades
técnicas,
sociais,
para
executar
metodológicas
relativos
às
vedações
verticais
e
horizontais, como: alvenaria estrutural, concretagem
e aplicação de revestimento, de acordo com as
normas técnicas de qualidade, meio ambiente, saúde
e segurança no trabalho.
4. MODALIDADE
Qualificação Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
 Integração
Capacidades Técnicas:
 Identificar
princípios
de
Conhecimentos
e
orientação
segurança, profissional;
qualidade, saúde, meio ambiente e tipos de
 Matemática básica;
EPI’s e EPC’s;
 Segurança na construção civil;
 Reconhecer aspectos de segurança,
 Andaimes;
qualidade, saúde e ambientais necessários
 Instrumentos de medida;
à atividade;
 Medir com nível de bolha;
 Realizar cálculos matemáticos;
 Medir com o metro;
 Desenvolver habilidades metrológicas;
 Nivelar e esquadrejar;
 Conhecer
 Esquadro pelo processo 3.4.5;
as
ferramentas
e
suas
funções;
 Aprender os processos de produção de
argamassa;
 Nivelar com mangueira;
 Ferramentas;
 Argamassa;
 Aplicar técnicas construtivas;
 Demarcação da escavação para
 Aplicar técnicas de cortes;
alicerces;
130
Catálogo de Cursos
 Elevar alvenaria conforme processo de
fundação
corrida
e
elevação de alvenaria;
conhecimentos técnicos;
 Aplicar chapisco de forma manual e
 Cortar tijolo;
 Parede de 1 tijolo (singelo);
mecanizado em paredes e tetos;
 Executar procedimentos de reboco em
 Assentamentos de tijolos;
 Assentamento de parede de tijolo
paredes e tetos;
 Identificar
 Executar
meios
de
execução
concretos.
de de ½ vez;
 Assentamento de parede de 1 vez;
 Construção de parede ½ vez com
Capacidades Sociais, Organizativas e
Metodológicas:
pilar de reforço de tijolo de 1 vez;
 Construção de parede de canto
 Atuar de forma ética;
em ângulo reto de tijolo de ½ vez;
 Demonstrar habilidade de trabalhar em
 Construção de parede de canto
equipe;
em ângulo reto de tijolo de 1 vez;
 Detectar problemas e tomar decisões
 Ligação de paredes de tijolo de ½
dentro de suas competências técnicas;
vez em ângulo reto;
 Planejar tarefas relacionadas à execução
 Ligação de paredes de tijolo de ½
vez em cruz;
de atividades.
 Chapisco;
 Taliscar parede;
 Fazer mestras;
 Reboco grosso ou emboco;
 Reboco fino ou paulista;
 Executar piso cimentado;
 Noções sobre o concreto armado e
ciclópico.
6. REQUISITOS DE
Escolaridade mínima: 4º ano do ensino fundamental;
ACESSO
Idade mínima: 16 anos.
7. CARGA HORÁRIA
180 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
15 alunos
Tabela 41 – Pedreiro assentador de tijolos
131
Catálogo de Cursos
6.5 Pedreiro de revestimentos cerâmicos
PEDREIRO DE REVESTIMENTOS CERÂMICOS
1. TÍTULO
CÓD. CBO 7165-10
Executar revestimento argamassados e cerâmicos, e
parâmetros horizontais e verticais em edificações, de
2. COMPETÊNCIA GERAL
acordo com normas técnicas, de qualidade, de meio
ambiente, de saúde e segurança no trabalho.
Desenvolver
as
capacidades
técnicas,
sociais,
organizativas e metodológicas para realizar aplicação
3. OBJETIVO
de revestimentos cerâmicos em edificações, de
acordo com normas técnicas, de qualidade, de meio
ambiente, de saúde e segurança no trabalho.
4. MODALIDADE
Qualificação Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Capacidades Técnicas:
 Aplicar
as
Conhecimentos
 Integração
e
orientação
normas ambientais, de profissional;
saúde, segurança e higiene no trabalho;
 Higiene e segurança no trabalho;
 Desenvolver habilidades metrológicas;
 Metrologia;
 Planejar as etapas de trabalho;
 Estudo dos diversos tipos de
 Conhecer e relacionar equipamentos e cerâmica / azulejo;
de
argamassas
ferramentas de acordo com o serviço a ser  Tipos
executado;
 Conhecer e aplicar diversos modelos e
tipos de revestimentos;
 Analisar o ambiente onde o serviço
será executado;
de
revestimento;
 Classificação das cerâmicas;
 Formas de assentamento;
 Juntas de assentamento;
 Ferramentas e equipamentos de
 Iniciar processo de assentamento de trabalho;
 Pré-condição para o assentamento
placas cerâmicas em pisos e paredes;
 Identificar e corrigir possíveis defeitos
no assentamento de placas cerâmicas;
 Identificar os tipos de argamassas e
de placa cerâmica;
 Etapas de assentamento de placas
cerâmicas em paredes;
132
Catálogo de Cursos
 Etapas de assentamento de placas
sua utilização no serviço.
cerâmicas em piso;
Capacidades Sociais, Organizativas e
Metodológicas:
 Defeitos de problemas de um mau
assentamento cerâmico.
 Atuar de forma ética;
 Demonstrar habilidade de trabalhar em
equipe;
 Detectar problemas e tomar decisões
dentro de suas competências técnicas;
 Planejar tarefas relacionadas à execução
de atividades;
 Responsabilizar-se
pela
conservação
dos equipamentos.
6. REQUISITOS DE
ACESSO
Escolaridade mínima: 4º ano do ensino fundamental;
Idade mínima: 16 anos.
7. CARGA HORÁRIA
180 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
15 alunos
Tabela 42 – Pedreiro de recestimenstos cerâmicos
133
Catálogo de Cursos
6.6 Pintor de obras
PINTOR DE OBRAS
1. TÍTULO
CÓD. CBO 7166-10
Analisar, planejar e realizar serviços de pintura de
edificações atendendo aos projetos e ordens de
serviço de acordo com procedimentos de execução,
2. COMPETÊNCIA GERAL
normas especificas de segurança do trabalho, meio
ambiente e saúde, respeitando os critérios de
qualidade.
Desenvolver
as
capacidades
técnicas,
sociais,
organizativas e metodológicas para a realização de
serviços de pintura de edificações, de acordo com
3. OBJETIVO
procedimentos de execução, normas especificas de
segurança do trabalho, meio ambiente e saúde,
respeitando os critérios de qualidade.
4. MODALIDADE
Qualificação Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Conhecimentos
 Integração
Capacidades Técnicas:
e
orientação
 Identificar os tipos e características dos profissional;
materiais, equipamentos e ferramentas;
 Identificar
princípios
de
segurança,
os
tipos
de
acessórios
 Para que usamos tinta?;
 Segurança no trabalho;
utilizados na pintura;
 Preparar a superfície para receber a
 Acessórios para pintura;
 Preparação de superfície;
pintura;
 Verificar
 Características fundamentais da
tinta;
qualidade, saúde e meio ambiente;
 Conhecer
 Composição básica da tinta;
a
superfície
e
corrigir
possíveis defeitos antes da pintura;
 Conhecer problemas possíveis após a
pintura;
 Aplicar técnicas de pigmentação de co-
 Cuidados fundamentais antes da
pintura;
 Problemas comuns de pintura;
 Sistemas de pintura;
 Sistema de tingimento universal;
134
Catálogo de Cursos
 Tintas
res nas tintas e vernizes;
alquídicas
foscas
e
 Identificar os ambientes onde serão semibrilho;
aplicados os tipos adequados de cada tinta;
 Conhecer e aplicar tipos de removedor
revestimento
rústico
 Textura;
 Sistemas de pintura;
de tinta a base de solvente e ferrugem;
 Aplicar
 Removedor e desoxidante;
em
 Cor nas paredes;
 Cores de segurança;
paredes;
 Criar designer e decoração;
 Problemas comuns de aplicação;
 Normas de segurança;
 Orçamento;
 Promover
soluções
corretas
de
 Produtividade.
aplicação;
 Orça valores de material e mão de
obras.
Capacidades Sociais, Organizativas e
Metodológicas:
 Trabalhar em equipe;
 Ter atenção a detalhes;
 Ter capacidade de organização;
 Atuar de forma ética;
 Manter relacionamento interpessoal.
6. REQUISITOS DE
ACESSO
7. CARGA HORÁRIA
Escolaridade mínima: 4º ano do ensino fundamental;
Idade mínima: 16 anos.
180 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
15 alunos
Tabela 43 – Pintor de obras
135
Catálogo de Cursos
7 ELETROELETRÔNICAÔNICA
136
Catálogo de Cursos
ORGANIZAÇÃO CURRICULAR DOS CURSOS
7.1 Controlador lógico programável – CLP
1. TÍTULO
CONTROLADOR LÓGICO PROGRAMÁVEL - CLP
Executar montagem e manutenção de instalações
elétricas em baixa tensão e de sistemas elétricos de
2. COMPETÊNCIA GERAL
máquinas e equipamentos, de acordo com normas
técnicas, ambientais, de qualidade e de segurança e
saúde no trabalho.
Desenvolver
capacidades
técnicas
referentes
à
montagem, configuração, programação e diagnóstico
do controlador lógico programável (CLP) bem como
3. OBJETIVO
as
capacidades
sociais,
organizativas
e
metodológicas, de acordo com a atuação do técnico
no mundo do trabalho.
4. MODALIDADE
Especialização Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Conhecimentos
 Controladores programáveis;
Capacidades Técnicas:
 Reconhecer
programáveis
controladores
em
função
lógicos
de
suas
 Fundamentos:
 Características;
 Evolução.
características e estruturas;
 Programar CLP para aplicação em
 Estrutura e Características:
 Processador;
processos;
 Diagnosticar erros de programação;
 Sistema de memórias;
 Elaborar cronograma da instalação,
 Módulos de entrada e saída;
conforme
a
documentação
técnica
do
projeto;
 Interpretar normas técnicas;
 Elaborar lista de materiais, orçamento e
prever necessidade de mão de obra;
 Fonte de alimentação;
 Diferença
entre
controladores
programáveis;
 Especificação
e
seleção
de
controladores programáveis.
137
Catálogo de Cursos
 Selecionar equipamentos de proteção
Operação:
de uso individual e coletivo (EPI e EPC);
 Selecionar
ferramentas
necessárias
quadro
de
comando
para
 Inspecionar as instalações do sistema
 Norma IEC 61131;
 Classificação;
de controle por CLP;
 Realizar ensaios de funcionamento do
 Realizar registro dos dados coletados
de
 Tipos;
 Características;
sistema de controle por CLP;
processos
 Tempo de varredura.
 Linguagem de Programação:
sistema de controle por CLP;
nos
 Programa do usuário;
 Ciclo de varredura;
para realizar instalações do CLP;
 Montar
 Princípio de Funcionamento e
inspeção
e
comissionamento do sistema de controle
 Normalização.
 Configuração do hardware;
 CPU:
 Modelo;
por CLP;
 Realizar manutenção de sistema de
controle por CLP;
 Características.
 Fonte de Alimentação:
 Realizar procedimentos de bloqueio e
sinalização para a intervenção, conforme
estabelecido em norma vigente;
 Sinalizações;
 Proteções.
 Módulos de Entrada:
 Aplicar técnicas de diagnóstico de
 Digitais;
falhas em manutenção de sistema de
 Analógicos;
controle por CLP;
 Especiais.
 Diagnosticar falhas e defeitos e suas
 Módulos de Saída:
possíveis causas em sistema de controle
 Digitais;
por
 Analógicos;
CLP,
a
partir
do
histórico
de
reparação
de
manutenção;
 Aplicar
 Especiais.
técnicas
de
sistemas de acionamentos elétricos;
 Realizar procedimentos de desbloqueio
 Software
aplicativo
programação;
 Configuração:
para liberação do sistema de controle por
 Janela de trabalho;
CLP, conforme estabelecido em norma
 Pasta de projeto;
vigente;
 Barra de ferramentas.
 Propor melhorias a partir dos resulta-
de
138
Catálogo de Cursos
dos de desempenho do processo de
 Comandos Operacionais:
 Edição de uma lógica;
manutenção;
 Realizar
registros
das
não
 Conexão
com
o
controlador
conformidades detectadas na execução da programável;
 Monitoração do programa.
instalação;
 Executar a manutenção de sistema de
 Condições de Segurança:
controle por CLP considerando os aspectos
 Emergência (externo);
ambientais, de saúde e segurança do
 Intertravamento (externo).
trabalho;
 Conjunto de Instruções:
 Aplicar normas e procedimentos de
 Temporizadores;
segurança e saúde no trabalho e de
 Contadores;
proteção ao meio ambiente.
 Comparadores.
 Ensaios:
Capacidades Sociais, Organizativas e
Metodológicas:
 Sinalização intermitente (piscapisca);
 Demonstrar consciência prevencionista
 Controle de tráfego (semáforo).
em relação à saúde, segurança e meio
 Instruções de SET e RESERT;
ambiente;
 Noções de 5 S.
 Demonstrar interesse pelo trabalho em
equipe;
 Evidenciar
a
utilização
do
uso
de
métodos;
 Ser detalhista;
 Demostrar organização no ambiente de
trabalho;
 Manter relacionamento interpessoal;
 Evidenciar visão sistêmica do processo
de trabalho;
 Demonstrar análise na realização das
atividades;
 Evidenciar responsabilidade com seu
trabalho e com as pessoas envolvidas nele;
 Comunica-se com clareza;
139
Catálogo de Cursos
 Reconhecer e respeitar às normas e
procedimentos;
 Zelar pelos equipamentos e ferramentas.
Escolaridade mínima: 9º ano do ensino fundamental;
Idade mínima: 18 anos;
6. REQUISITOS DE
ACESSO
Ter concluído o curso de Eletricista Industrial ou curso
de Eletrotécnica;
Ter concluído o curso de Informática Básica.
7. CARGA HORÁRIA
100 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
16 alunos
Tabela 44 – Controlador lógico programável – CLP
140
Catálogo de Cursos
7.2 Eletricista de manutenção e instalação industrial
ELETRICISTA DE MANUTENÇÃO E INSTALAÇÃO
1. TÍTULO
INDUSTRIAL
Executar montagem e manutenção de instalações
elétricas em máquinas e equipamentos, atendendo
2. COMPETÊNCIA GERAL
aos requisitos técnicos, de qualidade, de saúde,
higiene e segurança, e de meio ambiente.
Desenvolver
as
capacidades
técnicas,
sociais,
organizativas e metodológicas para a instalação e
3. OBJETIVO
manutenção
preventiva
e
corretiva
industrial,
atendendo às normas e procedimentos.
4. MODALIDADE
Aperfeiçoamento Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Capacidades Técnicas:
Conhecimentos
 Integração
e
orientação
 Identificar os tipos de motores elétricos;
profissional;
 Diferenciar tipos de motores elétricos;
 Noções de 5 S;
 Selecionar o motor elétrico adequado
 Motores Elétricos Assíncronos
para realização de cada sistema de partida;
de
Indução
Monofásicos
e
 Selecionar os dispositivos de proteção Trifásicos:
para painéis de comandos;
 Principio
de
funcionamento
 Utilizar os dispositivos de proteção (campo gigante);
seguindo as normas de segurança;
 Empregar os contatores nos painéis de
 Características;
 Motor universal (funcionamento
comando conforme as características de C.A. e C.C.);
projeto;
 Classificar os tipos de relés conforme
as suas finalidades;
 Motor trifásico de indução;
 Motor Dahlander.
 Chaves comutadoras (voltimétrica
 Definir os tipos de relés adequados e amperimétrica);
para a correta instalação mediante as
 Autotransformador;
especificações do projeto;
 Chaves fim de curso;
 Definir os tipos de botoeiras e chaves
 Chave de partida;
141
Catálogo de Cursos
que serão utilizadas em cada projeto;
 Desenvolver os sistemas de partida de
 Partida Direta com Reversão:
 Estrela triângulo com reversão.
 Esquemas de Interligações entre
acordo com o descrito nos projetos;
 Considerar a melhor funcionalidade das Bobinas (Tensões e Correntes de
partidas elétricas a serem aplicadas nas Linha e de Fase):
 Triângulo (paralelo e série);
instalações industriais;
 Interpretar o funcionamento do motor
com
sistema
de
frenagem
e
circuito
retificador;
 Estrela (paralelo e série).
 Dispositivos
Sinalização
de
e
Manobra,
Proteção
de
 Inspecionar os sistemas de partidas Sistemas Elétricos Industriais:
evitando possíveis falhas;
 Realizar testes em sistemas elétricos,
considerando as normas regulamentadoras;
 Identificar oportunidades do mercado
de trabalho, relacionando-as ao seu plano
de vida e carreira.
 Botões de comando;
 Sinaleiras luminosa e sonora;
 Contadores de potência;
 Contadores auxiliares;
 Relés de proteção contra sobre
carga;
 Transformadores
Capacidades Sociais, Organizativas e
Metodológicas:
 Ter raciocínio lógico;
de
corrente
(TCs);
 Transformadores de comando;
 Relés temporizadores (retardo na
 Ter atenção a detalhes;
energização e desenergização, pulso
 Ser organizado;
na energização e cíclicos);
 Manter-se atualizado;
 Relés sequência de fase;
 Manter relacionamento interpessoal;
 Relés falta de fase;
 Trabalhar em equipe.
 Relés de monitoramento de nível;
 Disjuntor motor;
 Fusíveis DIAZED e NH.
 Sensores Industriais de:
 Proximidade;
 Temperatura;
 Velocidade;
 Pressão;
142
Catálogo de Cursos
 Vazão;
 Motor bomba com relé de nível;
 Quadros
de
Comando
e
Acessórios
para
Instalação
de
Acionamentos
Elétricos
Industriais:
 Quadros
de
comando
(tipos,
características e normalização);
 Trilhos;
 Canaletas;
 Régua de bornes;
 Anilhas,
etiquetas,
cintas
e
placas de identificação;
 Crimpagem e conexões elétricas.
 Simbologia
e
Diagramas
de
Comandos Elétricos:
 Simbologias normalizadas;
 Tipos de diagramas:
 Unifilar;
 Multifilar;
 Funcional;
 Comando;
 Principal.
 Montagem de quadro de comando
para sistemas de partida de motores
de indução trifásicos;
 Partida Direta:
 Motor de uma velocidade;
 Motor de múltiplas velocidades
(Dahlander,
enrolamentos
separados).
 Partida Indireta:
 Estrela triângulo;
143
Catálogo de Cursos
 Compensada
por
autotransformador;
 Triângulo série-paralelo;
 Estrela série-paralelo.
 Instalação
de
Sistemas
de
Frenagem de Motores Elétricos
por:
 Contra corrente;
 Eletromecânica;
 Corrente continua.
Escolaridade mínima: 7º ano do ensino fundamental;
6. REQUISITOS DE
ACESSO
Idade mínima: 18 anos;
Ter concluído
o
curso
de
Eletricista
Instalador
Residencial ou Eletrotécnica.
7. CARGA HORÁRIA
180 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
15 alunos
Tabela 45 – Eletricista de manutenção e instalação industrial
144
Catálogo de Cursos
7.3 Eletricista de rede de distribuição de média e baixa tensão
ELETRICISTA DE REDE DE DISTRIBUIÇÃO DE
1. TÍTULO
MÉDIA E BAIXA TENSÃO
Executar montagem e manutenção em rede de
distribuição de média e baixa tensão, atendendo aos
2. COMPETÊNCIA GERAL
requisitos técnicos, de qualidade, de saúde, higiene,
segurança, e de meio ambiente.
Desenvolver
as
capacidades
técnicas,
sociais,
organizativas e metodológicas para a montagem e
3. OBJETIVO
manutenção em rede de distribuição de média e
baixa tensão, atendendo às normas e procedimentos.
4. MODALIDADE
Aperfeiçoamento Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Conhecimentos
 Sistemas
Capacidades Técnicas:
de
Medida
e
 Identificar as simbologias, legendas e Representação Gráfica:
esquema de montagens utilizadas em
 Unidade de medida;
projeto de redes de distribuição de energia
 Medidas lineares e de área;
elétrica;
 Escala;
 Interpretar projetos;
 Leitura
 Interpretar unidades de medidas;
 Identificar
desenergização,
as
interpretação
de
desenhos;
etapas
conforme
e
de
 Procedimentos
da
norma concessionária.
específica;
 Fundamentos
de
Redes
de
 Reconhecer e identificar normas e Distribuição:
procedimentos relacionados às etapas do
projeto proposto;
 Identificar as ferramentas, materiais e
 Redes de distribuição de energia
elétrica;
 Ferramentas para serviços em
equipamentos adequados à atividade e a redes de distribuição aérea;
classe de tensão;
 Identificar os componentes de RD;
 Aplicar as especificações técnicas esta-
 Materiais
para
redes
de
distribuição;
 Veículos de apoio para serviços
145
Catálogo de Cursos
belecidas no projeto para montagem da RD; em redes de distribuição;
 Aplicar os procedimentos de segurança
a
serem
adotados,
inspecionando
resíduos
e
 Projetos:
vigentes,
 Planejamento;
as
e
Instalação
de
em Redes de Distribuição:
conformidade com as normas ambientais
considerando
rádios
 Técnicas de operação.
 Montagem
atividades propostas;
os
com
e terminais remotos;
utilizando os EPI’s e EPC’s, adequado as
 Descartar
 Comunicação
esferas
 Técnicas de construção de redes;
municipal, estadual e federal;
 Interpretar os projetos e esquemas
relacionados à montagem da RD;
 Controle de qualidade do serviço
executado.
 Realizar análise preliminar de risco –
APR;
 Operação de Equipamentos e
Dispositivos
de
Redes
de
 Evidenciar a utilização de mapas com Distribuição:
 Planejamento;
traçado de redes subterrâneas;
 Identificar
materiais
utilizados
para
 Técnicas de manobra;
 Aspectos relativos à segurança,
conectar o IP à rede;
 Utilizar materiais adequados para içar o saúde ocupacional, meio ambiente e
conjunto IP;
qualidade na execução de manobras.
 Selecionar e identificar os recursos
 Manutenção
de
Redes
de
apropriados para a retirada e instalação de Distribuição de Energia Elétrica:
componentes do poste fixo no solo, tais
 Planejamento;
como
 Técnicas de manutenção.
condutores,
espaçadores,
aterramento, hastes e emendas;
 Analisar e adotar medidas preventivas
de controle dos riscos;
 Registrar anomalias encontradas;
 Registrar os resultados da inspeção;
 Utilizar instrumentos específicos para a
realização das inspeções em redes de
distribuição.
146
Catálogo de Cursos
Capacidades Sociais, Organizativas e
Metodológicas:
 Demonstrar
responsabilidade
na
execução dos trabalhos;
 Evidenciar
o
respeito
a
normas
e
procedimentos;
 Evidenciar postura observadora e de
autocontrole;
 Demonstrar interesse na realização de
trabalhos em equipe, mantendo o bom
relacionamento interpessoal;
 Demonstrar
organização
em
seu
ambiente de trabalho;
 Ter
zelo
pelas
ferramentas
e
equipamentos;
 Demonstrar assertividade na tomada de
decisões;
 Comunicar-se com clareza;
 Demonstrar postura ética na realização
de suas atividades;
 Argumentar tecnicamente quando houver
necessidade de entendimento do serviço a
ser executado.
Escolaridade mínima: ensino fundamental completo;
Idade mínima: 18 anos;
6. REQUISITOS DE
ACESSO
Ter concluído
Residencial,
o
curso
de
Eletroeletrônica
Eletricista
ou
Instalador
experiência
comprovada na área de elétrica.
7. CARGA HORÁRIA
200 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
15 alunos
Tabela 46– Eletricista de rede de distribuição de média e baixa tensão
147
Catálogo de Cursos
7.4 Energia solar fotovoltaica
1. TÍTULO
ENERGIA SOLAR FOTOVOLTAICA
Realizar manutenção preventiva e corretiva em
sistemas fotovoltaicos, dimensionar e instalar painéis
2. COMPETÊNCIA GERAL
solares, seguindo normas técnicas, ambientais, de
qualidade, de saúde e segurança no trabalho.
3. OBJETIVO
Desenvolver
capacidades
organizativas
e
técnicas,
metodológicas
para
sociais,
realizar
manutenção preventiva e corretiva em sistemas
fotovoltaicos, seguindo normas técnicas, ambientais,
de qualidade, de saúde e segurança no trabalho.
4. MODALIDADE
Aperfeiçoamento Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Conhecimentos
 Eletricidade Básica:
Capacidades Técnicas:
 Identificar a energia e suas formas;
 Identificar
os
 Fontes geradoras de energia;
sistemas
de
 Grandezas elétricas;
fornecimentos e distribuição de energia
 Circuito série, paralelo e misto;
elétrica;
 Leis de Ohms:
 Identificar grandezas elétricas;
 Identificar
as
leis
e
 1º Lei de Ohm;
diretrizes
de
 2º Lei de Ohm.
 Energia Solar:
eletricidade;
 Identificar
as
normas
técnicas
e
 Radiação solar;
 Captação e conversão;
regulamentadoras;
 Entender circuitos elétricos básicos;
 Efeito fotovoltaico;
 Medir
 Configurações básicas;
grandezas
elétricas
com
 Sistemas sem armazenamento;
multímetros e alicates amperímetros;
 Instalar sistemas elétricos prediais para
 Sistemas conectados à rede.
sistema solar fotovoltaico;
 Instalar
aterramentos
 Sistemas com armazenamento;
elétricos
de
sistema solar fotovoltaico;
 Componentes
do
Sistema
Fotovoltaico:
 Conhecer normas técnicas e de segu148
Catálogo de Cursos
rança aplicadas à atividade (NR-10, NR-
 Módulo fotovoltaico;
35).
 Baterias;
 Controladores de carga;
Capacidades Sociais, Organizativas e
Metodológicas:
 Ter raciocínio lógico;
 Ter
consciência
 Inversores;
 Conversores CC-CA;
 Seguidor do ponto de máxima
prevencionista
em potência (MPPT);
relação à saúde, segurança no trabalho e
 Características das cargas;
meio ambiente;
 Iluminação;
 Ter visão sistêmica;
 Refrigeração.
 Ter proatividade;
 Noções Bombeamento de Água:
 Ter capacidade de análise;
 Motor bombas CC;
 Tomar decisões;
 Motor bombas CA.
 Ter senso investigativo;
 Projeto
 Estabelecer prioridades;
Fotovoltaico:
 Demonstrar capacidade de organização
no ambiente de trabalho;
de
um
Sistema
 Etapas do projeto de um sistema
fotovoltaico;
 Manter-se atualizado tecnicamente;
 Avaliação do recurso solar;
 Trabalhar em equipe;
 Estimativa da curva de carga;
 Comunicar-se de forma clara e precisa;
 Escolha da configuração;
 Ter responsabilidade;
 Dimensionamento do sistema de
 Ter senso crítico.
armazenamento;
 Dimensionamento
da
geração
fotovoltaica;
 Especificação
dos
demais
componentes do sistema.
 Instalações dos Sistemas:
 Módulos fotovoltaicos:
 Localização
do
arranjo
do
arranjo
fotovoltaico;
 Orientação
fotovoltaico;
149
Catálogo de Cursos
 Montagem da estrutura dos
nódulos;
 Instalação
elétrica
dos
módulos fotovoltaicos.
 Instalação
do
banco
de
baterias:
 Recomendações
sobre
segurança e manuseio;
 Compartimento das baterias;
 Montagem
do
banco
de
baterias;
 Circuito elétrico do banco de
baterias.
 Instalação
do
inversor
de
controlador
de
frequência;
 Instalação
do
carga.
 Circuitos Elétricos:
 Dimensionamento;
 Cabos elétricos;
 Disjuntores, DIN NEMA;
 Disjuntores DR;
 DPS;
 Quadro de distribuição.
 Distribuição dos circuitos;
 Especificação de circuitos AC e
CC.
Escolaridade mínima: 8º ano do ensino fundamental;
6. REQUISITOS DE
ACESSO
Idade mínima: 18 anos;
Ter concluído
o
curso
de
Eletricista
Instalador
Residencial.
7. CARGA HORÁRIA
80 horas
150
Catálogo de Cursos
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
12 alunos
Tabela 47 – Energia solar fotovoltaica
151
Catálogo de Cursos
7.5 Introdução à robótica
1. TÍTULO
INTRODUÇÃO À ROBÓTICA
Desenvolver ações para operação e programação de
manipuladores robóticos baseados em planejamento
2. COMPETÊNCIA GERAL
prévio e de situações problema, de acordo com a
legislação e normas aplicadas á segurança, higiene e
saúde.
Desenvolver
capacidades
organizativas
e
técnicas,
metodológicas
sociais,
referentes
á
organização dos processos de automação robóticos
3. OBJETIVO
autocontrolados e/ou autônomos, bem como sua
devida programação, de acordo com a legislação e
normas aplicadas à segurança, higiene e saúde.
4. MODALIDADE
Iniciação Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Conhecimentos
Capacidades Técnicas:
 Evolução e História da Robótica
 Analisar os princípios e características / Eletrônica:
 Breve histórico e conceituação da
de instrumentos de medição;
 Identificar princípios de magnetismo e robótica;
 Robótica no contexto industrial;
eletromagnetismo;
 Analisar o funcionamento dos motores
de passo;
 Vantagens e desvantagens da
robótica industrial;
 Identificar
os
tipos de
tecnologias
arduíno;
 Métodos
de
programação
dos
ângulos
robótica;
 Interpretar corretamente os princípios
elementares de programação C/C ++.
 Definição
de
orientação de movimentação do robô;
 Fundamentos de atomística;
Capacidades Sociais, Organizativas e
Metodológicas:
 Demonstrar consciência prevencionista
em relação à saúde, segurança e meio am-
 Introdução
á
condutores
e
isolantes;
 Medidas escalares de potência,
tensão, corrente, resistência e fre152
Catálogo de Cursos
biente;
quência;
 Demonstrar interesse pelo trabalho em
equipe;
 Código
de
cores
resistivo
e
manuseio do multiteste digital.
 Evidenciar
a
utilização
do
uso
de
 Portas Lógicas:
 Sistema numérico binário, octal e
métodos;
 Ser detalhista;
hexadecimal;
 Demostrar organização no ambiente de
 Tabela verdade e expressões
booleanas;
trabalho;
 Manter relacionamento interpessoal;
 Operador lógico AND, NAND,
 Evidenciar visão sistêmica do processo OR, NOR, XOR e XNOR.
 Sensores Atuadores:
de trabalho;
 Demonstrar análise na realização das
 Definição de sensores;
atividades;
 Definição de atuadores.
 Evidenciar responsabilidade com seu
trabalho e com as pessoas envolvidas nele;
 Comunica-se com clareza;
 Reconhecer e respeitar às normas e
 Tipos de Micro Controladores:
 Tipos
e
função
de
microcontroladores;
 Linguagem de programação para
microcontroladores;
procedimentos;
 Zelar pelos equipamentos e ferramentas.
 Tecnologia arduíno.
 Programação C:
 Programação
voltada
à
tecnologia arduíno.
 Sistemas Embarcados:
 O que é sistema embarcado;
 Para
que
servem
sistemas
embarcados.
Escolaridade mínima: ensino médio completo ou em
6. REQUISITOS DE
ACESSO
7. CARGA HORÁRIA
formação;
Idade mínima: 16 anos.
40 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
15 alunos
Tabela 48 – Introdução à robótica
153
Catálogo de Cursos
7.6 Inversor de frequência
1. TÍTULO
INVERSOR DE FREQUÊNCIA
Executar montagem e manutenção de instalações
elétricas em baixa tensão e de sistemas elétricos de
2. COMPETÊNCIA GERAL
máquinas e equipamentos, de acordo com normas
técnicas, ambientais, de qualidade e de segurança e
saúde no trabalho.
3. OBJETIVO
Desenvolver
capacidades
organizativas
e
interpretação,
montagem
técnicas,
metodológicas
e
sociais,
referentes
configuração
á
de
inversores de frequência, atendendo normas e
procedimentos.
4. MODALIDADE
Especialização Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
 Inversores de Frequência:
Capacidades Técnicas:
 Montar
quadro
de
comando
para
as
instalações
 Principio de funcionamento;
 Parametrização.
sistemas de controle de velocidade;
 Inspecionar
Conhecimentos
dos
sistemas de controle de velocidade;
 Realizar ensaios de funcionamento de
sistemas de controle de velocidade;
 Realizar manutenção de sistemas de
controle de velocidade;
 Realizar procedimentos de bloqueio e
sinalização para a intervenção, conforme
estabelecido em norma vigente;
 Parâmetros de Leitura:
 Referência de velocidade;
 Velocidade do motor;
 Corrente do motor;
 Frequência aplicada ao motor;
 Estado do inversor;
 Torque no motor.
 Parâmetros de Configuração:
 Frenagem
por
injeção
de
rampa
de
 Diagnosticar falhas e defeitos e suas corrente contínua;
possíveis causas em sistemas de controle
de velocidade;
 Aplicar normas e procedimentos de se-
 Frenagem
por
desaceleração.
 Arquitetura;
154
Catálogo de Cursos
gurança e saúde no trabalho e de proteção
 Entradas
ao meio ambiente;
analógicas.
e
saídas
digitais
e
 Interpretar manuais técnicos;
 Parametrizar / configurar inversores de
frequências.
Capacidades Sociais, Organizativas e
Metodológicas:
 Demonstrar consciência prevencionista
em relação à saúde, segurança e meio
ambiente;
 Demonstrar interesse pelo trabalho em
equipe;
 Evidenciar
a
utilização
do
uso
de
métodos;
 Ser detalhista;
 Demostrar organização no ambiente de
trabalho;
 Manter relacionamento interpessoal;
 Evidenciar visão sistêmica do processo
de trabalho;
 Demonstrar análise na realização das
atividades;
 Evidenciar responsabilidade com seu
trabalho e com as pessoas envolvidas nele;
 Comunica-se com clareza;
 Reconhecer e respeitar às normas e
procedimentos;
 Zelar pelos equipamentos e ferramentas.
Escolaridade mínima: 7º ano do ensino fundamental;
6. REQUISITOS DE
ACESSO
Idade mínima: 18 anos;
Ter concluído o curso de Eletricista de Manutenção e
155
Catálogo de Cursos
Instalação Industrial ou Eletrotécnica.
7. CARGA HORÁRIA
20 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
12 alunos
Tabela 49 – Inversor de frequência
156
Catálogo de Cursos
7.7 Segurança em instalações e serviços com eletricidade – NR 10
SEGURANÇA EM INSTALAÇÕES E SERVIÇOS
1. TÍTULO
COM ELETRICIDADE – NR 10
Atuar com segurança nas atividades de manutenção,
instalação e serviços no ambiente de trabalho da área
2. COMPETÊNCIA GERAL
elétrica, de acordo com procedimentos e normas
técnicas,
ambientais,
de
qualidade,
saúde
e
segurança no trabalho.
Desenvolver
capacidades
técnicas,
sociais,
organizativas e metodológicas para atuar com
segurança nas atividades de manutenção, instalação
3. OBJETIVO
e serviços no ambiente de trabalho da área elétrica,
de acordo com procedimentos e normas técnicas,
ambientais, de qualidade, saúde e segurança no
trabalho.
4. MODALIDADE
Aperfeiçoamento Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Capacidades Técnicas:
Conhecimentos
 Introdução
à
segurança
em
 Identificar os conceitos de segurança eletricidade;
em eletricidade;
 Riscos em instalações e serviços
 Identificar os elementos de descarte de em eletricidade;
resíduos;
 Identificar os aspectos relacionados à
 Técnicas de análise de risco;
 Medidas de controle
do risco
saúde e segurança do trabalho nos serviços elétrico;
da energia elétrica;
 Normas
técnicas
brasileira
 Identificar procedimentos e normas ABNT: NBR 5410, NBR 14039 e
outras;
técnicas;
 Aplicar procedimentos relativos ao uso
obrigatório dos EPI’s e EPC’s;
 Normas
regulamentadoras
do
ministério do trabalho e emprego –
 Sensibilizar com as possíveis causas MTE;
resultantes de acidentes de origem elétrica;  Equipamentos de proteção coletiva
157
Catálogo de Cursos
 Aplicar
as
técnicas
de
primeiros (EPC);
 Equipamentos
socorros e combate a incêndios.
de
proteção
individual (EPI);
Capacidades Sociais, Organizativas e
 Rotinas
de
 Seguir normas e procedimentos técnicos;
 Documentação
 Ter raciocínio lógico;
elétricas;
consciência
prevencionista
–
procedimentos;
Metodológicas:
 Ter
trabalho
em
de
instalações
 Riscos adicionais;
relação à saúde, segurança no trabalho e
 Acidentes de origem elétrica;
meio ambiente;
 Responsabilidades
 Ter visão sistêmica;
criminais;
 Ter proatividade;
 Proteção e combate a incêndios;
 Ter capacidade de análise;
 Primeiros socorros.
cíveis
e
 Tomar decisões;
 Ter senso investigativo;
 Estabelecer prioridades;
 Demonstrar capacidade de organização
no ambiente de trabalho;
 Manter-se atualizado tecnicamente;
 Trabalhar em equipe;
 Comunicar-se de forma clara e precisa;
 Ter responsabilidade;
 Ter senso crítico.
Escolaridade mínima: 5º ano do ensino fundamental;
6. REQUISITOS DE
ACESSO
Idade mínima: 18 anos;
Ter concluído o curso na área de eletricidade ou
conhecimento na área.
7. CARGA HORÁRIA
40 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
20 alunos
Tabela 50 – Segurança em instalações e serviços com eletricidade – NR 10
158
Catálogo de Cursos
7.8 Segurança no sistema elétrico de potência SEP – distribuição
SEGURANÇA NO SISTEMA ELÉTRICO DE
1. TÍTULO
POTÊNCIA SEP - DISTRIBUIÇÃO
Atuar com segurança nas atividades de eficiência
energética,
2. COMPETÊNCIA GERAL
de
acordo
com
legislação
vigente,
procedimentos e normas técnicas, ambientais, de
qualidade, saúde e segurança no trabalho.
Desenvolver
capacidades
técnicas,
organizativas e metodológicas para
sociais,
atuar com
segurança nas atividades de eficiência energética, de
3. OBJETIVO
acordo com legislação vigente, procedimentos e
normas técnicas, ambientais, de qualidade, saúde e
segurança no trabalho.
4. MODALIDADE
Aperfeiçoamento Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Conhecimentos
Capacidades Técnicas:
 Organização do sistema elétrico
 Identificar
as
implicações
legais de potência – SEP;
decorrentes da falta de documentos ou da
falta
de
cumprimento
de
prazos
no
 Organização do Trabalho:
 Programação e planejamento dos
atendimento das exigências dos órgãos serviços;
 Trabalho em equipe;
governamentais;
 Identificar os riscos;
 Cadastro das instalações;
 Interpretar normas, procedimentos e
 Métodos de trabalho;
 Comunicação.
manuais;
 Preencher
as
necessárias;
documentações
 Aspectos comportamentais;
 Condições
impeditivas
para
 Realizar análise preliminar de riscos serviços;
(APR);
 Relacionar EPI e EPC;
 Separar EPI e EPC;
 Utilizar EPI e EPC;
 Riscos Típicos no SEP e sua
Prevenção:
 Proximidade
e
contatos
com
partes energizadas;
159
Catálogo de Cursos
 Seguir a ordem de serviço;
 Indução;
 Seguir os procedimentos de trabalho;
 Descargas atmosféricas;
 Seguir
 Estática;
regulamentação
da
 Campos elétricos e magnéticos;
concessionária local;
 Selecionar catálogo e manuais para a
 Comunicação e identificação;
 Trabalhos em altura;
manutenção de sistemas elétricos;
 Selecionar procedimentos de trabalho;
 Máquinas
e
equipamentos
 Segregar os resíduos em função de especiais.
 Procedimentos
sua destinação;
de
 Analisar diagramas elétricos;
análise e discussão;
 Analisar registros de manutenções;
 Técnicas
 Analisar
de
–
trabalho
Trabalho
Sob
elétricos Tensão:
parâmetros
 Em linha viva;
registrados;
 Consultar
catálogo
e
manuais
de
 Ao potencial;
 Em áreas internas;
fabricantes;
 Interpretar diagramas elétricos;
 Trabalho a distância;
 Interpretar grandezas elétricas;
 Trabalhos noturnos.
 Interpretar layout;
 Equipamentos e ferramentas de
 Interpretar parâmetros do sistema;
trabalho (escolha, uso, conservação,
 Interpretar planta baixa e layout;
verificação, ensaios);
 Relacionar os materiais, equipamentos,
 Sistema de proteção coletiva;
instrumentos e ferramentas necessários;
 Instalar
a
infraestrutura
projeto;
 Equipamentos de proteção coletiva
conforme e individual;
 Posturas e vestuários de trabalho;
 Instalar os circuitos elétricos conforme
projeto;
 Segurança
com
veículos
e
transporte de pessoas, materiais e
 Parametrizar os equipamentos;
equipamentos;
 Realizar as conexões elétricas;
 Sinalização e isolamento de áreas
 Separar os materiais, equipamentos,
de trabalho;
instrumentos e ferramentas necessários;
 Utilizar ferramentas e instrumentos;
 Utilizar novas tecnologias.
 Liberação
de
instalação
para
serviço e para operação e uso;
 Treinamento
em
técnicas
de
remoção, atendimento, transporte de
160
Catálogo de Cursos
Capacidades Sociais, Organizativas e
acidentados;
Metodológicas:
 Acidentes
típicos
–
análise
 Demonstrar atitudes éticas;
discussão, medidas de proteção;
 Trabalhar em equipe;
 Responsabilidade;
 Ter proatividade;
 Noções de 5 S.
 Comunicar-se com clareza;
 Ter responsabilidade;
 Demonstrar organização;
 Estabelecer prioridades;
 Aplicar procedimentos técnicos;
 Ter senso crítico;
 Cumprir normas e procedimentos;
 Manter-se atualizado tecnicamente;
 Ter senso investigativo;
 Ter capacidade de análise;
 Ter visão sistêmica;
 Identificar
diferentes
alternativas
de
solução nas situações propostas.
Escolaridade mínima: ensino fundamental completo;
6. REQUISITOS DE
ACESSO
Idade mínima: 18 anos;
Ter concluído o curso de NR 10 Básico ou atuar no
SEP na área de distribuição de energia.
7. CARGA HORÁRIA
40 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
20 alunos
Tabela 51 – Segurança no sistema elétrico de potência SEP – distribuição
161
Catálogo de Cursos
7.9 Sistema de proteção contra descarga atmosférica – SPDA
SISTEMA DE PROTEÇÃO CONTRA DESCARGA
1. TÍTULO
ATMOSFÉRICA - SPDA
Executar sistemas de proteção contra descargas
atmosféricas, de acordo com normas técnicas,
2. COMPETÊNCIA GERAL
ambientais, de qualidade e de segurança e saúde no
trabalho.
Desenvolver
organizativas
3. OBJETIVO
capacidades
e
técnicas,
metodológicas
para
sociais,
levar
ao
conhecimento de projetistas, engenheiros eletricistas,
orientações técnicas e práticas de implantação de
sistemas de proteção contra descargas atmosféricas.
4. MODALIDADE
Especialização Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Conhecimentos
 Abordagem
Capacidades Técnicas:
 Reconhecer princípios de eletricidade;
Básica
das
Principais Normas Técnicas e de
 Reconhecer normas regulamentadoras Segurança Relacionadas:
 NR 10;
e técnicas;
 Reconhecer princípios de qualidade,
 NBR 5410;
 NBR 7117;
segurança, saúde e meio ambiente;
 Ler e interpretar diagramas elétricos;
 Instrução técnica dos bombeiros;
 Identificar sistemas elétricos;
 Normas das concessionárias.
 Ler e interpretar projetos de SPDA;
 Origem
e
Formação
das
 Identificar os materiais, componentes, Descargas Atmosféricas:
instrumentos, ferramentas e equipamentos;
 Interpretar ordem de serviço;
 Parâmetros físicos.
 Abordagem da NBR 5419-1 /
 Identificar e aplicar métodos e técnicas 2015 - Princípios Gerais:
 PDA - proteção contra descargas
de instalação do SPDA;
 Identificar
aterramento;
e
aplicar
técnicas
de atmosféricas;
 SPDA – sistema de proteção
contra descargas atmosféricas;
162
Catálogo de Cursos
 Montar infraestrutura elétrica, conforme
projeto com sistema de SPDA;
 MPS - medidas de proteção
contra surtos;
 Instalar circuitos elétricos conforme
 NP - níveis de proteção.
 Abordagem da NBR 5419-2 /
projeto;
 Ajustar e parametrizar componentes 2015 - Gerenciamento de Riscos:
 Fontes dos danos;
dos sistemas elétricos;
 Utilizar novas tecnologias;
 Tipos de danos;
 Descartar resíduos em conformidade
 Tipos de perda;
com
as
normas
considerando
ambientais
as
esferas
vigentes
municipal,
estadual e federal.
 Riscos:
 Avaliação da necessidade de
proteção;
 Mapa de densidade de descarga
Capacidades Sociais, Organizativas e
Metodológicas:
atmosférica.
 Abordagem da NBR 5419-3 /
 Seguir normas e procedimentos técnicos; 2015 - Danos Físicos a Estrutura e
 Ter raciocínio lógico;
 Ter
consciência
Perigo a Vida:
prevencionista
em
 Aplicações de SPDA externo;
relação à saúde, segurança no trabalho e
 Subsistema de captação;
meio ambiente;
 Método de Franklin;
 Ter visão sistêmica;
 Método de gaiola de Faraday;
 Ter proatividade;
 Método eletrogeométrico;
 Ter capacidade de análise;
 Subsistema de descidas;
 Tomar decisões;
 Descidas com materiais;
 Ter senso investigativo;
 Descidas naturais;
 Estabelecer prioridades;
 Subsistema de aterramento;
 Demonstrar capacidade de organização
 Instalação
no ambiente de trabalho;
de
eletrodo
de
aterramento;
 Manter-se atualizado tecnicamente;
 Instalação de eletrodo natural;
 Trabalhar em equipe;
 Interligação dos sistemas;
 Comunicar-se de forma clara e precisa;
 Conexões;
 Ter responsabilidade;
 Materiais
 Ter senso crítico.
adequados
aos
subsistemas.
163
Catálogo de Cursos
 Abordagem da NBR 5419-4 /
2015
-
Sistemas
Elétricos
e
Eletrônicos Internos a Estrutura:
 Conceitos básicos de ZPR (zona
de distribuição contra raios);
 Dimensionamento e instalação
de DPS;
 Utilização do DPS;
 Equipotencialização.
 Conceitos Básicos de Sistemas
de Descargas Atmosféricas para
Alta Tensão:
 Cabo para - raio;
 Para - raio tipo válvula.
 Resistência de Aterramento:
 Resistência do solo;
 Resistividade do solo;
 Conceitos
básicos
de
estratificação do solo.
 Exemplos
de
Projetos
com
Sistema de SPDA:
 Projeto
de
SPDA
de
uma
residência ampla;
 Projeto de SPDA de um edifício
de apartamentos;
 Projeto de SPDA de um edifício
comercial de médio porte;
 Projeto
de
SPDA
de
uma
instalação industrial de médio porte;
 Orçamento;
 Custo;
 Prazo;
164
Catálogo de Cursos
 Materiais.
 Aulas Práticas:
 Análise de projeto;
 Dimensionamento de um sistema
de SPDA;
 Montagem de um sistema de
SPDA em laboratório;
 Conexões com solda exotérmica;
 Medição
de
um
sistema
de
aterramento.
 Manutenção de SPDA:
 Conexões;
 Tratamento de solo;
 Soldas;
 Instrumentos
de
medição
-
termômetro.
Escolaridade mínima: ensino fundamental completo;
6. REQUISITOS DE
ACESSO
Idade mínima: 18 anos;
Ter concluído
o
curso
de
Eletricista
Instalador
Residencial ou atuar na área.
7. CARGA HORÁRIA
40 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
20 alunos
Tabela 52 – Sistema de proteção contra descarga atmosférica – SPDA
165
Catálogo de Cursos
8 GESTÃO
166
Catálogo de Cursos
ORGANIZAÇÃO CURRICULAR DOS CURSOS
8.1 Arquivador
ARQUIVADOR
1. TÍTULO
CÓD. CBO 2613-05
Desenvolver habilidades de trabalhos pertinentes às
2. COMPETÊNCIA GERAL
áreas administrativas e aos arquivos das instituições,
atendendo às normas e procedimentos vigentes.
Desenvolver
as
capacidades
técnicas,
sociais,
organizativas e metodológicas para execução de
3. OBJETIVO
serviços relacionados ao arquivo de documentos,
conforme
procedimentos
das
instituições
e
legislações vigentes.
4. MODALIDADE
Qualificação Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Capacidades Técnicas:
Conhecimentos
 Integração
e
orientação
 Identificar documentos de acordo com profissional;
a classificação;
 A história do arquivo;
 Realizar a triagem de documentos;
 Arquivos públicos e privados;
 Selecionar os documentos de acordo
 Conceitos, funções e princípios
com os critérios da empresa;
arquivistas;
 Classificar documentos e arquivos;
 As entidades mantenedoras;
 Protocolar fluxo de documentos;
 Rotinas dos Documentos:
 Executar a organização de arquivos;
 Entrada;
 Aplicar técnicas de arquivamento de
 Saída;
documentos e organização de registros;
 Aplicar técnicas pertinentes à execução
de inventários;
 Identificar os prazos de arquivamento
dos documentos para sua destinação final;
 Protocolo.
 Valor dos documentos;
 Classificação dos Arquivos:
 Entidades mantenedoras;
 Extensão de atuação;
 Estágios de sua evolução;
167
Catálogo de Cursos
 Considerar os meios adequados para o
tratamento, restauração e conservação de
 Segundo ao acesso;
 Natureza do documento.
 Classificação dos Documentos:
documentos;
 Interpretar a legislação vigente que
 Quanto ao gênero ou suporte;
 Quanto á espécie ou tipologia
rege os arquivos;
 Utilizar as ferramentas de informática documental;
 Quanto à natureza do assunto;
na gestão de documentos.
 Quanto á forma e formato.
Capacidades Sociais, Organizativas e
 Métodos
Metodológicas:
documentos;
 Demonstrar
espirito
colaborativo
em
atividades coletivas;
de
arquivamento
 Materiais utilizados no arquivo;
 Gestão Documental:
 Reconhecer os princípios da organização
 Tabela de temporalidade;
no desenvolvimento das atividades sob sua
 Comissão
responsabilidade;
 Reconhecer o conceito e a importância
dos
de
avaliação
documental;
 Destinação
e
eliminação
de
da qualidade nas rotinas de trabalho;
documentos.
 Demonstrar a capacidade de interação e
 Conservação e preservação de
de relacionamento interpessoal.
documentos;
 Gerenciamento
eletrônico
de
documentos – GED;
 Fundamentos
de
Informática
(Referência de Carga Horária –
12h):
 Editor de texto:
 Abertura
e
fechamento
do
programa;
 Área de trabalho;
 Manipulação
(abrir,
salvar,
de
arquivos
fechar,
novo
documento);
 Formatação de texto;
 Configuração de página;
168
Catálogo de Cursos
 Comandos de edição;
 Correção
ortográfica
e
gramatical;
 Impressão básica.
 Leis que Regem o Arquivo:
 Lei nº 5.433/68;
 Lei nº 6.546/78;
 Lei nº 8.159/91.
Escolaridade
6. REQUISITOS DE
ACESSO
7. CARGA HORÁRIA
mínima:
ensino
fundamental
incompleto;
Idade mínima: 16 anos.
180 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
30 alunos
Tabela 53 – Arquivador
169
Catálogo de Cursos
8.2 Assistente administrativo
ASSISTENTE ADMINISTRATIVO
1. TÍTULO
CÓD. CBO 4110-10
Executar
trabalhos
pertinentes
às
áreas
administrativas de indústrias e de departamentos
2. COMPETÊNCIA GERAL
comerciais, de acordo com a legislação vigente,
procedimentos internos, normas técnicas, ambientais,
de qualidade e de segurança e saúde no trabalho.
Proporcionar conhecimentos acerca da comunicação
3. OBJETIVO U.C 1
oral
e
escrita,
fundamentais
ao
assistente
administrativo.
Desenvolver
4. OBJETIVO U.C 2
informática
conhecimentos
básica,
e
necessárias
habilidades
ao
de
assistente
administrativo.
Executar as rotinas relacionadas, à identificação,
5. OBJETIVO U.C 3
emissão, organização e controle de documentos,
conforme os procedimentos da empresa.
Executar as rotinas administrativas relacionadas ao
6. OBJETIVO U.C 4
fluxo de documentos internos e externos relativos à
natureza da empresa.
7. MODALIDADE
Qualificação Profissional
8. CONTEÚDOS FORMATIVOS
8.1 Unidade Curricular – Comunicação Oral e Escrita – C.H = 30h
Fundamentos Técnicos e Científicos
Capacidades Técnicas:
 Aplicar os princípios e as normas da
Conhecimentos
 Comunicação oral e escrita:
 Elementos
linguagem culta na comunicação oral e emissor,
de
comunicação:
mensagem,
receptor
e
canal;
escrita.
 Leitura e interpretação de texto;
Capacidades Sociais, Organizativas e
Metodológicas:
 Manter relacionamento interpessoal du-
 Estrutura de frases e parágrafos;
 Técnicas de resumo;
 Relatório;
170
Catálogo de Cursos
 Apresentação
rante as atividades;
de
trabalhos
 Reconhecer o conceito e a importância escolares;
da qualidade nas rotinas de trabalho;
 Gramática aplicada ao texto;
 Demonstrar organização nos próprios
 Técnicas de argumentação;
materiais
 Habilidades
e
no
desenvolvimento
das
Básicas
do
Relacionamento Interpessoal:
atividades.
 Respeito;
 Cordialidade;
 Disciplina;
 Empatia;
 Responsabilidade;
 Comunicação;
 Cooperação.
8.2 Unidade Curricular – Fundamentos de Informática – C.H = 30h
Fundamentos Técnicos e Científicos
Conhecimentos
 Editor de Textos:
Capacidades Técnicas:
 Identificar ferramentas informatizadas
disponíveis
á
execução
de
aplicativos
e
fechamento
do
rotinas programa;
 Área de trabalho;
administrativas;
 Elaborar
 Abertura
documentos
adequados
usando
(digitando
 Manipulação de arquivos (abrir,
e salvar, fechar, novo documento);
 Formatação de texto;
formatando);
 Aplicar os princípios e os recursos da
 Configuração de página;
informática básica na elaboração de textos
 Comandos de edição;
e planilhas eletrônicas.
 Correção
ortográfica
e
gramatical;
Capacidades Sociais, Organizativas e
 Impressão básica.
Metodológicas:
 Editor de Planilhas:
 Demonstrar atitudes éticas nas ações e
nas relações profissionais;
 Reconhecer situações de risco à saúde e
 Abertura
e
fechamento
do
programa;
 Área de trabalho;
171
Catálogo de Cursos
à segurança do trabalhador e as diferentes
formas de proteção a esses riscos;
 Manipulação de arquivos (abrir,
salvar, fechar, novo documento);
 Reconhecer a iniciativa e a pesquisa
 Formatação de planilha;
como características e fontes de inovação,
 Formatação de célula;
fundamentais e requisito de um bom
 Comandos de edição;
profissional.
 Fórmulas básicas;
 Impressão básica.
 Editor de Apresentações:
 Abertura
e
fechamento
do
programa;
 Área de trabalho;
 Manipulação de arquivos (abrir,
salvar, fechar, novo documento);
 Formatação de apresentação;
 Comandos de edição;
 Recursos de apresentação;
 Impressão básica.
 Conflitos
nas
Equipes
de
Trabalho:
 Tipos;
 Características;
 Fatores internos e externos;
 Causas;
 Consequências.
 Ética:
 Código de conduta;
 Respeito
às
individualidades
pessoais;
 Ética nas relações interpessoais;
 Ética no desenvolvimento das
atividades profissionais.
 Pesquisa:
172
Catálogo de Cursos
 Métodos;
 Fontes;
 Estruturação.
8.3 Unidade Curricular – Organização e Controle de Documentos – C.H = 50h
Fundamentos Técnicos e Científicos
Conhecimentos
 Rotinas de Documentos:
Capacidades Técnicas:
 Identificar documentos de acordo com
 Entrada;
 Saída.
a classificação;
 Protocolar fluxo de documentos;
 Triagem
 Executar a organização de arquivos;
Documentos:
 Aplicar técnicas de arquivamento de
e
 Controle
Distribuição
de
de
documentos:
dados, prazos e datas, normalização,
documentos e organização de registros;
 Aplicar técnicas pertinentes à execução irregularidades, rasuras.
 Técnicas de Arquivamento:
de inventários;
 Preencher
relatório
de
não
 Classificação;
 Controle;
conformidade;
 Utilizar ferramentas de informática para
 Procedimentos internos.
 Organogramas, Fluxogramas e
execução de rotinas administrativas.
Cronogramas:
Capacidades Sociais, Organizativas e
 Finalidades;
Metodológicas:
 Demonstrar
espirito
colaborativo
 Modelos;
em
atividades coletivas;
 Aplicações.
 Processos Administrativos:
 Reconhecer os princípios da organização
 Fluxo de documentos;
no desenvolvimento das atividades sob sua
 Prazos;
responsabilidade;
 Relatórios de não conformidade;
 Reconhecer o conceito e a importância
 Protocolos;
da qualidade nas rotinas de trabalho.
 Atualização de dados cadastrais;
 Expedição de documentos.
 Softwares
de
controle
de
documentos;
173
Catálogo de Cursos
 Trabalho em Equipe:
 Trabalho em grupo;
 O
relacionamento
com
os
colegas de equipe;
 Responsabilidades individuais e
coletivas;
 Cooperação;
 Divisão
de
papéis
e
responsabilidades;
 Compromisso com objetivos e
metas.
 Iniciativa:
 Conceito;
 Importância e valor;
 Formas de demonstrar iniciativa;
 Consequências
favoráveis
e
desfavoráveis.
8.4 Unidade Curricular – Rotinas Administrativas – C.H = 50h
Fundamentos Técnicos e Científicos
Capacidades Técnicas:
 Expressar-se oralmente;
Conhecimentos
 Rotinas de escritório;
 Organização das Empresas:
 Organizar documentos e arquivo;
 Categorias;
 Organizar escritório;
 Classificação;
 Identificar
e
elaborar
documentos
 Fluxograma;
comerciais;
 Redigir documentos empresariais;
 Participar de inventários;
 Identificar
 Organograma;
e
elaborar
 Cronograma.
 Equipamentos no Escritório:
documentos
contábeis;
 Telefone;
 Fax;
 Identificar e elaborar orçamentos;
 Máquina fotocopiadora;
 Identificar e utilizar planos de contas;
 Calculadora;
174
Catálogo de Cursos
 Executar rotinas administrativas em
 Microcomputador.
 Documentos Comerciais:
aplicativos do pacote Office.
 Cheque:
Capacidades Sociais, Organizativas e
 Nominal;
Metodológicas:
 Demonstrar
espírito
colaborativo
 Ao portador;
em
 Cruzado;
atividades coletivas;
 Visado;
 Demonstrar atitudes éticas nas ações e
 Especial;
nas relações profissionais;
 Administrativo.
 Reconhecer o conceito e a importância
 Ordem de pagamento;
da qualidade nas rotinas de trabalho;
 Nota promissória;
 Demonstrar organização nos próprios
 Recibo;
materiais
 Nota fiscal;
e
no
desenvolvimento
das
atividades;
 Fatura / duplicata;
 Reconhecer a iniciativa e a pesquisa
 Borderô;
como características e fontes de inovação,
 DARF.
fundamentais e requisito de um bom
profissional.
 Serviço Postal:
 Cartas;
 Registrada;
 Aviso de recebimento (A.R.);
 Malote;
 Entrega rápida;
 Telegrama.
 Fundamentos de Marketing:
 Técnicas de levantamento de
dados:
entrevistas,
observação,
questionários, fluxograma, diagrama
de fluxo de dados;
 Papel estratégico da informação;
 Fundamentos
de
comércio
eletrônico;
 Ética e segurança das informaçõ-
175
Catálogo de Cursos
es;
 Cronograma de lançamento de
produtos;
 Cronograma de prestação de
serviços.
 Fundamentos
de
Recursos
Humanos:
 Rotinas
de
recrutamento
e
seleção: recrutamento pelo jornal,
carta de solicitação de vaga, pedido
de emprego, seleção;
 Procedimentos
trabalhistas:
folha de pagamento, apuração de
atrasos
e
faltas,
horas
extras,
repouso remunerado, férias, salários,
gratificação, comissões, adicionais,
salário de contribuição, contribuição
ao INSS, Imposto de renda retido na
fonte, adiantamentos e descontos
legais,
contribuição
sindical,
lançamentos na ficha de controle
individual,
guias
de
recolhimento
(INSS, FGTS, contribuição sindical,
etc.);
 Rotinas de demissão;
 Sistemas de informação em RH.
 Fundamentos da Contabilidade:
 Patrimônio:
 Conceito;
 Bens da empresa;
 Direitos
e
obrigações
da
empresa;
 Lucro, receita e custo.
176
Catálogo de Cursos
 Demonstrações contábeis:
 Ativo e passivo;
 Conta – conceitos, tipos de
conta, funções do plano de contas;
 Análise do patrimônio;
 Atos e fatos contábeis.
 Ativos;
 Passivos;
 Patrimônio;
 Receitas;
 Ganhos;
 Despesas;
 Perdas.
 Escrituração:
 Relatórios;
 Balanços.
 Inventário;
 Orçamento;
 Plano de contas;
 Lançamentos contábeis;
 Regras gerais;
 Elementos dos lançamentos;
 Método das partidas dobradas;
 Fatos administrativos e contábeis;
 Erros de escrituração;
 Retificação
nos
registros
contábeis;
 Sistemas
de
informação
em
finanças e contabilidade;
 Conceitos
de
Organização
e
Disciplina no Trabalho:
 Organização do tempo;
 Organização de compromissos;
177
Catálogo de Cursos
 A
organização
do
local
de
trabalho.
 Qualidade:
 Conceito;
 Aplicação.
9. REQUISITOS DE
ACESSO
10. CARGA HORÁRIA
Escolaridade mínima: ensino fundamental completo;
Idade mínima: 16 anos completos.
160 horas
11. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
Até 30 alunos
Tabela 54 – Assistente administrativo
178
Catálogo de Cursos
8.3 Assistente de contabilidade
ASSISTENTE DE CONTABILIDADE
1. TÍTULO
CÓD. CBO 4131-10
Executar procedimentos contábeis e financeiros como
codificações, classificações, históricos, escriturações,
conciliações, pagamentos e declarações fiscais,
2. COMPETÊNCIA GERAL
elaborando planilhas, relatórios e documentos e
apurando resultados financeiros, seguindo normas e
legislação vigentes.
Realizar as atividades de escrituração, lançamentos e
3. OBJETIVO U.C 1
conferências contábeis, utilizando o plano de contas,
normas técnicas e recursos informatizados.
4. MODALIDADE
Qualificação Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
5.1 Unidade Curricular – Rotinas Contábeis e Gestão Patrimonial – C.H = 160h
Fundamentos Técnicos e Científicos
Conhecimentos
Capacidades Técnicas:
 Conceito, objetivo e finalidade da
 Controlar planos de contas;
contabilidade;
 Executar codificações, classificações e
 Aplicação da contabilidade;
 Técnicas da contabilidade;
lançamentos contábeis;
 Patrimônio: conceito, definição,
 Realizar conciliação contábil;
representação
gráfica,
 Aplicar os conceitos de legislação aspectos,
situações patrimoniais, representação
societária brasileira;
 Calcular encargos trabalhistas, sociais gráfica e patrimônio líquido;
 Contas: conceito, classificação e
e previdenciários;
 Calcular tributos, taxas, encargos e plano de contas;
 Escrituração:
impostos;
conceitos,
livros,
 Realizar conferência de livros fiscais;
métodos e lançamentos;
 Acompanhar a apuração de resultados
 Demonstrações
contábeis:
balancete
de
verificação,
demonstrativo
de
financeiros;
 Elaborar
demonstrativos;
balancetes,
balanços
e
resultados
do
exercício, balanço patrimonial e fluxo
179
Catálogo de Cursos
 Conhecer
sistema
escrituração de caixa;
de
 Noções de legislação trabalhista;
pública;
 Conferir sistema de escrituração;
 Noções
de
legislação
 Acompanhar alterações nas legislações previdenciária;
 Noções de legislação tributária;
trabalhistas, previdenciária e tributária;
 Executar codificações, classificações e
–
 SPED
sistema
público
de
escrituração;
históricos contábeis;
 Controlar planos de contas;
 E-social;
 Realizar conciliação contábil;
 Fatos contábeis;
 Apurar resultados financeiros;
 Procedimentos contábeis básicos;
 Elaborar
balancetes,
balanços
e
conforme
 Ativo imobilizado / intangível;
 Realizar pagamentos;
 Conciliação contábil;
 Elaborar rescisões;
 Apuração
 Calcular tributos;
relatórios,
atas,
cartas
outros
e
resultado
do
 Demonstrativos contábeis;
ofícios,
textos
utilizando editor de textos;
 Elaborar tabelas, planilhas, formulários
e gráficos utilizando editor de planilhas;
consultar
do
exercício;
 Realizar declarações fiscais;
 Pesquisar,
contas
 Método de escrituração;
 Elaborar folha de pagamento;
memorandos,
de
legislação vigente;
demonstrativos;
 Elaborar
 Plano
e
trocar
correspondência por meio de internet.
 Balancete;
 Balanço patrimonial;
 Demonstração do resultado do
exercício;
 IFRS
–
reporting
internacional
(internacional
standards)
de
financial
padrão
demonstrações
contábeis;
Capacidades Sociais, Organizativas e
Metodológicas:
 Ter raciocínio lógico;
 Ser analítico;
 Demonstrativo do fluxo de caixa;
 Demonstrativo
de
valor
adicionado;
 Folha de pagamento de salários;
 Manter organização do local de trabalho;
 Recibo de pagamento de férias;
 Ter consciência preventiva quanto à
 Recibo de pagamento de abono
segurança, higiene e saúde ocupacional.
pecuniário;
180
Catálogo de Cursos
 Recibo de pagamento de rescisão
do contrato de trabalho;
 Folha de provisão de férias;
 Folha de provisão de 13º salário;
 Retirada do pró-labore;
 Calculo de INSS, FGTS, seguro
acidente do trabalho, contribuições
aos sindicatos;
 Legislação societária;
 Definição,
Percentuais
e
Cálculos dos Seguintes Tributos:
 ICMS, IPI, ISS, IRPJ, CSLL,
PIS/PASEP e COFINS.
 Formas de tributação do lucro;
 Escrituração do livro de apuração
do lucro real;
 Obrigações fiscais acessórias;
 Editor de textos;
 Editor de planilhas;
 Internet.
6. REQUISITOS DE
ACESSO
7. CARGA HORÁRIA
Escolaridade mínima: ensino fundamental completo;
Idade mínima: 16 anos completos.
160 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
Até 30 alunos
Tabela 55 – Assistente de contabilidade
181
Catálogo de Cursos
8.4 Assistente de controle de qualidade
ASSISTENTE DE CONTROLE DE QUALIDADE
1. TÍTULO
CÓD. CBO 3912-15
Realizar controle do processo de qualidade, aplicado
às
2. COMPETÊNCIA GERAL
ferramentas
da
qualidade,
seguindo
procedimentos de trabalho e normas da qualidade,
saúde, segurança e meio ambiente.
Aplicar
3. OBJETIVO U.C 1
normas
programas
de
técnicas
na
qualidade
implantação
conforme
de
padrões
específicos definidos.
Aplicar as ferramentas básicas da qualidade na
4. OBJETIVO U.C 2
solução
de
problemas,
selecionando
as
mais
adequadas ao processo previsto.
Aplicar as politicas previstas em normas para o
5. OBJETIVO U.C 3
exercício eficaz da qualidade, saúde e segurança no
trabalho, meio ambiente e responsabilidade social.
6. MODALIDADE
Qualificação Profissional
7. CONTEÚDOS FORMATIVOS
7.1 Unidade Curricular – Técnicas e Fundamentos da Qualidade – C.H = 50h
Fundamentos Técnicos e Científicos
Conhecimentos
Capacidades Técnicas:
 Sensibilização e Motivação para
 Empregar os fatores que levem a a Qualidade:
sensibilização, motivação e integração de
 Apresentação;
equipes para a realização das atividades
 Motivação;
relacionadas à qualidade;
 Sensibilização;
 Definir os tipos de custos da qualidade
 Comunicação;
classificados por categoria;
 Identificar
áreas
para
 Paradigmas;
possíveis
reduções de custos;
 Elaborar relatório gerencial de custos;
 Identificar a importância da linguagem
 Diferenças individuais;
 Percepção;
 Equipe.
 Custo da Qualidade:
técnica de acordo com a terminologia da
182
Catálogo de Cursos
 Introdução
NBR ISO 9000:2008;
aos
custos
da
 Conceituar os diversos tipos de normas qualidade;
 Custos de prevenção;
técnicas aplicáveis;
 Utilizar os diversos órgãos normativos;
 Custos de avaliação;
 Empregar a sequência de atividades
 Custos de falhas;
para redação de uma norma técnica,
 Custos de falhas internas;
procedimento e instrução de trabalho;
 Custos de falhas externas;
 Identificar os conceitos das ferramentas
da qualidade;
 Identificação de áreas críticas
para redução de custos da qualidade.
 Identificar os tipos de ferramentas da
qualidade;
 Identificação
de
Normas
Técnicas:
 Aplicar a técnica de análise de causa
raiz;
 Definições e termos relativos à
qualidade;
 Identificar um problema como uma
 Normalização;
 Organismos de registros;
situação indesejável;
 Entender os conceitos do programa 5
S;
 Elaboração
e
registros
das
normas;
 Aplicar os conceitos de cada fase do
programa 5 S;
 Tipos
de
normas
/
órgãos
normativos ABNT / INMETRO / NBR
 Aplicar as cinco fases do programa 5S;
 Identificar a importância do programa 5
(norma brasileira registrada);
 Método de ensaio;
 Fluxograma para elaboração de
S como base para a qualidade;
 Aplicar os conceitos de auditoria de 5 um procedimento.
S.
Capacidades Sociais, Organizativas e
Metodológicas:
 Manter
relacionamento
interpessoal
durante as atividades;
 Demonstrar raciocínio lógico durante a
implantação de programas de qualidade;
 Zelar pela conservação de máquinas e
183
Catálogo de Cursos
equipamentos;
 Seguir normas e procedimentos técnicos.
7.2 Unidade Curricular – Ferramentas da Qualidade – C.H = 80h
Fundamentos Técnicos e Científicos
Conhecimentos
 Ferramentas da Qualidade:
Capacidades Técnicas:
 Identificar os conceitos das ferramentas
 Conceitos;
da qualidade;
 Identificar os tipos de ferramentas da
 Definições;
 BrainStorming;
qualidade;
 Aplicar
 Origem;
a
técnica
de
solução
de
 Fluxograma;
 PCDA (planejar, executar, checar
problemas;
 Identificar um problema como uma e agir);
 Lista de verificação – check-list;
situação indesejável;
 Identificar ferramenta apropriada para
 Lista de estratificação;
 Gráfico de pareto;
diagnosticar problema;
 Identificar ferramenta e apropriar a
proposta de melhoria.
 Histograma;
 Diagrama de causa e efeito;
 Diagrama de dispersão;
Capacidades Sociais, Organizativas e
 Cinco porquês;
Metodológicas:
 5W1H e 5W2H.
 Manter
relacionamento
interpessoal
 Programa 5S:
durante as atividades;
 Desenvolvimento de programa
 Demonstrar raciocínio lógico durante a educacional;
implantação de ferramentas da qualidade;
 Origem e finalidade do seiri,
 Zelar pela conservação de máquinas e seiton, seiso, seiketsu e shitsuke;
equipamentos;
 Planejamento para aplicação dos
 Seguir normas e procedimentos técnicos. conceitos do 5 S;
 Desenvolvimento de qualidade
com 5 S;
 Planejamento de auditoria de 5
S;
184
Catálogo de Cursos
 Lista de Verificação check-list
para auditoria de 5 S;
 Pontuação e classificação de
auditoria de 5 S.
 Identificação do Problema:
 Levantamento
de
dados
estatísticos;
 Escolha
da
ferramenta
adequada;
 Análise da causa raiz.
 Solução do Problema
 Aplicação da metodologia;
 Método de análise e solução de
problemas (MASP);
 Repetição
do
ciclo
PDCA
(planejar, executar, checar e agir).
7.3 Unidade Curricular – Sistema de Gestão Integrada – C.H = 50h
Fundamentos Técnicos e Científicos
Conhecimentos
 Interpretação da ABNT NBR ISO
Capacidades Técnicas:
 Aplicar os conceitos da ABNT NBR ISO 9001:
 Gestão
9001:2008;
da
qualidade,
 Identificar a metodologia de processos / identificação, sequência e interação
dos processos;
abordagem de processos;
 Identificar a sequência e interação dos
PDCA
X
estrutura
da
norma;
processos;
 Identificar componentes do sistema de
 Sistema de gestão da qualidade;
 Requisitos de documentação;
gestão da qualidade;
 Identificar a seção 4 – sistema de
 Manual da qualidade;
 Controle de documentos;
gestão da qualidade;
 Identificação
 Ciclo
a
seção
responsabilidade da direção;
5
–
 Controle de registros;
 Responsabilidade e comprometi-
185
Catálogo de Cursos
 Identificar a seção 6 – gestão de mento da direção;
 Foco no cliente;
recursos;
 Identificar a seção 7 – realização do
produto;
 Politica, planejamento e objetivos
da qualidade;
 Identificar a seção 8 – medição, análise
e melhoria;
 Planejamento
do
sistema
de
gestão da qualidade;
 Interpretar os conceitos da NBR ISO
14001:2004;
 Responsabilidade, autoridade e
comunicação;
 Identificar
situações
de
poluição,
 Responsabilidade
aspectos ambientais e impactos ambientais; autoridade:
 Identificar
aspectos
e
representante
da
impactos direção;
e
 Comunicação interna;
significativos;
 Classificar
requisitos
legais
sobre
 Analise critica pela direção;
 Entrada para análise critica pela
impactos significativos;
 Aplicar os requisitos da NBR ISO direção;
 Saída de análise critica;
14001:2004;
 Interpretar os conceitos da OHSAS
 Gestão de recursos;
 Realização do produto;
18001:2007;
 Identificar
situações
de
riscos
de
acidentes;
 Processos
relacionados
á
clientes;
 Diferenciar acidente de incidente;
 Determinação
de
requisitos
 Classificar requisitos legais sobre os relacionados ao produto;
 Análise
riscos de acidentes;
 Aplicar
os
requisitos
da
requisitos
 Comunicação com o cliente;
 Interpretar os conceitos da NBR ISO
16001:2004;
 Planejamento
de
projeto
e
desenvolvimento;
 Identificar situações de compromissos
éticos;
 Entradas
de
projeto
e
desenvolvimento;
 Identificar a promoção de cidadania;
atividades;
dos
OHSAS relacionados ao produto;
18001:2007;
 Promover
critica
transparência
das
 Saídas
de
projeto
e
suas desenvolvimento;
 Análise crítica de projeto e de-
186
Catálogo de Cursos
 Aplicar os requisitos da NBR ISO senvolvimento;
 Verificação
16001:2004;
 Identificar os conceitos da AS 8000;
 Identificar situações de compromissos
de
projetos
e
de
projeto
e
desenvolvimento;
 Validação
desenvolvimento;
éticos;
 Identificar a promoção de cidadania;
 Promover
transparência
das
 Controle de alterações de projeto
suas e desenvolvimento;
 Aquisição,
atividades;
 Identificar os requisitos da AS 8000.
processo
de
aquisição, informações de aquisição
e verificação do produto adquirido;
Capacidades Sociais, Organizativas e
 Controle
Metodológicas:
 Trabalhar em equipe;
 Manter
relacionamento
 Produção e prestação de serviço;
de
produção
e
processos
de
prestação de serviço;
interpessoal
durante as atividades;
 Validação
dos
produção e prestação de serviço;
 Demonstrar raciocínio lógico durante a
 Identificação e rastreabilidade;
implantação de politicas de qualidades;
 Propriedade do cliente;
 Zelar pela conservação de máquinas e
 Preservação do produto;
equipamentos;
 Controle
de
equipamento
de
 Seguir normas e procedimentos técnicos. monitoramento e medição;
 Medição, análise e melhoria;
 Monitoramento e medição;
 Satisfação do cliente;
 Auditoria interna;
 Monitoramento e medição dos
processos;
 Monitoramento e medição de
produto;
 Controle
de
produto
não
conforme;
 Análise de dados;
 Melhoria e melhoria contínua;
187
Catálogo de Cursos
 Ação corretiva;
 Ação preventiva.
 ABNT NBR ISO 14001;
 OHSAS 18001;
 ABNT NBR ISO 16001;
 AS 8000:
 Introdução e definições;
 Fornecedor;
 Empresa;
 Subcontratado;
 Ação de reparação;
 Ação corretiva;
 Parte interessada;
 Criança;
 Trabalhador jovem;
 Trabalho infantil;
 Trabalho forçado;
 Reparação de crianças;
 Trabalho forçado;
 Saúde e segurança;
 Liberdade de associação;
 Direito a negociação coletiva;
 Discriminação;
 Práticas disciplinares;
 Horário de trabalho;
 Remuneração;
 Sistema de gestão.
8. REQUISITOS DE
ACESSO
9. CARGA HORÁRIA
Escolaridade mínima: ensino fundamental completo;
Idade mínima: 16 anos completos.
180 horas
188
Catálogo de Cursos
10. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
30 alunos
Tabela 56 – Assistente de controle de qualidade
189
Catálogo de Cursos
8.5 Assistente de recursos humanos
ASSISTENTE DE RECURSOS HUMANOS
1. TÍTULO
CÓD. CBO 2524
Auxiliar na execução de processos pertinentes á área
de recursos humanos, seguindo a legislação vigente,
2. COMPETÊNCIA GERAL
procedimentos internos, normas técnicas, ambientais,
de qualidade e de segurança e saúde no trabalho.
Desenvolver
3. OBJETIVO U.C 1
conhecimentos
e
habilidades
de
informática básica, necessárias ao assistente de
recursos humanos.
Proporcionar conhecimentos acerca da comunicação
4. OBJETIVO U.C 2
oral e escrita, fundamentais ao assistente de recursos
humanos.
Executar as atividades pertinentes ao processo de
gestão de pessoas e rotinas trabalhistas, utilizando
5. OBJETIVO U.C 3
ferramentas e equipamentos adequados, seguindo a
legislação e normas vigentes.
6. MODALIDADE
Qualificação Profissional
7. CONTEÚDOS FORMATIVOS
7.1 Unidade Curricular – Fundamentos de Informática – C.H = 30h
Fundamentos Técnicos e Científicos
Conhecimentos
 Editor de Textos:
Capacidades Técnicas:
 Identificar ferramentas informatizadas
disponíveis
à
execução
de
aplicativos
e
fechamento
do
rotinas programa;
 Área de trabalho;
administrativas;
 Elaborar
 Abertura
documentos
adequados
usando
(digitando
 Manipulação de arquivos (abrir,
e salvar, fechar, novo documento);
formatando);
 Aplicar os princípios e os recursos da
 Formatação de texto;
 Configuração de página;
informática básica na elaboração de textos
 Comandos de edição;
e planilhas eletrônicas.
 Correção
ortográfica
e
gramatical;
190
Catálogo de Cursos
Capacidades Sociais, Organizativas e
 Impressão básica.
Metodológicas:
 Editor de Planilhas:
 Demonstrar atitudes éticas nas ações e
nas relações profissionais;
 Abertura
e
fechamento
do
programa;
 Reconhecer situações de risco à saúde e
 Área de trabalho;
à segurança do trabalhador e as diferentes
 Manipulação de arquivos (abrir,
formas de proteção e esses riscos;
salvar, fechar, novo documento);
 Reconhecer a iniciativa e a pesquisa
 Formatação de planilha;
como características e fontes de inovação,
 Formatação de célula;
fundamentais e requisito de um bom
 Comandos de edição;
profissional.
 Fórmulas básicas;
 Impressão básica.
 Editor de Apresentações:
 Abertura
e
fechamento
do
programa;
 Área de trabalho;
 Manipulação de arquivos (abrir,
salvar, fechar, novo documento);
 Formatação de apresentação;
 Comandos de edição;
 Recursos de apresentação;
 Impressão básica.
 Conflitos
nas
Equipes
de
Trabalho:
 Tipos;
 Características;
 Fatores internos e externos;
 Causas;
 Consequências.
 Ética:
 Código de conduta;
 Respeito às individualidades pes-
191
Catálogo de Cursos
soais;
 Ética nas relações interpessoais;
 Ética no desenvolvimento das
atividades profissionais.
 Pesquisa:
 Métodos;
 Fontes;
 Estruturação.
7.2 Unidade Curricular – Comunicação Oral e Escrita – C.H = 30h
Fundamentos Técnicos e Científicos
Conhecimentos
 Comunicação Oral e Escrita:
Capacidades Técnicas:
 Aplicar os princípios e as normas da
 Elementos
linguagem culta na comunicação oral e emissor,
escrita.
de
comunicação:
mensagem,
receptor
e
canal;
 Leitura e interpretação de texto;
Capacidades Sociais, Organizativas e
 Técnicas de resumo;
Metodológicas:
 Manter
relacionamento
 Estrutura de frases e parágrafos;
interpessoal
 Relatório;
 Apresentação
durante as atividades;
de
trabalhos
 Reconhecer o conceito e a importância escolares;
da qualidade nas rotinas de trabalho;
 Gramática aplicada ao texto;
 Demonstrar organização nos próprios
 Técnicas de argumentação.
materiais
atividades.
e
no
desenvolvimento
das
 Habilidades
Básicas
do
Relacionamento Interpessoal:
 Respeito;
 Cordialidade;
 Disciplina;
 Empatia;
 Responsabilidade;
 Comunicação;
 Cooperação.
192
Catálogo de Cursos
7.3 Unidade Curricular – Rotinas de Recursos Humanos – C.H = 100h
Fundamentos Técnicos e Científicos
Conhecimentos
 Gestão de RH / pessoas;
Capacidades Técnicas:
 Calcular porcentagem;
 Rotinas de Escritório:
 Calcular financiamentos;
 Tipos de empresa;
 Calcular juros simples;
 Constituição e legalização de em
 Elaborar organograma;
empresas;
 Preparar material para apresentações e
 Organograma;
 Guias de recolhimento;
rotinas de escritório;
 Seguir a politica de recursos humanos
 Jornada de trabalho;
 Apontamento de horas;
da empresa;
 Acompanhar
os
processos
de
recrutamento e seleção;
 Composição de cálculo de DSRdescanso semanal remunerado;
 Auxiliar no processo de folha de
pagamento;
 Composição de cálculo de horas
extras;
 Acompanhar
treinamentos
e
processos
desenvolvimento
de
 Composição
de
cálculo
de
de integração de horas extras ao DSR;
 Composição de cálculo de INSS
funcionários;
 Identificar
legislação
e – instituto nacional do seguro social;
trabalhista
 Composição de cálculo de IR –
previdenciária;
 Conhecer
o
sistema
público
de imposto de renda;
 Composição de cálculo de faltas
escrituração trabalhista, social e fiscal.
e atrasos;
Capacidades Sociais, Organizativas e
Metodológicas:
 Demonstrar
espirito
colaborativo
 Remuneração
e
descontos
obrigatórios / facultativos;
em
 Relações humanas no trabalho;
atividades coletivas;
 CIPA;
 Reconhecer os princípios da organização
 Rotinas de documentação;
no desenvolvimento das atividades sob sua
 Técnica de arquivamento;
responsabilidade;
 Fundamentos
de
legislação
 Reconhecer o conceito e a importância trabalhista;
da qualidade nas rotinas de trabalho.
 5 S;
193
Catálogo de Cursos
 Processos administrativos;
 Recrutamento e seleção;
 Treinamento e desenvolvimento
de funcionários;
 Planos de carreira;
 Crescimento profissional.
 Conceitos
de
Organização
e
Disciplina no Trabalho:
 Organização do tempo;
 Organização de compromissos;
 Organização de atividades;
 A
organização
do
local
de
trabalho.
 Qualidade:
 Conceito;
 Aplicação.
8. REQUISITOS DE
Escolaridade mínima: ensino fundamental completo;
ACESSO
Idade mínima: 16 anos completos.
9. CARGA HORÁRIA
160 horas
10. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
Até 30 alunos
Tabela 57 – Assistente de recursos humanos
194
Catálogo de Cursos
8.6 Atendimento e recepção ao público
1. TÍTULO
ATENDIMENTO E RECEPÇÃO AO PÚBLICO
Desenvolver habilidades de atendimento e recepção
a usuários, prestando orientações, de acordo com
2. COMPETÊNCIA GERAL
procedimentos internos e externos e normas técnicas
vigentes, visando à satisfação do cliente.
Desenvolver
capacidades
técnicas,
sociais,
organizativas e metodológicas para realização de
atendimento e recepção ao público com eficiência e
3. OBJETIVO
eficácia, de acordo com procedimentos internos e
externos e normas técnicas vigentes, visando à
satisfação do cliente.
4. MODALIDADE
Aperfeiçoamento Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Conhecimentos
 Inteligência emocional;
Capacidades Técnicas:
 Relacionar os conceitos de inteligência
 A comunicação e sua importância
emocional, comunicação e percepção no no mercado de trabalho;
 Percepção e empatia;
ambiente organizacional;
 Atuar seguindo os princípios de ética e
 Atendimento presencial;
 Atendimento telefônico;
etiqueta profissional;
 Identificar os diferentes estilos
de
 Atendimento via internet;
 Atitudes no atendimento;
clientes;
 Demonstrar
capacidade
de
atendimento presencial e a distância;
 Desenvolver
o
perfil
profissional
 Ética e etiqueta no atendimento;
 Estilos de clientes;
 Perfil profissional do atendente.
almejado.
Capacidades Sociais, Organizativas e
Metodológicas:
 Comunicar-se oralmente de forma clara,
precisa e objetiva;
195
Catálogo de Cursos
 Demonstrar
autocontrole,
poder
de
persuasão, capacidade de negociação e de
resolução de problemas;
 Administrar o tempo;
 Atuar com ética;
 Manter
relacionamento
interpessoal
durante as atividades;
 Agir com proatividade.
6. REQUISITOS DE
ACESSO
Escolaridade mínima: 8º ano do ensino fundamental;
Idade mínima: 16 anos.
7. CARGA HORÁRIA
20 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
30 alunos
Tabela 58 – Atendimento e recepção ao público
196
Catálogo de Cursos
8.7 Contabilidade e custos
1. TÍTULO
CONTABILIDADE E CUSTOS
Desenvolver
2. COMPETÊNCIA GERAL
habilidades
de
execução
de
procedimentos contábeis e financeiros, seguindo
normas e legislação vigentes.
Desenvolver
as
capacidades
técnicas,
sociais,
organizativas e metodológicas para realizar as
3. OBJETIVO
atividades de apoio às rotinas contábeis e financeiras,
seguindo normas e legislação vigente.
4. MODALIDADE
Especialização Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Capacidades Técnicas:
 Interpretar os conceitos, princípios e
funções da contabilidade;
 Identificar os usuários da contabilidade
e suas atribuições;
Conhecimentos
 Noções da Contabilidade:
 Conceitos de contabilidade;
 Princípios de contabilidade;
 Funções da contabilidade;
 Usuários da contabilidade;
 Controlar planos de contas;
 Patrimônio e seus elementos;
 Realizar conciliação contábil;
 Situações líquidas patrimoniais;
 Realizar conferência de livros fiscais;
 Contas;
 Acompanhar a apuração de resultados
 Escrituração;
 Demonstrativos contábeis.
financeiros;
 Elaborar instrumentos de escrituração
 Noções de Custos:
 Conceito de custos;
contábil.
 Nomenclaturas de custos.
Capacidades Sociais, Organizativas e
Metodológicas:
 Ter raciocínio lógico;
 Ser analítico;
 Manter organização do local de trabalho;
 Agir com ética e sigilo profissional;
197
Catálogo de Cursos
 Demonstrar capacidade de interação e
relacionamento interpessoal.
Escolaridade mínima: ensino médio incompleto;
Idade mínima: 16 anos;
6. REQUISITOS DE
ACESSO
Ter concluído o curso de Assistente de Contabilidade
e/ou Assistente Administrativo;
Ter conhecimento ou experiência na área.
7. CARGA HORÁRIA
80 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
30 alunos
Tabela 59 – Contabilidade e custos
198
Catálogo de Cursos
8.8 Desenvolvimento de liderança
1. TÍTULO
DESENVOLVIMENTO DE LIDERANÇA
Desenvolver habilidades cognitivas e competências
interpessoais, visando um relacionamento e uma
2. COMPETÊNCIA GERAL
comunicação construtiva entre as pessoas e as
organizações.
Desenvolver capacidades técnicas, organizativas,
sociais e metodológicas para a capacidade de
liderança
3. OBJETIVO
dentro
de
uma
equipe
de
trabalho,
incentivando a motivação, o desempenho e a
colaboração, destacando-se no campo profissional
para obter êxito no mundo do trabalho.
4. MODALIDADE
Aperfeiçoamento Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Capacidades Técnicas:
 Desenvolver a
automotivação e a
motivação de sua equipe;
 Liderar de forma eficiente e eficaz a
Conhecimentos
 Conceito de liderança;
 Qualidades de um Líder:
 Eficácia;
 Saber ouvir;
 Aprenda a delegar;
equipe;
 Planejar os objetivos de formar clara;
 Utilizar-se da empatia com as pessoas;
 Desenvolvimento de sua equipe.
 Perfil de um Líder de Sucesso:
 Identificar os tipos de lideres;
 A sociedade do conhecimento;
 Reconhecer o perfil e as características
 Características de um líder de
de um líder.
sucesso.
 Liderança servidora;
Capacidades Sociais, Organizativas e
Metodológicas:
 Liderança extraordinária;
 Os líderes se desenvolvem;
 Organizar e transmitir, com clareza,
 Os grandes líderes fazem muita
dados e informações;
diferença;
 Demonstrar atitudes éticas nas ações e
 Transformem os bons líderes em
nas relações interpessoais;
líderes ainda melhores;
199
Catálogo de Cursos
 Demonstrar postura de cooperação com
 Monte a barraca da liderança;
a
O
equipe
na
solução
de
problemas
é
a
essência
da
liderança;
propostos;
 Demonstrar
caráter
iniciativa
no
 Os
líderes
precisam
ter
desenvolvimento das atividades;
competência;
 Zelar pelo ambiente de trabalho;
 Concentre-se nos resultados;
 Ter atenção a detalhes;
 Aprenda a se relacionar bem;
 Ser organizado;
 Conduza grandes mudanças;
 Manter-se atualizado;
 Descubra o seu estilo de liderança;
 Trabalhar em equipe;
 Concentre-se
 Demonstrar relacionamento interpessoal.
fortes.
em
seus
pontos
 Elaboração da proposta.
Escolaridade mínima: ensino fundamental completo
ou estar devidamente matriculado e frequentando no
mínimo a 7º série do ensino fundamental;
6. REQUISITOS DE
Estudantes ou trabalhadores com idade mínima: de
ACESSO
16 anos;
Ter conhecimentos correlatos adquiridos em outros
cursos, no trabalho ou em meios informais sobre
liderança.
7. CARGA HORÁRIA
40 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
30 alunos
Tabela 60 – Desenvolvimento de liderança
200
Catálogo de Cursos
8.9 Docência com ênfase na educação profissional
DOCÊNCIA COM ÊNFASE NA EDUCAÇÃO
1. TÍTULO
PROFISSIONAL
Desenvolver
docentes,
2. COMPETÊNCIA GERAL
habilidades
atuando
profissional,
de
referentes
no
âmbito
acordo
com
às
de
as
práticas
educação
leis
vigentes
atendendo aos conhecimentos exigidos em cada área
profissional.
Desenvolver
capacidades
técnicas,
sociais,
organizativas e metodológicas para aplicação das
3. OBJETIVO
práticas
docentes
no
âmbito
da
educação
profissional, de acordo com as especificações de
cada área de atuação.
4. MODALIDADE
Especialização Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Conhecimentos
Capacidades Técnicas:
 Histórico da educação profissional;
 Interpretar os conceitos da educação
profissional
e
aplicar
nas
 Criação do SENAI no âmbito
atividades nacional;
 Implantação e atuação do SENAI
docentes;
 Reconhecer documentos padronizados no âmbito estadual;
O
e utilizados pela instituição;
 Demostrar
capacidade
Ensino
na
Educação
de Profissional:
planejamento e organização do trabalho;
 Reconhecer a metodologia SENAI de
 Relação instrutor/aluno;
 Ambientes pedagógicos.
educação profissional como ferramenta de
 Metodologia SENAI de educação
ensino na educação profissional;
profissional;
 Identificar os tipos de avaliação;
 Elaborar plano de aula.
 Tipos de Avaliação:
 Diagnóstica;
 Formativa;
Capacidades Sociais, Organizativas e
Metodológicas:
 Somativa.
 Estruturas de plano de aula;
201
Catálogo de Cursos
 Comunicar-se oralmente de forma clara,
 Simulação da prática pedagógica.
precisa e objetiva;
 Demonstrar
autocontrole,
poder
de
persuasão, capacidade de negociação e de
resolução de problemas;
 Administrar o tempo;
 Atuar com ética;
 Demonstrar capacidade de interação e
de relacionamento interpessoal;
 Agir com responsabilidade e autonomia.
Escolaridade mínima: ensino médio completo;
Idade mínima: 18 anos;
6. REQUISITOS DE
ACESSO
Ter concluído o curso de qualificação na área de
interesse ou experiência mínima de 6 (seis) meses na
área de atuação.
7. CARGA HORÁRIA
32 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
20 alunos
Tabela 61 – Docência com ênfase na educação profissional
202
Catálogo de Cursos
8.10 Empreendedorismo e inovação
1. TÍTULO
EMPREENDEDORISMO E INOVAÇÃO
Desenvolver
2. COMPETÊNCIA GERAL
habilidades
de
identificação
de
oportunidades e visão empreendedora, inovando com
qualidade para o fortalecimento da economia.
Desenvolver
capacidades
técnicas,
sociais,
organizativas e metodológicas para identificação de
3. OBJETIVO
oportunidades e visão empreendedora, inovando com
qualidade para o fortalecimento da economia, com
base em análises de mercado.
4. MODALIDADE
Aperfeiçoamento Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Conhecimentos
 Noções
Capacidades Técnicas:
 Identificar
e
conceitos
de
habilidades empreendedorismo;
 Noções e conceitos de inovação;
empreendedoras;
 Caracterizar
atividades
 Identificando
oportunidades
de
negócios;
empreendedoras;
 Identificar o perfil do empreendedor;
 Tipos de planos de negócio;
 Identificar os componentes do plano de
 Estrutura do Plano de Negócio:
 Definição do negócio;
negócio;
 Organizar as informações específicas
para os itens que compõem o plano de
 Planejamento de marketing;
 Planejamento
de
gestão
de
pessoas;
negócio;
 Participar de práticas e simulações do
 Planejamento financeiro.
plano de negócios;
 Identificar oportunidades de negócios;
 Identificar
e
utilizar
processos
de
comercialização de produtos e serviços;
 Identificar os conceitos de inovação e
aplicar no plano de negócio.
203
Catálogo de Cursos
Capacidades Sociais, Organizativas e
Metodológicas:
 Comunicar-se oralmente de forma clara,
precisa e objetiva;
 Demonstrar
autocontrole,
poder
de
persuasão, capacidade de negociação e de
resolução de problemas;
 Administrar o tempo;
 Atuar com ética;
 Manter
relacionamento
interpessoal
durante as atividades;
 Agir com proatividade;
 Ter espírito empreendedor.
Escolaridade mínima: ensino médio incompleto;
Idade mínima: 16 anos;
6. REQUISITOS DE
Ter concluído o curso de Informática Básica;
ACESSO
Ter conhecimentos / experiência na área equivalente
ao curso.
7. CARGA HORÁRIA
40 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
30 alunos
Tabela 62 – Empreendedorismo e inovação
204
Catálogo de Cursos
8.11 Gestão de arquivos
1. TÍTULO
GESTÃO DE ARQUIVOS
Desenvolver habilidades referentes à arquivologia,
2. COMPETÊNCIA GERAL
gerenciando
documentos
públicos
e
privados,
atendendo às normas e procedimentos vigentes.
Desenvolver
capacidades
técnicas,
sociais,
organizativas e metodológicas para executar as
3. OBJETIVO
rotinas
relacionadas
à
identificação,
emissão,
organização e controle de documentos, conforme os
procedimentos internos e externos.
4. MODALIDADE
Especialização Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Capacidades Técnicas:
 Realizar a triagem de documentos;
 Selecionar os documentos de acordo
com os critérios da empresa;
 Classificar os documentos e arquivos;
Conhecimentos
 Métodos de arquivamento;
 Rotinas de Documentos:
 Entrada;
 Saída;
 Protocolo.
 Protocolar fluxo de documentos;
 Arquivos públicos e privados;
 Arquivar os documentos de acordo com
 Conceitos, função e princípios;
os métodos adotados pela organização;
 Classificação
de
arquivos
e
 Identificar o prazo de arquivamento dos documentos;
documentos para a sua destinação final;
 Produção,
classificação
 Considerar os meios adequados para o destinação dos arquivos;
conservação
tratamento, restauração e conservação de  Preservação,
e
e
restauração de documentos;
documentos;
 Interpretar a legislação vigente que
rege os arquivos.
 Tabela de temporalidade;
 Eliminação documental;
 Leis que Regem o Arquivo:
Capacidades Sociais, Organizativas e
 Lei nº 6.546/78;
Metodológicas:
 Lei nº 5.433/68;
 Comunicar-se oralmente de forma clara;
 Lei nº 8.159/91.
205
Catálogo de Cursos
precisa e objetiva;
 Demonstrar autocontrole;
 Ter
capacidade
de
planejamento
e
organização do trabalho;
 Agir com proatividade;
 Administrar o tempo;
 Atuar com ética;
 Demonstrar capacidade de interação e
de relacionamento interpessoal.
Escolaridade mínima: ensino médio incompleto;
6. REQUISITOS DE
ACESSO
Idade mínima: 16 anos;
Ter concluído o curso de qualificação profissional na
área de gestão.
7. CARGA HORÁRIA
40 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
30 alunos
Tabela 63 – Gestão de arquivos
206
Catálogo de Cursos
8.12 Gestão de pessoas
1. TÍTULO
GESTÃO DE PESSOAS
Desenvolver habilidades para atuar na área de
gestão de pessoas, com conhecimentos para auxiliar
2. COMPETÊNCIA GERAL
nos processos e rotinas administrativas de recursos
humanos e departamento de pessoal.
Desenvolver capacidades técnicas, organizativas,
sociais
3. OBJETIVO
e
metodológicas
para
planejamento
e
execução de processos relativos à gestão de
pessoas, a fim de prover, desenvolver e manter os
recursos humanos da organização.
4. MODALIDADE
Especialização Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Capacidades Técnicas:
 Identificar os tipos de recrutamento e
seleção de pessoas;
 Elaborar e analisar currículo;
Conhecimentos
 Gestão de Pessoas:
 História e conceitos de gestão de
pessoas;
 A função da gestão de pessoas
 Relacionar a história da gestão de nas organizações;
pessoas com a atualidade empresarial;
 O perfil do profissional da área de
 Desenvolver o perfil profissional para gestão de pessoas.
gerir pessoas;
 Interpretar os conceitos e leis da
 As Pessoas:
 Motivação humana;
legislação trabalhista e aplicar nas relações
 Comunicação interpessoal;
de trabalho;
 Liderança;
 Interpretar os conceitos da legislação
 Ética.
previdenciária e aplicar nas relações de
 Abordagem Processual da Área
trabalho;
de Gestão de Pessoas:
 Relacionar os conceitos de relações
interpessoais no ambiente organizacional.
 Visão processual da área;
 Recrutamento de pessoas;
 Tipo de recrutamento;
Capacidades Sociais, Organizativas e
207
Catálogo de Cursos
Metodológicas:
 Processo de recrutamento;
 Usar a comunicação adequada aos
 Elaboração de currículo;
níveis hierárquicos;
 Seleção de pessoas;
 Zelar pelo ambiente de trabalho;
 Tipos de seleção de pessoas.
 Ter atenção;
 Legislação Trabalhista:
 Ser organizado;
 Princípios constitucionais;
 Trabalhar em equipe;
 Justiça do trabalho;
 Ser proativo;
 Direito do trabalho;
 Manter relacionamento interpessoal;
 Consolidação
 Ter ética.
das
leis
trabalhistas;
 Rescisão contratual;
 Tipos de contrato de trabalho;
 Jornada de trabalho.
 Legislação Previdenciária:
 Histórico;
 Procedimentos.
Escolaridade mínima: ensino fundamental completo;
6. REQUISITOS DE
ACESSO
7. CARGA HORÁRIA
Estudantes ou trabalhadores com idade mínima: de
16 anos.
80 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
30 alunos
Tabela 64 – Gestão de pessoas
208
Catálogo de Cursos
8.13 Gestão de projetos sociais
1. TÍTULO
GESTÃO DE PROJETOS SOCIAIS
Desenvolver habilidades para desempenhar funções
2. COMPETÊNCIA GERAL
na gestão de projetos sociais para atuar no mercado
de trabalho.
Desenvolver capacidades técnicas, organizativas,
sociais e metodológicas para desempenhar ações
3. OBJETIVO
relativas à gestão de projetos sociais, de acordo com
procedimentos internos, normas técnicas, ambientais,
de qualidade, de segurança e saúde no trabalho.
4. MODALIDADE
Especialização Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Conhecimentos
 Conceito de projeto;
Capacidades Técnicas:
 Planejar e avaliar o projeto;
 Finalidade do Projeto:
 Selecionar e utilizar as ferramentas
 Definição de gestão de projetos;
necessárias ao desenvolvimento do projeto;
 História da gerência de projetos;
 Identificar programas de incentivos e
outras
possibilidades
de
captação
de
 O gerente de projetos;
 Projetos X operações;
recursos e patrocínios para a viabilização
 Abordagens;
das atividades;
 Ciclo de vida do projeto;
 Acompanhar
as
atividades
de
 Vantagens
e
limitações
dos
gerenciamento do pessoal envolvido nas projetos sociais.
 Construindo um projeto
atividades e serviços.
 Auxiliar na avaliação da qualidade das
atividades e serviços realizados;
 Elaboração do projeto;
 Elaboração da proposta.
 Auxiliar nas ações sociais, analisando,
criticamente, as organizações, antecipando
e promovendo suas transformações;
 Articular
projetos
comunitários,
buscando soluções objetivas e efetivas para
a obtenção dos resultados almejados.
209
Catálogo de Cursos
Capacidades Sociais, Organizativas e
Metodológicas:
 Comunicar
com
externamente,
eficácia,
dando
e
interna
e
recebendo
informações necessárias à ação social e
organizacional;
 Zelar pelo ambiente de trabalho;
 Ter atenção a detalhes;
 Ser organizado;
 Trabalhar em equipe;
 Administrar
conflitos
inerentes
às
relações interpessoais.
Escolaridade mínima: ensino fundamental completo;
Estudantes ou trabalhadores com idade mínima: de
6. REQUISITOS DE
ACESSO
16 anos;
Ter concluído o curso de qualificação profissional na
área de gestão.
7. CARGA HORÁRIA
100 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
30 alunos
Tabela 65 – Gestão de projetos sociais
210
Catálogo de Cursos
8.14 Oratória – arte de falar em público
ORATÓRIA – ARTE DE FALAR EM PÚBLICO
1. TÍTULO
Desenvolver
habilidades
para
desempenhar
a
comunicação no contexto profissional e nas relações
sociais, utilizando-se de técnicas de como dominar a
2. COMPETÊNCIA GERAL
arte de falar em público, para que possam atuar em
diversos âmbitos das instituições públicas e/ou
privadas, de acordo com as tendências do mercado.
Desenvolver capacidades técnicas, organizativas,
sociais
3. OBJETIVO
e
metodológicas
para
desempenhar
a
comunicação, atuando com desenvoltura e segurança
no mercado de trabalho, nas relações sociais e nas
apresentações em público.
4. MODALIDADE
Especialização Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Capacidades Técnicas:
Conhecimentos
 Retórica e oratória;
 Preparar discursos;
 Eloquência;
 Utilizar de uma postura correta ao falar;
 Comunicação;
 Estudar e dominar o assunto sobre o
 O planejamento psicológico;
 Comunicação verbal e não verbal;
qual vai falar;
 Utilizar recursos audiovisuais;
 A fala de improviso;
 Utilizar de vocabulário correto diante do
 Discurso manuscrito;
 Como
público;
utilizar
os
recursos
 Utilizar de expressão fácil positiva com audiovisuais;
 Apresentação de um orador.
o público.
Capacidades Sociais, Organizativas e
Metodológicas:
 Organizar e transmitir, com clareza,
dados e informações;
 Demonstrar atitudes éticas nas ações e
211
Catálogo de Cursos
nas relações interpessoais;
 Demonstrar postura de cooperação com
a
equipe
na
solução
de
problemas
propostos;
 Demonstrar
iniciativa
no
desenvolvimento das atividades;
 Zelar pelo ambiente de trabalho;
 Ter atenção a detalhes;
 Ser organizado;
 Trabalhar em equipe;
 Manter relacionamento interpessoal.
Escolaridade mínima: ensino fundamental completo
ou estar devidamente matriculado e frequentando no
mínimo a 7º série do ensino fundamental;
6. REQUISITOS DE
ACESSO
Estudantes ou trabalhadores com idade mínima: de
16 anos;
Ter concluído o curso de qualificação profissional na
área de gestão.
7. CARGA HORÁRIA
40 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
30 alunos
Tabela 66 – Oratória – arte de falar em público
212
Catálogo de Cursos
8.15 Recursos humanos e departamento de pessoal
RECURSOS HUMANOS E DEPARTAMENTO DE
1. TÍTULO
PESSOAL
Desenvolver habilidades de apoio às atividades
administrativas de recursos humanos e departamento
2. COMPETÊNCIA GERAL
de pessoal, atendendo às normas e legislação
vigente.
3. OBJETIVO
Desenvolver
as
capacidades
técnicas,
organizativas
e
metodológicas
para
sociais,
apoio
às
atividades administrativas de recursos humanos e
departamento de pessoal, atendendo às normas e
legislação vigente.
4. MODALIDADE
Especialização Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Conhecimentos
 Recursos Humanos:
Capacidades Técnicas:
 Seguir a política de recursos humanos
da empresa;
 Conceitos básicos do recursos
humanos;
 Acompanhar
os
processos
de
 Política de recursos humanos;
recrutamento e seleção;
 Auxiliar
no
 Evolução do RH;
processo
de
rotinas
 Plano de cargos e salários;
 Recrutamento e seleção;
trabalhistas;
 Acompanhar
treinamento,
processos
de
capacitação
legislação
trabalhista
treinamento
e
e desenvolvimento de pessoal.
desenvolvimento de funcionários;
 Identificar
 Capacitação,
 Departamento de Pessoal:
e
previdenciária.
 Conceitos
e
Metodológicas:
do
departamento de pessoal;
 Fundamentos
Capacidades Sociais, Organizativas e
evolução
da
legislação
trabalhista;
 Rotinas trabalhistas:
 Demonstrar atitudes éticas nas ações e
 Admissão;
nas relações profissionais;
 Folha de pagamento;
213
Catálogo de Cursos
 Demonstrar
espirito
colaborativo
em
 Rescisão contratual.
atividades coletivas;
 Agir com proatividade;
 Atuar com sigilo profissional.
Escolaridade mínima: ensino médio incompleto;
Idade mínima: 16 anos.
6. REQUISITOS DE
ACESSO
Ter concluído o curso de Assistente Administrativo
e/ou
Assistente
de
Recursos
Humanos
ou
conhecimentos / experiência na área.
7. CARGA HORÁRIA
80 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
30 alunos
Tabela 67 –Recursos humanos e departamento de pessoal
214
Catálogo de Cursos
8.16 Redação comercial e oficial
1. TÍTULO
REDAÇÃO COMERCIAL E OFICIAL
Desenvolver habilidades referentes às técnicas de
elaboração de documentos, proporcionando uma
2. COMPETÊNCIA GERAL
comunicação oral e escrita adequadas às atividades
profissionais.
Desenvolver
capacidades
técnicas,
sociais,
organizativas e metodológicas para aplicação das
3. OBJETIVO
técnicas de elaboração de documentos, adequando
os meios de comunicação às atividades profissionais.
4. MODALIDADE
Aperfeiçoamento Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Conhecimentos
 Semântica e estilística;
Capacidades Técnicas:
 Identificar
os
elementos
da
comunicação;
 Considerar as regras de ortografia e
 Ortografia;
 Sintaxe gramatical;
 Comunicação empresarial;
gramática nos documentos comerciais e
 Erros ortográficos e vícios de
oficiais;
linguagem;
 Classificar os tipos de documentos
comerciais e oficiais;
 Interpretar as normas da ABNT para a
formatação da estrutura documental;
 Detalhar a micro e macroestrutura do
 Subsídios Gramaticais:
 Acentuação gráfica;
 Novo acordo ortográfico;
 Pontuação.
 Subsídios Textuais:
 Coesão, coerência, clareza e
documento;
 Elaborar documentos oficiais de acordo concisão.
com a necessidade da organização.
 Redação comercial e oficial e
normas da ABNT.
Capacidades Sociais, Organizativas e
Metodológicas:
 Comunicar-se oralmente de forma clara,
precisa e objetiva;
215
Catálogo de Cursos
 Demonstrar
autocontrole,
poder
de
persuasão, capacidade de negociação e de
resolução de problemas;
 Administrar o tempo;
 Atuar com ética;
 Demonstrar capacidade de interação e
de relacionamento interpessoal.
 Seguir normas técnicas vigentes no
âmbito
que
abrange
o
processo
de
comunicação.
6. REQUISITOS DE
ACESSO
7. CARGA HORÁRIA
Escolaridade mínima: ensino fundamental completo;
Idade mínima: 16 anos.
40 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
30 alunos
Tabela 68 – Redação comercial e oficial
216
Catálogo de Cursos
8.17 Relações interpessoais
1. TÍTULO
RELAÇÕES INTERPESSOAIS
Desenvolver habilidades de relacionamento humano
e
2. COMPETÊNCIA GERAL
sua
aplicação
proporcionando
no
melhoria
ambiente
corporativo,
contínua
ao
clima
organizacional.
Desenvolver
capacidades
organizativas
3. OBJETIVO
relacionamento
e
técnicas,
metodológicas
para
interpessoal,
sociais,
um
bom
melhorando
efetivamente o clima organizacional.
4. MODALIDADE
Aperfeiçoamento Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Conhecimentos
 Inteligência emocional;
Capacidades Técnicas:
 Relacionar os conceitos de inteligência
 Motivação humana;
emocional, comunicação e motivação no
 Comunicação no local de trabalho;
ambiente organizacional;
 Administração de conflitos;
 Comunicar-se de forma adequada nos
 Trabalho em equipe;
níveis hierárquicos;
 Atuar seguindo os princípios de ética e
técnicas
 Empatia;
 Ética profissional;
etiqueta profissional;
 Aplicar
 Aspectos pessoais X profissionais;
de
negociação
e
 Liderança;
 Diferenças individuais.
administração de conflitos;
 Identificar características e estilos de
lideranças;
 Demonstrar capacidade de trabalhar
em
equipe
e
respeitar
as
diferenças
individuais.
Capacidades Sociais, Organizativas e
Metodológicas:
 Comunicar-se oralmente de forma clara,
217
Catálogo de Cursos
precisa e objetiva;
 Demonstrar
autocontrole,
poder
de
persuasão, capacidade de negociação e de
resolução de problemas;
 Administrar o tempo;
 Atuar com ética;
 Manter
relacionamento
interpessoal
durante as atividades;
 Ser proativo;
 Ter empatia.
6. REQUISITOS DE
ACESSO
7. CARGA HORÁRIA
Escolaridade mínima: 8º ano do ensino fundamental;
Idade mínima: 16 anos.
20 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
30 alunos
Tabela 69 – Relações interpessoais
218
Catálogo de Cursos
9 INFORMÁTICA
219
Catálogo de Cursos
ORGANIZAÇÃO CURRICULAR DOS CURSOS
9.1 AutoCad 2D – com ênfase em arquitetura
AUTOCAD 2D – COM ÊNFASE EM ARQUITETURA
1. TÍTULO
Desenvolver
e
interpretar
projetos,
executando
atividades no processo de construção de obras,
2. COMPETÊNCIA GERAL
utilizando normas específicas e procedimentos de
qualidade e segurança do trabalho.
Desenvolver
capacidades
organizativas
e
técnicas,
metodológicas
para
sociais,
executar
atividades no processo de construção de obras,
3. OBJETIVO
utilizando AutoCAD 2D, de acordo com as normas
específicas
e
procedimentos
de
qualidade
e
segurança do trabalho.
4. MODALIDADE
Aperfeiçoamento Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Conhecimentos
 Conceitos básicos;
Capacidades Técnicas:
 Reconhecer as noções básicas de
 Iniciando um projeto;
 OSNAP - ponto de atração no
informática;
 Identificar os conceitos básicos de objeto;
 Ferramentas draw (desenho);
desenho;
 Distinguir
as
linhas
de
paredes
 Ferramentas modifify – edição;
 Hatch
prediais;
–
hachuras
–
 Identificar as ferramentas de aplicativos preenchimentos;
 Layers;
do AutoCAD;
 Utilizar as ferramentas de aplicativo de
AutoCAD para elaboração de projetos.
 Blocos;
 Desenho de fachadas;
 Desenho de planta baixa;
Capacidades Sociais, Organizativas e
Metodológicas:
 Ter raciocínio lógico;
 Desenho de cortes;
 Desenho de locação e cobertura;
 Desenho da situação;
220
Catálogo de Cursos
 Ter atenção a detalhes;
 Dimensionamento;
 Ser organizado;
 Impressão;
 Manter-se atualizado;
 Projeto de uma casa;
 Manter relacionamento interpessoal.
 Otimizando seu trabalho.
Escolaridade mínima: 9º ano do ensino fundamental;
6. REQUISITOS DE
ACESSO
Idade mínima: 16 anos;
Ter
conhecimentos
equivalentes
ao
curso
de
Informática Básica.
7. CARGA HORÁRIA
80 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
20 alunos
Tabela 70 – AutoCad 2D – com ênfase em arquitetura
221
Catálogo de Cursos
9.2 Cad 3D – revit architecture
CAD 3D – REVIT ARCHITECTURE
1. TÍTULO
Desenvolver
e
interpretar
projetos,
executando
atividades no processo de CAD 3D – REVIT
2. COMPETÊNCIA GERAL
ARCHITECTURE, utilizando normas específicas e
procedimentos de qualidade e segurança do trabalho.
Desenvolver
capacidades
organizativas
e
técnicas,
metodológicas
para
sociais,
executar
atividades no processo de construção de obras,
3. OBJETIVO
utilizando CAD 3D – REVIT ARCHITECTURE, de
acordo com as normas específicas e procedimentos
de qualidade e segurança do trabalho.
4. MODALIDADE
Aperfeiçoamento Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Capacidades Técnicas:
 Aplicar comandos de software CAD
para desenvolvimento de desenho técnico;
 Posicionar o desenho na área gráfica
por meio de coordenadas;
 Desenvolver desenhos de elementos
geométricos utilizando coordenadas polar,
Conhecimentos
 Visão geral do Revit;
 Interface;
 Elementos e famílias do Revit;
 Início do projeto;
 Paredes – walls;
 Ferramentas de edição;
 Vistas e formas de visualização do
relativa e absoluta, de acordo com a função projeto;
do comando e a especificidade do desenho;
 Criar layers de acordo com a cor, o tipo
e a espessura da linha a ser representada;
 Aplicar comandos de visualização e de
deslocamento do desenho na tela;
 Portas e janelas;
 Pisos e forros;
 Estrutura – pilares e vigas;
 Escadas e corrimão;
 Telhados – roof;
 Utilizar editor de textos;
 Painéis de vidro – curtain walls;
 Criar o estilo do texto em função do tipo
 Terreno;
de desenho a ser representado;
 Configurar cotas em função do tipo de
 Anotações – cotas e texto;
 Montagem de folhas e impressão;
222
Catálogo de Cursos
 Apresentação em 3D;
desenho a ser representado;
 Cotar o desenho de acordo com os
 Exportação de arquivos.
padrões estabelecidos;
 Aplicar ferramentas de desenho e de
modificação, de acordo com o projeto a ser
elaborado;
 Aplicar comando de preenchimento de
área,
de
acordo
com
o
material
especificado;
 Configurar a página de desenho a ser
impressa, determinando a impressora, o
formato e a orientação do papel e a tabela
de estilos de plotagem;
 Criar blocos em bibliotecas tendo e
vista a otimização do trabalho;
 Inserir
blocos
tendo
em
vista
a
otimização do trabalho;
 Representar
graficamente
escadas
utilizando softwares CAD;
 Representar
graficamente
telhados
utilizando softwares CAD;
 Desenhar
projetos
de
edificação
utilizando softwares CAD, de acordo com
as recomendações técnicas;
 Desenhar o formato de papel com
identificação (carimbo) de acordo com a
finalidade do projeto.
Capacidades Sociais, Organizativas e
Metodológicas:
 Desenvolver consciência preventiva em
relação
à
saúde,
segurança
e
meio
ambiente;
223
Catálogo de Cursos
 Trabalhar em equipe;
 Ser metódico;
 Ser detalhista;
 Ser organizado;
 Manter relacionamento interpessoal;
 Ter visão sistêmica;
 Ser analítico;
 Ser responsável.
6. REQUISITOS DE
ACESSO
7. CARGA HORÁRIA
Escolaridade mínima: 8º ano do ensino fundamental;
Idade mínima: 16 anos.
80 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
15 alunos
Tabela 71 – Cad 3D – revit arquitecture
224
Catálogo de Cursos
9.3 Cabeamento estruturado
1. TÍTULO
CABEAMENTO ESTRUTURADO
Instalar e manter infraestrutura física de rede de
computadores,
2. COMPETÊNCIA GERAL
aplicando
normas
técnicas,
de
qualidade, de saúde e segurança do trabalho e
preservação ambiental.
Desenvolver
capacidades
técnicas,
sociais,
organizativas e metodológicas para instalar e manter
3. OBJETIVO
sistema de cabeamento estruturado em organizações
de pequeno, médio e grande porte.
4. MODALIDADE
Aperfeiçoamento Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Conhecimentos
 Cabeamento Estruturado:
Capacidades Técnicas:
 Identificar as seções que compõem um
 Normalização;
cabeamento estruturado;
 Identificar os elementos que compõem
um cabeamento estruturado;
de
cabeamento
 Meios de Transmissão:
 Interferências eletromagnéticas;
cabeamento estruturado;
 Aplicar as disposições das normas
de
plantas
 Instalações elétricas;
 Aterramento;
referentes a cabeamento estruturado;
desenhos
 Sistemas
estruturado.
 Interpretar desenhos de plantas de
 Elaborar
 Conceitos básicos;
de
cabeamento estruturado;
 Utilizar ferramenta computacional para
 Cabos metálicos;
 Categorias de cabo metálico;
 Fibra óptica.
realizar desenho de plantas de cabeamento
 Técnicas
estruturado;
Instalação para Cabo:
 Relacionar alterações no sinal que se
 Lançamento
e
Práticas
dos
cabos
de
de
propaga num meio com as alterações comunicação;
eletromagnéticas provocadas pelo meio no
sinal;
 Conectorização dos cabos de
comunicação;
 Interpretar informações contidas em
225
Catálogo de Cursos
manuais
e
prospectos
de
serviços
 Certificação:
referentes a cabeamento estruturado;
 Interpretar
os
códigos
dos
e
conduzir
equipe
cabeamento
 Telefonia:
 Avaliar as condições para instalação
manutenção
do
de estruturado.
manutenção ou instalação;
e/ou
 Equipamentos para certificação;
 Administração
componentes do cabeamento estruturado;
 Planejar
 Organização dos cabos no rack.
de
cabeamento
estruturado;
 Voip;
 Telefonia
convencional
(analógica).
 Identificar e especificar o material
necessário para manutenção ou instalação
do cabeamento estruturado;
 Utilizar
instrumentos
de
medidas
elétricas, voltados para certificação do
cabeamento estruturado;
 Utilizar
ferramentas
técnicas
para
instalação e manutenção de cabeamento.
Capacidades Sociais, Organizativas e
Metodológicas:
 Utilizar linguagem técnica;
 Consultar manuais e documentação da
ferramenta;
 Ser organizado;
 Ter
relação
consciência
ao
meio
prevencionista
ambiente,
saúde
em
e
segurança no trabalho.
Escolaridade mínima: ensino fundamental completo;
6. REQUISITOS DE
ACESSO
Idade mínima: 16 anos;
Ter
conhecimentos
equivalentes
ao
curso
de
Informática Básica.
7. CARGA HORÁRIA
80 horas
226
Catálogo de Cursos
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
20 alunos
Tabela 72 – Cabeamento estruturado
227
Catálogo de Cursos
9.4 Cadista para construção civil
CADISTA PARA CONSTRUÇÃO CIVIL
1. TÍTULO
CÓD. CBO 3181-15
Desenvolver
e
interpretar
projetos,
executando
atividades no processo de desenho de edificações
2. COMPETÊNCIA GERAL
em CAD 2D, utilizando normas específicas e
procedimentos de qualidade e segurança do trabalho.
Desenvolver
capacidades
organizativas
e
técnicas,
metodológicas
sociais,
para
executar
atividades no processo de desenho de edificações,
3. OBJETIVO
utilizando CAD 2D, de acordo com as
específicas
e
procedimentos
de
normas
qualidade
e
segurança do trabalho.
4. MODALIDADE
Qualificação Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Capacidades Técnicas:
Conhecimentos
 Integração
e
orientação
 Aplicar comandos de software CAD profissional;
para desenvolvimento de desenho técnico;
 Posicionar o desenho na área gráfica
por meio de coordenadas;
 Conceitos básicos;
 Iniciando um projeto;
 OSNAP - ponto de atração no
 Desenvolver desenhos de elementos objeto;
geométricos utilizando coordenadas polar,
 Ferramentas draw (desenho);
relativa e absoluta, de acordo com a função
 Ferramentas modifify – edição;
do comando e a especificidade do desenho;
 Hacth
–
hachuras
–
 Criar layers de acordo com a cor, o tipo preenchimentos;
 Layers;
e a espessura da linha a ser representada;
 Aplicar comandos de visualização e de
deslocamento do desenho na tela;
 Blocos;
 Desenho de fachadas;
 Utilizar editor de textos;
 Desenho de planta baixa;
 Criar o estilo do texto em função do tipo
 Desenho de cortes;
de desenho a ser representado;
 Desenho de locação e cobertura;
228
Catálogo de Cursos
 Configurar cotas em função do tipo de
 Desenho da situação;
 Dimensionamento;
desenho a ser representado;
 Cotar o desenho de acordo com os
 Impressão;
 Projeto de uma casa;
padrões estabelecidos;
 Aplicar ferramentas de desenho e de
 Otimizando seu trabalho;
modificação, de acordo com o projeto a ser
 Trabalhando com maquetes;
elaborado;
 Geometria em 2D;
 Aplicar comando de preenchimento de
área,
de
acordo
com
o
material
 Geometria em 3D;
 Criar superfícies com linhas 3D;
 Mover entidades;
especificado;
 Configurar a página de desenho a ser
 Manter alinhamento coplanar;
impressa, determinando a impressora, o
 Conectar e gerar formas;
formato e a orientação do papel e a tabela
 Travar uma interferência;
de estilos de plotagem;
 Simetria do modelo;
 Criar blocos em bibliotecas tendo e
 Aplicar materiais;
vista a otimização do trabalho;
 Inserir
blocos
tendo
em
vista
a
graficamente
escadas
graficamente
telhados
projetos
formatos;
 Imprimindo em escala;
utilizando softwares CAD;
 Desenhar
 Uso de styles;
 Exportação do modelo para outros
utilizando softwares CAD;
 Representar
 Criar texto 3D;
 Importar arquivos CAD;
otimização do trabalho;
 Representar
 Criar uma multiplicação;
de
edificação
 Renderização.
utilizando softwares CAD, de acordo com
as recomendações técnicas;
 Desenhar o formato de papel com
identificação (carimbo) de acordo com a
finalidade do projeto.
Capacidades Sociais, Organizativas e
Metodológicas:
 Desenvolver consciência preventiva em
relação à saúde, segurança e meio ambien229
Catálogo de Cursos
te;
 Trabalhar em equipe;
 Ser metódico;
 Ser detalhista;
 Ser organizado;
 Manter relacionamento interpessoal;
 Ter visão sistêmica;
 Ser analítico;
 Ser responsável.
6. REQUISITOS DE
Escolaridade mínima: ensino médio completo;
ACESSO
Idade mínima: 16 anos.
7. CARGA HORÁRIA
180 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
20 alunos
Tabela 73 – Cadista para construção civil
230
Catálogo de Cursos
9.5 Cisco CCNA – Routing and switching
CISCO CCNA – ROUTING AND SWITCHING
1. TÍTULO
Projetar e implantar cabeamento de LANs, mídia de
rede, fundamentos de TCP/IP, endereçamento IP e
2. COMPETÊNCIA GERAL
fundamentos
de
roteamento,
de
acordo
com
procedimentos técnicos, normas ambientais, direitos
autorais, de saúde e segurança.
Desenvolver
capacidades
técnicas,
sociais,
organizativas e metodológicas para projetar e instalar
redes, sabendo detectar e solucionar problemas,
dominando a terminologia e protocolos de redes,
3. OBJETIVO
projetar redes de área local, projeção e elaboração de
cabeamento
estruturado,
dominando
elementos
básicos de tecnologias ethernet, atendendo normas
técnicas, ambientais, de saúde e segurança e direitos
autorais.
4. MODALIDADE
Aperfeiçoamento Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Capacidades Técnicas:
 Usar os modelos de protocolos de rede
Conhecimentos
 Explorando a rede;
 Configuração
de
um
sistema
para explicar as camadas de comunicação operacional de rede;
em redes de dados;
 Protocolos e comunicações de
 Projetar, calcular e aplicar máscaras de rede;
sub-rede e endereços;
 Configurar e verificar a interfaces de
roteadores;
 Demonstrar habilidades compreensivas
de RIP versão 1;
 Projetar e implementar esquema de
 Acesso à rede;
 Ethernet;
 Camada de rede;
 Camada de transporte;
 Endereçamento IP;
 Divisão de redes IP em sub-redes;
endereçamento IP Classless para uma
 Camada de aplicação;
rede;
 Introdução a redes comutadas;
231
Catálogo de Cursos
 Utilizar
comandos
de
configuração
 Conceitos e configuração básica
avançados em roteadores implementando de switching;
 VLANs;
EIGRP;
 Aplicar
configuração
 Conceitos de roteamento;
básica de RIP versão 2 e avaliar suas
 Roteamento entre VLANs;
atualizações de roteamento Classless;
 Roteamento estático;
comandos
 Identificar
as
de
características
de
 Roteando dinamicamente;
 OSPF de área única;
protocolos de roteamento vetor distância.
 Listas de controle de acesso;
 DHCP;
Capacidades Sociais, Organizativas e
 NAT para IPv4.
Metodológicas:
 Atuar em equipe cooperando com os
integrantes e demonstrando autocontrole,
postura critica e comportamento ético;
 Analisar opções e tomar decisão na
resolução
de
problemas
que
afetam
atividades sob sua responsabilidade ou que
lhe são delegadas;
 Demonstrar
ações
inovadoras,
atualizando-se continuamente e adaptandose
às
mudanças
tecnológicas,
organizativas, profissionais e socioculturais
que
incidem
nas
suas
atividades
profissionais;
 Demonstrar
visão
sistêmica
e
coordenada de todas as fases do processo,
considerando conjuntamente os aspectos
técnicos,
organizativos,
econômicos
e
humanos envolvidos;
 Demonstrar
desenvolvimento
coordenação
do
planejamento
no
das
atividades em grupo;
 Respeitar e fazer respeitar os procedi232
Catálogo de Cursos
mentos técnicos, a legislação especifica de
saúde, segurança e meio ambiente;
 Utilizar linguagem técnica;
 Consultar manuais e literatura técnica.
Escolaridade mínima: ensino fundamental completo;
6. REQUISITOS DE
ACESSO
Idade mínima: 16 anos;
Ter
conhecimentos
equivalentes
ao
curso
de
Informática Básica e Redes de Computadores.
7. CARGA HORÁRIA
160 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
15 alunos
Tabela 74 – Cisco CCNA – routing and switching
233
Catálogo de Cursos
9.6 Cisco CCNA - security
1. TÍTULO
CISCO CCNA - SECURITY
Gerenciar
redes
de
computadores
aplicando
conceitos de roteamentos de dados, protocolos de
switchs, protocolo spamming-tree, VLAs e VTP, frame
2. COMPETÊNCIA GERAL
delay, tecnologias WAN, NAT, PAT, DHCP, de
acordo
com
procedimentos
técnicos,
normas
ambientais, direitos autorais, de saúde e segurança.
Desenvolver
capacidades
técnicas,
sociais,
organizativas e metodológicas para utilizar comandos
CLI Cisco, realizando configuração e verificação
3. OBJETIVO
básica de roteador e switch, redes de área de
wireless
e
WAN,
protocolo
tecnologias
WAN,
atendendo
de
roteamento
normas
e
técnicas,
ambientais, de saúde e segurança e direitos autorais.
4. MODALIDADE
Aperfeiçoamento Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Conhecimentos
Capacidades Técnicas:
 Introdução ao escalonamento de
 Solucionar problemas comuns de rede redes;
nas camadas, utilizando uma abordagem
 Redundância de LAN;
de módulo de camadas;
 Agregação de link;
 Interpretar diagramas de rede;
 LANs sem fio;
 Realizar e verificar as tarefas iniciais de
 Ajuste, identificação e solução de
configuração
de
switch,
incluindo problemas do EIGRP;
 Imagens e licenciamento do IOS;
gerenciamento para o acesso remoto;
 Configurar,
VLANs,
verificar
roteamento
inter
e
solucionar
VLAN
VTP,
 Projeto de rede hierárquico;
 Conexão à WAN;
trunking em switches cisco, e operação
 Conexão ponto-a-ponto;
RSTP;
 Frame relay;
 Identificar os parâmetros básicos para
configurar uma rede sem fio e questões co-
 NAT para IPv4;
 Soluções broadband;
234
Catálogo de Cursos
 Protegendo a conectividade entre
mum de implantação;
 Configurar,
verificar
solucionar sites;
e
operações DHCP e DNS em um roteador;
 Verificar, monitorar e resolver ACLs em
 Monitorando a rede;
 Identificação
e
solução
de
problemas de rede.
um ambiente de rede;
 Configurar e verificar uma conexão
serial WAN básica, uma conexão PPP entre
roteadores cisco e frame relay;
 Configurar e verificar conexões PPP
entre roteadores cisco e conexões frame
relay;
 Identificar os parâmetros básicos para
configurar uma rede sem fio e questões
comum de implementação;
 Solucionar questões de implementação
WAN.
Capacidades Sociais, Organizativas e
Metodológicas:
 Atuar em equipe cooperando com os
integrantes e demonstrando autocontrole,
postura critica e comportamento ético;
 Analisar opções e tomar decisão na
resolução
de
problemas
que
afetam
atividades sob sua responsabilidade ou que
lhe são delegadas;
 Demonstrar
ações
inovadoras,
atualizando-se continuamente e adaptandose
às
mudanças
tecnológicas,
organizativas, profissionais e socioculturais
que
incidem
nas
suas
atividades
profissionais;
 Demonstrar visão sistêmica e coordena235
Catálogo de Cursos
da
de
todas
as fases
do
processo,
considerando conjuntamente os aspectos
técnicos,
organizativos,
econômicos
e
humanos envolvidos;
 Demonstrar
coordenação
desenvolvimento
do
no
planejamento
das
atividades em grupo;
 Respeitar
e
procedimentos
fazer
técnicos,
respeitar
a
os
legislação
especifica de saúde, segurança e meio
ambiente.
Escolaridade mínima: ensino fundamental completo;
6. REQUISITOS DE
ACESSO
Idade mínima: 16 anos;
Ter
conhecimentos
equivalentes
ao
curso
de
Informática Básica e Redes de Computadores.
7. CARGA HORÁRIA
160 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
15 alunos
Tabela 75 – Cisco CCNA - security
236
Catálogo de Cursos
9.7 CorelDraw X7 avançado
1. TÍTULO
CORELDRAW X7 AVANÇADO
Desenvolver habilidades relativas à criação de peças
gráficas
profissionais,
aplicando
técnicas
de
tipografia, criação e layout em projetos gráficos,
2. COMPETÊNCIA GERAL
utilizando softwares de criatividade, de acordo com
procedimentos técnicos, normas ambientais, direitos
autorais, de saúde e segurança.
Desenvolver
capacidades
técnicas,
sociais,
organizativas e metodológicas para criar peças
gráficas profissionais para os diversos segmentos da
3. OBJETIVO
área
de
publicidade,
utilizando
vetorização CorelDraw X7,
software
de
atendendo normas
técnicas, ambientais, de saúde e segurança e direitos
autorais.
4. MODALIDADE
Aperfeiçoamento Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Capacidades Técnicas:
 Associar novas ideias na criação de
uma peça gráfica;
 Aplicar ferramentas de criatividade na
Conhecimentos
 Criação e Criatividade:
 Definição;
 Aplicação;
 A criatividade no cotidiano e nas
busca por novas soluções para projetos empresas;
gráficos;
 Classificar tipos de arquivos;
 A
criatividade
nos
gráficos;
 Configurar software de ilustração;
 Ambiente criativo;
 Utilizar aplicativo de ilustração;
 Processo criativo;
 Operar computadores – plataformas
 Bloqueios da criatividade;
MAC e/ou PC;
 Criar e redesenhar logotipos
 Redesenhar imagens bitmap;
projetos
 Desenvolvimento da criatividade.
 Métodos de Criação:
 Associações de ideias;
 Criar e redesenhar ilustrações vetoriais;
237
Catálogo de Cursos
 Criar e redesenhar imagens bitmap;
 Pesquisa;
 Desenvolver
 Brainstorming.
projetos
gráficos
 Tipografia
profissionais.
e
diagramação
de
características e partes que compõe
Capacidades Sociais, Organizativas e
o tipo;
 Classificação:
Metodológicas:
 Utilizar linguagem técnica;
 Serifados;
 Consultar manuais e literatura técnica;
 Não serifados;
 Manter-se atualizado;
 Estilos:
 Zelar pelo ambiente de trabalho;
 Inclinação;
 Cumprir
procedimentos
 Peso;
e
 Largura.
técnicos,
normas
de
e
segurança
saúde
no
 Famílias e fontes tipográficas;
trabalho;
 Conservar
os
equipamentos
e
instrumentos;
 Composição Visual:
 Trabalhar em grupo e individualmente;
 Demonstrar
 Medidas tipográficas.
capacidade
relacionamento interpessoal;
 Formatos;
de
 Elementos gráficos;
 Área
de
mancha,
áreas
 Ser organizado;
branco, margens e sangria.
 Ter raciocínio lógico;
 CorelDraw X7 avançado;
 Ser analítico;
 Novas Ferramentas:
 Ter atenção a detalhes;
 Ser organizado.
 Suavizar,
manchar,
atrair
de
e
repelir, etc;
 Preenchimento inteligente;
 Efeitos
avançados
de
preenchimento;
 Vetorização avançada;
 Perspectiva;
 Power clip múltiplo;
 Impressão mesclada;
 Trabalhando com objetos em
curvas;
238
Catálogo de Cursos
 Criando paletas de cores;
 Efeitos de lentes;
 Contornos
proporcionais
inteligentes;
 Significado das cores;
 Malharias;
 Projeto identidade visual;
 Tipos de exportação;
 Fechando
um
arquivo
para
impressão.
Escolaridade mínima: ensino fundamental completo;
6. REQUISITOS DE
ACESSO
Idade mínima: 16 anos;
Ter
conhecimentos
equivalentes
ao
curso
de
CorelDraw Básico.
7. CARGA HORÁRIA
40 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
15 alunos
Tabela 76 – CorelDraw X7 avançado
239
Catálogo de Cursos
9.8 Desenhista de produtos gráficos web
DESENHISTA DE PRODUTOS GRÁFICOS WEB
1. TÍTULO
CÓD. CBO 2624-10
Elaborar produtos gráficos para divulgação de
conteúdos
2. COMPETÊNCIA GERAL
na
procedimentos
internet,
técnicos,
conforme
de
normas
qualidade,
e
meio
ambiente, saúde e segurança no trabalho.
Desenvolver
capacidades
técnicas,
sociais,
organizativas e metodológicas para elaboração de
3. OBJETIVO
produtos gráficos para web, conforme normas e
procedimentos técnicos.
4. MODALIDADE
Qualificação Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Conhecimentos
 Integração
Capacidades Técnicas:
 Identificar
as
etapas
e
do Profissional:
desenvolvimento de produtos web;
 Trabalho
em
 Utilizar aplicativos para formatação de profissionalismo,
equipe,
qualidade
e
cooperação;
textos e tratamento de imagens;
 Reconhecer os fundamentos sobre
 Excelência
no
ambiente
organizacional;
programação;
 Interpretar e reproduzir códigos HTML,
 Elaborar animações;
e
 Profissionalismo
e
empregabilidade.
CSS e JavaScript;
 Identificar
Orientação
solucionar
 Fundamentos para o Design:
problemas
lógicos com linguagens de programação;
 Utilizar o PHP como ferramenta para
manipulação de banco de dados.
 Pesquisa;
 Contrato e brienfing;
 Conhecimentos (ferramentas e
multimídia).
 Projeto Web:
Capacidades Sociais, Organizativas e
Metodológicas:
 Utilizar linguagem técnica;
 Arquitetura do design para web;
 Interação humano X computador
(IHC);
240
Catálogo de Cursos
 Consultar manuais e documentação da
 Técnicas e métodos de pesquisa;
ferramenta;
 Introdução à identidade visual.
 Ser organizado;
 Ter
 Identidade Visual:
consciência
relação
ao
meio
prevencionista
ambiente,
saúde
em
 Computação gráfica;
e
 Comunicação visual;
 Elementos do design;
segurança no trabalho;
 Zelar
pelos
instrumentos
e
 Criação de imagens (logotipo,
equipamentos;
layout,
 Manter-se atualizado;
navegação);
 Manter
organizado.
local
de
trabalho
limpo
e
botões
e
barras
de
 Resolução e tamanho de um
projeto;
 Tratamento
e
finalização
de
imagens.
 Desenvolvimento Web:
 Protocolos;
 Navegadores;
 Ferramentas
para
desenvolvimento web;
 HTML – linguagem de marcação;
 CCS – folhas de estilo;
 JavaScript – programação clientside;
 Servidores web;
 Introdução
a
programação
server-side;
 Hospedagem.
 Animação:
 Interfaces
dinâmicas
e
interativas;
 Criação de objetos animados;
 Cenas e inserção de sons;
 Fundamentos de design;
241
Catálogo de Cursos
 Iniciando o projeto.
Escolaridade mínima: ensino fundamental completo;
6. REQUISITOS DE
ACESSO
Idade mínima: 16 anos;
Ter
conhecimentos
equivalentes
ao
curso
de
Informática Avançada.
7. CARGA HORÁRIA
180 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
20 alunos
Tabela 77 – Desenhista de produtos gráficos web
242
Catálogo de Cursos
9.9 Desenvolvimento de aplicativos para android
DESENVOLVIMENTO DE APLICATIVOS PARA
1. TÍTULO
ANDROID
Desenvolver habilidades relativas à criação de
aplicativos móveis, seguindo padrões de projetos de
2. COMPETÊNCIA GERAL
software, de acordo com procedimentos técnicos,
normas ambientais e de saúde e segurança.
Desenvolver
capacidades
técnicas,
sociais,
organizativas e metodológicas para criar aplicativos
3. OBJETIVO
móveis, atendendo normas técnicas, ambientais, de
saúde e segurança.
4. MODALIDADE
Aperfeiçoamento Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Conhecimentos
Capacidades Técnicas:
 Introdução a Java e Android
 Reconhecer os fundamentos sobre Studio:
linguagem
e
o
ambiente
de
desenvolvimento;
 Requisitos
básicos
para
a
instalação;
 Interpretar lógica de programação;
 Utilizar as estruturas de dados;
 Utilizar a estrutura de tratamento de
 Visão geral sobre a linguagem
Java;
 Visão geral sobre a IDE android
studio.
exceções;
 Interpretar
exemplos
de
aplicativos
 Desenvolvimento de Aplicativos
Móveis:
móveis.
 Criação e configuração de um
Capacidades Sociais, Organizativas e
Metodológicas:
 Utilizar linguagem técnica;
 Consultar
manuais
e
novo projeto;
 Componentes e ciclo de vida;
 Tipos de layouts;
documentação
oficial;
 Zelar pelo ambiente de trabalho;
 Cumprir normas e procedimentos técni-
 Persistência
de
dados
com
SQLite;
 Recursos de hardware (câmera,
áudio, GPS ...).
243
Catálogo de Cursos
cos, de segurança e saúde no trabalho;
 Conservar
os
equipamentos
e
instrumentos;
 Trabalhar em grupo e individualmente;
 Demonstrar
capacidade
de
relacionamento interpessoal;
 Ser organizado;
 Ter raciocínio lógico;
 Ser analítico;
 Ter atenção a detalhes;
 Ser organizado.
Escolaridade mínima: ensino fundamental completo;
6. REQUISITOS DE
ACESSO
Idade mínima: 16 anos;
Ter
conhecimentos
equivalentes
ao
curso
de
Informática Básica e Lógica de Programação.
7. CARGA HORÁRIA
40 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
20 alunos
Tabela 78 – Desenvolvimento de aplicativos para android
244
Catálogo de Cursos
9.10 Desenvolvimento web com PHP
1. TÍTULO
DESENVOLVIMENTO WEB COM PHP
Interpretar e resolver problemas computacionais
utilizando PHP, em conformidade com as normas
2. COMPETÊNCIA GERAL
técnicas específicas e assegurando a qualidade,
segurança e respeito ao meio ambiente.
Desenvolver
capacidades
técnicas,
sociais,
organizativas e metodológicas para criar aplicações
3. OBJETIVO
WEB, de acordo com as normas específicas e
procedimentos de qualidade e segurança do trabalho.
4. MODALIDADE
Especialização Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Conhecimentos
 PHP – Básico:
Capacidades Técnicas:
 Identificar
e
solucionar
problemas
 Lógica de programação;
 Conceitos básicos de PHP;
lógicos com linguagens de programação;
 Reconhecer os fundamentos sobre
 PHP e HTML;
 Tipos no PHP;
programação;
 Utilizar o PHP como ferramenta de
 Variáveis; operadores;
 Estruturas de controle;
resolução de problemas computacionais.
 Funções;
Capacidades Sociais, Organizativas e
 PHP e formulários WEB;
Metodológicas:
 Manipulação de strings no PHP;
 Utilizar linguagem técnica;
 Arrays;
 Consultar manuais e documentação da
 Funções essenciais no PHP;
ferramenta;
 Manipulação de erros no PHP.
 Ser organizado;
 Ter
relação
 PHP – Avançado:
consciência
ao
meio
prevencionista
ambiente,
segurança no trabalho.
saúde
em
e
 PHP e OO;
 Trabalho com sessões;
 Manipulação
de
imagens
no
PHP;
245
Catálogo de Cursos
 PHP e SML;
 Recebimento e envio de e-mails
com PHP;
 PHP – banco de dados;
 PHP e MySQL;
 PHP e PostgreSQL;
 Criação de uma classe genérica
para manipulação de bancos de
dados;
 A classe HTML.
Escolaridade mínima: ensino fundamental completo;
6. REQUISITOS DE
Idade mínima: 16 anos;
ACESSO
Ter
conhecimentos
equivalentes
ao
curso
de
Informática Avançada.
7. CARGA HORÁRIA
100 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
20 alunos
Tabela 79 – Desenvolvimento web com PHP
246
Catálogo de Cursos
9.11 Design gráfico
1. TÍTULO
DESIGN GRÁFICO
Desenvolver competências relativas ao planejamento
e execução de layout para projetos gráficos e arte
2. COMPETÊNCIA GERAL
final
aplicando
procedimentos
técnicos
de
manipulação de imagens, cores e tipografia.
Desenvolver
as
capacidades
técnicas,
sociais,
organizativas e metodológicas na utilização de
3. OBJETIVO
softwares para criação de logotipos, ilustrações e
tratamento de imagens para layouts de cartazes,
folders, jornais e revistas e mídias digitais.
4. MODALIDADE
Aperfeiçoamento Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
 Fundamentos:
Capacidades Técnicas:
 Operar computadores – plataformas
 Noções de design;
 Fundamentos das cores;
MAC e/ou PC;
 Redesenhar logotipos e ilustrações
 Tipografia básica.
 Photoshop:
vetoriais e bitmaps;
 Identificar o processo de formação de
 Iniciando o photoshop;
 Ferramentas;
cores na síntese aditiva e subtrativa;
 Utilizar aplicativo para manipulação de
 Abrindo e importando imagens;
 Selecionando objetos, áreas e
imagens;
 Utilizar
Conhecimentos
filtros
do
aplicativo
para imagens;
tratamento de imagens;
 Desenvolver projeto visual gráfico.
 Retoques e transformações da
seleção;
 Trabalhando com cores;
Capacidades Sociais, Organizativas e
Metodológicas:
 Editando figuras e objetos;
 Filtros;
 Ter raciocínio lógico;
 Texto;
 Ter atenção a detalhes;
 Organização das camadas;
 Utilizar linguagem técnica;
247
Catálogo de Cursos
 Ter
zelo
com
equipamentos
e
 Salvando e exportando;
 Automação
instrumentos;
de
tarefas
com
 Demonstrar higiene e segurança no ações;
 Arquivos 3D.
trabalho;
 Trabalhar em equipe;
 CorelDraw:
 Manter-se atualizado;
 Iniciando o CorelDraw;
 Manter o local de trabalho limpo e
 Objeto-formas geométricas;
organizado;
 Trabalhando com as ferramentas
 Compartilhar conhecimentos.
de corte e borracha;
 Ferramenta de texto;
 Manipulando figuras geométricas;
 Efeitos especiais em vetorial e
texto;
 Efeitos 3D;
 Vetorização de figuras bitmap;
 Configuração
de
cartões
de
visita;
 Criando uma capa de revista.
Escolaridade mínima: 8º ano do ensino fundamental;
6. REQUISITOS DE
ACESSO
7. CARGA HORÁRIA
Idade mínima: 16 anos;
Ter concluído o curso de Informática Básica.
100 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
15 alunos
Tabela 79 – Design gráfico
248
Catálogo de Cursos
9.12 Editor de projeto visual gráfico
EDITOR DE PROJETO VISUAL GRÁFICO
1. TÍTULO
CÓD. CBO 7661-55
Desenvolver competências relativas ao planejamento
e execução de layout para projetos gráficos e arte
final
2. COMPETÊNCIA GERAL
aplicando
procedimentos
técnicos
de
manipulação
de
imagens,
cores,
tipografia,
diagramação
de
páginas,
ilustração
digital,
técnicas,
sociais,
fechamento de arquivos.
Desenvolver
as
capacidades
organizativas e metodológicas na utilização de
softwares para criação de logotipos, ilustrações e
3. OBJETIVO
tratamento de imagens e diagramação de páginas
para layouts, material gráfico para impressão e
mídias digitais.
4. MODALIDADE
Qualificação Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
 Fundamentos:
Capacidades Técnicas:
 Operar computadores – plataformas
 Noções de design;
 Fundamentos das cores;
MAC e/ou PC;
 Redesenhar logotipos e ilustrações
 Tipografia básica.
 Photoshop:
vetoriais e bitmaps;
 Identificar o processo de formação de
 Iniciando o photoshop;
 Ferramentas;
cores na síntese aditiva e subtrativa;
 Utilizar aplicativo para manipulação de
 Abrindo e importando imagens;
 Selecionando objetos, áreas e
imagens;
 Utilizar
Conhecimentos
filtros
do
aplicativo
para imagens;
tratamento de imagens;
 Desenvolver projeto visual gráfico.
 Retoques e transformações da
seleção;
 Trabalhando com cores;
Capacidades Sociais, Organizativas e
 Editando figuras e objetos;
249
Catálogo de Cursos
 Filtros;
Metodológicas:
 Ter raciocínio lógico;
 Texto;
 Ter atenção a detalhes;
 Organização das camadas;
 Utilizar linguagem técnica;
 Salvando e exportando;
 Ter
zelo
com
equipamentos
e
instrumentos;
 Trabalhar em equipe;
 Manter-se atualizado;
 Automação
de
tarefas
com
ações;
 Arquivos 3D.
 CorelDraw:
 Manter o local de trabalho limpo e
 Iniciando o CorelDraw;
organizado;
 Objeto-formas geométricas;
 Compartilhar conhecimentos.
 Trabalhando com as ferramentas
de corte e borracha;
 Ferramenta de texto;
 Manipulando figuras geométricas;
 Efeitos especiais em vetorial e
texto;
 Efeitos 3D;
 Vetorização de figuras bitmap;
 Configuração
de
cartões
de
visita;
 Criando uma capa de revista.
 Indesign:
 Caixa de ferramentas;
 Documentos;
 Caixas de texto;
 Selecionando texto;
 Tabelas;
 Trabalhando com estilos;
 Cores;
 Imagens;
 Desenhos;
 Criação de arquivos Adobe PDF.
250
Catálogo de Cursos
Escolaridade mínima: ensino médio completo;
6. REQUISITOS DE
Idade mínima: 16 anos;
ACESSO
Ter concluído o curso de Informática Básica.
7. CARGA HORÁRIA
180 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
15 alunos
Tabela 80– Editor de projeto visual gráfico
251
Catálogo de Cursos
9.13 Excel pleno
1. TÍTULO
EXCEL PLENO
Desenvolver
soluções
lógicas
em
planilhas
eletrônicas com fórmulas básicas e avançadas
2. COMPETÊNCIA GERAL
utilizando
cálculos complexos,
de
acordo
com
procedimentos técnicos, normas ambientais e de
saúde e segurança.
Desenvolver
capacidades
técnicas,
sociais,
organizativas e metodológicas para utilizar a planilha
3. OBJETIVO
Excel com os recursos básicos, intermediários e
avançados, atendendo normas técnicas, ambientais,
de saúde e segurança.
4. MODALIDADE
Aperfeiçoamento Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Capacidades Técnicas:
 Identificar o local de cada ferramenta e
comando;
 Identificar a nova estrutura da planilha
eletrônica;
 Identificar o local de cada ferramenta e
suas funções;
 Aplicar as técnicas e recursos de
formatação na planilha eletrônica;
 Aplicar as fórmulas e funções lógicas
na planilha;
 Identificar e aplicar os recursos de
funções de banco de dados;
 Utilizar funções de procura de dados,
vinculação e filtragem de planilha;
 Empregar o uso de tabela dinâmica,
Conhecimentos
 Funções:
 Soma;
 Subtração;
 Multiplicação;
 Divisão;
 Média;
 Mínimo;
 Máximo e SE.
 Funções Financeiras:
 Função VP, VF, PGTO, TAXA.
 Funções Lógicas:
 Função SE;
 SE com duas vertentes;
 Cont.SE;
 SomaSE;
 MediaSE;
gráficos, subtotais e formulários;
252
Catálogo de Cursos
 SEOU.
Capacidades Sociais, Organizativas e
 Funções de Data:
Metodológicas:
 Dia.da.Semana;
 Zelar pelo ambiente de trabalho;
 Dia360;
 Cumprir
procedimentos
 Hoje;
e
 Agora;
técnicos,
normas
de
e
segurança
saúde
no
 Maiúscula e Minúscula.
trabalho;
 Conservar
os
equipamentos
e
 Funções de Banco de Dados:
instrumentos;
 BDSoma;
 Trabalhar em grupo e individualmente;
 BDMin;
 Demonstrar
capacidade
de
 BDMax;
relacionamento interpessoal;
 BDExtrair;
 Ser organizado.
 BDContara.
 Funções Estatísticas:
 Ferramenta
de
análise
amostragem;
 Classificação
crescente
e
decrescente;
 Formatação condicional;
 PROCV;
 PROCH;
 Tabela dinâmica;
 Subtotais;
 Vínculo de planilhas;
 Filtros;
 Gráficos personalizados;
 Proteção de células, planilhas e
pastas;
 Comentários;
 Área de transferência;
 Formulário.
253
Catálogo de Cursos
6. REQUISITOS DE
ACESSO
7. CARGA HORÁRIA
Escolaridade mínima: ensino fundamental completo;
Idade mínima: 16 anos.
60 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
20 alunos
Tabela 81– Excel pleno
254
Catálogo de Cursos
9.14 Gerenciamento e virtualização de servidores
GERENCIAMENTO E VIRTUALIZAÇÃO DE
1. TÍTULO
SERVIDORES
1.1 Instalar e configurar servidores Linux e Windows
Server.
Unidade de Competência.
2.1 Desenvolver
como:
soluções
compartilhamento
utilizando
de
ferramentas
arquivos;
servidor
DHCP; firewall; gerenciamento de contas e usuários.
Elemento de Competência.
2. COMPETÊNCIA GERAL
3.1 Desenvolver projetos de baixa complexidade
fornecendo uma visão geral na utilização das
ferramentas;
3.2 Desenvolver a utilização de comandos e dição e
criação de soluções na área de infraestrutura de
redes de computadores;
3.3 Aprimorar habilidades de utilização para tornar os
projetos da infraestrutura de redes de computadores
mais atrativos aos clientes.
Capacitar profissionais para configurar e gerenciar
2 OBJETIVO
servidores Linux e Windows Server.
3 MODALIDADE
Aperfeiçoamento Profissional
4 CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Conhecimentos
 Servidor Windows Server:
Capacidades Técnicas:
 Definir o sistema operacional mais
 Novidades do Windows Server
adequado às aplicações novas ou já 2012;
 Requisitos
existentes;
 Descrever
os
componentes
 Identificar a função e características
para
a
de instalação;
hardware e software que compõe as
especificações de um servidor;
básicos
 Instalando o Windows Server
2012;
 Configurando o Windows Server
255
Catálogo de Cursos
dos componentes de hardware e software
 Contas de usuário;
da especificação de um servidor;
 Aplicar
solução
2012;
proposta
para
 Servidor de arquivos;
resolução de problemas dos serviços de
 Criando cotas;
rede;
 Compartilhamento de pastas e
 Identificar os tipos de aplicativos a unidades;
 Permissões
serem utilizados para acesso à rede;
de
 Fazer partição de disco de acordo com compartilhamento;
 Serviço de impressão;
o sistema de arquivos;
 Instalar e configurar sistema de código
aberto e proprietário;
 Adicionando
impressoras
de
rede;
 Configurar o sistema operacional de
 Compartilhamento
de
rede de acordo com as especificações impressora;
estabelecidas na documentação da rede
 Adicionar e remover servidores
(usuários, grupos, cotas, acessos, politicas de impressão;
de segurança, etc);
 Segurança;
 Configurar
os
protocolos
de
 Firewall
do
Windows
com
comunicação que atendam os requisitos de segurança avançada;
acesso à rede;
 Controle de conta de usuário;
 Definir
a
aplicação
do
sistema
operacional e suas funcionalidades em uma
rede de computador;
de
sistemas
 Servidor Linux:
 Instalação do Debian;
 Utilizar e configurar ferramentas de
virtualização
 Gerenciador de autorização.
operacionais
visando a otimização de recursos de
hardware.
 Download da instalação;
 Servidor samba;
 Configurando
o
samba
manualmente;
 Compartilhamento
Capacidades Sociais, Organizativas e
Metodológicas:
 Atuar em equipe cooperando com os
integrantes e demonstrando autocontrole,
postura critica e comportamento ético;
 Analisar opções e tomar decisão na re-
manual
no
samba;
 Swat;
 Cadastrando usuários;
 Configurando
os
parâmetros
globais;
256
Catálogo de Cursos
solução
de
problemas
que
afetam
 Configurando compartilhamentos;
atividades sob sua responsabilidade ou que
 FTP – transferência de arquivos;
lhe são delegadas;
 Impressão com o CUPS;
 Demonstrar
ações
inovadoras,
 Instalando o CUPS;
atualizando-se continuamente e adaptando-
 Instalando a impressora no Linux;
se
 Instalando
às
mudanças
tecnológicas,
a
impressora
em
organizativas, profissionais e socioculturais clientes com o Windows;
que
incidem
nas
suas
atividades
 Compartilhando a conexão de
profissionais;
internet;
 Demonstrara
visão
sistêmica
e
 Criando um servidor DHCP.
coordenada de todas as fases do processo,
considerando conjuntamente os aspectos
técnicos,
organizativos,
econômicos
e
humanos envolvidos;
 Demonstrar
coordenação
desenvolvimento
do
planejamento
no
das
atividades em grupo;
 Respeitar
e
procedimentos
fazer
técnicos,
respeitar
a
os
legislação
especifica de saúde, segurança e meio
ambiente.
5 REQUISITOS DE
ACESSO
Escolaridade mínima: ensino fundamental completo;
Idade mínima: 16 anos.
6 CARGA HORÁRIA
60 horas
7 Nº DE ALUNOS POR
TURMA
Até 20 alunos
Tabela 82 – Gerenciamento e virtualização de servidores
257
Catálogo de Cursos
9.15 Informática avançada
1. TÍTULO
INFORMÁTICA AVANÇADA
Aprimorar
os
conhecimentos
dos
sistemas
operacionais, aplicativos e periféricos na organização
de dados em sistemas computacionais, conforme
2. COMPETÊNCIA GERAL
procedimentos técnicos de qualidade, às normas e
políticas de segurança da informação e de respeito à
propriedade intelectual.
Desenvolver
organizativas
capacidades
e
técnicas,
metodológicas,
sociais,
aprimorando
os
conhecimentos dos sistemas operacionais, conforme
3. OBJETIVO
procedimentos técnicos de qualidade, às normas e
políticas de segurança da informação e de respeito à
propriedade intelectual.
4. MODALIDADE
Aperfeiçoamento Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Capacidades Técnicas:
 Interagir com o sistema operacional,
reconhecendo suas funcionalidades;
 Utilizar funções básicas do sistema
operacional;
Conhecimentos
 Sistema Operacional:
 Conhecer
e
explorar
novos
layouts do sistema operacional.
 Editor de Texto:
 Conhecer a nova estrutura do
 Identificar e explorar novos layouts e editor de texto;
ferramentas do sistema operacional;
 Utilizar aplicativos básicos do sistema;
 Identificar a nova estrutura do editor de
texto;
 Identificar o local de cada ferramenta e
suas funções;
 Identificar
o
local
de
cada
ferramenta e comando;
 Compreender o uso de novas
ferramentas.
 Planilha Eletrônica:
 Conhecer a nova estrutura da
 Aplicar as técnicas e recursos de planilha eletrônica;
formatação no editor de texto;
 Identificar e empregar os recursos de
 Identificar
o
local
de
cada
ferramenta e comando;
258
Catálogo de Cursos
 Compreender o uso de novas
ilustrações;
 Aplicar as técnicas de paginação, ferramentas.
cabeçalho/rodapé e formatação nas normas
 Planilha Eletrônica - Avançado:
 Funções: soma, média, mínimo,
ABNT;
 Identificar e utilizar os recursos de mala máximo e SE;
direta, hyperlink e modelos de documento
oficial;
 Funções
financeiras:
função
VP, VF, PGTO, TAXA;
 Aplicar recursos de extensão, proteção
e conversão de documentos.
 Funções lógicas: função SE, SE
com
duas
vertentes,
Cont.SE,
 Identificar o local de cada ferramenta e SomaSE, MediaSE, SEOU;
 Funções
comando;
de
data:
 Identificar a nova estrutura da planilha Dia.da.Semana, Dia360, Hoje, Agora,
eletrônica;
Maiúscula e Minúscula;
 Identificar o local de cada ferramenta e
suas funções;
 Funções de banco de dados:
BDSoma, BDMin, BDMax, BDExtrair,
 Aplicar as técnicas e recursos de BDContara;
 Classificação
formatação na planilha eletrônica;
crescente
e
 Aplicar as fórmulas e funções lógicas decrescente;
 Formatação condicional;
na planilha;
 Identificar e aplicar os recursos de
 PROCV;
 PROCH;
funções de banco de dados;
 Utilizar funções de procura de dados,
 Tabela dinâmica;
 Subtotais;
vinculação e filtragem de planilha;
 Empregar o uso de tabela dinâmica,
 Vínculo de planilhas;
 Filtros;
gráficos, subtotais e formulários.
 Gráficos personalizados;
Capacidades Sociais, Organizativas e
Metodológicas:
pastas;
 Zelar pelo ambiente de trabalho;
 Ter
consciência
prevencionista
 Proteção de células, planilhas e
 Comentários;
em
relação à saúde, à segurança e ao meio
ambiente;
 Área de transferência;
 Formulário.
 Editor de Texto – Avançado:
 Conservar os equipamentos e instrumen259
Catálogo de Cursos
 Formatação,
tos;
 Trabalhar em grupo e individualmente;
visualização,
 Manter relacionamentos interpessoais;
tabelas e imagem;
configuração,
parágrafos,
colunas,
 Estilos e formatação;
 Ser organizado.
 Quebras;
 Índice, remissivo, ilustrações;
 Personalizar barra de acesso
rápido;
 Formulários;
 Ferramentas de tabela (layout e
design);
 Notas de rodapé;
 Folha de rosto;
 Ferramenta equação;
 Cabeçalho
e
rodapé
(propriedades avançadas);
 Mala direta;
 Hiperlink;
 Modelos de documentos;
 Criação de PDF;
 Converter;
 Proteger documento.
Escolaridade mínima: 7º ano do ensino fundamental;
6. REQUISITOS DE
ACESSO
Idade mínima: 16 anos;
Ter concluído o curso de Informática Básica, até 6
(seis) meses antes do início do curso.
7. CARGA HORÁRIA
100 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
20 alunos
Tabela 83 – Informática avançada
260
Catálogo de Cursos
9.16 Informática básica
1. TÍTULO
INFORMÁTICA BÁSICA
Utilizar
sistemas
operacionais,
aplicativos
e
periféricos na organização de dados e sistema
computacionais, pacote Office e internet, conforme
2. COMPETÊNCIA GERAL
procedimentos técnicos de qualidade, às normas e
politicas de segurança da informação e de respeito à
propriedade intelectual.
Desenvolver
capacidades
técnicas,
sociais,
organizativas e metodológicas na identificação e
utilização de ferramentas, utilizando pacote Office e
3. OBJETIVO
internet,
conforme
procedimentos
técnicos
de
qualidade, às normas e políticas de segurança da
informação e de respeito à propriedade intelectual.
4. MODALIDADE
Aperfeiçoamento Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Capacidades Técnicas:
 Conceituar e identificar a diferença
 Reconhecer unidades de medidas e os
 Hardware e software;
 Unidades de média;
 Termos técnicos.
termos técnicos;
 Trabalhar com interface gráfica do
 Sistema Operacional:
 Interface gráfica;
sistema operacional;
 Executar a configuração do ambiente
de trabalho;
 Gerenciamento de arquivos e
pastas;
 Desenvolver
apresentações
documentos,
e
planilhas
configuração
e
 Configurar
mouse,
teclado,
eletrônicas, data/hora e vídeo;
formatação
apropriada;
 Utilizar recursos e ferramentas da
Internet;
 Conceitos de Informática:
 Dispositivos;
entre hardware e software;
aplicando
Conhecimentos
 Área de transferência;
 Aplicativos;
 Gravação de dados.
 Editor de Texto:
261
Catálogo de Cursos
 Organizar as informações em arquivos
 Visão geral;
 Inserindo texto;
e pastas.
 Formatação de texto;
 Formatação de página;
Capacidades Sociais, Organizativas e
 Visualização,
Metodológicas:
 Planejar e organizar o próprio trabalho;
localização,
substituir e corrigir textos;
 Demonstrar capacidade de interpretação;
 Adicionar imagens, marcadores,
 Demonstrar zelo pela aparência pessoal cabeçalho e rodapé;
 Numeração,
e pelo ambiente de trabalho;
 Ter
consciência
prevencionista
bordas,
em sombreamento, colunas e tabelas.
relação à saúde, à segurança e ao meio
 Planilha Eletrônica:
ambiente;
 Visão geral;
 Trabalhar em grupo;
 Manipulando células, linhas ou
 Manter relacionamentos interpessoais;
 Conservar
instrumentos.
os
equipamentos
colunas;
e
 Gráficos;
 Comentários;
 Classificar dados;
 Filtrar dados;
 Tabela dinâmica;
 Fórmulas e funções;
 Soma, subtração, multiplicação,
divisão,
media,
SE,
máximo
e
mínimo.
 Ferramentas de Internet:
 História da internet;
 Segurança;
 Comunicação.
 Apresentação Eletrônica:
 Criar,
editar,
formatar
e
personalizar slides;
 Organizar, usar formas, animar,
testar intervalos de tempo;
262
Catálogo de Cursos
 Visualizar apresentações.
6. REQUISITOS DE
ACESSO
7. CARGA HORÁRIA
Escolaridade mínima: 7º ano do ensino fundamental;
Idade mínima: 16 anos.
100 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
20 alunos
Tabela 84 – Informática básica
263
Catálogo de Cursos
9.17 Informática básica – Windows e Office
INFORMÁTICA BÁSICA – WINDOWS E OFFICE
1. TÍTULO
Atualizar
os
conhecimentos
dos
sistemas
operacionais, aplicativos e periféricos na organização
de dados em sistemas computacionais e pacote
2. COMPETÊNCIA GERAL
Office,
conforme
procedimentos
técnicos
de
qualidade, às normas e políticas de segurança da
informação e de respeito à propriedade intelectual.
Desenvolver
capacidades
técnicas,
sociais,
organizativas e metodológicas na identificação e
utilização
3. OBJETIVO
de
ferramentas,
utilizando
sistema
operacional Windows e pacote Office, conforme
procedimentos técnicos de qualidade, às normas e
políticas de segurança da informação e de respeito à
propriedade intelectual.
4. MODALIDADE
Aperfeiçoamento Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Capacidades Técnicas:
 Conceituar e identificar a diferença
 Conceitos de Informática:
 Hardware e software;
 Dispositivos;
entre hardware e software;
 Reconhecer unidades de medidas e os
 Unidades de média;
 Termos técnicos.
termos técnicos;
 Trabalhar com interface gráfica do
 Sistema Operacional:
 Interface gráfica;
sistema operacional;
 Executar a configuração do ambiente
de trabalho;
 Gerenciamento de arquivos e
pastas;
 Organizar as informações em arquivos
e pastas;
 Configurar
mouse,
teclado,
data/hora e vídeo;
 Desenvolver
apresentações
Conhecimentos
documentos,
e
planilhas
eletrônicas,
aplicando configuração e formatação apro-
 Área de transferência;
 Aplicativos;
 Gravação de dados.
264
Catálogo de Cursos
 Editor de Texto:
priada.
 Visão geral;
 Inserindo texto;
Capacidades Sociais, Organizativas e
 Formatação de texto;
Metodológicas:
 Planejar e organizar o próprio trabalho;
 Formatação de página;
 Demonstrar capacidade de interpretação;
 Visualização,
localização,
 Demonstrar zelo pela aparência pessoal substituir e corrigir textos;
 Adicionar imagens, marcadores,
e pelo ambiente de trabalho;
 Ter
consciência
prevencionista
em cabeçalho e rodapé;
relação à saúde, à segurança e ao meio
 Numeração,
bordas,
ambiente;
sombreamento, colunas e tabelas.
 Trabalhar em grupo;
 Planilha Eletrônica:
 Manter relacionamentos interpessoais;
 Conservar
instrumentos.
os
equipamentos
 Visão geral;
e
 Manipulando células, linhas ou
colunas;
 Gráficos;
 Comentários;
 Classificar dados;
 Filtrar dados;
 Tabela dinâmica;
 Fórmulas e funções;
 Soma, subtração, multiplicação,
divisão,
media,
SE,
máximo
e
mínimo.
 Apresentação Eletrônica:
 Criar,
editar,
formatar
e
personalizar slides;
 Organizar, usar formas, animar,
testar intervalos de tempo;
 Visualizar apresentações.
265
Catálogo de Cursos
6. REQUISITOS DE
ACESSO
Escolaridade mínima: 7º ano do ensino fundamental;
Idade mínima: 16 anos.
7. CARGA HORÁRIA
80 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
20 alunos
Tabela 85 – Informática básica – Windows e Office
266
Catálogo de Cursos
9.18 Informática para maturidade
1. TÍTULO
INFORMÁTICA PARA MATURIDADE
Utilizar
sistemas
operacionais,
aplicativos
e
periféricos na organização de dados em sistemas
2. COMPETÊNCIA GERAL
computacionais, conforme procedimentos técnicos de
qualidade, normas e políticas de segurança da
informação e de respeito à propriedade intelectual.
Desenvolver
capacidades
técnicas,
sociais,
organizativas e metodológicas na identificação e
utilização
3. OBJETIVO
de
ferramentas
dos
sistemas
computacionais, conforme procedimentos técnicos de
qualidade, às normas e políticas de segurança da
informação e de respeito à propriedade intelectual.
4. MODALIDADE
Aperfeiçoamento Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Capacidades Técnicas:
 Conceituar e identificar a diferença
entre hardware e software;
 Reconhecer o computador e suas
funcionalidades;
 Trabalhar com interface gráfica do
sistema operacional;
 Executar a configuração do ambiente
de trabalho;
Conhecimentos
 Terminologia Básica:
 O que é um computador;
 Conceitos principais;
 Tarefas básicas.
 Sistema Operacional:
 Conhecendo
os
principais
recursos do sistema.
 Ligando o Computador:
 Desenvolvimento
da
 Organizar as informações em arquivos coordenação para uso do mouse;
e pastas;
 Desenvolvimento
da
 Desenvolver documentos no editor de coordenação para uso do teclado;
texto aplicando configuração e formatação
apropriada.
 Manipulação
arquivos
e
de
músicas
e
diretórios;
 Visualização
Capacidades Sociais, Organizativas e
de
vídeos.
267
Catálogo de Cursos
Metodológicas:
 Planejar e organizar o próprio trabalho;
 Zelar pelo ambiente de trabalho;
 Trabalhar em grupo;
os
de
Pesquisa
do
Windows:
 Gerenciamento de arquivos e
pastas;
 Manter relacionamentos interpessoais;
 Conservar
 Recursos
equipamentos
 Movendo
/
copiando
/
e renomeando arquivos.
 Conhecendo e Explorando o
instrumentos.
Microsoft Word:
 Edição e formatação de textos;
 Salvando e abrindo arquivos;
 Trabalhando com ilustrações
 Visualização
e
edição
de
imagens;
 Gravação em pen drives e CDs.
 Utilização
da
Internet
e
Navegadores:
 Ferramentas de busca, contas de
e-mail e chat;
 Gravação
de
documentos
na
internet.
6. REQUISITOS DE
Escolaridade mínima: 8º ano do ensino fundamental;
ACESSO
Idade mínima: 40 anos.
7. CARGA HORÁRIA
60 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
20 alunos
Tabela 86 – Informática para maturidade
268
Catálogo de Cursos
9.19 Instalador e reparador de redes de computadores
INSTALADOR E REPARADOR DE REDES DE
1. TÍTULO
COMPUTADORES
CÓD. CBO 7321-30
Instalar e manter infraestrutura física, sistemas
operacionais, cliente e equipamentos ativos de rede,
2. COMPETÊNCIA GERAL
aplicando normas técnicas, de qualidade, de saúde e
segurança do trabalho e de preservação ambiental.
Desenvolver
capacidades
técnicas,
sociais,
organizativas e metodológicas para instalar e manter
infraestrutura física, sistemas operacionais, cliente e
3. OBJETIVO
equipamentos ativos de rede, aplicando normas
técnicas, de qualidade, de saúde e segurança do
trabalho e de preservação ambiental.
4. MODALIDADE
Qualificação Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Conhecimentos
 Integração
Capacidades Técnicas:
 Elaborar planilha de custos;
e
Orientação
Profissional:
 Elaborar cronograma de atividades;
 Carreiras emergentes;
 Emitir relatórios e propostas técnicas;
 Critérios
 Fundamentar
empreendedorismo
a
estratégias
de
 Qualidade de vida profissional;
 Noções de etiqueta profissional;
negócio;
 Reconhecer
empreendedorismo
tipos
para
de
utilização
 Dicas
para
o
 Informações sobre o mercado de
 Interpretar textos e manuais técnicos
trabalho,
 Interpretar textos de normas técnicas;
profissionalizantes.
 Utilizar
 Empreendedorismo:
umidade;
equipamentos
elétricas,
sucesso
na profissional;
estratégia de negócio;
grandezas
escolha
de profissional;
conceitos
para
para
para
medir
temperatura
e
cursos
e
estágios
 Conceito;
 Tipos de empreendedorismos (de
269
Catálogo de Cursos
 Identificar a simbologia utilizada no negócio,
intraempreendedorismo
projeto físico de acordo com as normas de social);
 Empreendedorismo: parcerias e
cabeamento estruturado;
 Interpretar projeto ou documentação de estratégias de negócio.
rede
para
diagnosticar
problemas
na
-
 Interpretar os sintomas de falhas na
infraestrutura de cabeamento estruturado;
 Analisar memorial descritivo do projeto
técnicas
para
 Tipos de corrente (CC e CA);
 Tensão;
 Potência;
prevenir
as
 Resistência;
interferências elétricas e óticas previstas
 Capacitância;
nas normas de cabeamento estruturado;
 Indutância;
 Utilizar equipamentos de certificação
e
fazer
uso
de
equipamentos e ferramentas específicas a
serem utilizadas na execução do projeto de
cabeamento estruturado;
utilizadas
no
projeto
de
cabeamento estruturado;
 Analisar
e
identificar
e
registrar
adequadas dos ambientes de instalação
dos ativos e passivos de redes de acordo
com as normas de cabeamento estruturado;
as
 Conceitos de Eletrônica:
 Eletrônica digital (bit, byte, portas
 Sistemas de numeração;
 Tipos
e
funcionamento
de
transformadores e estabilizadores;
mediante relatório técnico, as condições
 Identificar
 Uso do multímetro.
lógicas);
 Distinguir os tipos de cabos, metálicos
óticos,
 Impedância;
 Lei de Ohms;
do cabeamento estruturado;
e
de
 Frequência;
de cabeamento estruturado;
 Relacionar
Conceitos
Eletricidade:
infraestrutura de rede;
 Utilizar
 Eletrônica
especificações
dos
diferentes tipos de cabos;
 Nobreak e geradores.
 Grandezas Físicas:
 Temperatura, umidade.
 Cabeamento Estruturado:
 Desenho técnico;
 Normalização
14565
v2007,
 Seguir orientações do controle de sistemas
acesso físico ao ambiente de instalação dos estruturado);
equipamentos de rede;
(normas
ISO
de
e
ABNT
ANSI/TIA,
cabeamento
 Meios de transmissão;
 Resolver e registrar o problema na in270
Catálogo de Cursos
 Transmissão
fraestrutura física de rede;
por
cabeamento
 Utilizar os conceitos e funcionalidades metálico;
dos protocolos de redes de computadores;
 Técnicas e práticas de instalação
 Executar testes de conectividade física para cabos UTP;
 Certificação;
e lógica, através de utilitários (ping);
 Reconhecer a função e características
dos componentes de hardware de um
microcomputador;
 Interferência
eletromagnética
(EMI);
 Utilizar dispositivos e ferramentas de
proteção
 Conexões metálicas;
individual
contra
descarga
 Aterramento e proteção elétrica.
 Fundamentos de Fibra Ótica:
eletrostática para efetuar as modificações
 Transmissão ótica;
(upgrade)
 Mídia ótica;
no
hardware
dos
microcomputadores;
 Conexões óticas;
 Realizar atualizações na BIOS de
microcomputadores;
 Emendas
e
conectorizações
óticas;
 Realizar modificações (upgrade) nos
hardwares dos microcomputadores;
 Equipamentos
para
emendas
e
e
ferramentas
conectorizações
 Realizar atualizações de drivers de óticas;
acordo com a recomendação do fabricante;
 Testes para redes óticas;
 Utilizar ferramentas de identificação de
hardware e software;
 Telefonia;
 Utilizar ferramentas de hardware ou
software para detecção de falhas ou
anomalias
dos
providenciando
microcomputadores,
sua
correção
quando
aplicável;
 Informar
funcionamento
 Segurança no trabalho.
 Instalação de Redes Locais:
 Rede de computadores;
 Tipos e funções dos ativos de
rede;
os
usuários
dos
do
recursos
de
correto
rede,
programas aplicativos e equipamentos;
 Fazer uso de ferramentas de acesso
remoto como forma de suporte ao usuário;
 Consultar
 Certificações;
junto
ao
fabricante
do
 Topologia lógica de rede;
 Materiais de fixação dos ativos;
 Conexões físicas de rede;
 Configuração de endereçamento
IP no equipamento de acesso a rede;
 Protocolos de rede e suas fun-
sistema operacional e aplicativos os requi271
Catálogo de Cursos
sitos mínimos de hardware para sua cionalidades:
instalação;
ICMP,
IP,
DNS,
DHCP;
 Adotar
conceitos
de
sistemas
operacionais;
 Protocolos de aplicação: FTP,
TFTP, Telnet e SSH;
 Utilizar técnicas de particionamento de
 Testes de rede: ping.
disco com base no sistema operacional
 Manutenção de Computadores -
desktop adotado;
Arquitetura de Computadores:
 Selecionar
o
sistema
de
arquivos
apropriado ao sistema operacional desktop;
 Instalar o sistema operacional desktop;
 História
e
evolução
dos
computadores;
 Estrutura e componentes dos
 Verificar o correto funcionamento do microcomputadores;
 Processadores;
sistema operacional e aplicativos;
 Utilizar procedimentos e utilitários do
sistema operacional para sua otimização;
 Interpretar
falhas
em
sistemas
 Memórias;
 Placas mãe;
 Barramentos;
operacionais desktop e aplicativos através
 Fontes de alimentação;
de depoimentos dos usuários;
 Unidades de armazenamento;
 Atualizar
operacionais
 Interfaces.
desktops e aplicativos com base nas
 Montagem:
sistemas
recomendações do fabricante;
 Personalizar e/ou atualizar sistemas
operacionais
desktop
e
 Técnicas de montagem;
 Configuração e atualização do
aplicativos
de Bios;
acordo com os padrões definidos na
 Atualização de componentes;
documentação de rede;
 Utilizar protocolos de aplicação para
transferência de arquivos e acesso remoto.
 Detecção de falhas;
 Ferramentas de diagnóstico para
hardware e software.
 Instalação
Capacidades Sociais, Organizativas e
Metodológicas:
de
Operacionais
Sistemas
Desktop
e
Aplicativos:
 Participar de grupos de trabalho;
 Tipos de sistemas operacionais;
 Comunicar-se e interagir com colegas e
 Instalação
professores;
do
sistema
operacional desktop;
 Atuar de acordo com o sistema de ges272
Catálogo de Cursos
tão da qualidade;
 Sistemas de arquivos;
 Demonstrar atitude proativa;
 Técnicas de particionamento;
 Demonstrar organização;
 Instalação
 Responsabilizar-se
dos equipamentos.
pela
de
aplicativos:
conservação antivírus, aplicativos para escritório;
 Configuração
de
antivírus
e
antispyware;
 Configuração de firewall local;
 Instalação de drivers;
 Instalação
de
periféricos:
Impressora, escâner;
 Comandos básicos (prompt de
comando);
 Atualização do SO, drivers e
aplicativos;
 Permissões
de
acesso
em
softwares;
 Contas de usuários locais.
 Ferramentas Administrativas:
 Planilha de custos;
 Planilha eletrônica;
 Receitas;
 Despesas;
 Resultado;
 Cronograma de atividades;
 Administração do tempo;
 Aplicativos de escritório;
 Relatórios e propostas;
 Redação comercial;
 Aplicativos de escritório.
6. REQUISITOS DE
ACESSO
Escolaridade mínima: ensino fundamental completo;
Idade mínima: 16 anos;
273
Catálogo de Cursos
Ter concluído o curso de Informática Avançada e
conhecimento de hardware.
7. CARGA HORÁRIA
220 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
20 alunos
Tabela 87 – Instalador e reparador de redes de computadores
274
Catálogo de Cursos
9.20 Manutenção de projetores multimídia – data show
MANUTENÇÃO DE PROJETORES MULTIMÍDIA –
1. TÍTULO
DATA SHOW
Realizar manutenção e consertos em periféricos,
2. COMPETÊNCIA GERAL
aplicando normas técnicas, de qualidade, de saúde e
segurança do trabalho e de preservação ambiental.
Desenvolver
organizativas
3. OBJETIVO
capacidades
e
técnicas,
metodológicas
sociais,
para
a
operacionalização e conserto de projetor multimídia e
data show.
4. MODALIDADE
Aperfeiçoamento Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Conhecimentos
 O que é um projetor;
Capacidades Técnicas:
 Operar projetores multimídia;
 Resolução;
 Diagnosticar defeitos;
 Brilho;
 Substituir periféricos internos;
 O que é ANSI LUMENS?;
 Montar
 Tecnologia de projeção;
e
desmontar
periféricos
 Projeção CRT;
internos;
 Reconhecer
terminologia
técnica
aplicável à área de ocupação;
 Ler e interpretar textos técnicos para
 Projeção LCD;
 Projeção DLP;
 Projeção LCOS;
execução de processos operacionais de
 Comparação – LCD com DLP;
montagem, instalação e manutenção de
 Tecnologia 3LCD by EPSON;
projetores multimídia.
 Estrutura do projetor 3LCD;
 Compressão de imagem;
Capacidades Sociais, Organizativas e
Metodológicas:
 Tecnologia da lâmpada;
 Relação de consumo entre as
 Interagir com a equipe na manipulação tecnologias;
 Ajustes;
de ferramentas e recursos de informática;
 Demonstrar senso de organização no
ambiente de trabalho;
 Diferenças de projetos home e
comercial;
275
Catálogo de Cursos
 Demonstrar visão sistêmica;
 Mecanismos ópticos;
 Respeitar a legislação especifica de
 Diagrama em bloco do mecanismo
saúde, segurança e meio ambiente;
óptico;
 Analisar opções e tomar decisões.
 Unidade interna da lâmpada;
 Conjunto da placa-mãe;
 Unidade ballast;
 Alto falantes;
 Controle de temperatura;
 Conectores da PCI MA.
6. REQUISITOS DE
ACESSO
7. CARGA HORÁRIA
Escolaridade mínima: 8º ano do ensino fundamental;
Idade mínima: 16 anos.
40 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
15 alunos
Tabela 88 – Manutenção de projetores multimídia – data show
276
Catálogo de Cursos
9.21 Maquete eletrônica
1. TÍTULO
MAQUETE ELETRÔNICA
Desenvolver
e
interpretar
projetos,
executando
atividades no processo de maquete eletrônica, em
2. COMPETÊNCIA GERAL
conformidade com as normas técnicas específicas e
assegurando a qualidade, segurança e respeito ao
meio ambiente.
Desenvolver
capacidades
organizativas
e
técnicas,
metodológicas
para
sociais,
executar
atividades no processo de maquete eletrônica,
3. OBJETIVO
desenvolvimento
de
projetos
arquitetônicos,
decoração, e outros softwares em 3D, de acordo com
as normas específicas e procedimentos de qualidade
e segurança do trabalho.
4. MODALIDADE
Aperfeiçoamento Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Capacidades Técnicas:
 Aplicar comandos de software 3D para
desenvolvimento de desenho técnico;
 Posicionar o desenho na área gráfica
por meio de coordenadas;
Conhecimentos
 Geometria em 2D;
 Geometria em 3D;
 Criar superfícies com linhas 3D;
 Mover entidades;
 Manter alinhamento coplanar;
 Desenvolver desenhos de elementos
 Conectar e gerar formas;
geométricos utilizando coordenadas, de
 Travar uma interferência;
acordo com a função do comando e a
 Simetria do modelo;
especificidade do desenho;
 Criar uma multiplicação;
 Criar layers de acordo com a cor, o tipo
e a espessura da linha a ser representada;
 Aplicar comandos de visualização e de
deslocamento do desenho na tela;
 Utilizar editor de textos;
 Aplicar materiais;
 Criar texto 3D;
 Importar arquivos CAD;
 Uso de styles;
 Exportação do modelo para outros
 Criar o estilo do texto em função do tipo formatos;
277
Catálogo de Cursos
 Imprimindo em escala;
de desenho a ser representado;
 Configurar cotas em função do tipo de
 Renderização.
desenho a ser representado;
 Cotar o desenho de acordo com os
padrões estabelecidos;
 Aplicar ferramentas de desenho e de
modificação, de acordo com o projeto a ser
elaborado;
 Aplicar comando de preenchimento de
área,
de
acordo
com
o
material
especificado;
 Configurar a página de desenho a ser
impressa, determinando a impressora, o
formato e a orientação do papel e a tabela
de estilos;
 Criar
bibliotecas
tendo
e
vista
a
otimização do trabalho;
 Inserir bibliotecas tendo em vista a
otimização do trabalho;
 Desenhar
projetos
de
edificação
utilizando softwares, de acordo com as
recomendações técnicas.
Capacidades Sociais, Organizativas e
Metodológicas:
 Desenvolver consciência preventiva em
relação
à
saúde,
segurança
e
meio
ambiente;
 Trabalhar em equipe;
 Demonstrar organização;
 Ser detalhista;
 Manter relacionamento interpessoal;
 Ter visão sistêmica;
278
Catálogo de Cursos
 Ser analítico;
 Ser responsável.
Escolaridade mínima: 9º ano do ensino fundamental;
6. REQUISITOS DE
ACESSO
Idade mínima: 16 anos;
Ter
conhecimentos
equivalentes
ao
curso
de
Informática Básica.
7. CARGA HORÁRIA
60 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
20 alunos
Tabela 89 – Maquete eletrônica
279
Catálogo de Cursos
9.22 Montador e reparador de computadores
MONTADOR E REPARADOR DE
1. TÍTULO
COMPUTADORES
CÓD. CBO 7311-10
Executar
a
montagem
e
manutenção
de
computadores e a instalação e configuração de
2. COMPETÊNCIA GERAL
periféricos, aplicando normas técnicas, de qualidade,
de saúde e segurança do trabalho e de preservação
ambiental.
Desenvolver
capacidades
técnicas,
sociais,
organizativas e metodológicas para executar serviços
3. OBJETIVO
de montagem e manutenção em computadores e
periféricos.
4. MODALIDADE
Qualificação Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Conhecimentos
 Integração
Capacidades Técnicas:
e
Orientação
 Reconhecer a nomenclatura básica de Profissional:
 Trabalho
hardware;
 Reconhecer
hardware,
tipos
as
funcionalidades
de
conectores
em
de profissionalismo
equipe,
e
qualidade,
no
ambiente
e cooperação;
 Excelência
procedimento de detecção de defeitos;
 Definir as características e o uso das organizacional;
 Profissionalismo
ferramentas de instalação;
e
 Reconhecer os fundamentos básicos empregabilidade.
 Fundamentos de Eletricidade:
de software;
 Compreender
procedimentos
de
 Conceitos de eletricidade;
instalação, remoção, e atualização de
 Riscos elétricos;
software;
 Descargas
eletrostáticas
 Compreender conceitos de rede de (electrostatic discharge-ESD);
computadores;
 Compreender a forma como diversos
 Segurança do trabalho;
 Meio ambiente.
280
Catálogo de Cursos
componentes
de
um
computador
organizados
e
determinar
são
 Informática
Básica
aspectos Documentação Técnica:
relacionados à qualidade, ao desempenho
 Sistema operacional;
e à aplicação para a qual o computador vai
 Processamento de texto;
ser orientado;
 Internet.
 Montar
de
forma
e
correta
um
computador;
 Qualidade,
Terminologia
de
Hardware e Software:
 Realizar um planejamento adequado
 Conceitos
de manutenção para os computadores;
 Reconhecer
as
características
 História do hardware;
de
periféricos,
de softwares e rede.
instalação, configuração e manutenção de
 Arquitetura
periféricos;
Computador:
 Reconhecer e aplicar os conceitos
e
Montagem
de
 Arquitetura de computadores;
 Montagem de computadores.
básicos de redes;
 Reconhecer métodos de prevenção a
danos aos dados dos clientes;
 Manutenção
de
Hardware
e
Software:
 Assegurar a proteção de informações;
 Conserto de placa mãe;
 Reconhecer softwares para diferentes
 Motherboards (placa mãe);
 Microprocessadores;
tipos de tarefas;
 Compreender conceitos básicos de
 Memórias;
 Chipset;
eletrônica.
 Controladores de vídeo;
Capacidades Sociais, Organizativas e
 Fonte de alimentação ATX;
Metodológicas:
 Softwares e placa de diagnóstico;
 Planejar e organizar o próprio trabalho;
 Configurando a SETUP;
 Organizar equipamentos, ferramentas e
 BIOS
instrumentos;
nas ações e nas relações profissionais;
espirito
colaborativo
atividades coletivas;
 Ter
senso
basic
input
output
system;
 Demonstrar atitudes e posturas éticas
 Demonstrar
–
de
 Instalação do Windows, Linux e
dual
boot,
dos
em periféricos;
 Instalação
responsabilidade
configuração
de
programas
e utilitários;
prioridade;
281
Catálogo de Cursos
 Aplicar os princípios e normas de saúde
 Manutenção
preventiva
e
e segurança do trabalho e preservação corretiva;
 Monitores:
ambiental;
 Aplicar
normas
e
funcionamento,
procedimentos cuidados e conservação;
 Impressoras: conceitos básicos
técnicos;
 Aplicar normas e políticas de segurança de funcionamento, limpeza, detalhes
da informação;
de
instalação,
cuidados
 Ter postura proativa e inovadora.
conservação (jato de tinta/laser);
e
 Virtualização;
 Clonagem;
 Recuperação de dados.
6. REQUISITOS DE
ACESSO
Escolaridade mínima: 7º ano do ensino fundamental;
Idade mínima: 16 anos.
7. CARGA HORÁRIA
180 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
20 alunos
Tabela 90 – Montador e reparador de computadores
282
Catálogo de Cursos
9.23 Operador de computador
OPERADOR DE COMPUTADOR
1. TÍTULO
CÓD. CBO 4121-10
Utilizar
sistemas
operacionais,
aplicativos
e
periféricos na organização de dados em sistemas
2. COMPETÊNCIA GERAL
computacionais, conforme procedimentos técnicos de
qualidade, às normas e políticas de segurança da
informação e de respeito à propriedade intelectual.
Desenvolver
capacidades
técnicas,
sociais,
organizativas e metodológicas na identificação e
utilização de ferramentas, conforme procedimentos
3. OBJETIVO
técnicos de qualidade, às normas e políticas de
segurança da informação e de respeito à propriedade
intelectual.
4. MODALIDADE
Qualificação Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Conhecimentos
 Conceitos de Informática:
Capacidades Técnicas:
 Reconhecer periféricos, dispositivos e
 Hardware e software;
unidades de medidas do computador para
 Dispositivos;
operacionalização
 Unidades de média;
do
sistema
 Termos técnicos.
computacional;
 Organizar as informações em arquivos
 Sistema Operacional:
 Interface gráfica;
e pastas;
 Reconhecer e utilizar ferramentas e
 Gerenciamento de arquivos e
recursos para configuração do sistema pastas;
operacional,
de
acordo
com
sua
aplicabilidade;
 Reconhecer e utilizar ferramentas de
editor de textos;
 Reconhecer e utilizar ferramentas da
 Configurar
mouse,
teclado,
data/hora e vídeo;
 Área de transferência;
 Aplicativos;
 Gravação de dados.
planilha eletrônica (Excel);
283
Catálogo de Cursos
 Utilizar ferramentas e recursos de
 Editor de Texto:
 Visão geral;
apresentação eletrônica (PowerPoint);
 Utilizar recursos e ferramentas da
 Inserindo texto;
 Formatação de texto;
internet.
 Formatação de página;
 Visualização;
Capacidades Sociais, Organizativas e
Metodológicas:
localização,
substituir e corrigir textos;
 Planejar e organizar o próprio trabalho;
 Adicionar imagens, marcadores,
 Demonstrar capacidade de interpretação; cabeçalho e rodapé;
 Demonstrar zelo pela aparência pessoal
e pelo ambiente de trabalho.
 Ter
consciência
prevencionista
 Numeração,
bordas,
sombreamento, colunas e tabelas.
em
 Planilha Eletrônica:
relação à saúde, à segurança e ao meio
 Visão geral;
ambiente;
 Manipulando células, linhas ou
 Trabalhar em grupo;
colunas;
 Manter relacionamentos interpessoais.
 Conservar
instrumentos.
os
equipamentos
 Gráficos;
e
 Comentários;
 Classificar dados;
 Filtrar dados;
 Tabela dinâmica;
 Formulas e funções;
 Soma, subtração, multiplicação,
divisão,
média,
SE,
máximo
e
mínimo.
 Ferramentas de Internet:
 História da internet;
 Segurança;
 Comunicação.
 Apresentação Eletrônica:
 Criar,
editar,
formatar
e
personalizar slides;
 Organizar, usar formas, animar,
284
Catálogo de Cursos
testar intervalos de tempo;
 Visualizar apresentações.
6. REQUISITOS DE
ACESSO
7. CARGA HORÁRIA
Escolaridade mínima: 7º ano do ensino fundamental;
Idade mínima: 16 anos.
180 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
20 alunos
Tabela 91 – Operador de computador
285
Catálogo de Cursos
10 MADEIRA / MOBILIÁRIO
286
Catálogo de Cursos
ORGANIZAÇÃO CURRICULAR DOS CURSOS
10.1 Estofador de móveis
ESTOFADOR DE MÓVEIS
1. TÍTULO
CÓD. CBO 7652-35
Preparar e revestir móveis estofados, respeitando
2. COMPETÊNCIA GERAL
procedimentos e normas técnicas, ambientais, de
qualidade, de saúde e de segurança.
Desenvolver
organizativas
3. OBJETIVO
capacidades
e
técnicas,
metodológicas
para
sociais,
confecção,
montagem e revestimento de estruturas de estofados,
efetuando o controle de qualidade e dimensional,
aplicando normas de segurança e meio ambiente.
4. MODALIDADE
Qualificação Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Conhecimentos
 Integração
Capacidades Técnicas:
e
orientação
 Calcular a quantidade de material profissional;
necessário para a execução do móvel;
 Calcular o valor da mão de obra da
as
 Desenho técnico;
 A estrutura dos móveis estofados;
prestação de serviços;
 Identificar
 Cálculo técnico;
diversas
figuras
geométricas utilizadas no desenho técnico;
 Tapeçaria;
 Costura
de
capas
de
móveis
 Reconhecer a unidade de medida estofados;
 Prática profissional.
utilizando o escalímetro;
 Identificar e converter unidades de
medidas;
 Reconhecer o sistema internacional de
unidades
de
medidas
(metrologia
internacional) relativa a tamanho, área,
volume, largura, ângulo (prumo), tempo,
temperatura, massa, espessura, densidade,
287
Catálogo de Cursos
pressão,
quantidade,
velocidade,
rotação
comprimento,
(rpm),
grandezas
numéricas (granulométrica), umidade, raio;
 Identificar instrumentos de medição:
trena, paquímetro, goniômetro, graminho,
compasso, esquadro;
 Reconhecer
a
aplicabilidade
e
as
técnicas de uso dos instrumentos de
medição;
 Executar a construção da estrutura de
madeira e derivados, que são utilizados
para dar a forma e firmeza do móvel
estofado;
 Executar o revestimento do móvel
estofado, utilizando o material adequado;
 Planejar os cortes, nos diversos tipos
de tecidos utilizados na confecção de
peças;
 Executar
utilizando
a
confecção
máquinas,
de
móveis,
equipamentos
e
ferramentas de acordo com o projeto de
execução.
Capacidades Sociais, Organizativas e
Metodológicas:
 Ter proatividade e postura profissional
responsável;
 Manter-se
atualizado,
adaptando-se
inovações tecnológicas de sua área de
atuação;
 Manter o ambiente de trabalho limpo e
organizado;
 Desenvolver consciência prevencionista
288
Catálogo de Cursos
em relação a saúde, segurança e meio
ambiente;
 Atuar em equipes de trabalho;
 Ser
ético
na
conduta
pessoal
e
profissional.
6. REQUISITOS DE
ACESSO
7. CARGA HORÁRIA
Escolaridade mínima: 6º ano do ensino fundamental;
Idade mínima: 16 anos.
180 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
15 alunos
Tabela 92 – Estofador de móveis
289
Catálogo de Cursos
10.2 Lapidador de gemas
LAPIDADOR DE GEMAS
1. TÍTULO
CÓD. CBO 7510-20
Executar
operações
de
lapidação
de
gemas,
preparando e operando máquinas e equipamentos
2. COMPETÊNCIA GERAL
específicos, atendendo a padrões de qualidade e de
acordo com normas e procedimentos de segurança,
higiene e saúde.
Desenvolver
organizativas
capacidades
e
técnicas,
metodológicas
para
sociais,
realizar
a
identificação, classificação, formatação, facetamento,
3. OBJETIVO
polimento, limpeza e o acondicionamento das gemas
lapidadas, segundo critérios técnicos, de qualidade,
saúde e segurança e meio ambiente.
4. MODALIDADE
Qualificação Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Conhecimentos
 Integração
Capacidades Técnicas:
e
orientação
 Identificar gemas (pedras) conforme profissional;
 Saúde e Segurança no Trabalho:
especificações técnicas;
 Classificar gemas (pedras) conforme
manutenção
(pedras)
conforme materiais;
 Equipamentos
especificações técnicas e coloração;
de
 Definir formato das gemas (pedras);
individual e coletiva.
 Executar operações de pré-formação
 Teoria de lapidação;
proteção
 Processo de lapidação;
gemas (pedras);
 Identificar informações descritas no
 Noções de geometria;
 Fundamentos de gemologia;
projeto;
 Definir
do
 Armazenamento e manuseio de
 Executar operações de medição;
gemas
e
ambiente;
especificações técnicas;
 Analisar
 Limpeza
materiais
e
insumos
facetamento de gemas (pedras);
para
 Desenho Técnico e Projetos de
Gemas:
290
Catálogo de Cursos
 Executar operações de facetamento de
 Leitura;
 Interpretação.
gemas (pedras)
 Executar operações de
limpeza
e
 Metrologia Básica:
manutenção preventiva em máquinas e
 Sistemas de pesos e medidas;
equipamentos;
 Aplicações.
 Executar operações de polimento de
gemas (pedras);
 Máquinas,
Equipamentos,
Ferramentas e Instrumentos:
 Executar operações de
limpeza
e
 Tipos;
 Funções;
acondicionamento de gemas (pedras).
 Características.
Capacidades Sociais, Organizativas e
Metodológicas:
 Exercer
as
atividades
com
responsabilidade, postura ética pessoal e
profissional;
 Desenvolver
as
atividades
com
criatividade, contribuindo para atendimento
das demandas da empresa;
 Manter-se atualizado, adaptando-se as
inovações tecnológicas de sua área de
atuação;
 Manter o ambiente de trabalho limpo e
organizado;
 Desenvolver consciência prevencionista
em relação à saúde, segurança e meio
ambiente;
 Atuar em equipes de trabalho.
Escolaridade
6. REQUISITOS DE
ACESSO
7. CARGA HORÁRIA
mínima:
ensino
fundamental
incompleto;
Idade mínima: 18 anos.
180 horas
291
Catálogo de Cursos
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
10 alunos
Tabela 93 – Lapidador de gemas
292
Catálogo de Cursos
10.3 Marceneiro
MARCENEIRO
1. TÍTULO
CÓD. CBO 7711-05
Operar
máquinas
convencionais,
confeccionar,
montar e instalar móveis sob medida, de acordo com
2. COMPETÊNCIA GERAL
procedimentos e normas técnicas, ambientais, de
qualidade, de saúde e de segurança.
Desenvolver
capacidades
técnicas,
sociais,
organizativas e metodológicas para fabricação de
móveis
3. OBJETIVO
sob
ferramentas
medida,
e
selecionando
materiais,
máquinas,
executando
a
pré-
montagem, de acordo com procedimentos e normas
técnicas, ambientais, de qualidade, de saúde e de
segurança.
4. MODALIDADE
Qualificação Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
 Integração
Capacidades Técnicas:
 Aplicar
normas
e
 Definição de MDF;
 Acessórios;
execução do serviço;
 Interpretar projetos para definir tipos
e
orientação
 Materiais:
 Quantificar materiais necessários à
ferragens
e
procedimentos profissional;
técnicos na execução dos projetos;
de:
Conhecimentos
acessórios
a
serem
utilizados na execução do serviço;
 Identificar as medidas e características
 Ferragens;
 Vantagens e desvantagens na
utilização de vários materiais.
 Planejamento
e
produção
de
(ângulos, formas, raios) das peças a serem peças em MDF e derivados;
 Seleção de material, ferramentas,
produzidas;
 Validar
o
sistema
de
montagem e equipamentos;
(furação, juntas e encaixe das peças) tendo
em vista a padronização dos processos;
 Avaliar as condições técnicas e de se-
 Corte de Material:
 Confecção de gabaritos e moldes
de móveis e objetos de MDF e deriva293
Catálogo de Cursos
gurança das máquinas e equipamentos;
dos.
 Identificar no projeto, a sequência de
 Regular
máquinas
para
obter
componentes de móveis e objetos de
montagem;
 Selecionar
as
e MDF e derivados conforme o projeto;
máquinas
equipamentos de acordo com os tipos e
características
das
peças
a
serem
 Usinagem:
 Componentes
objetos
produzidas;
 Interpretar
operacionais
MDF
móveis
e
e
derivados
procedimentos conforme o projeto;
os
de
de
de
saúde,
segurança
e
 Componentes
de
móveis
e
ergonomia aplicáveis às operações de objetos de MDF e derivados em
máquinas operatrizes.
fabricação de peças.
 Montar móveis e produtos de MDF
e derivados;
Capacidades Sociais, Organizativas e
 Aplicar revestimentos em móveis e
Metodológicas:
 Exercer
as
com objetos de MDF e derivados;
atividades
 Reparar móveis e objetos de MDF
responsabilidade;
 Apresentar
buscando
postura
o
de
autocrítica, e derivados;
aprimoramento
das
 Causas de acidentes;
competências profissionais;
 Demonstrar
atitude
proativa,
empreendedora e responsável, adaptando-
postura
ética
pessoal
e
 Equipamentos
de
proteção
 Utilizar máquinas, equipamentos,
ferramentas, instrumentos e materiais
profissional;
 Desenvolver
 Prevenção de acidentes;
individual e coletiva;
se às mudanças tecnológicas;
 Apresentar
 Segurança no Trabalho:
as
atividades
com referentes ao processo de fabricação
criatividade, contribuindo para atendimento de móveis e objetos de MDF e
derivados.
das demandas da empresa;
 Demonstrar
comprometimento
no
 SketchUp.
desenvolvimento das suas atividades;
 Manter ambiente de trabalho limpo e
organizado;
 Realizar lubrificação nas máquinas.
294
Catálogo de Cursos
6. REQUISITOS DE
ACESSO
7. CARGA HORÁRIA
Escolaridade mínima: 6º ano do ensino fundamental;
Idade mínima: 16 anos.
180 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
15 alunos
Tabela 94 – Marceneiro
295
Catálogo de Cursos
10.4 Pintor de móveis
1. TÍTULO
PINTOR DE MÓVEIS
Preparar e pintar peças, móveis e esquadrias de
madeira,
2. COMPETÊNCIA GERAL
respeitando
procedimentos
e
normas
técnicas, ambientais, de qualidade, de saúde e de
segurança.
Desenvolver
capacidades
técnicas,
sociais,
organizativas e metodológicas que permitam ao
profissional realizar a preparação de produtos e
3. OBJETIVO
aplicação de pintura de base em móveis e esquadrias
de madeira, atendendo normas ambientais e de
segurança.
4. MODALIDADE
Aperfeiçoamento Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Capacidades Técnicas:
 Identificar os tipos e características de
EPI’s e EPC’s;
 Noções de educação ambiental;
 Noções de higiene e segurança no
trabalho;
 Identificar os tipos e características de
materiais, equipamentos e ferramentas;
 Identificar
Conhecimentos
princípios
de
segurança,
qualidade, saúde e meio ambiente;
 Reconhecer os tipos de acessórios
utilizados na pintura;
 Preparar a superfície para receber a
pintura;
 Corrigir possíveis defeitos na superfície
antes da aplicação da técnica de pintura;
 Corrigir possíveis defeitos na superfície
após aplicação da técnica de pintura;
 Preparação da madeira / MDF /
compensados;
 Noções de tecnologia da pintura;
 Emassamento dos defeitos;
 Efeitos de Pintura:
 Marmorizado;
 Granitado;
 Envelhecimento;
 Texturizado;
 Pátina;
 Decapé;
 Gota d’água.
 Aplicar técnicas de pigmentação de
cores nas tintas e vernizes;
296
Catálogo de Cursos
 Conhecer e aplicar tipos de removedor
de tinta a base de solvente e ferrugem;
 Criar designer e decoração;
Capacidades Sociais, Organizativas e
Metodológicas:
 Trabalhar em equipe;
 Ter atenção a detalhes;
 Ter capacidade de organização;
 Atuar de forma ética;
 Manter relacionamento interpessoal;
 Manter-se atualizado, adaptando-se as
inovações tecnológicas de sua área de
atuação;
 Manter o ambiente de trabalho limpo e
organizado;
 Desenvolver consciência prevencionista
em relação à saúde, segurança e meio
ambiente.
Escolaridade mínima: 6º ano do ensino fundamental;
6. REQUISITOS DE
ACESSO
7. CARGA HORÁRIA
Idade mínima: 16 anos;
Ter concluído o curso de Marceneiro ou atuar na área.
30 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
15 alunos
Tabela 95 – Pintor de móveis
297
Catálogo de Cursos
11 METAL / MECÂNICA
298
Catálogo de Cursos
ORGANIZAÇÃO CURRICULAR DOS CURSOS
11.1 Introdução à hidráulica
1. TÍTULO
INTRODUÇÃO À HIDRÁULICA
Compreender
os
processos
de
introdução
à
hidráulica, como diagnosticar e reparar sistemas
2. COMPETÊNCIA GERAL
hidráulicos,
de
acordo
com
as
normas
e
procedimentos técnicos da qualidade, segurança,
higiene e saúde no trabalho.
Desenvolver
capacidades
técnicas,
sociais,
organizativas e metodológicas para atender os
processos de diagnósticos e reparos em sistemas
3. OBJETIVO
hidráulicos,
de
acordo
com
as
normas
e
procedimentos técnicos da qualidade, segurança,
higiene e saúde no trabalho.
4. MODALIDADE
Aperfeiçoamento Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Conhecimentos
 Princípios físicos;
Capacidades Técnicas:
 Identificar os componentes básicos da
 Fluidos hidráulicos;
 Filtros,
hidráulica;
 Identificar
a
unidades
hidráulicas
e
e bombas hidráulicas;
simbologia
funcionamentos, de acordo com normas
 Válvulas de controle direcional, de
técnicas;
vazão, de pressão e de bloqueio;
 Interpretar
os
procedimentos
de
 Cilindros e motores hidráulicos;
dimensionamentos dos componentes de
 Acumuladores;
hidráulica;
 Circuitos hidráulicos básicos;
 Identificar a execução de circuitos
hidráulicos básicos.
 Montagem prática dos circuitos em
simuladores hidráulicos;
 Funcionamento,
Capacidades Sociais, Organizativas e
Metodológicas:
simbologia,
aplicação e dimensionamento dos
componentes hidráulicos.
299
Catálogo de Cursos
 Desenvolver consciência prevencionista
em relação à saúde, segurança e meio
ambiente;
 Evidenciar o interesse na execução de
trabalhos em equipe;
 Evidenciar a utilização de métodos na
execução de seu trabalho;
 Evidenciar rigor detalhista na execução
de suas atividades;
 Demonstrar
a
organização
em
seu
ambiente de trabalho;
 Demonstrar relacionamento interpessoal
com a as pessoas com quem mantém
contato pessoal e profissional;
 Demonstrar visão
sistêmica de
seu
processo de trabalho.
6. REQUISITOS DE
ACESSO
7. CARGA HORÁRIA
Escolaridade mínima: 6º ano do ensino fundamental;
Idade mínima: 16 anos.
40 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
15 alunos
Tabela 96 – Introdução à hidráulica
300
Catálogo de Cursos
11.2 Introdução à pneumática
1. TÍTULO
INTRODUÇÃO À PNEUMÁTICA
Compreender
os
processos
de
introdução
à
pneumática, como diagnosticar circuitos pneumáticos,
2. COMPETÊNCIA GERAL
de acordo com as normas e procedimentos técnicos
da qualidade, segurança, higiene e saúde no
trabalho.
Desenvolver
capacidades
técnicas,
sociais,
organizativas e metodológicas para atender os
processos de diagnósticos de circuitos pneumáticos,
3. OBJETIVO
de acordo com as normas e procedimentos técnicos
da qualidade, segurança, higiene e saúde no
trabalho.
4. MODALIDADE
Aperfeiçoamento Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Conhecimentos
 Princípios
Capacidades Técnicas:
 Identificar os componentes básicos da preparação
físicos,
e
produção,
distribuição
do
ar
comprimido;
pneumática;
 Identificar
a
simbologia
e
 Válvulas de controle direcional e
funcionamentos, de acordo com normas auxiliares;
 Unidades de condicionamento de
técnicas;
 Interpretar
os
procedimentos
de ar;
dimensionamentos dos componentes da
 Cilindros pneumáticos;
pneumática;
 Estudo de circuitos básicos e
 Identificar a execução de circuitos sequenciais no método intuitivo;
 Montagem prática dos circuitos em
pneumáticos sequenciais básicos.
simuladores pneumáticos;
Capacidades Sociais, Organizativas e
Metodológicas:
 Funcionamento,
simbologia,
aplicação e dimensionamento dos
 Desenvolver consciência prevencionista componentes pneumáticos.
em relação à saúde, segurança e meio am301
Catálogo de Cursos
biente;
 Evidenciar o interesse na execução de
trabalhos em equipe;
 Evidenciar a utilização de métodos na
execução de seu trabalho;
 Evidenciar rigor detalhista na execução
de suas atividades;
 Demonstrar
a
organização
em
seu
ambiente de trabalho;
 Demonstrar relacionamento interpessoal
com as pessoas com quem mantém contato
pessoal e profissional;
 Demonstrar visão
sistêmica de
seu
processo de trabalho.
6. REQUISITOS DE
ACESSO
7. CARGA HORÁRIA
Escolaridade mínima: 6º ano do ensino fundamental;
Idade mínima: 16 anos.
40 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
15 alunos
Tabela 97 – Introdução à pneumática
302
Catálogo de Cursos
11.3 Metrologia básica
1. TÍTULO
METROLOGIA BÁSICA
Compreender os processos de medição, uso correto
2. COMPETÊNCIA GERAL
e cuidados requeridos pelos diversos tipos de
instrumentos convencionais de medição.
Proporcionar a aquisição das capacidades técnicas,
sociais,
3. OBJETIVO
organizativas
e
metodológicas
para
a
utilização dos equipamentos de medição, tendo em
vista a elaboração e interpretação de cálculos e
medições.
4. MODALIDADE
Iniciação Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Conhecimentos
 Matemática
Capacidades Técnicas:
básica
(adição,
 Realizar operações fundamentais de subtração, multiplicação e divisão);
 Conceito de metrologia;
matemática;
 Converter unidades de medidas;
 Medidas e conversões;
 Identificar grandezas físicas e seus
 Régua graduada;
 Paquímetro;
respectivos instrumentos de medição;
 Identificar
características
os
e
tipos,
as
funções,
aplicações
dos
instrumentos de medição;
 Efetuar medições com os instrumentos
 Micrometro;
 Sistema de tolerância e ajustes;
 Relógio comparador;
 Goniômetro.
(régua graduada, paquímetro, micrometro,
relógio comparador; goniômetro).
Capacidades Sociais, Organizativas e
Metodológicas:
 Trabalhar em equipe;
 Prever consequências;
 Ter raciocínio lógico;
 Ser analítico;
303
Catálogo de Cursos
 Ter atenção a detalhes;
 Ser organizado.
6. REQUISITOS DE
ACESSO
7. CARGA HORÁRIA
Escolaridade mínima: ensino fundamental completo;
Idade mínima: 16 anos.
40 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
15 alunos
Tabela 98 – Metrologia básica
304
Catálogo de Cursos
11.4 Serralheiro
SERRALHEIRO
1. TÍTULO
CÓD. CBO 7244-40
Interpretar, planejar e executar as atividades nas
áreas
de
montagem
e
reparos
pertinentes
a
serralheria, atendendo as normas, regulamentação
2. COMPETÊNCIA GERAL
técnica, de acordo com as normas e procedimentos
técnicos da qualidade, segurança, higiene e saúde no
trabalho.
Propiciar
o
desenvolvimento
das
capacidades
técnicas, sociais, organizativas e metodológicas, para
atuar junto à indústria na montagem e reparo das
3. OBJETIVO
atividades de serralheria em materiais ferrosos, de
acordo com procedimentos técnicos da qualidade,
segurança, higiene e saúde no trabalho.
4. MODALIDADE
Qualificação Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Conhecimentos
 Integração
Capacidades Técnicas:
 Interpretar
projetos
e
orientação
esquadrias profissional;
de
 Educação ambiental;
metálicas;
 Identificar
tipologias
de
esquadrias
 Segurança no trabalho;
 Sistemas
metálicas;
de
medidas
(régua
 Interpretar planta baixa de arquitetura;
graduada, metro e paquímetro);
 Demonstrar a aplicação de normas e
 Leitura e interpretação de desenho
procedimentos técnicos na execução dos mecânico para serralheiro;
 Tipos de perfil tubular;
serviços;
 Demonstrar a aplicação de normas de
das tarefas;
segurança e saúde do trabalho;
 Demonstrar
equipamento
coletiva;
de
a
utilização
proteção
individual
 Prática profissional: confecção
de
 Noções gerais de desenho técnico
e de esquadrias de alumínio;
 Listagem dos perfis para corte;
305
Catálogo de Cursos
 Quantificar materiais necessários à
 Efetuar corte em ângulo de 90º,
execução do serviço;
 Identificar
 Corte de perfis com serra de disco;
as
e 60º, 45º e uso de gabarito;
ferramentas
instrumentos de acordo com o serviço a ser
 Marcação, preparação e usinagem
executado;
dos perfis de alumínio;
 Demonstrar respeito às normas de
segurança
realizando
o
descarte
de rebites, com parafuso, com macho e
cunha;
materiais;
 Calcular o tempo para a execução dos
 Montagem
e
colocação
de
acessórios;
serviços;
 Estimar
 Sistema de união de perfis com
o
custo
dos
serviços
 Acabamento dentro dos padrões
de qualidade.
executados;
 Fazer conversão de medidas;
 Analisar
as
condições
de
funcionamento e de operação de máquinas
e equipamentos;
 Instalar componentes de vedação para
esquadrias metálicas;
 Evidenciar
a
aplicação
de
procedimentos de racionalização no estudo
do
aproveitamento do
material a
ser
cortado;
 Evidenciar
a
coleta
seletiva
de
materiais em função da execução do
serviço;
 Usinar perfis de aço de acordo com o
estabelecido no projeto;
 Montar esquadrias metálicas de acordo
com o desenho de montagem;
 Verificar
o
funcionamento
de
esquadrias metálicas.
Capacidades Sociais, Organizativas e
306
Catálogo de Cursos
Metodológicas:
 Desenvolver consciência prevencionista
em relação à saúde, segurança e meio
ambiente;
 Evidenciar o interesse na execução de
trabalhos em equipe;
 Evidenciar a utilização de métodos na
execução de seu trabalho;
 Evidenciar rigor detalhista na execução
de suas atividades;
 Demonstrar
a
organização
em
seu
ambiente de trabalho;
 Demonstrar relacionamento interpessoal
com as pessoas com quem mantém contato
pessoal e profissional;
 Demonstrar visão
sistêmica de
seu
processo de trabalho.
6. REQUISITOS DE
ACESSO
7. CARGA HORÁRIA
Escolaridade mínima: 6º ano do ensino fundamental;
Idade mínima: 16 anos.
180 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
12 alunos
Tabela 99 – Serralheiro
307
Catálogo de Cursos
11.5 Soldador (eletrodo revestido e oxiacetilêno)
SOLDADOR (ELETRODO REVESTIDO E
1. TÍTULO
OXIACETILÊNO)
CÓD. CBO 7243-15
Soldar materiais, por meio do processo eletrodo
revestido
em
aço
regulamentação
2. COMPETÊNCIA GERAL
fabricação,
da
carbono,
atendendo
documentação
produtividade,
técnica
qualidade,
à
de
aplicando
estritas normas de segurança, organização e de meio
ambiente.
Preparar profissionais para realizar soldagem e corte
de peças e ligas metálicas usando processo de
3. OBJETIVO
eletrodo revestido, brasagem e plasma de acordo
com normas e procedimentos técnicos de qualidade,
segurança, higiene e saúde.
4. MODALIDADE
Qualificação Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Capacidades Técnicas:
Conhecimentos
 Integração
e
 Identificar a simbologia de soldagem;
profissional;
 Interpretar os procedimentos e as
 Educação ambiental;
recomendações de higiene e segurança de
orientação
 Segurança no trabalho, EPI’s e
acordo com as normas aplicáveis nos EPC’s;
ambientes de soldagem;
 Identificar e selecionar de acordo com
 Acender e manter o arco elétrico;
 Soldar em ângulo;
a instrução de trabalho, os EPI’s e EPC’s
 Soldar de topo sem chanfro;
requeridos para a execução dos serviços de
 Equipamentos e ferramentas;
soldagem;
 Noções de eletricidade aplicada à
 Interpretar
e soldagem;
recomendações de acordo com as normas  Máquinas de soldagem;
referentes às características e finalidades  Variáveis que influenciam
soldagem;
dos EPI’S e EPC’s;
os
procedimentos
na
308
Catálogo de Cursos
 Interpretar
as
recomendações
de
 Fatores para uma boa soldagem;
segurança, condições de transporte e de
 Processo oxiacetilênico;
uso do maçarico;
 Soldagem
(qualidades,
 Interpretar os procedimentos e as características, recomendações);
recomendações de segurança de acordo
 Eletrodo para soldagem manual a
com as normas aplicáveis relativas ao arco;
 Classificação de eletrodo;
manuseio de produtos;
 Identificar possíveis situações de risco
 Armazenamento e cuidados com
físico para o soldador no ambiente de os eletrodos;
 Terminologia básica;
trabalho;
 Identificar as possíveis presenças de
produtos
inflamáveis
no
ambiente
 Caminhos para soldar melhor.
de
execução da soldagem.
Capacidades Sociais, Organizativas e
Metodológicas:
 Respeitar as normas de segurança do
trabalho,
utilizar
os
equipamentos
de
proteção individual e coletivos a fim de
minimizar os riscos, além de sinalizar as
áreas de perigo;
 Preparar o local de trabalho, organizando
as máquinas e ferramentas de maneira
adequada bem como zelar pela limpeza e
conservação do ambiente de trabalho;
 Realizar
equipe
a
trabalhos
fim
de
individuais
e
desenvolver
em
um
relacionamento interpessoal;
 Conscientizar-se
das
práticas
sustentáveis, evitando o desperdício e o
retrabalho.
309
Catálogo de Cursos
6. REQUISITOS DE
ACESSO
Escolaridade mínima: 6º ano do ensino fundamental;
Idade mínima: 16 anos.
7. CARGA HORÁRIA
180 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
12 alunos
Tabela 100 – Soldador (eletrodo revestido e oxiacetilêno)
310
Catálogo de Cursos
11.6 Soldador no processo MIG / MAG
1. TÍTULO
SOLDADOR NO PROCESSO MIG / MAG
Soldar materiais por meio do processo MIG / MAG
em aço, atendendo a documentação técnica de
2. COMPETÊNCIA GERAL
fabricação, de acordo com normas e procedimentos
de segurança, saúde, meio ambiente e higiene.
Desenvolver
as
capacidades
técnicas,
sociais,
organizativas e metodológicas para a execução dos
3. OBJETIVO
serviços de soldagem MIG / MAG, de acordo com
normas e procedimentos de segurança, saúde, meio
ambiente e higiene.
4. MODALIDADE
Especialização Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Conhecimentos
 Saúde e segurança no trabalho;
Capacidades Técnicas:
 Identificar,
classificar,
por
tipo,
os
 Aspectos introdutórios a soldagem;
resíduos, remoção de descontinuidades
 Eletrotécnica básica;
geradas pela soldagem;
 Ferramentas e equipamentos para
 Interpretar
os
procedimentos
de soldagem;
descarte de resíduos (de acordo com a
 Metais de bases e consumíveis;
legislação
 Descontinuidade na soldagem;
ambiental)
gerados
pela
 Parâmetros de soldagem;
soldagem
 Selecionar os EPI’s indicados para a
operação de ponteamento de componentes;
 Interpretar
segurança
os
aplicáveis
procedimentos
à
limpeza
 Resíduos:
 Tipos;
de
 Classificação;
de
 Características;
equipamentos, acessórios e do local de
 Descarte.
trabalho, tendo em vista a manutenção
preventiva;
 Interpretar as recomendações técnicas
e de segurança relativas ao manuseio de
consumíveis, tendo em vista a soldagem a
311
Catálogo de Cursos
ser executada;
 Identificar os EPI’s recomendados para
o manuseio dos consumíveis;
 Avaliar a eficácia da técnica de controle
de deformações aplicada;
 Identificar, na instrução de trabalho, a
técnica de controle de deformações;
 Identificar, na instrução de trabalho, as
técnicas
de
limpeza
interpasses
recomendadas;
 Identificar, na instrução de trabalho, a
técnica de soldagem indicada para a
operação;
 Avaliar as condições do ambiente de
soldagem, tendo em vista o ponteamento
de componentes recomendados;
 Selecionar
as
equipamentos
ferramentas
requeridos
e
para
o
com
as
ponteamento de componentes;
 Selecionar,
de
acordo
indicações da instrução de trabalho, os
consumíveis
a
serem
utilizados
no
ponteamento de componentes;
 Selecionar os insumos recomendados
para
a
limpeza
de
equipamentos,
acessórios e local de soldagem;
 Identificar,
através
de
consultas
técnicas, as orientações de instalação da
mangueira do gás de proteção, dos cabos
força e terra e do sistema de arrefecimento.
Capacidades Sociais, Organizativas e
Metodológicas:
312
Catálogo de Cursos
 Participar
de
grupos
de
trabalho
demonstrando autocontrole e atitudes de
cooperação;
 Demonstrar postura ética em todas as
ações desenvolvidas e no relacionamento
interpessoal;
 Utilizar as ferramentas, instrumentos e
insumos colocados à sua disposição de
acordo com os procedimentos técnicos e as
recomendações recebidas;
 Integrar às suas práticas as orientações
recebidas
técnicos,
quanto
de
aos
saúde
e
procedimentos
segurança
no
ambiente de trabalho;
 Propor
possíveis
melhorias
na
organização do ambiente de trabalho, tendo
em vista a prevenção de acidentes e a
melhoria da produtividade;
 Demonstrar iniciativa e responsabilidade
no desenvolvimento das atividades de sua
responsabilidade.
Escolaridade mínima: 8º ano do ensino fundamental;
6. REQUISITOS DE
ACESSO
Idade mínima: 18 anos;
Ter concluído o curso de Soldador ou Serralheiro ou
atuar na área.
7. CARGA HORÁRIA
80 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
12 alunos
Tabela 101 – Soldador no processo MIG/MAG
313
Catálogo de Cursos
11.7 Torneiro mecânico
TORNEIRO MECÂNICO
1. TÍTULO
CÓD. CBO 7212-15
Executar os processos de usinagem em tornos
mecânicos, respeitando procedimentos e normas
2. COMPETÊNCIA GERAL
técnicas, de qualidade, de saúde e segurança, e de
meio ambiente.
Propiciar
o
desenvolvimento
das
capacidades
técnicas, sociais, organizativas e metodológicas
requeridas para regular e operar torno mecânico e
3. OBJETIVO
confeccionar peças de uso industrial, de acordo com
normas e procedimentos técnicos de qualidade,
segurança, higiene e saúde.
4. MODALIDADE
Qualificação Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Conhecimentos
 Integração
Capacidades Técnicas:
e
orientação
 Identificar os elementos constitutivos profissional;
de
desenhos
técnicos
mecânicos
 Segurança no trabalho;
(simbologias, linhas, vistas);
 Interpretar
 Educação ambiental;
desenhos
técnicos
 Noções
de
metrologia
mecânicos para a realização de operações (paquímetro, micrômetro e relógio
básicas
de
bancada,
torneamento
e comparador);
 Conjunto;
fresamento;
 Efetuar
básicas
operações
aplicáveis
à
matemáticas
mecânica
de
usinagem;
 Identificar unidades de medida;
 Partes principais do torno;
 Acessórios do torno;
 Facear;
 Tornear
superfície
cilíndrica
 Identificar tipos de parâmetros de corte externa na placa universal;
 Fazer furo de centro;
(velocidade, avanços, profundidade etc.);
 Reconhecer os materiais utilizados na
fabricação de ferramentas;
 Tornear superfície cilíndrica na
placa e ponta;
314
Catálogo de Cursos
 Identificar
os
diferentes
tipos,
 Tornear superfície externa entre
características, funcionamento e aplicações pontas;
 Placa arrastadora e arrastador;
de máquinas ferramentas;
 Aplicar
parâmetros
de
segurança,
 Furar usando o cabeçote móvel;
limpeza, armazenamento e conservação de
 Sangrar e cortar no torno;
acessórios;
 Tornear
 Identificar
os
diferentes
superfície
cilíndrica
de interna (passante);
tipos
manutenção de máquinas e equipamentos
 Tornear superfície cônica usando
de lubrificação;
o carro superior;
 Identificar
lubrificantes,
suas
 Cálculo da inclinação da espera do
características, finalidades e formas de torno roscar com macho no torno;
 Recartilhar no torno;
aplicação;
 Identificar
tipos,
características
e
 Tornear superfícies côncavas e
fixação convexas;
 Perfilar com ferramenta de forma;
(parafusos, porcas, arruelas, rebites etc.);
funções
de
elementos
de
 Identificar instrumentos de medição
cálculos
superfície
cônica
desalinhando a contra ponta;
aplicáveis no processo de usinagem;
 Reconhecer
 Tornear
básicos
na
 Cálculo
do
desalinhamento da
preparação de máquinas para operações contra ponta para tornear superfície
cônica;
básicas de usinagem;
 Identificar
situações
de
risco
em
ambientes de usinagem, assim como as
diferentes
formas
de
proteção
do
 Tornear peças em mandril;
 Abrir rosca triangular externa, por
penetração perpendicular;
 Altura do filete do parafuso –
trabalhador;
 Reconhecer
o
funcionamento
e
a
Rosca triangular métrica;
 Abrir rosca triangular externa por
capacidade de operação de máquinas.
penetração obliqua;
Capacidades Sociais, Organizativas e
 Abrir rosca triangular direita interna
Metodológicas:
 Demonstrar
espirito
colaborativo
em
atividades coletivas;
 Demonstrar atitudes éticas nas ações e
nas relações profissionais organizativas;
 Abrir rosca múltipla;
 Abrir rosca quadrada interna;
 Abrir rosca trapezoidal externa e
interna;
 Largura da ferramenta – rosca tra315
Catálogo de Cursos
 Identificar os princípios da organização pezoidal acme;
no desenvolvimento das atividades sob a
 Largura da ferramenta – rosca
sua responsabilidade;
trapezoidal métrica;
 Identificar a importância da qualidade
 Tornear com luneta fixa;
nas rotinas de trabalho;
 Relação entre diâmetro da broca
 Identificar situações de risco à saúde e à de centro e diâmetro da peça;
segurança do trabalhador e as diferentes
 Ajustes recomendados (ISO);
formas de proteção a esses riscos;
 Tabela de velocidades corte;
 Demonstrar organização nos próprios
 Resolução
materiais
e
no
desenvolvimento
de
triângulos
das retângulos.
atividades;
 Identificar a iniciativa e a pesquisa como
características
e
fontes
de
inovação
fundamentais para o bom desenvolvimento
do trabalho.
6. REQUISITOS DE
ACESSO
7. CARGA HORÁRIA
Escolaridade mínima: ensino fundamental completo;
Idade mínima: 16 anos.
200 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
6 alunos
Tabela 102 – Torneiro mecânico
316
Catálogo de Cursos
12 REFRIGERAÇÃO
317
Catálogo de Cursos
ORGANIZAÇÃO CURRICULAR DOS CURSOS
12.1 Comandos elétricos para refrigeração
1. TÍTULO
COMANDOS ELÉTRICOS PARA REFRIGERAÇÃO
Realizar instalação e manutenção em equipamentos
de
2. COMPETÊNCIA GERAL
refrigeração
e
climatização
residencial
ou
industrial ou comercial, respeitando legislações,
normas técnicas, ambientais, de qualidade e de
segurança.
Desenvolver
capacidades
organizativas
e
técnicas,
metodológicas
para
sociais,
realizar
instalação e manutenção em equipamentos de
3. OBJETIVO
refrigeração e climatização, respeitando legislações,
normas técnicas, ambientais, de qualidade e de
segurança.
4. MODALIDADE
Aperfeiçoamento Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Conhecimentos
 Comandos Elétricos:
Capacidades Técnicas:
 Consultar normas, manuais técnicos e
 Aplicações em climatização.
catálogos de fabricantes;
 Identificar e caracterizar componentes
elétricos
de
acionamento,
 Definição;
controle
e
 Tecnologia de Componentes:
 Motores elétricos;
proteção em sistemas de climatização em
 Funcionamento;
função de suas características construtivas
 Classificação (corrente contínua,
e operacionais (funcionamento);
corrente
alternada,
 Realizar procedimentos de operação e monofásica
alimentação
e/ou
bifásica,
manutenção de componentes elétricos em alimentação trifásica);
sistemas de refrigeração e climatização.
 Características construtivas e de
funcionamento.
Capacidades Sociais, Organizativas e
 Condutores Elétricos:
Metodológicas:
318
Catálogo de Cursos
 Participar das atividades de trabalho em
 Tipos;
equipe;
 Bitolas;
 Manter ambiente de trabalho limpo e
 Isolação.
organizado;
 Ter consciência preventiva em relação à
saúde e a segurança no trabalho;
 Utilizar de forma racional e segura, os
 Fusíveis:
 Atuação (ações retardada, rápida
e ultrarrápida);
 Tipos (diametral - D, NH e
recursos disponibilizados, considerando os cartucho de vidro).
aspectos técnicos, sociais e econômicos
aplicados;
 Disjuntores:
 Tipos de atuação (disjuntores
 Manter relacionamento interpessoal;
térmicos,
 Apresentar postura ética e responsável;
termomagnéticos,
magnéticos,
disjuntores
 Tomar decisões no âmbito do seu motores, interruptores e disjuntores
trabalho.
diferenciais residuais);
 Tipos de conexão (monopolar,
bipolar, tripolar e tetrapolar);
 Curvas de atuação.
 Chaves e Botões:
 Tipos;
 Contatos (normalmente abertos,
normalmente fechados, comutadores,
contatos múltiplos);
 Simbologia;
 Numeração.
 Contatores:
 Princípios de funcionamento;
 Contatos elétricos de força e
comando;
 Classes
de
acionamentos
aplicação
 (“AC”, “CC”);
 Tensões de alimentação.
319
Catálogo de Cursos
 Relés Térmicos ou de Sobre
Carga:
 Princípios de funcionamento;
 Tipos
(eletromecânico
e
eletrônico);
 Contatos;
 Faixas de atuação e ajustes.
 Relés da Falta de Fases e
Neutro:
 Atuação;
 Contatos.
 Temporizadores:
 Funcionamento e aplicação;
 Principais tipos (com retardo na
energização,
com
energização,
retardo
estrela-triângulo
após
e
cíclicos).
 Sinalização e Alarmes:
 Lâmpadas de sinalização;
 Sirenes.
 Termostatos:
 Funcionamento;
 Principais tipos.
 Pressostato:
 Funcionamento;
 Principais tipos;
 Regulagem / ajustes.
 Controladores
Eletrônicos
de
Pressão e Temperatura:
 Aplicações;
 Funcionamento;
 Parametrização;
320
Catálogo de Cursos
 Aplicação
de
simbologias
e
diagramas elétricos;
 Representação de componentes
e construção de diagramas elétricos;
 Acionamento
e
comando
de
comando
de
chave de partida direta;
 Acionamento
e
chave de partida estrela-triângulo.
Escolaridade mínima: ensino fundamental completo;
6. REQUISITOS DE
ACESSO
Idade mínima: 18 anos;
Ter concluído o curso de Mecânico de Refrigeração.
7. CARGA HORÁRIA
100 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
16 alunos
Tabela 103 – Comandos elétricos para refrIgeração
321
Catálogo de Cursos
12.2 Instalador e reparador de unidades SPLIT
INSTALADOR E REPARADOR DE UNIDADES
1. TÍTULO
SPLIT
Realizar instalação e manutenção em equipamentos
de climatização SPLIT residencial ou industrial ou
2. COMPETÊNCIA GERAL
comercial, respeitando legislações, normas técnicas,
ambientais, de qualidade, de segurança.
Desenvolver
capacidades
técnicas,
sociais,
organizativas e metodológicas referente à instalação
e manutenção em equipamentos de climatização
3. OBJETIVO
SPLIT
residencial
ou
industrial
ou
comercial,
respeitando legislações, normas técnicas, ambientais,
de qualidade, de segurança e de segurança.
4. MODALIDADE
Especialização Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Conhecimentos
 Cálculo de carga térmica;
Capacidades Técnicas:
 Consultar normas, manuais técnicos e
 Unidade interna;
 Unidade externa;
catálogos de fabricantes;
 Realizar procedimentos de operação e
 Linha de líquido;
manutenção de componentes elétricos em
 Linha de sucção;
sistemas de refrigeração e climatização;
 Interligação elétrica;
 Utilizar
equipamentos
de
proteção
 Carga de fluido refrigerante;
individual;
 Avaliar
 Evacuação do sistema frigorífico;
o
isolamento
térmico
em
 Superaquecimento;
componentes de sistemas de climatização
 Diagnóstico de defeito;
residencial;
 Manutenção.
 Calcular a quantidade de calor gerada
no ambiente a ser climatizado;
 Selecionar
equipamentos
de
climatização residencial;
322
Catálogo de Cursos
 Utilizar equipamentos, ferramentas e
instrumentos na instalação de sistemas de
refrigeração e climatização residencial;
 Instalar equipamentos de refrigeração e
climatização residencial.
Capacidades Sociais, Organizativas e
Metodológicas:
 Participar das atividades de trabalho em
equipe;
 Manter o ambiente de trabalho limpo e
organizado;
 Ter consciência preventiva em relação à
saúde e a segurança no trabalho;
 Estabelecer relações funcionais entre
setores;
 Utilizar de forma racional e segura, os
recursos disponibilizados, considerando os
aspectos técnicos, sociais e econômicos
aplicados;
 Manter relacionamento interpessoal;
 Apresentar postura ética e responsável;
 Tomar decisões no âmbito do seu
trabalho.
Escolaridade mínima: 7º ano do ensino fundamental;
6. REQUISITOS DE
ACESSO
Idade mínima: 16 anos;
Ter concluído o curso de Mecânico de Refrigeração.
7. CARGA HORÁRIA
50 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
16 alunos
Tabela 104 – Instalador e reparador de unidades SPLIT
323
Catálogo de Cursos
12.3 Mecânico de refrigeração
MECÂNICO DE REFRIGERAÇÃO
1. TÍTULO
CÓD. CBO 9542-05
Operar e realizar instalação e manutenção em
equipamentos
2. COMPETÊNCIA GERAL
de
refrigeração
e
climatização
residencial ou industrial ou comercial, respeitando
legislações,
normas
técnicas,
ambientais,
de
qualidade, de segurança.
Desenvolver
capacidades
técnicas,
sociais,
organizativas e metodológicas referente à instalação
e manutenção em equipamentos de refrigeração e
3. OBJETIVO
climatização residencial ou industrial ou comercial,
respeitando legislações, normas técnicas, ambientais,
de qualidade, de segurança.
4. MODALIDADE
Qualificação Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Conhecimentos
 Integração
Capacidades Técnicas:
e
orientação
 Consultar normas, manuais técnicos e profissional;
 Noções de eletricidade;
catálogos de fabricantes;
 Identificar e caracterizar componentes
elétricos
de
acionamento,
controle
 Sistema
eletroeletrônico
e refrigeração;
proteção em sistemas de climatização em
 Diagramas elétricos;
função de suas características construtivas
 Tubos e conexões;
e operacionais (funcionamento);
 Noções de termologia;
 Realizar procedimentos de operação e
 Noções de soldagem oxi-gás;
manutenção de componentes elétricos em
 Componentes
sistemas de refrigeração e climatização;
mecânico de refrigeração;
 Utilizar
equipamentos
de
proteção
individual;
 Identificar diferentes tipos de sistemas
de refrigeração e climatização;
de
do
sistema
 Fluidos refrigerantes;
 Óleo lubrificante;
 Limpeza do sistema com R-141b e
nitrogênio;
324
Catálogo de Cursos
 Utilizar produtos químicos, através de
 Evacuação
e
desidratação
do
sistema de refrigeração;
técnicas apropriadas;
 Manusear instrumentos, ferramentas e
 Carga do fluido refrigerante;
equipamentos para montagem de tubulação
 Retrofit e drop-in;
em geral.
 Noções de 5 S.
Capacidades Sociais, Organizativas e
Metodológicas:
 Participar de atividades de trabalho em
equipe;
 Manter o ambiente de trabalho limpo e
organizado;
 Ter consciência preventiva em relação à
saúde e a segurança no trabalho;
 Estabelecer relações funcionais entre
setores;
 Utilizar de forma racional e segura, os
recursos disponibilizados, considerando os
aspectos técnicos, sociais e econômicos
aplicados;
 Manter relacionamento interpessoal;
 Apresentar postura ética e responsável;
 Tomar decisões no âmbito do seu
trabalho.
6. REQUISITOS DE
ACESSO
7. CARGA HORÁRIA
Escolaridade mínima: 7º ano do ensino fundamental;
Idade mínima: 16 anos.
180 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
16 alunos
Tabela 105 – Mecânico de refrigeração
325
Catálogo de Cursos
13 SEGURANÇA NO TRABALHO
326
Catálogo de Cursos
ORGANIZAÇÃO CURRICULAR DOS CURSOS
13.1 Comissão interna de prevenção de acidentes – CIPA
COMISSÃO INTERNA DE PREVENÇÃO DE
1. TÍTULO
ACIDENTES - CIPA
Realizar as atribuições da CIPA conforme dispõe a
norma regulamentadora de nº 5 da portaria 3.214 de
2. COMPETÊNCIA GERAL
8 de junho de 1978 e assim, assegurar a saúde e
integridade física dos trabalhadores.
Desenvolver
capacidades
técnicas,
sociais,
organizativas e metodológicas para a aplicabilidade
3. OBJETIVO
na prevenção de acidentes e doenças decorrentes do
trabalho.
4. MODALIDADE
Aperfeiçoamento Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Conhecimentos
 Legislação trabalhista;
Capacidades Técnicas:
 Reconhecer e seguir as normas e
legislação
de
saúde
e
segurança
 Doença do trabalho e doença
do profissional;
 Noções de primeiros socorros;
trabalho;
 Reconhecer a norma regulamentadora
 Prevenção e combate a incêndios;
nº 5 e a portaria nº 9 de 23/02/1999 que
 Norma regulamentadora;
trata da CIPA e suas alterações;
 Mapeamento de risco;
 Demonstrar
conhecimento
sobre
 Inspeção de segurança;
doença do trabalho, doença profissional e
 Funcionamento da CIPA;
DST / AIDS;
 Noções
sobre
legislação
 Aplicar técnicas de primeiros socorros previdenciária;
 Noções sobre DST / AIDS;
em caso de acidentes de trabalho;
 Aplicar técnicas de combate a princípio
trabalho;
de incêndio em caso de sinistros;
 Identificar
e
mapear
os
 Estudo de análise no ambiente de
riscos
 NR-5 / portaria nº 9 de 23/02/1999.
ambientais presentes no ambiente de traba327
Catálogo de Cursos
lho;
 Investigar e analisar os acidentes do
trabalho
e
doenças
relacionadas
ao
trabalhando, fazendo o estudo do ambiente
e propondo melhorias.
Capacidades Sociais, Organizativas e
Metodológicas:
 Apresentar
comportamento
ético,
prevencionista e seguir as legislações,
normas e procedimentos de saúde e
segurança do trabalho;
 Ter capacidade de organização;
 Ter
capacidade
de
argumentação
técnica;
 Trabalhar
em
equipe
e
manter
relacionamento interpessoal;
 Comunicar-se de forma clara e objetiva;
 Ter capacidade de observação.
Escolaridade mínima: alfabetizado;
6. REQUISITOS DE
ACESSO
7. CARGA HORÁRIA
Idade mínima: 18 anos;
Ser indicado por empresa.
20 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
De acordo com a necessidade das empresas.
Tabela 106 – Comissão interna de prevenção de acidentes - CIPA
328
Catálogo de Cursos
14 TELECOMUNICAÇÃO
329
Catálogo de Cursos
ORGANIZAÇÃO CURRICULAR DOS CURSOS
14.1 Operador de rede e acesso – ORA
1. TÍTULO
OPERADOR DE REDE E ACESSO - ORA
Instalar e reparar redes e equipamentos de telefonia,
trabalhando
sob
supervisão
técnica,
prestando
suporte técnico nos equipamentos e programas, de
2. COMPETÊNCIA GERAL
acordo com as normas e procedimentos técnicos de
qualidade,
saúde,
segurança
e
preservação
das
capacidades
ambiental.
Propiciar
3. OBJETIVO
o
desenvolvimento
técnicas, organizativas, sociais e metodológicas
relativas ao operador de rede de acesso.
4. MODALIDADE
Aperfeiçoamento Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Conhecimentos
 Conhecimentos
Capacidades Técnicas:
básicos
sobre
 Interpretar textos, normas, manuais, telefonia fixa;
modelos, diagramas e desenhos técnicos;
 Medir tensão, resistência e corrente
elétrica, utilizando instrumentos específicos;
 Fazer conexões nos diversos tipos de
componentes
em
externas
internas,
e
redes
de
 Centrais telefônicas;
 Centrais analógicas;
 Centrais digitais;
 Conhecimentos
básicos
sobre
telefonia redes de cabos telefônicos;
utilizando
as
ferramentas adequadas;
 Analisar as codificações utilizadas nos
 Tipos de cabos;
 Cabo primário;
 Cabo secundário;
diversos tipos de cabos utilizados em
 Código
telefonia;
combinações;
 Manusear instrumentos e ferramentas
de
e
suas
 Verificar tipos de defeitos (terra,
típicas da área telefonia em redes externas curto-circuito:
perna-pulada;
e internas;
 Utilizar equipamentos de segurança na
cores
cruzado,
trocado;
invertido;
baixo-
isolamento; difonia);
330
Catálogo de Cursos
implementação e na manutenção de redes
 Tipos de emendas;
telefônicas;
 Materiais usados nas emendas
 Utilizar raciocínio lógico para resolução aéreas;
 Instalação e montagem de caixa;
dos problemas;
 Executar
as
emendas
dos
cabos
 Bloco interno;
metálicos de/ou fibras óticas de acordo com
 Execução de emenda aérea;
o projeto;
 Fechamento de emenda e teste;
 Pintura de caixa de distribuição e
 Executar cortes automáticos;
 Executar o jumper nos pontos de quadro interno;
 Materiais usados nas emendas
distribuição geral;
 Identificar
a
de subterrâneas;
 Blocos;
disponibilidade
facilidade;
 Identificar
acessórios
a
serem
 Distribuição de emenda;
instalados em postes;
 Identificar as caixas e
os blocos
as
ferramentas,
os
equipamentos e os materiais a serem
utilizados para a execução do serviço;
 Identificar o local da instalação do
 Identificar o local do aterramento e das
proteções elétricas dos cabos metálicos;
 Identificar o local em que será realizado
o jumper nos pontos de distribuição geral;
 Identificar o local em que serão abertas
as emendas e os jumpers;
 Identificar o local em que serão fixados
caixas e blocos terminais;
 Identificar o local em que serão fixados
distribuídos
terminais;
os
pares
 Teste de pares;
 Introdução à pressurização;
 Ferramentas e equipamentos de
proteção do ORA;
 Leitura de projeto de rede (aérea
telefone de uso público;
e
 Fechamento de emendas;
 Teste de estanqueidade;
terminais a serem fixados;
 Identificar
 Montagem;
nos
blocos
subterrânea e canalização);
 Retirada
do
isolante
de
condutores;
 Instalação de fitas de aço;
 Amarrações finais com fio;
 Etiquetas e identificações de rede;
 Introdução sobre os instrumentos
de medição (megômetro, terrômetro,
outros);
 Conhecimentos de medição de
aterramento
e
execução
de
aterramento.
331
Catálogo de Cursos
 Identificar o local em que serão fixados
os sub-bastidores, armários de distribuição
e racks.
Capacidades Sociais, Organizativas e
Metodológicas:
 Ter raciocínio lógico;
 Ter
consciência
prevencionista
em
relação à saúde, segurança no trabalho e
meio ambiente;
 Ter visão sistêmica;
 Ter proatividade;
 Ter capacidade de análise;
 Tomar decisões;
 Ter senso investigativo;
 Estabelecer prioridades;
 Ter organização;
 Manter-se atualizado tecnicamente;
 Cumprir normas e procedimentos;
 Trabalhar em equipe;
 Comunicar-se de forma clara e precisa;
 Ter responsabilidade;
 Ter senso crítico.
6. REQUISITOS DE
ACESSO
Escolaridade: cursando o ensino médio;
Idade mínima: 18 anos.
7. CARGA HORÁRIA
120 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
15 alunos
Tabela 107 – Operador de rede e acesso – ORA
332
Catálogo de Cursos
14.2 Operador de serviço ao cliente – OSC
1. TÍTULO
OPERADOR DE SERVIÇO AO CLIENTE - OSC
Atender as demandas operacionais de instalação e
manutenção de cabos telefônicos de redes metálicas
2. COMPETÊNCIA GERAL
aéreas e subterrâneas, dentro de padrões técnicos,
de qualidade, segurança e de preservação ambiental
estabelecido.
Propiciar a aquisição de capacidades técnicas
necessárias para a realização de instalação e
3. OBJETIVO
manutenção de redes metálicas de sistemas de
telecomunicações.
4. MODALIDADE
Aperfeiçoamento Profissional
5. CONTEÚDOS FORMATIVOS
Fundamentos Técnicos e Científicos
Conhecimentos
Capacidades Técnicas:
 Conhecimentos Básicos sobre
 Adequar cabos e caixas de emenda na Telefonia Fixa:
 Centrais telefônicas;
galeria subterrânea;
 Analisar as condições ambientais e
 Centrais digitais.
climáticas na área de trabalho;
 Analisar
os
resultados
de
testes
elétricos nos cabos de redes metálicas;
 Avaliar as condições do grupo motor
atualização
do
relatório
de
atualização
 Distribuidor geral (DG);
 Componentes de rede.
projeto e execução da atividade;
 Gerar
 Código de cores;
 Tipos de cabos;
gerador de energia elétrica;
de
 Cabo primário;
 Cabo secundário;
da rede de distribuição elétrica;
relatório
 Conhecimentos Básicos sobre
Redes de Cabos Telefônicos:
 Avaliar a necessidade de adequação
 Gerar
 Centrais analógicas;
do
projeto ou execução do reparo;
 Tipos de Fios:
 Fio externo – FE (100);
 Identificar a existência de rede elétrica;
 Cabo de conexão interna – CCI;
 Instalar e operar grupo motor gerador
 Fio de distribuição geral.
de energia elétrica;
333
Catálogo de Cursos
 Interpretar
ordem
de
serviço
de
 Tipos de Rede:
 Rede rígida;
manutenção;
 Interpretar ordem de serviço e projeto;
 Rede flexível;
 Interpretar projetos de redes metálicas;
 Rede Carrye 4 canais e 11
 Operar instrumentos de teste;
canais.
 Realizar a abertura e a limpeza dos
 Tipos de Equipamentos:
 Equipamentos
cabos;
de
proteção
 Realizar distribuição, conectorização e individual;
 Sinalização em vias publica.
emenda dos cabos;
 Realizar
abertura,
fechamento
e
 Apresentação e comportamento de
vedação de caixa de emenda;
 Realizar
 Utilizando escadas;
fechamento, OSC;
abertura,
vedação e pressurização dos cabos e
 Regras básicas para o OSC;
caixas de emenda;
 Revisando redes telefônicas;
 Realizar
manobras
de
pares
e
 Ajuda de trabalho – execução de
serviço;
transferência de linhas;
 Realizar o levantamento de recursos a
 Instalação de linha e aparelhos.
serem utilizados no trabalho;
 Realizar
preparação,
distribuição
e
emenda do cabo em redes aéreas;
 Realizar
preparação,
distribuição
e
emenda do cabo em redes subterrâneas;
 Realizar testes elétricos nos cabos de
redes
metálicas,
com
instrumentos
específicos;
 Registrar em forma de croqui o trajeto
de lançamento e caixas de emenda dos
cabos;
 Utilizar EPI e EPC;
 Verificar a existência de gases tóxicos
ou inflamáveis na galeria subterrânea,
através de instrumentos de medidas;
334
Catálogo de Cursos
 Verificar as condições de trabalho na
galeria subterrânea;
 Vincular
os
cabos
à
malha
de
aterramento.
Capacidades Sociais, Organizativas e
Metodológicas:
 Atuar em equipes;
 Comunicar-se e interagir com os demais
membros da equipe;
 Atuar de acordo com o sistema de
gestão da qualidade;
 Demonstrar organização;
 Responsabilizar-se
pela
conservação
dos equipamentos;
 Demonstrar
coordenação
no
desenvolvimento do planejamento das suas
atividades;
 Demonstrar atitude proativa.
Escolaridade mínima: ensino médio completo;
6. REQUISITOS DE
ACESSO
Idade mínima: 18 anos;
Ter conhecimentos na área de telecomunicações.
7. CARGA HORÁRIA
120 horas
8. Nº DE ALUNOS POR
TURMA
15 alunos
Tabela 108 – Operador de serviço ao cliente - OSC
335
Catálogo de Cursos
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
BRASIL. MTb. CBO Classificação Brasileira de Ocupações. Brasília, DF, 2002.
Em CD-ROM.
CNI – CONFEDERAÇÃO NACIONAL DA INDÚSTRIA. Departamento Nacional.
Itinerário Nacional de Educação Profissional SENAI: Alimentos e Bebidas
(versão 3). Brasília, DF: CNI, 2014.
CNI – CONFEDERAÇÃO NACIONAL DA INDÚSTRIA. Departamento Nacional.
Itinerário Nacional de Educação Profissional SENAI: Automotiva (versão 3).
Brasília, DF: CNI, 2014.
CNI – CONFEDERAÇÃO NACIONAL DA INDÚSTRIA. Departamento Nacional.
Itinerário Nacional de Educação Profissional SENAI: Construção Civil Edificações (versão 3). Brasília, DF: CNI, 2014.
CNI – CONFEDERAÇÃO NACIONAL DA INDÚSTRIA. Departamento Nacional.
Itinerário Nacional de Educação Profissional SENAI: Construção Civil Instalações (versão 3). Brasília, DF: CNI, 2014.
CNI – CONFEDERAÇÃO NACIONAL DA INDÚSTRIA. Departamento Nacional.
Itinerário Nacional de Educação Profissional SENAI: Eletroeletrônica (versão
3). Brasília, DF: CNI, 2014.
CNI – CONFEDERAÇÃO NACIONAL DA INDÚSTRIA. Departamento Nacional.
Itinerário Nacional de Educação Profissional SENAI: Gemologia e Joalheria
(versão 3). Brasília, DF: CNI, 2014.
CNI – CONFEDERAÇÃO NACIONAL DA INDÚSTRIA. Departamento Nacional.
Itinerário Nacional de Educação Profissional SENAI: Gestão (versão 3). Brasília,
DF: CNI, 2014.
CNI – CONFEDERAÇÃO NACIONAL DA INDÚSTRIA. Departamento Nacional.
Itinerário Nacional de Educação Profissional SENAI: Madeira e Mobiliário
(versão 3). Brasília, DF: CNI, 2014.
CNI – CONFEDERAÇÃO NACIONAL DA INDÚSTRIA. Departamento Nacional.
Itinerário Nacional de Educação Profissional SENAI: Metalmecânica - Mecânica
(versão 3). Brasília, DF: CNI, 2014.
337
Catálogo de Cursos
CNI – CONFEDERAÇÃO NACIONAL DA INDÚSTRIA. Departamento Nacional.
Itinerário Nacional de Educação Profissional SENAI: Metalmecânica Soldagem (versão 3). Brasília, DF: CNI, 2014.
CNI – CONFEDERAÇÃO NACIONAL DA INDÚSTRIA. Departamento Nacional.
Itinerário Nacional de Educação Profissional SENAI: Refrigeração e
Climatização (versão 3). Brasília, DF: CNI, 2014.
CNI – CONFEDERAÇÃO NACIONAL DA INDÚSTRIA. Departamento Nacional.
Itinerário Nacional de Educação Profissional SENAI: Tecnologia da Informação
- Hardware (versão 3). Brasília, DF: CNI, 2014.
CNI – CONFEDERAÇÃO NACIONAL DA INDÚSTRIA. Departamento Nacional.
Itinerário Nacional de Educação Profissional SENAI: Tecnologia da Informação
- Software (versão 3). Brasília, DF: CNI, 2014.
CNI – CONFEDERAÇÃO NACIONAL DA INDÚSTRIA. Departamento Nacional.
Itinerário Nacional de Educação Profissional SENAI: Vestuário (versão 3).
Brasília, DF: CNI, 2014.
SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL. Departamento Regional
de Roraima. Catálogo de Cursos. 19. ed. Boa Vista, RR: SENAI/RR, 2015.
338
Catálogo de Cursos
SENAI/RR – Departamento Regional de Roraima
GEP – Gerência de Educação Profissional
CFP – Centro de Formação Profissional “Prof. Alexandre Figueira Rodrigues”
RELCOM – Relações com o Mercado
Equipe Técnica
Elaboração e Revisão
Jamili Rafaella Vasconcelos
Gerente de Educação Profissional - GEP
José Silvano de Pinho
Diretor do CFP - “Prof. Alexandre Figueira Rodrigues”
Maria Elza Costa Cavalcante
Coordenadora Educacional do CFP - “Prof. Alexandre Figueira Rodrigues”
Leidiane de Souza Lima
Assistente Administrativo da Gerência de Educação Profissional - GEP
Iranilde Maria Cavalcante Ferrão
Coordenadora Administrativa das Áreas de Alimentos, Automotiva, Confecção do
Vestuário,
Construção
Civil,
Eletroeletrônica,
Gestão,
Informática,
Madeira/Mobiliário, Metal/Mecânica, Refrigeração, Segurança no Trabalho e
Telecomunicação
Joséli Monteiro Gil
Coordenador Operacional do CFP – “Prof. Alexandre Figueira Rodrigues”
Normalização
Clivea de Farias Souto
Bibliotecária
Catálogo de Cursos
Apoio Técnico da Normalização
André Felipe Fonseca Gonzaga
Assistente Administrativo - Biblioteca
Danielle de Souza Ribeiro
Assistente Administrativa - Biblioteca
Giuliangele Saraiva
Assistente Administrativa - Biblioteca
Rosany Pereira Gondim
Assistente Administrativa – Biblioteca

Documentos relacionados

anexo 1

anexo 1 Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo Faculdade de Tecnologia SENAI Roberto Simonsen

Leia mais