empreendedorismo

Сomentários

Transcrição

empreendedorismo
EMPREENDEDORISMO
Silva, A. C.; Rodrigues1
RESUMO
Todo empreendimento, para sair do papel, precisa ser muito bem planejado no sentido dos os
objetivos que se espera alcançar. O empreendedor não somente cria novos negócios, mas
também resgata negócios já existentes. Ele está sempre atento em busca de novas
oportunidades de negócios nas possíveis fragilidades dos mercados. O termo empreendedor
vem do francês entrepreneur, e quer dizer que é aquele que assume riscos e inicia algo novo.
A palavra surgiu na França em meados dos séculos XVII e XVIII para identificar estas
pessoas que sonham e concretizam esses sonhos de se tornarem patrões de si mesmos. Há
uma enorme necessidade de realização nestas pessoas que decidem assumir riscos financeiros
e até pessoais com sua auto confiança para mudar o caminho a seguir e ouvir sua intuição.
Aqui no Brasil não é diferente, mas podemos considerar que o empreendedorismo veio com
força total a partir da década de 1990. Pesquisa recente divulgada pelo SEBRAE sobre o tema
aponta que o brasileiro aparece como o povo que mais empreende do G20 (grupo das
principais economias avançadas e emergentes do mundo) e também do Bric (conjunto
formado pelos quatro principais países emergentes: Brasil, Rússia, Índia e China). E a maioria
destas pessoas empreende por encontrar nichos de mercados propícios para abrir novos
negócios. Por ser uma carreira cheia de riscos e cujas recompensas dependem, entre diversos
fatores, de conhecimento do mercado, planejamento e dedicação, não são todas as pessoas que
encaram o desafio de empreender. Esta pesquisa teve como objetivo principal descobrir se os
estudantes de administração têm interesse em empreender ou se estão mais inclinados a
direcionar suas carreiras para empresas já existentes.
Palavras chaves: Empreendedorismo; Perfil empreendedor; Empreendedorismo no Brasil.
________________
Pesquisa que aborda o tema empreendedorismo e faz parte do projeto desenvolvido para o Programa
Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC).
1
Anna Carolina da Silva1 é acadêmica do 6º período do curso de Administração Geral, FUNESO – UNESF,
Olinda, PE – [email protected]
ABSTRACT
Every business out of the paper must have been very well planned so that the expected goals
are achieved. The entrepreneur not only creates new business but also rescues existing
businesses. The terms comes from the French entrepreneur entrepreneur, and want to say it is
one that takes risks and start something new. The entrepreneur is always looking and
searching for new business opportunities in the possible weaknesses of markets. The word
entrepreneur came from France in the mid-seventeenth and eighteenth centuries identifying
these people who dream and materialize those dreams of becoming their own bosses. There is
a huge need for achievement these people who decide to take financial and personal risks with
his high confidence in changing the way forward and listen to your intuition. Here in Brazil is
no different, but entrepreneurship came with full force only from the 1990s. Recent survey
released by SEBRAE on the subject points out that Brazil appears as the more people who
undertake the G20 and BRIC too. And most of these people undertake to find niche markets
conducive to open new businesses. Being a career full of risks and rewards which depends,
among many factors, market knowledge, planning and dedication, not all people who face the
challenge of undertaking. This research aimed to find out if business students are interested in
undertaking or are more inclined to direct their careers to existing businesses.
Keywords: Entrepreneurship; Profile entrepreneur; Entrepreneurship in Brazil.
INTRODUÇÃO
Para se destacar e ter mais importância junto ao mercado empresarial é necessário
um perfil que vai além do que é esperado dentro das empresas. O empreendedor tem a
capacidade de inovar sempre trazendo ideias que modificam para melhor o modo como é
administrado o seu negócio. Neste estudo é apresentada a importância do empreendedor na
economia e no desenvolvimento do país, o perfil caracterizado em empreendedores de sucesso
bem como o pensamento de jovens estudantes da graduação de administração da FUNESO
sobre o tema. Será que eles pensam em empreender? Esta pesquisa tem o intuito de
desenvolver o conhecimento sobre o tema Empreendedorismo como um todo, no Brasil,
analisar competências e características empreendedoras e pesquisar sobre os pensamentos e
aspirações do jovem estudante de Administração da FUNESO sobre o assunto abordado.
METODOLOGIA
Para a realização deste estudo foram feitas pesquisas exploratórias em fontes
bibliográficas, eletrônicas e de campo mediante aplicação de questionários com estudantes da
graduação de administração da FUNESO.
DISCUSSÃO
Com relação ao brasileiro, ele parece estar indo em busca da realização em ser
independente, ser seu próprio chefe, contribuindo para o país tornar-se enfim desenvolvido, e
como caminho a ser trilhado está gerando emprego e renda através da abertura de novas
empresas com ideias inovadoras e planejamento.
Os alunos pesquisados colaboraram com este estudo afirmando o desejo destes
jovens estudantes de ir além do aprendizado em sala de aula e pôr em prática seu sonho de
empreender. 93,33% do total de estudantes que responderam à pesquisa sonham em ter seu
próprio negócio e deste percentual 54,55% já estão se preparando espontaneamente por meio
de cursos.
CONCLUSÃO
Falar sobre empreendedorismo é falar em se apaixonar por uma ideia, em
acreditar em si mesmo e em inovar. O tema empreendedorismo é fruto de diversas pesquisas
em todo o mundo, e sempre traz novos dados para serem discutidos em sua amplitude. Todo
aquele que tiver o desejo de tornar-se um empreendedor precisa antes de tudo se informar. Ele
precisará buscar informações no que diz respeito ao mercado, e sua concorrência. O brasileiro
tem cada vez mais perfil empreendedor e buscado soluções para retirar suas ideias do papel,
fazendo crescer a economia do país, gerando emprego e renda. Errar fará parte da carreira
empresarial, seja de jovens estudantes ou de empresários experientes, encarar fracassos como
uma etapa de aprendizado é uma situação comum a todas as pessoas que sonham ter sua
própria empresa.
REFERÊNCIAS
Chiavenato, Idalberto. Empreendedorismo: Dando asas ao espírito empreendedor – Manole,
4. ed. Barueri, SP, 2012.
www.portaleducacao.com.br/educacao/artigos/28994/importancia-do-empreendedorismopara-a sociedade - Acessado em 01/02/2014;
http://wbmundoempresarial.blogspot.com.br/2011/03/empreendedorismo-no-brasil.html
Acessado em 14/02/2014;
-
http://exame.abril.com.br/pme/noticias/brasil-e-pais-mais-empreendedor-do-g20 Acessado em
15/03/2014.

Documentos relacionados

Empreendedorismo: Perspectiva de Muitos e Sucesso de Poucos

Empreendedorismo: Perspectiva de Muitos e Sucesso de Poucos brasileiros 1 pretende abrir um negócio próprio. Um dos fatores considerados como de fundamental importância para a abertura de novos negócios tem sido a crise econômica, na qual vem cada dia mais ...

Leia mais