Tabela Periódica - Anjo Albuquerque

Сomentários

Transcrição

Tabela Periódica - Anjo Albuquerque
A primeira ideia mais objectiva de “elemento” surgiu com os
filósofos gregos:
Thales de Mileto (624-546 a.C) supunha que todas as coisas tinham a origem na
água;
Anaximenes de Mileto (560-500 a.C) propunha a sua origem a partir do ar
Herakleitos (536-470 a.C) a partir do fogo
Empedokles (490-430 a.C) introduziu a ideia de que todas as coisas tinham origem
a partir de quatro elementos – água, ar, fogo e terra – e que existiam duas forças
– atracção e repulsão que as ligavam ou as separavam.
Aristóteles (384-322 a.C.) resumiu as teorias dos pensadores
anteriores, acrescentando, aos quatro elementos materiais, uma
quinta essência, imaterial, que designou por éter.
Considerou, ainda, como propriedades fundamentais
da matéria o “quente”, o ”frio”, a “humidade” e a
“secura”, relacionando-os na forma de um diagrama.
Classificação dos Elementos Químicos
(O Primeiro Elemento)
"Ao lado, o fósforo (P).
Primeiro elemento a ser
descoberto.
Ponto de partida para a
construção da Tabela
Periódica".
A resposta para o arranjo sistemático dos
elementos começou no momento em que se
iniciou a descoberta desses mesmos elementos.
O químico alemão, professor de Goethe, Johann W. Dobereiner
(1780-1849)
(O Primeiro Modelo de Tabela Periódica)
Cálcio
Estrôncio
40
88 >>> (40 + 137)/2 = 88,5
1817 - Lei das tríades de Döbereiner
Bário
137
A massa atómica do elemento central de cada tríade
era a média aritmética das massas atómicas do
primeiro e terceiro membro.
Muitos dos metais não podiam ser agrupados em
tríades.
Os elementos cloro(35), bromo(80) e iodo(127) eram
uma tríade, lítio(7), sódio(23) e potássio(39) formavam
outra, cálcio(40) estrôncio(88) e bário(137) outra.
Germain Henry Ivanovitch Hess (1849)
(O Segundo Modelo de Tabela Periódica)
Iodo
Bromo
Cloro
Flúor
Telúrio Carbono Nitrogênio
Selênio Boro
Fósforo
Enxofre Silício
Arsênio
Oxigênio
O cientista sueco naturalizado russo
publicou no seu manual Fundamentos da
Química Pura uma classificação de quatro
grupos de elementos (não-metais) com
propriedades
químicas
semelhantes
(tabela ao lado).
Hess escreveu:
“Esta classificação está ainda muito longe de ser natural. No entanto ela
reúne elementos em grupos muito semelhantes e pode ir aperfeiçoando-se
à medida que aumentarem os nossos conhecimentos.”
Alexander Beguyer de Chancourtoir (1862)
(O Terceiro Modelo de Tabela Periódica)
O químico e geólogo francês (18291886) propôs um sistema denominado
“parafuso telúrico.”
Distribuiu os elementos na forma de uma
espiral de 45º na superfície de um
cilindro.
Em cada volta da espiral ele colocou 16
elementos em ordem crescente de
massa atómica, de modo a posicionar os
elementos
com
propriedades
semelhantes um por baixo do outro na
geratriz do cilindro.
Químico industrial, inglês, John A.R. Newlands,
(1837-1898)
(O Quarto Modelo de Tabela Periódica)
O professor de química, no City College
em Londres, em 1863, sugeriu que os
elementos, poderiam ser arranjados
num modelo periódico de oitavas, na
ordem crescente de suas massas
atómicas.
Colocou o elemento lítio, sódio e
potássio juntos. Esquecendo o grupo
dos elementos cloro, bromo e iodo, e os
metais comuns como o ferro e o cobre.
A ideia de Newlands foi ridicularizada
pela analogia com os sete intervalos da
escala musical.
Dimitri Ivanovich Mendeleev (1869)
(O pai da Tabela Periódica dos elementos químicos)
Nasceu na Sibéria, sendo o mais
novo de dezassete irmãos.
Mendeleev foi educado em St.
Petersburg, e posteriormente na
França e Alemanha. Conseguiu o
cargo de professor de química na
Universidade de St. Petersburg.
Em 1869, enquanto escrevia o
seu livro de química inorgânica,
organizou os elementos na forma
da tabela periódica atual.
Dimitri Ivanovich Mendeleev (1869)
(O Quinto Modelo de Tabela Periódica)
Dimitri Ivanovich Mendeleev (1869)
(O Quinto Modelo de Tabela Periódica)
Mendeleev criou uma carta para
cada um dos 63 elementos
conhecidos. Cada carta continha
o símbolo do elemento, a massa
atômica e suas propriedades
químicas e físicas.
A tabela periódica de Mendeleev
exibia semelhanças numa rede
de relações vertical, horizontal e
diagonal.
Em 1906, Mendeleev recebeu o
Prémio Nobel por este trabalho.
Henry Moseley (1887-1915)
Em 1914 o cientista britânico
descobriu que o número de
protões no núcleo de um
determinado átomo era sempre o
mesmo.
Moseley usou essa idéia para o
número atómico de cada átomo.
Quando os átomos foram
arranjados de acordo com o
aumento do número atómico, os
problemas existentes na tabela de
Mendeleev desapareceram.
Glenn Seaborg (1951)
(A Tabela Periódica nos dias de hoje)
Nasceu em 1912 em Michigan nos EUA, formouse em química na Universidade de Berkley,
Califórnia e realizou a última maior troca na
tabela periódica em 1950.
A partir da descoberta do plutónio em 1940,
Seaborg descobriu todos os elementos
trânsuranianos (do número atômico 94 até 102).
Reconfigurou a tabela periódica colocando a série
dos actinídeos abaixo da série dos lantanídeos.
Em 1951, Seaborg recebeu o Prêmio Nobel em
química, pelo seu trabalho.
O elemento 106 tabela periódica é chamado
seabórgio, em sua homenagem.
As modificações mais recentes
da Tabela Periódica
O sistema de numeração dos grupos são recomendados pela União
Internacional de Química Pura e Aplicada (IUPAC).
A numeração é feita em algarismos arábicos de 1 à 18, sendo o grupo 1, o dos
metais alcalinos e o 18, o dos gases nobres.
As modificações mais recentes
da Tabela Periódica
RAIO IÓNICO
RAIO IÓNICO
RAIO IÓNICO
Nos iões isoelectrónicos - quanto menos positiva ou
mais negativa for a carga do ião, maior é o seu raio
Variação da energia de ionização com o
número atómico

Documentos relacionados

Apostila - Gran Cursos Online

Apostila - Gran Cursos Online Dmitri Ivanovich Mendeleev – “O sonho de sua tabela periódica”. O princípio básico de organização da tabela periódica. Quando os elementos químicos eram organizados em ordem crescente de massa...

Leia mais

História da Tabela Periódica

História da Tabela Periódica semelhantes a que chamou tríades. Verificou que havia uma relação entre os valores das massas atómicas relativas desses elementos: a massa atómica do elemento central de cada tríade era, aproximada...

Leia mais

Apresentação do PowerPoint

Apresentação do PowerPoint A partir dessa lei, a tabela periódica é organizada de forma definitiva e se apresenta de modo a tornar mais evidente a relação entre as propriedades dos elementos e a estrutura eletrônica deles. ...

Leia mais

Tabela Viva - Centro Ciência Viva de Vila do Conde

Tabela Viva - Centro Ciência Viva de Vila do Conde grupos de tríades constituidos pelos seguintes elementos: cloro, bromo e iodo e lítio, sódio e potássio. Dobereiner verificou que para além das propriedades serem semelhantes verificava-se ainda qu...

Leia mais

Breve história da Tabela Periódica

Breve história da Tabela Periódica volume atómico em função da massa atómica relativa e, através da curva obtida, conseguiu  agrupar  vários  elementos  em  famílias.  Chegou  assim  a  uma  classificação  periódica  dos  elementos ...

Leia mais

Quem inventou a Vodca? - IFTO

Quem inventou a Vodca? - IFTO chegou à composição ideal para a vodca: 40% de álcool e 60% de água. E já no ano de 1894 a Vodca Russa já seguia por lei a fórmula proposta por ele. Por estas e outras razões o professor Mendeleev ...

Leia mais

Tabela Periódica - Colégio Energia Barreiros

Tabela Periódica - Colégio Energia Barreiros ser descoberto. • Ponto de partida para a construção da Tabela Periódica".

Leia mais

Carlos Grilo - Bem Explicado

Carlos Grilo - Bem Explicado baseado em evidências experimentais, retomou a ideia dos filósofos gregos fazendo o primeiro modelo atómico científico preparando uma lista de elementos químicos pelas massas.  J. W. Dobereiner- (...

Leia mais

Diapositivo 1

Diapositivo 1 Se o elemento tiver três ou mais eletrões no nível mais periférico – o grupo é dado pelo nº de eletrões de valência +10. Exemplo: 3 eletrões de valência (3 + 10) grupo 13; 4 eletrões de valência (4...

Leia mais

Tabela periódica Œ Wikipédia, a enciclopédia livre

Tabela periódica Œ Wikipédia, a enciclopédia livre construção mais precisa. Em 1829, Johann Wolfgang Döbereiner observou que muitos dos elementos poderiam ser agrupados em tríades (grupos de três) com base em suas propriedades químicas. Lítio, sódi...

Leia mais