Califórnia da Canção Nativa, Caminho para os Festivais no

Сomentários

Transcrição

Califórnia da Canção Nativa, Caminho para os Festivais no
MOVIMENTO TRADICIONALISTA GAÚCHO - MTG / RS
61º Congresso Tradicionalista
Porto Alegre/RS
FESTEJOS FARROUPILHA 2014
TEMÁRIO PROPOSTO:
"Califórnia da Canção Nativa, Caminho para os Festivais no RS”
Proponentes:
Éridio Silveira e Jonathas Oliva Igisk
Justificativa:
O nome “Califórnia “vem do grego e significa “conjunto de coisas belas”“. No RS chamaramse Califórnia as incursões de Chico Pedro fazia na Cisplatina a fim de resgatar os bens brasileiros
lá radicados que sofriam perseguições.
Como significação de “Conjunto de coisas belas” e competições entre vários concorrentes em
busca de grandes prêmios, foi que o nome “Califórnia da Canção Nativa prevaleceu entre os seus
idealizadores”.
A história da Califórnia começa quando a Rádio São Miguel, da cidade de Uruguaiana
resolveu promover o “Primeiro Festival Canção Popular da Fronteira", em 1970. Tudo começou
quando Júlio Machado da Silva e Colmar Duarte inscreveram, no Festival, com uma milonga
chamada “Abichornado”.
Conforme relato de Milton Mendes de Souza-a época radialista da emissora que promovia o
evento, mais tarde Patrão do CTG Sinuelo do Pago, como o próprio Colmar Duarte, inconformado
com a desclassificação, com o fato de ter sido ganhadora uma letra e m espanhol passou acalentar
a ideia de realizar outro festival que aceitasse somente canções gaúchas.
A importância da iniciativa de Colmar Duarte para a realização do Festival, teve uma
amplitude que ultrapassou a simples vontade individual e impossível determinar quem foi seu
criador.
É importante a Califórnia para a música regional porque iniciou um movimente no sentido de
qualificação estética da música regional, conseguindo elevá-la a um patamar superior de
sofisticação, através da canalização de esforços de um contingente cada vez maior de artistas.
Jornalista Osmar Meletti relata após assistir um Festival mudou de ideia sobre o que
presenciou, onde “não viu nada de grossura”, nada de aberração, mas uma música de qualidade,
letras que devem ser consideradas verdadeiros poemas- e que nosso ‘Estado venha a inserir no
contexto nacional a sua música, a exemplo de outros estados.
Califórnia da Canção Nativa proporcionou:
1
MOVIMENTO TRADICIONALISTA GAÚCHO - MTG / RS
61º Congresso Tradicionalista
Porto Alegre/RS
 Um salto de qualidade de nossa música, acompanhando as mudanças radicais em
curso da Musica Popular Brasileira, que sofreu na década de 60ª Revolução da Bossa
Nova, Tropicalismo e o breve ciclo da Canção de Protesto;
 Um crescimento do repertório musical regional, antes representado, desde 1940,
por artistas como Pedro Raymundo, Teixeirinha, José Mendes que se popularizaram
através do rádio, com grande sucesso também no meio rural e classes populares,
procedendo o estigma de “grossura” que causava rejeição entre a classe média e alta da
sociedade.
 Adaptação das transformações tecnológicas introduzindo a eletrificação dos
instrumentos musicais e a evolução dos aparelhos de amplificação sonora;
 Fortalecimento do nativismo e com isso, o poder de impor padrões culturais que
foram desde o uso da bombacha e do chimarrão até o tipo de música verdadeiramente
gaúcha;
 Estímulo à introdução nas letras das categorias campeira, para identificar o homem
do campo, seus usos e costumes; enfoque também nos aspectos socioculturais e
geográficos do RS;
 Contribuição da linha de projeção folclórica, no sentido da universalidade artística,
em termos de tratamento poético;
 Nas canções com alto índice de vocábulos regionais;
O ciclo dos festivais incentivou os artistas gaúchos e nos 30 anos de existência foram mais de
250 canções que surgiram, valorizando os elementos constitutivos da identidade gaúcha:
Músicas e letras consideradas obras prima, cantadas e imortalizadas pelo gaúcho: Ave-Maria
Pampeana-IV Califórnia; Desgarrados XI Califórnia; Esquilador XI Califórnia; Pássaro Perdido
VIII Califórnia; Grito dos Livres XIV Califórnia; Guri XIII Califórnia;
A década de 1980 viu uma explosão de festivais pelo estado. Notadamente, os mais
importantes foram Tertúlia de Santa Maria (1980), Coxilha de Cruz Alta (1981), Seara de
Carazinho (1981) e Musicanto de Santa Rosa (1983). Inúmeros festivais se seguiram: Gauderiada,
Reponte, Ponche Verde, Reculuta, Moenda, Ronco do Bugio, Tafona, ... Chegamos a ter mais de
60 eventos num ano. São mais de 200 títulos no total. Alguns não passaram de uma ou duas
edições.
Tivemos um festival de intérpretes em Caçapava do Sul que premiava o vencedor com um
automóvel zero-quilômetro. Houve também uma mostra em Porto Alegre de músicas participantes
de outros festivais: Tchê - o Festival dos Festivais. Com ideia semelhante aconteceu em
Tramandaí o Eco dos Festivais, em que participavam somente as vencedoras de outros eventos. A
Mostra Farroupilha de Nativismo, acontecida no ano do Sesquicentenário da Revolução
Farroupilha, também ajudou a incentivar os festivais.
A música gaúcha se espraiou e os festivais também. Santa Catarina começou a organizar a
Sapecada da Canção em Lages e outros em várias cidades. O Paraná teve o Cante-Terra em
Campo Mourão e mais alguns.
2
MOVIMENTO TRADICIONALISTA GAÚCHO - MTG / RS
61º Congresso Tradicionalista
Porto Alegre/RS
Hoje acontecem em torno de 30 ao ano no Rio Grande do Sul. Todo ano surgem novos,
antigos desaparecem e alguns parados voltam a acontecer. A dinâmica depende muito da política,
apoio de prefeituras e leis de incentivo, por isso há uma grande variação. Mas é um mercado que
movimenta muita gente e muitos recursos, e eu gostaria de ver estudos a respeito. Tento fazer uma
parte, registrando aqui o que está ao meu alcance.
Levantamento informal e não oficial dos festivais que existem e já existiram no estado:
 Acampamento da Canção Nativa - Campo Bom - reativado em 2011 depois de muitos anos - edições: 11
 Água da Sanga - São Jerônimo - inativo
 Baquería de los Piñares - Vacaria - ativo
 Bordoneio do Canto Ibiá - Montenegro - inativo
 Califórnia da Canção Nativa - Uruguaiana - ativa - edições: 37
 Candeeiro - Restinga Seca - inativo
 Canoa do Canto Nativo - Canoas - inativa  Cante uma Canção em Vacaria - Vacaria - ativo (bienal) - edições: 7
 Canto Alegretense - Alegrete - inativo
 Canto ao Saladeiro - Quaraí - ativo - edições: 2
 Canto da Lagoa - Encantado - ativo
 Canto do Urutau - Rio Pardo - ativo - edições: 1
 Canto do Sinos - São Leopoldo - inativo
 Canto dos Cardeais - Canguçu - inativo
 Canto dos Ervais - Palmeira das Missões - ativo
 Canto Interuniversitário Rio-Grandense (CIRIO) - Pelotas - inativo
 Canto Missioneiro - Santo Ângelo - ativo - www.cantomissioneiro.com.br - edições: 4
 Canto Nativo - Santo Augusto - inativo
 Canto para Martin Fierro, Um - Santana do Livramento - não aconteceu em 2010 e 2011, volta em 2012 edições: 11
 Canto Sem Fronteira - Bagé - ativo
 Carijo da Canção Gaúcha - Palmeira das Missões - ativo - edições: 26
 Carreta - Passo Fundo - inativa - edições: 1
 Casilha da Canção Farrapa - Itaqui - ativa - edições: 14
 Chamamento - Passo Fundo - inativo - edições: 4
 Ciranda Teuto-Rio-Grandense - Taquara - inativa - edições: 10
 Colina da Canção Gaúcha - São João da Urtiga - ativa - edições: 1
 Convenção Nativista - Júlio de Castilhos - ativa
 Comparsa - Pinheiro Machado - ativa
 Coxilha Nativista - Cruz Alta - ativa - www.coxilhanativista.com.br - edições: 31
 Coxilha Negra - Butiá
 Eco dos Festivais - Tramandaí - inativo - edições: 3
 Encantadas - Santana da Boa Vista - ativo
 Escaramuça da Canção Gaudéria - Triunfo - ativa
 Esmeralda Canta Zé Mendes - Esmeralda - ativo
 Estância da Canção Gaúcha - São Gabriel - ativo - edições: 18
 Feitoria - São Leopoldo - inativa - edições: 2
 Festival César Passarinho - Caxias do Sul - ativo - edições: 4
 Festival da Música Crioula - Santiago - ativo
 Festival da Mata - Mata - inativo
 Galponeira - Bagé - ativa
 Gauderiada da Canção Gaúcha - Rosário do Sul - ativa - edições: 30
 Grito de Bravos - Lavras do Sul - inativo - edições: 3
 Grito do Nativismo - Jaguari - ativo - edições: 23
 Guyanuba da Canção Nativa - Sapucaia do Sul – ativa
3
MOVIMENTO TRADICIONALISTA GAÚCHO - MTG / RS
61º Congresso Tradicionalista
Porto Alegre/RS
 Jerra - Santa Vitória do Palmar - inativo
 Laçador - Porto Alegre - inativo
 Levante da Canção Gaúcha - Capão do Leão - ativo - edições: 4
 Manancial Missioneiro - Bossoroca - inativa
 Manoca - Santa Cruz - cancelada em 2011 - edições: 5
 Minuano da Canção Nativa - Santa Maria; São Pedro do Sul - não aconteceu em 2011 - edições: 8
 Moenda da Canção - Santo Antônio da Patrulha - ativa - edições: 25
 Moinho da Canção Gaúcha - Panambi - ativo - www.moinhocancaogauchapbi.blogspot.com - edições: 1
 Montenegro da Canção - Montenegro - inativo
 Musicanto Sul-Americano de Nativismo - Santa Rosa - ativo - www.musicanto.com.br - edições: 24
 Pastoreio da Canção Gaúcha - Novo Hamburgo - inativo - edições: 2
 Payada - Arroio Grande - inativo
 Pelota - Pelotas - inativa - edições: 1
 Ponche Verde - Dom Pedrito - ativo
 Primavera do Canto Xucro - Caxias do Sul - inativo - edições: 3
 Querência do Bugio - São Francisco de Assis
 Recanto da Canção - Porto Alegre - inativo - edições: 1
 Reculuta da Canção Crioula - Guaíba - inativa
 Reponte da Canção - São Lourenço do Sul - ativo - repontedacancao.blogspot.com - edições: 27
 Rio Grande Canta o Cooperativismo, O - várias cidades - ativo - edições: 4
 Ronco do Bugio - São Francisco de Assis - ativo
 Ronda - Alegrete - inativa - edições: 3
 Ronda de São Pedro - São Borja - inativa - edições: 14
 Salamanca - Quaraí - inativo
 Seara da Canção - Carazinho - reativada em 2010 depois de anos sem acontecer - www.searadacancao.com.br
- edições: 18
 Sentinela da Canção Nativa - Caçapava do Sul - ativa - edições: 9
 Serra, Campo e Cantiga - Veranópolis - retornou em 2010 depois de anos sem acontecer
 Sinuelo - São Sepé - inativo
 Tafona - Osório - ativa
 Terra e Cor - Pedro Osório - inativo
 Tertúlia Musical Nativista - Santa Maria - reativada em 2010 depois de muitos anos - edições: 20
 Tropeada - Santana do Livramento - inativa - edições: 4
 Tropilha - Ajuricaba - inativa - edições: 2
 Tropilha Crioula - São Borja - ativo - edições: 2
 Vertente - Piratini - inativo
 Vigília do Canto Gaúcho - Cachoeira do Sul - ativa - edições: 21
 Vindima - Flores da Cunha - inativa
 Vozes do Jacuí - São Jerônimo - ativo - edições: 2
Concluindo podemos afirmas que a Califórnia abriu caminhos para colocar a música do RS no
cenário nacional, é desnecessário dizer que o Festival teve um estrondoso sucesso; aumentou o
mercado de trabalho para inúmeros profissionais ligados ao circuito festivais. Assim Proponho que
o Rio Grande do Sul fale em sua Semana mais importante sobre os Festivais das suas Cidades e
Regiões enaltecendo a Música Regionalista e Nativista do nosso Povo Gaúcho.
4

Documentos relacionados

PEGADAS Califórnia da Canção Nativa, realizada desde 1971 em

PEGADAS Califórnia da Canção Nativa, realizada desde 1971 em semelhantes que acontecem. Entre os mais destacados, estão a Coxilha Nativista (Cruz Alta), Ciranda Musical (Taquara), Tertúlia (Santa Maria), Musicanto (Santa Rosa), Carijó da Canção Gaúcha (Palme...

Leia mais