halloween - Pequeno Canteiro

Сomentários

Transcrição

halloween - Pequeno Canteiro
O “HALLOWEEN”
(do livro “Festas populares e suas origens” por S. V. Milton)
O “Halloween” tem raízes no Dia de Todos os Santos da Igreja Católica que, por
sua vez, origina-se no “Samhain” ou “Senhor dos mortos”, quando os pagãos
relembravam seus falecidos com uma festa. No antigo Egito, o deus Anúbis era
o presidente das sepulturas, figurando sempre com sua cabeça e chacal sobre
os túmulos dos reis. No catolicismo, o Dia dos Mortos vem depois de Todos os
Santos, uma sequência perfeitamente compreensível quando volve-se as raízes
dessas comemorações e suas ritualísticas, como a vigília All Hallow’s Eve, na
véspera de Todos os Santos, ponto culminante dos rituais Halloween.
Vale salientar que “Halloween” não é um folclore, mas um sincretismo religioso,
misturando elementos de várias religiões. A maioria dos estudiosos estabelece
suas origens nas velhas tradições dos antigos sacerdotes druidas,
influenciadores dos costumes religiosos entre diversos povos da Europa,
praticantes de rituais mágicos, feitiçaria e culto à Natureza, notabilizando-se pela
vocação à fertilidade no início das plantações. O “Halloween” pode ser
considerado a continuação do “sawine”, festividade do ano novo celta (31 de
outubro), que consistia em cerimônias de adoração aos deuses das trevas
através de sacrifícios de sangue animal e humano. Nesse dia, o povo seguia os
sacerdotes até o local dos rituais, caracterizado com tétricas fantasias e
máscaras horripilantes. Iam brincando e cantando, numa fraternidade até hoje
observada pela tradição moderna do druismo na Inglaterra.
Os sacerdotes druidas eram celtas, povo da raça indo-germânica que se
espalhou por toda a Europa, mas acabou confinado na Gália, Espanha e Ilhas
Britânicas, até serem totalmente absorvidos pelos romanos. No último dia do
ano, que para eles era 31 de outubro, juntavam as festividades uma série de
rituais religiosos visando agradar os espíritos. Eles acreditavam na dualidade
bom-mau da natureza dos deuses e faziam oferendas com grande quantidade
de comida destinada a aplacar a fúria dos maus para não serem vítimas da sua
vingança. Também cultuavam os mortos e faziam festas ao redor de imensas
fogueiras, acesas para espantar os espíritos perturbadores. Nessas ocasiões,
costumavam fantasiar-se, seguindo a tradição druida.
Essas antigas festividades, sempre ressaltando o temor do oculto entre os
antigos e sua ânsia em agradar as divindades, atravessaram os séculos sofrendo
influências culturais que não foram suficientes para desfazer o sentido místico e
sobrenatural encerrado em sua essência. Essas influências, principalmente na
Irlanda e na Escócia, praticamente berços das civilização norte-americana,
propagadora moderna desse festival ao lado do druismo inglês, que já tem em
sua fileira aproximadamente um milhão de praticantes voltados para a
reintrodução do paganismo em terras bretãs.
Segundo a revista Defesa da Fé, todos os atuais costumes e símbolos do
“Halloween” têm origem no antigo Dia dos Mortos celta. A prática do “Trick or
Treat” (guloseimas ou travessuras), vem daquela tradição, em que as pessoas
davam comida em troca das bênçãos dos espíritos mortos. Os modernos
praticantes do “Halloween” são ativos participantes dos movimentos sociais e
ecológicos, fieis a um dos principais conceitos druídicos, o relacionamento e
íntimos contato com a Natureza, objetivando aprender como “sarar o planeta”.
Embora trabalhando para o ressurgimento do paganismo na terra, mormente
através da feitiçaria e da bruxaria (suas formas mais expressivas), os druidas
modernos não veem necessidade de voltar às antigas práticas do barbarismo,
preferindo a militância pacífica e a mediação, através do qual acreditam serem
capazes de se comunicarem com os mortos.
É importante insistir, ainda, na origem pagã do “Halloween”. Embora a igreja
Católica condenasse esses festivais (Samhain e Pamona), bastante arraigados
na cultura pagã romana, não alcançou êxito na repressão a esse costume
popular. A única alternativa que se vislumbrou diante das autoridades
eclesiásticas foi a de incorporar as celebrações pagãs ao calendário cristão,
como aconteceu com outras festividades de grande apelo popular. Assim, o
concorrido festival oriundo do druidismo celta em homenagem aos mortos, foi
oficializado em primeiro de novembro como o Dia de Todos os Santos através
de uma vigília celebrando os santos mártires assassinados pelas perseguições
religiosas no início do cristianismo. O dia seguinte, o romanismo dedicou aos
mortos em geral.
À primeira vista, tudo não passa de simples diversão sem consequências, mas
a realidade é muito diferente da fantasia e o diabo não desiste dos que o buscam,
mesmo inocentemente. É bom lembrar que o apóstolo Paulo aconselhou os
cristãos da Tessalônica a fugirem do mal: “Abstende-vos de toda a aparência do
mal.” (I Tessalonicenses 5.22). Aos romanos ele exorta a que rejeitem o mal: “O
amor seja não fingido. Aborrecei o mal e apegai-vos ao bem.” (Romanos 12.9).
Todo sentimento religioso sobrevive através das tradições, que é a fonte do
conhecimento das práticas que possibilitam o contato com o divino e o
transcendental. Esse sentimento, alimentado através das gerações, pode levar
o homem à luz ou às trevas, dependendo da sua escolha entre o poder de Deus
ou a força do diabo.
Publicado no blog “Pequeno Canteiro” em 31/10/2015
https://pequenocanteiro.wordpress.com/

Documentos relacionados

Mix de Atividades - Halloween - Janaina Spolidorio Janaina

Mix de Atividades - Halloween - Janaina Spolidorio Janaina No dia 31 de outubro, comemora-se o Halloween. Nesse dia, é costume, em alguns países, colocar lanternas ou velas nas janelas das casas para afugentar “maus espíritos”. Geralmente, as lanternas são...

Leia mais

Halloween - ipjardimdagloria.com.br

Halloween - ipjardimdagloria.com.br celtas. O druidismo, como vimos, tinha como data magna o 31 de outubro, quando criam que as almas dos mortos, junto com criaturas demoníacas, recebiam autorização de Samhain para adentrar o mundo d...

Leia mais

Halloween o que voce deve saber

Halloween o que voce deve saber Samhain controlava o frio e a escuridão durante todo o inverno. O ano novo celta começava no primeiro dia de novembro e era celebrado em homenagem a Samhain. Os druidas acreditavam que o espírito d...

Leia mais