CHAMADO PARA SER DISCÍPULO

Сomentários

Transcrição

CHAMADO PARA SER DISCÍPULO
ESTUDO 27
CHAMADO PARA SER
DISCÍPULO
Marcos 1.14-20; 3.13-19
Segunda
Terça
Quarta
Quinta
Sexta
Sábado
Domingo
Leituras Diárias
Mc 1.14-20
Mc 3.13-19
Lc 4.18-19
Mc 16.15-16
Mt 6.33; Mc 1.15
Hb 3.7-8
Fp 1.1-6
Introdução
O que é um discípulo? Como ele se
forma? Qual é sua missão? Este estudo
procura responder a estas perguntas,
mas também apontar como cada um
de nós pode se tornar um discípulo de
Jesus. A palavra grega para discípulo é μαθητης mathetes, definida como “aprendiz, pupilo, aluno, discípulo”
(Strong).1 “Aquele que recebe ensino
de alguém; aquele que aprende; aluno”
(O Dicionário Português).2 “Pessoa que
segue os ensinamentos de um mestre.
No NT se refere tanto aos apóstolos (Mt
10.1) como aos cristãos em geral (At
6.1)” (O Dicionário Almeida). “O conceito de discípulo — aquele que aprende
de um mestre — surgiu no judaísmo
do Segundo Templo. De fato, no Antigo Testamento a palavra só aparece
uma vez (1 Cr 25.8). Nos evangelhos, o
termo indica a pessoa chamada por Jesus (Mc 3.13; Lc 6.13; 10.1) para segui-lo
92
92 || RR EF
EF LL EXÕ
EXÕ EE SS BB ÍB
ÍB LL II CC AA SS II
II
(Lc 9.57-62), fazendo a vontade de Deus,
a ponto de aceitar a possibilidade de
enfrentar uma morte vergonhosa como
era a condenação à cruz (Mt 10.25 e
37; 16.24; Lc 14.25ss). Os discípulos de
Jesus são conhecidos pelo amor existente entre eles (Jo 13.35; 15.13). A fidelidade ao chamado do discípulo exige uma
humildade confiante em Deus e uma
disposição total para renunciar a tudo
que impeça seu pleno seguimento (Mt
18.1-4; 19,23ss.; 23.7). Mesmo que, tanto
os apóstolos como o grupo dos setenta
(Mt 10.1; 11.1; Lc 12.1) tenham recebido a designação de discípulos, o certo
é que não pode restringir-se somente
a esses grupos. Discípulo é todo aquele
que crê em Jesus como Senhor e Messias
e segue-o (At 6.1; 9.19)” (O Dicionário de
Jesus).
Além da definição dicionarizada,
compreende-se que discípulo é todo
C H A M A D O PA R A S E R D I S C Í P U LO
aquele que se parece com Jesus, alguém
que reflete a imagem de Cristo na sua
vida. Um excelente exemplo foi o que
aconteceu com os discípulos de Antioquia: Eles encarnaram tanto a imagem de
Jesus que passaram a ser chamados “cristãos” (At 11.26).
Jesus deu-nos o exemplo de liderança, formando o seu grupo de discipulado.
Esses homens teriam uma missão específica, mas precisavam ser submetidos
a um treinamento que, principalmente,
implicaria no relacionamento com o seu
Mestre.
Aplicação a sua vida: relembrando o
momento em que Deus o convidou a participar do Seu Reino e você aceitou, reflita
agora em quais aspectos você tem se assemelhado a Ele.
O DISCÍPULO É CHAMADO PARA PREGAR O EVANGELHO E ANUNCIAR QUE
O REINO DE DEUS CHEGOU (Mc 1.14 17).
Jesus iniciou o seu ministério sendo
batizado por João Batista e tentado por
Satanás. Ele venceu todas as tentações
do inimigo e prosseguiu em seu ministério pregando o Evangelho de Deus. Sua
mensagem era de que veio trazer boas
novas e esperança para os cansados e
oprimidos (Lc 4.18-19). Essa preocupação
divina para conosco é maravilhosa, mas
nos desafia a fazer o mesmo que Jesus
fez. O verdadeiro discípulo de Jesus faz
outros discípulos e glorifica o Pai através
da produção de “muito fruto”, conforme
João 15.8, onde Jesus diz: “Nisto é glorificado meu Pai, em que deis muito fruto;
e assim sereis meus discípulos”. Por este
motivo o discípulo de Jesus tem a missão
de anunciar o evangelho a toda criatura
|
(Mc 16.15-16). Alguém que se intitule discípulo de Cristo, mas não prega o evangelho, está negando sua identidade.
O Reino e a justiça de Deus devem
estar em primeiro lugar na missão do
discípulo (Mt 6.33), daí a necessidade de
arrependimento e fé (o evangelho, isto é,
as boas novas divinas). Mc 1.15 nos assegura que Deus cumpre o que promete e
o tempo para arrependermos é chegado, portanto, não pode ser adiado para
amanhã (Hb 3.7-8). Ao ouvir o evangelho
cada pessoa deve arrepender-se e crer.
Esta é a única resposta aceitável a Deus.
Este tipo de mensagem era revolucionária e demandava escolha de pessoas especiais para transmiti-las.
O DISCÍPULO DE JESUS É CHAMADO PARA SER MOLDADO POR ELE
(Mc 1.16-17)
Simão e André, os dois primeiros discípulos chamados por Jesus, eram pescadores; pessoas simples e iletradas, que
podiam ser “moldadas” por ele. Observe
que, ao convidá-los, Jesus acrescenta “eu
vos farei pescadores de homens”. Um discípulo de Jesus é mais que um seguidor
do Mestre. Ele é moldado como “pescador
de vidas”. Para Deus, não importa a posição social ou intelectual de uma pessoa,
mas, sim, o quanto ela se deixa ser usada
por Ele. O Senhor tinha um plano para os
dois irmãos (Simão e André): Eles seriam
“feitos” por Jesus em pescadores de homens. Jesus iria trabalhar e moldar suas
vidas, seu caráter e sua visão do Reino de
Deus. Mas eles tinham que vir após Ele.
O que o Senhor vai fazer em nossas vidas
só o experimentaremos quando nos deixarmos moldar por Ele. Deus começou
uma “boa obra” na vida de cada um de
nós, e a está aperfeiçoando, porém, é
RE F LE XÕE S B ÍB LIC AS II
| 93
| C H A M A D O PA R A S E R D I S C Í P U LO
importante lembrar que esse processo
durará até “o dia do Senhor” (Fp 1.6).
Aplicação a sua vida: Deus quer nos moldar conforme Jesus fez com Simão e André.
Qual é a sua contribuição para que isso
aconteça?
O DISCÍPULO CHAMADO POR JESUS
DEIXA IMEDIATAMENTE “SUAS REDES”
(Mc 1.18-20)
Quando Jesus chama, não podemos
continuar envolvidos com as “redes” da
vida. Não há desculpa, não pode haver
demora! Temos que deixar tudo e seguilo imediatamente. O mesmo fizeram os
outros dois irmãos, Tiago e João. Eles
deixaram o pai, os empregados e os barcos para seguir Jesus. Nada neste mundo
(nem bens materiais, nem sentimentos
familiares) deve nos impedir de atender
ao chamado de Jesus (Mt 19.27-29). O
escritor da Carta aos Hebreus nos concita
ao desembaraço de tudo o que nos rodeia e a corrermos com firmeza em busca
do alvo proposto, sempre com os olhos
fitos em Jesus (Hb 12.1-2). Cabe a cada
um de nós verificar no que está enredado, embaraçado, bem como quais são os
laços familiares, de trabalho ou qualquer
pecado que nos impede de atender a
chamada para ser “feito” no discípulo que
Jesus quer que sejamos. Em Hb 12.16 somos alertados a não trocarmos o nosso
direito de primogenitura por um prato
de lentilhas.
Aplicação a sua vida: Como você tem demonstrado que é um discípulo chamado
por Deus?
94 | R EF L EXÕ E S B ÍB L I C A S II
A LISTA DOS DISCÍPULOS CHAMADOS
POR JESUS (Lc 6.13-16)
Jesus escolheu os seus discípulos
após uma noite de oração. O texto bíblico acima nos apresenta a seguinte lista:
“Simão, ao qual também chamou Pedro,
e André, seu irmão; Tiago e João; Filipe
e Bartolomeu; Mateus e Tomé; Tiago, filho de Alfeu, e Simão, chamado Zelote; e
Judas, irmão de Tiago, e Judas Iscariotes,
que foi o traidor”.
Note que Jesus não chamou a liderança religiosa e nem a elite da sociedade do
seu tempo. Na verdade, essas pessoas foram alcançadas e envolvidas mais tarde.
Dessa maneira, Jesus demonstrou que o
discipulado não precisa ser iniciado com
os melhores e mais renomados homens
e mulheres. Muitos obreiros procuram se
justificar, dizendo que não tem pessoas
realmente empenhadas no discipulado,
que o grupo envolvido na evangelização
é muito pequeno etc. Lembremos que
Jesus não chamou para o discipulado
uma multidão, mas, sim, apenas doze e
que (aos olhos humanos) não seriam os
melhores homens de então. Dificilmente
escolheríamos pescadores, cobradores
de impostos (alguns deles pessoas temperamentais e incultas) para um projeto
que alcançaria governadores, presidentes, reis e revolucionaria o mundo. Cremos que essa opção de Jesus não se deu
porque Ele desprezava quem fosse culto
ou de alto poder aquisitivo. Entendemos
que Ele desejava demonstrar que o reino
de Deus pode ser expandido através de
qualquer pessoa, de qualquer classe social, religiosa, política, de estatura ou de
cor, que se coloque em suas mãos e se
deixe usar por Ele. Tanto é verdade que,
depois, vamos ter na lista dos cristãos,
C H A M A D O PA R A S E R D I S C Í P U LO
pessoas como Lucas, Paulo, Barnabé e
outras personalidades cultas e de elevada posição social (At 13.1 e 17.12; Cl 4.14;
Lc 8.3). Na verdade todos são chamados a
fazer parte da lista de discípulos de Jesus
e a ter um relacionamento especial com
Ele.
O DISCÍPULO CHAMADO E O SEU RELACIONAMENTO COM JESUS (Mc 3.14)
Observe que, primeiramente, os discípulos foram chamados “para estar com
Jesus”. Relacionamento é a chave do discipulado. Discipulado não é estudo bíblico, não é pregação, não é doutrinamento. DISCIPULADO É RELACIONAMENTO.
O discípulo chamado precisa primeiro
ter relacionamento especial com Jesus.
Sem relacionar-se com Jesus ninguém é
“feito” discípulo e muito menos pescador
de vidas. É a partir do relacionamento
com Jesus que o discípulo sai a pregar.
Talvez aqui resulte o fracasso de muitos
pregadores que enfrentam “as portas do
inferno” (Mt 16.18) sem ter estado com
Jesus. É verdade que Jesus começou com
homens simples e incultos, mas também
é verdade que o segredo do sucesso no
discipulado é o tempo que se passa com
ele. Quando você investe tempo para estar com Deus em oração; quando você é
suficientemente humilde para deixar-se
ensinar (treinar), então você tem uma
mensagem de Deus para os corações famintos da Palavra!
Aplicação a sua vida: Como cristão que
busca um relacionamento profundo com
Jesus, preciso ter uma vida ajustada conforme seus valores, para fazer a vontade de
Deus.
|
CONCLUSÃO
O objetivo de nossa missão no reino
de Deus é repartir com outros a mensagem do evangelho (das boas novas).
É transmitir a outros o que recebemos
de Jesus, através daqueles que nos
discipularam (2Tm 2.2). O exemplo de
Jesus demonstra isso e também indica a importância da estratégia na chamada e capacitação dos discípulos. Ele
iniciou o seu ministério pela Galileia, e
não pela Judeia. Seu critério de escolha
também foi singular. Ele o fez chamando homens simples, pessoas comuns,
e não os líderes políticos ou religiosos.
Jesus queria pessoas que pudessem ser
moldadas, discipuladas por Ele. Jesus
primeiramente nos chama para nos
relacionarmos com Ele, e só então sermos enviados a pregar, a repartir com
os outros o que recebemos dele (1Co 11.
11 e 23). Que este exemplo nos leve a
ter critérios divinos no momento de
escolher aqueles que servirão ao Senhor
no seu reino, e que todos vejam em
nós o caráter de Jesus e assim nos
imitem!
____________
Bíblica eletrônica Word.
Bíblica eletrônica Word.
3
Bíblica eletrônica Word.
1
2
RE F LE XÕE S B ÍB LIC AS II
| 95

Documentos relacionados

Academia Bíblica 24/03/2014 APOSTILA Curso Preparo

Academia Bíblica 24/03/2014 APOSTILA Curso Preparo Lembrando as palavras de Jesus “temos muito trabalho, mas os trabalhadores são poucos” (Mateus 9:37-38). Cremos que muitas pessoas ainda conhecerão o amor de Deus através de nossa Igreja, especialm...

Leia mais

discipulado discipulado sistemático discipulado sistemático

discipulado discipulado sistemático discipulado sistemático intimamente com a DELE. A palavra grega traduzida como discípulo "mathetes", é usada 269 vezes nos Evangelhos e em Atos, e significa, literalmente, pessoa afiada, ensinada, treinada e aperfeiçoada....

Leia mais

Uma avaliação do discipulado

Uma avaliação do discipulado hesitação, nenhuma dúvida, nenhum pensamento para o lucrativo negócio a ser trocado pela pobreza e as privações. ... O mesmo se deu com os discípulos anteriormente chamados. "Quando Jesus pediu a P...

Leia mais