PLEURA Célula Mesotelial

Сomentários

Transcrição

PLEURA Célula Mesotelial
16/04/2015
PLEURA
• 2 m2 no homem
•↑
Função Imunológica
• Cavidade Pleural
Virtual na Anatomia
Real na Função
Célula Mesotelial
• Mesotélio orquestra todas as funções na cavidade pleural
• Regula resposta às agressões:
•
Balanço resposta inflamatória x anti-inflamatória
• Libera mediadores para
↑ ou ↓ resposta local
• Tentativa de “compartimentalização” da agressão
• resolução completa, sem sequelas
• paquipleuris – restrição à ventilação
Am J Respir Crit Care Med 1998; 158:971–78
1
16/04/2015
Evidence that mesothelial cells regulate the
acute inflammatory response in talc pleurodesis
Marchi E et al.
• Instilação intrapleural de Talco em coelhos
• Coleta de líquido pleural na fase aguda (6, 24 e 48 horas)
• Medida de Leucócitos e % Neutrófilos
• Dosagem de IL-8, VEGF e TGF-b1 no LP
• Amostras de pleura: estudo do infiltrado inflamatório
• grau de fibrose (espessamento pleural)
• integridade do mesotélio (citoqueratina).
Eur Respir J 2006; 28:929–32
Evidence that mesothelial cells regulate the
acute inflammatory response in talc pleurodesis
Marchi E et al.
LEUCÓCITOS
% NEUTRÓFILOS
Eur Respir J 2006; 28:929–32
Evidence that mesothelial cells regulate the
acute inflammatory response in talc pleurodesis
Marchi E et al.
Eur Respir J 2006; 28:929–32
2
16/04/2015
Evidence that mesothelial cells regulate the
acute inflammatory response in talc pleurodesis
Marchi E et al.
Mesotélio preservado na inflamação pleural por talco (Citoqueratina)
Eur Respir J 2006; 28:929–32
Derrames Pleurais Parapneumônicos
Desafio diagnóstico e terapêutico
Chest 2010; 137(2):467-79
Derrames Pleurais Parapneumônicos
•
Os DPP são frequentes na clínica
•
A diferenciação entre DPP Complicados e Não Complicados é
fundamental para a abordagem terapêutica
•
O perfil bioquímico do derrame pleural utilizado na prática muitas
vezes é limítrofe na diferenciação do DPP
•
Outros marcadores podem auxiliar no diagnóstico e compreensão
da fisiopatologia dos derrames parapneumônicos ?
Eur Resp J 2009; 34:1383
3
16/04/2015
Definição e Classificação
Características
Aspecto
Celularidade
Não Complicado
Complicado
Seroso
Turvo
Neutro / Linfo
Neutro > 90%
pH
> 7,2
< 7,2
DHL
< 1.000
> 1.000
> 60
< 60
Ausentes
Presentes
Conservador
Drenagem / Cirurgia
Glicose
Septações / Debris
Tratamento
Derrame Pleural Parapneumônico
Outros Marcadores em Estudo no DPP
• Proteína C reativa
• Metaloproteinases 2, 8 e 9
• sTREM-1 (soluble triggering receptor expressed on myeloid cells)
• Complemento SC5b-9
• Mieloperoxidase (MP) e Elastase Neutrofílica (NE)
• Pró-calcitonina
• Citocinas: TNFalfa, IL-1, IL-8, IL-6, TGFb, VEGF
• Outros
4
16/04/2015
Interleucina – 8
•
IL-8: citocina pró-inflamatória – produto de atividade de neutrófilos
•
2 estudos para diferenciar DPP complicado e não complicado (n baixo)
•
IL-8: S 80%, E 80% (valor corte= 701,6 pg/ml)
•
Estudo atual: S 84%, E 82%, AUC 0,87 – ponto de corte > 1.000 pg/mL
•
IL-8: mesma eficácia que parâmetros bioquímicos (porém, pouco prático)
(Utine GE et al. Chest 2005)
Pro- and anti-inflammatory cytokines levels in
complicated and non-complicated
parapneumonic pleural effusions. Marchi E et al.
•
60 pacientes com DP parapneumônicos
• Complicados (n= 31) (DHL > 1.350 UI/L = 3 vezes o valor máximo )
• Não Complicados (n= 29)
• Líquido pleural foi analisado para dosagens:
• Bioquímicas: DHL e glicose (pH não analisado)
• Citocinas Pró-inflamatórias: IL-1b, IL-8 e VEGF
• Anti-inflamatórias: IL-1ra, IL-10, sTNFRI e sTNFRII
• Há um balanço de Citocinas Inflamatórias e Anti-inflamatórias no DPP?
CHEST 2012; 141(1):183-9
Pro- and anti-inflammatory cytokines levels in
complicated and non-complicated
parapneumonic pleural effusions. Marchi E et al.
Parameter
Media
Non-Complicated PPE
Complicated PPE
p value
α corrected
Serum
12,754 ± 4,115
18,940 ± 5,990
< 0.001
= 0.0083
Pleural
624 (160 - 1,936)
2,300 (832 – 8,580)
= 0.006
= 0.0167
Serum
78 ± 9
72 ± 13
NS
NS
Pleural
44 (23 – 79)
78 (68 – 87)
0.013
= 0.025
LDH
Pleural
459 (240 – 767)
2,369 (1,931 -3,430)
< 0.001
= 0.010
Glucose
Pleural
103 (88 – 136)
16 (10 – 28)
< 0.001
= 0.0125
Leukoc
% Neutr
CHEST 2012; 141(1):183-9
5
16/04/2015
Pro- and anti-inflammatory cytokines levels in
complicated and non-complicated
parapneumonic pleural effusions. Marchi E et al.
CHEST 2012; 141(1):183-9
Pro- and anti-inflammatory cytokines levels in
complicated and non-complicated
parapneumonic pleural effusions. Marchi E et al.
CHEST 2012; 141(1):183-9
Pro- and anti-inflammatory cytokines levels in
complicated and non-complicated
parapneumonic pleural effusions. Marchi E et al.
Glucose
LDH
IL-1β
β
r= - 0.64; p< 0.001
r= 0.82; p< 0.001
IL-8
r= - 0.34; p= 0.06
r= 0.65; p< 0.001
VEGF
r= - 0.44; p= 0.01
r= 0.55; p< 0.001
IL-1ra
r= - 0.30; p= 0.09
r= 0.39; p= 0.03
IL-10
r= - 0.17; p= 0.33
r= 0.03; p= 0.86
TNF sRI
r= - 0.60; p< 0.001
r= 0.23; p= 0.19
TNF sRII
r= - 0.22; p= 0.22
r= 0.24; p= 0.18
CHEST 2012; 141(1):183-9
6
16/04/2015
Pro- and anti-inflammatory cytokines levels in
complicated and non-complicated
parapneumonic pleural effusions. Marchi E et al.
Complic PPE
Cut-off
Biochemical
Glucose
< 58 mg/dL
LDH
> 1,158 IU/L
Pro-inflammatory Cytokines
Sensitivity %
Specificity %
AUC
100
90
100
96
1.0
0.93
IL-1β
β
> 3.9 pg/mL
100
71
0.88
IL-8
> 574 pg/mL
77
67
0.72
> 1,283 pg/mL
67
76
0.71
VEGF
Anti-inflammatory Cytokines
IL-1ra
> 1,252 pg/mL
100
61
0.78
IL-10
> 195 pg/mL
58
76
0.58
TNF sRI
> 9,272 pg/mL
86
62
0.78
TNF sRII
> 17,785 pg/mL
77
67
0.62
CHEST 2012; 141(1):183-9
Clinical Importance of Angiogenic Cytokines, Fibrinolytic Activity
and Effusion Size in Parapneumonic Effusions. Chi-Li Chung et al.
Citocinas angiogênicas x atividade fibrinolítica e tamanho do DPP
Amostra: 26 DPP Não Complicados x 38 DPP Complicados
Dosagem de VEGF, IL-8, PAI-1 e tPA
Após 6 meses estimado o espessamento pleural
↑ VEGF, IL-8, e relação PAI-1/tPA no DPP Complicado
DP Multiloculados > Não loculados
↑ Volume do DP nos Complicados
Pacientes com ↑ VEGF = ↑ falha terapêutica
↑ VEGF e ↑ volume de DP → ↓ atividade fibrinolítica → fibrose pleural
PLoS One 2013; 8(1): e53169
Utility of measurement of IL-1ß and IL-8 in the diagnosis of
complicated parapneumonic pleural effusions. San José ME et al.
IL-1β e IL-8 no líquido pleural e sangue
40 pacientes com DPP complicado
Relação IL-8 LP/S e IL-1β LP/S foram melhores que dosagem de
pH, glicose e DHL no líquido pleural
Conclusões:
IL-1β e IL-8 pleural discriminam DPP Complicado
isoladamente não são melhores que DHL pleural
Am J Clin Pathol 2014; 142(4):467-73
7
16/04/2015
Conclusões de Aplicação na Prática Clínica
• Marcadores bioquímicos no DPP → ainda melhores parâmetros
• Para os Derrames Parapneumônicos:
• pH LP é ideal: se colhido e analisado com critério
• Glicose e DHL confiáveis na prática (principalmente a DHL)
• Outros marcadores: métodos caros e pouco práticos
• Citocinas: compreensão da fisiopatologia ?
• Estratégias de terapias anti-inflamatórias (IL-1ra na AR) ?
• Ainda não devem ser aplicados na prática - novos estudos
Paquipleuriz + Restrição Ventilatória
8
16/04/2015
Pós Decorticação Pulmonar
Grato pela Atenção !
[email protected] uol.com.br
Grupo de Pleura – Pneumologia, InCor, FMUSP, SP
Faculdade de Medicina de Jundiaí, SP
9

Documentos relacionados

Exame Clínico do Sistema Respiratório

Exame Clínico do Sistema Respiratório Sons anormalmente transmitidos Aumento dos meio de transmissão: consolidação com brônquios permeáveis • Sopro tubário: respiração brônquica em área vesicular • Broncofonia: aumento da intensidade ...

Leia mais