- Banco Bradesco SA

Сomentários

Transcrição

- Banco Bradesco SA
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
IAN - INFORMAÇÕES ANUAIS
Data-Base - 31/12/2005
Divulgação Externa
Legislação Societária
Reapresentação Espontânea
O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA , SENDO OS SEUS
ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS PELA VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS.
01.01 - IDENTIFICAÇÃO
1 - CÓDIGO CVM
2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL
3 - CNPJ
4 - DENOMINAÇÃO COMERCIAL
5 - DENOMINAÇÃO SOCIAL ANTERIOR
6 - NIRE
7 - SITE
8 - DATA DE CONSTITUIÇÃO DA CIA
9 - DATA DE REGISTRO DA CIA NA CVM
01.02 - SEDE
1 - ENDEREÇO COMPLETO
3 - CEP
2 - BAIRRO OU DISTRITO
5 - UF
4 - MUNICÍPIO
6 - DDD
7 - TELEFONE
11 - DDD
8 - TELEFONE
9 - TELEFONE
-
-
-
12 - FAX
13 - FAX
14 - FAX
-
-
-
10 - TELEX
15 - E-MAIL
01.03 - DEPARTAMENTO DE ACIONISTAS
ATENDIMENTO NA EMPRESA
1 - NOME
2 - CARGO
3 - ENDEREÇO COMPLETO
4 - BAIRRO OU DISTRITO
7 - UF
6 - MUNICÍPIO
5 - CEP
9 - TELEFONE
8 - DDD
13 - DDD
10 - TELEFONE
11 - TELEFONE
-
-
-
14 - FAX
15 - FAX
16 - FAX
-
-
-
12 - TELEX
17 - E-MAIL
AGENTE EMISSOR / INSTITUIÇÃO FINANCEIRA DEPOSITÁRIA
18 - NOME
19 - CONTATO
20 - ENDEREÇO COMPLETO
21 - BAIRRO OU DISTRITO
23 - MUNICÍPIO
22 - CEP
24 - UF
25 - DDD
30 - DDD
26 - TELEFONE
27 - TELEFONE
-
-
31 - FAX
32 - FAX
-
-
28 - TELEFONE
29 - TELEX
33 - FAX
-
34 - E-MAIL
21/09/2011 13:14:00
Pág:
1
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
IAN - INFORMAÇÕES ANUAIS
Data-Base - 31/12/2005
Divulgação Externa
Legislação Societária
Reapresentação Espontânea
01.01 - IDENTIFICAÇÃO
1 - CÓDIGO CVM
2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL
3 - CNPJ
00090-6
BANCO BRADESCO S.A.
60.746.948/0001-12
01.04 - DIRETOR DE RELAÇÕES COM INVESTIDORES (Endereço para Correspondência com a Companhia)
1 - NOME
MILTON ALMICAR SILVA VARGAS
2 - ENDEREÇO COMPLETO
3 - BAIRRO OU DISTRITO
CIDADE DE DEUS, S/Nº
VILA YARA
4 - CEP
5 - MUNICÍPIO
06029-900
OSASCO
7 - DDD
6 - UF
SP
8 - TELEFONE
9 - TELEFONE
10 - TELEFONE
0011
3684-4011
3681-4011
3684-5376
12 - DDD
13 - FAX
14 - FAX
15 - FAX
0011
3683-2564
3684-4630
11 - TELEX
-
16 - E-MAIL
[email protected]
17 - DIRETOR BRASILEIRO
18 - CPF
SIM
232.816.500-15
18 - PASSAPORTE
01.05 - REFERÊNCIA / AUDITOR
1 - DATA DE INÍCIO DO ÚLTIMO EXERCÍCIO SOCIAL
2 - DATA DE TÉRMINO DO ÚLTIMO EXERCÍCIO SOCIAL
01/01/2005
31/12/2005
3 - DATA DE INÍCIO DO EXERCÍCIO SOCIAL EM CURSO
4 - DATA DE TÉRMINO DO EXERCÍCIO SOCIAL EM CURSO
01/01/2006
31/12/2006
6 - CÓDIGO CVM
5 - NOME/RAZÃO SOCIAL DO AUDITOR
PricewaterhouseCoopers Auditores Independentes
00287-9
7 - NOME DO RESPONSÁVEL TÉCNICO
8 - CPF DO RESP. TÉCNICO
Washington Luiz Pereira Cavalcanti
023.115.418-62
01.06 - CARACTERÍSTICAS DA EMPRESA
1 - BOLSA DE VALORES ONDE POSSUI REGISTRO
BVBAAL
BVMESB
BVPR
BVES
BVPP
BVRG
BVRJ
BVST
X BOVESPA
2 - MERCADO DE NEGOCIAÇÃO
Bolsa
3 - TIPO DE SITUAÇÃO
Operacional
4 - CÓDIGO DE ATIVIDADE
1240 - Bancos
5 - ATIVIDADE PRINCIPAL
6 - AÇÕES PREF. COM CLASSES
Operações Bancárias, inclusive câmbio
NÃO
21/09/2011 13:14:00
Pág:
2
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
IAN - INFORMAÇÕES ANUAIS
Data-Base - 31/12/2005
Divulgação Externa
Legislação Societária
Reapresentação Espontânea
01.01 - IDENTIFICAÇÃO
1 - CÓDIGO CVM
2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL
3 - CNPJ
00090-6
BANCO BRADESCO S.A.
60.746.948/0001-12
01.07 - CONTROLE ACIONÁRIO / VALORES MOBILIÁRIOS
1 - NATUREZA DO CONTROLE ACIONÁRIO
Privada Nacional
2 - VALORES MOBILIÁRIOS EMITIDOS PELA CIA.
X Ações
Certificado de Recebíveis Imobiliários (CRI)
Debêntures Conversíveis em Ações
Notas Promissórias (NP)
Ações Resgatáveis
BDR
Partes Beneficiárias
Outros
Debêntures Simples
DESCRIÇÃO
Bônus de Subscrição
Certificado de Investimento Coletivo (CIC)
01.08 - PUBLICAÇÕES DE DOCUMENTOS
1 - AVISO AOS ACIONISTAS SOBRE DISPONIBILIDADE DAS DFs.
2 - ATA DA AGO QUE APROVOU AS DFs.
27/03/2006
3 - CONVOCAÇÃO DA AGO PARA APROVAÇÃO DAS DFs.
4 - PUBLICAÇÃO DAS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS
02/03/2006
07/03/2006
01.09 - JORNAIS ONDE A CIA. DIVULGA INFORMAÇÕES
1 - ITEM
2 - TÍTULO DO JORNAL
3 - UF
01
DIÁRIO DO COMÉRCIO
SP
02
DIÁRIO OFICIAL DO ESTADO DE SP
SP
01.10 - DIRETOR DE RELAÇÕES COM INVESTIDORES
1 - DATA
2 - ASSINATURA
03/04/2007
21/09/2011 13:14:01
Pág:
3
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
IAN - INFORMAÇÕES ANUAIS
Divulgação Externa
Data-Base - 31/12/2005
Legislação Societária
Reapresentação Espontânea
01.01 - IDENTIFICAÇÃO
1 - CÓDIGO CVM
2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL
3 - CNPJ
00090-6
BANCO BRADESCO S.A.
60.746.948/0001-12
02.01.01 - COMPOSIÇÃO ATUAL DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO E DIRETORIA
1 - ITEM 2 - NOME DO ADMINISTRADOR
3 - CPF
4 - DATA
DA ELEIÇÃO
5 - PRAZO DO MANDATO 6 - CÓDIGO TIPO DO 7 - ELEITO P/
ADMINISTRADOR * CONTROLADOR
8 - CARGO
/FUNÇÃO
9 - FUNÇÃO
01
LÁZARO DE MELLO BRANDÃO
004.637.528-72
12/03/2007
1 (UM) ANO
2
SIM
20
Presidente do Conselho de Administração
02
ANTÔNIO BORNIA
003.052.609-44
12/03/2007
1 (UM) ANO
2
SIM
21
Vice Presidente Cons. de Administração
03
MÁRIO DA SILVEIRA TEIXEIRA JÚNIOR
113.119.598-15
12/03/2007
1 (UM) ANO
2
SIM
22
Conselho de Administração (Efetivo)
04
MÁRCIO ARTUR LAURELLI CYPRIANO
063.906.928-20
12/03/2007
1 (UM) ANO
3
SIM
33
Conselheiro(Efetivo) e Dir. Presidente
05
JOÃO AGUIAR ALVAREZ
029.533.938-11
12/03/2007
1 (UM) ANO
2
SIM
22
Conselho de Administração (Efetivo)
06
DENISE AGUIAR ALVAREZ VALENTE
032.376.698-65
12/03/2007
1 (UM) ANO
2
SIM
22
Conselho de Administração (Efetivo)
07
RAUL SANTORO DE MATTOS ALMEIDA
897.592.908-63
12/03/2007
1 (UM) ANO
2
SIM
22
Conselho de Administração (Efetivo)
08
RICARDO ESPÍRITO SANTO SILVA SALGADO
385.154.827-20
12/03/2007
1 (UM) ANO
2
SIM
22
Conselho de Administração (Efetivo)
09
MÁRCIO ARTUR LAURELLI CYPRIANO
063.906.928-20
12/03/2007
1 (UM) ANO
3
SIM
33
Conselheiro(Efetivo) e Dir. Presidente
10
LAÉRCIO ALBINO CEZAR
064.172.724-00
12/03/2007
1 (UM) ANO
1
11
Diretor Vice Presidente/ Superintendente
11
ARNALDO ALVES VIEIRA
055.302.378-00
12/03/2007
1 (UM) ANO
1
11
Diretor Vice Presidente/ Superintendente
12
LUIZ CARLOS TRABUCO CAPPI
250.319.028-68
12/03/2007
1 (UM) ANO
1
11
Diretor Vice Presidente/ Superintendente
13
SÉRGIO SOCHA
133.186.409-72
12/03/2007
1 (UM) ANO
1
11
Diretor Vice Presidente/ Superintendente
14
JULIO DE SIQUEIRA CARVALHO DE ARAUJO
425.327.017-49
12/03/2007
1 (UM) ANO
1
11
Diretor Vice Presidente/ Superintendente
15
MILTON ALMICAR SILVA VARGAS
232.816.500-15
12/03/2007
1 (UM) ANO
1
11
Diretor Vice Presidente/ Superintendente
16
MILTON ALMICAR SILVA VARGAS
232.816.500-15
12/03/2007
1 (UM) ANO
1
12
Diretor de Relações com Investidores
17
JOSÉ LUIZ ACAR PEDRO
607.571.598-34
12/03/2007
1 (UM) ANO
1
11
Diretor Vice Presidente/ Superintendente
18
NORBERTO PINTO BARBEDO
509.392.708-20
12/03/2007
1 (UM) ANO
1
11
Diretor Vice Presidente/ Superintendente
19
ARMANDO TRIVELATO FILHO
140.055.906-59
12/03/2007
1 (UM) ANO
1
19
Diretor Gerente
20
CARLOS ALBERTO RODRIGUES GUILHERME
021.698.868-34
12/03/2007
1 (UM) ANO
1
19
Diretor Gerente
21
JOSÉ ALCIDES MUNHOZ
064.350.330-72
12/03/2007
1 (UM) ANO
1
19
Diretor Gerente
22
JOSÉ GUILHERME LEMBI DE FARIA
128.881.926-91
12/03/2007
1 (UM) ANO
1
19
Diretor Gerente
* CÓDIGO:
21/09/2011 13:14:02
1 - PERTENCE APENAS À DIRETORIA;
2 - PERTENCE APENAS AO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO;
3 - PERTENCE À DIRETORIA E AO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO.
Pág:
4
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
IAN - INFORMAÇÕES ANUAIS
Divulgação Externa
Data-Base - 31/12/2005
Legislação Societária
Reapresentação Espontânea
01.01 - IDENTIFICAÇÃO
1 - CÓDIGO CVM
2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL
3 - CNPJ
00090-6
BANCO BRADESCO S.A.
60.746.948/0001-12
02.01.01 - COMPOSIÇÃO ATUAL DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO E DIRETORIA
1 - ITEM 2 - NOME DO ADMINISTRADOR
3 - CPF
4 - DATA
DA ELEIÇÃO
5 - PRAZO DO MANDATO 6 - CÓDIGO TIPO DO 7 - ELEITO P/
ADMINISTRADOR * CONTROLADOR
8 - CARGO
/FUNÇÃO
9 - FUNÇÃO
23
LUIZ PASTEUR VASCONCELLOS MACHADO
043.934.658-49
12/03/2007
1 (UM) ANO
1
19
Diretor Gerente
24
MILTON MATSUMOTO
081.225.550-04
12/03/2007
1 (UM) ANO
1
19
Diretor Gerente
25
ODAIR AFONSO REBELATO
120.119.838-00
12/03/2007
1 (UM) ANO
1
19
Diretor Gerente
26
AURÉLIO CONRADO BONI
191.617.008-00
12/03/2007
1 (UM) ANO
1
19
Diretor Gerente
27
DOMINGOS FIGUEIREDO DE ABREU
942.909.898-53
12/03/2007
1 (UM) ANO
1
19
Diretor Gerente
28
PAULO EDUARDO D'AVILA ISOLA
857.044.828-72
12/03/2007
1 (UM) ANO
1
19
Diretor Gerente
29
ADEMIR COSSIELLO
722.446.408-25
12/03/2007
1 (UM) ANO
1
19
Diretor Gerente
30
SÉRGIO ALEXANDRE FIGUEIREDO CLEMENTE
373.766.326-20
12/03/2007
1 (UM) ANO
1
19
Diretor Gerente
31
ADINEU SANTESSO
401.747.518-34
12/03/2007
1 (UM) ANO
1
19
Diretor Departamental
32
AIRTON CELSO EXEL ANDREOLLI
053.336.958-49
12/03/2007
1 (UM) ANO
1
19
Diretor Departamental
33
ALEXANDRE DA SILVA GLÜHER
282.548.640-04
12/03/2007
1 (UM) ANO
1
19
Diretor Departamental
34
ALFREDO ANTÔNIO LIMA DE MENEZES
037.958.008-03
12/03/2007
1 (UM) ANO
1
19
Diretor Departamental
35
ANDRÉ RODRIGUES CANO
005.908.058-27
12/03/2007
1 (UM) ANO
1
19
Diretor Departamental
36
ANTONIO CARLOS DEL CIELO
713.770.428-04
12/03/2007
1 (UM) ANO
1
19
Diretor Departamental
37
CANDIDO LEONELLI
375.739.268-04
12/03/2007
1 (UM) ANO
1
19
Diretor Departamental
38
CASSIANO RICARDO SCARPELLI
082.633.238-27
12/03/2007
1 (UM) ANO
1
19
Diretor Departamental
39
CLAYTON CAMACHO
049.313.418-29
12/03/2007
1 (UM) ANO
1
19
Diretor Departamental
40
DOUGLAS TEVIS FRANCISCO
040.066.838-63
12/03/2007
1 (UM) ANO
1
19
Diretor Departamental
41
FÁBIO MENTONE
065.313.998-56
12/03/2007
1 (UM) ANO
1
19
Diretor Departamental
42
FERNANDO BARBARESCO
588.449.888-87
12/03/2007
1 (UM) ANO
1
19
Diretor Departamental
43
JAIR DELGADO SCALCO
221.863.878-91
12/03/2007
1 (UM) ANO
1
19
Diretor Departamental
44
JEAN PHILIPPE LEROY
703.149.427-34
12/03/2007
1 (UM) ANO
1
19
Diretor Departamental
* CÓDIGO:
21/09/2011 13:14:02
1 - PERTENCE APENAS À DIRETORIA;
2 - PERTENCE APENAS AO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO;
3 - PERTENCE À DIRETORIA E AO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO.
Pág:
5
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
IAN - INFORMAÇÕES ANUAIS
Divulgação Externa
Data-Base - 31/12/2005
Legislação Societária
Reapresentação Espontânea
01.01 - IDENTIFICAÇÃO
1 - CÓDIGO CVM
2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL
3 - CNPJ
00090-6
BANCO BRADESCO S.A.
60.746.948/0001-12
02.01.01 - COMPOSIÇÃO ATUAL DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO E DIRETORIA
1 - ITEM 2 - NOME DO ADMINISTRADOR
3 - CPF
4 - DATA
DA ELEIÇÃO
5 - PRAZO DO MANDATO 6 - CÓDIGO TIPO DO 7 - ELEITO P/
ADMINISTRADOR * CONTROLADOR
8 - CARGO
/FUNÇÃO
9 - FUNÇÃO
45
JOSÉ LUIZ RODRIGUES BUENO
586.673.188-68
12/03/2007
1 (UM) ANO
1
19
Diretor Departamental
46
JOSÉ MARIA SOARES NUNES
001.666.878-20
12/03/2007
1 (UM) ANO
1
19
Diretor Departamental
47
JOSUÉ AUGUSTO PANCINI
966.136.968-20
12/03/2007
1 (UM) ANO
1
19
Diretor Departamental
48
LAÉRCIO CARLOS DE ARAÚJO FILHO
567.041.788-72
12/03/2007
1 (UM) ANO
1
19
Diretor Departamental
49
LUIZ ALVES DOS SANTOS
387.923.898-72
12/03/2007
1 (UM) ANO
1
19
Diretor Departamental
50
LUIZ CARLOS ANGELOTTI
058.042.738-25
12/03/2007
1 (UM) ANO
1
19
Diretor Departamental
51
LUIZ CARLOS BRANDÃO CAVALCANTI JUNIOR
226.347.385-87
12/03/2007
1 (UM) ANO
1
19
Diretor Departamental
52
LUIZ FERNANDO PERES
411.482.078-72
12/03/2007
1 (UM) ANO
1
19
Diretor Departamental
53
MARCELO DE ARAÚJO NORONHA
360.668.504-15
12/03/2007
1 (UM) ANO
1
19
Diretor Departamental
54
MARCOS BADER
030.763.738-70
12/03/2007
1 (UM) ANO
1
19
Diretor Departamental
55
MARIA ELIZA SGANSERLA
846.042.478-20
12/03/2007
1 (UM) ANO
1
19
Diretor Departamental
56
MARIO HELIO DE SOUZA RAMOS
771.420.048-00
12/03/2007
1 (UM) ANO
1
19
Diretor Departamental
57
MARLENE MORAN MILLAN
076.656.518-10
12/03/2007
1 (UM) ANO
1
19
Diretor Departamental
58
MAURO ROBERTO VASCONCELLOS GOUVÊA
010.721.218-83
12/03/2007
1 (UM) ANO
1
19
Diretor Departamental
60
MOACIR NACHBAR JUNIOR
062.947.708-66
12/03/2007
1 (UM) ANO
1
19
Diretor Departamental
61
NILTON PELEGRINO NOGUEIRA
680.389.338-34
12/03/2007
1 (UM) ANO
1
19
Diretor Departamental
62
OCTAVIO MANOEL RODRIGUES DE BARROS
817.568.878-53
12/03/2007
1 (UM) ANO
1
19
Diretor Departamental
63
RICARDO DIAS
133.606.046-87
12/03/2007
1 (UM) ANO
1
19
Diretor Departamental
64
ROBERT JOHN van DIJK
040.330.638-89
12/03/2007
1 (UM) ANO
1
19
Diretor Departamental
65
ROBERTO SOBRAL HOLLANDER
301.257.408-59
12/03/2007
1 (UM) ANO
1
19
Diretor Departamental
66
TOSHIFUMI MURATA
174.506.238-62
12/03/2007
1 (UM) ANO
1
19
Diretor Departamental
67
WALKÍRIA SCHIRRMEISTER MARQUETTI
048.844.738-09
12/03/2007
1 (UM) ANO
1
19
Diretor Departamental
* CÓDIGO:
21/09/2011 13:14:02
1 - PERTENCE APENAS À DIRETORIA;
2 - PERTENCE APENAS AO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO;
3 - PERTENCE À DIRETORIA E AO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO.
Pág:
6
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
IAN - INFORMAÇÕES ANUAIS
Divulgação Externa
Data-Base - 31/12/2005
Legislação Societária
Reapresentação Espontânea
01.01 - IDENTIFICAÇÃO
1 - CÓDIGO CVM
2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL
3 - CNPJ
00090-6
BANCO BRADESCO S.A.
60.746.948/0001-12
02.01.01 - COMPOSIÇÃO ATUAL DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO E DIRETORIA
1 - ITEM 2 - NOME DO ADMINISTRADOR
3 - CPF
4 - DATA
DA ELEIÇÃO
5 - PRAZO DO MANDATO 6 - CÓDIGO TIPO DO 7 - ELEITO P/
ADMINISTRADOR * CONTROLADOR
8 - CARGO
/FUNÇÃO
9 - FUNÇÃO
68
ALTAIR ANTÔNIO DE SOUZA
244.092.606-00
12/03/2007
1 (UM) ANO
1
19
Diretor Regional
69
AURÉLIO GUIDO PAGANI
349.838.999-87
12/03/2007
1 (UM) ANO
1
19
Diretor Regional
70
CLÁUDIO FERNANDO MANZATO
594.044.938-72
12/03/2007
1 (UM) ANO
1
19
Diretor Regional
71
FERNANDO ANTÔNIO TENÓRIO
226.475.114-20
12/03/2007
1 (UM) ANO
1
19
Diretor Regional
72
LUIZ CARLOS DE CARVALHO
237.096.859-15
12/03/2007
1 (UM) ANO
1
19
Diretor Regional
73
MÁRCIA LOPES GONÇALVES GIL
054.315.798-94
12/03/2007
1 (UM) ANO
1
19
Diretor Regional
74
MARCOS DARÉ
874.059.628-15
12/03/2007
1 (UM) ANO
1
19
Diretor Regional
75
PAULO DE TARSO MONZANI
871.029.008-72
12/03/2007
1 (UM) ANO
1
19
Diretor Regional
76
TÁCITO NAVES SANGLARD
100.618.437-68
12/03/2007
1 (UM) ANO
1
19
Diretor Regional
* CÓDIGO:
21/09/2011 13:14:02
1 - PERTENCE APENAS À DIRETORIA;
2 - PERTENCE APENAS AO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO;
3 - PERTENCE À DIRETORIA E AO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO.
Pág:
7
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
IAN - INFORMAÇÕES ANUAIS
Divulgação Externa
Data-Base - 31/12/2005
Legislação Societária
Reapresentação Espontânea
01.01 - IDENTIFICAÇÃO
1 - CÓDIGO CVM
2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL
3 - CNPJ
00090-6
BANCO BRADESCO S.A.
60.746.948/0001-12
02.01.02 - COMPOSIÇÃO ATUAL DO CONSELHO FISCAL
1 - CONSELHO FISCAL INSTALADO
2 - PERMANENTE
SIM
NÃO
3 - ITEM 4 - NOME DO CONSELHEIRO
5 - CPF
6 - DATA
DA ELEIÇÃO
7 - PRAZO DO MANDATO 8 - CARGO
/FUNÇÃO
9 - FUNÇÃO
01
DOMINGOS APARECIDO MAIA
714.810.018-68
12/03/2007
1 (UM) ANO
43
C.F.(EFETIVO)ELEITO P/CONTROLADOR
02
JOSÉ ROBERTO APARECIDO NUNCIARONI
228.965.628-34
12/03/2007
1 (UM) ANO
43
C.F.(EFETIVO)ELEITO P/CONTROLADOR
03
RICARDO ABECASSIS ESPÍRITO SANTO SILVA
692.405.237-15
12/03/2007
1 (UM) ANO
43
C.F.(EFETIVO)ELEITO P/CONTROLADOR
04
JOÃO BATISTELA BIAZON
003.505.919-20
12/03/2007
1 (UM) ANO
46
C.F.(SUPLENT)ELEITO P/CONTROLADOR
05
NELSON LOPES DE OLIVEIRA
036.974.608-20
12/03/2007
1 (UM) ANO
46
C.F.(SUPLENT)ELEITO P/CONTROLADOR
06
RENAUD ROBERTO TEIXEIRA
057.180.078-53
12/03/2007
1 (UM) ANO
46
C.F.(SUPLENT)ELEITO P/CONTROLADOR
21/09/2011 13:14:03
Pág:
8
MEMBROS DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO
Lázaro de Mello Brandão, Presidente do Conselho
. Nascido em 15.6.1926. Economista e Administrador. Iniciou a carreira em setembro de 1942, como Escriturário, na Casa Bancária Almeida & Cia.,
instituição financeira que em 10 de março de 1943 se transformou no Banco Brasileiro de Descontos S.A., hoje Banco Bradesco S.A. Passou por todos
os escalões da carreira bancária, sendo em janeiro de 1963 eleito Diretor e em setembro de 1977 Diretor Vice-Presidente Executivo. Sucedendo o
fundador do Banco, Amador Aguiar, em janeiro de 1981 assumiu a Presidência da Diretoria, e, em fevereiro de 1990, cumulativamente, a Presidência do
Conselho de Administração. Em março de 1999, entendendo ter chegado o momento, indicou o seu sucessor na Presidência da Diretoria, permanecendo
na Presidência do Conselho de Administração. Participa também da Administração das demais Empresas da Organização Bradesco. É Presidente da Mesa
Regedora e Diretor-Presidente da Fundação Bradesco; e Presidente do Conselho de Administração e Diretor-Presidente da Fundação Instituto de Moléstias
do Aparelho Digestivo e da Nutrição (FIMADEN). Além dessas atividades, é Presidente do Conselho de Administração da Bradespar S.A., Membro do
Conselho Consultivo da VBC Participações S.A. e Membro Vogal do Conselho de Administração do Banco Espírito Santo, S.A., com sede em Lisboa,
Portugal. Foi Diretor-Presidente do Sindicato dos Bancos nos Estados de São Paulo, Paraná, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, Vice-Presidente da
Diretoria da Federação Nacional dos Bancos (FENABAN), Membro do Conselho Diretor da Federação Brasileira de Bancos (FEBRABAN), Presidente do
Conselho de Administração do Fundo Garantidor de Créditos - FGC e Presidente do Conselho de Administração da CIBRASEC - Companhia Brasileira de
Securitização.
Antônio Bornia, ViceVice-Presidente do Conselho
. Nascido em 22.11.1935. Formação secundária. Iniciou a carreira em maio 1952 no Banco Bradesco S.A. Passou por todos os escalões da carreira
bancária, sendo em setembro de 1975 eleito Diretor Adjunto, em abril de 1979 Diretor Executivo, em junho de 1981 Diretor Vice-Presidente Executivo, e
em março de 1999 Vice-Presidente do Conselho de Administração, cargo que ocupa atualmente. É Presidente do Conselho de Administração da Bradesco
Securities, Inc.; Vice-Presidente do Conselho de Administração do Banco Bradesco Luxembourg S.A. e Bradesco Leasing S.A. - Arrendamento Mercantil;
Diretor Vice-Presidente da NCF Participações S.A., Nova Cidade de Deus Participações S.A. e Top Clube Bradesco, Segurança, Educação e Assistência
Social; e Gerente da Bradport - S.G.P.S. Sociedade Unipessoal, Lda. É também Vice-Presidente da Mesa Regedora e Diretor Vice-Presidente da
Fundação Bradesco; e Vice-Presidente do Conselho de Administração e Diretor Vice-Presidente da Fundação Instituto de Moléstias do Aparelho Digestivo e
da Nutrição (FIMADEN). Além dessas atividades, é Presidente do Conselho Deliberativo da ABEL - Associação Brasileira das Empresas de Leasing, tendo
ocupado anteriormente o cargo de Diretor-Presidente Executivo; Diretor Vice-Presidente e Vice-Presidente do Conselho de Representantes da Confederação
Nacional das Instituições Financeiras - CNF e da Confederação Nacional do Sistema Financeiro - CONSIF; Vice-Presidente do Conselho de Administração
da Bradespar S.A.; e Membro da Seção Brasileira do Conselho Empresarial Brasil-Estados Unidos. Foi Membro Suplente do Conselho de Recursos do
Sistema Financeiro Nacional, Órgão ligado ao Ministério da Fazenda, como representante da ABEL - Associação Brasileira das Empresas de Leasing de
julho de 1989 a julho de 1991, e de fevereiro de 2000 a fevereiro de 2002; Presidente do Conselho de Administração do Fundo Garantidor de Créditos
- FGC de janeiro de 2002 a janeiro de 2005; Vice-Presidente do Conselho Executivo da Federação Latino-Americana de Leasing - Felalease de agosto
de 2003 a outubro de 2005; e Diretor-Presidente do Sindicato Nacional das Empresas de Arrendamento Mercantil de setembro de 1988 a abril de 2006.
Mário da Silveira Teixeira
Teixeira Júnior, Conselheiro
. Nascido em 4.3.1946. Formado em Engenharia Civil e Administração de Empresas pela Universidade Presbiteriana Mackenzie. Iniciou a carreira na
Organização Bradesco em julho de 1971, na Bradesco S.A. Corretora de Títulos e Valores Mobiliários, da qual foi Diretor entre março de 1983 e janeiro
de 1984, transferindo-se posteriormente para o Banco Bradesco de Investimento S.A. e Banco Bradesco S.A. No Banco Bradesco, foi eleito Diretor
Departamental em janeiro de 1984, Diretor Executivo Gerente em março de 1992 e Diretor Vice-Presidente Executivo em março de 1998, Membro do
Conselho de Administração de março de 1999 a julho de 2001, quando afastou-se para presidir a Bradespar S.A., empresa criada por cisão parcial do
Banco Bradesco. Foi reconduzido ao Conselho do Banco em março de 2002, cargo que ocupa até hoje. Atualmente é também Membro do Conselho de
Administração da Bradesco Leasing S.A. - Arrendamento Mercantil; Membro da Mesa Regedora e Diretor Gerente da Fundação Bradesco; Membro do
Conselho de Administração e Diretor Gerente da Fundação Instituto de Moléstias do Aparelho Digestivo e da Nutrição (FIMADEN); e Membro do
Conselho de Administração da Bradespar S.A. Além dessas atividades, é Membro do Conselho de Administração da Valepar S.A.; Vice-Presidente do
Conselho de Administração da Companhia Vale do Rio Doce; Membro Vogal do Conselho de Administração do Banco Espírito Santo de Investimento,
S.A., com sede em Lisboa - Portugal; e Vice-Presidente do Conselho de Administração do BES Investimento do Brasil S.A. - Banco de Investimento. Foi
Diretor Vice-Presidente da ANBID - Associação Nacional dos Bancos de Investimento; Membro do Conselho Diretor da ABRASCA - Associação Brasileira
das Companhias Abertas; Membro do Conselho de Administração da Companhia Paulista de Força e Luz - CPFL, Companhia Piratininga de Força e
Luz, Companhia Siderúrgica Nacional - CSN, CPFL Energia S.A., CPFL Geração de Energia S.A., Latasa S.A., São Paulo Alpargatas S.A., Tigre S.A.
Tubos e Conexões, VBC Energia S.A. e VBC Participações S.A.
Márcio Artur Laurelli Cypriano, Conselheiro
. Nascido em 20.11.1943. Formado em Direito pela Universidade Presbiteriana Mackenzie. Iniciou a carreira em julho de 1967, no Banco da Bahia S.A.,
instituição financeira que em dezembro de 1973 foi incorporada pelo Banco Bradesco S.A. Transferiu-se para o Bradesco como Gerente. Em janeiro de
1984 foi eleito Diretor Departamental, em janeiro de 1986 Diretor Executivo Adjunto, em fevereiro de 1988 Diretor Executivo Gerente e em fevereiro de
1995 Diretor Vice-Presidente Executivo. Em março de 1999 assumiu a Presidência da Diretoria do Banco, e em março de 2002 passou a ocupar,
cumulativamente, o cargo de Membro do Conselho de Administração. Presidiu o Banco BCN de abril de 1998 a março de 1999. Atualmente é também
Diretor-Presidente das demais Empresas da Organização Bradesco; Membro da Mesa Regedora e Diretor Gerente da Fundação Bradesco; e Membro do
Conselho de Administração e Diretor Gerente da Fundação Instituto de Moléstias do Aparelho Digestivo e da Nutrição (FIMADEN). Além dessas atividades,
é Membro do Conselho de Administração da Bradespar S.A.; Membro do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social - CDES; Presidente da
Diretoria e do Conselho Diretor da Federação Brasileira de Bancos (FEBRABAN); Diretor-Presidente da Federação Nacional dos Bancos (FENABAN) e do
Sindicato dos Bancos nos Estados de São Paulo, Paraná, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul; Membro Efetivo do Conselho de Administração do Fundo
Garantidor de Créditos – FGC e do Conselho do Agronegócio – CONSAGRO, como representante da FEBRABAN; e Membro do Conselho Superior de
Comércio Exterior (Coscex), da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo/Instituto Roberto Simonsen.
João Aguiar Alvarez, Conselheiro
. Nascido em 11.8.1960. Formado em Agronomia pela Faculdade de Agronomia e Zootecnia Manuel Carlos Gonçalves em Espírito Santo do Pinhal, SP.
Em abril de 1986 foi eleito para o Conselho de Administração da Cidade de Deus - Companhia Comercial de Participações, uma das controladoras do
Banco Bradesco S.A., passando a partir de abril de 1988 a exercer, cumulativamente, o cargo de Diretor. Ocupa também o cargo de Membro do
Conselho de Administração do Banco Bradesco S.A., desde fevereiro de 1990, e na Bradespar S.A. desde março de 2000. É Membro da Mesa
Pág: 9
Regedora e Diretor Adjunto da Fundação Bradesco e Membro do Conselho de Administração e Diretor Adjunto da Fundação Instituto de Moléstias do
Aparelho Digestivo e da Nutrição (FIMADEN).
Denise Aguiar Alvarez Valente,
Valente, Conselheira
. Nascida em 24.1.1958. Formada em Pedagogia pela PUC - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, com Mestrado em Educação pela
Universidade de Nova York - EUA. Em abril de 1986 foi eleita para o Conselho de Administração da Cidade de Deus - Companhia Comercial de
Participações, uma das controladoras do Banco Bradesco S.A., passando a partir de julho de 1988 a exercer, cumulativamente, o cargo de Diretora.
Ocupa também o cargo de Membro do Conselho de Administração do Banco Bradesco S.A., desde fevereiro de 1990, e na Bradespar S.A. desde março
de 2000. É Membro da Mesa Regedora e Diretora Adjunta da Fundação Bradesco e Membro do Conselho de Administração e Diretora Adjunta da
Fundação Instituto de Moléstias do Aparelho Digestivo e da Nutrição (FIMADEN). Além dessas atividades, é Membro do Conselho de Administração da
Associação dos Amigos da Pinacoteca do Estado; Membro do Conselho Deliberativo do Fundo Social de Solidariedade do Estado de São Paulo FUSSESP; Conselheira Curadora da Fundação Dorina Nowill para Cegos e da Fundação Roberto Marinho; Membro do Conselho de Governança do GIFE
- Grupo de Institutos, Fundações e Empresas; Membro do Conselho Consultivo do Canal Futura; Membro do Conselho Geral da Comunitas Parcerias
para o Desenvolvimento Solidário; e Sócia Efetiva da Associação de Apoio ao Programa Alfabetização Solidária - AAPAS.
Raul Santoro de Mattos Almeida, Conselheiro
. Nascido em 16.9.1952. Formado em Engenharia Mecânica. Nomeado Membro do Conselho de Administração do Banco Bradesco S.A. em 28 de janeiro
de 2005. É Gerente Nacional e Presidente do BBVA Bancomer Financial Holdings, Texas, USA; Presidente do Valley Bank, Califórnia, USA; Presidente
do BBVA Bancomer Transfer Services (BTS) - Serviços de Transferência, Texas, USA; Presidente do BBVA Bancomer Foreign Exchange (BFX) - Câmbio,
Texas, USA; Presidente do BBVA Bancomer Financial Services (BFS) - Serviços Financeiros, Texas, USA; Presidente do BBVA Finance - Delaware, EUA;
Presidente do BBVA Securities, Inc., Nova York, USA; Membro do Conselho de Administração do BBVA Puerto Rico, Porto Rico. Foi Membro do
Conselho de Administração do BBVA Bancomer Instituição de Banco Múltiplo, México; Presidente do Santander Overseas Bank, Porto Rico; Vice-Presidente
Executivo e Diretor Financeiro do Banco Santander, Porto Rico; Diretor Financeiro da Divisão Internacional do Banco Santander, Espanha; Diretor
Superintendente do Banco Santander, Brasil; Vice-Presidente do Bank of Boston, Brasil; Vice-Presidente e Tesoureiro e Diretor Superintendente de
Multileasing do Bank of America NT&AS, Brasil; Diretor da Finasa Leasing Arrendamento Mercantil S.A., Brasil; e Gerente Geral da LEASCO - Companhia
Leasing do Brasil. É Membro do Conselho de Administração do IIB - Instituto de Banqueiros Internacionais, Nova York, USA; da USSCC - Câmara de
Comércio Estados Unidos e Espanha; da USBCC - Câmara de Comércio Estados Unidos e Espanha.
Ricardo Espírito Santo Silva Salgado, Conselheiro
. Nascido em 25.6.1944. Licenciado em Economia pelo Instituto Superior de Ciências Econômicas e Financeiras da Universidade Técnica de Lisboa –
Portugal. Em junho de 2003 foi eleito membro do Conselho de Administração do Banco Bradesco S.A. É também membro do Conselho Superior do
Grupo Espírito Santo, Vice-Presidente do Conselho de Administração e Presidente da Comissão Executiva do Banco Espírito Santo, S.A. – Lisboa;
Presidente do Espírito Santo Financial Group (ESFG) – Luxemburgo, membro do Supervisory Board da Euronext NV - Holanda, do Executive Committee
do Institut Internationale d’Études Bancaires (IIEB) - Bruxelas e do European Advisory Committee Board of the New York Stock Exchange (NYSE). Foi
membro do Conselho de Administração do Banco Boavista Interatlântico S.A. (Brasil) de setembro de 1997 a outubro de 2000.
DIRETORIA EXECUTIVA
Márcio Artur Laurelli Cypriano, DiretorDiretor-Presidente
O Sr. Cypriano também ocupa o cargo de Presidente Executivo. Sua experiência é descrita em Membros do Conselho de Administração.
Laércio Albino Cezar, ViceVice-Presidente
. Nascido em 13.10.1946. É Técnico em Contabilidade. Iniciou a carreira em abril de 1960. Passou por todos os escalões da carreira bancária, sendo
em março de 1982 eleito Diretor Departamental, em março de 1992 Diretor Executivo Gerente e em março de 1999 Diretor Vice-Presidente Executivo,
cargo que ocupa atualmente. Participa também da Administração das demais empresas da Organização Bradesco. É Membro da Mesa Regedora e Diretor
Gerente da Fundação Bradesco e Membro do Conselho de Administração e Diretor Gerente da Fundação Instituto de Moléstias do Aparelho Digestivo e
da Nutrição (FIMADEN). Foi Membro da Subcomissão de Segurança Contra Fraudes da Federação Brasileira de Bancos (FEBRABAN), de novembro 1983
a março de 1992, Representante Brasileiro no Comitê de Auditores Internos da FELABAN - Federação Latinoamericana de Bancos, de janeiro de 1991 a
abril de 1997, Diretor Vice-Presidente Executivo, de julho de 1997 a julho de 2000, e Primeiro Vice-Presidente Executivo, de julho de 2000 a julho de
2003, do Instituto de Organização Racional do Trabalho - IDORT.
Pág: 10
Arnaldo Alves Vieira, ViceVice-Presidente
. Nascido em 9.4.1948. Formado em Direito pelas Faculdades Integradas Guarulhos e Administração de Empresas pela Universidade Presbiteriana
Mackenzie. Iniciou a carreira em outubro de 1961. Passou por todos os escalões da carreira bancária, sendo em abril de 1985 eleito Diretor Regional,
em março de 1992 Diretor Departamental, em fevereiro de 1995 Diretor Executivo Gerente e em março de 1999 Diretor Vice-Presidente Executivo, cargo
que ocupa atualmente. Participa também da Administração das demais empresas da Organização Bradesco. É Membro da Mesa Regedora e Diretor
Gerente da Fundação Bradesco e Membro do Conselho de Administração e Diretor Gerente da Fundação Instituto de Moléstias do Aparelho Digestivo e
da Nutrição (FIMADEN). Além dessas atividades, é Vice-Presidente do Conselho de Administração da Companhia Brasileira de Meios de Pagamento
(VISANET) desde novembro de 1995, Celta Holdings S.A. e Fidelity Processadora e Serviços S.A. desde abril de 2006, Diretor da InterAmerica Overseas
Limited desde maio de 2000, Diretor do Conselho Diretivo Regional da Visa International desde maio de 1999 e Membro do Conselho de Ética e de
Auto Regulação da Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços - ABECS desde janeiro de 2006. Foi Diretor Executivo da
Federação Brasileira de Bancos (FEBRABAN) e da Federação Nacional dos Bancos (FENABAN) de março a setembro de 2002.
Luiz Carlos Trabuco Cappi, ViceVice-Presidente
. Nascido em 6.10.1951. Formado em Filosofia pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de São Paulo, com pós-graduação em Sócio-Psicologia na
Escola de Sociologia e Política de São Paulo. Iniciou a carreira em abril de 1969. Passou por todos os escalões da carreira bancária, sendo em janeiro
de 1984 eleito Diretor Departamental, em março de 1998 Diretor Executivo Gerente, e em março de 1999 Diretor Vice-Presidente Executivo, cargo que
ocupa atualmente. Desde março de 2003 é Diretor-Presidente da Bradesco Seguros S.A., tendo ocupado, cumulativamente, o cargo de Membro do
Conselho de Administração de março de 1999 a março de 2005. Participa também da Administração das demais empresas da Organização Bradesco. É
Membro da Mesa Regedora e Diretor Gerente da Fundação Bradesco, Membro do Conselho de Administração e Diretor Gerente da Fundação Instituto de
Moléstias do Aparelho Digestivo e da Nutrição (FIMADEN). Além dessas atividades, é Membro do Conselho Diretor da Associação Comercial do Rio de
Janeiro, Membro do Egrégio Conselho da ANSP - Academia Nacional de Seguros e Previdência, Membro do Conselho Consultivo da APTS - Associação
Paulista dos Técnicos de Seguro e Vice-Presidente do Conselho Diretor do Instituto de Estudos em Saúde Suplementar - IESS. Foi Diretor Setorial da
ADVB - Associação dos Dirigentes de Vendas do Brasil, Presidente da ANAPP - Associação Nacional da Previdência Privada, Membro do Conselho
Diretor da Associação Brasileira das Companhias Abertas - ABRASCA, Membro do Conselho de Administração da Companhia Siderúrgica Belgo-Mineira,
Diretor Setorial de Marketing e Membro do Conselho Nacional de Ética Bancária (CONEB) da Federação Brasileira de Bancos (FEBRABAN).
Sérgio Socha, ViceVice-Presidente
. Nascido em 15.3.1946. Formado em Técnico em Contabilidade. Iniciou a carreira em setembro de 1961 no Banco Indústria e Comércio de Santa
Catarina S.A. Em maio de 1968, com a incorporação do Banco Indústria e Comércio de Santa Catarina S.A., integrou-se ao quadro de funcionários do
Bradesco. Passou por todos os escalões da carreira bancária, sendo em março de 1986 eleito Diretor Regional, de julho de 1995 a janeiro de 1998
Diretor Departamental, e em julho de 1999 Diretor Vice-Presidente Executivo, cargo que ocupa atualmente. Participa também da Administração das demais
empresas da Organização Bradesco. É Membro da Mesa Regedora e Diretor Gerente da Fundação Bradesco e Membro do Conselho de Administração e
Diretor Gerente da Fundação Instituto de Moléstias do Aparelho Digestivo e da Nutrição (FIMADEN). Foi Diretor do Banco BCN S.A. de dezembro de
1997 a novembro de 1998, quando passou a Vice-Presidente, cargo que exerceu até julho de 1999 e Vice-Presidente da ABECIP- Associação Brasileira
das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança de novembro de 1999 a março de 2002, quando passou a Membro Efetivo do Conselho Deliberativo,
cargo que exerceu até novembro de 2003.
Julio de Siqueira Carvalho de Araujo, ViceVice-Presidente
. Nascido em 10.12.1954. Formação secundária. Iniciou a carreira em março de 1978 no Banco BCN S.A., Instituição adquirida em 1997 pelo Banco
Bradesco S.A. Passou por todos os escalões da carreira bancária, sendo em outubro de 1989 eleito Diretor e de maio de 1995 a agosto de 2000
Diretor Vice-Presidente Executivo. Em agosto de 2000 foi eleito Diretor Vice-Presidente Executivo do Banco Bradesco S.A., cargo que ocupa atualmente.
Participa também da Administração das demais empresas da Organização Bradesco. É Membro da Mesa Regedora e Diretor Gerente da Fundação
Bradesco; Membro do Conselho de Administração e Diretor Gerente da Fundação Instituto de Moléstias do Aparelho Digestivo e da Nutrição (FIMADEN).
Além dessas atividades, é Membro Efetivo do Conselho de Administração da Companhia Brasileira de Liquidação e Custódia (CBLC) e da Bolsa de
Mercadorias & Futuros - BM&F; Membro Titular do Conselho de Administração da Câmara Interbancária de Pagamentos - CIP; e Membro Efetivo do
Conselho Deliberativo da Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança - ABECIP.
Milton Almicar Silva Vargas, ViceVice-Presidente
. Nascido em 10.5.1956. Formado em Administração de Empresas pela UNIFIEO - Centro Universitário FIEO de Osasco. Iniciou a carreira em julho de
1976. Passou por todos os escalões da carreira bancária, sendo em dezembro de 1997 eleito Diretor Departamental, em março de 2000 Diretor
Executivo Gerente, e em março de 2002 Diretor Vice-Presidente Executivo, cargo que ocupa atualmente. Participa também da Administração das demais
empresas da Organização Bradesco. É Membro da Mesa Regedora e Diretor Gerente da Fundação Bradesco e Membro do Conselho de Administração e
Diretor Gerente da Fundação Instituto de Moléstias do Aparelho Digestivo e da Nutrição (FIMADEN). Além dessas atividades, é Membro Suplente do
Conselho Nacional de Ética Bancária e de Auto-Regulação, Membro Efetivo do Conselho Fiscal do Fundo Garantidor de Créditos - FGC e representante
do Bradesco no Conselho Diretor do Instituto Brasileiro de Pesquisas Contábeis, Atuariais e Financeiras - IPECAFI. Foi Membro Efetivo do Conselho
Fiscal da ASSOBESP - Associação dos Bancos no Estado de São Paulo, Federação Nacional dos Bancos (FENABAN), Federação Brasileira de Bancos
(FEBRABAN), Sindicato dos Bancos nos Estados de São Paulo, Paraná, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul e Membro Efetivo do Conselho de
Administração da CPM S.A.
Milton Almicar Silva Vargas, Diretor de Relações com Investidores
O Sr. Milton também ocupa o cargo de Vice-Presidente. Sua experiência é descrita acima.
José Luiz Acar Pedro, Diretor
Diretor ViceVice-Presidente
. Nascido em 23.11.1952. Formado em Administração de Empresas pela Faculdade de Administração e Ciências Econômicas Santana e Ciências
Contábeis pela Faculdade São Judas Tadeu, São Paulo, SP. Iniciou a carreira em janeiro de 1971, no Banco BCN S.A., instituição financeira que em
dezembro de 1997 foi adquirida pelo Banco Bradesco S.A. Passou por todos os escalões da carreira bancária, sendo em junho de 1986 eleito Diretor,
em maio de 1996 Diretor Vice-Presidente Executivo e em março de 1999 Diretor-Presidente, cargo que ocupou até março de 2004. Em fevereiro de
2003 foi eleito Diretor Vice-Presidente Executivo do Banco Bradesco S.A., cargo que ocupa atualmente. Participa também da Administração das demais
empresas da Organização Bradesco. É Membro da Mesa Regedora e Diretor Gerente da Fundação Bradesco e Membro do Conselho de Administração e
Diretor Gerente da Fundação Instituto de Moléstias do Aparelho Digestivo e da Nutrição (FIMADEN). Foi Diretor-Presidente do Banco Mercantil de São
Pág: 11
Paulo S.A. e do Banco Boavista Interatlântico S.A. até março de 2004, ocupando atualmente o cargo de Diretor. Além dessas atividades, é Membro do
Conselho Diretor da ABRASCA - Associação Brasileira das Companhias Abertas; Membro Efetivo do Conselho de Administração da CPM Holdings Ltd. e
CPM S.A; Vice-Presidente da Federação Brasileira de Bancos (FEBRABAN) e da Federação Nacional dos Bancos (FENABAN); Diretor-Tesoureiro do
Sindicato dos Bancos nos Estados de São Paulo, Paraná, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul; e Membro do Conselho de Administração do Instituto
Brasileiro de Relações com Investidores - IBRI, tendo ocupado o cargo de Presidente. Foi Presidente do Conselho de Administração da BCN Corretora
de Títulos e Valores Mobiliários S.A.; Diretor-Presidente e Membro do Conselho Consultivo da BCN Asset Management S.A.; Diretor-Presidente da Potenza
S.A. Processamento de Dados; Diretor da Financiadora BCN S.A. - Crédito, Financiamento e Investimentos; e Membro do Conselho Curador da Fundação
Nacional da Qualidade - FNQ.
Norberto Pinto Barbedo, Diretor ViceVice-Presidente
. Nascido em 26.2.1952. Formado em Ciências Contábeis pela Faculdade de Ciências Contábeis Tibiriçá. Iniciou a carreira em janeiro de 1968, no Banco
BCN S.A., instituição financeira que em dezembro de 1997 foi adquirida pelo Banco Bradesco S.A. Passou por todos os escalões da carreira bancária,
sendo em outubro de 1989 eleito Diretor e em dezembro de 1997 Diretor Vice-Presidente, cargo que ocupou até março de 2004. Em fevereiro de 2003
foi eleito Diretor Vice-Presidente Executivo do Banco Bradesco S.A., cargo que ocupa atualmente. Participa também da Administração das demais
Empresas da Organização Bradesco. É Membro da Mesa Regedora e Diretor Gerente da Fundação Bradesco e Membro do Conselho de Administração e
Diretor Gerente da Fundação Instituto de Moléstias do Aparelho Digestivo e da Nutrição (FIMADEN). Além dessas atividades, é Vice-Presidente da
Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança - ABECIP. Foi Diretor Vice-Presidente do Banco Mercantil de São Paulo S.A. e do
Banco Boavista Interatlântico S.A. até março de 2004, ocupando atualmente o cargo de Diretor. Foi Membro do Conselho de Administração da BCN
Corretora de Títulos e Valores Mobiliários S.A., Diretor da Financiadora BCN S.A. - Crédito, Financiamento e Investimentos e Diretor Vice-Presidente do
Banco Zogbi S.A. e da Potenza S.A. Processamento de Dados.
Armando Trivelato Filho, Diretor Gerente
. Nascido em 10.8.1946. Formado em Engenharia Civil pela Fundação Universidade de Minas Gerais. Iniciou a carreira em maio de 1977. Passou por
todos os escalões da carreira bancária, sendo em julho de 1988 eleito Diretor Departamental, em março de 1998 Diretor Executivo Adjunto, e em março
de 1999 Diretor Executivo Gerente, cargo que ocupa atualmente. É Membro da Mesa Regedora da Fundação Bradesco e do Conselho de Administração
da Fundação Instituto de Moléstias do Aparelho Digestivo e da Nutrição (FIMADEN). Foi Engenheiro da Bradesco S.A. Crédito Imobiliário, Diretor da
Digilab - Laboratório Digital Ltda., Membro do Conselho de Administração da Matel Tecnologia de Teleinformática S.A. - MATEC, Membro Suplente do
Conselho de Administração da Companhia Siderúrgica Nacional - CSN, Diretor e Membro do Conselho de Administração da Matel S.A. - Participações e
Administração, Vice-Presidente do Conselho de Administração da Teletrim Telecomunicações S.A. e Membro do Conselho de Administração da VICOM S.A.
Carlos Alberto Rodrigues Guilherme, Diretor Gerente
. Nascido em 21.12.1943. Formado em Direito pela Fundação Pinhalense de Ensino. Iniciou a carreira em dezembro de 1957. Passou por todos os
escalões da carreira bancária, sendo em março de 1986 eleito Diretor Departamental, em março de 1998 Diretor Executivo Adjunto, e em março de
1999 Diretor Executivo Gerente, cargo que ocupa atualmente. É Membro da Mesa Regedora da Fundação Bradesco e do Conselho de Administração da
Fundação Instituto de Moléstias do Aparelho Digestivo e da Nutrição (FIMADEN). Foi Diretor do Banco de Crédito Real de Minas Gerais S.A. de abril
de 1998 a abril de 2003, e da Credireal Leasing S.A. - Arrendamento Mercantil de abril de 1998 a setembro de 1999.
José Alcides Munhoz, Diretor Gerente
. Nascido em 23.7.1948. Formação secundária. Iniciou a carreira em outubro de 1970. Passou por todos os escalões da carreira bancária, sendo em
março de 1989 eleito Diretor Regional, em janeiro de 1995 Diretor Departamental, em março de 1998 Diretor Executivo Adjunto, e em março de 1999
Diretor Executivo Gerente, cargo que ocupa atualmente. Em maio de 2004 foi eleito Diretor da Bradesco Consórcios Ltda. É Membro da Mesa Regedora
da Fundação Bradesco e do Conselho de Administração da Fundação Instituto de Moléstias do Aparelho Digestivo e da Nutrição (FIMADEN).
José Guilherme
Guilherme Lembi de Faria, Diretor Gerente
. Nascido em 25.6.1945. Formado em Ciências Econômicas pela Universidade Federal Fluminense. Iniciou a carreira em janeiro de 1967 no Banco
Mineiro do Oeste, adquirido pelo Banco Bradesco S.A. em 1973. Em setembro de 1981 passou a prestar serviços no Exterior, na função de Gerente
Geral da Agência Nova York, em março de 1993, retornando ao Brasil, foi eleito Diretor Regional, em fevereiro de 1995 Diretor Departamental, em
março de 1998 Diretor Executivo Adjunto, e em março de 1999 Diretor Executivo Gerente, cargo que ocupa atualmente. É Membro da Mesa Regedora
da Fundação Bradesco e do Conselho de Administração da Fundação Instituto de Moléstias do Aparelho Digestivo e da Nutrição (FIMADEN). É também
Diretor-Presidente do Banco Bradesco Argentina S.A., Diretor Vice-Presidente da Bradesco Services Co., Ltd. e Diretor da Cidade Capital Markets Ltd.
Além dessas atividades, é Membro do Conselho Consultivo do Centro Brasileiro de Relações Internacionais - CEBRI. Foi Membro do Conselho de
Administração e Diretor Tesoureiro do Boavista Banking Limited.
Luiz Pasteur Vasconcellos Machado, Diretor Gerente
. Nascido em 14.6.1948. Formado em Direito pelas Faculdades Metropolitanas Unidas - FMU. Iniciou a carreira em junho de 1962. Passou por todos os
escalões da carreira bancária, sendo em março de 1986 eleito Diretor Regional, em março de 1992 Diretor Departamental, em março de 1998 Diretor
Executivo Adjunto, e em março de 1999 Diretor Executivo Gerente, cargo que ocupa atualmente. É Membro da Mesa Regedora da Fundação Bradesco e
do Conselho de Administração da Fundação Instituto de Moléstias do Aparelho Digestivo e da Nutrição (FIMADEN). Foi Presidente do Conselho de
Administração da Smart Club do Brasil Ltda. de junho a novembro de 2004, tendo ocupado anteriormente o cargo de Membro Titular do Conselho de
Administração; e Membro do Conselho de Administração da Companhia Brasileira de Meios de Pagamento de abril de 1998 a abril de 2006.
Milton Matsumoto, Diretor Gerente
. Nascido em 24.4.1945. Formado em Administração de Empresas pela UNIFIEO - Centro Universitário FIEO de Osasco. Iniciou a carreira em setembro
de 1957. Passou por todos os escalões da carreira bancária, sendo em março de 1985 eleito Diretor Departamental, em março de 1998 Diretor
Executivo Adjunto, e em março de 1999 Diretor Executivo Gerente, cargo que ocupa atualmente. É Membro da Mesa Regedora da Fundação Bradesco e
do Conselho de Administração da Fundação Instituto de Moléstias do Aparelho Digestivo e da Nutrição (FIMADEN). É também Membro Suplente do
Conselho de Administração da CPM Holdings Ltd. e CPM S.A.; Diretor Secretário do Sindicato das Sociedades de Crédito, Financiamento e Investimento
do Estado de São Paulo, tendo ocupado anteriormente os cargos de Vice-Presidente e Diretor Suplente; e Diretor Secretário da FENACREFI - Federação
Interestadual das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimentos. Foi Diretor da Bradesco S.A. Corretora de Títulos e Valores Mobiliários de janeiro
de 1984 a março de 1985 e Diretor 1o Secretário do Sindicato dos Bancos nos Estados de São Paulo, Paraná, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul
de junho de 1989 a maio de 1998.
Pág: 12
Odair Afonso Rebelato, Diretor Gerente
. Nascido em 28.7.1945. Formado em técnico em Contabilidade. Iniciou a carreira em agosto de 1960. Passou por todos os escalões da carreira
bancária, sendo em março de 1989 eleito Diretor Regional, em março de 1998 Diretor Departamental, e em agosto de 2001 Diretor Executivo Gerente,
cargo que ocupa atualmente. É Membro da Mesa Regedora da Fundação Bradesco e do Conselho de Administração da Fundação Instituto de Moléstias
do Aparelho Digestivo e da Nutrição (FIMADEN).
Aurélio Conrado Boni, Diretor Gerente
. Nascido em 19.7.1951. É técnico em Administração de Empresas. Iniciou a carreira em fevereiro de 1971. Passou por todos os escalões da carreira
bancária, sendo em dezembro de 1997 eleito Diretor Departamental, e em dezembro de 2001 Diretor Executivo Gerente, cargo que ocupa atualmente. É
Membro da Mesa Regedora da Fundação Bradesco e do Conselho de Administração da Fundação Instituto de Moléstias do Aparelho Digestivo e da
Nutrição (FIMADEN).
Domingos Figueiredo de Abreu, Diretor Gerente
. Nascido em 8.1.1959. Formado em Economia pela Faculdade de Ciências Econômicas da Universidade de Mogi das Cruzes e em Ciências Contábeis
pela FEAO - Faculdade de Ciências Econômicas e Administrativas de Osasco, com pós-graduação em Administração Financeira (CEAG) pela Fundação
Getúlio Vargas e MBA em Finanças pelo IBMEC - Instituto Brasileiro de Mercado de Capitais. Iniciou a carreira em dezembro de 1981. Passou por
todos os escalões da carreira bancária, sendo em junho de 2001 eleito Diretor Departamental, e em março de 2002 Diretor Executivo Gerente, cargo
que ocupa atualmente. Foi Diretor do Banco BCN S.A. de dezembro de 1997 a junho de 2001. É Membro da Mesa Regedora da Fundação Bradesco
e do Conselho de Administração da Fundação Instituto de Moléstias do Aparelho Digestivo e da Nutrição (FIMADEN). É também Membro Suplente do
Conselho de Administração da CPM S.A. desde outubro de 2001, tendo ocupado o cargo de Membro do Conselho Técnico de Administração de junho
de 1998 a maio de 1999.
Paulo Eduardo D'Avila Isola, Diretor Gerente
. Nascido em 11.12.1955. Formado em Administração de Empresas pela Faculdade Brás Cubas, São Paulo, SP. Iniciou a carreira em julho de 1997 na
Continental Promotora de Vendas Ltda., atual Finasa Promotora de Vendas Ltda., como Diretor, passando a Diretor Gerente em abril de 2004. Em março
de 2002 foi eleito Diretor Executivo Gerente do Banco BCN S.A., cargo que ocupou até fevereiro de 2003, quando foi eleito Diretor Executivo Gerente
do Banco Bradesco S.A., cargo que ocupa atualmente. É Membro da Mesa Regedora da Fundação Bradesco e do Conselho de Administração da
Fundação Instituto de Moléstias do Aparelho Digestivo e da Nutrição (FIMADEN). É também Diretor Vice-Presidente da ACREFI - Associação Nacional das
Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento; Vice-Presidente Suplente do Conselho de Administração da Fidelity Processadora e Serviços S.A.;
Vice-Presidente Suplente do Conselho de Administração da Celta Holdings S.A., tendo ocupado o cargo de Presidente; Membro Suplente do Conselho de
Administração da CIBRASEC - Companhia Brasileira de Securitização; Membro Titular do Conselho de Administração da Clicar Central On-Line de
Financiamentos Sociedade Simples Ltda.; e Membro do Conselho de Administração da Companhia Brasileira de Meios de Pagamento. Foi Diretor Técnico
da ABEL - Associação Brasileira das Empresas de Leasing, de 1996 a 2000.
Ademir Cossiello, Diretor Gerente
. Nascido em 3.7.1955. Formado em Economia pelas Faculdades Padre Anchieta. Iniciou a carreira em outubro de 1973. Passou por todos os escalões
da carreira bancária, sendo em janeiro de 1995 eleito Diretor Regional, e em março de 1998 Diretor Departamental, cargo que exerceu até setembro de
1999. Em junho de 2003 foi reconduzido à Diretoria, como Diretor Executivo Gerente, cargo que ocupa atualmente. É Membro da Mesa Regedora da
Fundação Bradesco e do Conselho de Administração da Fundação Instituto de Moléstias do Aparelho Digestivo e da Nutrição (FIMADEN). É também
Membro da Diretoria Plena da Associação Comercial de São Paulo desde agosto de 2003, tendo exercido o cargo de Membro do Conselho Deliberativo
de fevereiro a setembro de 1999. Foi Diretor do Banco Baneb S.A. de junho de 1999 a outubro de 2001, tendo ocupado também o cargo de Diretor
Gerente. No Banco BCN S.A. foi Diretor Gerente de outubro de 2001 a março de 2004. Na ASBAN - Associação de Bancos no Estado de Goiás foi
Membro Efetivo do Conselho de Administração de janeiro de 1995 a janeiro de 1997.
Sérgio Alexandre Figueiredo Clemente, Diretor Gerente
⋅ Nascido em 7.6.1959. Formado em Engenharia Mecânica pela PUC - Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais com MBA Executivo em
Finanças pelo IBMEC - Instituto Brasileiro de Mercado de Capitais, PDG - Executivo - Desenvolvimento Gerencial pela Sociedade de Desenvolvimento
Empresarial e Parceria para o Desenvolvimento Empresarial pela Fundação D. Cabral/INSEAD. Admitido no Banco BCN S.A. em maio de 1996 como
adjunto de Diretor. Em janeiro de 1998 foi eleito Diretor. Com a aquisição do BCN, passou a integrar o quadro de funcionários do Banco Bradesco
S.A., tendo sido eleito Diretor Departamental em março de 2000, como responsável pelo Departamento de Corporate. É Membro da Mesa Regedora da
Fundação Bradesco.
DIRETORIA DEPARTAMENTAL
Adineu Santesso
. Nascido em 11.8.1952. Formação secundária. Iniciou a carreira em março de 1971, como contínuo na Agência Fernandópolis, SP, chegando ao cargo
de Gerente. Em fevereiro de 1990 foi eleito Diretor Regional, cargo que ocupou até setembro de 2000, ocasião em que foi eleito Diretor do Banco
BCN S.A., cargo que exerceu até dezembro de 2001. Em agosto de 2001 foi eleito Diretor Departamental do Banco Bradesco S.A., como responsável
pelo Departamento Bradesco Varejo e posteriormente Recuperação de Créditos. É Membro da Mesa Regedora da Fundação Bradesco. Foi Diretor do
Banco Boavista Interatlântico S.A. e Membro Efetivo do Conselho Fiscal do Boavista Prev - Fundo de Pensão Multipatrocinado.
Airton Celso Exel Andreolli
. Nascido em 20.9.1948. Formado em Administração de Empresas pela UNIFIEO - Centro Universitário FIEO de Osasco. Iniciou a carreira em novembro
de 1960, como aprendiz de contínuo no Departamento de Processamento e Comunicação de Dados, onde chegou ao cargo de Superintendente Executivo.
Pág: 13
Em abril de 1998 foi eleito Diretor Departamental, permanecendo como responsável por aquele Departamento. É Membro da Mesa Regedora da Fundação
Bradesco.
Alexandre da Silva Glüher
. Nascido em 14.8.1960. Formado em Ciências Contábeis pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul e Administração de Empresas pela ULBRA
- Universidade Luterana do Brasil. Iniciou a carreira em março de 1976, como escriturário na Agência Independência - Urbana Porto Alegre, RS,
chegando ao cargo de Gerente. Em agosto de 2001 foi eleito Diretor Regional, e em março de 2005 Diretor Departamental, respondendo pelo
Departamento de Empréstimos e Financiamentos. É Membro da Mesa Regedora da Fundação Bradesco. Desde novembro de 2005 é Membro Suplente do
Conselho Deliberativo da Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança - ABECIP.
Alfredo Antônio Lima de Menezes
⋅ Nascido em 16.6.1962. Formado em Administração de Empresas pela Faculdade de Administração Tibiriçá. Iniciou a carreira em maio de 1985, como
operador júnior no Banco BCN S.A., onde chegou ao cargo de Diretor. Em janeiro de 2001 foi eleito Diretor Departamental do Bradesco, como
responsável pelo Departamento de Tesouraria. É Membro da Mesa Regedora da Fundação Bradesco. É também Membro Titular da Câmara Consultiva da
Clearing de Câmbio e Ativos da Bolsa de Mercadorias e Futuros - BM&F. Foi Diretor da ANDIMA - Associação Nacional das Instituições do Mercado
Financeiro e Membro Titular do Conselho de Administração da CentralClearing de Compensação e Liquidação S.A.
André Rodrigues Cano
. Nascido em 22.7.1958. Formado em Administração de Empresas pelas FMU - Faculdades Metropolitanas Unidas. Iniciou a carreira em abril de 1977,
como Técnico na Commicromation S.A. Processamento de Dados, transferindo-se para o Bradesco, em maio de 1980, também como Técnico, no
Departamento de Manutenção, em dezembro de 1995 para o Departamento de Patrimônio, onde chegou ao cargo de Superintendente Executivo. Em
dezembro de 2001 foi eleito Diretor Departamental, como responsável pelo Departamento Banco Postal. É Membro da Mesa Regedora da Fundação
Bradesco.
Antônio Carlos Del Cielo
⋅ Nascido em 29.6.1953. Formado em Técnico em Contabilidade. Iniciou a carreira em outubro de 1971, como artífice na Agência Serra Negra, SP. Em
maio de 1975 transferiu-se para o Departamento de Inspetoria Geral, onde chegou ao cargo de Gerente de Departamento e, posteriormente, no
Departamento de Orçamento e Controle, ao cargo de Superintendente Executivo. Em janeiro de 2001 foi eleito Diretor Departamental, como responsável
pelo Departamento de Organização e Métodos. É Membro da Mesa Regedora da Fundação Bradesco. Foi Membro do Conselho Fiscal da Caixa
Beneficente dos Funcionários do Bradesco, de janeiro de 1986 a abril de 2001.
Candido Leonelli
⋅ Nascido em 27.6.1947. Formado em Engenharia Eletrônica pela Escola de Engenharia Mauá e Pós-Graduação em Administração Financeira, FEA/USP,
Macro Economia FGV/SP e Advanced Management Program, International Senior Management Program Harward Business Scholl. Iniciou a carreira em
janeiro de 1980, como Diretor de Marketing na Scopus Tecnologia Ltda., onde chegou aos cargos de Membro do Conselho de Administração e DiretorPresidente. Em agosto de 1997 foi eleito Diretor Departamental do Banco Bradesco S.A., sendo hoje responsável pelo Departamento de Relacionamento
com Clientes. É Membro da Mesa Regedora da Fundação Bradesco. Foi Membro do Conselho de Administração e Diretor-Presidente da Scopus
Informática S.A.
Cassiano Ricardo Scarpelli
. Nascido em 28.7.1968. Formado em Economia pela Faculdade de Ciências Econômicas e Administrativas de Osasco. Iniciou a carreira na Organização
Bradesco em junho de 1984, como Contínuo no Departamento de Ações e Custódia. Em maio de 1990, transferiu-se para o Departamento de Orçamento
e Controle e, posteriormente, para o Departamento de Mercado de Capitais, onde chegou ao cargo de Superintendente Executivo. Em julho de 2003
como Superintendente Executivo assumiu o Departamento de Ações e Custódia, sendo em março de 2007 eleito Diretor Departamental. É Membro da
Mesa Regedora da Fundação Bradesco. É também Membro Efetivo do Conselho Fiscal da Bradespar S.A.; Primeiro Membro Suplente do Conselho Fiscal
da Boavista Prev - Fundo de Pensão Multipatrocinado e Membro Efetivo do Conselho Fiscal da Caixa Beneficente dos Funcionários do Bradesco. Além
dessas atividades é Membro da Comissão de Serviços Qualificados ao Mercado de Capitais, Membro do Conselho de Auto-Regulação - Serviços
Qualificados e da Subcomissão de Administração Fiduciário da Associação Nacional dos Bancos de Investimento. Foi Membro do Conselho de
Administração da Bica de Pedra Industrial S.A., CP Cimento e Participações S.A., Iochpe-Maxion S.A., Latasa S.A., Tecnologia Bancária S.A. e Tigre S.A.
- Tubos e Conexões; Membro Suplente do Conselho de Administração da São Paulo Alpargatas S.A.; e Diretor da UGB Participações S.A.
Clayton Camacho
. Nascido em 29.1.1962. Formado em Direito pela Universidade Braz Cubas, com Mestrado em Direito do Trabalho pela Pontifícia Universidade Católica
- PUC e Pós-Graduação em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas. Iniciou a carreira em junho de 1982, como escriturário na Agência
Mogi das Cruzes-SP Centro. Em janeiro de 1985 transferiu-se para o Departamento Jurídico, como Advogado, onde chegou ao cargo de Gerente-Chefe e
Superintendente Executivo. Em março de 2005 foi eleito Diretor Departamental, permanecendo como responsável por aquele Departamento. É Membro da
Mesa Regedora da Fundação Bradesco. É também Membro Suplente do Conselho Fiscal do Top Clube Bradesco, Segurança, Educação e Assistência
Social. Foi Membro Efetivo do Conselho Fiscal da Bradespar S.A., Presidente Efetivo do Conselho Fiscal da Boavista Prev - Fundo de Pensão
Multipatrocinado, Diretor Vice-Presidente da Caixa Beneficente dos Funcionários do Bradesco e Diretor Secretario da Fundação Gastão Vidigal.
Douglas Tevis Francisco
⋅ Nascido em 18.8.1962. Formação secundária. Iniciou a carreira em fevereiro de 1981, como artífice na Gráfica Bradesco S.A. Em dezembro de 1981
transferiu-se para o Departamento de Manutenção do Banco Bradesco S.A., em janeiro de 1984 para a DIGILAB - Laboratório Digital Ltda., retornando
ao Bradesco em fevereiro de 1991, no Departamento de Processamento de Dados e posteriormente no de Produtos de Informática, onde chegou ao
cargo de Superintendente Executivo. Em dezembro de 2001 foi eleito Diretor Departamental, como responsável pelo Departamento de Pesquisa de
Informática e Tecnologia. É Membro da Mesa Regedora da Fundação Bradesco.
Fábio Mentone
. Nascido em 11.3.1965. Formado em Administração de Empresas pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, com MBA pela Fundação Dom Cabral.
Admitido no Banco BCN S.A. em julho de 1996 como Gerente de Corporate. Com a aquisição do BCN, passou a integrar o quadro de funcionários do
Pág: 14
Banco Bradesco S.A., no cargo de Superintendente Executivo do Departamento de Corporate. Em dezembro de 2006, foi eleito Diretor Departamental,
cargo que ocupa atualmente. É Membro da Mesa Regedora da Fundação Bradesco. Foi Gerente de Controladoria do Banco Citibank, N.A.; Gerente de
Corporate do Banco Citibank, N.A. em Campinas, SP, e do Lloyds Bank PLg; Gerente Sênior de Corporate do Banco Nacional S.A. e Superintendente
de Corporate do União de Bancos Brasileiros S.A. (Unibanco).
Fernando Barbaresco
. Nascido em 18.8.1954. Formado em Economia pela UNIFIEO - Centro Universitário FIEO de Osasco. Iniciou a carreira em outubro de 1971, como
contínuo da Agência Cerqueira César, SP. Em março de 1975 transferiu-se para o Departamento de Transportes, hoje Departamento de Apoio e Serviços,
na Matriz, onde chegou ao cargo de Gerente de Departamento e Superintendente Executivo e, posteriormente, para o Departamento de Compras. Em
março de 2005 foi eleito Diretor Departamental, passando a responder pelo Departamento de Serviços Centralizados. É Membro da Mesa Regedora da
Fundação Bradesco.
Jair Delgado Scalco
⋅ Nascido em 6.2.1950. Formado em Administração de Empresas pela UNIFIEO - Centro Universitário FIEO de Osasco, e em Ciências Contábeis pelas
Faculdades Reunidas Princesa Isabel. Iniciou a carreira em agosto de 1965, como aprendiz no Departamento Gráfica. Em maio de 1970 transferiu-se
para o Departamento da Gerência Geral, em fevereiro de 1973 Auditoria Fiscal, e em dezembro de 1978 Incentivos Fiscais, onde chegou a
Superintendente Executivo. Em abril de 1998 foi eleito Diretor Departamental, como responsável pelo Departamento de Cartões. É Membro da Mesa
Regedora da Fundação Bradesco. É também Membro do Conselho de Administração da Companhia Brasileira de Meios de Pagamento (Visanet) e da
Companhia Brasileira de Soluções e Serviços (Visa Vale); Conselheiro Efetivo e Diretor da Celta Holdings S.A.; Conselheiro Efetivo da Fidelity
Processadora e Serviços S.A.; e Diretor-Presidente da Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços - ABECS, tendo exercido os
cargos de Presidente do Conselho Deliberativo e Diretor Financeiro. Foi Diretor-Presidente da Bradesco S.A. Corretora de Títulos e Valores Mobiliários e
Celta Processadora e Serviços S.A.
Jean Philippe Leroy
. Nascido em 27.11.1964. Formado em Administração de Empresas pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. Admitido no Banco BCN
S.A. em março de 1996 como Gerente de Agência “C”. Com a aquisição do BCN, passou a integrar o quadro de funcionários do Banco Bradesco S.A.
Em junho de 1999, transferiu-se para o Departamento de Ações e Custódia e, posteriormente, para o Departamento Secretaria Geral, onde chegou ao
cargo de Superintendente Executivo, e, posteriormente, no Departamento de Relações com o Mercado, onde em março de 2007 foi eleito Diretor
Departamental. É membro da Mesa Regedora da Fundação Bradesco.
José Luiz Rodrigues Bueno
⋅ Nascido em 7.6.1953. Formação primária. Iniciou a carreira em março de 1972, como escriturário no Departamento de Recursos Humanos, onde
chegou ao cargo de Superintendente Executivo. Em 1999 transferiu-se para o Banco Baneb S.A., como Diretor, cargo que ocupou até março de 2000
quando foi eleito Diretor Departamental do Banco Bradesco S.A., como responsável pelo Departamento de Recursos Humanos. É Membro da Mesa
Regedora da Fundação Bradesco. É também Diretor-Presidente da ARFAB - Associação Recreativa dos Funcionários da Atlântica-Bradesco e Clube
Bradesco de Seguros; Diretor da Associação Desportiva Classista Finasa (ADC Finasa) e Boavista Prev - Fundo de Pensão Multipatrocinado; e Membro
Efetivo do Conselho Fiscal do Top Clube Bradesco, Segurança, Educação e Assistência Social. Foi Diretor da Dibahia - Baneb Distribuidora de Títulos e
Valores Mobiliários e Asset Management Ltda.
José Maria Soares Nunes
⋅ Nascido em 11.4.1958. Formado em Ciências Contábeis pela Universidade São Francisco e com MBA em Finanças pelo IBMEC - Instituto Brasileiro de
Mercado de Capitais. Iniciou a carreira em junho de 1982, como Analista em Formação no Departamento de Auditoria Fiscal, onde chegou ao cargo de
Superintendente Executivo. Em agosto de 2002 foi eleito Diretor Departamental do Banco Bradesco S.A., como responsável pelo Departamento de Controle
Operacional. É Membro da Mesa Regedora da Fundação Bradesco. Foi Diretor do Banco BCN S.A. de setembro de 2000 a agosto de 2002.
Josué Augusto Pancini
⋅ Nascido em 14.4.1960. Formado em Matemática pela Fundação Otávio Bastos e Pós-Graduação em Economia de Empresas Área Financeira pela PUC
- Pontifícia Universidade Católica de Campinas, SP. Iniciou a carreira em julho de 1976, como contínuo na Agência São João da Boa Vista, SP. Em
julho de 1997 foi eleito Diretor Regional, e em julho de 2003 Diretor Departamental, como responsável pelo Departamento de Comercialização de
Produtos e Serviços. É Membro da Mesa Regedora da Fundação Bradesco.
Laércio Carlos de Araújo Filho
⋅ Nascido em 24.1.1956. Formado em Economia pela Universidade Santana, em São Paulo. Iniciou a carreira em março de 1971, como contínuo na
Agência Itaim - Urb. SP. Em setembro de 2000 foi eleito Diretor Regional e em fevereiro de 2004 Diretor Departamental, como responsável pelo
Departamento de Apoio e Serviços. É Membro da Mesa Regedora da Fundação Bradesco. Foi Membro do Conselho de Administração da ASBAN Associação de Bancos nos Estados de Goiás, Tocantins e Maranhão, de novembro de 2000 a abril de 2004.
Luiz Alves dos Santos
⋅ Nascido em 9.9.1951. Formado em Economia e Ciências Contábeis, pelas Faculdades Integradas de Marília. Iniciou a carreira em abril de 1971, como
escriturário na Agência Marília-SP. Em junho de 1979 transferiu-se para o Departamento de Inspetoria Geral, como auxiliar de inspeção, onde chegou ao
cargo de Superintendente Executivo. Em dezembro de 2001 foi eleito Diretor Departamental, como responsável pelo Departamento de Desenvolvimento de
Sistemas. É Membro da Mesa Regedora da Fundação Bradesco.
Luiz Carlos Angelotti
⋅ Nascido em 16.11.1964. Formado em Ciências Contábeis e Atuariais pela Faculdade de Economia e Administração da Universidade de São Paulo,
Direito pela UNIFIEO - Centro Universitário FIEO de Osasco e MBA em Finanças pelo IBMEC - Instituto Brasileiro de Mercado de Capitais. Iniciou a
carreira em novembro de 1987, como Analista em Formação no Departamento de Auditoria Fiscal. Em março de 2002 foi eleito Diretor Departamental,
permanecendo como responsável por aquele Departamento. É Membro da Mesa Regedora da Fundação Bradesco. É também Membro Suplente do
Conselho Fiscal do Top Clube Bradesco, Segurança, Educação e Assistência Social.
Pág: 15
Luiz Carlos Brandão Cavalcanti Júnior
. Nascido em 2.3.1962. Formado em Ciências Econômicas pela Faculdade Católica de Ciências Econômicas da Bahia com extensão em Estatística e
MBA em APG - Programa de Gestão Avançada. Iniciou a carreira em setembro de 1983 no Banco Bilbao Vizcaya Argentaria Brasil S.A., atual Banco
Alvorada S.A., na função de Superintendente de Planejamento e Apoio ao Atendimento, adquirido pelo Banco Bradesco S.A. Em janeiro de 2003
transferiu-se para o Departamento de Marketing do Banco Bradesco S.A., no cargo de Superintendente Executivo. Em 10 de março de 2005 foi eleito
Diretor Departamental, permanecendo como responsável por aquele Departamento. É Membro da Mesa Regedora da Fundação Bradesco.
Luiz Fernando Peres
⋅ Nascido em 30.9.1950. Formado em Economia pela Faculdade de Ciências Econômicas e Administrativas de Osasco - FEAO. Iniciou a carreira em
novembro de 1971, como Assistente II no Banco BCN S.A. Com a aquisição do BCN, passou a integrar o quadro de funcionários do Bradesco, tendo
sido eleito Diretor Departamental em junho de 1999, como responsável pelo Departamento de Crédito. É Membro da Mesa Regedora da Fundação
Bradesco. É também Presidente do Conselho de Administração da Serasa S.A. Foi Diretor Executivo da Fundação Francisco Conde, Membro do Conselho
Fiscal do Instituto Assistencial Alvorada e Membro Suplente do Conselho Fiscal da Associação Desportiva Classista Finasa.
Marcelo de Araújo Noronha
⋅ Nascido em 10.8.1965. Formado em Administração pela UFPE - Universidade Federal de Pernambuco e Pós-Graduação em Especialização em Finanças
pelo IBMEC - Instituto Brasileiro de Mercado de Capitais e ISE - Instituto Superior da Empresa. Ingressou em julho de 1996 como Diretor Comercial no
Banco Alvorada S.A., atual denominação do Banco Bilbao Vizcaya Argentaria Brasil S.A., onde chegou ao cargo de Vice-Presidente da Banca Minorista.
Em fevereiro de 2004, foi eleito Diretor Departamental do Banco Bradesco S.A., como responsável pelo Departamento de Cartões. É Membro Suplente do
Conselho de Administração da Fidelity Processadora e Serviços S.A.; Membro Suplente do Conselho de Administração da Celta Holdings S.A., tendo
ocupado o cargo de Vice-Presidente. Foi Membro do Conselho de Administração da Companhia Brasileira de Meios de Pagamento - Visanet e da
Companhia Brasileira de Soluções e Serviços - Visa Vale.
Marcos Bader
⋅ Nascido em 14.10.1957. Formado em Engenharia Civil, Administração de Empresas, Ciências Econômicas, Ciências Contábeis e Ciências Atuariais pela
USP - Universidade São Paulo. Iniciou a carreira em agosto de 1982, como analista de planejamento na BCN Servel - Assessoria, Sistemas e Métodos
Ltda. e em outubro de 1989 foi eleito Diretor do Banco BCN S.A. Com a aquisição do Banco BCN S.A., passou a integrar o quadro de funcionários
do Banco Bradesco S.A., tendo sido eleito Diretor Departamental em abril de 1999, como responsável pelo Departamento Bradesco Dia e Noite. É
Membro da Mesa Regedora da Fundação Bradesco. É também Membro Efetivo do Conselho de Administração da Tecban - Tecnologia Bancária S.A.
Maria Eliza Sganserla
. Nascida em 1o.4.1958. Formada em Serviço Social pela FMU - Faculdades Metropolitanas Unidas. Iniciou a carreira em maio de 1976, como
escriturária no Banco Bradesco S.A. Foi eleita Diretora Regional em setembro de 2000 e Diretora Departamental em fevereiro de 2003, como responsável
pelo Departamento Bradesco Prime. É Membro da Mesa Regedora da Fundação Bradesco.
Mario Helio de Souza Ramos
. Nascido em 13.8.1955. Formado em Direito pela UNIFIEO - Centro Universitário FIEO, Comunicação Social-Jornalismo pela Fundação Armando Álvares
Penteado - FAAP e Pós-Graduado em Administração pela Faculdade de Administração IPH. Iniciou a carreira em setembro de 1970, como contínuo no
Departamento de Inspetoria Geral, onde chegou ao cargo de Gerente de Departamento e Superintendente Executivo. Em março de 2000 transferiu-se para
a Fundação Instituto de Moléstias do Aparelho Digestivo e da Nutrição (FIMADEN), exercendo a função de Diretor Administrativo. Em março de 2005 foi
eleito Diretor Departamental, respondendo pela Fundação Bradesco, onde ocupa os cargos de Membro da Mesa Regedora e Diretor Adjunto. É também
Membro do Conselho de Administração da Associação de Assistência à Criança Deficiente - AACD.
Marlene
Marlene Moran Millan
. Nascida em 14.9.1963. Formada em Ciências Sociais pela Faculdade de Filosofia Nossa Senhora Medianeira e MBA em Estratégias Financeiras e
Marketing - FIA/USP. Iniciou a carreira em setembro de 1979, como Escriturária no Departamento de Câmbio, em fevereiro de 2001 foi promovida a
Superintendente Executiva, e em março de 2007, foi eleita Diretora Departamental. É Membro da Mesa Regedora da Fundação Bradesco.
Mauro Roberto Vasconcellos Gouvêa
⋅ Nascido em 9.9.1958. Formado em Direito pela PUC - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Iniciou a carreira em setembro 1982 como
operador no Banco BCN S.A., onde chegou ao cargo de Diretor. Em agosto de 2002 foi eleito Diretor Departamental do Banco Bradesco S.A., como
responsável pelo Departamento Bradesco Empresas. É Membro da Mesa Regedora da Fundação Bradesco.
Moacir Nachbar Junior
. Nascido em 5.4.1965. Formado em Ciências Contábeis, Pós-Graduado em Administração Financeira pela Faculdade Campos Salles e MBA em
Controller pela Universidade de São Paulo. Iniciou a carreira em junho de 1979, como contínuo na Agência Ceasa - Urb. SP. Em janeiro de 1983
transferiu-se para o Departamento de Auditoria Fiscal, onde chegou ao cargo de Gerente-Chefe e, posteriormente, no Departamento de Contadoria Geral,
ao cargo de Superintendente Executivo. Em março de 2005 foi eleito Diretor Departamental, permanecendo como responsável por aquele Departamento. É
Membro da Mesa Regedora da Fundação Bradesco. É Diretor da Boavista Prev - Fundo de Pensão Multipatrocinado, tendo ocupado anteriormente o
cargo de Membro Efetivo do Conselho Fiscal. É também Membro Suplente do Conselho Fiscal do Top Clube Bradesco, Segurança, Educação e
Assistência Social.
Nilton Pelegrino Nogueira
⋅ Nascido em 7.5.1954. Formado em Administração de Empresas pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, SP. Iniciou a carreira em julho de 1973,
como Escriturário na Agência Brás. Em fevereiro de 1995 foi eleito Diretor Regional, e em março de 2002 Diretor Departamental, como responsável pelo
Departamento de Inspetoria Geral. É Membro da Mesa Regedora da Fundação Bradesco. Foi Diretor do Banco BCN S.A. de setembro de 2000 a março
de 2002.
Pág: 16
Octavio Manoel Rodrigues de Barros
. Nascido em 6.11.1955. Formado em Economia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro com mestrado e doutorado no Exterior. Iniciou a carreira
em 1976 na Marplan - Instituto de Pesquisa de Mercado. Em 1997, já como economista, trabalhou na Fiat Automóveis até 1982. De 1982 a 1987
estudou na França, fazendo mestrado e doutoramento na Universidade de Paris-X. Retornando ao Brasil, foi para Universidade de Campinas como
professor de Economia até 1994. Trabalhou no Ministério da Fazenda. Em seguida, foi responsável pela assessoria econômica da Secretaria do
Planejamento do Estado de São Paulo. Em 1989, foi eleito Vice-Presidente do Conselho Regional de Economia de São Paulo e posteriormente assumiu
a presidência. Como economista concursado pela FUNDAP em 1991, licenciou-se para atuar como visiting fellow na OCDE - Organização para o
Desenvolvimento Econômico em Paris-França. Voltando em 1993, atuou como consultor do Departamento Econômico BNDES - Banco Nacional de
Desenvolvimento Econômico e Social, por intermédio da PNUD - Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento. Com pesquisas na área de
balanço de pagamentos e financiamento internacional foi economista convidado do Banco Central do Brasil, sob coordenação do Diretor da Área Externa.
De 1994 a 1998, foi Diretor Técnico da SOBEET - Sociedade Brasileira de Estudos de Empresas Transnacionais e da Globalização Econômica
(instituição de pesquisa acadêmica), ocupando atualmente o cargo de Membro Permanente do Conselho Consultivo. Em 1994, assumiu a Chefia de
Operações Financeiras Internacionais da CESP - Companhia Energética de São Paulo e em seguida tornou-se Coordenador Geral da Presidência da
Comgás. Em 1999, foi Diretor Técnico (Economista-Chefe) do Banco Bilbao Vizcaya Argentaria Brasil S.A. Em 2001, assumiu como Diretor Setorial de
Economia da Federação Brasileira de Bancos (FEBRABAN). Com a aquisição do BBV pelo Bradesco, passou a ocupar o cargo de Superintendente
Executivo (Economista-Chefe) do DEPEC - Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos do Banco Bradesco S.A. Em 27 de junho de 2005 foi
eleito Diretor Departamental. Faz parte de diversos conselhos de economia, dentre os quais o da FIESP, da FUNCEX, da Câmara Americana de
Comércio e da Ordem dos Economistas do Brasil.
Ricardo Dias
⋅ Nascido em 13.8.1950. Formado em Pedagogia pela Faculdade Campos Salles. Iniciou a carreira em março de 1971, como escriturário no Banco
Mineiro do Oeste S.A. Em 1o.5.73, com a incorporação do Banco Mineiro do Oeste S.A., integrou-se ao quadro de funcionários do Banco Bradesco S.A.
como Chefe de Seção da Agência Rua da Bahia - Urb. Belo Horizonte, MG. Em março de 2000 foi eleito Diretor Departamental, como responsável pelo
Departamento do Patrimônio. É Membro da Mesa Regedora da Fundação Bradesco.
Robert John van Dijk
. Nascido em 24.3.1958. Formado em Administração pela Fundação Getúlio Vargas - FGV. Admitido na Bradesco Templeton Asset Management Ltda.,
em 6 de julho de 1998, no cargo de Diretor Superintendente, passando a Diretor-Presidente em 18 de julho de 2001. Em 10 de março de 2004 foi
eleito Diretor Departamental do Banco Bradesco S.A., cargo que ocupa atualmente. É também Diretor Superintendente da Bram - Bradesco Asset
Management S.A. Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários. Foi Diretor Executivo do Banco Schahin Cury e da Schahin Cury Corretora de Valores
S.A. responsável pelas áreas de Tesouraria e Mercado de Capitais. Foi Membro do Conselho de Administração da Bolsa de Mercadorias e Futuros
(BM&F), Vice-Presidente e Conselheiro da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) e Membro Titular da Câmara Consultiva da Clearing de Ativos da
Bolsa de Mercadorias e Futuros - BM&F.
Roberto Sobral Hollander
⋅ Nascido em 25.3.1951. Formado em Administração de Empresas pela Fundação Getúlio Vargas. Admitido no Banco BCN S.A. em maio de 1996, onde
atuou como Diretor Adjunto do Corporate e posteriormente como Diretor de Crédito, permanecendo até abril de 1997. Em fevereiro de 2003 foi eleito
Diretor Departamental do Banco Bradesco S.A., como responsável pelo Departamento de Recuperação de Crédito, passando a partir de agosto de 2003 a
coordenar o Departamento de Gestão de Riscos e Compliance. É Membro da Mesa Regedora da Fundação Bradesco. Foi Diretor de Crédito e Risco do
Banco Boavista Interatlântico S.A. de julho de 1998 a março de 2003.
Toshifumi Murata
⋅ Nascido em 18.11.1960. Bacharel em Artes pela Universidade Sophia em Tokyo, Japão. Iniciou a carreira em julho de 1991, como Gerente Executivo
Chefe no Banco Bradesco de Investimento S.A. Em novembro de 1992 transferiu-se para o Banco Bradesco S.A., no Departamento Grupo Japonês. Em
maio de 2001 foi eleito Diretor Departamental, como responsável por aquele Departamento e posteriormente Departamento de Corporate (Japan Desk). É
Membro da Mesa Regedora da Fundação Bradesco.
Walkíria Schirrmeister Marquetti
. Nascida em 1o.11.1960. Formada em Matemática pela Faculdade de Ciências e Letras Teresa Martin, Especialização em Análise de Sistemas pelo
Instituto Mackenzie e MBA Banking pela FIA - Fundação Instituto de Administração. Iniciou a carreira em maio de 1981, como Auxiliar de Programação
no Departamento de Processamento de Dados. Em setembro de 1998 transferiu-se para o Departamento de Desenvolvimento de Sistemas, no cargo de
Superintendente Executiva. Em março de 2007, foi eleita Diretora Departamental, como responsável pelo Departamento de Tecnologia do Negócio. É
Membro da Mesa Regedora da Fundação Bradesco.
DIRETORIA REGIONAL
Altair Antônio de Souza
⋅ Nascido em 26.3.1961. Formação secundária. Iniciou a carreira em julho de 1975, como contínuo na Agência São Pedro do Suaçuí, MG, chegando ao
cargo de Gerente. Em agosto de 1998, foi eleito Diretor Regional, cargo que ocupa atualmente.
Pág: 17
Aurélio Guido Pagani
⋅ Nascido em 7.3.1960. Formado em Administração de Empresas pela Universidade São Francisco com MBA em Gestão Financeira e Estratégias
Corporativas pela Fundação Getulio Vargas. Iniciou a carreira em fevereiro de 1979, como Chefe de Seção - Caixa Executivo 1 na Agência Cambará,
PR, chegando ao cargo de Gerente. Em agosto de 2001 foi eleito Diretor Regional, cargo que ocupa atualmente.
Claudio Fernando Manzato
⋅ Nascido em 30.10.1953. Formação secundária. Iniciou a carreira em junho de 1971, como contínuo na Agência Monte Alto, SP, chegando ao cargo de
Gerente. Em março de 2000 foi eleito Diretor Regional, cargo que ocupa atualmente. É Diretor Efetivo da Associação dos Bancos dos Estados do Pará,
Amapá, Amazonas e Acre.
Fernando Antônio Tenório
⋅ Nascido em 13.6.1961. Formado em Administração de Empresas pela Associação Educacional UNYAHNA e MBA em Finanças Empresariais pela
Fundação Getulio Vargas. Iniciou a carreira em janeiro de 1980, como escriturário na Agência Bom Conselho, PE, chegando ao cargo de Gerente. Em
fevereiro de 2000 transferiu-se para o Banco Baneb S.A., sociedade adquirida pelo Bradesco, exercendo a função de Superintendente. Em julho de 2002
retornou ao Bradesco, no cargo de Gerente Regional. Em março de 2005 foi eleito Diretor Regional, cargo que ocupa atualmente. É Diretor-Presidente
da Associação e Sindicato dos Estabelecimentos Bancários do Estado da Bahia - ABEB/SBEB. É também Membro Efetivo do Conselho de Representantes
da Federação Nacional dos Bancos (FENABAN).
Luiz Carlos de Carvalho
⋅ Nascido em 1o.5.1955. Formação secundária. Iniciou a carreira em agosto de 1975, como escriturário na Agência Avenida Paraná, em Londrina, PR,
chegando ao cargo de Gerente. Em janeiro de 1995 foi eleito Diretor Regional, cargo que ocupa atualmente.
Márcia Lopes Gonçalves Gil
. Nascida em 20.6.1962. Formada em Educação Física pela FIG - Faculdades Integradas de Guarulhos, Pós-Graduada em Administração de Empresas
em Finanças pela UNISant’anna - Centro Universitário Sant’anna, e MBA em Negócios Bancários pela Fundação Getúlio Vargas. Iniciou a carreira em
janeiro de 1986, como Subgerente da Agência Parque da Moóca - Urb. SP, chegando ao cargo de Gerente Regional. Em março de 2005 foi eleita
Diretora Regional, cargo que ocupa atualmente.
Marcos Daré
. Nascido em 2.7.1957. Formado em Ciências Contábeis pelas Faculdades Associadas Ipiranga - FAI. Iniciou a carreira em julho de 1972, como
Mensageiro no Banco BCN S.A. Em agosto de 1997, foi eleito Diretor Regional, em janeiro de 1998, Diretor Técnico, e em julho de 1999, Diretor. Em
fevereiro de 2004, foi eleito Diretor Regional do Bradesco, cargo que ocupa atualmente.
Paulo de Tarso
Tarso Monzani
⋅ Nascido em 15.6.1959. Formado em Direito pela Faculdade de Direito Padre Anchieta. Iniciou a carreira em janeiro de 1974, como contínuo na
Agência Valinhos - SP, chegando ao cargo de Gerente. Em setembro de 2000 foi eleito Diretor Regional, cargo que ocupa atualmente.
Tácito Naves Sanglard
. Nascido em 15.4.1948. Formado em Direito pela Universidade do Estado da Guanabara, UEG, com Mestrado “Stricto Senso” em Direito Político e
Econômico pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, SP. Admitido em junho de 1996, como Adjunto de Diretor no Banco BCN S.A., chegando ao cargo
de Diretor. Em fevereiro de 2004, foi eleito Diretor Regional do Bradesco, cargo que ocupa atualmente. É Diretor Vice-Presidente da Associação e
Sindicato dos Bancos no Estado do Rio de Janeiro - ABERJ/SBERJ, tendo ocupado anteriormente o cargo de Diretor-Presidente. É também Membro
Suplente do Conselho de Representantes da Federação Nacional dos Bancos (FENABAN). Foi Membro do Conselho Diretor da Federação Brasileira de
Bancos (FEBRABAN).
CONSELHO FISCAL BRADESCO
Pág: 18
Domingos Aparecido Maia, Membro Efetivo do Conselho Fiscal:
. 52 anos; formado em Ciências Contábeis. Iniciou a carreira em junho de 1978, como analista em formação no Departamento de Auditoria Fiscal, onde
chegou ao cargo de Diretor Técnico em julho de 1989, exercendo até setembro de 1999. Foi Diretor do Banco Baneb S.A. de setembro de 1999 a
março de 2001, da Atlântica Bradesco Seguros S.A. de abril a julho/2001, e da Bradesco Seguros S.A. de agosto de 2001 a outubro de 2004.
Participou também da Administração das empresas ABS - Empreendimentos Imobiliários, Participações e Serviços S.A., Atlântica Capitalização S.A., Átria
Participações S.A., Bradesco Auto/RE Companhia de Seguros, Bradesco Capitalização S.A., Companhia Florestal Valesinos, Companhia Agro Industrial do
Sinos e Finasa Seguradora S.A. Foi Diretor Vice-Presidente da CPM S.A. e da CPM Sistemas Ltda. de 1995 a 1996. Em março de 2005 foi eleito
Membro Efetivo do Conselho Fiscal.
José Roberto
Roberto Aparecido Nunciaroni, Membro Efetivo do Conselho Fiscal:
. 55 anos; formado em Direito pela Faculdade de Direito de Guarulhos. Iniciou a carreira em novembro de 1968, como escriturário na Agência Nova
Central - Urbana São Paulo, SP. Em novembro de 1972 desligou-se do Banco, passando a prestar serviço na Associação de Poupança e Empréstimo APE, empresa da Organização, e posteriormente na Bradesco Crédito Imobiliário. Em 1984 retornou ao Banco no cargo de Subgerente de Departamento,
passando a Diretor Técnico em 1987. Em 2001 foi eleito Diretor no Banco BCN S.A., cargo que ocupou até março de 2004. De janeiro de 2002 a
abril de 2004 foi Diretor da Bradesco BCN Leasing S.A. Arrendamento Mercantil. Foi Diretor Departamental do Banco Bradesco S.A. de março de 2004
a março de 2005, quando foi eleito Membro Efetivo do Conselho Fiscal.
Ricardo Abecassis Espírito Santo Silva, Membro Efetivo do Conselho Fiscal:
. 46 anos; formado em Economia pela The City University, Londres, Inglaterra. No Banco Mercantil de São Paulo S.A. ocupou o cargo de Subgerente
de Conta no período de janeiro de 1980 a março de 1981. Foi Gerente de Conta na divisão de Corporate Banking do Chase Banco Lar de abril de
1981 a março de 1984. No Bank of America foi Assistant Vice-Presidente do Departamento de Bancos Correspondentes, de abril de 1984 a setembro de
1987. No Banco Interatlântico S.A., ocupou o cargo de Vice-Diretor do Departamento Internacional, de setembro de 1987 a outubro de 1990. Foi Sênior
Vice-Presidente responsável pelos Departamentos de Banca Privada Internacional e de Bancos Correspondentes no Espírito Santo Bank of Florida, de
novembro de 1990 a junho de 1995, e Diretor Executivo do Departamento Internacional do Banco Espírito Santo, S.A., de julho de 1995 a setembro de
1997. Exerceu o cargo de Vice-Presidente Executivo no Grupo Banco Boavista Interatlântico S.A., de outubro de 1997 a setembro de 2000. É DiretorPresidente do BES Investimento do Brasil S.A. - Banco de Investimento, desde 29 de abril de 2002, tendo ocupado anteriormente o cargo de Diretor
Vice-Presidente. Em 14 de março de 2001, foi eleito Membro do Conselho de Administração da Bradespar S.A. e em 14 de março de 2002, Membro
Efetivo do Conselho Fiscal do Banco Bradesco S.A. Atualmente é Membro de Conselho de Administração do Banco Espírito Santo, S.A., do Banco
Espírito Santo de Investimento, S.A., ambos de Lisboa, do BES Investimento do Brasil S.A. - Banco de Investimento, da Monteiro Aranha S/A, do Bank
Espírito Santo - Florida e Presidente do Conselho Fiscal do Banco Espírito Santo do Oriente - Macau.
João Batistela Biazon
⋅
Nascido em 12.7.1944. Formação secundária. Iniciou a carreira em abril de 1963, como contínuo na Agência Cornélio Procópio, PR, chegando ao
cargo de Gerente. Em março de 1989 foi eleito Diretor Regional, e em agosto de 2001 Diretor Departamental, como responsável pelo Departamento de
Comercialização de Produtos e Serviços, Departamento de Recuperação de Crédito e, posteriormente, pelo Departamento Bradesco Varejo; e Membro da
Mesa Regedora da Fundação Bradesco, cargos que ocupou até março de 2007. Em março de 2007 foi eleito Membro Suplente do Conselho Fiscal.
Nelson Lopes de Oliveira, Membro Suplente do Conselho Fiscal:
. 63 anos; formação secundária. Iniciou a carreira em junho de 1961, como Praticante na Agência Flórida Paulista, SP, chegando ao cargo de Gerente.
Em setembro de 1989 foi eleito Diretor Regional, e em março de 1998 Diretor Departamental e Membro da Mesa Regedora da Fundação Bradesco,
cargos que ocupou até março de 2002. É Membro Suplente do Conselho Fiscal desde março de 2002.
Renaud Roberto Teixeira, Membro Suplente do Conselho Fiscal:
. 61 anos; formação secundária. Iniciou a carreira em julho de 1960, como aprendiz de contínuo na Agência Campos Elíseos - Urbana São Paulo, SP,
chegando ao cargo de Gerente. Em janeiro de 1995 foi eleito Diretor Regional, cargo que ocupou até março de 2004. Em março de 2005 foi eleito
Membro Suplente do Conselho Fiscal.
Pág: 19
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
IAN - INFORMAÇÕES ANUAIS
Divulgação Externa
Data-Base - 31/12/2005
Legislação Societária
Reapresentação Espontânea
01.01 - IDENTIFICAÇÃO
1 - CÓDIGO CVM
2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL
3 - CNPJ
00090-6
BANCO BRADESCO S.A.
60.746.948/0001-12
03.01 - EVENTOS RELATIVOS À DISTRIBUIÇÃO DO CAPITAL
1 - EVENTO BASE
2 - DATA DO EVENTO 3 - PESSOAS FÍSICAS E JURÍDICAS
A.G.O./A.G.E.
12/03/2007
4 - INVESTIDORES INSTITUCIONAIS 5 - ACORDO DE ACIONISTAS 6 - AÇÕES PREFER. COM DIREITO A VOTO
1.203.793
5.989
SIM
7 - AÇÕES PREFERENCIAIS COM DIREITO A VOTO
NÃO
8 - DATA DO ÚLTIMO ACORDO DE ACIONISTAS
09/06/2003
AÇÕES EM CIRCULAÇÃO NO MERCADO
9 - EXISTEM AÇÕES EM CIRCULAÇÃO
ORDINÁRIAS
10 - QUANTIDADE (Unidade)
SIM
352.443.912
PREFERENCIAIS
11 - PERCENTUAL
35,19
12 - QUANTIDADE (Unidade)
954.526.004
13 - PERCENTUAL
95,30
TOTAL
14 - QUANTIDADE (Unidade)
15 - PERCENTUAL
1.306.969.916
65,24
16 - AÇÕES PREFERENCIAIS EM CIRCULAÇÃO NO MERCADO
1 - CLASSE
2 - QUANTIDADE (Unidade)
21/09/2011 13:14:06
3 - PERCENTUAL
Pág:
20
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
IAN - INFORMAÇÕES ANUAIS
Divulgação Externa
Data-Base - 31/12/2005
Legislação Societária
Reapresentação Espontânea
01.01 - IDENTIFICAÇÃO
1 - CÓDIGO CVM
2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL
3 - CNPJ
00090-6
BANCO BRADESCO S.A.
60.746.948/0001-12
03.02 - POSIÇÃO ACIONÁRIA DOS CONTROLADORES E ACIONISTAS COM 5% OU MAIS DE AÇÕES
1 - ITEM 2 - NOME/RAZÃO SOCIAL
6 - AÇÕES ORDINÁRIAS
(Mil)
15/1 - CLASSE
001
7-%
3 - CPF/CNPJ
8 - AÇÕES PREFERENCIAIS 9 - %
(Mil)
15/2 - QTD. AÇÕES PREFERENCIAIS
(Mil)
4,93
0,16
BRASILEIRA
33.563
3,35
186.580
9,31
SIM
60.701.521-0001/06
SP
SIM
BRASILEIRA
SP
SIM
ESPANHOLA
0
0,00
50.567
2,52
SIM
24
0,00
49.409
2,47
NÃO
361
0,04
1.923
0,10
NÃO
PORTUGUESA
NÃO
OUTROS
262.490 26,20
999
486.791 24,30
AÇÕES EM TESOURARIA
1.562
998
5,05
5 - UF
14 - CONTROLADOR
SIM
0,22
BANCO ESPÍRITO SANTO S.A.
49.385
997
61.529.343-0001/32
12/03/2007
2.165
BANCO BILBAO VIZCAYA ARGENTARIA S.A.
50.567
004
4 - NACIONALIDADE
12 - COMP.CAP.SOC. 13 - PART. NO ACORDO DE ACIONISTAS
15/3 - % PREFERENCIAIS
FUNDAÇÃO BRADESCO
153.017 15,28
003
11 - ¨%
CIDADE DE DEUS CIA CIAL DE PARTICIPAÇÕES
484.626 48,38
002
10 - TOTAL DE AÇÕES
(Mil)
965.523 96,39
1.228.013 61,30
1.001.636 100,00
2.003.283 100,00
TOTAL
1.001.647 100,00
21/09/2011 13:14:07
Pág:
21
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
IAN - INFORMAÇÕES ANUAIS
Divulgação Externa
Data-Base - 31/12/2005
Legislação Societária
Reapresentação Espontânea
01.01 - IDENTIFICAÇÃO
1 - CÓDIGO CVM
2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL
3 - CNPJ
00090-6
BANCO BRADESCO S.A.
60.746.948/0001-12
03.03 - DISTRIBUIÇÃO DO CAPITAL DOS CONTROLADORES E DOS ACIONISTAS COM 5% OU MAIS DE AÇÕES
1 - ITEM
2 - CONTROLADORA / INVESTIDORA
3 - DATA DE COMP. CAP. SOCIAL
001
CIDADE DE DEUS CIA CIAL DE PARTICIPAÇÕES
12/03/2007
1 - ITEM
2 - NOME/RAZÃO SOCIAL
6 - AÇÕES ORDINÁRIAS/
COTAS
(Unidades)
7-%
8 - AÇÕES PREFERENCIAIS 9 - %
(Unidades)
10 - AÇÕES/COTAS TOTAL 11 - ¨%
(Unidades)
NOVA CIDADE DE DEUS PARTICIPAÇÕES S.A.
001001
2.574.939.991 44,77
0
0,00
1.903.839.616 33,11
0
0,00
2.574.939.991 44,77
FUNDAÇÃO BRADESCO
001002
417.744.408
7,26
0
0,00
488.038.330
8,49
0
0,00
366.156.434
6,37
0
0,00
5.750.718.779 100,00
0
0,00
417.744.408
5 - UF
04.866.462-0001/47
BRASILEIRA
SP
60.701.521-0001/06
BRASILEIRA
SP
003.692.768-68
BRASILEIRA
SP
017.080.078-49
BRASILEIRA
SP
12/03/2006
7,26
LINA MARIA AGUIAR
001004
4 - NACIONALIDADE
1.903.839.616 33,11
LIA MARIA AGUIAR
001003
3 - CPF/CNPJ
12 - COMP.CAP.SOC.
488.038.330
8,49
366.156.434
6,37
OUTROS
001005
TOTAL
001999
21/09/2011 13:14:07
5.750.718.779 100,00
Pág:
22
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
IAN - INFORMAÇÕES ANUAIS
Divulgação Externa
Data-Base - 31/12/2005
Legislação Societária
Reapresentação Espontânea
01.01 - IDENTIFICAÇÃO
1 - CÓDIGO CVM
2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL
3 - CNPJ
00090-6
BANCO BRADESCO S.A.
60.746.948/0001-12
03.03 - DISTRIBUIÇÃO DO CAPITAL DOS CONTROLADORES E DOS ACIONISTAS COM 5% OU MAIS DE AÇÕES
1 - ITEM
2 - CONTROLADORA / INVESTIDORA
3 - DATA DE COMP. CAP. SOCIAL
001001
NOVA CIDADE DE DEUS PARTICIPAÇÕES S.A.
12/03/2006
1 - ITEM
2 - NOME/RAZÃO SOCIAL
6 - AÇÕES ORDINÁRIAS/
COTAS
(Unidades)
7-%
8 - AÇÕES PREFERENCIAIS 9 - %
(Unidades)
10 - AÇÕES/COTAS TOTAL 11 - ¨%
(Unidades)
FUNDAÇÃO BRADESCO
001001001
101.082.737 46,30
231.332.928 98,35
117.230.771 53,70
0
0,00
3.885.487
1,65
4 - NACIONALIDADE
5 - UF
60.701.521-0001/06
BRASILEIRA
SP
02.863.655-0001/19
BRASILEIRA
SP
332.415.665 73,29
ELO PARTICIPAÇÕES E INVESTIMENTOS S.A.
001001003
3 - CPF/CNPJ
12 - COMP.CAP.SOC.
117.230.771 25,85
12/03/2006
OUTROS
001001004
0
0,00
3.885.487
0,86
TOTAL
001001999
218.313.508 100,00
21/09/2011 13:14:07
235.218.415 100,00
453.531.923 100,00
Pág:
23
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
IAN - INFORMAÇÕES ANUAIS
Divulgação Externa
Data-Base - 31/12/2005
Legislação Societária
Reapresentação Espontânea
01.01 - IDENTIFICAÇÃO
1 - CÓDIGO CVM
2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL
3 - CNPJ
00090-6
BANCO BRADESCO S.A.
60.746.948/0001-12
03.03 - DISTRIBUIÇÃO DO CAPITAL DOS CONTROLADORES E DOS ACIONISTAS COM 5% OU MAIS DE AÇÕES
1 - ITEM
2 - CONTROLADORA / INVESTIDORA
3 - DATA DE COMP. CAP. SOCIAL
001001003
ELO PARTICIPAÇÕES E INVESTIMENTOS S.A.
12/03/2006
1 - ITEM
2 - NOME/RAZÃO SOCIAL
6 - AÇÕES ORDINÁRIAS/
COTAS
(Unidades)
7-%
8 - AÇÕES PREFERENCIAIS 9 - %
(Unidades)
10 - AÇÕES/COTAS TOTAL 11 - ¨%
(Unidades)
LÁZARO DE MELLO BRANDÃO
001001003001
9.188.513
5,92
001001003002
145.894.884 94,08
001001003999
155.083.397 100,00
21/09/2011 13:14:07
0
0,00
9.188.513
3 - CPF/CNPJ
4 - NACIONALIDADE
004.637.528-72
BRASILEIRO
5 - UF
12 - COMP.CAP.SOC.
SP
4,12
OUTROS
67.859.087 100,00
213.753.971 95,88
TOTAL
67.859.087 100,00
222.942.484 100,00
Pág:
24
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
IAN - INFORMAÇÕES ANUAIS
Data-Base - 31/12/2005
Divulgação Externa
Legislação Societária
Reapresentação Espontânea
01.01 - IDENTIFICAÇÃO
1 - CÓDIGO CVM
2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL
3 - CNPJ
00090-6
BANCO BRADESCO S.A.
60.746.948/0001-12
04.01 - COMPOSIÇÃO DO CAPITAL SOCIAL
1 - Data da Última Alteração:
2- ITEM 3 - ESPÉCIE DAS AÇÕES
12/03/2007
4 - NOMINATIVA
OU ESCRITURAL
5 - VALOR NOMINAL
(Reais)
6 - QTD. DE AÇÕES
7 - SUBSCRITO
(Mil)
8 - INTEGRALIZADO
(Reais Mil)
(Reais Mil)
01
ORDINÁRIAS
ESCRITURAL
1.000.866
8.997.353
8.997.353
02
PREFERENCIAIS
ESCRITURAL
1.001.455
9.002.647
9.002.647
03
PREFERENCIAIS CLASSE A
0
0
0
04
PREFERENCIAIS CLASSE B
0
0
0
05
PREFERENCIAIS CLASSE C
0
0
0
06
PREFERENCIAIS CLASSE D
0
0
0
07
PREFERENCIAIS CLASSE E
0
0
0
08
PREFERENCIAIS CLASSE F
0
0
0
09
PREFERENCIAIS CLASSE G
0
0
0
10
PREFERENCIAIS CLASSE H
0
0
0
11
PREFER. OUTRAS CLASSES
0
0
0
99
TOTAIS
2.002.321
18.000.000
18.000.000
21/09/2011 13:14:08
Pág:
25
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
IAN - INFORMAÇÕES ANUAIS
Divulgação Externa
Legislação Societária
Data-Base - 31/12/2005
Reapresentação Espontânea
01.01 - IDENTIFICAÇÃO
1 - CÓDIGO CVM
2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL
3 - CNPJ
00090-6
BANCO BRADESCO S.A.
60.746.948/0001-12
04.02 - CAPITAL SOCIAL SUBSCRITO E ALTERAÇÕES NOS TRÊS ÚLTIMOS ANOS
1- ITEM 2 - DATA DA
ALTERAÇÃO
3 - VALOR DO CAPITAL SOCIAL
(Reais Mil)
4 - VALOR DA ALTERAÇÃO
5 - ORIGEM DA ALTERAÇÃO
(Reais Mil)
7 - QUANTIDADE DE AÇÕES EMITIDAS
8 - PREÇO DA AÇÃO NA
EMISSÃO
(Reais)
(Mil)
01
26/03/2001
5.165.502
19.002 Reserva de Capital
0
0,0000000000
02
26/03/2001
5.200.000
34.498 Reserva de Lucro
0
0,0000000000
03
10/03/2003
5.207.435
0
0,0000000000
04
10/03/2003
5.599.000
391.565 Reserva de Lucro
0
0,0000000000
05
31/03/2003
6.100.000
501.000 Subscrição Pública
66.800.000
0,0075000000
06
31/03/2003
6.258.735
158.735 Aq. Minoritários Mercantil
20.767.712
0,0000000000
07
31/03/2003
6.300.000
0
0,0000000000
08
09/06/2003
6.930.000
70.431.409
0,0000000000
09
09/06/2003
7.000.000
70.000 Reserva de Lucro
10
10/03/2005
7.700.000
700.000 Subscrição Pública
11
10/03/2005
7.711.856
12
10/03/2005
10.000.000
2.288.144 Reserva de Lucro
13
11/11/2005
13.000.000
3.000.000 Reserva de Lucro
14
28/12/2006
14.200.000
1.200.000 Subscrição Pública
15
12/03/2007
18.000.000
3.800.000 Reserva de Lucro
21/09/2011 13:14:08
7.435 Reserva de Capital
41.265 Reserva de Lucro
630.000 Aq. Minoritários BBV
11.856 Aq. Minoritários Brad. Seguros
0
0,0000000000
17.500
40,0000000000
363
0,0000000000
0
0,0000000000
489.926
0,0000000000
21.818
55,0004583400
1.000.680
0,0000000000
Pág:
26
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
IAN - INFORMAÇÕES ANUAIS
Data-Base - 31/12/2005
Divulgação Externa
Legislação Societária
Reapresentação Espontânea
01.01 - IDENTIFICAÇÃO
1 - CÓDIGO CVM
2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL
3 - CNPJ
00090-6
BANCO BRADESCO S.A.
60.746.948/0001-12
04.03 - BONIFICAÇÃO / DESDOBRAMENTO OU GRUPAMENTO DE AÇÕES NOS TRÊS ÚLTIMOS ANOS
1- ITEM 2 - DATA APROVAÇÃO
3 - VALOR NOMINAL POR AÇÃO 4 - VALOR NOMINAL POR AÇÃO
ANTES DA APROVAÇÃO
DEPOIS DA APROVAÇÃO
(Reais)
(Reais)
5 - QUANTIDADE DE AÇÕES
ANTES DA APROVAÇÃO
(Mil)
6 - QUANTIDADE DE AÇÕES
DEPOIS DA APROVAÇÃO
(Mil)
01
17/12/2003
1.585.879.423
158.588
02
09/12/2004
158.144
474.433
03
11/11/2005
490.228
979.853
04
23/03/2007
1.000.883
2.002.321
21/09/2011 13:14:09
Pág:
27
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
IAN - INFORMAÇÕES ANUAIS
Data-Base - 31/12/2005
Divulgação Externa
Legislação Societária
Reapresentação Espontânea
01.01 - IDENTIFICAÇÃO
1 - CÓDIGO CVM
2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL
3 - CNPJ
00090-6
BANCO BRADESCO S.A.
60.746.948/0001-12
04.04 - CAPITAL SOCIAL AUTORIZADO
2 - VALOR
1 - QUANTIDADE
(Mil)
3 - DATA DA AUTORIZAÇÃO
(Reais Mil)
0
0
04.05 - COMPOSIÇÃO DO CAPITAL AUTORIZADO
1- ITEM 2 - ESPÉCIE
21/09/2011 13:14:09
3 - CLASSE
4 - QUANTIDADE DE AÇÕES
AUTORIZADAS À EMISSÃO
(Mil)
Pág:
28
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
IAN - INFORMAÇÕES ANUAIS
Divulgação Externa
Data-Base - 31/12/2005
Legislação Societária
Reapresentação Espontânea
01.01 - IDENTIFICAÇÃO
1 - CÓDIGO CVM
2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL
3 - CNPJ
00090-6
BANCO BRADESCO S.A.
60.746.948/0001-12
05.01 - AÇÕES EM TESOURARIA
1 - ITEM 2 - ESPÉCIE DAS AÇÕES
3 - CLASSE 4 - REUNIÃO
5 - PRAZO PARA AQUISIÇÃO
6 - QUANTIDADE A SER
ADQUIRIDA
(Mil)
7 - MONTANTE A SER
DESEMBOLSADO
(Reais Mil)
8 - QUANTIDADE JÁ
ADQUIRIDA
(Mil)
9 - MONTANTE JÁ
DESEMBOLSADO
(Reais Mil)
01
ORDINÁRIAS
23/11/2006 ATÉ 27/5/2007
5.000
0
0
0
02
PREFERENCIAIS
23/11/2006 ATÉ 27/5/2007
5.000
0
0
0
21/09/2011 13:14:09
Pág:
29
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
IAN - INFORMAÇÕES ANUAIS
Divulgação Externa
Data-Base - 31/12/2005
Legislação Societária
Reapresentação Espontânea
01.01 - IDENTIFICAÇÃO
1 - CÓDIGO CVM
2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL
3 - CNPJ
00090-6
BANCO BRADESCO S.A.
60.746.948/0001-12
06.01 - PROVENTOS DISTRIBUÍDOS NOS TRÊS ÚLTIMOS ANOS
1 - ITEM 2 - TÉRMINO DO 3 - LUCRO OU PREJUÍZO 4 - PROVENTO
EXERCÍCIO
LÍQUIDO NO PERÍODO
SOCIAL
(Reais Mil)
12.1 - VALOR
DISTRIBUIDO
001
12.2 CORREÇÃO/JUROS
31/12/2004
0,0000000000
002
31/12/2004
0,0000000000
003
31/12/2004
0,0000000000
004
31/12/2004
0,0000000000
005
31/12/2004
0,0000000000
006
31/12/2004
0,0000000000
007
31/12/2004
0,0000000000
008
31/12/2004
0,0000000000
009
31/12/2004
0,0000000000
010
31/12/2004
0,0000000000
011
31/12/2004
0,0000000000
21/09/2011 13:14:10
5 - APROVAÇÃO DA
DISTRIBUIÇÃO
EVENTO
13 - DATA DE 14 - FATOR CORREÇÃO 15 - DATA POSIÇÃO
INÍCIO DE
ACIONÁRIA P/CRÉDITO
PAGAMENTO
DO PROVENTO
2.306.339
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 02/02/2004
2.306.339
2.306.339
2.306.339
2.306.339
2.306.339
2.306.339
2.306.339
2.306.339
2.306.339
2.306.339
R.D.
02/01/2004 PREFERENCIAL
12.221
0,1552980000
0
R.D.
02/02/2004
11.279
0,1411800000
0
R.D.
02/02/2004 PREFERENCIAL
12.221
0,1552980000
0
R.D.
01/03/2004
11.279
0,1411800000
0
R.D.
01/03/2004 PREFERENCIAL
12.221
0,1552980000
0
R.D.
01/04/2004
11.279
0,1411800000
0
R.D.
01/04/2004 PREFERENCIAL
12.221
0,1552980000
0
R.D.
03/05/2004
11.279
0,1411800000
0
R.D.
03/05/2004 PREFERENCIAL
12.221
0,1552980000
0
R.D.
01/06/2004
11.279
0,1411800000
0
ORDINÁRIA
ORDINÁRIA
ORDINÁRIA
ORDINÁRIA
0,0000000000
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 01/07/2004
0
0,0000000000
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 01/06/2004
0,1411800000
0,0000000000
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 01/06/2004
11.279
ORDINÁRIA
0,0000000000
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 03/05/2004
02/01/2004
0,0000000000
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 03/05/2004
R.D.
0,0000000000
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 01/04/2004
16 - OBSERVAÇÃO
0,0000000000
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 01/04/2004
11 - Nº DE
PARCELAS
DE PGTOS.
10 -VALOR DO
PROVENTO APROVADO
POR AÇÃO
0,0000000000
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 01/03/2004
8 - CLASSE 9 - MONTANTE DO
DAS AÇÕES PROVENTO APROVADO
(Reais Mil)
0,0000000000
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 01/03/2004
7 - ESPÉCIE DAS
AÇÕES
0,0000000000
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 02/02/2004
6 - DATA DA
APROVAÇÃO
DISTRIBUIÇÃO
ORDINÁRIA
0,0000000000
Pág:
30
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
IAN - INFORMAÇÕES ANUAIS
Divulgação Externa
Data-Base - 31/12/2005
Legislação Societária
Reapresentação Espontânea
01.01 - IDENTIFICAÇÃO
1 - CÓDIGO CVM
2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL
3 - CNPJ
00090-6
BANCO BRADESCO S.A.
60.746.948/0001-12
06.01 - PROVENTOS DISTRIBUÍDOS NOS TRÊS ÚLTIMOS ANOS
1 - ITEM 2 - TÉRMINO DO 3 - LUCRO OU PREJUÍZO 4 - PROVENTO
EXERCÍCIO
LÍQUIDO NO PERÍODO
SOCIAL
(Reais Mil)
12.1 - VALOR
DISTRIBUIDO
012
12.2 CORREÇÃO/JUROS
31/12/2004
0,0000000000
013
31/12/2004
0,0000000000
014
31/12/2004
0,0000000000
015
31/12/2004
0,0000000000
016
31/12/2004
0,0000000000
017
31/12/2004
0,0000000000
018
31/12/2004
0,0000000000
019
31/12/2004
0,0000000000
020
31/12/2004
0,0000000000
021
31/12/2004
0,0000000000
022
31/12/2004
0,0000000000
21/09/2011 13:14:10
5 - APROVAÇÃO DA
DISTRIBUIÇÃO
EVENTO
13 - DATA DE 14 - FATOR CORREÇÃO 15 - DATA POSIÇÃO
INÍCIO DE
ACIONÁRIA P/CRÉDITO
PAGAMENTO
DO PROVENTO
2.306.339
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 01/07/2004
2.306.339
2.306.339
2.306.339
2.306.339
2.306.339
2.306.339
2.306.339
2.306.339
2.306.339
2.306.339
R.D.
30/06/2004
67.677
0,8470800000
0
R.D.
30/06/2004 PREFERENCIAL
73.326
0,9317880000
0
R.D.
01/07/2004
11.279
0,1411800000
0
R.D.
01/07/2004 PREFERENCIAL
12.221
0,1552980000
0
R.D.
02/08/2004
11.279
0,1411800000
0
R.D.
02/08/2004 PREFERENCIAL
12.221
0,1552980000
0
R.D.
01/09/2004
11.279
0,1411800000
0
R.D.
01/09/2004 PREFERENCIAL
12.221
0,1552980000
0
R.D.
01/10/2004
11.279
0,1411800000
0
R.D.
01/10/2004 PREFERENCIAL
12.221
0,1552980000
0
ORDINÁRIA
ORDINÁRIA
ORDINÁRIA
ORDINÁRIA
ORDINÁRIA
0,0000000000
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 01/11/2004
0
0,0000000000
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 01/11/2004
0,1552980000
0,0000000000
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 01/10/2004
12.221
0,0000000000
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 01/10/2004
01/06/2004 PREFERENCIAL
0,0000000000
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 01/09/2004
R.D.
0,0000000000
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 01/09/2004
16 - OBSERVAÇÃO
0,0000000000
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 02/08/2004
11 - Nº DE
PARCELAS
DE PGTOS.
10 -VALOR DO
PROVENTO APROVADO
POR AÇÃO
0,0000000000
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 02/08/2004
8 - CLASSE 9 - MONTANTE DO
DAS AÇÕES PROVENTO APROVADO
(Reais Mil)
0,0000000000
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 30/07/2004
7 - ESPÉCIE DAS
AÇÕES
0,0000000000
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 30/07/2004
6 - DATA DA
APROVAÇÃO
DISTRIBUIÇÃO
0,0000000000
Pág:
31
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
IAN - INFORMAÇÕES ANUAIS
Divulgação Externa
Data-Base - 31/12/2005
Legislação Societária
Reapresentação Espontânea
01.01 - IDENTIFICAÇÃO
1 - CÓDIGO CVM
2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL
3 - CNPJ
00090-6
BANCO BRADESCO S.A.
60.746.948/0001-12
06.01 - PROVENTOS DISTRIBUÍDOS NOS TRÊS ÚLTIMOS ANOS
1 - ITEM 2 - TÉRMINO DO 3 - LUCRO OU PREJUÍZO 4 - PROVENTO
EXERCÍCIO
LÍQUIDO NO PERÍODO
SOCIAL
(Reais Mil)
12.1 - VALOR
DISTRIBUIDO
023
12.2 CORREÇÃO/JUROS
31/12/2004
0,0000000000
024
31/12/2004
0,0000000000
025
31/12/2004
0,0000000000
026
31/12/2004
0,0000000000
027
31/12/2004
0,0000000000
028
31/12/2004
0,0000000000
029
31/12/2005
0,0000000000
030
31/12/2005
0,0000000000
031
31/12/2005
0,0000000000
032
31/12/2005
0,0000000000
033
31/12/2005
0,0000000000
21/09/2011 13:14:10
5 - APROVAÇÃO DA
DISTRIBUIÇÃO
EVENTO
13 - DATA DE 14 - FATOR CORREÇÃO 15 - DATA POSIÇÃO
INÍCIO DE
ACIONÁRIA P/CRÉDITO
PAGAMENTO
DO PROVENTO
2.306.339
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 01/12/2004
2.306.339
2.306.339
2.306.339
2.306.339
2.306.339
3.060.151
3.060.151
3.060.151
3.060.151
3.060.151
R.D.
01/11/2004 PREFERENCIAL
12.221
0,1552980000
0
R.D.
01/12/2004
11.279
0,1411800000
0
R.D.
01/12/2004 PREFERENCIAL
12.221
0,1552980000
0
R.D.
06/12/2004
432.171
5,4395428150
0
R.D.
06/12/2004 PREFERENCIAL
470.861
5,9834970960
0
RCA
03/01/2005
11.216
0,0470600000
0
RCA
03/01/2005 PREFERENCIAL
12.216
0,0517660000
0
RCA
01/02/2005
11.216
0,0470600000
0
RCA
01/02/2005 PREFERENCIAL
12.216
0,0517660000
0
RCA
01/03/2005
13.572
0,0570000000
0
ORDINÁRIA
ORDINÁRIA
ORDINÁRIA
ORDINÁRIA
0,0000000000
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 01/04/2005
0
0,0000000000
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 01/03/2005
0,1411800000
0,0000000000
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 01/03/2005
11.279
ORDINÁRIA
0,0000000000
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 01/02/2005
01/11/2004
0,0000000000
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 01/02/2005
R.D.
0,0000000000
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 15/02/2005
16 - OBSERVAÇÃO
0,0000000000
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 15/02/2005
11 - Nº DE
PARCELAS
DE PGTOS.
10 -VALOR DO
PROVENTO APROVADO
POR AÇÃO
0,0000000000
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 02/01/2005
8 - CLASSE 9 - MONTANTE DO
DAS AÇÕES PROVENTO APROVADO
(Reais Mil)
0,0000000000
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 02/01/2005
7 - ESPÉCIE DAS
AÇÕES
0,0000000000
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 01/12/2004
6 - DATA DA
APROVAÇÃO
DISTRIBUIÇÃO
ORDINÁRIA
0,0000000000
Pág:
32
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
IAN - INFORMAÇÕES ANUAIS
Divulgação Externa
Data-Base - 31/12/2005
Legislação Societária
Reapresentação Espontânea
01.01 - IDENTIFICAÇÃO
1 - CÓDIGO CVM
2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL
3 - CNPJ
00090-6
BANCO BRADESCO S.A.
60.746.948/0001-12
06.01 - PROVENTOS DISTRIBUÍDOS NOS TRÊS ÚLTIMOS ANOS
1 - ITEM 2 - TÉRMINO DO 3 - LUCRO OU PREJUÍZO 4 - PROVENTO
EXERCÍCIO
LÍQUIDO NO PERÍODO
SOCIAL
(Reais Mil)
12.1 - VALOR
DISTRIBUIDO
034
12.2 CORREÇÃO/JUROS
31/12/2005
0,0000000000
035
31/12/2005
0,0000000000
036
31/12/2005
0,0000000000
037
31/12/2005
0,0000000000
038
31/12/2005
0,0000000000
039
31/12/2005
0,0000000000
040
31/12/2005
0,0000000000
041
31/12/2005
0,0000000000
042
31/12/2005
0,0000000000
043
31/12/2005
0,0000000000
044
31/12/2005
0,0000000000
21/09/2011 13:14:10
5 - APROVAÇÃO DA
DISTRIBUIÇÃO
EVENTO
13 - DATA DE 14 - FATOR CORREÇÃO 15 - DATA POSIÇÃO
INÍCIO DE
ACIONÁRIA P/CRÉDITO
PAGAMENTO
DO PROVENTO
3.060.151
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 01/04/2005
3.060.151
3.060.151
3.060.151
3.060.151
3.060.151
3.060.151
3.060.151
3.060.151
3.060.151
3.060.151
RCA
01/04/2005
14.063
0,0570000000
0
RCA
01/04/2005 PREFERENCIAL
15.340
0,0627000000
0
RCA
02/05/2005
14.059
0,0570000000
0
RCA
02/05/2005 PREFERENCIAL
15.340
0,0627000000
0
RCA
01/06/2005
14.039
0,0570000000
0
RCA
01/06/2005 PREFERENCIAL
15.340
0,0627000000
0
RCA
29/06/2005
140.226
0,5700000000
0
RCA
29/06/2005 PREFERENCIAL
153.481
0,6270000000
0
RCA
01/07/2005
14.016
0,0570000000
0
RCA
01/07/2005 PREFERENCIAL
15.340
0,0627000000
0
ORDINÁRIA
ORDINÁRIA
ORDINÁRIA
ORDINÁRIA
ORDINÁRIA
0,0000000000
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 01/08/2005
0
0,0000000000
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 01/08/2005
0,0627000000
0,0000000000
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 20/07/2005
14.794
0,0000000000
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 20/07/2005
01/03/2005 PREFERENCIAL
0,0000000000
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 01/07/2005
RCA
0,0000000000
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 01/07/2005
16 - OBSERVAÇÃO
0,0000000000
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 01/06/2005
11 - Nº DE
PARCELAS
DE PGTOS.
10 -VALOR DO
PROVENTO APROVADO
POR AÇÃO
0,0000000000
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 01/06/2005
8 - CLASSE 9 - MONTANTE DO
DAS AÇÕES PROVENTO APROVADO
(Reais Mil)
0,0000000000
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 02/05/2005
7 - ESPÉCIE DAS
AÇÕES
0,0000000000
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 02/05/2005
6 - DATA DA
APROVAÇÃO
DISTRIBUIÇÃO
0,0000000000
Pág:
33
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
IAN - INFORMAÇÕES ANUAIS
Divulgação Externa
Data-Base - 31/12/2005
Legislação Societária
Reapresentação Espontânea
01.01 - IDENTIFICAÇÃO
1 - CÓDIGO CVM
2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL
3 - CNPJ
00090-6
BANCO BRADESCO S.A.
60.746.948/0001-12
06.01 - PROVENTOS DISTRIBUÍDOS NOS TRÊS ÚLTIMOS ANOS
1 - ITEM 2 - TÉRMINO DO 3 - LUCRO OU PREJUÍZO 4 - PROVENTO
EXERCÍCIO
LÍQUIDO NO PERÍODO
SOCIAL
(Reais Mil)
12.1 - VALOR
DISTRIBUIDO
045
12.2 CORREÇÃO/JUROS
31/12/2005
0,0000000000
046
31/12/2005
0,0000000000
047
31/12/2005
0,0000000000
048
31/12/2005
0,0000000000
049
31/12/2005
0,0000000000
050
31/12/2005
0,0000000000
051
31/12/2005
0,0000000000
052
31/12/2005
0,0000000000
053
31/12/2005
0,0000000000
054
31/12/2005
0,0000000000
055
31/12/2006
0,0000000000
21/09/2011 13:14:10
5 - APROVAÇÃO DA
DISTRIBUIÇÃO
EVENTO
13 - DATA DE 14 - FATOR CORREÇÃO 15 - DATA POSIÇÃO
INÍCIO DE
ACIONÁRIA P/CRÉDITO
PAGAMENTO
DO PROVENTO
3.060.151
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 01/09/2005
3.060.151
3.060.151
3.060.151
3.060.151
3.060.151
3.060.151
3.060.151
3.060.151
3.060.151
5.514.074
RCA
01/08/2005 PREFERENCIAL
15.351
0,0627000000
0
RCA
01/09/2005
14.003
0,0570000000
0
RCA
01/09/2005 PREFERENCIAL
15.359
0,0627000000
0
RCA
20/09/2005
13.979
0,0570000000
0
RCA
20/09/2005 PREFERENCIAL
15.359
0,0627000000
0
RCA
20/09/2005
13.968
0,0570000000
0
RCA
20/09/2005 PREFERENCIAL
15.360
0,0627000000
0
RCA
11/11/2005
430.134
1,7559558720
0
RCA
11/11/2005 PREFERENCIAL
473.171
1,9315514590
0
RCA
28/12/2005
13.949
0,0285000000
0
ORDINÁRIA
ORDINÁRIA
ORDINÁRIA
ORDINÁRIA
0,0000000000
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 01/02/2006
0
0,0000000000
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 28/04/2006
0,0570000000
0,0000000000
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 28/04/2006
14.017
ORDINÁRIA
0,0000000000
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 01/12/2005
01/08/2005
0,0000000000
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 01/12/2005
RCA
0,0000000000
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 01/11/2005
16 - OBSERVAÇÃO
0,0000000000
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 01/11/2005
11 - Nº DE
PARCELAS
DE PGTOS.
10 -VALOR DO
PROVENTO APROVADO
POR AÇÃO
0,0000000000
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 03/10/2005
8 - CLASSE 9 - MONTANTE DO
DAS AÇÕES PROVENTO APROVADO
(Reais Mil)
0,0000000000
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 03/10/2005
7 - ESPÉCIE DAS
AÇÕES
0,0000000000
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 01/09/2005
6 - DATA DA
APROVAÇÃO
DISTRIBUIÇÃO
ORDINÁRIA
0,0000000000
Pág:
34
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
IAN - INFORMAÇÕES ANUAIS
Divulgação Externa
Data-Base - 31/12/2005
Legislação Societária
Reapresentação Espontânea
01.01 - IDENTIFICAÇÃO
1 - CÓDIGO CVM
2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL
3 - CNPJ
00090-6
BANCO BRADESCO S.A.
60.746.948/0001-12
06.01 - PROVENTOS DISTRIBUÍDOS NOS TRÊS ÚLTIMOS ANOS
1 - ITEM 2 - TÉRMINO DO 3 - LUCRO OU PREJUÍZO 4 - PROVENTO
EXERCÍCIO
LÍQUIDO NO PERÍODO
SOCIAL
(Reais Mil)
12.1 - VALOR
DISTRIBUIDO
056
12.2 CORREÇÃO/JUROS
31/12/2006
0,0000000000
057
31/12/2006
0,0000000000
058
31/12/2006
0,0000000000
059
31/12/2006
0,0000000000
060
31/12/2006
0,0000000000
061
31/12/2006
0,0000000000
062
31/12/2006
0,0000000000
063
31/12/2006
0,0000000000
064
31/12/2006
0,0000000000
065
31/12/2006
0,0000000000
066
31/12/2006
0,0000000000
21/09/2011 13:14:10
5 - APROVAÇÃO DA
DISTRIBUIÇÃO
EVENTO
13 - DATA DE 14 - FATOR CORREÇÃO 15 - DATA POSIÇÃO
INÍCIO DE
ACIONÁRIA P/CRÉDITO
PAGAMENTO
DO PROVENTO
5.514.074
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 01/02/2006
5.514.074
5.514.074
5.514.074
5.514.074
5.514.074
5.514.074
5.514.074
5.514.074
5.514.074
5.514.074
RCA
27/01/2006
13.947
0,0285000000
0
RCA
27/01/2006 PREFERENCIAL
15.351
0,0313500000
0
RCA
24/02/2006
13.947
0,0285000000
0
RCA
24/02/2006 PREFERENCIAL
15.351
0,0313500000
0
RCA
06/03/2006
163.709
0,3345309260
0
RCA
06/03/2006 PREFERENCIAL
180.282
0,3679840190
0
RCA
29/03/2006
16.038
0,0327750000
0
RCA
29/03/2006 PREFERENCIAL
17.656
0,0360525000
0
RCA
27/04/2006
16.038
0,0327750000
0
RCA
27/04/2006 PREFERENCIAL
17.656
0,0360525000
0
ORDINÁRIA
ORDINÁRIA
ORDINÁRIA
ORDINÁRIA
ORDINÁRIA
0,0000000000
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 01/06/2006
0
0,0000000000
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 01/06/2006
0,0313500000
0,0000000000
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 02/05/2006
15.352
0,0000000000
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 02/05/2006
28/12/2005 PREFERENCIAL
0,0000000000
DIVIDENDO
0,0000000000 30/06/2006
RCA
0,0000000000
DIVIDENDO
0,0000000000 30/06/2006
16 - OBSERVAÇÃO
0,0000000000
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 03/04/2006
11 - Nº DE
PARCELAS
DE PGTOS.
10 -VALOR DO
PROVENTO APROVADO
POR AÇÃO
0,0000000000
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 03/04/2006
8 - CLASSE 9 - MONTANTE DO
DAS AÇÕES PROVENTO APROVADO
(Reais Mil)
0,0000000000
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 01/03/2006
7 - ESPÉCIE DAS
AÇÕES
0,0000000000
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 01/03/2006
6 - DATA DA
APROVAÇÃO
DISTRIBUIÇÃO
0,0000000000
Pág:
35
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
IAN - INFORMAÇÕES ANUAIS
Divulgação Externa
Data-Base - 31/12/2005
Legislação Societária
Reapresentação Espontânea
01.01 - IDENTIFICAÇÃO
1 - CÓDIGO CVM
2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL
3 - CNPJ
00090-6
BANCO BRADESCO S.A.
60.746.948/0001-12
06.01 - PROVENTOS DISTRIBUÍDOS NOS TRÊS ÚLTIMOS ANOS
1 - ITEM 2 - TÉRMINO DO 3 - LUCRO OU PREJUÍZO 4 - PROVENTO
EXERCÍCIO
LÍQUIDO NO PERÍODO
SOCIAL
(Reais Mil)
12.1 - VALOR
DISTRIBUIDO
067
12.2 CORREÇÃO/JUROS
31/12/2006
0,0000000000
068
31/12/2006
0,0000000000
069
31/12/2006
0,0000000000
070
31/12/2006
0,0000000000
071
31/12/2006
0,0000000000
072
31/12/2006
0,0000000000
073
31/12/2006
0,0000000000
074
31/12/2006
0,0000000000
075
31/12/2006
0,0000000000
076
31/12/2006
0,0000000000
077
31/12/2006
0,0000000000
21/09/2011 13:14:10
5 - APROVAÇÃO DA
DISTRIBUIÇÃO
EVENTO
13 - DATA DE 14 - FATOR CORREÇÃO 15 - DATA POSIÇÃO
INÍCIO DE
ACIONÁRIA P/CRÉDITO
PAGAMENTO
DO PROVENTO
5.514.074
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 03/07/2006
5.514.074
5.514.074
5.514.074
5.514.074
5.514.074
5.514.074
5.514.074
5.514.074
5.514.074
5.514.074
RCA
26/05/2006 PREFERENCIAL
17.655
0,0360525000
0
RCA
26/06/2006
16.036
0,0327750000
0
RCA
26/06/2006 PREFERENCIAL
17.656
0,0360525000
0
RCA
30/06/2006
160.372
0,3277500000
0
RCA
30/06/2006 PREFERENCIAL
176.618
0,3605250000
0
RCA
27/07/2006
16.036
0,0327750000
0
RCA
27/07/2006 PREFERENCIAL
17.656
0,0360525000
0
RCA
25/08/2006
16.036
0,0327750000
0
RCA
25/08/2006 PREFERENCIAL
17.655
0,0360525000
0
RCA
27/09/2006
16.036
0,0327750000
0
ORDINÁRIA
ORDINÁRIA
ORDINÁRIA
ORDINÁRIA
0,0000000000
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 01/11/2006
0
0,0000000000
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 02/10/2006
0,0327750000
0,0000000000
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 02/10/2006
16.038
ORDINÁRIA
0,0000000000
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 01/09/2006
26/05/2006
0,0000000000
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 01/09/2006
RCA
0,0000000000
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 20/07/2006
16 - OBSERVAÇÃO
0,0000000000
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 20/07/2006
11 - Nº DE
PARCELAS
DE PGTOS.
10 -VALOR DO
PROVENTO APROVADO
POR AÇÃO
0,0000000000
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 01/08/2006
8 - CLASSE 9 - MONTANTE DO
DAS AÇÕES PROVENTO APROVADO
(Reais Mil)
0,0000000000
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 01/08/2006
7 - ESPÉCIE DAS
AÇÕES
0,0000000000
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 03/07/2006
6 - DATA DA
APROVAÇÃO
DISTRIBUIÇÃO
ORDINÁRIA
0,0000000000
Pág:
36
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
IAN - INFORMAÇÕES ANUAIS
Divulgação Externa
Data-Base - 31/12/2005
Legislação Societária
Reapresentação Espontânea
01.01 - IDENTIFICAÇÃO
1 - CÓDIGO CVM
2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL
3 - CNPJ
00090-6
BANCO BRADESCO S.A.
60.746.948/0001-12
06.01 - PROVENTOS DISTRIBUÍDOS NOS TRÊS ÚLTIMOS ANOS
1 - ITEM 2 - TÉRMINO DO 3 - LUCRO OU PREJUÍZO 4 - PROVENTO
EXERCÍCIO
LÍQUIDO NO PERÍODO
SOCIAL
(Reais Mil)
12.1 - VALOR
DISTRIBUIDO
078
12.2 CORREÇÃO/JUROS
31/12/2006
0,0000000000
079
31/12/2006
0,0000000000
080
31/12/2006
0,0000000000
081
31/12/2006
0,0000000000
082
31/12/2006
0,0000000000
083
31/12/2006
0,0000000000
084
31/12/2006
0,0000000000
085
31/12/2006
0,0000000000
086
31/12/2006
0,0000000000
087
31/12/2007
0,0000000000
088
31/12/2007
0,0000000000
21/09/2011 13:14:10
5 - APROVAÇÃO DA
DISTRIBUIÇÃO
EVENTO
13 - DATA DE 14 - FATOR CORREÇÃO 15 - DATA POSIÇÃO
INÍCIO DE
ACIONÁRIA P/CRÉDITO
PAGAMENTO
DO PROVENTO
5.514.074
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 01/11/2006
5.514.074
5.514.074
5.514.074
5.514.074
5.514.074
5.514.074
5.514.074
5.514.074
5.054.040
5.054.040
RCA
05/10/2006
384.255
0,7843335360
0
RCA
05/10/2006 PREFERENCIAL
422.155
0,8627668890
0
RCA
05/10/2006
278.738
0,5689546890
0
RCA
05/10/2006 PREFERENCIAL
306.231
0,6258501580
0
RCA
27/10/2006
16.033
0,0327750000
0
RCA
27/10/2006 PREFERENCIAL
17.655
0,0360525000
0
RCA
24/11/2006
16.033
0,0327750000
0
RCA
24/11/2006 PREFERENCIAL
17.655
0,0360525000
0
RCA
28/12/2006
16.388
0,0327750000
0
RCA
28/12/2006 PREFERENCIAL
18.049
0,0360525000
0
ORDINÁRIA
ORDINÁRIA
ORDINÁRIA
ORDINÁRIA
ORDINÁRIA
0,0000000000
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 01/02/2007
0
0,0000000000
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 01/02/2007
0,0360525000
0,0000000000
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 02/01/2007
17.655
0,0000000000
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 02/01/2007
27/09/2006 PREFERENCIAL
0,0000000000
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 01/12/2006
RCA
0,0000000000
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 01/12/2006
16 - OBSERVAÇÃO
0,0000000000
DIVIDENDO
0,0000000000 07/12/2006
11 - Nº DE
PARCELAS
DE PGTOS.
10 -VALOR DO
PROVENTO APROVADO
POR AÇÃO
0,0000000000
DIVIDENDO
0,0000000000 07/12/2006
8 - CLASSE 9 - MONTANTE DO
DAS AÇÕES PROVENTO APROVADO
(Reais Mil)
0,0000000000
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 07/12/2006
7 - ESPÉCIE DAS
AÇÕES
0,0000000000
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 07/12/2006
6 - DATA DA
APROVAÇÃO
DISTRIBUIÇÃO
0,0000000000
Pág:
37
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
IAN - INFORMAÇÕES ANUAIS
Divulgação Externa
Data-Base - 31/12/2005
Legislação Societária
Reapresentação Espontânea
01.01 - IDENTIFICAÇÃO
1 - CÓDIGO CVM
2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL
3 - CNPJ
00090-6
BANCO BRADESCO S.A.
60.746.948/0001-12
06.01 - PROVENTOS DISTRIBUÍDOS NOS TRÊS ÚLTIMOS ANOS
1 - ITEM 2 - TÉRMINO DO 3 - LUCRO OU PREJUÍZO 4 - PROVENTO
EXERCÍCIO
LÍQUIDO NO PERÍODO
SOCIAL
(Reais Mil)
12.1 - VALOR
DISTRIBUIDO
089
12.2 CORREÇÃO/JUROS
31/12/2007
0,0000000000
090
31/12/2007
0,0000000000
091
31/12/2007
0,0000000000
092
31/12/2007
0,0000000000
093
31/12/2007
0,0000000000
094
31/12/2007
0,0000000000
095
31/12/2007
0,0000000000
096
31/12/2007
0,0000000000
21/09/2011 13:14:10
5 - APROVAÇÃO DA
DISTRIBUIÇÃO
EVENTO
13 - DATA DE 14 - FATOR CORREÇÃO 15 - DATA POSIÇÃO
INÍCIO DE
ACIONÁRIA P/CRÉDITO
PAGAMENTO
DO PROVENTO
5.054.040
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 01/03/2007
5.054.040
5.054.040
5.054.040
5.054.040
5.054.040
5.054.040
5.054.040
16.388
0,0327750000
0
RCA
24/01/2007 PREFERENCIAL
18.049
0,0360525000
0
RCA
21/02/2007
18.027
0,0360525000
0
RCA
21/02/2007 PREFERENCIAL
19.847
0,0396577500
0
RCA
05/03/2007
19.031
0,0380624520
0
RCA
05/03/2007 PREFERENCIAL
20.958
0,0418686970
0
RCA
23/03/2007
18.028
0,0180262500
0
RCA
23/03/2007 PREFERENCIAL
19.854
0,0198288750
0
ORDINÁRIA
ORDINÁRIA
ORDINÁRIA
ORDINÁRIA
0,0000000000
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 02/05/2007
24/01/2007
0,0000000000
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 02/05/2007
RCA
0,0000000000
DIVIDENDO
0,0000000000 15/03/2007
16 - OBSERVAÇÃO
0,0000000000
DIVIDENDO
0,0000000000 15/03/2007
11 - Nº DE
PARCELAS
DE PGTOS.
10 -VALOR DO
PROVENTO APROVADO
POR AÇÃO
0,0000000000
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 02/04/2007
8 - CLASSE 9 - MONTANTE DO
DAS AÇÕES PROVENTO APROVADO
(Reais Mil)
0,0000000000
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 02/04/2007
7 - ESPÉCIE DAS
AÇÕES
0,0000000000
JUROS SOBRE O CAPITAL PRÓPRIO
0,0000000000 01/03/2007
6 - DATA DA
APROVAÇÃO
DISTRIBUIÇÃO
0,0000000000
Pág:
38
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
IAN - INFORMAÇÕES ANUAIS
Divulgação Externa
Data-Base - 31/12/2005
Legislação Societária
Reapresentação Espontânea
01.01 - IDENTIFICAÇÃO
1 - CÓDIGO CVM
2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL
3 - CNPJ
00090-6
BANCO BRADESCO S.A.
60.746.948/0001-12
06.03 - DISPOSIÇÕES ESTATUTÁRIAS DO CAPITAL SOCIAL
1 - ITEM 2 - ESPÉCIE DA AÇÃO
3 - CLASSE 4 - % DO CAPITAL 5 - CONVERSÍVEL 6 - CONVERTE EM 7 - DIREITO A
DA AÇÃO
SOCIAL
VOTO
10 - PRÊMIO 11 - TIPO DE DIVIDENDO
01
PREFERENCIAL
NÃO
02
12 - % DIVIDENDO
U
10% SUPERIOR A ORD
ORDINÁRIA
13 - R$/AÇÃO
14 - CUMULATIVO
15 - PRIORITÁRIO
50,01 NÃO
0,00
0,00000 NÃO
49,99 NÃO
0,00
8 - TAG ALONG %
9 - PRIORIDADE
NO REEMBOLSO
DE CAPITAL
17 - OBSERVAÇÃO
16 - CALCULADO SOBRE
NÃO
80,00 SIM
SIM
PLENO
100,00
0,00000
06.04 - MODIFICAÇÃO ESTATUTÁRIA/DIVIDENDO OBRIGATÓRIO
1 - DATA DA ÚLTIMA MODIFICAÇÃO DO ESTATUTO
12/03/2007
21/09/2011 13:14:13
2 - DIVIDENDO OBRIGATÓRIO (% DO LUCRO)
30,00
Pág:
39
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
IAN - INFORMAÇÕES ANUAIS
Data-Base - 31/12/2005
Divulgação Externa
Legislação Societária
Reapresentação Espontânea
01.01 - IDENTIFICAÇÃO
1 - CÓDIGO CVM
2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL
3 - CNPJ
00090-6
BANCO BRADESCO S.A.
60.746.948/0001-12
07.01 - REMUNERAÇÃO E PARTICIPAÇÃO DOS ADMINISTRADORES NO LUCRO
1 - PARTICIPAÇÃO DOS ADMINISTRADORES
NO LUCRO
2 - VALOR DA REMUNERAÇÃO GLOBAL DOS
(Reais Mil)
ADMINISTRADORES
SIM
3 - PERIODICIDADE
170.000
ANUAL
07.02 - PARTICIPAÇÕES E CONTRIBUIÇÕES NOS TRÊS ÚLTIMOS ANOS
1 - DATA FINAL DO ÚLTIMO EXERCÍCIO SOCIAL:
31/12/2005
2 - DATA FINAL DO PENÚLTIMO EXERCÍCIO SOCIAL:
31/12/2004
3 - DATA FINAL DO ANTEPENÚLTIMO EXERCÍCIO SOCIAL:
31/12/2003
4- ITEM 5 - DESCRIÇÃO DAS PARTICIPAÇÕES E CONTRIBUIÇÕES
6 - VALOR DO ÚLTIMO
7 - VALOR DO PENÚL-
8 - VALOR DO ANTEPE-
EXERCÍCIO
(Reais Mil)
TIMO EXERCÍCIO
(Reais Mil)
NÚLTIMO EXERCÍCIO
(Reais Mil)
01
PARTICIPAÇÕES-DEBENTURISTAS
0
0
0
02
PARTICIPAÇÕES-EMPREGADOS
0
0
0
03
PARTICIPAÇÕES-ADMINISTRADORES
0
0
0
04
PARTIC.-PARTES BENEFICIÁRIAS
0
0
0
05
CONTRIBUIÇÕES FDO. ASSISTÊNCIA
0
0
0
06
CONTRIBUIÇÕES FDO. PREVIDÊNCIA
0
0
0
07
OUTRAS CONTRIBUIÇÕES
0
0
0
08
LUCRO LÍQUIDO NO EXERCÍCIO
5.514.074
3.060.151
2.306.339
09
PREJUÍZO LÍQUIDO NO EXERCÍCIO
0
0
0
21/09/2011 13:14:13
Pág:
40
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
IAN - INFORMAÇÕES ANUAIS
Divulgação Externa
Data-Base - 31/12/2005
Legislação Societária
Reapresentação Espontânea
01.01 - IDENTIFICAÇÃO
1 - CÓDIGO CVM
2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL
3 - CNPJ
00090-6
BANCO BRADESCO S.A.
60.746.948/0001-12
07.03 - PARTICIPAÇÕES EM SOCIEDADES CONTROLADAS E/OU COLIGADAS
1- ITEM 2 - RAZÃO SOCIAL DA CONTROLADA/COLIGADA
3 - CNPJ
7 - TIPO DE EMPRESA
4 - CLASSIFICAÇÃO
5 - % PARTICIPAÇÃO 6 - % PATRIMÔNIO
NO CAPITAL DA
LÍQUIDO DA
INVESTIDA
INVESTIDORA
8 - INÍCIO ÚLTIMO EXERC.
SOCIAL
9 - FINAL ÚLTIMO EXERC.
SOCIAL
10 - QTD. AÇÕES ÚLTIMO EXERC. SOCIAL
14 - INÍCIO ANTEPENÚLT.
EXERC. SOCIAL
15 - FINAL DO ANTEPENÚLT.
EXERC. SOCIAL
16 - QTD. AÇÕES ANTEPENÚLTIMO EXERC. SOCIAL
(Mil)
11 - INÍCIO PENÚLTIMO
EXERCÍCIO SOCIAL
12 - FINAL PENÚLTIMO EXERC.
SOCIAL
13 - QTD. AÇÕES PENÚLTIMO EXERC. SOCIAL
(Mil)
01
BRADESCO SEGUROS S.A.
SEGURADORA
01/01/2004
02
31/12/2004
BANCO MERCANTIL DE SÃO PAULO S.A.
INSTITUIÇÃO FINANCEIRA
01/01/2004
31/12/2004
03
BANCO ALVORADA S.A.
INSTITUIÇÃO FINANCEIRA
01/01/2004
31/12/2004
04
BRADESCO LEASING S.A. ARREND. MERCANTIL
INSTITUIÇÃO FINANCEIRA
01/01/2004
31/12/2004
21/09/2011 13:14:14
(Mil)
33.055.146/0001-93
01/01/2005
629 01/01/2003
61.065.421/0001-95
01/01/2005
24.827.212 01/01/2003
33.870.163/0001-84
01/01/2005
81.373 01/01/2003
47.509.120/0001-82
01/01/2005
9 01/01/2003
FECHADA CONTROLADA
31/12/2005
100,00
20,16
628
31/12/2003
FECHADA CONTROLADA
31/12/2005
627
100,00
31/12/2003
FECHADA CONTROLADA
31/12/2005
24.931.096
99,88
31/12/2003
ABERTA CONTROLADA
31/12/2005
18,77
19.726.691
14,88
81
6.217.482
100,00
11,24
9
31/12/2003
540.304
Pág:
41
O Banco Bradesco S.A., atual denominação do Banco Brasileiro de Descontos S.A., foi constituído em 10.3.1943, na cidade de Marília,
interior do Estado de São Paulo, com um capital de dez mil contos de réis e seis agências instaladas em cidades vizinhas. Os primeiros passos do
Banco Bradesco S.A. foram no sentido de captar as pequenas poupanças, num marco tipicamente do interior agrícola, transformando-as em pequenos
empréstimos a modestos agricultores, indústrias e comerciantes.
Mais tarde, num processo de racionalização administrativa, foi transferida a sede da Rua XV de Novembro, centro de São Paulo, para a
Cidade de Deus, município de Osasco - S.P., numa associação de cunho comercial e social, que se transformou no centro administrativo de todas as
empresas da Organização Bradesco.
A Cidade de Deus, fundada em 10.3.1953, ocupa hoje um amplo espaço de 338.492 m2 de terreno e 164.167 m2 de área construída,
longe da agitação da metrópole, onde se encontra trabalhando a Administração. Ao lado da expansão direta, o desenvolvimento do Banco Bradesco S.A.
deu-se, também em função de incorporações que totalizaram 15 bancos.
A partir de 1973, tal expansão foi direcionada para regiões desatendidas, com a implantação de agências pioneiras em todo o território
nacional, em localidades remotas, dando apoio a expansão de novas fronteiras agropecuárias e levando o desenvolvimento econômico às regiões onde
estão instaladas.
A integração da rede de agências e a cobertura territorial, desde muitos anos, foi alcançada, também, em função do pionerismo do Banco
Bradesco, que foi a primeira empresa privada no Brasil a utilizar computadores, já em 1962, bem como a primeira instituição financeira a se
conglomerar, a partir de 1966, fixando a imagem de uma única instituição, fornecendo opções de atendimento dentro de uma linha de conduta e
desenvolvimento unificado.
Em 29.12.1988, reunidos em Assembléia Geral Extraordinária, os senhores acionistas aprovaram a transformação do Banco Bradesco S.A. em
Banco Múltiplo através da incorporação de sua controlada, a Bradesco S.A. Crédito Imobiliário, passando assim, ao amparo da Resolução no 1.524 de
21.9.1988, do Banco Central do Brasil, a desenvolver atividades nas carteiras comercial e de crédito imobiliário. Em decorrência dessa deliberação,
verificou-se inicialmente, a mudança de sua razão social para Bradesco S.A. Banco Comercial e de Crédito Imobiliário, posteriormente utilizando a
faculdade prevista na Circular no 1.404, do Banco Central do Brasil, em Assembléia Geral, de 13.1.1989, deliberou-se proceder a nova alteração na
denominação da sociedade passando a ser Banco Bradesco S.A.
No decorrer de 1989, o Banco Bradesco S.A, constituiu a Carteira de Crédito, Financiamento e Investimento, para operar nesse segmento.
Em 4 de novembro de 1992, por deliberação em suas respectivas Assembléias Gerais Extraordinárias, o Banco Bradesco S.A. incorporou o
Banco Bradesco de Investimento S.A., de cujo capital votante detinha 54,67%.
Entre os mais importantes acontecimentos do ano de 1997, para a Organização Bradesco, figura a aquisição, pelo Banco, do controle
acionário do BCN - Banco de Crédito Nacional S.A., tradicional Instituição financeira, com 78 anos de vitoriosa atuação no mercado, com sua Rede de
227 Agências e Credireal - Banco de Crédito Real de Minas Gerais S.A., com 86 Agências.
Coerente com os seus planos de constante expansão, o Bradesco adquiriu o controle acionário do Banco do Estado da Bahia S.A. – Baneb,
em leilão de privatização ocorrido na Bolsa de Valores do Rio de Janeiro, em 22.6.1999. Tradicional instituição financeira, com Rede de 173 Agências, 3
delas abertas após a privatização.
Com sua política de expansão, em 18.10.2000 o Bradesco adquiriu o controle acionário do Banco Boavista, por meio da incorporação das
ações de seus acionistas ao seu patrimônio, dando assim mais um importante passo para a consolidação da posição de liderança que ocupa no
mercado. Com 73 anos de atividade, sede no Rio de Janeiro e Rede de 73 Agências distribuídas nas principais praças do País e 2 no Exterior.
O ano de 2001 merecerá, na história da Organização Bradesco, um registro muito especial. Os fatos são eloqüentes. Desde fevereiro, o
Bradesco passou a ter papéis negociados numa das mais importantes bolsas da União Européia, a Bolsa de Madri, em seu Índice Latibex, e, a partir
de novembro, na Bolsa de Valores de Nova York, por meio de ADRs-American Depositary Receipts. Criou uma empresa em Tóquio, para atender a
brasileiros que residem e trabalham no Japão, e adquiriu a totalidade do capital social do Banque Banespa International S.A., com sede em Luxemburgo.
Aderiu ao Nível 1 de Governança Corporativa da Bolsa de Valores de São Paulo, constituiu a BRAM, uma das maiores empresas brasileiras
para gestão de recursos de terceiros e concluiu, com êxito, a integração do Banco Baneb à Rede Bradesco. Ainda, sagrou-se vencedor no Processo de
Seleção de Parceiros da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos – ECT, para a implementação do Banco Postal, o que irá ampliar sobremaneira a
presença da sua Rede de Atendimento no País.
Dando continuidade a política de novas aquisições no ano de 2002 o Banco Bradesco S.A. adquiriu importantes instituições a saber:
Em 3 de janeiro de 2002 o Banco Bradesco S.A. e a Ford Credit Holding Brasil Ltda., firmaram parceria com o objetivo de ampliar
a base de clientes e a participação no varejo em financiamentos de veículos no País.
Em 8 de janeiro de 2002, o Banco Bradesco S.A. firmou memorando de entendimentos, com o Deutsche Bank S.A., visando à
aquisição do Deutsche Bank Investimentos DTVM S.A., empresa responsável pela administração e gestão de fundos de investimentos e
carteiras administradas.
Em 13 de janeiro de 2002, o Banco Bradesco S.A., celebrou Instrumento Particular de Compromisso de Compra e Venda de Ações e
Outras Avenças com os controladores do Banco Mercantil de São Paulo S.A. (Mercantil), objetivando a aquisição do seu controle
acionário, envolvendo também as empresas controladas pelo Mercantil, no Brasil e no Exterior.
Em 24 de janeiro de 2002, o Banco Bradesco S.A. adquiriu, através de leilão de privatização realizado na Bolsa de Valores do Rio
de Janeiro, o controle acionário do Banco do Estado do Amazonas S.A. - BEA, instituição com sede na cidade de Manaus, Estado
do Amazonas.
Em 24 de fevereiro de 2002, o Banco Bradesco S.A. adquire o controle do Banco Cidade S.A., reafirmando os objetivos de fortalecer
sua presença e atuação no mercado, ampliar ganhos de escala, maximizar o retorno do investimento de seus acionistas a sua posição
de liderança.
O Banco Bradesco S.A., com sua política de expansão adquiriu em 2003 importantes instituições a saber:
Em 10 de janeiro de 2003, a assinatura do compromisso de transferência, para o Bradesco, do controle acionário do banco Bilbao
Vizcaya Argentaria Brasil S.A.
Em 27 de janeiro de 2003, assinatura, com o banco J.P. Morgan S.A., de “Contrato de Cessão de Direitos e Obrigações e Outras
Avenças” visando à aquisição das atividades de Administração e gestão de Carteiras de valores Mobiliários e de Fundos de
Investimentos administrados pela J.P. Morgan Fleming Asset management.
Aquisição, em 6 de novembro, por meio de sua subsidiária Banco Finasa S.A., da totalidade do capital social do Banco Zogbi S. A.
e das empresas Zogbi Leasing S.A. Arrendamento Mercantil, Zogbi Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários Ltda.
Pág: 42
Destacamos abaixo alguns fatos importantes que contribuíram para a expansão da Organização Bradesco em 2004:
Autorização do “Federal Reserve Bank” (FED) ao Bradesco para atuar também como “Financial Holding Company” nos Estados Unidos,
podendo desenvolver atividades financeiras no competitivo mercado norte-americano em condições de igualdade com os Bancos locais.
Em 10 de fevereiro de 2004, o Banco Bradesco S.A. adquiriu, através de leilão de privatização realizado na Bolsa de Valores de São
Paulo, o controle acionário do Banco do Estado do Maranhão S.A. - BEM, instituição com sede na cidade de Manaus, Estado do
Amazonas.
Integração das Agências BCN à Rede Bradesco em 25 de fevereiro.
Aprovação pelo Conselho de Administração do Banco, em 30 de abril, do Regimento do Comitê de Auditoria e nomeação de seus
membros, que tomaram posse em 1o de julho, com mandato de 1 (um) ano.
Inauguração, em 7 de junho, da primeira Agência sem fio, na América Latina.
Adesão do Bradesco aos Princípios do Equador.
Parceria estratégica estabelecida com o Banco UFJ - União Financeira Japonesa.
Acordo estratégico para financiar, com exclusividade, por meio do Banco Finasa, subsidiário do Bradesco, os clientes das Casas Bahia.
Lançamento do CDC Bradesco Electron, novo produto de Crédito Pessoal.
Acordos operacionais com os Bancos BMC, Cruzeiro do Sul, Bonsucesso, Paraná e PanAmericano, que prevêem, com exclusividade,
cessão de direitos de crédito pessoal consignados dos beneficiários do INSS-Instituto Nacional do Seguro Social (aposentados e
pensionistas).
A Organização Bradesco, como um todo, em 31.12.2004, possuía um quadro de pessoal composto de 73.644 funcionários, sendo 62.013 no
Banco Bradesco S.A. e 11.631 nas Empresas Controladas.
Ao lado do desenvolvimento dos negócios, o Banco Bradesco S.A., desde muitos anos atrás, voltou-se para o desenvolvimento sócio-econômico,
realizando esforços e investimentos em áreas carentes e desassistidas. A Fundação Bradesco, com atividades básicas inteiramente voltadas para funções
de largo alcance social, que são a educação, assistência médico-odontólogica, alimentação e vestuários a mais de 107 mil alunos, com manutenção de
40 escolas gratuitas em regiões carentes do interior brasileiro, sendo a unidade mais recente, com capacidade para 2 mil alunos, inaugurada em 2004
em Osasco, Município Sede da Organização Bradesco.
O ano de 2005 foi para o Bradesco mais um ano fértil em avanços e conquistas. Contabilizou o maior lucro líquido de sua história, o seu
valor de mercado se projetou como o maior entre os bancos privados na América Latina.
Alguns fatos importantes que contribuíram para a expansão da Organização Bradesco em 2005:
Em 10 de março, houve a Assembléia Geral de incorporação das ações dos acionistas minoritários da Bradesco Seguros S.A.,
convertendo-a em subsidiária integral do Banco Bradesco.
Em 15 de abril, aquisição, por meio de sua controlada Finasa Promotora de Vendas, da Rede de Financiamento ao Consumidor do
Banco Morada, compreendendo Empréstimo Pessoal e Crédito Direto ao Consumidor.
Em 25 de maio, emissão, pelo Bradesco, do primeiro bônus perpétuo brasileiro, com plena aceitação pelos principais mercados
internacionais.
Em 3 de junho, a Austin Rating concedeu ao Banco o rating AA em Governança Corporativa (ótimas práticas).
Em julho, parceria com a União de Lojas Leader S.A. (Leader Magazine), rede de varejo com atuação nos mercados do Rio de Janeiro
e Espírito Santo, para administração da Leadercar, uma das cinco maiores empresas de cartões de crédito de marca própria. “Private
Label”, do País.
Em agosto, firmado memorando de Entendimentos com as Lojas Colombo, uma das maiores redes varejistas de produtos eletroeletrônicos
e móveis do País.
Em setembro, o Banco vence licitação para centralizar as contas correntes dos 67,7 mil fornecedores da Prefeitura do Município de São
Paulo.
Em novembro, encaminhou à Organização das Nações Unidas – ONU sua confirmação de apoio ao Global Compact (Pacto Global),
composto por dez princípios relacionados aos Direitos Humanos e do Trabalho, de Proteção Ambiental e de Anticorrupção.
Em 1º de dezembro, as ações do Bradesco foram selecionadas para integrar o ISE – Índice de Sustentabilidade Empresarial da Bovespa,
que reflete o retorno de uma carteira composta por ações de seleto grupo de 28 empresas com os melhores desempenhos nos campos
econômico-financeiro, social, ambiental e de governança corporativa.
Em 21 de dezembro, aquisição do controle acionário do Banco do Estado do Ceará S.A. – BEC.
Em 22 de dezembro, parceria estratégica com o Banco Espírito Santo (BES), segundo maior Banco Português, para realizar serviço de
remessa de recursos de Portugal para o Brasil a mais de 100 mil brasileiros, que lá residem e trabalham.
O aprimoramento do quadro de pessoal é parte essencial da estratégia da Organização Bradesco, que reúne ao todo 73.881 funcionários,
sendo 61.347 no Bradesco e 12.534 nas Empresas Controladas.
Pág: 43
A economia brasileira em 2005 foi caracterizada pela continuidade do crescimento do Produto Interno Bruto no primeiro semestre e pela
desaceleração econômica no segundo, intimamente relacionada à elevação anterior dos juros básicos para conter as pressões inflacionárias. A manutenção
de um ambiente externo favorável fez com que o risco-país se ajustasse, trazendo consigo a taxa de câmbio, que sofreu forte apreciação no ano. A
valorização cambial também resultou do excelente desempenho das contas externas brasileiras, cujo saldo comercial atingiu quase US$ 45 bilhões. Apesar
da desaceleração do ritmo de crescimento econômico, o ano foi marcado por importante redução do nível de desemprego, aumento da massa real de
salários e forte expansão do crédito doméstico, tanto para pessoas físicas quanto jurídicas. Grandes avanços foram também observados no plano da
gestão da dívida pública.
As perspectivas para 2006 são favoráveis ao controle da inflação. Com a taxa de câmbio possivelmente menos volátil e o aumento do
investimento na economia, a inflação deverá seguir praticamente o ano todo próxima da meta, o que poderá permitir sistemática redução dos juros
básicos. A provável manutenção de bons resultados no mercado de trabalho, associada à recuperação na confiança do consumidor e queda dos juros,
fará com que a absorção doméstica seja o motor do crescimento no próximo ano. A desaceleração do crescimento e da liquidez mundial, já incorporada
ao nosso cenário, não deverá impedir um crescimento mais forte da economia brasileira, exatamente porque as variáveis domésticas deverão ser as
determinantes do PIB. O crédito, após o expressivo crescimento de 2005, deverá continuar evoluindo, porém a taxas um pouco mais modestas. Com os
juros em queda, confiança em alta e massa salarial crescendo, ainda há boas perspectivas para o crédito no próximo ano.
Pág: 44
Não se aplica à Sociedade.
Pág: 45
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
IAN - INFORMAÇÕES ANUAIS
Divulgação Externa
Data-Base - 31/12/2005
Legislação Societária
Reapresentação Espontânea
01.01 - IDENTIFICAÇÃO
1 - CÓDIGO CVM
2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL
3 - CNPJ
00090-6
BANCO BRADESCO S.A.
60.746.948/0001-12
10.01 - PRODUTOS E SERVIÇOS OFERECIDOS
1- ITEM 2 - PRINCIPAIS PRODUTOS E/OU SERVIÇOS
3 - % RECEITA LÍQUIDA
01
OPERAÇÕES DE CRÉDITO
41,50
02
OPERAÇÕES COM TÍTULOS E VALORES MOBÍLIARIOS
35,85
03
OPERAÇÕES DE CÂMBIO
04
APLICAÇÕES COMPULSÓRIAS
05
PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS
21/09/2011 13:14:19
1,90
4,52
16,23
Pág:
46
As aplicações do Banco Bradesco S.A. estão direcionadas aos vários segmentos da economia nacional, sempre de acordo com as
características de cada região e tendo como constante o atendimento especial aos pequenos e médios clientes.
Pág: 47
Rede de Atendimento Bradesco
A Rede de Atendimento da Organização Bradesco, dimensionada para oferecer padrões adequados de eficiência e qualidade, está presente em
todas as Regiões do País.
As Agências Bradesco destacam-se pela funcionalidade e conforto de seus ambientes, dispondo de amplas e modernas Salas de AutoAtendimento, que atendem em horário ampliado, com equipamentos diversificados, economizam tempo ao cliente, facilitam e agilizam as suas operações.
As Agências Bradesco Prime proporcionam aos clientes tratamento diferenciado, em ambientes exclusivos, com atendimento personalizado e assessoria
financeira completa. No middle market, o atendimento, de modo semelhante, é feito pelo Bradesco Empresas, com qualidade e especialização.
Distribuída em pontos estratégicos por todo o País, a Rede de Auto-Atendimento Bradesco Dia e Noite, que em 2005 adotou a nova marca
“Bradesco Dia&Noite”, é composta de 23.036 máquinas, 21.445 delas funcionando inclusive nos finais de semana e feriados, proporcionando acesso rápido
e prático ao diversificado leque de produtos e serviços. Além disso, os Clientes Bradesco, portadores de cartões de débito em conta corrente ou
poupança, passaram no ano a se utilizar também de 2.748 máquinas do Banco24Horas, para operações de saque, emissão de extratos e consulta de
saldo.
Lançado pioneiramente em 1996, o Bradesco Internet Banking, que em 2005 passou a contar com o Sistema de Chaves de Segurança
Bradesco – Eletrônica e Cartão, aplica tecnologia de ponta e possui mais de 6,943 milhões de usuários cadastrados, que podem acessar o site
diretamente do escritório, residência ou de onde quer que estejam. Possibilita o acesso a 351 modalidades de operações, gerando 347,866 milhões de
transações/ano.
O Bradesco Net Empresa, atendimento exclusivo para Pessoas Jurídicas, oferece ampla segurança à realização das transações bancárias,
mediante certificado digital e assinatura eletrônica. Otimiza a gestão financeira dos negócios das empresas a ele conectadas, podendo movimentar conta
corrente e poupança, efetuar pagamentos, cobranças, transferências de arquivos, entre outras, das 261 operações que proporciona. Contava, em 31 de
dezembro, com 361.569 empresas cadastradas, que geraram 246,256 milhões de transações/ano.
Em permanente expansão, o Bradesco ShopInvest, entre outras funções, possibilita a realização de investimentos nas Bolsas de Valores, com
cotações on-line, e também aplicações e resgates, simulações de cálculos, aquisição de títulos de capitalização, planos de previdência complementar e
ainda fornece informações para acompanhamento do mercado financeiro.
No Site de Empréstimos e Financiamentos – o ShopCredit, o cliente pode acessar o portfolio completo das linhas oferecidas pelo Banco. Com
informações detalhadas, os produtos encontram-se subdivididos em pessoa física e pessoa jurídica. Adicionalmente, possibilita o uso de simuladores de
cálculos para as modalidades de Crédito Pessoal, Cheque Especial, CDC, Leasing, Crédito Imobiliário, Crédito Rural, Finame, Seguro Auto e outras.
O Site Bradesco Poder Público é um portal voltado ao atendimento das expectativas dos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, nas
esferas do Governo Federal, Estadual e Municipal. Além de abranger os produtos e serviços do Banco, com soluções de pagamentos e recebimentos e
na área Recursos Humanos, oferece acesso ao Bradesco Net Empresa.
O Site Bradesco Nikkei, além de oferecer soluções de produtos e serviços para atender os brasileiros que pretendem ir para o Japão, lá
estão ou desejam retornar daquele País, também dispõe de informações econômicas e análises especializadas que facilitam a administração dos recursos.
Os clientes dos segmentos Bradesco Prime, Private, Empresas e Corporate são atendidos por meio de Sites específicos.
O Fone Fácil Bradesco oferece informações e produtos e serviços bancários pelo telefone, com comodidade, rapidez e segurança. No exercício,
alcançou a marca de 273,932 milhões de ligações e 2,813 milhões de itens comercializados, buscando transformar cada contato em oportunidade de
negócio.
A avaliação da capacidade operacional dessa imensa estrutura pode ser feita pela média diária de 11,826 milhões de transações realizadas
pelos clientes e usuários. São 2,507 milhões nos Guichês e 9,319 milhões (78,80%) através dos canais de conveniência, destacando-se o AutoAtendimento Bradesco Dia e Noite, Internet e Fone Fácil.
A Rede da Organização Bradesco, em 31 de dezembro, estava composta por 13.315 pontos de atendimento, conforme segue:
2.921
Agências no País (2.920 Bradesco e 1 Banco Finasa);
3
Agências no Exterior, sendo 1 em Nova York (Bradesco), 1 em Grand Cayman (Bradesco), e 1 em Nassau, nas Bahamas
(Boavista);
5
Subsidiárias no Exterior (Banco Bradesco Argentina S.A., em Buenos Aires; Banco Bradesco Luxembourg S.A., em Luxemburgo;
Bradesco Securities, Inc., em Nova York; Bradesco Services Co., Ltd., em Tóquio; e Cidade Capital Markets Ltd., em Grand Cayman);
5.461
Agências do Banco Postal;
2.451
Postos e Pontos de Atendimento Bancário em Empresas;
2.235
Pontos Externos da Rede de Auto-Atendimento Bradesco Dia e Noite;
239
Filiais da Finasa Promotora de Vendas, empresa com presença em 17.949 pontos de revenda de veículos e 22.490 lojas que comercializam
móveis e decoração, turismo, autopeças e programas e equipamentos de informática, material de construção, vestuário e calçados, entre
outros.
Pág: 48
Ouvidoria Bradesco
O diálogo aberto e direto com clientes e usuários sempre fez parte do posicionamento do Banco, vocação que o levou a criar, pioneiramente,
em abril de 1985, o Alô Bradesco, primeiro Canal de Comunicação do Mercado Financeiro com o público para registrar e dar tratamento adequado a
sugestões e reclamações, 5 anos antes mesmo da edição do Código de Defesa do Consumidor. Como evolução desse serviço, que vem se revelando
instrumento de grande alcance estratégico pela transparência e disposição de conciliar interesses, o Banco instituiu em 2005 a sua Área de Ouvidoria,
para centralizar e fazer a gestão das manifestações de clientes e usuários. Indo além das soluções, a Ouvidoria busca captar tendências, que permitem
à Organização antecipar procedimentos compatíveis com as transformações do mercado.
124.010
contatos registrados em 2005.
Pág: 49
Dentre os Bancos Privados atuantes no Sistema Financeiro Nacional, o Banco Bradesco S.A. ocupa 1a posição em ativo total:
RANKING
INSTITUIÇÕES
1
BRADESCO
2
ITAÚ
3
UNIBANCO
4
SANTANDER BANESPA
5
ABN AMRO
6
SAFRA
7
HSBC
8
VOTORANTIM
9
CITIBANK
10
BANKBOSTON
R$ milhões
ATIVO TOTAL
209.680
159.131
93.387
89.044
75.042
51.760
50.156
46.068
24.886
23.058
Data Base – 31/12/2005
Fonte: BACEN – CONEF – Documento 4050
Pág: 50
DESCRIÇÃO
Proprietários
Codificação
Prazo de
Utilização
BRADESCO
CARTÃO SISTEMA ELO
CARTÃO SISTEMA ELO
BRADESCO SEMPRE COM VOCÊ
ALÔ BRADESCO
TELEPOSTO BRADESCO
TELESCOLA BRADESCO
TELEDUCAÇÃO BRADESCO
TELEDOC BRADESCO
BRADESCO CAPITALIZAÇÃO A JORNADA NOS MILHÕES
CHEQUE AÇÃO BRADESCO
TELECOMPRAS BRADESCO A COMPRA INSTANTÂNEA
TELESALDO BRADESCO INSTANTÂNEO
BANCOMÓVEL BRADESCO
BANCOMÓVEL DIA E NOITE BRADESCO
BRADESCO INSTANTÂNEO NO CORAÇÃO DO BRASIL
POUPANÇA BRADESCO NO CORAÇÃO DO BRASIL
BANCO DIA E NOITE NO CORAÇÃO DO BRASIL
BRADESCO O BANCO DO ANO MM
SOS BANCO DIA E NOITE BRADESCO
SOS BANCO DIA E NOITE BRADESCO INSTANTÂNEO
CARTÃO DE CRÉDITO BRADESCO TEM GENTE QUE TEM E NÃO
SABE
BRADESCO
POUPANCINHA BRADESCO
POUPANÇA BRADESCO
POUPANCINHA BRADESCO
CLIENTE DE UM BANCO SÓ
BRADESCO AGENTRÔNICA
PONTOMATIC – BRADESCO INSTANTÂNEO
PRONTOMATIC – BRADESCO INSTANTÂNEO
PLANTÃOMATIC – BRADESCO INSTANTÂNEO
CRUZADA DA POUPANÇA BRADESCO
TERMINAL DE EXTRATOS BRADESCO INSTANTÂNEO
TERMINAL DE EXTRATOS E SAQUES BRADESCO INSTANTÂNEO
SAQUES & EXTRATOS BRADESCO INSTANTÂNEO
BRADESCO VIP
BRADESCO ESSE É O BANCO
TELEXJORNAL BRADESCO
TELEXJORNAL BRADESCO
BANCO AUTOMÁTICO BRADESCO INSTANTÂNEO DIA E NOITE
CARTÃO DE CRÉDITO BRADESCO O CARTÃO DE CONFIANÇA
TUDO AZUL COM CARTÃO DE CRÉDITO BRADESCO
COBRANÇA AUTOMATIZADA BRADESCO
BRADESCO
TELESAQUE BRADESCO
TELESAQUE BRADESCO INSTANTÂNEO
BRADESCO O BANCO MÚLTIPLO
BRADESCO BANCO BRASILEIRO DE DESCONTOS S.A.
BRADESCO BANCO BRASILEIRO DE DESCONTOS S.A.
BANCO BRASILEIRO DE DESCONTOS
BANCO BRASILEIRO DE DESCONTOS S.A.
BBD BANCO BRASILEIRO DE DESCONTOS S.A.
BRADESCO DIA E NOITE
MULTIPLANO BRADESCO PREVIDÊNCIA PRIVADA
BRADESCO BUSINESS CARD
BRADESCO WORLD CARD
BANCO NO LAR
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
10/06/2010
26/05/2007
26/05/2007
19/08/2006
26/08/2006
18/11/2006
18/11/2006
18/11/2006
18/11/2006
23/12/2006
23/12/2006
24/03/2007
25/08/2007
06/10/2007
06/10/2007
17/11/2007
17/11/2007
12/09/2009
27/10/2007
17/11/2007
24/11/2007
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
08/12/2007
08/12/2007
09/10/2010
08/12/2007
16/04/2011
01/03/2008
10/05/2008
12/07/2008
12/07/2008
12/07/2008
09/08/2008
29/11/2008
29/11/2008
29/11/2008
04/10/2008
06/09/2008
13/09/2008
13/09/2008
15/11/2008
01/08/2009
10/04/2010
12/03/2011
06/02/2010
03/04/2010
03/04/2010
09/10/2010
29/01/2011
29/01/2011
29/01/2011
29/01/2011
29/01/2011
08/10/2011
06/10/2012
01/10/2006
22/09/2012
10/11/2012
Pág: 51
BANCO EM CASA
MULTIFONE
MICROBANCO
POCKETBANK
PAB AUTOMÁTICO BRADESCO
CHEQUE EXPRESSO BRADESCO
I.R.A. BRADESCO INDIVIDUAL RETIREMENT ACCOUNT
FAF FÁCIL BRADESCO
WORLD CARD GOLD BRADESCO
WORLD CARD SILVER BRADESCO
WORLD CARD PREMIUM BRADESCO
WORLD ASSISTANCE
BRADESCO 50 ANOS CONFIANDO NO BRASIL
WORLD SERVICE
WORLD CARD – GOLD WELCOME TO THE TOP
WORLD CARD – GOLD THE TOP OF THE WORLD
BBI
SANA BRADESCO
SANA-SISTEMA AUTOMÁTICO DE NEGOCIAÇÃO DE AÇÕES
BANESCO
BANESCO
BANESCO
WORLD CARD NEWS
MASTERCOM
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
10/11/2012
30/06/2012
30/06/2012
30/06/2012
17/11/2012
11/05/2013
09/11/2009
22/04/2007
02/07/2006
02/07/2006
06/10/2008
04/11/2007
26/11/2006
06/10/2008
02/07/2006
02/07/2006
02/09/2007
15/10/2006
15/10/2006
03/03/2008
03/03/2008
03/03/2008
23/09/2007
28/10/2007
Pág: 52
DRIVE BANK BRADESCO
AUTO AGÊNCIA BRADESCO
BANCO EXPRESSO BRADESCO
BANCO – FÁCIL BRADESCO
BANCO FÁCIL BRADESCO
BANCOFÁCIL BRADESCO
INVEST – FÁCIL BRADESCO
INVEST FÁCIL BRADESCO
INVESTFÁCIL BRADESCO
FÁCIL – CAP BRADESCO
FÁCIL CAP BRADESCO
FÁCILCAP BRADESCO
SUPER CAP BRADESCO
MEGA CAP BRADESCO
BRADESCO INTERNET BANKING
TIC BRADESCO
BRADESCO NET INTERNET BANKING
BRADESCO
MOEDA ELETRÔNICA BRADESCO
SAQUE FÁCIL BRADESCO
POUP CARD BRADESCO
POUP CARD BRADESCO
CRÉDITO FÁCIL BRADESCO
BRADESCO
CONTA FÁCIL BRADESCO
BDN-BRADESCO DIA E NOITE
BDN
CARTÃO ELO
AUTO-ATENDIMENTO BRADESCO DIA E NOITE
INVEST FÁCIL CAP BRADESCO
INVEST FÁCIL CAP BRADESCO
INVEST FÁCIL
POUPCARD BRADESCO
POUPCARD BRADESCO
POUPCARD BRADESCO
BDN
BRADESCO
TELECOMPRAS BRADESCO
GOLDEN PROFITABILITY
FAPI BRADESCO
FAPI FÁCIL BRADESCO
FUNDO PRINCIPAL PROTEGIDO BRADESCO
CARTÃO CONFIANÇA D'D'AVO
CONFIANÇA CARD D'D'AVÓ
RELACIONAMENTO CONSOLIDADO BRADESCO
PREMIUM CAR
BRADESCO NET – BUSINESS TO BUSINESS
TRADESCO
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
06/01/2008
22/12/2008
30/12/2007
11/08/2008
14/07/2008
14/07/2008
14/07/2008
14/07/2008
14/07/2008
14/07/2008
14/07/2008
14/07/2008
15/09/2008
25/08/2008
22/12/2008
29/12/2008
12/01/2009
23/02/2009
09/03/2009
30/07/2012
09/03/2009
09/03/2009
27/04/2009
03/08/2009
27/04/2009
27/04/2009
27/04/2009
20/04/2009
06/07/2009
06/07/2009
06/07/2009
16/03/2014
04/04/2016
07/11/2010
28/02/2011
03/08/2009
03/08/2009
05/10/2009
13/10/2009
28/09/2009
28/09/2009
28/09/2009
19/09/2010
19/09/2010
21/09/2009
27/06/2010
26/10/2009
29/04/2013
Pág: 53
CARTEIRA ELETRÔNICA BRADESCO
COMÉRCIO ELETRÔNICO BRADESCO
BRADESCO NET – SHOPPING
BRADESCO NET – INTERNET SHOPPING
POUPCARD FÁCIL
SCHOOLCARD
TELECOMPRAS
TARIFA FÁCIL BRADESCO
EXTRATO CONSOLIDADO FÁCIL BRADESCO
EXTRATO UNIFICADO FÁCIL BRADESCO
SHOPPINGINVEST
FUNDOS BRADESCO GOLDEN PROFIT
BRADESCO NET SHOPPING ELETRÔNICO
BRADESCO WIN-WIN ACCOUNT
BRADESCO LOYALTY CUSTOMER PROGRAM
BRADESCO FIDELITY CHECKING ACCOUNT
CONTA DE AFINIDADE BRADESCO
BOLÃO BRADESCO
BRADESCO BUSINESS SOLUTION
INGRESSO FÁCIL BRADESCO
COBRANÇA BRADESCO ON-LINE
BRADESCO WEB CARD
PAG-FOR BRADESCO
WEB FONE BRADESCO
FUNDO VERSÁTIL BRADESCO
CHEQUE EMPRESARIAL BRADESCO
INGRESSO FÁCIL
TREINET-TREINAMENTO VIA INTERNET
INFOEMAIL
INFOCELULAR
BRADESCO NET CELULAR
BRADESCO NET WIRELESS
BRADESPAR
CONTA VP BRADESCO
BRADESCO ( ANTILHAS HOLANDESAS )
BRADESCO ( ARGENTINA )
BRADESCO ( ARGENTINA )
BRADESCO ( ARGENTINA )
BRADESCO ( ARGENTINA )
BRADESCO ( ARGENTINA )
WORLD CARD BRADESCO ( ARGENTINA )
BRADESCO ( ARGENTINA )
BRADESCO ALWAYS AHEAD ( ARGENTINA )
BRADESCO ALWAYS FIRST ( ARGENTINA )
OSCARD ( ARGENTINA)
BRADESCO (ESTILIZADA) ( ARUBA )
BRADESCO ( ARUBA )
BRADESCO ALWAYS AHEAD ( ARUBA )
BRADESCO ALWAYS FIRST ( ARUBA )
BRADESCO SIEMPRE ADELANTE ( ARUBA )
BRADESCO SIEMPRE AL FRENTE ( ARUBA )
WORLD CARD BRADESCO ( BARBADOS )
BRADESCO (ESTILIZADA) ( BARBADOS )
BRADESCO ( BARBADOS )
WORLD CARD BRADESCO ( BOLIVIA )
BRADESCO ( BOLIVIA )
BRADESCO ALWAYS AHEAD ( BOLIVIA )
BRADESCO ALWAYS FIRST ( BOLIVIA )
BRADESCO SIEMPRE ADELANTE ( BOLIVIA )
BRADESCO SIEMPRE AL FRENTE ( BOLIVIA )
WORD CARD BRADESCO ( BAHAMAS )
BRADESCO (ESTILIZADA) ( CHILE )
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
26/10/2009
26/10/2009
07/12/2009
07/12/2009
24/10/2010
07/12/2009
21/11/2010
21/12/2009
29/11/2015
29/11/2015
17/04/2011
16/12/2015
13/03/2011
26/02/2012
05/06/2011
05/06/2011
24/04/2011
28/08/2011
16/04/2012
28/05/2012
12/11/2012
17/06/2013
08/04/2013
03/01/2016
03/01/2016
28/10/2013
27/03/2011
25/10/2015
16/11/2015
25/10/2015
25/10/2015
25/10/2015
25/10/2015
28/03/2016
05/03/2012
25/07/2007
25/07/2007
22/01/2009
24/07/2007
25/07/2007
30/10/2007
21/05/2008
05/11/2009
05/11/2009
31/03/2014
03/02/2007
03/02/2007
10/08/2008
10/08/2008
10/08/2008
10/08/2008
16/03/2009
23/02/2010
15/07/2008
04/03/2007
25/02/2009
07/04/2010
07/04/2010
07/04/2010
07/04/2010
08/10/2006
11/08/2007
Pág: 54
BRADESCO ( CHILE )
BRADESCO CL ( CHILE )
BRADESCO ( ESTILIZADA ) ( COLOMBIA )
BRADESCO ( COLÔMBIA )
BRADESCO (ESTILIZADA) ( COSTA RICA )
BRADESCO (COSTA RICA)
BRADESCO ALWAYS AHEAD ( COSTA RICA )
BRADESCO SIEMPRE ADELANTE ( COSTA RICA )
BRADESCO (CUBA)
BRADESCO (ESTILIZADA) ( CUBA )
WORLD CARD BRADESCO ( REPUBLICA DOMINICANA )
BRADESCO (ESTILIZADA) ( REPUBLICA DOMINICANA )
BRADESCO ( REPUBLICA DOMINICANA )
BRADESCO (ESTILIZADA) ( EQUADOR )
BRADESCO ( EQUADOR )
BRADESCO ALWAYS AHEAD ( EQUADOR )
BRADESCO ALWAYS FIRST ( EQUADOR )
BRADESCO SIEMPRE ADELANTE ( EQUADOR )
BRADESCO SIEMPRE AL FRENTE ( EQUADOR )
BRADESCO (ESTILIZADA) ( MARCA COMUNITÁRIA EUROPEIA )
BRADESCO ( MARCA COMUNITÁRIA EUROPEIA )
WORD CARD BRADESCO ( REINO UNIDO )
BRADESCO (ESTILIZADA) ( GUATEMALA )
BRADESCO (GUATEMALA)
BRADESCO SIEMPRE AL FRENTE ( GUATEMALA )
BRADESCO (ESTILIZADA) ( HONDURAS )
BRADESCO (HONDURAS)
BRADESCO ALWAYS AHEAD ( HONDURAS )
BRADESCO ALWAYS FIRST ( HONDURAS )
BRADESCO SIEMPRE ADELANTE ( HONDURAS )
BRADESCO SIEMPRE AL FRENTE ( HONDURAS )
BRADESCO (ESTILIZADA) ( MÉXICO )
BRADESCO ( MÉXICO )
BRADESCO SIEMPRE ADELANTE ( MÉXICO )
BRADESCO SIEMPRE AL FRENTE ( MÉXICO )
BRADESCO ALWAYS FIRST (MÉXICO )
BRADESCO ALWAYS AHEAD ( MÉXICO )
BRADESCO (ESTILIZADA) ( NICARAGUA )
BRADESCO ( NICARAGUA )
BRADESCO ALWAYS AHEAD ( NICARAGUA )
BRADESCO ALWAYS FIRST ( NICARAGUA )
BRADESCO SIEMPRE ADELANTE ( NICARAGUA )
BRADESCO SIEMPRE AL FRENTE ( NICARAGUA )
BRADESCO (ESTILIZADA) ( PANAMA )
BRADESCO ( PANAMA )
BRADESCO ALWAYS AHEAD ( PANAMA )
BRADESCO ALWAYS FIRST ( PANAMA )
BRADESCO SIEMPRE AL FRENTE ( PANAMA )
BRADESCO SIEMPRE ADELANTE ( PANAMA )
WORD CARD BRADESCO ( PERU )
BRADESCO (ESTILIZADA) ( PERU )
BRADESCO ( PERU )
BRADESCO ( PERU )
BRADESCO ALWAYS AHEAD ( PERU )
BRADESCO ALWAYS FIRST ( PERU )
BRADESCO SIEMPRE ADELANTE ( PERU )
BRADESCO SIEMPRE AL FRENTE ( PERU )
BRADESCO ( PORTO RICO )
BRADESCO (ESTILIZADA) ( PORTO RICO )
BRADESCO (ESTILIZADA) ( PARAGUAI )
BRADESCO ( PARAGUAI )
BRADESCO ALWAYS AHEAD ( PARAGUAI )
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
11/08/2007
24/11/2006
30/05/2007
04/11/2009
25/06/2007
18/09/2007
30/06/2010
23/03/2010
11/02/2007
25/06/2007
15/01/2013
15/02/2017
15/02/2007
07/04/2008
13/04/2008
12/02/2011
12/02/2011
12/02/2011
12/02/2011
18/12/2006
27/01/2007
17/03/2010
09/03/2008
31/01/2009
15/10/2011
17/11/2008
17/11/2008
14/06/2009
14/06/2009
14/06/2009
14/06/2009
13/02/2007
13/02/2007
27/09/2009
27/09/2009
27/09/2009
27/09/2009
26/08/2007
01/09/2007
05/07/2009
05/07/2009
05/07/2009
04/07/2009
01/04/2007
01/04/2007
28/08/2008
28/08/2008
28/08/2008
28/08/2008
05/02/2013
28/02/2007
22/04/2007
07/07/2007
30/10/2008
31/12/2008
04/11/2008
30/10/2008
05/05/2007
05/05/2007
15/07/2013
12/12/2012
25/05/2010
Pág: 55
BRADESCO ALWAYS FIRST ( PARAGUAI )
BRADESCO SIEMPRE ADELANTE ( PARAGUAI )
BRADESCO SIEMPRE AL FRENTE ( PARAGUAI )
WORLD CARD BRADESCO ( EL SALVADOR )
BRADESCO (ESTILIZADA) ( EL SALVADOR )
BRADESCO (EL SALVADOR)
BRADESCO ALWAYS AHEAD ( EL SALVADOR )
BRADESCO ALWAYS FIRST ( EL SALVADOR )
BRADESCO SIEMPRE ADELANTE ( EL SALVADOR )
BRADESCO SIEMPRE AL FRENTE ( EL SALVADOR )
WORLD CARD BRADESCO ( TRINIDAD E TOBAGO )
BRADESCO (ESTILIZADA) ( TRINIDAD E TOBAGO )
BRADESCO ( TRINIDAD E TOBAGO )
BRADESCO ALWAYS AHEAD ( TRINIDAD E TOBAGO )
BRADESCO ALWAYS FIRST ( TRINIDAD E TOBAGO )
BRADESCO SIEMPRE ADELANTE ( TRINIDAD E TOBAGO )
BRADESCO SIEMPRE AL FRENTE ( TRINIDAD E TOBAGO )
BRADESCO (USA)
BRADESCO (ESTILIZADA) ( URUGUAI )
BRADESCO ( URUGUAI )
BRADESCO ALWAYS AHEAD ( URUGUAI )
BRADESCO ALWAYS FIRST ( URUGUAI )
BRADESCO SIEMPRE ADELANTE ( URUGUAI )
BRADESCO SIEMPRE AL FRENTE ( URUGUAI )
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
16/08/2009
28/12/2009
16/08/2009
22/04/2007
19/01/2008
05/01/2008
13/07/2010
29/06/2010
12/06/2010
12/06/2010
30/09/2006
27/02/2007
23/04/2007
05/08/2008
05/08/2008
05/08/2008
05/08/2008
04/05/2009
18/09/2007
08/10/2007
01/06/2009
01/06/2009
01/06/2009
01/06/2009
Pág: 56
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
IAN - INFORMAÇÕES ANUAIS
Divulgação Externa
Legislação Societária
Data-Base - 31/12/2005
Reapresentação Espontânea
01.01 - IDENTIFICAÇÃO
1 - CÓDIGO CVM
2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL
3 - CNPJ
00090-6
BANCO BRADESCO S.A.
60.746.948/0001-12
13.01 - PROPRIEDADES RELEVANTES
1- ITEM 2 - TIPO DE PROPRIEDADE
4 - MUNICÍPIO
3 - ENDEREÇO
5 - UF
6 - ÁREA TOTAL
7 - ÁREA CONSTRUÍDA
8 - IDADE
(MIL M²)
(MIL M²)
(ANOS)
9 - SEGURO 10 - HIPOTECA 11 - ALUGADA DE TERCEIROS
12 - DATA DO CONTRATO
13 - TÉRMINO LOCAÇÃO
SIM
21/10/2005
20/10/2008
SIM
01/03/1987
31/12/2007
SIM
10/06/2002
31/12/2007
SIM
01/10/1990
31/12/2007
28/11/2002
28/11/2022
14 - OBSERVAÇÃO
01
CENTRO ADMINISTRATIVO - CIDADE DE DEUS
OSASCO
02
SP
186,616
43,583
0
AM
8,232
6,497
0
SC
7,264
2,842
0
SP
7,084
7,219
0
BA
6,664
4,974
0
21/09/2011 13:14:26
NÃO
NÃO
NÃO
R. SILVA RAMOS, 368 x FERREIRA PENA
NÃO
NÃO
R. FULVIO ADUCCI, 775
NÃO
NÃO
AV. MUTINGA, 4.105
AGÊNCIA
SALVADOR
NÃO
AVENIDA ALPHAVILLE, 1.500
EDIFÍCIO MUTINGA I - ADM
PIRITUBA
06
0
AGÊNCIA
ESTREITO
05
165,900
CENTRO ADMINISTRATIVO
MANAUS
04
CIDADE DE DEUS, S/Nº
339,239
CENTRO ADMINISTRATIVO - ALPHAVILLE
BARUERI
03
SP
NÃO
NÃO
NÃO
AV. ANTONIO CARLOS MAGALHÃES, 3.752
NÃO
NÃO
SIM
Pág:
57
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
IAN - INFORMAÇÕES ANUAIS
Divulgação Externa
Legislação Societária
Data-Base - 31/12/2005
Reapresentação Espontânea
01.01 - IDENTIFICAÇÃO
1 - CÓDIGO CVM
2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL
3 - CNPJ
00090-6
BANCO BRADESCO S.A.
60.746.948/0001-12
13.01 - PROPRIEDADES RELEVANTES
1- ITEM 2 - TIPO DE PROPRIEDADE
4 - MUNICÍPIO
3 - ENDEREÇO
5 - UF
6 - ÁREA TOTAL
7 - ÁREA CONSTRUÍDA
8 - IDADE
(MIL M²)
(MIL M²)
(ANOS)
9 - SEGURO 10 - HIPOTECA 11 - ALUGADA DE TERCEIROS
12 - DATA DO CONTRATO
13 - TÉRMINO LOCAÇÃO
SIM
21/10/2005
20/10/2008
SIM
01/10/1990
31/12/2007
SIM
15/09/2001
31/12/2007
01/10/1990
31/12/2007
21/10/2005
20/10/2008
14 - OBSERVAÇÃO
07
AGÊNCIA
N.S. DOS NAVEGANTES
08
SP
6,300
9,711
0
BA
6,105
1,200
0
SP
5,970
1,309
0
RJ
5,874
1,611
0
SP
5,715
3,106
0
21/09/2011 13:14:26
NÃO
NÃO
NÃO
R. BARÃO DE COTEGIPE, 86-A
NÃO
NÃO
AV. JOSÉ MARIA FERNANDES, 50
NÃO
NÃO
SIM
AV. NELSON CARDOSO, 1.114
AGÊNCIA
SÃO PAULO
NÃO
R. DOMINGOS DE MORAIS, 716
AGÊNCIA
JACAREPAGUA
12
0
AGÊNCIA
SÃO PAULO
11
5,186
AGÊNCIA
SALVADOR
10
6,488
AGÊNCIA
SÃO PAULO
09
AV. FARRAPOS, 3.852
RS
NÃO
NÃO
NÃO
AV. N. S. DO SABARÁ, 2.534
NÃO
NÃO
SIM
Pág:
58
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
IAN - INFORMAÇÕES ANUAIS
Divulgação Externa
Legislação Societária
Data-Base - 31/12/2005
Reapresentação Espontânea
01.01 - IDENTIFICAÇÃO
1 - CÓDIGO CVM
2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL
3 - CNPJ
00090-6
BANCO BRADESCO S.A.
60.746.948/0001-12
13.01 - PROPRIEDADES RELEVANTES
1- ITEM 2 - TIPO DE PROPRIEDADE
4 - MUNICÍPIO
3 - ENDEREÇO
5 - UF
6 - ÁREA TOTAL
7 - ÁREA CONSTRUÍDA
8 - IDADE
(MIL M²)
(MIL M²)
(ANOS)
9 - SEGURO 10 - HIPOTECA 11 - ALUGADA DE TERCEIROS
12 - DATA DO CONTRATO
13 - TÉRMINO LOCAÇÃO
01/10/1990
31/12/2007
15/09/2001
31/12/2007
SIM
21/10/2005
20/10/2008
SIM
01/10/1990
31/12/2007
14 - OBSERVAÇÃO
13
AGÊNCIA
SÃO PAULO
14
BA
5,589
0,299
0
SP
5,378
5,202
0
RJ
5,263
35,381
0
SP
5,179
6,760
0
SP
4,757
2,701
0
21/09/2011 13:14:26
NÃO
SIM
NÃO
NÃO
SIM
R. BERNARDINO DE CAMPOS, 241
NÃO
NÃO
NÃO
R. BARÃO DE ITAPAGIPE, 225 - BL. A,B,C
NÃO
NÃO
NÃO
R. BERNARDINO DE CAMPOS, 3.238
AGÊNCIA
OSASCO
NÃO
AV. ANTONIO CARLOS MAGALHÃES, 2.527
AGÊNCIA
SÃO JOSÉ RIO PRETO
18
0
AGÊNCIA
RIO DE JANEIRO
17
2,353
AGÊNCIA
SANTO ANDRÉ
16
5,710
AGÊNCIA
SALVADOR
15
AV. PROF. ALFONSO BOVERO, 1.333
SP
NÃO
NÃO
R. ANTONIO AGÚ, 750
NÃO
NÃO
Pág:
59
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
IAN - INFORMAÇÕES ANUAIS
Divulgação Externa
Legislação Societária
Data-Base - 31/12/2005
Reapresentação Espontânea
01.01 - IDENTIFICAÇÃO
1 - CÓDIGO CVM
2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL
3 - CNPJ
00090-6
BANCO BRADESCO S.A.
60.746.948/0001-12
13.01 - PROPRIEDADES RELEVANTES
1- ITEM 2 - TIPO DE PROPRIEDADE
4 - MUNICÍPIO
3 - ENDEREÇO
5 - UF
6 - ÁREA TOTAL
7 - ÁREA CONSTRUÍDA
8 - IDADE
(MIL M²)
(MIL M²)
(ANOS)
9 - SEGURO 10 - HIPOTECA 11 - ALUGADA DE TERCEIROS
12 - DATA DO CONTRATO
13 - TÉRMINO LOCAÇÃO
SIM
19/08/2003
19/08/2023
SIM
01/10/1990
31/12/2007
SIM
21/10/2005
20/10/2008
SIM
01/10/1990
31/12/2007
01/10/1990
31/12/2007
14 - OBSERVAÇÃO
19
AGÊNCIA
SÃO PAULO
20
PR
4,667
4,594
0
MA
4,551
1,104
0
CE
4,487
2,218
0
SP
4,295
21,929
0
SP
4,293
2,175
0
21/09/2011 13:14:26
NÃO
NÃO
NÃO
AV. JOÃO PESSOA, 200
NÃO
NÃO
AV. SANTOS DUMONT, 2.834
NÃO
NÃO
LG. S. CEC. 17,39,47/R. SEB. PEREIRA 245
AGÊNCIA
SAO PAULO
NÃO
AV. GETÚLIO VARGAS, 115
AGÊNCIA
SANTA CECÍLIA
24
0
AGÊNCIA
ALDEOTA
23
2,033
AGÊNCIA
SÃO LUIZ
22
4,690
AGÊNCIA
MARINGÁ
21
R. MARIA AMÁLIA LOPES DE AZEVEDO, 709
SP
NÃO
NÃO
NÃO
AV. SANTO AMARO, 4.584 x AV. MORUMBI
NÃO
NÃO
SIM
Pág:
60
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
IAN - INFORMAÇÕES ANUAIS
Divulgação Externa
Legislação Societária
Data-Base - 31/12/2005
Reapresentação Espontânea
01.01 - IDENTIFICAÇÃO
1 - CÓDIGO CVM
2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL
3 - CNPJ
00090-6
BANCO BRADESCO S.A.
60.746.948/0001-12
13.01 - PROPRIEDADES RELEVANTES
1- ITEM 2 - TIPO DE PROPRIEDADE
4 - MUNICÍPIO
3 - ENDEREÇO
5 - UF
6 - ÁREA TOTAL
7 - ÁREA CONSTRUÍDA
8 - IDADE
(MIL M²)
(MIL M²)
(ANOS)
9 - SEGURO 10 - HIPOTECA 11 - ALUGADA DE TERCEIROS
12 - DATA DO CONTRATO
13 - TÉRMINO LOCAÇÃO
01/10/1990
31/12/2007
SIM
19/08/2003
19/08/2023
SIM
16/12/2003
16/12/2023
SIM
01/10/1990
31/12/2007
SIM
21/10/2005
20/10/2008
14 - OBSERVAÇÃO
25
AGÊNCIA
BELENZINHO
26
SP
4,167
2,421
0
SP
4,159
1,543
0
SP
4,085
1,416
0
SP
4,079
5,012
0
RJ
4,054
3,304
0
21/09/2011 13:14:26
NÃO
SIM
NÃO
NÃO
NÃO
AV. ENG. ARMANDO DE ARRUDA PEREIRA, 657
NÃO
NÃO
AV. DE PINEDO, 342
NÃO
NÃO
R. EZEQUIEL RAMOS, 3-33
AGÊNCIA
BARRA DA TIJUCA
NÃO
AV. ADOLFO PINHEIRO, 91/97
AGÊNCIA
BAURU
30
0
AGÊNCIA
SÃO PAULO
29
2,745
AGÊNCIA
SÃO PAULO
28
4,180
AGENCIA
SANTO AMARO
27
LARGO SÃO JOSÉ DO BELÉM, 161
SP
NÃO
NÃO
AV. MINISTRO IVAN LINS, 300
NÃO
NÃO
Pág:
61
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
IAN - INFORMAÇÕES ANUAIS
Divulgação Externa
Legislação Societária
Data-Base - 31/12/2005
Reapresentação Espontânea
01.01 - IDENTIFICAÇÃO
1 - CÓDIGO CVM
2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL
3 - CNPJ
00090-6
BANCO BRADESCO S.A.
60.746.948/0001-12
13.01 - PROPRIEDADES RELEVANTES
1- ITEM 2 - TIPO DE PROPRIEDADE
4 - MUNICÍPIO
3 - ENDEREÇO
5 - UF
6 - ÁREA TOTAL
7 - ÁREA CONSTRUÍDA
8 - IDADE
(MIL M²)
(MIL M²)
(ANOS)
9 - SEGURO 10 - HIPOTECA 11 - ALUGADA DE TERCEIROS
12 - DATA DO CONTRATO
13 - TÉRMINO LOCAÇÃO
SIM
01/10/1990
31/12/2007
SIM
01/10/1990
31/12/2007
21/10/2005
20/10/2008
05/08/2002
05/08/2022
14 - OBSERVAÇÃO
31
AGÊNCIA
SÃO PAULO
32
SP
3,988
1,764
0
SP
3,983
1,619
0
SP
3,964
1,189
0
SP
3,948
19,891
0
SP
3,932
2,091
0
21/09/2011 13:14:26
NÃO
NÃO
NÃO
R. CLÉLIA, 1.030 E R. FAUSTOLO, 715
NÃO
NÃO
SIM
AV. SENADOR TEOTÔNIO VILELA, 1.174
NÃO
NÃO
SIM
AV. MORAES SALES, 668
AGÊNCIA
FRANCA
NÃO
R. CAPITÃO GABRIEL, 129
AGÊNCIA
CAMPINAS
36
0
AGÊNCIA
SÃO PAULO
35
3,119
AGÊNCIA
SÃO PAULO
34
4,041
AGÊNCIA
GUARULHOS
33
AV. MARQUÊS DE SÃO VICENTE, 77
SP
NÃO
NÃO
NÃO
R. MONSENHOR ROSA, 1.685
NÃO
NÃO
NÃO
Pág:
62
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
IAN - INFORMAÇÕES ANUAIS
Divulgação Externa
Legislação Societária
Data-Base - 31/12/2005
Reapresentação Espontânea
01.01 - IDENTIFICAÇÃO
1 - CÓDIGO CVM
2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL
3 - CNPJ
00090-6
BANCO BRADESCO S.A.
60.746.948/0001-12
13.01 - PROPRIEDADES RELEVANTES
1- ITEM 2 - TIPO DE PROPRIEDADE
4 - MUNICÍPIO
3 - ENDEREÇO
5 - UF
6 - ÁREA TOTAL
7 - ÁREA CONSTRUÍDA
8 - IDADE
(MIL M²)
(MIL M²)
(ANOS)
9 - SEGURO 10 - HIPOTECA 11 - ALUGADA DE TERCEIROS
12 - DATA DO CONTRATO
13 - TÉRMINO LOCAÇÃO
SIM
22/10/2002
22/10/2022
SIM
01/10/1990
31/12/2007
SIM
25/11/2002
25/11/2022
22/10/2002
22/10/2022
SIM
22/10/2002
22/10/2022
SIM
21/08/2003
21/08/2023
14 - OBSERVAÇÃO
37
AGÊNCIA
GOIÁS
38
SP
3,902
2,933
0
SP
3,850
1,608
0
SP
3,796
1,572
0
SP
3,791
1,671
0
AM
3,761
0,569
0
21/09/2011 13:14:26
NÃO
NÃO
NÃO
AL. RIO NEGRO, 920
NÃO
NÃO
AV. DR. G VIDIGAL, 1.833 E R. HELIÓPOLIS
NÃO
NÃO
SIM
R. DR. CÉSAR CASTIGLIONI JÚNIOR, 186
AGÊNCIA
MANAUS
NÃO
AV. PAES DE BARROS, 278
AGÊNCIA
SÃO PAULO
42
0
AGÊNCIA
SÃO PAULO
41
0,540
AGÊNCIA
BARUERI
40
3,908
AGÊNCIA
SÃO PAULO
39
AV. PARANAIBA, 1.082
GO
NÃO
NÃO
AV. LEOPOLDO PEREZ, 922
NÃO
NÃO
Pág:
63
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
IAN - INFORMAÇÕES ANUAIS
Divulgação Externa
Legislação Societária
Data-Base - 31/12/2005
Reapresentação Espontânea
01.01 - IDENTIFICAÇÃO
1 - CÓDIGO CVM
2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL
3 - CNPJ
00090-6
BANCO BRADESCO S.A.
60.746.948/0001-12
13.01 - PROPRIEDADES RELEVANTES
1- ITEM 2 - TIPO DE PROPRIEDADE
4 - MUNICÍPIO
3 - ENDEREÇO
5 - UF
6 - ÁREA TOTAL
7 - ÁREA CONSTRUÍDA
8 - IDADE
(MIL M²)
(MIL M²)
(ANOS)
9 - SEGURO 10 - HIPOTECA 11 - ALUGADA DE TERCEIROS
12 - DATA DO CONTRATO
13 - TÉRMINO LOCAÇÃO
SIM
21/10/2005
20/10/2008
SIM
21/10/2005
20/10/2008
SIM
28/11/2002
28/11/2022
SIM
25/11/2002
25/11/2022
01/10/1990
31/12/2007
14 - OBSERVAÇÃO
43
AGÊNCIA
SÃO BERNARDO CAMPO
44
SP
3,694
3,135
0
SP
3,680
9,559
0
BA
3,588
3,251
0
SP
3,565
6,930
0
MG
3,550
1,377
0
21/09/2011 13:14:26
NÃO
NÃO
NÃO
R. DOMINGOS SÉRGIO DOS ANJOS, 277
NÃO
NÃO
NÃO
AV. LEOVIGILDO FILGUEIRAS, 227
NÃO
NÃO
R. DUQUE DE CAXIAS, 675
AGÊNCIA
CONTAGEM
NÃO
R. FLORIANO PEIXOTO, 89/93
AGÊNCIA
RIBEIRÃO PRETO
48
0
AGÊNCIA
SALVADOR
47
4,285
EDIFÍCIO MUTINGA III - ADM
PIRITUBA
46
3,736
AGÊNCIA
SANTOS
45
R. MARECHAL DEODORO, 1.322
SP
NÃO
NÃO
AV. CARDEAL EUGÊNIO PACELLI, 139
NÃO
NÃO
SIM
Pág:
64
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
IAN - INFORMAÇÕES ANUAIS
Divulgação Externa
Legislação Societária
Data-Base - 31/12/2005
Reapresentação Espontânea
01.01 - IDENTIFICAÇÃO
1 - CÓDIGO CVM
2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL
3 - CNPJ
00090-6
BANCO BRADESCO S.A.
60.746.948/0001-12
13.01 - PROPRIEDADES RELEVANTES
1- ITEM 2 - TIPO DE PROPRIEDADE
4 - MUNICÍPIO
3 - ENDEREÇO
5 - UF
6 - ÁREA TOTAL
7 - ÁREA CONSTRUÍDA
8 - IDADE
(MIL M²)
(MIL M²)
(ANOS)
9 - SEGURO 10 - HIPOTECA 11 - ALUGADA DE TERCEIROS
12 - DATA DO CONTRATO
13 - TÉRMINO LOCAÇÃO
SIM
05/08/2002
05/08/2022
SIM
16/12/2003
16/12/2023
SIM
23/09/2002
23/09/2022
SIM
21/10/2005
20/10/2008
SIM
05/08/2002
05/08/2022
SIM
23/09/2002
23/09/2022
14 - OBSERVAÇÃO
49
AGÊNCIA
SÃO PAULO
50
SP
3,493
1,547
0
SP
3,490
1,043
0
SP
3,489
1,210
0
SP
3,442
1,686
0
SP
3,400
1,970
0
21/09/2011 13:14:26
NÃO
NÃO
NÃO
VIA ANCHIETA, 900
NÃO
NÃO
AV. ANTONIO PIRANGA, 171
NÃO
NÃO
AV. SANTO AMARO, 919
AGÊNCIA
SÃO PAULO
NÃO
R. CONSELHEIRO RIBAS, 345
AGÊNCIA
SÃO PAULO
54
0
AGÊNCIA
DIADEMA
53
1,756
AGÊNCIA
SÃO PAULO
52
3,510
AGÊNCIA
SÃO PAULO
51
R. SILVA BUENO, 487
SP
NÃO
NÃO
R. SILVA BUENO, 1.272
NÃO
NÃO
Pág:
65
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
IAN - INFORMAÇÕES ANUAIS
Divulgação Externa
Legislação Societária
Data-Base - 31/12/2005
Reapresentação Espontânea
01.01 - IDENTIFICAÇÃO
1 - CÓDIGO CVM
2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL
3 - CNPJ
00090-6
BANCO BRADESCO S.A.
60.746.948/0001-12
13.01 - PROPRIEDADES RELEVANTES
1- ITEM 2 - TIPO DE PROPRIEDADE
4 - MUNICÍPIO
3 - ENDEREÇO
5 - UF
6 - ÁREA TOTAL
7 - ÁREA CONSTRUÍDA
8 - IDADE
(MIL M²)
(MIL M²)
(ANOS)
9 - SEGURO 10 - HIPOTECA 11 - ALUGADA DE TERCEIROS
12 - DATA DO CONTRATO
13 - TÉRMINO LOCAÇÃO
SIM
21/10/2005
20/10/2008
SIM
01/10/1990
31/12/2007
22/09/2003
31/12/2007
SIM
01/10/1990
31/12/2007
SIM
01/10/1990
31/12/2007
SIM
15/12/2003
15/12/2023
14 - OBSERVAÇÃO
55
AGÊNCIA
GOIÁS
56
SC
3,382
1,025
0
BA
3,332
0,974
0
PR
3,320
4,768
0
SP
3,302
4,094
0
PR
3,277
1,472
0
21/09/2011 13:14:26
NÃO
NÃO
NÃO
R. ÁLVARO GOMES DE CASTRO, 385
NÃO
NÃO
SIM
PÇA. BARÃO DE GUARAUNA, 131
NÃO
NÃO
AV. DR. RUDGE RAMOS, 155
AGÊNCIA
CURITIBA
NÃO
AV. BRASIL, 1.800
AGÊNCIA
SÃO BERNARDO CAMPO
60
0
AGÊNCIA
PONTA GROSSA
59
3,692
AGÊNCIA
SALVADOR
58
3,397
AGÊNCIA
CAMBORIU
57
R. OLAVO L. ALMEIDA, 800
GO
NÃO
NÃO
AV. ERASTO GAERTNER, 209
NÃO
NÃO
Pág:
66
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
IAN - INFORMAÇÕES ANUAIS
Divulgação Externa
Legislação Societária
Data-Base - 31/12/2005
Reapresentação Espontânea
01.01 - IDENTIFICAÇÃO
1 - CÓDIGO CVM
2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL
3 - CNPJ
00090-6
BANCO BRADESCO S.A.
60.746.948/0001-12
13.01 - PROPRIEDADES RELEVANTES
1- ITEM 2 - TIPO DE PROPRIEDADE
4 - MUNICÍPIO
3 - ENDEREÇO
5 - UF
6 - ÁREA TOTAL
7 - ÁREA CONSTRUÍDA
8 - IDADE
(MIL M²)
(MIL M²)
(ANOS)
9 - SEGURO 10 - HIPOTECA 11 - ALUGADA DE TERCEIROS
12 - DATA DO CONTRATO
13 - TÉRMINO LOCAÇÃO
SIM
05/08/2002
05/08/2022
SIM
03/07/2003
03/07/2023
19/08/2003
19/08/2023
14 - OBSERVAÇÃO
61
AGÊNCIA
SÃO PAULO
62
SP
3,250
1,608
0
RJ
3,248
12,115
0
BA
3,204
3,657
0
SP
3,201
1,744
0
SP
3,176
1,786
0
21/09/2011 13:14:26
NÃO
NÃO
NÃO
R. BARÃO DE ITAPAGIPE, 234
NÃO
NÃO
NÃO
R. TORQUATO BAHIA, 84
NÃO
NÃO
NÃO
AV. ALCANTARA MACHADO, 576
AGÊNCIA
GUARULHOS
NÃO
AV. ANTÁRTICA, 608
AGÊNCIA
SÃO PAULO
66
0
AGÊNCIA
SALVADOR
65
1,186
TREINAMENTO BRADESCO SEGUROS
RIO DE JANEIRO
64
3,263
AGÊNCIA
SÃO PAULO
63
R. D. PEDRO H. ORLEANS BRAGANÇA, 1,051
SP
NÃO
NÃO
NÃO
AV. SANTOS DUMONT, 230
NÃO
NÃO
SIM
Pág:
67
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
IAN - INFORMAÇÕES ANUAIS
Divulgação Externa
Legislação Societária
Data-Base - 31/12/2005
Reapresentação Espontânea
01.01 - IDENTIFICAÇÃO
1 - CÓDIGO CVM
2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL
3 - CNPJ
00090-6
BANCO BRADESCO S.A.
60.746.948/0001-12
13.01 - PROPRIEDADES RELEVANTES
1- ITEM 2 - TIPO DE PROPRIEDADE
4 - MUNICÍPIO
3 - ENDEREÇO
5 - UF
6 - ÁREA TOTAL
7 - ÁREA CONSTRUÍDA
8 - IDADE
(MIL M²)
(MIL M²)
(ANOS)
9 - SEGURO 10 - HIPOTECA 11 - ALUGADA DE TERCEIROS
12 - DATA DO CONTRATO
13 - TÉRMINO LOCAÇÃO
SIM
17/12/2002
17/12/2022
SIM
28/11/2002
28/11/2022
SIM
01/10/1990
31/12/2007
01/10/1990
31/12/2007
01/10/1990
31/12/2007
14 - OBSERVAÇÃO
67
AGÊNCIA
CAMPINAS
68
BA
3,122
0,915
0
SP
3,102
1,674
0
RJ
3,095
3,405
0
SP
3,085
4,014
0
SP
3,072
1,531
0
21/09/2011 13:14:26
NÃO
NÃO
NÃO
R. AMADOR BUENO, 72
NÃO
NÃO
BOULEVARD FCO. P. CARNEIRO, 28
NÃO
NÃO
SIM
R. TENENTE NICOLAU MAFFEI, 286
AGÊNCIA
SÃO PAULO
NÃO
R. DAS BANDEIRAS, 162
AGÊNCIA
PRESIDENTE PRUDENTE
72
0
AGÊNCIA
CAMPOS
71
1,461
AGÊNCIA
SANTOS
70
3,145
AGÊNCIA
CAMAÇARI
69
AV. DAS AMOREIRAS, 2.160
SP
NÃO
NÃO
NÃO
R. MAJOR DIOGO, 232
NÃO
NÃO
SIM
Pág:
68
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
IAN - INFORMAÇÕES ANUAIS
Divulgação Externa
Legislação Societária
Data-Base - 31/12/2005
Reapresentação Espontânea
01.01 - IDENTIFICAÇÃO
1 - CÓDIGO CVM
2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL
3 - CNPJ
00090-6
BANCO BRADESCO S.A.
60.746.948/0001-12
13.01 - PROPRIEDADES RELEVANTES
1- ITEM 2 - TIPO DE PROPRIEDADE
4 - MUNICÍPIO
3 - ENDEREÇO
5 - UF
6 - ÁREA TOTAL
7 - ÁREA CONSTRUÍDA
8 - IDADE
(MIL M²)
(MIL M²)
(ANOS)
9 - SEGURO 10 - HIPOTECA 11 - ALUGADA DE TERCEIROS
12 - DATA DO CONTRATO
13 - TÉRMINO LOCAÇÃO
SIM
05/08/2002
05/08/2022
SIM
22/10/2002
22/10/2022
SIM
22/10/2002
22/10/2022
25/11/2002
25/11/2022
15/12/2003
15/12/2023
14 - OBSERVAÇÃO
73
AGÊNCIA
PRAIA GRANDE
74
SP
3,067
1,617
0
MT
3,063
1,225
0
SP
3,060
2,881
0
MT
3,035
0,681
0
PR
3,013
3,488
0
21/09/2011 13:14:26
NÃO
NÃO
NÃO
AV. 15 DE NOVEMBRO, 772
NÃO
NÃO
AV. SETE DE SETEMBRO, 1.652
NÃO
NÃO
SIM
AV. LUDOVICO DA RIVA NETO, 2.446
AGÊNCIA
CURITIBA
NÃO
R. FLORES DO PIAUI, 70
AGÊNCIA
ALTA FLORESTA
78
0
AGÊNCIA
GUARULHOS
77
0,985
AGÊNCIA
CUIABÁ
76
3,072
AGÊNCIA
SÃO PAULO
75
AV. PRESIDENTE COSTA E SILVA, 217
SP
NÃO
NÃO
NÃO
AV. PRESIDENTE AFONSO CAMARGO, 177
NÃO
NÃO
SIM
Pág:
69
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
IAN - INFORMAÇÕES ANUAIS
Divulgação Externa
Legislação Societária
Data-Base - 31/12/2005
Reapresentação Espontânea
01.01 - IDENTIFICAÇÃO
1 - CÓDIGO CVM
2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL
3 - CNPJ
00090-6
BANCO BRADESCO S.A.
60.746.948/0001-12
13.01 - PROPRIEDADES RELEVANTES
1- ITEM 2 - TIPO DE PROPRIEDADE
4 - MUNICÍPIO
3 - ENDEREÇO
5 - UF
6 - ÁREA TOTAL
7 - ÁREA CONSTRUÍDA
8 - IDADE
(MIL M²)
(MIL M²)
(ANOS)
9 - SEGURO 10 - HIPOTECA 11 - ALUGADA DE TERCEIROS
12 - DATA DO CONTRATO
13 - TÉRMINO LOCAÇÃO
17/12/2002
17/12/2022
01/10/1990
31/12/2007
SIM
19/06/2002
19/06/2022
SIM
24/09/2002
24/09/2022
14 - OBSERVAÇÃO
79
AGÊNCIA
SÃO PAULO
80
SP
3,003
4,538
0
SP
3,000
2,717
0
RJ
2,995
0,612
0
SP
2,994
0,945
0
RJ
2,986
0,877
0
21/09/2011 13:14:26
NÃO
SIM
NÃO
NÃO
NÃO
R. VOLUNTÁRIOS DA PÁTRIA, 1.909
NÃO
NÃO
SIM
R. BARÃO ITAPAGIPE, 154 E R. H. LOBO,187
NÃO
NÃO
NÃO
AV. BENEDITO DE ANDRADE, 140
AGÊNCIA
RIO DE JANEIRO
NÃO
PRAÇA JOSÉ BONIFÁCIO, 900
AGÊNCIA
SÃO PAULO
84
0
RIO DE JANEIRO- ADM
RIO DE JANEIRO
83
1,563
AGÊNCIA
SÃO PAULO
82
3,006
AGÊNCIA
PIRACICABA
81
AV. JOÃO DIAS, 1.279
SP
NÃO
NÃO
AV. 28 DE SETEMBRO, 274
NÃO
NÃO
Pág:
70
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
IAN - INFORMAÇÕES ANUAIS
Divulgação Externa
Legislação Societária
Data-Base - 31/12/2005
Reapresentação Espontânea
01.01 - IDENTIFICAÇÃO
1 - CÓDIGO CVM
2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL
3 - CNPJ
00090-6
BANCO BRADESCO S.A.
60.746.948/0001-12
13.01 - PROPRIEDADES RELEVANTES
1- ITEM 2 - TIPO DE PROPRIEDADE
4 - MUNICÍPIO
3 - ENDEREÇO
5 - UF
6 - ÁREA TOTAL
7 - ÁREA CONSTRUÍDA
8 - IDADE
(MIL M²)
(MIL M²)
(ANOS)
9 - SEGURO 10 - HIPOTECA 11 - ALUGADA DE TERCEIROS
12 - DATA DO CONTRATO
13 - TÉRMINO LOCAÇÃO
SIM
27/11/2002
27/11/2022
SIM
01/10/1990
31/12/2007
SIM
03/07/2003
03/07/2023
SIM
01/10/1990
31/12/2007
SIM
01/10/1990
31/12/2007
14 - OBSERVAÇÃO
85
AGÊNCIA
RECIFE
86
MG
2,975
3,242
0
SP
2,953
1,429
0
SP
2,949
3,099
0
SP
2,946
4,081
0
SP
2,937
2,448
0
21/09/2011 13:14:26
NÃO
NÃO
NÃO
R. GUAIPÁ, 1.473
NÃO
NÃO
NÃO
PRAÇA COMENDADOR MULLER, 95
NÃO
NÃO
R. HEITOR PENTEADO, 1.833
AGÊNCIA
SÃO PAULO
NÃO
AV. AFONSO PENA, 273
AGÊNCIA
SÃO PAULO
90
0
AGÊNCIA
AMERICANA
89
1,079
AGÊNCIA
SÃO PAULO
88
2,985
AGÊNCIA
UBERLÂNDIA
87
AV. JOÃO DE BARROS, 1.883
PE
NÃO
NÃO
R. CARDOSO DE ALMEIDA, 211
NÃO
NÃO
Pág:
71
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
IAN - INFORMAÇÕES ANUAIS
Divulgação Externa
Legislação Societária
Data-Base - 31/12/2005
Reapresentação Espontânea
01.01 - IDENTIFICAÇÃO
1 - CÓDIGO CVM
2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL
3 - CNPJ
00090-6
BANCO BRADESCO S.A.
60.746.948/0001-12
13.01 - PROPRIEDADES RELEVANTES
1- ITEM 2 - TIPO DE PROPRIEDADE
4 - MUNICÍPIO
3 - ENDEREÇO
5 - UF
6 - ÁREA TOTAL
7 - ÁREA CONSTRUÍDA
8 - IDADE
(MIL M²)
(MIL M²)
(ANOS)
9 - SEGURO 10 - HIPOTECA 11 - ALUGADA DE TERCEIROS
12 - DATA DO CONTRATO
13 - TÉRMINO LOCAÇÃO
01/10/1990
31/12/2007
01/10/1990
31/12/2007
SIM
01/10/1990
31/12/2007
SIM
01/06/2002
31/05/2012
03/07/2003
03/07/2023
14 - OBSERVAÇÃO
91
AGÊNCIA
LONDRINA
92
RJ
2,904
1,332
0
RJ
2,900
2,753
0
PR
2,862
1,431
0
RJ
2,856
2,838
0
SP
2,855
1,881
0
21/09/2011 13:14:26
NÃO
SIM
NÃO
NÃO
SIM
AV. BRIGADEIRO LIMA E SILVA, 2.059
NÃO
NÃO
AV. MANOEL RIBAS, 5.811
NÃO
NÃO
AV. JOAQUIM LEITE, 71
AGÊNCIA
SÃO PAULO
NÃO
R. DR. AUGUSTO VASCONCELOS, 244
AGÊNCIA
BARRA MANSA
96
0
AGÊNCIA
CURITIBA
95
7,085
AGÊNCIA
DUQUE DE CAXIAS
94
2,906
AGÊNCIA
RIO DE JANEIRO
93
AV. PARANÁ, 109
PR
NÃO
NÃO
NÃO
AV. ÁLVARO RAMOS, 2.002
NÃO
NÃO
SIM
Pág:
72
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
IAN - INFORMAÇÕES ANUAIS
Divulgação Externa
Legislação Societária
Data-Base - 31/12/2005
Reapresentação Espontânea
01.01 - IDENTIFICAÇÃO
1 - CÓDIGO CVM
2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL
3 - CNPJ
00090-6
BANCO BRADESCO S.A.
60.746.948/0001-12
13.01 - PROPRIEDADES RELEVANTES
1- ITEM 2 - TIPO DE PROPRIEDADE
4 - MUNICÍPIO
3 - ENDEREÇO
5 - UF
6 - ÁREA TOTAL
7 - ÁREA CONSTRUÍDA
8 - IDADE
(MIL M²)
(MIL M²)
(ANOS)
9 - SEGURO 10 - HIPOTECA 11 - ALUGADA DE TERCEIROS
12 - DATA DO CONTRATO
13 - TÉRMINO LOCAÇÃO
SIM
19/06/2002
19/06/2022
SIM
07/10/2003
07/10/2023
SIM
15/12/2003
15/12/2023
14 - OBSERVAÇÃO
97
AGÊNCIA
OSASCO
98
2,846
1,071
0
SP
2,826
2,743
0
PR
2,807
3,179
0
AGÊNCIA
SÃO PAULO
99
AV. DOS AUTONOMISTAS, 5.129
SP
21/09/2011 13:14:26
NÃO
R. PAMPLONA, 1.370
AGÊNCIA
CASCAVEL
NÃO
NÃO
NÃO
AV. BRASIL, 6.435
NÃO
NÃO
Pág:
73
P e rs p e ctiv a s p a r a o A no d e 20 06
C a rt e i ra d e C r é d it o
2 0-2 5 %
P e s s o as Fí s i c a s
30-35%
P e s s o as Ju r í d i c a s
15-20%
P r e s t a ç ã o d e S e r v iç o s
M a rg e m F i n a n c e i r a
P r ê m io s d e S e g u r o s
D e s p e s a s O p e ra c io n a i s
2 0%
> 1 5%
8 -10 %
<6%
16
Pág: 74
Desempenho Operacional
Captação e Administração de Recursos
O volume total de recursos captados e administrados pela Organização Bradesco alcançou R$ 309,048 bilhões. O Banco gerencia 16,485
milhões de contas correntes e detém 19,27% do SBPE – Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo. Em comparação a 2004, o volume captado
cresceu 16,45%:
R$ 100,045
bilhões em Depósitos à Vista, a Prazo, Interfinanceiros, Outros Depósitos, Mercado Aberto e Cadernetas de Poupança;
R$ 121,182
bilhões em recursos administrados, compreendendo Fundos de Investimento, Carteiras Administradas e Cotas de Fundos de
Terceiros;
R$
41,043
bilhões registrados na Carteira de Câmbio, Obrigações por Empréstimos e Repasses, Capital de Giro Próprio, Cobrança e
Arrecadação de Tributos e Assemelhados, Recursos de Emissão de Títulos e Dívida Subordinada no País;
R$
40,863
bilhões em Provisões Técnicas de Seguros, Previdência Complementar Aberta e Capitalização, com evolução de 21,50% em
relação ao ano anterior;
R$
5,915
bilhões em Recursos Externos, por meio de emissões públicas e privadas, Dívida Subordinada e
Financeiros Futuros.
Securitização de Fluxos
Operações de Crédito
A democratização do crédito é uma das colunas-mestras da estratégia do Bradesco e se materializa pela expansão e diversificação continuada
da oferta de financiamentos, por meio de operações diretas e parcerias com agentes do mercado, que lhe garantem posição de clara liderança entre as
instituições privadas. Esse novo passo à frente foi estimulado pelo crescimento das linhas para Pessoas Físicas, com ênfase ao Crédito Consignado em
Folha de Pagamento na Rede de Agências e, também, no Banco Postal. Isto permitiu tornar ainda mais amplo o impacto positivo das operações na
economia.
R$ 81,130
bilhões foi o saldo, ao final do ano, das operações de crédito consolidadas, incluindo Adiantamentos sobre Contratos de Câmbio
e Arrendamento Mercantil, com crescimento de 29,21% no período.
R$
bilhões o saldo consolidado de provisão para créditos de liquidação duvidosa, equivalente a 6,11% do volume total das
operações de crédito.
4,959
Crédito Imobiliário
No Bradesco, o Crédito Imobiliário ocupa posição de destaque pelos seus vínculos com a criação de emprego e renda. O significativo volume
de operações realizadas no exercício reafirma a determinação do Banco em responder às demandas dos mutuários finais e à expansão da indústria da
construção civil, fatores essenciais para o desenvolvimento nacional.
R$
1,316
bilhão foi o total de recursos direcionado à área, possibilitando a construção e compra de 14.388 imóveis.
Operações de Repasse
Mantendo-se na liderança do ranking de repasses de recursos do BNDES, o Bradesco contribuiu em 2005 com 17,82% das operações do
sistema. No conjunto, representam R$ 4,437 bilhões e 18.322 contratos, correspondendo a 33,70% de crescimento comparados ao exercício anterior. Além
disso, o Banco manteve a liderança, pelo terceiro ano consecutivo, na liberação de repasses para micro, pequenas e médias empresas, com recursos de
R$ 2,382 bilhões, correspondentes a 21,28% de todo o sistema.
R$ 8,240
bilhões era o saldo das carteiras de repasse com recursos internos e externos, ao final do ano, destinados prioritariamente a
pequenas e médias empresas, com 91.286 contratos registrados.
Crédito Rural
A atuação do Bradesco no setor agropecuário destaca-se, de longa data, pela ênfase ao financiamento dos meios de produção, beneficiamento
e comercialização de safras. Além de identificar oportunidades e apoiar a abertura de novas frentes de negócios, contribui para elevar a produtividade e
a qualidade dos produtos brasileiros, dando suporte à ascensão das exportações e ao abastecimento do mercado interno.
R$ 6,402
bilhões foi o saldo das aplicações no final do exercício, representado por 77.084 operações.
Financiamento ao Consumo
Ao longo dos anos, o Bradesco tem incentivado o crescimento da cadeia produtiva, abrangendo as suas diferentes fases, injetando substancial
parcela de recursos na economia, com expressiva participação nas operações destinadas à aquisição de veículos novos e usados, contemplando
montadoras, concessionárias e consumidores. Contribui, assim, para a geração de emprego e renda, como parte do processo de produção e circulação de
riqueza.
R$ 27,792
bilhões o saldo das operações destinadas ao financiamento do consumo.
Pág: 75
Política de Crédito
Direcionada para a segurança, qualidade e liquidez na aplicação dos ativos, a Política de Crédito adotada minimiza riscos, oferecendo agilidade
e rentabilidade nos negócios, bem como orienta a fixação de limites operacionais e a concessão de operações de crédito.
As Agências dispõem de limites de alçada variáveis, de acordo com o seu porte e modalidade de garantia, enquanto os sistemas especialistas
de Credit Scoring possibilitam agilizar e amparar o processo decisório com padrões específicos de segurança. Assumem também papel fundamental os
Comitês de Crédito, instalados na Matriz, que centralizam, analisam e deliberam sobre os créditos que transcendem as alçadas das Agências.
Os negócios são diversificados, pulverizados, amparados por garantias adequadas e destinados a pessoas e empresas que demonstrem
capacidade de pagamento e idoneidade.
Mercado de Capitais
As construtivas relações do Bradesco com o Mercado de Capitais ganham nova dimensão a cada dia. Essa parceria, de longa data,
baseada no trabalho especializado de estruturação das melhores alternativas para a capitalização das empresas e expansão dos seus negócios, completase com os serviços de elevada qualidade aos investidores. No ano, coordenou 44,13% do volume de emissões registradas na CVM – Comissão de
Valores Mobiliários. Participou também ativamente na assessoria de empresas em operações especiais, incluindo fusões e aquisições, project finance e
reestruturações societárias e financeiras.
R$ 26,914
bilhões foi o montante coordenado pelo Bradesco em 2005, em operações primárias e secundárias de ações, debêntures e notas
promissórias e R$ 2,488 bilhões o montante em operações de Fundos de Investimento em Direitos Creditórios.
Área Internacional
Na Organização Bradesco, a área de Comércio Exterior e Câmbio opera em múltiplos mercados, com diversificada linha de produtos e serviços.
Sua sólida estrutura reúne 12 unidades especializadas e mais 7 pontos de apoio no País. No Exterior opera com Agências em Nova York, Grand
Cayman e Nassau, e as subsidiárias em Buenos Aires e Luxemburgo, além de extensa Rede de Correspondentes Internacionais.
R$
5,018
bilhões foi o saldo ao final do ano em Adiantamentos sobre Contratos de Câmbio, para uma Carteira de US$ 4,313 bilhões de
Financiamento à Exportação, evolução de 40,11% sobre o ano anterior.
US$ 528,801
milhões em Financiamento de Importação em Moeda Estrangeira.
US$ 25,604
bilhões negociados em Compras de Exportação, performance 27,83% superior a 2004 e “market share” de 20,81%.
US$
bilhões de Importação contratados, desempenho 39,30% superior ao ano anterior, com “market share” de 14,50%.
10,314
US$ 901,401
milhões em colocações públicas e privadas de médio e longo prazo no mercado internacional.
Produtos e Serviços
Cartões Bradesco
Tradicional associado à Visa International, o Bradesco vem ampliando a sua participação no segmento com evolução da linha de serviços mais
completa do gênero no País. Oferece, também, os Cartões de Crédito MasterCard, que se destacam pela amplitude dos benefícios e comodidades aos
seus associados.
A Rede de Atendimento credenciada pelo Sistema Visa no Brasil reúne mais de 860 mil estabelecimentos comerciais, é administrada pela
Companhia Brasileira de Meios de Pagamento – Visanet, da qual o Bradesco participa com 39,71% do Capital Social, tendo no exercício processado R$
92,426 bilhões em transações, considerados os faturamentos dos Cartões de Crédito e Débito, com crescimento de 27,69% em relação ao ano anterior.
O Bradesco desenvolveu e lançou no segmento diversos produtos durante o ano, destacando-se o Cred Mais, para funcionários de empresas
com a folha de pagamento no Bradesco, com taxas mais atrativas para o financiamento rotativo; o GiftCard, Cartão pré-carregado destinado a presentear
Pessoas Físicas; o SMS – Serviço de Mensagem Bradesco, que permite ao seu portador receber mensagem no Telefone Celular no mesmo instante
em que a transação com o Cartão for realizada; o Cartão de Crédito Nacional MT Fomento Card, dirigido para os Servidores Públicos efetivos,
aposentados, pensionistas e comissionados do Governo de Estado do Mato Grosso, com menores custos ao portador; e o CPB – Cartão Passagem
Bradesco, produto destinado às Pessoas Jurídicas para gestão e controle das despesas com passagens aéreas.
Em mais uma iniciativa pioneira, o Bradesco foi o 1º Banco a disponibilizar o pagamento de compras em lojas virtuais com o Cartão Visa
Electron e a oferecer o serviço Comércio Eletrônico “Verified by Visa” – Meio Eletrônico de Verificação de Transação com Cartão de Crédito e Débito
também em lojas virtuais, proporcionando ao cliente maior proteção e segurança.
Em parceria com outros emissores e a Visa International, o Bradesco participou ativamente na distribuição de Cartões Visa Vale do setor de
Vales-Benefícios, contribuindo com 51,98% de toda a venda no ano de 2005.
O ingresso do Bradesco no mercado de Cartões Private Label foi ampliado pelas parcerias com a Rede Comper de Supermercados, com a
emissão de mais de 200 mil cartões; com o Grupo Leader Magazine, rede de varejo com atuação nos mercados do Rio de Janeiro e Espirito Santo,
Pág: 76
para administrar mais de 2,6 milhões desses cartões por meio de financeira a ser constituída; e com as Lojas Esplanada (Grupo Deib Otoch), uma das
maiores redes de varejo do Nordeste, parceria que prevê a gestão de 2,3 milhões de cartões.
Com as Casas Bahia lançou Cartão de Crédito com a marca Casas Bahia e a bandeira Visa, que proporciona opção de pagamento em até
24 meses para compras realizadas nas Casas Bahia, sendo aceito também em todos os estabelecimentos que adotam a bandeira Visa.
R$ 26,272
bilhões foi o faturamento total dos Cartões da Organização, sendo R$ 14,023 bilhões dos Cartões de Crédito e R$ 12,249
bilhões dos Cartões de Débito Bradesco Visa Electron, representando, respectivamente, crescimento de 22,19% e 29,85% sobre o
ano anterior.
47,572
R$
4,590
R$
milhões é a quantidade de Cartões de Crédito e Débito em circulação, com evolução de 2,59% em relação a 2004, sendo
10,204 milhões de Crédito e 37,368 milhões de Débito, representando, respectivamente, 13,07% e 39,20% do mercado.
bilhões somaram os Ativos gerados no negócio de Cartões, abrangendo os financiamentos ao portador, antecipações a
estabelecimentos e créditos de compras à vista ou parceladas, superando o saldo de dezembro/2004 em 48,29%.
1,301
1,002
bilhão de Receitas de Prestação de Serviços, principalmente em receitas de comissões sobre compras realizadas com Cartões de
Crédito e Débito e tarifas diversas.
milhões de Cartões de Alimentação e Refeição Visa Vale representaram a contribuição do Bradesco na formação da Carteira
total da Visa Vale, com crescimento de 35,59% sobre dezembro de 2004 e faturamento em 2005 de R$ 1,224 bilhão e
evolução de 87,82%, comparado ao ano anterior.
Soluções de Recebimentos, Pagamentos e Arrecadações
Combinando avançada tecnologia às facilidades da ampla Rede de Atendimento, o Bradesco coloca à disposição dos seus clientes soluções
eletrônicas para a realização de recebimentos, pagamentos e transferências financeiras, de modo simplificado e seguro.
O recebimento de cobrança, contas e pagamentos, por meio de processos inovadores, facilita e agiliza os trabalhos das empresas na
administração do Contas a Receber e a Pagar. Essas facilidades, oferecidas também na quitação de tributos, taxas e contribuições, beneficiam os Órgãos
do Governo, no âmbito da União, Estados e Municípios, além de Concessionárias de Serviços Públicos, imprimindo maior eficiência na arrecadação dos
recursos. Por sua vez, os Aposentados e Pensionistas do INSS também encontram no Banco as facilidades de uma avançada estrutura para o
recebimento de seus benefícios.
R$ 921,868
bilhões foram movimentados pelos produtos Cobrança on-line Bradesco, Custódia de Cheques, Depósito Identificado e OCT Ordem de Crédito por Teleprocessamento, no exercício, correspondendo a 919,163 milhões de transações processadas.
R$ 470,319
bilhões correspondentes a 128,403 milhões de operações de pagamento feitas durante o ano pelo Pag-For Bradesco - Pagamento
Escritural a Fornecedores, Bradesco Net Empresa e PTRB - Pagamento Eletrônico de Tributos, possibilitando o gerenciamento do
Contas a Pagar a mais de 359 mil empresas.
R$ 113,167
bilhões arrecadados durante o ano em tributos federais, estaduais, municipais e demais contribuições, processados por meio de
75,090 milhões de documentos.
R$
bilhões foi o montante consolidado de CPMF arrecadado, representando 20,03% da contribuição, demonstrando, assim, o
expressivo volume de recursos movimentado no âmbito da Organização Bradesco.
5,854
R$
21,980
R$ 25,514
bilhões recebidos em contas de luz, água, gás e telefone, totalizando 144,683 milhões de documentos processados, 50,115
milhões deles quitados pelo Débito Automático em Conta Corrente e Poupança, sistema que oferece ampla comodidade ao
cliente.
bilhões pagos a mais de 4,424 milhões de Aposentados e Pensionistas da Previdência Social, 18,26% da população vinculada ao
INSS, em 51,998 milhões de operações, por meio do Cartão de Pagamento Instantâneo de Benefício e crédito em conta.
Serviços de Ações, Custódia e Controladoria
Para oferecer serviços de elevado padrão na Custódia de Títulos e Valores Mobiliários, Controladoria, Fundos de Recebíveis, DR-Depositary
Receipt, BDR-Brazilian Depositary Receipt, Escrituração de Ações, Debêntures e Quotas de Fundos de Investimento, o Bradesco mantém infra-estrutura
adequada e pessoal especializado.
Escrituração de Ativos
164
empresas integram o Sistema Bradesco de Ações Escriturais, reunindo 2,430 milhões de acionistas.
42
empresas integram o Sistema Bradesco de Debêntures Escriturais, com valor atualizado de R$ 35,606 bilhões.
26
Fundos de Investimento integram o Sistema Bradesco de Quotas Escriturais, com valor atualizado de R$ 1,521 bilhão.
2
Programas de BDR registrados, com valor de mercado de R$ 127,597 milhões.
Custódia e Controladoria
Pág: 77
R$ 179,255
bilhões em ativos custodiados dos clientes que utilizam os Serviços de Custódia (Fundos, Carteiras, DR e Fundos de
Recebíveis).
R$ 236,067
bilhões é o total de Patrimônio dos Fundos de Investimento e Carteiras Administradas que utilizam os Serviços de Controladoria.
8
Programas de DR registrados, com valor de mercado de R$ 42,054 bilhões.
Pág: 78
Empresas Bradesco
Seguros, Previdência e Capitalização
Nas Áreas de Seguros, Previdência Complementar Aberta e Capitalização, o Grupo Bradesco de Seguros e Previdência ocupa posição de
liderança entre os conglomerados que atuam no setor na América Latina. Administrado pela Bradesco Seguros S.A., consolida sua atuação com o
lançamento e aperfeiçoamento de vários produtos.
R$
1,597
bilhão foi o Lucro Líquido do segmento Seguros, Previdência Complementar e Capitalização no ano,
27,59% e Patrimônio Líquido de R$ 5,791 bilhões.
R$
49,754
bilhões somaram os Ativos totais.
R$
46,234
bilhões totalizaram os investimentos livres e para cobertura das Provisões Técnicas.
R$
15,405
bilhões a Receita Líquida da atividade de captação de Seguros e Previdência.
R$
1,420
com
rentabilidade de
bilhão o faturamento da atividade de Capitalização, com distribuição de prêmios no total de R$ 39,920 milhões, relativos a 2.031
títulos sorteados, numa Carteira que ao final do ano registrava 12.771 milhões de títulos ativos.
BRAM - Bradesco Asset Management S.A. DTVM
Empresa especializada na gestão de recursos de terceiros, a BRAM atende a variados segmentos do mercado, tais como Bradesco Prime,
Bradesco Empresas, Corporate, Private, Varejo e Investidores Institucionais.
R$ 111,737
bilhões, em 31 de dezembro, distribuídos em 435 Fundos de Investimento e 107 Carteiras Administradas, totalizando 3,391
milhões de investidores.
BEM – Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários Ltda.
Com alto nível de especialização, dedica-se à administração fiduciária de recursos de terceiros no segmento institucional.
R$ 9,445
bilhões, em 31 de dezembro, distribuídos em 81 Fundos de Investimento e 3 Carteiras Administradas, totalizando 956
investidores.
Banco Finasa S.A.
S.A.
De modo complementar, realiza as operações de Crédito Direto ao Consumidor e de Crédito Pessoal da Organização Bradesco. Por meio da
Finasa Promotora de Vendas Ltda., sua subsidiária integral, promove o relacionamento com revendedoras de veículos e lojas que comercializam bens
duráveis e semiduráveis e serviços.
R$ 283,373
milhões foi o Lucro Líquido no ano.
R$
17,619
bilhões somaram os Ativos Consolidados, 70,45% de crescimento sobre dezembro do ano anterior.
R$
14,837
bilhões o saldo das operações de crédito, 82,85% sobre dezembro de 2004.
Leasing Bradesco
Tem foco direcionado para veículos, máquinas e equipamentos, além de experiência na estruturação de convênios operacionais com fabricantes
e revendedores.
R$
2,518
54.607
bilhões somava o saldo aplicado em 31.12.2005, tendo sido contratadas no ano 46.517 operações.
contratos de arrendamento em vigor, ao final do exercício, caracterizando elevado nível de pulverização dos negócios.
Bradesco S.A. Corretora de Títulos e Valores Mobiliários
Mobiliários
Com significativa atuação nos pregões da BOVESPA - Bolsa de Valores de São Paulo, a Bradesco Corretora vem registrando marcante
crescimento também em suas operações via Internet (Home Broker). Destaca-se ainda pela posição que ocupa na BM&F - Bolsa de Mercadorias &
Futuros, como uma das corretoras de maior volume de negócios.
Entre os seus diferenciais competitivos encontram-se os serviços de análise de investimentos e conjuntura econômica. Atua também como
representante de investidores não-residentes no País em operações realizadas no mercado financeiro e de capitais, na administração de clubes de
investimento e na custódia para pessoas físicas e jurídicas não-institucionais.
O seu exclusivo Sistema Automático de Negociação de Ações – SANA está estruturado para facilitar a participação do pequeno investidor no
mercado acionário, assegurando ampla facilidade de comprar e vender ações em Bolsa, em pequenos lotes, através de terminais de computador na Rede
de Agências Bradesco. O sistema atende também à intermediação de ofertas públicas.
Pág: 79
No ano, iniciou a prestação de serviços de Formador de Mercado (market maker), garantindo liquidez mínima e referência de preço das
ações de empresas negociadas na BOVESPA e lançou, também, o Programa Tesouro Direto, que permite ao cliente pessoa física investir em Títulos
Públicos Federais pela Internet, bastando cadastrar-se na Bradesco Corretora por meio do site www.bradesco.com.br.
R$ 18,056
bilhões foi o montante negociado pela Bradesco Corretora nos Pregões da BOVESPA, correspondente a 539.552 ordens de
compra e venda de ações, atendendo no ano a 49.841 investidores.
3,877
R$
1,832
15.736
milhões de contratos foram negociados na BM&F, representando um volume financeiro de R$ 402,874 bilhões.
bilhão foi o montante negociado no Home Broker, correspondente a 286.208 ordens de compra e venda de ações. 37.973 eram
os clientes cadastrados em 31 de dezembro.
clientes estavam registrados em 31.12.2005 na Carteira de Custódia Fungível.
Bradesco Consórcios Ltda.
Desde o início das atividades da empresa, em 2003, a credibilidade da Marca Bradesco tem sido importante diferencial competitivo,
associando segurança à realização dos sonhos de milhares de consorciados que vêm optando por essa modalidade de autofinanciamento destinada à
aquisição de veículos leves e pesados e de imóveis, entre outros bens.
220.483
R$ 6,396
cotas comercializadas até 31 de dezembro, assegurando a liderança nos segmentos de imóveis e automóveis.
bilhões o valor do faturamento no ano.
Segmentação de Mercado
O processo de segmentação das atividades do Banco revelou-se promissor caminho para dar nova dimensão às operações da Organização,
em termos de qualidade e especialização, nas demandas específicas das mais diversas faixas de clientes, quer sejam pessoas físicas ou jurídicas. Com
atendimento diferenciado e crescentes ganhos de produtividade e rapidez, proporciona ao Banco maior flexibilidade e competitividade na execução de sua
estratégia de negócios.
Bradesco Corporate
Desenvolve por meio de suas Plataformas, presentes nas principais cidades brasileiras, modelo de relacionamento especializado que incorpora
na sua gestão as melhores práticas de atendimento a grupos econômicos, com faturamento anual superior a R$ 180 milhões. Sua atuação em parceria
representa consistente diferencial, que se revela na integração do próprio Corporate com as suas áreas Asian Desk e Euro Desk, gerando os melhores
resultados.
R$ 64,498
bilhões é o montante de recursos administrados pela área, compreendendo 1.248 grupos econômicos.
Bradesco Empresas
Voltado ao atendimento de empresas com faturamento anual entre R$ 15 milhões e R$ 180 milhões, visa a oferecer o melhor gerenciamento
dos negócios, tais como Empréstimos, Investimentos, Comércio Exterior, Derivativos, Cash Management e Operações Estruturadas, tendo como foco a
satisfação dos clientes e a ampliação dos resultados da Organização.
Bradesco Private Banking
Dotado de estrutura adequada para atendimento especializado às pessoas físicas de elevado patrimônio, com disponibilidade mínima de R$ 1
milhão para investimentos, o Bradesco Private Banking busca orientá-las quanto às melhores alternativas de investimento, prestando-lhes assessoria
personalizada e inteiramente direcionada para a valorização patrimonial.
Bradesco Prime
Tem como público-alvo as pessoas físicas com renda mensal a partir de R$ 4 mil ou disponibilidade de investimento superior a R$ 50 mil.
Oferece atendimento personalizado, assessoria financeira completa, bem como Produtos e Serviços diferenciados. Ao final do exercício, eram 195 as
Agências Bradesco Prime em todo o País, especialmente projetadas para proporcionar conforto e privacidade aos clientes.
Bradesco Varejo
Ponto de convergência da sociedade brasileira com o Bradesco, a atividade de Varejo é vocação cultivada desde as origens do Banco.
Neste segmento, prioridade estratégica e campo mais tradicional de sua atuação, o Bradesco atende com qualidade a todas as faixas da população.
Desse modo, alcança o maior número possível de empresas e pessoas, em todas as regiões do País, inclusive as de menor nível de desenvolvimento,
refletindo o esforço que empreende na democratização dos produtos e serviços bancários.
Banco Postal
Postal
O Banco Postal, além de contribuir para o progresso das populações locais, tem se firmado a cada dia pelo relevante apoio aos Clientes
Bradesco que transacionam em diversas regiões do País. Fruto de parceria bem-sucedida entre o Bradesco e os Correios, tornou-se dinâmico indutor da
expansão do mercado pela capacidade de inclusão de novos consumidores de serviços financeiros, essencialmente das localidades ainda desassistidas pela
Rede Bancária.
Pág: 80
Bradesco Expresso (Correspondentes Bancários)
O Bradesco mantém ainda parceria com diversos estabelecimentos comerciais, tais como Supermercados, Panificadoras, Farmácias etc., no
intuito de cada vez mais disponibilizar produtos e serviços bancários à população.
Ativos Intangíveis - Capital Intelectual
É expressivo o distanciamento entre o Valor Patrimonial contábil do Bradesco no encerramento do exercício, R$ 19,409 bilhões, e o seu
Valor de Mercado, R$ 64,744 bilhões, calculado com base na cotação de suas ações na Bolsa de Valores de São Paulo – BOVESPA.
Impulsionado pela performance do período, com a melhoria dos resultados e da distribuição de dividendos/juros sobre o capital próprio,
representa 3,34 vezes o Patrimônio Líquido, podendo também ser interpretado como um indicador da percepção dos investidores quanto aos ativos
intangíveis da Organização.
De fato, todo o planejamento estratégico desenvolvido na busca por resultados maiores leva em conta, para o estabelecimento de metas
viáveis, a penetração da Marca Bradesco; sua imagem de solidez, tradição e confiabilidade; o nível de preparo, comprometimento e motivação de seus
colaboradores, com uma vigorosa política de Recursos Humanos; uma forte cultura corporativa; a escala alcançada em seus negócios; a gama de canais
de relacionamento existentes entre os diferentes públicos e a Organização; a ampla diversificação de produtos e serviços oferecidos e a capilaridade de
sua extensa Rede de Atendimento, que cobre todo o território nacional e transcende suas fronteiras.
Marketing
A estratégia de marketing adotada pelo Bradesco foi pontuada por avanços consistentes ao longo de 2005. Um dos principais destaques, seja
do ponto de vista dos resultados, seja do reconhecimento por parte de referências do mercado, foi o início de um novo posicionamento de comunicação
e a adoção do conceito “Bradesco Completo”.
Mais que um slogan, a assinatura conferiu maior visibilidade à Marca Bradesco no cenário competitivo do segmento bancário e conseguiu
comunicar ao grande público a Missão do Bradesco: ser um Banco Completo, capaz de ajudar a vida de seus clientes a ser também mais completa.
Moderno, humano e multifuncional, esse posicionamento refletiu todas as inovações, produtos e serviços que a Organização criou e colocou à disposição
de seus clientes até hoje.
Em julho, o filme publicitário “All you need is love” – um dos marcos da campanha Bradesco Completo – foi apontado como uma das dez
propagandas preferidas do mês, de acordo com pesquisa do Instituto Datafolha, do Jornal Folha de S. Paulo. Como resultado da estratégia de
comunicação adotada, em agosto o Bradesco também figurou como a marca Top Of Mind do segmento bancário, segundo levantamento ABA/ Top
Brands.
A partir de seu lançamento, o conceito Bradesco Completo rapidamente disseminou-se por todas as campanhas publicitárias de produtos,
serviços e segmentos do Banco, além de eventos e ações de patrocínio. Em julho, o Bradesco Prime tornou-se o patrocinador oficial do Festival
Internacional de Inverno de Campos do Jordão, em São Paulo.
Além de comunicar-se de modo efetivo com um público selecionado, dentro do target desejado, o patrocínio contribuiu para a viabilização de
um dos principais acontecimentos culturais do País, ao mesmo tempo que aproximou o Bradesco da comunidade de Campos do Jordão e daquela que a
freqüenta, a partir da reforma e doação da Concha Acústica da Cidade.
Em dezembro, pelo décimo ano consecutivo, a Bradesco Seguros e Previdência brindou, com a sua tradicional “Árvore de Natal”, a cidade do
Rio de Janeiro, na Lagoa Rodrigo de Freitas.
Paralelamente, por meio de ações e contribuições, ao longo de 2005, o Bradesco continuou sendo sinônimo de parceria, apoiando inúmeras
iniciativas, a exemplo do Teleton, maratona televisiva destinada a angariar recursos para a AACD – Associação de Assistência à Criança Deficiente, e da
Fundação Dorina Nowill, que promove a inclusão social de cegos e deficientes visuais. Desse modo, tem ampliado a abrangência de suas ações no
campo social, enfatizando os valores da cidadania.
697
eventos regionais, setoriais e ou profissionais em todo o País, incluindo feiras de negócios, seminários, congressos e
eventos culturais e comunitários, que contaram com a participação do Bradesco em 2005.
Reconhecimentos
Ratings - O Bradesco foi distinguido, em 2005, com os mais altos índices de avaliação atribuídos a bancos do País, pelas agências nacionais
e internacionais de rating: Austin Rating, Fitch Ratings, Moody's Investors Service, SR Rating e Standard & Poor’s.
Rankings – Realçada por renomadas publicações nacionais e internacionais, a liderança do Bradesco obteve os seguintes destaques:
•
Melhor Banco do Ano no Brasil, de acordo com a Revista britânica The Banker;
•
Melhor gestor de Fundos de Investimento, de acordo com a Revista ValorInveste, editada pelo jornal Valor Econômico;
•
Maior Grupo Empresarial de capital privado do Brasil, segundo o Anuário Grandes Grupos, editado pelo Jornal Valor
Econômico;
Pág: 81
•
Banco mais lembrado do País, segundo pesquisa Top of Mind, feita pelo Instituto Datafolha, do Jornal Folha de S.
Paulo;
•
Líder no ranking dos 100 Maiores Grupos Empresariais do País, de acordo com a edição 2005 do Anuário Melhores e
Maiores, da Revista Exame;
•
Líder no mercado financeiro brasileiro, figurando em primeiro lugar entre as instituições privadas no ranking dos 100
Maiores Bancos do Anuário Valor 1000, do Jornal Valor Econômico;
•
•
Única empresa privada brasileira a constar, pela segunda vez, do Ranking Fortune 500;
A Marca Bradesco, a mais lembrada do setor financeiro no País, em 2005, segundo pesquisa da Associação Brasileira
de Anunciantes –ABA, em parceria com a Top Brands Consultoria e Gestão de Marcas.
Premiações – Foram 16 os prêmios conquistados pelo Bradesco em 2005, realçando a qualidade dos seus produtos e serviços, a partir de
opiniões independentes, com destaque para:
•
Prêmio e-finance, concedido pela Revista Executivos Financeiros nas categorias: Certificação Digital, Meios de Pagamento, Transferência de Dados e
Imagem, sites Consórcio, Pessoa Física e de Crédito;
•
Prêmio Notáveis 2005, concedido pelo Jornal do Commercio, em reconhecimento à liderança no ranking dos maiores lucros do sistema financeiro e
pelo destacado desempenho nos mercados de previdência, seguros, leasing, consórcio e capitalização;
•
Prêmio ANSP 2005, em sua 13a edição, concedido pela Academia Nacional de Seguros e Previdência, com o case da Bradesco Vida e
Previdência: “Vida Segura Empresarial – A democratização do acesso ao seguro de vida chega às micro e pequenas empresas”;
•
Prêmio Marketing Best 2005, concedido pela Editora Referência, pelos cases: Institucional “Bradescompleto”; Bradesco Vida e Previdência “Vida
Segura Empresarial – A democratização do acesso ao seguro de vida chega às micro e pequenas empresas”; e Bradesco Capitalização “Bradesco
Capitalização consolida sua posição no mercado nacional de capitalização”;
•
Prêmio Top de Vendas 2005, concedido pela ADBV – Associação dos Dirigentes de Vendas e Marketing do Brasil, com o case Bradesco Vida e
Previdência “Vida Segura Empresarial – A democratização do acesso ao seguro de vida chega às micro e pequenas empresas”;
•
Selo Assiduidade APIMEC, por seis anos consecutivos de apresentações do Bradesco aos seus analistas;
•
Selo Empresa Cidadã, concedido pela Câmara Municipal de São Paulo, destacando a atuação do Bradesco no município, na área de
responsabilidade social.
•
Prêmio Global Finance, concedido pela Revista Global Finance, por ter o Melhor Site Pessoa Jurídica Integrado, na Categoria Mundial e Melhor
Internet Banking Pessoa Física e Jurídica do Brasil, entre outros destaques.
Certificação ISO 9001/2000 – Ao término do exercício, a Organização Bradesco detinha 106 Produtos e Serviços qualificados com essa elevada
distinção, realçando o objetivo de assegurar, em todas as suas iniciativas, crescente facilidade e comodidade aos clientes e usuários.
Certificado [email protected] – Selo de Proteção e Privacidade de Dados – Em dezembro/2005, foram 8 os produtos e serviços contemplados
com esta distinção, pela FCAV – Fundação Carlos Alberto Vanzolini, atestando que a Organização Bradesco mantém sistema de gestão no padrão
estabelecido internacionalmente, que abrange os requisitos para proteção e privacidade de dados. A conquista reafirma o compromisso do Bradesco com a
melhora contínua da segurança da informação, fortalecendo a sua imagem no mercado.
Governança Corporativa
Na Organização Bradesco, as modernas práticas de Governança Corporativa têm possibilitado aprimorar o relacionamento com acionistas e
demais partes interessadas e a melhorar o desempenho em todos os segmentos de atuação. Muitas são as iniciativas até aqui adotadas, entre elas: o
pagamento mensal de dividendos; Tag Along de 100% para as ações ordinárias e 80% para preferenciais; Códigos de Ética Corporativo e Setorial das
Áreas de Administração Contábil e Financeira; Instrumento de Políticas de Divulgação de Ato ou Fato Relevante e de Negociações de Valores Mobiliários;
presença de dois Conselheiros Independentes no Conselho de Administração; adesão aos princípios do Equador e ao Global Compact; avanço na
transparência de informações ao mercado e sua divulgação em três idiomas – Português, Inglês e Espanhol; e os Comitês de Divulgação, de Auditoria,
de Controles Internos e Compliance, de Remuneração, de Avaliação de Despesas e o de Responsabilidade Socioambiental, precisa definição de atribuições
de cada Órgão da Administração.
Em reconhecimento a essas iniciativas, em setembro, o Bradesco recebeu da Austin Rating o rating AA-Ótimas Práticas de Governança
Corporativa. É a primeira empresa brasileira a divulgar o seu rating juntamente com o Relatório completo, disponível na nova página de Governança
Corporativa: www.bradesco.com.br. A Organização Bradesco participou, prazerosamente, das comemorações do 10o aniversário de fundação do Instituto
Brasileiro de Governança Corporativa, entidade à qual é associado e co-patrocinador.
Destaque-se que, desde junho/2001, as Ações Bradesco fazem parte do Nível 1 de Governança Corporativa da BOVESPA. O Banco, por ter
ações negociadas em bolsas do Exterior, produz as suas demonstrações financeiras também em US-GAAP, práticas contábeis norte-americanas.
Pág: 82
Em 1o de dezembro, as Ações Bradesco passaram a integrar o ISE - Índice de Sustentabilidade Empresarial da Bovespa, reiterando o
compromisso da Organização com acionistas, clientes, investidores, colaboradores e o público em geral, realçando os seus aspectos diferenciais de
solidez, transparência, liquidez e responsabilidade social e ambiental.
Em consonância com o teor da Instrução no 381, da Comissão de Valores Mobiliários, cabe registrar que a Organização Bradesco, no
exercício, não contratou e nem teve serviços prestados pela KPMG Auditores Independentes não relacionados à auditoria externa em patamares superiores
a 5% do total dos custos desta. A política adotada atende aos princípios que preservam a independência do Auditor, de acordo com critérios
internacionalmente aceitos, quais sejam: o auditor não deve auditar o seu próprio trabalho, nem exercer funções gerenciais no seu cliente ou promover os
interesses deste.
Em 10 de março, na Assembléia Geral Ordinária deliberou-se a manutenção do Conselho Fiscal, composto de 3 membros efetivos e 3
suplentes, com mandato até 2006, sendo 1 membro efetivo e seu suplente escolhidos dentre os detentores de ações preferenciais. O parecer do
Conselho Fiscal sobre as contas do exercício de 2005 está incluído neste Relatório.
Controles Internos e Compliance
Subordinado à orientação e supervisão do Conselho de Administração, o Sistema de Controles Internos e Compliance é instrumento importante
no gerenciamento dos negócios e das atividades, tendo como objetivos maiores assegurar o cumprimento das normas legais e regulamentares, das
diretrizes, dos planos, dos procedimentos e das regras internas, e minimizar os riscos de perdas patrimoniais e de lesões de imagem. Cabe ao Comitê
de Controles Internos e Compliance avaliar e submeter à aprovação do Conselho de Administração os Relatórios de Conformidade dos Controles Internos.
Cabe ressaltar que, adicionalmente, estão sendo tomadas as ações requeridas para o atendimento ao estabelecido na Seção 404 da Lei
Americana Sarbanes-Oxley, que trata da avaliação anual dos controles e procedimentos internos para emissão de relatórios financeiros.
Políticas de Transparência e Divulgação de Informações
No tocante ao relacionamento com investidores e o mercado em geral, foram promovidas no exercício 113 reuniões internas e externas com
analistas, 8 conferências telefônicas e 9 eventos no Exterior, além da divulgação trimestral do Relatório de Análise Econômica e Financeira, uma
compilação minuciosa das informações mais solicitadas pelos leitores especializados.
No site www.bradesco.com.br, Seção Relações com Investidores, estão disponíveis informações relacionadas à Organização Bradesco, como por
exemplo o seu perfil, histórico, estrutura acionária, relatórios de administração, resultados financeiros, últimas aquisições, reuniões nas Associações de
Analistas de Mercado (Apimec e Abamec), além de outras sobre o mercado financeiro, nas versões Português, Inglês e Espanhol.
O Banco distribui mensalmente o informativo “Cliente Sempre em Dia”, com tiragem de 700 mil exemplares; trimestralmente, o “Acionista
Sempre em Dia”, com 28 mil, a “Revista Bradesco”, 50 mil e a “Revista Bradesco Rural”, 10 mil, todos voltados ao público externo. Anualmente, edita
os Relatórios Anual e Social.
Responsabilidade Socioambiental
A criação pelo Banco de sua Área de Responsabilidade Socioambiental reafirma o compromisso da Organização Bradesco com esses valores,
que cultiva desde as suas origens. A Política Corporativa de Responsabilidade Socioambiental, que define as diretrizes sobre o tema, encontra-se
disponível na página de Governança Corporativa no Site de Relações com Investidores www.bradesco.com.br/ri, inclusive nos idiomas Inglês e Espanhol.
Com essa iniciativa, a Organização amplia a visibilidade de suas ações relacionadas ao desenvolvimento sustentável.
Administração de Riscos
Diretamente subordinada a um Diretor Executivo e à Presidência do Banco e exercida de modo independente, a administração de riscos
envolve um conjunto integrado de controles e processos, abrangendo risco de crédito, risco de mercado e risco operacional. Por princípio, a
Organização adota política conservadora em termos de exposição a riscos, sendo as diretrizes e os limites definidos pela Alta Administração.
Risco de Crédito
O gerenciamento de Risco de Crédito segue as melhores práticas existentes no mercado, e também objetiva atender aos requisitos propostos
no Novo Acordo de Basiléia, exigindo alto grau de disciplina e controle nas análises das operações efetuadas, preservando a integridade e a
independência dos processos. Este gerenciamento é executado por meio de um processo contínuo e evolutivo de mapeamento, aferição e diagnóstico dos
modelos, instrumentos, políticas e procedimentos vigentes, lastreado pelo estudo e análise integrados à realidade da Organização.
Risco de Mercado
O risco de mercado é acompanhado, aferido e gerenciado por meio de metodologias e modelos alinhados com as melhores práticas dos
mercados nacional e internacional e com as recomendações e normas de órgãos reguladores. A política de gestão de riscos de mercado é conservadora,
sendo os limites de VaR (Value at Risk) definidos pela Alta Administração e monitorados diariamente, de maneira independente.
Gestão de Risco Operacional
O efetivo sucesso para a excelência na gestão de Risco operacional fundamenta-se na disseminação da cultura, divulgação de políticas e
implantação de metodologias corporativas. Nesse sentido, a Organização Bradesco aplica essas premissas e considera a atividade de gestão de risco
fundamental para a geração de valor agregado, por meio da melhoria de processos internos e sistemas, bem como do suporte às áreas de negócios,
tendo por objetivo o aprimoramento da eficiência operacional e a diminuição de capital a ser alocado.
Pág: 83
O Bradesco trabalha continuamente para estar alinhado com as melhores práticas de mercado na gestão de risco operacional, e encontra-se
em condições de atender às orientações do Novo Acordo de Capitais de Basiléia, no cronograma estabelecido pelo Banco Central do Brasil, por meio do
Comunicado 12.746 de dezembro de 2004, sendo que o objetivo da Organização é alcançar qualificação para o Modelo de Alocação de Capital pela
Abordagem de Mensuração Interna Avançada (AMA), pois a adoção desse método propiciará menores perdas e menor alocação de capital.
Ressalte-se que se encontra em processo de desenvolvimento nova plataforma sistêmica corporativa que integrará em base de dados única,
as informações de Risco Operacional e Controles Internos abrangendo, inclusive, os requisitos estabelecidos pela Lei Sarbanes Oxley. O resultado
alcançado pressupõe auxiliar o Banco no incremento de qualidade da gestão de seus riscos e controles, contribuindo para o aprimoramento dos índices
de eficiência operacional, além de atender aos requerimentos legais.
Segurança da Informação
A Política e Normas Corporativas de Segurança da Informação contempla a efetiva proteção dos ativos da informação, constituídos pelas
bases de dados, pelos ambientes de informática, documentos, arquivos, cópias de segurança de sistemas, acessos controlados aos sistemas e
informações, e proteção na geração e tráfego de dados, dentre outras ferramentas de gestão em segurança. As informações restritas e de interesse
exclusivo de clientes, bem como as informações estratégicas da Organização são tratadas internamente com absoluto sigilo e recebem total proteção por
meio de controles internos e de sistemas informatizados. Com o objetivo de preservar a total aderência a esses procedimentos, são mantidos constantes
programas de treinamento, conscientização e revisões das políticas.
Prevenção à “Lavagem” de Dinheiro
A Organização Bradesco mantém política de prevenção e combate à “lavagem” de dinheiro que observa rigorosamente a legislação e
regulamentações vigentes. Conta em sua estrutura de Compliance com uma área específica, responsável pela gestão e monitoramento das operações e
movimentações financeiras realizadas em seus ambientes de negócio.
O conhecimento do cliente, apoiado por sistemas continuamente aperfeiçoados para o monitoramento e a identificação de operações atípicas,
tem o claro propósito de prevenir o uso da Organização na prática de “lavagem” de recursos financeiros.
Conjugadas com análises específicas, essas ações contribuem para a plena observância da política definida pela Alta Administração e
permitem proteger a Instituição, administradores, acionistas, clientes e funcionários.
Gestão do SPB – Sistema de Pagamentos Brasileiro
Com o objetivo de manter a solução SPB da Organização em conformidade com as regras e normas do Banco Central do Brasil, o
monitoramento das transações enviadas e recebidas entre o Banco e os demais participantes do sistema é efetuado de modo a acompanhar as
operações até sua finalização. Dispõe de instrumentos de contingência, inclusive de um segundo ambiente operacional distinto.
A Organização também mantém Sistema de Legitimação de Transações por meio de TED – Transferência Eletrônica Disponível, com o
objetivo de reduzir o risco operacional representado pela saída indevida de recursos, atribuindo maior grau de segurança e confiabilidade em suas
transações.
A Ação Social da Organização Bradesco
Principal instrumento da ação social da Organização, a Fundação Bradesco, que completará 50 anos em 2006, está presente em todos os
Estados Brasileiros e Distrito Federal, com suas 40 Escolas prioritariamente instaladas em regiões de acentuadas carências socioeconômicas,
proporcionando formação educacional gratuita e de qualidade a crianças, jovens e adultos.
No exercício, propiciou ensino a mais de 107 mil alunos, incluindo-se os dos cursos de educação de jovens e adultos e educação profissional.
Aos alunos dos cursos de educação infantil, ensinos fundamental, médio e educação profissional técnica de nível médio, em número superior a 49 mil,
assegurou, também gratuitamente, alimentação, uniforme, material escolar e assistência médico-odontológica.
Registre-se que ao longo dos últimos sete anos o índice de aprovação nas Escolas da Fundação manteve-se, em média, no patamar de 96%,
o que corresponde até mesmo aos melhores parâmetros internacionais.
Os cursos voltados à Formação Inicial e Continuada de Trabalhadores ampliam os sólidos vínculos da Fundação Bradesco com o mercado de
trabalho regional e com os interesses específicos das comunidades, modelados com o intuito de qualificar os participantes a empreender o seu próprio
negócio ou conquistar melhores posições no mercado de trabalho. Nessa perspectiva, destacam-se os cursos de Tecnologia Gráfica, Agropecuária, Gestão
de Empresas, Informática, Moda, Lazer e Desenvolvimento, dentre outros.
Ao longo dos anos, a Fundação Bradesco tem ampliado o conjunto de realizações com parcerias destinadas a dar novo impulso a programas
especiais destinados a democratizar e atualizar o conhecimento. Nesse sentido, destaque-se a aliança com a Aban Informatics Limited, que vem
contribuindo com ilustrações e animações, do Ensino Fundamental e Ensino Médio, nas áreas de física, química, biologia e matemática. Soma-se o
Projeto de Inclusão Digital com a Microsoft, que no exercício treinou gratuitamente 20.000 pessoas nos Centros de Inclusão Digital - CIDs, os quais, ao
final do ano, perfizeram 40 unidades.
Na Escola Virtual, arquitetura de E-Learning da Fundação Bradesco, em conjunto com as Empresas NIIT e ABAN, da Índia, proporciona cerca
de 180 cursos de informática para 8.000 alunos. O Projeto Cisco Networking Academy, desenvolvido em aliança com a Cisco Systems, forneceu
qualificação para mais de 6.800 alunos, para instalação, projetos e gerenciamento de redes de computadores.
Pág: 84
Com o Media Lab, Centro de Pesquisa do MIT - Massachussets Institute of Technology, a Fundação Bradesco desenvolve projetos em 28
Unidades Escolares, em 24 Estados e Distrito Federal. O objetivo é a integração da tecnologia com questões sociais, como "A Cidade que a Gente
Quer", que une professores e alunos em debates sobre questões urbanas em aulas e oficinas, partilhando idéias com escolas e comunidades de diversos
países pela Internet. Uma novidade é a integração com pesquisadores de instituições de países em desenvolvimento.
Ainda em parceria com a Microsoft, Intel, Cisco, ISS e outras, a Fundação Bradesco está desenvolvendo em Campinas, interior do Estado de
São Paulo, o Bradesco Instituto de Tecnologia BIT, dedicado à pesquisa e desenvolvimento de aplicações em tecnologia para a educação e serviços
financeiros.
Há oito anos, a Fundação Bradesco implementa também o curso de informática para deficientes visuais, que já atendeu a 6.412 alunos, em 32
de suas unidades e 37 Instituições parceiras. Símbolo da vocação do Bradesco para a integração social, o curso, que foi pioneiro no gênero, é
reconhecido internacionalmente pela qualidade do seu conteúdo, baseado no Programa Windows e na Internet.
Completam os cursos na área de tecnologia o Programa "Intel Educação para o Futuro" e o Programa “Intel Aprender”. O primeiro tem como
finalidade eliminar barreiras na utilização da tecnologia como ferramenta pedagógica e com esse objetivo já atendeu a mais de 35.000 educadores. O
segundo, implantado em 2005, assegura treinamento na área de informática básica e já ofereceu formação para mais de 3.000 jovens. Realizados nos
Centros de Inclusão Digital-CIDs, os cursos possibilitam a melhoria da empregabilidade da comunidade e monitores para rede pública de ensino. Ambos
contam com a parceria da Empresa Intel.
O quadro das parcerias se desdobra em programas voltados para a sociedade em seu conjunto, sempre com ênfase à educação. Com a
Fundação Roberto Marinho, das Organizações Globo, a Fundação Bradesco mantém, desde 1997, como sócia-fundadora, o Canal Futura - "O Canal do
Conhecimento". Primeiro canal educativo da televisão brasileira, totalmente financiado e gerido pela iniciativa privada, alcança, atualmente, a cerca de 20
milhões de telespectadores, demonstrando a eficácia da televisão como ferramenta para prestar serviço e fomentar a promoção social.
Nessa mesma linha, manteve-se associada ao "Programa Alfabetização Solidária", contribuindo para a alfabetização de cerca de 6 mil brasileiros
a cada ano, desde 1998, nas regiões Norte e Nordeste, graças à ampliação da oferta pública de Educação de Jovens e Adultos.
O alcance e a profundidade das ações sociais da Fundação Bradesco mereceram o reconhecimento em diversas premiações, entre elas,
destaque para o Primeiro lugar no Prêmio – 2ª Olimpíada Brasileira de Saúde e Meio Ambiente, conquistado pelos alunos do 1o Ano do Ensino Médio
da Unidade Escolar de Rio Branco, Acre, com o tema “Os postes inteligentes”, outorgado pela Fundação Oswaldo Cruz – FIOCRUZ, pela Associação
Brasileira de Saúde Coletiva – ABRASCO e pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Renováveis – IBAMA, em parceria com uma rede
nacional de instituições das áreas de educação, saúde, meio ambiente, ciência e tecnologia; e Prêmio E-Learning Brasil 2005, Categoria Educação Star,
promovido pela Associação Brasileira de Recursos Humanos-ABRH e pela Micropower, destacando as 16 referências brasileiras em educação a distância,
por projetos desenvolvidos na área educacional, por meio da Escola Virtual e dos Centros de Inclusão Digital-CIDs.
Registre-se também que o Projeto Finasa Esportes, desenvolvido pela Organização, mantém núcleos de formação para o ensino de vôlei e
basquete na Fundação Bradesco em Osasco, SP, e em Escolas e Centros Esportivos no Município, que atenderam em 2005 a 3.093 meninas de 10 a
16 anos.
O trabalho desenvolvido pela Fundação Bradesco tem influência comprovada na elevação do nível de qualidade de vida das comunidades onde
atua, o que lhe confere a característica de “investimento socialmente responsável”, na melhor acepção do termo.
R$ 167,061
milhões totalizou a verba orçamentária da Fundação Bradesco aplicada no ano 2005, estando já previsto para 2006 o montante
de R$ 184,011 milhões, para o atendimento a mais de 108 mil alunos.
R$
milhões foram os demais investimentos realizados em 2005 pela Organização Bradesco, em projetos sociais destinados às
comunidades, voltados ao ensino, artes, cultura, esportes, saúde, saneamento, combate à fome e segurança alimentar.
53,150
Recursos Humanos
O aprimoramento do quadro de pessoal é parte essencial da estratégia da Organização Bradesco, uma estrutura que reúne ao todo 73.881
funcionários, sendo 61.347 no Bradesco e 12.534 nas Empresas Controladas.
Com foco na qualidade, diversificação e excelência na prestação de serviços, a Política de Gerenciamento dos Recursos Humanos adotada tem
ampliado os programas de treinamento e capacitação, de modo a abrir novos espaços, compartilhando conhecimento e promovendo a valorização do
quadro. A prospecção do conhecimento é fundamental para a evolução da produtividade, qualidade do atendimento e manutenção da liderança de
mercado. Os cursos atendem a todos com o mesmo padrão de excelência e concentram-se principalmente nas áreas operacionais, técnicas e
comportamentais.
O aprendizado envolve temas sobre demandas dos mercados, cenários econômicos e exigências dos avanços tecnológicos, sempre tratados com
amplitude e profundidade pelas equipes de instrutores especializados e apoio de infra-estrutura adequada. O TreiNet - Treinamento por Meio de Internet,
que no ano findo registrou mais de 315 mil participações, vem proporcionando aos funcionários a possibilidade de adquirir novos conhecimentos, a
distância, de maneira indistinta e abrangente, o que valoriza a sua disseminação.
A atualização e os avanços do aprendizado são proporcionados por meio de Programas de Desenvolvimento Gerencial realizados em parceria
com Consultorias, Universidades e Escolas de Negócios, para cursos de especialização nas áreas de economia, administração e direito, inclusive em nível
de pós-graduação.
A comunicação interna no Bradesco sempre recebeu especial atenção pelo seu caráter disseminador de informações, conceitos, estratégias em
diferentes mercados, valores e evolução do clima organizacional. Merecem destaque as publicações “Interação”, enviada de maneira personalizada a cada
Pág: 85
funcionário, e “Sempre em Dia” - Jornal diário. Nesse sentido, a TV Bradesco muito contribui, em todos os níveis, para preparar, integrar e motivar o
quadro de funcionários.
Os benefícios assistenciais dedicados à melhoria da qualidade de vida, bem-estar e segurança dos funcionários e seus dependentes, ao final do
ano, abrangiam 173.895 vidas. Entre eles, destacam-se:
•
•
•
•
•
Seguro Saúde Médico-Hospitalar;
Seguro Saúde Odontológico;
Plano de Previdência Complementar de Aposentadoria e Pensões;
Apólices de Seguro de Vida em Grupo e Coletivo de Acidentes Pessoais; e
Apólice Coletiva de Seguro para Autos.
Registre-se ainda que o Bradesco integrou pela sexta vez a lista do Guia Exame - Você S/A 2005 – As Melhores Empresas para Você
Trabalhar e pela terceira vez consecutiva o ranking As Melhores Empresas para a Mulher Trabalhar, ambos promovidos pelas revistas Exame e Você
S/A, em parceria com a Consultoria Great Place to Work. Pelo segundo ano, o Bradesco também foi destaque na pesquisa As Melhores na Gestão de
Pessoas da revista Valor Carreira, editada pelo Jornal Valor Econômico, com apoio técnico do Hay Group, ouvindo diretamente os funcionários. Mais uma
vez, as distinções reafirmam a motivação de todos com o ambiente de trabalho, a eficácia do modelo de gestão, os benefícios oferecidos e
oportunidades de ascensão profissional.
R$
52,282
milhões investidos no ano em Programas de Treinamento, com 618.983 participações.
R$ 454,893
milhões aplicados no Programa de Alimentação, com o fornecimento diário de 94.473 lanches e 70.834 vales-refeições.
3,594
669.751
milhões de atendimentos médicos e hospitalares e
atendimentos odontológicos durante o ano.
Os resultados conquistados estão em sintonia com as estratégias adotadas pela Organização Bradesco para atender às expectativas dos clientes,
com eficiência e qualidade nos seus produtos e serviços. Inspiram renovada confiança no futuro e criam ambiente favorável para realizações ainda
maiores em 2006. Refletem o esforço permanente para ampliar a sua presença no cotidiano das pessoas e empresas, contribuindo para a edificação de
um País cada vez mais desenvolvido, justo e próspero.
Responsabilidade Socioambiental
Responsabilidade Social
A atuação no campo da Responsabilidade Social faz parte dos valores corporativos do Banco Bradesco. Este trabalho busca estimular o desenvolvimento
econômico, a melhoria da qualidade de vida da comunidade e da sociedade como um todo.
Destacam-se as seguintes atividades:
1)
Fundação Bradesco, que mantém 40 Escolas, prioritariamente em regiões carentes, e proporciona ensino gratuito a mais de 108 mil alunos;
2)
Finasa Esportes, programa em parceria com a Prefeitura de Osasco, que proporciona a iniciação de meninas (a maioria provenientes de
famílias carentes, entre 10 e 16 anos) à prática de Voleibol e Basquete;
3)
Chave de Segurança Eletrônica para Deficientes Visuais, dispositivo eletrônico para que deficientes visuais acessem o Internet Banking. Esta
iniciativa, desenvolvida em abril deste ano, visa a beneficiar os três mil clientes portadores de deficiência visual cadastrados no Bradesco
Internet Banking.
Responsabilidade Ambiental
Ciente da necessidade, muitas são as medidas adotadas pelo Bradesco com o objetivo de contribuir para a preservação ambiental. No segundo trimestre
de 2006, destacam-se:
1)
A obtenção das Certificações ISO 14001 (Sistema de Gestão Ambiental) e OHSAS 18001 (Sistema de Gestão de Segurança e Saúde
Ocupacional) para o prédio da Avenida Paulista (São Paulo);
Pág: 86
2)
A adoção, a partir de junho de 2006, dos parâmetros dos princípios do Equador 2, utilizados para avaliação dos possíveis impactos
socioambientais dos projetos (project finance) com financiamento acima de US$ 10 milhões. Também com este objetivo, foi realizado em
maio de 2006, um encontro com os 80 principais fornecedores do Banco, para promover a conscientização da responsabilidade
socioambiental;
3)
E o lançamento, em maio de 2006, do Título de Capitalização Pé Quente SOS Mata Atlântica 300 – PU (pagamento único), que tem parte
da arrecadação investida em projetos de reflorestamento da Fundação SOS Mata Atlântica.
B r a d e s c o
Companhia aberta
CNPJ n.º 60.746.948/0001-12
Aviso aos Acionistas
Os Órgãos de Administração do Banco Bradesco S.A., em reuniões de 18.9.2006, deliberaram:
1.
amortizar, no trimestre em curso, os Ágios existentes, que em 30.6.2006 totalizavam R$2,055 bilhões, com o conseqüente impacto líquido
no resultado da Sociedade no valor de R$1,356 bilhão;
2.
com o objetivo de recompor os níveis de capitalização do Banco, em decorrência da amortização dos Ágios, propor aos acionistas
aumento do Capital Social no valor de R$1,2 bilhão, mediante a emissão de novas ações;
3.
a fim de possibilitar o exercício integral dos direitos de subscrição no aumento do capital proposto, sem a necessidade de desembolso por
parte dos acionistas, antecipar a declaração e pagamento de Juros sobre o Capital Próprio Complementares e Dividendos, no montante de
R$1,391 bilhão.
I.
Amortização dos Ágios Existentes
A antecipação da amortização da totalidade dos Ágios, que seria efetuada conforme fluxo abaixo, não afetará a distribuição de Dividendos
e/ou Juros sobre o Capital Próprio do exercício de 2006. Além disso, trará reflexos positivos em resultados futuros, uma vez que a
referida despesa não será lançada nos mencionados resultados, e conseqüentemente na remuneração do capital dos acionistas, no valor
líquido de aproximadamente R$400 milhões.
Fluxo Anteriormente Divulgado de Amortização dos Ágios
DataData-Base: 30.6.2006 - R$ milhões
2º semestre/06
235
II.
2007
449
2008
449
2009
382
2010
2010
348
20112011-2016
192
Total
2.055
Aumento do Capital Social com Subscrição de Novas Ações
Com o objetivo de recompor os níveis de capitalização do Banco, em decorrência da amortização dos Ágios, o Conselho de
Administração convocou os acionistas da Sociedade para a Assembléia Geral Extraordinária, a realizar-se no próximo dia 5 de outubro de
2006, às 16h, na sede social, Cidade de Deus, Vila Yara, Osasco, SP, no Salão Nobre do 5º andar, Prédio Novo, a fim de deliberar
sobre proposta para aumento do Capital Social no valor de R$1.200.000.000,00, elevando-o de R$13.000.000.000,00 para
R$14.200.000.000,00, mediante a emissão de 21.818.182 novas ações, nominativas-escriturais, sem valor nominal, sendo 10.909.152
ordinárias e 10.909.030 preferenciais, ao preço de R$55,00 por ação, mediante subscrição particular pelos acionistas no período de 19.10
a 20.11.2006, na proporção de 2,226746958% sobre a posição acionária que cada um possuir na data da Assembléia, com integralização
à vista, de 100% do valor das ações subscritas, em 7.12.2006.
O exercício do direito de subscrição das ações a serem emitidas não importará em qualquer desembolso de recursos por parte dos
acionistas inscritos nos registros do Banco em 5.10.2006, uma vez que a integralização poderá ser realizada com a utilização dos
créditos relativos aos Juros sobre o Capital Próprio Complementares e Dividendos, a serem pagos na mesma data da integralização das
ações subscritas, conforme o disposto no Item III.
Direito das Ações Subscritas
Subscritas - Farão jus a Dividendos e/ou Juros sobre o Capital Próprio Mensais e eventualmente Complementares que
vierem a ser declarados a partir da data de sua inclusão na posição dos acionistas, que ocorrerá após a aprovação do respectivo
processo pelo Banco Central do Brasil, bem como, de forma integral, a eventuais vantagens atribuídas às demais ações a partir da
citada data.
III. Declaração e Pagamento de Juros sobre o Capital Próprio Complementares e Dividendos
Pág: 87
A fim de possibilitar aos acionistas subscreverem o aumento de capital proposto no Item II, sem qualquer desembolso de recursos, o
Conselho de Administração deliberará, em reunião de 5.10.2006, os seguintes pagamentos aos acionistas da Sociedade, a serem realizados
em 7.12.2006:
1.
Juros sobre o Capital Próprio Complementares, no valor de R$0,784333536 por ação ordinária e R$0,862766889 por ação preferencial,
preferencial
cujo pagamento será pelo valor líquido de R$0,666683505 por ação ordinária e R$0,733351856 por ação preferencial,
preferencial já deduzido o
Imposto de Renda na Fonte de 15% (quinze porcento), exceto para os acionistas pessoas jurídicas que estejam dispensados da referida
tributação, que receberão pelo valor declarado.
2.
Dividendos, no valor de R$0,568954689 por ação ordinária e R$0,625850158 por ação preferencial
preferencial,
rencial cujo pagamento será pelo valor
declarado, sem retenção de Imposto de Renda na Fonte, nos termos do Artigo 10 da Lei n.º 9.249/95.
Os juros sobre o Capital Próprio Complementares e os Dividendos a serem aprovados, representam juntos aproximadamente 41,3 vezes os
Juros mensalmente pagos, e beneficiarão os acionistas que se acharem inscritos nos registros do Banco em 5.10.2006.
A seguir, quadro demonstrativo preliminar dos Juros sobre o Capital Próprio e Dividendos de 2006:
Em R$
Juros Mensais pagos
Juros Mensais a pagar, relativos aos meses de setembro, outubro, novembro e dezembro de 2006
256.361.134,10
134.766.741,36
336.990.727,74
806.452.828,19
585.000.000,00
2.119.571.431,39
Juros Intermediários do 1º semestre pagos
Juros Complementares (*)
Dividendos (*)
Total
(*) Pagamento em 7.12.2006
Por ação em R$
Espécie
ON
PN
Total dos
Juros
Mensais
0,380475000
0,418522500
Juros Intermediários
do 1º semestre
Juros Complementares
Dividendos
Total
0,327750000
0,360525000
0,784333536
0,862766889
0,568954689
0,625850158
2,061513225
2,267664547
Os Juros sobre o Capital Próprio e os Dividendos relativos às ações custodiadas na CBLC - Companhia Brasileira de Liquidação e
Custódia serão pagos à referida CBLC, que os repassará aos acionistas titulares por intermédio dos Agentes de Custódia.
Os valores distribuídos, conforme quadro demonstrativo acima, são computados, líquidos de Imposto de Renda na Fonte, no cálculo dos
Dividendos obrigatórios previsto no Estatuto Social.
A Sociedade poderá, com base no resultado apurado no exercício social de 2006, distribuir novos Juros sobre o Capital Próprio e/ou
Dividendos aos acionistas.
Pág: 88
Demonstramos a seguir a projeção dos gastos de 2006, visando a aplicação e modernização de nossas agências, bem como os investimentos em
sistema de transporte, comunicação e mecanização.
PROJEÇÃO DOS GASTOS
Construção, Modernização e Ampliação de Agência
R$ MILHÕES
238
Processamento de Dados e Telecomunicações
633
TOTAL
871
Esta estimativa dos gastos referem-se ao Banco Bradesco (Controlador).
Pág: 89
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
IAN - INFORMAÇÕES ANUAIS
Data-Base - 31/12/2005
Divulgação Externa
Legislação Societária
Reapresentação Espontânea
01.01 - IDENTIFICAÇÃO
1 - CÓDIGO CVM
2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL
3 - CNPJ
00090-6
BANCO BRADESCO S.A.
60.746.948/0001-12
16.01 - AÇÕES JUDICIAIS COM VALOR SUPERIOR A 5% DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO OU DO LUCRO LÍQUIDO
1 - ITEM 2 - DESCRIÇÃO
3 - % PATRIM. 4 - % LUCRO
LÍQUIDO
LÍQUIDO
5 - PROVISÃO 6 - VL.PROVISIONADO 7 - VL. TOTAL AÇÕES
(Reais Mil)
(Reais Mil)
8 - OBSERVAÇÃO
01
TRABALHISTA
0,00
0,00
0
0
02
FISCAL/TRIBUTÁRIA
0,00
0,00
0
0
03
OUTRAS
0,00
0,00
0
0
21/09/2011 13:14:32
Pág:
90
As transações com controladores, controladas e coligadas (direta e indireta) são efetuadas em condições e taxas compatíveis com as médias
praticadas com terceiros, vigentes nas datas das operações, e estão assim representadas:
Em 31 de dezembro de 2005 – R$ mil
Ativos
Receitas
(passivos)
(despesas)
Juros sobre o capital próprio e dividendos:
Bradesco Seguros S.A.
Banco Finasa S.A.
Banco Boavista Interatlântico S.A.
Bradesco Vida e Previdência S.A.
Banco Mercantil de São Paulo S.A.
Banco Alvorada S.A.
Bradesco Leasing S.A. Arrendamento Mercantil
Cidade de Deus Companhia Comercial de Participações
Fundação Bradesco
Outros controladores, controladas e coligadas
422.190
67.301
36.422
80.306
80.702
145.870
51.725
(183.534)
(84.494)
86.642
-
Depósitos à vista:
Bradesco Leasing S.A. Arrendamento Mercantil
Bradesco Auto/RE Cia. de Seguros
Bradesco Saúde S.A.
Finasa Promotora de Vendas Ltda.
Bradesco Vida e Previdência S.A.
BRAM – Bradesco Asset Management S.A.
Outros controladores, controladas e coligadas
(7.873)
(5.068)
(24)
(1.698)
(11.613)
(4.378)
(7.830)
-
Depósitos a prazo:
Bradesco Argentina de Seguros S.A.
Cidade de Deus Companhia Comercial de Participações
Bradesco Auto/RE Cia. de Seguros
Bradesco Securities Inc
Outros controladores, controladas e coligadas
(22.372)
(4.256)
(12.931)
(4.869)
(1.862)
Depósitos no exterior em moedas estrangeiras:
Banco Bradesco Luxembourg S.A.
Banco Bradesco Argentina S.A.
Aplicações em moedas estrangeiras:
Banco Bradesco Luxembourg S.A.
(380)
(493)
(124)
(30)
(927)
348
17
-
72.292
623
Captações/aplicações em depósitos interfinanceiros (b):
Captações:
Bradesco Leasing S.A. Arrendamento Mercantil
Banco Mercantil de São Paulo S.A.
Banco BEM S.A.
Banco Finasa S.A.
Alvorada Cartões, Crédito, Financiamento e Investimento S.A.
Banco Boavista Interatlântico S.A.
Banco Alvorada S.A.
Zogbi Leasing S.A. Arrendamento Mercantil
Outros controladores, controladas e coligadas
(15.083.186)
(2.924.510)
(793.950)
(240.158)
(253.680)
(87.622)
(3.168.086)
(133.739)
(60.485)
(1.481.342)
(421.322)
(121.698)
(1.427)
(1.656)
(3.876)
(353.943)
(16.664)
(5.233)
Aplicações:
Banco Finasa S.A.
Banco Boavista Interatlântico S.A.
Outros controladores, controladas e coligadas
16.313.051
-
2.111.115
26.472
10.986
Captações:
Cia. Brasileira de Meios de Pagamento – VISANET
Alvorada Serviços e Negócios Ltda.
Bradesco S.A. – CTVM
Banco Finasa S.A.
Banco Mercantil de São Paulo S.A.
Outros controladores, controladas e coligadas
(105.565)
(228.123)
(27.698)
(7.909)
(9.097)
(39.505)
(10.796)
(1.347)
(4.014)
(9.869)
(964)
(7.526)
Aplicações:
Banco BEM S.A.
Banco Alvorada S.A.
552.030
398.436
90.883
68.127
28.394
3.831
Captações/aplicações no mercado aberto (c):
Instrumentos financeiros derivativos (swap) (d):
Banco Finasa S.A.
Pág: 91
Outros controladores, controladas e coligadas
Obrigações por empréstimos e repasses no exterior (e):
Banco Bradesco Luxembourg S.A.
Banco Boavista Interatlântico S.A.
Outros controladores, controladas e coligadas
Prestação de serviços (f):
Scopus Tecnologia S.A.
CPM S.A.
Outros controladores, controladas e coligadas
Aluguéis de agências:
Bradesco Seguros S.A.
Banco Mercantil de São Paulo S.A.
Bradesco Vida e Previdência S.A.
Paineira Holdings Ltda.
Outros controladores, controladas e coligadas
Títulos e valores mobiliários:
Bradesco Leasing S.A. Arrendamento Mercantil
Cibrasec – Companhia Brasileira de Securitização
Obrigações por títulos e valores mobiliários no exterior (g):
Banco Boavista Interatlântico S.A.
Cidade Capital Markets Limited
Repasses interfinanceiros (h):
Outros controladores, controladas e coligadas
Operações de securitização (i):
Cia. Brasileira de Meios de Pagamento – VISANET
1.132
651
(141.544)
(19.054)
-
(2.860)
(646)
(26)
(6.161)
(5.411)
(5)
(143.746)
(41.954)
4.034
-
(27.464)
(14.898)
(6.052)
(8.379)
(14.617)
12.172.766
16.734
1.121.807
2.073
(27.136)
(19.179)
(1.024)
-
(342)
(657.262)
(72.238)
(29.518)
(378)
(25.283)
(378)
Dívidas subordinadas:
Cidade de Deus Companhia Comercial de Participações
Fundação Bradesco
(21.988)
(247.286)
(5.866)
(35.668)
Valores a receb
receber:
er:
Companhia Brasileira de Soluções e Serviços – VisaVale
3.697
Negociação e intermediação de valores:
Nova Paiol Participações S.A.
Aquarius Holdings S.A.
a)
b)
c)
d)
e)
f)
g)
h)
i)
-
Linha de crédito no exterior, com a finalidade de financiamento à exportação no Brasil, com encargos equivalentes à variação cambial e juros praticados no mercado internacional;
Aplicações interfinanceiras de liquidez - depósitos interfinanceiros de ligadas, com taxas equivalentes às do CDI – certificado de depósito interfinanceiro;
Recompras e/ou revendas a liquidar, de operações compromissadas, lastreadas em títulos públicos, com taxas equivalentes às do “overnight”;
Diferenciais a receber e a pagar de operações de “swap”;
Empréstimos no exterior, captados em moeda estrangeira, para financiamento à exportação, com encargos equivalentes à variação cambial e juros do mercado internacional;
Contratos celebrados com a Scopus Tecnologia S.A. para serviços de manutenção de equipamentos de informática, e com a CPM S.A. para serviços de manutenção de sistemas de
processamento de dados;
Captações/Aplicações em títulos e valores mobiliários no exterior – “fixed rate euronotes e eurobonds”, com variação cambial e juros equivalentes aos de colocação de títulos no mercado
internacional;
Recursos captados para repasse em operações de crédito rural, com encargos equivalentes aos praticados nessa modalidade de operação; e
Operações de securitização do fluxo futuro de recebíveis de faturas de cartão de crédito de clientes residentes no exterior.
Pág: 92
AGE 12.3.2007
Banco Bradesco S.A.
Estatuto Social
Título I - Da Organização, Duração e Sede
o
Art. 1 ) O Banco Bradesco S.A., companhia aberta, doravante chamado Sociedade, rege-se pelo presente Estatuto.
Art. 2o) O prazo de duração da Sociedade é indeterminado.
Art. 3o) A Sociedade tem sede e foro no núcleo administrativo denominado “Cidade de Deus”, situado na
Osasco, Estado de São Paulo.
Vila Yara, no município e comarca de
Art. 4o) Poderá a Sociedade instalar ou suprimir Agências no País, a critério da Diretoria, e no Exterior, com a aprovação, adicional, do Conselho de
Administração, doravante chamado também Conselho.
Título II - Dos Objetivos Sociais
Art. 5o) O objetivo da Sociedade é efetuar operações bancárias em geral, inclusive câmbio.
Título III - Do Capital Social
Art. 6o) O Capital Social é de R$18.000.000.000,00 (dezoito bilhões de reais), dividido em 2.002.321.048 (dois bilhões, dois milhões, trezentas e vinte e
uma mil e quarenta e oito) ações nominativas-escriturais, sem valor nominal, das quais 1.000.866.112 (um bilhão, oitocentas e sessenta
e seis mil, cento e doze) ordinárias e 1.001.454.936 (um bilhão, um milhão, quatrocentas e cinqüenta e quatro mil, novecentas e trinta
e seis) preferenciais.
Parágrafo Primeiro - As ações ordinárias conferirão aos seus titulares os direitos e vantagens previstos em lei. No caso de oferta
pública decorrente de eventual alienação do controle da Sociedade, as ações ordinárias não integrantes
do bloco de controle terão direito ao recebimento de 100% (cem porcento) do valor pago por ação
ordinária de titularidade dos controladores.
Parágrafo Segundo - As ações preferenciais não terão direito a voto, mas conferirão, aos seus
vantagens:
titulares, os seguintes direitos e
a)
prioridade no reembolso do Capital Social, em caso de liquidação da Sociedade;
b)
dividendos 10% (dez porcento) maiores que os atribuídos às ações ordinárias;
c)
inclusão em oferta pública decorrente de eventual alienação do controle da Sociedade, sendo assegurado aos seus titulares o
recebimento do preço igual a 80% (oitenta porcento) do valor pago por ação ordinária, integrante do bloco de controle.
Parágrafo
Terceiro - Nos aumentos de capital, a parcela de, pelo menos, 50% (cinqüenta porcento) será realizada no ato da
subscrição e o restante será integralizado mediante chamada da Diretoria, observados os preceitos
legais.
Parágrafo Quarto - Todas as ações da Sociedade são escriturais, permanecendo em contas de
depósito, nela própria, em nome
de seus titulares, sem emissão de certificados, podendo ser cobrado dos acionistas o custo do serviço
de transferência da propriedade das referidas ações.
Parágrafo Quinto - Não será permitida:
a)
conversão de ações ordinárias em ações preferenciais e vice-versa;
b)
emissão de partes beneficiárias.
Parágrafo Sexto – Poderá a Sociedade, mediante autorização do Conselho, adquirir ações de sua própria emissão, para cancelamento
ou permanência temporária em tesouraria, e posterior alienação.
Título IV - Da Administração
Art. 7o) A Sociedade será administrada por um Conselho de Administração e por uma Diretoria.
Título V - Do Conselho de Administração
Art. 8o) O Conselho de Administração, com mandato de 1 (um) ano, é composto de 6 (seis) a 9 (nove) membros, que escolherão entre si 1 (um)
Presidente e 1 (um) Vice-Presidente.
Parágrafo Primeiro - O Conselho deliberará validamente desde que presente a maioria absoluta dos membros em exercício, inclusive o
Presidente, que terá voto de qualidade, no caso de empate.
Pág: 93
Parágrafo Segundo
Parágrafo Terceiro –
- Na vacância do cargo e nas ausências ou impedimentos temporários do Presidente do Conselho, assumirá o
Vice-Presidente. Nas ausências ou impedimentos temporários deste, o Presidente designará substituto
entre os demais membros. Vagando o cargo de Vice-Presidente, o Conselho nomeará substituto, que
servirá pelo tempo que faltar para completar o mandato do substituído.
Nas hipóteses de afastamento temporário ou definitivo de qualquer dos outros Conselheiros, os demais poderão
nomear substituto, para servir em caráter eventual ou permanente, observados os preceitos da lei e
deste Estatuto.
Art. 9o) Além das previstas em lei e neste Estatuto, são também atribuições e deveres do Conselho:
a)
b)
c)
d)
e)
f)
g)
h)
i)
j)
k)
l)
m)
n)
o)
p)
q)
zelar para que a Diretoria esteja, sempre, rigorosamente apta a exercer suas funções;
cuidar para que os negócios sociais sejam conduzidos com probidade, de modo a preservar o bom nome da Sociedade;
sempre que possível, preservar a continuidade administrativa, altamente recomendável à estabilidade, prosperidade e segurança da
Sociedade;
fixar a orientação geral dos negócios da Sociedade, inclusive deliberar sobre a constituição e o funcionamento de Carteiras
Operacionais;
autorizar a aquisição, alienação e a oneração de bens integrantes do Ativo Permanente e de participações societárias de caráter
não-permanente da Sociedade e de suas controladas diretas e indiretas, quando de valor superior a 1% (um porcento) de seus
respectivos Patrimônios Líquidos;
deliberar sobre a negociação com ações de emissão da própria Sociedade, de acordo com o Parágrafo Sexto do Artigo 6o;
autorizar a concessão de qualquer modalidade de doação, contribuição ou auxílio, independentemente do beneficiário;
aprovar o pagamento de dividendos e/ou juros sobre o capital próprio propostos pela Diretoria;
submeter à Assembléia Geral propostas objetivando aumento ou redução do capital social, grupamento, bonificação ou
desdobramento de suas ações, operações de fusão, incorporação ou cisão e reformas estatutárias da Sociedade;
deliberar sobre associações, envolvendo a Sociedade ou suas Controladas, inclusive participação em acordos de acionistas;
aprovar a aplicação de recursos oriundos de incentivos fiscais;
examinar e deliberar sobre os orçamentos e demonstrações financeiras submetidos pela Diretoria;
avocar para sua órbita de deliberação assuntos específicos de interesse da Sociedade e deliberar sobre os casos omissos;
realizar o rateio da remuneração dos Administradores, estabelecida pela Assembléia Geral e fixar as gratificações de conselheiros,
diretores e funcionários, quando entender de concedê-las;
autorizar, quando considerar necessária, a representação da Sociedade individualmente por um membro da Diretoria ou por um
procurador, devendo a respectiva deliberação indicar os atos que poderão ser praticados;
fixar a remuneração dos membros do Comitê de Auditoria, que não poderá ser inferior, para cada membro em exercício, a dez
por cento do que, em média, for atribuída de honorários mensais a cada Diretor, não computando quaisquer outras verbas;
aprovar o Relatório Corporativo de Conformidade dos Controles Internos e determinar a adoção de estratégias, políticas e
medidas voltadas à difusão da cultura de controle e mitigação de riscos.
Parágrafo Único - O Conselho poderá atribuir funções especiais à Diretoria e a qualquer dos
comitês para tratar de assuntos específicos.
membros desta, bem como instituir
Art. 10) Compete ao Presidente do Conselho presidir as reuniões deste Órgão e as Assembléias Gerais, podendo indicar para fazê-lo, em seu lugar,
qualquer dos membros do Conselho.
Parágrafo Único - O Presidente do Conselho poderá convocar a Diretoria e participar, com os demais Conselheiros, de quaisquer de
suas reuniões.
Art. 11) O Conselho reunir-se-á trimestralmente e, quando necessário, extraordinariamente, por convocação do seu Presidente, ou da metade dos demais
membros em exercício, fazendo lavrar ata de cada reunião.
Título VI - Da Diretoria
Art. 12) A Diretoria da Sociedade, eleita pelo Conselho, com mandato de 1 (um) ano, é composta de 52 (cinqüenta e dois) a 79 (setenta e nove)
membros, sendo de 19 (dezenove) a 26 (vinte e seis) o número de Diretores Executivos, distribuídos nas seguintes categorias de
cargos: 1 (um) Diretor-Presidente, de 7 (sete) a 10 (dez) Diretores Vice-Presidentes e de 11 (onze) a 15 (quinze) Diretores Gerentes.
Os demais cargos da Diretoria serão distribuídos da seguinte forma: de 33 (trinta e três) a 53 (cinqüenta e três) Diretores
Departamentais e Diretores Regionais, sendo de 27 (vinte e sete) a 41 (quarenta e um) o número de Diretores Departamentais e de
6 (seis) a 12 (doze) o de Diretores Regionais.
Parágrafo Primeiro - O Conselho fixará em cada eleição as quantidades de cargos a preencher e designará, nomeadamente, entre os
Diretores Executivos que eleger, os que devam ocupar as funções de Diretor-Presidente, Diretores VicePresidentes e Diretores Gerentes, observados os requisitos dos Artigos 17, 18 e 19 deste Estatuto.
Parágrafo Segundo - Os requisitos previstos no Inciso II do Artigo 18 e “caput” do 19, relativos, respectivamente, a Diretores
Executivos e a Diretores Departamentais/Regionais, poderão ser dispensados pelo Conselho em caráter
excepcional, até o limite de ¼ (um quarto) de cada uma dessas categorias de cargos, salvo em
relação aos Diretores nomeados para os cargos de Presidente e de Vice-Presidentes.
Art. 13) Aos Diretores compete administrar e representar a Sociedade, com poderes para obrigá-la em quaisquer atos e contratos de seu interesse,
podendo transigir e renunciar direitos e adquirir, alienar e onerar bens, observando o disposto na letra “e” do Artigo 9o deste Estatuto.
Parágrafo Primeiro - Ressalvadas as exceções previstas expressamente neste Estatuto, a Sociedade só se obriga mediante assinaturas,
em conjunto, de no mínimo 2 (dois) Diretores, devendo um deles estar no exercício do cargo de
Diretor- Presidente ou Diretor Vice-Presidente.
Pág: 94
Parágrafo Segundo - A Sociedade poderá também ser representada por no mínimo 1 (um) Diretor e 1 (um) procurador, ou por no
mínimo 2 (dois) procuradores, em conjunto, especialmente constituídos, devendo do respectivo instrumento
de mandato constar os seus poderes, os atos que poderão praticar e o seu prazo, salvo se judicial o
mandato, hipótese em que o procurador poderá assinar isoladamente e a procuração ter prazo
indeterminado e ser substabelecida. O instrumento de mandato deverá ainda indicar se o mandatário
exercerá os poderes em conjunto com outro procurador ou Diretor da Sociedade.
Parágrafo Terceiro - Aos Diretores Departamentais e Regionais são vedados os atos que
direitos da Sociedade.
impliquem em alienar e onerar bens e
Art. 14) Além das atribuições normais que lhe são conferidas pela lei e por este Estatuto, compete especificamente a cada membro da Diretoria:
a)
b)
c)
ao Diretor-Presidente, presidir as reuniões da Diretoria, supervisionar e coordenar a ação dos seus membros;
aos Diretores Vice-Presidentes, colaborar com o Diretor-Presidente, no desempenho das suas funções;
aos Diretores Gerentes, o desempenho das funções que lhes forem atribuídas, reportando-se ao Diretor-Presidente e aos Diretores
Vice-Presidentes;
aos Diretores Departamentais, a condução das atividades dos Departamentos que lhes estão afetos e assessorar os demais
membros da Diretoria;
aos Diretores Regionais, orientar e supervisionar as Agências sob sua jurisdição e cumprir as funções que lhes forem atribuídas,
reportando-se à Diretoria.
d)
e)
Art. 15) A Diretoria Executiva fará reuniões ordinárias semanalmente, e extraordinárias sempre que necessário, deliberando validamente desde que presente
mais da metade dos seus membros em exercício, com a presença obrigatória do titular do cargo de Diretor-Presidente, ou seu
substituto, que terá voto de qualidade, no caso de empate. As reuniões extraordinárias serão realizadas sempre que convocadas pelo
Presidente do Conselho, pelo Presidente da Diretoria ou, ainda, pela metade dos demais Diretores Executivos em exercício.
Art. 16) Em caso de vaga, ausência ou impedimento temporário de qualquer Diretor, inclusive do Presidente, caberá ao Conselho indicar o seu substituto.
Art. 17) Para o exercício do cargo de Diretor é necessário dedicar tempo integral aos serviços da Sociedade, sendo incompatível o exercício do cargo
de Diretor desta com o desempenho de outras funções ou atividades profissionais, ressalvados os casos em que a Sociedade tenha
interesse, a critério do Conselho.
Art. 18) Para exercer o cargo de Diretor Executivo é necessário, ainda, que o candidato, na data da eleição, preencha, cumulativamente, os seguintes
requisitos:
Art. 19)
I.
tenha menos de 65 (sessenta e cinco) anos de idade;
II.
faça parte dos quadros de empregados ou de administradores da Sociedade ou de empresas a ela ligadas há mais de 10
(dez) anos, ininterruptamente.
Para exercer o cargo de Diretor Departamental ou Regional é necessário que o candidato faça parte dos quadros de empregados ou de
administradores da Sociedade ou de empresas a ela ligadas, e tenha na data da eleição:
I.
Diretor Departamental - menos de 62 (sessenta e dois) anos de idade;
II.
Diretor Regional - menos de 60 (sessenta) anos de idade.
Título VII - Do Conselho Fiscal
Art. 20) O Conselho Fiscal, não permanente, compor-se-á, quando instalado, de 3 (três) a 5 (cinco) membros efetivos e de igual número de suplentes.
Título VIII - Do Comitê de Auditoria
Art. 21) A Sociedade terá um Comitê de Auditoria, composto de 3 (três) a 5 (cinco) membros, com mandato de 1 (um) ano, nomeados e destituídos
pelo Conselho de Administração, devendo um deles ser designado Coordenador.
Parágrafo Único - Além das previstas em lei ou regulamento, são também atribuições do Comitê de Auditoria:
a) recomendar ao Conselho de Administração a entidade a ser contratada para prestação dos serviços de auditoria independente e
a respectiva remuneração, bem como a sua substituição;
b) revisar, previamente à divulgação ao Mercado, as demonstrações contábeis, inclusive notas explicativas, relatórios da administração
e parecer do auditor independente;
c) avaliar a efetividade das auditorias independente e interna, inclusive quanto à verificação do cumprimento de dispositivos legais e
normativos aplicáveis à Sociedade, além de regulamentos e códigos internos;
d) avaliar o cumprimento, pela Diretoria da Sociedade, das recomendações feitas pelos auditores independentes ou internos, bem
como recomendar ao Conselho de Administração a resolução de eventuais conflitos entre os auditores externos e a Diretoria;
e) estabelecer e divulgar procedimentos para recepção e tratamento de informações acerca do descumprimento de dispositivos legais
e normativos aplicáveis à Sociedade, além de regulamentos e códigos internos, inclusive com previsão de procedimentos
específicos para proteção do prestador da informação e da sua confidencialidade;
f) recomendar à Diretoria da Sociedade correção ou aprimoramento de políticas, práticas e procedimentos identificados no âmbito de
suas atribuições;
g) reunir-se, no mínimo, trimestralmente, com a Diretoria da Sociedade e auditorias independente e interna;
Pág: 95
h) verificar, por ocasião de suas reuniões, o cumprimento de suas recomendações e/ou esclarecimentos às suas indagações,
inclusive no que se refere ao planejamento dos respectivos trabalhos de auditoria, formalizando em Atas os conteúdos de tais
encontros;
i) estabelecer as regras operacionais para seu funcionamento;
j) reunir-se com o Conselho Fiscal e Conselho de Administração, por solicitação dos mesmos, para discutir acerca de políticas,
práticas e procedimentos identificados no âmbito das suas respectivas competências.
Título IX - Do Comitê
Comitê de Controles Internos e Compliance
Art. 22) A Sociedade terá um Comitê de Controles Internos e Compliance, composto de 3 (três) a 6 (seis) membros, nomeados e destituídos pelo
Conselho de Administração, com mandato de 1 (um) ano, devendo um deles ser designado Coordenador.
Parágrafo Único - O Comitê terá por objetivo assessorar o Conselho de Administração no desempenho de suas atribuições relacionadas
à adoção de estratégias, políticas e medidas voltadas à difusão da cultura de controles internos, mitigação
de riscos e conformidade com normas aplicáveis à Organização Bradesco.
Título X - Do Comitê de Remuneração
Art. 23) A Sociedade terá um Comitê de Remuneração, composto de 3 (três) a 5 (cinco) membros, escolhidos dentre os integrantes do Conselho de
Administração, com mandato de 1 (um) ano, devendo um deles ser designado Coordenador.
Parágrafo Único - O Comitê terá por objetivo propor ao Conselho de Administração as
políticas e diretrizes de remuneração dos
Administradores Estatutários da Organização, tendo por base as metas de desempenho estabelecidas pelo
Conselho.
Título XI - Do Comitê de Conduta Ética
Art. 24)
A Sociedade terá um Comitê de Conduta Ética, composto por até 8 (oito) membros, nomeados e destituídos pelo Conselho de Administração,
com mandato de 1 (um) ano, devendo um deles ser designado Coordenador.
Parágrafo Único - O Comitê terá por objetivo propor ações quanto à disseminação e
cumprimento dos Códigos de Ética
Corporativo e Setoriais da Organização Bradesco, de modo a assegurar sua eficácia e efetividade.
Título XII - Das Assembléias Gerais
Art. 25) As Assembléias Gerais Ordinárias e Extraordinárias serão:
a)
convocadas com prazo mínimo de 15 (quinze) dias de antecedência;
b)
presididas pelo Presidente do Conselho, ou, na sua ausência, por seu substituto estatutário, que convidará um ou mais acionistas
para Secretários.
Título XIII - Do Exercício Social e
da Distribuição de Resultados
Art. 26) O ano social coincide com o ano civil, terminando no dia 31 de dezembro.
Art. 27) Serão levantados balanços ao fim de cada semestre, nos dias 30 de junho e 31 de dezembro de cada ano, facultado à Diretoria, mediante
aprovação do Conselho, determinar o levantamento de outros balanços, em menores períodos, inclusive mensais.
Art. 28) O Lucro Líquido, como definido no Artigo 191 da Lei no 6.404, de 15.12.76, apurado em cada balanço semestral ou anual terá, pela ordem, a
seguinte destinação:
I.
constituição de Reserva Legal;
II.
constituição das Reservas previstas nos Artigos 195 e 197 da mencionada Lei no 6.404/76, mediante proposta da Diretoria,
aprovada pelo Conselho e deliberada pela Assembléia Geral;
III.
pagamento de dividendos, propostos pela Diretoria e aprovados pelo Conselho que, somados aos dividendos intermediários e/ou
juros sobre o capital próprio de que tratam os Parágrafos Segundo e Terceiro deste Artigo, que tenham sido declarados,
assegurem aos acionistas, em cada exercício, a título de dividendo mínimo obrigatório, 30% (trinta porcento) do respectivo lucro
líquido, ajustado pela diminuição ou acréscimo dos valores especificados nos itens I, II e III do Artigo 202 da referida Lei no
6.404/76.
Parágrafo Primeiro - A Diretoria, mediante aprovação do Conselho, fica autorizada a declarar e
pagar dividendos intermediários,
especialmente semestrais e mensais, à conta de Lucros Acumulados ou de Reservas de Lucros
existentes.
Parágrafo Segundo - Poderá a Diretoria, ainda, mediante aprovação do Conselho, autorizar a
distribuição de lucros aos acionistas a
título de juros sobre o capital próprio, nos termos da legislação específica, em substituição total ou
Pág: 96
parcial dos dividendos intermediários, cuja declaração lhe é facultada pelo parágrafo anterior ou, ainda,
em adição aos mesmos.
Parágrafo Terceiro - Os juros eventualmente pagos aos acionistas serão imputados, líquidos do imposto de renda na fonte, ao valor do
dividendo mínimo obrigatório do exercício (30%), de acordo com o Inciso III do “caput” deste Artigo.
Art. 29) O saldo do Lucro Líquido, verificado após as distribuições acima previstas, terá a destinação proposta pela Diretoria, aprovada pelo Conselho e
deliberada pela Assembléia Geral, podendo ser destinado 100% (cem porcento) à Reserva de Lucros - Estatutária, visando à manutenção
de margem operacional compatível com o desenvolvimento das operações ativas da Sociedade, até atingir o limite de 95% (noventa e
cinco porcento) do valor do capital social integralizado.
Parágrafo Único - Na hipótese da proposta da Diretoria sobre a destinação a ser dada ao Lucro
Líquido do exercício conter
previsão de distribuição de dividendos e/ou pagamento de juros sobre capital próprio em montante superior
ao dividendo obrigatório estabelecido no Artigo 27, Inciso III, e/ou retenção de lucros nos termos do Artigo
196 da Lei no 6.404/76, o saldo do Lucro Líquido para fins de constituição da reserva mencionada neste
Artigo será determinado após a dedução integral dessas destinações.
********************
Declaramos que a presente é cópia fiel do Estatuto Social deste Banco, contendo a deliberação aprovada na AGE de 12.3.2007.
Banco Bradesco S.A.
Milton Almicar Silva Vargas
Diretor Vice-Presidente
Domingos Figueiredo de Abreu
Diretor Gerente
Pág: 97
SEGUROS, PREVIDÊNCIA E CAPITALIZAÇÃO – PRÊMIOS E CONTRIBUIÇÕES
Período: Janeiro a Dezembro de 2005 x 2004
%
30
25
25,7
% Mercado
25,6
2004
2005
20
15
11,0
10,8
10,6
10
10,3
7,8
7,6
7,1
7,6
4,7
5
5,0
4,0
4,1
3,6
3,6
0
Bradesco
Grupos
Seguradores
1º
Bradesco
2º
Itaú
Sul América
2004
R$ milhões
Banco do Brasil
Unibanco
Prêmios e Contribuições
2005
Evolução (%)
R$ milhões
Porto Seguro
Caixa
Tokio Marine
Market Share
2004
(%)
2005
(%)
Evolução
(%)
15.373
16.811
9,4
25,7
25,6
(0,3)
Itaú
6.582
7.086
7,7
11,0
10,8
(1,9)
3º
Sul América
6.334
6.784
7,1
10,6
10,3
(2,4)
4º
Banco do Brasil
4.688
4.978
6,2
7,8
7,6
(3,2)
5º
Unibanco
4.231
4.971
17,5
7,1
7,6
7,1
6º
Porto Seguro
2.826
3.276
15,9
4,7
5,0
5,7
7º
Caixa
2.465
2.596
5,3
4,1
4,0
(4,0)
8º
Tokio Marine
2.160
2.355
9,0
3,6
3,6
(0,7)
15.173
16.785
10,6
25,4
25,6
0,8
59.832
65.641
9,7
100
100
Demais
TOTAL
Pág: 98
A Bradesco Seguros S.A. não possui clientes que individulamente respondam com mais de 10% (dez por cento) de sua receita líquida.
Pág: 99
Transações e saldos com partes relacionadas
Empresas
Banco Bradesco S.A.
Contas a receber Recuperação (encargos)
(pagar)
das despesas
administrativas
R$ mil
Valores a
receber (pagar)
cosseguro
aceito líquido
Receitas
(despesas)
(422.145)
Bradesco Capitalização S.A.
79.687
Atlântica Capitalização S.A.
328
16.090
28.422
92
-
332.550
9.557
18.945
104.036
(13.645)
7.006
Bradesco Auto/RE Companhia de Seguros S.A.
Átria Participações S.A.
7.091
241
89.412
-
13.250
-
Bradesco SegPrev Investimentos Ltda.
3.765
Bradesco Vida e Previdência S.A.
Bradesco Saúde S.A.
4.024
(4.027)
-
-
Finasa Seguradora S.A.
39
-
-
Indiana Seguradora S.A.
-
-
-
88
11.113
228.483
35.125
85
Em 2005
Todas as operações com partes relacionadas foram contratadas a taxas e prazos usualmente praticados no mercado para operações semelhantes, levando
em consideração a ausência de riscos. O contas a receber e a pagar são distribuídos nas diversas contas do balanço patrimonial de cada empresa de
acordo com as características das operações.
A recuperação de despesas administrativas corresponde ao rateio dos custos da estrutura administrativa e operacional, e era determinado com base nos
prêmios ganhos mensais até julho de 2004. A partir de agosto de 2004 (e até fevereiro de 2005, para a Bradesco Saúde S.A.). O rateio das despesas
administrativas compartilhadas passou a ser efetuado através da aplicação de percentuais de alocação para cada Empresa, definidos com base em
medidores de atividades e critérios estabelecidos na Convenção do Grupo Bradesco de Seguros e Previdência.
Em março de 2005, foi firmado Acordo de Compartilhamento de Infraestrutura e Custos entre a Bradesco Seguros S.A. com objetivo de compartilhar os
serviços comuns.
Pág: 100
A Bradesco Seguros e suas controladas, considerando as operações de Seguros, Previdência Complementar Aberta e Capitalização, ocupam a primeira
posição do ranking do mercado.
Ressalte-se os resultados obtidos pela Bradesco Vida e Previdência S.A. e pela Bradesco Capitalização S.A., bem como a liderança de mercado
alcançada no exercício na carteira de automóveis.
Especial destaque deve ser dado aos níveis de solvência mantidos pelas Empresas, que excedem às exigências regulamentares e constituem sólido lastro
para as suas operações.
Pág: 101
O Mer
Mercado de Segur
Seguros
O mercado de seguros, previdência complementar aberta e capitalização cresceu 9,71% no exercício, em comparação ao mesmo período do ano passado. No
ano, o setor arrecadou R$ 65,641 bilhões, contra R$ 59,832 bilhões em 2004. O segmento Seguro registrou R$ 50,992 bilhões em arrecadação
de prêmios, incluindo o Ramo Saúde, representando expansão de 13,06% em relação ao ano passado, quando alcançou R$ 45,102 bilhões. O setor de
capitalização também cresceu 4,67% e registrou arrecadação de R$ 6,910 bilhões, contra R$ 6,602 bilhões no exercício de 2004. Já o segmento de
previdência complementar aberta sofreu retração de 4,80%. As contribuições atingiram R$ 7,739 bilhões, contra R$ 8,129 bilhões arrecadados em
2004. O mercado de seguros, previdência complementar aberta e de capitalização apresentou ao final do exercício volume de provisões técnicas
equivalente a R$ 107,871 bilhões, crescimento de 24,31% em relação ao mesmo período do ano passado, quando atingiu R$ 86,773 bilhões. As
provisões de seguro somaram R$ 49,085 bilhões; as de capitalização, R$ 10,557 bilhões; e as de previdência complementar aberta, R$ 48,229 bilhões.
Desempenho das Operações de Segur
Seguros, Pre
Previdência Complementar Aberta e Capitalização
Capitalização
A Bradesco Seguros e suas Controladas, considerando as operações de Seguros, Previdência Complementar Aberta e Capitalização, ocupam a primeira
posição do ranking do mercado.
Ressalte-se os resultados obtidos pela Bradesco Vida e Previdência S.A. e pela Bradesco Capitalização S.A., bem como a liderança de mercado alcançada
no exercício na carteira de automóveis.
Especial destaque deve ser dado aos níveis de solvência mantidos pelas Empresas, que excedem às exigências regulamentares e constituem sólido lastro
para as suas operações.
Investimento
vestimentos
imentos
Os investimentos em Títulos de Renda Fixa, Títulos de Renda Variável, Ações de Coligadas e Controladas e outros investimentos permanentes alcançaram ao
final do exercício o montante de R$ 43,707 bilhões (R$ 37,482 bilhões em 2004 – incluindo a Bradesco Saúde S.A.).
Os ativos financeiros estão avaliados a valor de mercado, em atendimento à Circular SUSEP n.º 295, de 14 de junho de 2005. Os efeitos
gerados pela avaliação estão detalhados em nota explicativa específica.
Provisões
rovisões Técnicas
Técnicas
O valor contabilizado das Provisões Técnicas, ao final do exercício, era de R$
incluindo Bradesco Saúde S.A.), com a seguinte composição:
Provisões Técnicas de Seguros ....................................................................
R$
Provisões Técnicas de Previdência Complementar Aberta .....................
R$
Provisões Técnicas de Capitalização ...........................................................
R$
Os bens do Ativo garantidores das Provisões Técnicas atingiram, em 31
bilhões no ano anterior – incluindo Bradesco Saúde S.A.).
39,390 bilhões (R$ 33,628 bilhões no mesmo período do ano anterior –
16,931 bilhões
20,320 bilhões
2,139 bilhões
de dezembro, o valor de mercado de R$ 39,548 bilhões (R$ 34,154
Receita do Exercício
cio
No agregado composto por Prêmios de Seguro, Rendas de Contribuições
de R$ 13,507 bilhões (R$ 15,376 bilhões em 2004 – incluindo Bradesco
As receitas tiveram a seguinte composição:
Receitas de Prêmios de Seguros ...............................................................
Receitas de Contribuições de Previdência Complementar Aberta e
Prêmios de Seguro de Vida Gerador de Benefício Livre - VGBL ......
Receitas com Títulos de Capitalização ....................................................
de Previdência e Receitas com Títulos de Capitalização, alcançaram a arrecadação
Saúde S.A.).
R$
4,783 bilhões
R$
R$
7,304 bilhões
1,420 bilhão
Resultado do Exercício
cio
A Bradesco Seguros e suas Controladas apresentaram Lucro Líquido de R$ 1,767 bilhão (R$ 887,995 milhões no exercício de 2004 – incluindo Bradesco
Saúde S.A.), o que representa aumento de 99,02%
% e rentabilidade sobre o Patrimônio Líquido de 39,90%
%. A Bradesco Seguros S.A. destinou R$ 422
milhões a título de dividendos a serem pagos aos acionistas, representando R$ 672,78 por ação.
Empresas Contr
Controladas
oladas
Em 31 de dezembro, o Grupo Bradesco de Seguros e Previdência era constituído pelas seguintes sociedades, além da controladora Bradesco Seguros
S.A., que atuam nos segmentos de Seguro, Previdência Complementar Aberta e Capitalização: Bradesco Auto/RE Companhia de Seguros, Finasa
Seguradora S.A., Bradesco Argentina de Seguros S.A., Indiana Seguros S.A., Bradesco Vida e Previdência S.A., Bradesco Capitalização S.A. e
Atlântica Capitalização S.A.
A Bradesco Auto/RE Companhia de Seguros mantém acordo de acionistas na Indiana Seguros S.A. (com a Itaberaba Participações S.C. Ltda.).
Por esse acordo, a Bradesco Auto/RE Companhia de Seguros, que detém a maioria do capital votante, e os demais acionistas signatários estabeleceram
critérios de eleição de administradores, política de dividendos e direito de preferência na aquisição de ações, entre outras disposições típicas de acordos da
espécie.
A Bradesco Vida e Previdência prosseguiu na estratégia de aumentar as vendas dos produtos Plano Gerador de Beneficio Livre (PGBL) e Vida
Gerador de Beneficio Livre (VGBL). Sua participação no mercado alcançou 37,5%, mantendo a liderança no setor. No ramo Vida também continuou
a liderar o mercado com destaque nos produtos de baixo ticket.
A Bradesco Auto/RE, no ramo de automóveis , manteve a política de tarifação pela característica individual de cada segurado (Perfil) o que resultou
em melhora significativa da sinistralidade. Nos ramos elementares continuou focado nos seguros massificados, em particular os residenciais, que apresentam
baixa sinistralidade, com cerca de 800 mil residências seguradas. O Grupo Bradesco de Seguros e Previdência alcançou a liderança de mercado no
segmento de automóveis.
Pág: 102
A Bradesco Capitalização reafirmou sua política de fortalecimento de sua participação no mercado com enfoque nos planos de pagamento mensal.
Destacam-se o desempenho dos produtos com caráter sócio-ambiental, entre eles o Pé Quente Bradesco SOS Mata Atlântica e o Pé Quente GP Ayrton Senna
que viabilizaram o plantio de 10,8 milhões de mudas de árvores nativas e a destinação de recursos para os projetos sociais do Instituto Ayrton
Senna.
Segmento Seguro Saúde
A Bradesco Saúde focou as suas vendas nos produtos empresariais (Saúde e Dental ) cuja participação na carteira de Saúde atingiu 73,9%.
Continuou mantendo a política de provisionamento técnico mais conservador com a constituição das Provisões para nivelamento dos segurados com 59 anos
ou mais dos planos anteriores a Lei 9.656/98 e para os benefícios relativos Planos Remidos.
Cabe ainda destacar o empenho realizado, ao longo do exercício de 2005, pelas autoridades governamentais e pelas seguradoras com vistas à adoção de
medidas adequadas à preservação da operação de Planos Individuais.
Eventos Societários
Societários
Em Assembléias Gerais Extraordinárias realizadas no decorrer do exercício, visando a promover a reorganização societária, simplificar e reduzir custos
operacionais, administrativos e legais, os acionistas da Bradesco Seguros S.A. e das correspondentes Seguradoras controladas deliberaram, entre outros
assuntos o que se segue:
– Alienação do controle acionário da Bradesco Saúde S.A. para o Banco Bradesco S.A.;
– Aumento do Capital Social por incorporação de Reservas de Lucros ou Reservas Disponíveis;
– Incorporação das ações dos acionistas minoritários da Bradesco Seguros S.A., convertendo-a em subsidiária integral do Banco Bradesco S.A.;
– Reformulação do Estatuto Social, destacando-se a extinção do Conselho de Administração da Bradesco Seguros S. A., em face da
transformação em subsidiária integral do Banco Bradesco S.A.;
– Redução do capital social com entrega de bens ao acionista controlador; e
– Subscrição e integralização de cotas, mediante a conferência de bens, na sociedade Bradesco SegPrev Investimentos Ltda.
Mais informações sobre esses eventos constam das Notas Explicativas às Demonstrações Financeiras das respectivas envolvidas.
Tecnologia da Inf
Informação
A área de TI está implementando a integração das áreas de negócios de nossas empresas, e entre os principais projetos estão o desenvolvimento do
Balanced Scorecard e a “Base Única de Clientes” que possibilitará visão unificada e consolidada dos clientes, permitindo ofertas de produtos mais
adequados, modernos e seguros.
A mudança do ambiente mainframe para o site do Banco Bradesco, a implementação do site de Contingência do ambiente mainframe em Alphaville (SP)
e a adequação da infra-estrutura de Rede local do campus Matriz (Rio Comprido - RJ) vêm complementar a estabilidade da Rede.
A “Governança de TI” está adequando os processos de TI e dos negócios às normas e critérios internacionais, instituídos pela Lei Sarbanes-Oxley e
Compliance.
Estamos prevendo para meados de 2006, a implementação da certificação digital para corretores, projeto que irá estreitar ainda mais a relação do segurado
com a empresa.
Marketing e Cultura
Em 2005, pela quarta vez consecutiva a Bradesco Seguros e Previdência conquistou o prêmio Folha
Folha Top of Mind
Mind. Em pesquisa realizada anualmente pelo
Instituto Datafolha, a marca foi apontada como a mais lembrada pelos consumidores na categoria Seguros.
Em 2005, a Bradesco Seguros e Previdência incrementou as ações adotadas nos últimos anos para o fortalecimento da marca, com foco sobretudo em
programas de relacionamento e de incentivo à venda de seus produtos junto aos corretores de seguros.
Para tanto, a Bradesco Seguros e Previdência ampliou o “Programa 100% Corretor” – programa de relacionamento com os corretores composto, entre outras
ações, pelo UniverSeg e pelo “Site 100% Corretor” – ao lançar o “Clube de Benefícios”, que proporciona aos corretores cadastrados na Seguradora
inúmeras condições diferenciadas para aquisição de diversos produtos, como eletroeletrônicos, equipamentos de informática e celulares. Para os corretores,
destaca-se também a realização da campanha de vendas “Talentos em Campo”.
Pelo décimo ano consecutivo a Seguradora patrocinou com exclusividade a instalação da “Árvore de Natal da Bradesco Seguros e Previdência” na Lagoa
Rodrigo de Freitas, no Rio de Janeiro. Classificada pelo Guiness Book of Records como a maior árvore de Natal flutuante do mundo, a “Árvore de
Natal da Bradesco Seguros e Previdência” é considerada pela Prefeitura do Rio de Janeiro como o terceiro maior evento da cidade, após o Carnaval e
o Réveillon.
Em 2005, a Bradesco Seguros e Previdência foi indicada como Destaque do Ano,
Ano em seleção realizada pela revista “Conjuntura Econômica”, da
Fundação Getúlio Vargas. Essa mesma publicação apontou também a Bradesco Vida e Previdência como Empresa do Ano no segmento Previdência Privada.
Nesse ano, o site da Bradesco Seguros e Previdência (www.bradescoseguros.com.br) conquistou o tetracampeonato no iBEST.
Também em 2005, a Bradesco Seguros e Previdência liderou o ranking de seguradoras na América Latina, elaborado pela Fundación Mapfre Estudios.
A Bradesco Vida e Previdência foi apontada pelo anuário “Melhores e Maiores”, elaborado pela revista “Exame”, como líder no ranking das 50
maiores seguradoras do País. E a Bradesco Seguros e Previdência e a Bradesco Capitalização foram destaques na premiação promovida pelo “Balanço
Financeiro”, publicação anual editada pela Gazeta Mercantil em parceria com a consultoria Austin Rating.
A Bradesco Auto/RE lançou o Bradesco Segur
Seguro Auto – Exc
Exclusiv
lusivo Cliente Bradesco,
Bradesco produto exclusivo para os clientes do Banco Bradesco, que proporciona
vantagens diferenciadas para esse público.
A Bradesco Capitalização lançou o produto Pé Quente Bradesco GP Ayrton Senna,
Senna que superou as expectativas ao vender mais de 558 mil títulos em
menos de seis meses.
A Bradesco Vida e Previdência lançou quatro produtos - De Pai Para Filho Geração 2, VGBL Bradesco Nikkei,
Nikkei, Conta de Aposentadoria
Pág: 103
Programada Bradesco PRGP e VRGP.
VRGP Na á rea de seguros de vida, manteve-se firme na estratégia de popularização do produto, e começou a
atuar em novo segmento, ao lançar o Segur
Seguro Proteção Financeira.
Financeira
A Bradesco Saúde lançou o “Programa 100% Doutor”, programa de relacionamento destinado a médicos e dentistas referenciados, que visa a oferecer
vantagens inéditas a esses importantes profissionais, como treinamento e ensino médico.
Recur
Recursos Humanos
O UniverSeg, programa de capacitação para corretores e funcionários, que contempla cursos virtuais e presenciais do Grupo Bradesco de Seguros e
Previdência, completou em maio de 2005 um ano de lançamento, superando as expectativas iniciais de participações.
No ano 2005 foram registradas 58.418 participações, sendo 51.536 em cursos presenciais e 6.882 em cursos virtuais, com aproximadamente 500.266 horas
de capacitação.
Dentre as ações do exercício, o Teatro Interativo, dirigido a Corretores e Concessionários, se destacou, abordando por meio de cenas simuladas do dia-a-dia
temas como: ética, excelência no relacionamento e atendimento ao cliente, com interação do público presente. A peça “Cuidando Bem de Tudo que você
quer Bem” percorreu as principais capitais brasileiras, como Rio de Janeiro, São Paulo, Porto Alegre, Salvador, Recife, Brasília, Belo Horizonte, Curitiba,
Fortaleza, Goiânia, Belém e a cidade de Campinas, totalizando cerca de 4.095 participações de corretores.
Rating
A agência de classificação de risco Fitch Ratings aumentou, em 2005, o Rating Internacional de Força Financeira de Seguradora (FFS) da
Bradesco Seguros S.A. de BB - (BB menos) para BB, mantendo a Perspectiva Positiva. Ao mesmo tempo, a agência manteve o Rating Nacional AA
(bra), com Perspectiva Estável.
A Bradesco Capitalização é a única empresa do segmento de capitalização com classificação brAA/Estável, atribuída pela Standard & Poor´s.
Em ambos os casos, tiveram destaque o sólido padrão de proteção financeira e patrimonial que as mencionadas empresas garantem a seus clientes. A
modificação em alguns dos ratings reflete a perspectiva atribuída aos ratings soberanos da República Federativa do Brasil.
Pre
Prevenção
venção à “La
“Lavagem”
em” de Dinheir
Dinheiro
A Bradesco Seguros e suas Controladas vêm aperfeiçoando ferramentas tecnológicas e o treinamento de funcionários voltados ao processo de
monitoramento das movimentações financeiras relativas às operações, com vistas a detectar situações caracterizadas na legislação como de “lavagem“ de
dinheiro. Designou um Diretor estatutário para a missão de desenvolver, implementar e acompanhar a consecução de políticas relativas ao assunto.
Ouvidoria
Em razão da qualidade dos serviços prestados pela Ouvidoria da Bradesco Seguros S.A. aos seus segurados e corretores, a SUSEP reconheceu
oficialmente a Ouvidoria para os efeitos previstos na legislação em vigor.
Contr
Controles Internos
Durante o primeiro semestre de 2005, visando a atender as determinações da legislação sobre o tema, a Bradesco Seguros S.A. prosseguiu com a
implementação dos Controles Internos em todas as suas controladas, de conformidade e em consonância com os princípios e sistemática adotados pela
Organização Bradesco.
O responsável pelos Controles Internos é um Diretor estatutário designado para esta função, ao qual incumbe verificar a eficiência dos controles internos
da Bradesco Seguros S.A. e de suas controladas.
Agradecimentos
A Bradesco Seguros e suas Controladas agradecem aos acionistas das empresas que o integram o apoio oferecido e a confiança depositada na
Administração da Empresa.
Agradecem, aos segurados e corretores, a preferência e a confiança, que propiciaram mais um ano de expressivas realizações.
À Superintendência de Seguros Privados – SUSEP e ao IRB - Brasil Resseguros S.A., os agradecimentos pelo apoio recebido.
Aos funcionários e colaboradores da Organização, o reconhecimento pela dedicação e pelo trabalho, que foram fundamentais para o bom desempenho nas
atividades de Seguro, de Previdência Complementar Aberta e de Capitalização.
Pág: 104
O Banco Mercantil de São Paulo S.A., é uma subsidiária integral do Banco Bradesco S.A., instituição que ocupa a 1º posição em ativo total, como
demonstramos no quadro 11.03 – Posicionamento no Processo.
Pág: 105
O Banco Mercantil não possui clientes que individualmente respondam com mais de 10% (dez por cento) de sua receita líquida.
Pág: 106
As transações com o controlador e empresas ligadas foram efetuadas em condições e taxas compatíveis com as médias praticadas com terceiros,
vigentes nas datas das operações, foram eliminadas nas demonstrações financeiras:
R$ mil
Receitas
Receitas (despesas)
Ativos
(passivos)
Aplicações em depósitos interfinanceiros (a):
Banco Bradesco S.A. ................................................................................................................................................................
Banco Finasa S.A. ................................................................................................................................................................
2.924.510
-
421.322
942
Aplicações no mercado aberto (b):
Banco Bradesco S.A. ................................................................................................................................................................
9.097
964
Dividendos e juros sobre o capital próprio
próprio:
Banco Bradesco S.A. ................................................................................................................................................................
(80.702)
Banco Alvorada S.A. ................................................................................................................................................................
4.085
Serasa S.A. ................................................................................................................................................................................................ 990
Cia. Brasileira de Meios de Pagamento – VISANET ................................................................................................
66
Tecban Tecnologia Bancária ................................................................................................................................................................
586
Alugueis:
Banco Bradesco S.A. ................................................................................................................................................................
Bradesco Vida e Previdência S.A. ................................................................................................................................
Finasa Promotora de Vendas Ltda. ................................................................................................................................
-
Serviços prestados:
Banco Bradesco S.A. ................................................................................................................................................................
-
14.898
42
20
(67)
(a)
Aplicações interfinanceiras de liquidez - depósitos interfinanceiros de ligadas, com taxas equivalentes às do CDI – certificado de depósito
interfinanceiro; e
(b) Recompras e/ou revendas a liquidar, de operações compromissadas, lastreadas em títulos públicos, com taxas equivalentes às do “overnight”.
Pág: 107
A economia brasileira em 2005 foi caracterizada pela continuidade do crescimento do Produto Interno Bruto no primeiro semestre e pela
desaceleração econômica no segundo, intimamente relacionada à elevação anterior dos juros básicos para conter as pressões inflacionárias. A manutenção
de um ambiente externo favorável fez com que o risco-país se ajustasse, trazendo consigo a taxa de câmbio, que sofreu forte apreciação no ano. A
valorização cambial também resultou do excelente desempenho das contas externas brasileiras, cujo saldo comercial atingiu quase US$ 45 bilhões. Apesar
da desaceleração do ritmo de crescimento econômico, o ano foi marcado por importante redução do nível de desemprego, aumento da massa real de
salários e forte expansão do crédito doméstico, tanto para pessoas físicas quanto jurídicas. Grandes avanços foram também observados no plano da
gestão da dívida pública.
As perspectivas para 2006 são favoráveis ao controle da inflação. Com a taxa de câmbio possivelmente menos volátil e o aumento do
investimento na economia, a inflação deverá seguir praticamente o ano todo próxima da meta, o que poderá permitir sistemática redução dos juros
básicos. A provável manutenção de bons resultados no mercado de trabalho, associada à recuperação na confiança do consumidor e queda dos juros,
fará com que a absorção doméstica seja o motor do crescimento no próximo ano. A desaceleração do crescimento e da liquidez mundial, já incorporada
ao nosso cenário, não deverá impedir um crescimento mais forte da economia brasileira, exatamente porque as variáveis domésticas deverão ser as
determinantes do PIB. O crédito, após o expressivo crescimento de 2005, deverá continuar evoluindo, porém a taxas um pouco mais modestas. Com os
juros em queda, confiança em alta e massa salarial crescendo, ainda há boas perspectivas para o crédito no próximo ano.
Pág: 108
No exercício, o Banco registrou Lucro Líquido de R$ 278,417 milhões, correspondente a R$ 14,11 por lote de mil ações e Patrimônio Líquido de R$
3,554 bilhões.
Pág: 109
O Banco Alvorada S.A., é uma subsidiária integral do Banco Bradesco S.A., instituição que ocupa a 1º posição em ativo total, como demonstramos no
quadro 11.03 – Posicionamento no Processo Competitivo.
Pág: 110
O Banco Alvorada não possui clientes que individualmente respondam por mais de 10% (dez por cento) de sua receita líquida.
Pág: 111
As transações com o controlador e empresas ligadas foram efetuadas em condições e taxas compatíveis com as médias praticadas com terceiros,
vigentes nas datas das operações.
R$ mil
Receitas (despesas)
Ativos
(passivos)
Aplicações em depósitos interfinanceiros
interfinanceiros (a):
Banco Bradesco S.A. ................................................................................................................................................................
3.168.086
Captações em depósitos interfinanceiros (a):
Banco Bradesco S.A. ................................................................................................................................................................
Banco BEM S.A. ................................................................................................................................................................
353.943
-
(10.438)
(58)
Aplicações no mercado aberto (b):
Banco Bradesco S.A. ................................................................................................................................................................
7.895
1.639
Captações no mercado aberto (b):
Banco Bradesco S.A. ................................................................................................................................................................
(398.436)
(68.127)
Dividendos e juros sobre o capital próprio:
Banco Bradesco S.A. ................................................................................................................................................................
(145.870)
Bradesco Leasing S.A. Arrendamento Mercantil ................................................................................................................................ (4.369)
Banco Mercantil de São Paulo S.A. ................................................................................................................................
(4.085)
(66.374)
Banco Finasa S.A. ................................................................................................................................................................
Cia. Brasileira de Meios de Pagamento – VISANET ................................................................................................
24.561
Outras controladas e coligadas ................................................................................................................................................................ 2.894
-
Alugueis:
Banco Bradesco S.A. ................................................................................................................................................................
Bradesco Vida e Previdência S.A. ................................................................................................................................
-
4.514
22
Debêntures:
Bradesco Leasing S.A. Arrendamento Mercantil ................................................................................................................................
-
174
Valores a pagar:
Alvorada Negócios e Serviços Ltda. ................................................................................................................................
Serviços prestados:
Banco Bradesco S.A. ................................................................................................................................................................
(a)
(b)
(16.836)
-
-
(17)
Aplicações interfinanceiras de liquidez - depósitos interfinanceiros de ligadas, com taxas equivalentes às do CDI – certificado de depósito interfinanceiro; e
Recompras e/ou revendas a liquidar, de operações compromissadas, lastreadas em títulos públicos, com taxas equivalentes às do “overnight”.
Pág: 112
A economia brasileira em 2005 foi caracterizada pela continuidade do crescimento do Produto Interno Bruto no primeiro semestre e pela
desaceleração econômica no segundo, intimamente relacionada à elevação anterior dos juros básicos para conter as pressões inflacionárias. A manutenção
de um ambiente externo favorável fez com que o risco-país se ajustasse, trazendo consigo a taxa de câmbio, que sofreu forte apreciação no ano. A
valorização cambial também resultou do excelente desempenho das contas externas brasileiras, cujo saldo comercial atingiu quase US$ 45 bilhões. Apesar
da desaceleração do ritmo de crescimento econômico, o ano foi marcado por importante redução do nível de desemprego, aumento da massa real de
salários e forte expansão do crédito doméstico, tanto para pessoas físicas quanto jurídicas. Grandes avanços foram também observados no plano da
gestão da dívida pública.
As perspectivas para 2006 são favoráveis ao controle da inflação. Com a taxa de câmbio possivelmente menos volátil e o aumento do
investimento na economia, a inflação deverá seguir praticamente o ano todo próxima da meta, o que poderá permitir sistemática redução dos juros
básicos. A provável manutenção de bons resultados no mercado de trabalho, associada à recuperação na confiança do consumidor e queda dos juros,
fará com que a absorção doméstica seja o motor do crescimento no próximo ano. A desaceleração do crescimento e da liquidez mundial, já incorporada
ao nosso cenário, não deverá impedir um crescimento mais forte da economia brasileira, exatamente porque as variáveis domésticas deverão ser as
determinantes do PIB. O crédito, após o expressivo crescimento de 2005, deverá continuar evoluindo, porém a taxas um pouco mais modestas. Com os
juros em queda, confiança em alta e massa salarial crescendo, ainda há boas perspectivas para o crédito no próximo ano.
Pág: 113
No exercício, o Banco registrou Lucro Líquido de R$ 574,746 milhões, correspondente a R$ 7.066,14 por ação e Patrimônio Líquido de R$ 4,222
bilhões.
Pág: 114
A Bradesco Leasing S.A. Arrendamento Mercantil, é uma subsidiária integral do Banco Bradesco S.A., instituição que ocupa a 1º posição em ativo total,
como demonstramos no quadro 11.03 – Posicionamento no Processo Competitivo.
Pág: 115
A Bradesco Leasing S.A. Arrendamento Mercantil não possui clientes que individualmente respondam com mais de 10% (dez por cento) de sua receita
líquida.
Pág: 116
As transações com o controlador e empresas ligadas foram efetuadas em condições e taxas compatíveis com as médias praticadas com terceiros,
vigentes nas datas das operações, e estão assim representadas:
R$ mil
Receitas (despesas)
Ativos
(passivos)
Disponibilidades:
Banco Bradesco S.A. ................................................................................................................................................................
7.873
-
Aplicações em depósitos interfinanceiros (a):
Banco Bradesco S.A. ................................................................................................................................................................ 15.083.186
1.481.342
Debêntures (b):
Banco Bradesco S.A. ................................................................................................................................................................ (12.172.766)
Banco Alvorada S.A. ................................................................................................................................................................
-
(1.121.807)
(174)
Instrumentos financeiros derivativos:
Banco Bradesco S.A. ................................................................................................................................................................
(1.132)
(496)
Dividendos e juros sobre o capital próprio:
próprio:
Banco Bradesco S.A. ................................................................................................................................................................
(51.725)
Banco Alvorada S.A. ................................................................................................................................................................
4.369
638
Aquarius Holdings Ltda. ................................................................................................................................................................
Serasa S.A. ................................................................................................................................................................
158
Serviços prestados:
Banco Bradesco S.A. ................................................................................................................................................................
Aluguel:
Banco Bradesco S.A. ................................................................................................................................................................
-
-
(13)
-
1.743
(a) Aplicações interfinanceiras de liquidez – depósitos interfinanceiros de ligadas, com taxas equivalentes às do CDI – certificado de depósito
interfinanceiro;
(b) Negociação de debêntures emitidas; e
(c) Recompras e/ou revendas a liquidar, de operações compromissadas, lastreadas em títulos públicos, com taxas equivalentes às do “overnight”.
Pág: 117
O bom desempenho da Empresa está sedimentado na forma de atuação, plenamente integrada à
Rede de Agências do Banco Bradesco S.A., mantendo estratégias de diversificação dos negócios nos vários
segmentos do mercado, bem como implementando acordos operacionais com grandes fabricantes,
principalmente nos setores de veículos pesados e de máquinas e equipamentos.
Pág: 118
No período, apresentou Lucro Líquido de R$ 217,789 milhões. A rentabilidade anualizada foi de 9,99% sobre o Patrimônio Líquido de R$ 2,181 bilhões.
Pág: 119
ACIONISTAS COM MAIS DE 5% DAS AÇÕES DE CADA ESPÉCIE E CLASSE
POSIÇÃO ACIONÁRIA DOS DETENTORES DE MAIS DE 5% DAS AÇÕES DE CADA ESPÉCIE E CLASSE
DA COMPANHIA, ATÉ O NÍVEL DE PESSOA FÍSICA
Companhia: BANCO BRADESCO S.A.
Ações Ordinárias
Acionista
Quantidade
%
Posição em 28/03/2007
(Em [Unidades] Ações)
Total
Ações Preferenciais
Quantidade
%
Quantidade
%
Cidade de Deus - Cia. Cial
de Participações
484.626.040
48,3829
2.164.634
0,2161
486.790.674
24,2997
Fundação Bradesco
153.017.212
15,2766
33.563.304
3,3508
186.580.516
9,3137
50.566.602
5,0483
-
-
50.566.602
2,5242
49.385.384
4,9304
23.502
0,0023
49.408.886
2,4663
1.561.600
0,1559
361.600
0,0361
1.923.200
0,0960
262.490.074
26,2058
965.522.696
96,3946
1.228.012.770
61,3000
100,00 1.001.635.736
100,00
2.003.282.648
100,00
Banco Bilbao Vizcaya
Argentaria S.A. (*)
Banco Espírito Santo S.A.
(*)
Ações em tesouraria
Outros
Total
1.001.646.912
(*) Empresa sediada no exterior
DISTRIBUIÇÃO DO CAPITAL SOCIAL DA PESSOA JURÍDICA (ACIONISTA DA COMPANHIA), ATÉ O
NÍVEL DE PESSOA FÍSICA
Denominação: CIDADE DE DEUS CIA. COMERCIAL DE PARTICIPAÇÕES
Posição em 28/03/2007
(Em [Mil] Ações / Cotas)
Pág: 120
Acionista / Cotista
Ações Ords. / Cotas
Quantidade
Ações Prefs. / Cotas
%
Quantidade
Total
%
Quantidade
%
Nova Cidade de Deus
Particip. S.A.
2.574.939.991
44,7760
-
-
2.574.939.991
44,7760
1.903.839.616
33,1061
-
-
1.903.839.616
33,1061
Lia Maria Aguiar
417.744.408
7,2642
-
-
417.744.408
7,2642
Lina Maria Aguiar
488.038.330
8,4866
-
-
488.038.330
8,4866
Outros
366.156.434
6,3671
-
-
366.156.434
6,3671
5.750.718.779
100,00
-
-
5.750.718.779
100,00
Fundação Bradesco
Total
DISTRIBUIÇÃO DO CAPITAL SOCIAL DA PESSOA JURÍDICA (ACIONISTA DA COMPANHIA), ATÉ O
NÍVEL DE PESSOA FÍSICA
Denominação: NOVA CIDADE DE DEUS PARTICIPAÇÕES S.A.
Acionista / Cotista
Ações Ords. / Cotas
Quantidade
Fundação Bradesco
Posição em 28/03/2007
(Em [Mil] Ações / Cotas)
Ações Prefs. / Cotas
%
Quantidade
Total
%
Quantidade
%
101.082.737
46,3016
231.332.928
98,3481
332.415.665
73,2949
117.230.771
53,6984
-
-
117.230.771
25,8484
-
-
3.885.487
1,6519
3.885.487
0,8567
218.313.508
100,00
235.218.415
100,00
453.531.923
100,00
Elo Participações e
Investimentos S.A.
Caixa Beneficente dos
Funcs. do Bradesco
Total
DISTRIBUIÇÃO DO CAPITAL SOCIAL DA PESSOA JURÍDICA (ACIONISTA DA COMPANHIA), ATÉ O
NÍVEL DE PESSOA FÍSICA
Denominação: ELO PARTICIPAÇÕES E INVESTIMENTOS S.A.
Acionista / Cotista
Ações Ords. / Cotas
Quantidade
%
Posição em 28/03/2007
(Em [Mil] Ações / Cotas)
Ações Prefs. / Cotas
Quantidade
%
Total
Quantidade
Pág: 121
%
9.188.513
5,9249
-
-
9.188.513
4,1215
Outros
145.894.884
94,0751
67.859.087 100,0000
213.753.971
95,8785
Total
155.083.397
100,00
67.859.087
222.942.484
100,00
Lázaro de Mello Brandão
100,00
POSIÇÃO DOS CONTROLADORES, ADMINISTRADORES E AÇÕES EM CIRCULAÇÃO
POSIÇÃO ACIONÁRIA CONSOLIDADA DOS CONTROLADORES
E ADMINISTRADORES E AÇÕES EM CIRCULAÇÃO
Posição em 28/03/2007
Acionista
Controlador
Quantidade
de Ações
Ordinárias
(Em
Unidades)
637.643.252
%
63,6595
Quantidade
de Ações
Preferenciais
(Em
Unidades)
35.727.938
%
3,5670
Quantidade
Total de Ações
(Em Unidades)
%
673.371.190 33,6134
Pág: 122
Administradores
Conselho de Administração
Diretoria
Conselho Fiscal
Ações em Tesouraria
Outros Acionistas
9.540.538
0,9525
9.781.174
0,9765
19.321.712
0,9645
457.610
0,0457
1.239.020
0,1237
1.696.630
0,0847
5.332
0,0005
75.732
0,0076
81.064
0,0040
1.561.600
0,1559
361.600
0,0361
1.923.200
0,0960
352.438.580
35,1859
954.450.272
95,2892
1.306.888.852
65,2374
100,00 1.001.635.736
100,00
2.003.282.648
100,00
95,2967
1.306.969.916
65,2414
1.001.646.912
Total
Ações em Circulação
352.443.912
35,1864
954.526.004
POSIÇÃO ACIONÁRIA CONSOLIDADA DOS CONTROLADORES
E ADMINISTRADORES E AÇÕES EM CIRCULAÇÃO
Posição em 28/03/2006
Acionista
Controlador
Quantidade
de Ações
Ordinárias
(Em
Unidades)
%
Quantidade
de Ações
Preferenciais
(Em
Unidades)
%
Quantidade
Total de Ações
(Em Unidades)
%
308.057.220
62,8798
20.660.048
4,2169
328.717.268
33,5476
4.683.896
0,9561
4.823.416
0,9845
9.507.312
0,9703
240.808
0,0492
626.520
0,1279
867.328
0,0885
Administradores
Conselho de Administração
Diretoria
Pág: 123
Conselho Fiscal
2.752
0,0006
28.994
0,0059
31.746
0,0032
541.500
0,1105
30.000
0,0061
571.500
0,0583
Outros Acionistas
176.388.128
36,0039
463.769.860
94,6587
640.157.988
65,3320
Total
489.914.304
100,00
489.938.838
100,00
979.853.142
100,00
Ações em Circulação
176.390.880
36,0044
463.798.854
94,6646
640.189.734
65,3353
Ações em Tesouraria
Pág: 124
ALTERAÇÕES DOS QUADROS:
03.01 - EVENTOS RELATIVOS À DISTRIBUIÇÃO DO CAPITAL
03.02 - POSIÇÃO ACIONÁRIA DOS ACIONISTAS COM MAIS DE 5% DE AÇÕES ORDINÁRIAS E/OU PREFERENCIAIS
03.03 - DISTRIBUIÇÃO DO CAPITAL SOCIAL DOS ACIONISTAS COM MAIS DE 5% DE AÇÕES ORDINÁRIAS E/OU PREFERENCIAIS
04.03 - BONIFICAÇÃO/DESDOBRAMENTO OU GRUPAMENTO DE AÇÕES NOS TRÊS ÚLTIMOS ANOS
06.01 - PROVENTOS DISTRIBUÍDOS NOS TRÊS ÚLTIMOS ANOS
20.00 - INFORMAÇÕES SOBRE GOVERNANÇA CORPORATIVA
Pág: 125
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
IAN - INFORMAÇÕES ANUAIS
Divulgação Externa
Data-Base - 31/12/2005
Legislação Societária
Reapresentação Espontânea
01.01 - IDENTIFICAÇÃO
1 - CÓDIGO CVM
2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL
3 - CNPJ
00090-6
BANCO BRADESCO S.A.
60.746.948/0001-12
ÍNDICE
GRUPO QUADRO
DESCRIÇÃO
PÁGINA
01
01
IDENTIFICAÇÃO
1
01
02
SEDE
1
01
03
DEPARTAMENTO DE ACIONISTAS
1
01
04
DIRETOR DE RELAÇÕES COM INVESTIDORES (Endereço para Correspondência com a Companhia)
2
01
05
REFERÊNCIA / AUDITOR
2
01
06
CARACTERÍSTICAS DA EMPRESA
2
01
07
CONTROLE ACIONÁRIO / VALORES MOBILIÁRIOS
3
01
08
PUBLICAÇÕES DE DOCUMENTOS
3
01
09
JORNAIS ONDE A CIA DIVULGA INFORMAÇÕES
3
01
10
DIRETOR DE RELAÇÕES COM INVESTIDORES
3
02.01
01
COMPOSIÇÃO ATUAL DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO E DIRETORIA
4
02.01
02
COMPOSIÇÃO ATUAL DO CONSELHO FISCAL
8
02
02
EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL E FORMAÇÃO ACADÊMICA DE CADA CONSELHEIRO (ADM. E FISCAL) E
9
03
01
EVENTOS RELATIVOS A DISTRIBUIÇÃO DO CAPITAL
20
03
02
POSIÇÃO ACIONÁRIA DOS CONTROLADORES E ACIONISTAS COM 5% OU MAIS DE AÇÕES
21
03
03
DISTRIBUIÇÃO DO CAPITAL DOS CONTROLADORES E DOS ACIONISTAS COM 5% OU MAIS DE AÇÕES
22
04
01
COMPOSIÇÃO DO CAPITAL SOCIAL
25
04
02
CAPITAL SOCIAL SUBSCRITO E ALTERAÇÕES NOS TRÊS ÚLTIMOS ANOS
26
04
03
BONIFICAÇÃO/DESDOBRAMENTO OU GRUPAMENTO DE AÇÕES NOS TRÊS ÚLTIMOS ANOS
27
04
04
CAPITAL SOCIAL AUTORIZADO
28
04
05
COMPOSIÇÃO DO CAPITAL ACIONÁRIO AUTORIZADO
28
05
01
AÇÕES EM TESOURARIA
29
06
01
PROVENTOS DISTRIBUÍDOS NOS 3 ÚLTIMOS ANOS
30
06
03
DISPOSIÇÕES ESTATUTÁRIAS DO CAPITAL SOCIAL
39
06
04
DIVIDENDO OBRIGATÓRIO
39
07
01
REMUNERAÇÃO E PARTICIPAÇÃO DOS ADMINISTRADORES NO LUCRO
40
07
02
PARTICIPAÇÕES E CONTRIBUIÇÕES NOS TRÊS ÚLTIMOS ANOS
40
07
03
PARTICIPAÇÃO EM SOCIEDADES CONTROLADAS E/OU COLIGADAS
41
09
01
BREVE HISTÓRICO DA EMPRESA
42
09
02
CARACTERÍSTICA DO SETOR DE ATUAÇÃO
44
09
03
PERÍODOS DE SAZONALIDADE NOS NEGÓCIOS
45
10
01
PRODUTOS E SERVIÇOS OFERECIDOS
46
11
01
PROCESSO DE PRODUÇÃO
47
11
02
PROCESSO DE COMERCIALIZAÇÃO, DISTRIBUIÇÃO, MERCADOS E EXPORTAÇÃO
48
11
03
POSICIONAMENTO NO PROCESSO COMPETITIVO
50
12
01
PRINCIPAIS PATENTES, MARCAS COMERCIAIS E FRANQUIAS
51
13
01
PROPRIEDADES
57
14
01
PROJEÇÕES EMPRESARIAIS E/OU DE RESULTADOS
74
14
02
INFORMAÇÕES RECOMENDÁVEIS, MAS NÃO OBRIGATÓRIAS
75
14
03
OUTRAS INFORMAÇÕES CONSIDERADAS IMPORTANTES PARA MELHOR ENTENDIMENTO DA COMPANHIA
79
14
05
PROJETOS DE INVESTIMENTO
89
21/09/2011 13:15:09
Pág:
126
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS
IAN - INFORMAÇÕES ANUAIS
Divulgação Externa
Data-Base - 31/12/2005
Legislação Societária
Reapresentação Espontânea
01.01 - IDENTIFICAÇÃO
1 - CÓDIGO CVM
2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL
3 - CNPJ
00090-6
BANCO BRADESCO S.A.
60.746.948/0001-12
ÍNDICE
GRUPO QUADRO
PÁGINA
DESCRIÇÃO
16
01
AÇÕES JUDICIAIS
90
17
01
OPERAÇÕES COM EMPRESAS RELACIONADAS
91
01
ESTATUTO SOCIAL
93
18
BRADESCO SEGUROS S.A.
19
01
POSICIONAMENTO NO PROCESSO COMPETITIVO
19
04
CLIENTES PRINCIPAIS POR PRODUTOS E/OU SERVIÇOS
19
05
OPERAÇÕES COM EMPRESAS RELACIONADAS
100
19
10
CARACTERÍSTICAS DO SETOR DE ATUAÇÃO
101
19
11
RELATÓRIO DE DESEMPENHO
102
98
99
BANCO MERCANTIL DE SÃO PAULO S.A.
19
01
POSICIONAMENTO NO PROCESSO COMPETITIVO
105
19
04
CLIENTES PRINCIPAIS POR PRODUTOS E/OU SERVIÇOS
106
19
05
OPERAÇÕES COM EMPRESAS RELACIONADAS
107
19
10
CARACTERÍSTICAS DO SETOR DE ATUAÇÃO
108
19
11
RELATÓRIO DE DESEMPENHO
109
BANCO ALVORADA S.A.
19
01
POSICIONAMENTO NO PROCESSO COMPETITIVO
110
19
04
CLIENTES PRINCIPAIS POR PRODUTOS E/OU SERVIÇOS
111
19
05
OPERAÇÕES COM EMPRESAS RELACIONADAS
112
19
10
CARACTERÍSTICAS DO SETOR DE ATUAÇÃO
113
19
11
RELATÓRIO DE DESEMPENHO
114
BRADESCO LEASING S.A. ARREND. MERCANTIL
01
POSICIONAMENTO NO PROCESSO COMPETITIVO
115
19
04
CLIENTES PRINCIPAIS POR PRODUTOS E/OU SERVIÇOS
116
19
05
OPERAÇÕES COM EMPRESAS RELACIONADAS
117
19
10
CARACTERÍSTICAS DO SETOR DE ATUAÇÃO
118
19
11
RELATÓRIO DE DESEMPENHO
119
20
01
INFORMAÇÕES SOBRE GOVERNANÇA CORPORATIVA
120
21
01
DESCRIÇÃO DAS INFORMAÇÕES ALTERADAS
125
19
21/09/2011 13:15:09
Pág:
127

Documentos relacionados

60746948000112 000906 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CVM

60746948000112 000906 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CVM 01.09 - JORNAIS ONDE A CIA. DIVULGA INFORMAÇÕES

Leia mais