RESERVA de VELOCIDADE A IMPORTÂNCIA DA

Сomentários

Transcrição

RESERVA de VELOCIDADE A IMPORTÂNCIA DA
RESERVA de VELOCIDADE
A IMPORTÂNCIA DA VELOCIDADE
PARA NADADORES FUNDISTAS E MEIO-FUNDISTAS
Moregold Sports Pty Ltd
Tuesday, August 07, 2001
Por Wayne Goldsmith
REVISÃO TÉCNICA: Prof ALBERTO KLAR
PARTE 1
Eterna questão de treinamento: Quanta velocidade é necessária para atletas de
endurance?
No mundo da natação atual existem muitas oportunidades para nadadores que são
capazes de sustentar velocidades rápidas durante provas de média e longa distância.
Particularmente na natação feminina, onde os Recordes Australianos e Mundiais se
sustentaram por muitos anos, a habilidade de ser rápido durante as provas de 400,
800 e 1500 metros constitui em grande oportunidade para as nadadoras femininas
treinadas para realizar um pequeno trabalho e dar enfoque sobre estes eventos.
Não existe nenhuma dúvida de que a resistência (endurance) é um fator chave
nestes eventos. Porém, não existem dúvidas também de que atletas de resistência
competitivos precisam de velocidade:
1- Em provas de distâncias curtas a habilidade de realizar um sprint rápido à frente
dos oponentes, ou para se evidenciar em um ponto da prova, é importante. Na
natação em piscina de 25 metros, por exemplo, uma explosão de velocidade pode ser
importante para sair à frente de vários nadadores, para realizar a virada primeiro, ou
para a fase de transição da saída para a virada.
2- A habilidade de explosão nas saídas, dentro e fora das viradas e durante os últimos
cinco metros em uma chegada apertada, também é importante.
3- O treinamento para desenvolver a habilidade de nadar mais rápido se repete
durante uma temporada, ou muitas temporadas e depende do fato de ter endurance
aumentada e se tornar mais rápido através de um único esforço.
Na preparação de nadadores fundistas e meio-fundistas é importante equilibrar a
quantidade de VELOCIDADE com a quantidade de RESISTÊNCIA no programa de
treinamento. Por Exemplo:
META DE TREINAMENTO: 24 x 100m em 1:45 visando 1:10 (média)
(MELHOR TEMPO EM COMPETIÇÃO = 1:09)
Nesta série de treinamento, o nadador está visando fazer um minuto dez
segundos para cada esforço de 100m. No entanto, como o melhor tempo do nadador
para um único esforço de 100m nas competições é de 1:09 é improvável que consiga
manter o tempo de 1:10 para 24 vezes que nade os 100m.
Os princípios da especificidade do sistema de energia sugerem que manter 100%
do esforço máximo durante mais do que 6-10 segundos não é possível. Então, é lógico
dizer que na maioria das competições esportivas os atletas passam a maior parte do
treinamento e competição trabalhando em intensidades submáximas.
Na realidade, a maioria dos atletas tem dificuldade de manter mais que 90% do
esforço máximo durante períodos muito grandes. O melhor tempo para um único nado
de 100m deveria ser de 1:02, 1:03, e é desta forma importante que os nadadores
realizem treinamento de endurance adequado para resistir à fadiga, nadando muitas
vezes os 100m. Então, manter o tempo de 1:10 é muito mais realista.
Este é o desafio.
Para habilitar o nadador para nadar mais rápido que 1:09, eles necessitam ter
realizado algum treinamento de velocidade para desenvolver aquela velocidade.
Ainda, para manter 1:10 durante 24 x 100m exige também grande resistência.
VELOCIDADE e RESISTÊNCIA são de fato dois lados da mesma moeda.
Ambos são necessários se o nadador quer alcançar seu máximo potencial. Por
Exemplo:
Se o melhor tempo de um nadador para os 100m é de 60 segundos, é provável e
lógico que seu melhor tempo nos 50m seja de aproximadamente 27.5-28 segundos.
Para nadar 50m em 27.5-28.0 segundos, é provável que o nadador possa
nadar 25m em aproximadamente 12.5-13.5 segundos.
E nadar 25 em 12.5 segundos exige o desenvolvimento de velocidade pura. Três
nadadores de media e longa distância, líderes na equipe australiana nos últimos anos
foram Campeões Olímpicos: Kieren Perkins, Grant Hackett e Ian Thorpe.
Estes três nadadores são capazes de nadar a prova de 400m, em
aproximadamente 3 minutos e 45 segundos, ou um tempo médio por 100m de 56
segundos. Em competição, Perkins, Hackett e Thorpe foram muito mais rápidos
durante os primeiros 100m (aproximadamente 53-54 segundos) em provas de média e
longa distâncias.
A fim de sair nesta velocidade eles não devem estar à 100% de seu esforço ou na
velocidade máxima, durante a "explosão". Eles devem ter uma "reserva de velocidade"
e estar em uma velocidade relativamente confortável durante os primeiros 100m ou
seus últimos 300m seriam muito lentos devido ao nível de fadiga, ácido láctico etc.
Ao considerar que o melhor tempo para 100m dos três nadadores está ao redor 50
segundos, pode-se afirmar que eles têm uma RESERVA de VELOCIDADE, pois
percorrer 100m em 56 segundos é razoavelmente confortável, aproximadamente 6
segundos acima de seu melhor tempo.
Na natação de distância feminina as melhores marcas são da nadadora dos EUA
Janet Evans, recordista mundial em 1980, com recorde que ainda permanece. Seus
recordes mundiais nas provas de 400 e 800 m no estilo livre foram segundos mais
rápidos que os tempos dos vencedores das Olimpíadas de 1996 e 2000. Seu recorde
nos 400m estilo livre de 4:03 é excelente e seus 8:16 nos 800 notáveis. Sua
capacidade de endurance é incomparável.
Estes tempos rápidos em distâncias mais longas seriam impossíveis, se obviamente
ela não tivesse a habilidade de ser rápida de manter a velocidade através dos 400,
800 e 1500m.
Saudações Aquáticas,
Alberto Klar