Innocent-Sagahutu

Сomentários

Transcrição

Innocent-Sagahutu
Dossiê
Innocent Sagahutu
INFORMAÇÕES
POR TPIR (1994)
Réu
Innocent Sagahutu nasceu na província de Cyangugu, Ruanda, e é de etnia hutu.
Sagahutu entrou nas Forças Armadas ruandesas, e em 1994 ocupou o posto de capitão.
Ele era o segundo em comando do Batalhão de Reconhecimento (RECCE). A RECCE era
uma compania que estava sob o comando do batalhão principal, de François-Xavier
Nzuwonemeye.
Segundo a acusação, entre 1990 e 1994, Sagahutu, junto com outros oficiais,
conspirarou para exterminar civis tutsis e opositores políticos, e ajudou a formar grupos
de milícias Interahamwe que cometeram o genocídio. Eles distribuíram armas e listas de
pessoas a serem eliminadas. Após a morte do presidente Juvenal Habyarimana, em abril
de 1994 e do início do genocídio, soldados, incluindo aqueles sob o comando de
Sagahutu, agrediram e assassinaram a primeira-ministra Agathe Uwilingiyimana e uma
série de importantes líderes da oposição, além de dez soldados belgas que estavam
protegendo a primeira-ministra.
Sagahutu foi acusado de conspiração sobre genocídio, violações em massa, agressão
sexual, assassinato, de ordenar as ações que levaram a estes crimes e, assim, não
colaborar para que os crimes cessassem.

Documentos relacionados

Dossiê - WordPress.com

Dossiê - WordPress.com Dossiê François-Xavier Nzuwonemeye

Leia mais

Geografia: Conflitos Mundiais (Parte 3)

Geografia: Conflitos Mundiais (Parte 3) comunidades tutsis e hutus cooperavam sob o controle nominal do rei. Durante o século XVII, casamentos mistos eram comuns, fazendo com que em muitos casos a classificação de um indivíduo como membr...

Leia mais

Reflexão

Reflexão as diferenças entre povo em causa, deram lhe nomes como se fossem animais de raças (tutsi e hutu) o que levou a dar origem a este massacre que t irou a vida a milhares de pessoas. Quando os hutu co...

Leia mais