AAJ - ACE Jundiaí

Сomentários

Transcrição

AAJ - ACE Jundiaí
NÃO DÊ
ESMOLAS
VOCÊ NÃO TEM IDEIA
Criminalidade
Drogas
Prostituição
Alcoolismo
Comodismo
DO QUE SE FAZ COM ELA
DOE A UMA ENTIDADE SOCIAL
APOIADORES
REALIZAÇÃO
33ª Subseção
Jundiaí
Comissão de
Segurança Pública
GESTÃO PELA ORDEM
2013 /2015
AAJ
Associação dos Advogados de Jundiaí
À
frente da maior entidade representativa do
comércio em Jundiaí - afinal, juntos, somos
quase 3.400 empresários -, constantemente coloco na balança os trabalhos já desenvolvidos pela ACE nesta gestão e os que ainda faltam
para alcançar os melhores resultados para nossos
associados.
Com 2014 chegando ao fim, posso dizer, com alegria, que a entidade realizou ações diversificadas,
beneficiando empresários e consumidores, desde
eventos sociais em praça pública, encontros de
negócios, como o Café e o Meeting, até sorteios
de prêmios.
E em dezembro não poderia ser diferente, por
isso, nesta edição, trazemos mais detalhes sobre o
projeto de Natal e uma entrevista com Nilsa Aparecida Porcari Gerciano, que ganhou uma moto
na última campanha da ACE.
Como acredito que estamos sempre em um processo de aprendizado, divulgamos histórias de
empreendedores que podem inspirar você a fazer sempre o melhor para si e para sua empresa.
E, claro, o aniversário de Jundiaí não poderia ficar
de fora. Parabéns à nossa cidade, tão cheia de
riquezas e de oportunidades!
No mais, desejo que 2015 seja um ano próspero!
Boa leitura!
Reges Donatti Filho
Presidente
[EXPEDIENTE]
[Buscando equilíbrio]
Presidente
Reges Donatti Filho
Textos e fotos
COMpasso Comunicação
Diagramação e Projeto
Gráfico
Nort Marketing Estratégico
Jornalista responsável
Elis Soares - MTB 48.990/SP
Diretoria e Conselho ACE
Marcos Meerson
Carla Maltoni
Armando Tomaducci
Mara Migliato
Danilo Rosa
Fabiano Roncoletta
Giulliana Milamonti
Mário Sérgio
Murilo Offa
Domingo Zaniqueli (in memoriam)
Revisão: Dagmar Baisigui
Tiragem: 4 mil exemplares
ACE Jundiaí
Rua Rangel Pestana, 533 - loja 1
Edifício Palácio do Comércio
Centro - Jundiaí/SP
CEP: 13.201-903
(11) 3308-4305
www.acejundiai.com.br
A Revista Varejo em Foco
é um produto da ACE Jundiaí e Nort
Marketing Estratégico, em
parceria com a
COMpasso Comunicação.
Contato Comercial
Thiago Bastos
(11) 9.7092-6324
[email protected]
8
ANIVERSÁRIO
DE JUNDIAÍ
12
CAPA
DECORAÇÃO
DE NATAL
18 22
PONTO DE VISTA:
KATIÊ TEDESCO
BASTOS
MEU NEGÓCIO:
DINHEIRO NÃO
É TUDO
24 30
ACE NO DIA A DIA:
RETROSPECTIVA
2014
ACONTECE NA
ACE: MEETING DE
NEGÓCIOS
ín
ndi
d ce índice
#
índi
ín
diice
c
fala
fa
la
a pre
resi
side
si
d nt
de
nte
e fala presidente fala presidente
EDITORIAL
SERVIÇOS
ACE
O Serviço Central de Proteção ao Crédito oferece aos empresários uma análise preventiva de quem vem
comprar, seja pessoa física ou jurídica. O banco de dados é nacional, sendo assim, qualquer empresa que vá
conceder crédito ou realizar uma venda consegue saber se o cliente está inadimplente, independentemente
da região da compra.
•As principais dúvidas dos comerciantes
em relação ao SCPC são: qual o tipo de
consulta mais indicada para o negócio em
que atua e qual o tipo de consulta mais
completa. E para responder a essas
perguntas, as consultoras da ACE Jundiaí
visitam a empresa e explicam passo a
passo como funciona o serviço.
•Alguns dos principais objetivos do SCPC
são: minimizar os riscos da transação
comercial, evitar a inadimplência, avaliar
o comportamento de pagamento
baseado nos últimos 6 ou 12 meses,
maximizar a rentabilidade, tornar ágil a
avaliação de novos clientes e reduzir os
custos operacionais são alguns dos
benefícios do SCPC.
•Os tipos de consulta de pessoa jurídica
são: Empresarial Gold, SCPC Net, Score,
Certocred, entre outras.
•Já para a consulta do nome do
consumidor, tem-se: SCPC Net, Score
Crédito, Pessoal Gold e Certocred.
aniversário jundiaí
C
om mais de 370 mil habitantes espalhados por 431 mil quilômetros quadrados
de território, a cidade de Jundiaí tem
um faturamento orçado em cerca de um bilhão. Esses dados fazem a cidade de Jundiaí
ser destaque na região, no estado e no país.
Junto com o município, o jundiaiense Carlos
Rodrigues, de 32 anos, também completa
idade nova em 14 de dezembro. “Infelizmente não estarei na cidade este ano para fazer
uma dupla comemoração. Daqui mesmo eu
mando meus votos de parabéns”, avisa ele,
gerente de inteligência de negócios nos Estados Unidos.
O QUE VOCÊ
DARIA DE
PRESENTE
PARA
JUNDIAÍ?
Comparando Jundiaí com a cidade de Atlanta, no estado da Georgia, onde vive, Carlos
aponta algumas possibilidades para melhorar o trânsito por aqui. “O tráfego também
é intenso, porém as faixas são mais largas, o
que evita de os carros ficarem amontoados”,
explica. “Outro fator que também contribui
é que as pessoas, por hábito, mantêm certa
distância do carro da frente”, relata.
As regras de trânsito ajudam na segurança
e na fluidez do tráfego. “Aqui, normalmente,
pode-se virar à direita mesmo quando o farol
está vermelho”, conta o rapaz que se mudou
em 2010.
Outro jundiaiense que também vai ser presenteado em 14 de dezembro é Luis Carlos
de Oliveira, de 41 anos. Para ele, o presente
ideal para a cidade tem a ver com o povo.
“Que os representantes tenham mais respeito com os cidadãos e que se tenha mais severidade com os malfeitores”, deseja o empresário.
Vai rolar a festa
[
[
Em 14 de dezembro, a cidade completa 359 anos e
segurança, universidade pública, cultura, segurança e
lazer estão entre os agrados mais desejados pela
população jundiaiense
Em comemoração ao aniversário da cidade,
a Secretaria Municipal de Cultura organizou,
de 10 a 14 de dezembro, uma programação
especial gratuita.
•11 de dezembro - lançamento do documentário ‘Romaria: Centenário de Fé’
•12 de dezembro - Sexta no Centro – na
Praça da Matriz
•12 a 14 de dezembro - Virada no Poly –
no Teatro Polytheama
•12 de dezembro – apresentação do espetáculo ‘Orquestra Municipal de Jundiaí revisitando o samba brasileiro’
8
varejo
EM FOCO
aniversário jundiaí
•13 de dezembro – apresentação do es-
petáculo ‘Poly te ama Jundiaí’, com academias que contarão a história da cidade
•14 de dezembro – Apresentação do es-
petáculo infantil ‘Pocahontas’
Agenda completa no site www.jundiai.
sp.gov.br.
Terra Querida
• 359 anos
• 370 mil habitantes
• 431 mil quilômetros quadrados de território
• 1 bilhão de arrecadação em impostos
• 187 mil automóveis
• 41 mil motocicletas
• R$ 58 mil é a renda per capita
• 180 mil homens
• 190 mil mulheres
EU DESEJO PARA JUNDIAÍ
“Um povo mais educado no trânsito e mais participativo nas atividades do comércio”.
Ana Paula Hernandes Alves Bordin
“Consciência política e moral, nos campos individuais e coletivos. Atitudes que vemos diariamente deixariam de existir
a partir do momento em que cada um parasse de se preocupar apenas consigo e agisse pensando nos outros”.
Bruno Henrique Segantin
“Eu daria neve na época do Natal”.
Fabiana Gonzaga Moscoski
“Ciclovias, já que o trânsito está ruim e a cada dia temos mais adeptos ao uso da
bicicleta”.
Fernanda Meneghatti Magro Souza
“Chuvas frescas e abundantes todos os verões”.
Flávia Fernandes
“Mais lixeiras nas ruas. Trabalharia uma forma de mídia para incentivar as pessoas a jogarem o
lixo em seu devido lugar. O mais importante é educar a população”.
Leandro Lopes
10
varejo
EM FOCO
“Respeito e mais projetos com foco na preservação ambiental”.
Luciana Sanfins
“Um poço infinito de humildade para ser distribuído entre os moradores”.
Márcio Souza
“Uma praia seria incrível”.
Patrícia Palma
“Hospitais com a mesma qualidade que têm os shoppings”.
Susana Biazotto Mazalli
“Daria um beiijooo bem longo. Adoro Jundiaí”.
Tom Nando
matéria de capa
A
Associação Comercial Empresarial de
Jundiaí cedeu e reformou quase 350
peças com motivos natalinos para serem instaladas nos postes dos principais polos
comercias. “Agradecemos à Prefeitura pela
parceria e pela oportunidade em cooperar
com a época mais importante para todos,
desde comerciantes, entidades, até a população”, afirma Reges Donatti Filho, presidente da entidade.
As peças terão formato de cometa, de sino
e de anjo e serão instaladas nos postes de
energia elétrica do Centro, da Vila Arens, da
Ponte São João, da Vila Hortolândia e do
Eloy Chaves. “Além dos itens decorativos,
também enfeitaremos as copas das árvores
em cinco praças da cidade com mangueiras LED”, detalha Reges.
Além da decoração natalina, a ACE Jundiaí está promovendo uma campanha com
sorteio de 520 prêmios (leia mais em ‘A sorte
chegou sobre duas rodas’).
Também será colocado um trenzinho circulando pela cidade com a presença do Papai
Noel, de duas noeletes e de pessoas vestindo trajes de personagens de desenhos animados, os quais vão distribuir 50 mil balas. O
itinerário completo do trenzinho está no site
da ACE Jundiaí: www.acejundiai.com.br.
AS PRAÇAS DECORADAS
DECORAÇÃO DÁ AINDA
MAIS BRILHO A JUNDIAÍ
12
varejo
EM FOCO
Tibúrcio Estevam de
Siqueira (Centro)
Joaquim Soares de Lemos
(Vila Hortolândia)
[
[
Para que a cidade fique mais atrativa, a ACE Jundiaí cedeu
e reformou adornos natalinos para serem instalados nos
postes; as copas das árvores de cinco praças da cidade
ficarão iluminadas
Ruy Barbosa (Centro)
Praça das Mães
(Eloy Chaves)
Quintino Bocaiuva
(Vila Arens)
matéria de capa
e? a
Foam
b
a
c
a
l
e
aqui!
A SORTE CHEGOU SOBRE DUAS RODAS
J
á imaginou o seu nome ser sorteado entre
300 mil cupons preenchidos em uma promoção? Foi o que aconteceu com Nilsa Aparecida Porcari Gerciano, na campanha de “Dia dos Pais”, organizada em agosto pela Associação Comercial Empresarial
de Jundiaí, depois da compra que ela fez na
Leopardi, onde preencheu o cupom para o
sorteio.
A aposentada de 60 anos, moradora do
bairro Medeiros, foi sorteada e ganhou uma
moto zero km, principal prêmio da campanha. “Quando recebi a notícia, eu não acreditava. Foi a primeira vez que ganhei um sorteio”, alegra-se.
Cliente fiel do comércio jundiaiense, Nilsa
tem como atividades preferidas fazer ginástica, ir à igreja, ler livros, assistir a filmes e viajar. “Optei por vender a moto para comprar
algumas coisas para minha casa e também
guardei uma parte do valor para poder viajar. O dinheiro veio numa hora muito boa”,
conta.
Para o sorteio de Natal, Nilsa garante que
não ficará de fora. “Fiquei animada ao ver a
seriedade do concurso e, claro, também por
ter ganhado. Quem sabe não esteja com o
‘pé quente’ para os próximos cupons?”, brinca.
A lista de lojas participantes da campanha
natalina da ACE Jundiaí e também a dos prêmios que serão sorteados estão disponíveis
no site da entidade: www.acejundiai.com.br.
Já o sorteio será realizado no dia 20 de janeiro de 2015, às 15h, na sede da ACE Jundiaí
(Rua Rangel Pestana, 533, 1º andar, Centro).
E
m depoimentos, os comerciantes de
Jundiaí comprovam a eficácia das
ações promovidas pela ACE Jundiaí no
decorrer deste ano:
“Ao participar de campanhas, como a do
Natal, a vantagem que nós temos é ter nossa
marca vinculada a uma entidade de prestígio, que é a ACE, o que nos dá mais credibilidade. Sem contar que sozinhos não conseguiríamos dar a oportunidade aos nossos
clientes de concorrerem a bons prêmios. É
um excelente custo x benefício”, Everton Oltman, da Target Press, que participa pela segunda vez de promoções organizadas pela
entidade.
“Promoções com o formato em que consumidor e comerciantes ganham é muito bom,
pois o cliente fica bem contente pela oportunidade de participar e o lojista, que investe e
se esforça para que a campanha dê certo,
também fica satisfeito. Mesmo com uma promoção interna em nossas lojas, sempre participarmos das campanhas da ACE”, Helder
Leopardi, da Casa Leopardi, que participa
de todas as campanhas promovidas pela
entidade.
Apresente este cupom na loja
e ganhe 40% de desconto
na compra da segunda
batata inglesa do mesmo sabor.
Promoção válida na compra de
batatas inglesas de segunda
a quarta.
Delive2r6y26
(11)4805-
Unidade
Anhangabaú
ACE INVESTE: NATAL 2014
A
Associação Comercial Empresarial de
Jundiaí, até o fechamento desta edição da revista Varejo em Foco, em
03/11/2014, investiu R$ 250.551,00 no projeto
de Natal englobando o sorteio de prêmios, a
circulação do trenzinho, a reforma dos adornos para a decoração dos postes de iluminação e a compra de material para enfeitar as
copas das árvores de cinco praças públicas
da cidade.
Marcos Meerson, vice-presidente da ACE, entrega as motos para Nilsa Gerciano, consumidora
sorteada, e Helder Leopardi, da loja participante da promoção
VALE DESCONTO
40%
BATATA INGLESA
Apresente este cupom e ganhe 40% de desconto na compra
da segunda batata inglesa do mesmo sabor.
Promoção válida na compra de batata inglesa de segunda a quarta.
OBS: A promoção não é válida para delivery
Promoção válida até 17/12/2014
PROJETO APROXIMA
ENTIDADE DA POPULAÇÃO
E DOS COMERCIANTES
A
fim de se aproximar ainda mais da população e dos comerciantes, desde o
início de novembro, a Associação Comercial Empresarial de Jundiaí está promovendo o evento ‘ACE nos Bairros’. O primeiro
bairro a receber a ação foi a Vila Hortolândia. A ação ocorreu no dia 8 de novembro,
das 9h às 14h, na praça em frente ao Supermercado Boa.
Pintura facial, distribuição de pipoca e de
algodão doce, música, oficina de desenho
para as crianças e consulta gratuita de nome
ao Serviço Central de Proteção ao Crédito
foram algumas das atividades oferecidas.
“Nosso objetivo foi entender as necessidades
[
[
Desde o início de novembro, a ACE Jundiaí está
realizando ação em diferentes localidades da cidade;
consulta de nome ao SCPC e oficina de desenho são
alguns serviços oferecidos
próprias do local visitado e levar um pouco
dos benefícios da entidade até os consumidores. No SCPC, por exemplo, 50 pessoas
consultaram se tinham ou não restrição”, explica Reges Donatti Filho, presidente da ACE.
Por que escolher a VILAGE para proteção de Marcas e Patentes?
Outro serviço disponível durante a ação é o
EmpregACE, em que os interessados puderam cadastrar o currículo no banco de dados
da ACE. Além disso, as lojas da Vila Hortolândia foram visitadas pela equipe da entidade.
Parceria com a ACE JUNDIAÍ
há mais de 12 anos
Jundiaí/SP | Escritórios em outras 20 cidades no Brasil
Exterior: EUA e Europa
Para conhecer as próximas ações promovidas pela entidade acesse o site www.acejundiai.com.br ou ligue (11) 3308-4300.
Qualidade certificada em todos os serviços
Atendimento personalizado
16
varejo
EM FOCO
Rua Anchieta, 670 - sala 62 Cond Edifício Kastória | Centro - Jundiaí/SP
0800 703 9009 | (11) 4521-5159
www.vilage.com.br
2015
que o planejamento tornou-se item de
[ Porsobrevivência
das empresas atuais
1) Objetivo: onde quero chegar?
Por exemplo: ampliar as vendas em 5% no semestre.
Descreva a situação real de sua empresa;
quais são suas deficiências e eficiências administrativas, financeiras e operacionais.
[
ponto de vista
PLANEJANDO
teve e não terá. É necessário entender que
antes de fazer qualquer anúncio, flyer, site,
ou qualquer outra peça de comunicação, é
preciso fazer Planejamento Estratégico.
Coloque tudo no papel e mãos à obra:
Descreva os pontos fortes e fracos de seus
concorrentes. Monitore suas ações pela web,
vá até suas lojas, compre seus produtos e
perceba seus diferenciais. Se você fosse um
consumidor comum, de qual empresa compraria: da sua ou de seu concorrente? E por
quê? Seja honesto consigo mesmo.
3) Pesquise seus clientes
P
lanejamento estratégico: à primeira
vista parece um bicho de sete cabeças, algo que só é implementado pelas
grandes e médias empresas, as quais possuem um Departamento de Marketing ou
grandes agências de Marketing. Pois não é.
Primeiramente precisamos desmistificar, e
mais, simplificar o que é o Planejamento Estratégico em Marketing. Trata-se de uma
técnica administrativa que tem como objetivo manter a integração da empresa em seu
ambiente, mercado, identificando oportunidades, ameaças, pontos fortes e fracos para
o cumprimento de sua missão. Em outras
palavras, se, quando você monitora o mercado, seus concorrentes, seus consumidores,
descobre o porquê de uns venderem mais
que os outros, e sabe o que precisa fazer
para acertar os ponteiros, você terá dados
para planejar estrategicamente. Tudo isso
está relacionado com o posicionamento da
sua marca, como seus clientes a percebem,
como você divulga isso, e principalmente se
sua operação, seu trabalho em si, funciona e
entrega o que promete.
Quando nos referimos a Comunicação e
Marketing, temos dois tipos de empresários:
aquele que em tempos difíceis, de crise, se
retrai e corta qualquer investimento em co-
municação e divulgação de seu produto,
pois, afinal, este não está vendendo; e aquele que, percebendo que suas vendas estão
caindo, vendo seu faturamento médio despencar mês a mês, se prepara e corre atrás
de alternativas. Infelizmente, o que mais vemos é o primeiro perfil, é como tampar o sol
com a peneira esperando que a economia
melhore, que os bons ventos voltem a soprar,
que o consumo aumente. Ficar nessa posição é sempre contar com a sorte, com fatores externos, com os outros.
O outro perfil, menos comum, porém mais assertivo, é aquele que toma as rédeas da situação. É como diz o ditado: “Em tempos de
crise há os que choram e os que vendem lenços”. Quero ser quem vende lenços. Não se
trata de oportunismo e sim de oportunidade,
de criarmos situações favoráveis que possam
manter a empresa no eixo.
Na prática, tudo isso ocorre sempre do mesmo jeito. Recebemos durante o ano vários
empresários que já tentaram várias ferramentas de comunicação, como folders, panfletagens, outdoors, anúncios em revistas e nada,
nenhum resultado lhes é conferido. É sempre
a mesma fala: “Já tentei várias formas de
divulgar minha empresa, meu produto, mas
não funciona, não tive resultado”. Pois é, não
18
varejo
EM FOCO
Elabore questionários e dê descontos ou brindes para quem respondê-los. Se você deseja, por exemplo, implantar um serviço de
delivery, mas tem dúvidas do quanto isso influencia na decisão de compra de seu cliente, pergunte!
Analise quem define a compra. Atualmente, as mulheres têm um poder muito maior
nas decisões de compra, principalmente em
produtos relacionados à casa e à família. Um
bom exemplo são os casais presentes nas lojas de móveis e ambientes planejados. Por
mais que tenham ido juntos, a palavra final
feminina acaba pesando, por isso, monte
estratégias para esse público, treine seu departamento comercial para saber quais as
reais necessidades daquele casal, o quanto
estão pensando em gastar, pois assim, com
as perguntas certas, você poderá oferecer
os melhores produtos para aqueles clientes e
concretizar a venda.
4) Onde estão meus clientes?
Pense primeiramente: o que é mais rentável?
Estimular a volta dos clientes que já possuo,
criando estratégias para que consumam
mais em minha empresa ou conseguir novos
clientes? Ou os dois? Cada situação exige
uma comunicação e uma campanha diferente.
Amplie a visão de negócios: se você possui uma empresa de curso de inglês para
crianças, é óbvio que pensará em divulgar
em escolas particulares e clubes, mas pense também em divulgar para os pais dessas
crianças, que são os decisores, e que podem ser médicos, advogados, comerciantes
ou empresários. Lembre-se de que comerciantes, empresários, engenheiros e outros
também são pais, mães, filhos, ou seja, consomem como pessoas físicas, consomem roupas, sapatos, alimentação, cursos, lazer etc.
Foque no poder de consumo e não na atividade final ou apenas profissão.
5) Faça parcerias
pense nas experiências que seus produtos
e serviços possam oferecer ao seus clientes
e estabeleça parcerias ganha-ganha. Um
exemplo seria pensarmos num jantar romântico no qual podemos englobar três tipos de
empresas: um restaurante, uma loja de artigos sensuais e um motel. Pode-se criar uma
campanha de jantar romântico que comemore aniversários de namoro, casamento e
outros e assim criar um roteiro que comece
no jantar e termine no motel com os artigos
sensuais.
Katiê Fernanda Tedesco Bastos
Formada em Relações Públicas pela PUCCAMP e MBA em Marketing ESAMC, sócia
proprietária da Nort Marketing Estratégico.
ATÉ VOCÊ
[
U
Empreendedores cortam custos e oferecem a
possibilidade de o cliente ser atendido na própria
residência
ma economia de até 90% dos gastos fixos é o resultado de uma mudança simples na forma de Geovana Santos, de
34 anos, atender seus clientes. Ela foi proprietária de salão de beleza por três anos e, há
pouco mais de dois, não mantém ponto comercial. “Economizo com aluguel, manutenção, funcionário e até estoque”, comemora.
“Isso porque, quanto vou visitar um cliente, já
sei exatamente qual será o serviço prestado
e quais produtos terei de levar”, completa.
[
negócios e oportunidades
O PRODUTO VAI
Outra vantagem da adequação de gestão
para a empresária foi ter mais tempo livre.
“Antes eu tinha de ficar no salão esperando
os clientes chegarem, agora tenho liberdade
para fazer meu horário, além de os clientes
adorarem”, agradece a cabeleireira.
Para que o atendimento continuasse sendo
o melhor possível, Geovana teve de adequar
alguns serviços oferecidos. “Parei de fazer luzes nos cabelos das clientes, pois é um proce-
20
varejo
EM FOCO
dimento delicado que precisa de utensílios
mais específicos”, avalia.
do”, compara.
Tendo em média quinze clientes por semana, Geovana não pretende voltar a ter salão. “Eu até incentivo os colegas de profissão
a mudarem sua forma de atuação, o único
cuidado é ser responsável com horários”, ensina.
Sem desculpas para se exercitar
Quem também abandonou a ‘porta aberta’
foi Gisele Cristina Cesário, de 41 anos, que
manteve loja por 11 anos. “Quando me casei, fui morar em Poços de Caldas e fechei
meu estabelecimento em Jundiaí. A partir
daí, comecei a trabalhar apenas com representação”, relembra.
Há seis meses Gisele voltou à cidade e trouxe consigo essa nova forma de empreender.
“Já cheguei com a certeza de que não voltaria a abrir loja”, reforça. “Minha prioridade
é atender revendedoras e lojas”, explica.
Segundo Gisele, o negócio está dando certo.
“Acabei de chegar e já tenho oito sacoleiras.
Minha margem de lucro é menor do que a
delas, porém meu trabalho é mais direciona-
Ângela Steck Guimarães, de 30 anos, conhece todos os truques dos alunos para fugirem
da ginástica. “Frio, calor, chuva, trânsito,
cansaço... Eles sempre dizem que se eu não
fosse até eles, não iriam à aula”, conta a personal trainer.
Dos 36 alunos da professora, cerca de 25%
são atendidos em suas residências. “Nesses
casos, eu levo meus equipamentos para auxiliar e variar as aulas. Se for preciso, eu também atendo na academia onde o aluno estiver matriculado”, divulga.
Sobre o valor das aulas delivery, Ângela afirma que o acréscimo é apenas de 10%. “Só
o custo de deslocamento mesmo. Um pagamento compensatório, por exemplo, para
quem tem filhos pequenos, mas não tem
com quem deixá-los”, conclui.
É TUDO
[
Engajamento e motivação acontecem quando há
reconhecimento do trabalho e sentido no que se faz
F
uncionários sem compromisso com a
empresa, que não fazem nem o combinado que dirá ir além disso. Você se
identificou com a questão? Então, provavelmente vai precisar reavaliar seu conceito sobre motivação.
Segundo o consultor de negócios Luiz Muraro,
de 52 anos, o mais comum é o empresário ter
a certeza de que a única maneira de fazer o
colaborador se engajar com a causa da empresa é dando mais dinheiro a ele, seja como
salário, seja como comissão. “Se fosse assim,
como explicar tantas pessoas defendendo
[
meu negócio
DINHEIRO NÃO
uma escola de samba e tantas vezes ainda
pagando para fazer esse trabalho que começa bem antes da avenida?”, questiona.
Uma boa maneira de mudar esse paradigma e de perceber resultados na motivação
dos colaboradores é promover a participação em projetos. “A ideia é dar atividades ao
funcionário as quais tenham começo, meio e
fim. Por exemplo, deixar sob a responsabilidade do colaborador projetos de redução de
custos, de nova planta da empresa ou mesmo de inovação. Essa atitude pode ser uma
boa forma de fazê-lo se sentir parte do todo”,
22
varejo
EM FOCO
ensina o consultor Luiz.
O foco principal do líder deve ser “fazer o
colaborador se sentir acolhido”. “Para tanto,
deve-se explicar a ele os procedimentos nos
quais a empresa se baseia e perguntar o que
ele, como colaborador, pensa sobre o assunto. A resposta deve ser verdadeiramente
considerada”, adverte.
Depois de o colaborador já engajado com
a empresa, é importante dar continuidade
ao processo. “É aí que devem entrar os benefícios, como forma de agradecimento,
resultado do trabalho bem feito. Isso é reconhecimento, e não o contrário, quando se
beneficia apenas por uma meta alcançada”, esclarece.
Para Luiz, existem maneiras simples de perceber se o comprometimento está ocorrendo
na empresa. “O mercado vai dando sinais ao
empreendedor. A primeira porta de entrada
dos sinais é o cliente, que com seu retorno
e depoimento vai mostrando se a empresa
está bem”, apresenta. “Outra boa forma de
notar o engajamento é ouvir os comentários dos colaboradores. Quando eles dizem,
nossa que bom, eu dei uma opinião que foi
aceita, é porque estão orgulhosos e essa sensação vai gerando o ciclo virtuoso tão necessário para as organizações”, observa.
Sentindo na pele
Quem luta para manter o engajamento dos
funcionários é Nilse Brolo, de 47 anos, proprietária de uma franquia das lojas Mundo
Verde, em Jundiaí. “Focamos muito o treinamento dos funcionários, seja em relação ao
comportamento, seja, mais específico, em
relação aos produtos da loja”, relata.
A iniciativa da empresária tem dado certo.
“Temos ao todo cinco funcionários, dos quais
uma está desde o início de nossas atividades
e três deles que haviam saído, retornaram
à empresa”, apresenta. “Além disso, somos
referência para as outras lojas da franquia”,
comemora.
Nilse acredita que o engajamento dos funcionários depende muito do esforço do dono
da empresa. “É preciso ser presente e estar
disponível”, conclui.
ACE NO
DIA A DIA
diaiense foi o local escolhido pela diretoria
para a realização do jantar que reuniu cerca
de 600 pessoas, entre empresários, apoiadores, patrocinadores e colaboradores da ACE.
Feira do Emprego
RETROSPECTIVA 2014
C
om o objetivo de ser a casa do empreendedor, a diretoria da Associação
Comercial Empresarial de Jundiaí, liderada por Reges Donatti Filho, realizou no
decorrer de 2014 diferentes eventos e ações
para os empresários da cidade:
Dia das Mães
Em homenagem a todas as mães, a entidade promoveu evento social na Praça Governador Pedro de Toledo e sorteio de diferentes prêmios, como uma viagem para duas
pessoas com destino a Porto Seguro (BA).
Café de Negócios
Neste ano, a ACE organizou dez cafés da
manhã com a participação de aproximadamente 80 empresários em cada um. O
primeiro foi em 14 de fevereiro e o último do
ano em 28 de novembro.
Dia dos Namorados
Para o dia dos namorados, a ACE preparou
uma campanha especial, oferecendo aos
ganhadores um majestoso jantar no restaurante Beira Rio. Foram 15 os consumidores sorteados dessa campanha, os quais puderam
aproveitar a noite junto com seus respectivos
acompanhantes, e com os lojistas dos estabelecimentos em que os cupons foram preenchidos.
Meeting de Negócios
A ACE preparou duas edições do evento este
ano, uma em agosto e outra em outubro. Em
cada um dos encontros, 49 empresários puderam apresentar os produtos e os serviços
oferecidos, além de fechar negócios.
Semana da Copa
Varejo em Foco
A revista nasceu para tratar de assuntos do
dia a dia dos empresários trazendo ideias de
como melhorar as vendas, a atuação e a
abrangência dos negócios. O primeiro exemplar começou a circular em abril. Esta já é a
9º edição!
Atendimento e cadastro de currículos, palestras, orientações profissionais e entrevistas
foram algumas das atividades oferecidas na
Feira do Emprego, em 18 de agosto. Mais de
5,3 mil pessoas estiveram nesse evento. Dessas, 1.213 foram encaminhadas para entrevistas e testes nas agências e empresas.
Em parceria com o Conselho de Turismo da
cidade, a ACE ofereceu vários treinamentos
para que os comerciantes se preparassem
para a Copa do Mundo. Os temas das palestras foram desde noções básicas de inglês
e uso de marcas até padronização nos alimentos.
Jantar de 91 anos
Em 14 de junho, a ACE realizou uma grande festa em comemoração aos 91 anos da
entidade. A sede de campo do Clube Jun-
24
varejo
EM FOCO
Dia dos Pais
Para essa data comemorativa, a entidade
organizou a campanha “Acelera Paizão 2”,
na qual o cliente pôde concorrer aos prêmios: moto, bicicleta, curso de hamburgueria, GPS e extrator de suco de laranja. Além
disso, a ACE realizou uma ação social com
várias atrações, como uma exposição de
carros antigos, na Praça Governador Pedro
de Toledo.
associado em destaque
ORGANIZAR A VIDA
DAS PESSOAS É O
TRABALHO DE ANA
S
NOVOS ASSOCIADOS
ucesso é o que a ACE Jundiaí deseja
aos mais de 60 novos associados. Sejam
bem-vindos!
Academia
Kakaton Academia
Alimentação
Cantinho da Gula
Casa das Pankekas
Celso Luiz Calderon
Delifit Alimentos
Empório do Queijo
Extratus da Terra
Garcia Café Boutique
Panificadora Familiar
Pirana - Auto Serviço
Restaurante Paraíso
RPC
Sabor a Mais
Sabor e Arte
Supermercado Mirim
Venice Burger & Bar
S
Ana Cláudia Melecardi, de 48 anos, pós-graduada em Administração Empresarial, criou
a empresa em 2003. “Percebi a necessidade
das pessoas que não tinham tempo suficiente para conciliar a rotina empresarial e a doméstica”, explica.
Entre os serviços oferecidos, Ana conta que
pode organizar algum espaço determinado
como armário, biblioteca, quarto das crianças, cozinha, lavanderia; que pode dar treinamento para empregados; fazer compras
diversas ou até mesmo realizar a mudança
de residência. “Lido com necessidades es-
pecíficas e, dependendo da complexidade
do trabalho, posso demorar de dois a 20 dias
para executá-lo”, afirma.
Ana acaba de ficar associada da entidade,
pois deseja que seus serviços alcancem o interesse de mais empresários. “Escolhi a Associação Comercial pela grande visibilidade
que ela proporciona, pelos inúmeros benefícios que são ofertados e pelas constantes
oportunidades de encontros com outros empresários da região”, relata.
Segundo ela, o segmento está em franca
ascensão. “Já existem diversas empresas especializadas na formação de personal organizer. Neste ano inclusive, aconteceu o primeiro encontro voltado para profissionais do
setor”, finaliza.
26
varejo
EM FOCO
Farmácia
Comunicação e Marketing
Ferragens e Ferramentas
CSM Comunicação Estratégica
Madison Avenue
Nort Marketing Estratégico
Latina Comercial
Contabilidade
Creative Impressão Digital
Be & E Assessoria Contábil
Investimentos Financeiros
Construção
Finamax – Catanduva
e Cabreúva
Ato Comercial e Construtora
Bigode
Gigante Tintas
Lea Lar Empreendimentos
Artes Cênicas
Consultoria
Ballet Teatro Oficina
Bicicleta
Assertiva
Misrad Assessoria
S8 Par
BKL Bikes
Diversos
Cabelo e estética
Ana Cláudia Melecardi
Ana Lúcia Rocha dos Santos
Daiane Soldi
Ikaro Cavequi Borges
Lilian Marcela Rovesta
Lúcia Cristina Padovani de Sá
Maria dos Anjos Ferreira Rodrigues
Suely Aparecida da Vanzo Iitaka
Tiago Caitano da Silva
Uniclean
Espaço Fátima Oliveira
Espaço Suitoka
abe aquele canto da casa que dá até
arrepio só de pensar que você vai ter de
organizar? É para que você tenha a comodidade de não se preocupar com sua bagunça que nasceu a Help Personal Assistant.
Terra Forte
The Presentes
Uni Duni Te
Willow
Comércio em geral
Amoroso Confecções
Bianca Joias
Camisaria Calonico
Casa Mais Solução e Design
Cavalier Homme
Empório do Bebê
Feirinha do Brás Loja
Ingryddy Fashion
Koxixo Jeans
Menta Lingerie
Offa Le
Pannolini
Penelops Bijous
Perfumaria Sumirê
Personale Sacolas
Real Kids
Silmara Modas
Eletrônicos e informática
Telecon Jundiai
ACE Instalações Industriais Eireli
Will Tech
EMB Informática e Acessórios
Loja das Indústrias
Empilhadeiras
Ramep
Medic Pharma
Drogamedic
Gráfica
Festas
Balloon Fest
Eliana Cristina da Silva Prado
Planeta Imaginário
Rafii Assessoria
Limpeza
Fazlimp
GM Jundiaí
Dr. Limp
Móveis
Machado Móveis Usados
JV Móveis
Mobilar
Ótica
Ótica Seven
Pet Shop
Kuka Freska
Vet Clin
Auto
Transvar
Auto Center 5 Rodas
Centro Automotivo Tuli-Rodão
HGK Áudio Auto Center
Guadalajara Turbo Diesel
espaço do empreendedor
A
comércio, o coaching dá uma visão de longo prazo, de planejamento e de assertividade.
A equipe da Varejo em Foco separou alguns
pontos pertinentes ao assunto, os quais estão
diretamente ligados à realidade do pequeno e do médio empresário.
No livro ‘Coaching & Mentoring: foco na excelência’, da editora Ser Mais, o consultor
empresarial Dante Bonetti de Freitas, que é
co-autor junto com outros 46 especialistas,
descreve o cenário de mudanças, aponta o
papel e as competências de um líder e ainda explica passo a passo o processo de coaching.
palavra coaching tem aparecido com
mais frequência no dia a dia do mundo
corporativo. O trabalho consiste em explorar as competências do profissional para
que ele desenvolva melhor a capacidade
de resolver problemas, conquistando, assim,
bons resultados.
O que é?
O coaching é um conjunto de recursos e de
técnicas que funciona em ciências do comportamento e em ferramentas de administração de empresas, de recursos humanos, de
planejamento estratégico etc.
Quando procurar um coach?
O conceito de carreira mudou e, sob o aspecto da modernidade, atualmente, o
profissional é dono do próprio caminho. Sabendo onde ele está e aonde quer chegar,
o profissional pode contar com o apoio do
processo de coaching para desenvolver as
competências necessárias a fim de alcançar
um bom resultado.
Quais são os mitos?
Os mitos envolvendo o coaching são: pensar
que esse programa de desenvolvimento humano é indicado apenas para empresas de
grande porte ou para profissionais que ocupam altos cargos; acreditar que o coaching
é intuitivo, sem base em estudos; e achar que
o processo é demorado.
Como o processo de coaching pode ajudar?
Em tempos de concorrência acirrada, de
vendas abaixo da média e de escassez de
profissionais qualificados, principalmente no
28
varejo
EM FOCO
Dica de leitura
ACONTECE NA ACE
A
Associação Comercial Empresarial de
Jundiaí realizou, no dia 23 de outubro, o
Meeting de Negócios. O evento ocorreu durante a Brasil LOG - Feira Internacional
de Logística -, no terceiro pavilhão do Parque
da Uva.
Nas três horas de evento, os 49 participantes
tiveram dois minutos cada um para se apre-
sentarem e para explicarem sobre o produto
ou o serviço oferecido pela empresa que estavam representando.
Além de estabelecer uma rede de relacionamento, o Meeting de Negócios também
proporcionou troca de informações sobre o
mercado.
30
varejo
EM FOCO

Documentos relacionados

março de 2014

março de 2014 de seguro ou, ainda, do Fundo Garantidor de Crédito - FGC. A rentabilidade obtida no passado não representa garantia de rentabilidade futura. É recomendada a leitura cuidadosa do prospecto e do reg...

Leia mais

ponto de vista caio portella

ponto de vista caio portella Presidente Reges Donatti Filho

Leia mais