A Batalha de Mikatagahara Entre as 16 e 17 horas - RONIN

Сomentários

Transcrição

A Batalha de Mikatagahara Entre as 16 e 17 horas - RONIN
A Batalha de Mikatagahara
Entre as 16 e 17 horas do dia 4 de fevereiro de 1572, iniciou-se uma batalha violenta
no planalto de Mikagatahara, entre o exército de 25.000 soldados de Takeda Shingen que
seguia para Kyôto, e o exército de 11.000 de Tokugawa Ieyasu , que incluía 3.000 soldados de
reforço enviados por Oda Nobunaga .
De acordo com o Conto de Mikawa, de Okubo Hikozaemon , Shingen iniciou a
batalha mandando um dos soldados da linha de frente jogar pedras nos oponentes.
Embora o exército de Tokugawa estivesse em desvantagem devido ao menor número de
soldados, a luta perdurou por vários dias devido ao árduo esforço do comandante Ishii
Kazumasa . No entanto, quando as tropas lideradas por Takeda Katsuyori finalmente
quebraram as defesas do exército de Tokugawa, este rapidamente se desequilibrou. De acordo
com as descrições do Conto de Mikawa, o exército de Tokugawa, protegendo Ieyasu,
começou a fugir em massa para o Castelo de Hamamatsu.
Como a perseguição pelos soldados de Takeda parecia nunca perder o ímpeto,
Natsume Yoshinobu e vários outros bravos samurais fizerem-se passar por Ieyasu e foram
mortos.
Ieyasu tinha, então, apenas 31 anos. Tendo como adversário o veterano de guerras
Shingen Takeda, foi uma batalha na qual esgotou todos os recursos. Esta foi uma das raras
derrotas que Ieyasu teve em toda sua vida.
O Tambor de Sakai
A Batalha de Mikatagahara resultou na derrota de Ieyasu, e os soldados fugiram um
após o outro para o Castelo de Hamamatsu, na escuridão da noite. De repente, Ieyasu ordenou
que abrissem o portão do castelo e acendessem uma fogueira para iluminar o castelo. E
Tadatsugu Sakai subiu ao topo do castelo e começou a bater um tambor. Inseguro pelo
estranho acontecimento e suspeitando de táticas imprevisíveis, o exército de Takeda desistiu
do ataque ao Castelo de Hamamatsu.
Mais tarde, este episódio histórico tornou-se uma peça de Kabuki intitulada "Sakai no
Taiko (O Tambor de Sakai)", passando a ser conhecido nacionalmente.
O tambor foi vendido para um grupo privado quando o Castelo de Hamamatsu foi
fechado na Restauração Meiji. Atualmente está guardado como patrimônio cultural, pela
Cidade de Iwata.
Enshû Dainenbutsu
(Ritual Budista)
Alguns anos após a Batalha de Mikatagahara, o povo local começou a ouvir gemidos e
lamentos estranhos vindos do fundo do vale de Saigagake. E também, pessoas se feriam e
outros fatos infelizes aconteciam nessa área.
As pessoas acharam que era uma maldição das almas dos soldados de Takeda, que
durante a batalha caíram no vale e morreram.
Ieyasu ordenou a um sacerdote budista que procedesse um ritual para apaziguar e
conduzir os espíritos vingativos e maus, invocando uma oração a Buda. Acredita-se que esta
seja a origem do Enshû Dainenbutsu.
Hoje o ritual é realizado por grupos de moradores que visitam famílias que estão tendo
a primeira cerimônia de Bon(finados). Eles dançam e tocam tradicionais flautas de bambu,
gongos, e tambores para o repouso das pessoas mortas. A repercussão dos sons gerados por
um par de gongos enche o ar de tristeza.
www.ronin47.xpg.com.br

Documentos relacionados

Tokugawa Ieyasu O Shogun Tokugawa Ieyasu era - RONIN

Tokugawa Ieyasu O Shogun Tokugawa Ieyasu era - RONIN Quando Toyotomi Hideyoshi morreu, em 1958, o seu filho Hideyori era ainda uma criança. Cinco poderosos daimyos constituíram um conselho de regência e conduziram os assuntos de Estado. No entanto, m...

Leia mais