Vitória é a 7ª melhor cidade das Américas para investir

Сomentários

Transcrição

Vitória é a 7ª melhor cidade das Américas para investir
VITÓRIA, ES, TERÇA-FEIRA, 21 DE ABRIL DE 2015 ATRIBUNA
Economia
FALE COM A EDITORA
25
ISABELA LAMEGO E-MAIL: [email protected]
LEONE IGLESIAS/AT
Vitória é a 7ª melhor cidade
das Américas para investir
Pesquisa feita pelo
setor de inteligência do
Financial Times coloca
a capital capixaba
entre as 10 melhores
cidades de médio porte
Débora Pedroza
itória foi considerada a sétima cidade do futuro nas
Américas, na categoria médio porte, no ranking que busca
identificar as cidades mais promissoras no continente americano para investidores estrangeiros.
O relatório “American Cities of
the Future 2015/2016”, realizado
V
a cada dois anos, foi divulgado pelo FDI Intelligence, setor de inteligência do Financial Times, um
dos mais famosos periódicos especializados em economia do
mundo.
Entre as cidades que concorreram com Vitória estão: Brampton,
no Canadá, ocupando o primeiro
lugar na lista; Richmond, nos Estados Unidos, em segundo; Quebec,
no Canadá, na terceira posição; e
Costa Rica, a outra única cidade da
América Latina na categoria, além
de Vitória, na 8ª posição.
A pesquisa analisou itens como
potencial econômico, ambiente
amigável de negócios, capital humano, estilo de vida, relação custo-benefício e conectividade.
O estudo aponta ainda que a ci-
dade de São Paulo está entre as
maiores cidades americanas do futuro para se investir (na categoria
de principais cidades), ganhando
de São Francisco, Dallas e Los Angeles, todas nos Estados Unidos.
Já entre as micro cidades analisadas pela instituição, para se investir, tem destaque Itatiaia, localizada no Rio de Janeiro.
Segundo o prefeito de Vitória,
Luciano Rezende, que está em
Washington, nos Estados Unidos,
para receber um prêmio conquistado com o projeto Prontuário
Eletrônico, num concurso promovido pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), es-
se é o maior desafio da administração municipal: transformar Vitória numa cidade segura, organizada e mais humana.
De acordo com a secretária de
Desenvolvimento da Cidade, Lenise Loureiro, não é de hoje que a
economia de Vitória chama a
atenção de investidores estrangeiros. Ela afirma que a gestão municipal trabalha firme para tornar a
cidade ainda mais atrativa.
Ela disse que o objetivo da administração é tornar Vitória um
município seguro e organizado e
esse é um trabalho constante para
que todos alcancem esse desafio.
“Nosso esforço vem ao longo
dos anos e já temos uma Vitória
forte e vamos trabalhar para atrair
novos investimentos”, afirmou.
CATEGORIA MÉDIO PORTE
CIDADE
1 - Bramptom
2 - Richmond
3 - Quebec
4 - Nova Orleans
5 - Winnipeg
6 - Ottawa
7 - Vitória
8 - San José
9 - London
10 - Hamilton
ESTADO
Ontário (Canadá)
Virgínia (EUA)
Quebec (Canadá)
Louisiana (EUA)
Manitoba (Canadá)
Ontário (Canadá)
Espírito Santo
San José (Costa Rica)
Ontário (Canadá)
Ontário (Canadá)
FONTE: FINANCIAL TIMES.
Esse é o nosso
desafio: transformar
Vitória cada vez mais numa
cidade organizada, segura
e mais humana
“
”
LUCIANO REZENDE, prefeito de Vitória
VITÓRIA foi eleita com base
em critérios como potencial
econômico, capital humano,
custo-benefício, estilo de vida
e conectividade
SAIBA MAIS
ANÁLISE
“American Cities of The Future”
> O JORNAL Financial Times, um dos
mais famosos periódicos especializados em economia do mundo, divulgou por meio do FDI Intelligence,
setor de inteligência da instituição, o
relatório das Cidades Americanas do
Futuro 2015/2016 (em português).
> O ESTUDO mostra o ranking das ci-
dades mais promissoras no continente americano para investidores
estrangeiros, nas categorias “principais cidades”, “maiores cidades”,
“cidades de médio porte”,“pequenas
cidades” e “micro cidades”.
Cidades
> AO TODO foram analisadas 421 cida-
des de todo o continente, sendo que
77 foram referentes a cidades de
médio porte.
Temas
> FORAM avaliados: potencial econo-
mico; ambiente amigável de negócios; capital humano; estilo de vida;
custo-benefício e conectividade.
Os rankings As Cidades Americanas do Futuro 2015/2016
PRINCIPAIS CIDADES
PEQUENAS CIDADES
MICROS CIDADES
CIDADES
1 - Atlanta
2 - Nova Iorque
3 - Chicago
4 - Toronto
5 - Montréal
6 - São Paulo
7 - Charllote
8 - São Francisco
9 - Dallas
10 - Los Angeles
CIDADES
1 - Richardson
2 - Lafayette
3 - Dayton
4 - Lexington
5 - Oshawa
6 - Richimond
7 - Victoria
8 - Chattanooga
9 - Charleston
10 - Huntsville
CIDADES
1 - Plattsburgh
2 - Wooster
3 - Greenville
ESTADO
Geórgia (EUA)
Nova Iorque (EUA)
Illinois (EUA)
Ontário (Canadá)
Quebec (Canadá)
São Paulo (Brasil)
North Carolina (EUA)
Califórnia (EUA)
Texas (EUA)
Califórnia (EUA)
Fonte: FID Intelligence - Financial Times.
ESTADO
Texas (EUA)
Louisiana (EUA)
Ohio (EUA)
Kentuchy (EUA)
Ontário (Canadá)
B. Colúmbia (Canadá)
B. Colúmbia (Canadá)
Tenessee (EUA)
South Carolina (EUA)
Alabama (EUA)
4 - Idaho Falls
5 - Oroville
6 - Red Deer
7 - Beloit
8 - Itatiaia
ESTADOS
Nova Iorque (EUA)
Ohio (EUA)
North Carolina
(EUA)
Idaho
(EUA)
Califórnia (EUA)
Alberta (Canadá)
Wisconsin (EUA)
Rio de Janeiro
(Brasil)
Vitória alia qualidade
de vida, estabilidade
política e localização
“Vitória é a capital com a maior
renda per capita do Brasil. Isto quer
dizer que as pessoas possuem um
alto poder de consumo, impulsionado por um estilo de vida voltado
para o trabalho e o lazer, com praias
e montanhas a seu dispor.
Além disso, Vitória, bem como todo o Espírito Santo, vive um cenário
de estabilidade política, com um
ambiente seguro para as empresas
investirem sem sobressaltos, possuindo uma boa capacidade de
atendimento na área de serviços.
Os melhores índices de qualidade de vida no Brasil encontram-se
na capital do Espírito Santo, estando em posição geográfica privilegiada na região Sudeste, a no máximo 1.000 km das maiores cidades
da América Latina: São Paulo, Rio
de Janeiro e Belo Horizonte.
Isso tudo, somado a um litoral
Marcelo Loyola
Fraga, economista e
coordenador geral da
Faculdade Pio XII
com uma extensa rede de portos, é
o que torna Vitória a cidade com o
maior mercado externo proporcional do Brasil, a 2ª maior produção
de petróleo e gás.
Além do porto mais eficiente na
exportação de minério e pelotas de
ferro que é Tubarão, altas taxas de
produtividade e qualificação profissional e uma promissora perspectiva de crescimento econômico
a médio e longo prazo, baseada na
previsão de grandes investimentos
de empresas nacionais e multinacionais.
Como também diversos outros
fatores que fazem de Vitória se destacar tanto em qualidade de vida
como em potencial econômico.
Por isso, vemos a cidade ser
apontada em diversos estudos realizados em instituições nacionais e
internacional.”