Fisiologia do sistema endócrino: hipotálamo e hipófise

Сomentários

Transcrição

Fisiologia do sistema endócrino: hipotálamo e hipófise
Fisiologia do sistema endócrino:
hipotálamo e hipófise
Prof. Kellen Brunaldi
Universidade Estadual de Maringá,
Departamento de Ciências Fisiológicas
Curso: Odontologia
Silverthorn, Capítulo 7.
Roteiro da aula
•  Anatomia do hipotálamo e hipófise
•  Organização do eixo hipotálamo hipófise
•  Núcleos hipotalâmicos, neurônios magnocelulares e
parvocelulares, iminência mediana, sistema porta hipotalâmico
hipofisário
•  Hormônios da neuro-hipófise
•  ADH e ocitocina
•  Hormônios da adeno-hipófise
•  Prolactina, GH, FSH, LH, TSH e ACTH
•  Hormônios hipotalâmicos liberadores e inibidores
•  Dopamina, GHRH,GHIH, GnRH, TRH, CRH
•  Retroalimentação negativa do eixo hipotálamo hipófise glândula
endócrina
•  Disfunções endócrinas
Hipotálamo e hipófise formam uma unidade que
controlam as funções de várias glândulas endócrinas
Sistema Nervoso Central
Hipotálamo
Interface entre os
sistemas nervoso e
endócrino.
Auto-regulado por
mecanismos de
retroalimentação.
Glândula Hipófise
Órgãos Alvo
(Gônadas, Adrenais, Tireóide, Glândulas mamárias)
Fisiologia Humana – Dee Unglaub Silverthorn
Anatomia do hipotálamo
Funções hipotálamo
•  Manutenção da homeostase corporal: integra sinais vindos do ambiente
externo, de outras regiões do SNC e das vísceras para então estimular
respostas neuroendócrinas, mediadas principalmente pela glândula
hipófise. Com isso, o hipotálamo controla:
•  Ingesta alimentar;
•  Gasto energético;
•  Peso corporal;
•  Ingesta e balanço de fluidos;
•  Pressão arterial;
•  Temperatura corporal;
•  Sono;
•  Reprodução;
•  Crescimento e desenvolvimento.
Fisiologia Humana – Dee Unglaub Silverthorn
Anatomia da hipófise
Organização do sistema hipotálamo hipófise
Widmaier, E.P.; Raff, H.; Strang, K.T. Vander - Fisiologia Humana – Os mecanismos das funções corporais. 12 ed. 2013.
Organização do sistema hipotálamo hipófise
neurônios parvicelulares (1,2,3,4), neurônio magnocelular (5)
Principles Of Neural Science 4ª edition, 2000
Eminência mediana
•  Região entre hipotálamo e hipófise;
•  Interface entre o sistema nervoso e o sistema endócrino;
•  Local de secreção dos hormônios hipotalâmicos liberadores e
inibidores;
•  Alta vascularização: sistema porta-hipofisário.
Direcionamento de hormônios para a adeno-hipófise
Evita degradação
Neurônio Magnocelular
Neurônio Parvocelular
Eminência mediana
Hormônios liberadores e
inibidores
Neuro-hipófise
Ocitocina, ADH
Circulação sistêmica
Adeno-hipófise
Hormônios hipofisários
Circulação sistêmica
Hormônios da neuro-hipófise (hipófise posterior)
Fox, S. I. Fisiologia
Humana, 7 ed, 2007.
ADH e ocitocina: hormônios peptídicos formados por 9 aminoácidos, sendo 7 idênticos
Ações fisiológicas do ADH (vasopressina)
Tortora, G., Grabowski, S.R.Princípios de Anatomia e Fisiologia. 9 ed., 2002.
Alterações na secreção de ADH
•  Síndrome da secreção inapropriada de ADH:
•  elevação dos níveis plasmáticos de ADH;
•  hiposmolaridade plasmática, hiponatremia e hiperosmolaridade urinária;
•  causas: distúrbios do SNC ( AVE, traumas, hemorragias, infecção), tumor
secretor de ADH, cirurgias grandes, infecções pulmonares, HIV e
hereditário (raro);
•  Diabetes insipidus:
•  central, onde a secreção de ADH pela neuro-hipófise encontra-se reduzida
devido à trauma crânio-encefálico, tumores, cirurgia e infecção;
•  nefrogênico, onde os rins não respondem ao ADH.
•  pacientes apresentam sede excessiva, poliúria e desidratação.
Ocitocina
+
+
Ocitocina
Ocitocina
Contração uterina:
Cabeça do feto contra
colo do útero
+
hipotálamo
+
Contrações
contínuam
Ocitocina
Parede uterina
Hormônios da adeno-hipófise (hipófise anterior)
Fox, S. I. Fisiologia
Humana, 7 ed, 2007.
Hormônios hipotalâmicos liberadores e inibidores
(hormônios hipofisiotrópicos)
RH: release hormone – hormônio liberador
IH: inhibitory hormone – hormônio inibidor
Widmaier, E.P.; Raff, H.; Strang, K.T. Vander - Fisiologia Humana – Os mecanismos das funções corporais. 12 ed. 2013.
Retroalimentação
negativa do eixo
hipotálamo hipófise
glândula
Widmaier, E.P.; Raff, H.; Strang, K.T. Vander - Fisiologia Humana – Os mecanismos das funções corporais. 12 ed. 2013.
Exemplo de retroalimentação
negativa: eixo hipotálamo hipófise
adrenal
Widmaier, E.P.; Raff, H.; Strang, K.T. Vander - Fisiologia Humana – Os mecanismos das funções corporais. 12 ed. 2013.
Disfunções endócrinas
•  Hipersecreção
•  Hiposecreção
•  Problemas no receptor
•  Problemas no segundo mensageiro
Fisiologia Humana – Dee Unglaub Silverthorn
Fisiologia Humana – Dee Unglaub Silverthorn
•  A doença de Graves é uma forma de hiperatividade da glândula
tireoide. Portanto, as pessoas com a doença de Graves têm níveis
elevados de tiroxina no sangue e seus níveis de TSH são bastante
baixos. Se os níveis de TSH são baixos e os de tiroxina são altos, a
doença de Graves é uma disfunção primária ou secundária
(problema na adeno-hipófise ou no hipotálamo)?

Documentos relacionados

sistema endócrino - Curso de Fisiologia

sistema endócrino - Curso de Fisiologia Hormônio liberador de ACTH (e MSH)

Leia mais

sistema endócrino - Laboratório de Biologia

sistema endócrino - Laboratório de Biologia O Sistema Endócrino é constituído por diversas glândulas e tecidos que secretam substâncias químicas responsáveis pelo controle da maioria das funções biológicas. As substâncias secretadas são cham...

Leia mais

Fisiologia Endócrina - Conceitos Gerais

Fisiologia Endócrina - Conceitos Gerais fígado e subsequente secreção na bile (fezes) ou na urina. Ainda podem ser degradados pela célula alvo. •  Hormônios ligados a proteínas carreadoras apresentam t1/2 mais

Leia mais