Edição 725. - Folha do Motorista

Сomentários

Transcrição

Edição 725. - Folha do Motorista
O
Jo nos
rn so
al
O Jornal
do Taxista
Redação: São Paulo • Rua Dr. Bacelar, 47 - V. Clementino • CEP 04026-000 • (011) 5575-2653 • Fax: (011) 5579-4387 • e-mail [email protected]
Redação: Rio de Janeiro • Rua Santana, 73 s/loja 206 • CEP 20230-260 • Tel. (021) 2252-6071 • Fax: 2242-8550 • e-mail [email protected]
ANO XXX • No 725 • Circulação de 07 a 20 de outubro de 2014 • Tiragem: 60 mil exemplares
www.jornaldotaxista.com.br
www.folhadomotorista.com.br
FEIRÃO DO TÁXI
dia 18/10
Fotos: Mario Sergio de Almeida
Se tarifa for
reajustada abaixo
de 30% taxistas
terão prejuízo
A Prefeitura de São Paulo não reajusta as tarifas do serviço de táxi há
quatro anos. O último aumento
ocorreu no início de 2011, tendo
como ano base 2009. Apenas a inflação acumulada até o primeiro trimestre deste ano já alcançou 27%.
Um reajuste abaixo de 30% trará
prejuízo para os taxistas. Pág. 24
Dia 18 de outubro será realizado o 15º Feirão do Táxi. Essa é a oportunidade de
adquirir seu veículo 0 km com condições especiais e fazer ótimos negócios. No
último Feirão foram vendidos mais de 350 carros. Traga suas cartas de isenção e venha comer o tradicional boi no rolete. Entrada livre para os taxistas
com estacionamento grátis. Pág. 12
VAI ADQUIRIR O SEU TAXI 0 KM
Consulte os anunciantes da Folha do Motorista. Eles têm sempre profissionais
preparados.
Para
anunciar,
fale
conosco:
[email protected]/ [email protected]/ 11 5575-2653.
Pág. 23
Taxista vende carro com
R$ 3 mil dentro, e
comprador devolve o
dinheiro
Carta de rendimento
na Coopetasp
sai na hora
“Esse dinheiro é fruto do trabalho
de uma pessoa, e não iria me deixar mais rico. É uma boa quantia,
mas jamais ficaria com algo que não
me pertence”. Pág. 09
Aos inadimplentes com a Coopetasp
ou sindicato é cobrada uma taxa de
serviço. Atendemos também os
taxistas do Litoral e Grande São Paulo. Ligue: 11 2081-1015
Aplicativo
TAXISP:
cadastre-se
gratuitamente
O aplicativo TAXISP veio para combater a irregularidade de empresas
que estão usando carros particulares como táxis, trazendo prejuízo
à categoria. Passe na Coopetasp e
faça o seu cadastro. O alvará e
condutax precisam estar em dia.
Pág. 16
Se você tem seguro, seu
táxi está garantido
A GNC, Gente Nossa Corretora de Seguros, líder do segmento, há mais de dez anos
garante o seu patrimônio. Ligue:
(11) 5572-3000. Pág. 20
Página 2
FOLHA DO MOTORISTA
de 07 a 20 de outubro de 2014
Erros em inventários podem
levar à perda do alvará
No máximo em 30 dias após o
falecimento do titular do alvará, a
família deve procurar o DTP (Departamento de Transportes Públicos) e indicar um segundo condutor, que possua Condutax. Após
este prazo, é exigido o inventário,
que leva tempo para ser finalizado.
De acordo com a lei 7.329, a transferência de alvará deve ser finalizada no máximo em três anos após o
falecimento do titular. Após este
prazo, o alvará pode ser perdido
por caducidade. Para antecipar a
transferência, o advogado, após
dar entrada no inventário, pode
solicitar ao juiz um alvará judicial.
Alterar uma escritura ou alvará judicial é demorado e oneroso para a
família. Contratar um advogado que
não é especialista no assunto é arriscado, já que os trâmites da documentação de um táxi contêm detalhes muito específicos.
O atendimento jurídico da
Coopetasp é especialista no assunto.
Agende seu horário:
Rua Napoleão de Barros 20 Vila Mariana - Telefone: 20811015
Não é necessário ser associado
para o atendimento
de 07 a 20 de outubro de 2014
FOLHA DO MOTORISTA
Página 3
Página 4
FOLHA DO MOTORISTA
de 07 a 20 de outubro de 2014
de 07 a 20 de outubro de 2014
FOLHA DO MOTORISTA
Página 5
Página 6
FOLHA DO MOTORISTA
de 07 a 20 de outubro de 2014
CÂMERA NOS TÁXIS: MAIS
SEGURANÇA PARA A CATEGORIA
A violência contra os taxistas está
aumentando em todo o Brasil. Os criminosos consideram os assaltos a táxis como um meio fácil para conseguir dinheiro, já que os profissionais
recebem a maior parte das corridas
em dinheiro vivo e estão
Foto: Mario Sergio de Almeida
desprotegidos, sozinhos dentro dos
carros. Pensando na segurança da categoria, foi criada a câmera de segurança para táxis.
A câmera de segurança, desenvolvida por Salomão Pereira e pela empresa de tecnologia Cerruns, registra a
imagem de todos os passageiros que
entram no táxi e as armazena em uma
central. Desta forma, o veículo pode
ser roubado ou destruído, mas as
imagens dos criminosos já estarão gravadas.
Além disso, os veículos
equipados com a câmera possuem um selo informando
sobre o monitoramento e o
registro da imagem. Caso um
passageiro mal intencionado entre no táxi, ao saber que está sendo
filmado desistirá de cometer o crime.
Projeto de Lei em Joinville
prevê que todos
os táxis sejam
equipados com câmeras
O vereador de Joinville, em Santa
Catarina, Maycon Cesar, apresentou no
mês de setembro o Projeto de Lei nº
264/2014 que propõe a instalação de
câmeras de segurança em todos os táxis da cidade.
Maycon afirmou que a iniciativa visa
preservar a vida dos profissionais que
trabalham a praça em vista do grande
número de ocorrências registradas.
Segundo dados da polícia, em 2012
quinze taxistas foram assaltados, e em
2013 este número aumentou para vinte.
“Com as imagens fica muito mais
fácil identificar o assaltante, e com cer-
teza esta medida inibe o criminoso”,
avaliou o parlamentar. A proposta ainda será analisada nas comissões e,
em seguida, deverá passar por duas
votações em plenário antes de virar
lei.
Instale hoje mesmo a câmera
de segurança em seu táxi
A instalação do sistema de segurança para táxis através de câmeras é muito simples: o taxista pode utilizar a linha
do seu próprio aparelho smartphone,
adquirindo apenas outro aparelho, sem
linha, para uso da câmera.
O custo do armazenamento das
imagens e manutenção de todo o sistema é de R$ 45 ao mês. A instalação do equipamento fica em R$ 250,
e pode ser parcelada em três vezes
sem juros.
Estamos cadastrando oficinas especializadas em taxímetros de todo o Brasil para a
ampliação de nossos centros de instalação.
ENTRE EM CONTATO CONOSCO. 11 5575-2653
[email protected]
de 07 a 20 de outubro de 2014
GOVERNO COMPRA
NOVAS
VIATURAS PARA
FISCALIZAR
LEI
SECA
Foto: TALITA FRANÇA
O Governo de São Paulo gastou
R$ 5 milhões na compra de 28 novas viaturas, que serão usadas para
a fiscalização da Lei Seca. Os carros foram entregues em 18 de setembro. Com a ampliação, a estimativa é de que as operações
cheguem até o fim do ano a 70
cidades no estado.
As polícias Militar, Civil, Técnico
Científica e o Departamento Estadual
de Trânsito (Detran) receberam,
cada um, sete furgões. As novas viaturas foram distribuídas para as sete
regiões com mais acidentes de trânsito: capital, Grande São Paulo, Baixada Santista, Campinas, São José do
Rio Preto, Ribeirão Preto e São José
dos Campos.
Para um motorista ser considerado
alcoolizado basta que o teste do
bafômetro aponte 0,05 miligramas de
álcool por litro de ar. A multa para esse
tipo de infração é de R$ 1.915,40, além
da suspensão da carteira de habilitação. Já a partir de 0,34 miligramas de
álcool o motorista é autuado por crime
de trânsito.
FOLHA DO MOTORISTA
Página 7
Página 8
FOLHA DO MOTORISTA
de 07 a 20 de outubro de 2014
O que há por trás da
noticia: Detran-SP só
Apesar de tudo,
vai
cassar
CNH
após
temos democracia!
recursos se esgotarem
Dia 05 de outubro mais de 142 milhões de pessoas compareceram às urnas para escolher deputados e senadores, os governantes
de seus estados e também o presidente do Brasil. Podemos tirar
várias lições dessa eleição de fatos trágicos (como a morte do candidato à presidência Eduardo Campos) e reviravoltas (como a ascensão de Marina Silva, que passou de vice-candidata ao segundo lugar, mas terminou a eleição na terceira colocação).
Talvez você não concorde com vários fatos, que vão desde o
voto obrigatório até o horário político, mas não devemos esquecer o
mais importante: vivemos em uma democracia. Enquanto países como
Síria e Iraque estão em estado de guerra assolados pelo EI (Estado
Islâmico), e outras partes do mundo passam por conflitos e lutas de
poder, em nosso país temos a liberdade de sair de nossas casas e
escolher, democraticamente, quem irá nos governar.
Não somos persuadidos, ameaçados ou amedrontados por nossas ideologias políticas. Por isso mesmo, nosso voto deve ser um ato
consciente e valorizado. A compra de votos pelos políticos é algo
abominável; porém, pior do que o corrupto que oferece favores em
troca de votos é o eleitor que se submete a tal erro, vendendo seu
direito de escolha.
Independente do resultado dessas eleições, nós, o povo, somos
a parte mais importante de todo esse processo, e podemos nos orgulhar de viver em um país livre e democrático. Temos muitos problemas para resolver, mas, acima de tudo, temos riquezas naturais,
somos culturalmente pacíficos e ordeiros, e somos independentes.
Agora, o momento é de pensar no segundo turno da eleição presidencial, e em 2015 lembrar dos candidatos que escolhemos nessas
eleições. Temos o direito e, principalmente, o dever de procurá-los,
cobrá-los e fiscalizar seus mandatos. Nas próximas eleições estaremos novamente vivendo um processo democrático. Mas, enquanto
isso, continuaremos a torcer pelo Brasil.
EXPEDIENTE
FOLHA DO MOTORISTA
• Editora Unida Brasileira Empresa
Jornalística Ltda. - Unibrás
• Matriz: R. Dr. Bacelar, 17 - Vila
Clementino
São Paulo/SP - CEP 04026-000
• Tel./Fax (11) 5575-2653 •
www.folhadomotorista.com.br
e-mail: [email protected]
• Sucursal Rio: Rua Santana, 73 Sobreloja, 206 - Rio de Janeiro - RJ
CEP 20230-260
• Tel. (21) 2252-6071 • • Fax: (21) 22428550
Diretor e Editor Responsável: Salomão
Pereira da Silva - MTB 20802
Jornalista: Fabiana Cuba Rubio
MTB 43378
Paginador Eletrônico: Alexandre da
Conceição
Fotografia: Willian Monteiro da Silva
Fotografia colaboração: Mario Sergio de
Almeida
Departamento de marketing: Ana /
Salomão.
Distribuição: Samuel Pereira da Silva, José
Antônio, Manoelito, Rafael e Mário
Jornalista colaborador: Cláudio Rangel
(RJ) - MTB 16.981
Colaboradores: Raimundo Pereira da
Silva, Julia Cordeiro Uemura, Edvaldo Lima
Impressão:Taiga Gráfica Contato: (36938027)-(3658-1370)
No inicio desse ano, nesse jornal, houve publicação
da matéria intitulada
“DETRAN-SP: SUSPENSÃO E CASSAÇÃO DA
CNH AINDA TEM FALHAS”, na ocasião, restou
claro que o DETRAN-SP
tem melhorado seus serviços,
mas precisa aprimorar o sistema de cassação ou suspensão do
direito de dirigir, pois o motorista que
não apresenta defesa no prazo, apenas recebe a notificação de revelia,
entretanto, o órgão de trânsito não
“monta” fisicamente o processo e deixa de proferir decisão estipulando o
prazo de suspensão que pode variar
de 1 a 12 meses ou pelo prazo de 6
meses a 2 anos, no caso de ter nova
suspensão no período de 12 meses,
nos termos do artigo 261 do Código
de Trânsito Brasileiro.
Assim agindo, o processo ficava
“em aberto” possibilitando a defesa
“tardia” e permitindo a retomada do
“andamento do processo” por desídia
do órgão. Isto tem favorecido o condutor que poderá aproveitar dessa “falha” para obter liminar na Justiça a fim
de garantir a renovação da sua CNH,
enquanto aguarda o julgamento final do
recurso perante a JARI - Junta Administrativa de Recursos e Infrações e,
oportunamente, novo recurso junto ao
CETRAN - Conselho Estadual de
Trânsito.
Apenas para citar dois exemplos:
os DETRAN´s como do Estado do
Rio Grande do Sul e do Paraná tem
proferido decisão ainda
que não tenha sido apresentada a defesa pelo
condutor, as autoridades
de transito têm estabelecido o prazo da penalidade,
enviando notificação ao
condutor e dando prazo
para entregar a CNH ou
interpor recurso.
Ao final do processo o nome do
motorista é lançado numa “lista de
procurados” e poderá ter processo de
cassação de direito de dirigir por 2
anos, ainda que o motorista não tenha entregue a CNH junto ao órgão
de transito para cumprir a penalidade, tudo em obediência a Resolução
n. 182/05 do CONTRAN.
Recentemente, a noticia de que o
DETRAN só vai cassar CNH após
recurso se esgotarem, na verdade,
corrige essa falha e aumentará o rigor
na fiscalização e aplicação de penalidade de suspensão e cassação.
Portanto, recomenda-se que o
motorista mantenha atualizado seu
cadastro de condutor (RENACH) e
não apenas do seu veículo
(RENAVAM), bem como, apresente
sua defesa e recurso para garantir o
direito de continuar dirigindo.
Após o encerramento do processo junto ao DETRAN-SP terá bloqueado seu cadastro de condutor no
RENACH – Registro Nacional de
Condutor, deste modo, qualquer
questionamento deverá ser feito pelas vias Judiciais, através de advogado de sua confiança.
Os anuncios publicados na Folha do Motorista
são de responsabilidade dos anunciantes.
Máterias publicadas com opniões e sugestões
não expressam o ponto de vista do jornal.
20616460
de 07 a 20 de outubro de 2014
HISTÓRIAS DA PRAÇA
FOLHA DO MOTORISTA
Página 9
A Folha do Motorista conta histórias emocionantes, engraçadas, perigosas e inacreditáveis dos taxistas de São Paulo.
Taxista vende carro com R$ 3 mil dentro,
e comprador devolve o dinheiro
Comprador, também é ex-taxista,
ficou satisfeito em devolver o valor
Foto: Fabiana Cuba
O taxista Marcos Ribeiro de Souza decidiu trocar de carro para aproveitar suas cartas de isenção, e começou a procurar comprador para o
seu táxi. Robson Cintra, ex-taxista
que trabalha há 28 anos com compra
e venda de táxis usados, comprou o
táxi de Marcos, mas a história estava
apenas começando.
Marcos conta que, como gosta de
pagar tudo à vista e em dinheiro, já vinha economizando há um tempo para
pagar a documentação do carro novo,
e guardava o dinheiro, cerca de R$ 3
mil, em um esconderijo no seu próprio
carro. No dia 18 de setembro decidiu
fazer algumas cotações para vender o
táxi, e por isso lavou, encerou e deixou o veículo brilhando. Mas se esqueceu de tirar o dinheiro de dentro
do carro.
Robson gostou do veículo de Marcos, e os dois fecharam negócio. Assinaram o recibo de compra e venda, e
Marcos, confiando na palavra de
Robson, já deixou o carro com o comprador, mesmo antes de ter o pagamento em mãos.
No dia seguinte Marcos se lembrou
do dinheiro no carro e ligou para
Robson. “Eu liguei e disse que tinha
esquecido o dinheiro, e o Robson me
avisou que o carro não estava mais
com ele. Nessa hora eu fiquei angustiado”, lembrou Marcos.
O carro já havia sido levado para
um estacionamento onde os carros
comprados por Robson ficam aguardando comprador. “Na hora eu liguei para o rapaz que toma conta
do estacionamento, indiquei onde
estava o dinheiro e ele encontrou.
Eu ainda guardei o dinheiro pra ele
todo o final de semana, porque ele
me disse que só poderia vir pegar na
segunda feira”.
Robson afirma que ficou satisfeito
em devolver o dinheiro para o taxista.
“Minha família é evangélica, e acabei
adquirindo sabedoria também. Esse
dinheiro é fruto do trabalho de uma
pessoa, e não iria me deixar mais rico.
É uma boa quantia, mas jamais ficaria
com algo que não me pertence”.
Página 10
FOLHA DO MOTORISTA
de 07 a 20 de outubro de 2014
de 07 a 20 de outubro de 2014
FOLHA DO MOTORISTA
Página 11
Salomão agradece aos taxistas
pelos votos em seus candidatos
Dos candidatos apoiado por
Salomão Pereira, apenas o vereador
Floriano Pesaro se elegeu deputado
federal. Foram eleitos cinco vereadores que fazem parte da coligação da
eleição municipal realizada em 2012:
dois do PSDB e três do PSD.
Salomão era o 6º suplente desta coligação, e agora está na 1ª suplência,
com grandes chances de assumir uma
cadeira de vereador no próximo ano.
O vereador Antonio Carlos
Rodrigues (PR), atualmente ocupa a
vaga de senador no lugar de Marta
Suplicy (Ministra da Cultura). Já a sua
vaga de vereador em São Paulo está
sendo ocupada pelo suplente Coronel Camilo, também eleito deputado
estadual. De acordo com o resultado
das eleições para presidente no segundo turno, Antonio Carlos
Rodrigues pode ou não voltar a ser
vereador. Salomão depende desses
próximos passos para assumir seu
mandato.
“Quero agradecer aos taxistas que
receberam nossos colaboradores nos
pontos pedindo voto. Com certeza o
apoio dos taxistas contribuiu para eleger Floriano. O número de candidatos foi muito grande nestas eleições,
contribuindo com divisões de votos em
todos os setores”, lembrou Salomão.
Gilson Barreto, vereador apoiado
por Salomão para a vaga de deputado
estadual, recebeu mais de 56 mil votos, mas não foi eleito. “Espero assumir como vereador em 2015 para ajudar os taxistas. Mas, em 2016, nas eleições municipais, espero contar com o
apoio da categoria. Os taxistas precisam mostrar o seu potencial de voto e
ser unirem em nome de um só candidato. A divisão de votos com candidatos sem a mínima chance de serem
eleitos prejudica toda a classe”, afirmou Salomão.
“Vou lutar pelo aumento anual de
tarifa, bandeira dois aos finais de ano
e pelo direto de transitar nos corredores e faixas de ônibus, com ou sem
passageiros. Pretendo combater o uso
de carros particulares no serviço de
táxi com pesadas multas e proibir o uso
de aplicativos irregulares, garantindo o
legítimo direito do taxista, que trabalha corretamente e paga seus impostos”, finalizou Salomão.
O que Salomão
fez pelos taxistas?
Em 90 dias como vereador suplente no ano de 2011 Salomão apresen-
Foto: Mario Sergio de Almeida
tou 16 projetos, e derrubou a
obrigatoriedade da contribuição sindical na renovação do alvará. Criou a
Coopetasp (Associação dos Coordenadores e Permissionários em Pontos
de Táxi de São Paulo), que presta diversos serviços aos taxistas e possui
um departamento jurídico para atender a sócios e não sócios.
Pensando na segurança da categoria criou a câmera de segurança para
táxis. Recentemente desenvolveu o
aplicativo TAXISP, para combater a
irregularidade no setor. Salomão também procurou o governador Geraldo Alckmin para pedir apoio político
na questão da licitação dos alvarás.
Entre os projetos apresentados
na Câmara Municipal, Salomão
destaca o PL 346/2010, que regulamenta as coberturas em pontos de táxi, o PL 395/2010, que
cria uma hora na Zona Azul gratuita para almoço dos taxistas e o PL
167/2011, que reduz as penalidades impostas aos taxistas.
Polícia fechou mais de 45% dos
desmanches fiscalizados em SP
Operações de fiscalização se tornaram
frequentes depois da Lei dos Desmanches
A Operação Desmanche fechou 162 estabelecimentos, entre lojas de autopeças e
desmanches, que atuavam irregularmente em todas as regiões do Estado de São Paulo.
Isso representa o fechamento de 45% dos locais fiscalizados. As fiscalizações começaram em 14 de julho, após o período de adequação da Lei dos Desmanches.
As ações contam com equipes das polícias Civil, Militar, Técnico-Científica,
do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), das prefeituras e da Secretaria Estadual da Fazenda de cada região da capital, Grande São Paulo e interior. Cinco pessoas foram presas em flagrante, por receptação e comércio de peças adulteradas e roubadas.
A Lei dos Desmanches foi criada para combater a venda irregular de veículos e
peças usadas, e, consequentemente, diminuir os índices de furto e roubo de carros. Na
Argentina, onde uma lei semelhante foi implantada na década passada, a queda nesse
tipo de crime foi de 50%.
Foto: Douglas Martins
Página 12
FOLHA DO MOTORISTA
de 07 a 20 de outubro de 2014
Feirão do Táxi
Dia 18, o maior evento de negócios da categoria
O Feirão do Táxi será realizado em 18 de
outubro: providencie suas cartas de isenção
Fotos: Mario Sergio de Almeida
No próximo dia 18 de outubro será realizado o 15º Feirão do Táxi. O
evento contará com a presença das principais montadoras, que oferecerão
seus veículos homologados para o serviço de táxi com condições exclusivas.
Providencie suas cartas de isenção e compre seu carro zero quilômetro com
super vantagens.
Além de veículos, o Feirão do Táxi contará com a presença de diversas
empresas e convertedoras GNV que trarão promoções e condições de pagamentos facilitadas para os taxistas. Cerca de sete mil pessoas compareceram
ao último Feirão, e foram vendidos mais de 350 carros: nenhum evento da
categoria gera tantos negócios.
O Feirão do Táxi é o momento de confraternização dos taxistas, amigos e
familiares. A festa será animada ao som do Trio Elétrico Salomão, e haverá
sorteio de diversos brindes, oferecidos pelo jornal Folha do Motorista, anunciantes e expositores.
As crianças contarão com um espaço exclusivo de diversão, que neste ano terá
também shows de mágica. Para completar a festa, serão servidos gratuitamente churrasco e o já tradicional boi no rolete, além de refrigerantes e frutas.
EXPOSITORES
As empresas interessadas em participar do evento podem entrar em contato com a Folha do Motorista: (11) 5575-2653/ [email protected]
Local: Clube CMTC - Avenida Cruzeiro do Sul, 808 - Ponte Pequena
Estacionamento gratuito no local
de 07 a 20 de outubro de 2014
FOLHA DO MOTORISTA
Página 13
Página 14
de 07 a 20 de outubro de 2014
FOLHA DO MOTORISTA
Departamento jurídico da
Coopetasp atende todos os casos
Foto: Mario Sergio de Almeida
Advogados auxiliam sócios e não
sócios nas mais variadas áreas
A Coopetasp (Associação dos Coordenadores
e Permissionários em Pontos de Táxi de São Paulo) possui um departamento jurídico que conta com
três advogados especializados nas mais variadas
áreas do direito.
Os advogados da Coopetasp atendem sócios e
também não sócios, e prestam assistência jurídica
para empresas e associações. Para maior comodidade, o atendimento é realizado somente com hora
marcada.
Advogado da Coopetasp representa taxista
em processo para receber lucros cessantes
Em 11 de setembro a juíza Manoela Assef da Silva, da 2ª Vara do Juizado Especial Cível da Comarca de
São Paulo, decidiu que a Azul Companhia de Seguros
Gerais deveria indenizar o taxista Jorge Custódio da Silva por lucros cessantes. O taxista foi representado pelo
advogado da Coopetasp Dr. Davi Grangeiro da Costa.
A juíza afirmou que o pedido do taxista era procedente, por possuir uma relação de consumo com
a Azul. A seguradora já havia ressarcido parte dos
lucros cessantes do taxista, e agora estava alegando ilegitimidade, ou seja, dizendo que o taxista não
teria direito a essa indenização por ter trabalhado
no período em questão.
Na sentença, a magistrada condenou a Azul a
pagar o valor de R$ 7.324,50, que deve ser corrigido monetariamente desde a data do pagamento
parcial efetuado pela seguradora. As partes ainda
podem recorrer da decisão.
Jurídico da Coopetasp atende sócios e não sócios
O departamento jurídico da Coopetasp
atende sócios, empresas, associações e o
público em geral.
Dr. Sérgio Matiota
segundas-feiras, das 12h30 às 17h - civil, criminal e
trabalhista.
Dr. Davi Grangeiro da Costa
terças e quartas-feiras, das 13h às 16h30
civil e família.
Dra. Rita Simone Miler Bertti
quintas-feiras, das 13h às 17h - família, civil
e administrativo.
Confira as especialidades atendidas:
* Acidentes de trânsito
* Acompanhamento de escrituras
* Acompanhamento de contratos
* Alvará judicial
* Apreensão de veículos
* Cassação de alvará e cadastro
(quando esgotadas as condições administrativas
* Causas trabalhistas
* Compra e venda de imóveis
* Danos morais
* Despejo por falta de pagamento
* Indenização por dias parados
* Direito criminal
* Direito do consumidor
* Discriminação
* Divórcio
* Entrada de aposentadoria
* Inventário (cartório ou fórum)
* Mandado de segurança
* Pensão alimentícia
* Processo administrativo
* Processo contra terceiro
* Reabilitação do nome
* Renegociação de dívidas
* Reparação de danos
* Revisão de aluguel
* Revisão de aposentadoria
* Separação de bens
* Conciliação entre as partes
ATENDIMENTO NA SEDE DA COOPETASP, COM HORA MARCADA:
R. NAPOLEÃO DE BARROS 20 – VILA MARIANA – TEL.: 11 2081-1015
de 07 a 20 de outubro de 2014
FOLHA DO MOTORISTA
Página 15
Página 16
FOLHA DO MOTORISTA
de 07 a 20 de outubro de 2014
Entenda como funciona o aplicativo
E CADASTRE-SE
HOJE MESMO!
TAXISP
Aplicativo é
totalmente gratuito
para taxistas e
passageiros
O aplicativo TAXISP, idealizado por Salomão Pereira juntamente com a empresa de tecnologia You
Mobi, tem o objetivo de facilitar a busca dos taxistas por passageiros, combater o uso de carros particulares que trabalham como táxis e contribuir para a mobilidade urbana na cidade de São Paulo. Está
disponível na Google Play e Apple Store.
Para segurança dos passageiros e da categoria somente taxistas legalizados podem utilizar o TAXISP. Para
aprovação de cadastro deverão ser apresentadas ou enviadas cópias válidas do Alvará de Estacionamento e do
Condutax. Somente após esses procedimentos as corridas começarão a ser liberadas.
Após a instalação no celular ou tablet, o taxista tem a opção de deixar o aplicativo na opção disponível ou
indisponível para receber chamadas de passageiros. As chamadas podem ser de pessoas físicas ou de empresas que
possuem contratos com o TAXISP.
Ao ser notificado, o taxista precisa decidir em 30 segundos se aceita a corrida. Caso aceite e seja o motorista
mais próximo do local onde está o passageiro, todos os dados são disponibilizados, e o cliente será informado para
aguardar no local.
Ao chegar, o taxista deve informar ao cliente que trabalha com o TAXISP. Assim que o cliente entra no carro,
através de um simples comando o aplicativo começará a acompanhar a corrida. Ao final, o passageiro receberá por
e-mail um recibo eletrônico com o endereço de origem, destino, horário e valor.
Para se cadastrar há várias formas. Os taxistas podem acessar o menu de cadastro do aplicativo,
preencher um formulário na página www.taxisp.com.br ou enviar e-mail com todos os dados para
[email protected] Também é possível realizar o cadastro pessoalmente na Coopetasp, localizada
na Rua Napoleão de Barros 20, na Vila Mariana.
de 07 a 20 de outubro de 2014
FOLHA DO MOTORISTA
Página 17
Página 18
FOLHA DO MOTORISTA
de 07 a 20 de outubro de 2014
Taxistas dos EUA já perderam 64% das corridas
para aplicativos de caronas
Aplicativo Uber, que já opera em SP, é um dos
responsáveis pelo prejuízo dos taxistas americanos
Os taxistas da cidade de São
Francisco, na Califórnia (Estados
Unidos), já perderam 64% dos passageiros para os aplicativos de caronas. Um relatório feito pela Agência
de Transportes Municipais de São
Francisco e publicado pelo Link
Estadão mostra que o número de corridas de táxi caiu de 1.424 para 504
por mês na região. Isso acontece porque aplicativos como o Uber, o Lyft e
o Sidecar estão ganhando mercado.
A Agência de Transportes de São
Francisco declarou que o serviço de
táxi foi claramente impactado pelos
aplicativos de caronas. Cerca de 35%
dos entrevistados afirmaram que utilizam os aplicativos pela facilidade de
pagamento, e outros 30% disseram
que o menor tempo de espera é o que
os levou aos apps de caronas.
No Brasil, o Uber começou a operar em junho no Rio de Janeiro e em
São Paulo, e no começo de setembro
chegou a Belo Horizonte (MG). No Rio
já há um projeto em tramitação na
Assembleia Legislativa para proibir
esse tipo de app. Em São Paulo a Secretaria Municipal de Transportes está
estudando um meio jurídico de barrar
a ação dos aplicativos de caronas. A
prefeitura de Belo Horizonte ainda não
se manifestou.
Dono do Uber diz que
taxistas são oposição
Kalanick, diretor-executivo do
Rio de Janeiro já tem projeto
para proibir os aplicativos de caronas
Taxistas e passageiros estão sendo
prejudicados pelo transporte irregular
Os defensores dos aplicativos de
carona usam como argumento a impossibilidade de conter o avanço
tecnológico diante das tentativas de
contenção desse tipo de serviço.
Mas o fato é que tanto taxistas quanto passageiros estão sendo prejudi-
cados e expostos a crimes provocados pela utilização de veículos sem autorização pública para o transporte de
passageiros. O combate ao uso de carros particulares por meio destes serviços de internet é alvo do projeto de lei
3022/2014, de autoria do deputado
Uber, foi entrevistado em um fórum de
tecnologia na cidade de São Francisco, nos Estados Unidos, e afirmou que
se sente como em uma campanha política, onde o Uber é o principal candidato e os cartéis de táxis são a oposição. Para ‘ganhar a eleição’, o Uber
contratou David Plouffe, que foi o coordenador das duas campanhas que
elegeram o presidente americano
Barack Obama.
A empresa é hoje a maior startup
do mundo, e está avaliada em US$ 19
bilhões. Taxistas de vários países vêm
protestando contra a concorrência desleal do aplicativo, e em algumas cidades o Uber foi banido. Mas, mesmo
proibido, o Uber desafia a lei: na Ale-
manha, após a proibição, o app lançou uma promoção de 30% de desconto nas corridas.
Segundo Kalanick, o Uber está
em pleno funcionamento nos EUA e
na Europa, seus dois maiores mercados. Recentemente o aplicativo começou a operar na China, onde também enfrenta resistências. “Todo mês
criamos 50 mil novos empregos em
todo o mundo. Brigamos com serviços de ônibus. Os taxistas querem nos
matar. Os fabricantes de carro
também. Há vários negócios que teremos que persuadir a virem para o
nosso lado”, afirmou Kalanick.
Dionísio Lins, em tramitação na Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro (ALERJ).
O projeto proíbe o transporte de
passageiros em carros particulares
através de cadastros em aplicativos
com destino a locais pré-estabelecidos. Também proíbe estabelecimentos comerciais de contratarem ou oferecerem transporte remunerado por
meio desses aplicativos.
Em sua justificativa, o deputado
alega que temos que nos prevenir, apesar do avanço tecnológico. “Um deles faz o cadastro de pessoas físicas
com seus carros particulares que oferecem a ‘carona solidária’, mas este
serviço não é gratuito para o passageiro. Algumas cidades contam com
mais de 300 motoristas cadastrados.
A propagação do táxi pirata e do
transporte remunerado coletivo em
carros particulares toma uma propagação enorme, prejudicando diretamente os taxistas”. As penas previstas são as mesmas do Código de
Defesa do Consumidor, bem como
as multas.
Redação da Folha do Motorista RJ
Fonte: Link
Projeto de Lei de Guarulhos quer acabar com aplicativos ilegais de táxi
Aplicativos terão que se credenciar na prefeitura para oferecer serviços na cidade
Fotos: Divulgação
O vereador de Guarulhos Edmilson
Sarlo Americano (PHS) apresentou o
Projeto de lei 3762/2014, que visa
proibir o uso de aplicativos de táxis
que não sejam credenciados pela Prefeitura de Guarulhos. Como punição,
quem descumprir a medida receberá
multa, terá o alvará recolhido e sofre-
rá suspensão da operação do titular.
“O avanço de novas tecnologias
promove e facilita a comunicação entre as pessoas. Mas o uso de forma
desregrada e irresponsável de tais ferramentas pode desarmonizar as relações sociais. Exemplo disso é a forma
ilegal de como taxistas de outros mu-
nicípios têm lançado mão de dispositivos móveis a fim de angariar passageiros dentro dos limites do município
de Guarulhos”, disse o vereador.
O vereador Americano reconhece
que esses aplicativos são úteis para
aproximar taxistas e passageiros. No
entanto, diz ele, o uso por maus
profissionais, e até mesmo por motoristas sem a devida qualificação
e com uso de carros particulares
fere a função que tais aplicativos se
propõem a cumprir.
Segundo o vereador os veículos
clandestinos se concentram em locais
de grande demanda, como o ponto do
Aeroporto Internacional de São Paulo/ Guarulhos, desafiando a prefeitura.
Na justificativa do projeto o vereador
afirma que os aplicativos permitem
que qualquer pessoa se cadastre
como se fosse taxista, fazendo concorrência desleal com os profissionais
devidamente legalizados.
de 07 a 20 de outubro de 2014
FOLHA DO MOTORISTA
Página 19
Página 20
FOLHA DO MOTORISTA
de 07 a 20 de outubro de 2014
SAIBA MAIS SOBRE
SEGUROS PARA TÁXIS
Foto: Mario Sergio de Almeida
Além das cláusulas básicas, outras coberturas dão
maior tranquilidade ao taxista e seus familiares
Quando se fala em seguros para
automóveis, incluindo táxis, as coberturas que vêem à cabeça são as mais
básicas: furto, roubo e colisão. Porém, é importante lembrar que o
taxista está diariamente enfrentando
riscos nas ruas, e precisa garantir uma
tranqüilidade maior para si mesmo e
sua família. A RCFV (Responsabilidade Civil Facultativa Veículos), protege o taxista e seu patrimônio em
caso de danos a terceiros.
Essa cobertura, que inclui danos
materiais e corporais, indeniza pessoas culpadas ou prejudicadas em um
acidente. Ou seja: se um táxi se envolver em um acidente, o profissional
terá um valor à disposição para pagar uma indenização à outra parte
envolvida. Para isso, basta que fique
caracterizada a culpa involuntária do
segurado, por meio de sentença judicial ou acordo.
Ao optar por essa cláusula o
taxista deve levar em consideração
que, quanto maior o valor que será
disponibilizado para a indenização a
terceiros, maior será a tranqüilidade em
caso de sinistro. Isso porque, caso a
cobertura para terceiros for insuficiente para cobrir os danos, o taxista deverá assumir o valor faltante para complementar a indenização.
Por exemplo, se a cláusula para
danos a terceiros compreender o pagamento de uma indenização de apenas R$ 25 mil, e a indenização a terceiros (por danos materiais ou corporais) for fixada em R$ 100 mil, os R$
75 mil restantes terão que ser pagos
com recursos do próprio taxista.
A orientação sobre quais cláusulas
contratar só será corretamente passada por quem entende, e somente uma
corretora séria e experiente como a
GNC pode lhe indicar o seguro que
melhor atende as suas necessidades. A GNC oferece seguros para
veículos particulares, residência,
condomínio, saúde e vida, e é es-
pecializada em seguros para táxis
Antes de contratar ou renovar seu
seguro, consulte a GNC e garanta o
melhor negócio. Possuímos uma estrutura capacitada a dar todo o suporte que o taxista precisa.
GNC: 15 ANOS DE EXPERIÊNCIA E CREDIBILIDADE
SOLICITE SUA COTAÇÃO PESSOALMENTE,
POR TELEFONE OU E-MAIL
Rua Dr. Bacelar 21 - Vila Clementino (ao lado do sindicato dos taxistas)
Telefone: 11 5572-3000/ E-mail: [email protected]
de 07 a 20 de outubro de 2014
FOLHA DO MOTORISTA
Página 21
Página 22
FOLHA DO MOTORISTA
de 07 a 20 de outubro de 2014
Mudanças em pontos
de táxi e ressinalização
O Departamento de Transportes Públicos (DTP) divulgou no Diário Oficial
mudanças estruturais em alguns pontos de táxi da cidade de São Paulo. Confira:
DIÁRIO OFICIAL DE 23/09/14
Portaria nº 234/14 - DTP. GAB.
Remaneja o ponto privativo nº 1219
(CLP 12.08.020), para estacionamento de
táxi categoria comum, da Av. Jabaquara
(Estação Metrô Praça da Árvore), lado par.
1º Segmento: na Av. Jabaquara, entre a Rua
Guaraú e a Rua Pirituba; 2º Segmento: na
mesma Avenida e mesmo lado, entre a Rua
Pitangueiras e a Rua Guaraú, capacidade
para 5 vagas; Capacidade Total: 7 vagas;
Índice de Rotatividade: 3,85 carros por
vaga, totalizando 27 carros.
Portaria nº 237/14 - DTP. GAB.
Remaneja o ponto privativo nº 2605
(CLP 11.06.033), para estacionamento de
táxi categoria comum, na Rua Bom Pastor,
entre a Rua Ribeiro do Amaral e a Rua
Arcipreste, capacidade para 3 vagas, índice de rotatividade igual a 3 carros por vaga.
Portaria nº 235/14 - DTP. GAB.
Transfere o prolongamento do ponto
privativo nº 912 (CLP 01.08.007), para estacionamento de táxi, categoria comum,
situado na Rua Voluntários da Pátria para
a Rua Dr. Luis Lustosa da Silva, lado ímpar, capacidade para 6 vagas, índice de
rotatividade igual a 3,3 carros por vaga,
totalizando 20 carros.
DIÁRIO OFICIAL DE 24/09/14
Portaria nº 238/14 - DTP. GAB.
Transfere o ponto privativo nº 2273
(C.L.P 17.08.058), para estacionamento de
táxi, categoria comum, na Rua Baluarte, do
lado ímpar para o lado par, entre a Rua Gomes de Carvalho e a Av. Cardoso de Melo,
capacidade para 3 vagas, índice de
rotatividade igual a 3,3 carros por vaga
totalizando 10 carros.
DIÁRIO OFICIAL DE 25/09/14
Portaria nº 245/2014
Transfere o ponto privativo de táxi nº
2732 (C.L.P 20.12.012), categoria comum, na
Rua Carlos Weber, do lado par para o lado
ímpar, entre a Rua Nanuque e a Rua Trípoli,
capacidade para 3 vagas, índice de
rotatividade igual a 3 carros por vaga.
DIÁRIO OFICIAL DE 30/09/14
Portaria nº 250/14 - DTP. GAB
Remaneja o ponto privativo nº 2210 (CLP
17.14.017), para estacionamento de táxi, categoria comum, na Rua Amador Bueno, entre a Rua Eng. Francisco Pitta Brito e a Rua
Marechal Eloi do Nascimento, capacidade
para 3 vagas, índice de rotatividade igual a
4,40 carros por vaga, totalizando 13 carros.
DIÁRIO OFICIAL DE 01/10/14
Portaria nº 254/14 - DTP. GAB.
Transfere, diminui o espaço físico e diminui o índice de rotatividade do ponto privativo de táxi comum nº 1338 (C.L.P
24.00.020), passando para o lado oposto e
contínuo à Praça da República, na Av.
Ipiranga, capacidade para 8 vagas e com prolongamento entre a Rua Joaquim Gustavo e
a Av. Vieira de Carvalho, capacidade para 8
vagas, capacidade total 16 vagas, índice de
rotatividade 3,2 carros por vaga totalizando
51 carros.
Portaria nº 255/14 - DTP. GAB.
Remaneja, diminui o espaço físico e diminui o índice de rotatividade do ponto privativo de táxi comum nº 1359 (C.L.P
24.00.063), na Rua Cristovão Colombo, entre a Rua Benjamim Constant e a Rua Senador Feijó, capacidade para 9 vagas, índice
de rotatividade 4,6 carros por vaga
totalizando 41 carros.
Portaria nº 256/14 - DTP. GAB.
Amplia o espaço físico do Ponto Livre
(C.L.P 18.08.504), para estacionamento de
táxi, categoria comum rádio na Rua
Ibiapinópolis, lado contíguo ao Shopping
Center Eldorado, entre a Av. Eusébio
Matoso e a Av. Rebouças, capacidade para
6 vagas e com prolongamento na mesma via,
capacidade para 2 vagas; capacidade total 8
vagas.
Portaria nº 257/14 - DTP. GAB.
Extingue o ponto livre (C.L.P
18.06.516), para estacionamento de táxi,
categoria comum-rádio, na Rua João
Moura, entre a Rua Luminárias e a Praça
Baronesa de Bocaínas.
Portaria nº 258/14 - DTP. GAB.
Remaneja e diminui o índice de
rotatividade do ponto privativo nº 1173
(C.L.P 20.04.019), para estacionamento de
táxi, categoria comum, na Rua
Albuquerque Lins, entre a Al. Barros e a
Praça Marechal Deodoro: 1º segmento capacidade para 2 vagas; 2º segmento capacidade para 1 vaga; 3º segmento capacidade para 4 vagas; Total: 7 carros, índice
de rotatividade 5 carros por vaga
totalizando 35 carros.
DIÁRIO OFICIAL DE 01/10/14
Portaria nº 259/14 - DTP. GAB.
Remaneja o ponto privativo nº 2866
(C.L.P 17.08.117), para estacionamento de
táxi, categoria comum, na Rua Quatá, lado
par, entre a Rua Uberabinha e a Rua Teresa de Cápua, capacidade para 3 vagas, índice de rotatividade igual a 3 carros por
vaga totalizando 9 carros.
Transferências de alvará voltam
a ser publicadas no Diário Oficial
Após uma pausa de mais de 15
dias sem publicar transferências
de alvarás no Diário Oficial, o
DTP (Departamento de Transportes Públicos) retomou os trabalhos
em 24 de setembro. No momento,
os taxistas que desejam transferir
o alvará podem protocolar o pedido no DTP e aguardar a finalização
do processo.
Diário Oficial de 24/09/14
2013-0.243.323-3 Rosimeire de Jesus Santos Barbosa
Ante os elementos de convicção que instruem o presente, defiro o pedido de transferência do alvará de estacionamento nº 005.422-29, ficando condicionada a efetivação da
transferência ao cumprimento das demais exigências e formalidades.
Diário Oficial de 02/10/14
2013-0.095.688-3 Ieda Rodrigues Lima
Ante os elementos de convicção que instruem o presente, defiro o pedido de transferência do alvará de estacionamento nº 019.577-24, ficando condicionada a efetivação da
transferência desde que cumpridas as demais exigências e formalidades.
2013-0.122.293-0 Luiz Antonio Codignola
Ante os elementos de convicção que instruem o presente, defiro o pedido de transferência do alvará de estacionamento nº 010.723-23, ficando condicionada a efetivação da
transferência desde que cumpridas as demais exigências e formalidades.
2013-0.148.010-6 Maria Giselda Aro
Ante os elementos de convicção que instruem o presente, defiro o pedido de transferência do alvará de estacionamento nº 030.136-26, ficando condicionada a efetivação da
transferência desde que cumpridas as demais exigências e formalidades.
2013-0.160.598-7 Wilma Cardoso Jubran
Ante os elementos de convicção que instruem o presente, defiro o pedido de transfe-
Em 09 de maio o juiz Alberto
Alonso Muñoz autorizou a continuidade das transferências, que estavam proibidas desde agosto de
2013, quando o Tribunal de Justi-
ça acatou o pedido do Ministério
Público que exigia licitação para
o serviço de táxi na capital. O
processo sobre a licitação ainda
está em andamento.
rência do alvará de estacionamento nº 006.825-27, ficando condicionada a efetivação da
transferência desde que cumpridas as demais exigências e formalidades.
2013-0.172.039-5 Ângela dos Santos Campos
Ante os elementos de convicção que instruem o presente, defiro o pedido de transferência do alvará de estacionamento nº 037.368-22, ficando condicionada a efetivação da
transferência desde que cumpridas as demais exigências e formalidades.
2013-0.253.328-9 Fusako Yasuda
Transferência de alvará de estacionamento nº 013.972-22. Ante os elementos que
instruem o processo, indefiro o requerimento inicial, tendo em vista a perda de objeto, e o
amparo legal nos termos do que determina a Lei nº 14.141 de 27-03-2006 em seu artigo 35.
Diário Oficial de 03/10/14
2014-0.187.517-0 Alex Sandro das Neves Silva Rocha
Transferência de alvará de estacionamento nº 013.566-23. Ante os elementos que
instruem o processo, indefiro o requerimento inicial, tendo em vista a perda de objeto, e o
amparo legal nos termos do que determina a Lei nº 14.141 de 27-03-2006 em seu artigo 35.
Diário Oficial de 04/10/14
2013-0.125.054-2 Nair Maria Rodrigues
Transferência de alvará de estacionamento nº 035.620-26. Ante os elementos que
instruem o processo, indefiro o requerimento inicial, tendo em vista a perda de objeto, e o
amparo legal nos termos do que determina a lei nº 14.141 de 27-03-2006 em seu artigo 35.
de 07 a 20 de outubro de 2014
FOLHA DO MOTORISTA
Página 23
Taxista: antes de comprar seu
0 km, verifique a homologação
Visando elevar a qualidade do serviço, o Departamento de Transportes Públicos (DTP)
tem homologado diversos modelos de veículos para atuar no serviço de táxi de São Paulo. Confira:
Diário Oficial de 23/09/14
Portaria nº 232/2014 - DTP. GAB.
Aprova a utilização do veículo da
Marca VOLKSWAGEN, Modelo VOYAGE,
Versão HL SB S, Código DENATRAN
117777, para a prestação do Serviço de
Transporte Individual de Passageiros –
Modalidade Táxi, nas Categorias COMUM, COMUM RÁDIO e ESPECIAL na
Cidade de São Paulo. O veículo especificado deverá atender aos demais requisitos previstos na legislação vigente.
Portaria nº 233/2014 - DTP. GAB.
Aprova a utilização do veículo da
Marca VOLKSWAGEN, Modelo VOYAGE,
Versão TL MA S, Código DENATRAN
117780, para a prestação do Serviço de
Transporte Individual de Passageiros –
Modalidade Táxi, nas Categorias COMUM
e COMUM RÁDIO na Cidade de São Paulo. O veículo especificado deverá atender
aos demais requisitos previstos na legislação vigente.
Diário Oficial de 25/09/14
Portaria nº 241/2014 - DTP. GAB.
Aprova a utilização do veículo da
Marca RENAULT, Modelo LOGAN, Versão DYNA 16 R, Código DENATRAN
167025, para a prestação do Serviço de
Transporte Individual de Passageiros –
Modalidade Táxi, nas Categorias COMUM, COMUM RÁDIO e ESPECIAL na
Cidade de São Paulo. O veículo especificado deverá atender aos demais requisitos previstos na legislação vigente.
Portaria nº 240/2014 - DTP. GAB.
Aprova a utilização do veículo da
Marca VOLKSWAGEN, Modelo VOYAGE,
Versão HL MB S, Código DENATRAN
117779, para a prestação do Serviço de
Transporte Individual de Passageiros –
Modalidade Táxi, nas Categorias COMUM,
COMUM RÁDIO e ESPECIAL na Cidade
de São Paulo. O veículo especificado deverá atender aos demais requisitos previstos
na legislação vigente.
Portaria nº 239/2014 - DTP. GAB.
Aprova a utilização do veículo da Marca VOLKSWAGEN, Modelo VOYAGE, Versão TL MB S, Código DENATRAN 117781,
para a prestação do Serviço de Transporte
Individual de Passageiros – Modalidade
Táxi, nas Categorias COMUM, COMUM
RÁDIO e ESPECIAL na Cidade de São Paulo. O veículo especificado deverá atender
aos demais requisitos previstos na legislação vigente.
Portaria nº 242/2014 - DTP. GAB.
Aprova a utilização do veículo da Marca RENAULT, Modelo SANDERO, Versão
DYNA 16 R, Código DENATRAN 167030,
para a prestação do Serviço de Transporte
Individual de Passageiros – Modalidade
Táxi, nas Categorias COMUM e COMUM
RÁDIO na Cidade de São Paulo. O veículo
especificado deverá atender aos demais requisitos previstos na legislação vigente.
Diário Oficial de 26/09/14
Portaria nº 246/2014 - DTP. GAB.
Aprova a utilização do veículo da Marca RENAULT, Modelo LOGAN, Versão
EXPR 16 R, Código DENATRAN 167024,
para a prestação do Serviço de Transporte
Individual de Passageiros – Modalidade
Táxi, nas Categorias COMUM, COMUM
RÁDIO e ESPECIAL na Cidade de São Paulo. O veículo especificado deverá atender
aos demais requisitos previstos na legisla-
ção vigente.
Portaria nº 247/2014 - DTP. GAB.
Aprova a utilização do veículo da Marca
RENAULT, Modelo SANDERO, Versão
EXPR 16 R, Código DENATRAN 167029, para
a prestação do Serviço de Transporte Individual de Passageiros – Modalidade Táxi,
nas Categorias COMUM e COMUM RÁDIO na Cidade de São Paulo. O veículo especificado deverá atender aos demais requisitos previstos na legislação vigente.
Portaria nº 243/2014 - DTP. GAB.
Aprova a utilização do veículo da Marca
TOYOTA, Modelo HILUX SW4, Versão 4X2
SR, Código DENATRAN 202991, para a
prestação do Serviço de Transporte Individual de Passageiros – Modalidade Táxi,
nas Categorias COMUM, COMUM RÁDIO, ESPECIAL E LUXO na Cidade de São
Paulo. O veículo especificado deverá
atender aos demais requisitos previstos
na legislação vigente.
Diário Oficial de 30/09/14
Portaria nº 249/2014 - DTP. GAB.
Aprova a utilização do veículo da Marca
HONDA, Modelo CITY, Versão EX CVT,
Código DENATRAN 153755, para a prestação do Serviço de Transporte Individual de
Passageiros – Modalidade Táxi, nas Categorias COMUM, COMUM-RÁDIO e ESPECIAL na Cidade de São Paulo. O veículo especificado deverá atender aos demais requisitos previstos na legislação vigente.
Portaria nº 248/2014 - DTP. GAB.
Aprova a utilização do veículo da Marca
HONDA, Modelo CITY, Versão EXL CVT,
Código DENATRAN 153757, para a prestação do Serviço de Transporte Individual de
Passageiros – Modalidade Táxi, nas Cate-
gorias COMUM, COMUM-RÁDIO e ESPECIAL na Cidade de São Paulo. O veículo especificado deverá atender aos
demais requisitos previstos na legislação
vigente.
Diário Oficial de 02/10/14
Portaria nº 251/2014 - DTP. GAB.
Aprova a utilização do veículo da Marca VOLKSWAGEN, Modelo VOYAGE,
Versão CITY MB S, Código DENATRAN
117778, para a prestação do Serviço de
Transporte Individual de Passageiros –
Modalidade Táxi, nas Categorias COMUM, COMUM-RÁDIO e ESPECIAL na
Cidade de São Paulo. O veículo especificado deverá atender aos demais requisitos previstos na legislação vigente.
Portaria nº 252/2014 - DTP. GAB.
Aprova a utilização do veículo da Marca HONDA, Modelo CITY, Versão DX MT,
Código DENATRAN 153752, para a prestação do Serviço de Transporte Individual
de Passageiros – Modalidade Táxi, nas
Categorias COMUM, COMUM-RÁDIO
e ESPECIAL na Cidade de São Paulo.
O veículo especificado deverá atender
aos demais requisitos previstos na legislação vigente.
Portaria nº 253/2014 - DTP. GAB.
Aprova a utilização do veículo da Marca HONDA, Modelo CITY, Versão LX CVT,
Código DENATRAN 153753, para a prestação do Serviço de Transporte Individual de Passageiros – Modalidade Táxi,
nas Categorias COMUM, COMUMRÁDIO e ESPECIAL na Cidade de São
Paulo. O veículo especificado deverá
atender aos demais requisitos previstos na legislação vigente.
Consulte os anunciantes da Folha
do Motorista: nós garantimos
Foto: Mario Sergio de Almeida
Confiamos na idoneidade de nossos anunciantes.
Por isso, garantimos o melhor atendimento.
Empresas que valorizam os
taxistas merecem a confiança da
categoria. Por isso, ao adquirir um
carro ou realizar qualquer serviço,
consulte os anunciantes da Folha
do Motorista. Nós garantimos o
melhor atendimento.
As empresas que oferecem seus
produtos e serviços na Folha do
Motorista têm sempre equipes preparadas para prestar todas as informações que os taxistas precisam. Após o fechamento do negócio, também oferecem garantias no
pós vendas, aumentando o nível de
satisfação. O Brasil se destaca no
cenário dos grandes eventos, e o
táxi é o cartão de visitas da cidade,
já que com ele o turista se deslocará, a passeio ou a negócios. É necessário que o taxista invista em seu
instrumento de trabalho para atrair
cada vez mais passageiros e causar
uma boa impressão para todos que
visitarão São Paulo.
As isenções de impostos são um
facilitador no momento da troca do
veículo usado para aquisição de um
novo carro. O percentual de desconto varia de acordo com o modelo escolhido, mas só é garantido
quando a compra for realizada diretamente nas concessionárias.
A isenção do IPI é válida até
o dia 31 de dezembro de 2016,
e do ICMS até 31 de dezembro de 2015. Os motoristas
que estão ingressando na praça terão direito às isenções após
12 meses.
Página 24
de 07 a 20 de outubro de 2014
FOLHA DO MOTORISTA
Se tarifa for reajustada abaixo
de 30% taxistas terão prejuízo
Índice de inflação acumulada
no período está em 27%
Foto: Mario Sergio de Almeida
todos os gastos dos taxistas e solicitando um reajuste.
Salomão afirma que a política de reajuste do serviço de táxi da capital está
errada. “Acumular vários anos e depois reajustar abaixo do que deveria
prejudica a categoria com a perda de
poder aquisitivo. Nesses anos os preços de todos os produtos e serviços
A Prefeitura de São Paulo não
reajusta as tarifas do serviço de táxi
há quatro anos. O último aumento
ocorreu no início de 2011, tendo
como ano base 2009. Apenas a inflação acumulada até o primeiro trimestre deste ano já alcançou 27%.
“Hoje, a tarifa não pode ser reajustada abaixo dos 30% para cobrir
apenas a inflação acumulada”, afirmou
Salomão Pereira.
Representando os taxistas pela Associação dos Coordenadores e
Permissionários em Pontos de Táxi de
São Paulo (Coopetasp), Salomão encaminhou em junho uma planilha de
custo detalhada ao Secretário de
Transportes, Jilmar Tatto, relatando
“TAXISTA PODEMOS CONSEGUIR
UM BOM DINHEIRO PARA VOCÊ”
Se você trabalhou com carteira assinada nos anos 1999 a 2013, tem
conta vinculada ao FGTS ou foi dispensado e recebeu seus direitos, você
pode solicitar a correção do FGTS na ordem de 88% devido pela Caixa
Econômica Federal.
A Ação contra a Caixa é individual.
Traga os seguintes documentos: RG, CPF, carteira de trabalho, extrato
do FGTS e comprovante de endereço.
Escritório de advocacia: Rua Conde do Pinhal nº 8 - 14º andar - Liberdade
(atrás do Fórum João Mendes).
Associado da Coopetasp tem atendimento preferencial. Procure por Vilma
ou Martins. Fone: 3104-2523 e-mail [email protected]
aumentaram, menos a tarifa de táxi”.
Assim que a nova tarifa for autorizada, a Coopetasp irá confeccionar
tabelas e distribuí-las gratuitamente
para todos os taxistas. A distribuição
poderá ser feita também pelas associações, cooperativas, empresas de
táxi, sindicato e Departamento de
Transportes Públicos (DTP).
VEJA CÁLCULO DE REAJUSTE PARA
A TARIFA DE TÁXI DE SÃO PAULO
Inflação acumulada de 2010 a 2014:
2010 - 5,90%
2011 - 6,50%
2012 - 5,83%
2013 - 5,91%
2014 - 2,18% (primeiro trimestre)
Total acumulado - 26,32%
Para cobrir a defasagem na tarifa do serviço de táxi da cidade com
reajuste de 27%, os novos valores serão os relacionados a seguir:
Categoria Comum
Bandeirada - de R$ 4,10 para R$ 5,20
Quilômetro rodado - de R$ 2,50 para R$ 3,18
Hora parada - de R$ 33,00 para R$ 41,90
Categoria Especial
Bandeirada - de R$ 5,13 para R$ 7,80
Quilômetro rodado - de R$ 3,13 para R$ 4,77
Hora parada - de R$ 41,25 para R$ 62,85
Categoria Luxo
Bandeirada - de R$ 7,50 para R$ 10,40
Quilômetro rodado - de R$ 4,65 para R$ 6,36
Hora parada - de R$ 74,25 para R$ 83,80
de 07 a 20 de outubro de 2014
FOLHA DO MOTORISTA
Página 25
HPOINT:
VENDEDORES ESPECIALIZADOS E A QUALIDADE HONDA
Foto: Mario Sergio de Almeida
empresa reserva os veículos brancos
para atender no menor tempo possível
os taxistas. Então, em aproximadamente 30 dias nós conseguimos entregar o
carro zero quilômetro”, afirma Rose.
Para auxiliar os taxistas em todas as
etapas da compra, a HPoint conta com
despachantes dentro das lojas para a
obtenção das cartas de isenção, sem
custos para o taxistas. Além disso,
a concessionária também dispõe do
banco Honda para o financiamento, e indica o Banco do Brasil para
os taxistas que optarem pelo financiamento FAT (Fundo de Amparo
ao Trabalhador), com as menores
taxas de juros. “Nós também repassamos para os taxistas todas as
promoções realizadas pela
Honda, como taxas de juros diferenciadas”, lembrou Rose.
Todos os taxistas que compram
seus veículos na HPoint tem a opção
de um desconto de R$ 1.000 no preço do carro, ou ainda podem escolher esse valor em acessórios.
“Estaremos presentes no Feirão
do Táxi no próximo dia 18 de
outubro com toda a linha Honda
homologada para os taxistas. Venha nos fazer uma visita e realizar
um bom negócio”, finalizou Rose.
Foto: Mario Sergio de Almeida
A concessionária HPoint está no
mercado há 22 anos oferecendo veículos Honda, que são sinônimo de
beleza, conforto, segurança e qualidade. Investindo para atender cada
vez melhor a categoria taxista, todas
as lojas HPoint possuem vendedores exclusivos e especializados
em táxis, para oferecer todas as
informações sobre a compra de
veículos homologados com isenções
de impostos.
A consultora comercial especi-
alizada em táxis Rose Maciel, da unidade HPoint Morumbi, destaca o carro mais vendido para os taxistas: o
City. “O Honda City é um carro completo que agrada os taxistas. É um
sedan 1.5, com 116 cavalos de potência e design moderno. Mesmo
o modelo mais básico possui ar
condicionado, direção hidráulica,
ar bag duplo e som. Este carro, com
isenções, sai por apenas R$ 41.746”.
O prazo de entrega da HPoint é
outro diferencial para a categoria. “A
Itaim
Rua Clodomiro
Amazonas 222
3077-1500
Morumbi
Av. Giovanni
Gronchi 3737
3740-1500
Pinheiros
Av. Eusébio Matoso 800
3030-1500
Você sabe a utilidade
do protetor de cárter?
O cárter é o reservatório de óleo
do motor. Quando exposto, fica sujeito a impactos causados por pedras,
buracos e lombadas, que podem danificar o reservatório de óleo e outras
partes, como quadro de suspensão,
caixa de câmbio, parte inferior do radiador, mangueiras e tubo de escapamento. Por isso, o protetor tem um
papel fundamental na preservação
mecânica do cárter, e também cola-
bora com a redução de sujeira na parte inferior do motor.
As montadoras não são obrigadas
a fabricar todos os veículos com protetor de cárter. Quando os carros não
saem da fábrica com o acessório, especialistas podem identificar se o veículo já possui pontos adequados
para fixação, como furos roscados,
prisioneiros com rosca ou buchas,
ou ainda alojamentos previstos
para estes tipos de fixadores.
Os protetores podem ser encontrados em distribuidores, lojas e concessionárias. A vantagem de comprar o
produto diretamente na concessionária é que o carro estará protegido desde o momento da compra. No entanto, é fundamental adquirir um protetor
com projeto de engenharia qualificado, pontos de fixação adequados, qualidade na chapa utilizada e nos pontos
de solda. O preço de um protetor de
cárter varia de R$ 50 a R$ 150.
Caso o protetor de cárter sofra
alguma avaria, a peça deve ser totalmente trocada. A recuperação do protetor não é indicada, já que um produto com defeito pode causar interferências na parte inferior do veículo,
como vibrações, ruídos ou ainda danos mecânicos.
Fonte: DHF - fabricante de protetores de cárter
Página 26
FOLHA DO MOTORISTA
de 07 a 20 de outubro de 2014
Para descontrair...
O chefe do RH justifica a um candidato solteiro
por que não vai contratá-lo:
Desculpe, mas nossa empresa só trabalha com homens casados.
Por quê? Por acaso são mais inteligentes e
mais competentes do que os solteiros?
Não, mas estão mais acostumados a obedecer.
Bolo recheado
com abacaxi e
creme de coco
Oferecimento: Ducoco
Massa:
Meia xícara (chá) de margarina
2 xícaras (chá) de açúcar
3 ovos
2 e meia xícaras (chá) de farinha de trigo
Meia xícara (chá) de amido de milho
1 xícara (chá) de leite
1 colher (sopa) de fermento em pó
Recheio:
1 embalagem de leite condensado (395 g)
1 embalagem de leite de coco (200 ml)
1 xícara (chá) de leite
1 embalagem de creme de leite (200 g)
100 g de coco ralado em flocos
1 lata de abacaxi em calda (400 g)
Modo de preparo:
Na batedeira, bata a margarina, o açúcar e os ovos até obter um creme. Junte
a farinha e o amido de milho e misture.
Acrescente o leite e bata por mais 2
minutos. Junte delicadamente o fermento. Asse até dourar a superfície.
Reserve.
Leve ao fogo, mexendo sempre até
obter um creme, o leite condensado,
o leite de coco, o leite, o creme de
leite e o coco ralado (reserve um pouco para a decoração). Junte metade
do abacaxi picado e reserve.
Corte o bolo em três discos no sentido horizontal e regue com um pouco
da calda do abacaxi. Espalhe recheio
entre os discos de massa e cubra o
bolo com o restante do creme. Decore com o coco ralado reservado e
o abacaxi restante.
de 07 a 20 de outubro de 2014
FOLHA DO MOTORISTA
Página 27
Página 28
FOLHA DO MOTORISTA
Passageiro morre baleado
dentro de táxi em MG
Um taxista da cidade de Teófilo
Otoni, em Minas Gerais, transportava quatro passageiros quando foi
abordado por um homem armado.
Dois passageiros foram baleados, e
um jovem de 19 anos não resistiu aos
ferimentos e acabou morrendo.
Segundo a polícia, o assassino se
aproximou do táxi e fez algumas per-
guntas para o jovem de 19 anos. Em
seguida atirou várias vezes, acertando
também uma adolescente de 15 anos
que estava no carro.
O rapaz chegou sem vida ao hospital, e a adolescente permanece internada. O crime aconteceu na noite
de 21 de setembro, e até o momento,
ninguém foi preso.
Taxista de 80 anos é assaltado
e preso no porta-malas
Um taxista de 80 anos foi assaltado e feito refém na noite de 20 de
setembro na cidade de Naviraí, em
Mato Grosso do Sul. O assaltante se
passou por passageiro.
Segundo a polícia, o falso passageiro foi levado pelo taxista até um
ponto combinado, pagou e foi embora tranquilamente. Depois de algum
tempo, telefonou para o mesmo taxista
pedindo uma segunda corrida, e durante esse segundo trajeto anunciou o
assalto, armado com uma faca.
A vítima foi amarrada e mantida no
porta-malas do carro, enquanto o veículo era dirigido pelo suspeito. Depois
de uma hora, o taxista foi deixado na
zona rural, e caminhou até encontrar
ajuda. A polícia ainda não identificou o
assaltante.
de 07 a 20 de outubro de 2014
Cidade de Nova York
lança táxis só para
mulheres
Carros são conduzidos por taxistas
mulheres, que usam echarpe rosa
Depois da Índia e da Nova
Zelândia, chegou a vez dos Estados
Unidos terem uma frota de táxis exclusiva para mulheres. O serviço, chamado SheRides, é realizado por meio
de um aplicativo que começou a ser
oferecido em Nova York em 16 de
setembro, somente para iPhone nesse primeiro momento.
O app foi criado por Stella Mateo,
esposa do fundador da Federação
Estadual de Motoristas de Táxi de
Nova York. Em entrevista ao jornal
americano The New York Times ela
afirmou que o objetivo é oferecer um
transporte seguro para mulheres
que se sentem intimidadas por
motoristas homens, ou por andar
em metrôs e ônibus superlotados
sujeitas a abuso sexual.
O serviço está disponível no subúrbio de Westchester e Long Island,
mas a fundadora afirma que ano que
vem haverá a expansão para Washington, Miami e Chicago. Até o
momento, 50 taxistas se cadastraram
para oferecer o serviço. Elas usarão
uma echarpe rosa, e poderão aceitar
passageiros homens em momentos
sem demanda de passageiras.
de 07 a 20 de outubro de 2014
Roubos de veículos e
furtos caem na capital
A cidade de São Paulo registrou
queda nos roubos de veículos pelo
terceiro mês consecutivo. Em agosto, a redução foi de 12,1%, com
3.744 casos, enquanto no mesmo
período de 2013 foram registrados
4.257. Os dados fazem parte das
estatísticas de criminalidade
divulgadas pela Secretaria da Segurança Pública (SSP) do estado em 25
de setembro.
Os furtos em geral também continuam caindo. A queda foi de 11,8%
em agosto, de 17.225 casos em 2013
para 15.194 neste ano, e de 3,3%
desde o começo do ano, de 134.403
registros para 129.923.
Também foi registrada redução
nos roubos de carga. Com 56 casos
a menos, a queda em agosto foi de
12,8%, com 381 roubos de carga no
mês passado ante 437 no mesmo
período de 2013.
Além disso, a produtividade policial registrou alta de flagrantes de tráfico de entorpecentes. O crescimen-
Foto: Divulgação
FOLHA DO MOTORISTA
Página 29
Taxijá afirma:
cancelamento do
pagamento de corrida
foi falha operacional
Foto: Fabiana Cuba
to foi de 14,8% em agosto, de 594
flagrantes no ano passado para 682
neste ano.
Já o número de homicídios cresceu
na cidade de São Paulo. Foram
registradas em agosto cinco mortes intencionais a mais do que o mesmo período do ano passado. A alta foi 6,3%
nos homicídios, com 84 casos ante 79.
Com dois casos a mais, os latrocínios subiram 18,2% em agosto. Foram registrados 13 roubos
seguidos de morte ante 11 no mesmo período de 2013.
A empresa Taxijá se manifestou em
relação ao problema apresentado pelo
taxista Carlos Alberto Martins na última edição da Folha do Motorista. Em
nota, o aplicativo esclarece que o ocorrido neste caso específico (cancelamento do pagamento de uma corrida)
foi pontual, causado por falha
operacional. Tal problema foi identificado e rapidamente solucionado.
O Taxijá ressalta que conta com
mais de 450 mil passageiros cadastrados, e mais de 25 mil taxistas em todo
o Brasil, sendo responsável por complementar em 20% a renda mensal
desses profissionais. Ainda afirma que
toda semana o Taxijá efetua o pagamento das corridas a milhares de
taxistas e disponibiliza o relatório das
corridas no aplicativo e via e-mail.
Relembre o caso
O taxista Carlos Alberto Martins,
que trabalha há mais de um ano com o
aplicativo Taxijá percebeu, pela terceira vez, que um dos valores não
havia sido depositado em sua conta
corrente. O último problema ocorreu
no início de setembro. Em contato
com a empresa, foi informado que a
corrida havia sido cancelada pela passageira.
Para esclarecer a questão o taxista
enviou um e-mail para a passageira
perguntando o motivo do cancelamento. A passageira respondeu que essa
informação era falsa, e que inclusive
o valor já havia sido cobrado de sua
conta.
Carlos afirma que recebeu o valor após a reclamação, mas faz um
alerta. “Marque e confira todas as
corridas feitas pelo Taxijá. Eu só recebi porque percebi o erro e liguei
para a empresa. Se eu não tivesse
entrado em contato, teria ficado no
prejuízo”.
Página 30
FOLHA DO MOTORISTA
de 07 a 20 de outubro de 2014
Consumo de gás natural
cresce no Brasil
O consumo de gás natural no
Brasil cresceu 12,5% até agosto
deste ano. De acordo com o levantamento estatístico da Associação Brasileira das Empresas
Distribuidoras de Gás Canalizado (ABEGÁS), foram consumidos em média 81,6 milhões de
metros cúbicos por dia no mês de
agosto em todo o país.
O consumo de gás natural em
residências foi destaque com aumento de 12%, seguido pelo segmento comercial com crescimento
de 9,3%. O uso de GNV (Gás
Natural Veicular) também apresentou crescimento de 5% no período
e o segmento industrial continua a
sinalizar breve recuperação com
crescimento de 1,8%.
A região Sudeste continua a ser
o maior mercado consumidor de
gás natural, com volume médio diário de 52,1 milhões de metros
cúbicos em agosto. O Nordeste
vem em seguida, com 16,1 milhões
de metros cúbicos. As regiões Sul,
Norte e Centro-Oeste consumiram 6,8 milhões de m³/dia, 3,6
milhões de m³/dia e 2,9 milhões
de m³/dia, respectivamente.
Hoje o gás natural é distribuído
através de uma rede com mais de
26,4 mil quilômetros de extensão
e atende a mais de 2,5 milhões de
consumidores em todo o país.
de 07 a 20 de outubro de 2014
FOLHA DO MOTORISTA
Página 31
Associe-se à COOPETASP e
tenha uma série de vantagens
A Coopetasp (Associação dos Coordenadores e Permissionários em Pontos de Táxi em São Paulo) é uma cooperativa que tem o objetivo de auxiliar os taxistas e seus familiares em todas as questões profissionais. Além disso, seus associados contam com inúmeras
vantagens e benefícios que facilitam o dia a dia. Com união, somos mais fortes!
Os associados contam
também com convênios
Foto: Mario Sergio de Almeida
Atendimento médico
Clínica São Francisco (todas as
especialidades):
Av. Carlos de Campos, 509 - Pari.
Rua Imbaúba, 78 - Pari.
Av. Guapira, 271 - Tucuruvi.
Consulta: R$ 70 para associado, esposa e filhos, com direito a incluir
até seis dependentes, sem carência de idade.
Exames: 50% de desconto, com resultados analisados pelos médicos
da clínica.
Cartão Magnético que dá direito a atendimento em um dos três endereços, com validade de um ano: titular R$ 20 e dependente R$ 10.
Atendimento odontológico
Clínica Inovaré:
Rua Leandro Dupret, 51 - Vila Clementino.
Limpeza, consulta inicial e atendimento emergencial com hora
marcada gratuitos. Preço especial para tratamento. Atendimento para o
titular e familiares.
Odontologia Especializada – Clínica Dra. Fabiana Cavallaro:
Rua Conselheiro Saraiva, 404 – Santana - Telefones: 2362-1922/ 20991922
Profissionais de todas as especialidades, flexibilidade de horários
para taxistas e formas especiais de pagamento.
Clube Plêiades Parque Aquático
Com mais de 150 mil m² o clube conta com piscinas, toboáguas, campos de futebol, ginásio, quadras poliesportivas, salão de jogos, salão de
snooker, sauna, academia de ginástica, quiosques com churrasqueiras, restaurante, lanchonetes, playground e estacionamento gratuito.
Mensalidade familiar: R$ 47,10 (inclui o cooperado, conjugue, filhos e
netos menores de 21 anos) + Carteirinha individual: R$ 10 (pago uma
única vez).
Pontuação na CNH
Se você estourou a pontuação na Carteira Nacional de Habilitação e
recebeu notificação do Detran, não deixe o seu processo correr a revelia.
Apresente defesa para reduzir sua penalidade.
Não há meios legais de exclusão de pontos; é necessário o cumprimento de
penalidades. Procure a Coopetasp para orientação e para formular recurso.
Diversos serviços
* Emissão de nota fiscal
(na hora)
* Fornecimento de boleto
* Comprovante de renda
(na hora)
* Carta de lucro cessante
(na hora)
* Isenção de IPI e ICMS
* Financiamento
(pelo Banco do Brasil, Caixa
Econômica ou bancos privados)
* Guincho 24 horas em todo Brasil
* Atendimento jurídico
(com hora marcada)
* Recursos de multas
* Despachante
* Renovação de cadastro
* CNH e CFC
* Folhas corridas
Carta de rendimento para a compra
do carro 0 km ou lucro cessante
Atendimento aos sócios e não sócios.
Os inadimplentes pagarão uma taxa de serviço, e o
documento é liberado na hora.
Nota Fiscal Eletrônica
Se a empresa que você
atende exige nota fiscal eletrônica,
procure
a
Coopetasp. A condição de
pagamento é a acordada entre o taxista e a empresa.
Cobramos uma taxa de serviço.
Vale Combustível
Os taxistas que se associarem à entidade por 12
meses recebem um vale-abastecimento de R$ 40.
Para os planos de seis meses, o vale é no valor de
R$ 20. A promoção é válida até o final dos estoques de vale-abastecimento.
e
s
e
i
c
o
Ass
A Coopetasp oferece três categorias de planos para associação: três, seis e
12 meses, com mensalidades a partir de R$ 33, mais taxa bancária.
Compareça em nossa sede: Rua Napoleão de Barros 20 - Vila Mariana.
Telefone 2081-1015. E-mail: [email protected]
Você também pode se associar pelo site: www.coopetasp.com.br (basta
seguir as orientações do sistema). Aceitamos cartão de crédito, boleto bancário, débito em conta corrente ou transferência bancária.
Conforme assegura a Constituição Federal, ninguém é obrigado a se associar ou se manter associado. Atendemos também os não-sócios.
Página 32
FOLHA DO MOTORISTA
de 07 a 20 de outubro de 2014
de 07 a 20 de outubro de 2014
FOLHA DO MOTORISTA
Página 33
Página 34
FOLHA DO MOTORISTA
de 07 a 20 de outubro de 2014
Empresas de segurança vão ajudar as polícias no combate ao crime
O secretário da Segurança Pública,
Fernando Grella, assinou em 16 de setembro um convênio para que instituições privadas possam compartilhar com agilidade
informações para colaborar no combate à
criminalidade.
Esse tipo de parceria faz parte do conceito de Segurança Cidadã, em que a sociedade realiza ações integradas com o Poder Público. Por causa da dinâmica do setor, as empresas de segurança privada têm
contato rotineiro com informações que
podem contribuir com as polícias.
“O que estamos fazendo hoje é mais
do que inovar, é cumprir uma diretriz cons-
titucional de trazer a sociedade civil ao nosso lado, como nossa colaboradora num
setor tão importante como esse”, afirmou Grella.
A partir do convênio, as entidades do
setor vão encaminhar informações sobre
condutas criminosas ou suspeitas que foram colhidas por seus profissionais, por
meio da Central de Informações administrada pelo Sindicato das Empresas de Segurança Privada, Segurança Eletrônica, Serviços de Escolta e Cursos de Formação do
Estado de São Paulo (Sesvesp).
As informações serão enviadas ao Centro Integrado de Inteligência de Segurança
Pública (CIISP), da Secretaria de Seguranças Pública (SSP), responsável por organizar investigações e ações preventivas de
Segurança Pública a partir desses dados.
A parceria vai aumentar o poder
investigativo e de prevenção a delitos das
polícias paulistas. Esse canal de comunicação será complementar ao telefone 190, utilizado para pronto-atendimento, ou a elaboração de boletins de ocorrência, para registrar um crime que já aconteceu.
“Com esse primeiro convênio e outros
que virão, estamos dobrando a nossa capacidade de olhar as coisas. Estamos privilegiando algo que é muito relevante na ativi-
dade de segurança, que é a informação. O
trabalho de inteligência é indispensável
para o bom êxito e sucesso da segurança
pública”, ressaltou o secretário.
Dessa forma, as observações de um
vigia noturno sobre movimentações
incomuns em uma determinada rua podem resultar em investigações e prisões relacionadas ao tráfico de drogas,
por exemplo.
Além disso, dados sobre a presença
de pessoas e de veículos suspeitos em
áreas com roubos e furtos podem ser enviadas por empresas de segurança para
contribuir no combate a esses crimes.
de 07 a 20 de outubro de 2014
CNH
SÓ SERÁ SUSPENSA
EM SP
DEPOIS DE
JULGAMENTO DE
RECURSOS
FOLHA DO MOTORISTA
O juiz Fernão Borba Branco, da 14ª Vara da Fazenda Pública do Tribunal de Justiça de São Paulo,
decidiu que os motoristas só terão a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) suspensa ou cassada
depois de todos os recursos.
A decisão partiu depois de milhares de motoristas entrarem com mandato de segurança na justiça
para garantir o direito de dirigir. Dezenas de pedidos foram concedidos.
O Detran afirmou que os motoristas não estão livres de responder processo administrativo que pode
acarretar na suspensão da carteira de habilitação. O Código de Trânsito Brasileiro prevê suspensão
para o motorista que tiver 20 pontos em multas em um ano.
No primeiro semestre deste ano o Detran notificou 242.053 motoristas para responder ao processo
de suspensão da CNH. Houve redução de 17% em comparação com os seis primeiros meses de 2013,
quando foram notificados 281.671 motoristas.
Fonte: Radar Nacional
CLASSIFICADOS
Até 3 linhas R$ 30,00
PNEUS MEIA VIDA NACIONAIS
Pirelli Firestone Goodyear
Bridgstone Michelin Carros Pick
ups e utilitários Aro 13 ao 17 Todas as medidas Bom preço F:77241871
/
7724-5681
www.pescapneus.com.br
Locação – administração e
consultoria, consulte Waldemar
Mendes – Rua: Siqueira Bueno,
2181 – sala: 3 – Mooca F: 36375768 / 9.8585-5988.
Alugamos seu alvara e fazemos
administração, alugue garantido,
consulte Waldemar Mendes – Rua:
Siqueira Bueno, 2181 – sala: 3 –
Mooca F: 3637-5768 / 9.85855988.
Alugo alvara e Vendo carro zero
Km, consulte Waldemar Mendes
– Rua: Siqueira Bueno, 2181 –
sala: 3 – Mooca F: 3637-5768 /
9.8585-5988.
Vendo ou Troco Ligue Taxi F:
9.6749-1330 (oi) / 9.5360-8814
(tim) c/ Raimundo.
Alugo Alvará e Vendo Zafira 2012
- 7820 4320
Vendo taxi completo Meriva 2009
c/ ponto em Taboão da Serra R$
70.000,00 aceito carro F: 9.58784444 c/ Willian.
Vendo Meriva 2012 e alugo alvará
livre - 7726 4620
Vendo Zafira 2012 e transfiro
alvara Rua :Arizona F: 9.737-3106
c/ Arnaldo.
Vendo prefixo da Ligue taxi F:
9.9687-3517 c/ Fernando.
Transfiro alvará livre - 7820 4320
/ 7726 4620.
Vende-se ou Troca tit.da Ligue taxi
p/ carro ou moto F: 9.9963-9768 c/
Marcio.
Transfiro alvara F: 9.8554-5050 c/
Oliveira.
Troca-se ponto na região do
Morumbi, otimo faturamento, troco
por outro ponto F: 9.8036-1886
(nextel) Id93*33395.
Procuro 2ºmotorista zona sul F:
9.8306-2334 / 9.8382-8886 c/ Valdo.
Procuro alvara p/ alugar tenho bom
ponto e dou garantias F:9.62763249(oi) c/Mario.
Vendo carro e transfiro alvara c/
ponto privativo F: 9.8271-5423 (tim).
Taxi logan 1.0 expressow completo,
10/11, placa de Taboão da Serra F:
5523-9670 (casa) / 9.6453-7193
(Tim) / 9.9462-7834 (claro) c/ Odair.
Vermelho e Branco vende-se
prefixo e carro e transfiro alvara F:
9.5935-8475 c/ Braga.
Transfiro alvara com ponto Itaim
Bibi F: Id 97*104390 – 7734-5191 /
9.8541-4170 c/ João.
VENDE-SE PERUA
KOMBI
piskup, ano 1997, otimo
estado, pequeno reparo na
carroceria, motor novo, gás
natural/gasolina, placa
aluguel final 8, municipio de
Cotia Tratar: 5575-2653 c/
Salomão
ou Ana Claudia.
Página 35
Vendo prefixo Coopertax R$
12.000,00 nº008 F: 2079-0859 /
9.8322-9637 c/ Antonio.
Vendo carro e Transfiro alvara c/
ponto F: 9.8299-9380 (tim) / (015)
18.9.9729-9380(vivo) c/ Silva.
Compro, vendo, administro seu
taxi, pago a vista F: 9.4722-7530
(nestel) ID 126*98414 c/ Diego /
9.5162-9600(tim) ID 97*141516 c/
Magrão.
Vendo spacefox sportline 2011 F:
9.8509-4706 c/ Mauricio.

Documentos relacionados

Edição 772. - Folha do Motorista

Edição 772. - Folha do Motorista • Editora Unida Brasileira Empresa Jornalística Ltda. - Unibrás • Matriz: R. Dr. Bacelar, 17 - Vila Clementino São Paulo/SP - CEP 04026-000 • Tel./Fax (11) 5575-2653 • www.folhadomotorista.com.br e...

Leia mais

Ediçao 676.p65 - Folha do Motorista

Ediçao 676.p65 - Folha do Motorista Transportes Públicos (DTP) a apresentarem defesa escrita. Para formalizar o recurso, os condutores devem comparecer no período de 20 dias à Rua Joaquim Carlos, 655, Pari (Bloco C / Setor de Discipl...

Leia mais

Edição 763. - Folha do Motorista

Edição 763. - Folha do Motorista Domingo, dia 17 de abril, foi o dia que o Brasil parou para acompanhar a votação do prosseguimento do processo de impeachment da presidenta Dilma Roussef. Em todas as capitais e em várias outras ci...

Leia mais