Equipamento de Proteção Individual

Сomentários

Transcrição

Equipamento de Proteção Individual
Equipamentos de Proteção Individual – EPI.
Considera-se EPI todo dispositivo ou produto, de uso individual utilizado pelo
trabalhador, destinado à proteção de riscos suscetíveis de ameaçar a segurança e a saúde no
trabalho.
Todas as empresas são obrigadas a fornecer aos empregados, gratuitamente,
equipamentos de proteção individual (EPI) adequado ao risco e em perfeito estado de
conservação e funcionamento, em conformidade com a NR-6 da Portaria 3214/78.
O equipamento de proteção individual, de fabricação nacional ou importado, só poderá
ser posto à venda ou utilizado com a indicação do Certificado de Aprovação – CA, expedido
pelo órgão nacional competente em matéria de segurança e saúde no trabalho do Ministério do
Trabalho e Emprego.
O EPI deve ser fornecido sempre que as medidas de ordem geral não ofereçam
completa proteção contra os riscos de acidentes de trabalho ou de doenças profissionais e do
trabalho; ou enquanto as medidas de proteção coletiva estiverem sendo implantadas; ou ainda
em caráter complementar ou emergencial.
A orientação e recomendação ao empregador, quanto ao EPI adequado ao risco
existente em determinada atividade, é de competência do Serviço Especializado em
Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho (SESMT). Nas empresas desobrigadas
de manter o SESMT, a competência é da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes
(CIPA). Nas empresas desobrigadas de possuir CIPA, cabe ao empregador, mediante
orientação técnica, fornecer e determinar o uso de EPI adequado à proteção da integridade
física do trabalhador.
ROPERBRAS SEGURANÇA DO TRABALHO – Fone: (19) 3909-4649/3819-8640 / E-mail:
[email protected] / site: www.roperbras.com.br
A utilização do EPI, no âmbito da empresa, deve considerar as normas legais e
administrativas em vigor e envolver, no mínimo:
a)
seleção do EPI adequado tecnicamente ao risco a que o trabalhador está exposto e à
atividade exercida, considerando-se a eficiência necessária para o controle da exposição ao
risco e o conforto oferecido segundo avaliação do trabalhador usuário;
b)
programa de treinamento dos trabalhadores quanto a sua correta utilização e orientação
sobre as limitações de proteção que o EPI oferece;
c)
estabelecimento de normas ou procedimentos para promover o fornecimento, o uso, a
guarda, a higienização, conservação, a manutenção e a reposição do EPI, visando garantir
as condições de proteção originalmente estabelecidas;
d)
caracterização das funções ou atividades dos trabalhadores com a respectiva identificação
dos EPI’s utilizados para os riscos ambientais.
Atendidas as peculiaridades de cada atividade profissional e, respeitando-se as premissas
anteriores, o empregador deve fornecer aos trabalhadores EPI’s para proteção da cabeça
(crânio), face, visão, audição, respiração, membros superiores, tronco, membros inferiores, e
do corpo inteiro, conforme apresentaremos a seguir:
Proteção para Cabeça (Crânio).
 capacete de segurança - proteção contra impactos provenientes de quedas ou
projeção de objetos, agentes meteorológicos e, queimaduras ou choque elétrico. O capacete
de segurança pode ser utilizado com diversos acessórios como capuz (proteção contra o
frio), protetor facial, protetor auditivo, máscara de soldador e suporte para lanterna (na
mineração).
Proteção para o Cabelo.
 boné, capuz, gorro -eproteção
rede
contra o contato com partes móveis de máquinas
(eixos, correias, correntes, polias, etc) para evitar o aprisionamento e arrancamento de
cabelos ou couro cabeludo, nos serviços de saúde e na manipulação de alimentos
(cozinhas). Podem ser ainda utilizados o boné de forneiro/fundidor (com viseira e filtros de
ROPERBRAS SEGURANÇA DO TRABALHO – Fone: (19) 3909-4649/3819-8640 / E-mail:
[email protected]operbras.com.br / site: www.roperbras.com.br
luz para proteção contra luminosidades excessivas e poeiras) e o capuz com visor (com
filtros de luz), utilizados nos trabalhos de altas temperaturas.
Proteção para a Face e Pescoço.
 protetores faciais - proteção contra impacto de partículas volantes e respingos de
líquidos prejudiciais e, contra o ofuscamento e o calor radiante.
Tipos de protetores faciais:
- visor de plástico incolor: contra o impacto de corpos sólidos volantes e respingos de
produtos químicos e de metais fundentes;
- visor de plástico com tonalidade: contra radiações luminosas (infra-vermelho e ultravioleta);
- visor de tela: contra impactos e calor radiante, evitando embaçamentos;
- anteparo aluminizado com visor: contra o calor radiante, impactos e radiações luminosas
provenientes de operações a quente;
- máscara para soldador: corpo de fibra vulcanizada, visor com filtro de luz e protetor.
Proteção para a Visão.
 protetores oculares: proteção contra lesões ocasionadas por partículas, respingos,
vapores de produtos químicos e radiações luminosas intensas.
Tipos de protetores oculares:
- convencional: armação em náilon ou similar, com proteção lateral contra impactos e
lentes de segurança;
- óculos contra gases e vapores: armação de borracha ou similar, com sistema de
vedação completa, lentes de segurança e dispositivos anti-embaçante;
ROPERBRAS SEGURANÇA DO TRABALHO – Fone: (19) 3909-4649/3819-8640 / E-mail:
[email protected] / site: www.roperbras.com.br
- óculos contra aerodispersóides: armação de composto vinílico com visão ampla, lentes
inteiriças, vedação perfeita e anti-embaçante;
- óculos contra ofuscamento e radiações lesivas: providos de filtros de luz para radiações
infravermelhas (luz solar, fornos, solda elétrica ou gás, metais em fusão ou
incandescentes) e para radiações ultravioleta (luz solar, arco voltáico, lâmpadas UV).
Proteção Respiratória.
As informações, orientações e recomendações sobre seleção e uso de respiradores,
além dos requisitos necessários para a implementação e melhoria de um Programa de
Proteção Respiratória - PPR, estão contidos na Instrução Normativa Nº 1, de 11 de abril de
1994, que estabeleceu o Regulamento Técnico sobre o uso de equipamentos de proteção
respiratória.
Protetores Respiratórios: para a atividade em ambientes com deficiência de oxigênio (teor
menor que 18% de volume) e/ou presença de contaminantes (gases, vapores, poeiras, fumos,
fumaças, névoas e neblinas).
Tipos de protetores respiratórios.
1) Aparelhos Purificadores (máscaras a filtro): são dependentes do ambiente e só podem ser
empregados em ambientes com teor de oxigênio igual ou superior a 18% de volume.
Fornecem ao usuário o ar próprio para ser respirado, purificando o ar ambiente antes de ser
inalado. Constitui-se de uma estrutura facial (inteira ou parcial) dotada de um ou mais filtros.
Tipos de Filtros:
- mecânicos: específicos contra poeiras, fumos, fumaças, neblinas e névoas, também
denominados de respiradores;
- químicos: máscaras contra gases ou vapores nocivos com filtros específicos a uma dada
substância ou classe de substâncias;
- combinados: máscara para associação de particulados e formas gasosas, como nos casos
de pulverização de agrotóxicos e na pintura a revólver.
2) Aparelhos de Isolamento: são independentes do ambiente e devem ser usados em
ambientes pobres em oxigênio (teor menor que 18% de volume) ou em ambientes
ROPERBRAS SEGURANÇA DO TRABALHO – Fone: (19) 3909-4649/3819-8640 / E-mail:
[email protected] / site: www.roperbras.com.br
contaminados a altas concentrações, nos quais é proibitivo o uso de máscaras a filtro.
Isolam o usuário do ar circundante, vindo o ar respirável de outras fontes.
Tipos de aparelhos de isolamento:
- autônomos: o oxigênio provém de meios portados pelo usuário (cilindro de ar ou oxigênio
comprimidos);
- de adução de ar: o ar respirável é trazido à distância através de uma tubulação ou linha
de ar, podendo ser de ar aspirado (depressão respiratória) ou ar insuflado (bomba manual
ou motorizada).
Proteção para os Membros Superiores.
 luvas e/ou mangas de proteção: para trabalhos em que haja perigo de lesões
provocadas por materiais ou objetos escoriantes, abrasivos, cortantes ou perfurantes, por
produtos químicos, por materiais ou objetos aquecidos e por choque elétrico, frio, radiações
perigosas e agentes biológicos.
Tipos de luvas e mangas:
- de couro bovino (vaqueta ou raspa): para transporte de materiais em geral, cargas e
descargas, montagens, polimentos de peças, transporte de tijolos, sacos de cimento e
concreto pré-moldado;
- de couro caprino (pelica, napa, camurça): para serviços leves em geral que requeiram tato,
nas inspeções de peças, embalagens, de pintura e de funilaria e serviços de tapeçaria;
- de borracha: para serviços gerais de eletricidade, manuseio de produtos químicos,
galvanoplastia, inspeção em tanques, serviços úmidos em geral;
- de neoprene: para serviços que envolvem usos de óleos, graxas, solventes, petróleo e
seus derivados, galvanoplastia e inspeções em tanques;
- de PVC: para lavagem de peças em corrosivos, manuseio de ácidos, óleos e graxas, nas
inspeções em tanques, na pintura a pistola ou a pincel e no carregamento de vidro ou lã de
vidro;
ROPERBRAS SEGURANÇA DO TRABALHO – Fone: (19) 3909-4649/3819-8640 / E-mail:
[email protected] / site: www.roperbras.com.br
- de lona: em trabalhos com estamparia leve, nas bancadas de acabamento, no manuseio
de ferramentas universais, nas inspeções em geral e no manuseio de chapas;
- de lona flanelada ou de feltro: serviços gerais de laminações, manuseio de peças quentes
(calor moderado), serviços de cargas e descargas leves, de serralheria, de cutelaria, de
vidraria, de vigilância noturna e de direção de veículos;
- de lã: serviços gerais de laminações, manuseio de peças quentes, serviços que produzem
faíscas ou fagulhas, frigoríficos, transportes de peças geladas, e em ambientes de trabalho
com temperatura inferior a 15 graus centígrados;
- de amianto: serviços em alta temperatura, manuseio de peças quentes, serviços de
laminações, substituição de tubulações de fornos e caldeiras;
- de malha metálica: serviços gerais que apresentam abrasões intensas, manuseio de
lâminas com cortes afiados, no corte da cana de açúcar e nos trabalhos em matadouros e
frigoríficos;
- protetor da palma da mão (de couro): transporte de chapas quentes e em trabalho pesados
em geral;
- protetor de punho (de couro): serviços de soldagens, fundições, aciarias, fornos, esmeril e
outros;
- manga/mangote: podem ser de três tipos:

couro-amianto-aluminizado - trabalhos de fundição, altos-fornos, retirada de peças de
fornos e estufas, nos serviços gerais de laminação;

plástico - indústria petroquímica, serviços de galvanoplastia e pintura e, nos
laboratórios;

borracha - serviços de eletricidade.
- dedeiras (couro, borracha, PVC, metal): trabalhos com pequenas peças úmidas,
esterilizadas ou com rebarbas;
- pomadas protetoras: produto químico, solúvel em água, que aplicado às mãos, protege-as
contra dermatoses, alergias e irritações em trabalhos com graxas, solventes, ceras e
derivados de petróleo.
ROPERBRAS SEGURANÇA DO TRABALHO – Fone: (19) 3909-4649/3819-8640 / E-mail:
[email protected] / site: www.roperbras.com.br
Proteção para Audição.

protetores auriculares ou auditivos: proteção contra o ruído ambiental.
Tipos de protetores:
tipo concha (circum-auricular): reduz a transmissão aérea e óssea do ruído ambiental;
protetores de inserção: reduz apenas a transmissão aérea, não interferindo na transmissão
óssea do ruído ambiental. Podem ser:

moldados - de borracha ou plástico, de forma definida e tamanhos pequeno, médio e
grande e são reaproveitáveis;

moldáveis - de algodão, papel, cera ou fibras sintéticas, adotam a forma do canal auditivo
e são usados somente uma vez.
Proteção para o Tronco.
 protetores: aventais, jaquetas, conjunto de jaquetas e calças e capas.
Tipos de protetores:
- couro: trabalho de soldagem elétrica, oxiacetilênica e corte a quente;
- PVC: trabalhos pesados onde haja manuseios de peças úmidas ou riscos de respingos de
produtos químicos;
- amianto: serviços que exijam contatos com peças quentes;
- aluminizado: trabalhos com exposição a calor radiante;
- lona: trabalho em funilaria, oficinas e armazéns;
- oleado (impermeável): trabalhos de lixamento à água e lavagem de peças;
- borracha: indústria petroquímica, galvanoplastia e tinturaria;
- malha de aço: frigoríficos.
ROPERBRAS SEGURANÇA DO TRABALHO – Fone: (19) 3909-4649/3819-8640 / E-mail:
[email protected] / site: www.roperbras.com.br
Proteção para os Membros Inferiores.

protetores: calçados e perneiras.
Tipos de protetores:
- calçado com biqueira de aço: para proteger os dedos dos pés contra quedas de objetos e
contra compressões acidentais;
- calçado com palmilha de aço: para proteger a planta do pé contra penetrações de pregos,
vidros ou agentes agressivos semelhantes;
- calçado para fundição: proteção contra contatos com superfícies quentes;
- calçado com solado antiderrapante: para trabalhos em locais com pisos escorregadios;
- calçado condutivo ou isolante: serviços de eletricidade em geral;
- botas de borracha ou PVC: limpeza pública, trabalhos com derivados de petróleo, nas
indústrias químicas, na mineração e nos frigoríficos (brancas);
- perneiras: proteção contra queimaduras, batidas, cortes e escoriações, nas operações de
solda e corte e na proteção contra respingos de material em fusão.
Proteção do Corpo Inteiro.

aparelhos de isolamento (autônomo ou de adução de ar): nas exposições a agente
químicos, absorvíveis pela pele, pelas vias respiratórias e digestivas;
 roupas especiais: macacão de segurança para proteção contra temperaturas
extremas (frio e calor), riscos noturnos (sinalização de rodovias e aeroportos) e radiações
ionizantes (raio X, gama, etc), ou não ionizantes (infravermelhos e ultravioletas).
Proteção Contra Quedas Com Diferença de Nível.
ROPERBRAS SEGURANÇA DO TRABALHO – Fone: (19) 3909-4649/3819-8640 / E-mail:
[email protected] / site: www.roperbras.com.br
 cintos de segurança: para trabalhos em altura superior a 2 (dois) metros em que haja
risco de queda ou em locais onde possa haver desprendimento de terra ou
desmoronamento;
 dispositivo trava-queda: para proteção do usuário contra quedas em operações com
movimentação vertical ou horizontal, quando utilizado com cinturão de segurança para
proteção contra quedas.
ROPERBRAS SEGURANÇA DO TRABALHO – Fone: (19) 3909-4649/3819-8640 / E-mail:
[email protected] / site: www.roperbras.com.br