China: O Império do Meio

Сomentários

Transcrição

China: O Império do Meio
China
–
o Império do Meio
* Em mais ou menos 3000 a.C. – Rios Yangtse-Kiang (Rio Azul) e
Hoang-ho (Rio Amarelo);
* Agricultura, pecuária e artesanato;
* Canais de irrigação, diques – Grande Canal – com mais de
2000 km de comprimento;
* Plantações
nas montanhas - Terraços
• Em mais ou menos 1500 a.C. o território era governado por vários reis –
cada rei queria dominar mais territórios – mais riqueza e gente para
explorar.
• Comandantes militares nobres apoiavam o rei, mas também poderiam
derrubá-lo – gerando insegurança política.
• Em 221 a.C. o rei Ying Zheng submeteu a todos e tronou-se o chefe
supremo – Imperador da China. Imperador = “Filho do Céu”
• Impôs sistema de escrita, unificou pesos e medidas.
• Deu nome de China ao grande país – “O Império do Centro” (se
achavam o centro do mundo).
• Ampliou exércitos.
• Obra mais famosa: A Muralha da China – 6000 km – superou o
tamanho das pirâmides do Egito – erguida por 400 mil homens –
escravos e camponeses pobres.
• Servir de barreira contra o ataque dos Mongóis (povo nômade que
vivia ao Norte da China).
* Em 1215 – Gengis Khan – conquistou a China e passou a dominar a Ásia
Central e parte da Pérsia.
• Seu neto Khubilai Khan completou a conquista tornando-se senhor de
toda a China, Mesopotâmia e Pérsia – seu gigantesco império ia da
Ásia até a Europa.
• Os dominadores absorveram grande parte da cultura da China.
Economia e sociedade:
• Plantavam arroz, sorgo, frutas e verduras.
• Amoreiras – nas terras do Estado ou em latifúndios dos nobres –
criavam o bicho-da-seda.
Rota da Seda:
• A seda é feita por uma lagarta – se enrola num casulo – fios –
finíssimos, que trançados, viram a seda.
• A partir do ano 100 a.C. os chineses começaram a vender seus
tecidos por uma rota que atravessava a Ásia Central, o norte da
Índia, a mesopotâmia e chegava até a Síria (Mediterrâneo).
* Faziam objetos de bronze, osso, porcelana e jade.
• Camponês entregava grande parte da produção ao Estado ou ao nobre.
• Moravam em cabanas de palha e barro.
• Eram convocados para as obras do Estado e nada recebiam.
• Luxo e requinte para os nobres: palácios adornados com ouro, vasos de
porcelana, cortinas de seda, enfeites de pedras preciosas...tinha
alimentação variada, enquanto o povo passava fome – a História é
repleta de revoltas.
• Inventores: papel, bússola, estribos de cavalo, carrinho de mão,
carimbo...
• Amavam poesia, o teatro, a dança e a música.
Escrita:
* Não utilizavam o alfabeto, mas símbolos – ideogramas – Cada ideograma
transmite uma ideia como um desenho.
Tao: O princípio de todas as coisas
• Século VI a.C. – Lao-Tsé – escreveu o livro Tao-te Ching – afirmando
que o Universo é feiro por dois princípios fundamentais: YIN e YANG –
são princípios opostos: YIN é o feminino (frio, molhado, escuro, ódio,
estático) e o YANG é o masculino (quente, seco, claro, amor,
dinâmico).
• Ele ensinou que todas as coisas tem YIN e YANG – bem dosados =
equilíbrio – harmonia – YIN e YANG são o TAO (vale para tudo na vida,
da comida até uma batalha).
Medicina:
• Século XVI d.C. – encontrados escritos em 42 volumes sobre
ervas, descrevendo dois mil remédios (ex. flor de Artemísia
para vermes, caulim para diarreia e ópio para dor.
Preparados químicos: sulfato de sódio como purgante e ferro
para anemia).
• Massagem: Do-in
Acupuntura: agulhas nos meridianos
Artes Marciais:
* Em 520 a.C. – Kung-Fu – luta inspirada nos movimentos dos animais – para a
defesa.
Confucionismo:
* Kung-fu Tsé (Confúcio) – século V a.C. – foi Mandarim (nobre com função
no governo – recebia educação especial) – escreveu muitos livros com
ideias que os nobres fizeram questão de divulgar entre a massa
trabalhadora – a harmonia só seria alcançada quando toda a população
fosse educada para obedecer às tradições: o filho deve obedecer ao pai, o
aluno ao mestre, os homens ao imperador, o camponês ao nobre – em
silêncio, sem resistência (o povo não pensar em se revoltar contra a
injustiça social).
Horóscopo chinês:
* O Ano Novo chinês é
baseado no calendário lunar é uma data móvel.
A tradição do horóscopo
chinês é ter um animal
simbolizando cada ano.