A Palavra EXALTAÇÃO DA SANTA CRUZ CATEQUESE

Сomentários

Transcrição

A Palavra EXALTAÇÃO DA SANTA CRUZ CATEQUESE
Ano XVII - Nº 667 - Exaltação da Santa Cruz - Ano A
Folha Informativa da Paróquia de São José - Algueirão, Mem-Martins e Mercês
A Palavra
EXALTAÇÃO DA SANTA CRUZ
“Toda a nossa glória está na Cruz de Nosso Senhor
Jesus Cristo. N’Ele está na nossa salvação, vida e ressurreição. Por Ele fomos salvos e livres.” (Gal 6,14)
A festa que hoje celebramos teve o seu início em Jerusalém, no dia 14 de Setembro do ano 335. Foi o dia da dedicação da Basílica da Ressurreição, a Igreja do Santo Sepulcro,
na qual a cruz do Senhor foi elevada, para veneração dos
fiéis. Segundo a Tradição e a lenda, foi Santa Helena, mãe
do imperador Constantino, quem descobriu o madeiro da
cruz do Senhor e o reconheceu, graças à cura de um doente
tocado por essa cruz.
Celebramos a Cruz do Senhor, e pensamos nas nossa cruzes, nas experiências dolorosas da vida humana: doenças,
guerras, ódios, morte…. A condenação à morte na cruz era
um tormento inimaginável quanto à dor e tortura. Mais, era
um sinal de infâmia, de humilhação, de sofrimento e de
vergonha para os que à cruz eram condenados…
“Só de ver uma serpente maldita levantada já morta num
poste, o povo ganhou confiança em Deus e era curado das
mordeduras” (1ª. leitura). “ Ao crucificar Jesus como maldito, sem Ele responder ao mal com o mal, toda a maldade
humana esbarrou no seu amor e saiu vencida”; e diz São
João no Evangelho “que basta olhar para esta imagem da
maldade vencida pelo amor crucificado, para ganhar confiança e ser salvo”.
O bem tem mais força que o mal. Mostrou-o o amor invencível com que Jesus respondeu na cruz a toda a maldade.
Num hino de Sexta Feira Santa, a Igreja canta: “Ó árvore
fecunda e refulgente/ Ornada com a túnica real / Sois tálamo, sois trono e sois altar/ Para o corpo chagado e glorioso. / Ó Cruz bendita, só tu nos abriste / Os braços de Jesus o
Redentor/Balança do resgate que arrancaste/ Nossas almas
das mãos do inimigo/ Cruz do Senhor, és única esperança /
no Tempo da tristeza e da Paixão. / Aumenta nos cristãos a
luz da fé / Sê para os homens o sinal da paz.
Diac Ilídio Sousa
CATEQUESE PAROQUIAL
Estão aberta as inscrições para a
catequese paroquial:
Algueirão – Sábados - 20 e 27 set,
das 15 às 19h
Mem Martins – Sábados - 20 e 27
set, das 15h às 18h
Mercês – Segunda a Sexta, das
16h30 às 17h40
- Sábados – 20 e 27 set, das 15
às 16h30
Palavras
PROGRAMA PASTORAL PAROQUIAL 2014/15
O SONHO MISSIONÁRIO
DE CHEGAR A TODOS
Após as merecidas férias, Setembro e Outubro trazem-nos o
início do novo Ano Pastoral, que terá como factor de unidade
paroquial a caminhada sinodal, cujo lema é “o sonho missionário de chegar a todos”, inspirados e guiados ,na reflexão e
na acção, pela Carta Pastoral “Evangelli Gaudii”.
O sonho comanda a vida. E sempre que o homem sonha, Deus
quer. E a obra nasce. O sonho missionário! A missão é una,
aquela que Jesus cumpriu ao ser enviado pelo Pai; aquela que
confiou aos discípulos: “Ide por todo o mundo e ensinai a Boa
Nova...” A missão é partilhada e participada por todos os discípulos. Nas palavras do Papa, somos “discípulos missionários”.
O sonho missionário de chegar a todos! Este deve ser o sonho
de discípulos: levar a chama da fé a todos, pela palavra, pelo
testemunho, pelas boas obras, pela vida orante, pela participação na comunidade, pela fé que actua pela caridade..
O sonho missionário de chegar a todos: à família, em particular às crianças e aos jovens. Não podemos confiar apenas na
tarefa da catequese, que procurará cumprir o seu papel:
anunciar Jesus. Contudo, às vezes temos a sensação de que a
acção catequética é semelhante, segundo a parábola evangélica, à semente que cai no caminho e vêm as aves do céu e comem-na, justamente porque não há a retaguarda da família
que ampare e cuide da semente que cai na vida das crianças e
dos jovens. Por isso, o sonho de chegar a todos, no seio da
família, deverá ser, antes de mais, imperativo dos pais e dos
avós.
O sonho missionário de chegar a todos: às redes de vizinhança, de bairro, de prédio, de rua, às redes sociais, às redes profissionais. Trata-se de descobrir e fomentar esta rede capilar
que leva a fé a todos os meandros da vida e da sociedade,
como leva às células do corpo o sangue a vastíssima rede capilar dos nossos vasos sanguíneos.
A paróquia – grupos incluídos – é convidada a fazer caminhada sinodal a partir do guião preparatório, já disponível. Solicitamos aos grupos, constituídos ou a constituir para o efeito,
que incluam, na sua caminhada, esta reflexão, ou nas reuniões
habituais, ou em reuniões ad hoc, programadas para o efeito.
O guião inclui citações da “Evangelli Gaudii”, acompanhadas
de questões para partilha. Sugere-se que, pelo menos, possa
haver uma reflexão mensal, não esquecendo a recolha das
conclusões para posterior envio ao secretariado diocesano do
Sínodo.
Solicitamos, por fim, aos grupos que nos façam chegar, até ao
dia 21 de Setembro, as suas datas mais importantes do novo
ano pastoral para integrar o Programa Pastoral Paroquial,
bem como o ritmo actualizado de reuniões.
PJ
Exaltação da Santa Cruz - 14 de Setembro de 2014
F E S T A N S N A T I V I D A D E 2014
EVOCAÇÃO E BENÇÃO DOS BOMBEIROS
No decurso da procissão, junto aos Bombeiros, foi
feita a seguinte alocução, seguida de oração de bênção proferida pelo Sr. Bispo
VIDA POR VIDA
NOVA IGREJAS NATIVIDADE
NÓS PRECISAMOS DA IGREJA,
A IGREJA PRECISA DE NÓS
Nesta fase crucial em que iniciámos as obras da nova Igreja,
gostaríamos de todos incluir na motivação, na participação, na
generosidade, nos sacrifícios, enfim, nas ofertas, pequenas ou
grandes, segundo as possibilidades de cada um, de cada família, de cada empresa, na certeza de que muitas pequenas ofertas contribuirão para um grande bolo de apoio á nova Igreja.
Que cada um de nós seja capaz de gerar uma rede de contactos sociais, de vizinhança, de bairro, de rua, de redes online
motivando, incentivando a todos para a concretização do sonho: a nova Igreja.
Vamos dinamizar alguns instrumentos tradicionais:
- Ofertórios das missas do 2º domingo do mês
- A Liga dos Amigos da Nova Igreja
- Passeios / Excursões
Para quem desejar depositar as suas ofertas, eis o nº da conta
bancária da nova Igreja:
Fabrica da Igreja Paroquial de S. José do Algueirão-Mem Martins: Millenium/BCP – 0033 – 0000 – 45452749269 - 05
CONSAGRAÇÃO DA NOVA IGREJA
À SENHORA DA NATIVIDADE
No decurso da procissão, junto ao estaleiro da nova Igreja, foi feita a oração
de consagração, que pode ler em: paroquiasaojose.pt, seguida de largada de
pombos.
ANGARIAÇÃO DE FUNDOS
P/ A NOVA IGREJA
Donativos diversos
554,30 €
Stand do recinto da festa
160,00 €
Fogaças
262,10 €
Receita da padroeira (na capela)
Ofertório da missa do dia 7 set
1.030,12 €
2.122,70 €
Ofertório da missa do dia 8 set
97,30 €
RESTAURAÇÃO
Donativos
1.880,77 €
Restauração
2.976,81 €
Total
Despesa
Resultado
4.857,58 €
985,77 €
3.872,81 €
CATEQUESE DE INICIAÇÃO CRISTÃ
Resultado da restauração 3.872,81 €
TOTAL DE RECEITA LÍQUIDA
Mais um ano em que a Padroeira desta terra, visita as Ruas
e espalha o aroma do Amor e da Paz! Hoje, de forma muito particular, aqui estamos diante daqueles que são os
artífices do Amor e da Solidariedade, aqueles que vivem o
lema “Vida por Vida”, a cada dia no desempenho da Missão. Vida por Vida, e a consciência do OUTRO. É a consciência de Ver no outro a prioridade: do Socorro, da Ajuda,
da Empatia, da Relação Humana.
Vida por Vida, é a mais nobre forma de viver a Compaixão
e a caridade,
Vida por Vida, é por vezes pôr em causa a sua própria Vida,
Vida por Vida é a disponibilidade, a entrega, a docilidade
de quem acolhe o Outro,
Vida por Vida é a garantia da não discriminação, é a garantia do “SOMOS UM”, da verdadeira Comunidade do Amor,
Vida por Vida é, também, a satisfação de salvar vidas, ou a
Angustia perante o fracasso. A lagrima da impotência…
Vida por Vida é Enfrentar o Fogo: aquele que não arde o
Coração, que não constrói, que não alegra, que não purifica, que não inflama; antes DESTROI VIDAS, ARRASA TERRENOS, PARTE O CORAÇÃO, defrauda Sonhos e Desejos, confronta com a solidão e enfrenta a dependência de tantos
irmãos …
Vida por vida, é a maior riqueza que Jesus nos Deixa, é o
maior lema de vida que podemos contemplar e praticar.
Jesus foi e é disso exemplo.
Maria, Mãe da Igreja, tu que tao bem soubeste viver e
praticar este Lema: na Alegria do anúncio de que ias ser a
Mãe de Deus, e na DOR de aos pés da Cruz veres o teu
filho padecer… Te pedimos, por todos aqueles e aquelas
que perderam sua Vida, no desempenho deste Lema… Te
pedimos por todos os nossos Soldados da Paz, a quem
hoje homenageamos e agradecemos a Gratuidade e a dedicação ao OUTRO,
E a nós, ensina-nos a viver como eles – a ajuda-los e a
agradecermos cada sorriso, cada momento que estamos
com eles, cada gesto, cada “colo”, cada palavra.
Ensina-nos a colher o seu testemunho de verdadeiro
Amor, de VIDA POR VIDA.
Senhora da Natividade, Padroeira desta terra que te ama,
nada é por acaso… e por isso, a tão AMADA E DESEJADA
IGREJA, será aqui tão perto… também, para que os acompanhes, olhes por eles e lhes dês “colo” nas horas de Dor.
Pedro Cardoso
8.106,33 €
PARA A 1ª COMUNHÃO
PARA O CRISMA
PARA O BAPTISMO
Estão abertas as inscrições:
no cartório, na secretaria de M Martins e Mercês
“O sonho missionário de chegar a todos ”
Largo da Igreja - 2725-061 Mem Martins| Tel: 219226390 Fax: 219226399 | e-mail: [email protected] http://www.paroquiasaojose.pt/