Simulado Enem 2011

Сomentários

Transcrição

Simulado Enem 2011
Simulado Enem
2011
FTD Sistema de Ensino
2
Prova de Redação e de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias
Prova de Matemática e suas Tecnologias
LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES SEGUINTES
Este CADERNO DE QUESTÕES contém a Proposta de Redação e 90 questões
numeradas de 91 a 180, dispostas da seguinte maneira:
a. as questões de número 91 a 135 são relativas à área de Linguagens,
Códigos e suas Tecnologias;
b. as questões de número 136 a 180 são relativas à área de Matemática
e suas Tecnologias.
ATENÇÃO: as questões de 91 a 95 são relativas à língua estrangeira. Você deverá
responder apenas às questões relativas ao idioma de língua estrangeira
(inglês ou espanhol) escolhido e assinalar em seu caderno de provas.
2 Verifique, no CARTÃO-RESPOSTA, se os seus dados estão registrados
corretamente. Caso haja alguma divergência, comunique-a imediatamente
ao aplicador da sala.
3 Após a conferência, escreva e assine seu nome nos espaços próprios do
CARTÃO-RESPOSTA com caneta esferográfica de tinta preta.
4 Não dobre, não amasse, nem rasure o CARTÃO-RESPOSTA. Ele não poderá
ser substituído.
5 Para cada uma das questões objetivas, são apresentadas 5 opções,
identificadas com as letras A , B , C , D e E . Apenas uma responde
corretamente à questão.
6 No CARTÃO-RESPOSTA, marque, para cada questão, a letra correspondente
à opção escolhida para a resposta, preenchendo todo o espaço
compreendido no círculo, com caneta esferográfica de tinta preta.
Você deve, portanto, assinalar apenas uma opção em cada questão. A
7
8
9
10
11
marcação em mais de uma opção anula a questão, mesmo que uma das
respostas esteja correta.
O tempo disponível para estas provas é de cinco horas e trinta minutos.
Reserve os 30 minutos finais para marcar seu CARTÃO-RESPOSTA. Os
rascunhos e as marcações assinaladas no CADERNO DE QUESTÕES não
serão considerados na avaliação.
Quando terminar as provas, entregue ao aplicador este CADERNO DE
QUESTÕES e o CARTÃO-RESPOSTA.
Você somente poderá deixar o local de prova após decorridas duas horas
do início da sua aplicação. Caso permaneça na sala por, no mínimo,
cinco horas após o início da prova, você poderá levar este CADERNO DE
QUESTÕES.
Você será excluído do exame caso:
a. utilize, durante a realização da prova, máquinas e/ou relógios de
calcular, bem como rádios, gravadores, headphones, telefones
celulares ou fontes de consulta de qualquer espécie;
b. se ausente da sala de provas levando consigo o CADERNO DE
QUESTÕES e/ou o CARTÃO-RESPOSTA antes do prazo estabelecido;
c. aja com incorreção ou descortesia para com qualquer participante
do processo de aplicação das provas;
d. se comunique com outro participante, verbalmente, por escrito ou
por qualquer outra forma;
e. apresente dado(s) falso(s) na sua identificação pessoal.
Nota da redação
Nota da prova
19991883
1
Folha de Redação
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
PROPOSTA DE REDAÇÃO
Com base na leitura dos seguintes textos motivadores e nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação,
redija um texto dissertativo-argumentativo em norma culta escrita da língua portuguesa sobre o tema A luta por melhores condições de trabalho, apresentando experiência ou proposta de ação social que respeite os direitos humanos.
Selecione, organize e relacione, de forma coerente e coesa, argumentos e fatos para defesa do seu ponto de vista.
Germinal
Trabalhadores despertos
O título do livro e do filme nos confunde um pouco e, se não estivermos a par da temática da obra de Émile
Zola, que deu origem ao filme de Claude Berri, podemos passar por esse filme na locadora sem percebê-lo e
sem dar a ele o devido valor. [...]
Germinal refere-se ao processo de gestação e maturação de movimentos grevistas e de uma atitude mais
ofensiva por parte dos trabalhadores das minas de carvão do século XIX na França em relação à exploração de
seus patrões; nesse período alguns países passavam a integrar o seleto conjunto de nações industrializadas
ao lado da pioneira Inglaterra, entre os quais a França, palco das ações descritas no romance e representadas
no filme.
[...]
Vilipendiado, roubado, esgotado, trabalhando em condições totalmente impróprias, inseguro, sujeito a acidentes que podem ceifar-lhe a vida ou decepar-lhe um braço ou uma perna, assim nos é mostrado o proletariado francês nas telas. Inserido na escuridão das minas de carvão, sujo, cumprindo jornadas de 14, 15 ou 16
horas, recebendo salários baixíssimos e tendo que ver sua família toda se encaminhar para o mesmo tipo de
trabalho e péssimas condições, pouco resta aos trabalhadores senão a luta contra aqueles que os oprimem.
MACHADO, João Luís de Almeida. Germinal: trabalhadores despertos.
Extraído do site: <www.planetaeducacao.com.br/portal/artigo.asp?artigo=54>.
Acesso em: 14 jun. 2011.
RED – 2o. dia
5
Simulado Enem 2011
Eduardo Naddar/Folhapress
Bombeiros têm apoio de servidores da educação e saúde em protesto
Bombeiros do Rio realizam manifestação em Copacabana
e soltam 439 balões simbolizando os bombeiros presos.
Servidores de diversas categorias do funcionalismo público estadual do Rio participam da passeata promovida
pelos bombeiros na manhã deste domingo na orla da praia de Copacabana. Entre as categorias representadas
estão professores, profissionais da área de saúde, agentes penitenciários e petroleiros.
“Viemos aqui para dar nossa solidariedade aos bombeiros e tentar obter visibilidade porque o governador
parece que não nos enxerga”, disse o professor de matemática Samuel Silva, de São João do Meriti, na Baixada Fluminense.
[...]
Denúncia à Justiça
Na sexta-feira, o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro apresentou denúncia à Justiça contra os
429 bombeiros e dois policiais militares que participaram da ocupação do quartel central.
Os 431 presos foram denunciados por motim (artigo 149 do Código Penal Militar, pena de reclusão de 4 a 8
anos), danos em material de utilidade militar (pena de reclusão de até 6 anos) e danos a 12 carros da corporação
(pena de reclusão de 2 a 10 anos).
MENCHEM, Denise. Bombeiros têm apoio de servidores da educação e saúde em protesto. Folha Online, São Paulo, 12 jun. 2011. Extraído do site: <www1.folha.uol.com.br/
cotidiano/928942-bombeiros-tem-apoio-de-servidores-da-educacao-e-saude-em-protesto.shtml>. Acesso em: 14 jun. 2011.
Instruções:
• Seu texto tem de ser escrito à tinta, na folha própria.
• Desenvolva seu texto em prosa: não redija narração, nem poema.
• O texto com até 7 (sete) linhas escritas será considerado texto em branco.
• O texto deve ter, no máximo, 30 linhas.
• O Rascunho da redação deve ser feito no espaço apropriado.
RED – 2o. dia
6
Simulado Enem 2011
Linguagens, Códigos e suas Tecnologias
Questões de 91 a 135
Questões de 91 a 95 (opção inglês)
Questão 91
Peanuts, de Charles Schulz. Extraído do site: <www.gocomics.com/peanuts/2011/03/31>. Acesso em: 9 jun. 2011.
As frases I didn’t feel very well when I got up this morning e You looked like you were feeling better expressam,
respectivamente:
a)
b)
c)
d)
e)
uma verdade e uma mentira.
uma afirmação e uma mentira.
uma impressão e uma verdade.
um fato e uma impressão.
um fato e uma opinião.
Questão 92
a)
b)
c)
d)
e)
Observe o anúncio de uma empresa que desenvolve
softwares:
We have many computers to help you.
We are present in South and North Americas.
Our technology is around the world.
We protect the world with a wide net.
We are bigger and better than others.
Fotosearch
Texto comum às questões 93 e 94.
Now there’s a scientific explanation for why Big
Bird chooses to live in downtown Manhattan. For
the first time, researchers have found evidence that
the most successful urban bird species have bigger
brains than exclusively rural species, suggesting a
Extraído do site: <www.zervidesk.com/aboutus.html>.
Acesso em: 7 jun. 2011.
Considerando a importância das imagens para a linguagem da publicidade, assinale a alternativa que melhor
se relaciona com o anúncio.
LC – 2o. dia
7
Simulado Enem 2011
greater adaptability to unnatural environments. By
measuring the brain volumes of 82 different bird
species (corrected for body size) and comparing
them against each group’s ability to breed in 12
different urban centers in Europe, the researchers
found a strong correlation between large brains
and city-dwelling. In their paper published in
Biology Letters today, the authors suggest that this
phenomenon likely holds true for other vertebrates
as well: street smarts help birds find innovative
solutions to problems such as a lack of trees,
ubiquitous plate glass windows, and deciding
whether or not to eat streetcart hot dogs off the
sidewalk.
d) exemplo.
e) adição.
Questão 95
Michelle
Michelle, ma belle,
these are words that go together well,
my Michelle.
Michelle ma belle,
Sont les mots qui vont très bien ensemble
Tres bien ensemble.
REARDON, Sara. Smart birds live in the city. Science Magazine. Extraído do site: <http://
news.sciencemag.org/sciencenow/2011/04/scienceshot-smart-birds-live-in.html?ref=hp>.
Acesso em: 7 jun. 2011
I love you, I love you, I love you,
Questão 93
that’s all I want to say,
De acordo com o texto, foi encontrada uma explicação científica para o fato de certas aves se adaptarem
com mais facilidade ao ambiente urbano. Assinale a
alternativa com a frase do texto que apresenta essa
explicação.
Until I find a way,
I will say the only words I know that you’ll
understand.
a) The most successful urban bird species have bigger
brains.
b) And comparing them against each group’s ability to
breed in 12 different urban centers.
c) Street smarts help birds find innovative solutions to
problems.
d) And deciding whether or not to eat streetcart hot
dogs off the sidewalk.
e) Suggesting a greater adaptability to unnatural
environments.
Michelle ma belle,
Sont les mots qui vont très bien ensemble
Tres bien ensemble.
[...]
LENNON, John; McCARTNEY, Paul. Michelle. In: Rubber Soul. EMI Records, 1965.
Considerando a letra da canção e o fato de ter sido composta por dois ingleses, pode-se inferir que a inserção
de termos em francês foi feita porque:
a) a amada era pouco culta na língua francesa.
b) havia intenção de impressionar Michelle, pois o
francês é considerado uma língua mais romântica
que o inglês.
c) propiciava rimas fáceis de ser compreendidas por
todos.
d) dava mais ritmo à música.
e) Michelle, provavelmente uma francesa, entenderia
mais facilmente que era amada.
Questão 94
A expressão such as em street smarts help birds find
innovative solutions to problems such as a lack of trees,
ubiquitous plate glass windows, and deciding whether
or not to eat streetcart hot dogs off the sidewalk indica:
a) contraste.
b) causa.
c) conclusão.
LC – 2o. dia
8
Simulado Enem 2011
Linguagens, Códigos e suas Tecnologias
Questões de 91 a 135
Questões de 91 a 95 (opção espanhol)
Questão 92
Texto comum às questões 91 e 92.
A expressão Más aún cuando (ref. 1):
Se gasta menos, pero solo lo sabe una
minoría
a) estabelece uma comparação entre a afirmação anterior e o que será expressado.
b) indica que nada relevante será acrescentado além
da afirmação feita anteriormente.
c) indica que será introduzido um assunto completamente distinto do anterior.
d) indica que o que será dito é especialmente pertinente.
e) introduz uma exceção à afirmação anterior.
Los expertos estiman que la conducción
eficiente ayuda a ahorrar hasta un 20%
de combustible – De los 25 millones de
conductores en España, solo el 0,5% han
podido tomar gratis estos cursos.
Gastar un 20% menos de combustible no
es una oferta desdeñable. Más aún cuando 1
los precios de los carburantes rozan máximos
históricos por el alza del petróleo que ha
provocado la guerra en Libia. Aunque la mejor
manera de ahorrar gasolina es dejar el coche en el
garaje, la conducción eficiente, según coinciden
todos los expertos, es una buena alternativa para
reducir la factura del crudo. Más efectiva, incluso,
que la polémica limitación de la velocidad máxima
a 110 kilómetros por hora que el Gobierno adoptó
el pasado 25 de febrero para ahorrar energía. Las
técnicas de la llamada “conducción inteligente”
– marchas largas, velocidad estable, arranque
del motor sin pisar el acelerador – han sido
desde entonces extensamente publicitadas por
los clubes de automovilistas, asociaciones de
conductores y profesionales del mundo del motor
como el santo grial del ahorro de carburante. Pero
una cosa es la teoría y otra la práctica.
Texto comum às questões 93 e 94.
Lámpara Wall Rupture, de Thierry Dreyfusz.
Las lámparas huyen del techo
La tecnología led acerca las luminarias
al arte contemporáneo.
BLANCO, Patricia R. Se gasta menos, pero solo lo sabe una minoría. El País, Madri, 24
abr. 2011. Extraído do site: <www.elpais.com/articulo/sociedad/gasta/solo/sabe/minoria/
elpepusoc/20110424elpepisoc_1/Tes>. Acesso em: 8 jun. 2011.
Las lámparas están cansadas de colgar
del techo. Y cuando lo hacen, prefieren pasar
inadvertidas. Los ledes redibujan el mundo de
las pantallas con ingenio y propuestas que, cada
vez más, acercan el mundo de las luminarias
al del arte contemporáneo. No en vano, Thierry
Dreyfus presentó su lámpara Wall Rupture (Grieta),
producida por la empresa italiana Flos, en la última
feria Art Basel celebrada en Miami. Esa fuente de
Questão 91
Pode-se dizer que o texto pertence ao gênero:
a)
b)
c)
d)
e)
reportagem.
ensaio.
conto.
editorial.
tese.
LC – 2o. dia
9
Simulado Enem 2011
luz se empotra en un muro formando una gran
fisura, plateada o dorada, de la que brota una
sucesión de ledes. Cerca del territorio del arte que
altera los espacios, la presencia de esa lámpara,
aparentemente invisible, recuerda también la belleza
de una falla o de una erupción volcánica.
se empezó a proteger en los ochenta. Gracias a
las campañas ecologistas se ha salvado, pero su
supervivencia es a costa de las reses que le sirven de
alimento. Y eso ha puesto en guardia a los ganaderos.
ZABALBEASCOA, Anatxu. Las lámparas huyen del techo. El País, Madri, 25 abr.
2011. Extraído do site: <www.elpais.com/articulo/Tendencias/lamparas/huyen/techo/
elpeputec/20110425elpepitdc_1/Tes>. Acesso: 8 jun. 2011.
Qual palavra ou expressão do português não tem o mesmo sentido da conjunção pero no trecho Pero el grito
de su padre le recordó los límites?
CAVERO, Eva. El lobo hostiga a la ganadería. El País, Madri, 24 abr. 2011.
Extraído do site: <www.elpais.com/articulo/reportajes/lobo/hostiga/ganaderia/
elpepusoc/20110424elpdmgrep_4/Tes>. Acesso em: 9 jun. 2011.
Questão 93
a)
b)
c)
d)
e)
De acordo com o texto, pode-se afirmar que a tecnologia led:
a) não alterou o design das luminárias.
b) aproximou o mundo das luminárias ao da arte contemporânea.
c) recorda a beleza de uma falha ou de uma erupção
vulcânica.
d) saiu do mundo da arte para ser utilizada na fabricação de equipamentos eletrônicos.
e) perdeu destaque após o surgimento das luminárias
decorativas.
Questão 96
Texto I
O açúcar
O branco açúcar que adoçará meu café
nesta manhã de Ipanema
não foi produzido por mim
Questão 94
nem surgiu dentro do açucareiro por milagre.
O autor do texto afirma que as lâmpadas:
a)
b)
c)
d)
e)
No entanto.
Porém.
Mas.
Apesar de.
Entretanto.
Vejo-o puro
estão cansadas de iluminar o teto.
permanecerão apenas para efeito decorativo.
serão todas decoradas em cor dourada.
terão o efeito de uma erupção vulcânica.
não ficarão somente no teto.
e afável ao paladar
como beijo de moça, água
na pele, flor
que se dissolve na boca. Mas este açúcar
não foi feito por mim.
Questão 95
El lobo hostiga a la ganadería
Este açúcar veio
La repoblación de la especie choca con los
intereses de los dueños de explotaciones en
zonas donde se había extinguido. El Duero marca
en Castilla y León los límites de caza.
da mercearia da esquina e tampouco o fez o
[Oliveira,
dono da mercearia.
“¿Qué haces con la chata? ¡Deja eso ahora mismo,
que no tienes ni licencia de armas!”. Era de noche y
los lobos atacaban a las ovejas de Julián, ganadero
de 45 años, que pastaban a unos kilómetros al norte
de Ávila. La primera reacción de su hijo Daniel, de
25 años, fue coger la escopeta. Pero el grito de su
padre le recordó los límites: para los cuentos quedan
los tiempos en que matar un lobo era motivo de
celebración. El lobo, casi extinto en los años setenta,
de uma usina de açúcar em Pernambuco
LC – 2o. dia
Este açúcar veio
ou no Estado do Rio
e tampouco o fez o dono da usina.
Este açúcar era cana
e veio dos canaviais extensos
que não nascem por acaso
no regaço do vale.
10
Simulado Enem 2011
Em lugares distantes, onde não há hospital
e) ambos os textos são literários, porquanto trazem imagens sugestivas, empregadas de forma objetiva, apesar das frases vazias que, por vezes, apresentam.
nem escola,
homens que não sabem ler e morrem de fome
aos 27 anos
Questão 97
plantaram e colheram a cana
Viva, leia e... escreva
que viraria açúcar.
Leia de tudo. Não caia na armadilha de ler apenas autores “consagrados”. Leia “bons” autores
para se encantar e aprender a escrever. Leia “maus”
autores para conhecer o imaginário do mundo. Leia
bulas de remédio, outdoors, cartazes, anúncios de
classificados.
Em usinas escuras,
homens de vida amarga
e dura
produziram este açúcar
branco e puro
Lendo e escrevendo, você vai adquirir o que Celso Pedro Luft chamou de “gramática interna”. Vai
conhecer por instinto as regras gramaticais e a grafia
das palavras. De quebra, vai aprender a pensar.
com que adoço meu café esta manhã em Ipanema.
GULLAR, Ferreira. Os melhores poemas de Ferreira Gullar. 2. ed. Seleção de Alfredo Bosi.
São Paulo: Global, 1985. p. 60-1.
Texto II
Escreve bem quem pensa bem, ensinam os
mestres. Aprende a pensar quem vive, acumula
experiências, conversa, observa, viaja (nem que
seja em pensamento), estuda, lê (mais uma vez,
de tudo), escreve, arrisca.
A cana-de-açúcar
Originária da Ásia, a cana-de-açúcar foi introduzida no Brasil pelos colonizadores portugueses
no século XVI. A região que durante séculos foi a
grande produtora de cana-de-açúcar no Brasil é a
Zona da Mata nordestina, onde os férteis solos de
massapé, além da menor distância em relação ao
mercado europeu, propiciaram condições favoráveis
a esse cultivo. Atualmente, o maior produtor nacional
de cana-de-açúcar é São Paulo, seguido de Pernambuco, Alagoas, Rio de Janeiro e Minas Gerais. Além
de produzir o açúcar, que em parte é exportado e
em parte abastece o mercado interno, a cana serve
também para a produção de álcool, importante nos
dias atuais como fonte de energia e de bebidas. A
imensa expansão dos canaviais no Brasil, especialmente em São Paulo, está ligada ao uso do álcool
como combustível.
Nenhum manual consegue, sozinho, ensinar a
pensar. Quem não pensa não tem boas ideias. Quem
não as tem não pode dá-las, adverte Othon M. Garcia.
Simples assim.
TERZAKIS, Philio. Extraído do site: <www.algosobre.com.br/cultura/viva-leia-e...-escreva.
html>. Acesso em: 30 maio 2011.
Sobre o uso das aspas no texto, pode-se afirmar que:
a) o uso de aspas em “bons” tem uma função completamente distinta do uso das aspas em “maus”.
b) as aspas em “bons” e “maus” têm o objetivo principal de intensificar o sentido desses adjetivos.
c) “gramática interna” está entre aspas porque se trata
de uma expressão criada por outro autor.
d) as aspas na expressão “gramática interna” foram
utilizadas para provocar efeito de ironia.
e) as aspas em “consagrados” foram utilizadas para
mostrar que a opinião de que existem autores consagrados é exclusiva do autor do texto.
VESENTINI, J. W. Brasil, sociedade e espaço. São Paulo: Ática, 1992. p. 106.
Quanto à tipologia textual é correto afirmar que:
a) o texto I não é literário, pois, entre outras características, é um poema que emprega imagens sugestivas.
b) o texto II, também literário, aborda o tema de forma
mais clara e objetiva, a fim de enfatizar a mensagem.
c) o texto I, apesar de ter a forma de poema, não se
caracteriza como literário, pois apresenta, muitas
vezes, frases vazias, sem significação.
d) o texto II não é literário e apresenta, com objetividade, informações sobre o tema.
LC – 2o. dia
Questão 98
Um adolescente um pouco sem rumo, estranhando seu próprio comportamento, paradoxalmente desafiador e arrependido, para você na rua e
fala: “Estou só passando por uma fase agora. Todo
o mundo passa por fases, não é?” Alguém talvez
11
Simulado Enem 2011
reconheça sua voz. É Holden, o herói do romance O
Apanhador no Campo de Centeio, de J. D. Salinger.
b) Estudou muito para a prova de inglês, mas infelizmente foi mal.
c) O professor entrou na sala, cumprimentou os alunos e começou a dar aula.
d) Ele duvidou de que seu amigo tivesse viajado
sozinho.
e) Ele acolheu o gato que estava perdido no bairro.
Aproveitando-se da situação, atrás e ao lado
dele se aglomeram pais e mães de adolescentes.
Eles também perguntam: “Então, é assim? Vai passar? É só uma fase?”
Resposta de bolso, caso Holden e os pais o
parem na rua: “Não. Não é apenas uma fase. Por
isso, nada garante que passe”.
Questão 100
Não é o ângulo reto que me atrai, nem a linha
reta, dura, inflexível, criada pelo homem. O que me
atrai é a curva livre e sensual, a curva que encontro
nas montanhas de meu país. No curso sinuoso dos
seus rios, nas ondas do mar, no corpo da mulher
preferida. De curvas é feito todo o universo, o universo curvo de Einstein.
Nossos adolescentes amam, estudam, brigam,
trabalham. Batalham com seus corpos, que se esticam e se transformam. Lidam com as dificuldades
de crescer no quadro complicado da família moderna. Como se diz hoje, eles se procuram e eventualmente se acham. Mas, além disso, eles precisam
lutar com a adolescência, que é uma criatura um
pouco monstruosa, sustentada pela imaginação de
todos, adolescentes e pais. Um mito, inventado no
começo do século 20, que vingou sobretudo depois
da Segunda Guerra Mundial.
NIEMEYER, Oscar. Extraído do site: <www.pr.gov.br/mon/permanentes.htm>.
Acesso em: 15 jun. 2011.
Acerca da estrutura gramatical do texto acima, pode-se
afirmar que:
a) Não é o ângulo reto que me atrai é um período simples.
b) que encontro nas montanhas de meu país é uma
oração subordinada adjetiva explicativa.
c) De curvas é feito todo o universo é um período
composto.
d) em Não é o ângulo reto que me atrai, o que é um
pronome relativo.
e) no corpo da mulher preferida é uma oração subordinada a nas ondas do mar.
A adolescência é o prisma pelo qual os adultos
olham os adolescentes e pelo qual os próprios adolescentes se contemplam. Ela é uma das formações
culturais mais poderosas de nossa época.
Objeto de inveja e de medo, ela dá forma aos sonhos de liberdade ou de evasão dos adultos e, ao mesmo tempo, a seus pesadelos de violência e desordem.
CALLIGARIS, Contardo. A adolescência. São Paulo: Publifolha, 2000. p. 12.
Questão 101
De acordo com o texto, a adolescência:
a) é uma fase difícil, cheia de conflitos, mas que, certamente, passa.
b) é tratada com descaso por pais de adolescentes e
adultos em geral.
c) não é mais motivo de preocupação entre jovens e
adultos, pois há hoje mais consciência de que se
trata apenas de uma fase.
d) alimenta um imaginário que pode dificultar as pessoas
a perceberem a individualidade de cada adolescente.
e) é um conceito já em desuso pela sociedade atual.
O poeta é um fingidor.
Finge tão completamente
Que chega a fingir que é dor
A dor que deveras sente.
[...]
PESSOA, Fernando. Autopsicografia. In: GALHOZ, Maria Aliete (Org.). Obra poética.
Rio de Janeiro: Nova Aguilar, 1986. p. 164.
Considerando os aspectos fonológicos dos versos de
Fernando Pessoa, constata-se que:
a)
b)
c)
d)
e)
Questão 99
Em um período composto, há orações que podem exercer a função de objeto direto da oração principal. Pode-se
perceber essa situação em qual dos períodos a seguir?
a) Quero que você vá ao mercado.
LC – 2o. dia
12
há duas ocorrências de hiato.
no primeiro verso há dois encontros consonantais.
há sete dígrafos.
no quarto verso há um dígrafo.
a palavra completamente possui 13 letras e 12 fonemas.
Simulado Enem 2011
Questão 102
As pessoas atrapalham. Estão em toda parte.
[Multiplicam-se em excesso.
Bullying
As cousas são quietas. Bastam-se. Não se
Bullying é um termo da língua inglesa (bully =
“valentão”) que se refere a todas as formas de atitudes agressivas, verbais ou físicas, intencionais e
repetitivas, que ocorrem sem motivação evidente
e são exercidas por um ou mais indivíduos, causando dor e angústia, com o objetivo de intimidar
ou agredir outra pessoa sem ter a possibilidade ou
capacidade de se defender, sendo realizadas dentro
de uma relação desigual de forças ou poder.
[metem com ninguém.
Uma pedra. Um armário. Um ovo. (Ovo, nem
[sempre,
Ovo pode estar choco: é inquietante...)
As cousas vivem metidas com as suas cousas.
E não exigem nada.
Apenas que não as tirem do lugar onde estão.
[...]
E João pode neste mesmo instante vir bater à
[nossa porta.
O bullying é um problema mundial, podendo
ocorrer em praticamente qualquer contexto no qual
as pessoas interajam, tais como escola, faculdade/
universidade, família, mas pode ocorrer também
no local de trabalho e entre vizinhos. Há uma tendência de as escolas não admitirem a ocorrência
do bullying entre seus alunos; ou desconhecem o
problema ou se negam a enfrentá-lo. Esse tipo de
agressão geralmente ocorre em áreas onde a presença ou supervisão de pessoas adultas é mínima
ou inexistente. Estão inclusos no bullying os apelidos pejorativos criados para humilhar os colegas.
Para quê? não importa: João vem!
E há-de estar triste ou alegre, reticente ou falastrão,
Amigo ou adverso... João só será definitivo
Quando esticar a canela. Morre, João...
[...]
QUINTANA, Mário. Nariz de vidro. 14. ed.
São Paulo: Moderna, 1996. p. 30.
Pode-se concluir que no poema:
a) o eu lírico utiliza argumentos que esclarecem sua
preferência pelas coisas e pelas pessoas.
b) o eu lírico enfatiza a beleza do movimento da vida.
c) o eu lírico mostra preferência por João morto, pois
assim ele ficaria quieto como as cousas.
d) o trecho entre aspas define substantivo como algo
imutável.
e) a presença do ou em reticente ou falastrão indica
que os dois adjetivos são sinônimos.
CAMARGO, Orson. Extraído do site: <www.brasilescola.com/sociologia/bullying.htm>.
Acesso em: 16 jun. 2011.
De acordo com o texto:
a) o bullying é uma prática recente nas escolas que se caracteriza pelas agressões físicas sofridas pelos alunos.
b) a repetição das agressões é uma das características do bullying.
c) a prática de bullying acontece com mais frequência
em escolas públicas.
d) as escolas não admitem o bullying porque não têm
meios para identificação e solução do problema.
e) sempre há um motivo importante que leva as pessoas a praticarem o bullying.
Questão 104
Mulher proletária
Mulher proletária – única fábrica
que o operário tem, (fábrica de filhos)
tu
na tua superprodução de máquina humana
Questão 103
forneces anjos para o Senhor Jesus,
De gramática e de linguagem
forneces braços para o senhor burguês.
E havia uma gramática que dizia assim:
Mulher proletária,
“Substantivo (concreto) é tudo quanto indica
Pessoa, animal ou cousa: João, sabiá, caneta”.
o operário, teu proprietário
Eu gosto é das cousas. As cousas, sim!...
há de ver, há de ver:
LC – 2o. dia
13
Simulado Enem 2011
a tua produção,
Durante a reunião, os chefes de Estado definiram que a II reunião da Cosban será realizada no
Brasil, no segundo semestre de 2011, “e realizar
tempestivamente reuniões de suas subcomissões,
o que contribuirá para a progressiva implementação
do PAC”. Manifestaram, ainda, satisfação com a
implementação do Plano de Ação Conjunta 2010-2014 entre os dois governos e enfatizaram a necessidade de continuá-la de forma acelerada.
a tua superprodução,
ao contrário das máquinas burguesas
salvar teu proprietário.
LIMA, Jorge de. Mulher proletária. In: BUENO, Alexei (Org.). Poesia completa.
Rio de Janeiro: Nova Aguilar, 1997. p. 286-7.
Sobre o poema conclui-se que:
a) a condição da mulher (fábrica de filhos) é uma das
opções de lucro do operário.
b) o verso forneces anjos para o Senhor Jesus remete
à ideia de sacrifício religioso.
c) a produção e a superprodução da mulher proletária
salvam as máquinas burguesas.
d) os proprietários da mulher proletária são o operário,
o Senhor Jesus e o senhor burguês.
e) o verso ao contrário das máquinas burguesas
mostra que as máquinas burguesas não salvam o
operário.
Extraído do site: <http://blog.planalto.gov.br/
as-relacoes-sino-brasileiras-adquirem-conteudo-estrategico-e-significado-global>.
Acesso em: 29 jun. 2011.
De acordo com o texto, o encontro entre os presidentes
do Brasil e da China serviu:
a) para demonstrar a progressiva implementação do PAC.
b) para promover o intercâmbio cultural entre os poderes
legislativo, judiciário, executivo e bilateral.
c) para estreitar relações e propor negócios internacionais de interesse comum.
d) para divulgar as relações sino-brasileiras entre a
Cosban e o PAC.
e) para fortalecer a confiança mútua no comunismo
chinês, visando a ampliar a rede de cidades e estados economicamente independentes.
Questão 105
“Em clima cordial e amistoso”, a presidenta Dilma Rousseff e o presidente da China, Hu Jintao,
reuniram-se nesta terça-feira (12/4), em Pequim,
quando trocaram opiniões sobre as relações bilaterais e temas regionais e internacionais de interesse comum. Na ocasião, segundo informações
do Itamaraty, os presidentes obtiveram consensos
importantes e avaliaram positivamente a parceria
estratégica Brasil-China, “dois grandes países em
desenvolvimento que têm atuação crescente em
suas respectivas regiões e no plano internacional”.
Questão 106
Traduzir-se
Uma parte de mim
é todo mundo:
outra parte é ninguém:
fundo sem fundo.
Uma parte de mim
é multidão:
outra parte estranheza
e solidão.
Uma parte de mim
pesa, pondera:
outra parte
delira.
De acordo com o Ministério das Relações Exteriores (MRE), Dilma Rousseff e Hu Jintao reiteraram
o compromisso de continuar a avaliar e promover
o desenvolvimento das relações bilaterais com
visão estratégica e de longo alcance; de manter
estreito contato para fortalecer a confiança mútua;
promover ativamente o intercâmbio e a cooperação
entre os órgãos dos poderes legislativo e judiciário,
entre partidos políticos, e estimular a ampliação da
rede de cidades e estados irmãos. Os presidentes
deram ainda grande importância ao papel positivo
desempenhado pela Comissão Sino-Brasileira de
Alto Nível de Cooperação e Concertação (Cosban)
na orientação e coordenação da cooperação bilateral em suas diversas áreas.
LC – 2o. dia
Uma parte de mim
almoça e janta:
outra parte
se espanta.
Uma parte de mim
é permanente:
outra parte
se sabe de repente.
14
Simulado Enem 2011
Uma parte de mim
é só vertigem:
outra parte,
linguagem.
c) o primeiro quadro da tira, que não possui linguagem
verbal, mostra Calvin chegando em casa pensativo.
d) Calvin sente-se bem ao se sentar perto do fogo porque vê que terá a companhia de Haroldo.
e) o último quadro da tira indica que Haroldo finge
dormir para brincar com Calvin.
Traduzir uma parte
na outra parte
— que é uma questão
de vida ou morte —
será arte?
Questão 108
No dia seguinte fui à sua casa, literalmente correndo. Ela não morava num sobrado como eu, e sim
numa casa. Não me mandou entrar. Olhando bem
para meus olhos, disse-me que havia emprestado
o livro a outra menina, e que eu voltasse no dia
seguinte para buscá-lo. Boquiaberta, saí devagar,
mas em breve a esperança de novo me tomava toda
e eu recomeçava na rua a andar pulando, que era o
meu modo estranho de andar pelas ruas de Recife.
Dessa vez nem caí: guiava-me a promessa do livro,
o dia seguinte viria, os dias seguintes seriam mais
tarde a minha vida inteira, o amor pelo mundo me
esperava, andei pulando pelas ruas como sempre
e não caí nenhuma vez.
GULLAR, Ferreira. Os melhores poemas de Ferreira Gullar. 2. ed. Seleção de Alfredo Bosi.
São Paulo: Global, 1985. p. 144-5.
Para Ferreira Gullar, a linguagem transcende o horizonte
das palavras, e mais que isso, é arte, e por meio dessa
arte também se expressa e se traduz arte: arte da vida,
arte da morte, arte do homem em si. Com o intuito de
se autodefinir, o texto apresenta:
a) confusão interior do eu lírico, marcada pela frequente presença de antíteses e paradoxos.
b) predominância da tipologia descritiva e estrofes
construídas com paralelismo sintático.
c) presença da função referencial, expressa por meio
da subjetividade do tema e do formato em versos.
d) relação marcante de causa e consequência em
cada estrofe.
e) divisão de estrofes baseada em critérios estéticos,
a qual é apresentada sequencialmente de maneira
lógica.
Mas não ficou simplesmente nisso. O plano secreto da filha do dono de livraria era tranquilo e diabólico. No dia seguinte lá estava eu à porta de sua
casa, com um sorriso e o coração batendo. Para
ouvir a resposta calma: o livro ainda não estava em
seu poder, que eu voltasse no dia seguinte. Mal
sabia eu como mais tarde, no decorrer da vida, o
drama do “dia seguinte” com ela ia se repetir com
meu coração batendo.
Questão 107
E assim continuou. Quanto tempo? Não sei. Ela
sabia que era tempo indefinido, enquanto o fel não
escorresse todo de seu corpo grosso. Eu já começara a adivinhar que ela me escolhera para eu
sofrer, às vezes adivinho. Mas, adivinhando mesmo,
às vezes aceito: como se quem quer me fazer sofrer
esteja precisando danadamente que eu sofra.
Extraído do site: <http://depositodocalvin.blogspot.com/2008/04/calvin-haroldotirinha-408.html>. Acesso em: 17 jun. 2011.
A tira acima, criada pelo norte-americano Bill Watterson,
retrata de forma divertida o cotidiano de um menino
chamado Calvin e seu tigre de estimação, Haroldo, apresentado no último quadro. Com base nas imagens e no
diálogo, é possível afirmar que:
LISPECTOR, Clarice. Felicidade clandestina. Rio de Janeiro: Rocco, 1998. p. 10-1.
O trecho acima, do conto Felicidade clandestina, de
Clarice Lispector, apresenta uma narradora-personagem, já adulta, que conta sobre um fato que viveu na
infância. Durante a narração, ela mostra percepções
que não tivera na época do acontecimento. Essas
percepções podem ser representadas por qual trecho
a seguir?
a) Calvin reflete sobre a necessidade de ficar fora de
casa no inverno após ver Haroldo já aquecido perto
da lareira.
b) a alegria de Calvin é decorrente dos cuidados maternos.
LC – 2o. dia
15
Simulado Enem 2011
a) Dessa vez nem caí: guiava-me a promessa do livro,
o dia seguinte viria.
b) Eu já começara a adivinhar que ela me escolhera
para eu sofrer.
c) Olhando bem para meus olhos, disse-me que havia
emprestado o livro a outra menina.
d) No dia seguinte lá estava eu à porta de sua casa,
com um sorriso.
e) Mal sabia eu como mais tarde, no decorrer da vida,
o drama do “dia seguinte” com ela ia se repetir com
meu coração batendo.
Conclui-se que o gênero textual carta do leitor cumpre
sua funcionalidade porque:
a) quem escreveu a carta do leitor emite uma opinião
sobre uma reportagem publicada na revista.
b) a opinião é expressa em linguagem formal, principal
característica do gênero.
c) quem escreveu a carta do leitor demonstra preocupação com o adeus de Ronaldo Fenômeno.
d) quem escreveu a carta do leitor se identificou com
a história de sucesso de Ronaldo Fenômeno.
e) a opinião expressa coincide com a do editorial da
revista.
Questão 109
Comparação com Mirella não incomoda
Thaíz Schmitt, atual affair de Latino
Questão 111
Em Barueri, Rogério Ceni recebe placa
pelo centésimo gol da carreira
Thaíz Schmitt, atual affair de Latino, diz não se
incomodar com as comparações com Mirella Santos, ex-mulher do cantor. “Ser comparada com uma
mulher como a Mirella para mim é um elogio”, disse
a loira à coluna “Olá!” do jornal Agora.
Goleiro fez o gol de número 100 no último
domingo, na vitória por 2 a 1 sobre o rival Corinthians. Pedaço de rede foi colocado na homenagem.
Uma semana depois de marcar o gol de número
100 de sua carreira, no clássico contra o Corinthians, o goleiro Rogério Ceni, do São Paulo, recebeu uma homenagem na Arena Barueri, local onde
atingiu o recorde.
Thaíz avisou, ainda, que não é namorada de Latino: “Estamos só ficando”, disse ela – que ficará cinco
dias no Canadá para participar do Brazilian Ball.
Extraído do site: <http://ego.globo.com/Gente/Noticias/0,,MUL1656076-9798,00-COMPA
RACAO+COM+MIRELLA+NAO+INCOMODA+THAIZ+SCHMITT+ATUAL+AFFAIR+DE+LATI
NO.html>. Acesso em: 20 jun. 2011.
A entrega de uma placa comemorativa ao feito
do camisa 1 são-paulino ocorreu minutos antes da
partida do Tricolor contra o Mirassol, pelo Campeonato Paulista. Nela, havia um pedaço da rede do
gol em que ele fez o centésimo. E também fotos da
comemoração do goleiro na ocasião.
O texto anterior foi publicado em um site de notícias
sobre pessoas famosas. Em relação à palavra affair,
conclui-se que:
a) é um barbarismo, no sentido linguístico.
b) é um solecismo.
c) não é utilizada com frequência em notícias sobre
celebridades.
d) se for substituída por “namoro”, o sentido da notícia
permanecerá o mesmo.
e) é usada em português como um empréstimo linguístico.
Extraído do site: <http://globoesporte.globo.com/futebol/times/sao-paulo/noticia/2011/04/
em-barueri-rogerio-ceni-recebe-placa-pelo-centesimo-gol-da-carreira.html>. Acesso em:
20 jun. 2011.
Sobre a notícia, é possível afirmar que:
a) em Nela, havia um pedaço da rede do gol, a palavra
nela refere-se à partida do Tricolor contra o Mirassol.
b) na ocasião refere-se à partida do Tricolor contra o
Mirassol.
c) em no clássico contra o Corinthians, se a expressão
no clássico for substituída por “na partida”, o sentido permanecerá o mesmo.
d) em sobre o rival, se a palavra rival for substituída
por “adversário”, o sentido permanecerá o mesmo.
e) em Goleiro fez o gol de número 100, se a expressão
fez o gol for substituída por “goleou”, o sentido permanecerá o mesmo.
Questão 110
Ronaldo Fenômeno
Li a reportagem “Os motivos do adeus” (23 de
fevereiro), sobre a despedida de Ronaldo Fenômeno, e rendo-me a uma pessoa que venceu barreiras
e fez milhões de brasileiros mais felizes. Meus parabéns, Ronaldo!
Eduardo Fernandes Silva – Nova Lima, MG
Veja. São Paulo: Abril, ano 44, n. 9, mar. 2011. p. 38.
LC – 2o. dia
16
Simulado Enem 2011
Questão 112
d) o fato de o anúncio, de caráter informal, ter sido
redigido na linguagem culta.
e) a substituição do v pelo w durante todo o texto,
sendo que a explicação sobre a falta de uma letra
aparece apenas no final.
Os degraus
Não desças os degraus do sonho
1
Para não despertar2 os monstros.
Não subas3 aos sótãos – onde
Os deuses, por trás das suas máscaras,
Texto comum às questões 114 e 115.
Ocultam4 o próprio enigma.
Não há vagas
Não desças, não subas, fica.
O preço do feijão
não cabe no poema. O preço
do arroz
não cabe no poema.
Não cabem no poema o gás
a luz o telefone
a sonegação
do leite
da carne
do açúcar
do pão
O mistério está5 é na tua vida!
E é um sonho louco este nosso mundo...
QUINTANA, Mario. Antologia poética. Porto Alegre: L&PM, 1999. p. 93.
Quanto à transitividade dos verbos que compõem o
texto, concluímos que:
a) o verbo descer (ref. 1) é transitivo direto e indireto.
b) o verbo despertar (ref. 2) é intransitivo.
c) o verbo subir (ref. 3) é transitivo direto.
d) o verbo ocultar (ref. 4) é transitivo direto.
e) o verbo estar (ref. 5) é intransitivo.
Questão 113
O funcionário público
não cabe no poema
com seu salário de fome
sua vida fechada
em arquivos.
Como não cabe no poema
o operário
que esmerila seu dia de aço
e carvão
nas oficinas escuras
Serviços
WENDO PONTO – Imperdíwel!!!! Wendo ponto,
wírgula, trawessão, cifrão, parênteses, sinal de menos, mais e demais caracteres ou símbolos para
qualquer máquina de escrewer. Só, infelizmente,
não tenho ainda a letra “w” que o fornecedor já nos
prometeu entregar, sem falta, no mês que wem!
— porque o poema, senhores,
está fechado:
“não há vagas”
MENDES, Sônia Fernandes; SETTE, Maria do Perpétuo Socorro Ramos (Orgs.). A
gramática na prática da redação. Brasília: Cered, 1998.
Dentre os elementos de humor do anúncio, o que mais
se destaca é:
Só cabe no poema
o homem sem estômago
a mulher de nuvens
a fruta sem preço
a) o anunciante fazer propaganda afirmando possuir
todos os tipos de símbolos, mesmo ciente da ausência de um.
b) o fato de o anunciante errar na ortografia e na forma
de se expressar.
c) o tipo de produto anunciado, algo totalmente absurdo, associado à linguagem repleta de erros ortográficos não propositais.
LC – 2o. dia
O poema, senhores,
não fede
nem cheira
GULLAR, Ferreira. Os melhores poemas de Ferreira Gullar. 2. ed. Seleção de Alfredo Bosi.
São Paulo: Global, 1985. p. 56-7.
17
Simulado Enem 2011
Questão 114
E se encorpando em tela, entre todos,
se erguendo tenda, onde entrem todos,
se entretendendo para todos, no toldo
(a manhã) que plana livre de armação.
A manhã, toldo de um tecido tão aéreo
que, tecido, se eleva por si: luz balão.
Ferreira Gullar participou de importantes movimentos
na literatura como o concretismo e o neoconcretismo.
Prezou sempre pela arte da poesia em consonância com
o uso da palavra, elemento que, segundo ele, modifica
almas e mentes. Analisando o poema, percebe-se que:
MELO NETO, João Cabral de. Tecendo a manhã. In: OLIVEIRA, Marly de (Org.).
Obra completa. Rio de Janeiro: Nova Aguilar, 1994. p. 345.
a) a ausência de vírgula para enumeração dos elementos o gás / a luz o telefone / a sonegação / do leite /
da carne / do açúcar / do pão representa escolha
meramente estética.
b) o valor expressivo seria mantido caso os quatros primeiros versos fossem redigidos da seguinte maneira:
“O preço do feijão e do arroz não cabe no poema”.
c) a predominância de períodos simples é uma forma
de demonstrar também a simplicidade das ideias
exploradas pelo autor.
d) as vírgulas, utilizadas no decorrer de todo o texto,
servem para marcar a interlocução entre a voz presente no poema e o leitor.
e) o autor descreve o que deve e o que não deve ser considerado em um poema; no entanto, por não respeitar
essa norma, demonstra desprezo pelo próprio poema.
Ao analisar as estratégias empregadas pelo autor para
transmitir a mensagem, é possível afirmar que:
a) para reforçar a ideia de incompletude, há rupturas
no modo de organizar frases e orações, como no
terceiro verso (esse grito que ele) ou no quarto verso (e o lance a outro).
b) o autor utiliza inúmeros termos anafóricos para criar
a ideia de que há uma relação direta entre os galos,
como no terceiro verso, no qual o primeiro que retoma um galo sozinho do verso 1.
c) apesar de haver muitos termos anafóricos, o autor
repete várias vezes os substantivos galo e galos
para dar mais sonoridade ao poema.
d) predomina a função conativa da linguagem, pois o
autor busca convencer ou persuadir o destinatário
do poema.
e) a progressão das informações dá ao destinatário
a impressão de objetividade, como se a informação traduzisse completamente o que acontece na
realidade.
Questão 115
Tendo em vista que Gullar participou de vários movimentos literários, culturais e políticos, a característica, dentre
tantas outras conferidas ao autor, que se destaca nesse
poema é:
a)
b)
c)
d)
e)
Questão 117
a experimentação gráfica do concretismo.
o tema social e de engajamento político.
a negatividade em relação à vida.
a suavidade nostálgica e ingênua.
a preocupação com a forma estética e o lirismo.
Questão 116
Tecendo a manhã
Um galo sozinho não tece uma manhã:
ele precisará sempre de outros galos.
De um que apanhe esse grito que ele
e o lance a outro; de um outro galo
que apanhe o grito que um galo antes
e o lance a outro; e de outros galos
que com muitos outros galos se cruzem
os fios de sol de seus gritos de galo,
para que a manhã, desde uma teia tênue,
se vá tecendo, entre todos os galos.
LC – 2o. dia
Extraído do site: <http://oblogomnivore.blogspot.com/2004/10/homem-aranha-vs-baygon.
html>. Acesso em: 16 mar. 2011.
18
Simulado Enem 2011
A imagem contém uma mensagem implícita. Com base
nessa constatação, pode-se afirmar que:
Mas pra fazer um samba com beleza
É preciso um bocado de tristeza
É preciso um bocado de tristeza
Senão, não se faz um samba não
a) predomina a função referencial da linguagem, centrada no referente, uma vez que a mensagem a ser
transmitida é objetiva.
b) a escassez de recursos verbais prejudica a compreensão da imagem, não sendo possível inferir
corretamente a mensagem que o anúncio veicula.
c) permite resolver um problema de entendimento
linguístico, pois a mensagem está centrada no
código.
d) a imagem é cômica, pois mostra de forma exagerada a eficiência do produto.
e) o anúncio pretende convencer o leitor a adotar um
hábito de consumo tido como correto.
Fazer samba não é contar piada
E quem faz samba assim não é de nada
O bom samba é uma forma de oração
Porque o samba é a tristeza que balança
E a tristeza tem sempre uma esperança
A tristeza tem sempre uma esperança
De um dia não ser mais triste não
Ponha um pouco de amor numa cadência
E vai ver que ninguém no mundo vence
A beleza que tem um samba, não
Porque o samba nasceu lá na Bahia
E se hoje ele é branco na poesia
Se hoje ele é branco na poesia
Ele é negro demais no coração
Questão 118
Leia a tirinha.
MORAES, Vinicius de; POWELL, Baden. Extraído do site: <www.viniciusdemoraes.com.br/
site/article.php3?id_article=779>. Acesso em: 22 jun. 2011.
Samba da bênção, composto por Baden Powell e Vinicius de Moraes, dois grandes nomes da música popular brasileira, pertence ao movimento da Bossa Nova,
considerada um subgênero do samba. Observa-se que
a letra da canção:
Extraído do site: <www.tiras-zero.blogspot.com/2006/08/tiras-classicas.html>.
Acesso em: 7 set. 2008.
Considerando tanto o aspecto semântico quanto o gramatical, podemos dizer que:
a) ressalta a supremacia da tristeza em detrimento da
alegria.
b) descreve o samba como uma música tipicamente triste.
c) mostra que a composição de um samba é motivada
por crenças religiosas.
d) demonstra a evolução do samba de forma preconceituosa.
e) é metalinguística, pois remete ao ato de fazer samba.
a) no primeiro quadrinho, o termo silêncio classifica-se como vocativo.
b) a construção “Não quero ver aluno algum de chapéu” mantém o sentido da oração original.
c) em suas três ocorrências, a preposição de introduz
informações de mesmo valor sintático.
d) a forma imperativa do verbo “esquecer” poderia ser
substituída por “esquece” sem qualquer prejuízo
gramatical ou semântico.
e) a palavra chapéu, destacada no segundo quadrinho, classifica-se como objeto indireto.
Texto para as questões 120 e 121.
Questão 119
Samba da bênção
É melhor ser alegre que ser triste
Alegria é a melhor coisa que existe
É assim como a luz no coração
LC – 2o. dia
Extraído do site: <www.charge-o-matic.blogger.com.br/2007>. Acesso em: 7 set. 2008.
19
Simulado Enem 2011
Questão 120
a) O sol é utilizado apenas como contraste para que
a sombra projetada represente os “ratos atrás das
grades”.
Charge é um desenho humorístico, que pode vir ou não
acompanhado de texto verbal, e visa criticar acontecimentos, comportamentos e valores em uma sociedade.
A política é o tema predileto de muitos cartunistas, o que
justifica as inúmeras charges com essa temática. Nessa
charge, para causar humor, o autor utiliza:
b) A gíria, que aparece entre parênteses e depois do título, não apresenta relação de significância com os
demais elementos.
c) A posição dos ratos não interfere muito na interpretação da charge, fato que permitiria colocá-los abaixo
do Congresso ou abaixo do braço.
a) intertextualidade, a fim de criticar a ambição das
pessoas que se relacionam com o governo.
b) linguagem não verbal e verbal, a fim de ridicularizar
os personagens envolvidos em cada um dos esquemas citados.
c) paródia, a fim de eufemizar a situação vivida pelos
envolvidos com as questões políticas.
d) paráfrase, a fim de delatar e denunciar um momento político crítico em que o Brasil estava inserido.
e) linguagem verbal, a fim de conferir mais humor à
sátira representada pelo desenho.
d) Alguns elementos que compõem a charge fazem alusão a uma expressão idiomática, o que permite entender uma das ideias vinculadas.
e) A quantidade de ratos e a posição que eles ocupam
permitem dizer que os deputados estão para escândalos assim como os senadores estão para farras e
abusos.
Questão 123
Questão 121
Com base na análise e na interpretação da charge, é
correto afirmar que:
a) a ausência do texto escrito, exceto o título, não prejudicaria a interpretação da charge.
b) a composição da imagem do personagem leão, segurando a folha e de braços dados, foi aleatória.
c) a distância da imagem do Congresso Nacional demonstra a falta de relação entre ele e os personagens.
d) a mudança da posição dos personagens sem a alteração das falas não prejudicaria o humor da charge.
e) as falas, bem como os personagens, retratam diferentes segmentos do governo e do poder público do país.
Extraído do site: <http://br.dir.groups.yahoo.com/group/tirinhas/message/3735?l=1>.
Acesso em: 4 abr. 2011.
Questão 122
O quadrinho consegue criar humor quando:
a) o protagonista, Hagar, mostra-se um péssimo pintor e sua mulher o expulsa de casa, com raiva de
sua inabilidade.
b) o amigo manifesta-se surpreso por Hagar ter sido
bem-sucedido na tarefa de pintar os ovos.
c) Hagar responde à pergunta do amigo, orgulhando-se de sua inabilidade, que o livrou da tarefa de pintar os ovos de Páscoa.
d) ao ser expulso de casa, Hagar faz uma cara de desapontado e obedece pacificamente à ordem da mulher, mesmo sendo conhecido como “O Horrível”.
Extraído do site: <www.matutando.com/2009/05>. Acesso em: 27 jun. 2011.
A charge acima objetiva criticar o comportamento dos
políticos do Congresso Nacional. Baseando-se na análise da charge, assinale a alternativa correta.
LC – 2o. dia
e) aborda um tema que faz parte da realidade de todos
aqueles que vivem um relacionamento conjugal.
20
Simulado Enem 2011
Questão 124
De acordo com as relações sintáticas entre os termos
do texto é correto afirmar que:
Assuntos do falar e méritos do ouvir...
a) em uma pessoa ouve o que a outra falou (ref. 1),
a oração destacada exerce a função sintática de
objeto direto do verbo “ouvir”, que a antecede.
b) em que a mesma frase permite diferentes níveis de
entendimento (ref. 2), tem-se uma oração exercendo o papel de complemento de um verbo transitivo
indireto, ou seja, trata-se de uma oração subordinada substantiva objetiva indireta.
c) em O próprio diálogo pode haver sem que, necessariamente, haja comunicação (ref. 3), o verbo “haver”
é empregado duas vezes, respectivamente, como
verbo intransitivo e como verbo transitivo direto.
d) no trecho Ouvir implica uma entrega ao outro, diluição nele (ref. 4), o verbo “implicar” é usado no sentido de “acarretar” e, portanto, é transitivo indireto.
e) no trecho A inteligência em funcionamento permanente e os hábitos de pensar, avaliar, julgar e analisar interferem como um ruído na plena recepção
(ref. 5), os verbos “avaliar”, “julgar”, “analisar” e “interferir” são todos transitivos indiretos cujo complemento é “como um ruído na plena recepção”.
Um dos maiores problemas de comunicação, tanto a de massas como a interpessoal, é o de como
uma pessoa ouve o que a outra falou1. Numa mesma cena de telenovela, notícia de telejornal ou num
simples papo ou discussão, observo que a mesma
frase permite diferentes níveis de entendimento2. Idem
diante do rádio.
Na conversação dá-se o mesmo. Raras, raríssimas,
são as pessoas que procuram ouvir exatamente o que
a outra está dizendo. É impressionante como não se
ouve a sério!...
Observo que:
Em geral o receptor não ouve o que o outro fala; e
sim o que não está dizendo [...].
O receptor não ouve o que o outro fala. Ouve o
que já escutara antes e coloca o tema da fala alheia
naquilo que se acostumou a ouvir [...].
O receptor não ouve o que o outro fala. Ouve o
que gostaria ou de ouvir ou que o outro dissesse [...].
Estes pontos mostram como é raro e difícil conversar, comunicar-se. O que há, em geral, ou são monólogos simultâneos à guisa de conversa, ou monólogos
paralelos, à guisa de diálogo.
O próprio diálogo pode haver sem que, necessariamente, haja comunicação3. Esta só se dá quando
ambos os polos ouvem-se, não, é claro, no sentido
material de “escutar”, mas no sentido de procurar compreender o próximo em extensão e profundidade [...].
Ouvir implica uma entrega ao outro, diluição nele4.
Daí a dificuldade de as pessoas inteligentes ouvirem. A
inteligência em funcionamento permanente e os hábitos de pensar, avaliar, julgar e analisar interferem como
um ruído na plena recepção5.
Não é só a inteligência a atrapalhar a plena audiência. Outros elementos perturbam o ato de ouvir.
Um deles é o mecanismo de defesa. Há pessoas que
se defendem de ouvir o que as outras estão dizendo
por verdadeiro pavor inconsciente de se perderem de
si mesmas. Elas precisam “não ouvir” porque “não
ouvindo” livram-se da retificação dos próprios pontos
de vista, da aceitação de realidades diferentes das próprias. Não ouvir é, pois, sólido mecanismo de defesa.
Ouvir é um grande desafio de abertura interior, de
impulso na direção do próximo e comunhão. Ouvir é
proeza; é virtude (ouvirtude), é raridade. Ouvir é ato
de sabedoria.
Questão 125
Figura 1
Fonte: Revista Veja.
Figura 2
-FEIRÃO D
MEGA
EC
AR
ROS
Quanto ao aspecto ortográfico das palavras nas figuras,
pode-se afirmar que:
Távola, Artur da. Assuntos do falar e méritos do ouvir...
In: Apostila Concurso da Câmara dos Deputados.
LC – 2o. dia
OS
SEMI-NOV
21
Simulado Enem 2011
Questão 127
a) a escrita de “arrois” e “sobremeza” representa, com
exatidão, os fonemas da fala.
b) em “fejoada”, há um processo de redução da palavra “feijoada”, chamado apócope.
c) a faixa da figura 2 foi escrita segundo as regras do
Acordo Ortográfico de 1971 para o uso do hífen.
d) a faixa da figura 2 estaria de acordo com a norma
culta da língua se fosse reescrita assim: “mega feirão de carros semi novos”.
e) os erros ortográficos cometidos na placa da figura 1
são variedades admitidas pela norma culta da língua.
Anti-inflamatório ibuprofeno reduz risco
de Parkinson, mostra pesquisa
Quem toma o anti-inflamatório tem 27% menos
riscos de ter o mal. Doença é neurodegenerativa e
não tem cura.
Da France Presse
Os adultos que tomam regularmente ibuprofeno, um anti-inflamatório, têm 27% menos riscos
de desenvolver a doença de Parkinson, segundo
um estudo publicado nesta quarta-feira.
“Não há remédio para a doença de Parkinson,
então a possibilidade de que o ibuprofeno, um
medicamento relativamente não tóxico, possa ajudar a proteger contra esta doença é apaixonante”,
afirmou o médico Alberto Ascherio, professor de
epidemiologia e nutrição da Escola de Saúde Pública da Universidade de Harvard, nos EUA, um
dos coautores da pesquisa.
O Mal de Parkinson é uma doença neurodegenerativa que causa rigidez muscular, dificuldade
para iniciar movimentos, falta de equilíbrio e lentidão nas ações voluntárias.
Os neurologistas consideram que o ibuprofeno
reduz a inflamação no cérebro que poderia contribuir para o desenvolvimento da doença.
O estudo foi publicado na versão on-line da revista
“Neurology”, da Academia americana de neurologia.
Para este estudo, os pesquisadores analisaram
os dados médicos provenientes de 98.892 enfermeiras e de 37.305 homens, também profissionais
de saúde.
Questão 126
As sem-razões do amor
Eu te amo porque te amo.
Não precisas ser amante,
e nem sempre sabes sê-lo.
Eu te amo porque te amo.
Amor é estado de graça
e com amor não se paga.
Amor é dado de graça,
é semeado no vento,
na cachoeira, no eclipse.
Amor foge a dicionários
e a regulamentos vários.
Eu te amo porque não amo
bastante ou demais a mim.
Porque amor não se troca,
não se conjuga nem se ama.
Porque amor é amor a nada,
feliz e forte em si mesmo.
Amor é primo da morte,
e da morte vencedor,
por mais que o matem (e matam)
a cada instante de amor.
Anti-inflamatório ibuprofeno reduz risco de Parkinson, mostra pesquisa. G1, 2 mar. 2011.
Extraído do site: <http://g1.globo.com/ciencia-e-saude/noticia/2011/03/
anti-inflamatorio-ibuprofeno-reduz-risco-de-parkinson-mostra-pesquisa.html>.
Acesso em: 28 jun. 2011.
ANDRADE, Carlos Drummond de. As sem-razões do amor. In: ____________________
(Org.). Poesia e prosa. 6. ed. Rio de Janeiro: Nova Aguilar, 1988. p. 1 004.
O texto acima segue as regras do novo acordo ortográfico da língua portuguesa. Sobre a nova grafia é possível
afirmar que:
Considerando o poema, pode-se afirmar que:
a) quanto à metrificação, cada verso possui dez sílabas poéticas (versos decassílabos).
b) se trata de um soneto, forma clássica de composição poética.
c) no décimo verso, há evidência de sinalefa, uma vez
que todos os versos são heptassílabos.
d) não há paralelismo, o que evidencia o caráter moderno do poema.
e) no décimo quinto verso, o número de sílabas poéticas é igual ao número de sílabas gramaticais.
LC – 2o. dia
a) a palavra neurodegenerativa é uma exceção, já que,
segundo as regras do novo acordo, deveria haver
hífen entre neuro e degenerativa.
b) sem as regras do novo acordo, a palavra anti-inflamatório seria escrita “antiinflamatório”.
c) no novo acordo o acento foi mantido na palavra
saúde, da mesma forma como na palavra “feiúra”,
pois ambas seguem a mesma regra de acentuação.
22
Simulado Enem 2011
d) sem as regras do novo acordo, a expressão mal de
Parkinson seria escrita “mal-de-Parkinson”.
e) expressões como não tóxico não foram contempladas pelo novo acordo.
b) a falta do balão da fala do político representa sua
autoridade sobre o povo.
c) os sinais de pontuação estão diretamente ligados à
intenção de fala dos personagens.
d) a intervenção da fala do homem sugere que ele
acredita na veracidade da fala do político.
e) a opinião de todos os personagens que ouviram o
discurso em relação à fala do político é a mesma.
Texto para as questões 128 e 129.
Questão 130
Se você se sente só é porque construiu muros
em vez de pontes. A pior solidão é aquela que se
sente na companhia de outros.
Por mais forte, duro e independente que possas
ser, sempre haverá um momento em que precisarás
de ajuda.
Ah, a solidão! Às vezes um suplício, às vezes
um alívio!
Amor são duas solidões protegendo-se uma à
outra.
Extraído do site: <www.eitapiula.net/videos/horario-humor-eleitoral-onde-a-politica-e-darrisadas>. Acesso em: 22 jun. 2011.
Rainer Maria Rilke
Questão 128
Não há nada que esteja só; nada pode estar em
completa solidão: o que existe necessita de outro
para ser.
O Português do Brasil tem passado por modificações
desde a sua origem, o que motivou sua padronização e normatização. Além disso, até hoje perdura a
discussão sobre o que é legítimo ou não da nossa
língua. Com base nessa afirmação, percebe-se que
na charge acima:
Leopoldo Schfer
A pior solidão que existe é darmo-nos conta de
que as pessoas são idiotas.
Gonzalo Torrente Ballester
a) a diferença de registro da língua (formal e informal)
entre o político e o eleitor foi utilizada para conferir
prestígio àquele em detrimento deste.
b) a fala do eleitor representa o protótipo de fala das
pessoas de classes mais baixas, o qual apresenta
excesso de gírias e pobreza vocabular.
c) há na fala do eleitor palavras recorrentes do português falado, como tá e né.
d) o dialeto regional está representado, na fala do eleitor, a partir do uso das palavras tá e né.
e) tanto a fala do político como a fala do eleitor estão
de acordo com a gramática normativa tradicional.
Extraído do site: <http://porumoutrolado.no.sapo.pt/sublinhados/s2.htm>.
Acesso em: 22 jun. 2011.
Quanto aos aspectos gramaticais dos termos sublinhados, pode-se observar que:
a) em Se você se sente só é porque construiu muros
em vez de pontes, a expressão destacada pode ser
substituída por “por que” sem que ocorra alteração
semântica.
b) o conectivo que, em A pior solidão é aquela que se
sente, inicia uma oração subordinada substantiva.
c) em protegendo-se, a partícula destacada é um pronome pessoal, do caso reto, e expressa reflexividade.
d) em A pior solidão que existe é nos darmos conta de
que as pessoas são idiotas, os homônimos destacados exercem a mesma função morfossintática.
e) em Não há nada que esteja só, o verbo destacado é
impessoal e não se flexiona, mesmo que a palavra
nada fosse substituída por outra no plural.
Questão 129
Ainda com base na charge e seus elementos constitutivos, é correto afirmar que:
a) o contexto revela o momento e o modo em que são
criadas leis e emendas constitucionais.
LC – 2o. dia
23
Simulado Enem 2011
Questão 131
b) a segunda vírgula apresentada no anúncio antecede uma oração subordinada adjetiva.
c) no segundo período, a vírgula foi empregada para
indicar a inversão da ordem direta das orações que
foram empregadas pelo autor.
d) no terceiro período, a primeira vírgula é obrigatória,
mas a segunda não, uma vez que se trata de uma
enumeração de elementos.
e) no último período, o emprego da vírgula é obrigatório em suas duas ocorrências, já que há duas orações coordenativas que o exigem.
Atiradeira
Pequena arma para caçar passarinhos que,
no RS, é conhecida como funda, bodoque ou
estilingue. Trata-se de uma forquilha de madeira
ou outro material, munida de duas tiras de borracha com a largura de um centímetro ou mais,
proporcional ao tamanho da forquilha. Nas duas
pontas dos galhos desta, atam-se duas das pontas das borrachas, cujo comprimento também é
proporcional. As outras duas, num pedaço retangular de couro (o mais usado), que serve de apoio
às pedras que serão projetadas. Obs.: um dos
costumes dos nossos guris é fazer um entalhe
ou mossa no cabo da forquilha para assinalar
quantas peças abateu.
Questão 133
A lição de poesia
[...]
Extraído do site: <www.ctgmeupago.com.br/cultural/documentos/caderno_de_estudo.
pdf>. Acesso em: 27 jun. 2011.
2
A noite inteira o poeta
em sua mesa, tentando
salvar da morte os monstros
germinados em seu tinteiro.
No texto, várias palavras são utilizadas para definir o
objeto descrito com o objetivo de:
a) mostrar que se trata de um objeto pouco conhecido
por muitas pessoas no Brasil.
b) chamar a atenção do leitor para o elemento descrito, de forma insistente.
c) ressaltar que o tema deveria ser encarado pela sociedade com responsabilidade.
d) mostrar outras formas com que esse objeto é conhecido.
e) apresentar outros termos exclusivos do Rio Grande
do Sul para nomeá-lo.
Monstros, bichos, fantasmas
de palavras, circulando,
urinando sobre o papel,
sujando-o com seu carvão.
Carvão de lápis, carvão
da ideia fixa, carvão
da emoção extinta, carvão
consumido nos sonhos.
Questão 132
MELO NETO, João Cabral de. A lição de poesia.
In: OLIVEIRA, Marly de (Org.). Obra completa. Rio de Janeiro:
Nova Aguilar, 1994. p. 79.
Sobre o trecho do poema, conclui-se que:
a) apresenta uma crítica ao fazer poético expressa em
versos livres.
b) apresenta caráter metalinguístico, em que a poesia
surge como excreção, como mácula, simbolizada
na imagem do carvão.
c) apresenta intenso lirismo e uma visão da poesia
como sublimação dos sentimentos.
d) apresenta um elogio à inspiração poética livre e espontânea.
e) apresenta uma visão da poesia como expressão de
sentimentos elevados.
Extraído do site: <http://sarahsantos.com.br/page/3/>. Acesso em: 10 abr. 2011.
Em relação ao emprego da pontuação no texto e seu
papel nas ideias expressas, é possível afirmar que:
a) a primeira vírgula foi empregada como forma de
chamar atenção do leitor para uma das características dos clientes do banco anunciante.
LC – 2o. dia
24
Simulado Enem 2011
-ônibus em Santa Maria no domingo 16 de agosto
de 2009; que era aluno do Centro de Ensino Fundamental 308 de Santa Maria; que já tinha mais
de cinco passagens pelo Caje por assalto; que
ficava na ala dos adolescentes mais violentos;
que é verdade que matou uma vítima de assalto
com uma facada no pescoço; que fuma maconha
desde que era muito menino; que não se lembra exatamente a idade em que experimentou
o primeiro beque; que também não se lembra
quando usou pela primeira vez um revólver; que
só se lembra que precisou segurar o berro com
as duas mãos.
Que é verdade que chorava quando a diretora
da escola o chamava para dar uma lição de moral;
que chorava mesmo; que não era fingimento; que
chorava porque se sentia uma criança levando
bronca da professora; que achava bom se sentir
uma criança; que, apesar de gostar de se sentir
um menino, também se sentia diferente de um
menino; que não se sentia um adulto.
[...]
Questão 134
Considere as figuras abaixo.
Figura 1
Extraído do site: <http://alforjes.blogspot.com>. Acesso em: 10 abr. 2011.
Figura 2
Extraído do site: <http://patocomfome.blogspot.com/2007_10_01_archive.html>.
Acesso em: 31 maio 2011.
Extraído do site: <www.dzai.com.br/blogdaconceicao/blog/blogdaconceicao?tv_pos_
id=44323>. Acesso em: 1º abr. 2011.
As duas figuras apresentam textos que parodiam anúncios publicitários. A que se pode atribuir o efeito humorístico desses textos?
A crônica é um gênero textual que, embora originária
de publicações periódicas como jornais e revistas,
atingiu em seus melhores momentos status de literatura, passando a ser publicada também em livros.
Sobre a crônica acima é possível afirmar que:
a) À sintaxe rebuscada, mimetizando o gênero publicitário.
b) À polissemia das palavras “caixa” e “vivo” e à exploração de recursos não verbais.
c) Na figura 1, apenas à exploração de recursos não verbais, enquanto na figura 2, apenas a recursos verbais.
d) À ironia, que aproxima o nome da marca de telefonia móvel à qualidade dos serviços prestados.
e) Ao uso de intertextualidade na figura 1, em que o
nome do banco recebe uma interpretação literal em
linguagem não verbal.
a) é um gênero que trata de assuntos do cotidiano e
apresenta inúmeros personagens relacionados a
muitos conflitos.
b) o uso da palavra beque é considerado inadequado, pois este gênero não permite linguagem informal.
c) a história de Coração Gelado representa a realidade de muitos jovens de baixa renda que entram
em contato com a marginalidade.
d) o trecho que chorava porque se sentia uma criança levando bronca da professora mostra a franqueza e a força de Coração Gelado.
e) a tipologia textual predominante na crônica em
questão é a injuntiva.
Questão 135
Coração Gelado
Coração Gelado declara que morreu com um
tiro na cabeça durante um assalto a um micro-
LC – 2o. dia
25
Simulado Enem 2011
Matemática e suas Tecnologias
Questões de 136 a 180
Rascunho
Questão 136
Para reservar a água da chuva em uma região, foi construída uma calha em forma de
ˆ mede 90º e as meprisma triangular reto, como ilustra a figura a seguir. O ângulo ABC
didas citadas estão em metros.
O volume máximo de água que a calha poderá conter, em litros, é:
a)
b)
c)
d)
e)
9 000
180 000
90 000
18 000
12 000
Questão 137
O gráfico seguinte apresenta a precipitação de chuva, em milímetros, na cidade de São
Paulo de janeiro a dezembro de 2009.
Extraído do site: <www.ultimosegundo.ig.com.br>. Acesso em: 4 mar. 2010. [Adaptado]
Com base nos dados apresentados, podemos afirmar que o mês em que a precipitação
de chuva ficou mais próxima da média aritmética da precipitação dos 12 meses foi:
a)
b)
c)
d)
e)
março.
julho.
novembro.
fevereiro.
outubro.
MT – 2o. dia
26
Simulado Enem 2011
Rascunho
Questão 138
Para mostrar o comportamento dos elementos de determinada sequência numérica, um
professor, com o auxílio de uma calculadora, anotou na lousa a tabela seguinte, que indica
a sequência de teclas digitadas e o resultado que apareceu no visor.
Sequência de teclas
3
×
2
=
3
×
2
=
=
3
×
2
=
=
Resultado no visor
6
18
=
54
...
Se a tecla
a)
b)
c)
d)
e)
=
...
for pressionada 12 vezes, o resultado no visor será:
3188646
39366
1062882
118098
354294
Questão 139
A figura abaixo representa uma mesa com três pernas que assenta perfeitamente em um
piso plano sem que seja necessário qualquer tipo de calço para tanto.
Essa situação prática está contemplada em um importante postulado da Geometria
euclidiana, segundo o qual:
a) três segmentos congruentes e paralelos entre si possuem extremidades em um plano.
b) três segmentos congruentes e equidistantes entre si possuem extremidades em
um plano.
c) três pontos não colineares determinam um plano.
d) três pontos determinam um círculo.
e) três pontos sempre estão em um plano.
MT – 2o. dia
27
Simulado Enem 2011
Rascunho
Questão 140
O IPVA do veículo novo é calculado sobre o valor constante na nota fiscal de venda do veículo, contudo proporcionalmente ao número de meses restantes no ano, a
partir da data da emissão da nota fiscal. Por exemplo, quem compra um automóvel
4
do valor total da nota fiscal.
em setembro só vai pagar
12
Secretaria de Estado da Fazenda – Governo do Estado de Santa Catarina.
Extraído do site: <http://200.19.215.13/Pesquisa_Caf/index.asp?filtro_assunto=IPVA>.
Acesso em: 6 jun. 2011.
Em determinado estado do Brasil, aplica-se a alíquota de 4% sobre o preço total que
consta no documento fiscal de venda para o cálculo do IPVA de um veículo novo. Se,
nesse estado, uma pessoa comprou um veículo novo por R$ 36 000,00 (valor do veículo
na nota fiscal) e a nota fiscal foi emitida no mês de março, ela pagará de IPVA:
a)
b)
c)
d)
e)
R$ 1 200,00
R$ 1 440,00
R$ 1 620,00
R$ 1 280,00
R$ 1 480,00
Questão 141
Uma fábrica utiliza madeira de reflorestamento na produção de lápis. Todos os lápis
têm forma de cilindro circular reto com 1 cm de diâmetro e 12,5 cm de comprimento. O
grafite, também de forma cilíndrica, tem 6 mm de diâmetro e ocupa toda a extensão do
lápis, conforme mostra a figura a seguir.
Supondo que uma tora da madeira utilizada na fabricação do lápis tem 2,5π m3 de volume, e que 20% dela é desperdiçada por causa dos cortes, o número de lápis que essa
tora rende é:
a)
b)
c)
d)
e)
1 000 000
2 000 000
100 000
200 000
20 000
Questão 142
Flamengo e Corinthians
são os times com as maiores torcidas
São Paulo, 19 de abril de 2010.
Flamengo e Corinthians são os times com as maiores torcidas entre os brasileiros. Perguntados sobre time de preferência, 17% dizem que o Flamengo é
MT – 2o. dia
28
Simulado Enem 2011
o seu time. Entre a última pesquisa, em dezembro de 2009, o time rubro-negro
oscilou negativamente dois pontos, já que ele tinha 19% das menções no final
do ano passado. O Corinthians, que possuía 13% em dezembro, oscilou para
14% caracterizando empate técnico entre as duas maiores torcidas brasileiras.
O São Paulo, hoje com 8% das citações, não sofreu alterações. Já o Palmeiras
obteve 6% das citações, seguido pelo Vasco da Gama (4%). Cruzeiro, Grêmio
e Internacional (RS) detêm 3% da preferência. Santos e Atlético (MG) possuem
2% cada e ainda Botafogo (RJ), Fluminense (RJ), Bahia, Sport Recife e Vitória
(BA) detêm 1% das citações. Um quarto dos brasileiros (25%) não possui time
de futebol preferido.
O Datafolha ouviu 2 600 pessoas com 16 anos ou mais em todo o território nacional. A margem de erro para o total da amostra é de dois pontos percentuais, para
mais ou para menos.
Rascunho
Extraído do site: <http://datafolha.folha.uol.com.br/po/ver_po.php?session=965>.
Acesso em: 28 mar. 2011.
Considerando os dados da pesquisa, quantas pessoas responderam que seu time preferido é Flamengo ou Corinthians?
a)
b)
c)
d)
e)
780
832
806
858
768
Questão 143
A pirâmide é considerada um dos mais antigos sólidos geométricos construídos pelo
homem. Uma das mais famosas é a pirâmide de Quéops, construída em 2.500 a.C.,
com 150 m de altura, aproximadamente – o que pode ser comparado a um prédio
de 50 andares.
Extraído do site: <http://pt.scribd.com/doc/13462641/Telecurso-2000-Matematica-Ensino-Medio-3-Volumes-Biblioteca-Virtual-USP>.
Acesso em: 6 jun. 2011.
Considerando a pirâmide de Quéops uma pirâmide regular de base quadrada e sabendo
que o lado da base mede 230 m, aproximadamente, o volume aproximado que ela ocupa
no espaço é:
a)
b)
c)
d)
e)
2 645 000 m 3
7 935 000 m 3
3 967 500 m 3
1 587 000 m 3
5 254 000 m 3
Questão 144
Elaborados pelos pitagóricos, que desejavam compreender a natureza dos números, os
números figurados são expressos como reunião de pontos em determinada configuração
geométrica — a quantidade de pontos representa um número.
MT – 2o. dia
29
Simulado Enem 2011
Rascunho
Veja a sequência de números triangulares.
1
3
6
10
15
Observando o padrão estabelecido pelos números triangulares, podemos concluir que o
oitavo número triangular é igual a:
a)
b)
c)
d)
e)
36
28
34
32
26
Questão 145
A Organização Mundial da Saúde é clara: um adulto deve ingerir, no máximo, 50 gramas de açúcar por dia (o equivalente a dez colheres de chá [...]). Mas o quanto de fato
comemos desse doce ingrediente escondido em alimentos não fica claro. [...]
A tabela abaixo mostra o quanto cada alimento possui de açúcar.
Alimento
Colheres de chá
de açúcar
Pão francês (50 g)
5,5
Barrinhas de chocolate ao leite (100 g)
12
6 bolachas recheadas (100 g)
12
Copo de refrigerante (200 m)
5
Brigadeiro grande (25 g)
5
Cereal matinal com açúcar (100 g)
4
Milk-shake (300 m)
22
Potinho de sorvete (473 m)
17
Revista Galileu. São Paulo: Globo, n. 236, mar. 2011.
Considerando as informações da tabela, podemos afirmar que 7 bolachas recheadas
equivalem, em quantidade de açúcar, a:
a) dois pães franceses e uma porção de cereal matinal com açúcar.
b) um milk-shake de 150 m e metade de um potinho de sorvete.
c) um copo de refrigerante, um brigadeiro grande e uma porção de cereal matinal com
açúcar.
d) dois brigadeiros grandes e um copo de refrigerante.
e) uma barrinha de chocolate e um pão francês.
Questão 146
Um casal estima que suas chances de sair de casa em determinado sábado são 20% se
chover no dia e 60% se não chover. O Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) prevê
que a probabilidade de chover no sábado em questão é de 70%.
MT – 2o. dia
30
Simulado Enem 2011
Considerando essas condições, a probabilidade de esse casal sair de casa nesse
sábado é:
a)
b)
c)
d)
e)
Rascunho
30%
20%
32%
26%
24%
Questão 147
Para projetar um jogo eletrônico, um desenhista deve seguir o esquema abaixo, em que
o personagem principal é desenhado a partir da circunferência maior e a vitamina que
lhe confere poderes especiais, a partir da circunferência menor.
O esquema mostra as circunferências que se tangenciam interiormente. A circunferência
maior tem centro em O. A circunferência menor tem 2 cm de raio e é tangente a OA e a
OB (boca do personagem).
Sabendo-se que o ângulo AÔB mede 60°, a medida do raio da circunferência maior, em
centímetros, é igual a:
a)
b)
c)
d)
e)
6,0
5,8
4,8
6,2
4,0
Questão 148
Um professor corrigiu suas provas mensais e atribuiu-lhes o valor de 8,0 pontos. Quando foi entregar as notas na secretaria da escola, descobriu que elas deveriam valer 6,0
pontos, pois 2,0 pontos seriam destinados a um simulado que seria aplicado no fim de
semana. Para corrigir as notas, o professor orientou à secretária que multiplicasse cada
nota por um fator igual a:
a)
b)
c)
d)
e)
0,60
0,75
1,33
1,12
0,80
MT – 2o. dia
31
Simulado Enem 2011
Rascunho
Questão 149
A Geometria molecular estuda como os átomos estão distribuídos espacialmente
em uma molécula. A estrutura das moléculas é determinada pelas repulsões entre os
pares de elétrons presentes na camada de valência. O efeito dessas repulsões tende
a formar três disposições geométricas em uma molécula apolar: a linear, a triangular
plana e a tetraédrica.
Fontes de pesquisa: <www.fontedosaber.com/quimica/geometria-molecular.html> e <http://educacao.uol.com.br>.
Na disposição triangular plana, um átomo central ocupa o baricentro de um triângulo
equilátero cujos vértices são três outros átomos periféricos. Sendo x a distância entre
dois átomos periféricos, podemos concluir que a distância entre o átomo central e um
átomo periférico qualquer é igual a:
a)
3
x
3
b)
1
x
3
c)
1
x
2
d)
2
x
2
e)
3
x
2
Questão 150
Um vendedor de eletrodomésticos realiza alguns testes em uma cafeteira elétrica, que faz
de 1 a 20 cafezinhos, para dar informações mais precisas aos clientes no momento da
venda. Em um desses testes, ele descobriu que o tempo gasto pela cafeteira para fazer 18
cafezinhos é 10 minutos, dos quais 1 minuto é o tempo gasto para aquecer a resistência.
O tempo gasto por essa cafeteira para fazer 5 cafezinhos, em minutos, é:
a)
b)
c)
d)
e)
3,5
2,5
1,5
1
4
Questão 151
Suponha que um candidato, resolvendo a prova do Enem, resolva marcar aleatoriamente
as respostas das quatro últimas questões da prova de Matemática. A probabilidade de
que ele acerte pelo menos uma dessas questões é:
a)
b)
c)
d)
e)
32,64%
59,04%
62,50%
34,68%
40,96%
MT – 2o. dia
32
Simulado Enem 2011
Rascunho
Questão 152
Para medir o nível de conhecimento de alguns alunos em determinada região, a prefeitura
de uma cidade aplicou um teste de Matemática cuja nota máxima era 10,0. O gráfico de
barras a seguir mostra o desempenho desses alunos.
Resultados do teste de Matemática
Número de alunos
Nota
Se X, Y e Z são, respectivamente, a média, a mediana e a moda dessa distribuição,
então:
a)
b)
c)
d)
e)
Z<X<Y
X<Z<Y
Z<Y<X
X<Y<Z
Z=Y>X
Questão 153
Considere uma força de módulo F agindo perpendicularmente em uma superfície de
F
área A. Define-se pressão média (PM ) a grandeza escalar dada por: PM = .
A
Uma pilastra cilíndrica vertical sustenta o peso (força gravitacional vertical e para
baixo) de um bloco retangular horizontal e, consequentemente, fica sujeita a uma
pressão média.
MT – 2o. dia
33
Simulado Enem 2011
Considerando R o raio da base do cilindro e PM a pressão média suportada pela pilastra,
o gráfico que melhor representa a relação entre essas duas grandezas é:
a)
b)
c)
d)
Rascunho
e)
Questão 154
Até quanto vai a escala Richter?
Pode até soar assustador, mas, matematicamente, ela não tem limite. Na prática, o
maior terremoto registrado aconteceu no Chile, em 1960, e chegou a 9,5 graus nessa
medição. O abalo foi provocado pelo contato entre placas tectônicas ao longo de
965 km da costa chilena, mas como essa zona de atrito poderia ser maior, os graus
podem subir indefinidamente. [...]
Mundo Estranho. São Paulo: Abril, ano 10, n. 4, abr. 2011.
Extraído do site: <http://mundoestranho.abril.com.br/materia/ate-quanto-vai-a-escala-richter>. Acesso em: 6 jun. 2011.
Para medir a intensidade de dado terremoto na escala Richter, usamos a fórmula
ER = logA − logA0, em que A é a amplitude máxima medida no sismógrafo e A0 é uma
amplitude de referência.
Se um sismógrafo detecta um terremoto com intensidade A = 81 000A0, a intensidade do
terremoto, na escala Richter, será aproximadamente: (Considere log3 q 0,48)
a)
b)
c)
d)
e)
3,26
3,54
4,46
4,54
4,92
MT – 2o. dia
34
Simulado Enem 2011
Rascunho
Questão 155
Em uma lanchonete, as vitaminas são feitas misturando-se pelo menos três das seguintes
frutas: banana, laranja, maçã, mamão, pera e melão.
Quantos tipos diferentes de vitaminas podem ser feitas, considerando-se apenas os
tipos de frutas?
a)
b)
c)
d)
e)
20
35
60
42
28
Questão 156
O gráfico abaixo mostra a evolução dos homicídios no Brasil.
Segundo a pesquisa da CNM [Confederação Nacional de Municípios], de 1996
a 2008, o uso de armas de fogo na prática de homicídios cresceu 12%. Em 1996,
59% dos 38.894 homicídios registrados foram causados por meio delas, enquanto
em 2008 essa proporção representou 71,3% das mais de 48 mil mortes ocorridas,
representando uma média de 95 homicídios com armas de fogo por dia.
Extraído do site: <www.comunidadesegura.org/pt-br/MATERIA-pesquisa-sobre-mortes-por-armas-de-fogo-causa-controversia>.
Acesso em: 13 jun. 2011.
Considerando linear a evolução dos homicídios nos anos 2007, 2008, 2009, 2010 e 2011
e sabendo que, em 2007, houve 47 800 homicídios e, em 2008, 48 500 homicídios, o
número provável de homicídios em 2011 será:
a)
b)
c)
d)
e)
50 000
51 000
50 100
50 600
49 000
MT – 2o. dia
35
Simulado Enem 2011
Rascunho
Questão 157
Duas latas de geleia de morango, de mesma marca, estão expostas na prateleira de um
supermercado. As embalagens são feitas do mesmo material, de modo que a mais alta
possui o dobro da altura da outra, mas seu diâmetro é metade do diâmetro da lata mais
baixa. Sabendo que a lata mais alta custa R$ 2,30 e a mais baixa custa R$ 4,30, pode-se afirmar que:
a) a lata mais alta gasta mais material para ser montada, porém é mais econômica para
o consumidor.
b) a lata mais alta gasta mais material para ser montada e é menos econômica para o
consumidor.
c) a lata mais baixa gasta mais material para ser montada e é menos econômica para o
consumidor.
d) a lata mais baixa gasta mais material para ser montada, porém é mais econômica
para o consumidor.
e) economicamente, é indiferente para o consumidor levar uma ou outra embalagem,
pois seus preços são diferentes.
Questão 158
Aldair gosta de brincar com os irmãos. Em uma das brincadeiras, elaborou um quadro
com quatro símbolos, em que cada símbolo representa um número natural. O desafio
era descobrir o número que o símbolo x representa. Para ajudar os irmãos, ele deu as
seguintes dicas:
•
a soma dos símbolos da linha 2 é igual a 30;
•
a soma dos símbolos da coluna 2 é 20;
•
a soma dos símbolos da coluna 4 é 14.
coluna 1
↓
coluna 2
↓
coluna 3
↓
coluna 4
↓
linha 1 →
linha 2 →
Sua irmã mais nova, que é muito esperta, afirmou corretamente que o símbolo x representa o número:
a)
b)
c)
d)
e)
3
5
7
8
9
MT – 2o. dia
36
Simulado Enem 2011
Rascunho
Questão 159
A fim de marcar o número de pontos efetuados em todas as partidas de vôlei em um
campeonato, Jorge realizou o seguinte procedimento: pegou vários palitos de fósforo da
cozinha de sua mãe e começou a montar triângulos. Cada palito representava um ponto.
Assim, para construir o primeiro triângulo, ele usou 3 palitos, para construir o segundo,
usou os 3 anteriores e mais 2, e assim sucessivamente, até o campeonato terminar.
...
Como assistiu a todos os jogos, Jorge conseguiu montar 350 triângulos. Dessa maneira,
ele sabia que o número total de pontos marcados era:
a)
b)
c)
d)
e)
352
353
700
701
702
Questão 160
Uma indústria de cerâmica possui três modelos quadrados de piso, de acordo com as
ilustrações abaixo.
tipo
I
tipo II
tipo III
Cada modelo contém círculos de mármore que são inseridos no piso. O custo de produção de cada um deles é diretamente proporcional à área ocupada pelos círculos de
mármore.
Considerando essas informações, podemos afirmar que o tipo de piso com o menor
custo de produção é:
a)
b)
c)
d)
e)
tipo I ou tipo II.
tipo II ou tipo III.
tipo III ou tipo I.
tipo III.
qualquer um dos três tipos.
MT – 2o. dia
37
Simulado Enem 2011
Rascunho
Questão 161
Suponha que uma enfermeira tenha misturado 10 frascos de 20 m cada um de soro
glicosado a 20% com 1 frasco de 400 m de soro glicosado a 5%. Nesse caso, ela produziu um soro glicosado a:
a)
b)
c)
d)
e)
20%
25%
5%
12,5%
10%
Questão 162
Observe a tabela abaixo, que traz informações a respeito de um concurso para professores do magistério para a unidade de Currais Novos (RN).
Desvio padrão para os cargos do grupo magistério
Unidade
Cargo
Currais Novos
Biotecnologia
Currais Novos
Prova
Média
Desvio padrão
Legislação
3,2308
1,31
Biotecnologia
Conhecimentos Específicos
18,1538
3,86
Currais Novos
Didática
Legislação
3,9444
1,1534
Currais Novos
Didática
Conhecimentos Específicos
29,7778
2,2125
Currais Novos
Espanhol
Legislação
3,5
0,7638
Currais Novos
Espanhol
Conhecimentos Específicos
15,6667
2,1344
Currais Novos
Gestão
Legislação
3,3077
1,264
Currais Novos
Gestão
Conhecimentos Específicos
20,1923
3,3515
Extraída do site: <http://portal.ifrn.edu.br/secoes/servidores/concursos/concurso-publico-2008/desvio-padrao-por-cargo>.
Acesso em: 14 jun. 2011. [Adaptada]
O cargo e a prova em que os candidatos obtiveram a nota mais regular foram:
a)
b)
c)
d)
e)
Biotecnologia e legislação.
Biotecnologia e conhecimentos específicos.
Didática e legislação.
Gestão e legislação.
Espanhol e legislação.
Questão 163
Uma empresa resolveu colocar caixas de correio na frente das casas que tivessem o
número 7 na placa de identificação, em uma rua em que as casas são numeradas de 1
a 1 000. Considerando que a empresa possuía somente 120 caixas de correio, assinale
a alternativa correta.
a)
b)
c)
d)
e)
Faltaram 151 caixas.
Sobraram 200 caixas.
Faltaram 100 caixas.
Sobraram 50 caixas.
Faltaram 171 caixas.
MT – 2o. dia
38
Simulado Enem 2011
Rascunho
Questão 164
Euler pediu que lhe servissem um chope em uma tulipa em forma de cone invertido de
altura interna 20 cm, com 4 cm de colarinho (espuma), como mostra a figura.
Quando tomou todo o seu chope e foi pagar a conta, Euler argumentou que deveria pagar
apenas o percentual do líquido que ele havia consumido em relação à capacidade total
da tulipa, descontando assim a espuma. Se seu argumento fosse aceito, Euler deveria
pagar sobre o preço total do chope:
a)
b)
c)
d)
e)
80%
55,4%
51,2%
73,8%
64%
Questão 165
Dois jogadores de futebol estão posicionados nos extremos opostos de uma quadra de futebol
retangular. O jogador Douglas chuta a bola, fazendo-a rolar em direção a Dalton. Quando a
bola percorre 8 m, o ângulo de depressão com o qual o jogador Dalton observa a bola é θ.
44 metros
Sabendo que Dalton tem 1,80 m de altura, o valor da tg(θ) é:
1
17
1
b)
18
1
c)
30
1
d)
20
a)
e)
1
15
MT – 2o. dia
39
Simulado Enem 2011
Rascunho
Questão 166
Observe o quadro de medalhas das Olimpíadas de 2008, realizadas em Pequim (China). Nesse quadro consta o número total de medalhas dos 10 países mais bem
classificados.
Quadro de medalhas – Olimpíadas de 2008
País
Ouro Prata
Bronze
Total
1 . China
51
21
28
100
2o. Estados Unidos
36
38
36
110
o
3 . Rússia
23
21
28
72
4o. Reino Unido
19
13
15
47
5 . Alemanha
16
10
15
41
6o. Austrália
14
15
17
46
7 . Coreia do Sul
13
10
8
31
8o. Japão
9
6
10
25
9 . Itália
8
10
10
28
10o. França
7
16
17
40
o
o
o
o
Extraído do site: <http://olimpiadas.uol.com.br/2008/quadro-de-medalhas/>.
Acesso em: 14 jun. 2011. [Adaptado]
Com base no número total de medalhas de cada país, podemos afirmar que a mediana
do número de medalhas é igual a:
a)
b)
c)
d)
e)
42,5
43,5
39,2
30,5
41,2
Questão 167
Três candidatos inscritos em uma corrida com carros diferentes e raios das rodas respectivamente iguais a 30 cm, 60 cm e 90 cm desenvolveram uma velocidade de 80 km/h, durante 4 horas. Quantos quilômetros cada um dos três carros percorreu, respectivamente?
a)
b)
c)
d)
e)
320, 640 e 960.
240, 640 e 960.
320, 160 e 80.
320, 320 e 320.
640, 320 e 160.
Questão 168
Luís parte de carro da cidade de Taguatinga com destino a Goiânia. Em cada instante
t (em horas), a distância que falta para percorrer até o destino é dada, em dezenas de
quilômetros, pela função D, definida por
 18t + 195

D( t ) = 5 ⋅ 
− 3
 18t 2 + 5

MT – 2o. dia
40
Simulado Enem 2011
Considerando o percurso de Taguatinga a Goiânia, a distância, em média, por hora, que
o carro percorreu foi:
a)
b)
c)
d)
e)
Rascunho
50 km
70 km
90 km
110 km
130 km
Questão 169
Uma pessoa lança três dados não viciados. Veja alguns dos resultados obtidos.
(1, 3, 4)
(2, 4, 1)
(6, 6, 6)
(6, 4, 2)
A probabilidade de os três números obtidos formarem uma progressão aritmética de
razão 1 é igual a:
1
a)
6
1
b)
9
c)
1
27
d)
1
54
e)
7
36
Questão 170
No porto de Santos, um navio estava sendo carregado. Em seu casco, havia alguns riscos, como se fossem os de uma régua graduada, cuja função é medir a altura da parte
do casco que está embaixo d’água. Cada um desses riscos está a 10 cm um do outro.
Extraída do site: <http://naviosbrasileiros-navios.blogspot.com/>. Acesso em: 15 jun. 2011.
MT – 2o. dia
41
Simulado Enem 2011
Em determinado dia, às 9 h, o nível da água estava na marcação 32, o que significa
que 3,20 m do navio estavam embaixo d’água. Às 16 h, o nível da água estava na
marcação 38.
Rascunho
Sabendo que o navio afunda 10 cm a cada 28 toneladas de carga que recebe, assinale
a alternativa que indica quantas toneladas de carga o navio recebeu nesse dia.
a)
b)
c)
d)
e)
168 toneladas.
169 toneladas.
170 toneladas.
171 toneladas.
172 toneladas.
Questão 171
A tabela abaixo mostra o número de pontos do grupo E da segunda fase do Campeonato Mundial de Vôlei. Também estão indicadas as vitórias (V) e as derrotas (D)
desse grupo.
Extraído do site: <http://voleiset.wordpress.com/page/2/>.
Acesso em: 16 jun. 2011.
A média e a mediana dos pontos do grupo E valem, respectivamente:
a)
b)
c)
d)
e)
4,4 e 6,1.
4,5 e 4,5.
5,3 e 3,2.
2,5 e 3,2.
1,2 e 4,3.
Questão 172
O gráfico seguinte representa a evolução do total destes crimes no Rio de Janeiro: homicídio doloso, extorsão mediante sequestro, roubo de carga, roubo e furto de veículo,
roubo a banco, roubo a transeunte, roubo a residência, roubo em coletivo, roubo a estabelecimento comercial e latrocínio.
MT – 2o. dia
42
Simulado Enem 2011
Rascunho
Fonte: Instituto de Segurança Pública do Estado do Rio de Janeiro.
Extraído do site: <http://ofca.com.br/artigos/2008/09/19/190908-crime-no-rio-de-janeiro-1991-a-2008-nada-a-festejar/>.
Acesso em: 16 jun. 2011.
De acordo com o gráfico, o biênio que apresentou o menor número de crimes foi:
a)
b)
c)
d)
e)
1991-1992
1992-1993
1995-1996
1998-1999
2000-2001
Questão 173
Nesta figura estão representados o cubo de vidro ABCDEFGH, que será lapidado, e o
sólido OPQRST, que será colocado à venda ao preço de R$ 50,00 por centímetro quadrado de superfície lateral.
Cada aresta do cubo mede 4 cm e os vértices do sólido OPQRST são pontos centrais
das faces do cubo. Logo, o valor da peça lapidada está entre:
a)
b)
c)
d)
e)
R$ 500 e R$ 700
R$ 200 e R$ 500
R$ 1 000 e R$ 2 000
R$ 1 500 e R$ 2 000
R$ 2 000 e R$ 3 000
MT – 2o. dia
43
Simulado Enem 2011
Rascunho
Questão 174
O gráfico de colunas retrata o crescimento da população carcerária brasileira de 2005
a 2009.
Extraído do site: <www.stf.jus.br/repositorio/cms/portalStfInternacional/portalStfCooperacao_pt_br/anexo/Apresentacao_ERIVALDO._CNJ._
Atividadees_direitos_humanos.pdf>. Acesso em: 16 jun. 2011.
Em 2008, a população carcerária no Brasil era de 452 260 presos; em 2009, esse número
aumentou para 473 626 presos. Considerando que o crescimento seja linear nos próximos
cinco anos, a população carcerária em 2012 será de:
a)
b)
c)
d)
e)
253 647 p resos.
537 724 p resos.
546 637 p resos.
453 647 p resos.
453 890 p resos.
Questão 175
Na figura abaixo está representada parte da planta de um bairro. Marina deve caminhar
de sua casa ao shopping, onde pretende ir ao cinema, passando pela casa de sua irmã
Júlia, caminhando sempre para o Norte (N) ou para o Leste (L).
Shopping
Casa da Júlia
N
L
Casa da Marina
MT – 2o. dia
44
Simulado Enem 2011
Nessas condições, o número de possíveis caminhos para Marina ir de casa ao shopping é:
a)
b)
c)
d)
e)
Rascunho
210
120
28
320
10
Questão 176
Em seu livro O universo numa casca de noz, publicado pela primeira vez em 2001,
Stephen Hawking afirma:
Nos últimos 200 anos, o crescimento populacional tornou-se exponencial; ou seja,
a população cresceu a uma mesma porcentagem a cada ano. Atualmente, a taxa é
de cerca de 1,9% ao ano. Isso pode parecer pouco, mas significa que a população
mundial dobra a cada 40 anos.
HAWKING, Stephen. O universo numa casca de noz. Trad. Monica Gagliotti Fortunato Friaça/
Revisão técnica Amâncio César Santos Friaça. São Paulo: Ediouro, 2009.
Sendo P0 uma população inicial, a função que estima a população mundial P, em função
do tempo t, em anos, é dada por:
a)
b)
c)
d)
e)
P(t) = P0(1,019) t
P(t) = P0(1,9) t
P(t) = P0(0,019)t
P(t) = P0(1,9)t
P(t) = P0(1,019)t
Questão 177
Nos países em que a fonte energética é menos poluente, o [carro] elétrico poderia
valer a pena. O estudo de Doucette [Reed Doucette, pesquisador do Departamento
de Engenharia de Oxford, na Inglaterra] apontou que, na França, que tem energia predominantemente limpa, o automóvel elétrico se saiu bem em relação ao concorrente
a gasolina. O resultado poderia valer para o Brasil. Ainda assim, há uma alternativa
que pode ser mais verde: o carro usado, em bom estado.
A fabricação de um automóvel é altamente poluente. Um elétrico, como o Toyota
Prius, feito no Japão (que usa fontes sujas de energia), emite em sua produção a mesma
quantidade de CO2 que um carro a gasolina ao longo de 64 mil quilômetros rodados. [...]
ROSA, Guilherme. O fim dos mitos verdes. Galileu. São Paulo: Globo, mar. 2011. Extraído do site: <http://revistagalileu.globo.com/Revista/
Common/0,,ERT214178-17773,00.html>. Acesso em: 17 jun. 2011.
Um carro a gasolina, que tenha rodado 254 342 quilômetros, emite uma quantidade de
CO2 equivalente à quantidade de gás carbônico emitida na produção de aproximadamente
quantos Prius?
a)
b)
c)
d)
e)
4
3
2
1
5
MT – 2o. dia
45
Simulado Enem 2011
Rascunho
Questão 178
Recentemente, foi atribuída a Leonardo Da Vinci a invenção de um dispositivo
chamado criptex. Um criptex é um tubo construído com uma série de anéis com
letras do alfabeto gravadas neles. Quando as letras dos anéis são alinhadas
formando a senha correta do criptex, uma das tampas pode ser removida, e os
conteúdos (geralmente um pedaço de papiro enrolado em um frasco de vidro
contendo vinagre) podem ser retirados. Se alguém tentar violar o dispositivo, a
garrafa de vidro se quebrará e o vinagre dissolverá o papiro antes que a mensagem possa ser lida.
Extraído do site: <www.unmuseum.org/leocode.htm>. Acesso em: 20 jun. 2011. [Tradução livre]
Criptex criado por Justin Nevins.
Considerando que um criptex contenha cinco anéis, cada um com todas as letras do
alfabeto (26 letras), e que apenas um alinhamento indica a senha correta, alguém que
tentasse abrir o criptex precisaria tentar, no máximo, aproximadamente:
a)
b)
c)
d)
e)
510 de senhas diferentes.
25 ⋅ 105 de senhas diferentes.
35 ⋅ 105 de senhas diferentes.
14 milhões de senhas diferentes.
15 milhões de senhas diferentes.
Questão 179
O copo tulipa tem a forma de um cone circular reto. Se uma pessoa bebe o líquido nele
existente desde o instante em que ele está completamente cheio até que o nível da bebida
fique exatamente na metade da altura do copo, então a quantidade de líquido bebido
está para a quantidade de líquido restante assim como:
a)
b)
c)
d)
e)
1 está para 2.
3 está para 4.
5 está para 8.
3 está para 8.
7 está para 1.
Questão 180
A magnitude M de um terremoto é definida por uma escala logarítmica que compara a amplitude A do terremoto registrado com a amplitude A0 de referência, ou
MT – 2o. dia
46
Simulado Enem 2011
seja, a menor amplitude que pode ser medida pelo sismógrafo. Assim podemos
escrever M como:
Rascunho
 A
M = log 

 A0 
Usando propriedades logarítmicas, podemos escrever:
A
= 10M ⇒ A = 10M ⋅ A 0
A0
A expressão acima nos diz que a cada magnitude M a amplitude do terremoto
cresce por um fator de 10M. Assim:
• Num terremoto com magnitude M = 1 temos A = 101 ⋅ A0 = 10A0
• Num terremoto com magnitude M = 2 temos A = 102 ⋅ A0 = 100A0
• Num terremoto com magnitude M = 3 temos A = 103 ⋅ A0 = 1 000A0
• ... e assim por diante
A tabela abaixo nos mostra a amplitude relativa das ondas sísmicas registradas
para M = 0, 2, ..., 9.
M
A
A amplitude cresce por
um fator 10
a cada magnitude
0
A0
A0
1
A1 = 10A0
A1 = 10A0
2
A2 = 100A0
A2 = 10A1
3
A3 = 1000A0
A3 = 10A2
4
A4 = 10000A0
A4 = 10A3
5
A5 = 100000A0
A5 = 10A4
6
A6 = 1000000A0
A6 = 10A5
7
A7 = 10000000A0
A7 = 10A6
8
A8 = 100000000A0
A8 = 10A7
9
A9 = 1000000000A0
A9 = 10A8
Extraído do site: <http://fisicamoderna.blog.uol.com.br>. Acesso em: 20 jun. 2011.
Em 10 de março deste ano, houve um terremoto de aproximadamente 5 graus de magnitude na província de Yunnan, na China. No dia seguinte, um terremoto com quase
9 graus de magnitude atingiu a costa nordeste do Japão. Em um cálculo aproximado, o
tremor no Japão teve sua amplitude:
a)
b)
c)
d)
e)
10 000 vezes maior do que o da China.
100 vezes maior do que o da China.
10 vezes maior do que o da China.
4 vezes maior do que o da China.
9 vezes maior do que o da China.
MT – 2o. dia
47
Simulado Enem 2011
Transcreva a sua Redação para a Folha de Redação
1
2
3
4
5
O
6
7
H
8
9
11
13
15
21
22
23
24
25
26
E
R
20
R
19
A
18
D
17
A
S
16
Ç
C
14
Ã
U
12
O
N
10
27
28
29
30
LC – 2o. dia
48
Simulado Enem 2011

Documentos relacionados

Avaliação do 2º dia

Avaliação do 2º dia Prova de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias Prova de Matemática e suas Tecnologias

Leia mais