DEPRESSÃO E ANSIEDADE - Dr. Alex Montano

Сomentários

Transcrição

DEPRESSÃO E ANSIEDADE - Dr. Alex Montano
DEPRESSÃO E ANSIEDADE
PRINCIPAIS
TRANSTORNOS
DEPRESSIVOS
LINHAS
GERAIS
TRANSTORNOS
NA
ANSIOSOS
CONDUTA
E
DESTES
Alex Montano Wilhelms
Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1992-1997)
Hospital das Clínicas de Porto Alegre(1998-2000)
Pós – Graduação em Psicoterapia Psicanalítica – CELG/MEC – HCPA (2001-2002)
DEPRESSÃO E ANSIEDADE
De acordo com a Norma 1595/2000 do Conselho Federal de Medicina e a Resolução
RDC 102/2000 da Agência de Vigilância Sanitária declaro:
Speaker – Lilly
Patrocínio para Congressos Médicos – Lilly/ Wyeth/ Lundbeck/ GSK/ Servier.
Alex Montano Wilhelms
Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1992-1997)
Hospital das Clínicas de Porto Alegre(1998-2000)
Pós – Graduação em Psicoterapia Psicanalítica – CELG/MEC – HCPA (2001-2002)
ANSIEDADE
VISÃO GERAL
DEPRESSÃO
TAMANHO DO PROBLEMA
PREVALÊNCIA NA POPULAÇÃO: 3 - 11 %;
22- 33 % em pctes INTERNADOS POR QUALQUER
DOENÇA, IAM recente (33%), CANCER (47%);
2 – 3 X > MULHERES;
80 % RECORRENTE (mediana de 4 episódios/ VIDA);
Comprometimento da DISTIMIA ainda maior;
Fleck, RBP, 2009
DEPRESSÃO
DIAGNÓSTICO
SINTOMAS FUNDAMENTAIS
SINTOMAS ACESSÓRIOS
1. Humor deprimido;
2. Perda de interesse;
3. Fatigabilidade.
1.
2.
3.
4.
5.
6.
EPISÓDIO LEVE:
2 fundamentais + 2 acessórios;
EPISÓDIO MODERADO:
2 fundamentais + 3 - 4 acessórios;
EPISÓDIO GRAVE:
3 fundamentais + >4 acessórios;
Concentração e atenção reduzidas;
Auto- estima e auto – confiança reduzidas;
Idéias de culpa e inutilidade;
Visões desoladas e pessimistas do futuro;
Sono perturbado;
Apetite diminuído.
2 SEMANAS
ALT. NEUROVEGETATIVAS (apetite/ peso/ sono)
ALT. PSICOMOTORAS (energia/ interesse/ agitação ou retardo)
ALT. COGNITIVAS (inutilidade/ desesperança/ culpa/ idéias suicidas)
SINTOMAS ANSIOSOS
Bauer, WJBP, 2002; WHO, ICD – 10, 1993
ANSIEDADE
VISÃO GERAL
ANSIEDADE
VISÃO GERAL
DEPRESSÃO
TRATAMENTO - FASES
Recidiva
Resposta Remissão
***
Recorrência
Recuperação
Gravidade
“Normalidade”
Recuperação
Fleck,
RBP, 2009;
incompleta
Sintomas
Cronicidade
Síndrome
Fases do tratamento
Aguda
Continuação
Manutenção
Tempo
David Kupfer, 1991
*** <=7 HAM/ 17 itens
DEPRESSÃO
TRATAMENTO
ANTIDEPRESSIVO É MELHOR QUE PLACEBO NAS
DEPRESSÕES MODERADAS / GRAVES; 50 – 65% X 25 – 30 %
DEPRESSÃO PSICÓTICA: tem que associar antipsicótico;
ATÍPICA (reat humor/ sens. Rej): IMAOS irreversíveis.
DEPRESSÃO GRAVE EM PCTES HOSPITALIZADOS: melhor
ADT e VENLAFAXINA.
SE SINTOMAS RESIDUAIS: pior qualidade de vida e
funcionalidade, maior risco de suicídio e recaídas.
PSICOTERAPIA + ADS: + EFICÁCIA.
Schulberg, Arch Gen Psyc, 1998; Bauer, WJBP, 2002; McIntyre, Can J Psyc, 2004, Anderson, J Psycho, 2008
DEPRESSÃO
TRATAMENTO
No geral: TODOS ADS são igualmente eficazes;
DIMINUEM O RISCO DE SUICÍDIO;
CONSULTAS SEMANAIS nas primeiras 4 – 6 SEMANAS,
parecem ter melhor resultado;
Na 1a SEMANA 35% RESPOSTA;
Quanto mais TENTATIVAS SEM RESPOSTA, MENOR A
CHANCE DE RESOLVER!!!! 49
19; 37
13. PENSAR
EM ECT!!!!
Fleck, RBP, 2009; Rush, Am J Psyc, 2006
DEPRESSÃO
DANOS
Gera LIMITAÇÃO DA ATIVIDADE/ BEM - ESTAR,
INCAPACITAÇÃO
FUNCIONAL
E
COMPROMETIMENTO DA SAÚDE FÍSICA;
Quarta causa de INCAPACITAÇÃO;
Em 2020 a PRIMEIRA em países em dsto e a
SEGUNDA em países desenvolvidos!!!!
10 – 20% tem seu diagnóstico MODIFICADO para
TAB;
Murray, Lancet, 1997; Solomon, Arch Gen Psyc, 1997
ANSIEDADE
T DO PANICO
PREVALÊNCIA
5 % população
2 x + mulheres
Alt. locus ceruleus e nucleos da
rafe
10 – 15 % TEM DEPRESSÃO
TTO. ADS SEROT. E NORAD. +
TCC
PODE ASSOCIAR BZDS.
ANSIEDADE
AGORAFOBIA
PREVALÊNCIA
0,6 -6 % população
2 x + mulheres
TTO. TCC.
PSICOFARMACOS PARA
SINTOMAS ALVO OU
COMORBIDADES
ANSIEDADE
TOC
PREVALÊNCIA
2 – 3 % população
MULHERES = HOMENS
67 % DESENVOLVERÃO
DEPRESSÃO
Alt. frontais/ caudado e cíngulo
ADS SEROTONINERGICOS +
TCC
ANSIEDADE
FOBIA SOCIAL
PREVALÊNCIA
3 – 13 % população
ADS SEROT. + psicot
ANSIEDADE
TAG
MUITA PROCURA POR OUTROS
ESPECIASLISTAS
3 - 8 % população
60-90% COMORBIDADES
2: 1 MUL X HOM
ADS SEROT. + psicot
Diferenciar de Reação de Estresse
Agudo: estressor excepcional + após
1 h sintomas + redução dos sintomas
em 48 H.
ANSIEDADE
TEPT
PREVALÊNCIA
3 - 8 % população
2: 1 MUL X HOM
ADS SEROT. + psicot
Diferenciar da REA
ANSIEDADE
VISÃO GERAL
MISTO DE ANSIEDADE E DEPRESSÃO
...3 ou quatro sintomas de Depressão Maior
(devem incluir tristeza ou anedonia),
acompanhados de “anxious distress”, durando
2 semanas e sem outro diagnóstico de
Depressão ou Ansiedade presente.
MISTO DE ANSIEDADE E DEPRESSÃO
“Anxious distress” ...dois ou mais dos seguintes
sintomas: “Sofrimento Ansioso” é definido
como tendo dois ou mais dos seguintes
sintomas: preocupação irracional ,
preocupação com situações desagradáveis,
dificuldade de relaxar, tensão motora, medo
de que algo terrível aconteça.
MISTO DE ANSIEDADE E DEPRESSÃO
Severidade (leva em consideração, objetivamente , o número
de sintomas de ansiedade e a presença ou não de agitação
psicomotora). 1) preocupação; 2) Inquietação; 3) sentir-se
nervoso; 4) tensão motora; 5) Sensação de que algo
terrível pode ocorrer.
Escala Clínica de Ansiedade:
0. Não ansiosos
1.discretamente ansiosos
2. Ansiedade Moderada - 2 sintomas
3. Severamente Ansioso 3-5 sintomas
4. Severamente ansioso com agitação motora