Sion News PORT n.48.pub

Сomentários

Transcrição

Sion News PORT n.48.pub
N. 48
Outubro 2008
Notícias de Sion
Editorial
O calor muito forte em Roma terminou, embora o tempo ainda continue quente com maravilhoso céu azul durante o dia. Quatro de
nós continuamos aqui para descobrir as maravilhas da arte, da arquitetura e da arqueologia em Roma. Recentemente, participamos
da excursão que nos conduziu às escavações, debaixo do altar de São Pedro, onde
há quase evidência segura de ser ali o túmulo de São Pedro. Caminhamos através de
muitas ruas com túmulos e afrescos bem
preservados, muitos dos quais são cristãos.
Apenas pequenos grupos de dez foram admitidos na excursão. Portas de vidro fecharam misteriosamente atrás de nós, quando
percorremos vários níveis e através dessas
misteriosas ruas estreitas da Roma antiga.
Que excursão surpreendente e interessante!
Tivemos nosso pequeno apartamento no andar inferior ocupado durante todo o verão. Unimo-nos à comunidade de Santo Egídio, várias vezes, durante a semana, quando a Eucaristia, era celebrada pela manhã e procuramos conhecer cada membro pelo nome; vários deles são africanos e não tinham tido, até então, nenhum conhecimento de Judaísmo e da importância nos seus estudos teológicos. Andrea Riccardi, fundador da comunidade, acabava de publicar seu livro
“L’inverno più lungo” 1943-44 Pio XII gli ebrei
e i nazisti a Roma.
O Sínodo sobre a Palavra está acontecendo
em Roma durante algumas semanas. Parece
que o Rabino Cohen não impressionou muito
os participantes do Sínodo e os seus comentários sobre o Papa Pio XII não ajudaram. Foi
uma decepção e uma oportunidade perdida.
Como nós, vocês devem ter lido as notificações que apareceram no Sidic de Roma. O
Bispo de Nevers – França deu uma reflexão
muito interessante e proveitosa.
UISG/USG aqui, em Roma, organizaram reuniões regulares com alguns religiosos, homens e mulheres, que participaram no Sínodo. Eles deram esclarecimentos sobre os tópicos que foram discutidos, tornando-os mais
vivos e interessantes. Houve numerosos outros especialistas em Roma, convidados como consultores dos Bispos, que não foram,
porém, convidados para o Sínodo. Eles se
encontraram com UISG e apresentaram discussões e reflexões cheias de vida e muito
interessantes, constituindo como um sínodo
alternativo.
.
Nostra Signora di Sion
Via Garibaldi 28
00153 Roma - Italia
Tel.: (39) (06) 581
0465 / 580 0479
Fax: (39) (06) 5809454
Email: [email protected]
PÁGINA 2
Notícias de Sion - N. 48
Projeto Esperança
Relatório para 2007
Estamos felizes de poder dizer que recebemos, este ano, dinheiro da Austrália, Canadá/USA, das
Contemplativas e da Ir. Kathy Wolff, no valor de P490,883.84
($U 12,120.00). Isso, juntamente com o balanço deu-nos um
total de P1,441,904.84 ($US 35,602.00). No ano passado, apresentamos os dois aspectos de nossos compromissos: o primeiro foi a reconstrução e transformação em Real e a segunda, ajudar os fazendeiros da Fazenda Luisita. Como no ano
passado, algumas dessas doações só foram recebidas no final
do ano, podemos agora usar toda a importância doada em
2007.
Nosso Projeto Esperança em Real
Muitas pessoas se beneficiaram com este meio de vida; são
catequistas de tempo integral da paróquia e voluntários. 18
receberam 5 leitões cada um, que eles criaram por 4 meses e
depois venderam. Nós provemos a subsistência dos leitões e
a ação social da paróquia, as rações. O pequeno lucro faz
crescer a renda dos catequistas. Três catequistas que não
podem, por diferentes motivos, cuidar de porcos escolheram
possuir um pequeno depósito ou um cavalo, seja para arrendar, seja para finalidades de mercado.
A casa do irmão de Leah foi destruída pelo fogo; por isso, ajudamos a família na reconstrução.
Elizabeth estava acostumada a carregar seus vegetais nas mãos ou na cabeça. Agora, cada dia, junto com seu esposo, eles vendem através do povoado, com a ajuda do carrinho – uma bicicleta e um carro lateral, preso a uma motocicleta, que os ajudam nas vendas..
Em 2008 continuaremos com a ajuda de projetos de subsistência. Esperamos desenvolver, com
alguns homens em nosso povoado, alguns rendimentos que oferecem oportunidades. Se idéias
surgirem, por favor, enviar E-Mail, para nós ...
N. 48
PÁGINA 3
Nosso Projeto Esperança na Fazenda Luisita
O direito de doação de terra aos fazendeiros da Fazenda
Luisita pelo Departamento da Reforma Agrária ainda não foi
completado visto que a ordem para um Método de Impedimento Temporário foi doada aos proprietários da rica terra,
propriedade da família Cojuangco. Nem justiça foi feita, por
meio de doações, às vítimas que foram massacradas pelos
militares. Ao lado das 7 mortes no piquete de grevistas e nos mais de 200 feridos, o presidente de um dos sindicatos da Fazenda foi morto por um militar. A pesar da ordem de prisão e
uma testemunha ocular, o culpado continua em atividade na Fazenda. O presidente de outro
sindicato teve de fugir para Manila com a família, porque ameaçado de morte, tendo um grupo de soldados acampado em frente à sua casa.
A pesar dessa situação, os fazendeiros continuam a plantar e tornar produtiva a terra deles. Através de Projeto Esperança, fornecemos novamente “mongo”, arroz e sementes de vegetais. Também fornecemos 2 bombas de água e
3 tratores de mão. Porque a área consiste de 11
“barangays”, o sistema de “bunkalin” é empregado. Isso
significa que há um dia determinado para plantação em
cada “barangay” e tudo ajuda a sair de uma situação difícil.
As grandes áreas de arroz e “mongo” são cultivadas coletivamente e a produção é igualmente partilhada. Há também áreas individuais menores para vegetais para atender às necessidades de alimentos das famílias. Há também 2000 hectares ainda não plantados por falta de equipamento necessário à lavoura. Os proprietários continuam a converter áreas que ilegalmente não são próprias
para fazendas em ruas destinadas ao comércio e propriedades, por isso os fazendeiros estão ansiosos a dar vida
ás suas plantações. Os proprietários ainda continuam a
se servir de capangas militares e armados, mas os fazendeiros não se deixarão intimidar na questão em favor
da justiça e de uma vida decente.
O custo total de assistência em Real e a Fazenda Luisita equivalem a P755,600,00
($US18,656.00). Gostaríamos de agradecer pela ajuda de vocês ao nosso Projeto Esperança
– Relatório preparado em fevereiro 2008.
PÁGINA 4
Notícias de Sion - N. 48
20 de janeiro 2008; Eucaristia em ação de graças - Sale
Todas aquelas Irmãs, que puderam, viajaram mais alguns
quilômetros até Sale para celebrar, junto com o povo de
Sale, uma Eucaristia de ação
de graças e despedida, marcando o fim do 117o ano da
ininterrupta história da congregação em Sale e na diocese.
O Bispo Jeremiah Coffey,
Mons. John Allman e Fr. Bernard Buckley concelebraram
a Eucaristia na presença de
muitos alunos e amigos das
Irmãs. Patricia apresentou uma breve descrição do significado da data e da chegada
das Irmãs em Sale, em 1890. Ela falou das ex-alunas e se referiu à sua presença como um sinal muito forte da afeição e lealdade delas a Sion, o que foi muito apreciado. Ela também reconheceu a leal ligação a Sion das muitas gerações das incontáveis famílias Gippsland, desejando que os vínculos continuem, mesmo que não haja
mais nenhuma Irmã de Sion em Sale.
Também recordamos o dia em que Piar, nossa primeira Irmã de Sion filipina, fez sua
profissão religiosa e três Irmãos de Sion, seus votos finais em Jerusalém.
No dia 25 de janeiro, Irmã Lauraine e Angela deixaram Sale, juntas, e foram para Box
Hill. Irmã Lauraine ficou 50, dos 62 anos, vivendo em Sale, 23 dos quais, diretora em
Stratford e se aposentou em 1990. Foi num chá da tarde, realizado no antigo convento de Sion, no dia 16 de dezembro, que foi feita uma homenagem ao trabalho das
irmãs de Sion e a despedida de Irmã Lauraine.
Foi com alguma tristeza e nostalgia que partimos, cientes que o trabalho das antigas
e das atuais Irmãs é recordado e considerado pelo povo da diocese. O povo demonstrou uma grande afeição às Irmãs e esperamos que o espírito e as tradições
de Sion permanecerão em suas famílias. Rezamos e agradecemos a generosidade das pessoas de Gippsland,
confiantes que Deus continuará a acompanhá-las e a todos os seus, pouco
importando onde estejam.
Angela
PÁGINA 5
N. 48
Associação “Verônica” »
Introdução
Como todos os “Projetos Esperança”, o 5o que consistiu em escolarizar 160 crianças do SIDA, na
República Democrática do Congo, foi financiado pelas Irmãs de Sion, durante 3 anos.
As Irmãs da Inglaterra, em particular Trish e Pia, estão interessadas com o futuro destas crianças...
Por isso, voltando à França, estive com antigas alunas, com as quais criamos a Associação
“Verônica”.
Há 4 anos, esta Associação, por meio de padrinhos, continua o que foi realizado pelo “Projeto
Esperança V” e ,assim, as mesmas crianças puderam prosseguir seus estudos.
As crianças que terminaram seus estudos foram substituídas por outras, a fim de que haja sempre 160 crianças favorecidas com tal projeto.
Pia muito contribuiu, no início, procurando padrinhos, entre seus amigos ou na paróquia. Nós
lhe agradecemos muito, pois é sobretudo a ela que devemos a possibilidade que “Verônica”
prossiga seu trabalho.
Geneviève
Relatório das Atividades 2007-2008
Como anualmente, há 4 anos, as doações de
nossos voluntários permitiram que 160 órfãos
de BUKAVU continuassem os estudos
Estas crianças são de 3 aldeias: 40 são de
KABARE, 40, de CAHI e 80, de BAGIRA, sendo que, na última aldeia, a metade das crianças já terminou o curso primário, estando atualmente no curso secundário.
Juntamente com este trabalho diretamente
com as crianças, colaboramos no funcionamento de uma escola destruída durante a
guerra. Ela está situada na localidade de IKOMA, a mais ou menos 35 kms de BUKAVU. A densidade da população é de 300 habitantes por quilômetro, sendo também uma
das regiões mais pobres da RDC.
Graças à generosidade do Prefeito de GEMENOS e de sua Municipalidade, que forneceu 10.000 euros, a escola pode funcionar
durante o ano de 2008.
Ir. Geneviève foi a Roma, em abril, a convite
de uma família amiga, que organizara uma
refeição num restaurante de Fiumicino. O dono do restaurante, Gianfranco PASCUCCI,
recebeu 30 pessoas para um jantar “de luxo”
(120 euros por pessoa) e o total da importância recolhida (4000 euros) foi entregue à Associação.
O Lion’s Club de Aubagne fez também uma
doação de 500 euros.
As diversas doações permitiram que continuássemos a manter as oficinas das “Viúvas
Corajosas” e, sobretudo, considerar a possibilidade de contribuir à propaganda de um
vasto projeto de agricultura e criação de gado, em benefício de famílias rurais muito pobres. A ajuda de Paul DERAM, tornando possível o projeto, foi muito preciosa para nós.
È preciso também ressaltar o que é feito agora, na França, graças à atividade incansável
do nosso Presidente.
A loja solidária de TRETS funciona todos os
dias úteis e seu lucro é empregado no funcionamento da Associação.
Participamos da venda de coisas usadas do
TRETS, no dia 6 de julho.
Resumindo: tudo que nos pode tornar conhecidas e fornecer fundos é colocado em prática, pois é a condição para que “VERÔNICA”
possa dar prosseguimento à sua obra de solidariedade na República Democrática do Congo.
Obrigada a todos que compreenderam nossa
obra e nos ajudam!
Ir. Geneviève Vatin-Pérignon
pelo Conselho de Administração
PÁGINA 6
Notícias de Sion - N. 48
Peregrinação de Sion a Paris e Strasbourg
Reino Unido/ Irlanda de uma das agradecidas peregrinas
19 de julho – 29 de julho 2008
16 irmãs saíram para o Centro de espiritualidade Noddfa em Wales do Norte, no dia 19 de julho, a
fim de se dedicarem à oração e à preparação da peregrinação do grupo francês de Sion. Foi um
maravilhoso tempo e um tempo dedicado ao retiro. As reflexões foram preparadas por Elizabeth
Lozinski da província do Canada/Estados Unidos, convidada para partilhar conosco seu conhecimento e amor pelos escritos do Pe. Teodoro. Infelizmente Elizabeth não pôde estar conosco, mas
ela nos enviou o trabalho que ela preparara para nós.
Ficamos bem contentes de encontrar Anne Brittain mas das Filipinas em férias, Anna Schwartz
(Alemanha) e Kasia (Polonia). Formávamos, sem dúvida, um grupo internacional, enquanto, em
Noddfa, celebrávamos as Bodas de Prata de Anne Brittain e Anne Lee numa tarde maravilhosa.
Eu mesma, em breve, farei minhas Bodas de Ouro e nunca tive oportunidade de fazer esta peregrinação à França, e não esperei inutilmente por esta ocasião.
Dez entre nós começamos a parte francesa da peregrinação com a chegada, em Paris, no dia 24
de julho dirigindo-nos diretamente aos Padres de Sion, à rua Notre de Dame des Champs, onde
recebemos um verdadeiro acolhimento bem sionense e almoçamos. Como foi bom o encontro com
o Pe. Lierre Lenhardt, após tantos anos! Visitamos lugares em Paris que têm relação com o
Pe.Teodoro, habilmente conduzidas por Donizeti. Senti muita tristeza por nunca ter visitado a Casa
Mãe, embora soubesse onde ela se encontra
À tarde, viajamos para Grandbourg para aí permanecer
duas noites. Foi preciso muita coraagem para encarar a
montanha e subir com nossa bagagem, mas foi dada
ajuda a quem dela necessitou. Denise Marie nos acolheu, porque Marie Lise estava de férias. Foi boa a permanência aí e muito fácil ver como Padre Teodoro amava este lugar, por sua beleza e paz. As irmãs contemplativas nos deram toda uma tarde de seu tempo e foi uma
alegria conhecer cada uma delas em sua casa e na sua
capela. Mais tarde, visitamos os túmulos de Teodoro e
das primeiras irmãs. Para mim foi quase uma reunião
com pessoas, cujos nomes eu só ouvira ou lera. Senti
muito gratidão por todos os que deram início à congregação e determinaram o seu espírito.
As peregrinas são cumprimentadas pela “Solitude”
Uma grande ajuda também foi o vínculo e companheirismo do nosso grupo
e a ajuda mútua e amizade que partilhamos.
No dia 26, viajamos para Strasbourg, permanecendo no Centro Cultural
São Tomás, onde encontramos Alice Bernadette; Alice Clement nos levou à
magnífica Catedral de Strabourg e se referiu à relação do Pe. Teodoro com
a catedral. Fomos a Turkenstein, no dia 27, acompanhadas por Alice Bernadette e Alice Clement. Foi um dia diferente e, como eu só tinha ouvido
falar sobre este lugar e sua história, por isso foi para mim um privilégio estar
aí.
Como era aniversário de Anne McNally’s, tivemos uma passeio de barco no
rio, o que constituiu um belo final de dia. O resto do tempo em Strasbourg
foi aproveitado em visita às nossas raízes e “saborear” os primitivos dias de
Sion.
Reflexão de
uma peregrina
(Ibolya)
PÁGINA 7
N. 48
O sucesso desta peregrinação é devido ao duro trabalho e experiência de Elizabeth Losinski que
preparou o assunto, estudando-o antecipadamente e com tanto cuidado. Ficamos muito tristes
por ela não ter podido estar conosco e lhe agradecemos muito pelo seu trabalho. Esta peregrinação foi realizada após tantos anos de espera e eu sinto me sinto mais inserida em Sion.
Mary Cannon (uma peregrina)
Comunidade de Belfast
Minha experiência nas Filipinas
Maio-Junho 2008
O que aprendi com esta experiência
Aprendi como viver com um povo diferente, comer comida diferente, amar um povo diferente do
meu e com diferentes tradições. Aprendi que o idioma não pode ser uma barreira para construir
amizades com outras pessoas, mas, ao mesmo tempo, necessito conhecer outro idioma. aprendi
como é importante estar preparada antes de viajar, e possuir uma finalidade. Minha finalidade era
dar amor, alegria, paz e um sorriso e isso me ajudou muito a viver com cada pessoa com abertura
de coração, ouvidos e olhos que consideram o trabalho de Deus em cada pessoa. Eu senti que
Deus usa minha pequenez transformando minha fraqueza (o idioma) em força.
O que aprendi com a tradição do povo
Percebi quão sensível o povo é para com o estrangeiro e quão importante é o acolhimento. Aprendi que a presença de um amigo é importante num lugar estranho e como isso ajuda uma pessoa a
viver. Senti que realmente estava vivendo vida religiosa com uma integração de oração, apostolado e comunidade. Foi maravilhoso ficar numa comunidade grande com sete irmãs. Eu também aprendi para considerar o Egito de outro modo.
Pelo que agradeço a Deus
Agradeço a Deus por esta experiência maravilhosa nas Filipinas, que nunca sonhei ter. Agradeço
a Deus pelo acolhimento recebido pelas irmãs que tanto fizeram para que eu me sentisse feliz.
Sou muito agradecida pelo acolhimento recebido da parte do povo. Agradeço igualmente a Deus
por, enfim, encontrar Aaron (Leah) e por ser capaz de viver esta experiência com alguém de minha idade e no mesmo estágio de formação., algo de que realmente necessitava. O que mais senti
foi a beleza da natureza e que os dias passaram tão depressa.
Algumas coisas achei difíceis: não ter notícias do Egito, o estudo com Irmã Maureena, no início,
quando meu inglês era tão pobre, o fato que havia
duas línguas e não ter pão! Também algumas coisas
que me ajudaram: o fato de o povo falar mal o inglês
como eu; também, as finalidades que determinei
para mim e o acolhimento das irmãs e do povo – eu
senti como se eu estivesse no meu país.
Wafaa Shahata
Província do Mediterrâneo
PÁGINA 8
Notícias de Sion - N. 48
Lembremos em nossa afeição e oração nossas irmãs falecidas
Sr Gabrielle Rodier
Sr Benjamin (Berger)
Sr Addolorata (de Paula Lemos)
Sr Rosa Emilia Bolaños
Sr Johannilda (Windschiegl)
Sr Joan Walters
Sr Emmanuelle Cinquin
30/04/2008
02/05/2008
15/05/2008
27/05/2008
16/07/2008
25/08/2008
20/10/2008
Saskatoon
Saskatoon
Campanha
San José
Wien
Worthing
Callian
Envios
Maio 5-6, 2008
Maio 7, 2008
Maio 21, 2008
Maio 26, 2008
Cartas: Recomendações reunião de formação, Pentecostes para todas as irmãs
Carta de designação às irmãs na Província do Mediterrâneo
Carta da Audiência papal em inglês, francês e espanhol, por Maureen.
Carta da Audiência papal e Notícias de Sion n. 47, em português para a
Província do Brasil
Junho 13, 2008
Cartas da Equipe de Associados para todas as irmãs e Associados
Setembro 15, 2008 Carta e Documento sobre a Colaboração do Chemin Neuf a todas as irmãs
Outubro 6, 2008 Carta e carteira de trabalho, em português e espanhol da EIF
Outubro 10, 2008 Carta sobre a reconfiguração para todas as irmãs
Outubro 15, 2008 Carta a todos os membros da Liderança provincial /Contemplativa com a Agenda do
Conselho Plenário de 2009
Status 2008-2009
Correções:
P. ii
P. 6
P. 31
P. 35
P. 53
P. 59
Novo Website para a Província do Brasil: www.sion.com.br
Acrescente endereço de Email para a Solitude de Roman: [email protected]
Cep número para a comunidade de Aracaju : 49052-360 Aracaju SE
Endereço correto de Email para Maria Célia Pereira Coelho: [email protected]
Fax número para comunidade de Halle : 49 345 122 79 82
Fax número para SIDIC – Paris: 01 40 51 72 08
PÁGINA 9
N. 48
Novo endereço de Email :
P. 1
P. 14
P. 35
P. 35
Novo endereço de Email para Arquivos de Paris : [email protected]
Novo endereço de Email para Cerjuc: [email protected]; [email protected]
Novo endereço de Email para Maria Cristina Marques: [email protected];
[email protected]
Novo endereço de Email para Maria José dos Santos: [email protected]
Novo Endereço :
P. 22
P. 42
P. 44
Novo endereço para Ir Piar De la Peña: Metro Manila Community - 4B Dungon
Street, Project 3, Quezon City, Philippines
Novo endereço para Ir. Lucy Thorson: 77 Quebec Avenue North - Apartment #1032, Toronto,
Ontario M6P 2T4, CANADA: tel. 647 342 5942; cell: 647 267 8805;
Email: [email protected]
Novo endereço para Ir. Audrey Doetzel: 64 Washington Street, Newton, MA 02458 USA:
tel. 617 552 4495 (Work); 617 795 2069 (Home); Email: [email protected]
- Corrigir errata Nécrologe - Necrology- Necrología - Necrológio
17 de fevereiro Ir Anne Joseph (Michel) 1995
Solitude Grandbourg
Ir. Anne Joseph foi mencionada duas vezes
É favor cancelar a última linha de Janeiro 17, na p. 6.
JUBILEES – JUBILES – BODAS – 2008
:
08/06/1948 Luisa Maria do Rêgo Monteiro
celebrou Bodas de Diamante (60 anos em Sion) em junho 8, 2008.

Documentos relacionados

Sion News PORT n.47spe.pub - NDS

Sion News PORT n.47spe.pub - NDS Marta focalizou Jerusalém como a mais importante cidade para Formação – uma cidade onde nossas raízes se desenvolveram e onde podemos adquirir nossa energia. Em sua introdução, Maureen nos falou qu...

Leia mais

Sion News Porto n.45.pub - NDS

Sion News Porto n.45.pub - NDS As Irmãs de Sion assistem à reunião do ICCJ em Sydney Quase dois meses decorreram e continuamos cheia de alegria que nos deu não apenas o êxito da Conferência do Conselho Internacional dos Cristãos...

Leia mais

(novo) prazer de ler - Colégio Nossa Senhora de Sion

(novo) prazer de ler - Colégio Nossa Senhora de Sion Como ocorreu nos anos anteriores, parte da verba arrecadada na festa foi doada ao AMA, o Projeto Multiassistencial do Hospital Samaritano. O valor beneficiará entidades que atendem crianças de zero...

Leia mais

Sion News PORT n.49spe.pub - NDS

Sion News PORT n.49spe.pub - NDS às pessoas quanto ao seu modo de vida. Cada uma se colocou generosamente mostrando-se disponível para o que fosse necessário. Houve o reconhecimento de que cada comunidade estava vivendo fielmente ...

Leia mais

ano xii · n0 41 · dezembro de 2010

ano xii · n0 41 · dezembro de 2010 a resposta, insistem em lhe fazer tal pergunta avassaladora! Gostaríamos nós, cerca de 12 anos depois, no auge dos 17 anos de vida, vestibular em mente, viagem de formatura, e outras coisas, ter a ...

Leia mais