Microsoft PowerPoint - periodiza\347\343o [Modo de

Сomentários

Transcrição

Microsoft PowerPoint - periodiza\347\343o [Modo de
25/08/2008
ORIGENS DA PERIODIZAÇÃO DO
TREINAMENTO FÍSICO
Anos 30: PIHKALA (Finlândia)
Variações no trabalho - recuperação: dias, semanas,
meses e anos de treinamento;
Diminuição progressiva do volume de treinamento,
paralelamente ao aumento da intensidade;
Prof. Ddo
Ddo.. Denis Foschini
UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO (UNIFESP)
UNIVERSIDADE METODISTA DE SÃO PAULO (UMESP)
ORIGENS DA PERIODIZAÇÃO DO
TREINAMENTO FÍSICO
Treinamento
geral como
base para o posterior
treinamento especial (Treinamento de temporada)
ORIGENS DA PERIODIZAÇÃO DO
TREINAMENTO FÍSICO
Anos 60: MATVEYEV
Anos 50: SOVIÉTICOS
Ozolin
Grantyn
Letunov
Teoria da Periodização do TD
Anos 70-80: VERKHOSHANSKY
Sistema de treinamento com cargas concentradas
em bloco
Anos 80: TSCHIENE, BONDARTCHUK
Anos 90 a 2000: AMERICANOS
Periodização linear e não-linear
1
25/08/2008
O quê é Periodização do Treinamento?
O quê é Periodização do Treinamento?
O termo "Periodização" refere-se a métodos
específicos de articulação de aspectos do
treinamento, que garantem a variação
sistemática do volume e intensidade.
Definição de limites temporais que permitem
aos treinadores estruturar o treinamento de
forma objetiva, em cada momento da
preparação desportiva (MARQUES, 1993).
(FRANKEL and KRAVITZ, 2000).
(FRANKEL and KRAVITZ, 2000).
OBJETIVOS DA PERIODIZAÇÃO
Possibilitar
o desenvolvimento ótimo do
rendimento individual;
Obtenção
dos melhores resultados
2
25/08/2008
PROGRAMAS PERIODIZADOS
Vs
NÃONÃO
-PERIODIZADOS
Curto
prazo
Longo
prazo
Periodizado
Periodizado
Não
periodizado
Kraemer e Ratamess, 2004
Concentração
dos hormônios
gonadotróficos
Ciclo
ovariano
Concentração
dos hormônios
ovarianos
Fase folicular
Estrogênio
Ovulação
Fase lútea
Progesterona
Inibina
Ciclo
uterino
T0 corporal
basal (0C)
Menstruação
Fase
proliferativa
Fase secretora
Dia
3
25/08/2008
TAMANHO DO OBJETIVO
É prudente dividir um grande objetivo em pequenas
metas mais facilmente atingíveis
ELABORAÇÃO da PERIODIZAÇÃO
- OBJETIVO
- Tempo/objetivo - tempo/semanal – tempo/sessão
À medida que se ultrapassa cada passo
- Montagem
- Método
O indivíduo se sentirá mais forte e motivado a continuar
- Recuperação
- Alimentação
Sensações agradáveis pela realização de cada etapa
- Entre outros
Cultural
BIO
SER HUMANO
Social
Psico
RESULTADOS
4
25/08/2008
Modelos Lineares e NãoNão-lineares
Modelo linear - periodização clássica.
○ Volume de treinamento começa alto e diminui
com o aumento da intensidade
Modelo não-linear ou ondulado.
○ Intensidade e o volume variam em ciclos de 7 a
10 dias, alternando protocolos diferentes ao
longo do curso do programa de treinamento.
(KRAEMER & RATAMESS, 2004).
Principais competições
Volume
PERIODIZAÇÃO LINEAR
Divide o programa de treinamento
diferentes períodos ou ciclos
ciclos;;
em
Intensidade
Treinamento
de habilidade
Macrociclos (9 a 12 meses)
meses);;
Terminologia
européia
Mesociclos (3-4 meses)
meses);;
Microciclos (1-4 semanas)
semanas)..
Rhea et al., 2002
Terminologia
americana
(atletas de
potência)
Fase de
preparação
Força/
hipertrofia
Primeira
transição
Força/potência
Fase de
competição
Pico
Segunda transição
recuperação ativa
Recuperação
ativa
Deschenes e Kraemer, 2002
5
25/08/2008
INICIANTES
Alta
80%
Cargas
70%
Baixa
70%
60%
Mesociclos
SELEÇÃO DOS
CARGA
EXERCÍCIOS
% de 1RM
FORÇA
MÁXIMA
Mono e
Multiarticulares
60-70%
1- 3 séries
8 -12 repetições
HIPERTROFIA
Mono e
Multiarticulares
60-70%
1 - 3 séries
8 - 12
repetições
POTÊNCIA
Força máx.:
>80%
Velocidade: 30Ênfase –
60%
Multiarticulares
(Periodizado)
Treinam. p/
força
Mono e
Multiarticulares
1 - 3 séries
10 -15
repetições
RESISTÊNCIA
DE FORÇA
50-70%
VOLUME
INTERVALO DE
DESCANSO
2 - 3:
Int. . ou Multiart.
1 – 2:
Int. ou Monoart.
1-2 minutos
2 - 3:
Int. ou Multiart.
1 - 2:
Int. ou Monoart.
Aumento progressivo da sobrecarga de treinamento,
visando hipertrofia. Reproduzido de Bompa (2000)
CARGA
EXERCÍCIOS
% de 1RM
VOLUME
Mono e
Multiarticulares
HIPERTROFIA
Mono e
Multiarticulares
POTÊNCIA
Ênfase Multiarticulares
INTERVALO DE
DESCANSO
RESISTÊNCIA
DE FORÇA
Mono e
Multiarticulares
VELOCIDADE
DO
MOVIMENTO
FORÇA
MÁXIMA
Int. ou Multiart.
70-80%
Múltiplas séries
6 -12 repetições
1 - 2: Int. ou Monoart.
moderada
70-80%
Múltiplas séries
6 -12 repetições
1-2 minutos
Lenta p/
moderada
Força máx.:
>80%
Velocidade:
30-60%
(Periodizado)
50-70%
1-3 séries
3-6 repetições
múltiplas séries
10 -15 repetições
(Periodizado)
Lenta p/
moderada
Moderada
Lenta
AVANÇADOS
2 - 3:
FORÇA
MÁXIMA
<1 minuto
Lenta p/
moderada
ACSM, 2002;2006
INTERMEDIÁRIOS
SELEÇÃO DOS
VELOCIDADE
DO
MOVIMENTO
2 - 3:
Int. ou Multiart.
1 - 2:
Int. ou Monoart.
<1 minuto
SELEÇÃO DOS
CARGA
EXERCÍCIOS
% de 1RM
Mono e
Multiarticulares
HIPERTROFIA
Mono e
Multiarticulares
rápida
POTÊNCIA
Ênfase Multiarticulares
Lenta
RESISTÊNCIA
DE FORÇA
Mono e
Multiarticulares
100%
(Periodizado)
VOLUME
INTERVALO DE
DESCANSO
Múltiplas séries
1 -12
2 – 3min.:
repetições
(Periodizado) 1 – 2min.:
VELOCIDADE
DO
MOVIMENTO
Int.ou Multiart.
Int. ou Monoart.
Lenta
Múltiplas séries
Lenta 1 -12
2-3 min.: intensidade
moderada70-100%
repetições
rápida
(periodizado)
Ênfase: 70-85% Ênfase: 6-12
1-2 min.: Intensidade
(periodizado)
Força máx.:
>80%
3-6 séries
Velocidade: 302 – 3min.: Int. ou Multiart.
60%
1-6 repetições
(Periodizado)
(periodizado) 1 – 2min.: Int. ou Monoart.
rápida
30-80%
(periodizado)
Múltiplas séries
10 -25
repetições
(Periodizado)
<1 min.: 10-15 reps:
1-2 min.: >15 reps:
Lenta p/ 10-15
reps
Rápida: >15
reps
ACSM, 2002;2006
6
25/08/2008
MODELO LINEAR
(ex: Hipertrofia) (Emagrecimento – adolescentes obesos)
Volume
Intensidade
PERIODIZAÇÃO LINEAR REVERSA
1515-20RMs
1010-12RMs
~=60=60-65% 1RM
~
=70% 1RM
1ª - 8ªª semana
9ª - 16ªª semana
6-8RMs
1-3RMs
~
=90=90-100% 1RM
~
=80=80-85% 1RM
17ª - 24ªª semana
25ª - 32ªª semana
SUCESSO PROFISSIONAL
É conseguir tudo aquilo que você quer
Conceito totalmente individual e mutável
Seu sucesso é muito importante para ser
decidido pelos outros!!!
Mudança no volume e na intensidade na
ordem reversa em comparação com o
modelo linear
Organize
Organize--se
se;;
Informatize
Informatize--se
se;;
Seja própró-ativo
ativo;;
“Copie” os bons
bons;;
Acredite em nossa profissão
profissão;;
Rhea et al., 2003
Sonhe alto
alto..
TADEU, 1998.
7
25/08/2008
PORQUÊ PERIODIZAR???
“Seus conhecimentos técnicos também
devem fazer a diferença”
PERIODIZAÇÃO ONDULATÓRIA
Primeiros ensaios de Poliquin (1988
1988))
Não linear
Ondulatória
em Ondas
Alterações
mais
intensidade e volume
freqüentes
na
Fases são mais curtas
Rhea et al., 2002
8
25/08/2008
MODELO ONDULATÓRIO
EXEMPLO
10–
10–12RMs
6–8RMs
10–
10–12
6–8
1515-20
1515-20RMs
semana
10–
10–12
6–8
PERIODIZAÇÃO ONDULATÓRIA
Maiores mudanças nos estímulos,
estresse
considerável
no
sistema
neuromuscular
1515-20
semana
semana
Mudanças rápidas e
variáveis do programa
contínuas
nas
Rhea et al., 2002
PERIODIZAÇÃO ONDULATÓRIA
Variação no volume e intensidade dentro
de cada ciclo de 7 a 10 dias;
Manter a variação no estímulo do treino
sem contê-lo em 1 fase restrita;
Kraemer e Häkkinen,
Häkkinen, 2004
PERIODIZAÇÃO ONDULATÓRIA
Facilita a implementação do programa,
quando a demanda de um período limita a
capacidade
de
variar
o
programa
linearmente.
Kraemer e Häkkinen,
Häkkinen, 2004
9
25/08/2008
MODELO ONDULATÓRIO
PERIODIZAÇÃO ONDULATÓRIA
SEMANAL
4 dias com 1 dia de repouso, total = 16 semanas
AGOSTO
SETEMBRO
OUTUBRO
1ª SEMANA
3a9
(5-7)
1a6
(9-11)
1a4
(12-15)
Segunda
2 séries de 12 - 15RM
15RM
2ª SEMANA
10 a 16
(9-11)
7 a 13
(12-15)
5 a 11
(5-7)
Quarta
6 séries de 1 - 3RM
3ª SEMANA
17 a 23
(12-15)
14 a 20
(5-7)
12 a 18
(9-11)
Sexta
3 séries de 4 - 6RM
4ª SEMANA
24 a 30
(5-7)
21 a 27
(9-11)
19 a 25
(12-15)
Segunda
4 séries de 8 - 10RM
10RM
Kraemer e Häkkinen,
Häkkinen, 2004
TEMPO DE RECUPERAÇÃO
PERIODIZAÇÃO DAS SESSÕES DE TREINAMENTO INTENSIDADE
DAS CARGAS - % 1RM
90
90
85
80
60
85
80
75
70
60
80
75
75
70
65
85
80
75
70
90
85
80
Vs
SESSÃO DE FORÇA MÁXIMA
70
65
70
65
6060
6060
60
65
6060
6060
50
CARGAS (% 1RM)
40
30
20
10
0
1ª
SEMANA
3ª
SEMANA
5ª
SEMANA
7ª
SEMANA
PERIODIZAÇÃO DAS SESSÕES DE TREINAMENTO % 1RM
9ª
SEMANA
11ª
SEMANA
13ª
SEMANA
15ª
SEMANA
PERIODIZAÇÃO DAS SESSÕES DE TREINAMENTO % 1RM
FR= FORÇA DE RESISTÊNCIA
FE= FORÇA EXPLOSIVA
FM= FORÇA MÁXIMA
Platonov,, 1994
Platonov
10
25/08/2008
TEMPO DE RECUPERAÇÃO
TEMPO DE RECUPERAÇÃO
Vs
Vs
SESSÃO DE FORÇA EXPLOSIVA
SESSÃO DE FORÇA DE RESISTÊNCIA
FR= FORÇA DE RESISTÊNCIA
FE= FORÇA EXPLOSIVA
FM= FORÇA MÁXIMA
Platonov, 1994
PROGRAMAS PERIODIZADOS
vs
FR= FORÇA DE RESISTÊNCIA
FE= FORÇA EXPLOSIVA
FM= FORÇA MÁXIMA
Platonov, 1994
MARKETING PESSOAL
NÃONÃO
-PERIODIZADOS
Modelos
Não-lineares
mostraram
vantagens em relação ao modelo clássico
“ Você nunca tem uma segunda chance de
causar uma boa primeira impressão”
e aos modelos não-periodizados de séries
múltiplas.
Kraemer et al., 2000
11
25/08/2008
TESTES e AVALIAÇÕES
Testes/Mês
Fev
Mar
Medidas antropométricas
X
X
Análises sanguíneas
X
Testes neuromotores
X
Testes metabólicos
X
Composição corporal
X
Avaliação nutricional
X
Abr
Mai
Jun
X
X
Jul
Comparação de Programas Periodizados
Linear e Ondulatório para Força com Volume
e Intensidades iguais
X
X
Direto
X
X
X
X
X
X
DEXA
X
OBJETIVO
Autores: Matthew R. Rhea,
Rhea, Stephen D. Ball, Wayne
T. Phillips e Lee N. Burkett
Períodico: Journal of Strength and Conditioning
Períodico:
Research 16(2), 250
250–
–255, 2002.
MÉTODOS
Comparar a eficiência da periodização
linear vs ondulatória para aumento da força
em indivíduos do sexo masculino
12
25/08/2008
MÉTODOS
MARKETING PESSOAL
•
Tenha em mãos cartões de visita
•
Invista em educação
•
Melhore seu currículo
•
Esteja sempre inovando
•
Seja otimista
•
Trabalhe em equipe e faça parcerias
“O maior inimigo do sucesso é o próprio sucesso”
POIT, Davi Rodrigues. Organização de eventos esportivos. São Paulo: Phorte,
Phorte, 2006
13

Documentos relacionados

Taekwondo-Apresentao Modo de Compatibilidade

Taekwondo-Apresentao Modo de Compatibilidade PERIODIZAÇÃO (EM ONDAS) CONCEITO: forma de periodização caracterizada pela alternância constante de aumento e diminuição de volume e intensidade. • CARACTERÍSTICAS Minimização do período preparató...

Leia mais

do arquivo. - Marcos Treino Físico

do arquivo. - Marcos Treino Físico -Há diferenças substanciais no comportamento da velocidade e aceleração entre os atletas. -10m entre 1,79 a 1,90 segundos -A capacidade de sprint tende a diminuir no segundo tempo.

Leia mais

CARACTERÍSTICAS DA PERIODIZAÇÃO EM ESPORTES

CARACTERÍSTICAS DA PERIODIZAÇÃO EM ESPORTES desportistas iniciantes. Assim, o elevado volume de trabalho de preparação geral, o desenvolvimento simultâneo de diferentes capacidades físicas em um mesmo período de tempo e uso de cargas por per...

Leia mais