Edição 231 - Omnibus do Brasil

Сomentários

Transcrição

Edição 231 - Omnibus do Brasil
Edição 231 - 23 de junho 2016
“O ônibus deve ser inovador, inteligente e ter prioridade”
www.revistaautobus.com.br
Recursos, para bons projetos, não faltam
É o que diz o engenheiro civil Luis Antonio Lindau, diretor-presidente da Embarq Brasil, sobre bons projetos que objetivam um transporte sustentável no
mundo inteiro. Segundo o especialista, há no mercado algo em torno de US$
100 trilhões, recursos que podem, dentre outras finalidades, financiar tais projetos com a finalidade de redução das causas da mudança climática. Mas, se o
cenário mundial favorece o investimento em energias alternativas, obras de mobilidade e troca de paradigmas que visam as baixas emissões poluentes, cá,
deste lado do Atlântico, não se mostra bem receptivo por ideias inovadoras
quanto a transformar como os cidadãos brasileiros se locomovem nas áreas urbanas.
Se o dinheiro sobra no resto do mundo, aqui, mesmo antes da economia se degringolar, o interesse pelo assunto nunca foi muito atrativo para a gestão dos
municípios e estados, os verdadeiros agentes a desenvolver suas estruturas.
Como disse o engenheiro Lindau em seu artigo publicado na revista NTUurbano,
cidades mais preparadas em suas governanças estão em vantagens em um mercado altamente competitivo.
A incapacidade técnica e a carência por mecanismos que permitam captar recursos externos para uma nova realidade no transporte público, aspectos permeados por poderes públicos municipais que não prezam por conceitos inovadores, dão o tom na lógica dos sistemas. Além disso, é essencial a sociedade rever
sua postura para poder apoiar projetos que viabilizarão seus deslocamentos e
promoverão uma cidade melhor, mais inteligente. É um processo complexo, mas
sem atitudes para uma renovação de paradigmas não chegaremos a lugar nenhum.
E os benefícios, pós transformações, como todos sabem, recairão sobre a saúde pública, ao meio ambiente, às pessoas e ao setor fabricante de veículos e equipamentos, com a aplicação de tecnologias alternativas, induzindo a modernidade. O ônibus, como principal meio de transporte massivo no País, é a oportunidade concreta de quanto pode ser útil por uma decisão relacionada à economia verde, por meio de suas propulsões alternativas.
A iniciativa depende de nós. Quando começaremos a mudar?
O Rio de Janeiro soube explorar as potencialidades do
BRT (Trânsito Rápido de Ônibus) em seu projeto de remodelação da mobilidade
Foto - ITDP
Pelotas renova sua frota de ônibus urbanos
E é com chassis Volvo. Ao todo, 59 chassis da marca, modelo B270F e com motorização dianteira, chegam para renovar e ampliar a frota da cidade gaúcha, que
objetiva melhorar seu sistema de transporte público. Além dos veículos, financiados pela Volvo Financial Service (VFS), o negócio também contempla o plano de
manutenção com contrato para cinco anos, atendimento na garagem do cliente
em horários alternativos à operação, e treinamento para motoristas e mecânicos.
De acordo com Euclides Castro, gerente de ônibus urbanos da Volvo Bus Latin
America, a venda consolida a força da Volvo em oferecer para os clientes veículos
e soluções que contribuam para a melhoria da qualidade de vida no transporte
das cidades brasileiras.
A Volvo informa que seu cliente vai integrar o programa Volvo Equipe Dedicada
(VED), que reúne equipes de vendas e pós-vendas da fábrica, da concessionária e
do cliente para trabalharem de forma integrada e discutir soluções que garantam
a eficiência da operação.
Ao todo são 110 novos ônibus equipados com sistema de bilhetagem eletrônica
(biometria facial), câmeras de monitoramento e GPS.
Foto - Divulgação
Princesa dos Campos apoia o bem estar das
pessoas por meio do esporte
Pelo aspecto da promoção à saúde e do estímulo à qualidade de vida é a operadora paranaense Expresso Princesa dos Campos promoveu a 1ª edição da
Corrida e Caminha da Princesa dos Campos (19 de junho passado), evento esportivo no qual participaram 1.000 pessoas, sendo 800 atletas inscritos oficialmente e outras 200 que somaram para participar das provas de corrida de 5 e
10 quilômetros e 5 quilômetros de caminhada. De acordo com Florisvaldo Hudinik, presidente da transportadora, essa primeira experiência em uma prova dessa natureza foi um grande sucesso. “O evento superou todas as expectativas,
tanto em relação ao número de atletas participantes, como no envolvimento da
comunidade e dos profissionais da empresa. Isto nos estimula a já pensar na
próxima edição em Ponta Grossa e também na realização em outras cidades da
área de atuação da empresa”, destacou o executivo.
Ademocir Gonçalves, 73 anos, um dos destaques da prova, afirmou que já participa do circuito de corridas de Ponta Grossa há muito tempo, disse que a organização foi essencial no sucesso do evento esportivo.
Essa nova iniciativa do Expresso Princesa dos Campos demonstra a preocupação da empresa com seu público e um maior envolvimento em sua área de atuação, com a devida atenção aos habitantes da cidade paranaense e região.
Fotos - Divulgação/Princesa dos Campos
Mobilidade urbana em destaque
No cenário europeu do transporte urbano, Paris (França) foi a capital da mobilidade sustentável por três dias, com a realização de mais uma edição do salão
Transports Publics, onde as inovações em serviços, veículos, tecnologia e equipamentos foram ressaltadas pelo setor fabricante, gestores e operadores em
busca de soluções ainda mais viáveis às cidades do velho continente, inspirando
ainda outras áreas pelo restante do mundo.
Entender e ajustar as necessidades das pessoas por viagens mais confortáveis,
rápidas e conectadas com a informação tem sido uma busca crescente dos envolvidos com o segmento de transporte europeu. O meio ambiente foi outro detalhe enfatizado no salão parisiense, com o desenvolvimento cada vez maior de
veículos com propulsões alternativas (baixa ou nenhuma emissão poluente),
sendo a elétrica o modelo mais explorado na atualidade.
O evento de Paris contou com a participação de 10 mil visitantes e 250 expositores internacionais, dentre eles a montadora Iveco Bus e a francesa Heuliez
Bus, ambas pertencentes ao grupo CNH Industrial, apresentando algumas configurações de ônibus urbanos e suburbanos desenvolvidas dentro de seu compromisso da sustentabilidade ambiental e na melhoria da qualidade do ar das cidades. A fabricante italiana enfatizou sua motorização diesel Euro 6 com a tecnologia HI-SCR; o gás natural para seu motor, que também é compatível com o biogás, com a significativa redução das emissões poluentes; e a tração híbrida
(diesel/elétrica), que apresenta uma redução de 40% nas emissões de óxido de
nitrogênio e de 25% a 30% no consumo de energia.
Os modelos Urbanway e o inovador Crealis representam o mais alto nível de
veículos da Iveco para o transporte urbano. O design, o acabamento interno, o
conforto e a otimização operacional são enfatizados pela marca como soluções
competitivas e de desempenho.
Propulsão híbrida, a transição entre o diesel e os combustíveis verdes.
O Crealis (também disponível na versão
articulada) agrega um conceito diferenciado para operações em sistemas com alto
nível de serviços.
Fotos - Iveco Bus
A francesa Heuliez Bus mostrou a versão 100% elétrica do seu modelo GX 337
ELEC. Segundo ela, o veículo representa um progresso significativo em termos
ambientais, pois reduz as emissões poluentes locais, como também a poluição
sonora, e o GX 437 (articulado com 18 metros), equipado com o motor diesel
FPT Cursor 9, de 360 cv ou 400 cv. Tal veículo é idealizado para sistemas com
alta demanda de passageiros. Dentre as características dos seus modelos Heuliez está uma identidade própria para o transporte urbano com toda a comodidade ao usuário, alcançada pelo ambiente interno harmonioso, visão externa privilegiada, a acessibilidade facilitada e a presença da tecnologia de comunicação e
de recarga de aparelhos eletrônicos. São ônibus inteligentes para cidades inteligentes.
O transporte público e o ambiente urbano
nunca foi tão beneficiado pela tecnologia
veicular.
Fotos - Heuliez Bus
Requinte no transporte urbano
Sem medir esforços para transformar o modelo de transporte público urbano, a
fabricante belga de ônibus Van Hool apresentou oficialmente no salão Transports
Publics 2016 seu mais recente veículo que tem em sua identidade a combinação
entre o requinte, a sustentabilidade ambiental e o design marcante. O Exqui.City
é caracterizado pela inovação em seu estilo, tornando-o facilmente harmônico
nos espaços urbanos, reunindo a flexibilidade do ônibus e a eficiência do bonde
moderno.
Totalmente elétrico, o modelo é equipado com baterias de lítio (215 kWh) e sistema de tração da marca Siemens (Elfa 2 - dois motores elétricos totalizando 320
kW de potência). Sua configuração de 18,61 metros de comprimento, na versão
articulada, tem capacidade para 107 passageiros e uma autonomia de 120 km. A
recarga das baterias pode acontecer no pontos finais das linhas urbanas, por
meio de pantógrafo, ou a noite, na garagem do operador.
De acordo com a Van Hool seu modelo Exqui.City é a solução para que os sistemas de transporte urbano se modernizem, com viabilidade econômica e ambiental, significando uma escolha certa para tornar mais atraente a mobilidade coletiva em cidades que buscam um desenvolvimento inteligente.
Um ônibus com jeito de bonde para serviços de alto nível nas cidades. A tração elétrica é o mote do conceito ambiental do
Exqui.City
Proporcionar conforto e acessibilidade em
viagens mais rápidas. Ideal belga para a
mobilidade urbana
Fotos - Van Hool
Agora você pode acompanhar a revista AutoBus no Facebook
https://www.facebook.com/pages/Revista-AutoBus/723249597767433?fref=ts
Editor - Antonio Ferro
Jornalista responsável - Luiz Neto - MTB 30420/134/59-SP
[email protected]
ou ligue para 11 99832 3766
Revista AutoBus
www.revistaautobus.com.br

Documentos relacionados

Edição 183 - Omnibus do Brasil

Edição 183 - Omnibus do Brasil Colômbia, contribuir para a decisão da cidade e do sistema TransMilenio, apoiado por nossos clientes, de adotar um sistema de transporte sustentável e oferecer uma melhor qualidade de vida aos cida...

Leia mais

O ônibus e a mobilidade Campanha para esclarecer o transporte

O ônibus e a mobilidade Campanha para esclarecer o transporte Segundo a direção da New Flyer, a junção da marca número 1 da América do Norte em ônibus urbanos com a marca número 1 da América do Norte em ônibus rodoviários permitirá a satisfação dos clientes e...

Leia mais

Edição 237 - Omnibus do Brasil

Edição 237 - Omnibus do Brasil Enquanto estamos parados no tempo, sem uma política que promova o transporte público feito pelo ônibus com maior qualidade e de caráter ambiental, a busca por conceitos inovadores em termos de mobi...

Leia mais

Edição 174 - Omnibus do Brasil

Edição 174 - Omnibus do Brasil Edição 174 - 30 de abril 2015

Leia mais

Edição 213 - Omnibus do Brasil

Edição 213 - Omnibus do Brasil em ação uma ideia inovadora, sinergia entre as versões existentes de vans e o segmento de micro-ônibus, representado por um produto robusto, ágil e moderno. Trata-se do protótipo do Volare Cinco, t...

Leia mais

Edição 206

Edição 206 Com um design renovado, o veículo também conta com o novo eixo elétrico AVE 130 da marca ZF, com dois motores elétricos instalados nas rodas.

Leia mais

Edição 181 - Omnibus do Brasil

Edição 181 - Omnibus do Brasil Segundo a fabricante, neste primeiro momento, serão montados ali seis modelos de chassis de ônibus, indicados para aplicações como os sistemas integrados de transporte urbano, serviços intermunicip...

Leia mais

Edição 227 - Omnibus do Brasil

Edição 227 - Omnibus do Brasil viáveis disponíveis no mercado e a tração híbrida (diesel/elétrica) configura-se como realidade em muitas cidades. A BAE Systems, empresa norte-americana que é uma das referências mundiais em inova...

Leia mais

Edição 180 - Omnibus do Brasil

Edição 180 - Omnibus do Brasil participação da Calstart, uma organização sem fins lucrativos que fomenta o desenvolvimento e o maior uso das tecnologias limpas no transporte urbano. Foto - Divulgação/Calstart

Leia mais