Desrespeito rende multas em 12 agências

Сomentários

Transcrição

Desrespeito rende multas em 12 agências
O BANCÁRIO
Edição Diária 5342 | Salvador, terça-feira, 16.04.2013
Filiado à
Presidente Euclides Fagundes Neves
LEI DOS 15 MINUTOS Quatro bancos foram multados, mas
muitas unidades costumam descumprir a legislação
Desrespeito
rende multas
em 12 agências
A lei dos 15 minutos existe, mas os bancos não tomam
conhecimento do fato. Por
descumprirem a norma, 12
agências foram multadas em
Salvador. Apesar das autuações, todo mundo sabe que o
problema é geral, sobretudo,
no início de mês.
Em quase todas as unidades, a espera é grande e a si-
tuação complicada. Agências
pequenas, muitas com ar-condicionado quebrado, e número insuficiente de funcionários. O resultado só pode ser
insatisfação. Os clientes ficam
revoltados por terem de esperar muito tempo por atendimento e os bancários acabam
sobrecarregados com a demanda. Difícil. Página 3
Durante o 4º Encontro Nacional do Ramo Financeiro da CTB, o
presidente da Feeb, Emanoel Souza, falou sobre a campanha
salarial. Diretores do SBBA marcaram presença no evento e
aprovaram as prioridades para 2013
Nicolás Maduro vence e
carrega legado de Chávez
Página 4
Encontro do
Ramo Financeiro
da CTB define
prioridades
Página 2
www.b an car i os b ah i a.org .b r
BANCÁRIOS Trabalhadores de todo o país participaram do evento que discutiu temas como a campanha salarial
Encontro da CTB fortalece a categoria
Os trabalhadores saem mais unidos do
Encontro Nacional do Ramo Financeiro,
com a presença de bancários de todo o Brasil. Os temas principais giraram em torno da
campanha salarial, da atuação da CTB no
país e do fortalecimento da categoria.
No encontro, que aconteceu no fim de
semana, em São Paulo, os participantes
chamaram a atenção para a importância
da unidade no enfrentamento contra as
explorações e desrespeitos dos bancos. O
evento teve início com a avaliação do ano
de 2012 pela gestão vigente do secretariado
da CTB e com a discussão sobre os próximos passos da organização.
A campanha salarial dos bancários foi
abordada no domingo, com tema voltado
para a campanha de 2012 e as perspecti-
vas para este ano. Os palestrantes foram os presidentes da Federação dos
Bancários da Bahia e Sergipe, Emanoel Souza, da Contraf (Confederação
Nacional dos Trabalhadores do Ramo
Financeiro), Carlos Cordeiro, e da
Contec (Confederação Nacional dos
Trabalhadores nas Empresas de Crédito), Lourenço de Prado.
João Ubaldo
Vacinação
contra gripe
quer imunizar
31,3 milhões
Desde o início do período Lula, o trabalhador tem aumento significativo do salário mínimo
Salário mínimo pode ser de R$ 719,48
Depois de sucessivos aumentos desde a eleição
de Lula, em 2002, o salário mínimo deve alcançar, no próximo ano, os R$ 719,48. A proposta,
divulgada ontem, é do Ministério do Planejamento para a Lei de Diretrizes Orçamentárias
(LDO) e segue para aprovação no Congresso.
Se aceito, o novo valor ainda pode ser alterado no futuro, de acordo com o crescimento
do PIB (Produto Interno Bruto) de 2012 e da
inflação medida pelo INPC (Índice Nacional
de Preços ao Consumidor) deste ano.
A previsão na variação da inflação IPCA
(Índice Nacional de Preços ao Consumidor
Amplo) para este ano é de 5,2%. Para 2014, a
expectativa é de 4,5%.
Foram anunciadas também as propostas de salário mínimo para 2015 e 2016. Os
valores previstos, de R$ 778,17 e R$ 849,79,
respectivamente, estão diretamente relacionados ao crescimento do PIB nos anos anteriores: a percentagem prevista alcançaria
3,5% em 2013 e 4,5% em 2014.
Hoje é dia de Roda de Conversa no SBBA
O sexólogo Adson França estará presente, hoje, às 18h30, no auditório do Sindicato da Bahia, nas
Mercês, em uma Roda de Conversa, para discussão do tema Sexualidade e Prazer. Todos estão convidados para construir o debate pouco explorado no ambiente do bancário. A entrada é gratuita.
O BANCÁRIO
Fundado em 30 de outubro de 1939.
Edição diária desde 1º de dezembro de 1989
2
O Bancário
Fundado em 4 de fevereiro de 1933
A campanha nacional de vacinação pretende imunizar 31,3 milhões
de brasileiros contra a gripe neste
ano. Serão 43 milhões de doses de
influenza A (H1N1) ou gripe suína
e influenza A (H3N2) e B, distribuídas a partir de ontem.
Os grupos prioritários para a
vacinação como gestantes, idosos
com mais de 60 anos, crianças até
2 anos, profissionais de saúde, índios, população carcerária e doentes crônicos, ganharam a companhia das mulheres em puerpério
(período de até 45 dias após o parto) na obtenção do recurso.
Outra mudança é a possibilidade de
pessoas com doenças crônicas terem
acesso aos postos de saúde para realizarem a imunização, e não apenas em
centros de referência, desde que a prescrição médica seja apresentada.
A vacina é segura e não há risco
de uma pessoa contrair gripe em
razão da imunização, já que as doses contêm o vírus na forma inativa. O que é possível é a apresentação do quadro gripal logo após a
imunização. A vacina é contraindicada apenas para pessoas com
alergia severa a ovo.
Informativo do Sindicato dos Bancários da Bahia. Editado e publicado sob a responsabilidade da diretoria da entidade - Presidente: Euclides Fagundes Neves. Diretor de Imprensa e Comunicação: Adelmo Andrade.
Endereço: Avenida Sete de Setembro, 1.001, Mercês, Centro, Salvador-Bahia. CEP: 40.060-000 - Fone: (71) 3329-2333 - Fax: 3329-2309 - www.bancariosbahia.org.br - [email protected]
Jornalista responsável: Rogaciano Medeiros - Reg. MTE 879 DRT-BA. Chefe de Reportagem: Rose Lima. Repórter: Ana Beatriz Leal. Estagiários em jornalismo: Amanda Moreno, MIlena Fahel, Rafael Barreto e Tunísia
Cores. Projeto gráfico: Danilo Lima. Diagramação: Tiago Lima. Impressão: Muttigraf. Tiragem: 10 mil exemplares. Os textos assinados são de inteira responsabilidade dos autores.
www.bancariosbahia.org.br • Salvador, terça-feira, 16.04.2013
Calor na
Caixa Barra
A falta de infraestrutura nas
agências e o descaso por parte
das empresas têm dado muita
dor de cabeça à população e aos
trabalhadores. Nenhuma unidade está livre do desrespeito.
Na Caixa da Barra, por exemplo, os clientes enfrentam problemas com o ar-condicionado.
A todo o momento surgem reclamações por conta do calor. O
pior é que a instituição financeira
nada faz para resolver a situação.
O Sindicato da Bahia está
ciente e cobrou da Caixa uma
resolução. Segundo informações, o problema existe ha cerca de um ano. A entidade vai
entrar em contato com a Gilog, cobrando agilidade na solução da questão.
LEI DOS 15 MINUTOS Itaú, Caixa, Banco do Brasil e HSBC foram os bancos autuados
Demora no atendimento
termina em multas
Não tem jeito. Os bancos
continuam a descumprir a lei
dos 15 minutos em Salvador.
Mas, desta vez, o desrespeito terminou em multa para 12
agências da capital baiana.
As infrações foram constatadas no Itaú (Caminho de Areia,
Calçada, Fazenda Grande e Itapuã), Caixa (as três unidades de
Itapuã e uma de São Caetano),
Banco do Brasil (Itapuã e Comércio) e HSBC (as duas localizadas
na avenida Manoel Dias da Silva).
Apesar das autuações, quem
utiliza os serviços bancários sabe
que o problema existe em quase
todas as agências da cidade. No
início do mês é ainda pior. As filas são gigantes e o cliente chega
a passar mais de uma hora para
conseguir atendimento.
Vale lembrar que, de acordo
com a lei municipal, o tempo de
espera no setor dos caixas não
pode ultrapassar os 15 minutos
em dias normais, inclusive de
pagamentos a funcionários públicos e aposentados, e, de até 25
minutos, em véspera ou após feriados prolongados.
A contagem é iniciada quan-
do o cliente estiver na fila para
atendimento. Para efeito de
controle do tempo, as unidades devem fornecer senhas,
onde constam impressos os
horários de chegada e atendimento junto aos caixas.
Os bancos são obrigados a
distribuir senhas na entrada
e devem informar o horário
que terminou o atendimento.
Mas, nem todas as agências
fazem isso. Em muitas, as máquinas vivem quebradas, dificultando o controle por parte
do cliente. Um desrespeito.
Manoel Porto
Na fiscalização, desrespeito à lei dos 15 minutos foi comprovado em quatro unidades da Caixa (três em Itapuã e uma em São Caetano)
Encontro dos Bancos Públicos Câmara homenageia o SBBA
Os funcionários das instituições financeiras oficiais têm
compromisso marcado para
sábado. É o Encontro dos Bancos Públicos, realizado a partir
das 9h, no auditório do Sindicato da Bahia, nas Mercês.
As discussões são de extrema
importância para os trabalhadores, pois é no evento que são
debatidas as demandas do Estado e definidas as reivindicações
a serem levadas para os congressos nacionais. Portanto, todos os
funcionários do Banco do Brasil,
BNB e Caixa devem participar.
Os 80 anos do Sindicato da
Bahia, completados em 4 de
fevereiro, serão lembrados durante uma Sessão Especial, na
Câmara Municipal de Salvador, que acontece na quinta-feira, a partir das 18h, no Plenário Cosme de Farias.
A entidade luta, desde a
fundação, por um país mais
igualitário e com melhores
condições de trabalho, não só
para os bancários, mas para
todos os trabalhadores do
país. Quem propôs a sessão foi
o vereador Everaldo Augusto.
O Bancário
Salvador, terça-feira, 16.04.2013 • www.bancariosbahia.org.br
3
Ariana Cubillos
DIGNIDADE A presidenta Dilma Rousseff deu ordem unida e mandou elevar
o padrão das unidades habitacionais do
programa Minha Casa, Minha Vida. Determinou a colocação de cerâmica não
apenas no sanitário e cozinha, mas também nas salas e quartos. Quer oferecer
mais dignidade à moradia distribuída
pelo governo às camadas mais pobres da
população. Está certíssima.
O povo venezuelano foi às ruas em comemoração à eleição de Nicolás Maduro
MUNDO O presidente deve dar continuidade ao trabalho desenvolvido por Chávez
Vitória de Maduro
fortalece a América
A vitória de Nicolás Maduro nas eleições
presidenciais da Venezuela fortalece a integração entre os países da América Latina,
inclusive o Brasil, potencializando o desenvolvimento comum a partir de ações iniciadas pelo presidente Hugo Chávez.
Esta é a compreensão dos economistas
Pedro Barros, titular da missão do Ipea
(Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada) na Venezuela, e Luciano Severo, professor da Universidade Federal Latino-americana de Integração (UNILA).
Na eleição para presidente, realizada no domingo, Maduro, candidato da
situação, teve 50,66% dos votos, supe-
rando os 49,07% do oposicionista Henrique Capriles. O novo presidente sucede Hugo Chávez, que morreu em março
após lutar contra um câncer.
Sob o comando de Chávez, a Venezuela
avançou em diversas frentes. O país conseguiu pagar uma dívida social histórica,
agravada nos anos 80 e 90 com a política
neoliberal, elevou o poder de compra da
população, ampliou os direitos dos trabalhadores e ainda erradicou o analfabetismo
com a quinta maior população universitária do mundo. Agora, é preciso seguir melhorando e estreitando as relações com os
países da América Latina.
Média de 10 gols marca rodada de futsal
As chuvas de gols continuam no Ginásio de Esporte dos Bancários, Ladeira dos Aflitos.
Uma média de 10 gols por partida definiu a terceira rodada da Copa Futsal dos Bancários.
O Canal (Banco do Brasil) e o Boca Junior (Itaú) abriram os jogos de sábado. Quem levou a melhor foi o Canal que fez 13 gols, contra apenas quatro do Boca Junior.
A segunda disputa consagrou a terceira vitória do Linha 08 (Bradesco), que ganhou
o Elite (Bradesco) por 7 a 3, e continua sem perder na temporada. O Pressão VIP (Santander) definitivamente se recuperou no torneio. Depois da derrota na rodada de estreia, a equipe ganhou pela segunda vez. O jogo foi contra o Ressaca (Bradesco), até
então invicto, e o placar terminou em 5 a 2.
A última partida foi importante para o time Os Barões (Bradesco), que goleou o Lambari (Bradesco) por 5 a 1 e marcou os primeiros pontos na competição.
4
O Bancário
www.bancariosbahia.org.br • Salvador, terça-feira, 16.04.2013
CARANDIRU Iniciado na segunda-feira
da semana passada e com previsão de durar pelo menos 15 dias, o julgamento do
caso Carandiru, que ocorre quase 21 anos
depois da matança de 111 presos, em São
Paulo, ouviu ontem a segunda testemunha
de acusação. O ex-detento Marco Antônio
de Moura afirmou que todos os presidiários que tentaram fugir pelo telhado foram
mortos por tiros disparados a partir de
um helicóptero da PM que sobrevoava o
presídio. Estão em julgamento 26 policiais
militares de um grupo de 84 acusados de
participação na chacina.
METRALHADOS Da testemunha Marco
Antônio sobre o massacre do Carandiru,
ocorrido em 2 de outubro de 1992: “Quando
a PM invadiu a prisão, os presos tentaram
correr para as celas. Na minha entraram
uns 30. Fechamos a porta. Um policial chegou, colocou o cano da metralhadora pela
janela que fica na porta e atirou. Uns 10 foram atingidos, oito morreram".
INTERNACIONAL O massacre do Carandiru, ocorrido às vésperas da eleição municipal de 1992, ainda no calor do impeachment do ex-presidente Fernando Collor
de Mello, é considerado um dos maiores
escândalos do mundo. Há quem afirme
que o número de mortes foi bem superior
às 111 anunciadas oficialmente. O caso
quase leva o Brasil a júri internacional. Na
época, o governador de São Paulo era Antônio Fleury Filho, do PMDB.
DESCRÉDITO Resultado de pesquisa encomendada pela Folha de São Paulo reafirma
o total descrédito da Justiça perante a sociedade e a noção de impunidade que, infelizmente predomina no país. Das pessoas
entrevistadas, apenas 10% acreditam que os
policiais acusados do massacre do Carandiru serão condenados e presos. O trabalho foi
feito entre 4 e 5 de abril, com 1.072 entrevistados com mais de 16 anos. A margem de
erro é de três pontos percentuais.

Documentos relacionados

Coisa de maluco - Sindicato dos Bancários da Bahia

Coisa de maluco - Sindicato dos Bancários da Bahia DEMOCRACIA  Do ex-ministro José Dirceu, sobre mais uma decisão meramente midiática do relator do mensalão no STF (Supremo Tribunal Federal), Joaquim Barbosa, cada vez mais parecido um ator global, ...

Leia mais

Baixe a versão em PDF - Sindicato dos Bancários da Bahia

Baixe a versão em PDF - Sindicato dos Bancários da Bahia (PE), o “dinheiro e o tempo de televisão” não vencerão as eleições de outubro próximo. Ele defendeu uma “inversão das prioridades para mudar de verdade” o país, ao comemorar, ontem, a marca de 1 mi...

Leia mais

Tensão no Santander - Sindicato dos Bancários da Bahia

Tensão no Santander - Sindicato dos Bancários da Bahia Informativo do Sindicato dos Bancários da Bahia. Editado e publicado sob a responsabilidade da diretoria da entidade - Presidente: Euclides Fagundes Neves. Diretor de Imprensa e Comunicação: Adelmo...

Leia mais

Enrolação é a marca registrada

Enrolação é a marca registrada Brasil, foram alguns dos pontos esclarecidos pelo secretário geral do SBBA, Olivan Faustino. As questões de gênero e igualdade de oportunidades também estiveram em pauta e foram apresentadas

Leia mais