Pierrot, Colombina e Arlequim

Сomentários

Transcrição

Pierrot, Colombina e Arlequim
Carnaval: Pierrot, Arlequim e Colombina
Tradicionais figuras do Carnaval, esses personagens têm origem no
teatro popular italiano do século XV, a Comedia dell'arte. Vivem o eterno
triângulo amoroso que inspirou tantas obras de arte.
Nesse drama, Pierrot é o simplório que se apaixona por Colombina e é
trocado pelo Arlequim, um espertalhão.
Além desses personagens serem representados na pintura, também
foram inspiração para criação de célebres obras musicais, como Il Pagliaci, do
italiano Leoncavallo e Clair de Lune, canção popular francesa que, em 1903,
foi recriada por Claude Debussy como parte da Suite Bergamasque.
No Brasil, o primeiro baile de máscaras aconteceu no Rio de Janeiro,
durante o Carnaval de 1840, no Hotel Itália. Diz-se que foi nesse baile que o
trio amoroso teve seu début no Brasil.
Noel Rosa e Heitor dos Prazeres criaram uma inesquecível marchinha
sobre esse eterno drama em 1935.
Pierrot Apaixonado
Um pierrô apaixonado
Que vivia só cantando
Por causa de uma colombina
Acabou chorando, acabou chorando
A colombina entrou num butiquim
Bebeu, bebeu, saiu assim, assim
Dizendo: pierrô cacete
Vai tomar sorvete com o arlequim
Um grande amor tem sempre um triste fim
Com o pierrô aconteceu assim
Levando esse grande chute
Foi tomar vermute com amendoim