Patogênese das Gastrites

Сomentários

Transcrição

Patogênese das Gastrites
Patogênese das Gastrites
Prof. Lucas Brandão.
Lembrando da normalidade...
Estômago
Dividido em
três regiões
anatômicas:
1 - Fundo
II - Corpo
III - Antro
Anatomia e Histologia
Apresenta 4 camadas:
1 - Mucosa
2 - Submucosa
3 - Muscular
4 - Serosa
Cárdica
Oxíntica
Antral
camadas do estômago
Estômago
Microscopia da
mucosa
Esquema da anatomia e histologia do estômago
Tipos Celulares
Importantes do estômago
•
•
•
•
•
•
•
Células mucóides;
Célula Parietal;
Células Principais;
Células Enterocromoafin (EC);
Células semelhantes as enterocromoafin (ECL);
Célula G;
Célula D.
Função das Células
Tipo
Função
Mucóides;
Produção de Muco, Prostagladina e PepsinogênioI e II
Parietal;
Produção de HCL; fator Intrínseco
Principais;
Produção Pepsinogênio I e II
Enterocromoafin (EC);
Produção de Serotonina
Semelhantes as enterocromoafin (ECL);
Produção de Histamina
G;
Produção de Gastrina
D;
Produção de Somatostina
X
Produção de Endotelina
Controle
do pH
estomacal
Controle
do pH
estomacal
Libera
Gastrina
O que a Gastrina
induz na células parietais
Anormalidades Gástricas
•
•
•
•
•
Estenose Hipertrófica do Piloro
Alterações Circulatórias
Gastrites e Gastropatias
Úlcera Pética
Câncer Gástrico.
Gastrites
Conceito:
Gastrite é o nome dado ao
processo inflamatório da
mucosa gástrica.
•
Grupo heterogêneo de alterações
macro e microscópicas da mucosa
gástrica decorrente da injúria de
várias origens, usualmente
associada a uma resposta
inflamatória aguda ou crônica.
Tipos de Gastrite:
Aguda
É um processo inflamatório
agudo da mucosa,
geralmente de natureza
transitória
ou
Crônica
É um processo inflamatório
crônico podendo levar a
atrofia da mucosa e
metaplasia intestinal.
Tipos de Gastrite:
Aguda
ou
Crônica
São doenças multifatoriais
Fatores Ambientais
Fatores Genéticos
Integridade da Mucosa Gástrica
Existe um equilíbrio entre a secreção ácida e a
produção de protetores da mucosa dentro do
estômago.
Equilíbrio mantém a integridade
da mucosa gástrica
Gastrite x Gastropatias
•
Para alguns especialistas, gastrite deve apresentar
um componente inflamatório importante com o
infiltrado leucocitário, característico da inflamação,
promovendo a lesão da mucosa gástrica.
•
•
Sendo assim, lesões em que não apresentam
componente inflamatório primário não devem
ser entendidos como Gastrite, e sim como
Gastropatias.
Para outros não existe a classificação de Gastropatia
como uma entidade patológica.
A gastrite é apenas uma inflamação da
mucosa gástrica?
Apenas a degeneração da mucosa
gástrica pode ser considerada gastrite?
Gastrite Aguda
•
É um processo inflamatório agudo da mucosa,
geralmente de natureza transitória.
É uma doença multifatorial
Fatores Ambientais
Fatores Genéticos
• Alimentação
• Infecções;
• Medicamentos (aspirina, antiinflamatórios
não esteroídes);
• Estresse severo;
• Isquemia e choque;
• Álcool e fumo em excesso
• Dentre outos...
?
• Não produção de prostaglandinas
Gastrite Aguda
Fatores Ambientais
• Alimentação
• Infecções;
• Medicamentos (aspirina, antiinflamatórios
não esteroídes);
Induz
• Estresse severo;
• Isquemia e choque;
• Álcool e fumo em excesso
↑ a secreção ácida (retrodifusão H+)
• Dentre outos...
↓ O tamponamento do Bicarbonato
XXXXXXX
Equilíbrio mantém a integridade
da mucosa gástrica
↓ Fluxo sanguíneo
↑ A quebra da mucosa
↑ O dano direto ao epitélio
Mecanismos patogênicos
Ácido acetilsalicílico
•
•
Indutor indireto a lesão da mucosa gástrica
Inibi a produção da via das cicloxigenase
•
↓ Síntese da Prostagladina E
Função gástrica da
Prostagladina
Renovação do epitélio gástrico,
↑ a produção do muco,
↑ a secreção de bicarbonato de sódio,
↑ o fluxo sanguíneo e
↓ a secreção ácida
Ácido acetilsalicílico
•
•
Indutor indireto a lesão da mucosa gástrica
Inibi a produção da via das cicloxigenase
•
↓ Síntese da Prostagladina E
XX
Renovação do epitélio gástrico,
↑ a produção do muco,
↑ a secreção de bicarbonato de sódio,
↑ o fluxo sanguíneo e
↓ a secreção ácida
Fluxo Sanguíneo normal
•
Impede a retrodifusão de H+ para o lúmem estomacal.
Fatores que impeçam mesmo
de forma transitória podem
aumentar a retrodifusão do H+
•
Isquemia
↓ Prostaglandina
Transporte de nutrientes e oxigênios
•
•
Renovação e proliferação epitélial
Remoção de metabólitos tóxicos
Álcool
•
Interagem com vários componentes
protetores
•
•
Dissolve o muco protetor
•
Rompe a união entre as células epiteliais
Dissolve as lipoproteínas da membrana
plasmática
Álcool
•
O álcool interfere na formação e composição
do muco
•
Inibe a secreção de bicarbonato
Mucina
e
ligadora de mucina epitélial
Para a mucina aderir ao epitélio
gástrico é preciso que ela interaja
com a ligadora de mucina epitélial
Mucina
PBM
Epitélio
Mucina
PBM
Epitélio
Muco
Epitélio
Álcool
Mucina
+
Álcool
PBM
Epitélio
Álcool
Mucina
+
Álcool
PBM
Epitélio
Álcool
Mucina
+
Álcool
X
PBM
Epitélio
Álcool
PBM
Epitélio
Muco
X
Epitélio
Manifestações Clínicas
l
Dependendo da gravidade das alterações anatômicas,
a gastrite aguda pode ser:
-
Completamente assintomática;
-
Causar dor epigástrica, náusea e vômitos;
-
Hemorragia (hematemese, melena)
Gastrite Crônica
•
Definição: Presença de alterações inflamatórias
crônicas na mucosa com infiltração de leucócitos
mononucleares.
•
Consequências:
-
Atrofia a mucosa
-
Metaplasia intestinal
-
Alterações epiteliais
Gastrite Crônica
É um processo inflamatório crônico podendo levar a
atrofia da mucosa e metaplasia intestinal.
É uma doença multifatorial
Fatores Ambientais
Fatores Genéticos
• Infecção Crônica (H. pylori)
• Autoimune;
• Tóxica (álcool e fumo)
• Pós-cirúrgico
• Radiação
• Inflamação granulomatosa
• Dentre outos...
?
Gastrite Crônica
É um processo inflamatório crônico podendo levar a
atrofia da mucosa e metaplasia intestinal.
Fatores Ambientais
• Infecção Crônica (H. pylori)
• Autoimune;
• Tóxica (álcool e fumo)
• Pós-cirúrgico
Induz
• Radiação
• Inflamação granulomatosa
Atrofia da mucosa
• Dentre outos...
Metaplasia Intestinal
Displasia
Progessão
Helicobacter pylori
Infecção pelo Helicobacter pylori e
Gastrite Crônica
•
Característica do H. Pylori
-
Bastonete Gram-negativo, curvilíneo e não esporulado;
-
Produz aproximadamente 1500 proteínas, permitindo
sua sobrevivência no ambiente estomacal.
l
Transmissão:
l
l
l
Via oral – oral;
Via fecal – oral;
Ambiental.
Transmissão do H. pylori
l
l
l
A maioria das pessoas infectadas à tem gastrite
associada, porém assintomática.
As pessoas infectadas à apresentam maior risco
de desenvolver úlcera péptica e possivelmente,
câncer gástrico.
infecção à gastrite superficial à gastrite atrófica à
metaplasia à displasia à câncer
H. pylori
-
Adaptado ao nicho ecológico da mucosa gástrica;
-
Motilidade (flagelos);
-
Elaboração de uma urease, produzindo amônia e CO2;
-
Expressão de adesinas bacterianas (BabA);
-
Expressão de toxinas bacterianas (CagA e VacA).
Induzem a gastrite pela produção de citocinas proinflamatórias e pelo injúria direta as células epitéliais
Induzem a gastrite pela produção de citocinas proinflamatórias e pelo injúria direta as células epitéliais
H. pylori
Gastrite
VIAS:
- Estimulando a produção de citocinas pró- inflamatórias
- Causando Lesão direta nas células epiteliais
Indivíduos com uma resposta exacerbada (inflamatória)
à infecção induzem uma maior produção de IL1b
sendo acometidos por uma pangastrite.
Padrão de gastrite pelo H. pylori
Padrão de Gastrite Produção de ácido Risco para úlcera
Antral
Pangastrite
(corpo e fundo)
Aumentada
Úlcera duodenal
Diminuída
Úlcera Gástrica
Adenocarcinoma
Proteína
Função/efeito
Urease
Quebra a ureia e libera cloreto de amônia (tóxico)
Fosfolipases
Danifica a membrana das cél. epitéliais
Proteases
Quebram as glicoproteínas do muco
CagA
•
Induz uma resposta Th1,
voltada para patogenos
intracelulares. Assim essa
resposta lesiona ainda mais as
células estomacais.
http://anatpat.unicamp.br/bihelicobacter.html
Mesmo nos estômagos densamente colonizados, tais organismos não são
encontrados nas áreas com metaplasia intestinal.
Mills SE. Histology for pathologists. 3ªed. Philadelphia: Lippincott Williams and
Wilkins; 2007.
Gastrite crônica severa – completa atrofia glandular, podendo haver
zonas de mucosa que não apresentam glândulas, a mucosa passa a ser
uma camada bastante fina.

Documentos relacionados

Gastrite - REDUZIDO - PPG

Gastrite - REDUZIDO - PPG Manifestar hemorragia, hematêmese, melena e perda sanguínea intensa  FATAL.

Leia mais

GASTRITE

GASTRITE Situação bastante conhecida é a hemorragia digestiva superior aguda, com vômitos e evacuações com sangue. A hemorragia digestiva pode ocorrer como complicação de situações graves como o estresse pe...

Leia mais

Úlcera peptica

Úlcera peptica Doenças gástricas Fisiologia gástrica: Secreção ácida: pelas cel parietais

Leia mais

Aula 4 e 5- Semiologia Gástrica

Aula 4 e 5- Semiologia Gástrica Suco gástrico: factor intrínseco, pepsinogénio, muco e bicarbonato. Motilidade gástrica em jejum e pós-prandial. Factores agressivos (ácido, etanol, tabaco, refluxo duodenal, isquémia, AINEs, hipóx...

Leia mais