Clique aqui e leia a matéria em PDF

Сomentários

Transcrição

Clique aqui e leia a matéria em PDF
 PERFUMES ‐ AROMAS ‐ INCENSOS ( utilidades ) PERFUMES ‐ AROMAS ‐ INCENSOS ( utilidades ) PERFUMES
Perfume: é uma mistura de óleos essenciais aromáticos, álcool e água, utilizado para proporcionar um agradável e duradouro aroma a diferentes objetos, principalmente, ao corpo humano. Seu nome deriva do latim: per fumun ou pro fumun, e significa "através da fumaça". História:
. No Egito nasceu a arte da elaboração do perfume. Por volta de 2000 a.C., os primeiros clientes foram os faraós e os membros importantes da corte, logo, o uso do perfume se difundiu, trazendo um agradável toque de frescor ao clima quente e árido do Egito. A necessidade de contar com essências refrescantes tornou‐se tão fundamental que a primeira greve da história da humanidade foi protagonizada em 1330 a.C. pelos soldados do faraó Seti I, que pararam de fornecer unguentos aromáticos. Pouco depois (1300 a.C.), coube ao faraó Ramsés II enfrentar uma revolta de peões em Tebas, que estavam indignados com a escassez de rações, de comida e de unguentos. O químico árabe, Al‐Kindi (Alkindus), escreveu no século IX um livro sobre perfumes chamado Livro da Química de Perfumes e Destilados. Ele continha centenas de receitas de óleos de fragrâncias, salves, águas aromáticas e substitutos ou imitações para droga caras. O livro também descrevia cento e sete métodos e receitas para a perfumaria, inclusive alguns dos instrumentos usados na produção de perfumes ainda levam nomes árabe, como alambique, por exemplo. O médico e o químico persas Muslim e Avicenna (também conhecido como Ibn Sina) introduziram o processo de extração de óleos de flores através da destilação, o processo mais comumente utilizado hoje em dia. Seus primeiros experimentos foram com as rosas. Até eles descobrirem perfumes líquidos, feitos de mistura de óleo e ervas ou pétalas amassadas que resultavam numa mistura forte. A água de rosas era mais delicada, e logo tornou‐se popular. Ambos os ingredientes experimentais e a tecnologia da destilação influenciaram a perfumaria ocidental e desenvolvimentos científicos, principalmente na química. A partir da Espanha foi introduzido em toda a Europa durante o Renascimento. Foi na França, a partir do século XIV, onde se cultivavam flores, que ocorreu o grande desenvolvimento da perfumaria, permanecendo desde então como o centro europeu de pesquisas e comércio de perfumes. PERFUMES
Os perfumes, sem dúvida alguma, abrem o caminho para o inconsciente, principalmente quando se trata de perfumes mágicos que vão atuar também na mente consciente, que irão provocar uma reação específica por quem os está usando. Há momentos que perfumes terapêuticos que se tornam mágicos nos transcendem, pois nos tiram de nosso cotidiano e nos entregam a um êxtase, e, nesse momento, nos identificamos e/ ou nos adequamos com o Universo. Se os perfumes forem usados adequadamente, irão estimular os vários "eus" que residem dentro de nós, tanto no físico, no emocional, no mental quanto no espiritual. Os aromas, invariavelmente, estimulam reações físicas, emocionais e sexuais; atuam nos nervos, ativam psiquicamente e outros ainda detêm poder emanativo. Escolha e use o seu perfume corretamente para que o se êxito seja rápido e pleno. Uso indevido de um perfume: . poderá causar sérios danos e transtornos espirituais, materiais e físicos, assim como ocorre a mesma coisa com o uso indevido de determinadas cores. O melhor perfume para qualquer pessoa usar sem qualquer contraindicação é o de alfazema puro. Já os demais dependem da simpatia ou antipatia do usuário. . Perfume de atração ( uso pessoal) . Finalidade: Tornar uma pessoa atraente para que possa ter êxito em seus propósitos OSMOLOGIA: ♠ é o ramo da ciência que estuda os odores e aromas ♦ Aromaterapia: é um ramo da osmologia que consiste no uso de tratamento baseado no efeito que os aromas de plantas são capazes de provocar no indivíduo determinados efeitos fisiológicos. Dos vegetais é extraída a essência a ser aplicada isoladamente ou em combinação com outros aromas, dependendo das enfermidades e do indivíduo. É considerada uma terapia alternativa ou complementar, embora seja um tratamento bastante antigo, que surgiu da fitoterapia e que é comumente usada em conjunto com esta. É utilizada no tratamento das mais variadas enfermidades e desequilíbrios, sendo considerada uma terapia holistica. O perfume, ao contrário do que muitas pessoas pensam, é um elemento importantíssimo , como a cor, tanto atrai como repele vibrações positivas ou negativas, respectivamente. A força de um perfume depende, basicamente da concentração de matérias‐primas utilizadas em sua concepção. Do ponto de vista técnico, consiste na mistura de vários ingredientes voláteis dissolvidos em álcool, que se espalham no ar em temperaturas normais. Aromatologia
> é uma terminologia criada na França ‐ berço da moderna aromaterapia (termo criado pelo químico René‐Maurice Gattefossé na década de 20), para designar, destacar o uso interno (oral) de óleos essenciais.
. É como um "seguimento" da fitoterapia, diferenciando‐se por serem infinitamente mais concentrados os óleos essenciais ‐ em alguns casos, são necessárias algumas toneladas da planta para se conseguir apenas 1 litro do óleo essencial, porém, geralmente se utilizam algumas gotas do óleo essencial e a resposta terapêutica costuma ser muito mais rápida também ‐ alguns tratamentos demoram poucos dias, horas ou até mesmo em alguns minutos já se estabelece a normalidade. Hoje em dia, existe um debate sobre uma legislação apropriada ao uso de óleos. Contudo óleos essenciais verdadeiros não podem ser regulamentados como remédios. Devido a eles serem obtidos de uma simples planta, e as plantas estarem sujeitas a uma série de variáveis (do clima, solo, quantidade de luz, etc), ou seja, um óleo essencial de uma mesma espécie de planta pode ter uma composição química totalmente distinta em termos de fármacos ou teores de princípios ativos (quimiotipo), é impossível determinar de forma adiantada a cromatografia de qualquer óleo. Até o presente momento a maioria dos óleos essenciais verdadeiros estão enquadrados dentro da legislação de alimentos e cosméticos. É muito comum também o uso de óleos essenciais na culinária, na gastronomia francesa puros ou diluídos em óleos vegetais (linhaça, girassol, oliva, semente de uvas, etc...), obtendo‐se assim, não só nuances de aromas e sabores especiais, mas agregando‐se também propriedades terapêuticas aos alimentos ‐ principalmente se forem cozidos. Há também o uso dos aromas, uma ciência assim como a aromatologia reconhecida no meio acadêmico ‐ o prêmio Nobel de Medicina e Fisiologia em 2004 foi sobre os efeitos dos aromas (Richard Axel e Linda B. Buck), pois, como os aromas atingem uma região cerebral conhecida como sistema límbico (chamado também de "centro das emoções"), eles podem tanto ter efeitos calmantes como excitantes e muitas empresas e até mesmo hospitais no mundo todo utilizam óleos essenciais com sucesso. ► Vale destacar a diferença entre: essência e óleo essencial Essência: é um produto sintético, na maioria dos casos totalmente artificial ‐ infelizmente, poucas essências que são encontradas no mercado são advindas do isolamento de anéis aromáticos (moléculas aromáticas). Óleo essencial: é um "produto" natural, extraído por alguns métodos, dependendo do tipo de planta, da parte da planta e que possui uma energia vibratória, vibracional elevadíssima.
Outra vantagem em se utilizar óleos essenciais é a praticidade ‐ facilidade em se transportar, pois um frasco com 10 ml ‐ geralmente a dosagem que se toma é de 3 gotas 3 vezes ao dia ‐ contém em torno de 250 gotas. Dicas sobre os perfumes . Geralmente, os perfumes duram três anos a partir da data de abertura. Quando a coloração ficar com um tom caramelo e o aroma ficar avinagrado, é hora de o deixar fora. (esta é uma regra geral, mas se bem guardado pode durar anos) . Evite a evaporação, mantenha‐os sempre nas caixas originais e nunca os deixe destapados por muito tempo . Perfumes em frascos de spray conservam‐se mais, porque apenas tem contato com o ar e nunca com a pele . Guarde‐os em lugares frescos, sem luz solar e calor. A casa de banho não é o lugar indicado em função da umidade e das oscilações de temperatura. O guarda‐roupa é sempre uma boa opção . Em ambientes sem ar condicionado, o frigorífico pode ser uma opção, desde que longe da luz interna. Isto vale, principalmente para a "eau de cologne e a eau de toilete" Saiba escolher bem um perfume ( dicas ) ► Avalie a sua personalidade Um perfume diz muito sobre quem o usa. Está na dúvida? Descubra qual o perfume que mais combina com a sua personalidade. ► Veja o que está a escolher para comprar Sabe, por exemplo, qual é a diferença entre perfume e eau de toilette? Então saiba que: ‐ Perfume: é o que possui a maior concentração de óleos essenciais, de 15% a 20%, e dura 12 a 20 horas. Por isso mesmo, é o mais caro de todos. ‐ Eau de Parfum: tem uma concentração de 10% a 15% de óleos essenciais. É mais suave e ao mesmo tempo marcante. A sua fixação dura de 6 a 8 horas. ‐ Eau de Toilette: são perfumes mais refrescantes, com uma concentração de 5% a 10% de óleos essenciais, e que duram cerca de 4 a 6 horas na pele. ‐ Colónia: é o aroma mais leve e suave de todos, ideal para passar depois do banho. A sua composição conta com 3 a 5% de óleos essenciais. ► Não adianta querer “experimentar” todos os perfumes da loja Fica difícil distinguir uns dos outros. A sugestão é seguir as dicas de amigas, uma propaganda que gostou… a recomendação é a melhor opção. Teste o perfume no sitio certo
Antes de levar qualquer perfume é importante testar para não se arrepender. Depois de escolher um ou dois, teste na pele! E sempre no pulso: o calor dessa área acentua a fragância. Vale a pena recordar que a fragrância muda de acordo com o lugar onde a coloca. ► Não cheire mais do que 3 fragrâncias É aconselhável não experimentar mais do que três perfumes. Os especialistas explicam que após quatro ou cinco cheiros já não cosneguimos distinguir uns dos outros. O truque é cheirar uns grãos de café ou pau de canela para poder cheirar de novo. Teste o perfume no papel
Não cheire o produto diretamente do frasco. É melhor borrifar um pouco no ar ou borrifar o perfume numa tira de papel disponível para esse efeito. Evite selecionar ou adquirir perfumes se estiver grávida Numa fase em que o corpo feminino está a ser alvo de inúmeras alterações hormonais, fique a saber que as percepções olfativas são das mais afetadas. ► Prefira o horário da manhã (ao contrário de comprar sapatos) De manhã cedo, as faculdades olfativas estão mais sensíveis e ainda não foram alteradas por outros cheiros como a poluição, contato com outras pessoas… Nesse dia, é melhor não utilizar nenhum perfume para evitar as misturas ou qualquer outra referência olfativa. ► Preste atenção aos cheiros que ficam Na hora de comprar um perfume, vale a pena prestar atenção aos cheiros que ficam com o passar das horas. Como existem três notas vale a pena sentir cada uma, deve esperar esse tempo… ► Saiba um pouco da história do criador do perfume Se você for comprar um perfume de alguma marca famosa, vale a pena consultar toda a coleção do seu criador, porque, por exemplo, se é um estilista mais extravagante ou excêntrico, o perfume vai seguir a mesma intenção… INCENSOS
De uso universal, era usado pela maioria das antigas civilizações e culturas, e até hoje nas mais diversas religiões, tais como induismo, budismo, cristianismo, judaismo e islamismo em suas cerimônias, sendo também usado para meditação. Desde a antiguidade, místicos de várias culturas usam o incenso devido aos efeitos que eles proporcionam a nós ou ao ambiente, seja para harmonização, oração, meditação, criação mental ou simplesmente para aromatização. Efeito Psicológico – Decorre do efeito da fumaça do incenso, dentro de muitas culturas e religiões o fogo representa a transmutação e o ato de acender o incenso representa esta intenção de transformação e limpeza. O desvanecer desta fumaça no ar simboliza a Ascensão da Consciência e sua Harmonização com a Divindade. Este efeito é associado ao despertar, criando a vontade de um ideal elevado na mente proporcionando o desenvolvimento espiritual. Efeito Sensorial – A essência (fragrância) que o incenso emana desperta uma sensação de bem estar, devido ao estimulo realizado em nossa memória olfativa. Dependendo da essência que estiver trabalhando é possível você relembrar de situações de infância, relacionamentos, situações etc. A reprodução dos vários perfumes da natureza nos possibilita sintonizar com as forças positivas e criadoras dentro de nossas buscas. Incensos e Essências Aromáticas (utilidades) Absinto – Harmonia e Tranqüilidade llangue‐llangue – Sensualidade Acácia – Magia e Purificação Jasmim – Inspiração e União Alecrim – Boa Sorte e Proteção Lavanda – Harmonia e Oferenda Alfazema – Serenidade e Criatividade Lírio – Intuição e Oração Almíscar – Romance e Atração Maça – Vitalidade e Amor Âmbar – Autoconfiança Madeira do Oriente – Força e Sucesso Amor Perfeito – Amor e Harmonia Mel – Prosperidade Arruda – Limpeza e Purificação Mirra – Purificação e Proteção Bálsamo – Inspiração e Bem Estar Morango – Oferenda e Boa Sorte Benjoim – Proteção Noz Moscada – Amor e Prosperidade Camomila – Calmante e Boa Sorte Olíbano – Proteção e Sucesso Canela – Prosperidade e Sucesso Ópium – Criatividade e Inspiração Cânfora – Purificação Orquídea – Amor e Beleza Capim Cheiroso – Relaxante e Harmonia Patchouli – Amor e Clarividência Capim Limão – Harmonia e Calmante Pêssego – Oferenda e Boa Sorte Cedro – Purificação e Relaxante Pinho Silvestre – Proteção e Relaxante Chocolate – Prosperidade Pitanga – Amor e Sensualidade Citronela – Repelente de Insetos Raízes Mágicas – Alegria e Segurança Cravo – Limpeza Astral Rosa Amarela – Criatividade e Boa Sorte Dama da Noite – Romance e Amor Rosa Branca – Harmonia e Pureza Erva Cidreira – Calmante e Harmonia Rosa Mística – Fé e Paz de Espírito Erva Doce – Prosperidade e Atração Rosa Musgosa – Meditação e Estudos Eucalipto – Limpeza e Renovação Rosa Vermelha – Amor e Comunhão Flor de Laranjeira – Sorte no Amor Sândalo Branco – Espiritualidade Flor de Lótus – Inspiração e Iniciação Sândalo Vermelho – Proteção e Êxitos Flor do Campo – Oferenda e Harmonia Vanila – Boa Sorte Gerânio – Criatividade e Vitalidade Verbena – Inspiração e Bons Sonhos Guiné – Limpeza e Proteção Violeta – Paz e Humildade Hortelã – Prosperidade e Bons Sonhos INCENSOS
Signos Características Aroma Cor ÁRIES Ação Cravo Vermelho TOURO Obstinação Rosa/ Almíscar Verde GÊMEOS Mobilidade Limão Amarelo CÂNCER Impressionabilidade Rosa / Flor Laranjeira Laranja LEÃO Generosidade Mirra Amarelo VIRGEM Parcialidade Benjoin Azul LIBRA Igualdade Canela Azul ESCORPIÃO Compatibilidade Rosa / Sândalo Vermelho SAGITÁRIO Generosidade Lavanda / Flor Laranjeira
Violeta CAPRICÓRNIO Conservação Alfazema Verde AQUÁRIO Intelectualidade Rosa Verde PEIXES Impressionabilidade Arruda Azul Perfumes que combinam com o signo ( alguns exemplos ) ARIES: 2103 a 2004: . Aventureiras charmosas e seguras, as arianas adoram estar no controle da situação. . Melhores perfumes: os cítricos merinhos e os que levam notas de alfazema e lavanda Sugestôes: . Colonia Acqua Cheiros do Brasil ( O Boticario ) . Colônia Aire Eletric ( Jequiti ) . Perfume Evolution ( L´aqua di Fiori ) LEÃO: 2207 a 2208: . Segura, sexy, criativa e expansiva, a leonina gosta de ser notada e de deixar sua marca por onde passa . Melhores perfumes: são as fragrâncias mais fortes com toques de pimenta rosa e gengibre Sugestôes . Perfume Guett Mulher ( Racco ) . Perfume Essence of Benetton ( Aeger ) . Perfume Eternal Magic ( Avon) ESCORPIÃO: 2310 a 2111 . misteriosa, a escorpiana é a mais sedutora do zodíaco . melhores perfumes: os provocantes! Prefira os frascos a base de rosas e especiarias como cravo, canela e cardamono Sugestões: . Colônia Áuga de Rosas da Phebo ( Granado ) . Perfume Glamour Secrets Biack ( Boticario ) . Colônia Sári Amiris ( Jequiti ) Referências Bibliográficas:
1‐ Franchomme, P, Penoel, D. 1996 L'aromatherapie exactement, Limoge: Roger Jollois. 2‐ Price, S, Price, L. 1995 Aromatherapy for Health Professionals, Edinburgh: Churchill Livingstone. 3‐ Lis‐Balchin, M. 1997 "Essential Oils and 'aromatherapy': their modern role in healing." Journal of the Royal Society of Health (1997), 117(5): 324‐329. 4‐ Tisserand, R, Balacs, T. 1995 Essential Oil Safety: A guide for health care professionals. Edinburgh: Churchill Livingstone. 5‐ Valnet, J. 1993 The Practice of Aromatherapy, Saffron Walden: Daniel. 6‐ Buck L, Axel R (April 1991). "A novel multigene family may encode odorant receptors: a molecular basis for odor recognition". Cell 65 (1): 175–87. 7‐ Pellicer A, Wigler M, Axel R, Silverstein S (May 1978). "The transfer and stable integration of the HSV thymidine kinase gene into mouse cells". Cell 14 (1): 133–41. 8‐ Pellicer A, Robins D, Wold B, et al. (September 1980). "Altering genotype and phenotype by DNA‐
mediated gene transfer". Science 209 (4463): 1414–22. 9‐ Ngai J, Dowling MM, Buck L, Axel R, Chess A (March 1993). "The family of genes encoding odorant receptors in the channel catfish". Cell 72 (5): 657–66. 10‐ Ngai J, Chess A, Dowling MM, Necles N, Macagno ER, Axel R (March 1993). "Coding of olfactory information: topography of odorant receptor expression in the catfish olfactory epithelium". Cell 72 (5): 667–80. 8453662" rel="nofollow">8453662. 11‐ Vassar R, Ngai J, Axel R (July 1993). "Spatial segregation of odorant receptor expression in the mammalian olfactory epithelium". Cell 74 (2): 309–18. 12‐ Chess A, Simon I, Cedar H, Axel R (September 1994). "Allelic inactivation regulates olfactory receptor gene expression". Cell 78 (5): 823–34. 13‐ Vassar R, Chao SK, Sitcheran R, Nuñez JM, Vosshall LB, Axel R (December 1994). "Topographic organization of sensory projections to the olfactory bulb". Cell 79 (6): 981–91. 14‐ Mombaerts P, Wang F, Dulac C, et al. (November 1996). "Visualizing an olfactory sensory map". Cell 87 (4): 675–86. Site: http://www.listamaconica.com.br/categoria/INCENSOS‐E‐SEUS‐SIGNIFICADOS/ Site: http://www.centraldoincensosp.com.br/ Site: http://pt.wikipedia.org/wiki/Incenso
Site: http://www.astrologosastrologia.com.pt/incensos.htm Site: http://www.nucleoalquimico.com/2013/03/aromatologia‐uma‐ciencia‐de‐muitos.html Site: http://pt.wikipedia.org/wiki/Osmologia Site: http://www.larissamenezes.terapeutaholistica.com.br/pages/osmologia.php Site: http://www.anazipf.com.br/index.php?view=article&catid=36%3Amagnetoterapia&id=48%3Amagnetot
erapia&format=pdf&option=com_content&Itemid=55 Site: http://pt.wikipedia.org/wiki/Perfume Site: http://shopping.uol.com.br/guia/classificacao‐de‐perfumes.html#rmcl Site: http://www.perfumenapele.com/entenda‐mais/perfumes‐como‐sao‐feitos/ Site: http://www.operfumistico.com.br/2012/01/perfume‐e‐personalidade.html Site: http://www.operfumistico.com.br/2012/09/dicas‐para‐perfumes‐como‐guardar.html Site: http://beleza.terra.com.br/noticias/0,,OI1866566‐EI7484,00.html Site: http://www.minhavida.com.br/fitness/materias/942‐seu‐perfume‐fala‐tudo‐sobre‐sua‐
personalidade Site: http://revistacriativa.globo.com/Criativa/0,19125,ETT1596193‐5455,00.html Site: http://mdemulher.abril.com.br/beleza/reportagem/pele/perfumes‐descubra‐qual‐aroma‐perfeito‐
voce‐616546.shtml Dr. Rosario Caggiano Neto