NOVEMBRO DOURADO VIVA ESTA IDEIA! VENHA PARTICIPAR!

Сomentários

Transcrição

NOVEMBRO DOURADO VIVA ESTA IDEIA! VENHA PARTICIPAR!
NOVEMBRO DOURADO
VIVA ESTA IDEIA!
VENHA PARTICIPAR!
Serviço de OncoHematologia do HIJG
DIA NACIONAL DE COMBATE AO CÂNCER
NA CRIANÇA E NO ADOLESCENTE
O Dia Nacional de Combate ao Câncer Infantojuvenil (lei nº 11.650, de 4 de abril de 2008), lembrado
oficialmente no dia 23 de novembro visa estimular as
ações educativas associadas à doença, promover debates
e outros eventos sobre as políticas públicas de atenção
integral às crianças e adolescentes com câncer e divulgar
os avanços técnico-científicos na área.
Em comemoração a esse dia, uma série de ações
estão previstas, entre elas, o “novembro dourado”, com a
instituição do laço dourado que é a cor da fita da
consciência do câncer infanto-juvenil.
O uso do laço na campanha foi uma homenagem a
Penney Laigen que, em 1970, colocou diversos laços
amarelos nas árvores em homenagem a seu marido, que
lutou pelo exército norte-americano na Guerra do Irã. O
laço, então, se transformou em símbolo de união por uma
campanha, já que os amigos e familiares de Penney
aderiram ao gesto da mulher. Já a cor dourada simboliza o
padrão “de ouro” que necessitam os pacientes de câncer
infanto-juvenil.
Em Florianópolis, o grande evento ocorrerá no dia 24 de
novembro (8 às 12h), na Avenida Beira-Mar Norte, com
passeio ciclístico, corrida de 5 e de 10 km,
além da caminhada, objetivando a conscientização
sobre a importância do diagnóstico precoce do câncer
infanto-juvenil.
Na criança e no adolescente, estima-se incidência
anual de 200.000 casos novos de câncer. No Brasil,
segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA) estima-se
ocorrência de mais de 9.000 casos novos de câncer
infanto-juvenil por ano.
Os cânceres pediátricos mais frequentes são as
leucemias, os tumores do sistema nervoso central e os
linfomas. No Brasil, infelizmente muitos pacientes ainda
são encaminhados aos centros de tratamento com a
doença em estágio avançado.
O câncer representa a primeira causa de óbito por
doença entre as crianças e adolescentes de 1 a 19 anos de
idade para todas as regiões do Brasil. Portanto, o pediatra
tem papel fundamental, na avaliação de sinais e sintomas
relacionados a doença, pois o diagnóstico do câncer em
estádios mais localizados reduz consideravelmente as
complicações agudas e tardias do tratamento, além de
contribuir para maior percentagem de cura.
COMO DIAGNOSTICAR PRECOCEMENTE
O CÂNCER INFANTO-JUVENIL?
A história clínica e o exame físico são os primeiros
passos no processo de diagnóstico do câncer. É importante
estar ciente que, na maioria das vezes, os sinais e sintomas
relacionados ao câncer são similares aos de doenças
benignas comuns da infância, motivo pelo qual o pediatra
e os pais ou responsáveis devem estar atentos.
É imprescindível ressaltar que os pais ou
responsáveis levem seus filhos as consultas clínicas de
rotina com seu pediatra, pois ele é a pessoa que pode
auxiliar na suspeita diagnóstica precoce da doença. Os
pediatras devem pensar na possibilidade de câncer nas
crianças e adolescentes que apresentarem persistência
dos sinais e sintomas listados abaixo. Os pais ou
responsáveis também devem procurar assistência médica
para seus filhos sempre que esses sinais e sintomas
persistirem.
SINAIS E SINTOMAS DE ALERTA PARA
O CÂNCER INFANTO-JUVENIL
- Leucocoria (mancha branca nos olhos), perda recente de
visão, estrabismo, protrusão (aumento) do globo ocular;
- Aparecimento de massa ou tumoração na barriga,
cabeça, pescoço, membros, testículos ou em qualquer
parte do corpo;
- Linfonodomegalias (inguas muito aumentadas),
aparecimento antes da adolescência de pelos em axilas e
genitália, acne e timbre mais grave da voz;
- Sinais e sintomas sem explicação: febre que persiste por
vários dias, perda de peso, palidez, fadiga (cansaço),
manchas roxas pelo corpo, sangramentos, irritabilidade
contínua;
- Dores nos ossos, juntas ou nas costas, fraturas sem
trauma importante;
- Nevos (pintas) com modificação das características
prévias, principalmente em áreas de exposição solar ou de
atrito;
- Excessivo ganho de peso, não relacionado a erros
alimentares;
- Sinais neurológicos como alteração da marcha,
desequilíbrio, alteração da fala, perda de habilidades já
desenvolvidas, dor de cabeça progressiva e recorrente,
com ou sem vômitos, aumento do perímetro cefálico .
SINAIS E SINTOMAS DE ALERTA PARA
O CÂNCER INFANTO-JUVENIL
Caso o quadro clínico do paciente seja suspeito de
câncer, é imprescindível o encaminhamento para um
centro especializado no diagnóstico e tratamento do
câncer na criança e no adolescente.
As chances de cura, a sobrevida e a qualidade de
vida do paciente é maior quanto mais precoce for o
diagnóstico do câncer. No Brasil, nos últimos anos, houve
marcante melhoria na sobrevida das crianças com câncer
e os resultados obtidos são similares aos de países
desenvolvidos, alcançando taxa de 70-80% de sobrevida.
O Hospital Infantil Joana de Gusmão é referência no
tratamento oncológico pediátrico em Santa Catarina e
consegue atender de imediato toda a demanda do Estado
que lhe é encaminhada.
No ano de 2012 foram realizadas 6.846 consultas
ambulatoriais, 7.140 quimioterapias e 483 procedimentos
em centro cirúrgico. No período de 2009 a 2012, 29,7%
dos pacientes atendidos eram provenientes da Grande
Florianópolis e 70,3% dos outros municípios do Estado. A
taxa de sobrevida dos pacientes atendidos no Hospital
Infantil Joana de Gusmão foi de 75,7% nos últimos 4 anos.
Data: 24 de novembro (8 às 12h)
Local: na Avenida Beira-Mar Norte
Atrações: passeio ciclístico, corrida de 5 e de 10 km e
caminhada
Objetivo: conscientização sobre a importância do
diagnóstico precoce do câncer infanto-juvenil.

Documentos relacionados

Uma década combatendo e vencendo o câncer infanto

Uma década combatendo e vencendo o câncer infanto Ao longo dos anos, o hospital foi se especializando em tratamentos complexos como transplante de medula e cirurgias de tumor ósseo, cerebral e nos olhos, serviços dificilmente encontrados em outros...

Leia mais