alimentos recomendados

Сomentários

Transcrição

alimentos recomendados
MUDE SEUS HÁBITOS, MUDE SUA VIDA
Otto Heinrich Warburg (1883-1970) que ganhou o Prêmio Nobel em 1931 por
sua tese “A causa primária e a prevenção do câncer”.
Segundo este cientista, o câncer é a consequência de uma alimentação
antifisiológica e um estilo de vida antifisiológico.
Mas por quê? Porque uma alimentação antifisiológica – dieta baseada em
alimentos acidificantes + sedentarismo, cria em nosso organismo um ambiente
de ACIDEZ. A ACIDEZ por sua vêz, EXPULSA o OXIGÊNIO das células. Ele
afirmou: “A falta de oxigênio e a acidez são as duas caras de uma mesma
moeda: Quando você tem um, você tem o outro.”
MUDE SEUS HÁBITOS, MUDE SUA VIDA
O ato de escolher os alimentos que você ingere, é um ato de amor com você
mesmo. No mundo moderno em que vivemos, essas escolhas estão cada vez
mais difíceis de serem feitas diante de tantos alimentos processados e da vida
agitada que temos. Entretanto, quando comparamos os benefícios que os
alimentos naturais nos trazem é muito claro qual deve ser a melhor escolha.
Está comprovado que os alimentos industrializados têm um alto impacto na
causa das mais diversas doenças, entre elas o Câncer. No entanto, não basta
apenas saber escolher bem os alimentos, é preciso também saber prepará-los.
Os temperos têm um valor enorme na absorção dos nutrientes e nos sabores.
Oferecemos aqui algumas dicas de como escolher melhor o alimento e como
prepará-los para a ingestão.
Os
tratamentos
convencionais
têm
um
papel
muito
importante
na
sobrevivência dos pacientes com Câncer, mais de 96% dos sobreviventes
começam e completam pelo menos um programa de tratamentos baseados
em cirurgia, radioterapia, quimioterapia, terapia hormonal e imunoterapia. É
muito importante que os pacientes não abandonem os tratamentos
convencionais, no entanto deverão ser eles a terem o controle sobre a sua
saúde e bem-estar. Ao médico cabe a orientação para o melhor tratamento em
cada caso, assim como também deverá ser da responsabilidade dos pacientes
a escolha do médico, pois isso também faz diferença para o resultado do
tratamento. Estar nas mãos de bons profissionais, e de um tratamento
humanizado, é de fundamental importância.
“Deixe sua comida ser o seu remédio
e seu remédio ser sua comida”
Hipócrates
O objetivo de uma alimentação cuidada é fortalecer o sistema imunológico,
reduzindo a acidez e desintoxicando o organismo, bem como debilitar o
câncer, retirando o seu alimento preferido que é o açúcar e tudo o que se
transforma em glicose.
O lema deverá ser “Fora com os brancos, que entrem as cores”.
Nada de: Açúcar branco, batatas brancas, arroz branco, pão branco, massa
branca e sal refinado.
Reduza o consumo de prote’nas de origem animal, pois os vegetais fornecem
proteínas em quantidades suficientes.
Reduza o consmo de carbo-hidratos, para abaixar os níveis de açúcar no
sangue.
As mudanças na dieta são a estratégia mais comum adotada pelos
sobreviventes com Câncer. A teoria “coma o que você deseja” não deverá ser
aceita e, mal o diagnóstico seja conhecido, as mudanças nos hábitos
alimentares devem ser imediatamente implementadas:
- Consumo de alimentos integrais;
- Consumo de alimentos com baixo teor de gordura, sal e açúcar;
- Aumentar o consumo de legumes, frutas frescas, cereais integrais e água
alcalina;
- Reduzir, ou mesmo, eliminar os alimentos processados, refrigerantes e outros
alimentos ácidos.
Cerca de 9 em cada 10 sobreviventes com câncer entrevistados por Greg
Anderson, fundador e presidente da Cancer Recovery Foundaton International,
relataram que o exercício físico fazia parte da sua rotina, muitos deles
começaram os seus programas de exercícios nas camas dos hospitais e nas
cadeiras de rodas.
A atividade física favorece as hipóteses de sobreviver a um câncer, caminhar
30 minutos por dia, 6 vezes por semana, ou outra prática como por exemplo
ciclismo, hidroginástica, ioga favorece o suicídio das células cancerígenas
chamada tecnicamente de apoptose.
Os sobreviventes acreditam que vão superar a doença e abraçam crenças que
geram atitudes positivas diante deste mal. A crença principal, e que mais
fortalece os doentes, é a de que o câncer não significa uma sentença de
morte. Esta atitude é a essência da sobrevivência, e quando se estende aos
tratamentos médicos e aos potenciais efeitos secundários, estes tornam-se
muito mais suportáveis.
Os pacientes acreditam que têm um papel fundamental no seu processo de
recuperação.
Uma atitude mental positiva faz manter em alta o sistema imunológico e, por
isso, é uma grande ajuda no combate a qualquer doença.
Aceite a doença, identifique as suas causas e corrija o seu estilo de vida, não
adianta apenas combater os sintomas, pois a doença permanecerá.
Os pacientes tornam-se sensíveis aos relacionamentos e tendem a privilegiar
as relações com os sentimentos de amor que recebem de seus familiares e
amigos, afastando-se ao identificarem de quem lhes faz mal e lhes tira a
energia de que necessitam para vencerem a doença.
Quando as pessoas se sentem amadas e acarinhadas, encontram motivos
para vencer a doença.
Que legado vamos deixar neste mundo? Não deixe de cumprir a sua missão
de vida.
Os pacientes com Câncer abraçam uma perspectiva mais espiritual, dizem que
agora vêm a vida de um modo diferente, dão mais valor ao agora e vivem cada
dia como se fosse o último.
Os sobreviventes têm tendência a sofrer uma profunda transformação
espiritual, tornam-se pessoas novas, alcançam a paz interior, são mais
serenas, calmas, confiantes, vivem com mais alegria e sentem gratidão em
relação a tudo o que as rodeia.
A meditação tem-se mostrado como uma ferramenta poderosa para os
doentes superarem a doença.
O Prof. David Khayat, médico oncologista, Presidente do Instituto Nacional de
Câncer da França e que combate o câncer há mais de 30 anos refere no seu
livro “O Verdadeiro Regime Anti-Câncer”:
1 – NÃO FUME: O cigarro é completamente cancerígeno desde o 1º trago.
2 – DIVERSIFIQUE A SUA ALIMENTAÇÃO: O efeito cancerígeno ocorre
quando há um grande consumo, regular, durante muito tempo de determinado
alimento.
3 – DIVERSIFIQUE A MANEIRA DE COZINHAR: A cozinha no WOOK é
potencialmente cancerígena. O contato dos alimentos com as chamas,
temperaturas muito elevadas provoca o aparecimento de substâncias
cancerígenas. As frituras também são nocivas. Cozinhar a vapor ou estufar os
alimentos é melhor para a saúde.
4 – CONSUMA PRODUTOS ARTESANAIS, LOCAIS, SAÍDOS DE UMA
AGRICULTURA SENSATA: Prefira produtos com o mínimo de pesticidas.
Lave os alimentos e não hesite em lavá-los com água e um pouco de sabão
para retirar os pesticidas residuais.
5 – ADAPTE O SEU EQUILÍBRIO ENERGÉTICO: Aumente a atividade física
e reduza a ingestão de calorias. Atenção aos alimentos gordurosos e aos
açúcares.
AGENTES ANTICÂNCER
•
SUMO DE ROMÃ: Industrial (Compal) é ainda melhor para a saúde,
porque é mais rico em antioxidantes de grande qualidade.
•
CURCUMA: É um dos mais poderosos complementos anticâncer, use-a em
tudo (o açafrão deve ser misturado com pimenta preta, pois só assim será
assimilado pelo organismo).
•
CHÁ VERDE: É excelente, sobretudo se lhe associarmos folhas secas de
mamão papaia.
•
VINHO TINTO: Em pequenas quantidades, em média, 2 ou 3 copos por
dia. Tem muito resveratrol.
•
SELÊNIO: É um dos raros complementos que deram provas da sua
eficácia na prevenção do câncer.
AGENTES ANTICÂNCER
•
TOMATE: Sobretudo se preparado industrialmente como nos molhos e
sucos de tomate. Contém licopeno que é um poderoso anticancerígeno,
principalmete para os homens.
•
FIBRAS ALIMENTARES: São muito importantes, como prebióticos e,
porque não digeríveis, vão acelerar o trânsito intestinal, diminuindo o tempo
de contato entre a mucosa intestinal e os produtos potencialmente
cancerígenos contidos na alimentação.
•
ALHO E CEBOLA: Notáveis alimentos anticâncer, usem-os sempre que
possível.
•
QUERCETINA: É um excelente agente preventivo, sobretudo para os
fumantes, e encontram-se nas alcaparras, no cacau e na pimenta.
•
EXCESSO DE LATICÍNIOS: Não devem abusar deles a partir dos 50 anos.
•
BETACAROTENO: Se fuma ou se já fumou evite esta substância porque é
muito nociva para a saúde. Tenha cuidado se abusa de fruta e legumes
muito ricos em betacaroteno.
•
VITAMINA E: Homens devem ter especial cuidado, pois está provado que
aumenta o risco de alguns cânceres.
•
EXCESSO DE BEBIDAS ALCOÓLICAS DE GRAU ELEVADO: Não
ultrapasse nunca as 30 g de álcool, em média, por dia.
•
EXCESSO DE PESO: Tal como o sedentarismo, é um poderoso fator de
risco de câncer, tanto no homem como na mulher, o melhor é começar a
dar atenção a este problema desde a infância.
•
ACIDEZ: Existem alimentos fortemente ácidos que reduzem a eficácia do
sistema imunológico. Reduza ou elimine o consumo desses alimentos.
•
ALIMENTOS COM EXCESSO DE GORDURA RUIM: Sobretudo de óleo de
canola, de perila e de sementes de cânhamo. São muito perigosos
sobretudo quando aquecidos em altas temperaturas.
•
GRELHADOS E A COZINHA NO WOOK: A marcação de qualquer
alimento pelo contato com as chamas (+500ºC) cria substâncias
particularmente nocivas. Por causa da forma do wook são atingidas
temperaturas de cozimento muito mais elevadas que vão produzir
substâncias cancerígenas.
Em seu livro com o título “Anti-Câncer” David Servan-Schreiber, psiquiatra de
formação depois de ter sido diagnosticado com um tumor maligno na cabeça
aos 31 anos, procurou alternativas aos tratamentos convencionais e apresenta
uma estratégia que reuni além destes a alimentação, os exercícios físicos e a
parte emocional do doente oncológico.
ALIMENTOS RECOMENDADOS
•
CHÁ VERDE (JAPONÊS: SENCHA, GYOKURO, MATCHA): Colocar 2 g
de chá verde num bule, deixar em infusão durante 10 minutos e beber na
hora seguinte.
•
AÇAFRÃO DA ÍNDIA E CARIL: Misturar ¼ de colher de chá de pó de
açafrão-da-Indía com ½ colher de chá de azeite e uma boa pitada de
pimenta preta. Adicionar a vegetais, sopas e molhos para salada. Adicionar
umas gotas de agave se ficar muito amargo.
•
GENGIBRE: Adicionar gengibre ralado aos vegetais enquanto está a
cozinhá-los. Também pode marinar fruta em suco de limão com gengibre
ralado. Em infusão: corte um pequeno pedaço de gengibre em fatias,
coloque água a ferver e deixe em infusão durante 1 a 15 minutos. Beber
quente ou frio.
ALIMENTOS RECOMENDADOS
•
CRUCÍFERAS
(COUVE-DE-BRUXELAS,
CHINESA,
BRÓCOLES,
COUVE-FLÔR, REPOLHO,ETC): Cozinhar a vapor ou saltear numa
frigideira com um fio de azeite. Nunca cozinhar em água.
•
ALHO, CEBOLA, ALHO FRANCÊS, CHALOTA E CEBOLINHA: A cebola
e o alho picados podem ser ligeiramente fritos num fio de azeite,
misturados com vegetais cozidos a vapor ou salteados e temperados com
caril ou açafrão. Também podem ser consumidos crus, misturados em
saladas ou num sanduiche de pão de mistura e manteiga biológica (ou
azeite).
•
VEGETAIS E FRUTOS RICOS EM CAROTENÓIDES: Cenouras, inhame,
batata-doce, abóbora, tomate, damascos, beterraba e todos os vegetais de
cores vivas: laranja, vermelho, amarelo, verde.
ALIMENTOS RECOMENDADOS
•
TOMATE E MOLHO DE TOMATE: Cozinhe o tomate numa frigideira com
um fio de azeite, em fogo baixo. Adicione cebola, alho, tofu, ou ovos,
cominho, açafrão, pimenta, etc.
•
COGUMELOS: Em sopas, em caldos de vegetais ou de galinha, grelhados
no forno ou salteados com outros vegetais.
•
ERVAS E ESPECIARIAS: Alecrim, tomilho, orégano, manjericão, hortelã,
salsa, aipo.
•
ALGAS (NORI, KOMBU, ARAME, DULSE): As algas podem ser utilizadas
em sopas ou saladas.
•
ÔMEGA-3: Peixes pequenos, cavalas, sardinha (pode ser enlatada, mas
conservada em azeite) salmão, linhaça. Moer as sementes e misturar em
cereais, iogurtes. O óleo deve ser conservado no frigorífico e 3 meses no
máximo.
ALIMENTOS RECOMENDADOS
•
FRUTOS DE BAGA: Morangos, framboesas, mirtilos, amoras negras,
arandos (misturar com cereais, muesli, aveia, farelo, linhaça, centeio,
cevada). Também podem ser congelados.
•
CÍTRICOS: Laranjas, tangerinas, limões. As raspas da casca dos cítricos
podem ser usadas para polvilhar molhos para salada ou cereais de
pequeno-almoço, também servem para aromatizar o chá.
•
SUCO DE ROMÃ: 1 copo (225 ml) de sumo de romã por dia.
•
VINHO TINTO DE BOA QUALIDADE: 2 copos por dia.
•
CHOCOLATE AMARGO: Uns quadradinhos (20 g por dia) de chocolate
amargo com chá verde no final de uma refeição. Pode derreter o chocolate
e coloca-lo sobre as frutas. Também é bom com gengibre ralado ou raspas
de tangerina.