016_andre freire

Сomentários

Transcrição

016_andre freire
Título: O Processo de Introdução de Mudanças Estratégicas, sua Implantação e o
Impacto causado sobre Estruturas Organizacionais e sobre Resultados no Segmento
Abastecimento da Petróleo Brasileiro S.A, 2004
Autor(a): André Luiz de Oliveira Freire (Mestrado Executivo em Gestão Empresarial)
Banca examinadora: Professor Paulo N. Figueiredo, Professor Luis César Gonçalves
de Araújo e o Professor Joaquim Rubens Fontes Filho
Repercussão:
- Artigo apresentado no XI Seminario de Gestión Tecnológica, ALTEC Asociación Latino Iberoamericana de Gestión Tecnológica, Salvador, 2005.
Resumo
Esta dissertação examina algumas implicações do processo de implementação de
estratégias para a performance corporativa. Este relacionamento é examinado na Área
de negócios Abastecimento, da empresa Petróleo Brasileiro S.A, durante o período de
1996 e 2003. A despeito da profusão de estudos sobre estratégia empresarial, ainda há
escassez de trabalhos que examinem o processo de implementação de mudanças
organizacionais e suas implicações para o aprimoramento de certos indicadores de
performance corporativa. Adicionalmente, tendem a prevalecer na literatura gerencial,
abordagens pontuais de caráter imediatista e prescritivo, que não captam o processo de
mudança organizacional e suas implicações para performance ao longo do tempo.
O exame da implementação de estratégias é realizado com base em seis variáveis
organizacionais extraídas da literatura existente: “comportamento da liderança”;
“interação e influência”; “inovação e aprendizado”; “gestão de pessoas”; “comunicação
e fluxos de conhecimento” e “estrutura organizacional”. As implicações das mudanças
na base organizacional para performance corporativa são examinadas a partir de
dezenove indicadores, agrupados em três categorias: (i) operacionais, (ii) econômicofinanceiro e (iii) segurança, meio ambiente e saúde. Esta dissertação consiste num
estudo de caso individual, o qual é baseado em evidências empíricas qualitativas e
quantitativas, coletadas em trabalhos de campo. A coleta dos dados baseou-se em fontes
e técnicas múltiplas.
Os efeitos das variáveis organizacionais que comporiam o Abastecimento, antes da
Página 1 de 3
criação da Área de negócio, em 1996, foram pequenos. Esses efeitos foram moderados
no período entre 1996 a 2000, só apresentando impactos relevantes sobre indicadores
operacionais entre 2000 e 2003, com reflexos positivos sobre o desempenho econômico,
pois muitos custos foram reduzidos. Isso sugere que estratégias tecnológicas de longo
prazo são um rumo robusto e consistente. As evidências sugerem que a empresa optou
pela construção de uma base organizacional visando melhoria de performance no longo
prazo, alinhando-se com autores que defendem essa construção como forma de
fortalecer a competitividade no longo prazo. Esta dissertação contribui para o
entendimento de fatores organizacionais que favorecem a implementação de estratégias
e dos mecanismos que alavancam aprendizado e inovação numa empresa nacional. Este
estudo conclui que a utilização de estruturas organizacionais, com o suporte da
liderança e prática de baixas barreiras interfuncionais, alavancaram o aprendizado e a
inovação, favorecendo resultados econômicos. Isto contradiz a proposição de autores
que afirmam que reestruturação organizacional possui baixo potencial de geração de
resultados, ou que enfatizam soluções de curto prazo para obtenção imediata de
resultados, em detrimento da competitividade da empresa nos médio e longo prazos.
Abstract
This dissertation examines some implications of the process of implementation of
strategies for the corporate performance. This relationship is examined in the
Abastecimento businesses área, of the company Brazilian Petroleum S.A, from 1996 to
2003. In spite of the profusion of studies on business strategy, there is still shortage of
studies that examine the process of implementation of organizational changes and their
implications for the improvement of some indicators of corporate performance.
Additionally, they tend to prevail in the managerial literature, punctual approaches of
character immediateness and prescribeness, that don't capture the process of
organizational change and their implications for performance along the time.
The exam of the implementation of strategies is accomplished with base in six extracted
organizational variables of the existent literature: " Leadership behavior "; "interaction
and influence"; "innovation and learning"; “human management”; "communication and
Página 2 de 3
knowledge flows” and "organizational structure." The implications of the changes in the
organizational base for corporate performance are examined starting from nineteen
indicators, contained in three categories: (i) operational, (ii) economical-financial and
(iii) safety, environment and health. This dissertation consists of a study of individual
case, which is based on qualitative and quantitative empiric evidences, collected in field
works. The collection of the data was based on sources and multiple techniques.
The effects of the organizational variables that they would compose the Provisioning,
before the creation of the business Area in 1996 were small. Those effects were
moderate in the period among 1996 to 2000, only presenting relevant impacts on
operational indicators between 2000 and 2003, with positive reflexes on the economical
performance, because many costs were reduced. That suggests that technological
strategies of long run are a robust and solid direction. The evidences suggest that the
company opted for the construction of an organizational base seeking performance
improvement in the long run, joining with authors that defend that construction as form
of strengthening the competitiveness in the long period. This dissertation contributes to
the understanding of organizational factors that favor the implementation of strategies
and of the mechanisms that accelerate learning and innovation in a national company.
This study concludes that the use of organizational structures, with the support of the
leadership and practice of low barriers interfunctionals, accelerate learning and
innovation, favoring progress economical results. This contradicts the authors'
proposition that affirm that organizational restructuring possesses low potential of
generation of results, or that emphasize solutions of short run for immediate obtaining
of results, to the detriment of the competitiveness of the company in the medium and
long run.
Página 3 de 3

Documentos relacionados