Cotas: o justo e o injusto

Сomentários

Transcrição

Cotas: o justo e o injusto
COORDENADORIA GERAL DE SELEÇÃO E CONCURSOS
VESTIBULAR 2012-1
LÍNGUA PORTUGUESA
Leia, a seguir, um artigo de opinião de autoria da escritora Lya Luft , sobre esse tema
Cotas: o justo e o injusto
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
32
33
34
35
36
37
38
39
O medo do diferente causa conflitos por toda parte, em circunstâncias as mais variadas. Alguns são embates
espantosos, outros são mal-entendidos sutis, mas em tudo existe sofrimento, maldade explícita ou silenciosa, mágoa,
frustração e injustiça.
Cresci numa cidadezinha onde as pessoas (as famílias, sobretudo) se dividiam entre católicos e protestantes.
Muita dor nasceu disso. Casamentos foram proibidos, convívios prejudicados, vidas podadas. Hoje, essa diferença
nem entra em cogitação quando se formam pares amorosos ou círculos de amigos. Mas, como o mundo anda em
círculos ou elipses, neste momento, neste nosso país, muito se fala em uma questão que estimula tristemente a
diferença racial e social: as cotas de ingresso em universidades para estudantes negros e/ou saídos de escolas
públicas. O tema libera muita verborragia populista e burra, produz frustração e hostilidade. Instiga o preconceito racial
e social. Todas as "bondades" dirigidas aos integrantes de alguma minoria, seja de gênero, raça ou condição social,
realçam o fato de que eles estão em desvantagem, precisam desse destaque especial, porque, devido a algum fator
que pode ser de raça, gênero, escolaridade ou outros, não estão no desejado patamar de autonomia e valorização.
Que pena.
Nas universidades inicia-se a batalha pelas cotas. Alunos que se saíram bem no vestibular – só quem já teve
filhos e netos nessa situação conhece o sacrifício, a disciplina, o estudo e os gastos implicados nisso – são rejeitados
em troca de quem se saiu menos bem mas é de origem africana ou vem de escola pública. E os outros? Os pobres
brancos, os remediados de origem portuguesa, italiana, polonesa, alemã, ou o que for, cujos pais lutaram duramente
para lhes dar casa, saúde, educação?
A ideia das cotas reforça dois conceitos nefastos: o de que negros são menos capazes, e por isso precisam
desse empurrão, e o de que a escola pública é péssima e não tem salvação. É uma ideia esquisita, mal pensada e mal
executada. Teremos agora famílias brancas e pobres para as quais perderá o sentido lutar para que seus filhos
tenham boa escolaridade e consigam entrar numa universidade, porque o lugar deles será concedido a outro. Mais
uma vez, relega-se o estudo a qualquer coisa de menor importância.
Lembro-me da fase, há talvez vinte anos ou mais, em que filhos de agricultores que quisessem entrar nas
faculdades de agronomia (e veterinária?) ali chegavam através de cotas, pela chamada "lei do boi". Constatou-se,
porém, que verdadeiros filhos de agricultores eram em número reduzido. Os beneficiados eram em geral filhos de pais
ricos, donos de algum sítio próximo, que com esse recurso acabaram ocupando o lugar de alunos que mereciam, pelo
esforço, aplicação, estudo e nota, aquela oportunidade. Muita injustiça assim se cometeu, até que os pais, entrando na
Justiça, conseguiram por liminares que seus filhos recebessem o lugar que lhes era devido por direito. Finalmente a lei
do boi foi para o brejo.
Nem todos os envolvidos nessa nova lei discriminatória e injusta são responsáveis por esse desmando. Os
alunos beneficiados têm todo o direito de reivindicar uma possibilidade que se lhes oferece. Mas o triste é serem
massa de manobra para um populismo interesseiro, vítimas de desinformação e de uma visão estreita, que os deixa
em má posição. Não entram na universidade por mérito pessoal e pelo apoio da família, mas pelo que o governo,
melancolicamente, considera deficiência: a raça ou a escola de onde vieram – esta, aliás, oferecida pelo próprio
governo.
Lamento essa trapalhada que prejudica a todos: os que são oficialmente considerados menos capacitados, e
por isso recebem o pirulito do favorecimento, e os que ficam chupando o dedo da frustração, não importando os anos
de estudo, a batalha dos pais e seu mérito pessoal. Meus pêsames, mais uma vez, à educação brasileira.
01. Na visão da autora do texto, o sistema de cotas
A) é a forma ideal de barrar o preconceito racial e social.
B) fere o princípio constitucional da igualdade de direitos.
C) corrige as injustiças históricas contra os estudantes
negros.
D) só devia beneficiar os estudantes menos inteligentes.
E) deveria contemplar apenas os estudantes pobres.
B) A melhoria da qualidade do ensino nas escolas
públicas brasileiras está condicionada, em primeiro
lugar, à abertura das portas das universidades para
todos.
C) De uma política como o sistema de cotas, advêm
vantagens para toda a sociedade.
D) Colocar um membro da comunidade negra na
universidade é o caminho mais curto, para reduzir os
preconceitos raciais.
E) O sistema de cotas, além de quebrar preconceitos,
gera a harmonia entre as classes sociais.
02. O posicionamento da autora acerca da política de cotas
está em consonância apenas com uma das assertivas:
A) Quando o governo inclui os estudantes saídos da
escola pública no sistema de cotas, está
reconhecendo que o ensino ministrado nessas
instituições é fraco.
1
03. A expressão “Que pena.” (linha 13) carrega um tom de
A) crítica.
B) intolerância.
C) lamentação.
D) descaso.
E) ironia.
E) Na bandeira do Brasil, está escrito: “Ordem e
Progresso”.
10. A palavra “pêsames” (linha 39) é um exemplo de
substantivo só usado no plural. Há outros que mudam de
sentido, conforme estejam no singular ou no plural. É o
caso de sapinho (animal) e sapinhos (pequenas lesões
na boca), mas não de
A) o meio/os meios.
B) a costa/as costas.
C) o bem/os bens.
D) a arte/as artes.
E) a calça/as calças.
04. Ao expressar a ideia de fracasso com a construção
linguística “... foi para o brejo”. (linha 30), a autora
A) quebrou o tom de formalidade do texto.
B) não se preocupou em cair na vulgaridade.
C) foi desrespeitosa com os estudantes que se
beneficiaram da “lei do boi”.
D) pretendeu dar mais ênfase a sua indignação.
E) deu mais leveza ao texto, porque a expressão é muito
usada pelos brasileiros.
11. Com base no trecho “Lembro-me da fase...” (linha 24), o
mesmo verbo não está se relacionando corretamente
com o seu complemento em
A) A autora lembra bem a “lei do boi”.
B) É bom lembrar aos legisladores brasileiros de que
todos são iguais perante a lei.
C) Convém lembrar que a política de cotas é também
discriminatória.
D) Os brasileiros lembram-se de que os males da
educação são antigos.
E) A autora lembrou aos leitores os males decorrentes
da política de cotas.
05. Quando se escreve e/ou (linha 8), tem-se a intenção de
dizer que as condições são, entre si,
A) dependentes.
B) independentes.
C) cumulativas.
D) sequenciais.
E) dispensáveis.
06. Preenchem as lacunas do texto abaixo, de modo que a
sequência lógico-discursiva esteja assegurada, as
expressões da opção
Lia Luft não deixa o leitor em dúvida. _______________,
expressa muito bem seu ponto de vista acerca da política
de cotas, ______________ quando referenda sua opinião
com o exemplo da “lei do boi”. ___________________, o
leitor não se sente pressionado a concordar com ela,
___________________ é levado a tirar suas próprias
conclusões sobre o tema abordado.
A) Por isso – principalmente – Ao contrário – portanto.
B) No entanto – também – Além disso – quando muito.
C) Posteriormente – sobretudo – Na verdade – por outro
lado.
D) Ao contrário – especialmente – Mesmo assim – mas
sim.
E) Além de tudo – aliás – Por isso – já que.
12. O adjetivo discriminatório (linha 31) corresponde ao
substantivo discriminação (separação, segregação) que é
parônimo de descriminação (ato de inocentar). Marque o
par de parônimas com os significados corretos.
A) lactante (que mama); lactente (que amamenta)
B) cesta (soneca); sesta (utensílio de transporte)
C) conserto (reparo); concerto (sessão musical)
D) ratificar (corrigir); retificar (confirmar)
E) cerrar (cortar); serrar (fechar)
13. O acento indicativo de crase que aparece no trecho “... à
educação brasileira”. (linha 39) foi bem empregado em
A) a autora faz referência à muitas formas de
discriminação.
B) nunca se deve dizer sim à práticas discriminatórias.
C) o texto faz alusão à várias injustiças contra o povo
brasileiro.
D) não conheço bem a temática à qual a autora se
referiu.
E) a entrada na universidade deve ser assegurada
indiscriminadamente à qualquer pessoa.
07. O sistema de cotas é injusto, porque todos são iguais
perante a lei. Alterando o texto para: Todos são iguais
perante a lei, __________________ o sistema de cotas é
injusto, a lacuna só pode ser preenchida por
A) de sorte que.
B) no entanto.
C) uma vez que.
D) se bem que.
E) mas também.
08. No trecho “Muita dor nasceu disso”. (linha 5), a palavra
grifada vincula-se ao fragmento:
A) “O medo do diferente causa conflitos...” (linha 1)
B) “Alguns são embates espantosos...” (linhas 1 e 2)
C) “... em tudo existe sofrimento...” (linha 2)
D) “Cresci numa cidadezinha...” (linha 4)
E) “... as pessoas se dividiam entre católicos e
protestantes”. (linha 4)
14. Um poeta brasileiro se notabilizou pela sua luta
abolicionista. O seu poema Navio Negreiro é um grito de
repúdio à escravidão. Trata-se de
A) Castro Alves.
B) Gonçalves Dias.
C) Casimiro de Abreu.
D) Fagundes Varela.
E) Álvares de Azevedo.
15. A respeito do escritor cearense José de Alencar, é falso
afirmar-se que
A) escreveu os romances Senhora e Cinco Minutos, com
o propósito de mostrar ao mundo a beleza das
paisagens naturais do Brasil.
B) nenhum dos seus romances aborda temas históricos.
C) o escritor dedicou toda sua vida à literatura, tendo se
mantido afastado da política.
D) na sua visão, o índio era mau e preguiçoso.
E) vários dos seus romances abordam os “perfis
femininos” e criticam a corrupção da sociedade, a
hipocrisia e o materialismo.
09. A justificativa de a autora ter emoldurado com aspas a
palavra “bondades” (linha 10) também se aplica ao caso
da opção
A) Você vai pagar a vista ou “na valsa”?
B) Aquela mulher é um “avião”.
C) Sai pra lá, meu irmão, que eu não tenho medo de
“revórve”.
D) Veja como esse homem é “educado”: recebe um favor
e nem diz obrigado.
2
ESPANHOL
Graffiti
Estoy indignada porque esta es la cuarta vez que han tenido que
limpiar y volver a pintar la pared del colegio para quitar las
pintadas. La creatividad es admirable, pero la gente debería
encontrar otras formas de expresarse que no suponga gastos
extra para la sociedad.
¿Por qué nos creáis esa mala reputación a los jóvenes pintando
en lugares en los que está prohibido? Los artistas profesionales
no cuelgan sus cuadros en las calles, ¿verdad?
Lo que hacen es buscar quien les financie y hacerse famosos a
través de exposiciones que sí son legales. En mi opinión,
edificios, vallas y bancos de los parques son obras de arte en sí
mismos. Es realmente patético estropear su arquitectura con
graffiti y lo que es más, el método que se utiliza para ello
destruye la capa de ozono. Realmente no puedo entender por
qué estos artistas delincuentes se enfadan cuando les quitan sus
“obras de arte” de las paredes una y otra vez.
Olga
Hay gustos para todo. Nuestra sociedad está invadida por la
comunicación y la publicidad. Logotipos de empresas, nombres
de tiendas. Gran número de carteles ilegales pegados por las
calles. ¿Es esto aceptable? Sí, en general sí. ¿Son aceptables las
pintadas? Algunos dirían que sí y otros que no.
¿Quién paga el precio de las pintadas? ¿Quién paga al final la
publicidad? Exacto. El consumidor. ¿Acaso los que instalan las
vallas publicitarias te han pedido permiso? No. ¿Y los que
pintan los graffiti sí tendrían que hacerlo? ¿No es todo una
cuestión de comunicación, tu propio nombre, el nombre de las
pandillas callejeras y las vallas publicitarias de las calles?
Piensa en la ropa de rayas y cuadros que apareció hace algunos
años en las tiendas y en la ropa de esquí. El estampado y los
colores los habían copiado directamente de las floridas pintadas
que llenaban los muros de cemento. Es bastante chocante que
aceptemos y admiremos estos estampados y colores y que, en
cambio, ese mismo estilo en graffiti nos parezca horroroso.
Corren tiempos difíciles para el arte.
Sofía
Las dos cartas anteriores llegaron por Internet y tratan de las pintadas o graffiti. Las pintadas o graffiti son la escritura o los
dibujos no autorizados en las paredes o en cualquier otro sitio. Responde a las preguntas tomando como base las cartas.
16. El propósito de estas cartas es
A) explicar lo que son las pintadas o graffiti.
B) presentar una opinión sobre las pintadas o graffiti.
C) demostrar la popularidad de las pintadas o graffiti.
D) decirle a la gente cuánto cuesta borrar las pintadas o graffiti.
E) enseñarle a la gente el avance de las empresas de publicidad.
17. ¿Por qué hace referencia Sofía a la publicidad? Porque
A) nos muestra que la publicidad puede ser tan invasora como los graffiti.
B) la gente traza los graffiti sobre ellos.
C) está describiendo los graffiti.
D) los graffiti son una forma de publicidad.
E) la publicidad y los graffiti son creaciones ilegales.
18. Según opinión de las dos autoras de las cartas, Olga y Sofía, se puede afirmar
1. ( ) Olga cree que los graffiti son ilegales y eso los convierte en actos de vandalismo.
2. ( ) Olga cree que la gente debería encontrar otras formas de expresarse que suponga gastos extra para la sociedad.
3. ( ) Olga entiende que los graffiti deberían ser respetados como verdaderas obras de arte.
4. ( ) Sofía piensa que es una hipocresía multar a los autores de graffiti y luego hacer millones copiando sus diseños.
5. ( ) Sofía se preocupa menos con el arte que Olga.
Marque como verdadera la alternativa
A) V – V – V – V – V
D) V – F – F – V – V
B) V – F – V – V – V
E) V – V – F – V – F
C) V – F – F – V – F
19. Señale la alternativa que no presenta el significado perfecto:
A) vallas publicitarias = painéis publicitários
B) pandillas callejeras = grupo de amigos de ruas
C) quitar las pintadas = tirar as pichações
D) carteles ilegales = quartéis ilegais
E) ropa de rayas = roupas de listras
20. El vocablo “colores” (en singular, color), sacado del fragmento “El estampado y los colores los habían copiado
directamente de las floridas pintadas …” (al final de la carta de Sofía) es considerado un vocablo heterogenérico (vocablo
que posee diferentes géneros en español y en portugués).
¿Cuál de las alternativas presenta igualmente un vocablo heterogenérico?
A) agua
B) oficina
C) nivel
D) apellido
E) viaje
3
INGLÊS
Some unusual words describe how a person spends his or her free time. For example, someone who likes to spend a lot
of time sitting or lying down while watching television is sometimes called a couch potato.
Robert Armstrong, an artist from California, developed the term couch potato in nineteen seventy-six. Several years later,
he listed the term as a trademark with the US government. Mister Armstrong also helped write a funny book about life as a fulltime television watcher. It is called the “Official couch potato handbook.”
Couch potatoes enjoy watching television just as mouse potatoes enjoy working on computers. The description of mouse
potato became popular in nineteen ninety-three. American writer Alice Kahn is said to have invented the term to describe young
people who spend a lot of time using computers.
Too much time inside the house using a computer or watching television can cause someone to get cabin fever. A cabin
is a simple house usually built far away from the city.
Cabin fever is not really a disease. However, people can experience boredom or restlessness if they spend too much
time inside their homes. Often children get cabin fever if they cannot go outside to play. So do their parents. This happens when
there is so much snow that schools and even offices and stores are closed.
Some people enjoy spending a lot of time in their homes to make them nice places to live. This is called nesting or
cocooning. Birds build nests out of sticks to hold their eggs and baby birds. Some insects build cocoons around themselves
form protection while they grow and change. Nests and cocoons provide security for wildlife.
The terms cocooning and nesting became popular more than twenty years ago. They describe people buying their first
homes and filling them with many things.
(Adapted from Words and their stories: couch potato to cabin fever at www.voaspecialenglish.com. Access: 24 Oct. 2011)
16. Which statement is correct according to the text?
A) If you get cabin fever, you will need to see the doctor immediately.
B) The term couch potato appeared in the 1970’s.
C) Mouse potatoes are vegetables which contain dangerous substances in them.
D) Having birds is essential if you want to nest or cocoon.
E) Statements a) and b) are correct.
17. The words he (paragraph 2), their (paragraph 5) and their (paragraph 6) correspond respectively to
A) couch potato - children’s - baby birds
B) Robert Armstrong - parents - baby birds
C) couch potato - parents - eggs and birds
D) Robert. Armstrong - children’s - birds’
E) Robert Armstrong - parents - birds’
18. The sentence “American writer Alice Kahn is said to have invented the term mouse potato” can be also written as
A) People say American writer Alice Kahn has invented the term mouse potato.
B) American writer Alice Kahn said to invent the term mouse potato.
C) People has invented American writer Alice Kahn is said the term mouse potato.
D) Mouse potato is said to have invented American write Alice Kahn.
E) People has told American writer Alice Kahn is said to invent the term mouse potato.
19. The plural forms of the terms couch potato and mouse potato are
A) couches potatoes - mouse potatoes
B) couches potatoes - mice potatoes
C) couches potato - mice potato
D) couch potatoes - mouse potatoes
E) couch potato - mouse potato
20. The main aim of the text is
A) To advertise a book.
B) To talk about two important American writers.
C) To say how agriculture is presented in our lives through the terms mouse potato and couch potato.
D) To inform about modern diseases.
E) To inform about terms used to describe how people spend time off.
GEOGRAFIA
B) redução do processo erosivo, o que provoca um
empobrecimento dos solos e, em alguns casos, a
inviabilização da agricultura.
C) redução ou até mesmo fim das atividades extrativas
minerais, geralmente de alto valor socioeconômico.
D) destruição da biodiversidade como resultado da
diminuição ou, muitas vezes, da extinção de espécies
vegetais e animais.
E) redução das precipitações, diminuição das amplitudes
térmicas
e
agravamento
do
processo
de
desertificação.
21. A devastação das florestas, especialmente das tropicais,
as mais ricas em biodiversidade, é um dos principais
impactos ambientais que ocorrem em um ecossistema
natural.
É uma consequência do processo de desmatamento:
A) diminuição das temperaturas locais e regionais, como
consequência da menor irradiação de calor para a
atmosfera a partir do solo exposto.
4
HISTÓRIA
22. A litosfera é, também, chamada de crosta terrestre.
Corresponde à camada mais rígida da Terra, mas a
rigidez da superfície da Terra é apenas aparente. Forças
endógenas e exógenas modificam, permanentemente, as
estruturas que compõem a litosfera, ou seja, alteram as
formas do modelado terrestre, do relevo.
Com base no exposto acima, é correto afirmar-se que
A) o núcleo da Terra é o rígido suporte de apoio à
sobrevivência dos homens e dos demais seres vivos.
B) a litosfera, constituída por rochas em que predominam
os silicatos de cassiterita e a região central da Terra,
cuja densidade pode ser calculada através de seus
componentes minerais, é dividida em pirosfera e
barisfera.
C) no estrato geográfico terrestre, tudo é dinâmico, nada
é estático. Esse dinamismo é diferente em cada um
dos planos: o biótico (animais e vegetais) e o abiótico
(terra, ar e água).
D) a Planície do Pantanal e trechos do litoral do Nordeste
e do Sul são do período Terciário e os terrenos
cristalinos são do período Quaternário.
E) as bacias sedimentares são constituídas, em grande
parte, por rochas metamórficas, provenientes da
desagregação de outras rochas que recobrem a
Terra.
25. Após a Guerra do Peloponeso, ocorreu
enfraquecimento das cidades gregas. Esse
possibilitou a Grécia ser conquistada pelos
A) bizantinos.
B) assírios.
C) persas.
D) macedônios.
E) romanos.
um
fato
26. A Revolução Industrial trouxe profundas transformações
na vida política, social e econômica da humanidade.
Correspondem à fonte de energia e à principal indústria
inglesa no início da Revolução Industrial:
A) carvão mineral e tecidos.
B) carvão vegetal e metalurgia.
C) petróleo e petroquímica.
D) eletricidade e eletrônica.
E) carvão mineral e eletrônica.
27. 2011 é um ano marcado por grandes conflitos políticos e
sociais no mundo. O Chile enfrentou a maior onda de
protestos desde o fim do regime militar (1973-1990).
Sobre essas manifestações que ocorrem nas regiões
metropolitanas de Santiago, é falso afirmar-se que
A) os jovens querem melhorias na qualidade do ensino e
acesso à Universidade.
B) houve ocupação de escolas e universidades e greves
de fome entre os estudantes.
C) apesar da concordância de muitos trabalhadores, os
estudantes não conseguiram o apoio do movimento
sindical na convocação de greve geral no país.
D) em 2006, ainda no governo de Michelle Bachelet, os
estudantes já haviam protestado num movimento que
ficou conhecido como “revolução dos pinguins”.
E) a mobilização chilena é comparada aos movimentos
ocorridos no Oriente Médio e na Europa.
23. Em relação à geografia econômica do espaço europeu, é
verdadeiro dizer-se que
A) nos países mais desenvolvidos da Europa Ocidental,
a agricultura, em geral, é intensiva e mecanizada, com
elevada produtividade; esse fato é bem visível nos
países escandinavos.
B) dentre os principais recursos existentes na Europa
Ocidental, podemos salientar o carvão mineral e o
petróleo e, em menor escala, o potencial hidrelétrico.
C) a Europa Setentrional, que compreende Espanha,
Alemanha, Dinamarca, Finlândia e Noruega,
apresenta
uma
atividade
industrial
muito
desenvolvida, que emprega um grande número de
imigrantes asiáticos e africanos.
D) na Europa Meridional, as condições climáticas
dominantes, representadas, sobretudo, pelos invernos
rigorosos e prolongados, acarretam dificuldades para
as atividades agrícolas.
E) em todos os países da Europa Setentrional, a
agricultura é, predominantemente, extensiva, e ocupa
a maior parte da população economicamente ativa
dos países.
28. São fatos relacionados ao governo de Juscelino
Kubistchek:
A) o fortalecimento das forças armadas, a repressão ao
partido comunista e a implantação da Usina de Volta
Redonda.
B) o estabelecimento do salário mínimo, a construção de
Brasília e a implantação da política neoliberal.
C) a cassação do partido comunista, a implantação da
política neoliberal e o incentivo à industrialização.
D) a definição de uma política denominada Plano de
Metas e o incentivo à industrialização.
E) a implantação de um plano de desvalorização cambial
e proibição das brigas de galo.
24. Com relação à demografia, é correto afirmar-se que
A) taxa de crescimento natural é a diferença entre a taxa
de natalidade e a taxa de mortalidade.
B) taxa de natalidade é o número de nascimentos
registrados em um ano por cem mil habitantes.
C) taxa de fecundidade é o número médio de filhos por
mulher em idade de procriar, que, por convenção, tem
entre 21 e 39 anos.
D) taxa de mortalidade é o número de óbitos registrado
em um ano por cem mil habitantes.
E) taxa de mortalidade infantil é a relação entre o número
de óbitos de crianças e o número de crianças
nascidas durante o ano comercial.
29. O Brasil foi cenário de uma série de movimentos
populares de caráter político e religioso que envolvia
questões relacionadas à terra. No Ceará, o evento
histórico que guarda características em comum com
estes movimentos é o(a)
A) Contestado.
B) Canudos.
C) Caldeirão.
D) Padaria Espiritual.
E) Confederação do Equador.
30. A catedral de Fortaleza tem traços arquitetônicos que
lembram as que surgiram na Europa a partir do século
XII, com grandes pórticos, vitrais, rosáceas, abóbodas e
torres elevadas. Em algumas regiões da Europa, as
cidades cresciam e, com elas, comerciantes, artesãos e
5
bispos aliaram-se nessas construções. O estilo de arte da
época é denominado de
A) Romântico.
B) Gótico.
C) Barroco.
D) Renascentista.
E) Bizantino.
divididos em 23 pares. O indivíduo com Síndrome de
Down possui 47 cromossomos, sendo o cromossomo
extra ligado ao par 21. A probabilidade de um indivíduo
ter Síndrome de Down é de 1:800 nascidos vivos. O
nascimento de uma criança com Síndrome de Down está
relacionado com a idade materna, porém qualquer
pessoa está sujeita a ter um filho com esta Síndrome, que
ocorre ao acaso, sem distinção de etnia ou sexo.
O gráfico a seguir representa a relação entre a idade
materna e o nascimento de crianças com Síndrome de
Down. A partir da análise do gráfico, é correto concluir
que a frequência de nascimento de crianças com
Síndrome de Down
31. Leia o texto: “as reformas, o progresso da cidade
(consequência do aumento da riqueza), tais como
demolições de bairros velhos, (...) alargamento das ruas
para circulação comercial, etc, expulsam os trabalhadores
para os cantos e recantos cada vez mais sujos e
insalubres” (Marx e Engels in DANTAS, José. História do
Brasil, São Paulo: Moderna, 1990). A citação de Marx e
de Engels pode ser relacionada ao contexto histórico
brasileiro da
A) Cabanagem.
B) Guerra dos Emboabas.
C) Revolta Praieira.
D) Revolta da Vacina.
E) Coluna Prestes.
BIOLOGIA
Leia com atenção o texto abaixo
Budismo Moderno
Tome, Dr., esta tesoura, e... corte
Minha singularíssima pessoa.
Que importa a mim que a bicharia roa
Todo o meu coração, depois da morte?!
(Augusto dos Anjos)
Gráfico: Disponível em http://laboratoriogene.info/DXPN/Idade.htm.Acesso
em: 24/10/2011
A) diminui com o aumento da idade da mãe.
B) não é afetada pela idade materna entre mães de 20 a
30 anos.
C) é influenciada pela idade materna apenas entre mães
de 25 a 35 anos.
D) é menor na faixa etária de 20 a 25 anos do que na
faixa etária de 40 a 45 anos.
E) é a mesma em qualquer faixa etária.
32. Ao analisarmos este fragmento de poema à luz dos
conhecimentos da ecologia, é possível perceber que o
poeta, usando uma linguagem figurada, faz referência,no
verso “Que importa a mim que a bicharia roa...”, a um
importante componente do ecossistema representado
pelos
A) produtores.
B) consumidores primários.
C) organismos heterótrofos.
D) organismos autótrofos.
E) decompositores.
Leia coma atenção o texto abaixo que vai lhe fornecer
subsídios para a resolução da questão 35.
O fenótipo são as características observáveis ou
caracteres de um organismo como, por exemplo:
morfologia, desenvolvimento, propriedades bioquímicas
ou fisiológicas e comportamento. O fenótipo resulta da
expressão dos genes do organismo, da influência de
fatores ambientais e da possível interação entre os dois.
O genótipo são as informações hereditárias de um
organismo contidas em seu genoma. Nem todos os
organismos com um mesmo genótipo parecem ou agem
da mesma forma, porque a aparência e o
comportamento, assim como os demais componentes do
fenótipo, são modificados por condições ambientais e de
desenvolvimento. Do mesmo modo, nem todos os
organismos cujas aparências se assemelham possuem
necessariamente o mesmo genótipo.
33. Engenharia genética e modificação genética são termos
para o processo de manipulação dos genes num
organismo, geralmente fora do processo normal
reprodutivo. Envolvem, frequentemente, o isolamento, a
manipulação e a introdução do ADN num chamado "corpo
de prova", geralmente para exprimir um gene. O objetivo
é introduzir novas características num ser vivo, para
aumentar a sua utilidade, como aumentando a área de
uma espécie de cultivo, introduzindo uma nova
característica ou produzindo uma nova proteína ou
enzima.
Disponível em: http://pt.wikipedia.org/wiki/Engenharia_gen%C3%A9tica.
(acesso em 22/10/2011)
Disponível em: http://pt.wikipedia.org/wiki/Fen%C3%B3tipo (acesso em
23/11/2011).
Na engenharia genética, o corpo de prova, a que se
refere o texto, onde é introduzido um DNA, se constituirá
em um organismo geneticamente modificado chamado de
A) transgênico.
B) clone.
C) mutante.
D) bacteriófago.
E) genoma.
Sabe-se, por outro lado, que os gêmeos bivitelinos
(fraternos, dizigóticos) são formados pela fecundação de
dois óvulos por dois espermatozoides e que os gêmeos
univitelinos (idênticos, monozigóticos) são formados,
quando um único óvulo é fecundado por um único
espermatozoide.
34. A Síndrome de Down é um acidente genético, que ocorre
ao acaso durante a divisão celular do embrião. Na célula
normal da espécie humana, existem 46 cromossomos
6
35. A partir da leitura dos dois textos e da conexão que pode
ser feita entre eles, é correto afirmar-se que
A) os gêmeos bivitelinos apresentam genótipos idênticos.
B) os gêmeos univitelinos apresentam genótipos
idênticos.
C) os gêmeos bivitelinos apresentam o mesmo fenótipo.
D) os gêmeos univitelinos apresentam necessariamente
os mesmos fenótipos.
E) os gêmeos univitelinos e os bivitelinos podem
apresentar genótipos iguais ou diferentes.
B) hereditariedade e sedentarismo.
C) fumo e alimentação.
D) idade e sexo.
E) sedentarismo e hereditariedade.
FÍSICA
39. Na figura a seguir, está representado um circuito elétrico
resistivo constituído de A: amperímetro, V: voltímetro, K e
C: chaves seletoras e uma fonte de corrente contínua de
30 volts. Todos os resistores obedecem à lei de OHM.
Sobre esse circuito, é correto afirmar-se que
36. São elementos nutritivos essenciais para a vida (VITA),
que na sua maioria possuem na sua estrutura compostos
nitrogenados (AMINAS), os quais o organismo não é
capaz de sintetizar e que, se faltarem na nutrição,
provocarão manifestações de carência ao organismo. O
corpo humano deve receber as vitaminas através da
alimentação, por administração exógena (injeção ou via
oral), ou por aproveitamento das vitaminas formadas pela
flora intestinal (algumas vitaminas podem ser produzidas
nos intestinos de cada indivíduo pela ação da flora
intestinal sobre restos alimentares). A falta de vitaminas
pode ser total – avitaminose –, ou parcial –
hipovitaminose. Em ambas as situações, podem surgir
manifestações classificadas como doenças carenciais.
Disponível em:http://www.abcdasaude.com.br/artigo.php?508
em:23/11/2011)
A) fechando K e deixando C aberta, o amperímetro
indicará 1,0 A.
B) fechando K e C, o voltímetro indicará 3,0 V.
C) fechando C e K, o resistor de 10 Ω dissipará uma
potência de 100 w.
D) estando C aberta e K fechada, o voltímetro indicará
4,0 V.
E) fechando C e K, a potência dissipada no circuito será
de 100 w.
(acesso
Tomando-se como base o texto, podem-se afirmar
corretamente que
A) as vitaminas são compostos inorgânicos.
B) o nosso organismo só pode obter vitaminas através
da alimentação.
C) o escorbuto representa um exemplo de uma doença
carencial.
D) as bactérias da flora intestinal que produzem
vitaminas são prejudiciais ao nosso organismo.
E) os vegetais não produzem vitaminas, portanto não
são importantes na nossa alimentação.
40. No tubo de um televisor em cores, os elétrons são
acelerados a partir do repouso por uma diferença de
potencial U = 2,25x104 V até atingirem a tela. Considere,
para efeito de cálculos, que a massa de repouso do
-31
-19
elétron = 9,0x10 kg; a carga elementar = 1,6x10 C e
8
a velocidade da luz = 3x10 m/s. É correto afirmar-se que
a massa do elétron e a sua energia cinética, ao atingir a
tela, valem, respectivamente,
-30
-15
A) 3,6x10 kg e 9,4x10 J.
-18
-30
B) 3,6x10 kg e 9,4x10 J.
-31
-15
C) 9,4x10 kg e 3,6x10 J.
-30
-18
D) 9,4x10 kg e 3,6x10 J.
-18
-18
E) 3,6x10 kg e 3,6x10 J.
37. A soja deve ser incluída na nossa alimentação, por
conter uma variedade de nutrientes de que necessitamos
diariamente. Entre eles, estão os aminoácidos,
compostos essenciais ao crescimento humano. Assim a
soja é considerada um alimento de alto valor plástico,
porque fornece as unidades moleculares necessárias à
síntese de um importante componente orgânico, que são
A) os lipídeos.
B) as proteínas.
C) os carboidratos.
D) as vitaminas.
E) os ácidos nucleicos.
41. A
Estação
Espacial
Internacional
(“International
Space Station” ou simplesmente
ISS) é um laboratório espacial em
construção. A montagem em
órbita da EEI começou em 1998,
e a estação encontra-se em uma
órbita baixa (entre 340 km e
353 km) que possibilita ser vista da Terra a olho nu.
Viajando a uma velocidade média de 27 700 km/h, a
Estação completa 15,77 órbitas por dia. No interior dessa
estação, um astronauta tem a “sensação” de falta de
peso.
38. Os chamados fatores de risco das doenças
cardiovasculares são, na verdade, um conjunto de
condições que predispõem uma pessoa a maior risco de
desenvolver doenças do coração e dos vasos
sanguíneos. Existem diversos fatores de risco para
doenças cardiovasculares, os quais podem ser divididos
em imutáveis e mutáveis.
(Adaptado Disponível em:http://www.abcdasaude.com.br/artigo.php?196.
Acesso em: 23/10/2011).
É correta a justificativa da alternativa
A) a atração da Terra é desprezível para objetos a esta
altitude.
B) uma força de “interação”, oposta em sentido igual em
módulo à força de atração terrestre, a esta se
adiciona, dando resultante nula sobre o astronauta.
Se não se podem alterar os fatores imutáveis, podem-se
alterar os fatores mutáveis. São um fator mutável e um
imutável, respectivamente,
A) idade e obesidade.
7
C) tanto o astronauta quanto a estação ISS têm a mesma
aceleração em relação a um sistema inercial fixo no
centro da Terra.
D) a atração da Lua sobre o astronauta anula a força de
atração terrestre.
E) a atração conjunta do Sol e da Lua sobre o astronauta
anula a força de atração terrestre.
D) toda a matéria é feita de várias combinações de
formas simples de matéria, chamada molécula
química.
E) um composto é uma mistura eletricamente neutra,
formada por dois ou mais elementos diferentes, cujos
átomos estão em proporção definida.
48. Em relação às reações químicas, é falso afirmar-se que
A) o reagente completamente consumido, em uma
reação química, é chamado reagente limitante, porque
determina ou limita a quantidade de produto formado.
B) os coeficientes, em uma equação química
balanceada, podem ser interpretados, tanto como o
número relativo de átomos envolvidos em uma
reação, quanto como a quantidade relativa de matéria.
C) rendimento teórico de uma reação é a quantidade
formada de produto, quando todo o reagente limitante
for consumido.
D) a quantidade de produto de fato obtida em uma
reação é chamada rendimento real e nunca pode ser
maior que o rendimento teórico.
E) o rendimento percentual de uma reação relaciona o
rendimento real com o rendimento teórico.
42. Uma peça de ferro de 2,0 kg é retirada de um forno, onde
sua temperatura era de 650ºC, e é colocada sobre um
grande bloco de gelo a 0ºC. Supondo-se que todo calor
cedido pelo ferro é usado, para fundir o gelo, a
quantidade de gelo fundido pelo calor fornecido pelo ferro
é de
Dados:
cferro = 0,1 cal/gºC
Lfusão = 80 cal/g
A) 1325 g.
C) 1300 g.
E) 2625 g.
B) 1625 g.
D) 2600 g.
MATEMÁTICA
43. Se o décimo terceiro termo de uma progressão aritmética
é 29 e o vigésimo quinto termo é 53, o terceiro termo é
A) –11.
B) –9.
C) –1.
D) 9.
E) 11.
49. Com base nos conceitos elementares da termoquímica, é
incorreto dizer-se que
A) a variação de entalpia de uma reação química é dada
pela entalpia dos produtos menos a entalpia dos
reagentes.
B) equações químicas balanceadas que mostram a
variação de entalpia associada dessa forma são
chamadas equações termoquímicas.
C) a variação de entalpia para uma reação é igual em
valores absolutos, mas oposta em sinais para o ΔH da
reação inversa.
D) a entalpia é uma propriedade intensiva, portanto a
magnitude do ΔH é diretamente proporcional à
quantidade de reagente consumido no processo.
E) a Lei de Hess estabelece que, se uma reação for
executada em uma série de etapas, o ΔH para a
reação será igual à soma das variações de entalpia
para as etapas individuais.
44. A área do triângulo isósceles, cujos lados iguais medem
6 cm e formam entre si um ângulo de 120º, vale, em
centímetros quadrados,
A)
.
B)
.
C)
.
D)
.
E)
.
45. Se os números reais positivos a, b e x são tais,
5x
–x
que a = b, então é verdade que a é igual a:
–1/5
–5
A) b .
B) b .
2/5
1/5
C) b .
D) b .
–2/5
E) b .
46. Dadas as matrizes
e
50. É falso afirmar-se que
A) os alcenos, os alcinos e os hidrocarbonetos
aromáticos
são
chamados
hidrocarbonetos
insaturados, porque contêm menos hidrogênios que
os alcanos que têm o mesmo número de átomos de
carbono.
B) existem duas maneiras pelas quais quatro átomos de
carbono podem ser unidos para fornecer C4H10.
C) os isômeros estruturais de determinado alcano
diferem ligeiramente um do outro nas propriedades
físicas.
D) a presença de uma ou mais ligações múltiplas torna a
estrutura e a reatividade dos hidrocarbonetos
insaturados significamente diferentes das dos
alcanos.
E) apesar de os hidrocarbonetos aromáticos serem
insaturados, eles sofrem reações de adição
rapidamente, devido à ligação π deslocalizada.
, o
2
determinante da matriz A.B vale
A) 36.
C) 48.
E) 64.
B) 40.
D) 60.
QUÍMICA
47. É correto afirmar-se que
A) uma substância pura é a matéria que tem
propriedades distintas e uma composição que não
varia de amostra para amostra.
B) misturas são combinações de duas ou mais
substâncias nas quais cada uma muda sua própria
identidade química.
C) toda substância pura tem um conjunto único de
propriedades que não permite reconhecê-las e
distingui-las de outras substâncias.
8
REDAÇÃO
Produza um texto dissertativo, dando sua opinião sobre a política de cotas, posta em prática no Brasil pelo Ministério da
Educação, que consiste em reservar determinado número de vagas nas universidades para estudantes negros e/ou saídos da
escola pública.
ATENÇÃO!
Seu ponto de vista deve ser bem fundamentado. Sendo contra o sistema de cotas ou a favor dele, apresente os motivos do seu
posicionamento.
OBSERVAÇÕES:
1)
2)
3)
4)
5)
6)
Total de escores: 100.
Número de linhas – mínimo: 25 e máximo: 30.
Serão descontados dois pontos para cada erro de escrita, três para cada erro de gramática e quatro para cada erro de
texto.
Se a redação não atingir o limite mínimo, serão descontados três pontos por linha em branco.
A fuga ao tema implica nota ZERO.
Não faça citação.
9