Clique aqui para acessar a apresentação do palestrante.

Сomentários

Transcrição

Clique aqui para acessar a apresentação do palestrante.
ESTRATÉGIAS PRA LIDAR
COM A CRISE
Prof. Volnei Pereira Garcia
2015
Perfil de empresas
Middle Class
High-Flyer
Cash
1
Endividado
No Cash
2
3
R$
4
U$
5
High-Flyer
 Modelo de negócio consolidado e dinâmico;
 Empresas exportadoras;
 Crescimento estável ou leve contração;
 Receita abaixo da meta em menos de 5%;
 Custos alinhados ... ou melhor;
 Ebitda alinhado ou superavitário, crescendo acima da receita.
Middle Class
Com caixa:
 Receita cai abaixo de 15% da meta;
 Margem de contribuição sob pressão, controlada (1 ou 2 p.p.c)
 Despesas fixas sobem abaixo ou com inflação.
 Plano de corte de custos em andamento.
 Queda de Ebitda em linha com queda da receita.
 Despesas financeiras sob pressão, controladas.
 Caixa sob pressão mas estável.
Sem caixa:
 Caixa sob pressão, insuficiente.
2015: Crescimento a vista?
Base
New Money
IPCA + PIB + 2% = 9,85% -3,02% +2 =8,83
*Boletim Focus 26/10/2015
Middle Class
Com caixa:
 Receita cai abaixo de 15% da meta;
 Margem de contribuição sob pressão, controlada (1 ou 2 p.p.c)
 Despesas fixas sobem abaixo ou com inflação.
 Plano de corte de custos em andamento.
 Queda de Ebitda em linha com queda da receita.
 Despesas financeiras sob pressão, controladas.
 Caixa sob pressão mas estável.
Sem caixa:
 Caixa sob pressão, insuficiente.
2016: Crescimento a vista?
Base
New Money
IPCA + PIB + 2% = 6,22% -1,43% +2 =6,79
*Boletim Focus 26/10/2015
Endividados
Euforia do
crescimento
levou a
endividamento
“temerário"
Variação
cambial
potencializa
o prejuízo
Dívida em
R$ explode
Despesas
financeiras
aniquilam
resultado
Receita
encolhe com a
crise
Taxa de risco
sobe. Juros
aumentam
Despesas fixas
sobem com
inflação
Ebitda
despenca.
Debt ratio
dispara
Endividamento
25000
20000
15000
2,6X
4X
6,7X
10000
5000
0
Antes crise
Projetado 25%
Ebitda
Dívida
Real
Endividados (R$/ U$)
 Receita cai acima de 15% da meta.
 Se importado, produto perde competitividade e entrega margem.
 Margem de contribuição abaixo da meta.
 Despesas fixas sobem com (ou acima da) inflação.
 Despesas financeiras acima de 50% do Ebitda.
 Variação cambial negativa significativa em relação ao Ebitda
acumulado.
 Caixa insuficiente para cobrir obrigações … pedaladas começam.
Endividados (R$/ U$)
Ebitda Consolidado
 Receita cai acima de 15% da meta.
 Se importado,
produto perde competitividade e entrega margem.
5.000
 Margem de contribuição abaixo da meta.
 Despesas fixas sobem com (ou acima da) inflação.
menor;
Margem
operacional menor
 Despesas financeiras acima deReceita
50%
do
Ebitda.
Despesas maiores
 Variação cambial negativa significativa em relação ao Ebitda
acumulado.
A
 Caixa insuficiente para cobrir obrigações … pedaladas começam.
+1.200
-12.000
-3.000
-2.300
Orçado
UN1
Export
UN3
UN4
-100
UN5
-11.200
Real
Transversais
•
•
•
•
•
•
•
Eficiência comercial.
Enxugamento da estrutura de custos.
Foco no caixa.
Freio nos investimentos não-estratégicos.
Redução da NCG.
Aumento de produtividade.
Retenção de talentos.
Check list
Estratégia:
High-Flyer
Middle Class +
Middle Class -
Endividado R$
Endividado U$
Operações
inorgânicas
Operações
inorgânicas em
oportunidades
Maximização
da margem
Reestruturação
Reestruturação
?
?
?
?
?
High-Flyer
Middle Class +
Middle Class -
Endividado R$
Endividado U$
Maximizar o
retorno
Margem e
caixa
Caixa (caixa e
caixa)
Endividamento
e Liquidez
Endividamento
e Liquidez
?
?
?
?
?
Econômico/ Financeiro:
MEDIDAS DE CURTO PRAZO
O QUE FAZER NO CURTO PRAZO PARA ENFRENTAR A ATUAL CRISE
FINANÇAS
VENDAS
INVESTIMENTOS
-
CONTROLE DO FLUXO DE CAIXA
-
REDUÇÃO DE CUSTOS E DESPESAS, ALÉM DE AVALIAR CUSTOS VARIÁVEIS E
CUSTOS FIXOS DE FORMA SEPARADA
-
PAPEL ESTRATÉGICO DO GERENTE FINANCEIRO, CONTÁBIL E CFO
-
ALONGUE PERFIL DA DÍVIDA E REDUZA CUSTO FINANCEIRO
-
PREPARE-SE PARA REDUÇÃO DE VENDAS E PEDIDOS
-
FOCO NAS VENDAS COM MAIOR MARGEM (REVISÃO MIX DE PRODUTOS E
SERVIÇOS) E NÃO DEIXAR DE INVESTIR EM MKT
-
BUSQUE REDUÇÃO DO PRAZO MÉDIO DE VENDAS E ESTOQUE
-
TENHA GESTÃO COMERCIAL ATIVA COM FOCO EM MARGEM DE CONTRIBUIÇÃO E
CONTRIBUIÇÃO MARGINAL (IDEAL PARA REMUNERAR COMISSÕES)
-
REVISAR MODELO DE NEGÓCIO (CLIENTE, CANAL, PROPOSTA DE VALOR)
-
RACIONALIDADE NAS PREMISSAS QUE AVALIAM O RETORNO DO INVESTIMENTO
-
ANÁLISE DO FLUXO DE CAIXA E DA ALAVANCAGEM AO AUTORIZAR UM
INVESTIMENTO
MEDIDAS
DE
CURTO
PRAZO
MEDIDAS
A CURTO
PRAZO
O QUE FAZER NO CURTO PRAZO PARA ENFRENTAR A ATUAL CRISE
ORGANIZAÇÃO
RECURSOS
HUMANOS
-
REVISE ESTRUTURA ORGANIZACIONAL E OTIMIZE PROCESSOS PRODUTIVOS E
ROTINAS ADMINISTRATIVAS
-
FOCO NA PRODUTIVIDADE. CONTEXTOS DE CRISE SÃO MOMENTOS PROPÍCIOS
PARA QUEBRAR PARADIGMAS
-
AVALIE REDUZIR O QUADRO, TRAZENDO MAIOR PRODUTIVIDADE E MENOR
COMPROMETIMENTO COM ALTOS CUSTOS E DESPESAS FIXAS. REALIZAR COM
DISCERNIMENTO.
-
“O PRIMEIRO NEGÓCIO DE QUALQUER NEGÓCIO É PERMANECER NO NEGÓCIO”
-
PRIORIZE MONTAR E RETER EQUIPES COMPETENTES E COMPROMETIDAS!!!
INSTRUMENTOS FINANCEIROS:
DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DO EXERCÍCIO – DRE
INICIAL
Receitas
( - ) Custos Fixos
( - ) Custos Variáveis
( = ) EBITDA
( - ) Depreciação
( = ) EBIT
( - ) Imposto de Renda
( = ) Lucro Líquido
( + ) Depreciação
( - ) Investimentos /Amortizações
( - ) Variação NCG
Fluxo de Caixa
ANO 1
ANO 2
ANO 3
A PRESSÃO PARA MUDAR E AS FONTES DA MUDANÇA
Globalização – Ruptura Global.
•
Mudança tecnológica.
•
Rápida obsolescência de
produtos e serviços.
•
•
Mudança de valor percebido
pelo cliente.
Mudança natural do grupo de
trabalho.
Resistência Individual
•Percepção seletiva.
• Hábito.
EQUILÍBRIO - TENSÃO
•
SOLUÇÃO - MUDANÇA
Entregar um Valor ao Cliente
Desenvolver produtos e serviços/mercados/nichos
Fortalecer Competências da Empresa
(Estrutura, Processos/Sistemas e Pessoas)
Modelo de Gestão e de Governança
Sedimentar Modelo Cultural
• Dependência.
• Medo do desconhecido.
•Incerteza econômica.
RESISTÊNCIA ORGANIZACIONAL
•Ameaças de poder e influência.
•Estrutura organizacional.
•Limitações de recursos.
• Investimentos fixos.
• Acordos Inter organizacionais.
Alinhar a Organização
Estratégia
Arquitetura
Pessoas
MOMENTO DE MUDAR
Estágio 1
Estágio 2
Estágio 3
Estágio 4
Estágio 5
Excesso de
Confiança Originado
pelo Sucesso
Busca Indisciplinada
pelo Crescimento
Negação do Risco
Corrida pela
Salvação
Irrelevância ou
Morte
Sucesso passado
não é garantia de
um futuro brilhante.
Acreditar que é
bem-sucedido
porque se acha tão
esperto, tão
inovador ou tão
incrível pode causar
grandes prejuízos.
Empresas bemsucedidas são
propensas a começar
muitas coisas e a
correr para direções
estranhas.
Quando a
organização cresce
mais rapidamente do
que sua habilidade de
preencher os lugares
com as pessoas
certas, está cavando
a própria cova.
Negligenciam os
resultados não tão
bons e atribuem a
diversos fatores,
sugerindo que as
dificuldades são
temporárias, cíclicas
ou não perigosas.
Atribuem as causas
dos problemas ao
mercado,
concorrência, azar...
ao invés de procurar
entender o que está
acontecendo.
O declínio já é visível
e a pergunta é: como
a liderança irá
responder?
Procuram uma
solução mágica para
sair da crise: líderes
visionários,
estratégias ousadas
não testadas,
transformações
radicais, esperança
em um produto
arrasador, uma
aquisição decisiva,
entre outras.
O vigor financeiro
já acabou, as
melhores pessoas
já partiram para
outra. Só resta ser
adquirida, fechar
as portas ou
continuar na
insignificância..
O declínio das organizações é na maioria autoinfligido e revertido com controle próprio. Enquanto
não cair no estágio 5, a recuperação é possível.
Jim Collins
Industria 4.0 ou Industria Inteligente
Fonte: Factory of the future will see merging of virtual and real worlds
Elementos fundamentais da Industria 4.0
Fusão do mundo virtual e real
Integração de design de produtos e
engenharia de produção baseado em
Plataformas Digitais
Cyber-physical systems
Unidades de produção com
representação virtual (“digital twin”)
permitindo migração para integração de
automação “plug and produce”
Dynamic production network
Cadeia produtiva flexível com informação
disponível em tempo real para
fornecedores e clientes baseado em
sistemas Manufacturing Operations
Management
Nove tecnologias que estão transformando
a indústria
Fonte: 2015 BCG Industry 4.0 Future of productivity
Novo Ciclo de Vida
Extensão da Vida
para 120 anos
Aposentadoria
aos 100 anos
Reforma das
aposentadorias
Adolescência
até os 40 anos
Reforma da
educação
Maternidade
aos 50 anos
Choque cultural e
político
Controle da
natalidade
Choque de
gerações
Reforma do
sistema de RH
Evolução do RH
Diretoria de
Recursos
Autônomos
Gerência de
Capital
intelectual
Gerência de
Recursos
Humanos
Departamento
de Pessoal
Setor de
Pagamento
Gestão por competências
Gestão e Direção
Analisar na
Complexidade
Robotização
Decidir no
Risco e na
incerteza
Novo ciclo de Vida
Implementar
na escassez
Empresa dispersa
Lidar
Com gente
Auto
didatismo
Lidar com
culturas
diversas
Resolver
problemas
Controle
emocional
Trabalho em
equipe
Ter
criatividade
Determinação
Lógica
argumentativa
Educação do Futuro
Fonte:US Labor Department, 2011
Educação do Futuro
Distribuição
da
Informação
Professor
Virtual
Sala de aula
Virtual
Virtual
Objetos
interativos
Gamificação
Estúdio
Sala de Aula
Digital
Sala de Aula
2010
2020
2030
Fonte: adaptado de US Labor Department, 2011
2040
Conclusões
• Três grandes tendências
– Robotização
– Aumento da longevidade
– Dispersão geográfica
• RH vai mudar muito
– Gestão de autômatos
– Novas competências
• A Educação vai muda muito
– Educação como autonomia
– Educação Virtual
O MODELO DE NEGÓCIOS
O MODELO DE NEGÓCIOS
LADO ESQUERDO DO CANVAS:
LADO DIREITO DO CANVAS:
eficiência
valor
A IMPORTÂNCIA
DA PREPARAÇÃO
AS 4 BASES
DA PREPARAÇÃO
AS BASES QUE SUSTENTARÃO UM PLANO DE CRESCIMENTO
AS 4 BASES DO PROCESSO DE PREPARAÇÃO LEVAM A UMA EMPRESA MELHOR ESTRUTURADA,
MAIS VALORIZADA E PRONTA PARA QUALQUER OPERAÇÃO FINANCEIRA E/OU ESTRATÉGICA
QUE OTIMIZE A ESTRUTURA DE CAPITAL.
GOVERNANÇA
- Organização Societária
- Conselho Consultivo / Comitês
- Melhores Práticas
ESTRATÉGIA
- Modelo de Negócio
- Planejamento Estratégico e Gestão de Risco
FINANCEIRA
- Análise Financeira e Fluxo de Caixa
- Perfil do Endividamento e Gestão Financeira / Orçamento
O
GESTÃO
- Controles Internos
- Relatórios Gerenciais
- Indicadores de Gestão
Características dominantes das empresas
longevas
• Processo de sucessão planejado
• Crescimento sustentável
• Antecipação do futuro