129 KB - Inapa

Сomentários

Transcrição

129 KB - Inapa
CURRICULA VITAE DOS MEMBROS PROPOSTOS PARA A
MESA DA ASSEMBLEIA GERAL
1. João Vieira de Almeida
Licenciatura em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade Católica.
Integra a Vieira de Almeida & Associados desde 1985. Actualmente é Presidente
da Direcção da firma e sócio co-responsável da área de “Corporate Finance e
M&A” onde tem trabalhado activamente em diversas operações, em Portugal e
no estrangeiro, particularmente no Brasil, com foco na estruturação e negociação
de operações de “joint venture” e aquisições, bem com em operações de “private
equity”.
Para além do trabalho nesta área, dedica parte do seu tempo a operações de
“project finance”, tendo estado directamente envolvido em muitas das
transacções mais significativas em Portugal, sobretudo no sector rodoviário.
Inscrito na Ordem dos Advogados Portugueses e na Ordem dos Advogados do
Brasil.
Actualmente desempenha os seguintes cargos sociais:
Presidente da Mesa da Assembleia Geral das seguintes sociedades:
- Banco Finantia, S.A.
- BRISA Internacional, SGPS, SA
- Grow – Sociedade Gestora de Patrimónios, SA
- PPPS – Consultoria em Saúde, S.A.
- SGFI, SA – Sociedade Gestora de Fundos de Investimento Imobiliário, SA
- Route to Market, SA
- Imopólis – Sociedade Gestora de Fundos de Investimento Imobiliário, SA
- Inapa – Investimentos, Participações e Gestão, S.A.
- José de Mello Investimentos, SGPS, S.A.
- Associação Colecção Berardo
- Presidente da Direcção – Vieira de Almeida & Associados - Sociedade de
Advogados, R.L.
- Gerente da VAS – Vieira de Almeida Serviços, Prestação de Serviços
Administrativos
- Secretário da Mesa da Assembleia Geral da José de Mello Saúde, SA
- Presidente do Conselho Fiscal da Fundação do Gil
- Presidente da Direcção de Associação de Curling de Portugal
- Vogal do Conselho Jurisdicional da Federação Portuguesa de Râguebi
- Membro do Conselho Consultivo do Banif – Banco de Investimento, S.A.
Outros Cargos:
- Vogal do Conselho de Administração das seguintes sociedades:
-
Brisa – Auto-estradas de Portugal, SA
-
Portucale, SGFTC, S.A.
2. Sofia Barata
Licenciatura em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa.
Pós-graduação em Direito Comercial pela Faculdade de Direito da Universidade
Católica de Lisboa.
Antes de integrar a firma trabalhou como advogada na A. M. Pereira, Sáragga Leal,
Oliveira Martins, Júdice e Associados – Sociedade de Advogados, como assessora
jurídica do Conselho de Administração da Marcascais – Sociedade Concessionária
da Marina de Cascais, e como associada na Ferreira Pinto, Olavo Cunha &
Associados – Sociedade de Advogados.
Integra a Vieira de Almeida & Associados desde 2005. Actualmente é associada
coordenadora da área de Mergers & Acquisitions and Corporate Finance onde tem
trabalhado activamente em diversas operações de aquisição de empresas e de
corporate finance, contratos comerciais, projectos empresariais, processos de
fusão e reestruturação societária.
Publicou vários artigos relacionados com matérias de corporate governance dos
quais se destaca artigo no the “International Comparative Legal Guide to
Corporate Governance”, 2008 e “Ethical corporate governance” na International
Financial Law Review, 2008.
Inscrita na Ordem dos Advogados Portugueses.
Actualmente desempenha os seguintes cargos sociais:
- Secretária da Mesa da Assembleia Geral das seguintes sociedades:
- Inapa – Investimentos, Participação e Gestão SA
- Banco Finantia, S.A.
- Multipower – SGPS, SA
Outros Cargos:
- Presidente da Mesa da Assembleia Geral das seguintes sociedades:
- F9 Consulting, SA
- Big Stock SGPS, SA
-Gellserv – Consultoria e Serviços, SA
- Pluripower – SGPS, SA
- Motu Próprio – Comercio de Vestuário, SA
- Arie & Filhos, SA
CURRICULA VITAE DOS MEMBROS PROPOSTOS PARA O
CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO
1. Álvaro João Pinto Correia
Nascimento: 4 de Junho de 1932
Nacionalidade: Portuguesa
Estado: Casado - 3 filhas
Habilitações: Engenheiro civil pelo IST
Actividade Universitária
1956 a 1964 - Assistente do Instituto Superior Técnico.
1965 a 1968 - Professor da Academia Militar
Actividade Profissional
a) Bancária e Seguradora
Desde Junho de 1968 - Director do Banco Borges & Irmão.
De 17 de Junho de 1977 a 30 de Janeiro de 1985 - Presidente do Conselho de
Gestão do Banco Totta & Açores.
De 17 de Outubro de 1984, data da constituição, a 30 de Janeiro de 1985 Presidente da Direcção da Associação Portuguesa de Bancos.
De 29 de Março de 1985 a 23 de Fevereiro de 2000 - Administrador da Caixa Geral
de Depósitos.
De 31 de Março de 1992 a 17 de Abril de 2000 – Presidente do Conselho de
Administração da Companhia de Seguros Fidelidade, S.A.
De 31 de Março de 1992 a 22 de Março de 1994 – Presidente do Conselho
Consultivo da Associação Portuguesa de Seguradores.
De 22 de Março de 1994 a 28 de Março de 2000 – Presidente da Mesa da
Assembleia Geral da Associação Portuguesa de Seguradores.
De 4 de Agosto de 1998 a 23 de Fevereiro de 2000 – Vogal do Conselho de
Administração da Caixa Geral de Aposentações.
De 7 de Novembro de 1983, data da constituição, a 30 de Janeiro de 1985 e de 31
de Março de 1992 a 6 de Março de 1997 – Administrador da Companhia de
Seguros de Macau.
De 1 de Fevereiro de 2002 a 31 de Dezembro de 2004 – Membro do Conselho
Consultivo do ISP – Instituto de Seguros de Portugal.
Desde 19 de Dezembro de 2004 – Presidente da Comissão de Fiscalização do ISP –
Instituto de Seguros de Portugal
b) Outras
De Abril de 1958 a Abril de 1964 – SONEFE - Sociedade Nacional de Estudos e
Financiamento de Empreendimentos Ultramarinos: Funções Técnicas na
Metrópole e em Angola.
De Abril de 1964 a Janeiro de 1969 - Secretário Técnico do Grémio Regional dos
Industriais da Construção Civil e Obras Públicas do Sul.
De 1966 a 1968 - Delegado à Assembleia Geral da Ordem dos Engenheiros.
De 21 de Junho de 1982, data da constituição a 30 de Janeiro de 1985 - Presidente
da Mesa da Assembleia Geral de EUROLEASING - Sociedade Portuguesa de
Locação Financeira, SA.
De 1 de Janeiro de 1986 a 27 de Maio de 1992 - Presidente do Conselho de
Administração da IMOLEASING - Sociedade de Locação Financeira Imobiliária, S.A.
De 12 de Julho de 1988 a 21 de Abril de 1992 - Membro da Direcção do Forum de
Administradores de Empresas.
De 8 de Novembro de 1989 a 24 de Julho de 2000 - Presidente do Conselho de
Administração da FUNDIMO - Sociedade Gestora do Fundo de Investimento
Imobiliário, S.A.
De 3 de Agosto de 1994 a 31 de Agosto de 2000 - Administrador da TRANSGÁS Sociedade Portuguesa de Gás Natural, S.A.
De 30 de Novembro de 1994 a 28 de Maio de 2000 - Presidente do Conselho de
Administração da IMOCAIXA - Gestão Imobiliária, S.A.
De 1 de Julho de 1998 a 31 de Agosto de 2000 – Presidente do Conselho de
Administração da LUSOFACTOR – Sociedade de Factoring, S.A.
De 28 de Junho de 1996 a 31 de Dezembro de 2005 – Presidente da Assembleia
Geral da CER - Casa da Europa do Ribatejo.
De 9 de Abril de 2003 a 21 de Abril de 2006 – Vice Presidente da Assembleia Geral
do CPF – Centro Português de Fundações.
De 6 de Fevereiro de 1997, data da constituição, a 30 de Maio de 2008 –
Presidente do Conselho de Administração da TAGUSGÁS – Empresa de Gás do
Vale do Tejo, S.A.
De 31 de Maio de 2001, data da constituição, a 29 de Maio de 2009 – Presidente
da Assembleia Geral da ESCOLA PROFISSIONAL DE VALE DO TEJO, S.A.
De 6 de Janeiro de 2001 a 8 de Janeiro de 2010 – Presidente da Assembleia Geral
(Definitório) da SANTA CASA DA MISERICÓRDIA DE SANTARÉM.
De 27 de Novembro de 2007 a 12 de Abril de 2010 – Administrador da SHCB –
Sociedade Hidroeléctrica de Cahora Bassa.
Desde 16 de Fevereiro de 1989 - Presidente do Conselho Fiscal da UCCLA - União
das Cidades Capitais Luso-Afro-Américo-Asiáticas.
Desde 1 de Julho de 2000 – Presidente do Conselho de Administração da F.C.L. –
FUNDAÇÃO CIDADE DE LISBOA, da qual já era Administrador desde 7 de Maio de
1998.
Desde 17 de Julho de 2000 – Presidente do Conselho Geral do NERSANT –
Associação Empresarial da Região de Santarém.
Desde 14 de Janeiro de 2003 – Presidente do Conselho de Administração da
PARQUISCALABIS – Parque de Negócios de Santarém, S.A..
Desde 7 de Fevereiro de 2003 – Coordenador da Comissão de Negociação da
Dívida de Angola.
Desde 19 de Maio de 2006 – Vogal das Ordens Honoríficas Portuguesas –
Conselho das Ordens de Mérito Civil.
Desde 06 de Março de 2007 – Coordenador da equipa de projecto para
acompanhamento do estudo e implementação do projecto do novo Aeroporto de
Lisboa, em articulação com a privatização da ANA, S.A..
Desde 22 de Junho de 2007 – Presidente da Comissão de Vencimentos da
PORTUGAL TELECOM, SGPS, S.A..
Desde 4 de Abril de 2008 – Presidente do Conselho de Administração não
executivo da SOFID – Sociedade para o Financiamento do Desenvolvimento,
Instituição Financeira de Crédito, S.A..
Desde 24 de Março de 2010 – Presidente do Conselho Fiscal do CPF – Centro
Português de Fundações, do qual já era Vogal desde 21 de Abril de 2006.
Actividade Governativa
Fevereiro a Julho de 1976 - Secretário de Estado da Construção Civil do VI
Governo Provisório.
Julho de 1976 a Março de 1977 - Secretário de Estado da Habitação e Urbanismo
do I Governo Constitucional.
Comendador da Ordem de Mérito Agrícola e Industrial (Classe de Mérito
Industrial), atribuído em 10 de Junho de 1982.
Grande Oficial da Ordem do Infante D. Henrique, atribuído em 20 de Janeiro de
2006.
Menção Honrosa de Cidadão de Mérito da Freguesia de Tremez, atribuída em 15
de Abril de 2007.
Membro Conselheiro da Ordem dos Engenheiros, atribuído em 24 de Novembro
de 2007.
2. José Manuel Félix Morgado
Licenciado em em Administração e Gestão de Empresas pela Universidade Católica
Portuguesa
Especialização em Gestão de Activos e Passivos pelo INSEAD
Entre 1990 e 1993 foi quadro do Samuel Montagu Investment Bank e do HSBC
Investment Bank, em Londres e Lisboa;
Entre 1993 e 2005 foi quadro superior do Banco Comercial Português, tendo
exercido funções, entre outras, como membro da Comissão Executiva do BCP
Investimento e CFO da Seguros & Pensões.
Entre 2005 e 2006 foi CFO e posteriormente administrador delegado da ONI SGPS,
responsável pelo plano de reestruturação e reposicionamento da operadora nos
mercados português e espanhol
Exerce presentemente as funções descritas no anexo I ao Relatório sobre o
Governo das Sociedades.
3. António José Gomes da Silva Albuquerque
Licenciado em Finanças pelo I.S.C.E.F., Instituto Superior de Ciências Económicas e
Financeiras (actual I.S.E.G., Instituto Superior de Economia e Gestão) – curso
1970/1975.
Actividade Profissional
Actividade Profissional
1974-1978 Técnico da ex-Direcção Geral de Preços (Ministério do Comércio e
Turismo).
1978-1980 Adjunto do Director de Gestão de Investimentos e Património da exRodoviária Nacional, E.P.
1980-1993 Representante em Portugal do CIC Union Européenne (4º Grupo
Bancário Francês, com sede em Paris).
1989-1993 Administrador da Sociedade de Investimentos IPFinanceira, S.A.
transformada em Banco Nacional de Investimento em 1991.
1994-1998 Administrador-delegado da Império Segurança e Assistência, SGPS,
S.A.,
Presidente do Conselho de Administração da Impergesto, S.A.
Presidente do Conselho de Administração da Império Segurança, S.A.
1998
Director Coordenador da Comp. de Seguros Império, S.A., Área
Internacional.
1999-2002 Director Coordenador da Companhia de Seguros Império Bonança, S.A.
Vice-Presidente do Conselho de Administração da IMPAR, Companhia
de Seguros de Moçambique, S.A.R.L., em representação da Companhia
de Seguros Império
Desde 2004Vogal executivo do Conselho de Administração da Parpública, SGPS, SA
2004-2008 Vogal não executivo do Conselho de Administração da Sagesecur, SA
Desde 2008 Presidente não executivo do Conselho de Administração da Sagesecur,
SA e Vogal não executivo do Conselho de Administração da Capitalpor,
SGPS, SA, empresas do Grupo Párpública.
4. Jorge Manuel Viana de Azevedo Pinto Bravo
Nasceu aos 27 de Setembro de 1962
Habilitações académicas
1980 – 1984 Curso de engenharia civil pelo Instituto Superior de Engenharia de
Lisboa (ISEL)
1991 – 1992 Pós graduação em Management e Marketing pelo Stockley Park
Management Center
Participou em diversos cursos de curta duração em Portugal e no estrangeiro.
Foi orador convidado em diversos seminários e conferências sobre Benchmarking,
Risco Operacional e Sistemas de Informação de gestão
Experiência profissional
Grupo Reditus
A partir de Outubro de 2007
Vice-Presidente da Reditus Gestão.
Foi nomeado para o Conselho de Administração da Reditus Gestão em Julho de
2009, após a integração / fusão do Grupo Tecnidata com o Grupo Reditus.
Em Outubro de 2007 ingressou no Grupo Tecnidata com a função de COO e de
Administrador das várias sociedades do Grupo, na sequência da reestruturação
accionista liderada por Miguel Paes do Amaral.
Desde o ingresso, coordenou durante 18 meses a transformação e o turnaround do Grupo Tecnidata com vista à melhoria da sua eficiência, streamline
do portfolio de serviços e estratégia comercial.
Durante o ano de 2009 participou na due-diligence da fusão da Tecnidata com
o Grupo Reditus tendo posteriormente apoiado o respectivo processo de
integração.
É actualmente responsável pelos pelouros de cross-selling, markeeting e
projectos transversais do Grupo Reditus.
Logica (Ex-Edinfor, grupo EDP)
De Janeiro 2006 a Julho de 2007
Managing Director Financial Services Iberia (perímetro ibérico)
Membro do management team da Edinfor (filial de Logica CMG)
Membro-convidado do International Board de Financial Services da LogicaCMG
Responsável pelo p&I da Unidade, incluindo as áreas de Client Management,
Practice Management, Direcção de Operações, Financial Controlling e Recursos
Humanos
Desde a sua admissão definiu como prioridade o turn-around de diversos
projectos e contratos que a firma tinha em curso, o controlo dos custos fixos,
principalmente overheads, através da redução e reconversão de colaboradores
(75-50) e a implementação da actividade comercial baseada num modelo
supply-driven, assente nas ofertas actuais a nível nacional e internacional da
Logica.
A carteira de clientes da Business Unit era composta por grandes instituições
financeiras em Portugal e um dos maiores grupos seguradores em Espanha. O
portfolio de serviços incluía IT Outsourcing, BPO e consultoria no âmbito da
reorganização e risco operacional.
KPMG Portugal
De Outubro de 1998 a Dezembro de 2005
Partner in-charge Risk Advisory Services
Ingressou como Senior Manager para criar a prática de consultoria de Financial
Services.
Foi promovido a Partner da firma no ano de 2000. Em 2004 foi nomeado
Partner-in-charge de Risk Advisory Services (RAS). Em 2005 a prática que
liderou recebeu a nota máxima (A) do controlo de qualidade da KPMG
International.
Foi responsável e implementou diversos projectos de performance
improvement, benchmarking, eBusiness, controlo interno e Sarbanes-Oxley,
compliance e corporate governance, em alguns dos maiores grupos no sector
financeiro nacional e internacional. Além de Portugal, conduziu projectos na
Alemanha, Polónia, Holanda, Grécia e Reino Unido em estreita coordenação
com outros escritórios da KPMG. No período de maior actividade, os projectos
que coordenou integraram mais de 50 consultores.
Além do sector financeiro, coordenou ainda projectos no sector da Saúde
(payors, providers, pharma), Sustentabilidade, onde assistiu um grande cliente
nacional na candidatura ao Dow Jones Sustainability Index, Sector Automóvel e
Ensino privado.
Participou em diversas reuniões e cursos internacionais da KPMG, tendo
integrado vários Client Service Team da KPMG Global Clients.
Em 2005 foi nomeado co-lead Partner de controlo de qualidade da prática de
Risk Advisory Services da KPMG France.
Frequentou o train for trainers do curso”how to help clients to buy” e
ministrou curso à partnership e management team do escritório em Portugal.
Banco Pinto & Sotto Maior ( Grupo Champalimaud)
Março de 1996 a Setembro de 1998
Director Marketing
Responsável pela gestão e distribuição de produtos do Banco e do Grupo
(Seguros, Leasing, Crédito ao Consumo, Asset Management), de meios de
pagamento e da gestão de imagem da instituição.
Coordenou uma equipa de cerca de 35 colaboradores. Coordenou e/ou
participou em diversas iniciativas do Grupo onde se incluem os vários
aumentos de capital, lançamento de united-links e reformulação das diversas
carteiras de fundos de investimento.
Coordenou e implementou o lançamento de diversas campanhas onde se
incluíram novas contas para clientes, cartões de crédito Visa e private label, e
crédito habitação (iniciativa citada no livro Mercator II).
Todas as iniciativas incluíram um trabalho de equipa mobilizando as
Operações, Sistemas de Informação, Financeira e Contabilidade e Rede
Comercial do Banco.
Foi responsável pelo planeamento e implementação do re-brand do BPSM em
todas as linhas de comunicação. Negociou a estratégia de meios publicitários
do Grupo Champalimaud tendo obtido poupanças significativas com aumento
da eficácia dos resultados e notoriedade.
Representou o Grupo em diversos grupos de trabalho e junto de entidades
externas (Visa).
Praetor
Janeiro de 1989 a Fevereiro de 1996
Partner e Director de Operações
Participou no MBO da Terintrade /IS. Co-fundador de uma nova empresa de
consultoria dedicada à análise e desempenho de Executive Information System
(EIS) e Management Information System (MIS). A Praetor foi agente da
McDonell Douglas IS e Gentia para o mercado nacional.
Participou e/ou coordenou projectos nos sectores financeiros, industria do
papel, Governo e Administração Pública, onde implementou diversos sistemas
de informação de gestão (EIS-MIS). Em 1993 a Praetor era composta por 22
consultores.
Em 1996 a Praetor foi integrada na Unidade de Business Consulting da Arthur
Andersen & Co.
Nixdorf Portugal (Rima e Sistemas de Comunicação, SA)
Setembro de 1987 a Dezembro de 1988
Account Manager Large Accounts
Olivetti Portugal
Outubro de 1986 a Agosto de 1987
Sales & Marketing (Young Graduate)
Recrutado ao abrigo do Programa Internacional “No Frontiers” dirigido a
recém-licenciados
5. Arndt Klippgen
Nasceu em Dresden, Alemanha Oriental, em 1950, é casado e pai de três filhos
Em 1952 a família abandona a Alemanha Oriental
Entre 1970 e 1973 frequenta o curso de gestão nas Universidades de Mannheim e
Hamburgo
Em 1973 obtém o título académico de Diplom-Kaufmann pela Universidade de
Hamburgo
Entre 1973 e 1974 realiza diversos estágios na Alemanha e nos Estados Unidos da
América em produção de papel, distribuição de papel e impressão
Entre 1974 e 1988 foi director-geral da sociedade familiar de distribuição de papel
Richard Klippgen & Co, Reinbek;
Responsável, em 1988, pela integração da sociedade Richard Klippgen & Co. com
três outras distribuidoras de papel
Entre 1988 e 2000 foi director-geral de Papier Union GmbH & Co. KG
De 2000 até ao presente é CEO de Papier Union GmbH ( Inapa Alemanha), membro
do Comité Executivo do Grupo Inapa e presidente do grupo de desenvolvimento
Office Paper do Grupo Inapa
6. Emídio de Jesus Maria
Idade: 58 anos.
Licenciado em Organização e Gestão de Empresas, pelo Instituto Superior de
Economia da UT de Lisboa, em 1978; TOC desde 1980; ROC desde 1990
(actualmente em suspensão voluntária de exercício).
Experiência profissional:
1. Administrador não executivo de Inapa-IPG, SA, em cujo âmbito é Presidente da
Comissão de Auditoria (2008/2009).
2. Membro do Conselho Fiscal de Santander Totta Seguros – Companhia de
Seguros de Vida, SA, desde 2009.
3. Revisor Oficial de Contas e consultor, de 1990 a 2008:
a) Funções de revisão/auditoria através de integração nos órgãos de fiscalização
de entidades públicas e privadas, designadamente dos sectores de transportes,
serviços e seguros, e realização de outros serviços relacionados, entre 1990 e
2008;
b) Coordenador da Comissão Técnica do Sector Público, na OROC – Ordem dos
Revisores Oficiais de Contas, entre 2003 e 2007, em cujo âmbito também foi
membro do Comité do Sector Público na FEE - Fédération des Experts Comptables
Européens;
c) Apoio técnico à contratação pública em Parcerias Público-Privado, entre 2004
e 2006, em cujo âmbito foi membro de Comissões de Avaliação das Propostas de
concursos públicos para a atribuição de concessões de auto-estradas;
d) Assessor da Secretária de Estado do Tesouro e das Finanças, em 2005;
e) Consultor no projecto “Assistência Técnica à Inspecção Nacional de Finanças
do Ministério das Finanças” de Angola, financiado pela Agência Internacional de
Desenvolvimento/Banco Mundial, entre 2005 e 2006.
4. Inspector na Inspecção-Geral de Finanças, de 1980 a 2003:
a) Subinspector-Geral de Finanças, responsável pela gestão dos seguintes
sectores de controlo:
i)
Receitas Tributárias e Administração Fiscal e Aduaneira (1997 a 2003);
ii) Empresas Privadas e Cooperativas (1994 a 1997);
b) Inspector de Finanças Director (1988 a 1994), implantou e dirigiu o SCCC Serviço de Coordenação dos Controlos Comunitários em cujo âmbito
desempenhou também os seguintes cargos:
iii) Representante nacional em comités e grupos de trabalho da Comissão
Europeia e do Conselho, destacando-se o Comité Consultivo de Coordenação da
Luta Anti-Fraude;
iv) Presidente da CIFG - Comissão Interministerial de Coordenação e Controlo da
Aplicação do Sistema de Financiamento do FEOGA-Garantia;
c) Inspector de Finanças Coordenador no Serviço de Auditoria (1985 a 1988);
d) Na carreira técnica (1980 a 1984) efectuou auditorias em empresas públicas.
5. Outros cargos e funções:
a) Membro do Comité de Auditoria do BEI - Banco Europeu de Investimento
(Luxemburgo) de 1996 a 2003, tendo sido Presidente em 2 anos;
b) Docente da disciplina de Auditoria e Fiscalização no Instituto Superior de
Gestão, Lisboa, de 1987 a 1989;
c) Membro do Conselho Geral e da Comissão Executiva da CNC - Comissão de
Normalização Contabilística, de 1995 a 2003;
d) Membro da Comissão Executiva da UCLEFA - Unidade de Coordenação da Luta
contra a Evasão e Fraude Fiscal e Aduaneira, de 1998 a 2003;
e) Presidente da Comissão de Acompanhamento do FAT - Fundo de Acidentes de
Trabalho, de 2001 a 2006.
f) Técnico economista no Departamento de Informação e Controlo de Gestão da
empresa Telefones de Lisboa e Porto, de 1979 a 1980.
g) Empregado de escritório em diversas empresas comerciais, de 1967 a 1979.
7. Acácio Jaime Liberado Mota Piloto
Nacionalidade Portuguesa
Data de nascimento: 06.11.1957
Estado Civil: Casado, três filhos
Cargos que ocupa:
Desde 2009 até ao presente - Director Geral do Millennium bcp, responsável pela
Banca de Investimento - Millennium Investment
Banking.
Outros cargos que exerce:
Membro do Conselho de Administração da Sociedade ELOS - Ligações de Alta
Velocidade, S.A.
Membro do Conselho de Administração do TIIC- Transport Infrastructure
Investment Company
Membro do Conselho Geral do ASTERION ACE
Experiência profissional:
Desde 2000 até 2009 - Administrador do Banco Millennium bcp Investimento
De 1998 a 2000 - Membro da Comissão Directiva do BCP Investimento - Banco
Comercial Português de Investimento, S.A.
De 1996 a 1998 - Membro da Comissão Executiva da AF-Investimentos (Sub-Holding
do Grupo BCP para o Negócio Asset Management.
Presidente do Conselho de Administração das seguintes Empresas:
AF Investimentos - Fundos Mobiliários, S.A.
AF Investimentos - Fundos Imobiliários, S.A.
BPA Investimento- Gestão de Patrimónios, S.A.
BCP Investimentos- International, S.A.
AF Investimentos, International, S.A.
Prime International, S.A.
De 1993 a 2001 - Membro do Comité de Investimento do Grupo Banco Comercial
Português
Desde 1993 até 2009 - Membro do ALCO (Asset and Liability Committee) do Grupo
Banco Comercial Português
De 1991 a 1996 - Head of Treasury; Head of Group Capital Markets - Banco de
Investimento do Grupo Banco Comercial Português
De 1989 a 1991 - Director Responsável pela Sucursal Financeira Exterior - Empresas
(offshore corporate banking) Banco Comercial Português
1988 - Direcção Internacional e Financeira - Banco Comercial Português
Em 1986 - Técnico de Mercados Internacionais Banco Pinto & Sotto Mayor
Formação académica e profissional
1) 1983 - Licenciatura em Direito, Menção Jurídico-Económica, Faculdade de
Direito de Lisboa
2) 1984-85 - Bolseiro da Fundação Hanns Seidel, Munique
3) 1984-85 - Pós graduação, em Direito Económico na Universidade Ludwig
Maximilian Munique
4) 1984-85 - Pós graduação, em Direito Comunitário da concorrência no Max
Planck Institut, Munique
5) 1984-85 - Estagiário no Instituto da Patente europeia, Munique
6) 1998 - INSEAD Executive Programme
8. Maria Isabel Rodrigues Medeira Silva Ressurreição
Licenciatura em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, em
1989.
Pós Graduação em Estudos Europeus, pelo Instituto Europeu da Faculdade de
Direito da Universidade de Lisboa, em 1990.
Actividade Profissional
Subdirectora-Geral da Direcção-Geral do Tesouro desde Dezembro de 2005.
Membro da Comissão de Auditoria da Parpública – Participações Públicas, SGPS,
SA, mandato 2007/2009
Directora do Gabinete de Apoio Jurídico da Direcção-Geral do Tesouro entre Abril
de 1998 e Dezembro de 2005.
Inspectora de finanças superior do quadro de pessoal da Inspecção-Geral de
Finanças, organismo onde ingressou em 1991 e no qual desempenhou funções na
área de controlo da receita tributária e do direito disciplinar, até 1997.
Representante da Direcção-Geral do Tesouro na Comissão Euro do Ministério das
Finanças e no grupo de trabalho que preparou a fase final de introdução do Euro
nos serviços do Ministério.
Consultora em missões de curta duração, no âmbito do Projecto de Assistência
Técnica à Direcção Nacional do Tesouro de Moçambique, financiado pela União
Europeia.
Presidente da Mesa da Assembleia Geral da Transtejo, Transportes Tejo, S.A.
Vogal do Conselho Fiscal da PME Investimentos – Sociedade de Investimento, S.A.
CURRICULUM VITAE DO MEMBRO PROPOSTO PARA
PRESIDENTE DA COMISSÃO DE REMUNERAÇÕES
Mário Alberto Duarte Donas
Licenciatura em Ciências Matemáticas (1963);
Licenciatura em engenharia Geográfica (1972);
Licenciatura em Direito (1978);
Pós-Graduação em Jurídico-Económicas (1981):
Actividade Profissional
Professor auxiliar de Finanças Públicas e Direito Económico na Universidade
Internacional desde 1987;
Administrador de empresas desde 1983 até 1995;
Advogado;
Vogal do Comissariado da EXPO 98;
Administrador não executivo da PARQUE EXPO até 2000;
Administrador não executivo da PARPÚBLICA – Participações Públicas (S.G.P.S.),
S.A. desde 2001.
Presidente do Conselho de Administração da MARGUEIRA – Sociedade Gestora de
Fundos de Investimento Imobiliário, S.A. desde 2002.
do Conselho de Administração da CONSEST – Promoção Imobiliária, S.A. (empresa
participada a 100%);
Vogal não executivo do Conselho de Administração da URBINDÚSTRIA – Sociedade
de Urbanização e Infraestruturação de Imóveis, S.A. (empresa participada a 100%),
até Outubro de 2009;
Vogal não executivo do Conselho de Administração da SNESGES – Administração e
Gestão de Imóveis e Prestação de Serviços, S.A. (empresa participada a 100%), até
Outubro de 2009;
Vogal não executivo do Conselho de Administração da Baía do Tejo, SA, desde
Outubro de 2009
Presidente da Mesa da Assembleia Geral da ECODETRA – Sociedade de Tratamento
e Deposição de Resíduos, S.A.

Documentos relacionados

Curricula Vitae - Ponto 6 da Ordem de Trabalhos

Curricula Vitae - Ponto 6 da Ordem de Trabalhos Docente da cadeira de Auditoria na Universidade Lusíada de Lisboa. É actualmente membro da Comissão Executiva da PriceWaterhouseCoopers, sendo o Partner responsável pela auditoria da Semapa e Novab...

Leia mais

CVs Oradores

CVs Oradores É Secretário‐Geral da Associação Nacional das Farmácias desde Março de 2013;   É,  desde  Julho  de  2014,  Gerente  da  Valormed  –  Sociedade  Gestora  de  Resíduos  de  Embalagens  e  Medicament...

Leia mais