Sportsman 800 no Portalegre

Сomentários

Transcrição

Sportsman 800 no Portalegre
newsletter
n.3 | Novembro 2005 | coordenação: Mariana Coimbra
Utilitário foi 12º
sumário
2
Institucional
Editorial
Sportsman 800 no Portalegre
Pneu usado pode ser Reciclado
Saiba por que razão paga o chamado
Eco Valor quando adquire um pneu
novo.
A Nossa Equipa
Conheça os nossos colaboradores.
3
Motociclismo
Novidades
Destaque para o capacete LongWay
da Agv, para o Safety Bionic da
Alpinestars e para o blusão Activ da
Yes.
Os nossos Pilotos
Conheça o campeão nacional Jorge
Barreiro.
4
Floresta e Jardim
Foto gentilmente cedida pela Motojornal
Novidades
Destaque para a motosserra modelo
Promac 40 II da McCulloch, para os
jerrycans de transporte de combustível
Tecomec e Oregon e para o óleo
Putoline de lubrificação de correntes
de motosserras.
Conselhos de segurança
Tome nota das regras básicas
apresentadas pela OREGON para tirar
o máximo rendimento da corrente, barra
e tambor de embraiagem da sua
motosserra.
Polaris
5
Novidades
Conheça o novo Phoenix 200
homologado para dois lugares e veja
as fotos do Sportsman 800 Efi na Baja
de Portalegre.
Polaris Riders Club
Conheça as últimas novidades do Clube
que joga todo o ano e como pode fazer
para se tornar membro.
Eventos
Saiba como decorreu o Passeio TT de
São Caetano e de que forma o Grupo
MASAC marcou presença no dia do
Desporto Motorizado, no Instituto
Superior da Maia.
6
A
A convite do Grupo MASAC, Rui Belmonte, jornalista da MotoJornal, participou na 19ª Baja
Anta da Serra 500 Portalegre, que decorreu nos dias 21 e 22 de Outubro, aos comandos
de um Polaris Sportsman 800 Efi. O objectivo do piloto/jornalista era o de testar uma
máquina habitualmente destinada a uma utilização mais quotidiana na mais dura e longa
prova do TT português, considerada a prova rainha desta competição. O piloto terminou
em 12º lugar (10º em Q2), numa prova marcada pela desistência de 75 por cento dos
participantes em moto4.
Em declarações ao Grupo MASAC, Belmonte afirmou que “foi uma prova difícil, não por
causa da moto mas pelo estado do percurso, principalmente a partir da terceira zona de
assistência”. E acrescentou: “Esta moto mostrou que, mesmo em condições muito anormais
(há muitos anos que não se assistia a um Portalegre com tanta chuva), conseguiu chegar
ao fim sem qualquer problema. Só precisei de pôr gasolina, nem de óleo a moto precisou.
No final da prova, estava exausto, e foi mais a moto que me trouxe a mim, e não o contrário...”.
O Sportsman 800 Efi reforça, assim, a sua fiabilidade e prova que, mesmo em condições
adversas, é, sem dúvida, um vencedor.
Mário Patrão dominou a geral
Nas motos de duas rodas, a vitória foi para Mário Patrão, que ascende assim ao primeiro
lugar do Campeonato Nacional de TT. O piloto ganhou ainda a geral da prova.
Recorde-se que Mário Patrão é patrocinado pelo Grupo através das marcas Alpinestars,
Afam, Ebc, Scott, Agv e Arrow.
(Veja as fotos na página 5)
grupomasac | rua sra de vagos apartado 12 - 3064 909 cantanhede | t.:(+351) 231 410 752 | f.:(+351) 231 410 751 | [email protected] | www.masac.pt
institucional
grupomasac
grupomasac
editorial
C
Caríssimos clientes e amigos:
A mensagem que vos quero passar este
mês, tem como tema de fundo a muito
falada globalização. Não querendo perder
tempo com conceitos político-filosóficos,
que terão tempo e lugar mais próprios
para serem tratados, vou falar-vos das
consequências que a mesma
proporciona no mercado em que
estamos inseridos.
A livre circulação de bens e serviços na
Europa e a redução significativa de taxas
de importação de produtos provenientes
dos países asiáticos, provocou uma
redução significativa dos preços. As
2
Eco Valor
Pneu usado pode ser reciclado
E
Estima-se que, até há bem pouco tempo, em Portugal, eram deitados no lixo, anualmente,
cerca de 50.000 mil toneladas de pneus. Para contrariar esta situação, com graves repercussões
a nível ambiental, foi criada a Valor Pneu, entidade privada sem fins lucrativos cujo objectivo é
organizar e gerir o sistema de recolha e encaminhamento dos pneus usados para unidades
industriais de reciclagem, recauchutagem e valorização energética.
Por esta razão é que, ao adquirir um pneu novo, paga o chamado Eco Valor, que varia consoante
a categoria do pneu. Este valor financia o sistema de recolha, valorização e reciclagem dos
pneus usados, e apoia o desenvolvimento de actividades de sensibilização para a reciclagem,
assim como a investigação científica de novas soluções técnicas de valorização de pneus.
Para que este sistema funcione, todos os detentores de pneus usados devem entregá-los num
dos 34 Pontos de Recolha que existem em Portugal, sem qualquer tipo de encargos. Para saber
qual é o ponto mais perto de si, consulte o site da Valor Pneu, em www.valorpneu.pt.
empresas europeias, afim de poderem
competir com os preços daí provenientes
e ao mesmo tempo aumentarem as suas
margens de lucro, deslocaram as suas
produções para esses países, em regime
de outsourcing, proporcionando aos
industriais locais know-how, que até então
não estaria ao seu dispor.
Como obviamente se percebe, a
capacidade de oferta asiática aumentou
exponencialmente em quantidade e
qualidade, criando assim sérias
dificuldades às empresas europeias que,
para poderem chegar ao mercado a
preços competitivos, tiveram necessidade
de se aproximar do cliente final, reduzindo
assim a cadeia de intermediários. É cada
vez mais frequente encontramos
vendedores directos da fábrica, ou as
chamadas factory stores (lojas do
fabricante).
O nosso ramo de negócios, quer seja da
área motociclista, quer da agrícola, tem
vários exemplos que ilustram as minhas
palavras.
A mensagem que gostaria de passar a
a nossa equipa
Conheça dois dos nossos colaboradores.
todos vós é que a Masac/Msc está
e que serenamente, saberá encontrar o
seu lugar no seio destas transformações,
de forma a continuar a servir com rigor,
eficácia e profissionalismo a dedicada
rede de clientes. Esteja atento às
propostas que nos tempos mais próximos
v/ vamos apresentar, pois seguramente
serão mais-valias importantes para o bem
estar de todos nós.
Cumprimentos,
Carlos Neto, Administrador
P.:O que é que o motiva
mais no seu trabalho?
R.: De certo modo tudo,
porque faço o que gosto.
P.:O que é que a motiva
mais no seu trabalho?
R.: Acima de tudo, gosto
de poder dar às pessoas
aquilo que elas procuram.
consciente destas alterações de mercado
Nome: Selma Rodrigues
Função: Arquivista
Connosco desde... 1971
Traço dominante: Gosto das
coisas o mais organizadas
possível, tanto no campo
profissional como no campo
pessoal.
P.:O que é que a tira do
sério quando está a
trabalhar?
R.: Não me irrito com
facilidade. Fico um bocado
aborrecida quando não
consigo encontrar logo
algum documento que me
pedem, só isso.
P.:Se pudesse, o que é que
mudaria na empresa e
porquê?
R.: De momento, não me
ocorre nenhuma mudança,
mas estas são sempre
bem-vindas se forem para
melhor.
P.:O que é que o tira do
sério quando está a
trabalhar?
R.: Algo que perturbe o
normal funcionamento do
meu trabalho.
Nome: Fernando Cordeiro
Função: Coordenador Geral
de Armazém
Connosco desde... 1980
Traço dominante: Responsável, exigente, honesto mas,
sobretudo, fiel aos meus
princípios.
P.:Se pudesse, o que é
que mudaria na empresa
e porquê?
R.: No contexto actual, o
mercado cada vez mais
se torna difícil e exigente.
No entanto, dia após dia,
vai-se introduzindo o que
parece ser o mais
ajustado tendo em conta
o interesse global da
empresa.
motociclismo
grupomasac
grupomasac
os nossos pilotos
E
Este espaço é dedicado aos pilotos
que patrocinamos e que comunicam
o Grupo MASAC através das nossas
marcas.
Jorge Barreiro
Idade: 31 anos
Títulos: Campeão Nacional do
Troféu CBR 600 (2004); Vice-Campeão Nacional de StockSport
600 (2004); Participação no Troféu
SuperSport 600 - Campeonato
Nacional de Velocidade de Angola
(2004/2005), com três 1ºs lugares e
2 ºs lugares.
Época 2005: Troféu CBR 600 (5º.
Classificado); Stocksport 600 (5º.
Classificado).
3
LongWay da Agv
A
Apresentamos-lhe em primeira mão uma
das novidades da AGV para 2006: o
capacete LongWay, que vem substituir o GT
Open. Já disponível em Portugal, este
capacete modular possui o casco em resina
termoplástica e um sistema de ventilação
dinâmico, com entradas de ar no queixo e
no topo, e saídas de ar atrás. Os interiores
são removíveis e laváveis e a viseira, em
policarbonato, é à prova de riscos. O
mecanismo de rotação da viseira está oculto
por tampas laterais, mas a grande novidade
é a abertura fácil, com apenas uma mão, da queixeira. Encontra o Long Way em Preto, Azul,
Cinzento e Preto Opaco, a um preço de apenas 150,04€*. A não perder!
Bionic da
Alpinestars
Activ da Yes
O
O
Patrocínios:ALPINESTARS, ARAI,
DAINESE, METZELER, EBC, AFAM,
E ARROW.
O colete integral de protecção Bionic, da
Alpinestars, é uma combinação perfeita entre
protecção, conforto e resistência.
Homologado pela UE, este colete é ajustável
nos braços, ombros e cintura, para se
adaptar facilmente a qualquer utilizador. A
protecção abrange ombros, cotovelos, peito
e costas, permitindo total liberdade de
movimentos. O colete possui um reforço
elástico em cordura nas costas, fecho de
correr e a protecção das costas é removível
para limpeza e manutenção
Em suma, é um produto de óptima
flexibilidade e conforto sem comprometer a
segurança.
O Bionic está disponível em preto e vermelho,
a um preço de 220,22€*.
O Activ, da Yes, é um blusão desportivo em
D-Dry, com protectores em material compósito
nos ombros e nos cotovelos. O sistema
ajustável ao pescoço, cintura e punhos
permite que se adapte a diferentes utilizadores
e possui ainda bandas reflectoras para fácil
visualização na estrada.
O interior é impermeável, assim como os
bolsos interiores, e possui um forro térmico
amovível
Encontra o Activ em preto e a um preço de
164,56€*.
*Preço recomendado com IVA incluído à taxa em vigor
floresta e jardim
grupomasac
grupomasac
conselhos de segurança
4
Motosserra Promac 40 II da McCulloch
PARTE I
A
A eficácia do trabalho da sua
motosserra depende, não só da
qualidade desta, mas também da
qualidade da sua corrente, barra e
tambor da embraiagem.
Uma manutenção adequada destes
acessórios proporcionará um corte
excelente. Uma corrente mal
cuidada causará danos na barra e
no tambor da embraiagem, dará
origem a cortes deficientes e poderá
originar acidentes.
Por esse motivo, a OREGON
recomenda vivamente que se
familiarize com as quatro regras
básicas das motosserras que lhe
vamos apresentar nas próximas
edições. Este mês, conheça a
primeira delas.
A
A motosserra modelo PROMAC 40 II, da McCulloch, é uma máquina versátil, leve e muito
rápida no corte. Este modelo da linha amadora é indicado para corte de pequenas árvores,
ou seja, para quem gosta de preparar a sua própria lenha. As suas características são: motor
de 40 cc, potência de 2,3 cv, barra de 16”/40 cm, capacidade de depósito de combustível
de 390 ml, capacidade de depósito de óleo de lubrificação de corrente de 290 ml, corrente
de 0.50/0.325”, peso de 5 kg (vazio), bomba de lubrificação automática e sistema antivibratório. O preço é de 394,24€*....
Jerrycans para transporte de combustível
REGRA NÚMERO 1
A corrente da motosserra deve estar
correctamente esticada.
Jerrycan
A tensão incorrecta da corrente é a
causa da maioria dos problemas da
corrente e da barra. Veja no manual
de instruções da sua corrente como
apertá-la correctamente.
TECOMEC
Jerrycan OREGON
N
Nunca é demais lembrar que o transporte de combustível deve fazer-se sempre em recipientes
homologados para o efeito. Por essa razão, apresentamos-lhe dois jerrycans de alta qualidade,
leves e resistentes, fabricados na UE e homologados para o efeito: o jerrycan TECOMEC, em
plástico, para transporte de combustível e óleo, com capacidade total de 5 litros, um preço
de 10,48€*, e o jerrycan OREGON de alta qualidade, com capacidade para 10 litros de
combustível, muito prático, equipado com funil, a um preço de 13,21€*.
Óleo Putoline para Correntes de Motosserra
A
(Esteja atento às outras Regras nas
nossas próximas edições)
Fonte:
A boa lubrificação da corrente da motosserra
depende sobretudo da boa qualidade do
óleo e do seu grau de viscosidade. Para o
bom funcionamento da sua motosserra e
para que mantenha a corrente sempre bem
lubrificada, temos à sua disposição o óleo
da Putoline, produzido e embalado na
Holanda, com as caracterísitcas mais
avançadas para este tipo de produto.
Disponível em embalagem de 5 litros, o preço
é de 7,50€*....
*Preço recomendado com IVA incluído à taxa em vigor
grupomasac
grupomasac
polaris riders club
5
Phoenix para 2
P
Preparado para a próxima aventura?
Descubra pegadas de dinossauros
na companhia do Polaris Riders
Club!
Pois é... o famoso passeio TT da
Lourinh㠖 Rota dos Dinossauros
está à porta!
É já no próximo dia 26 de Novembro
e contará com a habitual boa
disposição e aventura que
caracterizam todos os nossos
passeios.
Venha descobrir novos caminhos e
passar um dia em grande... na
companhia do seu Polaris, claro!
Para mais informações, pode
contactar Raúl Amado (96 340 80
12) ou Tânia Petronilho
([email protected]).
Para não perder nenhuma das
novidades que o seu Clube prepara
para si, visite o nosso site, em
www.masac.pt.
Este mês, o Fórum apresenta-se
com uma nova imagem e estrutura.
Este espaço, de acesso restrito a
membros do Clube, é o local ideal
para trocar ideias com quem partilha
consigo o mesmo gosto pelas
motos Polaris!
Se ainda não está inscrito no Clube,
preencha já a ficha de inscrição.
Pode obtê-la junto da MASAC, num
concessionário Polaris ou na página
online do Clube. Junte-se aos mais
de 1600 membros e participe nas
inúmeras iniciativas que o Clube
organiza!
E seja bem-vindo ao Polaris Riders
Club... O Clube que joga todo o
ano!.
J
Já sabe da novidade? Acabaram de chegar ao mercado português os novos Phoenix 200
com homologação europeia para 2 lugares! Some agora a todas as mais-valias deste modelo
o facto de poder partilhar com outros a experiência de viajar num Phoenix!
Introduzido no mercado em 2005, o Phoenix foi desde logo um sucesso de vendas, não
apenas pelo seu preço extremamente competitivo, mas principalmente pela sua qualidade.
Fácil de conduzir, versátil, automático, fiável e com baixos custos de manutenção, são estas
as características que fazem do Phoenix um excelente modelo de iniciação ao mundo dos
ATV’s.
A constante motivação da Polaris em melhorar os seus produtos levou a que, para 2006, o
Phoenix fosse revisto em 199 pontos da sua construção, tornando-o assim um ATV ainda
mais fácil de conduzir e fiável. Todos os principais componentes estruturais do Phoenix foram
sobredimensionados para garantir o máximo de resistência e melhor desempenho em todos
os tipos de terrenos. O resultado final é um conjunto bastante agradável e fácil utilizar,
confortável e com uma fiabilidade referencial para a classe. O preço é de 4.620,91€*.
Dirija-se a um concessionário Polaris e comprove-o!
(Destaque da primeira página)
Rui Belmonte nos últimos preparativos antes do início da prova.
À direita: Alexandre Neto, administrador do Grupo MASAC, recolhe as impressões do piloto no rescaldo da prova.
*Preço recomendado com IVA incluído à taxa em vigor (não inclui despesas de documentação)
grupomasac
grupomasac
sugestão
www.acap.pt
6
eventos
Passeio TT de S. Caetano
F
E
Este mês sugerimos-lhe a visita ao
site da ACAP (Associação do
Comércio Automóvel de Portugal).
Além das últimas novidades desta
associação empresarial, encontra
o acesso às melhores fontes de
informação sobre o sector automóvel, como publicações, estatísticas
e press releases (no site da
Autoinforma), notícias sobre salões
nacionais/internacionais, conferências e ainda informações úteis
como inspecções periódicas e
tarifas de portagens, entre outras.
instantes
Foram cerca de 120 as motos de duas e quatro
rodas que marcaram presença na VII Edição do
Passeio TT de São Caetano, em Cantanhede, no
dia 29 de Outubro.
Este passeio, uma parceria entre o Polaris Riders
Club e o Centro Equestre de São Caetano, é já
um verdadeiro sucesso, aliando o gosto pelas
motos à oportunidade de conhecer alguns dos
mais bonitos locais desta região. Nesta edição,
cerca de 70 por cento das motos eram Polaris,
o que torna indiscutível o peso desta marca de
prestígio no mercado nacional. Como em todos
os passeios no âmbito do Polaris Riders Club, a
marca prestou assistência técnica aos
participantes, através de uma carrinha de apoio
e dois mecânicos.
Quer saber mais sobre o evento? Aceda à página
do Clube, em www.masac.pt, e leia a nossa
reportagem. Espreite ainda as melhores fotos na
nossa galeria de eventos e perceba o que faz
deste passeio um verdadeiro sucesso....
Grupo MASAC desfila no ISMAI
o
Fonte: Polaris
O Grupo MASAC marcou presença no dia dos
Desportos Motorizados, que decorreu no Instituto
Superior da Maia (ISMAI), a 24 de Outubro,
inserido no evento “7 Dias 7 Noites em Gestão
do Desporto no ISMAI”.
O Grupo promoveu um desfile com as marcas
Alpinestars, Scott, Dainese e Arai. O desfile contou
com seis modelos que mostraram as mais-valias
dos acessórios para motociclistas destas marcas
de prestígio e resultou num enorme sucesso
entre o público presente. Durante três dias teve,
ainda, lugar, no átrio da Instituição, uma exposição
de moto4 Polaris (ver foto).
Para Emílio Costa, director do departamento de
Marketing e Comunicação do Grupo, o objectivo desta iniciativa é claro. “Os produtos vencedores
e as marcas ícones devem entender que o sucesso das organizações e das pessoas dependem
da velocidade e da forma como comunicamos o produto/marca a cada nicho de mercado.
São muitos os estudantes do universo ISMAI que, após a licenciatura, criam empresas lúdicodesportivas, procurando oferecer ao cliente final o beneficio e a satisfação de poder libertarse do stresse do dia-a-dia e de fugir da rotina, ou seja, escolher a sua melhor “Fuga Para a
Liberdade”. Esta é também a missão da marca Polaris. Por isso, nada melhor do que
consciencializar os futuros Gestores Desportivos de que o nicho de mercado motociclístico
é atraente no que diz respeito ao investimento a aplicar, tendo em conta o retorno esperado”,
afirma.

Documentos relacionados

grupomasac

grupomasac O actor Diogo Morgado é o mais recente membro do Polaris Riders Club. Sabendo do seu gosto pelas moto4 e motos de água, a Polaris convidou-o para membro do Clube, convite que o actor aceitou com sa...

Leia mais

Polaris em Grande

Polaris em Grande Asuka e o óleo para correntes de motosserras. www.masac.pt O site do Grupo MASAC tem uma área dedicada à Floresta e Jardim. Saiba o que nela pode encontrar. POLARIS_PÁG.5 Novidades Damos-lhe a conh...

Leia mais

grupomasac

grupomasac Motociclismo, Polaris e Floresta e Jardim. Na área relativa ao Grupo MASAC poderá encontrar informação de carácter institucional, bem como eventos e iniciativas promovidos pelo Grupo . Poderá ainda...

Leia mais

grupomasac

grupomasac casa um mini ATV Sportsman 90, pelo valor total de 11.699€*. Se optar pelo Sportsman 700 EFI, o valor total será de 12.199€*. Esta campanha é válida até ao dia 16 de Abril de 2006 ou ruptura de sto...

Leia mais

Colecção Drenaline 2008 apresentada em Milão

Colecção Drenaline 2008 apresentada em Milão Com efeito, são já vários os interessados em revalidar as suas competências e, este mês, arrancou já a primeira turma, formada na totalidade por colaboradores do grupo. As aulas decorrem semanalmen...

Leia mais

SUMÁRIO INSTITUCIONAL_PÁG.2 EDITORIAL_PÁG.2 Polaris em

SUMÁRIO INSTITUCIONAL_PÁG.2 EDITORIAL_PÁG.2 Polaris em Junho está a ser, como se previa, sinónimo de tempo quente. Estamos, pois, praticamente no início de mais um Verão, e com ele, os passeios de mototurismo, as concentrações, a praia e os desportos n...

Leia mais

grupomasac

grupomasac passeios por ano, fruto de uma parceria com a empresa Carla Caldeira & Produções e a ajuda preciosa de toda a rede de concessionários Polaris. Junte-se aos mais de 1800 membros e participe nas inúm...

Leia mais

grupomasac

grupomasac que mudaria na empresa e porquê? Nome: Carla Marta R.: Apostava na Função: Direcção de formação (à medida) de Recursos Humanos; Direcção todos os quadros. Administrativa/Contencioso; Assessoria da ...

Leia mais

grupomasac

grupomasac R. Estamos a falar de duas marcas completamente diferentes. A AGV é uma marca de topo, associada à grande figura do motociclismo que é Valentino Rossi, enquanto que a MDS pretende atingir um públic...

Leia mais

grupomasac

grupomasac O Hawkeye vem equipado de série com a suspensão traseira Polaris IRS de longo curso, 8 polegadas, enquanto a suspensão dianteira tipo McPherson dispõe de 7 polegadas de curso. Tanto a suspensão dia...

Leia mais