Shabbat Table Talk - Bat Kol Institute

Сomentários

Transcrição

Shabbat Table Talk - Bat Kol Institute
Shabbat Table Talk
Parashat Emor– Erev Shabbat 26 de Abril de 2013
Semana de 21 de 27 de Abril
Porção da Torah : Lv. (Torat Kohanim) 21:1 – 24:23
Haftarah: Ez. 44:15-31
“Não profanareis o nome de Minha santidade, e serei santificado entre os filhos de Israel – Eusou o
Eterno, vosso santificador, que vos tirou da terra do Egito para ser vosso Deus; Eu sou o Erterno”
(Lv.22: 31-32).
Talvez estes versos sejam a chave da porção muito rica da Torah de hoje. O manual para os
sacerdotes (Torat Kohanim) ou Livro do Levítico é central para o estudo rabínico e é frequente o
costume que as crianças pequenas comecem seu aprendizado com este livro pois ele contém a maioria
das mitzvot para a vida diária. A Santificação do Nome, e intrínseco a isso, a santificação da vida
humana através das ações é um princípio básico do judaísmo. Um canal importante através do qual a
santidade podia ser canalizada na época do templo era pelos sistemas de sacrifício e ritual associados
às estações agrícolas e a vida de fé do povo. Estes sistemas eram servidos pelo sacerdócio masculino
hereditário. A fim de manter a pureza, distinção e ‘semelhança’ em relação ao Sagrado aqueles que
serviam era obrigados a estar fisicamente aptos e sem macula, como o Sagrado era visto; mediação
mística da presença da ‘alteridade’ requeria aproximação na forma humana (e forma de sacrifício
animal). Este é um conceito difícil para aceitar hoje. Pode a ‘perfeita’ forma física nos levar mais
perto do Divino? A deformidade humana nos corta da presença de Deus?
No entanto, ainda somos deixados com a questão de como a forma física do sacerdote pode atuar
como um canal para o povo. A chave é dada pelo fato desta porção conter 124 versos. Os números
correspondem às letras hebraicas, que então fazem o mnemônico “MINHA FORÇA ESTÁ EM DEUS”.
O sacerdote, como enviado de Deus, só pode executar adequadamente seus serviços quando sua força
é reconhecida e sabida ter sua fonte em Deus. O Salmo 105 (Hino de Louvor) elabora ainda mais esta
conexão entre lembrar, cultuar a força de Deus e a necessidade de constantemente buscar Sua
presença. A santificação da vida humana por meio de atitudes de amor e bondade é enfatizada nos
comentários dos rabinos - “compartilhar com o pobre e o estrangeiro é como oferecer a Deus e é mais
importante que qualquer sacrifício” (23,27). A justiça social é a Santificação do Nome.
O capítulo 23 compreende 5 discursos indicando as festas (Shabbat, Pesach (Páscoa) Shavuot
(Pentecostes), Rosh Hashanah (Ano Novo), Yom Kippur (Dia do Perdão) e Succoth (Festa das
Tendas). Elas são chamadas ‘encontros marcados’ na tradição sacerdotal; separadas do tempo comum
elas chamam o povo em antecipação ao encontro com Deus em suas vidas; elas são administradas
novamente pelo sistema de sacrifícios nas mãos dos sacerdotes. No entanto, o comum é também
importante e se destaca pelo acendimento da menorah (simbolismo espiritual) e a exibição constante
do pão (provisão material). O Sagrado cuida dos detalhes da vida.
Haftarah: Ezequiel escreve do exílio na esperança da reconstrução do templo onde justiça e ritual
vão coincidir.
Para reflexão e discussão: (1) Qual é minha reação à pessoa que tem deformação, doença ou outra
diferença na forma visível? O que é perfeição para mim? (2) Há ‘encontros marcados’ em minha
vida? Vejo um valor em tal separação do ‘tempo comum’? (3) Vejo minha força como força de Deus
ou eu próprio a possuo e então devolvo a Deus; há alguma diferença?
Bibliografia: Leiber ed Etz Hayim (NY 2001), Plaut, The Torah, A Modern Commentary (UAHC New York
1981); Leibowitz, Studies in Vayikra, (Jerusalem,1996); Goldstein ed, Women's Torah Commentary, (Vermont,
2000); Chumash, The Stone Edition (Artscroll series 2001)
~~~~~~~~~~~~~~~~~~
O comentário desta semana foi preparado por
Anne Brittain NDS, Philippines. Bat Kol alum 2012
Email: [email protected]
e traduzido por
Maria Cecília Piccoli, Colégio Nossa Senhora de Sion – Curitiba, Brasil Bat Kol Alumna, 2006, 2007
[Copyright © 2013]
Estes ensinamentos da parashah, como todas as outras matérias publicadas no web site do Bat Kol , são direitos autorais dos escritores, estão disponíveis somente para estudo
pessoal ou em grupo, e também para objetivos da igreja ou congregação local. Reimpressões requerem permissão antecipada do Bat Kol.
~~1983-2013~~
Instituto Bat Kol, Jerusalém
“Cristãos estudando a Bíblia dentro do meio judeu, usando fontes judaicas.”
Website: www.batkol.info; Parashah: [email protected]

Documentos relacionados

Shabbat Table Talk - Bat Kol Institute

Shabbat Table Talk - Bat Kol Institute O comentário desta semana foi preparado por Anne Brittain NDS Philippines, Bat Kol alum 2012 Email: [email protected] [Copyright © 2013] e traduzido por Maria Cecília Piccoli, Colégio Nossa...

Leia mais

Shabbat Table Talk ~~1983-2011

Shabbat Table Talk ~~1983-2011 Maria Cecília Piccoli, Colégio Nossa Senhora de Sion – Curitiba, Brasil Bat Kol Alumna, 2006, 2007 Estes ensinamentos da parashah, como todas as outras matérias publicadas no web site do Bat Kol , ...

Leia mais

Parashat Shabbat Table Talk O comentário desta

Parashat Shabbat Table Talk O comentário desta Everard Johnston, Ph.D., Seminary of St. John Vianney & Uganda Martyrs, Trinidad, Bat Kol alumnus 2002 & 2003

Leia mais

Shabbat Table Talk - Bat Kol Institute

Shabbat Table Talk - Bat Kol Institute MariAnn (Marjan) Saenen, B.A. M.A. Michigan State University, Bat Kol alum 1999-2000; 2002, 2010 [email protected] [Copyright © 2013] e traduzido por Maria Cecília Piccoli, Colégio Nossa Sen...

Leia mais

Shabbat Table Talk - Bat Kol Institute

Shabbat Table Talk - Bat Kol Institute Lina Rong, P. R. China, Catholic University of America Bat Kol alumna 2005, 2006 [email protected] [Copyright © 2011] e traduzido por

Leia mais

Shabbat Table Talk O comentário desta semana

Shabbat Table Talk O comentário desta semana O comentário desta semana foi preparado por Ma. Marilou S. Ibita, Ph.d. Bat Kol 2007 Email: [email protected] [Copyright © 2013] e traduzido por

Leia mais

Shabbat Table Talk - Bat Kol Institute

Shabbat Table Talk - Bat Kol Institute Patricia Watson, n.d.s., Melbourne, Australia, Bat Kol alum. [2001, 2005] e-mail address: . [Copyright © 2011] e traduzido por

Leia mais

Shabbat Table Talk - Bat Kol Institute

Shabbat Table Talk - Bat Kol Institute Ambas, Páscoa e Sukkot teem dias intermediários (Chol haMoed) que seguem os primeiros dias da festa. Esses dias são caracterizados por costumes particulares da festa. O ritual mais importante de Su...

Leia mais

Ascensão do Senhor - Bat Kol Institute

Ascensão do Senhor - Bat Kol Institute Annotated New Testament (New York,2011); Adele Berlin and Mark Zvi Brettler, The Jewish Study Bible, (New York, 2004) O comentário desta semana foi preparado por Sr. Anne Brittain, NDS, Sion Philip...

Leia mais