Madrid becomes the capital of the natural NGV

Сomentários

Transcrição

Madrid becomes the capital of the natural NGV
CAMINHÕES A GNV JÁ RODAM EM CIDADES DO BRASIL
NGV TRUCKS ALREADY PLY ACROSS THE CITIES OF BRAZIL
15 veículos em teste 15 vehicles in test
Cerca de 6 cidades brasileiras já contam com veículos urbanos de carga circulando com gás veicular
por ruas e estradas. O projeto conta com apoio de três importantes empresas do setor gasífero.
Almost 6 brazilian cities have freight transport vehicles running with natural gas vehicles around their streets
and roads.The project is supported by three important companies of the natural gas industry.
Publicação mensal do gás veicular do Brasil
® Ano IX Nº 98
Rio de Janeiro / República do Brasil
®
Maio de 2009
[email protected]
www.ngvgroup.com
TODOS OS PROTAGONISTAS DO SETOR ESTARÃO NA EXPOSIÇÃO
ALL THE PROTAGONISTS OF THE SEGMENT WILL ATTEND THE EXHIBITION
Madrid se transforma
na capital do GNV
Madrid becomes the
capital of the natural NGV
A NGVA Europe e o NGV Communications Group recebe os atores da indústria do gás veicular,
biogás e hidrogênio, sob a ordem de conduzir o planeta para uma mobilidade limpa e sustentável.
NGVA Europe and NGV Communications Group receive the actors of the NGV, biogas and
hydrogen segment, with the purpose of leading the planet to a clean and sustainable mobility.
REGIÃO SUL
Crescimento e destaque
As distribuidoras do sul do país falam de suas metas,
expectativas e seus projetos para a expansão de
suas redes.
2
Maio 2009
Especialistas já apontavam a reação do combustível
Queda nos preços estimula o mercado de
conversões e consumo do gás veicular no país
O repasse da baixa de preços para o consumidor nas bombas está acontecendo em todo o Brasil, acarretando no aumento do consumo e do
número de veículos convertidos em todo território nacional e gerando a certeza de que a retomada do setor é uma realidade.
expectativa da indústria do GNV
no país foi confirmada e a
diminuição no preço do
energético ao consumidor final
aconteceu no início do mês de maio em
todos os estados do Brasil. A redução é
resultado das alterações no preço do
barril do petróleo e dos leilões que vem
sendo realizado pela Petrobras.
A
A subida dos preços do gás para uso
veicular em 2008, resultaram em
importante queda da atividade de
conversões e consumo desse combustível
a partir de julho de 2008 e neste início de
2009.
Com o anúncio da baixa dos preços nos
últimos três meses, os indicadores de
março já indicaram uma ligeira
recuperação das conversões, assim como
o consumo do gás. Em março, as
conversões apresentaram um crescimento
melhor, pouco acima da média dos dois
últimos meses.
O Brasil é um país que já dispõe de uma
grande variedade de combustíveis,
competindo no mesmo mercado. E por
esta razão, o carro “flex-fuel” já tem um
lugar destacado no país, apresentando
uma produção maior que os veículos com
um combustível.
Porém, é importante destacar que grande
parte dos consumidores ainda não tem o
hábito de comparar o rendimento de cada
opção de combustível em seu veículo, em
custo de metros cúbicos de gás por
quilômetro versus litros para os
combustíveis líquidos, e não somente
preços versus preços, antes de decidir
pela compra de um ou outro, oferecido
pelos postos de abastecimento.
Essa comparação é importante, podendo
variar de veículo para veículo, em função
de suas características mecânicas atuais,
do trajeto percorrido e das condições do
trânsito. O proprietário de veículo “flex”
precisa estar permanentemente alerta a
esses detalhes, para não ter prejuízos.
Aumento no consumo em todo país
Specialists have indicated the positive reaction of the fuel sector
Também na
versão online!
#4
Volume 8
89
Number
June 2009
Italy
out
Getting he
of the nic
sustainable
create a
mobility
y aims to
The industr
sustainable
based on
business
t
Chrysler+Fia
Spain
NGV
Successful
n
implementatio
for
More NGVs a?
North Americ
[email protected]
China and South-East
Asian markets
Thailand
The impact of low pump prices
on the user’s economy is taking
place countrywide, resulting in
an increase in consumption and
in the number of vehicles
converted across the national
territory and generating the
certainty that the segment’s
recovery is a reality.
he expectations of the NGV
industry in the country were
confirmed and the decrease in
CNG price for consumers
occurred by the beginning of May in all
Brazilian states. The reduction is a
result of fluctuations of the oil barrel
price and of the auctions which are
being held by Petrobras.
T
The increase in CNG price during
2008 brought about a significant
reduction in the number of conversions
and consumption of fuel since July that
year and by beginning 2009.
Volume IV Number 26 April 2009
Experiences in CNG
programmes
Fall in prices boosts conversions market
and consumption of CNG in the country
China
An outlook from the
NGV industry
[email protected]
With the announcement of fall in
prices the last three months, March
figures already showed a slight
recovery of conversions, as well as of
CNG consumption. In March,
conversions experienced further
growth, a little above the average of the
last two months.
Brazil is a country that has a variety of
fuels, competing in the same market.
And for this reason, the "flex-fuel" car
Growth of the GNC fleet in all states of Brazil
has an outstanding position in the country,
with a larger production than the manufacture of vehicles with one fuel.
However, it is important to emphasize
that many consumers still do not have the
habit of comparing the performance of
each fuel in their vehicles, or the amount of
CNG cubic meters per km versus liquid
fuels liters, not only prices versus prices.
This comparison is important and can
change from vehicle to vehicle, according to its mechanical features, mileage
and traffic conditions. The owners of
"flex" cars should be constantly aware
of these details so that they do not suffer losses.
4
Maio 2009
Capital espanhola é o cenário da Conferência Internacional e Exposição
A indústria se reúne na Europa, no
ápice mais importante do metano
O esforço para reunir os maiores protagonistas do setor do gás veicular se materializou neste
acontecimento que desperta o interesse mundial. Sob o lema “Para uma mobilidade limpa e sustentável”,
oradores e expositores se encarregarão de brindar o panorama mais completo do mercado e
destacar as estratégias do negócio. O futuro do combustível limpo se decide na GNV 2009 Madrid.
entusiasmo já está instalado
entre os referentes da indústria,
que encontrarão na Conferência
Internacional e Exibição GNV
2009 Madrid, entre os dias 17 e 19 de
junho, a verdadeira plataforma para
compreender os detalhes do alentador
contexto atual, e conhecer as diretrizes
que marcarão o caminho para o futuro do
gás veicular, o biogás e o hidrogênio no
transporte.
O
Cada um dos estandes e os grupos de
reflexão terão seu lugar de exposição no
Pavilhão 1 da Feira de Madrid.
As repercussões que este evento
ocasionará no setor e no meio ambiente
serão incomparáveis, já que o lema que
motiva o encontro, “Para uma mobilidade
limpa e sustentável”, é eloqüente e
esperançoso.
A Associação Européia do Gás Veicular
(NGVA Europe) brinda o aval, e o NGV
Communications Group, o suporte
organizativo, além de ser uma mídia
especializada com mais de duas décadas
de experiência na difusão de notícias e
realização de eventos sobre a atualidade
do GNV.
Especialistas e expositores credenciados
aportarão as idéias e propiciarão debates
e reflexões enquanto os produtos, e
serviços mais destacados da área
completarão o marco de exibição da feira,
que promete converter-se em um símbolo
do avanço do metano como combustível
acessível para todos e solidário com o
cuidado do planeta.
Palavras autorizadas
O programa de oradores e mesas
redondas se inicia na quarta-feira, 17 de
junho com o ato de abertura, que
contará com a presença exclusiva de
Peter Boisen, presidente da NGVA
Europe; Ana Botella Serrano,
representante da área de Meio Ambiente
de Madrid; Richard Kolodziej, titular da
Associação Internacional do Gás Veicular;
e Josep Moragas Freixa, diretor geral de
negócios minoritário do grupo Gas
Natural.
As problemáticas que serão abordadas nas
três jornadas de conferências percorrem
diversos tópicos e pontos de interesse.
O primeiro dia será apresentado o
projeto de biometanização da Prefeitura
de Madrid: trata-se do já célebre Parque
Tecnológico Valdemingómez.
No transcurso do dia será exposta a
situação dos mercados europeus, e os
informes regionais e nacionais sobre o
GNV.
Durante os seguintes dias de audiências,
serão desenvolvidos os temas: “O
Supercomputador, apresentação especial”;
“As distribuidoras de gás e o GNC”;
“Veículos leves: O GNV e suas vantagens
no atual mercado automotor”;
“Experiências de usuários”; “O GNL no
transporte pesado e interurbano”;
“Ônibus e caminhões: panorama
tecnológico e comercial”; “Conversões de
motores a gás para veículos médios e
pesados”.
A cidade do gás veicular
Madrid se converteu
em um modelo
para a indústria.
A cidade
implementou
políticas que
Ana Botella
vinculam o
Serrano
transporte com o
meio ambiente: é assim que grande
parte de seu parque automotor
(transporte urbano, táxis, coleta de lixo,
veículos especiais para aeroportos,
entre outros) transitam a gás natural.
Por estes precedentes, o discurso que
brindará a conferência internacional
para a vereadora Ana Botella Serrano,
será de sumo interesse para os
visitantes. A senadora justificou o
compromisso que assumiu com a
Prefeitura de Madrid na utilização do
metano ao destacar que o combustível
favorece o meio ambiente. Informou
também que existe um plano oficial
para que a Empresa Municipal de
Transporte duplique a quantidade de
ônibus que funcionam a gás natural.
Outro grande momento da conferência
será o debate sobre o fenômeno
Valdemingómez, a maior planta de
purificação de biogás do mundo.
A diretora do prédio, Miryam Sánchez
Porcel, dedicará um bloco para
comentar sobre esta experiência
inovadora e dará conta da força que a
Espanha impressionou na investigação e
no desenvolvimento deste combustível.
A parir deste ponto, o mundo do
metano debateu e construiu seu futuro.
NGVA Europe
Conference&S
how
Hacia una mov
limpia y sosten ilidad
ible
Towards a clea
sustainable mo n and
bility
17-19
JUNIOJUNE
2009
Patrocinio
Hosted by
Main Sponsor
Feria de Madri
d
Madrid Fair
Pabellón 1 Pav
ilion 1
[email protected]
adrid.com
www.gnv2009
madrid.com
Un evento de
An event of
Organizado po
r
Organized by
6
Maio 2009
Meios e repercussões
Abaixo a lista de associações, entidades governamentais,
empresas, meios gráficos e eletrônicos que apóiam e
divulgam a GNV 2009 Madrid, Conferência Internacional e
Exposição, através de suas publicações, website e outros.
O evento será realizado no Pavilhão 1 da Feira de Madrid, Espanha,
entre os dias 17 e 19 de junho de 2009, já conta com a maior
cobertura e repercussão no mundo do GNV e combustíveis alternativos.
E seguiremos avançando.
Associações e entidades
® IANGV - Associação Internacional de
Veículos a Gás Natural
www.iangv.org
® Naturgas - Associação Colombiana de
Gás Natural
www.naturgas.com.co
® IBP - Instituto Brasileiro de Petróleo,
Gás e Biocombustíveis / www.ibp.org.br
® NGVA Europe
www.ngvaeurope.eu
® Câmara Peruana de GNV
www.cpgnv.org.pe
® APVGN - Associação Portuguesa de
Veículos a Gás Natural
www.apvgn.pt
® Instituto de Veículos a Combustíveis
Alternativos - Estados Unidos
www.afvi.org
® ANGVA - Associação de Veículos a Gás
Natural da Ásia-Pacífico
www.angva.org
® Clean Cities, Departamento de Energia
dos Estados Unidos
www.eere.energy.gov/cleancities
® NGVAmerica - Associação Norte
americana de GNV / www.ngvc.org
® Associação Sueca de Motoristas a
favor da Ecologia
www.gronabilister.se
® ALGVN - Associação Latino americana
de Gás Natural Veicular
www.algnv.org
® Câmara Argentina de Gás Natural
Comprimido
www.gnc.org.ar
® Instituto Oficial de Tecnologia e Engenharia
aplicada a Veículos a Gás Natural - China
www.cngv.gov.cn
® Assembléia Ambientalista da Ásia:
Mudança Climática / www.greenassembly.net
® Instituto de Energia Hrvoje Požar – Croácia
www.eihp.hr
® Fleets & Fuels – EEUU
www.fleetsandfuels.com
® PTT Public Company Limited – Tailândia
www.pttplc.com
Divulgação geral
Meios gráficos
® Czas Na Gaz! - Polônia
® Gas Vehicular - Colômbia
® The Gas Vehicles Report - Europa, outros
® Asian NGV Communications - Ásia
® Prensa Vehicular - Argentina
® Folha do GNV - Brasil
® Prensa Vehicular Perú - Perú
® Prensa Vehicular Colombia - Colômbia
Meios Eletrônicos
® NGV Global - Nova Zelândia
www.ngvglobal.com
® NGV Communications Group
www.ngvgroup.com
® Metan Ltd - Islândia / www.metan.is
® Mobilgas - Espanha
www.combustiblesalternatius.es
® Exposición Virtual - Europa
en.energia-sapiens.eu
® Associação Européia de Centros Feiral
www.emeca.com
® m+a ExpoDataBase / www.expodatabase.de
® 2º Conferencia e Exposição
Internacional sobre GNV e Indústrias
Relacionadas – Irã / www.iranngv.ir
® NGV School - Coréia / www.ngvschool.org
® NGVI - Coréia / www.ngvi.co.kr
® Fontem – Uruguai / www.fontem.com
® Develco – Argentina / www.flowmetek.com
® WEH GmbH – Alemanha / www.weh.com
® Surtidores.com.ar – Argentina
www.surtidores.com.ar
® EPM Gas Technology – Espanha
www.epmgastech.com
® Gasnet Brasil
www.gasnet.com.br
® European Agenda – Europa
www.european-agenda.com
® Gas Magazine Latinoamérica (Latamgas)
Venezuela / www.latamgas.com
® Greenfield – Suíça
www.greenfield-group.com
▲
PROGRAMA CONFERÊNCIAS E MESAS REDONDAS NGVA EUROPE
Quarta-feira, 17 de Junho
09:30 Ato de Abertura das Conferências e Mesas Redondas NGVA Europe
11:00 Palavras de Boas vindas: Peter Boisen, Presidente da NGVA Europe
Ana Botella Serrano, Representante da Área de Meio Ambiente - Prefeitura de Madrid
Richard Kolodziej, Presidente da IANGV
Josep Moragas Freixa, Diretor Geral de Negócios a varejo - Grupo Gas Natural
11:00 Projeto de biometanização da Prefeitura de Madrid – Pque. Tecnológico Valdemingómez
11:45 Experiência pioneira na Espanha para o uso do biogás de resíduos
Myriam Sánchez Porcel, Diretora Geral do Parque Tecnológico Valdemingómez
Área de Meio Ambiente – Prefeitura de Madrid
11:45 A maior planta de purificação de biogás do mundo: Valdemingómez, Madrid
12:30 Johann Hudde, Representante Regional Iberia - Flotech
Quinta-feira, 18 de junho
10:15 Coffee Break
10:30 As distribuidoras de gás e o GNV
11:30 Moderador: Josep Codorniú, Diretor da Gas Natural Soluciones – Grupo Gas Natural
*Desenvolvimento e potencial do mercado ibérico
Enrique García Poggio, Diretor de GNV - Grupo Gas Natural
*Itália: crescer diante da crise
Francesco Caria, Diretor Comercial ENI Gas & Power Vice presidente IANGV
*Gazprom: realidades e projetos na Rússia e Europa
Eugene Pronin, Diretor da Divisão de GNV Gazprom – Diretor Executivo NGVRUS
11:30 Veículos leves: O GNV e suas vantagens no atual mercado automotor
13:00 Moderador: Michele Ziosi, Delegação Fiat para Europa – Diretor Consorzio NGV System
*Oradores da Opel, Mercedes Benz, Volkswagen, Renault, Fiat.
12:30 Exposição: corte de fita e cocktail
15:00 Mercados europeus de GNV em ação
16:20 Moderador: Hans Wach, Diretor Geral GasMobil AG - Secretário NGVA Europe
*Alemanha e seus ensinamentos: postos de abastecimento e marketing
Berhnard Jeken, Diretor Geral - E. ON Gas Mobil GmbH
*Itália, o principal mercado continental
Vanni Cappellato, Presidente Consorzio NGV System Italia
*Suécia, país do biogás
Bernt Svensén, Project Manager - Biogas Väst
15:00 Experiências de usuários
16:30 Moderador: Jaume Miró, Responsável pelo Desenvolvimento do Gás Natural Veicular
na Espanha Grupo Gas Natural
*Õnibus: Empresa Municipal de Transportes de Madrid, a maior frota de ônibus
a metano no continente.
Juan Ángel Terrón Alonso, Diretor de Engenharia da EMT
*Veículos urbanos de gás natural. Experiências no campo meio ambiental urbano
D. Alfonso García – Diretor de Serviços Técnicos de Meio Ambiente, Fomento de
Construções e Contratação
*Táxis: Cooperativa de Táxis de Valencia / Orador a definir
16:20 Coffee Break
16:30 Coffee Break
16:30 Informes regionais/nacionais
17:30 Moderador: Manuel Lage, Diretor de Relações Institucionais da Iveco Gerente
Geral NGVA Europe
*Ásia Pacífico, o motor da demanda
Dr. Chitrapongse Kwangsukstith, Presidente da Associação de GNV da Ásia Pacífico
*Política Peruana na Segurança para o Desenvolvimento do GNV
Alfredo Dammert, Presidente da Diretoria, Osinerg.
17:30 Antecipação 24th World Gas Conference IGU 2009: IGU Study Group 5.3 – Veículos a GN
18:30 Iniciativa para alcançar os 50 milhões de veículos circulando a GNV em 2020
Davor Matic, Presidente IGU SG 5.3, Eugene Pronin Vice presidente ISU SG 5.3
Moderador: Peter Boisen, Presidente da NGVA Europe
Quinta-feira, 18 de junho
9:30 O Supercomputador, apresentação especial
10:15 O gás natural no automobilismo como melhora da qualidade do ar.
Aplicação a Madrid e Barcelona..
José Baldasano, Barcelona Supercomputing Centre (BSC-CNS)
16:40 O GNL no transporte pesado e interurbano
18:00 Moderador: Martin Seifert, Relações Internacionais e Governamentais da IANGV
– Secretário Associação Suíça da Indústria Gasífera e da Água SGWA.
Ismael Callejón, Gerente Técnico – Ros Roca Indox Cryoenergy
Trevor Fletcher, Diretor Geral The Hardstaff Group – Vice presidente NGVA Europe
Philippe Heisch, Engenharia em Venda de Postos de Abastecimento - Cryostar
Vittorio Zurletti, Diretor de Estratégias e Produtos - Vanzetti Engineering
Sexta-feira, 19 de junho
10:00 Ônibus e caminhões: Panorama tecnológico e comercial
12:00 Oradores da Irisbus-Iveco, Man, Volvo, Mercedes Benz
Moderador: Claudio Kohan, Diretor do NGV Communications Group
12:00 Conversões de motores a gás para veículos médios e pesados, Applus+IDIADA
12:30 Conclusões e palavras de encerramento
Manuel Lage, Diretor de Relações Institucionais da Iveco Gerente Geral NGVA Europe
24 al 26 de Septiembre, 2009
September 24-26, 2009
Jockey Plaza Convention Center
Lima, Perú / Peru
I Cumbre Latinoamericana de
GNV y Combustibles Alternativos
I Latin American Summit of
NGV and Alternative Fuels
Sponsors Silver
Convoca
Hosted by:
Sponsors Bronze
Auspicia
Supported by
www.expognvperu.com
[email protected]
Organiza
Organized by:
8
Maio 2009
Tour Técnico GNV 2009 Madrid
Visitantes terão a oportunidade de conhecer a duas
grandiosas construções da indústria do metano
Na véspera da Conferência Internacional e Exibição seus
visitantes poderão conhecer e percorrer a estação de
abastecimento Fuencarral, da Empresa Municipal de
Transportes da capital espanhola.
Trata-se de uma instalação modelo e um dos centros de
abastecimento mais rápidos da Europa. Os visitantes também
conhecerão a planta de biogás de Valdemingómez, um paradigma
mundial da purificação deste combustível.
a terça-feira, 16 de junho às 9
horas, acontecerá o tour técnico
que completa o marco de
atividades previstas dentro deste
mega evento. Para o mesmo, um guia
bilíngüe (espanhol-inglês) se encarregará
de iniciar o percurso desde a porta sul de
IFEMA, no prédio da feira que será o
cenário das conferências e exposições que
começarão no dia seguinte e irão se
estender até sexta-feira, 19.
N
A estação de abastecimento Fuencarral da
Empresa Municipal de Transportes de
Madrid é o primeiro destino a conhecer.
Trata-se da estação de carga de gás
natural para ônibus com o tempo de
abastecimento mais rápido da Europa.
Dispõe de seis vias cheias, com uma
média por via de 3.000 m3(n)/h, para
completar o reabastecimento em menos
de três minutos. Mesmo assim, conta com
um abundante meio de compressão pela
via de 2.500 m3(n)/h, pois se restabelece a
pressão em armazenamento em apenas
3,5 minutos.
O terminal utiliza dois níveis de pressão
com a finalidade de aproveitar a estação
inicial. Mesmo assim, encontra-se
abastecida por cinco novos compressores
-máximo 260 bar-, com um
armazenamento de 12.000 a 220 bar média pressão-, e de 8.000 a 260 bar -alta
pressão-. Os visitantes poderão encontrar
respostas a suas perguntas enquanto a
tecnologia de ponta e o desenvolvimento
da industria sugerem os novos horizontes
do negócio.
Após a visita a estação, o novo ponto de
atração será o Parque Tecnológico
Valdemingómez. Em dois grupos, os
participantes percorrerão as três plantas
de biometanização do complexo industrial
e tecnológico, autênticas fábricas que
transformam os resíduos em um
combustível renovável.
A área de Meio Ambiente da Prefeitura de
Madrid se ocupou da instalação destes
espaços de produção e transformação,
onde se precipita o processo de
▲
AGENDA PRELIMINAR DE ATIVIDADES
A mostra alcançou na sua capacidade 40 postos que albergarão as
companhias mais prestigiosas e de maior incidência no mercado europeu e
global: serão 1.500 m2 de inovadoras tecnologias e propostas de negócios
que estarão em coincidência com os tons e conteúdos das conferências.
O Madrid Convention Bureau, pertencente à Prefeitura de Madrid, oferecerá folhetos
turístico a todos os assistentes para que, ao mesmo tempo, possam percorrer uma
das cidades mais cativantes de toda Europa. Adicionalmente, se encarregará da
divulgação das conferências e mostras através de pontos específicos e bandeira que
serão distribuídas pela cidade.
Segunda-feira
15/06
Terça-feira
16/06
Quarta-feira
17/06
Quinta-feira
18/06
Sexta-feira
19/06
Sábado
20/06
8:00 – 20:00
Montagem dos Estandes
8:00 – 20:00
9:00 - 12:00
Montagem dos Estandes
Tour Técnico
9:00 -19:00
Meetings NGVA Europe
O gigantesco Parque Tecnológico Valdemingómez é capaz de produzir 34 milhões de
metros cúbicos de biogás por ano
fermentação. Deste modo, se obtém
biogás rico em metano, fluido que
conforma 54% de sua composição.
A Experiência Valdemingómez
A construção e a prática das plantas
demandaram um investimento de 79
milhões de euros e se realizou, em
grande parte, com tecnologia de ponta
que conta com o aval de experiências
anteriores em outros países, adaptadas
agora as circunstâncias madrilenas,
explica a diretora do Parque Tecnológico
Valdemingómez, Myriam Sánchez Porcel.
ESTANDE
EMPRESA
A1
Weh Gas Technology
A2
CompAir Reavell
Natural Gas
Cryostar
Sistemas de transporte de GNL
Espanha/França
A6
Cryostar
Sistemas de transporte de GNL
Espanha/França
A7
Idromeccanica
Fabricantes de compressores
A8
Idromeccanica
Fabricantes de compressores
B1
Ullit
B2
Samtech - Marlia Ingenieros
B3
Vitkovice Cylinders
B4
Flotech
B5
Greenfield AG
B6
Itália
Itália
França
Sistemas e equipamentos para postos de abastecimento Itália/Espanha
Fabricantes de cilindros
Plantas de Biogás
República Tcheca
Espanha
Suíça
Desenvolvimento de componentes e sistemas
Itália
B7
Metatron
Desenvolvimento de componentes e sistemas
B8
Metatron
Desenvolvimento de componentes e sistemas
B9
Hera
C1
12:30 – 13:00
Exposição: corte de fita e cocktail
15:00 – 18:30
Conferências e Mesas Redondas
Plantas de Biogás
Flowserve Compression Systems Fabricantes de compressores
Galileo
Fabricantes de compressores
Itália
Itália
Espanha
Áustria
Argentina
C2
Landi Renzo
Sistemas de GLP e GNC
Itália
C3
Luxfer Gas Cylinders
Fabricantes de cilindros
Reino Unido
C4
Landi Renzo
Sistemas de GLP e GNC
Itália
C5
EPM Gas Technology
Construtores de postos de GNC
Espanha
C5bis
Agira
Fabricantes de compressores
Argentina
C6
Dresser Wayne Pignone
NGV Communications Group
The Gas Vehicles Report
Fabricantes de compressores
Itália
Imprensa e eventos GNV
Itália
Sistemas de transporte
Espanha
C7
C7a
Staubli Española
C8
ENI
C9
Consorzio NGV System
Associação italiana de GNV
Itália
Associação européia de GNV
Espanha
10:00 – 12:00
Mesas Redondas
C9 bis
NGVA Europe
12:00
Conclusões e palavras de encerramento
C10
Tenaris Dalmine
12:00 – 19:00
15:00 – 18:00
Visitas aos estandes
Business: apresentações empresariais
C11
Ros Roca Indox Cryoenergy
C12
SAFE
C13
C14
Desmontagem dos estandes
Fabricantes de cilindros
Itália
Espanha
Metatron
Visitas aos estandes
9:00 – 18:00
Fabricantes de compressores
Fabricantes de compressores
Conferências e Mesas Redondas
Conferências e Mesas Redondas
Cilindros, transporte e venda de gás natural
PAÍS
Alemanha
Reino Unido
Casco Antiguo - Coltrisub
12:00 - 19:00
15:00 – 18:00
Fabricantes de compressores
A5
11:00 – 12:30
Visitas aos estandes
ATIVIDADE
Sistemas de transporte
A4
B10
Conferências e Mesas Redondas
Conhecerão a planta onde se purifica o
biogás para sua injeção na rede de gás
natural, sua utilização como combustível
em veículos e seu aproveitamento
energético em motores de combustão
interna.
A3
Ato de Abertura das Conferências NGVA Europe
9:30 - 13:00
Os participantes realizarão o tour técnico
pelas instalações de “Las Dehesas” e “La
Paloma”.
Lista de expositores
9:30 – 11:00
12:00 – 19:00
Desta maneira, entre outros benefícios,
pode ser produzido até 34 milhões de m³
de biogás por ano, o que redunda em
30.000 toneladas menos de CO2 emitidas
na atmosfera.
Companhia de energia integrada de Petróleo e Gás
Fabricantes de cilindros
Sistemas de transporte de GNL
Fabricantes de compressores
TUV Saarland automobil GmbH Entidade de certificação e inspeção
MTM - BRC
Fabricantes de compressores e sistemas de GLP e GNC
C15
Zavoli
Fabricantes de compressores e sistemas de GLP e GNC
C16
Tomasetto Achille
Sistemas de GLP e GNC
Itália
Itália
Espanha
Itália
Alemanha
Itália
Itália
Argentina
Maio 2009
9
10
Maio 2009
Há oito anos atendendo o segmento veicular
“Acreditamos que o mercado de gás natural veicular
deve ser incentivado por todas as distribuidoras do país”
A Compagas possui 509 km de rede de distribuição em sete municípios do Paraná: Curitiba, Araucária, Campo Largo, Balsa Nova, Palmeira, São José
dos Pinhais e Ponta Grossa. Também está presente em Colombo e em Paranaguá, que contam cada uma, com um posto de GNV que chega como
gás natural comprimido.
Companhia Paranaense de Gás Compagas é responsável pela
distribuição de gás natural no
Paraná. Fundada em 1994, iniciou
sua operação em 1998, com a distribuição
de gás de refinaria canalizado. A partir de
2000, a empresa passou a ser a primeira
distribuidora do sul do país a fornecer gás
natural aos seus clientes, com a
inauguração do ramal sul do Gasoduto
Bolívia - Brasil (Gasbol). E, em 2001,
iniciou o fornecimento do gás natural para
postos de combustível.
A
Em entrevista a Folha do GNV, o gerente
do segmento industrial, grandes clientes e
GNV da companhia, Justino João de Pinho,
fala um pouco mais sobre as metas da
empresa, os projetos, expectativas e o
destaque que as companhias da região sul
estão obtendo no segmento automotivo.
Em função de suas vantagens, o consumo
de gás natural vem tendo expressivas
taxas de crescimento nos últimos anos no
Brasil. Todavia, o consumo no terceiro
trimestre de 2008 foi muito prejudicado
pela grave crise econômica mundial,
afetando a taxa de crescimento anual.
No mercado da Compagas, o crescimento
de 2008 em relação a 2007 foi de 1,7%, e
as vendas ficaram com a média de 865 mil
m³ por dia para os mais de quatro mil
clientes dos segmentos industrial, veicular,
comercial, residencial, cogeração e
matéria-prima.
O executivo afirma que para 2009 as
expectativas são as melhores.
Os investimentos deverão atingir R$ 30
milhões e haverá a implantação de novos
projetos. Queremos ampliar o número de
clientes no Estado, expandir a rede de
distribuição de gás natural e consolidar a
presença do combustível em diferentes
segmentos de mercado, completou João.
Com relação ao segmento automotivo,
Justino diz que o mercado de GNV no
Paraná, hoje é responsável por 10% das
vendas da companhia e a expectativa é
que cresça cerca de 20% até o final de
2009. Em 2008, a empresa já ampliou a sua
atuação neste mercado. Antes, havia
postos em Curitiba, São José dos Pinhais e
Campo Largo (além de Londrina, que
recebe o GNV através de GNL).
Em abril, o gás natural comprimido passou
a ser distribuído para um posto de gás
veicular em Colombo e, em maio, para um
posto em Paranaguá. Até julho, o Gás
Natural Veicular deverá estar também no
município de Ponta Grossa, distribuído
através da rede da Compagas, informou o
gerente.
Crescimento da Rede de
Postos com o combustível
A rede de postos de abastecimento com
o energético vem crescendo em todo
país. O sul do país vem se destacando no
uso do combustível e no investimento em
Escritório da companhia no Paraná
que esse mercado deve ser incentivado
por todas as distribuidoras do país, tanto
pela economia gerada pelo uso do metano
quanto pela redução da emissão de
poluentes que o uso desse combustível
proporciona ao veículo.
Com relação ao desenvolvimento
sustentável, Justino informa que a
companhia realiza seu programa de
Comunicação com a Comunidade, em que
faz palestras e peça de teatro nas escolas,
falando sobre os benefícios do uso do gás
natural para o meio ambiente.
Justino João de Pinho, gerente do segmento industrial
postos de GNV, tornando-se o 3º
mercado do Brasil.
Atualmente o Paraná conta com 31
postos, sendo 28 abastecidos pela rede de
distribuição de gás natural da Compagas,
(24 em Curitiba, 1 em Campo Largo, 3 em
São José dos Pinhais), 1 com GNC em
Colombo, 1 com GNC em Paranaguá, e
um, em Londrina, utiliza o gás natural
liquefeito (GNL) fornecido pela Gáslocal.
Há mais de 25 mil carros convertidos no
Estado e as vendas da distribuidora para
esse segmento são em média 90 mil
m³/dia – 10% do total de gás natural
distribuído.
Nos próximos meses a empresa
disponibilizará gás natural para GNC para
outro posto, em Campo do Tenente – o
que fará com que a área de abrangência
da distribuidora passe para 10 municípios.
Além dos postos com GNC, o Paraná
contará com mais cinco que serão
abastecidos pela rede de distribuição da
Compagas, sendo dois na cidade de Ponta
Grossa, dois em São José dos Pinhais e
um em Curitiba. A expectativa é que este
mercado cresça 20% neste ano em
relação a 2009, informou o executivo.
Lei do Gás
No ponto de vista de Justino João, a Lei
do Gás resultou de um consenso entre
produtores, transportadores,
distribuidores e consumidores de gás
natural. “Como em todo trabalho onde há
diversos interesses envolvidos, para se
chegar a um consenso, cada parte tem
que ceder um pouco em busca do
equilíbrio desejado”.
Em linhas gerais, pensamos que a Lei está
bastante equilibrada, esperamos que em
sua regulamentação este “equilíbrio” seja
mantido, completou.
Incentivo ao energético e
preservação ambiental
A Compagas já realizou, desde 2001,
quatro campanhas educativas sobre o uso
do gás natural veicular. A empresa acredita
Massificação do gás veicular
O Estado conta com diversas empresas e
frotistas que utilizam o metano como
principal combustível. Um dos exemplos é
a Cooperflux, empresa especializada em
transportes do Paraná, que utiliza o GNV
há seis anos e atualmente possui 70
veículos com o combustível. Segundo a
empresa, a economia é garantida,
informou o gerente.
Quanto a transporte em ônibus coletivos,
a Compagas teve um projeto piloto, em
2002, quando foram convertidos nove
ônibus, porém eles não utilizam mais o gás
veicular porque foram movidos para
cidades que não possuem postos de
abastecimento do energético.
João finaliza reforçando a importância da
disseminação, em todo o país, do uso do
gás natural veicular nos automóveis
particulares e frotistas. Também destaca a
importância da conscientização de todos
os envolvidos na cadeia do GNV, em
especial as oficinas convertedoras, para a
realização de conversões seguindo os
padrões internacionais e garantindo o
rendimento do veículo, assim como a
diminuição na emissão de poluentes.
Maio 2009
11
12
Maio 2009
Crescendo em todo Estado e incentivando o segmento automotivo
Slogan enfatiza o gás natural como energia do futuro,
mostra suas vantagens, benefícios e economia
A Sulgás - Companhia de Gás do Estado do Rio Grande do Sul, uma empresa de economia mista que iniciou a comercialização do gás natural a
partir do ano de 2000, após a conclusão do gasoduto Bolívia-Brasil, atua nos segmentos industrial, automotivo, residencial e comercial.
Diretor Técnico e Comercial, Flavio Ricardo
Soares de Soares, faz um resumo de 2008, conta
sobre a atualidade e as previsões para o
decorrer do ano deste potente mercado na
região. No site da Sulgás o slogan “O Rio Grande ligado
na energia do futuro”, é mais uma forma de apoio e
incentivo ao uso desta energia limpa, econômica e
sustentável para o meio ambiente.
O
A empresa começou a comercializar o gás natural a
partir de dezembro de 2000 e neste mesmo ano foram
inaugurados os dois primeiros postos com GNV do
Estado nas cidades de Porto Alegre e Canoas. Desde
então não parou de crescer neste sentido. Hoje várias
cidades são atendidas com o energético.
Em 2008 todos os segmentos foram atendidos, atingindo
uma média diária de 1,4 milhão de metros cúbicos.
Para este ano, as previsões econômicas nos indicam um
cenário de 20% a 25% de retração da produção nos
setores onde o gás é um insumo importante. Frente a
isso a Companhia estima um decréscimo nas vendas para
o ano entre 10 a 15% comparado com o ano passado,
disse Soares.
Citygate da Sulgás
combustível mais econômico que os outros, porém,
fatores negativos abalaram a credibilidade no produto.
As campanhas são necessárias para reforçar a imagem do
GNV como combustível econômico, seguro e
ambientalmente vantajoso.
Em qualquer campanha da Sulgás, referente ao gás
natural, independente do segmento (industrial, residencial,
comercial ou automotivo), sempre é ressaltada as
vantagens quanto às emissões do gás natural em
comparação com os outros combustíveis fósseis.
Além disso, o modo de distribuição, através de dutos
interfere menos na produção de emissões na cadeia de
comercialização do que o transporte dos outros
combustíveis.
Mercado Automotivo
O mercado automotivo no país vem passando por um
momento de desaceleração do crescimento, motivado
por fatores como a entrada dos carros flex no mercado
e a diminuição da atratividade do GNV frente ao álcool.
Acreditamos que este ano haverá retomada do
crescimento. O GNV continua sendo mais econômico
que os outros combustíveis.
O executivo informou que o investimento na implantação
de postos com GNV continua. Este mês inauguramos o
65º posto do estado. Em 2008, entraram em operação 15
postos e para este ano prevemos a entrada de mais 10
pontos de abastecimento. A rede também está
expandindo para região do Vale dos Sinos.
Flávio Ricardo, Diretor técnico e comercial
da empresa gaúcha
Incentivo
A construção de 15 km de rede canalizada conta com a
implantação de cinco postos ao longo do trajeto.
No tocante sobre a lei do gás, sem dúvida, é um avanço
importante no sentido do amadurecimento da indústria
do gás.
Estamos em processo de conclusão de uma campanha
para o segmento automotivo. As campanhas, como as que
estão ocorrendo em outros estados, são oportunas para
o momento de crise que atravessamos. Temos um
Atualmente não temos nenhum projeto em
desenvolvimento no setor de transporte de passageiros
ou de carga. No passado realizamos um teste com ônibus
interurbano com o sistema de otonização de motor
Diesel, utilizando somente GNV. Este ano estamos iniciando o desenvolvimento de um projeto para transporte
urbano utilizando o sistema Duofuel.
Sempre pensando em não poluir o ar, na economia de
combustível, uma maior autonomia e na redução de
gastos com a manutenção de seu veículo, a Sulgás apóia a
energia do futuro.
Hora de capacitar e treinar para melhor atender o setor gasífero
om a intenção preparar e
qualificar ainda mais os
profissional de nível técnico e
superior do setor do gás
natural veicular, O IBP – Instituto
Brasileiro de Petróleo, Gás e
Biocombustíveis lança o curso Gás
Natural Veicular, entre os dias 30 de
junho a 3 de julho do corrente ano,
voltado para o segmento automotivo.
O mesmo está voltado para
executivos, gerentes, empresários,
profissionais e técnicos de
empresas provedoras de serviços,
fabricantes de equipamentos,
órgãos de governo, Agências
regulatórias, entidades de classe ou
setoriais, e interessados
em geral em aspectos técnicos e de
negócios relacionados.
Serão quatro dias de curso, uma jornada
dividida em 2 etapas, sendo manhã e
tarde para disseminar informações e
conhecimentos sobre a natureza,
aplicações, transporte, suprimento,
processos, tecnologias, riscos, segurança,
normas técnicas, regulamentos,
mercados, negócios, oportunidades
relativos ao gás natural veicular.
O conteúdo programático conta
um corpo docente altamente
capacitado e qualificado, material
didático contendo as apresentações
em Power Point (preto/branco),
lista de referência bibliográfica e
certificado para aqueles que
participarem integralmente das
atividades.
C
Conheça aqui os principais temas
abordados e os respectivos palestrantes:
® Introdução aos Combustíveis Automotivos (R. Fernandes/Coordenador)
® Gás Natural - Disponibilidade, Transporte, Distribuição (Fátima Valéria)
® Abastecimento de Veículos a GNV (Carlos Gouvêa)
® Equipamentos para Abastecimento de GNV (Gustavo Galiazzi)
® Segurança e Qualidade - Regulamentação (Marcos Valério Barradas)
® Estocagem de gás natural a bordo de veículos (Eros Santos)
® Veículos a GNV (Antônio Bermudo Neto)
® Estratégias para implementar o GNV (Hugo Aguiar)
® O Mercado de GNV (Carlos Gouvêa)
As inscrições poderão ser feitas através do site do IBP em www.ibp.org.br/loja ou por
e-mail [email protected] Para mais informações, ligue (21) 2112-9032 / 2112-9034.
Maio 2009
13
14
Maio 2009
Veículos test-drive já rodam em 6 cidades
Caminhões abastecidos com gás natural veicular
já circulam em diversas cidades do país
Além de ser mais econômico que o diesel, mesmo com os aumentos nos preços que ocorreram nos últimos meses, o combustível gasoso também é
menos poluente. Três empresas desenvolvem um sistema de motores para que caminhões urbanos de porte médio possam rodar movidos a gás.
com Robson Marzochi, gerente da
empresa, devido à alta do metano nos
últimos meses, 50% dos pedidos foram
adiados. Hoje, 15 veículos de test-drive
circulam nas cidades de Ribeirão Preto,
Sorocaba, Campinas e São Paulo, Rio de
Janeiro e Curitiba, disse.
pós a aplicação em veículos leves
e testes em ônibus urbanos, o
uso do GNV em caminhões já é
uma realidade. Os projetos da
Bosch e da Comgás - Companhia de Gás
de São Paulo permitem que a frota já
circulante rode movida com a mistura
diesel/GNV ou gás puro depois da
instalação de um kit conversão. Já o
produto desenvolvido pela Cummins
trabalha com motores zero quilômetro
que saem de fábrica com a aplicação
100% a gás, considerado igual. Ou seja, o
desempenho médio de 3,5 km por litro é
o mesmo na mistura diesel/gás.
Mas em volume real usa-se mais gás do
que diesel, já que 1 m3 é igual a 1.000
litros.
A
A Bosch também vem direcionando a sua
atuação para mercados no exterior.
A empresa já tem projetos para
exportação para países como Peru,
Venezuela, Colômbia, Equador, África
do Sul, Moçambique, Angola e
Tailândia.“Nesses locais, o preço do gás
é mais acessível”, afirma o gerente.
Modelo de caminhão com sistema GNV da Bosch
De acordo com Vinícius Ladeira, gerente
de coordenação de projetos especiais da
Confederação Nacional de Transporte CNT, não é certo afirmar que o torque
do veículo e o consumo de combustível
não sofrem alterações quando se utiliza
gás natural.
combustível para que se obtenha a mesma
quantidade de energia produzida com o
diesel”, diz. Porém, o valor de mercado
dos dois combustíveis torna o energético
mais viável economicamente, completou.
“O gás veicular tem menor poder
calorífico e por isso necessita de mais
Mesmo com a alta registrada nos últimos
meses, o metro cúbico do gás custa em
12a Conferenza ed Esposizione fieristica dell’Associazione
Internazionale dei Veicoli a Gas Naturale - IANGV
12th Conference and Exhibition of the International
Association for Natural Gas Vehicles - IANGV
Dal 8 al 10 giugno 2010
June 8-10, 2010
Nuova Fiera di Roma New Rome Fair
Padiglioni 9, 10 e area esterna Pavilions 9, 10 and outdoor area
Roma, Italia Rome, Italy
La soluzione attuale
per un trasporto migliore
Today's solution
for sustainable transportation
Un evento di
An event of
www.ngv2010roma.com
[email protected]
Ospitato da
Hosted by
Organizzato da
Organized by
média 20% a menos que o litro do diesel.
O litro do diesel custa em média R$ 2,10
enquanto que o metro cúbico do gás tem
a média de R$ 1,72.
Desde o lançamento no ano passado,
cerca de 200 pedidos do sistema DG Flex
foram feitos para a Bosch. Mas, de acordo
As duas montadoras que utilizam os
motores para os quais o kit conversão da
Bosch foi produzido não comentam sobre
o produto.
Por meio de sua assessoria de imprensa,
a VW informou que os estudos para
esse tipo de tecnologia ainda são
muito preliminares e que por esse
motivo, seus engenheiros preferem não se
pronunciar a respeito do assunto.
A Mercedes informou que hoje exporta
15
Maio 2009
três motores de ônibus movidos a GNV
para a Alemanha e a Espanha.
A montadora afirmou que desenvolve
estudos sobre a utilização de outros
combustíveis em caminhões, e
acrescentou que ainda não tem
conhecimento sobre o projeto do kit
conversão no Brasil.
Outro estudo sobre a utilização do GNV
em caminhões é realizado na Comgás. A
Companhia adquiriu este ano um Veículo
Urbano de Carga – VUC, para testes com
o kit conversão 100% a gás e que roda no
ciclo Otto (com vela de ignição para
iniciar a queima do combustível, assim
como na gasolina e no álcool).
Test-drive vehicles running in 6 cities
CNG-driven trucks already ply
across several cities of the country
Apart from being cheaper than the diesel, even with the increases in prices that occurred in the last months,
the gaseous fuel is also cleaner. Three companies develop engines system for CNG medium-sized trucks.
Segundo o gerente de vendas do mercado
automotivo da empresa, Richard Nicolas
de Jardin, as simulações fazem parte de
uma parceria com a Companhia de Gás
de Osasco - Osasgás, empresa instaladora
do sistema GNV em veículos leves e que
desde 2005 utiliza o produto em um mini
ônibus, com as mesmas características de
motor. Os testes de campo são realizados
para analisar a durabilidade, desempenho,
economia e emissão de poluentes do
veículo.
Na Cummins, estudos sobre a utilização
do gás em motores zero quilômetro de
ônibus e caminhões urbanos já são
desenvolvidos há 20 anos. O sistema é
produzido nos Estados Unidos, China e
Índia e exportado para algumas regiões da
Europa e países da América Latina como
Peru, Colômbia, Argentina, Venezuela e
Chile.
De acordo com o gerente-executivo de
marketing da empresa, Luis Chain, no
Brasil nenhum motor chegou a ser
vendido, mas a comercialização já pode
ser realizada. Mas, o executivo afirma que
é importante a existência de uma política
de distribuição do GNV mais viável no
país.
A Cummins já possui os modelos B Gás
International, de 150 a 230 HPs de
potência e 5,9 litros, o C Gás, de 250 a
280 HPs de potência e 8,3 litros, e o ISL
G, de 250 a 320 HPs de potência e 8,9
litros. Todos com ciclo Otto e, mesmo
tendo custos de fabricação mais elevados,
Luis Chain garante que são compatíveis
com o preço de mercado dos motores a
diesel.
Freight urban vehicles already runs in 6 brazilian cities
fter its application in LDVs and trials in urban buses,
the use of CNG in trucks is already a reality. The
projects of Bosch and Comgás - Companhia de Gás
de São Paulo- allow the fleet to run on a diesel/NGV
mixture or natural gas only after the installation of a
conversion kit. The product developed by Cummins works
with brand new engines with the NGV system fitted directly
by the OEM. Therefore, the average performance of 3.5
kilometers/liter is the same as with the diesel/gas mixture. But
in terms of real volumes, the consumption of natural gas is
higher than diesel’s since one cubic meter is equal to 1,000
liters.
A
According to Vinícius Ladeira, coordinating manager of special
projects of the National Confederation of Transport – CNT-,
it is not right to say that the torque of the vehicle and the fuel
consumption are not affected by the use of NG.
"NGV has lower calorific power and consequently it needs
more fuel to produce the same amount of energy as with
diesel," he said. But, the market price of the two fuels makes
CNG more affordable”, he added.
Even with the increase recorded in the few last months, one
cubic meter CNG costs, on average, 20% less than one liter
diesel. The liter of diesel costs an average of R$ 2.10 while
one CNG cubic meter, R$ 1.72.
Since its launch last year, about 200 orders for the DG Flex
system were placed with Bosch. But, according to Robson
Marzochi, manager of the company, because of the rise in
natural gas for vehicles’ price, 50% of them were postponed.
Today, 15 test-drive vehicles ply across the cities of Ribeirão
Preto, Sorocaba, Campinas and São Paulo, Rio de Janeiro and
Curitiba, he remarked.
Bosch is also heading for foreign markets. The company
already has projects to export to countries like Peru,
Venezuela, Colombia, Ecuador, South Africa, Mozambique,
Angola and Thailand. "In these places, natural gas is cheaper,"
says the manager.
The two OEMs that use the engines for which the Bosch’s
conversion kit was produced do not make any comments
about the product.
Through its press agent, VW reported that the studies of this
type of technology are still on a preliminary basis and this is
why its engineers prefer not to give any opinion about it.
Mercedes informed that today the company exports three
NGV bus engines to Germany and Spain.
The OEM said that the company develops studies about
the use of other fuels in trucks, and added that they are
not aware of the status of the conversion kit project in
Brazil.
Another evaluation of the NGV use in trucks is being carried
out by Comgás. The Company acquired this year an Urban
Freight Vehicle for conducting tests with 100% NG conversion
kit and which runs with Otto cycle (with spark plug to start
burning fuel, as well as in gasoline and alcohol).
According to the company’s car sales manager, Richard
Nicolas de Jardin, the trials are part of a partnership with
Companhia de Gás de Osasco – Osasgás-, which has installed
NGV systems in LDVs since 2005 and uses the product in a
mini bus, with the same engine features. The tests are held to
examine durability, performance, economy and emissions level
of the vehicle.
At Cummins, studies about the utilization of natural gas in
brand new engines of buses and urban trucks have been
taking place for 20 years now.
The system is produced in the United States, China and India
and exported to some regions of Europe and Latin American
countries such as Peru, Colombia, Argentina, Venezuela and
Chile.
According to the executive marketing manager of the
company, Luis Chain, in Brazil no engines were sold, but the
marketing can already be done. However, the executive says
that it is important that a more viable policy of CNG
distribution is established in the country.
Cummins already have models B Gas International, 150-230
HP and 5.9 liters, the C Gas, 250-280 HP and 8.3 liters,
and the ISL G, 250-320 HP and 8.9 liters. All of them with
Otto cycle and -even with higher manufacturing costsLuis Chain affirms they are compatible with the market price
of diesel engines.
16
Maio 2009
A prevenção assegura sua segurança e economia
Dicas importantes para uma boa manutenção em
veículos movidos a gás natural veicular
Nos últimos anos, o consumidor brasileiro sentiu a mudança do procedimento para a concessão da instalação junto ao Detran, deixando o processo
mais criterioso. Tais fatores fizeram com que houvesse uma demanda maior na procura por oficinas especializadas em manutenção de veículos que
já possuem o kit instalado.
ara que uma oficina possa realizar
a manutenção ou instalação do kit
GNV, é necessário que esteja
cadastrada pelo Inmetro - Instituto
Nacional de Metrologia, Normalização e
Qualidade Industrial. Elas são verificadas
pela Rede Brasileira de Metrologia Legal e
Qualidade - RBMLQ, segundo os critérios
estabelecidos no RTQ 33 (revisão 01) do
Inmetro (Portaria nº 102/ 2002), cuja
capacitação é evidenciada através do
Certificado de Registro do Instalador (CRI).
P
Além do Inmetro, a oficina necessita estar
em conformidade também com o Ipem Instituto de Pesos e Medidas, de seu estado.
Podemos notar que o gás é o combustível
que oferece maior economia operacional,
em consequência desta mistura, há a
necessidade natural de uma maior taxa de
compressão, maior demanda de alta tensão
em todo o sistema de ignição, maior
exigência a condução da centelha e maior
avanço da ignição. Ele apresenta esta
característica, pois as moléculas de
combustível estão mais diluídas no ar
admitido, diminuindo a velocidade de
propagação da combustão.
Para compensar a falta de taxa de
compressão ideal para o gás (15:1 ou
superior) nos motores a gasolina e álcool,
os fabricantes de kits oferecem soluções
como misturadores mais eficientes, que
permitem homogeneizar a entrada do
combustível e módulos eletrônicos de
variação de avanço. Este módulo, mais
conhecido como variador de avanço é
necessário, pois existem dificuldades em
relação à queima em comparação ao
álcool, que por sua vez é menor que a da
gasolina.
Velas e Ignição
As velas requerem abertura inferior à
solicitada pelo manual de reparação do
veículo, algo em torno de 10 a 20% menos,
podendo variar de acordo com o modelo.
É recomendado também que a troca seja
feita antes do prazo exigido, aproximadamente a cada 15.000 km rodados. Hoje já
temos no mercado velas projetadas para
atender aos requisitos de motores GNV.
Existem várias consequências se a ignição
apresentar falhas. Uma comum é o back-fire
(explosão no coletor de admissão).
A centelha sendo fraca ou sem o devido
tempo provocará a queima do energético
lentamente e, dependendo da condição de
operação do motor, ao abrir a válvula de
escape e novamente para iniciar um novo
ciclo, a queima ainda estará ocorrendo e
entrará em contato com o novo volume de
gás vindo do misturador.
Um ponto de ignição errado poderá
ocasionar uma temperatura da câmara de
combustão diferente da apresentada em
motores originais. Pode ser para mais ou
para menos e a conseqüência será uma
menor vida útil do motor, incluindo
cabeçote. As guias de válvulas e válvulas são
mais exigidas, visto o gás ser um
combustível seco.
Cuidados
A pressão de trabalho do sistema GNV
varia de 200 a 220 BAR após o abastecimento. Isso significa que há 220 atmosferas
prontas para escapar perante o mínimo
vazamento. É de grande importância que os
itens utilizados na instalação e manutenção
Cuidados especiais para as velas e ignição
sejam de primeira qualidade e homologados
pelo Inmetro. Para a perfeita detecção de
vazamentos existem duas maneiras de
efetuar o rastreamento da fonte. A primeira
e massivamente utilizada pelas oficinas é a
espuma com água e detergente.
Esta utilização é reconhecida oficialmente
perante o Inmetro, demonstrando a eficácia
proposta. Para uma detecção mais precisa,
existem no mercado aparelhos portáteis
detectores de vazamentos, conhecidos
como detector remoto de vazamento. Eles
utilizam tecnologia laser e o formato do
aparelho é semelhante a uma pistola e o
funcionamento consiste em direcionar o
facho de laser nos pontos propícios a
apresentar vazamentos, como em niples,
união de mangueiras, válvulas, linha de alta
pressão, ou seja, em todo o percurso do gás
veicular. Caso haja vazamentos, que se
tornam invisíveis a olhos nus, o laser irá
emitir um sinal de retorno, comunicando o
aparelho. Em seguida é ouvido um sinal
sonoro característico. O suporte do cilindro é construído por empresa certificada
pelo IPT em aço galvanizado em respeito à
norma NBR 11 353. É obrigatório o uso da
cinta de borracha entre a alça de fixação e
cilindro. Em caso de avarias, colisão ou
quebra da solda, é aconselhável a troca
completa. Os parafusos de fixação do
suporte a carroceria e cintas devem
pertencer à classe 8.8 de resistência
mecânica. O cilindro mais utilizado é
construído em aço especial e a cada 5 anos
da data de fabricação, deve passar por um
reteste ou teste hidrostático. No teste é
aplicado uma pressão 50% maior em
relação à pressão de trabalho, ou seja, 330
BAR de pressão. Caso o cilindro possua
alguma tendência a apresentar vazamentos,
este será o momento decisivo. Se aprovado
o cilindro estará apto a operar por mais 5
anos. O reteste será necessário novamente
após este período. Se reprovado, o cilindro
deverá ser destruído. Em comparação ao de
cor rosa, o amarelo possui as paredes
internas mais finas, porém com a mesma
resistência. A espessura da parede varia de
6 a 7mm e o fundo de 25 a 27mm.
Gás veicular para o transporte público
Prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, apresenta novo plano de
transportes para a cidade nas Olimpíadas de 2016
Na coletiva sobre a apresentação do plano de transportes como
uma das medidas para solucionar os problemas da cidade, o
prefeito garantiu que todas as ações serão feitas para beneficiar os
cidadãos e o meio ambiente.
m entrevista, o prefeito
informou que um dos projetos
do PAC - Programa de
Aceleração do Crescimento da mobilidade, é a construção de um
corredor T-5, que ligará os bairros da
Barra da Tijuca, Madureira e Penha, e
terá 28 quilômetros de extensão,
atendendo a uma população de um
milhão de pessoas.
E
Como o que foi feito durante os Jogos
Pan-americanos, em 2007, também
serão criadas faixas exclusivas para a
"Família Olímpica". Outra medida será
aumentar as férias escolares de julho
até agosto, o que vai diminuir o trânsito.
Paes avisou ainda que se for necessário,
pretende fazer um rodízio de carros,
similar ao que existe atualmente na
cidade de São Paulo.
O especialista em trânsito Paulo
Cavalcanti, revelou ainda, que no projeto
do Rio serão usados combustíveis não
poluentes nos veículos. Atualmente, 98%
dos taxistas já utilizam gás natural
veicular, enquanto os ônibus também vão
passar a usar esse tipo de combustível.
Eduardo Paes e Paulo Cavalcanti
destacaram que todas as medidas apresentadas são planos possíveis de serem
realizados e que dependem apenas na
integração dos governos federal, estadual
e municipal.
O prefeito Eduardo Paes durante a coletiva de imprensa
www.ngvgroup.com • Acesse o maior portal de GNV do mundo
Maio 2009
17
As estatísticas do gás veicular - NGV´s Statistic
Rodando 100Km / Running 100Km
Veículo
Vehicle
Gasolina / Gasoline
KM
R$
Álcool / Alcohol
KM
R$
Rodando 3000 km / Running 3000 km
Economia com GNV / NGV´s saving
GNV / NGV
KM
Gasolina / Gasoline
Álcool / Alcohol
R$
R$
R$
Popular
10
26,50
8.5
19,80
12
12,80
411,00
210,00
Kombi
7.5
35,00
6.5
25,85
9
17,10
537,00
262,50
F000/ C20
5.5
48,00
4.5
37,30
7
22,00
780,00
459,00
6
44,00
5
33,60
8
19,25
742,50
430,50
8
33,00
7
24,00
10
15,40
528,00
258,00
5
53,00
4
42,00
6
25,60
822,00
492,00
S-10/Ranger V6
Astra/Santana
Auto 6 cil
Gasolina 1 litro / R$ 2,65
Álcool 1 litro / R$ 1,68 GNV 1m3 / R$ 1,54
1.596.511 (Março/March)
Quantidade média de conversões mensais
Average amount of monthly conversions
2.726 (Março/March)
Quantidade de Postos de Abastecimento
Amount of fueling stations
1.727 (Abril/April)
Estados Abastecidos com GNV
States supplied with NGV
20 (Abril/April)
Cidades abastecidas com GNV
Towns with NGV
278 (Abril/April)
M³ de gás vendidos por mês
CM of gas sold monthly
165.273.000 (Abril/April)
Consumo diário por veículo
Daily vehicle consumption
3,45 (Abril/April)
Consumo mensal por veículo
Monthly vehicle consumption
103,5m³ (Abril/April)
Preço médio nacional do GNV
Average domestic price for NGV
R$ 1,54 (Abril/April)
Preço médio nacional da gasolina
Average domestic price for Gasoline
R$ 2,65 (Abril/April)
Preço médio nacional do álcool
Average domestic price for Alcohol
R$ 1,68 (Abril/April)
Preço médio do diesel
Average price for diesel
R$ 2,10 (Abril/April)
Fontes consultadas - Fonts
••Inmetro •• Instituto Brasileiro de Petróleo e Gás
•• Assessoria Comunicação da ABEGÁS
•• Associação Brasileira de GNV •• Companhias Petrolíferas e
Empresas de Bandeira •• Fornecedores de Cilindros •• The Gas
Vehicles Report •• Prensa Vehicular •• Elaboração própria
Associação Brasileira das Distribuidoras de Gás Canalizado
Postos: distribuição no litoral atlântico
Stations: distribution per state
AM
CE
DF
RN
PB
PE
PI
AL
SE
BA
MG
ES
RJ
SP
SC
RS
PR
MT
MS
GO
Acesse a lista completa e detalhada
de postos em www.ngvgroup.com
Access the completed and detailed
stations list in www.ngvgroup.com
Alagoas - 36
Arapiraca
Atalaia
Maceió
Maragogi
Palmeira dos Índios
Penedo
Pilar
Rio Claro
São Miguel dos Campos
Amazonas - 1
Manaus
Bahia - 69
Alagoinhas
Camaçari
Candeias
Catú
Feira de Santana
Itaberaba
Salvador
Santo Antônio de Jesus
Simões Filho
Valença
Ceará - 80
Aracati
Canindé
Caucáia
Fortaleza
Horizonte
Itapajé
Itapipoca
Limoeiro do Norte
Maracanau
Pacatuba
Quixada
Russas
São Gonçalo do Amarante
Sobral
Distrito Federal - 2
Brasilia
Espírito Santo - 30
Aracruz
Cariacica
Colatina
Iburaçu
Linhares
Serra
Venda Nova do Imigrante
Viana
Vila Velha
Vitória
Goiás - 1
Goiânia
Mato Grosso - 5
Cuiabá
Várzea grande
Rondópolis
Mato Grosso do Sul - 11
Campo Grande
Três Lagoas
Minas Gerais - 93
Barbacena
Belo Horizonte
Betim
Confins
Congonhas
2
2
25
1
1
1
1
1
2
1
2
6
2
1
9
1
43
1
3
1
2
1
4
60
2
1
1
1
3
1
1
1
1
1
2
1
5
1
1
1
7
1
1
6
6
1
3
1
1
9
2
2
45
3
1
2
GNV
NGV
Álcool
Alcohol
Gasolina
Gasoline
Custo por m3 (ou litro) R$/ m3´s cost (or litre) R$
1.54
1,68
2,65
Gasto por dia (170km) R$/ Cost by day (170km) R$
25.5
40,80
56,10
0.15
0,24
0,33
637,50 1020,00
1402,50
Custo por km R$ / Cost by km R$
Gasto em 25 dias R$/ Cost in 25 days R$
Média de consumo R$/ Average consumption R$
10 km/m3
7 km/l
8 km/l
Gasto a mais em 25 dias/ Extra cost in 25 days
...
382,50
765,00
Brasil: cidades com GNV
Brasil: Towns with NGV
GNV - Resumo Estatístico
Nacional Principais Indicadores
Domestic Statistics of NGV - Main Indicators
Quantidade de veículos convertidos
Estimated converted vehicles
Economia de R$ 765,00 / mês
Saving of R$ 765,00 / month
Contagem
Juiz de Fora
Matozinhos
Pedro Leopoldo
Ribeirão das Neves
Santa Luzia
São Brás do Suacuí
Sete Lagoas
Vespasiano
Paraíba - 42
Bayeux
Cabedelo
Caldas Brandão
Campina Grande
Guarabira
João Pessoa
Mamanguape
Patos
Remígio
Santa Rita
Paraná - 29
Campo Largo
Colombo
Curitiba
Londrina
São José dos Pinhais
Pernambuco - 68
Abreu e Lima
Cabo de Santo Agostinho
Camaragibe
Caruarú
Goiana
Igarassú
Jaboatão dos Guararapes
Olinda
Paulista
Recife
Vitória de Santo Antão
Piauí - 1
Teresina
Rio de Janeiro - 500
Arraial do Cabo
Barra do Piraí
Barra Mansa
Belford Roxo
Cabo Frio
Campos dos Goytacazes
Casemiro de Abreu
Duque de Caxias
Engº Paulo de Frontin
Guapimirim
Itaboraí
Itaguaí
Macaé
Mesquita
Magé
Nilópolis
Niterói
Nova Iguaçú
Paracambi
Petrópolis
Piraí
Queimados
Resende
Rio das Ostras
Rio de Janeiro
São Gonçalo
São João de Meriti
São Pedro d'Aldeia
Seropédica
Teresópolis
Volta Redonda
Rio Grande do Norte - 72
Caico
17
10
1
2
1
2
1
4
2
6
5
1
4
1
19
2
1
1
2
1
1
23
1
2
3
5
2
1
2
4
12
4
4
30
2
1
1
5
8
5
11
16
3
30
1
1
16
7
7
2
1
1
13
18
3
8
1
1
7
3
276
27
11
10
2
1
4
1
Ceará-Mirim
Currais Novos
Goianinha
Itajá
Macaíba
Mossoró
Natal
Parnamirim
São Gonçalo do Amarante
Rio Grande do Sul - 64
Bento Gonçalves
Cachoeirinha
Canoas
Caxias do Sul
Charqueadas
Eldorado do Sul
Esteio
Farroupilhas
Garibaldi
Gravataí
Igrejinha
Lajeado
Osório
Novo Hamburgo
Pantano Grande
Passo Fundo
Pelotas
Porto Alegre
Santa Cruz do Sul
Santa Maria
São Leopoldo do Sul
Sapucaia do Sul
Torres
Vacaria
Santa Catarina - 111
Araquari
Araranguá
Barra Velha
Biguaçu
Blumenau
Braço do Norte
Brusque
Chapecó
Cocal do Sul
Criciúma
Florianópolis
Forquilinha
Gaspar
Guaramirim
Içara
Indaial
Itajaí
Itapema
Jaguaruna
Jaraguá do Sul
Joinvelle
Lajes
Morro da Fumaça
Navegantes
Orleans
Palhoça
Piçarras
Rio do Sul
Rio Negrinho
Sangão
Santo Amaro da Imperatriz
São Bento do Sul
São Francisco do Sul
São José
Tijucas
Timbó
Tubarão
Urussanga
São Paulo - 482
Americana
Araçariguama
Araçatuba
Araraquara
Araras
1
1
3
1
6
8
35
10
6
1
3
7
7
1
1
2
2
2
3
1
1
2
1
1
1
1
17
2
1
2
3
1
1
3
1
1
2
11
1
5
1
1
11
7
1
2
1
1
3
4
1
2
4
9
1
1
2
1
2
1
1
1
1
1
1
1
16
3
2
3
1
2
1
3
3
1
Atibaia
Barueri
Baurú
Boituva
Botucatu
Cabreuva
Caçapava
Caieiras
Cajamar
Campinas
Cesário Lange
Cordeirópolis
Cruzeiro
Cubatão
Diadema
Guaratinguetá
Guarujá
Guarulhos
Hortolândia
Indaiatuba
Itaquaquecetuba
Itatiba
Itú
Itupeva
Jacareí
Jaguariúna
Jundiaí
Laranjal Paulista
Lençóis Paulista
Limeira
Lorena
Louveira
Mairinque
Matão
Mauá
Miracatu
Mogi das Cruzes
Mogi-Guaçú
Mogi-Mirim
Osasco
Pariquera-Açu
Paulínea
Pindamonhangaba
Piracicaba
Poá
Porto Feliz
Porto Ferreira
Praia Grande
Ribeirão Preto
Rio Claro
Salto
Santo André
Santos
São Bernardo do Campo
São Caetano do Sul
São Carlos
São José dos Campos
São Paulo
São Roque
São Vicente
Sorocaba
Sumaré
Suzano
Taboão da Serra
Taubaté
Tatuí
Valinhos
Várzea Paulista
Votorantim
Sergipe - 29
Aracajú
Carmópolis
Estância
Itabaiana
Itaporanga D' Ajuda
Nossa Senhora da Glória
Nossa Senhora do Socorro
Propriá
São Cristóvão
2
1
2
1
1
1
2
2
1
17
1
2
1
2
7
3
1
17
2
3
1
3
3
1
4
1
9
1
1
5
1
1
1
1
2
1
6
2
2
13
1
1
3
4
2
1
1
2
3
4
2
12
1
16
6
2
18
229
1
1
15
2
3
1
5
2
4
1
1
17
1
3
1
1
1
3
1
1
Postos de Abastecimento - Últimos postos inaugurados / Refueling Stations - Last opened stations
1
80
2
72
42
69
1
36
29
69
93
30
500
482
111
64
29
5
11
1
N°
Bandeira
Trade
TOTAL 1.727
Tipo de
Posto
Station
Type
Endereço
Estado
Município
Dist.
Adress
State
County
Nª
Data
operação
Open
date
1.714 BR
Dual Av. Mario Leal Ferre, 920 - Vale do BO
Bahia
Salvador
02 Abr.2009
1.715 BR
Dual Rua Isaac Guelmann, 234
Paraná
Curitiba
09 Abr.2009
1.716 BR
Dual Rua da Independência, 960
Santa Catarina
São José
19 Abr.2009
1.717 IPIRANGA Dual Av. Rui Barbosa, 1.676 - Jd. Rio Branco
Paraná
São José dos Pinhais
09 Abr.2009
1.718 IPIRANGA Dual Av. João Wallig, 724 - Passo da Areia
Rio Grande do Sul Porto Alegre
21 Abr.2009
1.719 IPIRANGA Dual Rod. BR 470, Km 70, 243 Nações
Santa Catarina
Indaial
19 Abr.2009
1.720 TEXACO Dual Rod. BR 262 Km 110
Espírito Santo
Venda Nova do Imigrante
03 Abr.2009
1.721 TEXACO Dual Rua Eurico Gaspar Dutra, 865
Santa Catarina
Florianópolis
19 Abr.2009
1.722 BRANCA Dual Rod. BR 101 Km 213
Espírito Santo
Iburaçú
03 Abr.2009
1.723 BRANCA Dual Rod. BR 116 Km 87,5 - Atuba
Paraná
Colombo
09 Abr.2009
1.724 BRANCA Dual Rod. Rio Santos s/nº
Rio de Janeiro
Itaguaí
05 Abr.2009
1.725 BRANCA Dual Rod. Rio Santos Km 17,5 Lt 1
Rio de Janeiro
Itaguaí
05 Abr.2009
1.726 BRANCA Dual Rua João Batista Rodrigues, 35
Rio de Janeiro
Nova Iguaçú
05 Abr.2009
1.727 BRANCA Dual Estrada do Monteiro s/nº Lt 38 dp PAL 34941
Rio de Janeiro
Rio de Janeiro
05 Abr.2009
A coluna Distrib. N° indica a empresa distribuidora de gás a que pertence o abastecimento. 1 Algás - 2 Bahiagás - 3 BR - 4 Cebgás - 5 Ceg - 6 Ceg Rio - 7 Cegás
- 8 Comgás - 9 Compagás - 10 Copergás - 11 Gás Brasiliano - 12 Gasmig - 13 Gaspisa -14 Msgás - 15 Mtgás - 16 Pbgás - 17 Potigás 18 São Paulo Sul - 19
Scgás - 20 Sergás - 21 Sulgás. Para maior informação sobre este quadro: (21) 2215-0799 / 2232-6798
www.ngvgroup.com • Acesse o maior portal de GNV do mundo
18
Oficinas de Conversão
Conversion workshops
Vendas de gás automotivo das distribuidoras - Sales of NGV from distributors
Últimos seis meses (em mil m3/dia) - Last six months ( in thousand m³/day)
Empresas
Companies
Novembro-08
November-08
Dezembro-08
December-08
Janeiro-09
January-09
Fevereiro-09
February-09
Março-09
March-09
Abril-09
April-09
Inst. Registradas (RTQ 33
Portaria 102 / 2002)
Algás
Bahiagás
BR-Espírito Santo
Cebgás
Ceg
Ceg Rio
Cegás
Comgás
Compagás
Copergás
Sergás
Gás Brasiliano
Gasmig
Gaspisa
Msgás
Mtgás
Pbgás
Potigás
São Paulo Sul
Scgás
Sulgás
114,8
263,9
132,9
0,0
2089.5
401,4
194,2
1342.1
89,6
201,3
120,6
30,2
178,1
1,4
31,0
3,2
116,6
192,8
73,1
305,7
188,9
119,4
262,2
132,0
0,0
2283.5
436,2
204,1
1374.5
87,9
202,4
126,1
28,0
142,4
1,8
30,6
3,7
123,9
202,0
66,9
307,0
159,5
109,2
241,9
111,1
0,0
2027.1
430,6
205,9
891.4
77,2
184,2
118,3
24,3
163,7
1,0
31,0
7,3
114,8
190,3
55,5
351,6
208,4
108,7
250,9
125,4
0,0
1736.3
364,0
200,0
1172.3
80,4
184,1
115,7
23,8
149,0
1,4
28,0
10,1
111,7
184,1
56,7
363,3
199,7
106,1
245,0
109,8
0,0
2146.4
405,5
189,5
1077.6
82,1
181,6
116,2
23,2
140,9
1,2
28,5
9,7
109,6
178,4
58,3
362,9
209,0
104,1
238,2
121,3
0,0
1942.8
375,9
185,6
1056.2
82,7
182,9
111,5
22,4
146,7
1,1
27,6
9,1
106,7
181,7
53,7
352,0
206,9
TOTAL
6071.3
6294.1
5544.8
5465.6
5781.5
5509.1
Também na
versão online!
Alagoas (AL)
Amazonas (AM)
Bahia (BA)
Brasília (DF)
Ceará (CE)
Espírito Santo (ES)
Goiás (GO)
Mato Grosso ( MT)
Mato Grosso do Sul (MS)
Minas Gerais (MG)
Paraíba (PB)
Paraná (PR)
Pernambuco (PE)
Piauí (PI)
Rio de Janeiro (RJ)
Rio Grande do Norte (RN)
Rio Grande do Sul (RS)
Santa Catarina (SC)
São Paulo (SP)
Sergipe (SE)
TOTAL
L
En forma simultánea, dos grandes
eventos para el mercado del GNV
tendrán lugar en la capital
peruana. Del 24 al 26 de septiembre se desarrollarán la I
Cumbre Latinoamericana de GNV y la II ExpoGNV Perú.
Allí se congregarán expositores, especialistas de
diversas áreas y miles de visitantes de la región y del
mundo entero. El presente y el futuro de este
combustible se construyen en estas dos citas
ineludibles para los protagonistas de este pujante
sector, que no detiene su crecimiento.
6
0
27
9
4
12
2
4
8
24
8
13
15
0
178
10
50
76
143
7
596
Frota Nacional de GNV / Domestic NGV Fleet
24 al 26 de
Septiembre, 2009
www.expognvperu.com
Año III Nº 17
Lima // República de Perú
Abril de 2009
[email protected] // www.ngvgroup.com
SE SIGUEN SUMANDO MODELOS Y CRECE LA CADENA DE COMERCIALIZACIÓN
La venta de 0 km a GNV impulsa
y revigoriza el mercado local
L
A la hora de comprar un vehículo nuevo, miles de usuarios eligen volcarse al gas vehicular, el combustible
más económico del Perú y el único que permite preservar el medioambiente. Las grandes automotrices
ofrecen una amplia variedad de modelos de automóviles, utilitarios y buses. Mientras tanto, en el país hay
más de 20 gasocentros en construcción. En este informe de PVP, los principales empresarios de esta industria
analizan las claves y perspectivas de una tendencia que llegó para quedarse.
Preços dos combustíveis no mundo
Worldwide fuel prices
País
LIMA 2009: ENCLAVE LATINOAMERICANO DEL GAS VEHICULAR
Cumbre y Expo:
24 al 26 de
Septiembre, 2009
www.expognvperu.com
Maio 2009
GNV 2009 MADRID
Del 17 al 19 de
junio, todos los
actores que
hacen a la
actividad del gas vehicular, el
biogas y el hidrógeno para el
transporte en el mundo se
darán cita en la GNV 2009
Madrid. Desde Europa se
disertará sobre el presente de
estos combustibles y se
trazarán sus futuros ejes. Así,
en la Conferencia Internacional
serán analizados por expertos,
funcionarios y reconocidos
empresarios tanto la actualidad
como también las
proyecciones y tendencias de
un mercado que no detiene su
avance. El lema del evento,
“Hacia una movilidad limpia y
sostenible”, refleja la importancia
de este inagotable segmento ,
que marca el rumbo mundial en
el uso de carburantes.
Fonte / Source : IBP - www.ibp.org.br
Conversões anuais / Annual Convertions
Country
Argentina
Alemanha
Armênia
Áustria
Bangladesh
Bélgica
Bielorrússia
Bolívia
Bósnia & H.
Brasil
Bulgária
Canadá
Chile
China
Colômbia
Coréia
Croácia
Egito
Eslováquia
Espanha
Estados Unidos
Filipinas
Finlândia
França
Holanda
Índia
Indonésia
Irã
Islândia
Itália
Japão
Kirjiquistão
Latvia
Liechtenstein
Luxemburgo
Malásia
México
Maldova
Noruega
Nova Zelândia
Paquistão
Polônia
Portugal
Reino Unido
República Checa
Rússia
Sérvia & M.
Singapura
Suécia
Suíça
Tailândia
Tajiquistão
Trinidad & Tobago
Turquia
Ucrânia
Uzbequistão
Venezuela
Gasolina Gasolina Diesel GNV Economia Economia
GNV
GNV/
Aditivada Comum
(litro) U$S (litro) U$S (litro) (Nm3) Gasolina % Diesel %
U$S
Premium
Gasoline
(litre)
0.79
2.20
1.23
1.42
0.69
1.79
0.97
0.66
1.07
1.20
1.24
0.52
0.71
0.79
0.67
1.37
1.13
0.32
1.37
1.32
0.98
1.30
1.96
2.02
1.84
1.21
0.70
0.14
2.17
1.90
1.78
1.45
1.44
0.65
0.62
1.97
0.89
2.22
1.04
1.49
1.33
1.59
1.03
1.26
1.50
1.28
0.66
0.47
2.67
0.58
0.69
0.110
[email protected]
0.71
0.75
0.53
1.12
0.16
1.32
1.18
1.91
1.87
1.74
1.11
0.56
0.10
2.05
1.78
1.68
0.77
1.05
1.36
1.41
0.62
0.57
0.66
1.90
0.85
1.06
1.41
1.28
0.89
1.34
1.27
1.24
0.63
0.72
0.43
2.52
0.53
0.48
Saving
NGV
Diesel
53
58
62
19
71
53
51
58
57
25
37
35
36
31
18
60
60
60
27
36
56
75
35
50
59
49
63
37
49
43
63
72
52
34
61
42
58
66
11
28
32
47
38
51
69
22
40
0
21
63
52
25
38
53
69
97
L
Número de conversões por estado. Março 2009
Convertion numbers per state. March 2009
ha venido trabajando en la proyección de la
demanda y la oferta de gas para el período
2008-2020.
Fuentes de la Asociación indicaron a PVC que
el futuro es positivo, claro y limpio.
www.kioshicompresion.com.ar
www.kioshicompresion.com.ar
Año II Nº 9 - Bogotá // Colombia - Marzo
0.85
1.12
1.16
U$S
Saving
Diesel NGV
NGV
(litre) (N.m3) Gasoline
0.60
0.28
65
2.06
0.87
60
1.10
0.42
66
1.40
1.13
20
0.45
0.13
81
1.39
0.66
63
0.77
0.38
61
0.50
0.22
67
0.98
0.42
61
0.87
0.65
46
1.17
0.74
40
0.40
0.26
50
0.42
0.27
62
0.67
0.46
42
0.34
0.28
58
1.36
0.55
60
1.16
0.46
59
0.20
0.08
75
1.45
1.06
23
1.22
0.78
41
1.16
0.51
48
1.27
0.32
75
1.61
1.05
46
1.57
0.79
61
1.50
0.68
66
0.77
0.39
68
0.78
0.29
59
0.015 0.019
86
2.08
1.32
39
1.72
0.87
54
1.53
0.87
51
0.90
0.33
57
1.09
0.30
71
1.48
0.71
51
1.16
0.76
47
0.62
0.24
63
0.45
0.26
58
0.57
0.24
64
1.76
0.60
69
0.55
0.49
45
0.79
0.57
74
0.99
0.67
36
1.35
0.72
52
1.48
0.91
32
1.64
0.81
49
0.90
0.28
73
1.13
0.88
30
1.26
0.76
49
1.28
1.27
0
1.46
1.16
9
0.65
0.24
64
0.59
0.22
61
0.24
0.18
62
1.98
1.23
54
0.53
0.25
57
0.48
0.15
78
0.068 0.002
98
Fonte / Source: The GVR
ANÁLISIS PROBABILÍSTICO DE GAS NATURAL 2008-2020
La Asociación Colombiana de Gas Natural
se ha propuesto contribuir a la estimación
del futuro de la disponibilidad de este
energético en Colombia.
En consecuencia, desde abril del año pasado
Regular
Gasoline
(litre)
0.62
1.62
1.13
1.41
0.65
1.77
0.77
de 2009
FUE APROBADA UNA NORMATIVA FUNDAMENTAL PARA LA MASIFICACIÓN DEL GNV
República Dominicana, otra
apuesta fuerte en el Caribe
El país cuenta con ventajas estratégicas y económicas, que lo colocan en una posición privilegiada para la explotación del gas natural en la
propulsión de vehículos. Ya entró en vigor la reglamentación para la comercialización del gas vehicular en el país. También fue redactada la
normativa para la fijación de los precios de la actividad. Son pasos sumamente importantes para avanzar en la construcción de más estaciones,
en la instalación de talleres, y, por ende, para que la población en general descubra las ventajas de este carburante.
L
CUMBRE MUNDIAL
La Conferencia
Internacional y
Exhibición GNV
2009 Madrid se
realizará del miércoles 17 al
viernes 19 de junio de 2009 en
la capital española.
El evento, convocado por la
asociación europea, reunirá a
protagonistas y expertos del
viejo continente y del mundo
para abordar los temas más
actuales y necesarios que
hacen al desarrollo del gas
natural, el biogas y el hidrógeno
en el transporte.
Bajo el lema “Hacia una
movilidad limpia y sostenible”,
el encuentro se constituirá en
el foro más importante de
Europa, tanto por la calidad
y profundidad de los temas
que trata como por la
representatividad y experiencia
que despliega.
[email protected]
L
Consumo de GNV por Região
NGV Consumption per Regio
LAS ESTADÍSTICAS LO DEMUESTRAN: EL QUE APUESTA EL GNC, GANA
Cifras elocuentes
NGV Communications Group destaca en esta
edición de Prensa Vehicular sus principales
cuadros estadísticos, que dan cuenta de la
ventaja económica que representa utilizar este
Fonte / Source: IBP - www.ibp.org.br
combustible. También, detalla los diferentes
modelos cero kilómetro que las automotrices
de la Argentina y de América Latina ofrecen
listos para andar gas vehicular y con garantía.
Los datos hablan por sí mismos.
[email protected]
www.kioshicompresion.com.ar
Año XX Nº 241 // Buenos Aires // República Argentina
Mayo de 2009
[email protected] // www.prensavehicular.com
LA
A CAPITALL ESPAÑOLA,, ESCENARIO
O INMEJORABLEE DEE LA
A CONFERENCIA
A INTERNACIONALL Y EXHIBICIÓN
Madrid, el próximo destino
de los protagonistas del metano
L
El próximo mes, más precisamente del 17 a l9 de junio, los actores excluyentes de la
industria del gas vehicular, el biogás y el hidrógeno para el transporte en el mundo, tienen
una cita obligada: la GNV 2009 Madrid. Desde ese enclave del Viejo Continente, se brindará
el más acabado panorama de la actualidad de los combustibles limpios y se decidirán
cuáles serán sus próximos pasos. Además de estas valiosas charlas, se llevará a cabo una importante
exposición de productos y servicios de la que participarán las empresas más influyentes del sector. Un
interesante tour técnico completa las actividades previstas para este acontecimiento imperdible.
CRÉDITOS PÚBLICOS
A través de préstamos otorgados por
el Banco Nación, empresas
argentinas exportadoras de
productos relativos al GNC podrán
ofrecer facilidades de pago para sus
clientes del exterior. Esto resuelve
una de las principales trabas que
tenían las firmas locales para
comercializar sus productos, que
siguen siendo demandados.
Se destinarán 25 millones de dólares
para esta “inyección comercial”.
L
CUMBRE Y EXPO
Lima será
testigo de la
I Cumbre
Latinoamericana
de GNV, que se desarrollará junto con
la II ExpoGNV Perú. Del 24 al 26 de
septiembre, los referentes locales,
regionales y mundiales de esta
actividad se congregan en la capital
de Perú, un país que da cuenta de la
pujanza de un sector signado por las
oportunidades de crecimiento.
[email protected]
Média Nacional de Venda/Posto: 136.821 m³/mês 1.000 m³/dia
Domestic Average Sales/Station: 136.821 m³/month 1.000 m³/day
Fonte / Source: Abegás - www.ibp.org.br
Estado / State
Alagoas
Amazonas
Bahia
Ceará
Distrito Federal
Espírito Santo
Goiás
Mato Grosso
Mato Grosso do Sul
Minas Gerais
Pará
Paraíba
Paraná
Pernambuco
Piauí
Rio de Janeiro
Rio Grande do Norte
Rio Grande do Sul
Santa Catarina
Sergipe
São Paulo
Cilindros Importados
TOTAL
Total
18.386
164
68.697
45.725
314
37.449
497
1.659
6.020
63.375
60
17.633
27.300
46.091
218
695.273
38.094
38.191
67.696
20.966
381.701
21.002
1.596.511
%
1.2
0
4.2
2.9
0
2.7
0
0.1
0.4
5.3
0
1.1
1.7
3.3
0
40.5
2.6
2.5
3.7
1.2
24.7
1.8
100
www.ngvgroup.com • Acesse o maior portal de GNV do mundo
Maio 2009
Postos por Bandeira - Stations per trademark
Estatísticas Mundiais do GNV - Worldwide NGV statistics
Média Postos de Abastecimento
Postos em
mensal de
construção
Natural Gas Vehicles
Refueling Stations
Stations under
vendas em
N/m3
construction
Uso
Veículos
Uso
N/m³
Mang.
leves Ônibus Caminhões Outros
Público Partic.
Total
Cars- Buses Trucks Other monthly Total Public Private
Público Privado
sales
Mang. Total Public Private
LDVs
Use Use
average
Veículos a Gás Natural
País
Country
Alemanha
Argélia
Argentina
Armênia
Austrália
Áustria
Bangladesh
Bélgica
Bielorrússia
Bolívia
Bósnia & H.
Brasil
Bulgária
Burma
Canadá
Chile
China
Colômbia
Coréia
Croácia
Egito
Emirados A. U.
Eslováquia
Espanha
Estados Unidos
Filipinas
Finlândia
França
Georgia
Grécia
Holanda
Hungria
Índia
Indonésia
Irã
Irlanda
Islândia
Itália
Japão
Kirjiquistão
Latvia
Liechtenstein
Lituânia
Luxemburgo
Macedônia
Malásia
México
Maldova
Montenegro
Mozambique
Nigéria
Noruega
Nova Zelândia
Paquistão
Peru
Polônia
Portugal
Reino Unido
República Checa
Rep. Dominicana
Rússia
Sérvia & M.
Singapura
Suécia
Suiça
Tailândia
Taiwan
Tajiquistão
Tanzânia
Trinidad & Tobago
Tunez
Turquia
Ucrânia
Uzbequistão
Venezuela
Vietnã
64.444
125
1.759.015
101.352
2.453
4.041
180.000
300
5.500
99.657
7
1.596.511
60.261
22.821
12.140
8.064
400.000
289.282
19.745
152
101.078
305
564
1.863
100.000
36
472
12.450
3.000
416
1.110
122
700.000
2.550
1.215.593
2
122
580.000
35.720
6.000
500
101
17
179
50
40.248
3.037
5.000
6
4
60
180
283
2.000.000
63.969
1.700
379
294
1.230
1
103.000
326
3.609
16.900
7.122
140.038
4
10.600
3
3.500
34
3.056
120.000
47.000
4.200
500
62.217
125
1.759.015
69.971
130
4.010
117.229
300
5.500
1.300
437
9.831
1.263
25
3.233
19.626
1.060
6
8.355
7
1.596.511
60.000
206
2.902
18.290
9.500
240
8.055
9
231.685 112.755
238
151
97.523
305
228
213
86.500
11
350
9.500
3.000
950
30
315.200
1.755
1.209.381
2
108
576.500
13.778
30
72
2
141
7
40.067
3.037
5.000
6
19.078
1.201
305
847
11.000
25
105
2.100
20
4
1.100
429
1
1.794
31
760
2.500
15
850
416
70
92
12.000
335
6.200
715
210
12
2
2.334
1.417
12
1.166
19.312
10
28
15
38
43
170
187
1
90
11
4
60
70
180
1.949.960
900
36
4
950
1
18.000
320
3.570
15.650
6.877
114.758
110
66
40
300
314
215
8.000
6
30
850
131
9.066
4
29
217
40
35.000
9
400
54
14.541
10.600
3
490
10.760.000 804
3
196.725.000 1.809
1.924 23.800.000 214
146
420.000
181
51.183 21.361.029 296
9
3.000.000
25
24.784
123
3
165.273.000 1.727
35 12.500.000
74
1.625
37
2.400
101
3.200.000
15
54.460
1.336
45.000.000 431
43.940.000 130
17.000
1
560 33.500.000 118
2
750.000
7
43
2.000.000
42
55.000.000 816
3
2
400.000
13
125
4
1
21
3
372.085 52.000.000 500
250
9
764
1
30.000
2
49.000.000 700
1.213
327
6.000 600.000
6
273
4
3
8.000
1
60.000
7
20.000
1
101
20.000
6
1.000.000
14
1
1
2
9
37
14
50.000
2.718
6.605.181
66
500
30
6
73
400.000
33
25
450.000
33
1
42.000 26.790.000 226
15.000
5
3
122
60
850.000
112
1.673
305
1
4.130.000
53
800.000
32
2.564
7.000
47.000
2
492
30.500
500
29.500
400.000
53.000 46.000.000
4.250.000
8.152.054
10
1
9
224
43
124
1
804
9
127
133
6
4
25
Compress.
205
19
48
290
5
8
130
58
13
60
13
2
60
130
1
114
1
5
1
816
1
12
15
4
17
3
181
9
703
1
2
630
294
6
4
3
1
4
99
6
14
1
16
3.745
416
230
9
2
4
1
2
41
2
1
110
1
4
13
16
4
21
4.347
7
6
10
1.290
2
428
319
61
1003
1
70
33
1
80
199
674
11
10
3
1
2
10
22
1
1
2
4
5
14
2.718
29
12
17
201
4
3
92
109
280
1
53
1
6
21
16
25
1
30
3
25
43
4
10
115
35
12
8
15
72
10
5
204
43
124
1
4
20
1
1
Última
Atualização
Last
Update
823
3
73
37
85
15
920
19
21
117
Set.'08
Out.'04
Mar. '09
Mar. '08
Mar. '07
Dez. '08
Nov. '08
Nov. '05
Dez. '07
Ago. '08
Fev. '07
Abr. '09
Dez. '08
Out. '08
Dez. '07
Dez. '07
Fev. '09
Mar. '09
Abr.'09
Dez. '08
Dez. '08
Mar. '07
Abr. '09
Dez. '08
Set. '08
Fev. '06
Dez. '08
Dez. '08
Dez. '07
Dez. '07
Dez. '08
Dez. '07
Abr. '09
Dez. '08
Fev. '09
Out. '08
Dez. '08
Ago. '08
Set. '08
Dez. '07
Dez. '07
Dez. '08
Set. '08
Dez. '08
Mar. '07
Jan. '09
Out. '05
Dez. '07
Mar. '06
Mai. '07
Mai. '05
Dez. '07
Mar. '07
Abr. '09
Mar. '09
Dez. '08
Mai. '07
Dez. '08
Out. '08
Mai. '07
Dez. '08
Abr. '09
Abr. '09
Dez. '08
Dez. '08
Fev. '09
Abr. '05
Dez. '07
Jul. '07
Dez. '06
Out. '07
Jul. '08
Dez. '07
Dez. '07
Nov. '08
Jan. ´09
(a) O total geral não equivale ao número acumulado de veículos leves+ônibus+caminhões já que alguns países
só registram a população veicular a GNV total. Mesmo assim, posto que outros países/fontes deixaram de contabilizar os
veículos convertidos em base ao tipo de unidade, o total em cada país pode diferir da soma de leves+ônibus+caminhões.
Sem embargo, continuamos publicando as cifras fornecidas com antecedência sobre cada tipo de veículo para oferecer
ao leitor um panorama geral de cada mercado. Isto também é aplicável no caso dos postos de abastecimento.
Empresa
Company
BR
Ipiranga
Texaco
Esso
Forza
Quantidade
Amount
464
192
121
87
27
Empresa
Company
Shell
Repsol
Iqara
Alvo
Outros
Total
Quantidade
Amount
113
38
37
47
601
1.727
Resumo Latino americano - Latin American summary
Cidades
Postos de
Gás vendido
Conversões
com GNV
Abast.
por m3 mensal
veículos
Cities with Operac.
Gas sold m³
Conversions
NGV
Operat.
monthly
Vehicles
Argentina
323
1.809
196.725.000
1.759.015
Bolivia
6
123
24.784.428
99.657
Brasil
278
1.727
165.273.000
1.596.511
Colômbia
59
431
45.000.000
289.282
Chile
5
15
3.200.000
8.064
México
2
3
20.000
3.037
Peru
2
66
6.605.181
63.969
Trinidad & Tobago
11
13
1.800.000
4.000
Venezuela
26
124
8.152.054
4.200
Total
712
4.311
451.559.663
3.827.735
Países
Countries
124
431
1.727
66
1.809
123
Peru
Argentina
Uspallata 711
1268 Capital Federal Argentina
Tel: +54 11 43074559/5201/43006137
[email protected]
www.prensavehicular.com
Av. Brasil 3222 Oficina 403
A Magdalena del Mar
CP: Lima 17
[email protected]
www.ngvgroup.com
Itália
Coréia
■
Vicolo Gonzaga 13
46045 Marmirolo (Mn) Italia
Tel.: +39 0376 294055
[email protected]
www.thegvr.com
■
300-5 Changchon-Ri Namsan-Myun
Chuncheon-Si Kangwon-Do 200-911
Tel.: (82-33) 260-3419
Fax: (82-33) 260-3419
[email protected]
■
■
■
■
Brasil
Av. Rio Branco, 131 Sala 1.701
CEP: 20040-006 Rio de Janeiro - RJ
Tel: + (55 21) 2244-7537
[email protected]
www.folhadognv.com
Folha do GNV é uma publicação da NGV Communications
Group, editora e organizadora de feiras e congressos.
No Brasil publica além do Guia Brasileiro de GNV, mapas,
posters e outros. Na Argentina edita a Prensa Vehicular,
Guia Argentino de GNV, mapas, livros e folhetos.
Na Europa produz The Gas Vehicles Report e Guia de
GNV Europeu. Na Peru edita a Prensa Vehicular Peru.
Na Ásia publica Asian NGV Communications.
Registro de marca (Registry of trade marks) nº 1698214 Registro da propriedade intelectual
(Registry of copy -right) nº 223200.
Os artigos assinados são de exclusiva responsabilidade de seus
autores, assim como os anúncios publicados são de
responsabilidade de suas empresas e agências anunciantes, não
comprometendo a opnião editorial.Fica proibida a reprodução
total ou parcial do material que integra essa edição.

Documentos relacionados

Companhias de gás do sul do Brasil mostram seu crescimento no

Companhias de gás do sul do Brasil mostram seu crescimento no De 8 a 10 de junho deste ano, a capital italiana celebrará a 12ª Conferência e Exposição Bienal da IANGV. O evento acontecerá em um dos centros de exposição mais célebres e modernos da Europa, a Nu...

Leia mais

Fabricantes de cilindros no ramo nacional e internacional de

Fabricantes de cilindros no ramo nacional e internacional de Chega o grande evento da América Latina No fechamento desta edição, faltava uma semana para o evento começar. Marcada para 24 até 26 de setembro, a exposição de produtos e serviços e suas conferênc...

Leia mais

empresas mostram seu potencial e tecnologias

empresas mostram seu potencial e tecnologias Internazionale dei Veicoli a Gas Naturale - IANGV 12th World IANGV Conference and Exhibition

Leia mais

Rio de Janeiro lidera o mercado de GNV

Rio de Janeiro lidera o mercado de GNV de sete dias, recebe o modelo escolhido já convertido para GNV. Para isso, o veículo é separado na expedição da Volkswagen sendo levado à White Martins para a conversão de GNV e, posteriormente, en...

Leia mais

RIO – Capital do GNV RIO

RIO – Capital do GNV RIO time, in Rio de Janeiro. Organized by IBP – Brazilian Petroleum, Gas and Biofuels Institute- NGV 2008 has the opening ceremony planned for next June 3rd. The event will occupy the entire Sul Americ...

Leia mais

Especial Fabricantes de cilindros

Especial Fabricantes de cilindros Publicação mensal do gás natural veicular do Brasil

Leia mais

Companhias de gás continuam com suas apostas no

Companhias de gás continuam com suas apostas no millones anuales en combustible y se espera que en los próximos años 650.000 automotores operen con gas y su consumo supere los 140 millones de m3 al mes. Unas 370 estaciones abastecen a miles de u...

Leia mais

Rio welcomes NGV elite

Rio welcomes NGV elite multinacionais existentes e muitas se instalando nas várias regiões do país. Mais um marco internacional do segmento é esta exposição mundial do GNV. Uma mostra clara deste mercado que vem crescend...

Leia mais