5 “Mitos” sobre Alimentação

Сomentários

Transcrição

5 “Mitos” sobre Alimentação
Andreia Carlos
Clínica Medicir
Rua da Malva Rosa, 24, Mem Martins
Tel.: 21 920 3573
www.medicir.net
5 “Mitos” sobre Alimentação
De um modo geral toda a gente sabe falar de alimentação. No entanto, é com bastante
frequência que encontro pessoas confusas relativamente ao que devem ou não devem comer.
Dizem-me em consulta: “Já vi tanta coisa diferente que já não sei no que hei-de acreditar”. A
Nutrição é uma ciência em constante evolução, permitindo desmistificar alguns conceitos:
1. “A batata e o pão engordam”. Estes dois alimentos, assim como o arroz, massa,
cereais, feijão e fruta têm pouca gordura e calorias. Tornam-se sim, ricos em gordura e
calorias e podem conduzir ao aumento de peso, quando consumidos em grandes
quantidades ou quando são cobertos com manteiga, natas ou maionese. Por outro lado
se a farinha utilizada no fabrico de alguns destes produtos for integral, apresentam
mais nutrientes e promovem mais saciedade.
2. “Evito comer ovos porque aumentam o colesterol”. O ovo contém colesterol mas o
seu efeito nos níveis circulantes de colesterol é pequeno ou clinicamente insignificante,
principalmente se o compararmos com outros alimentos ricos em gorduras saturadas.
Deve ser consumido juntamente com vegetais, cozido, escalfado ou cozinhado em
frigideira anti-aderente.
3. “Comer fast-food é sempre uma escolha não saudável, devendo ser eliminado da
dieta”. Este tipo de alimentação pode ser incluída num programa de perda de peso, se
forem evitados menus com tamanhos grandes de alimentos como hambúrguer, pizza
ou pipocas. A água é sempre uma boa alternativa aos refrigerantes servidos em
grandes copos. Alguns restaurantes de fast-food têm opção de salada ou legumes,
sande de peito de frango grelhado ou hambúrguer mais pequeno. Alimentos mais ricos
em gordura, tais como batatas fritas e molhos devem ser pedidos mais
esporadicamente, em porções menores ou divididos com um amigo.
4. “Se saltar refeições como menos, logo perco mais peso”. A evidência científica
tem demonstrado que as pessoas que não tomam o pequeno-almoço e que comem
menos vezes durante o dia, tendem a pesar mais do que as que iniciam o seu dia com
um pequeno-almoço saudável e comem 4 a 5 vezes por dia. As pessoas que fazem
menos refeições diárias tendem a sentir-se com fome mais tarde e comem mais do que
normalmente comeriam.
5. “Os frutos secos engordam e não devem ser incluídos na dieta”. Os frutos secos
são bastante calóricos, mas podem fazer parte da dieta se forem consumidos em
pequenas quantidades. A maioria dos frutos secos contém gorduras saudáveis, sendo
também boas fontes de proteína, fibra e minerais (magnésio e cobre). Uma porção de
frutos secos (15 g) contém cerca de 84 calorias.
Referências: http://win.niddk.nih.gov/publications/myths.htm; http://www.healthierus.gov/dietaryguidelines; Willett, W. C.
& Skerrett, P. J. (2001). Eat, Drink, and Be Healthy. The Harvard Medical School Guide to Healthy Eating. Free Press,
New York.
Andreia Carlos – Nutricionista

Documentos relacionados

Fast-Food - Progresso

Fast-Food - Progresso procedência dos ingredientes, atraem os clientes. Os restaurantes ou lanchonetes do tipo fastfood são uma evolução dos restaurantes e lanchonetes do tipo drive-in, que surgiram na década de 40, no ...

Leia mais